LDG Bacamarte, para quando a sua substituição ?

  • 19 Respostas
  • 1616 Visualizações
*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 4988
  • Recebeu: 2274 vez(es)
  • Enviou: 875 vez(es)
  • +612/-74
LDG Bacamarte, para quando a sua substituição ?
« em: Novembro 07, 2019, 07:09:55 pm »



https://pt.wikipedia.org/wiki/Classe_Bombarda

https://dre.pt/home/-/dre/122881206/details/maximized?serie=II&parte_filter=31&dreId=122881189

Alienação do ex-NRP Bacamarte Despacho n.º 6083/2019

Considerando que a Marinha Portuguesa manifestou a intenção de proceder à alienação do navio do tipo Lancha de Desembarque Grande (LDG) ex-NRP Bacamarte, por já não ser necessário à mobilização das Forças Armadas;

Considerando que o Conselho de Chefes de Estado-Maior emitiu parecer favorável à alienação do referido material em 24 de abril de 2019, conforme previsto no artigo 2.º do Decreto-Lei n.º 48/89, de 22 de fevereiro, com a redação dada pelo Decreto-Lei n.º 223/92, de 20 de outubro;

Considerando que a Marinha Portuguesa já efetuou a desmilitarização e pode assegurar, via entidade certificada do ponto de vista técnico e ambiental, a limpeza, descontaminação e preparação para o afundamento do navio ex-NRP Bacamarte, enquadrando-se nas boas práticas recomendadas pela Agência Portuguesa do Ambiente (APA) e no respeito pelas normas internacionais para a preparação de plataformas para afundamento;

Considerando que se encontram observados os compromissos internacionais, nomeadamente os decorrentes da Convenção para a prevenção da poluição marinha por operações de imersão de detritos e outros produtos (Convenção de Londres), aprovada para ratificação pelo Decreto n.º 2/78, de 7 de janeiro, tendo sido para o efeito efetuada comunicação à Autoridade Nacional de Imersão de Resíduos que é a Direção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos;

Considerando que foi observado o disposto na Convenção para a proteção do meio marinho do atlântico nordeste (Convenção OSPAR), aprovada pelo Decreto n.º 59/97, de 31 de outubro, designadamente no que se refere à localização e área proposta para o afundamento;

Nos termos e ao abrigo do artigo 1 do Decreto-Lei n.º 48/89, de 22 de fevereiro, alterado pelo Decreto-Lei n.º 223/92, de 20 de outubro, que disciplina a alienação de material de guerra, naval, terrestre ou aéreo, e demais equipamentos militares desnecessários às Forças Armadas, determino o seguinte:

1 - Autorizo a utilização do ex-NRP Bacamarte da Marinha Portuguesa, como alvo de superfície e consequente afundamento, no âmbito do exercício militar naval CONTEX-PHIBEX 19, que decorrerá entre 17 e 28 de junho de 2019.

2 - Autorizo, caso a utilização como alvo de superfície em exercício militar do ex-NRP Bacamarte, não se possa ou não se venha a concretizar, a sua alienação nos termos e ao abrigo do Decreto-Lei n.º 48/89, de 22 de fevereiro, alterado pelo Decreto-Lei n.º 223/92, de 20 de outubro, cujo procedimento é da competência da Direção-Geral de Recursos da Defesa Nacional.

3 - No caso do disposto no número anterior, autorizo que o produto da venda seja consignado ao reforço das verbas afetas à Marinha, em conformidade com o disposto no artigo 5.º do Decreto-Lei n.º 48/89, de 22 de fevereiro, alterado pelo Decreto-Lei n.º 223/92, de 20 de outubro.

4 - O presente despacho produz efeitos no dia da sua assinatura.

19 de junho de 2019. - O Ministro da Defesa Nacional, João Titterington Gomes Cravinho.

