Rangers, Comandos, Paras, etc

  • 3867 Respostas
  • 716248 Visualizações
*

LM

  • Especialista
  • ****
  • 1004
  • Recebeu: 171 vez(es)
  • Enviou: 929 vez(es)
  • +143/-3
Re: Rangers, Comandos, Paras, etc
« Responder #3840 em: Fevereiro 26, 2020, 12:10:44 pm »
Interessante o "irmos por partes", há de facto 2 tradições e 2 capacidades/ objectivos diferentes - os EUA/Rússia (/China) consideram unidade "divisão", talvez os restantes (RU, França, PT...) vejam unidades escalão batalhão de infantaria ligeira (pára-quedista, de elite)...

É similar aos Fuzileiros: dos USMC aos RM Comando há uma diferença de objectivos que tudo altera.     
Quidquid latine dictum sit, altum videtur
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 15449
  • Recebeu: 1152 vez(es)
  • Enviou: 1103 vez(es)
  • +187/-173
Re: Rangers, Comandos, Paras, etc
« Responder #3841 em: Fevereiro 26, 2020, 02:15:14 pm »
Como diria o tio Hannibal… vamos por partes.

Tanto os Soviéticos/Russos como os Alemães tiveram uma grande experiência bélica que moldou a sua forma de ver a guerra, neste caso estou a falar da 2ª GM. Foi por isso que depois da dita guerra, a mecanização de todo o Exército foi algo muito procurado e onde eles investiram fortemente.

Já nós, os Norte-Americanos, os Britânicos, os Franceses, etc; tivemos toda uma série de conflitos onde a Infantaria Ligeira de Assalto era rainha e senhora.
Recentemente e devido ao aumento das ameaças convencionais (China e Rússia), o Exército Norte-Americano resolveu eliminar as grandes limitações deste tipo de tropas. Se por um lado estas forças podem ser projectadas rapidamente e a distâncias consideráveis, por outro, uma vez desembarcadas têm uma mobilidade tática limitada e o poder de fogo também ele é reduzido.

Por causa disso eles estão em pleno processo de aquisição dos “Infantry Squad Vehicle”, viaturas essas capazes de transportar rapidamente toda uma Secção de Atiradores Paraquedistas (9 elementos).



Por outro lado, para resolver a questão do poder de fogo, eles reactivaram um Batalhão na 82ª Airborne Division, equipando-a com LAV-25 do USMC. Isto é uma experiência que se bem sucedida, pode ser replicada nas restantes Divisões Ligeiras.



https://www.armytimes.com/news/your-army/2018/10/30/reactivated-unit-gives-82nd-airborne-an-armored-component-that-packs-a-marine-corps-style-punch/

Para além disso têm também um programa para a aquisição de Mobile Protected Firepower (MPF). Esta viatura deve ser capaz eliminar bunkers e outras fortificações, atacar forças inimigas dando apoio directo às unidade Paraquedistas/Infantaria Ligeira. O objectivo é que um C-17 seja capaz de transportar dois MPFs e coloca-los no TO usando para isso uma aterragem de assalto.


Por outro lado temos o caso Alemão, que como já tinha mencionado, tem sempre em linha de conta o combate contra forças fortemente mecanizadas. Por isso é que entra em jogo o Wiesel, viatura ligeira, a lagartas, com alto poder de fogo. Graças a esta viatura é possível o Batalhões Paraquedistas Alemães terem um alto poder de fogo de apoio. Para além disso graças ao Mungo ESK podem transportar tanto homens como material rapidamente no TO.








