Sector Automóvel

  • 70 Respostas
  • 6242 Visualizações
*

Viajante

  • Investigador
  • *****
  • 1942
  • Recebeu: 763 vez(es)
  • Enviou: 337 vez(es)
  • +665/-29
Re: Sector Automóvel
« Responder #60 em: Setembro 11, 2019, 09:45:45 am »
BMW está a desenvolver um carro movido a hidrogénio. Veja o protótipo!

A BMW tem sido das marcas alemãs mais activas na mobilidade eléctrica. Na sua gama já conta com um carro eléctrico e em breve poderemos ver a chegada de um carro movido a hidrogénio à marca da Baviera!

No IAA Salão de Frankfurt, a marca anunciou o protótipo BMW i Hydrogen NEXT que recorre a uma célula de combustível para se mover.



A mobilidade eléctrica tem cada vez mais relevância no mundo automóvel e as marcas avançam em várias frentes, para esta realidade. A Tesla, por exemplo, está a investir – e com sucesso – em carros com motores eléctricos alimentados por baterias de iões de lítio.

Não obstante, há outras marcas a investir em mais tecnologias. A Mercedes investiu bastante nos carros movidos a hidrogénio e parece que a sua eterna rival BMW se irá juntar nesta corrida! A marca da Baviera confirmou no Salão de Frankfurt que está a desenvolver um carro eléctrico movido a célula de combustível.
Com base na última geração do SUV BMW X5, este veículo visualiza os futuros esforços da fabricante em gerar energia com base no hidrogénio. Além disso, o i Hydrogen NEXT vai buscar ainda influência ao BMW iX3.







A fabricante acredita que no futuro teremos vários tipos de mobilidade e por isso quer investir em todos eles para os utilizadores terem um BMW como opção na procura pelo próximo carro. Ressalva ainda as vantagens deste tipo de solução: carregamentos similares aos dos carros com motor a combustão, autonomia elevada, não abdica de atributos no conforto e não depende de condições climatéricas.

Assim, o seu i Hydrogen NEXT vai continuar em desenvolvimento até 2022, enquanto esperam até 2025 ter veículos de produção movidos com esta tecnologia actualmente em concept.

BMW em parceria com Toyota

Segundo o comunicado da BMW, o desenvolvimento da célula de combustível e das tecnologias inerentes está a ser feito em parcerias com a Toyota. As duas fabricantes começaram este acordo em 2013 e desde então tem sido reforçado devido a acreditarem nesta solução de mobilidade.

Será que a célula de combustível de hidrogénio pode ser assim uma alternativa aos carros eléctricos que recorrem a baterias? Ou deverão ser vistas como tecnologias complementares? Deixe a sua opinião nos comentários!

https://pplware.sapo.pt/motores/bmw-desenvolver-carro-hidrogenio-prototipo/comment-page-1/
 

*

Viajante

  • Investigador
  • *****
  • 1942
  • Recebeu: 763 vez(es)
  • Enviou: 337 vez(es)
  • +665/-29
Re: Sector Automóvel
« Responder #61 em: Outubro 30, 2019, 11:08:32 am »
Peugeot dispara para máximos de 2008 após confirmação de negociações com a Fiat Chrysler

Os grupos PSA e Fiat Chrysler estão em conversações com vista a uma fusão. A informação já foi confirmada pelas empresas, o que está a elevar as ações. A Peugeot disparou para máximos de mais de 11 anos. Já a Fiat Chrysler já esteve a subir mais de 10%.



A agência Dow Jones revelou ainda na terça-feira que a PSA, liderada pelo português Carlos Tavares, e a Fiat Chrysler estão em conversações para um possível fusão. Uma notícia que já foi confirmada esta quarta-feira pelas empresas.

 

"Estão a decorrer discussões com o objetivo de criar um dos maiores grupos mundiais", revelou a Fiat em comunicado, citado pela Bloomberg. A PSA emitiu um comunicado semelhante, confirmando a existência de negociações entre os dois grupos.

Uma fusão entre os dois grupos criaria a segunda maior fabricante automóvel, por vendas, na Europa. E daria origem a uma cotada cujo valor de mercado ascende a 47 mil milhões de dólares, revela a Bloomberg.