Depois de ler tantos " Considerandos " pareceu-me que ficou a faltar o  " Considerando " de termos de arranjar um Navio substituto ao NRP Bacamarte, que foi abatido com a bonita e tenra idade de 28 anos de serviço, quando a grande maioria das unidades que compõem a Frota são abatidas com quarenta e muitos anos tendo sido registado alguns casos, bastantes, unidades  abatidas depois de terem feito cinquenta + anos de serviço.
Convenhamos que este abate, foi no mínimo estranho, para não dizer mais, uma vez que não se vislumbra a aquisição do tão aguardado NPL, e esta LDG, preenchia todos os requisitos para desempenhar missões de duplo e até triplo uso.
O Tufão Lorenzo, que atingiu as Flores no inicio de Outubro, dá-me razão, ou estarei enganado ???
Se calhar não !
Se há equipamento naval de extrema importância para uma Nação Continental mas que possui parte do seu território, no meio de um oceano, são os Navios Polivalentes, e, as Lanchas de Desembarque.
Se não temos arcaboiço para adquirir o primeiro, então temos de possuir ao menos uma Lancha de desembarque que, muito útil tinha sido, as imagens não enganam!!

                                                                                                                                                              


                                                                                                                                                                                                                      

Abraços
« Última modificação: Novembro 07, 2019, 08:45:55 pm por tenente »
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 8119
  • Recebeu: 485 vez(es)
  • Enviou: 842 vez(es)
  • +294/-236
Re: LDG Bacamarte, para quando a sua substituição ?
« Responder #1 em: Novembro 08, 2019, 08:39:14 am »
Eu já ficava contente de saber o PORQUÊ de ter sido abatida, tendo entrado ao serviço em 1985.
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 2708
  • Recebeu: 1515 vez(es)
  • Enviou: 911 vez(es)
  • +828/-172
Re: LDG Bacamarte, para quando a sua substituição ?
« Responder #2 em: Novembro 08, 2019, 09:19:00 am »
Mais uma valência que se perdeu depois dos draga-minas. Mas se se anda em missões de patrulha em alto-mar desarmados, tudo o que não fazia sentido antes acaba afinal por fazer hoje em dia.

Ainda agora o Sines vai ser deslocado para o Golfo da Guiné por causa da pirataria, e caso se encontre com uma lancha destes vai afugentá-los com o quê, um cartaz do José Castelo Branco em lingerie? :mrgreen: ::)

https://expresso.pt/sociedade/2019-11-07-Navios-da-Marinha-Portuguesa-procuram-piratas-no-Golfo-da-Guine-apos-ataque
« Última modificação: Novembro 08, 2019, 09:22:17 am por Charlie Jaguar »
Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

         "PER ASPERA AD ASTRA"
               (Por Caminhos Árduos, Até Às Estrelas)
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: P44, Claust

*

ocastilho

  • Membro
  • *
  • 110
  • Recebeu: 52 vez(es)
  • Enviou: 63 vez(es)
  • +28/-2
Re: LDG Bacamarte, para quando a sua substituição ?
« Responder #3 em: Novembro 08, 2019, 10:52:03 am »
Caros colegas, isto é o preço a pagar por parecermos uma República de San Theodoros com os seus 3.489 coronéis e 49 soldados.

O que é mais revelador ainda é que parece que nem sequer existe uma ideia do que se quer da Armada. É tudo a curto-prazo, desenrascado e preso por arames. E não tenhamos pudor, grande parte da culpa é da cúpula das FAs, este abate da Bacamarte não foi decidido pelo excelso ministro...

Dou um exemplo que me parece paradigmático, vamos enviar o NRP Sines para o Golfo da Guiné numa suposta missão anti-pirataria. Desconfia-se que nessa zona os piratas usam embarcações de maior parte para transportar as lanchas com as quais depois fazem o assalto, pergunto eu, em casa de tentativa de abalroamento como é que o Sines se vai defender? Com fogo de .50?
Mais, com que meios é que o Sines terão o seu Situational awareness  ? Com o seu radar civil?