É digamos uma versão muito mais ligeira de Aeromecanização se comparar-mos com o modelo Russo.
« Última modificação: Fevereiro 26, 2020, 02:28:40 pm por Cabeça de Martelo »
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 2083
  • Recebeu: 465 vez(es)
  • Enviou: 96 vez(es)
  • +95/-30
Re: Rangers, Comandos, Paras, etc
« Responder #3842 em: Fevereiro 26, 2020, 05:16:12 pm »
A mim parece-me que devíamos optar por um misto de ambas as doutrinas, mais concretamente olhando para a utilidade do Wiesel 1 e 2.
Ora a mim parece-me que é um tipo de veículo que oferece a mobilidade todo-terreno dos M-113, o poder de fogo de um IFV e custos inferiores a ambos, além, claro, das sua pequenas dimensões e tripulação reduzida (na versão MK-20 apenas 2 por exemplo), o que favorece e muito um Exército com poucos efectivos. A capacidade de ser transportado numa quantidade algo elevada num C-130/C-390 é muito favorável, sendo, neste aspecto, um veículo único (um C-130 pode apenas transportar 3 ST5, e habitualmente "despidos" da arma e torre blindada, enquanto que pode transportar 4 Wiesel sem necessidade de remover sistemas), e também pode ser transportado em carga suspensa por um Merlin, o que é igualmente vantajoso e impressionante. Este veículo podia assim ser empregue em virtualmente qualquer parte do país, inclusive ilhas, sem qualquer problema, e obviamente em qualquer parte do mundo em que tenhamos militares.

Quanto às unidades em Portugal que poderiam ter veículos destes, ora podíamos colocar de várias formas: criar uma divisão aerotransportada própria na BRR, que não limita o seu emprego apenas como veículo de apoio aos Paras, mas também aos Comandos e OEs. Podíamos obviamente limitar o seu uso, provavelmente em número reduzido, aos Paras. Podíamos também reforçar o ERec da BrigMec com meios destes, cujas suas dimensões (e blindagem que não será muito pior que a dos M-113, sendo no entanto alvos mais pequenos) são uma clara vantagem para esta função.

As versões que eu penso que mais falta fariam, obviamente a versão base com o canhão de 20mm, versão TOW, a Aufklarung de reconhecimento, e na versão Wiesel 2, a versão AA e respectivo veículo radar e veículo posto de comando (que muita falta fazem na BrigMec e não só), e versão Porta Morteiro 120 mm e respectivos veículos de apoio. Não me vou prolongar em quantidades, porque é sempre relativo às necessidades e unidades que equipariam.

No caso concreto da BrigMec, o seu ERec bem podia receber algo deste género, ao invés de se usarem M-113 (maiores, antiquados e sem sensores/armamento moderno). Não só a versão de reconhecimento seria uma mais valia pelo uso dos seus sensores ópticos, como a de 20mm permitia um poder de fogo maior, como a versão com o TWO teria um emprego muito mais seguro por ser um veículo mais móvel e discreto que o M-113. A versão AA seria claro uma mais valia, pois além do uso do radar de busca aérea se adequar à missão de reconhecimento, permitia dotar o ERec, que também opera alguns dos valiosos Leopard, de alguma capacidade de defesa aérea de ponto.
 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 6882
  • Recebeu: 385 vez(es)
  • Enviou: 228 vez(es)
  • +265/-0
Re: Rangers, Comandos, Paras, etc
« Responder #3843 em: Fevereiro 26, 2020, 05:22:03 pm »
Quando foram adquiridos os M11 Panhard o outro modelo em análise era o Wiesel e foi descartado na altura...tenho ideia de um artigo do TCOR Miguel Silva Machado na Soldiers-Raids falar disso...
 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 6882
  • Recebeu: 385 vez(es)
  • Enviou: 228 vez(es)
  • +265/-0
Re: Rangers, Comandos, Paras, etc
« Responder #3844 em: Fevereiro 26, 2020, 05:28:08 pm »
Ou então era aqui...

Citar
A este concurso concorriam o M-11 da Panhard, um blindado 4x4 da Fiat e o blindado de lagartas Wiesel, sendo que este último Equipe os pára-quedistas alemães.  Finalmente (e depois de muita controvérsia) o Ministro da Defesa decidiu pelo contrato com os franceses, pois estes ofereceram um upgrade nas viaturas que o exército já possuía (foi adquirido um primeiro lote de 18 viaturas no início da década de 90).

