«Acabem com a Força Aérea» (Norte-americana)

  • 4 Respostas
  • 3122 Visualizações
*

Get_It

  • Investigador
  • *****
  • 1711
  • Recebeu: 191 vez(es)
  • Enviou: 435 vez(es)
  • +7/-1
«Acabem com a Força Aérea» (Norte-americana)
« em: Novembro 02, 2007, 01:18:14 am »
Recente a Força Americana Norte-americana (USAF) tem estado debaixo de fogo por causa das suas constantes birras e manias de querer controlar as aeronaves dos outros dois ramos norte-americanos [1] [2], por estar-se a dedicar mais aos bombardeamentos no Afeganistão, e por dar preferência apenas à compra de novos caças stealth [3] (F-22 e F-35) deixando de lado a modernização e a renovação da sua frota de aeronaves de ataque ao solo e de apoio ao solo [4] [5] (em especial as suas aeronaves A-10). Basicamente muitos críticos e analistas de defesa militar têm estado a observar as acções da USAF e a criticar o ramo pelo facto de não se ter adaptado aos cenários de counterinsurgency [6] que o Afeganistão e o Iraque têm vindo a despertar, mencionando ainda que o ramo vive neste momento uma paranóia em volta da China - quando mesmo alguns analistas militares da USAF, aquando conferências em academias militares, referiram-se à China como o seu próximo grande inimigo.

Ora bem, Robert Farley escreveu recentemente um artigo - Abolish the Air Force - onde mostra o seu apoio para acabar com este ramo das forças armadas norte-americanas, escrevendo inclusive que foi um enorme erro a criação do ramo em 1947. Outros analistas e especialistas de defesa comentaram o artigo de Farley, existindo actualmente uma discussão sobre o assunto. Achei muito interessante esta discussão e recomendo a leitura dos artigos.

Além dos artigos escritos pelos outros autores que comentam e respondem directamente ao principal artigo de Robert Farley, o blog War is Boring e Danger Room têm outros artigos interessantes sobre as dificuldades que a USAF está a passar no momento.

Cumprimentos,
:snip: :snip: :Tanque:
 

*

Daniel

  • Investigador
  • *****
  • 1217
  • Recebeu: 44 vez(es)
  • Enviou: 6 vez(es)
  • +56/-821
(sem assunto)
« Responder #1 em: Novembro 02, 2007, 04:59:01 am »
O homem só pode estar doente, USA sem força aérea :?  c34x
A Vida é um teste e uma incumbência de  confiança.
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 15126
  • Recebeu: 1048 vez(es)
  • Enviou: 983 vez(es)
  • +177/-170
(sem assunto)
« Responder #2 em: Novembro 02, 2007, 10:21:33 am »
Ainda ficavam com algumas das maiores "Forças Aéreas" do mundo a do US Navy, a do US Marine Corp e os helis do Exército. Provavelmente a USAAF devia realmente investir mais dinheiro onde há realmente necessidade (pelo menos por agora). Um F-22 pode muito pouco num cenário de guerra de insurreição/terrorismo como o do Iraque e do Afeganistão. Para isso um A-10 é muito superior.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 7555
  • Recebeu: 669 vez(es)
  • Enviou: 806 vez(es)
  • +105/-31
(sem assunto)
« Responder #3 em: Novembro 02, 2007, 06:32:40 pm »
Esses artigos dão sempre vontade de rir, já há algum tempo atrás havia um que era para acabar com a RAF...

E na minha opinião, os grandes executantes em guerras de contra-insurreição são as forças terrestres e o uso de helicopteros e aeronaves de apoio aéreo próximo.

É verdade que um F-22 ou um B-52 tem pouca utilidade numa guerra desse género, mas então também posso perguntar.
" Para que serve numa guerra de guerrilha um submarino nuclear com ogivas inter-continentais?"

Apesar das forças armadas estarem muito envolvidas nas guerras do Iraque e do Afeganistão, elas tem muitas outras responsabilidades.
Então Portugal também não precisa de caças, nem carros de combate, nem submarinos, basta infantaria, helicopteros e alpha jet para apoio aéreo.
 

*

JLRC

  • Investigador
  • *****
  • 2509
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +4/-42
(sem assunto)
« Responder #4 em: Novembro 02, 2007, 06:44:21 pm »
Citação de: "Daniel"
O homem só pode estar doente, USA sem força aérea :?  c34x


Penso que o que o homem propõe era voltarem ao status quo que existia antes da guerra de 39-45, com os aviões distribuidos pela Navy e o US Army. A quantidade de aviões seriam as mesmas, os utilizadores é que eram outros.
 

 

Componente aérea da Guarda Costeira de Cabo Verde

Iniciado por Miguel Silva Machado

Respostas: 1
Visualizações: 2010
Última mensagem Dezembro 02, 2005, 02:49:44 pm
por Cabeça de Martelo
Defesa aérea da Lituania

Iniciado por JLRC

Respostas: 0
Visualizações: 1180
Última mensagem Agosto 18, 2004, 04:47:51 pm
por JLRC
CAÇAS DE SUPERIORIDADE AÉREA

Iniciado por Instrutor

Respostas: 17
Visualizações: 9781
Última mensagem Junho 08, 2009, 03:39:54 pm
por nelson38899
Coreia do Norte vs Coreia do Sul - Forças Aéreas

Iniciado por BC304

Respostas: 26
Visualizações: 12585
Última mensagem Abril 09, 2015, 03:44:33 pm
por olisipo
Força Aérea, Alemanha, França,Inglaterra, TOPS Pesquisa

Iniciado por Heer.Skuda

Respostas: 2
Visualizações: 4601
Última mensagem Junho 19, 2007, 02:58:26 pm
por papatango