Arquipélago da Madeira: Notícias

  • 48 Respostas
  • 17565 Visualizações
*

André

  • Investigador
  • *****
  • 3570
  • Recebeu: 2 vez(es)
  • +15/-0
Arquipélago da Madeira: Notícias
« em: Setembro 02, 2007, 01:29:44 pm »
Expo Porto Santo com cerca de 120 empresas

Citar
Cerca de 120 empresas dispostas em mais de quatrocentos stands participam a partir de hoje na décima edição da Expo Porto Santo/Nautitur, a maior mostra do tecido empresarial da Ilha Dourada.

A iniciativa é organizada pela Associação Industrial e Comercial daquela ilha do arquipélago da Madeira e tem como novidade a participação do Menino Azul, o Emanuel Silva, a criança de 12 anos que sofre de Síndroma de Alagílle e Tetratologia e da sua mãe, Helena Silva, que irá pintar quadros com as mãos.
Das empresas participantes, envolvendo 16 sectores de actividade, 42 são do Porto Santo, 45 da Madeira, 36 são do continente e nove estrangeiras.

A mostra realiza-se este ano num novo espaço, o pavilhão multiusos do Porto Santo, dispondo de uma área de 5.400 metros quadrados e prolonga-se até 05 de Setembro.

A feira será inaugurada pelo presidente do Governo Regional da Madeira, Alberto João Jardim, que está a passar férias naquela ilha.

O programa prevê ainda a visita ao certame do presidente do Governo Regional de Príncipe, José Cassandra.

Inclui ainda uma série de colóquios informativos sobre «cozinha vegetariana, indiana e alimentação ortomolecular», «os apoios do Instituto Regional de Emprego para a criança de emprego» e «HACCP na restauração, hotelaria e indústria alimentar».

Animação musical, teatro, passagem de modelos, dança e actividades desportivas variadas foram também programadas.

Diário Digital / Lusa

Recorde de passageiros na ligação marítima Madeira-Porto Santo

Citar
O «Lobo Marinho», o ferry-boat que assegura ligações marítimas entre as ilhas da Madeira e de Porto Santo, bateu em Agosto o recorde de passageiros transportados, atingindo as 70.980 pessoas, segundo dados da empresa Porto Santo Line.

Este número evidencia a preferência dos madeirenses e até visitantes pela denominada Ilha Dourada para passar um período de férias.
O navio transportou uma média de 2.300 pessoas por dia e de 825 por viagem, efectuando 86 ligações, as mesmas que realizou em igual mês do ano passado.

No último mês, a Porto Santo Line, a empresa proprietária da embarcação que explora esta linha, emitiu cerca de 35.500 bilhetes, tendo disponibilizado 98.986 lugares, pelo que 71% da oferta foi comprada.

Em termos de receitas, a PSL terá arrecadado mais de dois milhões de euros em Agosto.

De Janeiro a Agosto, o Lobo Marinho transportou um total de 246.252 pessoas, mais 14.953 que em igual período de 2006, o que representa já um aumento de 6,5%.

Diário Digital / Lusa

 

*

André

  • Investigador
  • *****
  • 3570
  • Recebeu: 2 vez(es)
  • +15/-0
(sem assunto)
« Responder #1 em: Setembro 26, 2007, 11:48:34 pm »
Liberalização da rota aérea Madeira-Continente «atrasada»

Citar
O processo de liberalização da rota aérea Madeira-Continente, que o Governo anunciou que estaria concluído em Outubro, está «atrasado», devendo estar finalizado «até ao final de 2007», disse hoje fonte oficial do Ministério das Obras Públicas.

A 30 de Julho, no decurso da cerimónia de assinatura do contrato de concessão entre o Estado português e a SATA Air Açores para exploração dos serviços regulares nas rotas Funchal-Porto Santo e Porto Santo-Funchal, o secretário de Estado das Obras Públicas e Comunicações, Paulo Campos, anunciou que a rota aérea Madeira - Continente estaria integralmente liberalizada a partir de Outubro.
No entanto, fonte oficial do Ministério tutelado por Mário Lino disse à Lusa que o processo está «atrasado», uma vez que está «dependente da Comissão Europeia».

«A liberalização do espaço aéreo da Madeira está agora na Direcção-Geral da Concorrência, em Bruxelas, que já aprovou uma parte do processo, faltando ainda aprovar uma segunda parte», explicou a mesma fonte, adiantando que deve estar concluído «até ao final deste ano».

A aprovação da regulamentação da liberalização do transporte aéreo por parte da Comissão Europeia porá fim às actuais obrigações de serviço público no transporte entre o continente e a Madeira, actualmente assumidas pela TAP Air Portugal em code-share com a SATA.

Uma vez publicada a regulamentação o mercado ficará aberto aos operadores que se interessarem em trabalhar na rota doméstica Madeira - Continente, haverá mais concorrência na linha, redução de preços e uma maior dinamização na rota, considera o director regional de Turismo, Paulo Faria.

