Projecto NPO 2000 da Marinha Portuguesa

  • 4906 Respostas
  • 896350 Visualizações
*

jpthiran

  • Perito
  • **
  • 325
  • Recebeu: 78 vez(es)
  • Enviou: 108 vez(es)
  • +14/-10
Re: Projecto NPO 2000 da Marinha Portuguesa
« Responder #4155 em: Julho 22, 2018, 10:29:02 am »
A traineira como é grande pode-ae fazer o que se quiser. Até encher de armamento e electrónica. E como é obvio para o fim a que ee destina não tem de ter um desenho furtivo. Para além disso tem boas acomodações para o pessoal, espaço para modificações e adaptações e aguenta mau mar (para o pessoal trabalhar em segurança). Essa coisa de dizer mal do que é nosso, mesmo quando é bom é coisa que me custa entender...no meio da demagogia toda do governo se conseguirmos ter os 10 NPO cá fora será bem bom...se acharem que é preciso melhorar o armamento e a electrónica e instlar os meios para um helicoptero aterrar e descolar é possivel faze-lo...as grandes dimensöes do navio dão margem de manobra para isso tudo.
« Última modificação: Julho 22, 2018, 10:34:37 am por jpthiran »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: LM, Turlu, Clausewitz

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 6015
  • Recebeu: 2712 vez(es)
  • Enviou: 1183 vez(es)
  • +1035/-91
Re: Projecto NPO 2000 da Marinha Portuguesa
« Responder #4156 em: Julho 22, 2018, 10:42:15 am »
Coloco este artigo e link aqui e nas noticias da marinha.

Pelo que vai parecendo, as nossas construções Navais Militares andam a ser observadas lá por fora, e não só, a promessa do Sr Costa está, desse modo, a ser divulgada.

Portuguese Navy announces seven-vessel order during ship-commissioning ceremony


Photo: Portuguese Navy

The Portuguese Navy’s newest Viana do Castelo-class offshore patrol vessel – the NRP Sines – was commissioned in a ceremony at the West Sea Shipyards on July 20.

NRP Sines enters service after being launched in May 2017 and completing sea trials a year later, in late May 2018.

Portuguese prime minister António Costa, who was the guest speaker at the ceremony, used the opportunity to announce that an additional seven vessels would be built for the Portuguese Navy.

The order consists of further six Viana do Castelo OPVs and a new multi-role vessel. According to the prime minister, the vessels will be worth almost 500 million euros in total. Each new OPV will cost around 60 million euros and will take about two years to build.

“Every euro invested will be worth three because we will strengthen national defense, the scientific system and the Naval industry ” he said.

These vessels will be constructed in the Viana do Castelo Shipyards, nowadays called West Sea Shipyards, in the next six to eight years.

NRP Sines

The newly-commissioned NRP Sines measures 83 meters in length and has a flight deck capable of accommodating a Super Lynx MK95 light helicopter but with no hangar facilities. Sines is the third vessel in its class.

The OPVs are armed with a 30mm Oto Melara Marlin gun, two 7.62 mm light machine gun mounts as well as two launching systems for MK55 Mod 2 mines.

These vessels are designed to operate unmanned systems and are equipped with a single Sagem SA Vigy 10 MKIII naval surveillance and observation platform, three water cannons, and two rigid inflatable boats.

NRP Setubal, a fourth Viana do Castelo-class OPV, will join the Portuguese Navy by December this year, according to the shipbuilder.

https://navaltoday.com/2018/07/22/portuguese-navy-announces-seven-vessel-order-during-ship-commissioning-ceremony/

Abraços
« Última modificação: Julho 22, 2018, 12:54:19 pm por tenente »
 

*

ICE 1A+

  • Analista
  • ***
  • 695
  • Recebeu: 491 vez(es)
  • Enviou: 39 vez(es)
  • +139/-9
Re: Projecto NPO 2000 da Marinha Portuguesa
« Responder #4157 em: Julho 22, 2018, 05:25:38 pm »
A traineira como é grande pode-ae fazer o que se quiser. Até encher de armamento e electrónica. E como é obvio para o fim a que ee destina não tem de ter um desenho furtivo. Para além disso tem boas acomodações para o pessoal, espaço para modificações e adaptações e aguenta mau mar (para o pessoal trabalhar em segurança). Essa coisa de dizer mal do que é nosso, mesmo quando é bom é coisa que me custa entender...no meio da demagogia toda do governo se conseguirmos ter os 10 NPO cá fora será bem bom...se acharem que é preciso melhorar o armamento e a electrónica e instlar os meios para um helicoptero aterrar e descolar é possivel faze-lo...as grandes dimensöes do navio dão margem de manobra para isso tudo.


