Exército dos EUA

  • 378 Respostas
  • 107954 Visualizações
*

borisdedante

  • Membro
  • *
  • 127
  • Recebeu: 4 vez(es)
  • +0/-0
Re: Exército dos EUA
« Responder #105 em: Novembro 21, 2012, 06:05:14 pm »
2013, weapon systems handbook

http://armyalt.va.newsmemory.com/wsh.php
 

*

Zeca Diabo

  • 14
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +0/-0
Re: Exército dos EUA
« Responder #106 em: Novembro 21, 2012, 06:13:53 pm »
Citação de: "FoxTroop"
Citação de: "HSMW"

São granadas de exercicio (cor azul). Inventam p'ra carvalho estes zés amaricados...... Não admira que em 2002, num exercicio conjunto com marines, a malta de apoio de fogo deles não conseguisse acertar em nada  :|

Sou só eu que vejo ou este camuflado não camufla nada?!... Pelo menos neste ambiente de floresta temperada de folhosas destaca-se que é um mimo. Só falta levarem luzes giratórias nos capacetes! Não digo que noutros ambientes não seja bom, agora como camuflado de uso geral faz lembrar os primeiros que os nossos Comandos levaram para o Afeganistão, que eram totalmente desadequados.
 

*

saojorgexercito

  • Perito
  • **
  • 347
  • Recebeu: 25 vez(es)
  • Enviou: 33 vez(es)
  • +1/-0
Re: Exército dos EUA
« Responder #107 em: Novembro 21, 2012, 10:19:25 pm »
Citação de: "FoxTroop"
Citação de: "HSMW"

São granadas de exercicio (cor azul). Inventam p'ra carvalho estes zés amaricados...... Não admira que em 2002, num exercicio conjunto com marines, a malta de apoio de fogo deles não conseguisse acertar em nada  :|
Qual é o problema em usar granadas de exercício?
A progressividade do treino aconselha que numa determinada fase se recorra a granadas de exercício antes de efectuar fogo com granadas reais. Para além disso, do que percebi do filme, o que se estava a treinar era essencialmente a utilização do aparelho de pontaria e das estacas, pelo que não seria boa ideia disparar granadas reais, quanto mais não fosse por questões de segurança e porque era desperdicio de dinheiro.

Estranho essa dos Marines não acertarem em nada. Estamos a falar de tropa que usualmente é da mais bem treinada do mundo... mas às vezes acontecem erros. Aconteceu-me uma vez um dos meus cabos introduzir os valores das correcções de tiro erradas ... e a granada caiu curta ... ninguém se magoou  c34x
As Forças Armadas são o espelho da Nação ... e da visão de quem a governa.
 

*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 9456
  • Recebeu: 1112 vez(es)
  • Enviou: 2414 vez(es)
  • +158/-48
    • http://youtube.com/HSMW
Re: Exército dos EUA
« Responder #108 em: Dezembro 15, 2012, 08:18:32 pm »
http://www.youtube.com/profile_videos?user=HSMW

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 15825
  • Recebeu: 1311 vez(es)
  • Enviou: 1214 vez(es)
  • +207/-192
Re: Exército dos EUA
« Responder #109 em: Fevereiro 28, 2013, 04:45:29 pm »
VIATURAS OSHKOSH M-ATV