Actualmente, as viagens dos madeirenses são subsidiadas em 40% do valor do bilhete de avião, num máximo de 118 euros (ida e volta).

O utente madeirense, no entanto, continuará a beneficiar de um subsídio de 60 euros ida e volta que lhe passará a ser atribuído directamente e não à companhia aérea como actualmente funciona.

A companhia aérea de baixo-custo EasyJet, que passará a operar entre a Madeira e o Reino Unido a partir do próximo dia 29 de Outubro, já manifestou o seu interesse em operar nesta linha.

Diário Digital / Lusa

 

*

André

  • Investigador
  • *****
  • 3570
  • Recebeu: 2 vez(es)
  • +15/-0
(sem assunto)
« Responder #2 em: Setembro 27, 2007, 02:18:02 pm »
Funchal comemora hoje Dia Mundial do Turismo

Citar
O Dia Mundial do Turismo, que esta qunta-feira é comemorado no Funchal, vai ter como temas de destaque o transporte aéreo e as acessibilidades, áreas transversais, mas decisivas para o sector, disse à Lusa o secretário de Estado da tutela.

Bernardo Trindade sublinhou que o transporte aéreo e as acessibilidades são um factor «fundamental para um país que está numa das extremidades da Europa», e ainda mais relevante para as regiões autónomas, onde o turismo tem um peso crescente na contribuição para a riqueza gerada.
O Dia Mundial do Turismo é assinalado hoje em várias regiões do país, como o Algarve, mas as comemorações, a nível nacional, serão no Funchal, Madeira, contando com a participação do secretário de Estado do Turismo e da secretária Regional do Turismo e Transportes, Conceição Estudante.

A comemoração do Dia Mundial do Turismo é este ano dedicado às mulheres e ao seu papel no turismo, segundo o governante.

Por esse motivo, todas as mulheres receberão uma flor quando desembarcarem nos aeroportos de Lisboa, Porto e Faro.

Apesar das comemorações oficiais se realizarem na Região Autónoma da Madeira, o Dia Mundial do Turismo será assinalado também em todo o país, com entradas gratuitas nos museus.

Na Madeira, as comemorações oficiais passam pela deslocação de várias personalidades às escolas, para explicar a importância do turismo na região e garantir aos alunos que podem ter garantias de futuro no sector.

O dia será ainda marcado pela realização de um seminário sobre o tema «Transporte aéreo em regiões insulares», que contará com representantes da TAP, da SATA, da Easyjet, da ANA - Aeroportos de Portugal , do Grupo Tui e da Espírito Santo Viagens.

Passará ainda pela visita aos jardins do Imperador, que segundo Bernardo Trindade, «é um ícone da oferta cultural da madeira», e pela distribuição de medalhas de mérito a várias instituições e personalidades.

Este ano, as regiões que mais contribuíram para o crescimento de 12,2 por cento nas receitas do turismo até Julho foram o Alentejo e o Algarve, e o ministro da Economia e o secretário de Estado do sector esperam que o desempenho se mantenha até final do ano.

Bernardo Trindade considerou que a aposta do governo no turismo e a concentração da promoção nos principais mercados emissores de Portugal obteve bons resultados. Destacou o crescimento em mais de 16 por cento dos turistas oriundos de França, em 9 por cento os espanhóis e em 4,6 por cento os ingleses, sublinhando a inversão da tendência de descida que vinha sendo registada com a Alemanha.

A influência das companhias aéreas de baixo custo (low cost) nos resultados foi também destacada por Bernardo Trindade, que citou o crescimento do número de passageiros em 70% no Aeroporto Sá Carneiro (Porto), em 50% no de Lisboa e em 20% no de Faro.

Até ao final do ano, as perspectivas de crescimento para o sector são «muito positivas», afirmou Bernardo Trindade.

Para 2008, a grande aposta do governo vai ser a qualificação dos recursos humanos, a continuação do esforço para aligeirar processos de licenciamento de novas unidades hoteleiras e a dinamização dos fluxos de procura, entre os quais, o investimento na promoção e a captação de eventos.

Diário Digital / Lusa

 

*

André

  • Investigador
  • *****
  • 3570
  • Recebeu: 2 vez(es)
  • +15/-0
(sem assunto)
« Responder #3 em: Setembro 27, 2007, 02:39:53 pm »
EasyJet está interessada na rota Lisboa-Funchal

Citar
A easyJet continua interessada na rota Lisboa-Funchal e está disposta a «esperar o tempo que for necessário» até a liberalização do espaço aéreo da Madeira estar concluída, disse hoje fonte da companhia aérea de baixo-custo.
Segundo disse à Lusa fonte oficial do Ministério das Obras Públicas, o processo de liberalização da rota aérea Madeira-Continente, que o Governo anunciou que estaria concluído em Outubro, está «atrasado», devendo estar finalizado «até ao final de 2007».