Haja pachorra,
Um abraço
"Se servistes à pátria, que vos foi ingrata, vós fizestes o que devíeis, ela o que costuma."
 

*

Claust

  • Membro
  • *
  • 19
  • Recebeu: 18 vez(es)
  • Enviou: 45 vez(es)
  • +4/-0
Re: LDG Bacamarte, para quando a sua substituição ?
« Responder #4 em: Novembro 08, 2019, 11:12:58 am »
Caros colegas, isto é o preço a pagar por parecermos uma República de San Theodoros com os seus 3.489 coronéis e 49 soldados.

O que é mais revelador ainda é que parece que nem sequer existe uma ideia do que se quer da Armada. É tudo a curto-prazo, desenrascado e preso por arames. E não tenhamos pudor, grande parte da culpa é da cúpula das FAs, este abate da Bacamarte não foi decidido pelo excelso ministro...

Dou um exemplo que me parece paradigmático, vamos enviar o NRP Sines para o Golfo da Guiné numa suposta missão anti-pirataria. Desconfia-se que nessa zona os piratas usam embarcações de maior parte para transportar as lanchas com as quais depois fazem o assalto, pergunto eu, em casa de tentativa de abalroamento como é que o Sines se vai defender? Com fogo de .50?
Mais, com que meios é que o Sines terão o seu Situational awareness  ? Com o seu radar civil?

Haja pachorra,
Um abraço

Desculpem-me opinar, mas estão a entender mal.
Foi enviado o NRP Sines para fazer um upgrade com o material aprendido aos bandidos dos Piratas. Certamente possuem arsenal bélico e radar superior ao do NPO em questão. Nós só temos a vantagem de ter elementos humanos super competentes a bordo, caso contrário ainda perdíamos um casco...

 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: P44, NVF, Charlie Jaguar, ocastilho

*

LM

  • Especialista
  • ****
  • 910
  • Recebeu: 140 vez(es)
  • Enviou: 861 vez(es)
  • +113/-1
Re: LDG Bacamarte, para quando a sua substituição ?
« Responder #5 em: Novembro 08, 2019, 11:36:26 am »

Ainda agora o Sines vai ser deslocado para o Golfo da Guiné por causa da pirataria, e caso se encontre com uma lancha destes vai afugentá-los com o quê, um cartaz do José Castelo Branco em lingerie? :mrgreen: ::)

https://expresso.pt/sociedade/2019-11-07-Navios-da-Marinha-Portuguesa-procuram-piratas-no-Golfo-da-Guine-apos-ataque

Pelo menos no Facebook do EMFA houve vários comentadores a realçarem que o NPO não tem armamento digno do nome e que um RPG é possível.
Quidquid latine dictum sit, altum videtur
 

*

Crypter

  • Especialista
  • ****
  • 1145
  • Recebeu: 181 vez(es)
  • Enviou: 211 vez(es)
  • +26/-6
Re: LDG Bacamarte, para quando a sua substituição ?
« Responder #6 em: Novembro 08, 2019, 12:13:10 pm »
Pelo que falei com colega do Alfeite a Bacamarte estava em muito mau estado. Ouvia-se dizer que a recuperação era demasiado custosa para o que ela fazia.
 