Quando da nossa chegada ao Afeganistão, em 20 de Outubro de 2011, após uma viagem de horas, ao aeroporto militar de Caia em Cabul e cumpridas todas as formalidades inerentes, nomeadamente, controlo, recepção de bagagens, documentação e recepção de armamento do anterior contingente, fomos transportados num autocarro blindado, um género de transporte de prisioneiros como por vezes observamos nos filmes Americanos, fazendo parte da escolta outras viaturas, desconhecidas para a maioria de nós. Tal despertou-nos um certo interesse, pois não eram parecidas com nenhuma outra que conhecíamos, visto serem enormes, e até duvidamos mesmo que pudessem circular no nosso país com normalidade. De cor caqui deserto, com uma rampa de acesso ao interior por parte dos tripulantes, situada na sua retaguarda, na parte superior uma torre com cobertura onde se podia visualizar o pontador, o qual estava a uma altura razoável, mais tarde, após a escolta decorrer sem incidentes, ficamos a saber que estas viaturas eram os novos veículos blindados Americanos para substituir o tão famigerado Humevee nos teatros de guerra do Iraque e do Afeganistão. Já em Maidan – Wardak, local onde o contingente da Guarda Nacional Republicana se encontra sediado, a exercer a sua missão de mentoria na Escola Nacional de Policia Afegã (NPTC-National Police Training Center), num dia que não consigo referenciar recebemos uma patrulha Americana que tinha sofrido uma emboscada através de um ataque complexo, mediante 2 explosões de IED’s - Improved Explosive Device (Engenho Explosivo Improvisado) em simultâneo, 1 ataque directo com vários RPG’s e o uso ainda de armas automáticas, do qual resultaram 3 Americanos feridos, um dos quais com alguma gravidade. Aquando do ataque os Americanos recolheram os feridos e abandonaram as viaturas danificadas que não podiam circular, retirando-se do local do incidente o mais depressa possível, deslocando-se de imediato para o nosso Quartel, visto ser o mais próximo e possuir em permanência uma equipa médica francesa que poderia prestar os primeiros socorros até à chegada do helicóptero (MEDIAVAC) para evacuação dos feridos para o hospital mais próximo. Dois dias após o ataque, as viaturas flageladas no local do ataque, foram rebocadas para o interior do NPTC, tendo as mesmas sido colocadas junto ao ITC (International Trainers Compound), local este, onde se encontram alojados todos os contingentes internacionais. Ao vislumbrarmos tamanha destruição, perguntamo-nos como teria sido possível alguém ter sobrevivido a tal ataque. As viaturas estavam completamente carbonizadas, motores destruídos, no local dos pneus viase unicamente ferro fundido onde tinham sido anteriormente as jantes. Mas, embora tivessem sofrido tamanha destruição, o certo é que o chassis se encontrava intacto, podendo visualizarse a forma de “V” do fundo do mesmo, todos os vidros da viatura estavam intactos, percebendo então a razão de no incidente só ter resultado feridos e nenhuma baixa mortal. Com tudo isto e após algumas pesquisas, achamos que seria esta uma excelente oportunidade de dar a conhecer o porquê da aquisição destas viaturas, e algumas características das mesmas, excelentes e seguras, e que realmente podem fazer a diferença entre a vida e a morte, como se encontra demonstrado nos últimos relatórios tornados públicos pelos Marines Norte-Americanos que, até à presente data, sofreram cerca de 300 ataques através de IED’s com estas viaturas e não tiveram nenhuma baixa humana a lamentar.Após terem sido conquistados todos os redutos talibãs no Afeganistão, as forças armadas tiveram necessidade de se adaptar a uma nova realidade, a mudança de estratégia dos insurgentes, que em vez de ataques directos, estes passaram a utilizar com maior frequência emboscadas com IED’s, obtendo resultados devastadores e mortíferos, o que constituía um grave problema para as forças Americanas e todos os seus aliados. Assim, em 2009 foi lançado um concurso público de aquisição de novas viaturas para substituição dos Humevee´s, viaturas utilizadas até então. As novas viaturas, para além de fornecer uma maior protecção aos seus tripulantes, não deveriam limitar a sua acção no terreno nem as capacidades tácticas que os Humevee´s ofereciam.Assim, quem se candidatasse ao concurso não teria uma vida fácil, visto que um reforço de blindagem em qualquer viatura implicaria uma perda de mobilidade, situação esta, que os responsáveis militares americanos não aceitariam. Dos 5 candidatos intervenientes no concurso, a viatura escolhida foi a OSHKOSH M-ATV MRAT (Mine Resistant Ambush Protected), que segundo o porta-voz do exército Americano, as razões da escolha incidiram no preço, visto se tratar do 2º mais barato e nos resultados dos testes, conjuntamente com as soluções apresentadas na resolução dos problemas em situações reais. O modelo M-ATV é uma Viatura fabricada pela OSHKOSH Corporation, sediada no Wisconsin, E.U.A, iniciando a sua construção em 2009 com um custo unitário de USD$470.000 sem equipamento, que poderia chegar ao USD$1.000.000 totalmente apetrechada com os mais variados e sofisticados equipamentos, nomeadamente armamento, equipa mento de visualização nocturno tanto térmico como ampliação de luminosidade, inibidores de frequência, transmissões etc… Num programa de aquisição de 8000 viaturas com um custo total 1.6 Biliões de dólares. É uma viatura de grandes dimensões, tendo uma altura de 2,70 mts, largura de 2,49 mts e um comprimento de 6,27 mts, repartido por um peso vazio de 12,500Kg e peso bruto de 14,700Kg, dependendo do modelo, visto que foram criadas várias opções, desde viaturas para patrulhamento, para transporte de mercadorias, viaturas ambulância, viaturas de transporte de pessoal, reboque etc… Para conseguir mover todo este peso a viatura foi equipada com um motor da marca Caterpillar 7.200cc, C7 Turbo Diesel, com 370 cavalos de potência, perfazendo um total de 25cvTon, podendo atingir uma velocidade máxima de 105KmH, com uma autonomia para 510Km, com caixa automática e tracção 4x4, com suspensão individual, o que permite retirar todo o conjunto de suspensãoroda e coloca-lo em outro lado, se assim for necessário. Possui ainda um sistema central de enchimento automático dos pneus, mesmo que a viatura perca pressão em dois pneus é possível circular cerca de 50Km a uma velocidade de 50KmH. Quanto ao armamento, pode ser equipada com uma metralhadora 7.62mm, , um lança granadas de 40mm, um lança misseis anticarro BGM-71 TOW e ainda 1 metralhadora pesada cal.50, esta que tem a particularidade de ser utilizada manualmente através de um militar na torre, ou electronicamente do interior com o auxilio de um joystick e câmaras que projectam a imagem num ecrã táctil, onde é possível seleccionar 5 alvos ao mesmo tempo e passar a selecção automática. Com isto tudo, e através do formato peculiar da blindagem em forma de V, a qual permite a fuga dos gases de uma explosão sem destruir o habitáculo da viatura. A composição secreta da sua blindagem, permite às forças que utilizam este tipo de viatura contar com uma arma que os ajudará neste esforço permanente na luta contra o terrorismo, aumentando a moral das suas forças, criando ainda aos insurgentes uma maior dificuldade, obrigando-os a se exporem cada vez mais para que os seus intentos tenham resultado por estes pretendidos.

