U.S.A.F. - Força Aérea dos Estados Unidos

  • 494 Respostas
  • 101724 Visualizações
*

Red Baron

  • Perito
  • **
  • 340
  • Recebeu: 65 vez(es)
  • Enviou: 90 vez(es)
  • +77/-18
Re: U.S.A.F. - Força Aérea dos Estados Unidos
« Responder #480 em: Julho 17, 2019, 08:14:33 pm »
https://www.cavok.com.br/blog/jatos-f-117-sao-vistos-novamente-em-voo-mas-com-pintura-aggressor/?fbclid=IwAR0Gff7EZ3wvNe2acAbd43FZM6qnqqE9bdTi657egwIzpOVE4w_W_BSrFOw
Citar
CAVOK.COM.BR

Jatos F-117 são vistos novamente em voo, mas com pintura “aggressor”

O caça furtivo F-117A Nighthawk, o primeiro avião furtivo projetado no mundo, foi recentemente avistado nos céus de Death Valley, na Califórnia. O caça, parte de uma frota de jatos aposentados em 2008, ostentava um novo padrão de camuflagem e estava acompanhado por um jato da NASA...



Saudações

Rico o pais que pode usar um F-177 como aggressor. :o
 

*

NVF

  • Investigador
  • *****
  • 2933
  • Recebeu: 1322 vez(es)
  • Enviou: 2796 vez(es)
  • +509/-91
Re: U.S.A.F. - Força Aérea dos Estados Unidos
« Responder #481 em: Julho 17, 2019, 10:36:07 pm »
Rico o pais que pode usar um F-177 como aggressor. :o

Eles até usam o F-52 como agressor.  :mrgreen:
Everyone you will ever meet knows something that you don't.
- Bill Nye
 

*

asalves

  • Perito
  • **
  • 452
  • Recebeu: 155 vez(es)
  • Enviou: 53 vez(es)
  • +21/-8
Re: U.S.A.F. - Força Aérea dos Estados Unidos
« Responder #482 em: Julho 19, 2019, 09:53:01 am »
Rico o pais que pode usar um F-177 como aggressor. :o

Eles até usam o F-52 como agressor.  :mrgreen:

Pelo que li o F-117 neste momento está a ser usado para diversas coisas, destes testes/calibrações em radares a aggressor, pelo que especialistas dizem o F-117 foi bastante estudado  e tem "toneladas" de dados sobre a sua assinatura de radar, o que o torna o candidato perfeito para testar e comparar resultados com o F-35/F-22 e nomeadamente com os radares em desenvolvimento, pois tem um modelo muito bem estudado onde podem comparar valores.
 

*

mafets

  • Investigador
  • *****
  • 5498
  • Recebeu: 1123 vez(es)
  • Enviou: 602 vez(es)
  • +383/-136
Re: U.S.A.F. - Força Aérea dos Estados Unidos
« Responder #483 em: Julho 27, 2019, 10:03:13 pm »
http://airforcemag.com/Features/Pages/2019/July%202019/B-21-to-Fly-in-December-2021-More-B-52s-to-Come-Out-of-Boneyard.aspx?fbclid=IwAR2ys_xGCRmAsgAdbOPEVKokyQDTP9zzwUZalM3T6xg_WZwTu5TLzXJ_r80
Citar
The new B-21 Raider stealth bomber is making good progress and should fly in December 2021, USAF Vice Chief of Staff Gen. Stephen “Seve” Wilson said July 24.

Wilson, speaking at an AFA Mitchell Institute event in Washington, D.C., said the service continues to analyze its capacity for long-range strike. The Air Force still believes it is short, and is reviewing alternative force mixes.

Speaking on deterrence and the need to modernize the nuclear command, control, and communications network, Wilson said he was at Northrop Grumman’s facilities in Melbourne, Fla. in the last few weeks, “looking at the B-21,” and said the company is “moving out on that pretty fast.” Wilson said he has an application on his phone “counting down the days … and don’t hold me to it, but it’s something like 863 days to first flight.”

That would put the first flight of the B-21 in December 2021. The Air Force has said from the beginning that the first B-21 would be a “useable asset” but has also said it doesn’t expect an initial operating capability with the B-21 before the “mid 2020s.”

Northrop Grumman CEO “Kathy Warden and her team are focused on software integration and making sure … we’ll have the software ready for the plane when it’s delivered,” Wilson said.

The Air Force is “focused on the development of the new bomber as well as modernizing the B-52,” with new engines and radar, “and we’re exploring the force structure between the B-1 the B-2 and the B-52,” Wilson noted. “The general consensus is, we don’t have enough long range strike capacity, and that came out in ‘The Air Force We Need,’ ” study the service published last September.

“We continue to look at what that force will be for the future across the bomber force, what mix it will be.” He maintained the service needs “at least 100” B-21s.”