http://www.tropasearmas3.xpg.com.br/portugal-Brigada-de-Reaccao-Rapida.htm
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 15449
  • Recebeu: 1152 vez(es)
  • Enviou: 1103 vez(es)
  • +187/-173
Re: Rangers, Comandos, Paras, etc
« Responder #3845 em: Fevereiro 26, 2020, 06:04:37 pm »
A mim parece-me que devíamos optar por um misto de ambas as doutrinas, mais concretamente olhando para a utilidade do Wiesel 1 e 2.
Ora a mim parece-me que é um tipo de veículo que oferece a mobilidade todo-terreno dos M-113, o poder de fogo de um IFV e custos inferiores a ambos, além, claro, das sua pequenas dimensões e tripulação reduzida (na versão MK-20 apenas 2 por exemplo), o que favorece e muito um Exército com poucos efectivos. A capacidade de ser transportado numa quantidade algo elevada num C-130/C-390 é muito favorável, sendo, neste aspecto, um veículo único (um C-130 pode apenas transportar 3 ST5, e habitualmente "despidos" da arma e torre blindada, enquanto que pode transportar 4 Wiesel sem necessidade de remover sistemas), e também pode ser transportado em carga suspensa por um Merlin, o que é igualmente vantajoso e impressionante. Este veículo podia assim ser empregue em virtualmente qualquer parte do país, inclusive ilhas, sem qualquer problema, e obviamente em qualquer parte do mundo em que tenhamos militares.

Os M113 são VBTP, o Wiesel é basicamente uma VCI usada para apoio aos Batalhões de Infantaria, mas que também poderiam ser usados no ERec da BrigRR. Devo frisar, os Wiesel nunca poderiam ser substitutos dos M113 ou dos Vamtac.

Citar
Quanto às unidades em Portugal que poderiam ter veículos destes, ora podíamos colocar de várias formas: criar uma divisão aerotransportada própria na BRR, que não limita o seu emprego apenas como veículo de apoio aos Paras, mas também aos Comandos e OEs. Podíamos obviamente limitar o seu uso, provavelmente em número reduzido, aos Paras. Podíamos também reforçar o ERec da BrigMec com meios destes, cujas suas dimensões (e blindagem que não será muito pior que a dos M-113, sendo no entanto alvos mais pequenos) são uma clara vantagem para esta função.

No seio da BrigRR os Wiesel só poderiam ser usados nos BIParas ou no Erec. Não estou a ver o BCmds ou a FOEsp a usar uma viatura com estas características.

Citar
As versões que eu penso que mais falta fariam, obviamente a versão base com o canhão de 20mm, versão TOW, a Aufklarung de reconhecimento, e na versão Wiesel 2, a versão AA e respectivo veículo radar e veículo posto de comando (que muita falta fazem na BrigMec e não só), e versão Porta Morteiro 120 mm e respectivos veículos de apoio. Não me vou prolongar em quantidades, porque é sempre relativo às necessidades e unidades que equipariam.

No caso concreto da BrigMec, o seu ERec bem podia receber algo deste género, ao invés de se usarem M-113 (maiores, antiquados e sem sensores/armamento moderno). Não só a versão de reconhecimento seria uma mais valia pelo uso dos seus sensores ópticos, como a de 20mm permitia um poder de fogo maior, como a versão com o TWO teria um emprego muito mais seguro por ser um veículo mais móvel e discreto que o M-113. A versão AA seria claro uma mais valia, pois além do uso do radar de busca aérea se adequar à missão de reconhecimento, permitia dotar o ERec, que também opera alguns dos valiosos Leopard, de alguma capacidade de defesa aérea de ponto.

Confesso que não estou a ver a BrigMec a usar uma viatura assim. O Exército só quer meios pesados na dita Brigada e o Wiesel foi pensado desde o inicio para unidades Ligeiras. O ERec da BrigMec usa os M113 como VBTP, função que a viatura Alemã não pode desempenhar.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 2083
  • Recebeu: 465 vez(es)
  • Enviou: 96 vez(es)
  • +95/-30
Re: Rangers, Comandos, Paras, etc
« Responder #3846 em: Fevereiro 26, 2020, 09:09:57 pm »
Os M113 são VBTP, o Wiesel é basicamente uma VCI usada para apoio aos Batalhões de Infantaria, mas que também poderiam ser usados no ERec da BrigRR. Devo frisar, os Wiesel nunca poderiam ser substitutos dos M113 ou dos Vamtac.