No entanto, e apesar deste «atraso», a companhia aérea de baixo custo easyJet continua interessada nos voos para aquela região autónoma, motivo pelo qual vai «esperar o tempo que for necessário» até o processo de liberalização do espaço aéreo da Madeira estar concluído.

«O tempo que for necessário é o tempo que se espera», disse fonte da companhia aérea, adiantando que a easyJet está a analisar 15 aeroportos para começar a operar para o Funchal, sendo «o aeroporto da Portela uma das hipóteses» em estudo.

Já a partir de 29 de Outubro, a easyJet vai começar a operar duas rotas para o Funchal, à partida dos aeroportos de Stansted, em Londres, e de Bristol.

A 30 de Julho, no decurso da cerimónia de assinatura do contrato de concessão entre o Estado português e a SATA Air Açores para exploração dos serviços regulares nas rotas Funchal-Porto Santo e Porto Santo-Funchal, o secretário de Estado das Obras Públicas e Comunicações, Paulo Campos, anunciou que a rota aérea Madeira - Continente estaria integralmente liberalizada a partir de Outubro.

Contudo, fonte oficial do Ministério tutelado por Mário Lino disse à Lusa que o processo está «atrasado», uma vez que está «dependente da Comissão Europeia».

«A liberalização do espaço aéreo da Madeira está agora na Direcção-Geral da Concorrência, em Bruxelas, que já aprovou uma parte do processo, faltando ainda aprovar uma segunda parte», explicou a mesma fonte, adiantando que deve estar concluído «até ao final deste ano».

As companhias aéreas TAP, SATA e Portugália asseguram os voos entre o Continente e a Madeira, recebendo do Estado um subsídio por cada passageiro residente na Madeira ou estudante que se desloque entre estes dois destinos.

Actualmente, as viagens dos madeirenses são subsidiadas pelo Governo em 40 por cento do valor do bilhete de avião, num máximo de 118 euros (ida e volta).

O novo modelo assenta na atribuição de um subsídio fixo de 60 euros de uma viagem ida e volta entre o Continente e a Madeira aos residentes e estudantes, cujo pagamento será feito posteriormente através dos CTT, pagando o passageiro ao operador o preço total da tarifa.

Contactada pela Lusa, fonte oficial da TAP disse que a companhia aérea «acolheu com agrado» este novo modelo, afirmando que se trata de uma «alteração da metodologia» de atribuição dos subsídios que «não prejudica» a empresa e que torna o processo «mais transparente».

Diário Digital / Lusa

 

*

André

  • Investigador
  • *****
  • 3570
  • Recebeu: 2 vez(es)
  • +15/-0
(sem assunto)
« Responder #4 em: Outubro 22, 2007, 06:56:36 pm »
Vinho da Madeira vai ser promovido em 5 cidades europeias

Citar
O Instituto do Vinho Madeira promove a partir de terça-feira uma série de provas profissionais em Londres, Paris, Viena, Berlim e Innsbruck, com o objectivo de divulgar esta produção regional e revitalizar os mercados.

Uma nota hoje divulgada pelo IVBAM (Instituto do Vinho, Bordado e Artesanato da Madeira) refere que o périplo começa em Londres, seguindo-se Paris (24 Outubro), Berlim (05 Novembro), Viena (07 Novembro) e Innsbruck (08 Novembro).

As provas profissionais de vinho nas quatro capitais europeias terão lugar nas respectivas embaixadas de Portugal, sendo que na Innsbruck será num hotel da cidade, apoiado pelo consulado português, tendo por objectivo reforçar a notoriedade e presença do Vinho Madeira nestes mercados de exportação.

A mesma informação acrescenta que o programa visa divulgar e promover o Vinho Madeira junto de um público-alvo restrito, incluindo jornalistas, importadores, escanções, membros de clubes de vinhos, e terá uma vertente gastronómica.

Contará com a participação de vários representantes de diferentes exportadores, que apresentarão não só vinhos já disponíveis no mercado, mas outros que farão a «estreia».

As provas terão ainda a apresentação do enólogo madeirense Francisco Albuquerque, que foi eleito o «Fortified Winemaker of the Year» pelo segundo ano consecutivo.

A informação destaca a acção em Paris, durante a qual serão propostas várias combinações dos diferentes tipo de Vinho Madeira com canapés típicos da gastronomia francesa, seguindo-se um cocktail para 200 pessoas.

Realça igualmente a potencialidade de crescimento no mercado austríaco, onde a aposta é na revitalização.

Em termos de importância na exportação, no que diz respeito aos mercados abrangidos pelo programa, em primeiro lugar surge a França com cerca de 970 mil litros, a que corresponde mais de 2,6 milhões de euros, seguindo-se a Grã-Bretanha com 377 mil litros (2,1 milhões de euros), a Alemanha (286 mil litros/mais de 900 mil euros e a Áustria (23 mil litros/ 82 mil euros).

