ForumDefesa.com

Forças Armadas e Sistemas de Armas => Forças Aéreas/Sistemas de Armas => Tópico iniciado por: Fábio G. em Agosto 04, 2004, 01:25:45 am

Título: Sukhoi T-50(PAK-FA)
Enviado por: Fábio G. em Agosto 04, 2004, 01:25:45 am
Citar
Se na feira aérea de Moscou(Maks-2003) o projeto caça de 5° geração da Rússia não teve sequer uma única imagem revelada, ao menos algumas informações já foram suficientes para surgir uma série de estimativas quanto o seu desenho  e desempenho. O caça sob a sigla PAK-FA será desenvolvido sobre o projeto do Sukhoi T-50. Segundo as informações oficiais o desenho final do projeto será finalizado no final de 2003, com o primeiro protótipo levantando vôo em 2006/7 sua entrada em serviço ficaria entre 2010-12. O conceito geral difere do caça F-22 Raptor americano na agilidade e desempenho geral que no caça russo foi levado ao extremo, enquanto os americanos  apostaram na furtividade do F-22. Os russos parecem antever os futuros combates entre caças de tecnologia "Stealth"(baixa visibilidade aos radares e outros sensores)onde os combates BVR(fora do alcance visual podem perder a importância de hoje, já que ambos os caças "Stealth" só se detectariam a curta distância, onde o desempenho é muito importante. O papel principal do T-50 é a superioridade aérea, outras funções, como ataque e reconhecimento também são desejáveis. As dimensões estão entre o Mig-29 e o Su-27. Outras características importantes no projeto russo é a velocidade(a Rússia é o mais extenso país do mundo, grandes distâncias a ser percorridas preferivelmente a velocidades supersônicas) a velocidade de supercruzeiro(capacidade supersônica sem a necessidade de se usar os pós-combustores) pode até ser maior que a do caça americano. A  redução da assinatura aos radares conseguida nos protótipos Su-47"Bekut"(em vôo desde 1997) e Mig-1.42(que realizou testes de vôo em 1994 e 2000) devem ser melhoradas com a adição da tecnologia do gerador de plasma e com os estudos realizados com o F/A-117,(o primeiro avião "Stealth" americano), abatido na antiga Iugoslávia em 1999 e levado para a Rússia. Os motores serão os AL-41F1 menores, mais leves e menos potentes que o AL-41F original que equipa o Mig-1.42. O radar poderia ser um desenvolvimento do N0014, desenvolvido pelo NIIP, para o Mig-1.42 que tem capacidade de detecção de pelo menos 20 alvos. Na Maks-2003 a Technokomplex Corporation exibiu novas telas coloridas de cristal-líquido e um grande HUD(visor de mira na altura dos olhos do piloto) essa mesma empresa será a responsável pelo desenvolvimento da cabina, a UOMZ(sistema eletroótico), e a KNIRTI (pelos sistemas de guerra eletrônica), os aviônicos será integrado pela Sukhoi, Raduga e pela Zvezda-Strela, a Vympel está encarregada de desenvolver os mísseis.


Sukhoi T-50 "PAK-FA" - Dados estimados
 
Dimensões: aproximadamente 20mx14mx5m

Peso de decolagem normal: aproximadamente 21 toneladas

Decolagem: projetado para operar em pistas de 300-400m

Velocidade: acima de 1800km/h, alta capacidade de supercruzeiro

Alcance de combate: superior a 1200km

Armamento: pelo menos 6 AAMs(internos)(possivelmente 4 R-77M e 2 R-73/74, R-30 ou derivados mais avançados), armas ar-superfície, guiados por TV, Laser, Radar, GPS e etc., toda a atual e nova geração de mísseis Kh-29/31/35/37/38/59 e novas bombas guiadas por Laser, TV  e GPS.

Motores: 2 Saturn-Lyulka AL-41F-1 de 14300Kg de empuxo cada
Título:
Enviado por: Fábio G. em Agosto 04, 2004, 01:29:32 am
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.suchoj.com%2Fab1953%2FT-50%2Friss%2FT-50_01.jpg&hash=6eecd9547982f955cf7c2744ace943a9)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.suchoj.com%2Fab1953%2FT-50%2Fimages%2FT-50_02.jpg&hash=2f6509de824bba382c8cc47cea008062)
Título:
Enviado por: Luso em Agosto 04, 2004, 09:35:48 am
Mais conhecido por "Raptorsky"...
Título: Sukhoi T-50
Enviado por: Bulldozer em Novembro 07, 2007, 03:04:11 pm
O novo "maquinão" Russo/Indiano Sukhoi T-50 já esta a caminho do ar!!!
Parece-me ser uma excelente aeronave... e visto entrar na operacionalidade em 2012/2015 não seria um óptimo sucessor do F-16 para Portugal?
Já agora, não será superior ao F-35????

http://www.air-attack.com/news/news_art ... -2012.html (http://www.air-attack.com/news/news_article/2790/Indo-Russian-5th-gen-fighter-jet-to-make-maiden-flight-in-2012.html)

http://www.revistaasas.com.br/index.php ... 5&LE=atual (http://www.revistaasas.com.br/index.php?ASA=show_news&id=15&LE=atual)
Título:
Enviado por: Cabeça de Martelo em Novembro 07, 2007, 03:25:51 pm
Material Russo? Que ainda nem foi feito um protótipo?

Nãaaaaaaaaaaaaaaa
Título:
Enviado por: pmdavila em Novembro 07, 2007, 04:14:24 pm
Não é este o tal que está outra vez parado por falta de dinheiro para injectar no projecto?
Título:
Enviado por: Bulldozer em Novembro 07, 2007, 04:39:52 pm
Citação de: "pmdavila"
Não é este o tal que está outra vez parado por falta de dinheiro para injectar no projecto?


Não me parece, ate porque os indianos estão a investir nele uma pipa de massa!!! Mas mesmo que seja, se calhar ate seria bom entrar numa joint venture com eles!!!
Título:
Enviado por: Cabeça de Martelo em Novembro 07, 2007, 04:58:12 pm
Se num projecto multinacional como o F-35 ou o EFA, está a demorar/demorou os anos que se sabe e foi preciso investir o dinheiro que se sabe, imagina este só com 2 parceiros...

Deixem-se estar que Portugal não tem dinheiro para alimentar malucos.
Título:
Enviado por: P44 em Novembro 07, 2007, 08:29:02 pm
Citação de: "Cabeça de Martelo"
Material Russo? Que ainda nem foi feito um protótipo?

Nãaaaaaaaaaaaaaaa


ulha o gajo, em "DB Mode" :lol:  :lol:
Título:
Enviado por: lurker em Novembro 07, 2007, 08:38:32 pm
Citação de: "Cabeça de Martelo"
Se num projecto multinacional como o F-35 ou o EFA, está a demorar/demorou os anos que se sabe e foi preciso investir o dinheiro que se sabe, imagina este só com 2 parceiros...


É minha convicção inabalável que o tempo e custo de um projecto é sobe expoencialmente com o número de pareceiros envolvidos. :wink:

Agora a sério, a indústria de defesa Russa tem problemas mas uma grande parte dele foram os cortes no orçamento.
Com o Putin a re-investir nos militares e clientes como a India, acho bem possivel que levem alguns dos seus ambiciosos projectos a bom porto.
Título:
Enviado por: Johnnie em Novembro 07, 2007, 10:10:16 pm
Possivelmente estará aqui uma alternativa ao material vindo da terra do Tio Sam, mesmo que não o compremos é bom para o mercado haver alternativas disponíveis
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: Sintra em Novembro 08, 2007, 03:17:13 am
Citação de: "Bulldozer"
O novo "maquinão" Russo/Indiano Sukhoi T-50 já esta a caminho do ar!!!
Parece-me ser uma excelente aeronave... e visto entrar na operacionalidade em 2012/2015 não seria um óptimo sucessor do F-16 para Portugal?
Já agora, não será superior ao F-35????

http://www.air-attack.com/news/news_art ... -2012.html (http://www.air-attack.com/news/news_article/2790/Indo-Russian-5th-gen-fighter-jet-to-make-maiden-flight-in-2012.html)

http://www.revistaasas.com.br/index.php ... 5&LE=atual (http://www.revistaasas.com.br/index.php?ASA=show_news&id=15&LE=atual)


 2012/2015?
 Digam antes 2020... E já agora a imagem que aparece no segundo link foi feita por um artista plástico Checo à um par de anos chamado Josef Gatial... Escusado será dizer que o senhor em causa nunca viu as "blue prints" do PAK-FA.
Título:
Enviado por: Cabeça de Martelo em Novembro 08, 2007, 10:07:27 am
As informações que este homem tem, até a mim me espanta! :lol:
Título:
Enviado por: ShadIntel em Novembro 08, 2007, 07:02:18 pm
Citação de: "Johnnie"
Possivelmente estará aqui uma alternativa ao material vindo da terra do Tio Sam, mesmo que não o compremos é bom para o mercado haver alternativas disponíveis


De facto, é sempre bom para o mercado haver alguma concorrência. Mas se o interesse for ter alternativas aos equipamentos vindos dos EUA, a escolha de material europeu sempre será a melhor decisão - neste caso Gripen, Rafale, Eurofighter ou o que for desenvolvido nos próximos anos. Não confio muito no material russo ou indiano, sem falar das alterações geopolíticas que poderiam levar à impossibilidade de obter sobressalentes, actualizações ou simplesmente apoio técnico. A esse nível, a estabilidade política e económica tanto nos EUA como na Europa são mais valias no momento de fazer escolhas para futuros equipamentos. Agora, se a razão for os custos inferiores... Numa área diferente, conheço alguém que comprou um SUV chinês porque o seu preço era metade da concorrência europeia ou japonesa. Quando lhe falam do raio do carro, quase começa a chorar...

Cumprimentos
Título:
Enviado por: nelson38899 em Novembro 09, 2007, 09:38:14 am
boas

Eu não vou dizer que o armamento russo não é bom, mas neste ultimos tempos tem havido problemas entre os indianos e os russos, pois os russo não lhe teêm cedido, material para fazer a manutenção. Se portugal quisesse comprar aviões de combate russos eu preferia comprar os Sukhoi-30 MKI, por serem aviões ja altamente testados e ja se conhecem as falhas. Mas mesmo assim eu sou a favor de Portugal adequir um avião em que as empresas portuguesas estejam envolvidas ao nivel do softawer e ao nivel da estrutura.

cump.
Título:
Enviado por: André em Novembro 09, 2007, 12:54:28 pm
Portugal sendo membro da NATO/OTAN, daria mais jeito comprar material militar a um estado-membro dessa organização, do que a países em que raramente/nunca compramos material militar. :wink:
Título:
Enviado por: Johnnie em Novembro 09, 2007, 01:50:52 pm
Bem ao comprando os Kamovs e os Berievs para o combate aos incendios já se terá aberto o precedente :roll:

Eu por mim não me importava nada de ver uns Flankers com a cruz de cristo
Título:
Enviado por: lurker em Novembro 09, 2007, 04:23:44 pm
Há dois ou três problemas com a compra de material russo.
Com o o ShadIntel referiu, a Rússia está politicamente muito mais distante de nós que a UE ou mesmo os EUA.
Divergências entre a posição de Portugal/UE e a posição da Rússia podem  levar a que a Rússia nos corte o fornecimento de manutenção, munições, upgrades, etc de material militar.

Depois há a questão da integração com as forças NATO.
A NATO tem uma série de standards, a Rússia tem os seus.
Tudo o que tiver a ver com comunicações tem obrigatoriamente que ser trocado por material compatível com NATO.
E depois há o armamento e acessórios: misseis, bombas, pods, whatever. Ou usamos armamento russo ou temos de integrar o armamento NATO.
Enfim, um pequeno pesadelo.

Os Kamov ou os hipotéticos Beriev são casos completamente diferentes.
Politicamente, têm menos importância porque são para uso interno.
Em termos de standards, tanto o KA-32A11BC como o BE-200 têm como objectivo respeitar as normas EASA.
Título:
Enviado por: Johnnie em Novembro 09, 2007, 05:43:31 pm
Não deve ser nada que os israelitas não consigam dar a volta  :twisted:
Título:
Enviado por: nelson38899 em Novembro 09, 2007, 06:19:15 pm
boas

OU nós, se o estado disponibilizar verbas, acredito que em Portugal haja industrias que possam dar a volta a esses problemas.
 As nossas fragatas JB tambem não usam radares russos, devido a uma dividia que a russia tinha e não houve problemas quanto a isso.

Cump.
Título:
Enviado por: lurker em Novembro 09, 2007, 10:02:40 pm
Citação de: "Johnnie"
Não deve ser nada que os israelitas não consigam dar a volta  :twisted:


Se lhes pagarmos o suficiente, acredito bem que sim.

Nelson, até duvido que haja empresas em Portugal que detenham a capacidade de fazer isso.
Teria de ser por si um processo de aprendizagem.

As João Belo têm radares de origem russa? (desconhecia totalmente)
Título:
Enviado por: ShadIntel em Novembro 09, 2007, 10:17:53 pm
Citação de: "lurker"
As João Belo têm radares de origem russa? (desconhecia totalmente)


 :arrow:  http://www.areamilitar.net/DIRECTORIO/nav.aspx?nn=2 (http://www.areamilitar.net/DIRECTORIO/nav.aspx?nn=2)
Título:
Enviado por: antoninho em Novembro 09, 2007, 10:27:24 pm
Então não usam mais os radares Thomson(Thales) e Racal....
Título:
Enviado por: JLRC em Novembro 10, 2007, 01:37:17 am
Citação de: "nelson38899"
 
As nossas fragatas JB tambem não usam radares russos,
Cump.


Tem toda a razão, não usam radares russos mas sim 1/KH 1007, 1/DRBV 22 A, 1/DRBV 50 e 1/DRBC 31.
Título:
Enviado por: p_shadow em Novembro 10, 2007, 04:49:36 am
Citação de: "lurker"
Há dois ou três problemas com a compra de material russo.
Com o o ShadIntel referiu, a Rússia está politicamente muito mais distante de nós que a UE ou mesmo os EUA.
Divergências entre a posição de Portugal/UE e a posição da Rússia podem  levar a que a Rússia nos corte o fornecimento de manutenção, munições, upgrades, etc de material militar.

Depois há a questão da integração com as forças NATO.
A NATO tem uma série de standards, a Rússia tem os seus.
Tudo o que tiver a ver com comunicações tem obrigatoriamente que ser trocado por material compatível com NATO.
E depois há o armamento e acessórios: misseis, bombas, pods, whatever. Ou usamos armamento russo ou temos de integrar o armamento NATO.
Enfim, um pequeno pesadelo.

Os Kamov ou os hipotéticos Beriev são casos completamente diferentes.
Politicamente, têm menos importância porque são para uso interno.
Em termos de standards, tanto o KA-32A11BC como o BE-200 têm como objectivo respeitar as normas EASA.

Na deixa do (correctíssimo) post do colega lurker, gostaria de acrescentar algo que entendo ser conclusivo.

Só existem duas formas de operar aeronaves militares russas (ou de origem soviética).
Uma é a dos países pobres. As aeronaves russas exigem pouco suporte tecnico para um ritmo de operações normal, e quase sempre apoiados por tecnicos contratados que por sua vez usam os praças dessas FAs para o "trabalho de braços". Quando chega à altura das maiores inspecções só há 2 hipóteses: ou é tudo desmontado e enviado para a fábrica ou então encosta até não haverem mais para voar e compra-se de novo.
(Nota: os TBO (Time between overhaul) dos aparelhos russos é consideravelmente menor que a maioria dos ocidentais)

A outra forma, é a dos países em (grande) desenvolvimento, os chamdos "ricos de 3ºmundo" como a India por exemplo, que contraria a "dependência" do fornecedor com a implantação de inúmeros centros industriais. Mais exemplos: vejam o que se passa com as frotas de helicopteros Mil no México e Peru.

Agora imaginem só as OGMA (ou o dinheiro que teria de lá ser investido!) ter de lidar com uma frota de elefantes brancos dentro da FAP!!

E, novamente voltando ao post do lurker, teremos que acrescentar sempre os outros "pesadelos" políticos e sobretudo operacionais de ter uma frota "mista" na linha da frente.

Obviamente que não faz qualquer sentido equacionar nas próximas décadas qualquer compra relevante de material militar de outra proveniência que não a Ocidental.


Cumptos
Título:
Enviado por: nelson38899 em Novembro 10, 2007, 04:05:56 pm
boas

Queria pedir desculpa, pelo meu erro quanto aos radares das fragatas da classe JB,  :oops:.
Eu quando estava a referir-me ao material russo, isso deve-se simplesmente às noticias que vieram à uns anos na comunicação social, sobre a russia pagar uma divida a Portugal em armamento.
Quanto à industria Portuguesa de armamento, pelo que sei, tem alguma boa capacidade ao nivel informático e ao nivel das comunicações e estrutural. Eu sei que os colegas forista tem uma ideia má da nossa industria, mas o que vem a publico é apena má industria, pois é isso que vende jornais.

Cump.
Título:
Enviado por: Sintra em Novembro 10, 2007, 05:11:30 pm
Citação de: "Cabeça de Martelo"
As informações que este homem tem, até a mim me espanta! :lol:


 :evil:
Título:
Enviado por: Leonidas em Novembro 12, 2007, 11:20:03 pm
Saudações guerreiras

Citar
Há dois ou três problemas com a compra de material russo.
Com o o ShadIntel referiu, a Rússia está politicamente muito mais distante de nós que a UE ou mesmo os EUA.
Divergências entre a posição de Portugal/UE e a posição da Rússia podem levar a que a Rússia nos corte o fornecimento de manutenção, munições, upgrades, etc de material militar.

O mesmo não pode suceder-se com os EUA em relação a nós? Experimente, tente só tirá-los dos Açores e verá as consequências. Aliás, da maneira como estão as coisas e como o futuro se avizinha, nem será necessário os americanos se chatearem com embargos. Não tarda nada ainda vamos ter F-16 montados no Museu do ar. Aqueles dos caixotes. O plano tecnológico já chegou aos museus. É o progresso.    

Citar
Depois há a questão da integração com as forças NATO.
A NATO tem uma série de standards, a Rússia tem os seus.
Tudo o que tiver a ver com comunicações tem obrigatoriamente que ser trocado por material compatível com NATO.
E depois há o armamento e acessórios: misseis, bombas, pods, whatever. Ou usamos armamento russo ou temos de integrar o armamento NATO.
Enfim, um pequeno pesadelo.


Nada nos impede de termos material de outras origens fora Nato e que não seja compatível com os restantes menbros da Nato. Isso ficou provado quando se compraram  parte dos hélis para os incêndios. Qualquer que seja o material não Nato e não compatível, se forem utilizados só por nós e dentro das nossas fronteiras isoladamente, não há crise, embora pouco recomendável.  