Trabalho realizado por:
1º Sargento Paulo Certal
1º Sarg Fernando Riscado

 :arrow: http://www.gnr.pt/portal/internet/gabin ... ista94.pdf
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 15825
  • Recebeu: 1311 vez(es)
  • Enviou: 1214 vez(es)
  • +207/-192
Re: Exército dos EUA
« Responder #110 em: Março 08, 2013, 12:53:54 pm »
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Luso

  • Investigador
  • *****
  • 7601
  • Recebeu: 542 vez(es)
  • Enviou: 186 vez(es)
  • +224/-248
Re: Exército dos EUA
« Responder #111 em: Março 17, 2013, 11:15:52 am »
Será impressão minha ou há algo de profundamente errado nisto?
Que efeitos pretendem conseguir aquela distância?

Ai de ti Lusitânia, que dominarás em todas as nações...
 

*

FoxTroop

  • Investigador
  • *****
  • 1565
  • Recebeu: 395 vez(es)
  • Enviou: 299 vez(es)
  • +188/-483
Re: Exército dos EUA
« Responder #112 em: Março 17, 2013, 12:30:05 pm »
Citação de: "Luso"
Será impressão minha ou há algo de profundamente errado nisto?
Que efeitos pretendem conseguir aquela distância?

Uma palhaçada sem nexo nem jeito. Disparos à toa, sem nenhuma disciplina de fogo e sem olhar às mais elementares regras de segurança. Não hão-de os talibans rir-se deste rebanho e não é por acaso que, nas poucas reportagens que ocidentais têm feito com eles (como por exemplo a da BBC) mostrem um profundo desprezo e falta de respeito pelos americanos em contraste com o que dizem ter sido os combates contra os soviéticos/russos. Vai valendo o CAS, senão.....
 

*

saojorgexercito

  • Perito
  • **
  • 347
  • Recebeu: 25 vez(es)
  • Enviou: 33 vez(es)
  • +1/-0
Re: Exército dos EUA
« Responder #113 em: Março 17, 2013, 01:00:12 pm »
Citação de: "Luso"
Será impressão minha ou há algo de profundamente errado nisto?
Que efeitos pretendem conseguir aquela distância?

Aqui do conforto do meu sofá vou dar a minha opnião.  :D

No fundo acho que o youtube está cheio de pretensas acções de contacto com o inimigo e esta cena é só mais uma destas "acções".
As Forças Armadas são o espelho da Nação ... e da visão de quem a governa.
 

*

Luso

  • Investigador
  • *****
  • 7601
  • Recebeu: 542 vez(es)
  • Enviou: 186 vez(es)
  • +224/-248
Re: Exército dos EUA
« Responder #114 em: Março 17, 2013, 03:34:48 pm »
Sem querer pensar que sou mais corajoso que alguém e sem querer exigir a alguém que arrisque a vida por algo que - a meu ver - não vale a pena, parece-me que depois de ver uns quantos vídeos, que este pessoal não manobra para se aproximar, procurando um contacto mais eficaz. Na minha ignorância, isto não parece ser nada: todos tender a fazer "apoio de fogo" sem que ninguém se "aprochegue".
Aquela cena do tipo com o AT4 (que filma) mostra o impacto do mesmo lá longe. O que espera conseguir com aquilo? Pelo ponto de impacto do mesmo AT4 (1'17") diria que está mesmo a mais de 500 metros. O que é que aqueles tonos (incluindo o oficial ou sargento) pensam fazer ao atirar à toa com uma M4?
É tão mau que é vergonhoso para os próprios. Será só para impressionar as namoradas?
Ai de ti Lusitânia, que dominarás em todas as nações...
 