Atenção que não proponho o Wiesel para substituir o M-113, mas sim para, em certas versões, ser usado no ERec como, lá está, viatura de reconhecimento. A versão de reconhecimento tem mais vantagens como unidade de reconhecimento avançado (e eventualmente de aquisição de alvos?) devido aos seus sensores, inexistentes em qualquer outro veículo da BrigMec. Outra possibilidade seria apostar em alguns porta-morteiros para substituir alguns M-113 mais antigos. A substituição dos M-113 como um todo, deveria ser encarregue a um IFV que, de preferência, tenha outras versões que substituam as restantes sub-versões do M-113.

Citar
No seio da BrigRR os Wiesel só poderiam ser usados nos BIParas ou no Erec. Não estou a ver o BCmds ou a FOEsp a usar uma viatura com estas características.

Sim, mas eu não estou dizer que os Comandos e OEs iriam usar o veículo, apenas iriam usufruir do seu apoio (versão porta-morteiros por exemplo, e porta-canhão), algo que lhes permita, nos mais diversos tipos de missões, que, de outra forma, estariam dependentes ou de ST5 (maiores e, actualmente, com alguma limitação nos armamento e que não podem ser transportados de Merlin) ou de BVRs da BrigInt o que poderá não estar disponível com a mesma prontidão que os "easily deployable" Wiesel.

Também não veria com maus olhos serem usados pelos Paras, como uma subunidade dentro desta força, mas que pudesse facilmente ser empregue para apoiar as restantes unidades da BRR.

Mas mais importante que a parte organizacional e quem ficava com os bichos, importa referir que seria um meio extremamente útil num contexto de QRF.

Sei que excluí a BrigInt deste tema, mas é porque simplesmente para mim, aparte das versões dos Pandur que fazem falta e de sistemas AA, esta brigada, e sobretudo o ERec poderia/deveria receber algo na onda dos Centauro (II de preferência, substituindo as V-150) e/ou o Jaguar EBRC, que na prática é um IFV/veículo de reconhecimento, com esteróides.
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 15449
  • Recebeu: 1152 vez(es)
  • Enviou: 1103 vez(es)
  • +187/-173
Re: Rangers, Comandos, Paras, etc
« Responder #3847 em: Março 03, 2020, 10:17:17 am »

https://www.facebook.com/TWOTWarriors/photos/a.332732756895674/1479821678853437/?type=3

Citação de: The Way of the Warriors
Visto que a 7ª Força Nacional Destacada para Republica Centro Africana é maioritariamente constituída por Homens do 2º Batalhão de Paraquedistas aqui fica uma foto bem representativa do seu espírito combatente. Deixamos o nossos votos de uma missão cheia de Glória e Sucessos.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 15449
  • Recebeu: 1152 vez(es)
  • Enviou: 1103 vez(es)
  • +187/-173
Re: Rangers, Comandos, Paras, etc
« Responder #3848 em: Março 04, 2020, 09:46:35 am »


Que Nunca Por Vencidos Se Conheçam!
A próxima incorporação para as Tropas Paraquedistas na Categoria de Praças está planeada para dia 20 de abril!

Após a conclusão da formação geral comum (12 semanas), os militares terão de cumprir os seguintes pré-requisitos:

➡ Corrida 2500 metros em 12 minutos
➡ 32 - Extensão de braços no solo
➡ 5 - Flexões de braços na barra
➡ 35 - Flexão e extensão de pernas com salto
➡ 40 - Abdominais em 1 minuto
➡ Percorrer 8 Km armado, equipado e com 5 Kg de carga em 60 minutos
➡ Passagem de Pórtico (5 metros de altura)
➡ Salto do muro (90 cm de altura)
➡ Salto de vala (3 metros de comprimento)
➡ Natação 25 metros (em fato de banho)
➡ Passagem de Túnel Labirinto
➡ Salto da Torre
➡ Prova de Agressividade

Candidata-te aqui: https://www.exercito.pt/pt/recrutamento/candidatura-online



MAMA SUMAE! - A SORTE PROTEGE OS AUDAZES.

A próxima incorporação para os Comandos está prevista para 20 de abril!

Achas que tens o que é necessário? Candidata-te!