Estas acções estão incluídas no Plano Promocional de Vinho Madeira, um projecto cofinanciado em 65 por cento por fundos comunitários (Feder), no âmbito do POPRAM III, refere a mesma nota.

Diário Digital / Lusa

 

*

André

  • Investigador
  • *****
  • 3570
  • Recebeu: 2 vez(es)
  • +15/-0
(sem assunto)
« Responder #5 em: Outubro 22, 2007, 07:23:43 pm »
Governo regional quer «construir» 4 lagoas até 2011

Citar
O secretário regional do Ambiente e Recursos Naturais espera que até ao final de 2011 a Madeira tenha quatro grandes lagoas de retenção e armazenamento das águas das chuvas, para enfrentar problemas de escassez devido às alterações climáticas.

Manuel António Correia preside na próxima terça-feira, nas Águas Mansas, freguesia da Camacha, à cerimónia de lançamento da primeira pedra da construção da primeira deste conjunto de lagoas.

Esta lagoa destina-se ao armazenamento de águas superficiais provenientes da ribeira da Boaventura e transportadas pela levada dos Eiroses.

A lagoa terá uma capacidade máxima de 214.500 metros cúbicos e a água armazenada garantirá o reforço ao abastecimento público de água potável às zonas altas da freguesia de Santo António da Serra.

Também servirá para a reposição de caudais ao regadio do lanço Sul do Canal dos Tornos, na eventualidade de supressão de água desse canal para reforço do abastecimento público de água potável aos concelhos do Funchal e Santa Cruz, durante o período mais crítico do Verão.

A estas seguir-se-ão a construção de lagoas na Portela e no Paúl da Serra e à recuperação da existente no Santo da Serra.

«Com estas lagoas teremos, directa ou indirectamente, todos os concelhos a Sul beneficiados de água para rega e com valência para consumo humano», disse à Lusa Manuel António Correia.

Para o secretário regional, estas lagoas são «absolutamente estruturantes e decisivas para a Madeira» e permitirão «preparar a Região para o fenómeno das alterações climáticas».

Um estudo encomendado pela Secretaria Regional do Ambiente e dos Recursos Naturais sobre impactos e opções de adaptação às alterações climáticas na Madeira apontam para a possibilidade de ocorrer uma «redução da disponibilidade de água à escala anual».

O estudo foi encomendado ao Instituto de Ciência Aplicada e Tecnologia da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa.

«As projecções apontam para uma redução significativa do volume de água disponível anualmente para a recarga e para o escoamento superficial de 30 por cento até 2050 e 40 por cento a 50 por cento até ao final do século», salienta o estudo, coordenado pelo professor Filipe Duarte Santos.

Diário Digital / Lusa

 

*

André

  • Investigador
  • *****
  • 3570
  • Recebeu: 2 vez(es)
  • +15/-0
(sem assunto)
« Responder #6 em: Outubro 24, 2007, 10:39:08 pm »
Low-cost Aer Lingus inicia ligações Dublin-Funchal no próximo sábado

Citar
A companhia aérea irlandesa de baixo custo (low-cost) Aer Lingus inicia no próximo sábado a ligação directa bissemanal entre Dublin e a Madeira, anunciou a Associação de Promoção da Madeira (APM).
 
Estas novas frequências, com um Airbus 320 com capacidades para 174 passageiros, estender-se-ão até 29 de Março de 2008, mas a APM prevê, no entanto, que possam também manter-se no Verão desse ano.

Os voos serão efectuados aos sábados e às terças-feiras com saída de Dublin às 06:40 e chegada à Madeira às 10:40.

A partida da Madeira tem lugar às 11:30 com chegada a Dublin às 15:30.

A Aer Lingus foi fundada pelo governo inglês em 1936 e serve quase 70 destinos na Europa, Estados Unidos e Médio Oriente, adianta a nota informativa.

Actualmente, a empresa desenvolve um modelo de negócio de companhia "low cost", realizando mais de 70 por cento das suas vendas através do website www.aerlingus.com.

O mercado inglês foi responsável por 45.517 dormidas na hotelaria madeirense em 2006, tendo já registado 27.963 dormidas durante o primeiro semestre de 2007, o que representa um crescimento de 11,6 por cento em comparação com o mesmo período de 2006.

A concretização desta ligação directa entre a Irlanda e a Madeira é o "culminar de um trabalho conjunto entre a Direcção Regional de Turismo, a Associação de Promoção e os Aeroportos da Madeira", sublinha o comunicado.

À chegada do voo inaugural, a companhia aérea e os seus passageiros serão recebidos com o tradicional "aircraft shower", a actuação de um rancho folclórico, a oferta de flores e miniaturas de vinho Madeira, a distribuição de conjunto de brochuras sobre a Região e de vales de desconto para museus e outras actividades.