Esquece! Nem vale apena tentar!
Alguns aqui só apreciam chapa quinada! Isso é que é lindo!

Eu prefiro isto;


Quando me provarem  que um desses desenhos todos bonitos faz melhor eu rendo-me!

« Última modificação: Julho 22, 2018, 05:30:58 pm por ICE 1A+ »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Cabeça de Martelo, Crypter, Clausewitz, jorgeshot1

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 6015
  • Recebeu: 2712 vez(es)
  • Enviou: 1183 vez(es)
  • +1035/-91
Re: Projecto NPO 2000 da Marinha Portuguesa
« Responder #4158 em: Julho 22, 2018, 08:03:50 pm »
Será que vai ser agora, que a classe VdC possui três unidades que o deck de voo dos Navios, vai ser certificado para, operações com helis, vulgo aterragens/descolagens ????
É que já lá vão mais de sete anos e meio desde que o NRP Viana do Castelo, entrou ao serviço da MdG !!
Se certificassem o NRP Sines, já não era nada mau, uma vez que o Navio está meio coxo, sem armamento principal e semirrígidos pelo menos poder-se-ia dispor de um par de semanas para obter tal certificação, digo eu. 



Abraços
« Última modificação: Julho 22, 2018, 08:09:30 pm por tenente »
 

*

jpthiran

  • Perito
  • **
  • 325
  • Recebeu: 78 vez(es)
  • Enviou: 108 vez(es)
  • +14/-10
Re: Projecto NPO 2000 da Marinha Portuguesa
« Responder #4159 em: Julho 22, 2018, 08:18:50 pm »
A traineira como é grande pode-ae fazer o que se quiser. Até encher de armamento e electrónica. E como é obvio para o fim a que ee destina não tem de ter um desenho furtivo. Para além disso tem boas acomodações para o pessoal, espaço para modificações e adaptações e aguenta mau mar (para o pessoal trabalhar em segurança). Essa coisa de dizer mal do que é nosso, mesmo quando é bom é coisa que me custa entender...no meio da demagogia toda do governo se conseguirmos ter os 10 NPO cá fora será bem bom...se acharem que é preciso melhorar o armamento e a electrónica e instlar os meios para um helicoptero aterrar e descolar é possivel faze-lo...as grandes dimensöes do navio dão margem de manobra para isso tudo.


Esquece! Nem vale apena tentar!
Alguns aqui só apreciam chapa quinada! Isso é que é lindo!

Eu prefiro isto;


Quando me provarem  que um desses desenhos todos bonitos faz melhor eu rendo-me!
Nem mais...
Conheço esse video e já o mostrei a muita gente...aliás, o que queriam dizer é que o navio se parece com um arrastão, só que esse desenho está testado à mais de 30 anos no mar do Norte,  e é por isso que ele funciona bem e aguanta mau mar e é seguro...e isso é fundamental...o resto é questões de armamento e de dinheiro, que se podem mudar a qualquer momento...e se quiserem passar alguns dos canhões das corvetas para os NPO não deve ser difícil nem sequer muito dispendioso...
 

*

Pedro Monteiro

  • Analista
  • ***
  • 875
  • Recebeu: 117 vez(es)
  • Enviou: 13 vez(es)
  • +13/-14
    • http://www.pedro-monteiro.com
Re: Projecto NPO 2000 da Marinha Portuguesa
« Responder #4160 em: Julho 22, 2018, 10:17:22 pm »
Se certificassem o NRP Sines, já não era nada mau, uma vez que o Navio está meio coxo, sem armamento principal e semirrígidos pelo menos poder-se-ia dispor de um par de semanas para obter tal certificação, digo eu. 

Coincidência simpática, a comandante do navio foi a primeiro mulher piloto da EHM. Tudo depende, imagino, do orçamento e prioridades.

