ForumDefesa.com

Forças Armadas e Sistemas de Armas => Forças Aéreas/Sistemas de Armas => Tópico iniciado por: JLRC em Abril 13, 2005, 12:43:10 pm

Título: Gripen
Enviado por: JLRC em Abril 13, 2005, 12:43:10 pm
First Hungarian Gripen Ready


(Source: FMV Swedish Defence Procurement Agency; issued Jan. 25, 2005)


STOCKHOLM, Sweden --- At a ceremony today, Saab presented the first Hungarian Gripen to roll off the production line at its factory in Linköping, Sweden. The ceremony took place in the presence of the Hungarian Defence Minister Mr Ference Juhász and the Swedish Defence Minister Mrs Leni Bjorklund as well as representatives from the Hungarian MOD, the Hungarian Air Force, the Hungarian Ambassador to Sweden. From Sweden, FMV’s acting Director General, Saab’s Deputy CEO and the MD for Gripen International were also in attendance.

“The roll-out of the first Hungarian Gripen is a significant milestone in the Gripen for Hungary program. I am delighted that the Swedish government and Swedish industry have demonstrated their technical and program management excellence in the delivery of Gripen aircraft to the Hungarian government” says FMV Program Director Mats Hansson.

During 2005 there will be another 5 Hungarian Gripen aircraft in production. They will be completed during 2006 with the first aircraft being delivered in March 2006.

After the final assembly stage, the aircraft goes in to a period of ground test and flight testing conducted by Swedish Gripen pilots from Saab and FMV.

-ends-
Título:
Enviado por: JLRC em Abril 13, 2005, 12:47:13 pm
Hungarian Pilot Flies Gripen


(Source: Gripen International; issued March 23, 2005)


The first solo flight by a Hungarian Air Force pilot took place at the Swedish Air Force base F 7 at Såtenäs today 23 March 2005.

“It was a fantastic first flight. Gripen was an exceptionally powerful and agile aircraft to fly and with the good weather and perfect preparations, it was an extraordinary combination for my first solo flight" - said Major Fekete Tamás, in a comment after his flight.

Major Fekete Tamás has been in Sweden since January 2005 and has undergone simulator training and flying training with Swedish Air Force flight instructors in the, SK 60 trainer and the dual seat version of the Gripen aircraft.

Another four (4) pilots from the Hungarian Air Force, who also arrived in Sweden in January, have undergone the same conversion training on the Gripen aircraft. This first group of Hungarian pilots will be trained to an Instructor Pilots (IP) level on Gripe and their training of the will be completed by March 2006 in time for the arrival of the first aircraft to the Kecskémet airbase.

Production of the Hungarian Gripen aircraft is well underway at Saab´s facility in Linköping and the first aircraft made its maiden flight on 16th February 2005. The first Gripen fighter aircraft will be delivered in March 2006 and deliveries will be completed in December 2007. In total, Hungary will lease fourteen (14) Gripen fighter aircraft twelve (12) single seat and two (2) dual seats for a period of ten (10) years, between 2006 and 2016. After that Hungary will take ownership of the 14 aircraft and associated equipment.

Hungary was the first NATO country to choose to operate the Gripen, and will be taking delivery of the C and D versions of the aircraft. These aircraft are the latest standard of the Gripen, equipped with full color cockpit displays, a retractable Air-to-Air Refueling (AAR) probe and are fully NATO-interoperable.

-ends-
Título:
Enviado por: JLRC em Abril 13, 2005, 12:48:04 pm
BAE Systems Delivers First Fully Functional Helmet-Mounted Display System for Gripen
 
 
(Source: BAE Systems; issued April 12, 2005)
 
 
 ROCHESTER, United Kingdom --- BAE Systems has delivered to Saab AB the first fully functional Gripen helmet-mounted display system, including a high-speed optical head tracker. This event follows the May 2004 first flight of the mechanical Gripen helmet.  
 
BAE Systems received the Gripen helmet contract in 2003 and has been developing the system in close cooperation with Saab AB and partners including Denel Optronics of South Africa. Denel led the development of the electronics unit that incorporates a unique optical head tracker.  
 
The Gripen helmet display system builds on the technology now being delivered on the Eurofighter Typhoon, offering the pilot binocular day/night, 360-degree visibility in a lightweight, comfortable package. The system enables enhanced operational capability with reduced workload by displaying real-time information, such as flight parameters, sensor data, target cueing, and weapon status via intelligent sensors triggered by the pilot's head motion onto the binocular visor. The design provides optimum comfort and protection to the pilot throughout the flight envelope, even in aggressive high-"g" maneuvers.  
 
The second (B) development model helmet will be installed in the Gripen simulator in Linkoping, Sweden, for verification and validation of the software and integration tests with the interfacing computer systems. Full-scale production is anticipated to begin by mid-2006, with delivery to Saab for integration into the Gripen for the South African Air Force.  
 
A variant of the Typhoon/Gripen helmet system employing state-of-the-art digital displays is under development as an alternate helmet design for the F-35 Joint Strike Fighter. This technology has also been adapted for rotary-wing applications and is in flight test in the U.K. as part of the Condor II program.  
 
BAE Systems is an international company engaged in the development, delivery, and support of advanced defense and aerospace systems in the air, on land, at sea and in space. BAE Systems North America is one of America's foremost national security, aerospace, and information systems companies.  
 
-ends-
Título:
Enviado por: JLRC em Abril 15, 2005, 09:24:44 pm
Gripen Successfully Completes Air-To-Air Refueling Campaign with NATO Standard Compatible Tanker
 
 
(Source: Gripen International; issued April 15, 2005)
 
 
 During the past month, the Gripen has been undertaking an air-to-air refueling campaign with a Boeing 707 tanker at Saab’s facility in Linköping, Sweden.  
 
The campaign had the objective of verifying Gripen’s air-to-air refueling capabilities with a NATO standard compatible tanker. It included a total of 19 sorties with the latest standard of Gripen, the Gripen C single-seat and Gripen D dual-seat, and a South African Air Force Boeing 707 tanker; the results were very successful.  
 
“The verification flights have been conducted according to plan and all the objectives have been fulfilled. The campaign has been very successful and the cooperation with the South African Air Force has been excellent. During the campaign the full available envelope for Gripen air-to-air refueling has been examined, including refueling at various speeds, altitudes and with various external loads.” says Mats Thorbiörnson, Deputy Chief test pilot at Saab Aerosystems.  
 
The aim of the campaign has been to technically verify Gripen’s refueling capability, which is part of the aircraft’s export adaptation. The Gripen C and D are fully NATO-interoperable and meet the demands for both national and international operations. The air-to-air refueling capability increases Gripen’s operational range and endurance, a major advantage in international operations.  
 
The sorties were carried out in close cooperation with a South African Air Force Boeing 707 tanker and its aircrew and ground crew of twenty, who arrived in Linköping on 19 March. The South African Air Force has extensive experience of air-to-air refueling and has previously verified a number of different aircraft from several air forces during similar trials.  
 
“We are delighted to have been involved in these successful Gripen air-to-air re-fueling trials. It has been a very good experience for my team to work in close partnership with the Saab Gripen team and to have had the opportunity to live and work in Sweden over the past month”, said the team leader of the SAAF tanker crew, Colonel Giel van den Berg.  
 
Saab is one of the world’s leading high-technology companies, with its main operations focusing on defense, aviation and space. The group covers a broad spectrum of competence and capabilities in systems integration.  
 
-ends-
Título:
Enviado por: JLRC em Abril 19, 2005, 10:58:05 pm
Czech Gripens Have Arrived  
 
 
(Source: Gripen International; issued April 18, 2005)
 
 
 Today 18 April 2005, the first six Czech Air Force Gripen aircraft arrived in the Czech Republic.  
 
The six (6) Gripen multi-role fighters, the latest C and D versions of the aircraft, are the first to be delivered to another country’s Air Force. The aircraft were flown by three pilots from the Czech Air Force two from the Swedish Air Force and one from FMV. The flight, which departed from FMV´s facility outside Linköping, lasted for one hour.  
 
“The flight went very well. The Gripen aircraft was easy to handle and everything functioned perfectly," said Czech Air Force Lieutenant Colonel Mikulenka after landing at the Caslav air base in the Czech Republic, where the Gripens will be based.  
 
In August 2005, a further eight (8) Gripens will follow them, which will complete the Czech Air Force complement of fourteen (14) aircraft that they will lease until 2015.  
 
The Gripen aircraft will now undergo testing by the Czech Air Force before they are formally handed over at a ceremony on 26 April 2005.  
 
The Czech pilots and technicians who have been undergoing training in Sweden since August 2004 have now completed their training and are now back in the Czech Republic.  
 
The Czech Republic will be the first NATO country to operate the fourth generation Gripen fighter. The Czech Republic will receive the latest C and D versions of the Gripen aircraft. These aircraft are the latest standard of the Gripen and are equipped with full color cockpit displays, a retractable air-to-air refueling probe and are fully NATO-interoperable.  
 
-ends-
Título: 1º Gripen 39 D (bilugar) checo
Enviado por: JLRC em Abril 22, 2005, 03:49:30 pm
Czech Gripen 39 D in the air
 
 
(Source: FMV Swedish Defence Procurement Agency; issued Apr. 21, 2005)
 
 
 The maiden flight of the first Gripen 39 D, - dual seat – destined for the Czech Republic - took place on Saturday 16 April 2005 at Saab in Linköping, Sweden.  
 
The aircraft, which was flown by a test pilot from Saab, was painted in grey with the Czech Republic national insignia on the tail.  
 
This flight is yet another important milestone for the Czech program and shows that the production of Gripen aircraft for the Czech Republic continues according to plans, says Per Nilsson FMV Program Director for the Gripen for Czech Republic.  
 
Following this maiden flight, the aircraft now enters a period of ground and flight-testing to verify that all systems are operating in accordance with the Czech Gripen configuration plan.  
 
This is the first of 2 (two) Gripen 39 D aircraft that the Czech Republic, together with 12 (twelve) 39 C (single seat), will lease for a period of 10 years under the terms of the agreement signed between the Swedish and Czech authorities in June 2004. Deliveries of the 14 Gripen aircraft to the Czech Republic will take place between April-August 2005  
 
Czech pilots and technicians have been undergoing training -in Sweden since August 2004 are scheduled to return to the Czech Republic ahead of the arrival of the first Gripen aircraft later this month  
 
The Czech Republic will be the first NATO country to operate the fourth generation Gripen and will be taking delivery of the latest C and D versions of the Gripen aircraft. These aircraft are the latest standard of the Gripen and are equipped with full color cockpit displays, a retractable air-to-air refueling probe and are fully NATO-interoperable.  
 
-ends-
Título:
Enviado por: JLRC em Abril 25, 2005, 02:04:20 pm
Gripen Fighters Accepted by Czech Republic  
 
 
(Source: Ministry of Defence of the Czech Republic via FMV Sweden; dated April 22, 2005)
 
 
 Today, Friday 22 April 2005, the three (3) remaining JAS-39 Gripen supersonic aircraft have been accepted, without failures, into the inventory of the Armed Forces of the Czech Republic.  
 
By this, the Ministry of Defence has finished the complex verification of the six JAS-39 Gripen aircraft which landed on Monday 18 April 2005, at the Tactical Air Force Base in Caslav.  
 
On Tuesday 26 April 2005, there will be a ceremony to introduce the JAS-39 Gripen aircraft into the inventory of Armed Forces of the Czech Republic, with attendance of Karel Kuhnl, the Minister of Defence and Leni Björklund, the Swedish Minister of Defence.  
 
There will be a total number of 14 JAS-39 Gripen aircraft delivered to the Czech Republic as part of the ten (10) year lease agreement. There are eight (8) aircraft left to be delivered to the Czech Republic by the end of August 2005.
Título: JAS-39 Gripen
Enviado por: Marauder em Agosto 01, 2006, 03:38:30 pm
Citar
Continued Development of the Gripen System

(Source: Saab AB; issued July 3, 2006)


Swedish Air Force Gripen fighter. Saab has been awarded a $140M contract for continued development of the Gripen.
© Gripen International and Katsuhiko Tokunaga

Saab, as a partner in the Swedish Industry Group JAS, has received a 1 billion SEK order from FMV (the Swedish Defence Material Administration) covering continued development of the Gripen System.  
 
The current order is a regular part of the Gripen program's overall continuous development and upgrade process. The order covers various software upgrades as well as other development activities supporting the long term development of the Gripen system.  
 
Work will be performed at Saab Aerosystems and Saab Aerotech in Linköping, Sweden as well as at Saab Avitronics in Järfälla and Kista, Sweden. The order will not require an increase in existing manpower levels.  
 
The Industry Group JAS (IG JAS) is the joint venture partnership that develops the Gripen System for the Swedish Armed Forces. Partners included in IG JAS are Saab Volvo Aero Corporation and Ericsson Microwave Systems. Saab has recently announced the intent to acquire Ericsson Microwave Systems in a deal expected to close in September 2006.  
 
 
Saab is one of the world's leading high-technology companies, with its main operations focusing on defence, aviation and space. The group covers a broad spectrum of competence and capabilities in systems integration.


defense-aeroespace.com

Mais detalhes acerca dos possiveis desenvolvimentos em:
http://www.defenseindustrydaily.com/200 ... x.php#more (http://www.defenseindustrydaily.com/2006/07/saab-receives-fmv-funding-for-jas39-gripen-upgrades/index.php#more)

Um bom artigo a falar do JAS-39 Gripen
http://www.defenseindustrydaily.com/200 ... x.php#more (http://www.defenseindustrydaily.com/2006/07/the-jas39-gripen-swedens-4th-generation-wild-card/index.php#more)
Título:
Enviado por: Marauder em Agosto 02, 2006, 09:04:52 pm
Africa do Sul recebe primeiro dos seus 28 Gripens
http://www.iol.co.za/index.php?set_id=1 ... 802361B231 (http://www.iol.co.za/index.php?set_id=1&click_id=181&art_id=qw1153054802361B231)

ps: desculpem pelo broken-link..o sacana do [/quote] estava a estragar a ligação.
Título:
Enviado por: Sintra em Agosto 02, 2006, 11:31:11 pm
Deve ser o caça esteticamente mais fantástico desde o Supermarine Spitfire...
 Que aparelho fantástico  :D
Título:
Enviado por: Luso em Agosto 03, 2006, 12:04:24 am
Estava a imaginar um Grippen bimotor e "bi-deriva à F22" (mais furtivo).

Mas o que mais me agrada, além de ser uma plataforma mais recente que o F16, é a sua capacidade de operar em estradas e em pistas curtas. Se o VSTOL é inviável então...
Paraece-me um aviãozinho muito interessante.
Título:
Enviado por: Marauder em Agosto 04, 2006, 05:11:36 pm
Grupo de países utilizadores do Gripen formalizado
http://www.budapestsun.com/full_story.a ... m=Business (http://www.budapestsun.com/full_story.asp?ArticleId=%7BD470679A05B34FC8A78314C6025E0515%7D&From=Business)
Título:
Enviado por: Bravo Two Zero em Agosto 25, 2006, 08:36:58 am
16 Gripen para a Bulgária

Citar
Gripen International: Gripen Responds to Bulgarian Fighter Requirements
 
 
(Source: Gripen International; issued Aug. 23, 2006)
 
   
 
 
Sweden has offered 16 Gripen C/D fighters, like the Swedish Air Force aircraft shown here, in response to Bulgaria’s Request for Information.
(Swedish Air Force photo)STOCKHOLM, Sweden --- During a presentation at the Bulgarian Ministry of Defense Gripen International has submitted a comprehensive answer to a formal Request for Information regarding the new generation Gripen multi-role fighter.  
 
The Bulgarian Ministry of Defense has been presented a complete and extensive package including 16 new-generation Gripen C/D aircraft (12 single- and 4 two-seaters) with full support and training provided in cooperation with the Swedish Armed Forces. The flexible package outlines several options regarding financial solutions. The first aircraft could be delivered already two years after a contract has been signed.  
 
The aircraft proposed are fully NATO compatible Gripen C/D multi role fighters prepared to carry an extensive range of armaments from Europe, the US or other countries. Equipped with an in flight refueling system, a fully autonomous Tactical Information Data Link System (TIDLS) and a NATO standard Link 16 the Gripen C/D is well suited for meeting all national defence requirements as well as being able to participate in NATO operations.  
 
Gripen International has in this presentation fully committed to deliver 100 % offset, backed by its parent company Saab AB and a wide range of other multinational companies. This industrial cooperation with the Bulgarian Government and with Bulgarian companies will in the case of a Gripen procurement generate new business and employment in the defense as well as in other business sectors in Bulgaria. The industrial cooperation together with a range of optional flexible financing solutions which are fully supported by the Swedish Government are tailored to make a minimal impact on the Bulgarian national budget.  
 
Gripen is the first of the new generation, multi-role combat aircraft to enter service. Using the latest available technology it is capable of performing an extensive range of air-to-air and air-to-surface operational missions and employing the latest weapons. Gripen is designed to meet the demands of current and future threats, while at the same time meeting strict requirements for flight safety, reliability, training efficiency and low operating costs. Gripen is in service with the Swedish, Hungarian and Czech Republic Air Forces and has also been ordered by the South African Air Force. The UK Empire Test Pilots' School (ETPS) is operating Gripen as its advanced fast jet platform for test pilots worldwide.  
 
 
Gripen International is the Swedish company which acts as a prime contracting organization, responsible for marketing, selling and supporting the Gripen fighter worldwide. Gripen International combines the strength of its international industrial partners, which are among the world's most experienced and respected manufacturers of aerospace and defence equipment.  
 
 


defense-aerospace
Título:
Enviado por: aero em Setembro 11, 2006, 04:23:57 pm
http://www.patricksaviation.com/videos/Guest/134/ (http://www.patricksaviation.com/videos/Guest/134/)  gripen
Título:
Enviado por: Hollywood em Setembro 11, 2006, 05:05:53 pm
Dado o nosso orçamento, era a melhor aposta da FAP para a substituição do F-16 que desde que esteve nas nossas mãos nunca foi uma arma actual.

A vantagem de ser mais barato e com boa capacidade de operação faz toda a diferença!

JAS-39

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fuplink.space.com%2Fattachments%2F256131-JAS-39.jpg&hash=7a502783e270b885d58489aae374aa73)
Título:
Enviado por: Leonidas em Setembro 12, 2006, 11:43:45 pm
Saudações guerreiras

Citação de: "Hollywood"
Dado o nosso orçamento, era a melhor aposta da FAP para a substituição do F-16 que desde que esteve nas nossas mãos nunca foi uma arma actual.

A vantagem de ser mais barato e com boa capacidade de operação faz toda a diferença!


Caro Hollywood, o Grippen é mais pequeno que o F-16 por isso, não tem tanta autonomia e não consegue levar tanto armamento como o F-16. Portugal não é só o continente.

