Capacidade de Combate Efetiva da FAP

  • 15 Respostas
  • 3808 Visualizações
*

typhonman

  • Investigador
  • *****
  • 3796
  • Recebeu: 298 vez(es)
  • Enviou: 103 vez(es)
  • +465/-62
Capacidade de Combate Efetiva da FAP
« em: Dezembro 09, 2017, 06:12:30 pm »
Boa tarde,

Face aos desenvolvimentos atuais a nível mundial e sobretudo na europa de leste, a probabilidade de um conflito NATO-Rússia, ou NATO Coreia do Norte (em caso de ataque aos EUA), ou mesmo um conflito nos países do norte de África..

Qual a capacidade efetiva da FAP, de combater junto das nossas fronteiras ou aprontar meios para outra qualquer frente ?


Os únicos meios de combate que temos são os F-16MLU..


Na minha opinião necessitamos de:

-Munições inteligentes, JDAM-ER, GBU-38, JSOW,LRASM, AIM-9X e novos pod´s EW e Litening

-Pelo menos uma aeronave de reabastecimento em voo, tipo KC-767 ou equivalente;

-sistemas de defesa áerea das bases (NASAMS)

-Centros de Comando e Controlo CI3/CI4 móveis);

-Radares 3D Móveis

-P-8A Poseidon, com capacidade de ataque stand-off, com mísseis Harpoon e SLAM ou JASSM.

-Voltar a pintar as aeronaves de transporte tático no esquema antigo, mas que cada vez vai ser mais atual..
« Última modificação: Dezembro 13, 2017, 06:54:43 pm por Falcão »
Artigo 308º

Traição à Pátria

Quem, por meio de violência, ameaça de violência, usurpação ou abuso de funções de soberania:

a) Tentar separar da Mãe-Pátria, ou entregar a país estrangeiro ou submeter à soberania estrangeira, todo o território português ou parte dele
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 8375
  • Recebeu: 964 vez(es)
  • Enviou: 1133 vez(es)
  • +134/-45
Re: Capacidade de COmbate Efetiva da FAP
« Responder #1 em: Dezembro 09, 2017, 08:49:44 pm »
Acho que até 2030 já está equacionado o que se vai adquirir, se estalar a 3ª Guerra Mundial talvez aí se pense no assunto, mas antes não.

Se houver um ataque da Coreia do Norte aos EUA eles até podem activar o artigo 5 da NATO a pedir apoio dos aliados, mas nós não vamos comprar nada de propósito para isso, o que vamos fazer pode ser substituir forças americanas na Europa ou outro local aqui perto tipo África ou médio-oriente, o governo não quer portugueses a morrer por parvoíces do Trump e do Kim e os Americanos também não nos querem para lá a atrapalhar.

Se for uma guerra com a Rússia já podemos ter mais participação, na defesa aérea de um país NATO da Europa de leste com um máximo de 6 F-16 com misseis AMRAAM, como foi nos Bálticos em 2014, talvez participações pontuais de P-3, mas numa guerra com a Rússia o patrulhamento do nosso mar ganha importância, para assegurarmos a ligação marítima da América para a Europa e a passagem para o estreito de Gibraltar.
« Última modificação: Dezembro 09, 2017, 11:32:30 pm por Lightning »
 

*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 3210
  • Recebeu: 1963 vez(es)
  • Enviou: 1257 vez(es)
  • +1583/-175
Re: Capacidade de COmbate Efetiva da FAP
« Responder #2 em: Dezembro 10, 2017, 12:47:54 pm »
Na minha opinião necessitamos de:

-Munições inteligentes, JDAM-ER, GBU-38, JSOW,LRASM, AIM-9X e novos pod´s EW e Litening

-Pelo menos uma aeronave de reabastecimento em voo, tipo KC-767 ou equivalente;

-sistemas de defesa áerea das bases (NASAMS)

-Centros de Comando e Controlo CI3/CI4 móveis);

-Radares 3D Móveis

-P-8A Poseidon, com capacidade de ataque stand-off, com mísseis Harpoon e SLAM ou JASSM.

-Voltar a pintar as aeronaves de transporte tático no esquema antigo, mas que cada vez vai ser mais atual..