A questão das incompatibilidades é fácil de se resolver. Há duas hipóteses:
1ª adquirir-se material compatível em paralelo ao existente não compatível.
2ª Arranjar compatibilidade no material existente com os restantes Nato. A Roménia fê-lo com cerca de 100 unidades Mig-21, transformando-os em 3 versões.  A “C” esteve no Báltico, onde estão agora os F-16 tugas. Veja todas as frotas operacionais de Mig-29 dos países Nato.
Os chineses têm ou vão ter 3 AWACS de origem russa, modernizados pelos israelitas e servirão uma miríade de aeronaves de origem russa e chinesa.

Citar
Os Kamov ou os hipotéticos Beriev são casos completamente diferentes.
Politicamente, têm menos importância porque são para uso interno.
Em termos de standards, tanto o KA-32A11BC como o BE-200 têm como objectivo respeitar as normas EASA.

Em caso de guerra até no momento em que se provar que há abuso na utilização do simbúlo da Cruz Vermelha, não julgue que nada escapará ao abate.  

Citar
Na deixa do (correctíssimo) post do colega lurker, gostaria de acrescentar algo que entendo ser conclusivo.

Só existem duas formas de operar aeronaves militares russas (ou de origem soviética).
Uma é a dos países pobres. As aeronaves russas exigem pouco suporte tecnico para um ritmo de operações normal, e quase sempre apoiados por tecnicos contratados que por sua vez usam os praças dessas FAs para o "trabalho de braços".Quando chega à altura das maiores inspecções só há 2 hipóteses: ou é tudo desmontado e enviado para a fábrica ou então encosta até não haverem mais para voar e compra-se de novo.
(Nota: os TBO (Time between overhaul) dos aparelhos russos é consideravelmente menor que a maioria dos ocidentais)

Acho que neste mundo ninguém nasce ensinado e dadas as dificuldades de alguns países em terem técnicos qualificados, não significa que não possam ter uma força aérea, como muito bem escreveu. Apenas existem esses pormenores e em não havendo alternativa a uma manutenção eficaz, opta-se pelo envio a um local qualificado para o efeito. Não sei onde isso possa constituir problema na utilização e muito menos a origem do material. Causa transtorno e sai caro, mas não é de maneira nenhum impeditivo para não haver aviões. O melhor exemplo disso e caricato, para ser soft, foi o que se passou com uns hélis de origem indonésia que foram “arranjados” nas OGMA, estando Portugal em conflito aberto com a Indonésia por causa da questão de Timor Leste.  

Será também conveniente ver o que se passa nalguns países europeus que operam os Mig-29, por exemplo. O caso da Hungria é interessante. Ainda mais interessante é o caso da Eslováquia.

Polónia, Hungria, Eslováquia, bulgária e algum outro que me possa ter escapado, assinaramn contratos de manutenção com a Rússia. Até agora não houve problemas

Citar
A outra forma, é a dos países em (grande) desenvolvimento, os chamdos "ricos de 3ºmundo" como a India por exemplo, que contraria a "dependência" do fornecedor com a implantação de inúmeros centros industriais. Mais exemplos: vejam o que se passa com as frotas de helicopteros Mil no México e Peru.


A Índia, nesse aspecto, só recentemente é que se tornou credível. É verdade que eram os de origem soviética que mais caíam porque também eram os que existiam/existem em maior quantidade. Só tiveram cerca de 1000 aparelhos em determinada altura. Nem o facto de fabricar os Mig-21 sob licença e que representou mais ou menos 40% do total da frota, foi impeditivo que houvessem acidentes desnecessários e que tivessem em qualquer frota uma elevada taxa de aviões encostados ás boxes. Ao que parece na Alemanha os F-104 caíam que nem tordos. Escusado será falar na sua insuspeita origem, no entanto, ninguém está livre de problemas, logo a questão nada tem que ver com a origem.

Até o F-22 já teve o seu acidente, daquele que me lembro. Só de chapa e pintura foram cerca de 3 milhões de dólares.

Ainda bem que fala nos hélis. Especialmente o modelo Mi-8/17, considerado de extrema fiabilidade e utilizado até pela CIA. Há um país sul-americano que até tem uma estação equipada para todo o tipo de intervenções, e se não estiver errado, em diversos modelos de hélis russos. Se não a memória não me atraiçoa, acho mesmo que até é o Peru. Quanto ao México, o único Mi-26 existente já tá de volta aos ares.
 

Citar
Agora imaginem só as OGMA (ou o dinheiro que teria de lá ser investido!) ter de lidar com uma frota de elefantes brancos dentro da FAP!!


O mesmo dinheiro que terá forçosamente de ser investido com outra qualquer aeronave que venha a existir. Já agora, que tonalidade estarão a adquirir os F-16?  

Citar
E, novamente voltando ao post do lurker, teremos que acrescentar sempre os outros "pesadelos" políticos e sobretudo operacionais de ter uma frota "mista" na linha da frente.


A Alemanha utilizou os Mig-29 cerca de 15 anos na sua luftwaffe e passou-os aos polacos que têm maior frota de Mig-29 Nato. A hungria até já tem o gripen.

Citar
Obviamente que não faz qualquer sentido equacionar nas próximas décadas qualquer compra relevante de material militar de outra proveniência que não a Ocidental.


Quanto custará um Il-76(versão mais moderna)? Quanto custará um A400M, C-17?

Cumprimentos
Título:
Enviado por: JLRC em Novembro 13, 2007, 02:03:18 am
Citação de: "Leonidas"
 
 O melhor exemplo disso e caricato, para ser soft, foi o que se passou com uns hélis de origem indonésia que foram “arranjados” nas OGMA, estando Portugal em conflito aberto com a Indonésia por causa de questão de Olivença.  
 

 :shock:  :shock:  :shock:
Título: ????
Enviado por: zocuni em Novembro 13, 2007, 02:10:34 am
Citação de: "Sintra"
Eu sou é do TSCDUADTDJ (Tipos Sem Cheta Depois Do Ultimo Aumento Das Taxas De Juros)...  :?:

Abraços,
Título:
Enviado por: Leonidas em Novembro 13, 2007, 08:11:35 pm
Saudaçõea guerreiras

Citação de: "JLRC"
Citação de: "Leonidas"
 
 O melhor exemplo disso e caricato, para ser soft, foi o que se passou com uns hélis de origem indonésia que foram “arranjados” nas OGMA, estando Portugal em conflito aberto com a Indonésia por causa de questão de Olivença[/b].  
 

 :shock:  :shock:  :shock:


É verdade, não se trata da questão de Olivença. Tratava-se da questão de Timor leste, por causa da invasão indonésia. Já fiz a correcção. Obrigado pelo alerta.

Cumprimentos
Título: Re: ????
Enviado por: Sintra em Novembro 14, 2007, 04:58:20 am
Citação de: "zocuni"
Citação de: "Sintra"
Eu sou é do TSCDUADTDJ (Tipos Sem Cheta Depois Do Ultimo Aumento Das Taxas De Juros)...  :?:

Abraços,


 Descobriram a minha careca   c34x
Título:
Enviado por: FinkenHeinle em Novembro 23, 2007, 11:22:43 am
Citar
Segundo as informações oficiais o desenho final do projeto será finalizado no final de 2003, com o primeiro protótipo levantando vôo em 2006/7 sua entrada em serviço ficaria entre 2010-12.


PAK atrasado?
Título: t 50
Enviado por: marlon maia em Dezembro 25, 2007, 04:31:42 pm
O NOVO FX BR E O PAK FA
 

Aqui esta o que Brasil tem que fazer entra no consórcio entre Rússia índia e china na fabricação de um novo caça de 5º geração para o Brasil.
 Seja como for, o Brasil não irá a lugar algum apenas pensando em pequenas aquisições condicionadas a uma improvável e fantasiosa transferência de tecnologia. Somente alcançará seus objetivos se abrir os olhos para reais parcerias de desenvolvimento, caminhando aí sim para obter tecnologia própria no futuro.


Nesse espírito, o T-50 PAK FA é o caça de superioridade aérea de 5ª Geração da Sukhoi ideal para o NOVO FX BR. Trata-se do sonho dos pilotos militares de todo o mundo, pois é o sucessor natural da poderosa FAMÍLIA FLANKER.
Em 12 de dezembro de 2007, a revista ASAS publicou matéria afirmando que a Rússia teria oferecido ao Brasil a possibilidade de tornar-se parceiro do Programa PAK-FA.


Recentemente, a Índia assinou um protocolo com a Rússia, tornando-se a primeira parceira internacional do programa. A oferta teria ocorrido durante a visita de uma delegação governamental russa, ligada à indústria de Defesa ao Brasil, ocorrida 2 semanas antes.


Além de equipamentos militares diversos, as conversações teriam também incluído a possibilidade de compra do Sukhoi Su-35-1 e sua produção sob licença no Brasil, com amplos pacotes de transferência de tecnologia. Teria havido reuniões com autoridades civis e militares brasileiras em Brasília.
A torcida do DEFESA BR
é apenas por inteligência
e legitimidade da escolha !


Para esse aumento para 36 caças, existiriam 2 fatores : o Chávez e a desmilitarização do controle aéreo nacional.


O "Fator Chávez" mostrou à sociedade brasileira que ela não conta com Defesa à altura do País há décadas. Já a perda que a FAB teria de R$ 2 bilhões anuais sem o controle aéreo seria compensada com mais investimentos em defesa aérea, aliás, sua obrigação constitucional mais básica de todas.


Esse NOVO FX BR poderia ser bem superior, pois o FX original objetivava a montagem no Brasil sob licença, em uma fase seguinte, de 108 aeronaves de modelo já aperfeiçoado ao inicialmente escolhido, vindo a totalizar 120 aeronaves de interceptação.


Uma aquisição menor que essa não ensejará montagem local nem poderá contar com plena transferência de tecnologia. Mesmo 120 unidades produzidas aqui sob licença não garantirão transferência de tecnologia atualizada, isso é muito improvável de acontecer.


Nos ensina João Verdi que é preciso evitar essas famosas aquisições condicionadas à transferência de tecnologia, pois nenhuma empresa de Defesa do mundo irá transferir tecnologia atualizada e de ponta, para um País dito emergente. Um País que não investe em seu próprio PD&I não vai a lugar algum. Já as parcerias de desenvolvimento são bem vindas.




A OPÇÃO PELOS RUSSOS


A preocupação do DEFESA BR em que a escolha fosse russa refere-se não somente à superioridade de seus meios aéreos de combate, mas ao contínuo oferecimento de transferência de tecnologia, que se trata da maior necessidade do Brasil nesse campo. Mas isso só virá com uma parceria mais profunda.


Entre os caças russos, poder-se-ia pensar no tão falado Su-35 e até mesmo no Su-47 Berkut, aquele de asas invertidas, antes conhecido como S-32 e depois S-37, mas este ficará mesmo na história como mero demonstrador de tecnologia.

Entretanto, no mundo real, o Su-35 deverá ter como sucessor tecnológico de 5ª Geração o PAK FA (2), ou T-50, que deverá entrar em operação na Rússia talvez em 2010. Trata-se do sucessor natural da FAMÍLIA FLANKER (um Berkut sem as asas invertidas).


Já a partir de 2010, o T-50 tornar-se-ia a opção ideal para o NOVO FX BR da FAB, que ainda sequer é oficial, porém já é bastante comentado e discutido.


 

Concepção artística do T-50 PAK FA.



Sabe-se que o PAK FA (Perspektivnyi Aviatsionnyi Kompleks Frontovoi Aviatsyi - Future Air Complex for Tactical Air Forces - Sistema Aéreo Futuro para Forças Aéreas Táticas - contrapartida do JSF) vem sendo desenvolvido desde 2002 pelo Bureau Sukhoi com estreita participação indiana. Deverá custar US$ 30 milhões a unidade.


O T-50 PAK FA será um puro caça furtivo multimissão de 5ª Geração, que  terá um ação de 1.200 km. Como caça médio de 20.000 kg, será capaz de operar em Navios-Aeródromos. Poderá ser superior ao F-35 Lightning II americano, o JSF, e pretende ser tão invisível quanto o F-22, com baixíssima Assinatura Radar, ou RCS.


O futuro caça PAK FA deveria usar 2 turbinas AL-41F, mas parece já contar com outro motor em avançado desenvolvimento, que é turbo jato 117C também da NPO-SATURN. Trata-se de uma modernização do motor AL-31F instalado nas versões anteriores das aeronaves Sukhoi Su-27 e Su-30.


O novo turbo jato combina a experiência com o AL-31F com novas tecnologias obtidas durante anos no desenvolvimento do motor AL-41F. Comparado com o AL-31F (de 12.410 kg de potência), o 117C tem sua potência aumentada em pouco mais de 2 ton para 14.500 kg, e incorpora uma entrada de ar maior, um sistema de vetoração de empuxo e um sistema de controle de vôo digital.


O pesado uso de compostos de carbono na estrutura do PAK FA permitirá que tenha peso reduzido. Espera-se que ele tenha melhor desempenho, com melhor aceleração, maior velocidade de cruzeiro e alcance. Os novos motores permitirão ao T-50 operar em pistas curtas, de 300 a 400 m de extensão.


Com o 117C, o PAK FA não precisará usar o pós-combustor para decolar, acelerar, subir e fazer curva e melhora a capacidade de supercruzeiro. Uma dupla de 117C dará ao T-50 velocidade supersônica de cruzeiro, sem uso de pós-combustão.


Os fabricantes já produziram cinco protótipos, que foram testados com sucesso em caças Su-27LL e Su-30. Baseado nos resultados desses testes, os projetistas melhoraram o fluxo de ar no motor e o sistema de controle. Acredita-se que o Su-35 também contará com os 117C.


Especula-se que possa haver 2 versões do PAK FA, uma pesada e outra média. A primeira teria 2 turbinas e pesaria 30.000 kg, para uso da Rússia, devido às suas elevadas dimensões continentais, mesmo caso de Brasil, China e Índia.


A outra versão contaria com somente 1 turbina e teria somente 20.000 kg, para exportação à maioria dos Países, de reduzidas dimensões geográficas.


O novo caça russo poderá realizar missões tanto táticas quanto estratégicas, percorrendo grandes distâncias a velocidade supersônica, e recebendo múltiplos REVOs em qualquer ponto da Terra. Será automatizado com novos sistemas inteligentes.


 

Mais um aconcepção artística do T-50 PAK FA.


De acordo com Felipe Salles : "para a indústria aeroespacial brasileira, que, por diversas razões perdeu o trem no caso dos aviões de caça europeus, esta pode ser uma oportunidade rara e muito interessante".


O T-50 ainda se encontra num estágio ainda bastante inicial, com muito trabalho restando ainda pela frente. A tecnologia desenvolvida para ele será no estado da arte, podendo servir como alavanca para nos capacitar nas próximas décadas para mantermos a liderança conquistada pelos eficientes EMB170/190 no mercado comercial civil.


A Embraer tem muitas habilidades técnicas que a distinguem e pavimentam seu caminho de sucesso até o ponto em que ela se encontra hoje. Uma destas, é justamente seu know-how de vendas e de suporte pós-vendas.


Imaginem um caça de 5ª Geração nascendo com encomendas de várias centenas de unidades já garantidas, unindo
       a alta tecnologia dos russos;

       o baixo custo industrial dos chineses;

       o domínio de software indiano; com

       a atenção a clientes alinhada com os melhores padrões
          de serviço da indústria ocidental, amplamente dominados
          pelos brasileiros.


Esta seria uma combinação inédita das melhores características de um grupo notável de Países chamados pelos analistas econômicos internacionais como BRICs (Brasil-Russia-Índia-China). A Índia já se associou ao projeto do T-50 no segundo semestre de 2007.


Eis uma janela única se abrindo à nossa frente, será que teremos habilidade para aproveitar ela? O tempo dirá."


Seria possível que o Brasil viesse a participar um dia no desenvolvimento do PAK FA devido ao acordo com os russos, que também abrange o desenvolvimento aeronáutico e aeroespacial (veja em ALIANÇAS). Com essa parceria, nosso PD&I só teria a ganhar.  


O Brasil não irá a lugar algum apenas pensando
em pequenas aquisições condicionadas à uma
improvável e fantasiosa transferência de
tecnologia. Somente alcançará seus objetivos
se abrir os olhos para reais parcerias de
desenvolvimento, caminhando aí sim
para obter tecnologia própria no futuro.


Dados

   DEFESNET

 :o
Título:
Enviado por: marlon maia em Dezembro 26, 2007, 09:31:15 pm
hoje vi uma noticia na revista asas que a embraer e a avisbras estão se unido para fazer o Rafale francês  aqui no brasil sobre licensa da  Dassault. Sera que e bom para o brasil esta aeronave? :)  :roll:
Título:
Enviado por: Cabeça de Martelo em Dezembro 27, 2007, 10:09:45 am
Eu espero mesmo que o governo Brasileiro se decida, porque o vosso programa de reequipamento da FAB já começa a parecer com o nosso da Armada...já cheira mal! :oops:

Esperemos que as mentes "brilhantes" no planalto de Brasilia compreendam que um país como o Brasil não pode depender de meia dúzia de Mirages e F-5 para se defender.
Título: rafale
Enviado por: marlon maia em Dezembro 27, 2007, 11:29:03 am
e verdade o brasil não pode depender de apenas os f5 eles são velhos e de geração passada, esperamos que seja breve a compra das novas geração de aeronaves que seja o rafale e melhor do que nada. :P
Título:
Enviado por: HaDeS em Dezembro 04, 2008, 05:00:23 am
Citar
India, Russia to have different versions of same fighter plane
Sandeep Unnithan
New Delhi,  September 29, 2008

The Fifth Generation Fighter Aircraft (FGFA) being jointly developed by India and Russia will look substantially different for the two countries. While the Russian version will be a single-pilot fighter, the Indian variant will have a twin-seat configuration based on its operational doctrine which calls for greater radius of combat operations.

"The Indian FGFA is significantly different from the Rusisan aircraft because a second pilot means the addition of another dimension, development of wings and control surfaces," said Ashok Baweja, chairman of the Hindustan Aeronautics Ltd (HAL), which is developing the aircraft alongwith Russia's Sukhoi design bureau.

Speaking to mediapersons at the eighth Indo-Russian Inter-Governmental Commission on Military-Technical Cooperation (IRIGC), Baweja said that both sides had moved closer towards identifying the key areas of participation in the Fifth Generation Fighter Aircraft Programme (FGFA) for which both countries had signed a joint agreement in 2007. India would bring into play its expertise in composites, lightweight high-strength materials that significantly bring down the weight of an aeronautical platform.

The Russian aircraft is thus called because it is a successor to virtually every fourth and 4.5 generation fighter aircraft like the MiG-29 and Su-30 MKI in the inventories of both countries. It has been dubbed the 'Raptorski' for its similarity to the US F-22 Raptor that entered squadron service this year.
PAK-FA 'T-50'

The first prototype of the Sukhoi Design Bureau's PAK-FA 'T-50' fighter aircraft is set to fly in Russia next year. "We are in the process of defining what part of the contract to give to the Indian production agencies,'' said Alexey Fedorov, president of the United Aircraft Corporation, the umbrella organization of Russian fixed-wing aircraft manufacturers. Fedorov said that the process of identifying the participation of Indian partners in the FGFA would be completed by the year-end or in the shortest possible time.