 

O grupo automóvel francês PSA é liderado por Carlos Tavares e engloba marcas como Peugeot, Citroën, DS e Opel. Já a ítalo-americana Fiat Chrysler (FCA) tem sido notícia por diversas vezes devido a eventuais fusões. A última foi com a Renault, mas a Nissan – que tem uma aliança com a francesa – acabou por inviabilizar esta operação.
 

As ações das cotadas estão a reagir às novidades. A PSA está a subir 6,38% para 26,51 euros, tendo chegado a subir mais de 8,5% para o valor mais alto desde junho de 2008.



Já a Fiat Chrysler está a subir 8,27% para 12,722 euros, tendo chegado a apreciar mais de 10,5% para níveis de maio deste ano.



Os comunicados não adiantam mais informação, mas ainda ontem, o Financial Times revelava que o plano é deixar na liderança da empresa que surgir desta fusão Carlos Tavares.

https://www.jornaldenegocios.pt/trading/detalhe/peugeot-dispara-para-maximos-de-2008-apos-confirmacao-de-negociacoes-com-a-fiat-chrysler?ref=HP_DestaquesPrincipais
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 11510
  • Recebeu: 430 vez(es)
  • Enviou: 232 vez(es)
  • +73/-61
Re: Sector Automóvel
« Responder #62 em: Dezembro 28, 2019, 03:34:54 pm »
Turquia lança primeiros carros elétricos de produção nacional


 

*

Daniel

  • Investigador
  • *****
  • 1519
  • Recebeu: 67 vez(es)
  • Enviou: 21 vez(es)
  • +152/-1361
Re: Sector Automóvel
« Responder #63 em: Maio 23, 2020, 08:25:09 pm »
Hertz declara bancarrota nos Estados Unidos e Canadá
https://eco.sapo.pt/2020/05/23/hertz-declara-bancarrota-nos-estados-unidos-e-canada/
Citar
A empresa vai declarar falência nos Estados Unidos e no Canadá devido ao facto de a pandemia ter provocado um impacto "repentino e dramático" na procura por carros para alugar. A pandemia do novo coronavírus levou a empresa norte-americana de aluguer de carros Hertz a recorrer ao designado capítulo 11 da lei da bancarrota, ao fim de mais de um século de existência.

Por enquanto, este procedimento diz respeito apenas às suas operações nos Estados Unidos e no Canadá, afirmou o grupo em comunicado à imprensa. Assim, poupa as suas principais regiões operacionais, principalmente Europa, Austrália e Nova Zelândia.
“O impacto da Covid-19 na procura de viagens foi repentino e dramático, resultando numa queda acentuada nas receitas da empresa e reservas futuras”, apontou o Grupo.

A Hertz diz que tomou uma “ação imediata” que prioriza a saúde e a segurança dos funcionários e dos seus clientes. Na sexta-feira, o Grupo disse que até 20.000 pessoas foram demitidas, cerca da metade da sua força de trabalho global.
A Vida é um teste e uma incumbência de  confiança.
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 11510
  • Recebeu: 430 vez(es)
  • Enviou: 232 vez(es)
  • +73/-61
Re: Sector Automóvel
« Responder #64 em: Maio 29, 2020, 12:40:14 pm »
Renault mergulhada em crise profunda


 

*

Daniel

  • Investigador
  • *****
  • 1519
  • Recebeu: 67 vez(es)
  • Enviou: 21 vez(es)
  • +152/-1361
Re: Sector Automóvel
« Responder #65 em: Maio 29, 2020, 02:51:14 pm »
Governo espanhol lamenta decisão da Nissan de encerrar fábrica de Barcelona
https://www.jornaldenegocios.pt/empresas/automovel/detalhe/governo-espanhol-lamenta-decisao-da-nissan-de-encerrar-fabrica-de-Barcelona
Citar
A fabricante japonesa anunciou o encerramento de duas fábricas, a redução da sua gama e pretende diminuir em 20% o volume de produção nos próximos três anos.A construtora de automóveis japonesa Nissan informou esta quinta-feira o Governo espanhol que vai encerrar a sua fábrica de Barcelona, que emprega 3.000 pessoas, decisão que Madrid "lamenta", segundo comunicado do Ministério da Indústria de Espanha.