Com uma classe política, que não é de hoje, pouco interessada nas Forças Armadas e só se lembrando delas quando cai o Carmo e a Trindade, pergunto-te onde se iria arranjar verbas para isso tudo se nem para consertar a cerca de Tancos havia dinheiro? Quando tens actualmente 28 mil efectivos, na sua grande maioria mal pagos e desmotivados? Quando o equipamento, quando vem, aparece a conta-gotas ou em quantidades irrisórias para as reais necessidades? É preciso começar a construir a casa por baixo e não pelo telhado, caso contrário não há fundações que a aguentem, e neste momento já há brechas suficientes.

Antes de tudo isso deveriam ser lançados na nossa sociedade, e inevitavelmente classe política, uma série de debates tais como: que modelo de Forças Armadas queremos afinal? Ligeiras, porém bem equipadas e com mais alto grau de prontidão, ou a continuação do panorama actual? Num mundo em constantes convulsões e ebulições, não seria aconselhável o regresso do SMO como se discute agora um pouco por toda a Europa? O tecto máximo de 32 mil efectivos não é muito pouco para garantir o cabal cumprimento de todas as missões alocadas às Forças Armadas? E em caso de conflito para Leste, seja ele na Europa Oriental, Médio Oriente ou Ásia, a posição de rectaguarda de Portugal não aconselharia de facto à aquisição de uma maior capacidade de defesa antiaérea, a responsabilidade de assegurar as rotas marítimas entre a América do Norte e a Europa Ocidental levar a aquisição de mais meios e armamento ar-superfície e superfície-superfície, e a modernização e alargamento das estruturas existentes no país (entenda-se, bases)?   

Podia-se ficar aqui o dia inteiro.
Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

         "PER ASPERA AD ASTRA"
               (Por Caminhos Árduos, Até Às Estrelas)
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Stalker79

*

typhonman

  • Investigador
  • *****
  • 3796
  • Recebeu: 298 vez(es)
  • Enviou: 103 vez(es)
  • +465/-62
Re: Capacidade de COmbate Efetiva da FAP
« Responder #3 em: Dezembro 10, 2017, 03:10:19 pm »
Na minha opinião necessitamos de:

-Munições inteligentes, JDAM-ER, GBU-38, JSOW,LRASM, AIM-9X e novos pod´s EW e Litening

-Pelo menos uma aeronave de reabastecimento em voo, tipo KC-767 ou equivalente;

-sistemas de defesa áerea das bases (NASAMS)

-Centros de Comando e Controlo CI3/CI4 móveis);

-Radares 3D Móveis

-P-8A Poseidon, com capacidade de ataque stand-off, com mísseis Harpoon e SLAM ou JASSM.

-Voltar a pintar as aeronaves de transporte tático no esquema antigo, mas que cada vez vai ser mais atual..

Com uma classe política, que não é de hoje, pouco interessada nas Forças Armadas e só se lembrando delas quando cai o Carmo e a Trindade, pergunto-te onde se iria arranjar verbas para isso tudo se nem para consertar a cerca de Tancos havia dinheiro? Quando tens actualmente 28 mil efectivos, na sua grande maioria mal pagos e desmotivados? Quando o equipamento, quando vem, aparece a conta-gotas ou em quantidades irrisórias para as reais necessidades? É preciso começar a construir a casa por baixo e não pelo telhado, caso contrário não há fundações que a aguentem, e neste momento já há brechas suficientes.

Antes de tudo isso deveriam ser lançados na nossa sociedade, e inevitavelmente classe política, uma série de debates tais como: que modelo de Forças Armadas queremos afinal? Ligeiras, porém bem equipadas e com mais alto grau de prontidão, ou a continuação do panorama actual? Num mundo em constantes convulsões e ebulições, não seria aconselhável o regresso do SMO como se discute agora um pouco por toda a Europa? O tecto máximo de 32 mil efectivos não é muito pouco para garantir o cabal cumprimento de todas as missões alocadas às Forças Armadas? E em caso de conflito para Leste, seja ele na Europa Oriental, Médio Oriente ou Ásia, a posição de rectaguarda de Portugal não aconselharia de facto à aquisição de uma maior capacidade de defesa antiaérea, a responsabilidade de assegurar as rotas marítimas entre a América do Norte e a Europa Ocidental levar a aquisição de mais meios e armamento ar-superfície e superfície-superfície, e a modernização e alargamento das estruturas existentes no país (entenda-se, bases)?   

Podia-se ficar aqui o dia inteiro.

Carlos, achas mesmo que as juventudes partidárias iriam deixar que os meninos do papá e da mamã, da linha de cascais, iriam cumprir SMO ?