RTP / Lusa

 

*

André

  • Investigador
  • *****
  • 3570
  • Recebeu: 2 vez(es)
  • +15/-0
(sem assunto)
« Responder #7 em: Outubro 26, 2007, 08:34:32 pm »
Jardim lamenta que "dimensão nacional" da Zona Franca não seja reconhecida por políticos portugueses

Citar
O presidente do Governo Regional da Madeira, Alberto João Jardim, lamentou hoje que a "dimensão nacional" do Centro Internacional de Negócios da Madeira (CINM) não seja reconhecida por responsáveis políticos de Portugal, numa alusão às desconfianças e dificuldades burocráticas criadas pelos sucessivos governos ao longo dos 20 anos da praça madeirense.

Alberto João Jardim presidiu, hoje, à cerimónia evocativa do 20º aniversário da Sociedade de Desenvolvimento da Madeira (SDM), empresa concessionária do CINM.

"É pena que muitos responsáveis deste país - e dos irresponsáveis, que são muitos, não vale a pena falar - é pena que não reconheçam plenamente a dimensão nacional do programa político-económico que o Centro Internacional da Madeira consubstancia", declarou.

O governante madeirense lamentou ainda os vários bloqueios com que o CINM se viu confrontado aos logo destes 20 anos de actividade "por causa da suspeição provinciana em vários meios nacionais, pelo facto de se tratar de autoria, origem e localização insulares e, politicamente, de uma iniciativa da Madeira Autónoma".

"Exemplo disto - enumerou - são os casos do "Pagamento Especial por Conta" e do aumento da taxa do IVA, duas situações que, inadmissível, incompetente e ruinosamente, de maneira drástica, afectam a confiança dos operadores económicos e dos mercados no Centro Internacional, bem como estrangulam directamente a competitividade internacional da Região Autónoma da Madeira".

Por isso defendeu que a Madeira "não abdicará de conquistar os meios constitucionais, legais e institucionais, para definir e conduzir uma política que seja de facto autónoma, designadamente também nos planos económico e fiscal".

"Uma política que, concretizando o princípio da unidade diferenciada no seio nacional, de uma vez por todas, permita ao povo madeirense, encontrar as suas soluções próprias, que se coadunam com as realidades regionais e com a satisfação sócio-económica das suas necessidades", disse ainda.

O presidente do Conselho de Administração da SDM, Francisco Costa, fez uma resenha histórica da criação do CINM tendo salientado que o caminho percorrido "não foi, contudo, isento de obstáculos em muitos casos despropositados, inoportunos e dispensáveis.

"Sabe-se como os processos que comportam um elevado índice de inovação - e este foi certamente o caso - e mesmo que não contendam com legítimos interesses de terceiros - esta também foi e é a situação existente - têm uma forte propensão para provocar dúvidas, interrogações e resistências primárias, na maioria das vezes geradas por atavismos culturais, desconhecimento de causa, insensibilidade perante realidades económicas e sociais em mutação ou mera fixação em rotinas burocráticas, processuais ou administrativas", sublinhou.

Para Francisco Costa, "o Centro Internacional teria hoje seguramente atingido patamares mais elevados de desenvolvimento com ainda maiores efeitos positivos na Região caso este fenómeno de dificuldades internas artificialmente criadas tivesse tido menor expressão".

Criada em 1984, a SDM viu-lhe ser atribuída, em 1987, a adjudicação da concessão da exploração da Zona Franca da Madeira em regime de serviço público por um prazo de 30 anos.

De acordo com dados de Setembro deste ano, nas suas quatro componentes - zona franca industrial, serviços internacionais, serviços financeiros e registo internacional de navios - as empresas sedeadas no CINM totalizam um capital social de 11,176 mil milhões de euros, através de 3.716 sociedades.

É ainda responsável pela criação de três mil empregos nas suas várias vertentes, 772 dos quais na Zona Franca Industrial cujas 47 empresas representam um investimento de 157 milhões de euros.

Diplomas comemorativos a empresas e a distinção de algumas personalidades marcaram ainda a sessão comemorativa dos 20 anos da SDM.

Lusa

 

*

André

  • Investigador
  • *****
  • 3570
  • Recebeu: 2 vez(es)
  • +15/-0
(sem assunto)
« Responder #8 em: Outubro 27, 2007, 07:57:27 pm »
Mais de 2.500 lugares em voos semanais que ligam a Madeira a cinco capitais europeias

Citar
Quatro companhias aéreas estrangeiras garantem a partir de hoje uma oferta de mais 2.500 lugares semanais para a Madeira, com cinco novas ligações a cidades da Europa, destaca uma nota distribuída pelos Aeroportos da Madeira.

No Aeroporto do Funchal aterrou hoje o primeiro destes voos, um Airbus 320 da Aer Lingus, a companhia que efectuará uma ligação directa bissemanal entre Dublin e a Madeira.

O avião chegou com a lotação esgotada (174 passageiros) e foi recebido com o tradicional "aircraft shower" (banho).

Esta ligação entre a capital irlandesa e a Madeira acontece devido a um trabalho conjunto entre a direcção regional do Turismo, a Associação de Promoção e os Aeroportos da Madeira na divulgação da Região.