According to Baweja, it features stealth, or a drastic reduction in the aircraft's radar cross-section or 'signature', and the ability to 'super cruise' or jet engines that fly stealthily without engaging noisy afterburners even at supersonic speeds, embedded weapons with the capability to engage multiple ground, sea and air targets and seamless communication between the fighter, other aircraft and ground stations.

Baweja said that the first prototype of the FGFA was to fly next year with the ALF-31 FP engine. He said he would want an engine that had 15 to 20 per cent more growth than this engine in the final aircraft configuration. The FGFA is to enter squadron service by 2015 and will replace at least three classes of aircraft in the IAF.

The joint-venture borrows heavily from the success of the Brahmos project but seems fated to repeat its story. By the 1990s, Russia, the world's only operator of supersonic surface-to-surface missiles, had already perfected the Yakhont missile but lacked the funds to pursue its development. Indian stepped in with the finance in 1998 and the missile was re-launched as the Brahmos.

Designs for the PAK-FA have already been frozen by the Sukhoi design bureau, which means that Indian aircraft engineers have already missed out on the critical knowledge curve of aircraft design. Also, the unequal status of the Indian and Russian aviation industries means India will be the junior partner contributing very little except finance. "So if we have missed out on the design phase, we have to analyse the cost-benefits of acquiring only super cruise and stealth technology for $ 10 billion," asks Air Vice Marshal Kak.

http://indiatoday.digitaltoday.in/index ... 4&Itemid=1 (http://indiatoday.digitaltoday.in/index.ph...onid=4&Itemid=1)



Título:
Enviado por: HaDeS em Janeiro 21, 2009, 08:40:15 pm
Citar

Russia's next-generation warplane to make maiden flight in 2009

ASTRAKHAN, January 21 (RIA Novosti) - Russia's first fifth-generation warplane will make its maiden flight before the end of this year, the deputy prime minister in charge of arms procurement said on Wednesday.

"We expect the plane to take to the skies no later than the end of this year," Sergei Ivanov told a news conference after a meeting of the Military-Industrial Commission.

Earlier plans set 2010 for the first tests of the new fighter, which will feature high maneuverability and stealth to ensure air superiority and precision in destroying ground and sea targets.

Russia's advanced multirole fighter is being developed by Sukhoi, which is part of Russia's United Aircraft Corporation (UAC), along with India's Hindustan Aeronautics Limited (HAL), under a preliminary intergovernmental agreement signed in October 2007.

Russia and India will simultaneously develop two versions of the combat aircraft - a two-seat version to meet the requirements of India's air superiority doctrine, and a single-seat version for the Russian Air Force.

The Russian version will be built at the Komsomolsk-on-Amur aircraft-manufacturing plant in Russia's Far East.

Ivanov said the plant had almost completed the construction of a first prototype of the fifth-generation fighter, but it will undergo only durability tests on the ground at a research facility in Zhukovsky near Moscow.

However, a second prototype will be built and will take to the skies by the end of this year, he said.

Ivanov also said on Wednesday that the aircraft manufacturing industry should review and adjust some testing programs and methods due to advanced nature of the new aircraft.

http://en.rian.ru/russia/20090121/119740202.html (http://en.rian.ru/russia/20090121/119740202.html)
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: nelson38899 em Janeiro 27, 2010, 11:49:28 pm
Citar
7/01/10, 17:10

The first-flight of PAK-FA will take place before the end of this week, a source from Komsomolsk-on-Amur reported to Interfax AVN on Wednesday.
"Taxi-trials have been successfully conducted and technically the aircraft is ready for flight testing- which will be held depending on the actual weather conditions during the next 2-3 days" the source said.

According to him, the first flight tests of PAK FA will be held at the Komsomolsk-on-Amur Aircraft Production Association (KnAAPO) airfield.

http://www.interfax.ru/news.asp?id=120859 (http://www.interfax.ru/news.asp?id=120859)
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: pchunter em Janeiro 28, 2010, 11:08:40 am
Cá estaremos para ver. :G-beer2:
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: P44 em Janeiro 28, 2010, 11:16:59 am
Vôo adiado para sexta-feira devido ás condições metereológicas adversas

http://www.en.rian.ru/russia/20100128/157703215.html (http://www.en.rian.ru/russia/20100128/157703215.html)
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: P44 em Janeiro 29, 2010, 08:27:44 am


(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg138.imageshack.us%2Fimg138%2F3665%2Fimg9630.jpg&hash=f74f7dcd55a3a7b03116e0c35525361d)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg138.imageshack.us%2Fimg138%2F8038%2Fphotoss.jpg&hash=bf59813aed3ebc7ee63d4f5a6ffcd870)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg254.imageshack.us%2Fimg254%2F5623%2Fpak.th.jpg&hash=679da9a532396fe6cd80824cdca46648) (http://http)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg109.imageshack.us%2Fimg109%2F7089%2Fpakfa2.th.jpg&hash=96e757b6b435556cd0852813fbb1cedb) (http://http)

Citar
Sukhoi LAUNCHES Flight tests Prospective COMPLEX Frontal Aviation (PAK FA)

Moscow, January 29. Today in Komsomolsk - on - Amur hosted the first flight of an experienced aviation complex of the fifth generation. The plane was piloted honored test pilot Sergei Bogdan Russia. Prototype PAK FA spent 47 minutes in the air and landed on the runway of the factory airfield.

The flight was successful, in full accordance with the flight plan. "During the flight we had a primary assessment of controllability of the aircraft, engine and major systems, the aircraft made a full-time cleaning and landing gear. The aircraft proved itself well in all phases of our intended flight program. They easily and comfortably manage ", - said Sergey Bogdan.

Compared with previous generations of fighters, PAK FA has several unique features, combining the functions of attack aircraft and fighter.

Fifth generation fighter aircraft equipped with a fundamentally new avionics, the integrating function of e-pilot, and promising radar with a phased antenna array. This significantly reduces the load on the pilot and allows you to concentrate on the implementation of tactical tasks. On-board equipment of a new aircraft enables the exchange of data in real time as a land-management systems, and within the aviation group.

</span>The use of composite materials and innovative technology, aerodynamic design aircraft, measures to reduce the visibility of the engine provides unprecedented low level of radar, optical and infrared visibility. </span>This allows you to significantly improve the combat effectiveness in the work, both by air and ground targets, at any time of day, in simple and adverse weather conditions.

"Today we started a program of flight tests of fifth generation fighter aircraft. This is a great success of Russia's science and engineering thought. For this achievement is worth more than a hundred co-operatives allied enterprises, our strategic partners. PAK FA program displays Russia's aircraft manufacturing and related industries on a qualitatively new technological level. These planes, along with modernized aviation system of the fourth generation will determine the potential of Russian military aircraft in the coming decades. The plans of the Company "Sukhoi" is included and further development of the Program PAK FA, on which we will work with Indian partners. I am confident that our joint project will surpass the Western counterparts by the criterion of cost-effectiveness and will not only strengthen the defensive power of the Air Force of Russia and India, but will take its place in the world market ", - said General Director of JSC" Sukhoi "Mikhail Pogosyan, </span>Commenting on the start of flight testing.

Summary of fifth generation fighter aircraft.

Compared with previous generations of fighters, the fifth generation has several unique features, combining the functions of attack aircraft and fighter.

Fifth generation fighter aircraft equipped with a fundamentally new avionics, the integrating function of the e-pilot, and promising radar with a phased antenna array. </span>This significantly reduces the load on the pilot and allows you to concentrate on the implementation of tactical tasks. On-board equipment of a new aircraft enables the exchange of data in real time as a land-management systems, and within the aviation group.

</span>The use of composite materials and innovative technology, aerodynamic design aircraft, measures to reduce the visibility of the engine provides unprecedented low level of radar, optical and infrared visibility. </span>This allows you to significantly improve the combat effectiveness in the work, both by air and ground targets, at any time of day, in simple and adverse weather conditions. Low visibility, aircraft performance and maneuverability allow to minimize the threat to the pilot, at the expense of the fifth generation fighter aircraft have increased survivability in difficult combat conditions, with the active counter air defense systems. </span>Increased radius of combat use leads to greater autonomy of the fifth generation fighter aircraft in the implementation of the planned combat missions.

Fifth generation fighter aircraft will complement the fleet of modernized aircraft complexes of the fourth generation, as well as to replace the aging fleet of combat aircraft. In the long term availability of the fifth generation aircraft in service will allow customers to optimize and structure of the park, due to repeated increase combat effectiveness and capacity to address a broader range of tasks with a single plane.

</span>Program to create long-term aviation system of the fifth generation is a technological breakthrough in the domestic aircraft industry, which allows to maintain a stable leading position of Russia on the international market of combat aircraft. </span>In the world aviation there is a unique analogue of fifth generation fighter aircraft - is the F-35, a product of Lockheed Martin.

The plans of the Company "Sukhoi" is the further development of the Program to create a fifth generation fighter aircraft and the creation of modification of aircraft with Indian partners. The joint project will surpass the Western equivalent to the criterion of cost-effectiveness and will not only strengthen the defensive power of the Air Force of Russia and India, but will take a worthy place in the world market.
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: nelson38899 em Janeiro 29, 2010, 09:46:24 am
Citação de: "P44"


(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg138.imageshack.us%2Fimg138%2F3665%2Fimg9630.jpg&hash=f74f7dcd55a3a7b03116e0c35525361d)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg138.imageshack.us%2Fimg138%2F8038%2Fphotoss.jpg&hash=bf59813aed3ebc7ee63d4f5a6ffcd870)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg254.imageshack.us%2Fimg254%2F5623%2Fpak.th.jpg&hash=679da9a532396fe6cd80824cdca46648) (http://http)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg109.imageshack.us%2Fimg109%2F7089%2Fpakfa2.th.jpg&hash=96e757b6b435556cd0852813fbb1cedb) (http://http)

Citar
Sukhoi LAUNCHES Flight tests Prospective COMPLEX Frontal Aviation (PAK FA)

Moscow, January 29. Today in Komsomolsk - on - Amur hosted the first flight of an experienced aviation complex of the fifth generation. The plane was piloted honored test pilot Sergei Bogdan Russia. Prototype PAK FA spent 47 minutes in the air and landed on the runway of the factory airfield.

The flight was successful, in full accordance with the flight plan. "During the flight we had a primary assessment of controllability of the aircraft, engine and major systems, the aircraft made a full-time cleaning and landing gear. The aircraft proved itself well in all phases of our intended flight program. They easily and comfortably manage ", - said Sergey Bogdan.

Compared with previous generations of fighters, PAK FA has several unique features, combining the functions of attack aircraft and fighter.

Fifth generation fighter aircraft equipped with a fundamentally new avionics, the integrating function of e-pilot, and promising radar with a phased antenna array. This significantly reduces the load on the pilot and allows you to concentrate on the implementation of tactical tasks. On-board equipment of a new aircraft enables the exchange of data in real time as a land-management systems, and within the aviation group.

</span>The use of composite materials and innovative technology, aerodynamic design aircraft, measures to reduce the visibility of the engine provides unprecedented low level of radar, optical and infrared visibility. </span>This allows you to significantly improve the combat effectiveness in the work, both by air and ground targets, at any time of day, in simple and adverse weather conditions.

"Today we started a program of flight tests of fifth generation fighter aircraft. This is a great success of Russia's science and engineering thought. For this achievement is worth more than a hundred co-operatives allied enterprises, our strategic partners. PAK FA program displays Russia's aircraft manufacturing and related industries on a qualitatively new technological level. These planes, along with modernized aviation system of the fourth generation will determine the potential of Russian military aircraft in the coming decades. The plans of the Company "Sukhoi" is included and further development of the Program PAK FA, on which we will work with Indian partners. I am confident that our joint project will surpass the Western counterparts by the criterion of cost-effectiveness and will not only strengthen the defensive power of the Air Force of Russia and India, but will take its place in the world market ", - said General Director of JSC" Sukhoi "Mikhail Pogosyan, </span>Commenting on the start of flight testing.

Summary of fifth generation fighter aircraft.

Compared with previous generations of fighters, the fifth generation has several unique features, combining the functions of attack aircraft and fighter.

Fifth generation fighter aircraft equipped with a fundamentally new avionics, the integrating function of the e-pilot, and promising radar with a phased antenna array. </span>This significantly reduces the load on the pilot and allows you to concentrate on the implementation of tactical tasks. On-board equipment of a new aircraft enables the exchange of data in real time as a land-management systems, and within the aviation group.

</span>The use of composite materials and innovative technology, aerodynamic design aircraft, measures to reduce the visibility of the engine provides unprecedented low level of radar, optical and infrared visibility. </span>This allows you to significantly improve the combat effectiveness in the work, both by air and ground targets, at any time of day, in simple and adverse weather conditions. Low visibility, aircraft performance and maneuverability allow to minimize the threat to the pilot, at the expense of the fifth generation fighter aircraft have increased survivability in difficult combat conditions, with the active counter air defense systems. </span>Increased radius of combat use leads to greater autonomy of the fifth generation fighter aircraft in the implementation of the planned combat missions.

Fifth generation fighter aircraft will complement the fleet of modernized aircraft complexes of the fourth generation, as well as to replace the aging fleet of combat aircraft. In the long term availability of the fifth generation aircraft in service will allow customers to optimize and structure of the park, due to repeated increase combat effectiveness and capacity to address a broader range of tasks with a single plane.

</span>Program to create long-term aviation system of the fifth generation is a technological breakthrough in the domestic aircraft industry, which allows to maintain a stable leading position of Russia on the international market of combat aircraft. </span>In the world aviation there is a unique analogue of fifth generation fighter aircraft - is the F-35, a product of Lockheed Martin.

The plans of the Company "Sukhoi" is the further development of the Program to create a fifth generation fighter aircraft and the creation of modification of aircraft with Indian partners. The joint project will surpass the Western equivalent to the criterion of cost-effectiveness and will not only strengthen the defensive power of the Air Force of Russia and India, but will take a worthy place in the world market.

bonito avião!
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: Cabeça de Martelo em Janeiro 29, 2010, 11:34:22 am
Olha o F-22 made in Russia... :twisted:  :G-beer2:

Bonito.
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: P44 em Janeiro 29, 2010, 06:30:01 pm
os teus amigos da Fox News pensam o mesmo... :twisted:

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg682.imageshack.us%2Fimg682%2F9067%2Ffoxu.jpg&hash=4d3c36c2011b47a07ae2cad9e515ff80)

Fox News Comedy Channel
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: papatango em Janeiro 29, 2010, 08:15:27 pm
O problema é que a imagem da Fox News não tem nada a ver com o caça russo.
Bastaria olhar para as proporções do caça, a posição dos motores, a distância proporcional entre os motores e o corpo do avião, a falsa carenagem e os enfeites aerodinâmicos que são típicos dos aviões russos para ver que não há grande coisa de F-22 ali.

Os russos fizeram o que puderam fazer e provavelmente sairá melhor que o Su-27.

Também nunca saberemos que características e que qualidades terá a aeronave. Não será comprado por nenhum país europeu e se for comprado por um país sem estruturas adequadas a sua eficiência será muito prejudicada.

Este aviao lembra-me o velho VOLGA:

Temos o Su-27 tradicional
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.ladaparts.ru%2Fhotrods%2F_volga-1.jpg&hash=ee1017306e1a8fff1ba58504529337ed)

E depois temos o novíssimo PAK-FA super-mega-hiper sofisticado:
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.ladaparts.ru%2Fhotrods%2F_volga-3.jpg&hash=02a6c645214b6b321280aa115b02c9c1)

Se virmos bem, o novo, até lembra um Lancia Dedra
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.vetrinamotori.it%2Fimages%2Fconcessionari%2F973%2Flancia_dedra_4245633A.jpg&hash=4c2a1875bf05e370836e2e4e5b38e56e)
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: Lightning em Janeiro 29, 2010, 09:10:57 pm
Citação de: "Cabeça de Martelo"
Olha o F-22 made in Russia... :twisted:  :mrgreen: , pela amizade entre as nações :lol: .
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: pchunter em Janeiro 29, 2010, 10:28:27 pm
Visto de perfil o nariz faz-me lembrar o prototipo YF-23.
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: papatango em Janeiro 29, 2010, 11:25:36 pm
A imagem colocada pelo P44, parece-se com o F-22 PORQUE É UM F-22 ! ! !

A imagem já foi aliás substituída no site da Fox News.

(diga-se de passagem, que nesse canal não sabem distinguir entre um asno e uma cadeira).
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: HaDeS em Janeiro 30, 2010, 03:17:00 am
Citar
Caça russo de 5a geração faz seu primeiro voo (PAK/FA)

MOSCOU. (Ilya Kramnik: Especialista de temas militares da RIA Novosti military) – no dia 29 de dezembro de 2010, um protótipo do caça de 5ª geração Sukhoi T-50 de colou em seu vôo inaugural às 11h19 da manhã na cidade de Komsomolsk-on-Amur, no Extremo Oriente da Rússia.

Este é o primeiro avião de combate totalmente projetado e conmstruído na Rússia desde o colapso da União Soviética. [No mundo] apenas os Estados Unidos operam um caça “stealth” de superioridade aérea, o Lockheed Martin/Boeing F-22 Raptor.

Em 1981, o bureau de projetos Mikoyan iniciou o desenvolvimento da aeronave I-90, hoje conhecida como o “Caça Multifuncional” (MFI). Este projeto foi lançado logo após o caças de 4ª geração MiG-29 Fulcrum, MiG-31 Foxhound e Su-27 Flanker fizeram seus primeiros vôos.

O I-90 que deveria ter entrado em produção seriada nos anos 90 teria ultrapassado o programa americano Advanced Tactical Fighter (ATF) que posteriormente gerou o F-22 Raptor.

Cortes nos orçamentos de defesa no final doa década de 80 e a subseqüente fragmentação da União Soviética frearam por completo o programa MFI. Os testes de vôo planejados para ocorrer entre 1991e 1992 não aconteceram. Assim, foi apenas em 2000 que o MFI pode voar pela primeira vez.

Naquela época, um outro protótipo de caça de 5ª geração, o Sukhoi S-37/Su-47 Berkut  tinha sido desenvolvido.

Em 1998, a Força Aérea Russa emitiu uma nova solicitação de propostas (“RFP”- na sigla em inglês) para um caça de 5ª geração. Conceitualmente os objetivos tinham que ser atualizados pois muita coisa tinha mudado desde o início do programa MFI.

A nova especificação básica do caça incluía: maior agilidade, capacidade de manutenção de vôo supersônico por longos períodos sem o uso dos pós-queimadores [“supercruise”], baixo assinatura radar, baixa emissão térmica, além de melhore desempenho em decolagem e pouso.

Os velhos designs foram abandonados, e foi decidido ao desenvolvimento de um avião de caça absolutamente novo, agora levando em conta as capacidades apresentadas pelo novo F-22, seus méritos e restrições.