Cumprimentos,
Pedro Monteiro
 

*

mafets

  • Investigador
  • *****
  • 5926
  • Recebeu: 1283 vez(es)
  • Enviou: 622 vez(es)
  • +561/-157
Re: Projecto NPO 2000 da Marinha Portuguesa
« Responder #4161 em: Julho 22, 2018, 11:01:19 pm »
Não sejam mauzinhos que os OPV 80 dos Chilenos e Colombianos também foram colocados em serviço ou sem o armamento principal ou sem alguns sistemas. Isso de serem peças de 76mm ou sensores mais completos foi só uma questão de pormenor (agora com os rios de dinheiro que vai vir para a marinha portuguesa até um railgun e um Sh70 vão receber)...  ;D :jok:





Saudações  8) :P
"Nunca, no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos." W.Churchil

http://mimilitary.blogspot.pt/
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 6015
  • Recebeu: 2712 vez(es)
  • Enviou: 1183 vez(es)
  • +1035/-91
Re: Projecto NPO 2000 da Marinha Portuguesa
« Responder #4162 em: Julho 22, 2018, 11:13:32 pm »
Se certificassem o NRP Sines, já não era nada mau, uma vez que o Navio está meio coxo, sem armamento principal e semirrígidos pelo menos poder-se-ia dispor de um par de semanas para obter tal certificação, digo eu. 

Coincidência simpática, a comandante do navio foi a primeiro mulher piloto da EHM. Tudo depende, imagino, do orçamento e prioridades.

Cumprimentos,
Pedro Monteiro

Ora aí está, a meu ver uma coincidência muito interessante até.
Quando escrevi o post estava á espera de reacções, pelo menos houve uma.

Abraços
 

*

jpthiran

  • Perito
  • **
  • 325
  • Recebeu: 78 vez(es)
  • Enviou: 108 vez(es)
  • +14/-10
Re: Projecto NPO 2000 da Marinha Portuguesa
« Responder #4163 em: Julho 23, 2018, 12:33:20 am »
Ora aí está...com engenho e vontade, podem-se fazer ainda muitas coisas destes NPO...até armar melhor dois ou três, para missões com mais riscos, como combate há pirataria e ao trafico no golfo da guiné...e fica a marinha dotada de navios mais adaptados ás missões a desempenhar...e se esta decisão for por diante os potenciais interessados de outras marinhas vão olhar para este navio com mais interesse, sendo que o fabricamos a um preco bem mais baixo que os Ingleses, Holandeses e Franceses...
 

*

Francisco Ferreira

  • Membro
  • *
  • 60
  • Recebeu: 2 vez(es)
  • +2/-0
Re: Projecto NPO 2000 da Marinha Portuguesa
« Responder #4164 em: Julho 23, 2018, 03:38:19 pm »

Sem dúvida!
Poderemos equipar alguns desses 7 navios de uma forma mais musculada, a que poderíamos até chamar corvetas.

O LPD para o qual já temos projecto adaptado às nossas necessidades, encomendava-se o mais depressa possível aos Estaleiros de Viana.

Quanto ao AOR, atendendo à urgência (devia ser para ontem...) sugiro que se adquira já no estrangeiro, em 2ª mão numa oportunidade de negócio que nos interesse...Com certeza que haverá por esse Mundo fora, algumas plataformas interessantes.

Seria bom tb que alguém olhasse para a necessidade de patrulhamento da nossa futura nova Zona Exclusiva Económica (350 milhas) e pensasse em criar mais 2 novas bases navais: uma em Porto Santo e outra em Ponta Delgada ou Horta!

Deixo aqui a minha sugestão.

Um abraço

                   Francisco Ferreira
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 6015
  • Recebeu: 2712 vez(es)
  • Enviou: 1183 vez(es)
  • +1035/-91
Re: Projecto NPO 2000 da Marinha Portuguesa
« Responder #4165 em: Julho 23, 2018, 03:55:10 pm »
Ora aí está...com engenho e vontade, podem-se fazer ainda muitas coisas destes NPO...até armar melhor dois ou três, para missões com mais riscos, como combate há pirataria e ao trafico no golfo da guiné...e fica a marinha dotada de navios mais adaptados ás missões a desempenhar...e se esta decisão for por diante os potenciais interessados de outras marinhas vão olhar para este navio com mais interesse, sendo que o fabricamos a um preco bem mais baixo que os Ingleses, Holandeses e Franceses...

Os NPO's mais musculados a serem construidos, pelo menos dois, que eu designaria como NCO's, Navios de Combate Oceânico, seriam os indicados para servir de escolta ao futuro NPL, não sendo necessário, estarmos a empenhar uma Fragata, das apenas cinco que possuimos, com uma guarnição de 180 elementos, para tal missão !

Exemplos de NCO's



Apenas adicionava o Hangar e um sistema de misseis mar/ar ou um CIWS .