Lá por o F-16 conseguir levar á volta de 6000 kg de armamento, não significa que na prática isso possa ser viável, a não ser que seja só para bombardiar as Berlengas. O combustivel também pesa.

Mas se me garantir um Grippen bimotor, então aí já poderei pensar duas vezes.   :jaja2:  

Cumprimentos
Título: Jas 39 Gripen
Enviado por: MAMA SUMAE em Setembro 16, 2006, 12:27:44 pm
No meu entender e como é um caça mais ligeiro e nao poder por esse fato levar armamento pesado como no caso do F 16 sugeria uma compra de 12 unidades para substituir os 12 F 16 que querem vender, e ficamos com 3 escuadras 2 F 16 mais 4 de reserva e de JAS 39 Gripen até no meu etende essa esquandra poderia ir para os Açores e ai mantermos om força resoavel para aquela zona que bem precisa .

Cumprimentos  :snip:
Título: Re: Jas 39 Gripen
Enviado por: Viriato - chefe lusitano em Setembro 16, 2006, 12:33:54 pm
Citação de: "MAMA SUMAE"
No meu entender e como é um caça mais ligeiro e nao poder por esse fato levar armamento pesado como no caso do F 16 sugeria uma compra de 12 unidades para substituir os 12 F 16 que querem vender, e ficamos com 3 escuadras 2 F 16 mais 4 de reserva e de JAS 39 Gripen até no meu etende essa esquandra poderia ir para os Açores e ai mantermos om força resoavel para aquela zona que bem precisa .

Comprimentos  :wink:
Título:
Enviado por: Marauder em Setembro 16, 2006, 12:34:46 pm
Caro MAMA SUMAE, eu também sou um amante do Gripen, mas já que não temos dinheiro para os comprar agora, secalhar vamos a tempo de comprar uma versão desenvolvida do Gripen, que se fala que terá 2 motores e uma dimensão maior.

Relativamente à tua ideia, forças aéreas pequenas normalmente apostam num só tipo de caça-bombardeiro pelos reduzidos custos logísticos e de formação que isso acarreta. Não quer dizer que o contrário não se possa fazer, é só que poupa dinheiro :wink:
Título:
Enviado por: Sintra em Setembro 18, 2006, 07:35:12 pm
Citar
secalhar vamos a tempo de comprar uma versão desenvolvida do Gripen, que se fala que terá 2 motores e uma dimensão maior.


 Se os motores forem ej200 vai chamar-se SAAB Typhoon, se forem M88 vai chamar-se o SAAB RAFALE  :twisted:
 Agora a sério Marauder, essa informação veio de aonde?
Título:
Enviado por: Hollywood em Setembro 18, 2006, 08:01:16 pm
Eu acredito no Gripen e nos reabastecimentos aéreos (cuidado eles andem ai a distribuir combustivel pelo ar....shhhh...cuidado)  c34x

Agora mais a sério leonidas, o F-16 ainda tem muita carta para dar mas não é eterno, apesar do Gripen ter pequenas limitações não deixa de ser uma oferta interessante, e se por acaso está previsto uma versão bimotor que eu por acaso desconheço, seria um perfeito substituto, na minha opinião acho que a FAP devia desligar-se de alguma aquisição de material americano...já se torna chato estarmos sempre a receber material velho e usado e tudo mais, mas as políticas por de trás disto são muito complexas e manhosas.

 Acho que todos aqui presentes a ler o meu post gostavam que a nossa FAP tivesse bom material em vez do velho usado e obsoleto. Mas só acredito que tal possa acontecer qd tivermos uma política mais séria.
Título:
Enviado por: Viriato - chefe lusitano em Setembro 18, 2006, 08:33:01 pm
E uns €€€€€ a mais. :wink:
Título:
Enviado por: Marauder em Setembro 18, 2006, 09:22:29 pm
Citação de: "Sintra"
Citar
secalhar vamos a tempo de comprar uma versão desenvolvida do Gripen, que se fala que terá 2 motores e uma dimensão maior.

 Se os motores forem ej200 vai chamar-se SAAB Typhoon, se forem M88 vai chamar-se o SAAB RAFALE  :twisted: ..acabei de descubrir que também sou fonte de desinformação. Fiz confusão com a posibilidade de receber o motor F414. A parte do aumento de dimensão e payload é verdadeira, basta só consultar os links ja postados.

REPITO: O Gripen bimotor é 1 boa ideia mas não é oficial, eu é que me devia estar a sonhar e a teclar ao mesmo tempo.

Desculpem lá por isso.

Obrigado Sintra por chamares a atenção..pois eu não tinha reparado nisso.
Título:
Enviado por: Sintra em Setembro 19, 2006, 02:15:58 pm
Citação de: "Marauder"
Citação de: "Sintra"
Citar
secalhar vamos a tempo de comprar uma versão desenvolvida do Gripen, que se fala que terá 2 motores e uma dimensão maior.

 Se os motores forem ej200 vai chamar-se SAAB Typhoon, se forem M88 vai chamar-se o SAAB RAFALE  :twisted: ..acabei de descubrir que também sou fonte de desinformação. Fiz confusão com a posibilidade de receber o motor F414. A parte do aumento de dimensão e payload é verdadeira, basta só consultar os links ja postados.

REPITO: O Gripen bimotor é 1 boa ideia mas não é oficial, eu é que me devia estar a sonhar e a teclar ao mesmo tempo.

Desculpem lá por isso.

Obrigado Sintra por chamares a atenção..pois eu não tinha reparado nisso.


 De nada, acontece aos melhores.  :wink:

 Tu gostas mesmo do Gripen, ou é impressão minha?
Título:
Enviado por: Marauder em Setembro 19, 2006, 02:54:00 pm
Citação de: "Sintra"
Tu gostas mesmo do Gripen, ou é impressão minha?


 :wink:

Epá...podemos dizer que uma versão maior dos Gripen, maior alcance, maior payload, com uma melhor função de ataque ao solo, como irá acontecer no futuro, seria ouro sobre azul na força aérea, tendo em conta as restrições económicas que as FA sofrem. (Na minha opinião)

Se pudessem ser F-35 e F-22 seria melhor, mas quem não tem cão caça com gato!!

Relativamente a ter 1 ou 2 motores, esse facto para mim é desprezível. Só para citar um caso, o F-16 também tem apenas um motor e não temos tido muitos problemas com este. O único F-16 que se perdeu foi no ensaio de uma manobra para um espectáculo aéreo, um Looping se não me engano.

Mas dava jeito o motor F414.....mais 25% de força adicional para um Gripen.

A nível estético...o Gripen para mim é o auge...
Título:
Enviado por: Luso em Setembro 19, 2006, 05:29:56 pm
Creio que um Grippen bimotor não é própriamente um sonho mas sim faz parte de um dos cenários considerados pela Saab para o desenvolvimento de uma versão mais capaz...
Há por aí um comunicado oficial sobre isso.
Título:
Enviado por: Leonidas em Setembro 27, 2006, 01:09:30 am
Saudações guerreiras

Citar
Eu acredito no Gripen e nos reabastecimentos aéreos (cuidado eles andem ai a distribuir combustivel pelo ar....shhhh...cuidado)  

Agora mais a sério leonidas, o F-16 ainda tem muita carta para dar mas não é eterno, apesar do Gripen ter pequenas limitações não deixa de ser uma oferta interessante, e se por acaso está previsto uma versão bimotor que eu por acaso desconheço, seria um perfeito substituto, na minha opinião acho que a FAP devia desligar-se de alguma aquisição de material americano...já se torna chato estarmos sempre a receber material velho e usado e tudo mais, mas as políticas por de trás disto são muito complexas e manhosas.

Acho que todos aqui presentes a ler o meu post gostavam que a nossa FAP tivesse bom material em vez do velho usado e obsoleto. Mas só acredito que tal possa acontecer qd tivermos uma política mais séria.

Eu também acredito nos reabastecedores aéreos, mas isso não passam de sonhos na FAP. Aquilo que escrevi no tópico (*) para o F-16 serve para o Grippen também. F-16 ultrapassado? É só esperar por mais uns contratos assinados e já vai no Block 60.

A escolha dos F-16 para as FA portuguesas foi, para mim, uma boa decisão e uma decisão acertada. Como já escrevi, penso que, da maneira como as opções foram tomadas, pressupunham uma alteração inevitável dada a já obsolescência na configuração do avião mesmo como novo. Só assim faz sentido o adquirir a versão (OCU) e não a mais avançada na altura que creio terem sido os Block 40.

O que faz sempre a diferença neste caso em Portugal - e especificamente para o que temos e também para o que já deveríamos ter – para pior, nunca pode ser para melhor, é a incoerência, a falta de responsabilidade e total ausência de sentido de estado de uma classe politica sem soluções para Portugal. As políticas não são integradas e contínuas o que acaba por deitar por terra qualquer esperança de se construir algo que faça o mínimo de sentido. É por isso que a credibilidade de Portugal na NATO tem vindo a ser posta em causa desde há uma série de anos.

Pelos visto parece que se gosta de desempenhar o papel de “coitadinho”. Mas, naquilo que me cabe para mim, “coitadinhos” são os pobres de espírito, por isso digo que não me revejo em muitos políticos deste país. Isto também é extensível a outros setores deste país, não necessariamente ás FA. Estas só são também mais um reflexo da demasiada incompetência e mediocridade que se cultiva neste país, portanto nada a acrescentar de novo.

Como a psicologia humana só pode ser descortinada sem qualquer tipo de engano por uma entidade supra-humana, ou seja, Deus, é-nos difícil senão quase impossível entender (sem praguejar), porque razão num programa como o MLU, foi possível mandar tudo ás urtigas, sabendo-se o que isso representa em termos tecnológicos e já estando praticamente tudo pronto para que tudo decorresse com a normalidade prevista!!  :roll:

Veja só a questão dos NPO também!!! Como vê, Portugal no seu melhor. Mas enfim, decerto que haverá coisas bem piores e assim podemos ficar com a consciência bem mais tranquila.  

O material velho ir-se-á(?)/ía(?) transformar em tecnologia de ponta. Não pense que irai acontecer a mesma coisa que aconteceu com os A-7P. Eu também acredito no Grippen, mas penso não ser a melhor opção para Portugal como também já referi. Se é para optar pelo Grippen então acho melhor continuarmos com os F-16 que são melhores. Desconheço se tá previsto uma versão bimotor para o Grippen. Talvez no futuro e com outro nome.

(*)http://www.forumdefesa.com/forum/viewtopic.php?t=3468&postdays=0&postorder=asc&start=60
 
Citação de: "Luso"
Estava a imaginar um Grippen bimotor e "bi-deriva à F22" (mais furtivo).

Pelo que os experts dizem, a utilização de uma ou duas derivas é uma questão de cultura e não acrescentará nenhuma vantagem operacional significativa para que, depois de se  ter descoberto o fenómeno, todos optarem automáticamente por duas e não por uma só. Penso que se prende com a necessidade de se arranjar mais espaço ou um espaço diferente para albergar sensores.

Citação de: "Marauder"
Relativamente a ter 1 ou 2 motores, esse facto para mim é desprezível. Só para citar um caso, o F-16 também tem apenas um motor e não temos tido muitos problemas com este. O único F-16 que se perdeu foi no ensaio de uma manobra para um espectáculo aéreo, um Looping se não me engano.


Os bimotor caiem com outro qualquer e não está em causa a fiabilidade 99,9% que um motor de avião tem que ter. Outra coisa não seria de esperar quando o salto tecnológico é abismal desde que se começaram a operar com motores a jato. Talvez as questão da segurança mais acrescida e maior porte de armamento possam não ser assim fatores tão despreziveis. Mas também, é verdade que se não tevessem um motor sequer, não passava de uma autêntica abécula.  :D

Veja o caso dos EH-101. Porque têm 3 motores garatem que pelo menos não necessitem de mais meios para se efctuar uma operação de resgate em operações SAR, por exemplo.

Cumprimentos
Título:
Enviado por: Cabeça de Martelo em Novembro 20, 2007, 12:03:03 pm
http://212.75.88.81/download/18.1e228bc ... iapositivo (http://212.75.88.81/download/18.1e228bcf5c181f6797fff3646/Nandor_Kilian_presentation_Paris_Air_Show2.PPT#508,1,Diapositivo) 1
Título:
Enviado por: nelson38899 em Agosto 28, 2008, 09:49:03 am
Citar
HELSINKI - Sweden's Saab has responded to the Dutch government's F-16 replacement questionnaire offering 85 Gripen multi-role fighters. The response is part of Saab's inclusive package comprising 85 Gripen next-generation aircraft, training, spares, simulators and technical support.

Saab's offering includes industrial cooperation to the Netherlands' industry for a minimum 100 percent of the contract value in its submission to the Dutch Ministry of Defense (MoD) and the Royal Netherlands Air Force. The MoD is due to reach a decision on the fighter by the end of 2010.

The estimated $8.2 billion Dutch fighter investment program is aimed at replacing the Air Force's aging fleet of F-16s. The Gripen NG, an upgrade to the Gripen D, was presented by Saab on April 23. The aircraft made its maiden flight May 27, reaching a maximum altitude of 2.66 miles.

The Gripen NG was added to the Air Force's list of fighter options in May, after a heated debate in the Dutch parliament that opened the contest to aircraft types other than Lockheed Martin's F-35 Lightning II, although the present focus is on the F-35, the F-16 Block 60 and the Gripen NG.

The May options list also included the F-16 Block 60, Dassault Rafale, Eurofighter Typhoon and Boeing Super Hornet. The Netherlands joined the F-35 development and demonstration program as a Level 2 partner.

Saab has reiterated its goal of selling 200 Gripen NGs worldwide by 2020. In addition to Sweden, Gripen customers include NATO members Hungary and the Czech Republic, and the U.K. Empire Test Pilots School uses Gripen as its training platform. In February, Thailand placed an order for Gripen, and deliveries to South Africa have been underway since April.

Binding tenders for Gripen NG have been made to Denmark, Norway, India, Romania and Switzerland.

http://www.defensenews.com/story.php?i= ... =EUR&s=AIR (http://www.defensenews.com/story.php?i=3695363&c=EUR&s=AIR)
Título:
Enviado por: bokaido em Setembro 03, 2008, 05:03:26 am
Na AviationWeek de Junho08 fala do novo Gripen NG que já começou os testes. Recebeu o motor do Super Hornet, o GE F414G, ficou mais pesado mas capaz de levar quase 10 ton entre armas e combustível. O aumento da capacidade interna de combustível foi de 40%. A Saab diz que irá ser capaz de "supercruise". Vai ainda receber um novo radar AESA da Thales/Saab no próximo ano.



       http://www.aviationweek.com/aw/generic/ ... 052708.xml (http://www.aviationweek.com/aw/generic/story_channel.jsp?channel=defense&id=news/GRIPEN052708.xml)
Título:
Enviado por: nelson38899 em Novembro 07, 2008, 10:07:53 am
Citar
The next 18 months will see Brazil, Croatia, Denmark, India, the Netherlands, Norway, Romania and Switzerland make final selections for their respective fighter procurement competitions, with sales of up to 523 aircraft worth at least USD35 billion-USD40 billion at stake.

It will be a truly crucial period in shaping the future of the global fighter market.

The common link between these eight contests is the presence of the Saab Gripen in the bidding process. So far the Gripen's success in the export market has been limited, with contracts for 60 aircraft in place across the Czech Republic (14), Hungary (14), South Africa (26) and Thailand (6). Saab hopes, and Jane's Defence Forecasts believes, that the next 18 months may see this number increase significantly.

Competition is fierce to fill these eight national requirements, with the following among the Gripen's competitors in the various contests: Boeing's F/A-18E/F Super Hornet; Dassault's Rafale; the Eurofighter Typhoon; Lockheed Martin's F-16 Fighting Falcon and F-35 Lightning II; and RAC MiG's MiG-35.

Jane's believes the Gripen team has reasons for optimism, however.

First of all, in terms of the aircraft's capability, Saab is offering its enhanced Gripen NG (Next Generation) variant for the Brazilian, Danish, Dutch, Indian and Norwegian requirements, which incorporates a number of significant improvements over the baseline Gripen C/D. These enhancements include: an active electronically scanned array radar developed in conjunctionwith Thales (due to begin flight testing in 2009); General Electric F-414G engines, which provide increased thrust and maximum take-off weight; additional weapons stores; enhanced avionics and electronic warfare capabilities; and increased range.

These new capabilities are currently being developed through the Gripen Demonstrator programme, which was approved by Sweden's Defence Materiel Administration (FMV) in October 2007 and unveiled the following April. According to Saab, further enhancements will be rolled out in three-year increments, to enable continuous development of the platform over the life of the programme and removing the need for comprehensive and expensive mid-life upgrade programmes. Development and incorporation of specific customer-funded requirements is also envisaged as part of a 50-year programme plan.

While currently in the developmental stage, the Gripen NG programme would be accelerated in the event of a contract win and the aircraft would be available to enter service from 2014.

With regard to cost, the Gripen NG is viewed by Jane's as competitive in terms of both acquisition and through-life support costs when compared to its rivals. Bob Kemp, sales and marketing director for Gripen International, citing figures produced for the Dutch fighter contest, said Saab believes that the Gripen NG, as part of an 85-aircraft fleet, would cost EUR6 billion (USD7.6 billion) less than the F-35 in terms of life-cycle costs over a 30-year period.

At a unit cost of between USD50 million andUSD60 million, the Gripen also offers the lowest-cost platform in terms of acquisition expenditure. By comparison, according to Fiscal Year 2009 US Air Force (USAF) and US Navy (USN) budgetary documentation, the unit costs of the F-35 and F/A-18E/F are USD83.1 million and USD82.7 million respectively.

Unsurprisingly in such a competitive market, each of the contenders in these fighter contests has its strengths and weaknesses and much will depend on the specific circumstances, priorities and requirements of the customer nations. As such, some contests are better suited to the Gripen proposal than others, particularly in Europe.
http://www.janes.com/news/defence/air/j ... _1_n.shtml (http://www.janes.com/news/defence/air/jdi/jdi081106_1_n.shtml)
Título:
Enviado por: nelson38899 em Dezembro 09, 2008, 12:11:25 pm
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Ftaiwanbbs.org%2Fmain%2Fuploads%2Fng_jas39_01_5463.jpg&hash=d22676c67e0d3b3a70f1f1c932434075)
Título:
Enviado por: nelson38899 em Janeiro 16, 2009, 01:52:05 pm
Citar
A Hungria acaba de declarar seus caças Gripen C/D operacionais proporcionando ao país cobertura dos céus com o esquadrão de reação rápida em seu território.
A cerimônia foi marcada pela presença do ministro da defesa do país Imre Szekeres que foi realizada no mês de dezembro.
As aeronaves de alto desempenho fabricadas na Suécia serão entregues para operarem em missões de patrulha aérea a partir da base de Kecskemet que ainda operam os restantes caças de fabricação russa RSK MiG-29 até o final do ano.