Em 2002, o Sukhoi Design Bureau ganhou a concorrência para o projeto-piloto, ao propor um caça grande bimotor com um peso máximo de decolagem de até 35 toneladas sob seu programa PAK FA (Perspektivnyi Aviatsionnyi Kompleks Frontovoi Aviatsyi - Futuro Sistema de Caça/Aviação Tática).

A despeito da previsão inicial do primeiro vôo deste modelo ter sido para 2007, esta data chave foi atrasada repetidamente para 2008, 2009 e, finalmente, janeiro de 2010.

Dada a complexidade e a escala dos problemas científicos, de engenharia, de organização e financeiros que tiveram que ser vencidos durante o período de gestação deste novo avião este atraso é bastante compreensível.

Todos estes problemas foram criados pela indústria russa assolada de crises.

A nova aeronave chamada de T-50, Produto 701 ou de I-21. A Força Aérea Indiana também demonstrou interessa neste programa assim que ele foi lançado.

 No início, Nova Delhi preferiu o menor e mais simples caça MFI da Mikoyan-Gurevich. A Russian Aircraft Corporation MiG propôs o bimotor I-2000, um upgrade do caça básico MiG-29, e uma aeronave monomotor que muito se parecia com o Lockheed Martin F-35 Lightning II, o descendente direto do programa Joint Strike Fighter (JSF).

A Índia desejava receber esta aeronave sofisticada desta classse o quanto antes e por isso acabou tendo que se juntar ao programa PAK FA. A versão indiana vai ter dois tripulantes, uma variedade de sistemas eletrônicos e outros equipamentos auxiliares de origem local.

Estas aeronaves devem substituir os caças Su-30MKI Flanker-H atualmente em serviço na Força Aérea Indiana, entre 2020 e 2030. Além disso eles provavelmente serão fabricados em escala na própria Índia.

Este vôo de provas reafirma o status da Rússia como uma das maiores potências no mundo aeroespacial. Apenas a Rússia e os Estados Unidos tem seus próprios caças de 5ª geração, assim como as indústria capaz de construir de todo tipo de eaeronaves, civis e militares desde pequenos aviões acrobáticos até bombardeiros estratégicos.

Todos os demais países, incluindo a França, Suécia, a União Européia como um todo, a China e o Japão, não dispõem destas capacidades e por isso são forçados a implementar diversos planos de cooperação de maneira a desenvolver aeronaves de nova geração.

A despeito de seus esforços combinados a indústria de aeronaves da União Européia ainda não logrou desenvolver um caça de 5ª geração para substituir o caça bimotor multi-função Eurofighter Typhoon. A maioria dos países membros do consórcio Eurofighter pretendem adquirir o caça americano F-35 no futuro.

O futuro para as novas aeronaves francesas e suecas parece difícil. Ambos o Saab JAS 39 Gripen e o Dassault Rafale residem entre os modelos da geração “4,5”. Nem Estocolmo nem Paris podem arcar com os custos do desenvolvimento de programas multibilionários de caças de 5ª geração.

As perspectivas da China também parecem cobertas de dúvidas. A maioria dos analistas  concordam que Beijing apenas poderá desenvolver um caça de 5ª geração se usar de experiência estrangeira, provavelmente russa.

As opiniões expressadas neste artigo são do próprio autor, e, não necessariamente, representam aquelas da RIA Novosti.


http://www.basemilitar.com.br/ (http://www.basemilitar.com.br/)
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: Nukualofa77 em Janeiro 30, 2010, 08:59:36 pm
Citação de: "nelson38899"
Citação de: "P44"
bonito avião!

Vim dar uma conferida, por curiosidade. É, tem gente q continua confundindo máquinas com política, como se metal, sistemas eletrônicos e combustível fossem conselheiros políticos. Até parece q uma das diferenças entre um F-4 e um MiG-23 é q um é  "capitalista" e o outro "comunista" :mrgreen:...  

Lamentável, para não dizer ridículo. Não é a toa q determinado artigo virou piada nos fóruns brasileiros.

Um [] aos moderados irmãos portugueses, especialmente ao P-44 e ao Cabeça de Martelo. Até mais...
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: Cabeça de Martelo em Fevereiro 02, 2010, 01:07:55 pm
Calma, o pessoal diz que é parecido...porque é. Acho que ninguém disse mal do bicho. Pessoalmente acho que qualquer caça com as características do mesmo tem mesmo que ser parecido aos dois projectos norte-americanos em questão (YF-22/23), porque as "leis" que regem a reflexão das Ondas electromagnéticas são as mesmas. Agora o conteúdo é que vai ser bastante diferente, e actualmente o conteúdo vale mais do que tudo o resto.
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: Cabeça de Martelo em Fevereiro 04, 2010, 03:03:11 pm
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi677.photobucket.com%2Falbums%2Fvv133%2Fmergeri2%2FForum%2520DB%2FPAK-FA-2.jpg&hash=dd5d43c0eee678b6f4ee753cb6143a1d)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi677.photobucket.com%2Falbums%2Fvv133%2Fmergeri2%2FForum%2520DB%2FPAK-FA-3.jpg&hash=c428a9328adf7c56c567e92ffa041d65)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi677.photobucket.com%2Falbums%2Fvv133%2Fmergeri2%2FForum%2520DB%2FPAK-FA-4.jpg&hash=82de6f5fd473cac714ee0da118f788c1)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi677.photobucket.com%2Falbums%2Fvv133%2Fmergeri2%2FForum%2520DB%2Fccf565c3ff49.jpg&hash=845d9c0c017640b1af4213dd13966f88)

 :arrow: http://www.aviapedia.com/ (http://www.aviapedia.com/)
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: Luso em Fevereiro 04, 2010, 09:48:08 pm
Citação de: "Cabeça de Martelo"
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi677.photobucket.com%2Falbums%2Fvv133%2Fmergeri2%2FForum%2520DB%2Fccf565c3ff49.jpg&hash=845d9c0c017640b1af4213dd13966f88)

 :arrow: http://www.aviapedia.com/ (http://www.aviapedia.com/)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.usu.edu%2Fafrotc%2Fimages%2Ff22%25202.jpg&hash=bc8fa1edc3a0425a73229482dfb6730d)

Apesar de tudo, na minha modesta opinião, são irrelevâncias, muito, muito provavelmente meros engodos, sobretudo no caso americano.
Eu procuraria saber o que se passa com estudos electro-gravíticos e sobretudo com o que se passa com o actual programa espacial norte-americano, tal como aprovado pelo Obama.
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: papatango em Fevereiro 04, 2010, 10:13:56 pm
Não entendi...
Que engodos ?
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: Luso em Fevereiro 04, 2010, 10:32:00 pm
Citação de: "papatango"
Não entendi...
Que engodos ?


Esses dois.
Que se comece por conhecer o que diz Nick Pope (ex-Janes). E depois a partir daí...
Mas isto só para quem se quiser dar ao trabalho de conhecer mais umas coisitas.

E muito do que se discute se torna num enorme bocejo.
Tirando, claro, a fabulosa ideia da "parceria público-privada" com o "Estado" Português para ajudar a desenvolver o T50. :mrgreen:
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: papatango em Fevereiro 04, 2010, 11:22:28 pm
Mas esse Nick Pope é aquele dos OVNI's ? :mrgreen:
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: Luso em Fevereiro 04, 2010, 11:28:45 pm
Citação de: "papatango"
Mas esse Nick Pope é aquele dos OVNI's ? :mrgreen:

 :shock:
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: P44 em Março 06, 2010, 11:03:33 am
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: Ilya Ehrenburg em Março 13, 2010, 10:47:25 pm
Bela aeronave, que irá defender os céus da Mãe Rússia, contra os Camelos sedentos de sangue!
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: pchunter em Março 14, 2010, 08:58:35 pm
Isso vamos ver porque os camelos estão pelo menos 20 anos à frente dos comunas. :G-beer2:
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: HaDeS em Março 14, 2010, 11:42:57 pm
Citação de: "pchunter"
Isso vamos ver porque os camelos estão pelo menos 20 anos à frente dos comunas. :D  :D  :D  :D
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: Cabeça de Martelo em Março 15, 2010, 02:10:10 pm
Pois, mas não te esqueças de como é que o programa espacial Russo sobreviveu... :lol:
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: pchunter em Março 15, 2010, 05:52:37 pm
Levado ao colo pelos camelos e turistas espaciais. :lol:
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: HaDeS em Março 16, 2010, 02:22:09 pm
Ninguém obrigou, a Roscosmos tinha um serviço e os "camelos" o queriam, pois era único no mundo, compra e venda, como qualquer empresa ocidental faz.
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: papatango em Março 16, 2010, 04:54:03 pm
Desculpem-me a pergunta, mas o que é que o auxilio americano, para evitar que o programa espacial soviético entrasse em colapso, tem que ver com  o caça Su-27 / T-50 «Flanker» ? :conf:
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: Cabeça de Martelo em Março 16, 2010, 05:55:45 pm
À primeira vista...nada.
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: papatango em Março 18, 2010, 12:03:39 am
E à segunda vista ...  :mrgreen:    ?

Este PAK-FA, em meu entender vai deixar a Boeing e a Lockeed Martin com necessidade de dar corda aos sapatos.

A verdade é que, seja ou não seja derivado do Su-27 «Flanker» (é é para mim óbvio que é), esta aeronave poderá levar a que os fabricantes em vez de gastar dinheiro em caríssimos projectos, tentem lançar versões «Stealth» de caças já existentes.

A Boeing já pensou numa versão «Stealth» do F-15 e se os preços do F-35 continuarem a ir para a Lua, outros caças (o F-18 seria o mais óbvio) também vão por esse caminho.
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: P44 em Março 23, 2010, 01:18:21 pm
do mp.net

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg692.imageshack.us%2Fimg692%2F8483%2Fpakfafront.th.jpg&hash=24c35709c509465a7d5a9edf7440a863) (http://http)
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: Cabeça de Martelo em Maio 19, 2010, 01:03:14 pm
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: Cabeça de Martelo em Junho 17, 2010, 06:27:10 pm
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: Cabeça de Martelo em Junho 19, 2010, 11:24:24 am
Uma pausa para um pouco ao culto da personalidade:

Citar
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg138.imageshack.us%2Fimg138%2F1126%2Fjtyhrghrtmuy6tjm.jpg&hash=5d88499f379f3921c83e6ec89b4d11c5)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg194.imageshack.us%2Fimg194%2F1126%2Fmhtgmuyjmyu.jpg&hash=77172195d39020f7c5ebcda91e39c8e0)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg706.imageshack.us%2Fimg706%2F9523%2Fjtyrmyrujm.jpg&hash=7512597dde8db1da047af2d353dd11a2)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg532.imageshack.us%2Fimg532%2F1346%2Fjytmuytumuy.jpg&hash=69dce2fee93840209909c39d0046ee7d)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg27.imageshack.us%2Fimg27%2F6850%2Fhgfhytnjy.jpg&hash=3ce905bb8a2f26f47d9be0abb8a1a4c2)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg695.imageshack.us%2Fimg695%2F9959%2Fngfhnhnmuytrm.jpg&hash=e95f5da2044343f5cc7f2c14789a0a79)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg88.imageshack.us%2Fimg88%2F6493%2Ftdghernt5y4mn.jpg&hash=cb36ce06834aa559a3a8159ba2618e55)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg23.imageshack.us%2Fimg23%2F950%2Fjythjtyju.jpg&hash=51c92ae4c6cf8d7216356fc305733beb)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg85.imageshack.us%2Fimg85%2F3008%2Fjtyjytrjrytj.jpg&hash=616128c997f34312e8c8abed9e1cce42)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg16.imageshack.us%2Fimg16%2F4784%2Fjytjytjyt.jpg&hash=151515360372edcc8372c26bce9b6afe)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg139.imageshack.us%2Fimg139%2F1872%2Fjytjtyj76.jpg&hash=ebe51d28f15e2b49237f8fe72fa94694)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg27.imageshack.us%2Fimg27%2F6831%2Fhrthert.jpg&hash=7f153bd92144cb2c5457c08bffaee695)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg689.imageshack.us%2Fimg689%2F8894%2Fhtrhrt.jpg&hash=fbf738e0844b1540f992e9c7d9d9d778)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg695.imageshack.us%2Fimg695%2F6491%2Fjytjytrjyrt.jpg&hash=357c0e2b1805c44eb6f0a49fadec798f)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg5.imageshack.us%2Fimg5%2F1646%2Fhgfhgfh5ty6.jpg&hash=076565a86e05ba827fcbbeced93b399a)


WHO'Z THA MAN????????  :twisted:
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg819.imageshack.us%2Fimg819%2F2708%2Fgfdgdfgsdfyt.jpg&hash=8315378d38f4911096a1855dde553af1)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg121.imageshack.us%2Fimg121%2F368%2Fgfdgdfsg.jpg&hash=cfe6d97fe6332827b6aab28861563d6f)
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: Cabeça de Martelo em Julho 17, 2010, 11:49:03 am
Citação de: "Santiago"
Revista Força Aérea deste mês:

Editorial

Neste número de Revista Força Aérea, apresentamos uma reportagem sobre o Sukhoi PAK FA, considerado por alguns como a resposta russa aos avanços tecnológicos norte-americanos que desembocaram no Lockheed-Boeing F-22 Raptor. No entanto, enquanto o caça da USAF já se encontra em uso em unidades de combate, com sua vida operativa e industrial definida, o avião russo está na infância de seu processo de desenvolvimento. O financiamento do programa – se será todo realizado com orçamento russo e indiano, ou se serão buscados outros parceiros, e até se ele realmente existirá – ainda é questionado. Sua eficiência na ordem de batalha russa também é dúvida. E aí a pergunta é: Quando estará disponível, testado e homologado? E como estarão seus potenciais rivais nas arenas de combate futuras? Aparentemente, o programa russo é reativo, o novo avião parecendo ser um esforço para recuperar o tempo perdido para o domínio norte-americano da tecnologia stealth e para o ambiente de cabine de total fusão de dados e de guerra centrada em redes, já compreendido e em plena ativação no Ocidente.

Enquanto os estrategistas e cientistas russos desenvolvem um caça que poderá ser capaz de equilibrar uma situação atual, ficam no ar as perguntas: “E seus rivais? O que estão fazendo? O que estão vislumbrando? O que estão pensando?”

Os ciclos tecnológicos são muito mais velozes hoje em dia do que no passado, e se as aeronaves demoram mais tempo para serem projetadas, desenvolvidas, testadas e homologadas, suas tecnologias avançam muito mais rapidamente do que no passado.

O Ocidente vem pensando sua guerra do futuro de forma sistêmica, compreendendo os ambientes nos quais ocorrerão, preparando doutrinas e táticas baseadas até em equipamentos e tecnologias que ainda nem apareceram, mas cuja existência já é tida como certa. Entendem que muitos dos vetores hoje em seus arsenais estão irremediavelmente superados e que teriam pouquíssimas chances de sucesso num conflito futuro. Continuam operando-os por razões econômicas, para treinamento, e principalmente como uma ponte entre o hoje e a chegada de seus novos vetores, equipamentos e tecnologias.

É bem provável que o PAK FA nunca venha a enfrentar o Raptor. Pode ser até que o início da sua vida útil encontre no tempo o final do período operacional do caça norte-americano.

Porque em dezembro deste ano, e após um ciclo de desenvolvimento de apenas dois anos, a Boeing fará voar o Phantom Ray, um SANT (Sistema Aéreo Não Tripulado) – numa alusão nossa à nova nomenclatura da USAF, que chama suas aeronaves não tripuladas de UCAS (Unmanned Combat Air Systems) e não mais de UCAV (Unmanned Combat Air Vehicle) –, por enquanto um “caça” de ataque capaz de realizar missões antirradar, de ataque estratégico e tático e até de ser reabastecido autonomamente em voo, mas que permite vislumbrar um futuro não muito distante de VANTs de superioridade aérea.

Em 2012, deverá ser lançado, pela primeira vez, de um porta-aviões da Marinha Norte-americana o X-47B, uma aeronave não tripulada cujo objetivo é demonstrar a viabilidade de se operar tais sistemas de navios aeródromos inicialmente em meio às aeronaves tripuladas. Mas não são só estes sistemas que já estão sendo desenvolvidos. O X-51, uma aeronave hipersônica capaz de voar a Mach 6 utilizando um motor scramjet, foi lançado de um Boeing B-52 em 26 de maio deste ano com grande sucesso. Com a rapidez com que as coisas estão andando, é possível que quando os vetores daqueles que estão à reboque dos que ousam expandir o envelopes do possível para vencer os combates do futuro chegarem ao que se faz hoje, encontrarão nos céus caças não tripulados invisíveis, possivelmente hiper-rápidos e super manobráveis constituindo-se diante dos quais em pouco mais do que cópias bem feitas de uma tecnologia que não ficou esperando sua chegada.

O que se deve observar é que para a guerra moderna, é preciso estar sempre a par do que vem por aí desenvolvendo suas doutrinas e políticas de acordo. Caso contrário corre-se o enorme risco de jogar dinheiro fora para chegar somente... ao presente!
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: Edu em Julho 18, 2010, 03:48:20 am
Citação de: "Cabeça de Martelo"
Citação de: "Santiago"
Revista Força Aérea deste mês:

Editorial

Neste número de Revista Força Aérea, apresentamos uma reportagem sobre o Sukhoi PAK FA, considerado por alguns como a resposta russa aos avanços tecnológicos norte-americanos que desembocaram no Lockheed-Boeing F-22 Raptor. No entanto, enquanto o caça da USAF já se encontra em uso em unidades de combate, com sua vida operativa e industrial definida, o avião russo está na infância de seu processo de desenvolvimento. O financiamento do programa – se será todo realizado com orçamento russo e indiano, ou se serão buscados outros parceiros, e até se ele realmente existirá – ainda é questionado. Sua eficiência na ordem de batalha russa também é dúvida. E aí a pergunta é: Quando estará disponível, testado e homologado? E como estarão seus potenciais rivais nas arenas de combate futuras? Aparentemente, o programa russo é reativo, o novo avião parecendo ser um esforço para recuperar o tempo perdido para o domínio norte-americano da tecnologia stealth e para o ambiente de cabine de total fusão de dados e de guerra centrada em redes, já compreendido e em plena ativação no Ocidente.

Enquanto os estrategistas e cientistas russos desenvolvem um caça que poderá ser capaz de equilibrar uma situação atual, ficam no ar as perguntas: “E seus rivais? O que estão fazendo? O que estão vislumbrando? O que estão pensando?”

Os ciclos tecnológicos são muito mais velozes hoje em dia do que no passado, e se as aeronaves demoram mais tempo para serem projetadas, desenvolvidas, testadas e homologadas, suas tecnologias avançam muito mais rapidamente do que no passado.