Achas que os casais mais "Modernos" de lisboa e porto iriam cumprir SMO ?

Qual seria o fator de escolha?

Artigo 308º

Traição à Pátria

Quem, por meio de violência, ameaça de violência, usurpação ou abuso de funções de soberania:

a) Tentar separar da Mãe-Pátria, ou entregar a país estrangeiro ou submeter à soberania estrangeira, todo o território português ou parte dele
 

*

nelson38899

  • Investigador
  • *****
  • 4283
  • Recebeu: 291 vez(es)
  • Enviou: 284 vez(es)
  • +56/-26
Re: Capacidade de COmbate Efetiva da FAP
« Responder #4 em: Dezembro 10, 2017, 08:11:32 pm »
A nossa capacidade de combate irá reduzir-se a 30 caças, 5 P3C e a um stock partilhado como os países da NATO e da UE.

Estas plataformas irão voar até 2030 e depois logo se verá!

Mas prevejo uma privatização das forças armadas, com o advento das empresas privadas de SAR e de escolas de caça, não me supreendida, que parte das valencias do estado passa-se para as mãos de privados.  Isto tudo a bem das finanças publicas.
"Que todo o mundo seja «Portugal», isto é, que no mundo toda a gente se comporte como têm comportado os portugueses na história"
Agostinho da Silva
 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 7100
  • Recebeu: 558 vez(es)
  • Enviou: 244 vez(es)
  • +499/-0
Re: Capacidade de COmbate Efetiva da FAP
« Responder #5 em: Dezembro 11, 2017, 10:57:33 am »


Carlos, achas mesmo que as juventudes partidárias iriam deixar que os meninos do papá e da mamã, da linha de cascais, iriam cumprir SMO ?

Achas que os casais mais "Modernos" de lisboa e porto iriam cumprir SMO ?

Qual seria o fator de escolha?

Os critérios preferenciais seriam os dois de sempre:
1) Proveniência de meios rurais;
2) Menor índice de habilitações.

 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Viajante

*

Viajante

  • Investigador
  • *****
  • 2052
  • Recebeu: 840 vez(es)
  • Enviou: 363 vez(es)
  • +781/-31
Re: Capacidade de COmbate Efetiva da FAP
« Responder #6 em: Dezembro 11, 2017, 12:17:20 pm »


Carlos, achas mesmo que as juventudes partidárias iriam deixar que os meninos do papá e da mamã, da linha de cascais, iriam cumprir SMO ?

Achas que os casais mais "Modernos" de lisboa e porto iriam cumprir SMO ?

Qual seria o fator de escolha?

Os critérios preferenciais seriam os dois de sempre:
1) Proveniência de meios rurais;
2) Menor índice de habilitações.

Para mim o SMO foram apenas dia e meio na Constituição-Porto! Realmente achei estranho logo de início separarem-nos em 2 grupos, quem tinha o 11º ano completo ou mais e quem não tinha essas habilitações! Também agradeci a oferta de alojamento, mas como já estudava no Porto e já estava no 4º ano e com quarto arrendado e sem horas para entrar e saír...... :)
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 8375
  • Recebeu: 964 vez(es)
  • Enviou: 1133 vez(es)
  • +134/-45
Re: Capacidade de COmbate Efetiva da FAP
« Responder #7 em: Dezembro 11, 2017, 03:50:16 pm »
Os critérios preferenciais seriam os dois de sempre:
1) Proveniência de meios rurais;
2) Menor índice de habilitações.

Mas já não estamos em 1960, o interior já quase não tem jovens e o acesso ao ensino superior já é alcançado em todo o lado. já não consegues fazer um exército de 80.000 por aí, só se quiseres um exército de reformados e como bónus muitos devem ser veteranos do ultramar.

Queres índices baixos de escolaridade e muita quantidade de pessoas, eu apostava nos bairros sociais nas periferias das grandes áreas urbanas.
 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 7100
  • Recebeu: 558 vez(es)
  • Enviou: 244 vez(es)
  • +499/-0
Re: Capacidade de COmbate Efetiva da FAP
« Responder #8 em: Dezembro 11, 2017, 06:13:16 pm »
Esses seriam os do 3.º critério...

Mas vamos fazer umas "contas de merceeiro"...ora o Exército terá atualmente cerca de 15.000/16.000 elementos...suponhamos que queremos atingir os 25.000 (número superior parece-me impossível, seja pela falta de armamento, seja de instalações) e substituir cerca de 5.000 dos atuais QP/RC/RV...teríamos então 10.000 QP/RC/RV e 15.000 SMO...ora como não parece possível que o tempo de prestação do SMO possa ser superior a 6 meses teriam de ser incorporados cerca de 30.000 por ano...