O executivo espanhol insiste que a continuidade da fábrica de Barcelona, que emprega diretamente cerca de 3.000 pessoas e indiretamente mais 30.000, faz sentido económico para a Nissan Motor, "sendo mais rentável investir do que assumir o custo do encerramento, que poderá ultrapassar os 1.000 milhões de euros".

Madrid propôs à presidência da multinacional japonesa a criação de um grupo de trabalho para procurar alternativas ao fecho da fábrica.

O Ministério da Indústria espanhol defende que a continuidade da fábrica de Barcelona é possível através do plano de viabilidade apresentado há alguns meses à presidência da Nissan e preparado conjuntamente com o Governo regional da Catalunha e ainda com a Câmara Municipal de Barcelona.

"A fábrica de Barcelona é de natureza estratégica, uma vez que a saída de Barcelona e de Espanha significa abandonar a União Europeia, com o consequente custo de reputação num mercado de mais de 500 milhões de pessoas", acrescenta o comunicado.

Madrid assinala que, uma vez conhecida a decisão, que lhe foi comunicada oficialmente esta manhã, terá início um período de negociações em que serão estabelecidos os termos e condições do processo.

Assim, o Governo espanhol vai convocar nos próximos dias o executivo regional, a Câmara Municipal de Barcelona e as centrais sindicais para analisar conjuntamente a situação e estudar os diferentes cenários para o futuro.

A fabricante japonesa anunciou hoje o seu plano a três anos para a sobrevivência da empresa, apostando na redução significativa dos custos fixos.

E a estratégia prevê uma diminuição de 20% nos volumes de produção, que inclui o encerramento da fábrica em Espanha mas também, embora não no imediato, de uma fábrica na Indonésia.

A marca vai igualmente "emagrecer" a sua gama, passando dos atuais 69 modelos para menos de 55. Os recursos serão concentrados nos modelos mais competitivos em termos globais, incluindo o Qashqai, o X-Trail, os veículos elétricos, como o Leaf, e os desportivos.

Os anúncios surgem no dia em que a Nissan reportou prejuízos de 671,2 mil milhões de ienes (5,6 mil milhões de euros) no exercício fiscal e uma perda operacional de 40,5 mil milhões de ienes (342 milhões de euros), a primeira em 11 anos e a maior em duas décadas.
A Vida é um teste e uma incumbência de  confiança.
 

*

Daniel

  • Investigador
  • *****
  • 1519
  • Recebeu: 67 vez(es)
  • Enviou: 21 vez(es)
  • +152/-1361
Re: Sector Automóvel
« Responder #66 em: Maio 30, 2020, 04:01:02 pm »
Renault vai suprimir 15.000 postos de trabalho
https://eco.sapo.pt/2020/05/29/renault-vai-suprimir-15-000-postos-de-trabalho/
Citar
A Renault anunciou esta sexta-feira a supressão de 15 mil postos de trabalho em todo o mundo, 4.600 dos quais em França, uma medida que faz parte de um plano para reduzir custos em dois mil milhões de euros.Em comunicado, o fabricante automóvel francês precisou que a redução de efetivos afeta 8% do total dos trabalhadores e deverá ser implementada nos próximos três anos, em colaboração com os sindicatos e autoridades de cada país.

O construtor automóvel garantiu que vai recorrer preferencialmente a “medidas de reconversão, mobilidade interna e saídas voluntárias”, para evitar despedimentos.

O plano prevê a supressão de “perto de 4.600” postos de trabalho em França e mais de “10 mil” no resto do mundo, sem precisar os países afetados.

A Lusa questionou a Renault sobre se o plano abrange a fábrica da empresa em Cacia (Aveiro), em Portugal, mas não obteve resposta até ao momento.
A Renault anunciou também a “suspensão dos projetos de aumento de capacidade [de produção] previstos em Marrocos e na Roménia“, indicando ainda que irá estudar “a adaptação das capacidades de produção na Rússia e a racionalização do fabrico de caixa de velocidades no resto do mundo”.