O Ocidente vem pensando sua guerra do futuro de forma sistêmica, compreendendo os ambientes nos quais ocorrerão, preparando doutrinas e táticas baseadas até em equipamentos e tecnologias que ainda nem apareceram, mas cuja existência já é tida como certa. Entendem que muitos dos vetores hoje em seus arsenais estão irremediavelmente superados e que teriam pouquíssimas chances de sucesso num conflito futuro. Continuam operando-os por razões econômicas, para treinamento, e principalmente como uma ponte entre o hoje e a chegada de seus novos vetores, equipamentos e tecnologias.

É bem provável que o PAK FA nunca venha a enfrentar o Raptor. Pode ser até que o início da sua vida útil encontre no tempo o final do período operacional do caça norte-americano.

Porque em dezembro deste ano, e após um ciclo de desenvolvimento de apenas dois anos, a Boeing fará voar o Phantom Ray, um SANT (Sistema Aéreo Não Tripulado) – numa alusão nossa à nova nomenclatura da USAF, que chama suas aeronaves não tripuladas de UCAS (Unmanned Combat Air Systems) e não mais de UCAV (Unmanned Combat Air Vehicle) –, por enquanto um “caça” de ataque capaz de realizar missões antirradar, de ataque estratégico e tático e até de ser reabastecido autonomamente em voo, mas que permite vislumbrar um futuro não muito distante de VANTs de superioridade aérea.

Em 2012, deverá ser lançado, pela primeira vez, de um porta-aviões da Marinha Norte-americana o X-47B, uma aeronave não tripulada cujo objetivo é demonstrar a viabilidade de se operar tais sistemas de navios aeródromos inicialmente em meio às aeronaves tripuladas. Mas não são só estes sistemas que já estão sendo desenvolvidos. O X-51, uma aeronave hipersônica capaz de voar a Mach 6 utilizando um motor scramjet, foi lançado de um Boeing B-52 em 26 de maio deste ano com grande sucesso. Com a rapidez com que as coisas estão andando, é possível que quando os vetores daqueles que estão à reboque dos que ousam expandir o envelopes do possível para vencer os combates do futuro chegarem ao que se faz hoje, encontrarão nos céus caças não tripulados invisíveis, possivelmente hiper-rápidos e super manobráveis constituindo-se diante dos quais em pouco mais do que cópias bem feitas de uma tecnologia que não ficou esperando sua chegada.

O que se deve observar é que para a guerra moderna, é preciso estar sempre a par do que vem por aí desenvolvendo suas doutrinas e políticas de acordo. Caso contrário corre-se o enorme risco de jogar dinheiro fora para chegar somente... ao presente!

Não me parece de todo justificavel a afirmação de que o inicio da vida util do Pak-Fa possa vir a coinsidir com o fim de vida util do F-22. É bastante plausivel que o Pak-Fa entre em operação dentro de 5 anos, mais tardar 10 anos, no entanto alguêm no seu perfeito juizo acredita que o F-22 saia de serviço nos proximos 10 anos?
Não me parece de todo credivel que o F-22, o caça mais caro de todos os tempos, esteja para durar só mais 10 anos quando entrou ao serviço à pouquissimo tempo.
E não é por se andarem a pensar em substitutos que ele vá sair já de serviço, desde os fins dos anos 80 que se andava a pensar num substituto para o F-15 (F22) e no entanto em 2010 o F-15 continua em operação e não vai sair de operação assim tão depressa...
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: AtInf em Julho 20, 2010, 04:46:16 pm
Citação de: "Cabeça de Martelo"
Não me parece de todo justificavel a afirmação de que o inicio da vida util do Pak-Fa possa vir a coinsidir com o fim de vida util do F-22. É bastante plausivel que o Pak-Fa entre em operação dentro de 5 anos, mais tardar 10 anos, no entanto alguêm no seu perfeito juizo acredita que o F-22 saia de serviço nos proximos 10 anos?
Não me parece de todo credivel que o F-22, o caça mais caro de todos os tempos, esteja para durar só mais 10 anos quando entrou ao serviço à pouquissimo tempo.
E não é por se andarem a pensar em substitutos que ele vá sair já de serviço, desde os fins dos anos 80 que se andava a pensar num substituto para o F-15 (F22) e no entanto em 2010 o F-15 continua em operação e não vai sair de operação assim tão depressa...
O problema com o F22 é que a linha de produção já foi parada e por vontade da actual Administração dos EUA não vai ser produzido mais nenhum, nem mesmo para substituir eventuais perdas por acidente ( que já aconteceram ). Por isso daqui por uns anos vão começar a ter que encostar alguns para manter os restantes operacionais. Começa a ser voz corrente na USAF que os F22 só seriam utilizados numa fase inicial de um conflito de grande intensidade, a partir daí utilizam o que ainda estiver disponivel, para poupar o animal.
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: Cabeça de Martelo em Julho 29, 2010, 03:04:55 pm
Citar
Não é o PAK, mas...

http://www.strategypage.com/htmw/htairfo/articles/20100729.aspx

The Mighty Su-35 Has No Friends

July 29, 2010: Russia is hustling to find export customers for its latest Su-30 model, the Su-35. The Russian Air Force will receive the first of these later this year, and export customers have been promised early delivery. There are few takers so far. There's just too much competition out there, from late model F-15s and F-16s, plus Rafale, Eurofighter and Gipen. The U.S. F-35 is on the way as well.
That said, the Su-35 is an impressive piece of work. It’s pitched as more reliable and durable than past Russian fighters, good for 6,000 flight hours (compared to 2,500-4,000 hours for earlier models). The big selling points are the sensors. There is a phased array radar that can spot large targets (like B-52s or AWACS) at up to 400 kilometers, and an infrared (heat sensing) passive radar with a range of 80 kilometers. The active radar can also track targets on the ground and use smart bombs. The Su-35 is more maneuverable than earlier Su-30 types

At one point, the Su-35 was touted as competition for the F-22. It isn't, that competition would be the PAK-FA, which had its first flight earlier this year. There are only three prototypes of the Su-35, and one of those crashed last year. The cause was a problem with one of the two engines. Russia had hoped to have the destroyed prototype fly over the May Day parade in Moscow on May 1st. The crash was really bad PR, since one of the consistent shortcomings of Russian warplanes has been the unreliable engines.

Two years ago, the Su-35 had its first flight. Progress has been slow. The Su-35 has been in development since the 1990s. At one point, it was called the Su-37, but the name was changed back to Su-35. Since the 1990s, two different Su-35 prototypes were built. There were many disagreements over what direction the development should take, and by the late 1990s, the project was basically suspended for lack of funding.

The Su-35 is a 34 ton fighter that is more maneuverable than the original, 33 ton, Su-27, and has much better electronics. It can cruise at above the speed of sound. It also costs at least fifty percent more than the Su-27. That would be some $60 million (for a barebones model), about what a top-of-the-line F-16 costs. The Su-27 was originally developed to match the F-15, which is larger than the single engine F-16. The larger size of the Su-27/35, allows designers to do a lot more with it in terms of modifications and enhancements. The Su-35 will carry a 30mm autocannon (with 150 rounds) and up to eight tons of munitions, hanging from 12 hard points.

Russia's effort to develop an F-22 class fighter (the PAK FA) is going to require a lot of work. The prototype, that took its first flight recently, was clearly the basic Su-27 airframe modified to be stealthier. This included changing the shape of the aircraft to be less radar reflective, and providing internal bays for bombs and missiles. But there's much more to do in order to achieve anything close to the stealthiness of the F-22. It took fifteen years for the F-22 to go from initial flight, to entering service. The PAK FA could proceed faster, learning from the F-22 experience (especially if some of the Internet based espionage carried out in the last decade was Russian). But such development speed has not been a Russian characteristic.

Another problem is the engines, which were not ready for the first flight. Older model engines were used, because initial flights are mainly to confirm the basic airworthiness of the airframe. The new engines, also being used in the Su-35, are suffering development problems. The Russians have always had difficulties with their high end military engines, and that tradition continues. Currently, the Russians say it will take several years to perfect the new engine.

Russia will also need a new family of air-to-air missiles, as the current ones are too large for the internal bays on the PAK FA prototype. These are already in the works, along with more compact versions of air-to-surface missiles. There are also problems with the electronics and, well, you get the picture.

Parece que há mais pessoas com a teoria do PT em relação ao T-50.
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: papatango em Julho 30, 2010, 07:09:56 pm
cabeça de martelo ->

Em primeiro lugar, o PT não tem teorias nenhumas sobre o PAK-FA. Os factos são factos, e só os entusiastas mais fanáticos é que se recusaram desde o primeiro dia a ver o óbvio.

A industria russa tem problemas que não acredito que possa resolver e isso afecta inevitavelmente o desenvolvimento de qualquer aeronave.

O PAK-FA foi construido na mesma linha de montagem do SU-27, recebeu um grande numero de componentes do SU-27 modernizado e recebeu um trabalho de restyling de grande monta, como os russo sabem fazer e até bastante bem.
Os próprios russos afirmaram vezes sem conta que o PAK-FA não se destina a competir com o F-22. A quantidade de sistemas ingegrados na aeronave americana está a décadas do que os russo podem fazer em tempo útil e antes que os americanos desenvolvam sistemas que lhes permitam colocar o F-22 fora de serviço.

A engenharia de adaptação faz parte do código genético dos engenheiros russos. É assim desde há muitas décadas.

É assim que os russos trabalham, é a mentalidade deles e é assim que as universidades russas trabalham.
Não se pode mudar métodos e doutrinas em poucos anos e a industria aeronáutica da Russia continua a manter grande parte das estruturas do tempo da URSS.
Aliás digo mais. Não há praticamente nada que os russos tenham que não seja do tempo da URSS ou que tenha sistemas estudados ou derivados dos produzidos na URSS.

Os russos são bastante eficazes nas adaptações mas não são bons no desenvolvimento de novas ideias.
Há naturalmente casos de sistemas em que os russos tomaram a dianteira e em que se especializaram, mas são relativamente poucos e as aeronaves de combate não são um deles.
Isso pode-se comprovar pela preferência dada pelos russos ao desenvolvimento dos sistemas anti-aéreos.
É uma prova de que os generais do exército, nunca confiaram muito (para dizer que nunca confiaram nada) na capacidade das aeronaves russas para controlar os céus.

A confiança era tão pouca que se estendeu às classes dirigentes, que tiveram que criar duas forças aéreas distintas.

Citar
O lapis e a caneta.

Há um exemplo que costumo dar sobre a capacidade russa de desenrascar e a capacidade americana para gastar dinheiro a mais.

Diz-se (e isto é mito urbano) que russos e americanos precisavam de escrever a bordo das suas naves no espaço. Como não havia gravidade, a tinta não chegava à esfera da caneta e as canetas deixavam de escrever.

- Os americanos colocaram um pedido às industrias, financiaram o desenvolvimento de uma caneta especial, pagaram milhares de dólares pelos protótipos e depois colocaram uma ordem de produção para o modelo escolhido, que ainda sofreu uns melhoramentos antes de chegar às mãos dos astronautas. O processo custou 10 milhões de dólares.

- Os russos entregaram aos astronautas um lápis.


Este mito urbano é contado pelos russos, para demonstrar a sua capacidade para desenrascar.
O problema é o que aconteceu depois.

A caneta americana custava os olhos da cara, e funcionava durante toda a viagem.
Os russos enviaram o lapis, mas depois tiveram que enviar o apara-lapis porque senão não conseguiam escrever.
Como as aparas não caíam para o chão e flutuavam, podiam ser respiradas pelos astronautas ou entupir os sistemas de ventilação.
Então os russos desenvolveram um sistema de aspiração que aspirava as aparas quando os russo afiava o lapis para dentro de uma caixa com um filtro. A caixa precisava de ligação eléctrica, pelo que tinham que enviar os cabos de ligação.

Conclusão: A caneta americana pesava 30 gramas, enquanto que o conjunto russo do lápis e do sistema para aspirar as aparas pesava 3kg e era demasiado pesado.

A solução, foi mandar os espiões copiar a caneta americana, fabricando-a em maior quantidade porque não tinham que pagar royalties ou desenvolvimento.

Esta Estória, mostra na perfeição como funcionava e ainda funciona a industria militar russa.

E é por isso tudo, por todas as envolventes, toda a soma de dados e informações sobre o desenvolvimento do PAK-FA, que se pode concluir que se trata de um SU-27 muito modificado.

O PAK-FA, é o lápis, que vai fazer a mesma coisa que a caneta americana.

Mas nunca será a caneta americana.
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: FoxTroop em Julho 30, 2010, 07:36:02 pm
Ora bolas...... E eu a pensar que o lápis era uma lapiseira de minas recarregável...... Afinal era um Faber-Castell nº2 e ainda por cima foi sem um "afia"  :twisted:   :twisted:

Ai essa russófobia.........
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: AtInf em Julho 30, 2010, 08:33:25 pm
Citação de: "FoxTroop"
Ora bolas...... E eu a pensar que o lápis era uma lapiseira de minas recarregável...... Afinal era um Faber-Castell nº2 e ainda por cima foi sem um "afia"    
Bem parábolas aparte, o projecto PAK50 tem que ser visto de acordo com a mentalidade russa:
Boa capacidade no que se refere a armamento, furtivo acima da média (qb), e ágil.
Ou seja, de acordo com doutrina militar russa tem o  que é preciso sem se tornar ridiculamente complexo ( facilidade de manutenção ) e caro ( produzir a maior quantidade possivel ).
Estará  acima do Rafale, do Typhoon, e do Gripen, possivelmente equiparar-se-à com o F35 ( superior nalguns pontos e inferior noutros) mas como já foi aqui dito por outros não é nem será um F22.
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: papatango em Julho 30, 2010, 08:56:21 pm
Não percebo qual a dúvida, já que a parábola, para utilizar a expressão do AtInf é originária da Rússia.
Destina-se apenas a mostrar de forma simples e gráfica as diferenças entre sistemas e conceitos.

O PAK-FA não será nunca um F-22 e duvido que seja um F-35.
O problema prende-se mais uma vez com a parábola.

Nenhum engenheiro e nenhuma industria podem fazer ao mesmo tempo duas coisas que são impossíveis: Por um lado conceber um sistema completamente novo e ao mesmo tempo reduzir os custos de desenvolvimento ao nível dos de um simples «upgrade» de algo que já existe.

O problema quando se opta pelo upgrade, como normalmente fazem os russos, é que se mantém sempre demasiado do sistema antigo e de uma forma ou de outra, o sistema modificado acabará sempre por apresentar problemas a algum nível.

É como o exemplo do individuo que tem um computador com um processador Intel Pentium III e com o Windows 95. Ele faz upgrades, muda a placa gráfica, muda a ventoinha por uma mais silenciosa, coloca tudo dentro de uma caixa mais moderna, mas não vai nunca poder correr os programas que um computador com um processador moderno pode.

Chega a um ponto em que a realidade acaba por impor os limites.

Outra coisa é que consigam vender o T-50 a algum país e que do ponto de vista politico as aeronaves até façam o seu trabalho em desfiles militares.
Mas a prática diz que, os russos para desenvolverem continuamente os seus sistemas de armas acabam por torna-los demasiado complicados e a manutenção é cara e complexa.
(é o caso da caixa com o filtro para apanhar as aparas do lápis:
Eles podem até vender o lápis para vários países, o problema é que a maioria dos países depois não consegue manter a caixa com o aspirador em condições e não tem dinheiro para isso).

Os únicos países que poderiam comprar o lápis e manter a caixa com o aspirador de aparas têm dinheiro para comprar a caneta americana, ou desenvolveram a sua própria caneta, ou têm dinheiro para participar no desenvolvimento de novas canetas.

Os russos só vão conseguir vender o lápis e o sistema de apara-lápis a quem não tem outra opção.

Os sistemas russos, com a complexidade de sub-sistemas acaba, sofrendo problemas com a manutenção e quando é necessário lutar, normalmente perdem.
É claro que depois há sempre quem diga que é culpa dos pilotos, mas a História já nos mostrou demasiadas derrotas e humilhações dos sistemas russos perante os ocidentais, nomeadamente nas guerras no médio oriente, que apenas os entusiastas ainda acreditam que o lapis russo é melhor, quando ele é apenas mais barato.

Mas para a maioria, desde que escreva...
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: pchunter em Julho 31, 2010, 02:19:34 am
100% de acordo. :G-beer2:
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: HaDeS em Agosto 06, 2010, 07:49:47 pm
Combate entre caças não é video-game como muita gente aqui acha, n fatores influenciam.
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: pchunter em Agosto 07, 2010, 03:49:32 am
Citação de: "HaDeS"
Combate entre caças não é video-game como muita gente aqui acha, n fatores influenciam.

Um dos pricipais factores a ter em conta é o nº de horas voadas pelos pilotos, não adianta termos grandes maqinas para ter no hangar.
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: Cabecinhas em Outubro 30, 2010, 04:32:06 pm
Citar
PAK FA T-50 prototype during its maiden flight.


07:48 GMT, September 29, 2010 MOSCOW | The appearance of a fifth generation fighter in Russian naval aviation will not happen before 2020, the outgoing head of the air forces and air defense forces of the Russian Navy, Lt. General Valery Uvarov told RIA Novosti on Tuesday.

Previously, representatives of the armed forces command and Defense Ministry had said a new naval fighter based on the Sukhoi T.50 design could enter service around 2016.

"It's difficult to say when this aircraft will enter naval service. First it will go into service with the air force, and then be 'navalised.' To build a new aircraft from scratch costs huge money, it's irrational and not competent. Conditions might be suitable by 2020," he said.

Uvarov stressed, however, that any new naval fighter would enter service only following a competition in which other designs would participate, including from the MiG, Yakovlev and Sukhoi design bureaus.

A new generation carrier fighter should enter service with the fleet not long before any new aircraft carrier on which it would be based, Uvarov said, so pilots would be ready. "The aircraft should come before a ship entering service, so pilots can train first on land, then on a special training area, then on deck," he said.

He stressed that the service was still waiting to take delivery of the naval MiG-29K, which is being exported to India.

"The first two MiG-29Ks will soon be purchased in order to carry out development of their functions," he said. "I think there should be two squadrons, that is 24 MiG-29Ks and one squadron of Su-33s."

The Russian navy is currently reforming its structure, with naval air forces and naval air defense being merged into one branch. Lt. General Uvarov is leaving his post as commander of both branches. (RIA Novosti)

http://www.defpro.com/news/details/18300/
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: armando30 em Outubro 31, 2010, 03:05:56 am
alguém me sabe dizer qual a velocidade máxima prevista para o PAK FA.
é porque o Canadá era para comprar F-35 Lightening II e estão a ponderar comprar mais F/A-18 E/F Super Hornet porque os F-35 são muito lentos, só atingem MACH 1.6 (por exemplo os F-16 são mais rápidos).
se os PAK FA forem tão lentos como os F-35 nem vale a pena continuar o desenvolvimento porque vão ficar em desvantagem.
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: papatango em Novembro 02, 2010, 10:08:29 pm
Não é possivel respoder a essa pergunta, porque se trata de uma aeronave experimental. Além disso, teriamos que saber de que configuração falamos. O caça russo pode transportar algumas armas em pods para reduzir a assinatura-radar, o que também acontece no F-35 e F-22 americanos. Só o simples facto de ter apenas armamento escondido altera o comportamento do avião e a sua velocidade máxima.
Se forem transportadas armas nas asas, a assinatura radar aumenta e a velocidade máxima também se reduz. Por isto tudo é dificil fazer esse tipo de previsões.