*

Turlu

  • Membro
  • *
  • 107
  • Recebeu: 27 vez(es)
  • Enviou: 58 vez(es)
  • +6/-0
Re: LDG Bacamarte, para quando a sua substituição ?
« Responder #7 em: Novembro 08, 2019, 02:01:31 pm »
Boa tarde,
Dando os meus 5$00 (peço desculpa mas já sou acc) de contributo para o tópico, a minha opinião sobre a utilização de "uma Bacamarte" em auxílio a populações acidentadas, e dando o exemplo do sucedido na Ilha das Flores,  julgo que o seu uso só seria viável no verão. No inverno o mar dos Açores não se compadece com o seu uso. Além disso as distâncias a percorrer são grandes (237 kms - 148 milhas entre Flores e Faial; 347 kms - 216 milhas entre Flores e Terceira; 512 kms - 318 milhas entre Flores e São Miguel) e uma Bacamarte não é rápida o suficiente (penso que a velocidade máxima são 10 nós). Se houvesse necessidade de fazer várias viagens para reabastecer/socorrer a Ilha a partir do Grupo Central, ou, pior ainda, do Grupo Oriental, não seria de grande eficácia.
Voltamos, por isso a "bater no ceguinho" do NPL que podia ser "atestado até acima " de material e mesmo que não conseguisse atracar, tal como agora acontece, podia pairar ao largo e colocando as lanchas na água fazer o socorro de emergência.
Dito isto, tal não invalida a necessidade de se possuirem lanchas como as da classe Bombarda, no caso da emergência se situar no Grupo Central dos Açores, dado que as distências a percorrer são bastante inferiores. Isto se as condições meteorológicas não forem adversas.

No que diz respeito à sua utilização militar pura, para utilização expedicionária, penso que também não teriam grande relevo, a não ser que operadas pelo tal "D. Sebastião". Não as estou a ver a navegar até à Guiné, por exemplo, no caso de ser necessário evacuar cidadãos nacionais.
Neste momento só vejo a sua necessidade (em termos militares) para treino dos Fuzileiros.

É a opinião de um curioso e por isso vale o que vale.

M.C.

Com gente tola e toiros, paredes bem altas!
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF, Charlie Jaguar

*

ocastilho

  • Membro
  • *
  • 110
  • Recebeu: 52 vez(es)
  • Enviou: 63 vez(es)
  • +28/-2
Re: LDG Bacamarte, para quando a sua substituição ?
« Responder #8 em: Novembro 08, 2019, 02:20:35 pm »
Caro Turlu, cito o blog da Reserva Naval, deixo o link abaixo, o qual deve ser visto usando o cache do google.

Citar
A LDG «Alabarda» largou para Angola – Luanda (01Jan71*) onde chegou depois de escalar o Funchal, Las Palmas, S. Vicente de Cabo Verde, Bissau e a baía de Ana Chaves (S. Tomé). Em dois troços do percurso foi acompanhada pel navio-patrulha «Boavista» e a fragata «Comandante Roberto Ivens». Ali permaneceu estacionada, participando em diversas missões no âmbito da actividade operacional daquele Comando Naval. Em 16Jun75 regressou a Lisboa onde atracou em 13Jul75 mantendo-se no desempenho de missões em águas costeiras do Continente e Ilhas. Foi abatida ao efectivo dos navios da Armada em 31Out97.

• A LDG «Bacamarte» foi a única LDG que nunca efectuou missões fora das águas costeiras continentais ou das ilhas. Nos seus primeiros anos de vida, a LDG «Bacamarte», foi utilizada em missões no arquipélago dos Açores, missões estas que tinham como principal objectivo o transporte logístico, para a construção de alguns dos portos existentes nos dias de hoje neste arquipélago. Manteve sempre a sua característica principal a capacidade de abicar a terra, possibilitando o embarque e desembarque de tropas, carros de combate e outras viaturas, transportando o apoio logístico necessário, como sejam, mantimentos e munições.

Além das missões para que foi concebido, o navio tem vindo a desenvolver uma intensa actividade na área do treino operacional de unidades navais, concretamente na recolha de torpedos e reboque de alvo de artilharia para tiro de superfície. Para além destas ultimas missões, o navio viu mais tarde surgirem-lhe missões que lhe vieram dar mais relevo, como por exemplo o combate à poluição. Assim este navio viu-se envolvido nas missões "Prestige" e "Nautila".

Não cito mais para não ser muito maçudo, mas também era comum as LDG serem rebocadas, provavelmente para maior rapidez. Portanto poderiam ter sido um contributo bastante importante nos açores, ao invés daquele triste cenário de se andar a descarregar botija a botija de gás.
 