*

FoxTroop

  • Investigador
  • *****
  • 1565
  • Recebeu: 395 vez(es)
  • Enviou: 299 vez(es)
  • +188/-483
Re: Exército dos EUA
« Responder #115 em: Março 17, 2013, 08:43:56 pm »
Citação de: "Luso"
Sem querer pensar que sou mais corajoso que alguém e sem querer exigir a alguém que arrisque a vida por algo que - a meu ver - não vale a pena, parece-me que depois de ver uns quantos vídeos, que este pessoal não manobra para se aproximar, procurando um contacto mais eficaz. Na minha ignorância, isto não parece ser nada: todos tender a fazer "apoio de fogo" sem que ninguém se "aprochegue".
Aquela cena do tipo com o AT4 (que filma) mostra o impacto do mesmo lá longe. O que espera conseguir com aquilo? Pelo ponto de impacto do mesmo AT4 (1'17") diria que está mesmo a mais de 500 metros. O que é que aqueles tonos (incluindo o oficial ou sargento) pensam fazer ao atirar à toa com uma M4?
É tão mau que é vergonhoso para os próprios. Será só para impressionar as namoradas?


Luso, aquilo é a palhaçada completa. Toda a gente grita, toda a gente "arrota postas de pescada", disparam uns por cima dos outros sem respeitar sectores de tiro e em clara violação das mais básicas regras de segurança. Armas deitadas no chão, bem fora do alcance dos seus operadores e, no meio daquilo tudo, o gajo mais lúcido parece ser mesmo um dos operadores da MG, que só começa a disparar quando a histérica que parece ser chefe de alguma coisa ali, lhe começa a berrar para disparar para o molhe sem que o operador da arma pareça descortinar qualquer alvo. Palhaçada, palhaçada completa.
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 15825
  • Recebeu: 1311 vez(es)
  • Enviou: 1214 vez(es)
  • +207/-192
Re: Exército dos EUA
« Responder #116 em: Março 18, 2013, 04:35:34 pm »
Só de pensar que por menos que isso vi um camarada à cambalhota até... digamos que não se deixa a "namorada" no chão daquela forma. Depois é todas as outras questões apontadas pelo Fox.

Muito sinceramente só espero que seja pessoal da Nacional Guard, senão os tipos estão piores que eu pensava.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Edu

  • Especialista
  • ****
  • 1166
  • Recebeu: 155 vez(es)
  • Enviou: 12 vez(es)
  • +5/-4
Re: Exército dos EUA
« Responder #117 em: Março 18, 2013, 05:54:42 pm »
Quando se tem uma força logística muito forte por trás e nenhuma preocupação em poupar munições... bem se pode fazer daquilo uma carreira de tiro.

O exercito americano está historicamente habituado a operar em teatros operacionais com uma forte superioridade militar e uma grande componente logística, por isso poupar munições e apenas disparar quando se vê o alvo não é uma necessidade. Assim ao menos a disparar em todas as direcções nalguma coisa se irá acertar.

O problema é quando começarem a ter de actuar com meios limitados tal como os outros exércitos têm... aí é que a porca troce o rabo.
 

*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 9456
  • Recebeu: 1112 vez(es)
  • Enviou: 2414 vez(es)
  • +158/-48
    • http://youtube.com/HSMW
Re: Exército dos EUA
« Responder #118 em: Março 24, 2013, 12:26:21 am »
http://www.youtube.com/profile_videos?user=HSMW

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 15825
  • Recebeu: 1311 vez(es)
  • Enviou: 1214 vez(es)
  • +207/-192
Re: Exército dos EUA
« Responder #119 em: Abril 22, 2013, 03:53:04 pm »
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

 

High Tech "Battlelab" para o Exército Britânico

Iniciado por JLRC

Respostas: 0
Visualizações: 3081
Última mensagem Outubro 28, 2004, 11:04:28 pm
por JLRC
Grupo de Aviação Ligeira do Exército Osprey...Apache/Tiger

Iniciado por Boina_Verde

Respostas: 40
Visualizações: 15878
Última mensagem Setembro 19, 2007, 12:28:14 pm
por Luso
Imagem da nova espingarda de assalto do exército americano

Iniciado por lf2a

Respostas: 2
Visualizações: 2915
Última mensagem Outubro 01, 2004, 05:43:15 pm
por lf2a
Para que serve o Grupo de Aviação Ligeira (Exército)

Iniciado por papatango

Respostas: 19
Visualizações: 8211
Última mensagem Maio 14, 2008, 01:00:06 am
por tyr
Exército, Alemanha, França,Inglaterra, TOPS Pesquisa

Iniciado por Heer.Skuda

Respostas: 2
Visualizações: 3742
Última mensagem Junho 15, 2007, 01:11:48 am
por Nuno Bento