O esquadrão 59 de caças táticos, irá assumir a responsabilidade em tempo total suas bases empregando os Gripen.
A Hungria recebeu seu último dos 14 Gripen em dezembro de 2007 sob acordo de leasing firmado com a Defence Materiel Administration da Suécia.
A aeronave pode ser armada com o míssil ar-ar Raytheon AIM-9L Sidewinder e AIM-120 AMRAAM. A Força Aérea Húngara opera também oito caças MiG-29.

http://airway.uol.com.br/index.asp?codn=52 (http://airway.uol.com.br/index.asp?codn=52)
Título:
Enviado por: pchunter em Janeiro 16, 2009, 10:40:49 pm
Citar
Se é para optar pelo Grippen então acho melhor continuarmos com os F-16 que são melhores


Caro Leonidas quais os critérios base para esta afirmação?
Título:
Enviado por: pchunter em Janeiro 22, 2009, 11:48:06 am
Saab celebrates 'supercruise' test success for Gripen Demo
By Craig Hoyle

Saab's Gripen Demo aircraft has passed a significant milestone in its ongoing test programme, with the two-seater having on 21 January demonstrated its "supercruise" performance for the first time.

Company test pilot Magnus Ljungdahl says the aircraft was flown to a speed of more than Mach 1.2 at 28,000ft (8,540m) above the Baltic Sea, and adds: "Without using afterburner I maintained the same speed until I ran out of test area." The sortie was conducted from Saab's Linköping test centre.

Saab says the supercruise event forms part of a test campaign that will see the Gripen Demo flown at supersonic speeds carrying a variety of loads.
The current test aircraft is intended to de-risk new technologies for a Gripen NG model already being promoted to potential future buyers including Brazil, Denmark and Switzerland. These include the demonstrator's General Electric F414G engine and an active electronically scanned array radar that should enter flight-testing later this year.

"To show potential customers that Gripen can supercruise is an important milestone", says Gripen International marketing director Bob Kemp.


http://www.flightglobal.com/articles/2009/01/22/321428/saab-celebrates-supercruise-test-success-for-gripen.html
Título:
Enviado por: pchunter em Fevereiro 28, 2009, 06:06:48 pm
E esta um Gripen abateu um Eurofighter

Citar
First Typhoon "Shot Down"?
By David Axe EmailSeptember 21, 2007 | 9:38:00 AMCategories: Planes  

Dogfightfake_d7 Back in July we relayed reports of the first-ever "shoot-down" of an F-22 Raptor fighter, during a mock dogfight with a U.S. Air Force F-16. Our European friends -- Brits, Italians, Germans and Spaniards -- might have had a couple chuckles at the news, for their new fighter, the Typhoon, had never suffered a similar humiliation. (Or if it had, no one had reported it.)

No longer. It has come to light that during an exercise in Italy in May, a Hungarian Gripen light fighter -- a small, single-engined design generally considered only slightly better than an F-16 -- shot down an Italian Typhoon, according to a press release from the manufacturer, quoting a Hungarian pilot:

    “Other aircraft couldn’t see us -– not on radar, not visually -– and we had no jammers of our own with us. We got one Fox 2 kill on a F-16 who turned in between our two jets but never saw the second guy and it was a perfect shot.”

    “Our weapons and tactics were limited by Red Force rules, and in an exercise like this the Red Force is always supposed to die, but even without our AMRAAMs and data links we got eight or 10 kills, including a Typhoon. Often we had no AWACS or radar support of any kind, just our regular onboard sensors –- but flying like that, ‘free hunting’, we got three kills in one afternoon. It was a pretty good experience for our first time out.”

Should F-22 jocks worry? Maybe, according to the BBC, which claims that the "RAF's Eurofighters have flown highly successful missions against the F-22 during recent exercises in the U.S."

The lesson here? Sometimes a basic fighter, expertly flown, will win even against your latest high-tech jets, no matter how many tens of billions of dollars you sink into whiz-bangs.

(Thanks, DID!)


Link:http://blog.wired.com/defense/2007/09/first-typhoon-s.html
Título:
Enviado por: nelson38899 em Março 01, 2009, 10:49:53 pm
isto só mostra que o grippen é um caça ideal para substituir o f16MLU
Título:
Enviado por: papatango em Março 01, 2009, 11:09:38 pm
ou então prova que os pilotos italianos são uns sapateiros :mrgreen:
Título:
Enviado por: Lightning em Março 02, 2009, 01:25:50 am
Citação de: "nelson38899"
isto só mostra que o grippen é um caça ideal para substituir o f16MLU


Se tivessem abatido um Eurofighter espanhol concordava consigo :lol: .
Título:
Enviado por: Leonidas em Março 20, 2009, 12:11:46 am
Citação de: "pchunter"
Citação de: "leonidas"
Se é para optar pelo Grippen então acho melhor continuarmos com os F-16 que são melhores
Caro Leonidas quais os critérios base para esta afirmação?

Caro Pchunter, o grippen é um avião muito válido para qualquer país. Portugal já opera o F-16 há 15 anos com muita eficiência e já conhece muito bem as suas potêncialidades tais como os seus defeitos. Acresce-se a razão que temos uma linha de montagem própia de modernização e isso é um trunfo adicional sobre outra qualquer aeronave, porque se conhece com muito mais detalhe o avião e  todos os outros diferentes do F-16 que poderão ter muita coisa em comum. Coisa que, caso nunca optasse-mos por uma modernização por conta própria, talvez nunca chegariamos a retirar conclusões (planeamento de ataque e defesa mais aproximadas possíveis da realidade) a que uma força aérea pode chegar estando a conhecer a máquina a 100%.
 
O F-16 é uma máquina muito potente e com um raio de acção superior ao Grippen para um avião monomotor. Isso é muito importante para Portugal, porque tem várias vezes a sua supreficie terrestre em zona marítima e também assim poder ir mais além caso seja necessário atacar. Estes são os principais factores que enumero para que continuemos com os F-16, desde que actualizados tecnológicamente. E depois existem as razões políticas, estratégicas, económicas, etc, etc, etc, que tendem  mais para o F-16 do que para o Grippen.

Se continuarmos “lisos” daqui a uns anos e se um qualquer governo desejar adquirir aviões novos, aí sim, acredito que o grippen seja um sério candidato.

Cumprimentos

PS:Desculpe a demora a responder. não tenho andado muito por casa desde algum tempo.
Título:
Enviado por: nelson38899 em Março 20, 2009, 09:26:31 am
O grippen tem essa desvantagem de ter um pequeno raio de acção, mas com o grippen NG penso que eles vão conseguir ultrapassar esse erro.
Quando ao f16 eu ficaria satisfeito com aviões block60, mas novos em folha e não aviões em segunda mão com muitas horas de voo. Para 2025 penso que já estarão ao serviço outras aeronaves.
Título:
Enviado por: pchunter em Março 23, 2009, 10:27:46 pm
Citação de: "Leonidas"
Citação de: "pchunter"
Citação de: "leonidas"
Se é para optar pelo Grippen então acho melhor continuarmos com os F-16 que são melhores
Caro Leonidas quais os critérios base para esta afirmação?
Caro Pchunter, o grippen é um avião muito válido para qualquer país. Portugal já opera o F-16 há 15 anos com muita eficiência e já conhece muito bem as suas potêncialidades tais como os seus defeitos. Acresce-se a razão que temos uma linha de montagem própia de modernização e isso é um trunfo adicional sobre outra qualquer aeronave, porque se conhece com muito mais detalhe o avião e  todos os outros diferentes do F-16 que poderão ter muita coisa em comum. Coisa que, caso nunca optasse-mos por uma modernização por conta própria, talvez nunca chegariamos a retirar conclusões (planeamento de ataque e defesa mais aproximadas possíveis da realidade) a que uma força aérea pode chegar estando a conhecer a máquina a 100%.
 
O F-16 é uma máquina muito potente e com um raio de acção superior ao Grippen para um avião monomotor. Isso é muito importante para Portugal, porque tem várias vezes a sua supreficie terrestre em zona marítima e também assim poder ir mais além caso seja necessário atacar. Estes são os principais factores que enumero para que continuemos com os F-16, desde que actualizados tecnológicamente. E depois existem as razões políticas, estratégicas, económicas, etc, etc, etc, que tendem  mais para o F-16 do que para o Grippen.

Se continuarmos “lisos” daqui a uns anos e se um qualquer governo desejar adquirir aviões novos, aí sim, acredito que o grippen seja um sério candidato.

Cumprimentos

PS:Desculpe a demora a responder. não tenho andado muito por casa desde algum tempo.



Eu também concordo que o F-16 ainda tem muito para dar, como se trata de um avião largamente exportado esta constante mente a sair Upgrades este ano deve estar pronto o radar AESA compatível com todas as versões incluindo A/B. Mas quando o seu tempo acabar apenas existem dois aviões no mercado para o substituir F-35 e GRIPEN-NG, como nessa altura não creio que tenhamos deixado de ser tesos creio que o gripen seria uma boa escolha. Quanto ao F-35 veremos se o preço baixa e se realmente vale o que custa.
Título:
Enviado por: teXou em Março 23, 2009, 10:42:43 pm
Ou F-15 SE (http://http)  :idea:
Título:
Enviado por: pchunter em Março 23, 2009, 10:53:10 pm
Como somos um pais sem guito descartei os bi-motores.
Título:
Enviado por: teXou em Março 23, 2009, 11:37:07 pm
Citação de: "pchunter"
Como somos um pais sem guito descartei os bi-motores.

Precisamente ... às vistas do preço que vão ser vendidos os F-35 … terá-se pelo menos dois F-15SE (40M$/unidade) por o preço de um F-35 (min: 80M$/unidade a 122 M$/unidade).
Além disso não se conhece ainda as limitações que vão ser impostas aos F-35 de modo que possam ser vendidos à exportação (http://http). Não esta muito claro o "truque".
- não se sabe para quando (visto o atraso sobre o programa)
- não se sabe o preço de vendo final
- não se sabe as limitações (http://http)- ....

Espero só que não seija um novo A400M !  :rir:
Título:
Enviado por: nelson38899 em Março 24, 2009, 08:48:35 am
Quando um país como o nosso compra um equipamento militar, é pelo menos para um uso de 30 anos. Como tal o que conta para Portugal é o preço que nos custa a manter, logo um mono-motor será sempre mais barato do que andar a comprar um bi-motor. Na minha opinião em 2025 os únicos caças a concurso serão o grippen ou o f35, pessoalmente espero que ganhe o grippen.
Título:
Enviado por: ShadIntel em Março 24, 2009, 10:35:08 am
Citação de: "teXou"
às vistas do preço que vão ser vendidos os F-35 … terá-se pelo menos dois F-15SE (40M$/unidade) por o preço de um F-35 (min: 80M$/unidade a 122 M$/unidade).

Gostaria de saber onde foi buscar esse custo de 40 milhões de $ por unidade quando a própria Boeing avalia o Silent Eagle em mais de 100 milhões; alguma fonte exclusiva ?
Gosto muito do Eagle, mas quaisquer que sejam as melhorias nesta versão, é sempre fazer do velho novo. Dá para aguentar uns anitos, enquanto se esclarece o futuro dos caças mais recentes, Gripen NG, F-22, F-35,... (viabilidade dos projectos, disponibilidade para exportação, nível da "castração" no caso do F-35,...) e pouco mais.
Quanto aos clientes, penso que apenas faz sentido para os que operam versões anteriores do F-15. A aeronave é basicamente a mesma, técnicos e pilotos já estão em grande parte formados; no nosso caso, bi-motor ou não, não apresenta qualquer interesse.
Título:
Enviado por: teXou em Março 24, 2009, 01:34:33 pm
Citação de: "ShadIntel"
...
Gostaria de saber onde foi buscar esse custo de 40 milhões de $ por unidade quando a própria Boeing avalia o Silent Eagle em mais de 100 milhões; alguma fonte exclusiva ?....

Tem razão porque fui incompleto.  :wink:

100M$ é certamente o preço de um novo .

A propósito F-35, não pensa que se está a vender "vento" ?
Porque há muitas incógnitas: o preço final, se é pagar mais de 120 M$ apenas para uma assinatar baixa nos radares ...  :roll: , o verdadeiro poder do F-35 em "dogfight", e essa das "malas".
Pode-se abrir as malas em "dogfight" :?: , qual será a perda da baixa assinatura radar quando estarão abertas  :?:  ........

viva o gripen ! (http://http)
Título:
Enviado por: nelson38899 em Março 26, 2009, 06:03:34 pm
Citar
Saab Taps Selex for Gripen E-Scan Radar

Saab is set to team with Finmeccanica unit Selex Galileo to develop an active electronically scanned array (AESA) radar for its Gripen Next Generation (NG) aircraft, the firm said March 26.

The radar will be offered to Brazil, which is considering the Gripen NG for a new fighter order, Saab said, but the signed heads of agreement also foresees "long-term collaboration" between Selex and two Saab units, Saab Aerosystems and Saab Microwave Systems.
Related Topics

   
A Saab spokesman did not rule out offering the radar for upgrades of Gripens that are already in service.

The radar will be based on Selex's Vixen e-scan radar, but also will use "functionality" from the PS-05/A radar currently mounted on Gripen aircraft, the firm said.

Selex this week announced the first sale of its e-scan Vixen radar, albeit a smaller version than that destined for the Gripen. U.S. Customs and Border Protection will mount the radar on its C-550 Citation Tracker aircraft.
http://www.defensenews.com/story.php?i= ... =EUR&s=AIR (http://www.defensenews.com/story.php?i=4008041&c=EUR&s=AIR)
Citar
Título:
Enviado por: pchunter em Junho 07, 2009, 04:00:45 pm
Segundo Saab, Gripen NG vence Su-35 em simulações na razão de 6:1



Segundo o site Flightglobal, a Gripen International, depois da derrota na Noruega contra o F-35 (JSF), realizou 50 simulações envolvendo o Gripen NG e o JSF, contra uma força de interceptação de Sukhoi Su-35, usando todos os dados disponíveis, incluindo equipamentos de contramedidas e performance de mísseis.

As simulações das Saab teriam mostrado que o Gripen NG equipado com mísseis MBDA Meteor (BVR) e mísseis Diehl BGT Defence IRIS-T (WVR) derrotou o Su-35 na razão de 6:1, ou seja, a cada Gripen NG abatido, seriam abatidos 6 caças Su-35.

http://www.aereo.jor.br/?p=8017
Título:
Enviado por: Edu em Junho 07, 2009, 05:43:30 pm
Não desfazendo no Gripen NG que é sem duvida um avião que gosto muito e que até gostaria que fosse o sucessor do F-16 na FAP, eu duvido muito desse tipo de simulações. Primeiro a notícia nem deixa bem ante-ver que tipo de simulação foi essa, foi uma simulação em voo ou foi uma simulação em computador? É obvio que foi uma simulação em computador, depois também não diz claramente em que circunstancias acontece a simulação, é que uma coisa, é simular o confronto em territorio hostil para o Su-35 e outra coisa é simular em territorio hostil para o Gripen NG, acho que ninguem tem duvidas que um confronto das duas aeronaves em território Russo representaria uma derrota avassaladora para o Gripen.
Hoje em dia é muito importante ter uma boa cobertura de radar e terra onde se possam processar dados e gerir as forças no ar. Embora não diga na noticia, esta simulações foram feitas segundo sei em simulação de território hostil para os Su-35. Até um F-22 sofreria imensas perdas se combatesse em território de um país com uma boa estrutura de radares terrestres e eventualmente muitos SAM's.
Se calhar se essa simulação fosse feito em território hostil para o Gripen NG, onde ele teria de ir com comustivel no maximo e menos quantidade de armas, e sem apoio de radar terrestre, se calhar a proporção éra de 6:1 a favor do Su-35...
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: pchunter em Dezembro 08, 2009, 12:15:40 am
Citar
O Gripen NG a toda velocidade

O Gripen NG Demonstrator continua progredindo em seu programa de testes, agora incrementado com vários sistemas táticos: um radar AESA, um novo sistema de comunicações via satélite, um sistema eletro-óptico de alerta contra mísseis, além de contar também com uma maior capacidade interna de combustível.
Entre as novidades mais visíveis, destacam-se os sensores do sistema de alerta contra mísseis e a antena do sistema de comunicações via satélite.
O radar AESA, ou seja, o sistema de varredura eletrônica ativa, é um dos recursos modernizados do Gripen.  Simplificando, pode-se dizer que se trata de um radar feito de muitos elementos diminutos de antena, montados de maneira a formar uma grande antena.  Cada um destes elementos pode ser controlado individualmente, viabilizando as diversas novas funções.  Anteriormente, o radar do Gripen tinha uma antena mecanicamente controlada, com capacidade para iluminar uma só área por vez.  Um radar AESA pode rapidamente efetuar a varredura de grandes áreas, monitorar um maior número de alvos simultaneamente, além de conferir ao piloto maior flexibilidade operacional.  O novo sistema de comunicações via satélite viabiliza comunicações de voz e dados, através de um satélite.

O Gripen demo já registrou 79 voos de teste, em sua primeira batelada de testes, quando foram testados principalmente a nova configuração do trem de pouso e o novo motor, o F414G.  Na segunda batelada, iniciada nesta semana, já foram feitos dois voos de teste, obtendo resultados incentivadores.

http://www.gripen.com/pt/MediaRelations/News/2009/gripen_ng_demo_returns_to_the_skies.htm
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: nelson38899 em Janeiro 26, 2010, 03:13:30 pm
Citar
Cabinet ok Air Force's Bt23 billion shopping spree
By The Nation

The Cabinet on Tuesday approved the Bt23 billion budget spreaded over five years for the Air Force to buy six Grippen fighter aircraft from Sweden and upgrade six F-16 fighter jets. The budget will be disbursed between next fiscal year, beginning in October and 2014.

To deploy a Grippen squadron, the total cost will amount to Bt16.2 billion. The planned spendings will cover the aircraft procurement, pilot training, repair and maintenance system and ground service preparations for deployment.

The upgrading of F-16 jets will include the installation of weaponry system and navigation equipment.
http://www.allvoices.com/s/event-5108941/aHR0cDovL3d3dy5uYXRpb25tdWx0aW1lZGlhLmNvbS8yMDEwLzAxLzI2L3BvbGl0aWNzL3BvbGl0aWNzXzMwMTIxMTk2LnBocA==
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: pchunter em Setembro 27, 2010, 11:44:46 pm
O Gripen NG com tanques XXL. :lol:

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2010%2F09%2FGripen-Demo-com-tanques-maiores-foto-2-S-Kalm-Saab.jpg&hash=29940a4fe58c1b64c0c36fb4df9a14ef)
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: pchunter em Novembro 30, 2011, 07:01:59 pm
Suíça seleciona o Gripen como novo caça multimissão

Citar
A Suíça, conhecida mundialmente pela aplicação dos padrões mais elevados de aquisição e solicitação das tecnologias estado-da-arte, escolheu o caça Gripen NG da sueca Saab para substituir a frota de caças F-5 Tiger II da Força Aérea da Suíca. Serão adquiridos 22 aeronaves Gripen NG (JAS39 E/F), num programa de aquisição avaliado em menos que US$ 3,2 bilhões. As primeiras aeronaves devem chegar na Suíça em 2015, a partir de um prazo de 3 anos do momento da assinatura do contrato, previsto para o começo de 2012.