A empresa pretende ainda reduzir a produção de veículos, de quatro milhões em 2019 para 3,3 milhões em 2024. No início do ano, o fabricante automóvel francês anunciou as primeiras perdas na última década, ainda antes de a crise provocada pela pandemia da covid-19 ter agravado a situação no setor.

E vão mais 15 000 dos quais 4600 em França, isto vai de mal a pior cada vez mais desempregado e infelizmente não fica por aqui.
A Vida é um teste e uma incumbência de  confiança.
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 11510
  • Recebeu: 430 vez(es)
  • Enviou: 232 vez(es)
  • +73/-61
Re: Sector Automóvel
« Responder #67 em: Junho 03, 2020, 07:27:04 pm »
Aumenta a procura de carros elétricos na Europa


 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 11510
  • Recebeu: 430 vez(es)
  • Enviou: 232 vez(es)
  • +73/-61
Re: Sector Automóvel
« Responder #68 em: Junho 16, 2020, 06:58:58 pm »
Lada faz 50 anos de existência


 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 11510
  • Recebeu: 430 vez(es)
  • Enviou: 232 vez(es)
  • +73/-61
Re: Sector Automóvel
« Responder #69 em: Julho 10, 2020, 04:06:14 pm »
Lamborghini apresenta híbrido descapotável


 

*

Viajante

  • Investigador
  • *****
  • 1942
  • Recebeu: 763 vez(es)
  • Enviou: 337 vez(es)
  • +665/-29
Re: Sector Automóvel Novo
« Responder #70 em: Julho 15, 2020, 10:19:08 pm »
Gigante automóvel fruto da fusão PSA-Fiat já tem nome: Stellantis

O quarto maior grupo automóvel, que irá nascer da fusão da PSA com a Fiat Chrysler, será designado Stellantis. O português Carlos Tavares será o CEO.





    Assine já 1€/1 mês
    1
    ...

O grupo PSA (Peugeot, Citroën e Opel) e a Fiat Chrysler Automobiles (FCA) revelaram esta quarta-feira que a entidade que irá nascer da sua fusão - e que será o quarto maior grupo automóvel mundial - vai-se chamar Stellantis.

Os dois fabricantes frisaram que esta designação será apenas para efeitos corporativos, indo manter-se os nomes das atuais marcas automóveis.

A operação de fusão, que está a ser alvo de uma investigação aprofundada pela autoridade da concorrência europeia, deverá estar concluída no primeiro trimestre do próximo ano, de acordo com o calendário definido pelos dois grupos.

No comunicado é explicado que o nome Stellantis tem origem no verbo stello em latim, que significa "iluminar com estrelas".

A nova empresa, uma fusão entre iguais, terá o português Carlos Tavares, CEO da PSA, como presidente executivo.

https://www.jornaldenegocios.pt/empresas/automovel/detalhe/gigante-automovel-fruto-da-fusao-psa-fiat-ja-tem-nome-stellantis

Boas notícias, o português Carlos Tavares, que já era o CEO do Grupo PSA (Peugeot e Citroen), vai passar a ser o CEO da STELLANTIS (Peugeot + Citroen + Fiat + Chrysler), que é só o 4º maior grupo mundial!!!!
« Última modificação: Julho 15, 2020, 10:21:33 pm por Viajante »
 

 

Sector das Telecomunicações

Iniciado por Marauder

Respostas: 1
Visualizações: 1930
Última mensagem Agosto 04, 2006, 07:34:44 am
por Marauder
Sector Bancário

Iniciado por Viajante

Respostas: 7
Visualizações: 1859
Última mensagem Julho 15, 2020, 10:32:53 pm
por Viajante
Sector Agrícola

Iniciado por Viajante

Respostas: 3
Visualizações: 276
Última mensagem Janeiro 24, 2020, 09:37:28 pm
por Get_It
Fim do Imposto Automóvel aprovado por Bruxelas

Iniciado por Bravo Two Zero

Respostas: 0
Visualizações: 2328
Última mensagem Setembro 07, 2006, 02:27:09 pm
por Bravo Two Zero