O responsável pela Associação de Promoção da Madeira, Oto Oliveira, destacou que "é importante para a Madeira o mercado irlandês que está a crescer em termos turísticos na Europa, o poder de compra dos irlandeses tem vindo a crescer muito nos últimos anos e a economia daquele país está fantástica".

"Achamos que é fundamental para a Madeira captar este novo mercado que também vai aumentar o Inverno, vai trabalhar com produtos interessantes, nomeadamente o golfe, sendo que os irlandeses são adeptos e vão maravilhar-se com os nosso campos de golfe", realçou.

O mercado irlandês representou, em 2006, cerca de 45.500 dormidas na hotelaria madeirense, tendo registado cerca de 28 mil durante o primeiro semestre deste ano, o que representa um crescimento de 11,6 por cento.

Esta operação da companhia irlandesa para a Madeira está programada às terças-feiras e sábados, até 29 de Março de 2008, podendo prolongar-se durante o Verão.

Dublin-Madeira é assim a primeira de um conjunto de ligações directas que se iniciam, estando previstas novas operações de carácter regular directo com outros cidades europeias, designadamente Bristol, Londres, Copenhaga e Edimburgo.

Segunda-feira, acontece a estreia da Easyjet que ligará diariamente a Madeira ao aeroporto londrino de Stansted e a Bristol, todas as segundas, quintas e sábados, utilizando um Airbus A319.

Neste mesmo dia regressa a Sterling, que assegurará uma nova linha entre a região e Copenhaga (Dinamarca), todas as segundas-feiras, com um Boeing B737.

A partir de 05 de Novembro será a vez da companhia escocesa Flyglobespan que passará a efectuar um voo directo desde a cidade de Edimburgo.

Por seu turno, o operador turístico Itaka vai garantir às sextas-feiras uma ligação com a capital da Polónia, Varsóvia.

Lusa

 

*

André

  • Investigador
  • *****
  • 3570
  • Recebeu: 2 vez(es)
  • +15/-0
(sem assunto)
« Responder #9 em: Outubro 28, 2007, 06:59:22 pm »
Madeira precisa de 30 milhões de euros para não perder ajuda comunitária para a agricultura

Citar
O secretário regional do Ambiente e Recursos Naturais da Madeira, Manuel António Correia, alerta que o arquipélago precisa de arranjar 30 milhões de euros para poder cumprir os investimentos na agricultura do pacote financeiro 2007-2013, devido à nova Lei de Finanças Regionais.

Essa necessidade advém do facto de, na anterior Lei de Finanças, a componente nacional (15 por cento) dos programas comunitários para a agricultura era da responsabilidade do Estado e que, agora, face à nova Lei de Finanças, passou a ser da incumbência do Orçamento Regional.

Manuel António Correia diz-se satisfeito com os apoios da União Europeia para a agricultura madeirense, que passaram de 110 milhões de euros do III Quadro Comunitário de Apoio para 175 milhões de euros no actual, mas condena a posição do Governo da República, que "porta-se mal com a Madeira", disse à agência Lusa.

Adiantou ainda que o Governo da República tem também uma dívida de 30 milhões de euros para com a Madeira por ter decidido que não suportaria a componente nacional dos apoios comunitários nos programas agrícolas, assumidos pelos anteriores governos de Durão Barroso e Pedro Santana Lopes mas que igualmente não foram pagos por estes.

"Vamos colocar o Estado em Tribunal, já contactamos advogados", referiu.

"A Madeira já perdeu 30 milhões do Quadro Comunitário de Apoio anterior que este governo não quis suportar e prepara-se para ser penalizada em mais 30 milhões de euros pelo facto da nova Lei das Finanças imputar à Região os outros 15 por cento necessários para concretizar os investimentos do pacote agrícola", concluiu.

O presidente do Governo Regional, Alberto João Jardim, inaugura amanhã duas explorações agrícolas no concelho de Santana.

Lusa

 

*

André

  • Investigador
  • *****
  • 3570
  • Recebeu: 2 vez(es)
  • +15/-0
(sem assunto)
« Responder #10 em: Novembro 11, 2007, 08:37:08 pm »
Madeira concede 666 mil euros para promover turismo

Citar
O Governo Regional concedeu à Associação de Promoção da Região Autónoma da Madeira (APRAM) uma comparticipação de 666 mil euros para promover os mercados emissores que registaram um decréscimo de procura turística e que indiciam potencialidades de crescimento.

As campanhas a desenvolver pela APRAM, determina uma Resolução do Governo Regional da Madeira, consistem na escolha de meios e «lay-outs» adequados «a alterar a percepção do mercado sobre o destino Madeira mostrando o potencial de novos produtos e apresentando outros segmentos de procura, divulgando, assim, um destino activo, moderno, jovem e com actividades para todos».

Este protocolo vigorará até 30 de Março de 2008.