Não me parece difícil arranjar 30.000 indivíduos/ano com habitações ao nível do 9.º ano de escolaridade para "encher os quartéis"..."sem chatear" o pessoal "bem" por assim dizer...

Mesmo que juntem mais uns 2.000 mancebos/ano para a FAP e Armada (não esquecer que a esmagadora maioria das especialidades necessita de mais tempo de formação e esses ramos sempre tiveram uma menor percentagem de militares em SMO que o Exército)...."não faz mossa"!
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Lightning

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 8375
  • Recebeu: 964 vez(es)
  • Enviou: 1133 vez(es)
  • +134/-45
Re: Capacidade de COmbate Efetiva da FAP
« Responder #9 em: Dezembro 11, 2017, 07:31:00 pm »
À Força Aérea até poderia dar jeito mais pessoal para PA, e talvez outras especialidades como condutores, socorristas...

Mas talvez nem fosse preciso implementar SMO na Força Aérea para ter um aumento de pessoal, é que lembro-me em 2000, em que ainda existia SMO para o Exército, vários voluntariavam-se para a FAP para não terem que ir para o Exército, talvez com a Marinha também acontecesse o mesmo.

A nivel de instalações do Exército, penso que o núcleo duro são o Campo Militar de Santa Margarida e os 13 quarteis CANIFA que ainda estão todos funcionais (1 na Madeira e o resto no continente) além de outros quartéis ainda em bom estado como Tancos, São Jacinto.
http://www.operacional.pt/os-quarteis-canifa/
https://pt.wikipedia.org/wiki/Quartel_CANIFA

modelo padrão de um quartel CANIFA


Quartel de Braga


actual Regimento de Transmissões no Porto
« Última modificação: Dezembro 11, 2017, 07:37:05 pm por Lightning »
 

*

NVF

  • Investigador
  • *****
  • 3502
  • Recebeu: 1893 vez(es)
  • Enviou: 3623 vez(es)
  • +1521/-102
Re: Capacidade de COmbate Efetiva da FAP
« Responder #10 em: Dezembro 11, 2017, 08:05:04 pm »
É criar uma carreira de QP para praças, como se faz há muito noutros países, e está o assunto arrumado. Se os contratos pudessem ser estendidos até 20, ou 25 anos, ao fim dos quais os militares teriam direito pensão por inteiro, não faltariam voluntários nas FFAA. SMO só faz sentido em situação de guerra generalizada — digo eu.
Talent de ne rien faire
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Lightning, perdadetempo, Stalker79

*

perdadetempo

  • Perito
  • **
  • 567
  • Recebeu: 187 vez(es)
  • Enviou: 368 vez(es)
  • +49/-2
Re: Capacidade de COmbate Efetiva da FAP
« Responder #11 em: Dezembro 11, 2017, 09:14:21 pm »
É criar uma carreira de QP para praças, como se faz há muito noutros países, e está o assunto arrumado. Se os contratos pudessem ser estendidos até 20, ou 25 anos, ao fim dos quais os militares teriam direito pensão por inteiro, não faltariam voluntários nas FFAA. SMO só faz sentido em situação de guerra generalizada — digo eu.

Nem mais, mas isso implicava em tratar os contratados como indivíduos responsáveis com direito a uma carreira profissional mas talvez seja melhor esperar pela 4º guerra mundial para isso acontecer porque para a terceira já não se vai a tempo.
[
quote]Os critérios preferenciais seriam os dois de sempre:
1) Proveniência de meios rurais;
2) Menor índice de habilitações.
[/quote]

Podem ser que as coisas no SMO tenham mudado muito desde que eu chumbei a inspecção em Setúbal nos anos 80,( e eu que até era um menino da linha de Sintra a viver na finérrima Amadora ao pé do quartel dos comandos), mas uma boa percentagem do pessoal que lá apareceu até era dos grandes centros urbanos. Por acaso um dos chumbados até foi um rapaz dos meios rurais com pouco mais que a quarta classe que até tinha a mulher e o miúdo à porta à espera de saberem o resultado.

