Portugal muda posição em relação ao Saara Ocidental?

  • 3 Respostas
  • 12086 Visualizações
*

Lancero

  • Investigador
  • *****
  • 4146
  • Recebeu: 29 vez(es)
  • +61/-0
Portugal muda posição em relação ao Saara Ocidental?
« em: Janeiro 24, 2007, 05:45:47 pm »
Citar
Saara Ocidental: Jornais argelinos destacam mudança da posição portuguesa

Argel, 24 Jan (Lusa) - Três jornais argelinos interpretam hoje a declaração final da primeira cimeira luso-argelina como uma mudança por parte de Portugal em relação ao conflito do Saara Ocidental, destacando o apoio de Lisboa à autodeterminação dos saarauis.

      O diário Liberté consagra mesmo o seu editorial e titula que "Portugal demarca-se do eixo Paris-Madrid", citando o texto da declaração final da cimeira de domingo e segunda-feira, em Argel, segundo o qual "a Argélia e Portugal pronunciaram-se a favor da legalidade internacional e do direito à autodeterminação do Saara Ocidental".

      O jornal recorda que no final do ano passado Portugal absteve- se na votação da resolução, adoptada por maioria, quando a questão do Saara Ocidental foi discutida no âmbito da Assembleia-Geral da ONU.

      O texto da declaração final da cimeira luso-argelina foi agora interpretado pelo jornal como um "reposicionamento de Portugal em relação à questão saaraui", considerando que a posição do Governo português "evoluiu" nas últimas semanas, sendo agora "justa e equitativa" e que "corta com declarações anteriores de dirigentes portugueses sobre este dossier".

      Segundo o Liberté, "esta mudança pode ter efeitos positivos na resolução do conflito que dura há muito tempo" e é "a primeira consequência, no plano político" da cimeira luso-argelina.

      "Ao assinar a declaração com Argel, Lisboa demarca-se claramente do eixo Paris-Madrid que defende um apoio inequívoco à outra parte envolvida no conflito, neste caso Marrocos", refere o jornal, destacando que "as resoluções das Nações Unidas continuam a insistir que se trata de uma questão de descolonização".

      O Presidente argelino, Abdelaziz Bouteflika, fez na segunda- feira, durante um almoço que ofereceu ao primeiro-ministro português, José Sócrates, uma comparação entre o Saara Ocidental e Timor-Leste, destacando a "mobilização extraordinária" de Portugal em relação à independência da sua ex-colónia.

      O chefe de Estado, citado pelo jornal, referiu que, neste sentido, Portugal está "particularmente bem preparado para perceber a importância de uma resolução justa e definitiva da questão" do Saara Ocidental "semelhante" à de Timor-Leste.

      Também o jornal La Tribune faz a mesma interpretação da declaração final da cimeira e refere que a posição de Portugal "distancia-se da defendida pelos seus dois vizinhos directos, Madrid e Paris", que "apesar de defenderem a autodeterminação, do povo saaraui (à) continuam a ignorar as resoluções da ONU e privilegiam uma solução política para o conflito".

      O jornal Le Jeune Independent titula "Argélia e Portugal a favor da autodeterminação dos saarauis" e destaca que os dois países "manifestaram a sua vontade de contribuir para este objectivo".

      Contactada pela Lusa, fonte do gabinete do primeiro-ministro recusou fazer qualquer comentário às notícias hoje veiculadas pelos jornais argelinos.

      Em declarações à Lusa durante a visita oficial que fez a Marrocos, em Setembro do ano passado, o ministro dos Negócios Estrangeiros português, Luís Amado, defendeu que "o problema deve ser regulado no quadro das Nações Unidas", destacando que, no âmbito da integração regional do Magrebe, deve "desenvolver-se um quadro de relacionamento entre a UE e aquela região, que permita ultrapassar ou pelo menos fazer baixar algumas tensões que existem".

      O Saara Ocidental, uma ex-colónia espanhola, foi anexado por Marrocos em 1975, e a Frente Polisário, apoiada pela Argélia, luta pela independência do território.

      Em Setembro de 1991 começou a ser aplicado o plano das Nações Unidas, que previa a realização de um referendo de autodeterminação, nunca concretizado por divergências no modelo de recenseamento entre Marrocos e a Polisário.
"Portugal civilizou a Ásia, a África e a América. Falta civilizar a Europa"

Respeito
 

*

Marauder

  • Investigador
  • *****
  • 2093
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #1 em: Janeiro 25, 2007, 05:27:01 pm »
Plenamente de acordo com posição argelina e portuguesa sobre o Sahara Ocidental.
 

*

Yosy

  • Especialista
  • ****
  • 1086
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #2 em: Janeiro 25, 2007, 08:03:24 pm »
Citação de: "Marauder"
Plenamente de acordo com posição argelina e portuguesa sobre o Sahara Ocidental.



Concordo.
 

*

old

  • Especialista
  • ****
  • 913
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #3 em: Fevereiro 28, 2007, 10:30:40 am »
Todo el mundo menos Marruecos apoya al frente polisario. No obstante tienen lo que se merecen. Renunciaron de ser parte de Espanha y de la UE y aprovecharon la transicion de la dictadura a la democracia para separarse de Espanha.
Ahora son un pueblo sin patria ni identidad, confinado en el desierto y a merced de los caprichos de Marruecos y Argelia y un foco de tension entre ambos.
 

 

Portugal "sem fronteiras"

Iniciado por TOMKAT

Respostas: 6
Visualizações: 3921
Última mensagem Maio 10, 2006, 10:15:52 pm
por superbuzzmetal
"Erasmus militar" Portugal/Espanha

Iniciado por Lancero

Respostas: 8
Visualizações: 5321
Última mensagem Julho 22, 2009, 10:29:57 pm
por dannymu
Mísseis de Cruzeiro para a Espanha:Implicações para Portugal

Iniciado por Tiger22

Respostas: 135
Visualizações: 31304
Última mensagem Setembro 10, 2005, 12:17:42 am
por NotePad
Mirage 2000 para Marroccos!!! implicações para Portugal!!!

Iniciado por Miguel

Respostas: 25
Visualizações: 8626
Última mensagem Fevereiro 03, 2005, 08:27:23 pm
por capelo
Portugal «deve ser» país participante nas áreas militares

Iniciado por Fábio G.

Respostas: 29
Visualizações: 9743
Última mensagem Junho 17, 2004, 12:17:24 pm
por Rui Elias