O programa Gripen vai criar uma parceria de longo prazo entre a Suíça e a Suécia. A Saab assegura para a Suíça uma estratégia de longo prazo de cooperação industrial visando a criação de empregos sustentáveis de alta tecnologia, transferência de tecnologia e geração de negócios de exportação. A Saab está preparada para iniciar as negociações e aguarda os próximos passos do processo, que inclui a definição do programa de treinamento, inclusive com pilotos sendo treinados na Suécia, e também definir se as aeronaves terão a etapa de montagem final sendo feita na Suíça.

Estavam na competição o caça Dassault Rafale e o Eurofighter Typhoon, além do F/A-18 Super Hornet no começo da competição. A Suíça estudou a modernização dos caças F-5, mas considerou um processo caro.

A decisão do Gripen foi devido ao custo de aquisição e de operaçãoo menor que os outros dois concorrentes, que segundo o Ministro de Defesa Ueli Maurer, no final dos 30 anos de vida operacional vai representar uma economia substancial. Além disso, o contrato prevê uma compensação financeira de 100% com as indústrias suíças.

Gripen está em serviço com as forças aérea da Suécia, República Tcheca, Hungria, África do Sul e Tailândia. A Empire Test Pilots’ School (ETPS) do Reino Unido também opera caças Gripen como uma avançada plataforma de jatos rápidos para os pilotos de teste em todo o mundo.

Fonte: http://cavok.com.br/blog/?p=43055
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: HSMW em Novembro 30, 2011, 07:55:27 pm
Boa escolha para a Suíça.
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: typhonman em Novembro 30, 2011, 08:11:32 pm
Sem dúvida, o Rafale seria demasiado, mais um cliente a somar a Suécia,Tailândia,Hungria, Rep Checa e África do Sul.
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Menacho em Dezembro 01, 2011, 09:49:51 pm
Citação de: "typhonman"
Sem dúvida, o Rafale seria demasiado, mais um cliente a somar a Suécia,Tailândia,Hungria, Rep Checa e África do Sul.

Tifón: GB, Alemania, Italia, España, Arabia Saudí, Austria.....y presente en el concurso de la India.........Omán....

Rafale: Francia y........................ :roll:
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: HSMW em Janeiro 13, 2013, 03:01:54 am
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: nelson38899 em Janeiro 13, 2013, 11:27:29 am
cada vez mais sou da opinião que este brinquedo seja o substituto dos nossos F16.
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Charlie Jaguar em Janeiro 13, 2013, 12:59:08 pm
Citação de: "nelson38899"
cada vez mais sou da opinião que este brinquedo seja o substituto dos nossos F16.

Me too.  c34x
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: P44 em Janeiro 13, 2013, 04:43:28 pm
Será que nesse futuro longinquo já terão conseguido terminar o NG?  :twisted:
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: pchunter em Janeiro 14, 2013, 07:01:00 pm
É bom que sim pois a Suiça  esta à espera.  :lol:
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Get_It em Novembro 12, 2014, 05:55:40 pm
Citação de: "AIRheads↑FLY"
Czech Air Force boss: ‘six more Gripens wanted’

Czech Air Force Libor Stefanik stated on Tuesday 11 November 2014 that his air force needs six more Saab JAS-39 Gripen on top of fourteen aircraft already in service. The reinforcements are needed amidst rising tensions to the east of Europe,  Stefanik says. His remark comes at a time when thoughts of a combined Czech-Slovak Saab Gripen fleet are heard more often.

(...)

However, talks are ongoing between Sweden and Slovakia on the lease of Gripens to replace Slovakia’s MiG-29 Fulcrums. A combined Czech-Slovak Gripen fleet seems a very real possibility. Slovakia and the Czech Repblic were a single country not to lang ago, after all. Talks of joining military forces are heard every now and then. In any case, Slovak pilots already are regular visitors of the Tactical Simulation Center (TSC) in the Czech Republic, featured in this exclusive Airheadsfly.com story. The center features tactical Saab Gripen simulators.

With his personal thoughts, Stefanik seemingly wants to point out that future Slovak Gripens are also in the interest of the Czech Republic. Point made.
Fonte: http://airheadsfly.com/2014/11/12/czech-air-force-boss-six-more-gripens-wanted/ (continua)

Cumprimentos,
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: HSMW em Janeiro 18, 2015, 02:42:56 pm
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Get_It em Fevereiro 15, 2015, 06:01:51 pm
Citação de: "@Airheadsfly, Twitter"
"100-200 Brazilian engineers are heading to #Sweden to start working on the #Gripen plane." ~ Swedish national newspaper SvD, 14 Feb 2015
Isto sim é que vai ser um consumir de tecnologia. Esta dos 100-200 engenheiros fez-me lembrar de algo que ouvia dizer praticamente por todos os investigadores/engenheiros brasileiros que vinham a Portugal: continua a existir uma falta enorme de engenheiros com os conhecimentos necessários e experiência no Brasil.

Cumprimentos,
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Cabeça de Martelo em Fevereiro 19, 2015, 10:46:49 am
O problema é que a grande maioria dos Engenheiros Brasileiros trabalha em funções de gestão e não de acordo com a sua formação.
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Get_It em Abril 06, 2015, 06:34:28 pm
Finnish Hornets: “To be replaced by Gripen or Rafale”
Citação de: "AIRheads Fly"
The odds are in favour of the SAAB JAS 39E/F Gripen to become the next multirole fighter of the Finnish Air Force (Ilmavoimat), with the French Dassault Rafale in very close range, according to Scandinavian sources on 6 April 2015.

Finland has slowly started with looking for a replacement for its 55 McDonnell Douglas (Boeing) F/A-18C Hornet single-seat and 7 F/A-18D two-seat multirole fighters. With the race officially starting coming Autumn, the participants are already warming up their engines.

(...)

With both Helsinki and Stockholm having agreed to increased cooperation between their defence organisations, a combined Finnish-Swedish combat jet fleet with the same type of aircraft would make matters even more easier in case both nations choose to act together in their defence against enemies like, let’s say, Russia. Not only from a military tactical point of view, but certainly from a logistical one. Any battle is easily lost with a failing flow of spare parts.

The Swedish Gripen – from a Finnish point of view produced just a short hop by boat or plane across the Gulf of Bothnia / Baltic Sea – is currently undergoing a very interesting update which gives us already a brief look in the new capabilities Next Generation dubbed Gripen E/F. That new Gripen will be the one that the Brazilian Air Force (36 or more) is buying and that the Swedish Air Force (60 or more) has ordered.

Finland is not that far yet, but has requested and received classified documents on the capabilities of the Gripen. This has now confirmed by sources within both the Swedish Defence Materiel Administration (FMV) and within the government in Stockholm.

(...)

But the race is far from done. Just before Easter, the Finnish Chief of Defence went along for a French Air Force training mission in the backseat of a Dassault Rafale B, flying in formation with at least one other Rafale after take-off from Base Aérienne 113 Saint-Dizier (St. Dizier Airbase), situated east of Paris. As happy of any of us would be, General Jarmo Lindberg tweeted about his Rafale adventure. During earlier trials in Switzerland – where the Gripen competed against the Rafale – the Swiss Air Force said to have been very impressed by the French jet’s performances, but the Swiss government choose the Gripen because it was deemed financially a better choice, with the Swiss population shooting down the governments purchase decision leaving the Swiss Air Force without a successor to the aging and slowly obsolete Northrop F-5 fighter-bombers.

[continua] (http://http)
Fonte: http://airheadsfly.com/2015/04/06/finnish-hornets-to-be-replaced-by-gripen-or-rafale/

Cumprimentos,
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: HSMW em Abril 07, 2015, 03:01:43 pm
É assim tão necessária esta substituição?
É que os F-18C parecem máquinas ainda muito capazes.
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: mafets em Abril 09, 2015, 09:51:49 am
http://www.aereo.jor.br/2015/04/08/mds-de-brasil-e-argentina-assinam-declaracao-pela-democracia-e-a-paz-e-iniciam-negociacoes-do-gripen-ng/
Citar
Buenos Aires, 7/4/2015 – Os ministérios da Defesa do Brasil e da Argentina assinaram declaração conjunta  iniciando conversações para a venda de 24 caças Gripen NG para a Força Aérea do país platino.

A previsão do negócio consta da “Declaração pela Democracia e a Paz”, assinada pelo ministro Jaques Wagner e seu par argentino, Agustín Rossi, após reunião bilateral realizada nesta terça-feira (7), na capital Argentina.

Em sua primeira viagem oficial ao exterior à frente da Defesa, Jaques Wagner destacou a escolha da Argentina como o primeiro país a ser visitado por ele e o caráter estratégico da aliança com aquele país, considerado fundamental para a integração regional da América do Sul. O ministro disse que foi uma decisão política que atende ao interesse de fortalecer a parceria e a cooperação no campo da defesa.

Já Augustín Rossi, além de abrir as negociações para a compra dos 24 caças Gripen NG, também reiterou a intenção platina de adquirir seis aeronaves cargueiros KC-390 – projeto brasileiro que tem os argentinos como parceiros em seu desenvolvimento.
Para fornecerem KC390 tem de pelo menos o Governo Britânico concordar pois por exemplo a BAE Systems é inglesa. O próprio motor tem componentes da RR britânica :roll:  :roll:
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Ff.ptcdn.info%2F241%2F028%2F000%2F1423403380-1-o.jpg&hash=9329aa8eb843096d606afed45e367419)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fcdn-www.airliners.net%2Faviation-photos%2Fphotos%2F5%2F8%2F0%2F1892085.jpg&hash=da79e6bf7fdf109fad8091b2dd48c0de)

Cumprimentos
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: olisipo em Abril 09, 2015, 11:32:06 am
En la prensa argentina se publican informaciones sobre este tema irreales y contradictorias. Por ejemplo:

Citar
La posibilidad de un veto del Reino Unido a la venta de los Gripen a la Argentina fue descartada por la Fuerza Aérea (argentina) . Los componentes de origen británico del aviòn sueco pueden ser sustituidos por otros de proveedores calificados. La administración británica, a través del Departamento de Negocios, Innovación y Formación, mantiene un veto para asegurar que ningún equipo con licencia de exportacìón británica sea empleado por la Argentina "para imponer un bloqueo económico a los ciudadanos de las Islas Malvinas".
http://www.ambito.com/diario/noticia.asp?id=785893 (http://www.ambito.com/diario/noticia.asp?id=785893)
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Cabeça de Martelo em Abril 09, 2015, 02:14:01 pm
É impossivel agradar-te, o pessoal mete links na maior parte das vezes dos media Brasileiros, mete carradas de informação e mesmo assim, a única coisa que dizes é a lengalenga do costume.

Que informação possuis que alterem significativamente as informações aqui deixadas? A nova versão já está operacional? Os dados que aparecem nos vossos media batem certo? Afinal onde é que os participantes deste fórum erraram?! :roll:
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Cabeça de Martelo em Abril 09, 2015, 03:21:06 pm
Não somos nós que estamos a dizer seja o que for, é o teu Ministro da Defesa!

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.defesa.gov.br%2Farquivos%2F2015%2Fmes04%2Fjaques%2520augustn.jpg&hash=352c150f8a857b188d2a434d4252c694)
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: mafets em Abril 09, 2015, 03:48:15 pm
Citação de: "JMKeynes"
Com o suposto intuito de "atacar", destila desconhecimento  e mediocridade.

Pobre diabo.
Antes de te "armares" em "charroque da prrofundurra " lê a noticia do teu "Poder Aéreo".  :roll: http://en.wikipedia.org/wiki/Embraer_EMB_314_Super_Tucano
Citar
On February 2006, a 36 unit sale for Venezuela fell through because it was thought the USA would block the transfer of US-built components.[113] Venezuelan President Hugo Chavez claimed the U.S. was responsible for pressuring Brazil not to sign the contract.
O componentes ingleses e americanos do Gripen:
(https://pbrasil.files.wordpress.com/2010/05/12.jpg)
E do KC390:
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.dsjunshi.net%2Fdata%2Fattachment%2Fforum%2F201502%2F06%2F144904pq50rqo650v0556t.jpg&hash=3505f0f43a9ffb4200da6a7df367d632)
Percebes agora ou é preciso fazer um desenho?
 
Citação de: "JMKeynes"
Me parece que o estereótipo que os brasileiros têm dos portugueses faz todo sentido, se é que me entende.
O Site em questão é Brasileiro e faz parte da revista forças de defesa. Se existem estereótipo são de vocês brasileiros uns com os outros que fazem estas "prendas" de acordos e escrevem estas "lindezas". Cá,pouco se escreve sobre o Brasil, nomeadamente sobre acordos e reportagens sobre esta temática, a que vocês chamam de "defesa".
Citar
http://www.aereo.jor.br/
http://www.aereo.jor.br/revista-forcas-de-defesa/

 :G-beer2:
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: mafets em Abril 09, 2015, 04:13:52 pm
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2F4.bp.blogspot.com%2F-RnGH6d8e1sI%2FUrQkzg6H9rI%2FAAAAAAAAMm0%2FYxCXkuZBbv4%2Fs640%2Fgripen%252Bparts.jpeg&hash=45a4bd609d9e4674ff53e4806204ecfc)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2010%2F04%2Fgripen-partners.jpg&hash=91a8883db5d266faff375c71a50666b3)
 :mrgreen:  :mrgreen:  :mrgreen:  :mrgreen:
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fosecretariodopovo.com%2Fblog%2Fwp-content%2Fuploads%2F2014%2F12%2Fbrasileiro-burro-520x304.jpg&hash=2d3598ccfe07ee8766239a78adefefe9)

 :G-beer2:
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: mafets em Abril 09, 2015, 04:53:36 pm
http://www.defesaaereanaval.com.br/tag/gripen-ng/
Citar
Buenos Aires, 7/4/2015 – Os ministérios da Defesa do Brasil e da Argentina assinaram declaração conjunta  iniciando conversações para a venda de 24 caças Gripen NG para a Força Aérea do país platino.

A previsão do negócio consta da “Declaração pela Democracia e a Paz”, assinada pelo ministro Jaques Wagner e seu par argentino, Agustín Rossi, após reunião bilateral realizada nesta terça-feira (7), na capital Argentina.

Em sua primeira viagem oficial ao exterior à frente da Defesa, Jaques Wagner destacou a escolha da Argentina como o primeiro país a ser visitado por ele e o caráter estratégico da aliança com aquele país, considerado fundamental para a integração regional da América do Sul. O ministro disse que foi uma decisão política que atende ao interesse de fortalecer a parceria e a cooperação no campo da defesa.
 
http://www.defesanet.com.br/br_ar/noticia/18682/BR-AR---Brasil-e-Argentina-assinam-a-%E2%80%9CDeclaracao-pela-Democracia-e-a-Paz%E2%80%9D-e-iniciam-negociacoes-para-a-venda-de-cacas-Gripen-NG-/
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.defesanet.com.br%2Fsite%2Fupload%2Fnews_image%2F2015%2F04%2F25115_resize_800_600_false_true_null.jpg&hash=73158834a098be89ac5e2f52965a68d6)
Citar
Brasil Quer Vender 24 Caças Gripen NG À Força Aérea Argentina
http://newsavia.com/brasil-quer-vender-24-cacas-gripen-ng-a-forca-aerea-argentina/
Citar
Já Augustín Rossi, além de abrir as negociações para a compra dos 24 caças Gripen NG, também reiterou a intenção platina de adquirir seis aeronaves cargueiros KC-390 – projeto brasileiro que tem os argentinos como parceiros em seu desenvolvimento.
http://www.defesa.gov.br/noticias/15412-brasil-inicia-negociacoes-para-venda-de-24-cacas-gripen-ng-para-a-argentina
Citar
Tambores de Guerra
4 de Dezembro de 2014 ·
A posição do Reino Unido, que já era clara, ficou ainda mais evidente quando os britânicos anunciaram que vetariam uma eventual venda de caças Gripen à Argentina, em resposta à iniciativa do Ministério da Defesa do Brasil em fornecer à FAA (Força Aérea Argentina) 24 caças Gripen NG, de fabricação brasileira, num negócio estimado em US$ 2,9 bilhões.

O Brasil, por conta da recente aquisição de 36 caças do mesmo tipo, para o reaparelhamento de sua Força Aérea, adquiriu também os direitos de produção local da aeronave, com preferência na comercialização do vetor para os países da América Latina e África. Ocorre, entretanto, que cerca de 30% dos componentes críticos da aeronave são de origem britânica, o que confere ao Reino Unido a palavra final quanto ao fornecimento dos caças, não só à Argentina, mas a qualquer cliente que assim o deseje.
Notadamente, a Saab, construtor original e proprietário do projeto do Gripen, nunca fez qualquer tentativa de oferecer a aeronave diretamente aos argentinos, mesmo das versões mais antigas, pois sempre soube que o que o Reino Unido iria bloquear qualquer venda para a Argentina.
Nos últimos anos, a Saab forneceu à Argentina outros sistemas de armas, incluindo o sistema de míssil MANPADS RBS 70 VSHORAD (Sistema de Defesa Aérea de Curto Alcance – Very Short Range Air Defence System), além de foguetes antitanque AT4, que não possuem componentes britânicos.
(https://1.bp.blogspot.com/-ZXQlyAQUzYo/VGJiSy95c4I/AAAAAAACP0Q/Z5Eje2f1awk/s1600/gripen.JPG)
https://www.facebook.com/permalink.php?story_fbid=606419302813253&id=269111766544010
Vêm em todo o lado e o "Burro sou eu". Apa, soçe, Atira-te ao mar e diz que t'empurrarem .. :mrgreen:  :mrgreen:  :twisted:  :twisted:
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Cabeça de Martelo em Abril 09, 2015, 05:05:31 pm
Inacreditável... eu coloco a fotografia do Ministro da Defesa no seu encontro com o seu homologo Argentino, há inúmeras noticias onde o mesmo diz categoricamente que quer vender os ditos caças à FAA e mesmo assim ele dá-lhe!...

Ainda por chama-nos de burros!

Se eu fizesse isso num fórum Brasileiro queria ver quanto tempo estava no mesmo.
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: mafets em Abril 09, 2015, 05:58:57 pm
Citação de: "Cabeça de Martelo"
Inacreditável... eu coloco a fotografia do Ministro da Defesa no seu encontro com o seu homologo Argentino, há inúmeras noticias onde o mesmo diz categoricamente que quer vender os ditos caças à FAA e mesmo assim ele dá-lhe!...