Link:https://webcache.googleusercontent.com/search?q=cache:Y0r1bFO8aUkJ:https://reservanaval.blogspot.com/2018/09/ldg-bacamarte-vs-lanchas-de-desembarque.html+&cd=1&hl=pt-PT&ct=clnk&gl=pt&client=firefox-b-d

Quanto ao estado em que estaria,  acho que também revela o estado a que a deixaram chegar. O Crypter não me leve a mal, mas se há coisa que as "cabeças pensantes" são boas é em arranjar desculpas para a incompetência ou negligência....
 
"Se servistes à pátria, que vos foi ingrata, vós fizestes o que devíeis, ela o que costuma."
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: P44

*

mafets

  • Investigador
  • *****
  • 5682
  • Recebeu: 1193 vez(es)
  • Enviou: 610 vez(es)
  • +405/-138
Re: LDG Bacamarte, para quando a sua substituição ?
« Responder #9 em: Novembro 08, 2019, 02:28:45 pm »

Ainda agora o Sines vai ser deslocado para o Golfo da Guiné por causa da pirataria, e caso se encontre com uma lancha destes vai afugentá-los com o quê, um cartaz do José Castelo Branco em lingerie? :mrgreen: ::)

https://expresso.pt/sociedade/2019-11-07-Navios-da-Marinha-Portuguesa-procuram-piratas-no-Golfo-da-Guine-apos-ataque

Pelo menos no Facebook do EMFA houve vários comentadores a realçarem que o NPO não tem armamento digno do nome e que um RPG é possível.
Ainda não entendi como a malta do Isil e por aí fora mete um canhão duplo numa Pick Up e nós não conseguimos pegar num e colocar provisoriamente num NPO desarmado. Deve ser uma engenharia e tanto (quanto mais substituir uma LDG)...





Saudações
« Última modificação: Novembro 08, 2019, 02:29:36 pm por mafets »
"Nunca, no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos." W.Churchil

http://mimilitary.blogspot.pt/
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: P44

*

Crypter

  • Especialista
  • ****
  • 1145
  • Recebeu: 181 vez(es)
  • Enviou: 211 vez(es)
  • +26/-6
Re: LDG Bacamarte, para quando a sua substituição ?
« Responder #10 em: Novembro 08, 2019, 03:40:58 pm »
O Crypter não me leve a mal, mas se há coisa que as "cabeças pensantes" são boas é em arranjar desculpas para a incompetência ou negligência....

O Crypter só não leva mal se houver direito a umas minis e uns caracóis!!
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 1874
  • Recebeu: 425 vez(es)
  • Enviou: 76 vez(es)
  • +88/-25
Re: LDG Bacamarte, para quando a sua substituição ?
« Responder #11 em: Novembro 08, 2019, 11:22:50 pm »
Ainda não entendi como a malta do Isil e por aí fora mete um canhão duplo numa Pick Up e nós não conseguimos pegar num e colocar provisoriamente num NPO desarmado. Deve ser uma engenharia e tanto (quanto mais substituir uma LDG)...





Saudações
[/quote]

O Flight Deck teria espaço para pelo menos 2 bitubos, e já que não é usado para aterrar qualquer tipo de helicópteros, ao menos tinha utilidade neste cenário onde vai desempenhar a missão.

Agora, se a peça de 30mm já era pouco para a dimensão do navio, ir um sem armamento nenhum, é mais do que ridículo. É o que dá ter uma LPM com LPDs fantasma, MLUs ocos e afins, depois não sobra orçamento para um par de canhões de 30 mm.

Mas como isto é off-topic... como deixam a Bacamarte chegar ao estado a que chegou? Desleixo? É que com tanto navio na MP com mais 15/20 anos que a Bacamarte, será assim tão complexo de se fazer a devida manutenção? Ou como é um navio que habitualmente fica nos bastidores, e quem dá a cara são as fragatas, NPOs made in Portugal, etc, esta lancha ficou para segundo plano?