Abraços
« Última modificação: Julho 23, 2018, 03:58:23 pm por tenente »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: jpthiran

*

asalves

  • Perito
  • **
  • 528
  • Recebeu: 180 vez(es)
  • Enviou: 67 vez(es)
  • +34/-9
Re: Projecto NPO 2000 da Marinha Portuguesa
« Responder #4166 em: Julho 23, 2018, 04:01:33 pm »
falta é 2 coisas fundamentais €€ e vontade politica.

quando o navio entregue não tem armamento por falta de €€ acho difícil os próximos (se chegarem a ser construídos nos próximos anos) serem diferentes.

Se levam não sei quantos anos para fazer um remodelara em 4 navios (classe Tejo) por falta de dinheiro, como é que pode haver €€€ para isso tudo?

E depois mesmo que haja alguns €€€ haverá sítios mais prioritários (calar um qualquer sindicato) do que em novas bases navais ou muscular navios.

Estes navios prometidos só vieram para calar os Americas e alguns ainda rebeldes dentro das Forças Armadas, dai até os navios serem construídos ainda o PS vai e volta ao governo diversas vezes.
 

*

asalves

  • Perito
  • **
  • 528
  • Recebeu: 180 vez(es)
  • Enviou: 67 vez(es)
  • +34/-9
Re: Projecto NPO 2000 da Marinha Portuguesa
« Responder #4167 em: Julho 23, 2018, 04:18:43 pm »
E ainda há mais uma questão:
Citar
A Comissão decidiu hoje enviar cartas de notificação para cumprir à Dinamarca, à Itália, aos Países Baixos, à Polónia e a Portugal pela não aplicação — ou aplicação incorreta — das regras da UE em matéria de contratos públicos nos mercados da defesa e da segurança.
http://europa.eu/rapid/press-release_IP-18-357_pt.htm

Ou seja ou Portugal volta a fazer o mesmo e arrisca-se a "sofrer" as consequências (sejam elas qual forem), faz uma pressãozinha para a CE deixar passar as coisas ou a construção de novos navios tem de ir a concurso. E ai nem daqui a 20 anos temos navios  :-\

PS: De recordar que foi a deputada do PS Ana Gomes a denunciar o ajuste directo a UE, na altura não concordava agora já não lhe deve fazer impressão.
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 6015
  • Recebeu: 2712 vez(es)
  • Enviou: 1183 vez(es)
  • +1035/-91
Re: Projecto NPO 2000 da Marinha Portuguesa
« Responder #4168 em: Julho 23, 2018, 04:23:37 pm »
E porque não manter as duas 12,7 que o NRP Sines agora tem, mesmo depois de se colocar a 30mm marlin, e, adicionar nos restantes e futuros NPO's duas 12,7 ??
À já me esquecia, pois é, não há dinheiro para adicionar as 12,7, as munições são muito caras, e os custos do aumento da Guarnição para operar as duas Metralhadoras pesadas são proibitivos ! :G-bigun:



Abraços
« Última modificação: Julho 23, 2018, 05:16:47 pm por tenente »
 

*

Stalker79

  • Investigador
  • *****
  • 1519
  • Recebeu: 310 vez(es)
  • Enviou: 1344 vez(es)
  • +124/-17
Re: Projecto NPO 2000 da Marinha Portuguesa
« Responder #4169 em: Julho 23, 2018, 05:22:14 pm »
Já sei que sou chato neste aspecto. Mas se fosse para construir NCO´s que fosse da maneira correcta ou então mais vale ficarem como estão.
E não me digam que corvetas isto e aquilo, há muitos países que operam corvetas em oceano.



 ;)
 

 

Passos quer Marinha com nova "abertura ao mar"

Iniciado por zawevo

Respostas: 4
Visualizações: 4005
Última mensagem Maio 15, 2012, 09:42:43 am
por P44
Marinha entrega pela primeira vez comando de navio a mulher

Iniciado por Marauder

Respostas: 38
Visualizações: 12811
Última mensagem Maio 18, 2006, 09:03:15 am
por Pedro Monteiro
Fragatas e Corvetas Portuguesas a vela da Marinha 1815/1860

Iniciado por mkorobok

Respostas: 9
Visualizações: 4170
Última mensagem Julho 12, 2011, 12:13:30 pm
por mkorobok
Fará sentido comprar mais EH-101 para a marinha?

Iniciado por papatango

Respostas: 28
Visualizações: 10891
Última mensagem Setembro 12, 2005, 05:04:26 pm
por Rui Elias
Novo artigo sobre a Esquadrilha de Helicópteros da Marinha

Iniciado por Pedro Monteiro

Respostas: 0
Visualizações: 2179
Última mensagem Maio 06, 2009, 09:03:24 pm
por Pedro Monteiro