Cumprimentos,
« Última modificação: Dezembro 11, 2017, 09:29:40 pm por perdadetempo »
 

*

asalves

  • Perito
  • **
  • 569
  • Recebeu: 206 vez(es)
  • Enviou: 71 vez(es)
  • +36/-9
Re: Capacidade de COmbate Efetiva da FAP
« Responder #12 em: Dezembro 11, 2017, 09:46:34 pm »
Epah eu sou daqueles que infelizmente não nasceu a tempo de cumprir o SMO :), tive lá 1 dia e no ano a seguir ainda me candidatei e fui fazer uns testes mas não passei.

Contudo acho que o SMO nos dias de hoje é errado, hoje em dia é moda ir para as universidades, estar 6 meses enfiado num quartel sem qualquer motivação só serve para gastar dinheiro ao estado e fazer parar no tempo a vida de um qualquer jovem.

Acho que seria mais útil estenderem o tempo limite dos RC, e principalmente melhorarem o recrutamento, quando fui fazer os testes para PILAV éramos uns 30 voluntários naquele grupo, só passaram 3/4 nos psico-técnicos, nós os que não passamos nem um "adeus até para o ano" nos disseram, como eu muito não devem ter voltado a candidatar-se e mal ou bem éramos um grupo de 30 voluntários que não fomos obrigados a ir para lá, íamos porque queríamos.

Talvez se tivessem depois dado uma apresentação das outras alternativas ou até mesmo tivessem enviado por carta uns convites para o pessoal de candidatar outra vez ou a qualquer outra área talvez tivessem conseguido preencher outras vagas.

PS: já agora existe algumas estatísticas sobre o numero de candidatos e o numero de vagas preenchidas?
 

*

typhonman

  • Investigador
  • *****
  • 3796
  • Recebeu: 298 vez(es)
  • Enviou: 103 vez(es)
  • +465/-62
Re: Capacidade de COmbate Efetiva da FAP
« Responder #13 em: Dezembro 11, 2017, 10:05:31 pm »


Carlos, achas mesmo que as juventudes partidárias iriam deixar que os meninos do papá e da mamã, da linha de cascais, iriam cumprir SMO ?

Achas que os casais mais "Modernos" de lisboa e porto iriam cumprir SMO ?

Qual seria o fator de escolha?

Os critérios preferenciais seriam os dois de sempre:
1) Proveniência de meios rurais;
2) Menor índice de habilitações.

Não entendo, porquê os meios rurais? Significa que possuem menos habilitações, ou aguentam mais a tropa do "arre-macho" ?

E porque não os homosexuais que andam de mão dada pelas ruas de Lisboa ?

Artigo 308º

Traição à Pátria

Quem, por meio de violência, ameaça de violência, usurpação ou abuso de funções de soberania:

a) Tentar separar da Mãe-Pátria, ou entregar a país estrangeiro ou submeter à soberania estrangeira, todo o território português ou parte dele
 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 7100
  • Recebeu: 558 vez(es)
  • Enviou: 244 vez(es)
  • +499/-0
Re: Capacidade de COmbate Efetiva da FAP
« Responder #14 em: Dezembro 12, 2017, 05:57:16 pm »


Não entendo, porquê os meios rurais? Significa que possuem menos habilitações, ou aguentam mais a tropa do "arre-macho" ?

E porque não os homosexuais que andam de mão dada pelas ruas de Lisboa ?

Estão mais habituados à natureza, a andar no mato e com condições atmosféricas adversas...reforçado se a família exercer actividades do sector primário e os jovens derem "uma ajuda"
 

 

Concurso de aluguer de meios aereos para combate aos incendios 2020

Iniciado por luis simoes

Respostas: 15
Visualizações: 1378
Última mensagem Julho 15, 2020, 11:26:09 pm
por Red Baron
Pumas no combate a incêndios

Iniciado por TOMKAT

Respostas: 128
Visualizações: 33870
Última mensagem Setembro 19, 2005, 10:24:30 pm
por TOMKAT
Combate a fogos pela F.A.P.

Iniciado por typhonman

Respostas: 1191
Visualizações: 210385
Última mensagem Outubro 17, 2020, 09:18:21 pm
por dc
A Líbia, os Aliados e a Capacidade Militar Nacional

Iniciado por Miguel Silva Machado

Respostas: 14
Visualizações: 3295
Última mensagem Março 29, 2011, 07:48:38 pm
por Menacho
Capacidade de carga do C130

Iniciado por typhonman

Respostas: 49
Visualizações: 17717
Última mensagem Janeiro 26, 2004, 09:17:10 pm
por Ricardo Nunes