De qualquer das formas, não me parece ser um tipo de navio tão difícil de adquirir, ou melhor, tão dispendioso quando isso. Houvesse vontade e teríamos pelo menos 2 navios deste género para entrar em serviço. O Alfeite até tinha um projecto interessante.
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 8119
  • Recebeu: 485 vez(es)
  • Enviou: 842 vez(es)
  • +294/-236
Re: LDG Bacamarte, para quando a sua substituição ?
« Responder #12 em: Novembro 09, 2019, 02:18:31 pm »
Mais uma valência que se perdeu depois dos draga-minas. Mas se se anda em missões de patrulha em alto-mar desarmados, tudo o que não fazia sentido antes acaba afinal por fazer hoje em dia.

Ainda agora o Sines vai ser deslocado para o Golfo da Guiné por causa da pirataria, e caso se encontre com uma lancha destes vai afugentá-los com o quê, um cartaz do José Castelo Branco em lingerie? :mrgreen: ::)

https://expresso.pt/sociedade/2019-11-07-Navios-da-Marinha-Portuguesa-procuram-piratas-no-Golfo-da-Guine-apos-ataque

Dá-lhes ideias  s1x2x
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 8119
  • Recebeu: 485 vez(es)
  • Enviou: 842 vez(es)
  • +294/-236
Re: LDG Bacamarte, para quando a sua substituição ?
« Responder #13 em: Novembro 09, 2019, 02:20:23 pm »
Caros colegas, isto é o preço a pagar por parecermos uma República de San Theodoros com os seus 3.489 coronéis e 49 soldados.

O que é mais revelador ainda é que parece que nem sequer existe uma ideia do que se quer da Armada. É tudo a curto-prazo, desenrascado e preso por arames. E não tenhamos pudor, grande parte da culpa é da cúpula das FAs, este abate da Bacamarte não foi decidido pelo excelso ministro...

Dou um exemplo que me parece paradigmático, vamos enviar o NRP Sines para o Golfo da Guiné numa suposta missão anti-pirataria. Desconfia-se que nessa zona os piratas usam embarcações de maior parte para transportar as lanchas com as quais depois fazem o assalto, pergunto eu, em casa de tentativa de abalroamento como é que o Sines se vai defender? Com fogo de .50?
Mais, com que meios é que o Sines terão o seu Situational awareness  ? Com o seu radar civil?

Haja pachorra,
Um abraço

Se calhar, só apanhando um "susto valente" é que abriam a pestana  lo3x4
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 4988
  • Recebeu: 2274 vez(es)
  • Enviou: 875 vez(es)
  • +612/-74
Re: LDG Bacamarte, para quando a sua substituição ?
« Responder #14 em: Novembro 09, 2019, 09:30:36 pm »
Pelo que ouvi, a Marinha, á semelhança do que aconteceu com as G3, está apensar num upgrade, desta LDM, para substituir a LDG Bacamarte. :G-beer2:



Abraços
« Última modificação: Novembro 09, 2019, 09:33:18 pm por tenente »
 

 

Novos Radares para as "Novas" "M"?

Iniciado por Sintra

Respostas: 6
Visualizações: 5514
Última mensagem Maio 23, 2007, 08:52:59 pm
por Sintra
Substituição das Fragatas Classe Vasco da Gama

Iniciado por tenente

Respostas: 287
Visualizações: 43782
Última mensagem Fevereiro 19, 2020, 04:31:46 pm
por dc
Substituição dos Lynx

Iniciado por ruben lopes

Respostas: 550
Visualizações: 102047
Última mensagem Fevereiro 21, 2020, 11:25:18 pm
por NVF
Fragatas antiaéreas para Portugal: Qual a escolha certa?

Iniciado por Tiger22

Respostas: 32
Visualizações: 11547
Última mensagem Fevereiro 25, 2005, 10:39:38 pm
por papatango
Luís Amado assina contrato para lanchas costeiras

Iniciado por PereiraMarques

Respostas: 102
Visualizações: 20094
Última mensagem Dezembro 27, 2005, 07:09:07 pm
por PereiraMarques