Ainda por chama-nos de burros!

Se eu fizesse isso num fórum Brasileiro queria ver quanto tempo estava no mesmo.

Mais curioso é o facto de em vez de estar a "gastar latim" com "tangas" e a entrar numa de insulto (passa-me completamente ao lado  :mrgreen:   ) e que espelha a falta de argumentos lógicos para uma "barraca" destas, deveria era se questionar para o porque do Site, Face, etc, da Embraer nem uma única linha ter sobre o caso. Não apenas revelam uma maturidade e sapiência que quem dera a muitos usuários do outro lado do atlântico ter, como Já devem estar a fazer contas ao "prejuízo" (principalmente para uma empresa que trabalha com muitos componentes britânicos) :wink:
Citar
http://www.embraer.com/pt-BR/Paginas/Home.aspx
https://www.facebook.com/embraercorporatecommunications
https://twitter.com/embraersa
A SAAB também "nicles". Nem parece que se iniciar as negociações para uma possível venda de duas dezenas de caças.. :twisted:
Citar
http://www.saabgroup.com/en/
Mas o problema é Portugal :roll:  :lol:
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Cabeça de Martelo em Abril 09, 2015, 06:00:55 pm
Citação de: "mafets"
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2F4.bp.blogspot.com%2F-RnGH6d8e1sI%2FUrQkzg6H9rI%2FAAAAAAAAMm0%2FYxCXkuZBbv4%2Fs640%2Fgripen%252Bparts.jpeg&hash=45a4bd609d9e4674ff53e4806204ecfc)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2010%2F04%2Fgripen-partners.jpg&hash=91a8883db5d266faff375c71a50666b3)
 :mrgreen:  :mrgreen:  :mrgreen:  :mrgreen:
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fosecretariodopovo.com%2Fblog%2Fwp-content%2Fuploads%2F2014%2F12%2Fbrasileiro-burro-520x304.jpg&hash=2d3598ccfe07ee8766239a78adefefe9)

 :G-beer2:

É interessante, mas há coisas que aparecem num como sendo Britânico e no artigo Brasileiro aparece como sendo "Europeu", outras coisas pura e simplesmente não aparecem referênciadas mas que no primeiro aparecem também como Britânicas.

Já agora:

http://www.saabgroup.com/Global/Documen ... 15_low.pdf (http://www.saabgroup.com/Global/Documents%20and%20Images/Air/Gripen/Technical%20brochure,%20Gripen%20NG,%20English,%20ver.2,%20Jan%202015_low.pdf)
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: mafets em Abril 09, 2015, 06:07:02 pm
Citação de: "Cabeça de Martelo"
É interessante, mas há coisas que aparecem num como sendo Britânico e no artigo Brasileiro aparece como sendo "Europeu", outras coisas pura e simplesmente não aparecem referênciadas mas que no primeiro aparecem também como Britânicas.

Já agora:

http://www.saabgroup.com/Global/Documen ... 15_low.pdf (http://www.saabgroup.com/Global/Documents%20and%20Images/Air/Gripen/Technical%20brochure,%20Gripen%20NG,%20English,%20ver.2,%20Jan%202015_low.pdf)
Tipica "esperteza saloia" a ver se cola. Devem de ir à pressa comprar um assento injectavel aos russos que também são da Europa e usam uma "calçadeira" para o colocar dentro do avião... :wink:
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fstop-gripen.ch%2Fwp-content%2Fuploads%2F2014%2F01%2FSAAB-Komponenten.jpg&hash=a56f1e7b4447bd270e1ea5bbf8a10188)
Quero ver é se com está "politica das bananas" os Ingleses começam a chatear a Embraer sobre a participação da Argentina no projecto e possíveis vendas para a Argentina, devido aos sistemas "Made in Britan"... :roll:
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimagens9.publico.pt%2Fimagens.aspx%2F880839%3Ftp%3DUH%26amp%3Bdb%3DIMAGENS&hash=e118b03ef15ea499e6392f62b5e5cecc)

 :G-beer2:
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Cabeça de Martelo em Abril 09, 2015, 06:19:43 pm
Ok, último texto só mesmo para rebater, ó meu caro génio, os Leopard Portugueses foram comprados onde? Os vossos foram na Alemanha, os nossos não! Tentas falar de outras coisas, quando nós mostramos dados concretos, factos inegáveis, enfim o tipico comportamento de um troll!

Não tens educação, não tens inteligência e queres que todos se rebaixem. Eu já não participo nesta imbecilidade, recuso-me a rebaixar-me ao seu nível.
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: mafets em Abril 09, 2015, 06:21:20 pm
Citação de: "Cabeça de Martelo"
Ok, último texto só mesmo para rebater, ó meu caro génio, os Leopard Portugueses foram comprados onde? Os vossos foram na Alemanha, os nossos não!

Por acaso compraram os Leopard 1 aos belgas que os alemães não quiseram nada com eles. Os nossos Leopard 2 foram vendidos pelos holandeses e não pela tia Merkle. E destinam-se a reprimir qualquer tentativa de evasão das Berlengas :twisted:
Citação de: "Cabeça de Martelo"
Tentas falar de outras coisas, quando nós mostramos dados concretos, factos inegáveis, enfim o tipico comportamento de um troll!

Não tens educação, não tens inteligência e queres que todos se rebaixem. Eu já não participo nesta imbecilidade, recuso-me a rebaixar-me ao seu nível.
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.tecnodefesa.com.br%2Fadmin%2Fpublic%2Ffiles%2F%2FLeopard1A5.ConbanderaBrasil400.jpg&hash=93434b583eb201bd44d139a781bf899d)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.areamilitar.net%2FDIRECTORIO%2Fim_ter%2FLeopard2A6_4.JPG&hash=19ca1a144e5a7a367977ff65fe92c8e5)
X 2  :twisted:
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: AtInf em Abril 09, 2015, 07:06:21 pm
Apesar do tema ser o JAS-39, sobre o emprego do Leo ou de qualquer outro CC uma palavra para o nosso amigo de terras de Vera Cruz: NATO
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Abril 09, 2015, 08:28:17 pm
Nobre Cabeça de Martelo;

Discuta então comigo acerca das FFAA brasileiras. Será uma imensa satisfação mantermos um diálogo de alto nível.
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Abril 09, 2015, 08:32:22 pm
Citação de: "AtInf"
Apesar do tema ser o JAS-39, sobre o emprego do Leo ou de qualquer outro CC uma palavra para o nosso amigo de terras de Vera Cruz: NATO

OTAN? Minhas congratulações. Continuem assim.
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Bravo Two Zero em Abril 09, 2015, 11:30:21 pm
Fechar o tópico porquê?
Seja razoável JMKeynes e não atire a carta do estereótipo: foram os vossos sites e meios de comunicação que avançaram com esta "venda" citando um vosso governante, não um maluquinho das teorias de conspiração português, argentino ou do Burkina Faso  a atirar barro à parede a ver se cola. Por cá quando um governante comete argoladas ( e não são poucas, meu Deus) costuma ser-lhe imputadas as declarações. Se existem consequências é outra conversa
E ir buscar a aquisição e emprego dos Leos pelo Exército Português para deflectir a conversa não abona nada em seu favor.
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: mafets em Abril 10, 2015, 09:40:35 am
http://www.aereo.jor.br/2014/07/21/mais-fotos-da-maquete-do-gripen-e-exposta-pela-saab-em-farnborough/
Citar
Nas imagens da maquete em tamanho real (mockup) do futuro Gripen E, cujo primeiro protótipo está em construção na Saab, pode-se perceber muitos detalhes interessantes que mostram mudanças em relação ao modelo monoposto atual do Gripen, o “C”.
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2014%2F07%2FFarnborough-maquete-Gripen-foto-10-Saab.jpg&hash=3b804716a6e3ecfa06ac39696882a0ed)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2014%2F07%2FFarnborough-maquete-Gripen-foto-6-Saab-580x362.jpg&hash=c7d95a0d5d69a5272dc67d35793f7c23)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2014%2F07%2FFarnborough-maquete-Gripen-foto-12-Saab.jpg&hash=46fb79ce606c472932ea040ba3e12c6b)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2014%2F07%2FFarnborough-maquete-Gripen-foto-7-Saab-580x373.jpg&hash=9c3838bea3e38add4f3eeced0e4e54ab)

Saudações
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Menacho em Abril 10, 2015, 07:00:41 pm
Citação de: "JMKeynes"
somos o único país medianamente racional entre esses insanos colonizados pela Espanha. Pode acreditar em mim.

Ya....ya.....claro....

Citar
Un estudio prevé la muerte violenta de 42.000 jóvenes en siete años en Brasil

http://www.elperiodico.com/es/noticias/ ... il-3890659 (http://www.elperiodico.com/es/noticias/internacional/estudio-preve-muerte-violenta-42000-jovenes-siete-anos-brasil-3890659)

Tasa homicidios Brasil:  25,2 por 100.000

Tasa homicidios Chile:  3.1

11.208,08 USD (2013)
Brasil, PBI per cápita

15.732,31 USD (2013)
Chile, PBI per cápita

Deje de mirarse el ombligo.
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Abril 10, 2015, 07:19:16 pm
Citação de: "Menacho"
Citação de: "JMKeynes"
somos o único país medianamente racional entre esses insanos colonizados pela Espanha. Pode acreditar em mim.

Ya....ya.....claro....

Citar
Un estudio prevé la muerte violenta de 42.000 jóvenes en siete años en Brasil

http://www.elperiodico.com/es/noticias/ ... il-3890659 (http://www.elperiodico.com/es/noticias/internacional/estudio-preve-muerte-violenta-42000-jovenes-siete-anos-brasil-3890659)

Tasa homicidios Brasil:  25,2 por 100.000

Tasa homicidios Chile:  3.1

11.208,08 USD (2013)
Brasil, PBI per cápita

15.732,31 USD (2013)
Chile, PBI per cápita

Deje de mirarse el ombligo.

A população e economia do Chile é similar ao Estado do Rio de Janeiro. Portanto o Brasil é muito maior e populoso do que o Chile. Agora pegue os números de homicídios do México, Honduras e Nicarágua e compare tais índices ao Brasil.
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: dc em Abril 10, 2015, 09:49:19 pm
O Chile tem F-16 block 60?  :lol:
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: HSMW em Abril 10, 2015, 10:22:02 pm
Citação de: "JMKeynes"
Citação de: "dc"
O Chile tem F-16 block 60?  :arrow: http://www.f-16.net/f-16_users_article9.html (http://www.f-16.net/f-16_users_article9.html)
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: NVF em Abril 10, 2015, 11:12:39 pm
F-16C Block 60 a 8 milhões cada? Você tem quase tanta piada quanto o Jô Soares. Já tínhamos percebido que tinha algumas dificuldades no domínio da última flor do Lácio, agora semelhantes dificuldades tornam-se evidentes no domínio da língua de John Maynard  :mrgreen:

Os chilenos que falam em Block 60 devem imaginá-los em dogfights com os Gripen NG, ou seja, tudo no reino da fantasia.

Refere-se a este artigo?

http://www.defenseindustrydaily.com/Chi ... 16s-05110/ (http://www.defenseindustrydaily.com/Chile-Looking-to-Replace-F-5s-With-More-F-16s-05110/)
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Johnnie em Abril 10, 2015, 11:33:40 pm
Citação de: "JMKeynes"
A USP (Universidade de São Paulo) é a melhor universidade da América Latina, NINGUÉM PAGA UM CENTAVO PARA ESTUDAR NA USP. Qual é, rapaz?

Quem não conheçe a carga fiscal brasileira até pode achar que isso é verdade   :mrgreen:
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: mafets em Abril 10, 2015, 11:53:30 pm
Citação de: "JMKeynes"
velhos submarinos Ticunas que não ameaçam ninguem
Um submarino feito em 2005 é velho. Sempre a aprender... :mrgreen:
http://www.naval.com.br/blog/destaque/submarinos/11-os-submarinos-brasileiros-de-1914-ate-hoje/
Citar
O FUTURO E A REALIZAÇÃO DE UM SONHO – O SÉCULO XXI
Consolidados os conhecimentos e a capacidade para a construção de submarinos, a Marinha decidiu incrementar o seu Programa de Reaparelhamento com a construção de um quinto submarino. A Força de Submarinos, neste início do século XXI, viu nascer o Submarino “TIKUNA” (S34).
O “TIKUNA” não é um submarino da classe “TUPI”. Apesar da grande semelhança na aparência externa, são consideráveis as diferenças entre eles, constituindo uma nova classe. Incorporando novidades tecnológicas em diversos sistemas, notadamente na geração de energia, no sistema de direção de tiro e nos sensores, o “TIKUNA” sela a independência tecnológica na área de projeto e de construção de submarinos.
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.naval.com.br%2Fblog%2Fwp-content%2Fuploads%2F2009%2F03%2Ftikuna-s341.jpg&hash=cc8ceb290b533c1ab680eeac3ef659c5)
Também deve custar 8 milhões como os f16 chilenos ou os ng virtuais do Brasil... :mrgreen:
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fmedia.defenceindustrydaily.com%2Fimages%2FAIR_F-16E_UAE_Flying_Tucson_LMCO_lg.jpg&hash=5ccd0a6bb0d5e0cbba6072969e580010)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Ffc02.deviantart.net%2Ffs70%2Ff%2F2013%2F287%2F4%2F8%2Ff16_chile_3grupo_dev_by_ws_clave-d6qio14.jpg&hash=6cdbcac309d831735ed050d81d97c169)
O gripen ng já tem uma maquete à escala real. Amanhã já o manoplace voa para os média brasileiros... :mrgreen:
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2014%2F12%2FGripen-JAS-39E-mock-up.jpg&hash=110fe47c181ae0de26a3ed4cad489eb2)

 :mrgreen:  :mrgreen:
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: mafets em Abril 11, 2015, 12:23:19 am
http://www.aereo.jor.br/2015/04/10/nota-oficial-da-fab-sobre-a-aquisicao-de-cacas-gripen-ng/
Citar
Com relação às recentes matérias publicadas na imprensa sobre o contrato de compra dos caças Gripen NG, este Centro esclarece que:

1. O Comando da Aeronáutica não reconhece que houve irregularidades no processo de aquisição dos caças Gripen NG, e está pronto para prestar os esclarecimentos necessários às autoridades competentes.

2. Em janeiro de 2009, a proposta final foi apresentada pela empresa Saab no valor de US$ 4,531 bilhões.

3. Em 18 de dezembro de 2013, o Governo Brasileiro anunciou a empresa Saab como vencedora para equipar a Força Aérea Brasileira com novos caças. A partir de então, o Comando da Aeronáutica e a Saab iniciaram as tratativas para a formalização do contrato, momento este em que foram realizadas atualizações, tendo em vista a defasagem tecnológica do período (2009 a 2013).

4. Em 24 de outubro de 2014, o contrato de aquisição das 36 aeronaves Gripen NG foi firmado em coroas suecas, em um valor total de SEK 39.882.335.471,65, conforme publicado no Diário Oficial da União de 27 de outubro de 2014. Além das 36 aeronaves, o contrato inclui apoio e suporte logístico, simuladores de voo e sistemas embarcados (como radar, Wide Area Display – WAD, guerra eletrônica, etc).

5. Naquela data (24 de outubro de 2014), o valor de coroas suecas correspondia a US$ 5.4 bilhões. Porém, hoje, o valor equivale a cerca de US$ 4.6 bilhões, já que o contrato foi firmado em coroas suecas e houve significativa variação na taxa de câmbio entre as moedas (dólar americano x coroa sueca). A taxa de conversão utilizada foi a do Banco Central do Brasil.
Já à suspeitas de luvas no gripen? Não perdem tempo e é sempre a aviar depois dá petrobrás. :mrgreen:
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: mafets em Abril 11, 2015, 12:40:29 am
http://pt.m.wikipedia.org/wiki/JAS_39_Gripen
Citar
O Gripen NG concorreu na licitação para a modernização da Força Aérea Brasileira, conhecida como FX-2. Em 5 de Janeiro de 2010, o relatório final de avaliação da FAB colocou o JAS-39 Gripen à frente dos outros dois candidatos. O fator decisivo foi, aparentemente, o custo global dos novos caças, tanto em termos de custo unitário como de operação e manutenção.[11] [12]

Em 18 de dezembro 2013, após mais de dez anos de discussão,[13] a presidente Dilma Rousseff decidiu pela aquisição destes caças para a FAB. O pacote de 36 aviões irá custar US$ 4,5 bilhões.[14] [15] A nova aeronave será montada no Brasil a partir da quinta unidade, participando outros seis países no fornecimento dos diversos componentes.[16] Em outubro de 2014, foi assinado formalmente o contrato da Saab com o governo brasileiro. O fornecimento seria de 28 unidades do Gripen NG de apenas um assento e mais 8 de dois assentos. O valor da transação ficou em torno de US$ 5,4 bilhões de dólares (R$ 13,4 bilhões de reais), um acréscimo de um bilhão do que era previsto. O aumento foi justificado por componentes técnicos que os militares brasileiros exigiram. Cerca de 15 destas aeronaves seriam montadas no Brasil, mas brasileiros estariam envolvidos em todas as etapas da construção dos 36 caças.[17]
"Um acréscimo de um bilhão... por componentes técnicos que os militares brasileiros exigiram". Epa ena, grande festim :mrgreen:
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: dc em Abril 11, 2015, 12:58:48 am
Citação de: "JMKeynes"
Sim, alguns são de segunda mão, mas outros são novos Block 60.

Não sei a quantidade exata, mas tem.

Sim, tem alguns em segunda mão provenientes da Holanda (MLU), como já foi referido. Mas não tem Block 60 nenhuns... os que têm são Block 50/52+, que deverão ter algumas melhorias implementadas nos Block 60 excepto o radar AESA AN/APG-80 ao invés do APG-68 que equipa todos os F-16 C/D.