Diário Digital / Lusa

 

*

André

  • Investigador
  • *****
  • 3570
  • Recebeu: 2 vez(es)
  • +15/-0
(sem assunto)
« Responder #11 em: Novembro 12, 2007, 07:03:12 pm »
Jardim inaugura obras no valor de 18 M€

Citar
O presidente do Governo Regional da Madeira, Alberto João Jardim, inaugura esta semana duas obras no valor de 18 milhões de euros nos concelhos de São Vicente e de Santa Cruz.
As inaugurações dizem respeito à obra de recuperação e ampliação do lanço Norte do sistema de aproveitamento dos Tornos, na Boaventura, em São Vicente (4,5 milhões de euros) e a Estação de Transferência da Zona Leste (ETZL) e a Estação de Triagem (ET), no Porto Novo, em Santa Cruz (13,5 milhões de euros).

O sistema de aproveitamento dos Tornos, construído na década de 1950, é a principal origem de água do eixo Funchal - Machico , onde se concentra 90 por cento da população e se implantam as principais actividades sócio-económicas regionais.

Nele se integram cerca de 70 quilómetros de canal em túnel ou a céu aberto que captam e transferem, para reforço do abastecimento público e do regadio na orla costeira Sudeste da ilha da Madeira, caudais superficiais captados em altitude nas bacias hidrográficas dos concelhos de São Vicente e Santana.

Os trabalhos a cargo da Investimentos e Gestão de Água incidiram na ampliação e recuperação das infraestruturas de captação e de transporte deste sistema , localizados na encosta norte da Madeira, entre a Ribeira João Fernandes e a Fajã das Nogueiras.

A ETZL e a ET constituem duas das instalações do Sistema de Transferência e de Triagem de Resíduos da RAM, que engloba ainda o Centro de Processamento de Resíduos sólidos do Porto Santo e a Estação de Transferência da Zona Oeste.

Estes equipamentos integram-se num projecto global destinado ao tratamento e valorização de resíduos sólidos, na Região Autónoma da Madeira, que corresponde a um investimento global de cerca de 153 milhões de euros co-financiado em 66,7 por cento pelo Fundo de Coesão da União Europeia.

Diário Digital / Lusa

 

*

André

  • Investigador
  • *****
  • 3570
  • Recebeu: 2 vez(es)
  • +15/-0
(sem assunto)
« Responder #12 em: Novembro 13, 2007, 03:35:47 pm »
Tráfego aéreo sobe 13%, com operadoras low-cost

Citar
O número de passageiros a viajar para a Madeira aumentou 13% em Novembro graças às companhias aéreas de baixo custo (low-cost), disse à agência Lusa o secretário de Estado do Turismo, Bernardo Trindade.

«Os primeiros indicadores mostram uma evolução de 13% e queremos que esta dinâmica se acentue«, afirmou segunda-feira Bernardo Trindade, em declarações à agência Lusa à margem do salão de turismo World Travel Market.

O aeroporto do Funchal recebeu a 29 de Outubro o primeiro voo regular da Easyjet, que opera actualmente ligações low-cost a partir do aeroporto londrino de Stansted e da cidade de Bristol, no sul de Inglaterra.

A Easyjet liga diariamente a Madeira ao aeroporto londrino de Stansted e a Bristol todas as segundas, quintas e sábados.

Alguns dias antes, tinha sido a vez da transportadora irlandesa Aer Lingus iniciar os voos bissemanais entre Dublin e a Madeira, enquanto a dimarquesa Sterling opera um voo semanal às segundas-feiras entre Copenhaga e o Funchal.

A partir de sexta-feira, será a vez das transportadoras Prima Charter e Eurocypria iniciarem viagens semanais entre Varsóvia e Madeira, enquanto a Flyglobespan, uma low-cost escocesa, fará o mesmo a partir de Edimburgo.

Diário Digital / Lusa

 

*

André

  • Investigador
  • *****
  • 3570
  • Recebeu: 2 vez(es)
  • +15/-0
(sem assunto)
« Responder #13 em: Novembro 20, 2007, 03:43:05 pm »
Liberalização da rota Madeira-Continente concluída até Março

Citar
O processo de liberalização da rota aérea Madeira-Continente deverá estar concluído até Março de 2008, estando agora dependente do aprovação da Comissão Europeia para as ajudas de Estado, afirmou hoje o secretário de Estado das Obras Públicas.

«Ainda no Inverno IATA (período entre o último fim-de-semana de Outubro e o último fim-de-semana de Março) a liberalização [da rota aérea entre a Madeira e o Continente] será conseguida», afirmou Paulo Campos, à margem da conferência «Diálogo com a Indústria Europeia do Transporte Aéreo sobre Capacidade Aeroportuária», que decorre até quarta-feira, em Lisboa.