Saudações
"Nunca, no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos." W.Churchil

http://mimilitary.blogspot.pt/
 

*

mafets

  • Investigador
  • *****
  • 5498
  • Recebeu: 1123 vez(es)
  • Enviou: 602 vez(es)
  • +383/-136
Re: U.S.A.F. - Força Aérea dos Estados Unidos
« Responder #484 em: Agosto 04, 2019, 11:44:23 pm »


Citar
On this day: 64 years ago, company pilot Tony LeVier made the first “official” flight of the Lockheed U-2 spy plane at Groom Lake, Nevada (August 4, 1955). — com United States Air Force, AeroWeb | U-2 Dragon Lady e Lockheed Martin.

Fonte: Air Power

Cumprimentos
"Nunca, no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos." W.Churchil

http://mimilitary.blogspot.pt/
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 15121
  • Recebeu: 1046 vez(es)
  • Enviou: 978 vez(es)
  • +177/-170
Re: U.S.A.F. - Força Aérea dos Estados Unidos
« Responder #485 em: Agosto 22, 2019, 12:59:27 pm »
Air Force finishes wing replacements on A-10 ground-attack jet to keep the aircraft flying into the future
The wing replacements are expected to last for as long as 10,000 equivalent flight hours without a depot inspection, and adds a better wire harness.

HILL AIR FORCE BASE, Utah – Workers at the Ogden Air Logistics Complex (ALC) at Hill Air Force Base, Utah, have installed the last of 173 new wings on A-10 Thunderbolt II aircraft, finalizing a project that started in 2011 with aircraft 80-0173. Air Force Public Affairs reports. Continue reading original article

The Military & Aerospace Electronics take:

15 Aug. 2019 -- The ALC’s 571st Aircraft Maintenance Squadron swapped wings on 162 A-10s as part of the A-10 Enhanced Wing Assembly replacement program. The remaining 11 were installed at Osan Air Base in the Republic of Korea.

The wing replacements are expected to last for as long as 10,000 equivalent flight hours without a depot inspection. In addition, technicians designed a better wire harness for easier wing removal and to lessen the chance of damaging the wing during the process.

Working on an aircraft that has been flying for nearly 40 years wasn’t without challenges. The modifications included having to make new parts for the fuselage and having to bring other A-10 parts up from the 309th Aerospace Maintenance and Regeneration Group at Davis-Monthan Air Force Base, Ariz.

https://www.militaryaerospace.com/home/article/14038368/a10-wing-replacements-aircraft
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 


*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 11117
  • Recebeu: 387 vez(es)
  • Enviou: 227 vez(es)
  • +62/-47
Re: U.S.A.F. - Força Aérea dos Estados Unidos
« Responder #487 em: Setembro 07, 2019, 10:18:55 pm »
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 11117
  • Recebeu: 387 vez(es)
  • Enviou: 227 vez(es)
  • +62/-47
Re: U.S.A.F. - Força Aérea dos Estados Unidos
« Responder #488 em: Setembro 08, 2019, 06:55:46 pm »
 

*

Turlu

  • Membro
  • *
  • 100
  • Recebeu: 25 vez(es)
  • Enviou: 51 vez(es)
  • +5/-0
Com gente tola e toiros, paredes bem altas!
 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 4107
  • Recebeu: 329 vez(es)
  • Enviou: 278 vez(es)
  • +633/-714
Re: U.S.A.F. - Força Aérea dos Estados Unidos
« Responder #490 em: Outubro 25, 2019, 11:59:54 pm »
USAF compra oficialmente A-29 e AT-6

A USAF comprará 2 a 3 aeronaves de cada modelo para continuar os experimentos

Uma aeronave de ataque leve A-29 Super Tucano chega à Base da Força Aérea de Moody, Geórgia, em abril de 2018.

Citar
WASHINGTON - A Força Aérea dos EUA investirá oficialmente recursos na compra de dois modelos diferentes de aeronaves de ataque leve.

A USAF comprará de duas a três aeronaves, de cada um dos modelos: Textron Aviation AT-6 e Sierra Nevada Corporation / Embraer Defense & Security A-29. Os aviões serão usados ??para apoiar "aliados e a capacidade de interoperabilidade  com aliados por meio de treinamento e experimentação", de acordo com o anúncio da Força Aérea.

O contrato do A-29 Super Tucano deve ser concedido antes do final do ano (2019), e  o contrato do AT-6 Wolverine será firmado no início de 2020.

O plano de compra de alguns aviões foi visualizado no início deste ano por oficiais da Força Aérea, mas as empresas provavelmente respirarão aliviadas agora que o acordo está fechado. A compra garante a demonstração necessária para dar confiabilidade no projeto. As duas empresas investiram fundos próprios no experimento de ataque leve da Força Aérea nos últimos dois anos e continuam esperançosos de que o serviço avance com uma compra maior de aeronaves de ataque leve no futuro.

As missões e bases para os aviões serão diferentes.

Os AT-6 irão para o Comando de Combate Aéreo da Base Aérea de Nellis, Nevada, para “testes e desenvolvimento contínuos de táticas e padrões operacionais para redes táticas e exportáveis ??que melhoram a interoperabilidade com parceiros internacionais”, de acordo com o anúncio da Força Aérea. Os A-29 irão para o Comando de Operações Especiais da Força Aérea, em Hurlburt Field, na Flórida, e serão usados ??para "desenvolver um programa piloto de instrutores para a missão de Combat Aviation Advisory, para atender a crescentes solicitações de assistência de aeronaves de ataques leves por nações parceiras".