"Marketing"...  :mrgreen:
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: mafets em Abril 11, 2015, 09:52:59 am
E pronto. Está o "caldo entornado" com o Gripen NG. Todo o Brasil o noticia.. :lol:
http://g1.globo.com/politica/noticia/2015/04/inquerito-e-aberto-para-apurar-alta-no-valor-pago-pelos-cacas-gripen.html
Citar
O inquérito, conduzido pelo Núcleo de Combate à Corrupção do Ministério Público Federal de Brasília, tem prazo de duração de um ano e pode ser objeto de uma ação civil que peça a anulação do contrato e o ressarcimento aos cofres públicos de pagamentos já realizados.
A Força Aérea Brasileira (FAB) diz que o valor aumentou porque foram pedidas mudanças nos aviões e houve reajuste dos valores originais do contrato, que estavam em coroas suecas. A moeda se desvalorizou em relação ao dólar desde a proposta inicial. A Aeronáutica diz que ainda não foi notificada oficialmente, mas que irá atender aos pedidos da Procuradoria.
Foi pedido que o modelo do caça brasileiro, entregue ao país a partir de 2019, tenha apenas um display panorâmico à frente na tela de controle, chamado de “Wide Display” (WAD), diferentemente do modelo original, que possuí três visores. Na versão brasileira há outros diferenciais como um novo sistema de comunicação com encriptação e especificações na pressão interna do cockpit.
http://noticias.terra.com.br/brasil/politica/mp-investiga-corrupcao-em-acordo-de-compra-de-cacas-para-fab,525362e6b14ac410VgnCLD200000b2bf46d0RCRD.html
Citar
MP investiga corrupção em acordo de compra de caças para FAB
Investigação civil e criminal buscará determinar se houve "possíveis irregularidades" no contrato
http://www.defesabr.com/blog/
Citar
(Reuters) – O Ministério Público está investigando se houve corrupção no acordo de 5,4 bilhões de dólares para que o governo brasileiro compre 36 caças Gripen NG, da fabricante sueca Saab, para equipar a Força Aérea Brasileira (FAB).

Uma porta-voz da promotoria federal em Brasília disse nesta sexta-feira que a investigação civil e criminal buscará determinar se houve “possíveis irregularidades” no contrato, negociado no ano passado.
http://www.airfln.com.br/noticias.php
Citar
O Ministério Público Federal abriu um inquérito civil para apurar suspeitas de irregularidades na compra de 36 caças Gripen pelo Brasil por US$ 5,4 bilhões. O valor final do contrato, assinado em outubro de 2014, é US$ 900 milhões maior que o previsto na proposta inicial apresentada pela fabricante, a sueca Saab.

O inquérito, conduzido pelo Núcleo de Combate à Corrupção do Ministério Público Federal de Brasília, tem prazo de duração de um ano e pode ser objeto de uma ação civil que peça a anulação do contrato e o ressarcimento aos cofres públicos de pagamentos já realizados.

A Força Aérea Brasileira (FAB) diz que o valor aumentou porque foram pedidas mudanças nos aviões e houve reajuste dos valores originais do contrato, que estavam em coroas suecas. A moeda se desvalorizou em relação ao dólar desde a proposta inicial. A Aeronáutica diz que ainda não foi notificada oficialmente, mas que irá atender aos pedidos da Procuradoria.

Foi pedido que o modelo do caça brasileiro, entregue ao país a partir de 2019, tenha apenas um display panorâmico à frente na tela de controle, chamado de “Wide Display” (WAD), diferentemente do modelo original, que possuí três visores. Na versão brasileira há outros diferenciais como um novo sistema de comunicação com encriptação e especificações na pressão interna do cockpit.
Ou seja, tendo em conta o exclusivamente publicado no BRASIL sem uma única "virgula" de média Portugueses, e ao contrario do que "alguns iluminados" dizem,não apenas o valor do contrato é de 800 a 900 milhões MAIS ALTO(se tem de pagar mais não sobra dinheiro, matemática pura... :wink: ), como inclusive o Brasil pediu modificações adicionais no avião aos Suecos, que obviamente têm acréscimo de custos e não é apenas o "cambio". O que vale é que, e pelo andar da carruagem", os F5EM ainda tem uns bons anos de serviço pela frente e ainda falta recuperar os F5 que compraram à Jordânia.  :twisted:  :twisted:  :twisted:  :twisted:  :twisted:
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fsistemasdearmas.com.br%2Famx%2Famxf5redflag.jpg&hash=b0fd2146b19eb21bef650297aa9cff5c)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimages.orkut.com%2Forkut%2Fphotos%2FOgAAAFnUKZHdJBa96K6dQi1dhYl0yqIJiQ7tv0KwnbfEcivlSVlRue7i8hZTIjYR-L46AADYPBr-k79XFG7EkvtHm7AAm1T1UOyF9_7vHe0E3bxq3lLGoOYtN5xB.jpg&hash=2875b7c21b9098e1ee579f15448fcd7f)
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: dc em Abril 11, 2015, 11:39:25 am
Alterações na pressão interna? Para que propósito?

E mais ridículo é exigirem uma apresentação diferente para o cockpit... não lhes chegava o cockpit "normal" e precisavam de ir para uma cópia do F-35? Devem querer comparar a qualidade dos caças pelos "ecrãs", um pouco como é feito nas televisões para casa "a minha é maior por isso é melhor"... Mais uma vez parece-me os egos a falar e não tanto uma questão de capacidades acrescidas...
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: mafets em Abril 11, 2015, 11:49:31 am
Citação de: "dc"
Alterações na pressão interna? Para que propósito?

E mais ridículo é exigirem uma apresentação diferente para o cockpit... não lhes chegava o cockpit "normal" e precisavam de ir para uma cópia do F-35? Devem querer comparar a qualidade dos caças pelos "ecrãs", um pouco como é feito nas televisões para casa "a minha é maior por isso é melhor"... Mais uma vez parece-me os egos a falar e não tanto uma questão de capacidades acrescidas...
Sabe. É um problema de interpretação do "Português". Segundo os média do Brasil à um AUMENTO de 900 Milhões no preço PAGO, devido a alterações PEDIDAS pela FAB. Segundo os "Experts do outro lado do Atlântico" a perceber as próprias noticias BRASILEIRAS, nada foi pago (uma borla...  :mrgreen:  :mrgreen: Uma comédia (ou deficit cognitivo severo  :twisted:  :twisted:  :twisted:  :mrgreen:  :mrgreen:  :mrgreen:  :twisted:  :mrgreen:  :G-beer2:
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: NVF em Abril 11, 2015, 02:33:46 pm
Fica lá com dinheiro das sobras para renovar as Niterói. Se entendermos adquirir os KC-390 não vamos necessitar de borlas -- um descontozinho ainda vá lá  :mrgreen:
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: dc em Abril 11, 2015, 02:52:27 pm
Pois, engraçado que pelos vistos a SAAB não sabe o que faz... Já é preciso ir a FAB ensinar como hão de fazer o avião voar mais alto... Se calhar a pressão interna não estará já ajustada ao limite de altitude do caça...
Pelos vistos é o único factor que impede o avião de voar mais alto ainda... Epá, a FAB descobriu os segredos para para voar mais alto, basta aumentar a pressão interna e "puff", o avião voa mais alto... Motores? Design das asas? Para quê? Basta alteração da pressão interna e está feito  :mrgreen:
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: NVF em Abril 11, 2015, 02:56:12 pm
Deve ser para eliminar redundância. Com 3 displays, se um avariasse a informação podia ser distribuída pelos restantes. Assim, se o ipad gigante avaria, volta-se para a base acabou. Mas a grande vantagem é que o porno fica muito melhor num ecrã grande  :twisted:
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: dc em Abril 11, 2015, 03:14:23 pm
Ah então está explicado, é para quando forem à net durante voos mais longos, tudo ter mais qualidade... Já estou a imaginar, durante o voo no facebook e vai ser um novo meio de comunicação entre os pilotos, qualquer coisa mensagem privada para o outro piloto  :mrgreen:
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: mafets em Abril 11, 2015, 05:01:15 pm
Citação de: "dc"
Ah então está explicado, é para quando forem à net durante voos mais longos, tudo ter mais qualidade... Já estou a imaginar, durante o voo no facebook e vai ser um novo meio de comunicação entre os pilotos, qualquer coisa mensagem privada para o outro piloto  :wink:  ).  :twisted:   Não vá os " virtuais Mig 31 Venezuelanos" escoltados pelos Su27 "Maduros" aliarem-se aos "F-16 Block 60" do Chile e investirem rumo a Brasília. Quiça um U2 americano espiar o Submarino Nuclear Brasileiro... :mrgreen:  :roll: ) na negociata dos Gripen NG. Parece que o problema além do "cambio" é o WAD que seria produzido no Brasil pela AEL uma subsidiária da ELBIT. Fala-se também na aquisição de simuladores como forma de aumentar o preço. Ah, mas o Português é que é inconveniente (para não dizer outra coisa...  :roll:  ). Aliás, belo "Telão", valeu bem os 900 milhões :twisted:  :mrgreen:  :mrgreen:  :mrgreen:  :mrgreen:  :mrgreen:  :mrgreen:
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Edu em Abril 11, 2015, 06:58:49 pm
Se até em Portugal qualquer negócio militar tem o seu quê de corrupção não se podia esperar menos do Brasil.

E como todos sabemos os "descobertos" tornaram-se muito superiores aos descobridores em termos de corrupção.

Em matéria de corrupção acredito que se verifique a regra 3 simples, 20 vezes maior população, 20 vezes maior a corrupção.

Citação de: "JMKeynes"
.

Deveriam era investigar como é que a FAB escolheu o C295 da Airbus em lugar do muito superior e não tão mais caro C27 Spartan, esse C295 não passa de um Bandeirantes melhorado e não entrega o que promete, isso foi lobbye pesado de uma família de políticos do PT, os irmãos Viana do Acre, governador e senador, um outro deles tem cargo na Helibras, não investigam porque são petistas, e aí entra a ideologia stalinista da companheirada corrupta.


Segundo dados de varias fontes, incluindo, mas não só, a wikipédia, o C-27 não é "não tão mais caro" que o C-295. O C-27 custa aproximadamente o dobro do C-295.

Que o C-27 é superior ao C-295 terei que concordar totalmente, não há dúvida quanto a isso, mas é duas vezes superior?? Penso que não, não me parece que um C-27 faça a vez de dois C-295. E a questão está mesmo aí, quem tem dinheiro limitado pode comprar 12 C-295 ou 6 C-27.

Eu prefiro 12 C-295 a 6 C-17, outros poderão ter uma perspectiva diferente.
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: mafets em Abril 11, 2015, 07:45:54 pm
Citar
A gigante estatal industrial russa Rostec poderá incorporar equipamentos brasileiros no jato de treinamento YAK-130, com base em negociações iniciais realizada com a Mectron, subsidiária da Odebrecht Defesa e Tecnologia, afirmou um executivo sênior à Reuters.
Então mas existe uma nova versão do JAS39 Gripen chamada Yak-130. Não sabia mas para estar no tópico do caça sueco deve ser... :twisted: Isto é sempre a aprender... :twisted:
 
Citação de: "Edu"
Se até em Portugal qualquer negócio militar tem o seu quê de corrupção não se podia esperar menos do Brasil.

E como todos sabemos os "descobertos" tornaram-se muito superiores aos descobridores em termos de corrupção.

Em matéria de corrupção acredito que se verifique a regra 3 simples, 20 vezes maior população, 20 vezes maior a corrupção.
Independentemente da corrupção, do cambio, etc, a própria SAAB e FAB já vieram admitir mudanças no avião para justificar a derrapagem de 900 milhões. Isso é claro para quase toda a gente, Média Brasileiros e internacionais incluidos.  :wink:

 :G-beer2:
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: HSMW em Abril 12, 2015, 10:49:46 am
Mas quem é que escreveu esse texto?!  :amazing:
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: mafets em Abril 12, 2015, 11:02:27 am
O SAAB Gripen NG (e é desse que estamos a falar não do Gripen C/D que já opera, inclusive em países NATO) é um demonstrador Biplace, feito a partir de um Gripen D, sendo que a versão monoplace é uma réplica construída à escala real e não voa. Quando os testes de equipamento, armamento, performance e alcance começarem com o NG final de produção é que se verá se os valores apresentados pela SAAB serão os reais, se todo a electrónica estará desenvolvida e funcionar segundo os parâmetros fornecidos ao Brasil. Além disso ainda existe equipamento a desenvolver pela AEL como o WAD que é necessário incorporar no cockpit do Gripen NG já que o C/D é substancialmente diferente. Portanto "à que dar tempo ao tempo" e esperar para ver se os valores alcançados pelo " Gripen demo" se materializam na versão de série, face a outros aparelhos que já voam à muitos anos como o F-18 Super Hornet ou mesmo o Rafale.
Citar
Further developments
 
A two-seat aircraft, designated "Gripen Demo", was ordered in 2007 as a testbed for various upgrades. It was powered by the General Electric F414G, a development of the Boeing F/A-18E/F Super Hornet's engine. The Gripen NG's maximum take off weight was increased from 14,000 to 16,000 kg (30,900–35,300 lb), internal fuel capacity was increased by 40 per cent by relocating the undercarriage, which also allowed for two hardpoints to be added on the fuselage underside. Its combat radius was 1,300 kilometres (810 mi) when carrying six AAMs and drop tanks. The PS-05/A radar is replaced by the new Raven ES-05 active electronically scanned array (AESA) radar, which is based on the Vixen AESA radar family from Selex ES. The Gripen Demo's maiden flight was conducted on 27 May 2008.On 21 January 2009, the Gripen Demo flew at Mach 1.2 without reheat to test its supercruise capability. The Gripen Demo served as a basis for the Gripen E/F, also referred to as the Gripen NG (Next Generation) and MS (Material Standard) 21.
http://en.wikipedia.org/wiki/Saab_JAS_39_Gripen
   
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2010%2F01%2FGripen-NG-under.jpg&hash=960300a297231f799b44c5d45a1be518)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2014%2F07%2FFarnborough-maquete-Gripen-foto-3-Saab.jpg&hash=47336c8d6372c39719dd0e9c1cf12ea6)

Saudações
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Abril 12, 2015, 08:46:21 pm
Os Tugas alimentam um fetiche tão grande acerca do Gripen NG que não me espantaria a FAP vir adquiri-lo futuramente. Afinal, a Embraer está aí e os suecos moram "ao lado".

 :wink:
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Abril 12, 2015, 08:55:52 pm
"Bem. O Gripen E "É o melhor Lutador para o Brasil" não "Melhor Bomber Brasil." O Gripen é mais rápido, mais ágil, e tem uma melhor compreensão da situação que o Super Hornet, a eletrônica embarcada do Gripen E concebido para o Brasil é muito mais avançada que a do Super Hornet, seu data link é muito superior também. Embora possa não têm a capacidade de carga a granel do Super Hornet, isso é um pouco de um não-problema quando se trata de capacidade de ar-ar ou precisão de ataque ao solo. Você pode fazer muitas coisas diferentes, mas é difícil pensar em uma coisa que faz isso melhor do que qualquer outra coisa. O Saab Gripen NG incide mais sobre os conceitos básicos. Ele só tem que fazer o que um lutador multirole deve fazer. Isso significa que a Saab Gripen NG é o vencedor desta luta."

Mas há mais uma coisa ...


(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2F2.bp.blogspot.com%2F-g2pGL6EbP4k%2FUijNE1IqQeI%2FAAAAAAAABkU%2FPDTZ801fGo8%2Fs400%2Ffalou%252Btudo.jpg&hash=af9d35d4881565b8cd272f86c9054b7c)

 :N-icon-Gun:  :2gunsfiring:  :N-icon-Axe:


"Note, no placar, cada aeronave tem feito muito bem em uma categoria? Você consegue imaginar uma força aérea que utiliza as vantagens de ambas as aeronaves? Aeronaves são diferentes o suficiente para complementar um ao outro, no entanto, são suficientemente semelhantes (os mesmos motores, etc) para mitigar o problema dos custos associados com Fielding combate frota mista.

Você pode imaginar se tanto Saab e Embraer se unirem para construir uma aeronave de alta performance?"

 :G-beer2:  :G-beer2:  c34x
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: mafets em Abril 12, 2015, 09:06:18 pm
Citação de: "Vitor Santos"
Os Tugas alimentam um fetiche tão grande acerca do Gripen NG que não me espantaria a FAP vir adquiri-lo futuramente. Afinal, a Embraer está aí e os suecos moram "ao lado".

 :twisted: :mrgreen:  :mrgreen:  :mrgreen:  :mrgreen:  :roll:
Citar
Caso sejam constatadas irregularidades, o Ministério Público poderá pedir o cancelamento do negócio
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2009%2F01%2Ff-5em-6.jpg&hash=3fd8b2e0cab6459c3fdc70e52ba44c22)

 :G-beer2:
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: mafets em Abril 12, 2015, 09:35:32 pm
Citação de: "Colares"
Citação de: "Vitor Santos"
Os Tugas alimentam um fetiche tão grande acerca do Gripen NG que não me espantaria a FAP vir adquiri-lo futuramente. Afinal, a Embraer está aí e os suecos moram "ao lado".

 :mrgreen:  :mrgreen:
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2F2.bp.blogspot.com%2F-k13Y84cPSf0%2FVFX3nnTo_4I%2FAAAAAAAABnI%2FJLdynCmhYz4%2Fs1600%2Fx26_2091.jpg&hash=285e8769172cd78b28cc43ea724b6e04)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fzap.aeiou.pt%2Fwp-content%2Fuploads%2F2014%2F11%2Faf53c69e2953c2c7fccda8309fd91b61.jpg&hash=0e182e4d934976b48f1967b379fa8b9d)
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: mafets em Abril 12, 2015, 09:59:53 pm
Já os "indinheirados" cheios de caças novinhos em folha, além de terem adiado o projecto pelo menos um ano ainda torram 900 milhões em simuladores, numa tela de tv (wad) e outros "extras" para o gripen ng... :mrgreen:
http://app.folha.com/#noticia/539722
http://www.atribunanews.com.br/politica/ministerio-publico-investiga-corrupcao-em-acordo-de-compra-de-cacas-para-fab
Citar
FAB disse em comunicado que a diferença de preço se deve às flutuações cambiais entre o dólar e a coroa sueca, moeda em que os jatos foram precificados, e a acréscimos colocados em contrato, como apoio e suporte logístico, simuladores de voo e sistemas embarcados, como radar Wide Area Display (WAD).

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.cavok.com.br%2Fblog%2Fwp-content%2Fuploads%2F2015%2F02%2Fcockpit-gripen-ng.jpg&hash=3981320313f075cb15e30540592385db)
Em compensação a correctissima e riquissima argentina, potência econômica dá América do sul,  e como tal parceiro de eleição para qualquer projecto aeronáutico, deve de ir comprar centenas de gripen ng e outros aviões ao Brasil. :roll:  :roll:  :mrgreen:  :twisted: :mrgreen:
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Abril 13, 2015, 03:57:09 am
"Resta saber se o Brasil o comprará:"

Não escreva besteira. Sua obsessão doentia beira o ridículo. Você quer burramente insistir numa tese de que o Gripen NG é apenas um projeto de papel. Sim, isso tecnicamente é quase um "fato". Mas o que você passa a entender, neste seu desespero infantil, é de que as indústrias aeronáutica sueca aliada à brasileira (lembre-se da EMBRAER, mesmo que a existência dela por ser BRASILEIRA corroa sua alma. Procure tratamento psiquiátrico, vai ajudá-lo a sanar esta sua amargura sufocante neste seu coração lusitano  :mrgreen: ) não são capazes de fabricá-lo em série e entregá-lo à FAB e à Força Aérea Sueca. Não tem volta, gajo, sinto em lhe dizer. Enquanto isso pode ficar aí malhando nossos F5 M (mesmo antiquado eles têm capacidades BVR [mísseis Python IV e Derby], não te esqueça deste pequeno detalhe). Não torço para que seus F-16 MLU envelheçam e fiquem sofrendo eternas modernizações, enquanto a velha Europa guarnece seus céus de Typhoon, Rafale e F-35 Lightning III, juro! Quero vê-los de Gripen NG ou F-35.