A unica questão sobre a qual podemos especular, é que o desenho de uma aeronave para reduzir a assinatura radar (a principal característica que define um caça de 5ª geração) não é necessariamente bom para o seu comportamento aerodinâmico, podendo afectar a velocidade máxima.

Na verdade, a velocidade máxima não é a característica mais relevante quando falamos de caças de 5ª geração.
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: Edu em Novembro 02, 2010, 11:08:55 pm
Caro armando, a velocidade de MACH 1.6 para o F-35, não estou certo disto, mas penso que seja em supercruise, ou seja, com o pós-combustor desligado, a máxima do avião que será muito possivelmente uma velocidade máxima estrutural (tal como muito provavelmente é a do F-22) será superior a MACH 1.6.

Quando refere que o F-16 é mais rápido isso é verdade se o F-16 levar uma configuração limpa (em que atinge MACH 2.0), ou seja, sem misseis nem tanques externos porque quando leva esse material a velocidade baixa e o valor não andará muito distante de MACH 1.6.

A titulo de exemplo indico-lhe uns numeros que conheço por alto, o F-15 limpo atinge uma velocidade de MACH 2.5 no entando quando leva misseis e tanques externos a velocidade reduz-se para MACH 1.8. Interessa dizer que o F-16 jamais fará alguma missão sem equipamento externo já o F-35 está projectado para fazer missões sem equipamento externo, pelo que nestas condições pode efectivamente atingir MACH 1.6 ao invés do F-16 que nunca alcançará MACH 2.0.
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: pchunter em Novembro 08, 2010, 05:40:43 pm
Enquanto a Rússia e os outros estão a aprender a construir um caça de 5ª geração os states já estudam a 6ª geração. É por isto que a Rússia nunca vai acompanhar os states.

Citar
USAF já estuda substituto para o F-22


A U.S. Air Force (Força Aérea dos EUA) iniciou a busca por uma nova aeronave futura para substituir seus ainda modernos caças Lockheed F-22 Raptor, um movimento que alegrou a indústria aeroespacial de defesa dos EUA.
A USAF numa solicitação escrita essa semana demonstrou conceitos de uma nova geração de aeronaves táticas para começarem a operar provavelmente em 2030, aparentemente com um piloto a bordo.
Especialistas dizem que tal sistema poderia muito bem ser um sucessor do caça furtivo Raptor, o mais moderno do arsenal norte americano. O Secretário de Defesa dos EUA Robert Gates persuadiu o Congresso no ano passado para fechar a produção do F-22 quando chegasse no número de 187 aeronaves favorecendo a produção do caça F-35 também da Lockheed, o qual foi projetado para ter um menor custo de aquisição, e para entrar em produção mais rapidamente.
A próxima geração de aeronave será equipado com sofisticados sistemas de defesa aérea, detecção radar passiva, auto-proteção integrada, capacidade de levar armas de última geração e possibilidade de ataque cibernético, conforme disse o Comando de Material da USAF na solicitação a indústria do dia 3 de Novembro.
A nova aeronave de caça deve ser apta a operar num “ambiente de ‘anti-access/area-denial’ que existirá no período entre 2030 e 2050,” diz a solicitação, usando um jargão do Pentágono aplicado ao crescimento militar da China.
A missão primária, diz o documento, seria de “combate aéreo” ofensivo e defensivo – destruindo ou neutralizando a habilidade do inimigo de controlar o espaço aéreo. A USAF também quer incorporar o sistema de defesa de mísseis, interdição aérea e apoio aéreo aproximado de forças terrestres, de acordo com a “solicitação de informação de capacidade.”
“Este é o primeiro passo no ensaio do que serão as especificações da próxima geração de caças dos EUA,” disse Jeremiah Gertler, especialista de aviação militar dos EUA no Serviço de Pesquisa do Congresso.

As respostas para essa requisições devem ocorrer até o dia 17 de Dezembro e as partes interessadas “foram encorajadas a enviar informações de custos se disponível,” conforme informações no FedBizOpps.gov.


Fonte: http://moraisvinna.blogspot.com/2010/11/usaf-busca-substituto-para-o-f-22.html
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: armando30 em Novembro 08, 2010, 09:47:39 pm
Citação de: "pchunter"
Enquanto a Rússia e os outros estão a aprender a construir um caça de 5ª geração os states já estudam a 6ª geração. É por isto que a Rússia nunca vai acompanhar os states.

Citar
USAF já estuda substituto para o F-22


A U.S. Air Force (Força Aérea dos EUA) iniciou a busca por uma nova aeronave futura para substituir seus ainda modernos caças Lockheed F-22 Raptor, um movimento que alegrou a indústria aeroespacial de defesa dos EUA.
A USAF numa solicitação escrita essa semana demonstrou conceitos de uma nova geração de aeronaves táticas para começarem a operar provavelmente em 2030, aparentemente com um piloto a bordo.
Especialistas dizem que tal sistema poderia muito bem ser um sucessor do caça furtivo Raptor, o mais moderno do arsenal norte americano. O Secretário de Defesa dos EUA Robert Gates persuadiu o Congresso no ano passado para fechar a produção do F-22 quando chegasse no número de 187 aeronaves favorecendo a produção do caça F-35 também da Lockheed, o qual foi projetado para ter um menor custo de aquisição, e para entrar em produção mais rapidamente.
A próxima geração de aeronave será equipado com sofisticados sistemas de defesa aérea, detecção radar passiva, auto-proteção integrada, capacidade de levar armas de última geração e possibilidade de ataque cibernético, conforme disse o Comando de Material da USAF na solicitação a indústria do dia 3 de Novembro.
A nova aeronave de caça deve ser apta a operar num “ambiente de ‘anti-access/area-denial’ que existirá no período entre 2030 e 2050,” diz a solicitação, usando um jargão do Pentágono aplicado ao crescimento militar da China.
A missão primária, diz o documento, seria de “combate aéreo” ofensivo e defensivo – destruindo ou neutralizando a habilidade do inimigo de controlar o espaço aéreo. A USAF também quer incorporar o sistema de defesa de mísseis, interdição aérea e apoio aéreo aproximado de forças terrestres, de acordo com a “solicitação de informação de capacidade.”
“Este é o primeiro passo no ensaio do que serão as especificações da próxima geração de caças dos EUA,” disse Jeremiah Gertler, especialista de aviação militar dos EUA no Serviço de Pesquisa do Congresso.

As respostas para essa requisições devem ocorrer até o dia 17 de Dezembro e as partes interessadas “foram encorajadas a enviar informações de custos se disponível,” conforme informações no FedBizOpps.gov.


Fonte: http://moraisvinna.blogspot.com/2010/11/usaf-busca-substituto-para-o-f-22.html

primeiro precisam de concluir o projecto do Scramjet.
já há muito que falam de equipar caças com Scramjet para que consigam velocidades de MACH 6 ou superior para dar o próximo salto em termos de poderio aéreo e terem capacidade de iniciar a sua defesa a partir do espaço.
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: Cabeça de Martelo em Março 24, 2011, 02:19:52 pm
O primeiro voo do segundo protótipo do PAK-FA:

Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: HSMW em Maio 06, 2011, 09:01:50 pm
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.precise3dmodeling.com%2Fgallery%2Fimages%2Fpakfa_01_large.jpg&hash=cdc5ab6ca5de6fe185acac4cdda9c287)
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: Desertas em Maio 07, 2011, 10:36:42 am
Bela foto !
Alguma informação sobre quando e onde foi efectuada a foto?

Um Abraço
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: HSMW em Maio 07, 2011, 12:49:13 pm
É um desenho!  :D
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: Desertas em Maio 07, 2011, 02:15:10 pm
Citação de: "HSMW"
É um desenho!  :oops:  :oops:
Na mesma tá fixe !

Um Abraço
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: sergio21699 em Maio 07, 2011, 09:30:28 pm
Citação de: "HSMW"
É um desenho!  :lol:
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: Instrutor em Maio 12, 2011, 04:05:58 pm
O próximo avião da USAF geração 6 tem de ser invisivel não só aos radares como tambem a olho nu, a altitude vai para além da convencional que se cifra hoje em dia nos 20000 metros para alguns caças, falo em altitudes fora da atmosfera mais de 30000 metros. os misseis convencionais serão substituidos por lasers, também ja em uso na USAF, a velocidade também é um factor determinante pelo menos 5 vezes a velocidade do som mach 5.0, sem estes imperativos nem vale a pena gastar dinheiro. E se não for pedir muito o sistema de defesa deverá basear-se num escudo de protecção estilo o filme Dia da Independencia onde os ovnis dos lagartos tinham essa particularidade. é bem pensado para um filme, será que é possível tornar isso numa realidade. :idea:
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: Cabeça de Martelo em Maio 12, 2011, 04:37:46 pm
Desde que tenham dinheiro... :twisted:
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: HaDeS em Maio 15, 2011, 05:32:08 am
Citar
O próximo avião da USAF geração 6 tem de ser invisivel não só aos radares como tambem a olho nu, a altitude vai para além da convencional que se cifra hoje em dia nos 20000 metros para alguns caças, falo em altitudes fora da atmosfera mais de 30000 metros. os misseis convencionais serão substituidos por lasers, também ja em uso na USAF, a velocidade também é um factor determinante pelo menos 5 vezes a velocidade do som mach 5.0, sem estes imperativos nem vale a pena gastar dinheiro. E se não for pedir muito o sistema de defesa deverá basear-se num escudo de protecção estilo o filme Dia da Independencia onde os ovnis dos lagartos tinham essa particularidade. é bem pensado para um filme, será que é possível tornar isso numa realidade.


Sim e seu nome será X-Wing.
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: BC304 em Maio 18, 2011, 12:19:33 pm
Nada disso, o nome será F-302
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: HaDeS em Maio 26, 2011, 05:58:14 am
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fcavok.com.br%2Fblog%2Fwp-contents%2Fuploads%2F2011%2F05%2F2011_05_24_4.jpg&hash=9582e713882123f7936b1975b3993fb9)
O caça russo PAK FA, durante apresentação para militares indianos no Centro de Testes de Voo de Gromov. (Foto: Sukhoi OKB)
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: papatango em Junho 01, 2011, 12:23:30 pm
Não há nenhuma indicação de que o caça de VI geração norte-americano seja invisivel.

Aliás «invisivel» é uma invenção da imprensa nomeadamente fora dos Estados Unidos, porque não é utilizada a tradução correcta.

O caça Stealth, define-se como Furtivo.
Furtivo, não é invisivel.

A principal característica das aeronaves de VI geração será a utilização de armas de energia dirigida (vários tipos de raio Laser).
Isto é a mesma coisa que dizer que os mísseis actuais vão estar completamente obsoletos, mas não quer dizer que a aeronave reine suprema nos ceus.

Um exemplo - considerando as tecnologias que são actualmente conhecidas - é a possibilidade de as aeronaves utilizarem a mesma táctica que era utilizada na I e II guerras.
Ou seja: Perante um adversário poderoso, armados com lasers de alta potência, pode passar por uma simples fuga para as nuvens.
É no entanto verdade que este tipo de aeronave transforma todos os outros em «irrelevâncias voadoras».

A diferença tecnologica entre a China e a América está a descer, mas ainda está num nível muito elevado. Não é previsivel que isto mude com facilidade. Os americanos mais facilmente cancelam os programas de saúde que os programas militares.

Caças como o T-50, interessam à Índia, porque a Índia precisa de qualquer coisa para mostrar aos chineses.
Mas ao ritmo a que as coisas se estão a desenvolver, a Índia vai ter que entregar muito dinheiro aos russos para que estes ponham a voar alguma coisa que consiga enfrentar os milhares de engenheiros que as fábricas chinesas têm no forno.

A diferença entre a Russia e a China é já tão grande, que não é improvável que um futuro governo russo mais ocidental e menos «putiniano», acabe por tentar apresentar o caça russo ou um seu derivado como opção para os países europeus, ou então que participe numa qualquer cooperação com alguns países europeus, entre os quais está a Alemanha.
Só precisam de abandonar a postura imperial violenta que caracteriza a Russia desde Ivan-IV.
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: HaDeS em Junho 02, 2011, 05:51:58 am
Citar
A diferença entre a Russia e a China é já tão grande
Gostaria de saber em que sentido? Cite um equipamento chines que seja superior ao seu equivalente russo( se o sentido for esse). A Rússia está se virando para a China, exportando mais e mais energia para Pequim, quem pode ficar a ver navios num futuro próximo é a Europa.
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: papatango em Junho 03, 2011, 12:15:41 am
O problema dos russos não é necessariamente o projecto dos seus equipamentos, é principalmente a total decadência da estrutura industrial que deveria suportar as forças armadas da Rússia.
Não é uma questão de os equipamentos chineses serem melhores, é uma questão de os chineses terem desenvolvido uma estrutura industrial que é cem vezes mais eficiente na produção de peças de reposição que a estrutura industrial russa. São os próprios generais russos que afirmam isso, para escândalo dos directores das fábricas de armamento russo.

Por alguma razão os chineses foram convidados para participar do T-50 e recusaram, porque acharam que o caça chinês tinha pernas para andar e asas para voar. Os chineses acharam que tinham mais a oferecer aos russos que o contrário.
Quanto às vendas de armas russas à China, estão paradas desde que a China optou por reproduzir o caça Su-33 e produzir a sua própria versão do Su-27 sem pagar nada aos russos.

Aliás, a economia da China é apenas quatro vezes maior que a economia russa (a preços reais, porque se formos falar no metodo PPP é maior, mas este método não é adequado para comparar orçamentos de defesa). O resultado é óbvio e inevitável. Os russos bem podem mostrar os seus mísseis na praça vermelha, mas o mundo vai dançar cada vez mais a musica que a China mandar. A Russia não tem peso especifico suficiente para ser contra-poder. Só a India tem esse poder e é por isso que a Russia vai depender cada vez mais da vontade da India.

A outra opção é voltar-se para a Europa e tentar vender combustíveis à China para não ficar nas mãos dos europeus. Mas esse é o dilema dos russos desde Ivan IV, mas especialmente desde Pedro o Grande.
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: HSMW em Julho 17, 2011, 11:41:50 pm
Um artigo sobre o PAK-FA.
http://sistemasdearmas.com.br/ca/pakfa.html (http://sistemasdearmas.com.br/ca/pakfa.html)
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: HSMW em Agosto 15, 2011, 11:32:33 pm
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Frussianplanes.net%2Fimages%2Fto52000%2F051222.jpg&hash=521f66677826cda6de7ffe3547cf054d)
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: P44 em Agosto 16, 2011, 06:44:41 pm
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fpics.livejournal.com%2Ffotografersha%2Fpic%2F0059k7bq&hash=d319e44aa0d2c7d8065cda2160bb8ec4)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fs.photosight.ru%2Fimg%2Fb%2Fb55%2F4319424_large.jpg&hash=a95c717026577e078f74af6ca91894bb)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Ffarm7.static.flickr.com%2F6061%2F6045407904_fe6b64f7a4_b.jpg&hash=5bbcbcb6e9f9ba6552f78d2d5ffead21)
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: AtInf em Agosto 19, 2011, 10:21:40 am
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: AtInf em Agosto 19, 2011, 10:22:30 am
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: dc em Setembro 13, 2011, 12:59:27 pm
Os russos já sonham com a venda de 1000 caças T-50 a mais de 10 paises.
http://www.aereo.jor.br/2011/09/12/russ ... ao-brasil/ (http://www.aereo.jor.br/2011/09/12/russia-preve-a-venda-de-ate-1-000-cacas-pak-fa-inclusive-ao-brasil/)
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: HSMW em Setembro 13, 2011, 01:20:35 pm
É ridículo como esse blog dá importância a especulações deste género...
2030...  :roll:
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: HaDeS em Setembro 16, 2011, 05:11:14 pm
É uma simples previsão, pode ser que acontece, como pode ser que não. Tanta coisa pode acontcer até 2030, países podem falir, novos projetos podem surgir, quem é que vai saber. Mas espantado com a importancia dada por esse blog sobre essa especulação é outros meios de notícias militares darem comentários de generais russos como algo concreto e certo. A um tempo atrás um almirante comentou que Moscou tinha interesse em adquirir no futuro 5 ou 6 navios aerodromos e tais meios de notícias correram e deram a noticia como se fosse um fato. Fato é quando contratos são assinados, foram disso é pura e simples especulação ou mesmo delírio!
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: chaimites em Outubro 04, 2011, 03:25:34 am
Citar
E se não for pedir muito o sistema de defesa deverá basear-se num escudo de protecção estilo o filme Dia da Independencia onde os ovnis dos lagartos tinham essa particularidade. é bem pensado para um filme, será que é possível tornar isso numa realidade

Quando isso for realidade o dinheiro gasto em stealth foi todo para o lixo!  :mrgreen:

Isso é possivel e ja esta inventado só ha um "pequeno" problema por resolver:  a fonte de energia,
 A potência necessária para  criar um campo electromagnético capaz de, apenas"  desviar um projétil seria enorme, e ainda não se  conhece uma maneira eficiente de produzí-la, quanto mais instala-la num pequeno caça

Claro que para os malucos das teorias da conspiraçao essa tecnologia ja existe:
Ate capaz de protejer uma cidade inteira

so para se rirem um bocado vejam este site;

http://www.espada.eti.br/n2155.asp
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: GI Jorge em Outubro 04, 2011, 06:58:46 pm
Citação de: "chaimites"
Citar
E se não for pedir muito o sistema de defesa deverá basear-se num escudo de protecção estilo o filme Dia da Independencia onde os ovnis dos lagartos tinham essa particularidade. é bem pensado para um filme, será que é possível tornar isso numa realidade

Quando isso for realidade o dinheiro gasto em stealth foi todo para o lixo!  :roll:
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: chaimites em Outubro 05, 2011, 12:04:38 am
eles podiam era inventar um nome um pouco mais comercial :mrgreen:

Domo de tesla!  Ha malucos para tudo!

desculpem o off tópic!
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: Lightning em Outubro 08, 2011, 09:42:30 pm
Citação de: "GI Jorge"
Citação de: "chaimites"
Citar
E se não for pedir muito o sistema de defesa deverá basear-se num escudo de protecção estilo o filme Dia da Independencia onde os ovnis dos lagartos tinham essa particularidade. é bem pensado para um filme, será que é possível tornar isso numa realidade

Quando isso for realidade o dinheiro gasto em stealth foi todo para o lixo!  :roll:

Em relação a armas laser, escudos de força e outras coisas futuristas aconselho a ver o seeguinte documentário :lol:

http://www.oxe7.com/documentarios/9086- ... ergia.html (http://www.oxe7.com/documentarios/9086-isto-g-impossgvel-raios-de-morte-e-armas-de-energia.html)
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: P44 em Agosto 24, 2012, 03:41:23 pm
Título: Re: Sukhoi T-50(PAK-FA)
Enviado por: HSMW em Setembro 07, 2012, 09:51:00 pm
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi401.photobucket.com%2Falbums%2Fpp98%2FD-Mitch_photos%2FXs31G.jpg&hash=f9c25f9a4fdb0de735df0de011d54a19)
Título: Re: Sukhoi T-50(PAK-FA)
Enviado por: Cabeça de Martelo em Outubro 04, 2012, 10:58:49 am
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fcdn-www.airliners.net%2Faviation-photos%2Fphotos%2F5%2F0%2F3%2F2150305.jpg&hash=d0ee6f98955e4ff2266f83e5ba916908)

Sukhoi T-50 PakFa - RussianAF - Moscow, Zhukovxky/Ramenskoye - August 10, 2012
Título: Re: Sukhoi T-50(PAK-FA)
Enviado por: P44 em Dezembro 13, 2012, 11:39:24 am
Citar
Sukhoi Company Adds the 4th PAK FA Prototype to Flight Tests Program in Komsomolsk-on-Amur
   
   
(Source: Sukhoi JSC; issued Dec. 12, 2012)
 
 
   (https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.defense-aerospace.com%2Fbase%2Futil%2F140977_1.jpg&hash=cf4bb8c5e5149a9209b68700a46eb754)
The fourth prototype of the Sukhoi T-50/PAK FA fighter flew for the first time today, and will now join the flight test program which has logged over 200 flight hours to date.(UAC file photo)
   

MOSCOW --- Today the first flight of the 4th prototype of the fifth-generation aviation complex (PAK FA) took place in Sukhoi’s KnAAPO aircraft plant in Komsomolsk-on-Amur. The plane was piloted by distinguished test pilot of the Russian Federation, the Hero of Russia Sergey Bogdan.