"Nosso foco é como uma aeronave de ataque leve pode ajudar nossos aliados e parceiros quando enfrentam extremistas violentos que realizam operações dentro de suas fronteiras", afirmou o chefe do Estado-Maior da Força Aérea, David Goldfein. “A continuação desse experimento, usando o poder fornecido pelo Congresso, nos dá a oportunidade de colocar um pequeno número de aeronaves condições operacionais e operar com as nações parceiras de maneiras pelas quais aeronaves menores e acessíveis como essas podem apoiar suas forças aéreas.”

As experiências continuarão com o foco na criação de uma arquitetura conjunta e compartilhamento de informações.

FONTE: http://www.defesanet.com.br/embraer/noticia/34664/USAF-compra-oficialmente-A-29-e-AT-6-/
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 11117
  • Recebeu: 387 vez(es)
  • Enviou: 227 vez(es)
  • +62/-47
Re: U.S.A.F. - Força Aérea dos Estados Unidos
« Responder #491 em: Outubro 27, 2019, 05:23:42 pm »
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 4243
  • Recebeu: 2000 vez(es)
  • Enviou: 769 vez(es)
  • +554/-71
Re: U.S.A.F. - Força Aérea dos Estados Unidos
« Responder #492 em: Outubro 29, 2019, 02:28:17 pm »
« Última modificação: Outubro 29, 2019, 02:29:22 pm por tenente »
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 15121
  • Recebeu: 1046 vez(es)
  • Enviou: 978 vez(es)
  • +177/-170
Re: U.S.A.F. - Força Aérea dos Estados Unidos
« Responder #493 em: Novembro 09, 2019, 12:36:42 pm »
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 4243
  • Recebeu: 2000 vez(es)
  • Enviou: 769 vez(es)
  • +554/-71
Re: U.S.A.F. - Força Aérea dos Estados Unidos
« Responder #494 em: Novembro 15, 2019, 05:33:41 pm »
Boeing Contracts Kaman for A-10 Wing Assemblies

Kaman Aerospace announced on 8 November that it has been awarded a contract by Boeing for the manufacture of wing control surfaces and structural assemblies in support of the US Air Force (USAF) A-10 THUNDERBOLT II Advanced Wing Continuation Kitting (ATTACK) programme.


Photo: Kaman Aerospace

The USAF awarded Boeing a contract with a ceiling value of $999 million (€906million) in August to provide up to 112 new wing assemblies and up to 15 wing kits through 2030.

Kaman is a leading supplier of complex aircraft structures and sub-assemblies, as well as sheet metal details, extruded parts and machined components for the commercial and defence aerospace industries. The company successfully delivered flight control surfaces to Boeing for 173 aircraft under the previous Wing Replacement Program (WRP), which ran from 2007-2018. Under this new contract, Kaman continues to be a major supplier to Boeing in its effort to complete the upgrade of the remaining A-10 II fleet and will deliver wing structural assemblies, which include the inboard and outboard flaps, slats and deceleron/speed brake assemblies, including upper and lower speed brakes, trim tabs, and leading edge assemblies.

“Our established manufacturing ‘know-how’, experience with A-10 structures and knowledge of the Boeing requirements puts us in a ‘ready now’ position to execute this program. We have developed a great working relationship with Boeing to support our mutual Customer, the US Air Force, in their efforts to extend the life of this iconic aircraft to 2030 and beyond,” stated Vice President and General Manager, Kaman Integrated Structures and Metallics, William Zmyndak.

https://www.monch.com/mpg/news/air/6180-boeing-contract-kaman-a-10-wing-assemblies.html

Para uma aeronave que tinha os seus dias mais que contados já há uns bons anos, nada mau !

Abraços
 

 

Componente aérea da Guarda Costeira de Cabo Verde

Iniciado por Miguel Silva Machado

Respostas: 1
Visualizações: 2007
Última mensagem Dezembro 02, 2005, 02:49:44 pm
por Cabeça de Martelo
Defesa aérea da Lituania

Iniciado por JLRC

Respostas: 0
Visualizações: 1176
Última mensagem Agosto 18, 2004, 04:47:51 pm
por JLRC
CAÇAS DE SUPERIORIDADE AÉREA

Iniciado por Instrutor

Respostas: 17
Visualizações: 9763
Última mensagem Junho 08, 2009, 03:39:54 pm
por nelson38899
Força Aérea Americana não aprova avião comprado por Portugal

Iniciado por papatango

Respostas: 2
Visualizações: 2752
Última mensagem Dezembro 13, 2004, 12:28:09 am
por emarques
Força Aérea, Alemanha, França,Inglaterra, TOPS Pesquisa

Iniciado por Heer.Skuda

Respostas: 2
Visualizações: 4598
Última mensagem Junho 19, 2007, 02:58:26 pm
por papatango