Enquanto isso, CLARO o Gripen NG já é da FAB:

Brasil assina contrato para aquisição de 36 caças Gripen NG

Primeira aeronave deverá ser entregue em 2019. O contrato prevê ainda o treinamento de pilotos e mecânicos, apoio logístico e a transferência de tecnologia


(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.fab.mil.br%2Fsis%2Fenoticias%2Fimagens%2Fpub%2F23247%2Fi1410276024556260.jpg&hash=3de59d58b077893a6ebdc5d717d73342)

A Força Aérea Brasileira assinou com a empresa sueca SAAB o contrato para aquisição de 36 aviões de caça Gripen NG. A primeira aeronave deverá ser entregue em 2019, e a última em 2024. A assinatura aconteceu nesta sexta-feira (24/10), nas instalações da COPAC (anexo ao prédio do Comando da Aeronáutica, em Brasília – DF).

O contrato envolve o treinamento de pilotos e mecânicos brasileiros na Suécia, apoio logístico e a transferência de tecnologia para indústrias brasileiras. O investimento total será de aproximadamente 13 bilhões de reais.

"Nós iremos transferir tecnologia e a capacidade de projetar e construir caças", afirmou Hakan Buskhe, presidente da SAAB. A Embraer irá assumir um papel de liderança na fabricação local dos aviões, mas haverá também a participação de outras empresas brasileiras, como a AEL, Akaer, Atech e SBTA. "Vai ser um salto, não apenas para a Embraer, mas para a nossa indústria em geral", completou o Tenente-Brigadeiro do Ar Alvani Adão da Silva, Diretor do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA).

O Brasil também participará do desenvolvimento do Gripen NG e será responsável pelo desenvolvimento da versão para dois pilotos. A encomenda brasileira envolve 28 unidades monoplaces (para um piloto) e 8 biplaces (para dois tripulantes).

O desenvolvimento e produção do Gripen NG possibilitará ainda a geração de milhares de empregos diretos e indiretos no país.

De acordo com o Brigadeiro do Ar José Augusto Crepaldi Affonso, presidente da Comissão Coordenadora do Programa Aeronave de Combate (COPAC), a assinatura ocorreu após dez meses de intensas negociações contratuais. "Nós atualizamos a proposta. Trouxemos os requisitos para um cenário mais moderno", explicou.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.fab.mil.br%2Fsis%2Fenoticias%2Fimagens%2Fpub%2F23247%2Fi14102760236111424.jpg&hash=9cfd2e90f0c59377e3ecec973837d966)

As negociações foram iniciadas depois do anúncio do Gripen NG como vencedor da concorrência chamada de Projeto F-X2, realizado no dia 18 de dezembro de 2013. “Naquele primeiro momento a gente já estabeleceu um cronograma para a assinatura do contrato”, conta o Brigadeiro Crepaldi. A previsão era assinar antes do fim do ano. A assinatura na semana do Dia do Aviador (comemorado em 23 de outubro) também foi motivo de comemoração. "É muito simbólico para nós".

O Gripen NG foi selecionado após análises de aspectos operacionais, técnicos, logísticos, de custos e de transferência de tecnologia. O relatório elaborado pela COPAC teve 33 mil páginas e incluiu análises das indústrias, dos projetos e de uma equipe formada por pilotos, engenheiros, oficiais de logística e de outras especialidades.

Marco tecnológico

A Suécia opera versões mais antigas do caça Gripen desde 1997 e já fez exportações para República Tcheca, Hungria, África do Sul, Tailândia e para a escola de piloto de testes do Reino Unido. Mas o Gripen NG, por enquanto, será recebido somente pela Suécia e pelo Brasil.

A aeronave incorpora tecnologias como o radar Raven ES-05, capaz de identificar alvos aéreos ou de superfície a um ângulo de 100 graus da sua antena, um sensor de busca infravermelho e datalink, que possibilita a troca de informações entre caças sem o uso de rádio. Quando entrar em serviço na FAB, o Gripen NG também será o único caça do Hemisfério Sul capaz de voar a velocidades supersônicas por longas distâncias, o chamado supercruzeiro.

"Há mais de 18 anos nós esperamos por esse momento. E com certeza vai inaugurar uma nova era operacional para a aviação de caça no Brasil", disse o Tenente-Brigadeiro do Ar Alvani.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.fab.mil.br%2Fsis%2Fenoticias%2Fimagens%2Fpub%2F23247%2Fi1410278245156066.jpg&hash=45f64aff19b257bcb23750b139e6c451)

As 36 aeronaves multimissão serão utilizadas pela Força Aérea Brasileira em atividades de defesa aérea, policiamento do espaço aéreo, ataque e reconhecimento. A primeira unidade aérea a receber o novo modelo deverá ser o 1° Grupo de Defesa Aérea, com sede em Anápolis (GO). O Esquadrão está sem aeronaves desde dezembro de 2013, quando foram aposentados os caças Mirage 2000. Atualmente, a defesa aeroespacial brasileira é realizada por jatos F-5EM.

Gripen C/D

Após a assinatura da aquisição dos novos Gripen NG, prosseguem as negociações da FAB com a Força Aérea da Suécia para a cessão temporária de caças Gripen nas versões C/D. As aeronaves, usadas, são menos avançadas que o Gripen NG, mas já superam os F-5EM atualmente em uso. O plano seria utilizar os Gripen C/D até o recebimento das aeronaves novas.

Atente-se para a fonte:

http://www.fab.mil.br/noticias/mostra/2 ... -Gripen-NG (http://www.fab.mil.br/noticias/mostra/20483/REAPARELHAMENTO---Brasil-assina-contrato-para-aquisi%C3%A7%C3%A3o-de-36-ca%C3%A7as-Gripen-NG)
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: mafets em Abril 13, 2015, 10:27:12 am
Papel não parece, que já existe uma maquete em tamanho real, agora se é plástico, madeira ou cartão cabe-lhe a si e a sua turma de "iluminados e conhecedores da aviação" questionarem. Já é da FAB o NG, ou seja a Mokup da LAAD 2015 fica para vocês ? :twisted:
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2014%2F12%2FGripen-JAS-39E-mock-up.jpg&hash=110fe47c181ae0de26a3ed4cad489eb2)
Quanto aos insultos, passam ao lado, divertem-me, atribuem um significado de incompetência argumentativa a quem os faz e só demonstram a "qualidade" e a "correcção" da tríplice dos Brasileiros que aqui aparecem, cheia de "argumentos de calibre",  e sobretudo instruídos a "passar graxa" às opções politicas, face a escolhas do próprio Governo (quiçá são funcionários do partido ou lucram com estes e outros negócios   :roll: ). Aliás, comparar F-16 MLU (pelo menos os da FAP são nossos  e já estão pagos :mrgreen:  :roll:  )  :twisted: . Aliás o mais curioso é cromos que andam a jogar muito "War Thunder" virem para estas páginas falar dos "céus da Europa guarnecidos de Typhoon e Rafale", dois caças recusados no Programa FX2  :twisted:
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2F2.bp.blogspot.com%2F_-Z5KXFO3xqU%2FSeaK3CbF04I%2FAAAAAAAAAHk%2FdfX1p2tYUa8%2Fs320%2FFx2_finalistas.jpg&hash=1a23294935e88f9e36490e6b043a4c54)
Entretanto, olha mais um TEJAS voando na Índia. E avião de caça no Brasil? Será que já recuperaram mais algum dos "novíssimos F5" comprados aos Jordanos ou ainda estão parados por falta de verba?  :twisted:
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2011%2F10%2FPAMA-SP09-F5-jordania1.jpg&hash=28cd6778fb35828dbacab1e806c4fa72)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2011%2F10%2FF-5E-ex-Jord%25C3%25A2nia-com-indica%25C3%25A7%25C3%25B5es-das-matr%25C3%25ADculas-na-FAB-PAMA-SP-2011-foto-3-Nun%25C3%25A3o-Poder-A%25C3%25A9reo.jpg&hash=86135aae322e43bd5b6a98e1c953b5a3)
Citar
Mas vale relembrar que, em visita que fizemos apenas dois meses depois ao PAMA-SP, tanto a célula 4884 quanto a 4883 já se apresentavam com a aparência atual de trabalhos finalizados, e ocupavam (apesar de ainda cobertas por plástico) espaços na linha de montagem de componentes, dando a entender que teriam motores e outros sistemas instalados para envio à Embraer neste ano (planos que apuramos à época em conversas com o pessoal do Parque). Hoje, pode-se dizer que deixaram a linha de montagem e voltaram à de estocagem. Abaixo, as duas células fotografadas em novembro de 2013:

Ou seja, passou-se praticamente um ano e o envio de pelo menos duas das aeronaves mais adiantadas à Embraer não ocorreu, denotando um atraso nos planos de modernização de todos os 11 exemplares comprados da Jordânia, divulgados diversas vezes pela FAB, mas que sempre são passíveis de adiamentos ou mudanças conforme contingenciamentos financeiros.
http://www.aereo.jor.br/2014/10/10/pama-sp-2014-poder-aereo-no-domingo-aereo-parte-4/
Depois andam a armar-se me ricos a comprar Gripen NG com WAD, enquanto os Mirage 2000 foram retirados de serviço e não tem substituto antes quanto muito de 2016 (por Gripen C/D emprestados), fiando-se num avião que nem tão pouco tem o segundo protótipo a voar, faltando o terceiro em 2017, sem certificação antes de 2018 e que com a saída da Suiça e os atrasos de pagamento do Ministério da Defesa Brasileiro, arrisca-se a ir para lá de 2019. Aliás, com o Cronograma de Pagamento apresentado estender-se por 22 anos, perfila-se um grande negócio para os contribuintes brasileiros (talvez colmatados com vendas para a Argentina  :mrgreen:  :G-beer2:
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: mafets em Abril 13, 2015, 02:43:31 pm
http://www.cavok.com.br/blog/gripen-ng-br-licitacao-dos-cacas-da-fab-volta-a-emperrar/
Citar
A edição eletrônica da Revista Veja publicou um artigo com maiores detalhes a respeito a investigação do Ministério Público Federal para apurar suspeitas de irregularidades na compra de 36 caças Gripen NG pela FAB. De acordo com a Veja, o foco da investigação é levantar se houve o favorecimento de empresa ligada a oficiais da aeronáutica, a AEL Sistemas, subsidiária local da israelense Elbit.

Raras licitações no Brasil foram tão nebulosas e arrastadas quanto a escolha dos caças a jato destinados a renovar as esquadrilhas de interceptação, reconhecimento e combate ar-ar da Força Aérea Brasileira (FAB). Iniciado em 1995, o processo atravessou os governos Fernando Henrique Cardoso e Lula e dormitou três anos sobre a mesa de Dilma Rousseff. Só em 2013 a presidente da República anunciou a escolha fechada no ano passado: o Brasil ficaria com os Gripen, da sueca Saab, e pagaria pelas primeiras 36 aeronaves 4,5 bilhões de dólares. O acordo ainda aguarda a chancela do Congresso Nacional para que o governo brasileiro receba o financiamento da Suécia e o contrato seja efetivamente selado. Mas falta muito para os novos caças começarem a voar pelos céus do Brasil. Antes será preciso dissipar as suspeitas de direcionamento da licitação em favor de uma fornecedora de componentes que mantém relações muito mais que amistosas com um grupo de oficiais da FAB.

O Ministério Público Federal abriu inquérito para investigar em que condições a AEL Sistemas, subsidiária local da israelense Elbit, foi contratada pela Saab para fabricar sistemas aviônicos – como o painel de controle e os comandos que são o coração dos caças. No cerne da apuração estão o aumento do valor do contrato após a inclusão da AEL no pacote e o fato de ela ter na folha de pagamento três filhos de oficiais, um cunhado do ex-comandante Juniti Saito e até mesmo um membro da cúpula da Aeronáutica. O oficial em questão é o brigadeiro Gilberto Saboya Burnier, um dos mais influentes na gestão de Saito, que durou de 2007 a 2015. Burnier liderava as operações aéreas da FAB quando foi contratado pela AEL para integrar o conselho da empresa, com salário de 8 000 reais. Àquela altura, o cunhado de Saito, o coronel reformado Luiz Pondé, já estava na AEL como diretor de relações institucionais; hoje, é consultor. No conselho, Burnier definia estratégias e investimentos. Quando de farda, portanto, influía nas decisões mais importantes da Força Aérea. À paisana, ajudava a ditar os rumos de uma empresa que disputava contratos em sua repartição.

Questionada sobre o conflito de interesses, a Aeronáutica afirmou que Burnier foi indicado para o conselho da AEL pelo alto comando da FAB. O objetivo era “assegurar os interesses estratégicos dos programas ligados à soberania e à segurança nacionais” e a correta aplicação dos recursos públicos. A própria FAB admite, porém, que a indicação foi “informal” e não consta em documento oficial. Nem poderia: a participação de militares da ativa em empresas privadas é proibida tanto pelo estatuto militar como pelo do servidor público. Uma vez na reserva, eles podem atuar na iniciativa privada, desde que não sejam convocados de volta à força. Burnier passou para a reserva em 2012, mas permanece na AEL. O MP investiga agora se ele alguma vez defendeu os interesses da empresa junto à Aeronáutica. Apura, também, como se deu a contratação de seu filho, Gilberto Saboya Júnior, e de outros dois filhos de brigadeiros. Todos eram jovens inexperientes em 2012, ao ser guindados aos quadros da empresa israelense.

A FAB sustenta que a relação da AEL com Burnier, Pondé e demais oficiais em nada beneficiou a subsidiária. Para reforçarem o argumento, seus interlocutores lembram que a companhia perdeu algumas licitações nos últimos anos. O fato, porém, é que, desde a chegada da “família FAB”, o faturamento da AEL com o governo – quase todo ele proveniente dos órgãos de defesa – saltou de patamar. Passou de 12 milhões de reais, em 2008, para 65 milhões, no ano passado, depois de atingir o pico de 102 milhões, em 2013. Para 2015, as perspectivas da empresa são excepcionais, graças ao contrato com a Saab. Os caças suecos, os Gripen, já eram os mais bem cotados pela Aeronáutica em 2010. Mas razões políticas, diplomáticas e econômicas foram adiando o anúncio final da vencedora. Quando a presidente Dilma mandou retomar a licitação, em 2012, a FAB considerou as propostas anteriores defasadas e pediu que cada uma das concorrentes as atualizasse para a inclusão de novas tecnologias.

O fato, porém, é que, desde a chegada da “família FAB”, o faturamento da AEL com o governo – quase todo ele proveniente dos órgãos de defesa – saltou de patamar. Passou de 12 milhões de reais, em 2008, para 65 milhões, no ano passado, depois de atingir o pico de 102 milhões, em 2013. Para 2015, as perspectivas da empresa são excepcionais, graças ao contrato com a Saab. Os caças suecos, os Gripen, já eram os mais bem cotados pela Aeronáutica em 2010. Mas razões políticas, diplomáticas e econômicas foram adiando o anúncio final da vencedora. Quando a presidente Dilma mandou retomar a licitação, em 2012, a FAB considerou as propostas anteriores defasadas e pediu que cada uma das concorrentes as atualizasse para a inclusão de novas tecnologias.
Até então, a AEL não fazia parte das ofertas de transferência de tecnologia para empresas nacionais de defesa. Só entrou no jogo mesmo na fase final da disputa, quando a FAB exigiu que fossem incluídos nos pacotes um novo radar, um sistema de guerra eletrônica e aquele que se tornou o alvo da discórdia: um painel de controle único, com tela sensível ao toque e comandos organizados ao estilo iPhone, batizado de Wide Area Display (WAD).

Uma questão intrigante é que nem a AEL nem a matriz israelense, a Elbit, já fabricaram o WAD. Mas, como a Aeronáutica exigiu que ele fosse feito por empresas com capacidade industrial instalada no Brasil – algo de que a Rockwell, por exemplo, não dispõe -, restou a todos no páreo apenas a AEL, que conta com 260 funcionários numa fábrica em Porto Alegre. Como a empresa tem capital 75% israelense e 25% brasileiro, aplicou-se uma lógica de conteúdo nacional sui generis, diferente da que vigorou em grande parte dos contratos do tipo nos governos Dilma e Lula – vinculados a empresas com capital majoritariamente nacional. Para além de examinar essa peculiaridade, o MP quer saber se as novas exigências da FAB, que aumentaram em 20% o valor do contrato, beneficiaram indevidamente a AEL. Monitora ainda se a entrega dos caças, prevista para o fim de 2019, será adiada. Como a empresa ainda terá de desenvolver a tecnologia do WAD, estima-se no mercado um atraso de dois anos. A AEL nega. Para se precaver, a FAB já havia até anunciado que alugaria alguns caças prontos da Suécia. Agora, com as restrições orçamentárias do ajuste fiscal, admitiu a VEJA que não poderá alugar mais nada. Só resta esperar que a encomenda chegue no prazo e sem novos aumentos de custo – justificados pela FAB em razão de mudanças no projeto original. Periga os caças nacionais cravarem a idade de aposentadoria, em 2025, sem substitutos.
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Finfo.tsr.ch%2Fhistorique%2Ftimelinejs%2Fchronologie-gripen%2Fgrip4.jpg&hash=049a2802ab7bad9a0658dcd53ea66324)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2F3.bp.blogspot.com%2F-8J-ZhduZFzM%2FU1R-RHcF7QI%2FAAAAAAAAa78%2FWiBxkLNXCR4%2Fs1600%2F675952pic970x641.jpg&hash=ef3f57be99d6f00e7af03b18e52259d8)

 :mrgreen:  :mrgreen:  :mrgreen:  :G-beer2:  :twisted:  :twisted:  :twisted:  :twisted:
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Edu em Abril 13, 2015, 03:36:00 pm
E só para deixar bem claro, eu gosto muito do Gripen, acho que é um excelente caça.

Se o gostava de ver em Portugal? Gostaria, mas nesse caso, devido ao seu menor alcance e capacidade de armamento seriamos obrigados a ter um caça complementar de maiores dimensões ou então veria-mos a nossa capacidade de operar no atlantico ser reduzida, algo que obviamente não me agrada.

Se Portugal fosse só o continente o Gripen era o caça ideal para Portugal, mas temos de nos lembrar dos Açores e da Madeira.

Quanto ao Gripen NG, ainda nada está definido, e como tal não sei se será ou não indicado para nós.