The aircraft spent in the air forty minutes and landed on the factory airfield runway. The flight was successful, in full accordance with the flight plan. Stability of the aircraft test was conducted during the flight as well as evaluation of the power plant systems’ performance. The aircraft proved itself well in all phases of the planned flight program. The pilot confirmed reliable operation of all systems and components.

The first flight of the PAK FA was held on January 29, 2010 in Komsomolsk-on-Amur.

At present, work is underway on the full range of ground and flight tests. Three PAK FA prototypes take part in the test program. At the present time more than 200 flights have been made on the flight test program.

-ends-

http://www.defense-aerospace.com/articl ... tests.html (http://www.defense-aerospace.com/articles-view/release/3/140977/fourth-sukhoi-t_50-joins-flight-tests.html)
Título: Re: Sukhoi T-50(PAK-FA)
Enviado por: P44 em Janeiro 19, 2013, 10:23:37 am
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.cavok.com.br%2Fblog%2Fwp-contents%2Fuploads%2F2013%2F01%2F484830_10151345733923604_2017923240_n.jpg&hash=48ecd8cd5e4458a41dc42af3eebe1293)

T-50-4 Made the First Flight from Komsomolsk-On-Amur to Zhukovsky


(Source: Sukhoi JSC; issued January 17, 2013)



MOSCOW --- Today the fourth flight model of the prospective 5th-generation fighter aircraft (PAK-FA T-50) came to the airport of the M. M. Gromov Flight Research Institute in Zhukovsky near Moscow.

The flight of the aircraft was performed for the first time with several intermediate stops from Komsomolsk-on-Amur, production location of these aircraft at the Y. A. Gagarin (KnAAZ) aviation plant. The T-50-4 was piloted by the distinguished test pilot of the Russian Federation, the Hero of Russia Sergey Bogdan.

The aircraft performed well during the flight. There were no reprimands on the performance of engines, systems or equipment.

The first flight of the T-50-4 took place at the airfield "Dzemgi" of Komsomolsk-on-Amur on December 12 last year and lasted forty minutes. The flight was successful and in full accordance with the flight plan.

The first flight of the T-50 fighter took place on January 29, 2010. At present, the work is going on a whole range of ground and flight tests of three aircraft. Soon the T-50-4 fighter will join the tests. To date more than 200 flights were carried out under the flight test program.

The 5th-generation fighter tests are carried out under the task set by the President of Russia Vladimir Putin to modernize the Russian Armed Forces and deliver modern aircraft. This work is in the framework of the State Defense Order implementation, which is coordinated by the Military-Industrial Commission. Its chairman, Russian Deputy Prime Minister Dmitry Rogozin, today congratulated President of the United Aircraft Corporation Mikhail Pogosyan on the first long-distance flight of T-50-4. (ends)




Russian T-50 Fighter Jet Completes First Long-Range Flight


(Source: RIA Novosti; published January 17, 2013)



MOSCOW --- Russia's prototype fifth-generation Sukhoi T-50 fighter jet has carried out its first long-range flight during the transfer from a manufacturing plant in Russia’s Far East to an assigned airfield near Moscow, deputy Prime Minister Dmitry Rogozin said on Thursday.

“It is a serious breakthrough! The plane flew 7,000 kilometers (4,350 miles), making two landings, in Abakan and Chelyabinsk, on the way to the Russian capital,” Rogozin, who oversees the Russian defense industry, wrote in his Twitter blog.

The plane joined three other T-50 prototype models at the Zhukovsky airfield prior to state flight tests, which are scheduled to start in March 2013. The fifth prototype aircraft is being built at the Komsomolsk-on-Amur factory in Siberia.

The T-50, also known as project PAK-FA, first flew in January 2010 and was presented to the public at the Moscow Air Show in 2011.

The Russian Defense Ministry is planning to finish the state flight tests of eight prototypes by 2015, so that they could go into standard production in 2016.

The T-50, which will be the core of Russia's future fighter fleet, is a fifth-generation multirole fighter aircraft featuring elements of ‘stealth’ technology, super-maneuverability, super-cruise capability (supersonic flight without use of afterburner), and an advanced avionics suite including an X-band active phased-array radar.

-ends-

http://www.defense-aerospace.com/articl ... ovsky.html (http://www.defense-aerospace.com/articles-view/release/3/141825/fourth-t_50-prototype-flies-to-zhukovsky.html)
Título: Re: Sukhoi T-50(PAK-FA)
Enviado por: P44 em Fevereiro 07, 2013, 03:07:46 pm
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2F3.bp.blogspot.com%2F-S9FyrE5a4Uw%2FUREE0QBWw6I%2FAAAAAAAASw4%2FPYst-zEM4Eo%2Fs1600%2FDSC08164-741563.JPG&hash=8533e2d347eac8957d8ad493bdf09aa5)
Título: Re: Sukhoi T-50(PAK-FA)
Enviado por: HSMW em Março 24, 2013, 09:20:31 pm
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi.imgur.com%2FNJcdlmz.jpg&hash=ea6bc9635ae0b7017bd26f13a132d6e6)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi.imgur.com%2F3acRPWF.jpg&hash=d99ef57dca89ddf4f0b8977c793d99ca)
Título: Re: Sukhoi T-50(PAK-FA)
Enviado por: P44 em Junho 14, 2013, 09:15:13 am
Vídeo do PAK-FA em teste de recuperação de estol

Olhem só este vídeo do caça stealth russo de quinta geração Sukhoi PAK-FA. Há algumas boas cenas do jato durante testes de vôo em conjunto com uma matéria sobre as capacidades do jato, incluindo simulador de vôo.

Ao que parece o PAK-FA possuí várias características que são semelhantes as encontradas no F-22 ou F-35 como antenas embutidas e fusão de sensores. Mas o avião russo parece ter automação a ponto dele pode pousar sozinho, caso o piloto esteja incapacitado, mas pode ser meu mal-entendido.

Se alguém fala / entende russo, eu tenho certeza que você vai obter muito mais disso do que eu – mas o vídeo é bem legal. Aliás, algumas das imagens parece que o teste de recuperação de estol, mas ao contrário dos testes semelhante noEUA aonde você pode ver em Edwards AFB ou Pax River, os russos levam o seu paraquedas de recuperação em uma carenagem entre os motores.


http://www.defesaaereanaval.com.br/?p=21940 (http://www.defesaaereanaval.com.br/?p=21940)
Título: Re: Sukhoi T-50(PAK-FA)
Enviado por: mafets em Junho 15, 2013, 09:38:35 pm
Citação de: "P44"

Mas o avião russo parece ter automação a ponto dele pode pousar sozinho, caso o piloto esteja incapacitado, mas pode ser meu mal-entendido.

Este "menino", no final da decada de 70, podia aterrar sozinho por isso... :mrgreen:
Citar
Another advanced feature that Yak-38 possessed was an automatic ejection seat. When one of the take-off engines failed, once the aircraft rolled past 60 degrees the pilot was automatically ejected from the aircraft.


 :G-beer2:
Título: Re: Sukhoi T-50(PAK-FA)
Enviado por: HSMW em Junho 15, 2013, 09:55:40 pm
E quando não aterrava a bem aterrava a mal...  :mrgreen:
Não há comparação possível.
Título: Re: Sukhoi T-50(PAK-FA)
Enviado por: mafets em Junho 15, 2013, 10:42:06 pm
Citação de: "HSMW"
E quando não aterrava a bem aterrava a mal...  :G-beer2:
Título: Re: Sukhoi T-50(PAK-FA)
Enviado por: HSMW em Agosto 11, 2013, 02:31:44 pm
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: HSMW em Setembro 29, 2013, 12:31:45 pm
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: Nuno Bento em Setembro 30, 2013, 09:32:03 am
Posso estar a dizer um disparate (podemos estar a falr de coisas distintas) , mas hoje em dia quase todos os aviões conseguem aterrar sozinhos basta ligar o Piloto automático, (eu já aterrei varias vezes no cokpit de Airbus em que os pilotos iam na conversa o avião fazia tudo sozinho.
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: Menacho em Dezembro 12, 2013, 07:59:34 pm
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2F1.bp.blogspot.com%2F-WnQClJaJn08%2FUqctYIf5OnI%2FAAAAAAAAH9o%2F_Lrf5qPkRks%2Fs1600%2Fz.jpg&hash=90e0106decf3f62934966dd23c34b5b0)
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: HSMW em Maio 08, 2014, 04:13:03 pm
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: HSMW em Maio 25, 2014, 01:36:15 pm
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi.imgur.com%2FMZVLuRI.jpg&hash=bba7b99be3838b2825cd5745fefc5647)
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: HSMW em Maio 30, 2014, 09:20:15 pm
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi.imgur.com%2F7TFlOOs.jpg&hash=d75f0426d9214487e6918e85fb4723d2)
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: Menacho em Junho 10, 2014, 08:04:29 pm
Incendio en un prototipo, que ha quedado muito dañado.

[img]http://pbs.twimg.com/media/Bpxm2-0IUAAErkP.jpg[img]

https://twitter.com/robotpig/status/476 ... 41/photo/1 (https://twitter.com/robotpig/status/476368756667863041/photo/1)
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: HSMW em Junho 13, 2014, 12:34:03 am
(https://farm8.staticflickr.com/7351/12853401674_46724decbf_o.jpg)
(https://farm4.staticflickr.com/3889/14395516511_648aab0acc_o.jpg)
A versão bilugar foi desenvolvida para a FA Indiana mas o projecto foi cancelado devido a custos.
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: Crypter em Junho 20, 2014, 12:03:22 am

min 00:32
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: Edu em Setembro 01, 2014, 12:22:12 pm
T-50 PAK-FA fighter jet project with Russia hits turbulence

Citar
New Delhi is increasingly concerned about the sluggish progress in the fifth generation fighter aircraft (FGFA) project, a joint endeavour between India and Russia.

Driving India's worries is the fact that the Russians are neither explaining why a prototype aircraft caught fire during a technology demonstration earlier this year nor addressing other technical doubts expressed by India. In fact, the defence ministry is quite sceptical about reports from Russia that a final design contract for the next generation combat jet is on the cards.

New Delhi is particularly miffed with the fact that despite being an equal partner in the FGFA project in terms of financial contribution, Moscow is not keen to share technical details about its next generation stealth fighter PAK-FA, on which the Indian version of the combat jet will be based.

The Indian version, called the Prospective Multi-Role Fighter (PMF), is almost exactly the same as PAK-FA but with some variations. In fact, Indian money is key to keeping Russia's PAKFA programme alive. Russia has built six prototypes of PAK-FA and, after repeated requests from India, it agreed to hold a demonstration flight earlier this year for technical evaluation. The flight ended in a fire that embarrassed the Russians.


But much to the surprise of an Indian team present at the site, they were not allowed anywhere near the aircraft. India wanted to know the reasons for the fire but details were never shared, said sources. India has paid $295 million (Rs.1,785.19 crore) for the preliminary design, which was finalised last year, and it is only logical that Indian officials feel concerned about the status of the PAK-FA programme. The Indian side was not satisfied with the preliminary design and raised questions about maintenance issues, the engine, stealth features, weapon carriage system, safety and reliability. Sources said there could not be any progress until these issues were resolved.

But the queries remain unanswered even after a round of discussions between the two sides this month. The Russian side's common response to New Delhi's concerns has been: "Don't get emotional." Any further push on these issues results in talk of price escalation, sources said. For instance, the Indian Air Force had made it clear last year that it was not satisfied with the engine of the new fighter, which was based on the power plant for the Sukhoi-30. A change has been promised at an additional cost.

No Indian expert or pilot has had a long hard look at the PAK-FA jet to date. The Russians are not allowing Indian pilots to fly the aircraft, claiming foreign pilots are barred from flying in their airspace.

But India argues that such restrictions were not imposed when the Sukhois or MiG jets were extensively flown in Russia by Indian pilots. Already, India has been reduced from a joint collaborator to a financing partner in the FGFA project.

The Indian work share in the venture is a paltry 13 per cent though it is paying 50 per cent of the projected cost of $10.5 billion agreed on in 2011. In terms of work, India's state-run Hindustan Aeronautics Limited will contribute only tyres, basic navigational instrument VOR-DME, coolant for the radar, laser designation pod and heads-up display.

Even within this 13 per cent, the actual indigenous items will be in single digits and the rest will be procured from abroad. The programme has been plagued by difficulties right from the start.

India initially wanted around 30 or 40 twin-seat aircraft to be used as trainers. But since PAK-FA was a single-seater, the Russians sought an additional $8 billion for the trainer version. The move was scrapped as India settled for training on simulators. After the signing of the final design contract, it will take 94 months to complete the development programme.

The delay in resolving technical issues has meant that the IAF will not have fifth generation fighters even by the next decade.


http://indiatoday.intoday.in/story/pak-fa-project-sukhoi-t-50-russia-india-ties-defence-ministry-iaf/1/380033.html


Parece que a Rússia anda com problema no desenvolvimento do novo caça.

Quais serão as reais hipóteses de a Rússia continuar a desenvolver o projecto sozinha se a India decidir cortar o seu apoio?
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: Cabeça de Martelo em Novembro 27, 2014, 10:19:36 am
Índia avisa Rússia que não poderá continuar na espera pelos caças furtivos

dois jatos PAK-FA - T-50 - foto Sukhoi
VISITA DE PUTIN NO INÍCIO DE DEZEMBRO PODERÁ TRAZER RESPOSTA PARA ACELERAR O PROGRAMA FGFA, DO CAÇA DE QUINTA GERAÇÃO DERIVADO DO PAK-FA RUSSO. COM ATRASOS TAMBÉM NO MMRCA E LCA, O MINISTÉRIO DA DEFESA DA ÍNDIA QUER QUE PELO MENOS DOIS DESSES TRÊS PROJETOS DE NOVOS CAÇAS SEJAM ACELERADOS
-
No início do próximo mês, o presidente russo Vladimir Putin visitará a Índia, num momento em que esse país já deixou claro à Rússia que quer um plano para reduzir, substancialmente, o cronograma para as entregas do novo caça de quinta geração (FGFA) para a Índia caso queira que esse projeto futurístico seja acordado no próximo ano.

Até agora, o plano é que a Índia começaria a colocar em serviço os novos caças furtivos apenas 94 meses, na hipótese mais rápida, após os dois países assinarem o contrato de projeto final e de pesquisa & desenvolvimento, contrato este que vem sendo postergado há dois anos.

Fonte do Ministério da Defesa da Índia disse na segunda-feira, 24 de novembro, que “a Rússia foi avisada de que a Índia não pode esperar uma década para obter o FGFA. Os cronogramas de entrega precisarão ser comprimidos ao invés da Força Aérea Indiana esperar pelo caça até 2024-2025.” A fonte também informou que “os russos provavelmente responderão durante a visita de Putin”.


Os indianos já estão contrariados pelo fato da Rússia não ter dado a seus especialistas total acesso tecnológico ao FGFA, segundo notícias anteriores do jornal Times of India, apesar da Índia dividir por igual o financiamento. O contrato de projeto final, que ainda precisa ser assinado após perder o prazo inicial, que era de meados de 2012, prevê que cada país investirá 5,5 bilhões de dólares em projeto, construção de infraestrutura, desenvolvimento de protótipo e testes de voo.

O valor do programa de aquisição completo para a India, com 127 caças monopostos FGFA custando mais do que o previsto, deverá chegar a 25 bilhões de dólares, dos quais o país já gastou 295 milhões na fase de projeto preliminar após a assinatura de contrato referente a essa etapa, com a Rússia, em dezembro de 2010.

O FGFA é um desenvolvimento para a Índia do PAK-FA ( Sukhoi T-50) da Rússia, que fez seu primeiro voo de testes em janeiro de 2010. Pelos planos iniciais, as instalações da indiana Hindustan Aeronautics (HAL) em Nashik receberia três protótipos em 2014, 2017 e 2019 para testes de voo por pilotos da Força Aérea Indiana (IAF), com produção iniciando apenas em 2022. E todos esses prazos dependiam do contrato de projeto final que não foi assinado ainda.


Com a Força Aérea equipada com apenas 34 esquadrões de caça, comparados a uma necessidade de 44, os sinais de alerta soaram para os longos atrasos nos três programas de caça da Índia, sendo um deles o FGFA. Outro programa é o do caça leve (LCA) Tejas, desenvolvido localmente após uma primeira aprovação em 1983, que só atingirá a capacidade de operação final em meados de 2015. Mas o que a IAF realmente quer é a versão Tejas Mark II para equipar quatro esquadrões. E isso só deverá ocorrer a partir de 2022.

O terceiro programa atrasado é o do MMRCA (avião de combate de porte médio), cujas negociações para adquirir 126 caças franceses Dassault Rafale por cerca de 20 bilhões de dólares estão emperradas, já que a França ainda precisa aceitar total responsabilidade pelos 108 exemplares a serem produzidos na Índia. Segundo uma fonte, “o Ministério da Defesa quer que pelo menos dois dos três projetos (FGFA, LCA e MMRCA) sejam acelerados”.

