Abertis analisa possível fusão com Autostrade

  • 3 Respostas
  • 3083 Visualizações
*

Marauder

  • Investigador
  • *****
  • 2093
  • +1/-0
Abertis analisa possível fusão com Autostrade
« em: Abril 23, 2006, 11:26:12 am »
Citar
Abertis analisa possível fusão com Autostrade

A espanhola Abertis, detida maioritariamente pela construtura ACS e pela La Caixa, reúne este domingo o seu conselho de administração em sessão extraordinária para decidir uma eventual integração com a italiana Autostrade.

De acordo com a imprensa italiana e espanhola, a eventual fusão entre os dois grupos – com base numa operação de compra da Autostrade pelo grupo espanhol - daria origem ao maior conglomerado europeu em concessões de infraestruturas rodoviárias com uma capitalização bolsista de 24 mil milhões de euros.
A Abertis já detém uma participação indirecta na congénere italiana através de cerca de 13% que controla na holding Schemaventotto, veículo que representa o núcleo estável de accionistas da Autostrade e onde está a família Benetton.

Ora segundo o jornal Il Sole 24Ore, a família Benetton passaria a ser o maior accionista individual da entidade resultante da fusão, com 25% do capital, enquanto o duo ACS (de Florentino Pérez) e a La Caixa, actuais detentores de 49% da Abertis, ficariam em conjunto com um total de 27% da nova sociedade líder europeia nas concessões.

A Abertis é parcerira estratégica da Brisa, detendo cerca de 10% do capital social da concessionária portuguesa, enquanto esta mantém uma participação marginal inferior a 1% no grupo espanhol de concessões e actividade diversificada (serviços e telecomunicações).

23-04-2006 9:33:36
 


de:
http://diariodigital.sapo.pt/dinheiro_d ... news=66151

Desde que não se vire depois para a Brisa...
 

*

Marauder

  • Investigador
  • *****
  • 2093
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #1 em: Abril 24, 2006, 09:59:54 am »
Citar
Autostrade e Abertis formam líder mundial de auto-estradas

O conselho de administração do grupo italiano Autostrade, principal sociedade de gestão de auto-estradas de Itália, aprovou a fusão com a espanhola Abertis, noticiou a agência Ansa.

 


A união das duas sociedades fará nascer o primeiro grupo mundial no sector.

O acordo prevê que a nova sociedade tenha a sua sede em Barcelona, precisou a agência.

O primeiro administrador-delegado da nova sociedade é o actual dirigente do grupo espanhol Abertis, Salvador Alemany Mas.

A concretização do negócio estava pendente das decisões dos quartéis-generais de ambas companhias, reunidos separadamente no domingo.

A operação será concretizada por absorção da Autostrade pela Abertis, com base num acordo de intercâmbio de acções (OPT).

Diário Digital / Lusa

24-04-2006 9:02:00
 


de:
http://diariodigital.sapo.pt/dinheiro_d ... news=66165
 

*

Marauder

  • Investigador
  • *****
  • 2093
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #2 em: Julho 01, 2006, 09:54:42 pm »
Citar
Accionistas da Abertis aprovam a fusão com a Autostrade

Os accionistas da concessionária espanhola de auto-estradas Abertis aprovaram em assembleia geral a fusão com a italiana Autostrade.


Este facto ocorre depois dos accionistas do grupo italiano terem avalizado a operação.

A nova empresa terá o nome Abertis e será a maior do mundo no sector.

01-07-2006 1:52:13


de:
http://diariodigital.sapo.pt/dinheiro%5 ... news=69006

Done..
 

*

Marauder

  • Investigador
  • *****
  • 2093
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #3 em: Agosto 07, 2006, 09:08:45 pm »
Citar
Itália: Governo bloqueia fusão Abertis/Autostrade

O governo italiano opôs-se à fusão entre a espanhola Abertis e a italiana Autostrade por considerar esta aliança «incompatível com a concessão pública» concedida à Autostrade para gerir as auto-estradas da península.


A decisão do governo italiano foi conhecida na noite de sexta-feira para hoje, já depois do fecho das bolsas de Madrid e Milão, através de um comunicado à autoridade nacional das auto-estradas (Anas) assinado pelos ministros das Finanças, Tommaso Padoa-Schioppa, e das Infra-estruturas, António di Pietro.

Os dois ministros rejeitaram categoricamente esta fusão, que daria origem ao maior gestor mundial de auto-estradas, considerando que ela contraria a lei da concessão e da privatização das auto-estradas italianas, uma vez que um dos accionistas do futuro grupo seria a ACS, sociedade espanhola de obras públicas.

A lei italiana proíbe todo o conflito de interesses entre a gestão de auto-estradas e as sociedades de obras públicas, em particular se estão especializadas na construção de estradas.

A projectada fusão foi muito criticada em Itália por ter sido entendida como uma venda disfarçada numa altura em que a Anas manifestava preocupação pelo atraso da Autostrade nos investimentos que a empresa, pertencente ao grupo Benetton, se havia comprometido a realizar aquando da privatização da rede de auto- estradas em 1997.

Diário Digital / Lusa

05-08-2006 11:45:00

de:
http://diariodigital.sapo.pt/dinheiro%5 ... news=70262

Ou talvez não..
 

 

Alcatel e Lucent equacionam fusão «entre iguais»

Iniciado por Marauder

Respostas: 3
Visualizações: 2749
Última mensagem Julho 26, 2006, 01:35:48 pm
por Marauder
Fusão Gaz de France/Suez

Iniciado por Marauder

Respostas: 6
Visualizações: 2887
Última mensagem Fevereiro 28, 2006, 02:34:05 pm
por JoseMFernandes
Consórcio liderado pela Abertis detém 95,97% da Sanef

Iniciado por Marauder

Respostas: 0
Visualizações: 945
Última mensagem Março 25, 2006, 08:23:55 pm
por Marauder