⚠ Após a conclusão da formação militar inicial, os militares que pretendam ingressar nas Tropas Comandos terão de cumprir os seguintes pré-requisitos para a frequência do respetivo curso:

➡ 8 - Flexões de braços numa barra fixa
➡ 30 - Extensão de braços no solo
➡ 60 - Abdominais em 2 minutos
➡ Percorrer 8 Km em 60 minutos, armado, equipado e com 5 Kg de carga
➡ Passagem de Pórtico (5 metros de altura)
➡ Salto do muro (90 cm de altura)
➡ Salto de vala (3 metros de comprimento)
➡ Natação 25 metros (em fato de banho)
➡ Natação de 15 metros em imersão (em fato de banho)
➡ Manter-se à superfície da água na posição vertical durante 1 minuto
➡ Passagem de Túnel Labirinto

➡ Provas médicas e psicotécnicas.
« Última modificação: Março 04, 2020, 09:48:26 am por Cabeça de Martelo »
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 15449
  • Recebeu: 1152 vez(es)
  • Enviou: 1103 vez(es)
  • +187/-173
Re: Rangers, Comandos, Paras, etc
« Responder #3849 em: Março 04, 2020, 10:15:01 am »
Citação de: Exército Português
Curso de Precursor Aeroterrestre realiza técnicas rappel e montanhismo

QUE NUNCA POR VENCIDOS SE CONHEÇAM

Ao serviço dos Portugueses.

















7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 7895
  • Recebeu: 813 vez(es)
  • Enviou: 924 vez(es)
  • +114/-40
Re: Rangers, Comandos, Paras, etc
« Responder #3850 em: Março 04, 2020, 01:04:43 pm »
CdM onde fica esta torre? No Rparas em Tancos?
« Última modificação: Março 04, 2020, 01:05:23 pm por Lightning »
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 15449
  • Recebeu: 1152 vez(es)
  • Enviou: 1103 vez(es)
  • +187/-173
Re: Rangers, Comandos, Paras, etc
« Responder #3851 em: Março 04, 2020, 02:10:06 pm »
RI10 - São Jacinto.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Lightning

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 15449
  • Recebeu: 1152 vez(es)
  • Enviou: 1103 vez(es)
  • +187/-173
Re: Rangers, Comandos, Paras, etc
« Responder #3852 em: Março 05, 2020, 02:01:35 pm »
Citação de: Serrano Rosa
RParas primeira Missão da Esq 552 Koala com o curso de Paraquedistas 05mar 2020



7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 15449
  • Recebeu: 1152 vez(es)
  • Enviou: 1103 vez(es)
  • +187/-173
Re: Rangers, Comandos, Paras, etc
« Responder #3853 em: Março 06, 2020, 02:01:21 pm »
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 15449
  • Recebeu: 1152 vez(es)
  • Enviou: 1103 vez(es)
  • +187/-173
Re: Rangers, Comandos, Paras, etc
« Responder #3854 em: Março 27, 2020, 03:22:22 pm »


Citação de: Exército Português
Todas as atividades desenvolvidas pelos nossos militares assentam no rigoroso cumprimento das regras de segurança

Cumpra rigorosamente as regras de segurança indicadas pela Direção-Geral da Saúde.

Seja um agente da saúde pública!

Curso de Precursores na frequência do Módulo de Montanhismo durante o mês de fevereiro: transposição de obstáculos com transporte de feridos





7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

 

Video "RANGERS"

Iniciado por Nuno

Respostas: 2
Visualizações: 3763
Última mensagem Janeiro 22, 2007, 12:41:35 pm
por Cabeça de Martelo
Mama Sume: Comandos na Fuerzas Militares del Mundo

Iniciado por Pedro Monteiro

Respostas: 0
Visualizações: 1840
Última mensagem Janeiro 02, 2013, 04:15:09 pm
por Pedro Monteiro
Steyr TMP ou Brugger+Thomet MP 9 usada pelos Páras no Afeg.?

Iniciado por PereiraMarques

Respostas: 13
Visualizações: 10152
Última mensagem Fevereiro 01, 2009, 07:17:29 pm
por ACADO
Doutrinas operacionais dos Comandos e Operações Especiais

Iniciado por PereiraMarques

Respostas: 22
Visualizações: 10434
Última mensagem Setembro 24, 2005, 01:36:12 pm
por Cabeça de Martelo
Reportagem sobre uma patrulha dos comandos no Afegnistão

Iniciado por Nuno Bento

Respostas: 12
Visualizações: 4925
Última mensagem Dezembro 11, 2005, 05:21:19 pm
por [Mumia_]