FONTE: Times of India (tradução e edição do Poder Aéreo a partir de original em inglês)
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: Cabeça de Martelo em Janeiro 13, 2015, 04:00:00 pm
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: mafets em Fevereiro 08, 2015, 10:51:13 am
http://www.aereo.jor.br/2015/02/06/forca-aerea-da-russia-recebe-primeiro-caca-stealth-t-50-de-producao-em-serie/
Citar
Na semana passada, a Força Aérea da Rússia recebeu a primeira unidade da produção em série do caça de quinta geração T-50 (PAK-FA).

O modelo produzido pela Sukhôi, que é controlada pela empresa estatal United Aircraft Corporation, passará agora por uma série testes de qualificação. A previsão é que a aeronave entre em serviço na Força Aérea Russa em 2016.

Entre as inovações do modelo, destacam-se os elementos “stealth” da fuselagem, o novo radar AESA capaz de detectar aeronaves furtivas e um completo arsenal de armamentos inteligentes de precisão.

Segundo o comandante da Força Aérea, Víktor Bondarev, as características do novo avião são comparáveis à do caça norte-americano F-22.

O presidente da United Aircraft Corporation, Iúri Sliusar, adianta que a capacidade máxima de produção da fábrica será alcançada em 2015 graças à produção dos caças T-50.

O Ministério da Defesa espera neste ano a entrega de diversos aviões de combate, transporte militar e propósitos múltiplos.
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2011%2F11%2FPAK-FA-foto-Sukhoi.jpg&hash=b31192b5947cd8641356be8fd397eb1a)


Cumprimentos
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: P44 em Agosto 08, 2015, 04:34:03 pm
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Finfographicposter.com%2Fposters%2Fpak-fa-armament-1920x1080-infographicposter.com.jpg&hash=f55807cf0260e6db3b3acd7b872a651f)
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: olisipo em Agosto 11, 2015, 09:18:39 pm

IMPRESSIONANTE!!!!
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: mafets em Agosto 12, 2015, 12:10:58 pm
Citação de: "olisipo"
https://www.youtube.com/watch?v=64w68L2Swzo

IMPRESSIONANTE!!!!
É. Mas como devo ter uma costela anglo-saxonica sempre me impressionou mais  o raptor. :twisted:

Saudações
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: olisipo em Agosto 12, 2015, 01:06:35 pm
Em questões de gostos não pode haver discussão.

Cumprimentos.
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: mafets em Agosto 12, 2015, 01:55:09 pm
Citação de: "olisipo"
Em questões de gostos não pode haver discussão.

Cumprimentos.
Julgava que o "Impressionante" tinha a ver com capacidade de manobra, potencia e descolagem. Até porque se é uma questão de "gosto" pessoal e apesar de não "desgostar" do T50, sempre gostei mais do material sueco...  :wink:

Saudações
Título: Re: Sukhoi T-50
Enviado por: mafets em Agosto 27, 2015, 11:18:34 am
http://www.aereo.jor.br/2015/08/26/russia-testa-lancamento-de-misseis-no-caca-t-50-e-vai-produzir-novo-missil-58ushk-em-2016/
Citar
A agência de notícias russa TASS noticiou que o caça russo de quinta geração iniciou os testes de disparos de mísseis e que os mesmos foram bem-sucedidos.

A agência também informou que o novo míssil antirradiação 58USHK (imagem abaixo) começará a ser produzido em 2016.
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2014%2F06%2FPAK-FA-Sukhoi-T-50-foto-Sukhoi-580x386.jpg&hash=a1c63f5641a75c719e138bd8946db0da)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2015%2F08%2F58USHK-580x136.jpg&hash=e86b418f287eaa438315c73720d68f21)

Saudações
Título: Re: Sukhoi T-50(PAK-FA)
Enviado por: P44 em Maio 27, 2016, 12:40:25 pm
O mais recente protótipo o T50-6

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Frussianplanes.net%2Fimages%2Fto190000%2F189817.jpg&hash=aad49a4c62f6146e6ded1b83ee28a671)
(https://img-fotki.yandex.ru/get/25232/99344284.6b/0_13d71b_da753374_orig)
Título: Re: Sukhoi T-50(PAK-FA)
Enviado por: Lusitano89 em Fevereiro 19, 2017, 04:11:14 pm
Título: Re: Sukhoi T-50(PAK-FA)
Enviado por: Lusitano89 em Outubro 22, 2017, 02:15:47 pm
Título: Re: Sukhoi T-50(PAK-FA)
Enviado por: Lusitano89 em Fevereiro 23, 2018, 12:03:11 pm
Título: Re: Sukhoi T-50(PAK-FA)
Enviado por: Lusitan em Fevereiro 23, 2018, 05:39:02 pm
https://warisboring.com/russias-stealth-fighter-deployment-in-syria-is-a-dangerous-farce/
Título: Re: Sukhoi T-50(PAK-FA)
Enviado por: Cabeça de Martelo em Fevereiro 24, 2018, 10:41:42 am
O autor do texto esqueceu-se de uma coisa essencial... marketing!
Título: Re: Sukhoi T-50(PAK-FA)
Enviado por: Charlie Jaguar em Fevereiro 24, 2018, 11:58:53 am
O autor do texto esqueceu-se de uma coisa essencial... marketing!

Marketing de uma aeronave de combate que está a ter um desenvolvimento extremamente problemático ao ponto da própria Índia ter cada vez mais dúvidas acerca da mesma, e enviá-la nessas condições para o "boot camp" (que é o que a Rússia actualmente faz na Síria), talvez não seja a estratégia mais aconselhada.  ;D


P.S. Num artigo recente na AFM, criticava-se o facto da entrada em serviço do F-35 não trazer também consigo novo armamento, utilizando a aeronave o agora existente. O que dizer então de Su-30SM, Su-33, Su-35S e Su-57 a utilizarem quase exclusivemente as velhinhas bombas de ferro da série FAB e os ninhos de foguetes B-8...  ::)
Título: Re: Sukhoi T-50(PAK-FA)
Enviado por: Cabeça de Martelo em Fevereiro 24, 2018, 12:57:05 pm
(https://cdn2.img.sputniknews.com/images/104480/93/1044809393.jpg)

(https://i.imgur.com/9Z44Xqt.jpg)

(https://i.imgur.com/xDCJdxS.jpg)
Título: Re: Sukhoi T-50(PAK-FA)
Enviado por: Lusitano89 em Fevereiro 24, 2018, 07:30:35 pm
Surgem primeiras confirmações da presença dos Su-57 na Síria



A Síria continua sendo o campo de testes para novas armas russas, com a recente implantação do novo caça Sukhoi Su-57. A informação foi agora confirmada pelos israelenses, bem como pelo Pentágono e Rússia com uma imagem de satélite da Base Aérea russa de Khmeimim, província de Latakia, na Síria, mostrando dois dos avançados jatos no pátio de aeronaves, junto aos Su-35.


>>>>>  http://www.cavok.com.br/blog/surgem-primeiras-confirmacoes-da-presenca-dos-su-57-na-siria/

Título: Re: Sukhoi T-50(PAK-FA)
Enviado por: HSMW em Fevereiro 25, 2018, 12:07:51 am
(https://pbs.twimg.com/media/DWz-pJ5XcAEMnyj.jpg:large)
Em Latakia na  Síria. São provavelmente 4 as aeronaves enviadas para lá. 

Talvez para testes. Também foi assim que se detectaram as falhas do MI-28N.

Syrian war has revealed a number of technical flaws of Russian Mi-28 helicopter
http://defence-blog.com/news/syrian-war-has-revealed-a-number-of-technical-flaws-of-russian-mi-28-helicopter.html


Russian Forces Improved Electronics Of Mi-28 Thanks To Experience Obtained In Syria
https://southfront.org/russian-forces-improved-electronics-of-mi-28-thanks-to-experience-obtained-in-syria/
Título: Re: Sukhoi T-50(PAK-FA)
Enviado por: Lusitano89 em Fevereiro 25, 2018, 11:57:22 am
A Síria já parece a Guerra Civil Espanhola, se é que me entendem  :N-icon-Axe: :N-icon-Axe: :2gunsfiring:
Título: Re: Sukhoi T-50(PAK-FA)
Enviado por: nelson38899 em Fevereiro 25, 2018, 03:16:01 pm
A Síria já parece a Guerra Civil Espanhola, se é que me entendem  :N-icon-Axe: :N-icon-Axe: :2gunsfiring:

a mim também
Título: Re: Sukhoi T-50(PAK-FA)
Enviado por: mafets em Fevereiro 25, 2018, 10:27:55 pm
Esperemos que não peguem fogo...  ;D :P

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fnationalinterest.org%2Ffiles%2Fstyles%2Fmain_image_on_posts%2Fpublic%2Fmain_images%2Fpak_fa_t_50_compressor_stall_on_maks_2011_0.jpg%3Fitok%3DpyJycMFi&hash=3d79b2ce0e6e270f89336065f11647b1)

(https://i.kinja-img.com/gawker-media/image/upload/s--jATuUWbQ--/c_scale,fl_progressive,q_80,w_800/vlihkyvdr6xgalvv68cc.jpg)


Saudações
Título: Re: Sukhoi T-50(PAK-FA)
Enviado por: Lusitan em Fevereiro 26, 2018, 11:06:29 am
A Síria já parece a Guerra Civil Espanhola, se é que me entendem  :N-icon-Axe: :N-icon-Axe: :2gunsfiring:

O problema é o que vem a seguir...
A seguir à Guerra Civil Espanhola veio a 2ª Guerra Mundial. O que é que vem a seguir à Guerra Civil Síria?
Título: Re: Sukhoi T-50(PAK-FA)
Enviado por: Lusitano89 em Fevereiro 26, 2018, 11:23:16 am
A Síria já parece a Guerra Civil Espanhola, se é que me entendem  :N-icon-Axe: :N-icon-Axe: :2gunsfiring:

O problema é o que vem a seguir...
A seguir à Guerra Civil Espanhola veio a 2ª Guerra Mundial. O que é que vem a seguir à Guerra Civil Síria?


(https://i.imgflip.com/25b6su.jpg)
Título: Re: Sukhoi T-50(PAK-FA)
Enviado por: Charlie Jaguar em Abril 26, 2018, 01:53:44 pm
A Índia mandou passear o Su-57. :mrgreen:

http://www.janes.com/article/79457/india-withdraws-from-fgfa-project-leaving-russia-to-go-it-alone
Título: Re: Sukhoi T-50(PAK-FA)
Enviado por: Cabeça de Martelo em Abril 27, 2018, 11:33:02 am
A Índia mandou passear o Su-57. :mrgreen:

http://www.janes.com/article/79457/india-withdraws-from-fgfa-project-leaving-russia-to-go-it-alone

Com tanta queixa das duas uma, ou comiam e calavam ou rasgavam o contracto. Eles escolheram a segunda opção, agora vamos lá ver quais são as outras opções.

F-35?!
Título: Re: Sukhoi T-50(PAK-FA)
Enviado por: Cabeça de Martelo em Maio 17, 2018, 11:14:15 am
Furtivo?!... :o

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi68.tinypic.com%2F210jdr5.jpg&hash=d359be3295e9db914d93957736c28e71)
Título: Re: Sukhoi T-50(PAK-FA)
Enviado por: P44 em Abril 09, 2019, 01:24:10 pm
Novamente na Síria

https://mobile.twitter.com/reutersanders/status/1115213867557228544
Título: Re: Sukhoi T-50(PAK-FA)
Enviado por: MATRA em Abril 09, 2019, 03:07:09 pm
Novamente na Síria

https://mobile.twitter.com/reutersanders/status/1115213867557228544

São fotos do primeiro e único deployment de fevereiro 08, não são recentes.

(https://s3-us-west-2.amazonaws.com/warisboring.com/images/Image00001168-768x575.png)

https://warisboring.com/no-the-russian-su-57-stealth-fighter-isnt-superior-to-the-american-f-22/
Título: Re: Sukhoi T-50(PAK-FA)
Enviado por: Lusitano89 em Maio 16, 2019, 01:15:32 pm
(https://images2.imgbox.com/f7/5e/BRiNR6Hr_o.png)


:arrow: http://www.cavok.com.br/blog/presidente-russo-disse-que-comprara-76-cacas-su-57-ate-2028/?fbclid=IwAR05iQkmqpP9hzNzNx_6JVacWkBB4TM_02mWKzkdFaSrk6IrlbASYlV7Az0
Título: Re: Sukhoi T-50(PAK-FA)
Enviado por: Lusitano89 em Maio 29, 2019, 08:52:45 pm
(https://funkyimg.com/i/2Ui6g.png)


 :arrow:  https://www.cavok.com.br/blog/forca-aerea-russa-deve-receber-primeiro-su-57-no-final-deste-ano/?fbclid=IwAR38cnpP5awQuTZwFanOJ18d8-K1QNUeqwllL23p06GHYrb9e3pZCks_o2Q
Título: Re: Sukhoi T-50(PAK-FA)
Enviado por: Lusitano89 em Agosto 15, 2019, 04:48:32 pm
Título: Re: Sukhoi T-50(PAK-FA)
Enviado por: P44 em Setembro 02, 2019, 01:16:55 pm
MAKS 2019: Russia unveils export variant of Su-57

Rahul Udoshi, Moscow - Jane's Defence Weekly
30 August 2019

(https://www.janes.com/images/assets/772/90772/p1750220_main.jpg)
Rostec’s Rosoboronexport unveiled the Su-57E, an export variant of its only fifth-generation fighter aircraft, at MAKS 2019. Source: Rahul Udoshi

Rostec's Rosoboronexport unveiled the Su-57E, an export variant of its only fifth-generation fighter aircraft, at the 2019 MAKS international airshow being held in Zhukovskiy near Moscow on 27 August-1 September.

A Sukhoi Su-57E was displayed publicly for the first time with few details of its specifications or performance. Demonstration flights are being performed by baseline Su-57 aircraft.

A Rosoboronexport representative told Jane's that the Su-57E has state clearance for export and the latest aircraft is a priority in its business plans. Rosoboronexport is now hoping to begin initial discussions with undisclosed potential foreign customers. However, there are no formal requests to buy the aircraft from any countries so far, he added. He refused to comment further on programme status, aircraft weapon systems, specifications, and performance.

The single-seat Su-57E is a multirole fighter aircraft designed for a wide range of combat missions against air, ground, and maritime targets in all weather, day or night, and in a severe jamming environment. Its main features are multifunctionality, stealthy design, and automation. It has an improved passive and active protection and countermeasures system.

The twin-engine aircraft has extended supersonic flight mode with great manoeuvrability and can carry a wide range of weapons, including precision munitions. It has a short take-off and landing capability.

The Russian Air Force signed the first contract for the initial production batch of Su-57 (baseline or domestic variant) fighters in 2018. The first production unit is likely to enter service in the Russian Air Force in 2019-20. Russia says Su-57 weapons and subsystems have been tested in combat in Syria.

https://www.janes.com/article/90772/maks-2019-russia-unveils-export-variant-of-su-57
Título: Re: Sukhoi T-50(PAK-FA)
Enviado por: Cabeça de Martelo em Novembro 19, 2019, 12:45:30 pm
Título: Re: Sukhoi T-50(PAK-FA)
Enviado por: Cabeça de Martelo em Dezembro 21, 2019, 12:11:11 pm
(https://sun9-20.userapi.com/c206716/v206716501/1231e/jK3NLppeAzU.jpg)
Título: Re: Sukhoi T-50(PAK-FA)
Enviado por: goldfinger em Dezembro 23, 2019, 12:55:50 pm
Argelia interesada en 12 Su-57. :o

Al parecer han iniciado conversaciones para su adquisición.

https://twitter.com/kad_ghani/status/1209021756167655424?s=08__;!!OjemSMKBgg!yicyba4kOfdtBrIOTmsuu6CZRiSzBUb1tgeC0Gr2NTa3m7KQTUHHz5QTYuUCOE9LqXI$
Título: Re: Sukhoi T-50(PAK-FA)
Enviado por: FoxTroop em Dezembro 23, 2019, 01:26:53 pm
Argelia interesada en 12 Su-57. :o

Al parecer han iniciado conversaciones para su adquisición.

https://twitter.com/kad_ghani/status/1209021756167655424?s=08__;!!OjemSMKBgg!yicyba4kOfdtBrIOTmsuu6CZRiSzBUb1tgeC0Gr2NTa3m7KQTUHHz5QTYuUCOE9LqXI$

Não surpreende. Se a malta andasse a discutir o cerne das coisas em vez dos brinquedos acessórios, veria que a situação na Líbia está a levar a uma possível confrontação entre turcos e egípcios (que se estão a alinhar com os gregos para equilibrar a balança) e que a Argélia não vai aceitar uma zona de influência egípcia ou turca que a pode desestabilizar e, como tal, vai ser ela mesmo a "criar" uma zona tampão, visto que não há vazios de poder e não há razão onde não há força.
Nos próximos tempos creio que as aquisições militares argelinas irão aumentar em termos de quantidade e qualidade, assim como as do vizinho marroquino, embora estes por outras razões.
Título: Re: Sukhoi T-50(PAK-FA)
Enviado por: goldfinger em Dezembro 24, 2019, 06:38:12 am
UN CAZA SU-57 SE ESTRELLÓ EN EL ESTE DE RUSIA

Citar
El prometedor caza multifuncional ruso de quinta generación Su-57 (T-50) se estrelló por primera vez en el territorio de Jabarovsk. Según los informes, el piloto logró eyectarse, su vida y su salud no están en peligro. Fue evacuado en un helicóptero de transporte militar Mi-8.

El accidente ocurrió a 111 km del campo de aviación Dzemgi en la ciudad de Komsomolsk-on-Amur durante un vuelo de entrenamiento. El avión pertenece a la planta de aviación Komsomol. Gagarin, el avión no es militar.

Actualmente, la causa del accidente lo investiga un grupo especial.

«Dzemgi» es un aeródromo de base conjunta de aviación estatal y experimental (KnAAZ).

El Ministerio de Situaciones de Emergencia confirmó información sobre el accidente del avión.

El accidente ocurrió durante una prueba de motor. En el otoño, un caza explotó y se destruyó por completo. La búsqueda de cajas negras ya ha comenzado.

Antes del accidente de hoy con aviones de este tipo, solo se registraron dos incidentes, ambas veces en Zhukovsky, cerca de Moscú: en el 2011 en el show aéreo internacional MAKS y en 2014 en el aeródromo LII. Gromova

En el primer caso, cuando el T-50-2 aceleró, la audiencia vio un destello, luego de lo cual se soltó un paracaídas y el avión se detuvo dentro de la pista. En el segundo, durante el aterrizaje, se observó humo por encima de la toma de aire derecha, luego se inició un incendio, que se erradicó rápidamente. El caza fue reconstruido más tarde y volvió a las pruebas.
Título: Re: Sukhoi T-50(PAK-FA)
Enviado por: Vitor Santos em Março 25, 2020, 07:11:16 pm

1:23 min  :o
Título: Re: Sukhoi T-50(PAK-FA)
Enviado por: Lusitano89 em Abril 01, 2020, 03:37:12 pm