Segundo explicou o governante, «a liberalização da rota já foi autorizada pela Comissão Europeia», estando agora o Governo português a aguardar a autorização para atribuir aos passageiros os 60 euros referentes às ajudas de Estado, uma vez que a aprovação da regulamentação da liberalização do transporte aéreo porá fim às actuais obrigações de serviço público no transporte entre o continente e a Madeira, actualmente assumidas pela TAP Air Portugal em code-share com a SATA.

Actualmente, as viagens dos madeirenses são subsidiadas em 40 por cento do valor do bilhete de avião, num máximo de 118 euros (ida e volta).

Com a liberalização, o utente madeirense beneficiará de um subsídio de 60 euros ida e volta que lhe passará a ser atribuído directamente e não à companhia aérea como actualmente funciona.

«Deixamos de pagar às companhias aéreas para pagar aos passageiros, o que permite que os passageiros possam escolher a companhia aérea em que pretendam viajar«, explicou Paulo Campos.


Diário Digital / Lusa

 

*

André

  • Investigador
  • *****
  • 3570
  • Recebeu: 2 vez(es)
  • +15/-0
(sem assunto)
« Responder #14 em: Novembro 23, 2007, 09:26:50 pm »
400 mil lâmpadas e milhares de metros de mangueiras luminosas iluminam o Funchal do mar à serra

Citar
Cerca de 400 mil lâmpadas e 120 mil metros de mangueiras luminosas enchem a partir de hoje o Funchal de luz e cor, desde o mar às montanhas, no mais importante cartaz turístico da Madeira.

A secretaria regional do Turismo e Transportes investiu cerca de 5,2 milhões de euros nas Festas de Natal e Fim-de-Ano, um programa que se prolonga até 07 de Janeiro e traz à Madeira milhares de turistas e emigrantes.

Os motivos usados na iluminação da cidade apresentam algumas inovações, que vão desde os desenhos a três dimensões a figuras completamente novas executadas pela empresa do Grupo Siram.

Um corredor de luz desenha todo o litoral da baía da capital madeirense, a Avenida do Mar e das Comunidades Madeirenses, sobressaindo no cais da cidade um grande pinheiro, ladeado por fitas com estrelas.

No porto do Funchal as caravelas dos Descobrimentos "navegam" em luz.

Subindo até à Sé da cidade, anjos tridimensionais preenchem o largo da catedral, e ao longo da rua do Aljube há novos motivos relacionados com o presépio.

Uma das principais artérias, a Fernão de Ornelas, está ornamentada com grandes cestos com frutos, ligados por flores, que conduzem até ao Mercado dos Lavradores.

Um tecto de luz dando a ilusão de um céu estrelado com presentes suspensos foi colocado na rua Câmara Pestana, perto do largo do Colégio, praça onde estão duas gigantescas árvores de Natal iluminadas e com laços.

As decorações das ribeiras da cidade constituem um elemento único, e este ano na de João Gomes podem ser vistos sinos também a três dimensões, enquanto na de Santa Luzia as bolas de Natal iluminam as margens e as pontes.

Os novos motivos chegam também ao jardim do Palácio de São Lourenço, onde foi colocado um presépio tradicional, com um grande Menino Jesus no topo das escadas cujos degraus são decorados com frutos.

Noutra artéria da cidade estão representados aspectos relacionados com o Inverno, como os flocos de neve.

Hoje as luzes acendem-se apenas na Baixa da cidade, uma medida que visa dinamizar o comércio tradicional, mas a 30 de Novembro, o manto de luz estende-se aos arredores, transformando a cidade, desde o mar até à montanha, naquilo que é descrito como um gigantesco presépio.

A 07 de Dezembro, data do arranque oficial da Festa, a cidade ganha uma animação diferente, envolta num cenário natalício criado nas principais placas da avenida Arriagada, largo da Restauração, Assembleia e Jardim Municipal.

Quadros vivos do tradicional Natal madeirense e actuações de vários grupos musicais são uma constante, animação que se estende até à noite do Fim-de-Ano com o conhecido espectáculo de fogo de artifício na baía do Funchal e culmina a 07 de Janeiro, dia em que se apagam as luzes.

Lusa

 

 

Estaleiros Navais de Viana do Castelo: Notícias

Iniciado por Marauder

Respostas: 11
Visualizações: 4644
Última mensagem Maio 13, 2008, 10:27:57 am
por P44
Espírito Santo Turismo: Notícias

Iniciado por Marauder

Respostas: 0
Visualizações: 1232
Última mensagem Julho 29, 2006, 03:28:00 pm
por Marauder
Sonae Indústria: Notícias

Iniciado por Marauder

Respostas: 4
Visualizações: 1549
Última mensagem Julho 29, 2006, 09:33:44 am
por Marauder
Jerónimo Martins: Notícias

Iniciado por Marauder

Respostas: 1
Visualizações: 1353
Última mensagem Junho 27, 2006, 03:39:14 pm
por Marauder
Sonae Sierra: Notícias

Iniciado por Marauder

Respostas: 4
Visualizações: 1950
Última mensagem Julho 18, 2006, 08:42:56 pm
por Marauder