Como já disse atrás o ideal para a nossa realidade seria um Gripen "XL" propulsado por um motor F100-PW-229 ou F110-GE-132, com uma tracção máxima entre os 130 e os 140 kN, e com uma área alar cerca de 20% maior, mantendo todas as outras características espectáveis para o NG.
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Edu em Abril 13, 2015, 03:48:52 pm
Citação de: "JMKeynes"
Vou te falar outra, no programa original do FX, que deu origem ao FX2, o F16 era um dos aviões que concorriam.

Quando do final do governo Fernando Henrique para Lula e já com o programa FX2 em vigência, o F16 foi desclassificado e deu lugar ao FA18 Super Hornet.

A FAB desclassificou o F16, agora não me pergunte o motivo.

Deve ser porque é um avião "manero."

Outra coisa, falar em comprar o Gripen tem que ter saldo na conta bancária. Não me perece que seja o caso.

Vão levando com esse avião mesmo, é o que lhes cabe como parte do quinhão.

Mas aqui nunca se falou que a gente vá comprar o Gripen. O mais provável é no final termos alguns F-35 pagos a 75% pela NATO.

Já fiz esta pergunta muitas vezes, sempre sem resposta. Afinal quantos Gripen NG é que o Brasil vai ter no final?

É para ser só os 36 ou virão mais? Aparentemente ainda nem sequer sabem quantos serão no total.
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Edu em Abril 13, 2015, 04:00:53 pm
Citação de: "JMKeynes"

Outra coisa, falar em comprar o Gripen tem que ter saldo na conta bancária. Não me perece que seja o caso.

Qual é que foi a marinha que deixou de comprar o Sciroco por achar caro? Ou foi por não terem saldo na conta?
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: dc em Abril 13, 2015, 04:04:45 pm
Eu "vou-te falar outra", nesse mesmo conflito o indetectável e "imune" a defesas aéreas F-117 também foi abatido...
Por falar em simulações, há que ter em conta o nível de treino dos pilotos, de nada server ter o piloto mais experiente de uma força aérea contra um jovem piloto da outra...
E "vou-te falar outra" ainda, em exercícios internacionais os F-22 fartam-se de ser abatidos por outros caças considerados inferiores... E isto serve para chegar a alguma conclusão? Não, pois são simulações, onde nem todos os países/forças aéreas vão para lá mostrar as suas estratégias de combate e nunca enviam o piloto mais experiente, sabe porquê? Porque essas simulações servem para se aprender, para os mais novos ganharem experiência de combate. Nos EUA há um exercício chamado de Red Flag, e nesse exercício, há F-15's a serem abatidos por F-16 utilizados como "Agressors" e vice versa. E agora dá para chegar a alguma conclusão? Não, uma vez ganha-se o combate, outra vez perde-se, e nestes casos no Red Flag, os mesmos pilotos e os mesmos aviões, uma vez ganham e outras perdem. Simples.

Citação de: "JMKeynes"
Outra coisa, falar em comprar o Gripen tem que ter saldo na conta bancária. Não me perece que seja o caso.

Então? O Gripen é assim tão caro? Oh "rapaz", neste momento não há qualquer interesse em Portugal nos próximos 5 a 10 anos comprar um caça novo, simples... Mas é engraçado, há uns dias vinha dizer "o Gripen NG é o caça ideal para a FAP", mas agora já vem dizer que é demasiado dinheiro para nós... Engraçado que se contraria a si mesmo...

Wow!!  :shock:  Impressionante! Acho que vou contactar a FAP e propôr a aquisição de F-5's pois estes têm avanços incríveis!  :lol:

Quanto à ajuda do R99... isso não conta na comparação entre os caças... é um meio externo que favorece um relativamente ao outro, não havendo uma comparação de igual para igual...
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Daniel em Abril 13, 2015, 04:20:25 pm
Citar
Quando do final do governo Fernando Henrique para Lula e já com o programa FX2 em vigência, o F16 foi desclassificado e deu lugar ao FA18 Super Hornet.

Sim na verdade são muitos programas FX1, 2 , 3 etc, deu lugar ao FA18 Super Hornet, onde é que ele anda  :conf: e depois deu lugar ao Rafale enfim,  desde do governo de Fernando Henrique que andam com esse programa FX.
O problema é que de programas está o Brasil cheio, mas o Caça é que ainda não vimos nada nem FA18 nem Ralale nem Gripen NG nem coisa nenhuma.
Crer ser e ter é uma coisa poder ter e ser é bem diferente, mais olhos que barriga meu caro.
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Bravo Two Zero em Abril 13, 2015, 10:15:54 pm
Acho que deve rever os seus apontamentos da campanha aérea da NATO no Kosovo. Uma ajuda:

http://www.au.af.mil/au/awc/awcgate/kos ... 072000.pdf (http://www.au.af.mil/au/awc/awcgate/kosovoaa/kaar02072000.pdf)

Quais foram os F-16 retirados do conflito? Americanos, Belgas, Holandeses, Dinamarqueses, Turcos ou os nossos?  
Segundo inúmeras fontes, apenas UM F-16 Norte-Americano foi abatido por um SA-3. Compare-se com os 5/6 Mig-29 abatidos em combate aéreo (alguns por F-16).
O tal aviação de "segunda linha" continua a equipar mais de metade dos países NATO, muitas forças aéreas asiáticas e do Médio Oriente, até os vossos amigos chileno.
Explique essa do medo aos vizinhos de Israel.
Caramba, ou debate com factos e argumentos, ou cai no ridículo
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Abril 13, 2015, 10:17:07 pm
Podem espernear que vão ter o Gripen NG, talvez sim, talvez não, o futuro o dirá mas nada ainda é certo.[/i]

Ou vocês têm sérios problemas cerebrais ou sei lá, os brasileiros por aqui andam escrevendo em tupi-guarani. Está mais do que esclarecido que o Saab Gripen NG será da FAB e ponto final.

No dia em que a Força Aérea Brasileira tenha em sua posse legitima de um caça superior ao F-16 venham cá dar-me o troco.

Será em 2019 e pode anotar aí que serei o primeiro a vir aqui desaforar os infernos! Mantenha-se vivo até lá, beba uma taça de vinho antes do almoço e aproveite bem o azeite de oliva (seus produtos tipo exportação) para que você veja o grifo nas cores da FAB. Anote isso aí!

Até o Chile e a Venezuela têm melhor aviões que o Brasil enfim, neste momento o Brasil é grande só de tamanho, porque de resto valha-me Deus.

O Chile e Venezuela podem ter melhores aviões, mas e daí? Eles vão nos atacar? A Venezuela que não consegue abastecer nem de papel higiênico sua população e agora vai empreender um ataque contra o Brasil?  Acho que não, né? E o Chile, do outro lado das Cordilheiras dos Andes vão invadir o Brasil a qualquer momento, não é? Francamente, vocês são hilários!

Quer dizer então que o Brasil é só tamanho? Tem certeza disso?

De tamanho vocês aí entendem, só que ao contrário. Angela Merkel manda lembranças, quer dizer, cobranças  :mrgreen:  :mrgreen:  :mrgreen:

====================================
Nota da Moderação.
O uso do texto de cor vermelha é reservado aos moderadores do Fórum Defesa.
E em 2019 já deve estar a fazer companhia ao mafarrico.
Anote isso aí...
[/i]
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Bravo Two Zero em Abril 13, 2015, 10:33:25 pm
Citação de: "Vitor Santos"

De tamanho vocês aí entendem, só que ao contrário. Angela Merkel manda lembranças, quer dizer, cobranças  :mrgreen:  :mrgreen:  :roll:
Então falaremos em 2019, e felicidades com o futuro Gripen NG
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Johnnie em Abril 13, 2015, 11:22:24 pm
Citação de: "JMKeynes"
Só pra teu governo, os F5 brasileiro abateram por três vezes aviões F16 do Chile em combate simulado naquele país.

Em suma: O F16 não é essa coca cola toda, e durante a campanha acho que do Kosovo, não tenha certeza, eram os aviões mais abatidos no conflito, tiveram que ser retirados do combate.

Nesta mesma ação, a Itália usou o AMX, o mesmo que o Brasil usa, além de não terem tido perdas, foram os aviões mais admirados da campanha, o segredo? sua suíte eletrônica e manobrabilidade.

Vou te falar mais uma, os pilotos de F16 americanos durante a Cruzex em Natal, não conseguiram enquadrar nenhuma vez os AMX brasileiros em sua mira devido a sua agilidade, eles diziam que pareciam "abelhas" e que nunca sabiam o que iam fazer.

Quer mais uma, irmão da terrinha?? te falo depois.

Esse avião é de segunda linha hoje em dia, não mete medo em ninguém.

Tchau.

LoL que dupla de comediantes que este forum ganhou com a chegada destes dois foristas, este post então é a cereja em cima do bolo  :lol:
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Abril 13, 2015, 11:36:30 pm
Citação de: "Johnnie"
Citação de: "JMKeynes"
Só pra teu governo, os F5 brasileiro abateram por três vezes aviões F16 do Chile em combate simulado naquele país.

Em suma: O F16 não é essa coca cola toda, e durante a campanha acho que do Kosovo, não tenha certeza, eram os aviões mais abatidos no conflito, tiveram que ser retirados do combate.

Nesta mesma ação, a Itália usou o AMX, o mesmo que o Brasil usa, além de não terem tido perdas, foram os aviões mais admirados da campanha, o segredo? sua suíte eletrônica e manobrabilidade.

Vou te falar mais uma, os pilotos de F16 americanos durante a Cruzex em Natal, não conseguiram enquadrar nenhuma vez os AMX brasileiros em sua mira devido a sua agilidade, eles diziam que pareciam "abelhas" e que nunca sabiam o que iam fazer.

Quer mais uma, irmão da terrinha?? te falo depois.

Esse avião é de segunda linha hoje em dia, não mete medo em ninguém.

Tchau.

LoL que dupla de comediantes que este forum ganhou com a chegada destes dois foristas, este post então é a cereja em cima do bolo  :wink:  :rir:
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Johnnie em Abril 13, 2015, 11:38:40 pm
Citação de: "Vitor Santos"
Citação de: "Johnnie"
Citação de: "JMKeynes"
Só pra teu governo, os F5 brasileiro abateram por três vezes aviões F16 do Chile em combate simulado naquele país.

Em suma: O F16 não é essa coca cola toda, e durante a campanha acho que do Kosovo, não tenha certeza, eram os aviões mais abatidos no conflito, tiveram que ser retirados do combate.

Nesta mesma ação, a Itália usou o AMX, o mesmo que o Brasil usa, além de não terem tido perdas, foram os aviões mais admirados da campanha, o segredo? sua suíte eletrônica e manobrabilidade.

Vou te falar mais uma, os pilotos de F16 americanos durante a Cruzex em Natal, não conseguiram enquadrar nenhuma vez os AMX brasileiros em sua mira devido a sua agilidade, eles diziam que pareciam "abelhas" e que nunca sabiam o que iam fazer.

Quer mais uma, irmão da terrinha?? te falo depois.

Esse avião é de segunda linha hoje em dia, não mete medo em ninguém.

Tchau.

LoL que dupla de comediantes que este forum ganhou com a chegada destes dois foristas, este post então é a cereja em cima do bolo  :wink:  :G-beer2:
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: PereiraMarques em Abril 13, 2015, 11:40:24 pm
Parem lá com as parvoíces!!!   s1x2x
Título: Saab at LAAD 2015
Enviado por: NVF em Abril 14, 2015, 12:06:01 am
Citar
Saab will have a strong Save presence at the 2015 LAAD International Defense and Security Exhibition, with a full range of systems and solutions on show for air, land and sea. Saab's Gripen fighter, selected by Brazil to meet its next-generation combat aircraft requirements, will be the centre of attention at LAAD.

Alongside Gripen, Saab will demonstrate its expertise in airborne early warning, air defence, naval systems, command and control, multi-mission sensors, ground combat systems, training and simulation, electronic warfare and SIGINT.

The defence and security company will attend the LAAD 2015 International Defense and Security Exhibition, held at the Riocentro exhibition centre, Rio de Janeiro, Brazil, from 14 to 17 April.

LAAD is a vital forum for Brazilian industry and its international partners. It attracts exhibitors, customers and visitors from all around the world and speaks to a global audience. For Saab, LAAD is a major opportunity to strengthen relationships with customers and partners in Brazil and across Latin America.

"Brazil is already a strategic partner for Saab," says Bo Torrestedt, head of Saab market area Latin America. "With the Gripen programme, we are building something together that is truly unique, but I believe there are many more opportunities here for us to co-operate further. LAAD is a superb venue for us to show the wide range of Saab's capabilities to all of Latin America, and to talk to customers about new ideas and new solutions for the air, land and sea domains."

http://www.defenceweb.co.za/index.php?option=com_content&task=view&id=38745&catid=7&Itemid=116
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: mafets em Abril 14, 2015, 12:14:17 am
Citação de: "Edu"
Citação de: "JMKeynes"

Outra coisa, falar em comprar o Gripen tem que ter saldo na conta bancária. Não me perece que seja o caso.

Qual é que foi a marinha que deixou de comprar o Sciroco por achar caro? Ou foi por não terem saldo na conta?
Depende dá definição de marinha. Umas tem 5 navios activos, a guarda costeira de cabo verde tem 8.  :twisted:
http://elmaxilab.com/definicao-abc/letra-g/guarda-costeira-cabo-verde.php
Entretanto deixo o vídeo do primeiro vôo do ng... em 2008. E agora façam contas :mrgreen:

 :G-beer2:
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: NVF em Abril 14, 2015, 12:18:26 am
Vá lá pessoal, toca a deixar de abandalhar senão qualquer dia não há tópicos abertos em número suficiente :G-beer2:
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Johnnie em Abril 14, 2015, 12:22:02 am
Citação de: "mafets"
Citação de: "Edu"
Citação de: "JMKeynes"

Outra coisa, falar em comprar o Gripen tem que ter saldo na conta bancária. Não me perece que seja o caso.

Qual é que foi a marinha que deixou de comprar o Sciroco por achar caro? Ou foi por não terem saldo na conta?
Depende dá definição de marinha. Umas tem 5 navios activos, a guarda costeira de cabo verde tem 8.  :twisted:
http://elmaxilab.com/definicao-abc/letra-g/guarda-costeira-cabo-verde.php[url]

Pois e quando tentam dar um passo maior que as pernas é o que se vê...Por falar nisso será que já conseguiram rebocar a fragata avariada lá do médio oriente, não se despachem não, ainda vem o ISIS e fica com ela...
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: mafets em Abril 14, 2015, 12:29:42 am
Citação de: "Johnnie"
Citação de: "mafets"
Citação de: "Edu"
Citação de: "JMKeynes"

Outra coisa, falar em comprar o Gripen tem que ter saldo na conta bancária. Não me perece que seja o caso.

Qual é que foi a marinha que deixou de comprar o Sciroco por achar caro? Ou foi por não terem saldo na conta?
Depende dá definição de marinha. Umas tem 5 navios activos, a guarda costeira de cabo verde tem 8.  :twisted:
http://elmaxilab.com/definicao-abc/letra-g/guarda-costeira-cabo-verde.php[url]

Pois e quando tentam dar um passo maior que as pernas é o que se vê...Por falar nisso será que já conseguiram rebocar a fragata avariada lá do médio oriente, não se despachem não, ainda vem o ISIS e fica com ela...
Vai ser rebocada pelo primeiro gripen ng do Brasil... c34x
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2014%2F07%2FGripen-E-mockup-at-FIA14-1.jpg&hash=c8391bf31c3e7f0fb7166081bb4533d7)
Ah, é mok-up (oco por dentro). Raios, estava quase... :twisted:

 :G-beer2:
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Abril 14, 2015, 02:34:39 am
Colares como sempre ...

O Gripen NG me parece ser muito caro para um país como Portugal, não creio que no curto nem no médio prazo estejam ao alcance econômico da nação.

(https://mortaldebate.files.wordpress.com/2012/06/nocaute-tyson.jpg)
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Abril 14, 2015, 02:41:43 am
Por falar nisso será que já conseguiram rebocar a fragata avariada lá do médio oriente, não se despachem não, ainda vem o ISIS e fica com ela...

Não te preocupes, o pá! Que deixem ela lá de lambuja! :wink:
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: NVF em Abril 14, 2015, 02:52:53 am
Citação de: "Colares"
Não sei se foi no Kosovo, foi uma campanha naquela região, as perdas dos F16 eram causadas por mísseis terra-ar, eram muito vulneráveis a esse armamento de origem russa. Isso causou muita preocupação nos EUA, já era um avião ultrapassado na época.

Caro Colares, aqui por estas bandas não se aceitam argumentos infundados de ânimo leve. Se tem uma opinião tão veemente então apresente referências, por favor. Nos últimos 30 anos, o F-16 tem sido o principal caça de combate das forças aéreas dos Estados Unidos e de Israel, só para mencionar as que combatem a sério. Nos próximos 15/20 anos, tanto a USAF quanto a IDF vão continuar a utilizar F-16.

Das centenas de F-16 utilizados em combate as estatísticas a realçar são: 76-1-5! Em que os F-16 abateram 76 caças inimigos; um foi abatido por caças inimigos; e 5 foram abatidos por SAM. Os 5 F-16 abatidos por SAM eram todos americanos e foram abatidos em três conflitos distintos (3 na primeira guerra do golfo, 1 na Bósnia, 1 no Kosovo). O F-16 abatido por outro caça foi numa escaramuça entre dois países da mesma aliança (facilmente pode encontrar informação sobre isto na net). Qualquer entusiasta de assunto militar adivinha quem foi responsável pela maioria das 76 vitorias de F-16, por isso nem vou perder tempo a explicar.

Onde estão então a vulnerabilidade e a obsolescência do F-16? Onde estão os documentos para sustentar a afirmação de que os F-16 foram retirados dum cenário de conflito devido à ameaça de SAM inimigos? Caso não saiba, os F-16 são os únicos caças da USAF utilizados na função Wild Weasel, logo com o potencial de sofrer mais perdas devido à ameaça SAM, no entanto, essa não tem sido a realidade.

Ah e o F-22 só há pouco tempo começou a ser utilizado em ataque ao solo. E mais, as suas características stealth não foram concebidas para ataque ao solo, mas sim para combate aéreo (ao contrário dos F-117, B-2 e F-35).
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: NVF em Abril 14, 2015, 03:07:09 am
Citação de: "Colares"
O Gripen NG me parece ser muito caro para um país como Portugal, não creio que no curto nem no médio prazo estejam ao alcance econômico da nação.

Claramente, se um país com PIB per capita de 11.000 dólares tem capacidade económica para adquirir o caça sueco, então qualquer outro país com PIB superior tem a mesma capacidade. Tudo não passa de vontade política e prioridades.
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: mafets em Abril 14, 2015, 09:50:39 am
Citação de: "Colares"
O ideal mesmo é estender a vida útil dos F16 pelo máximo de tempo possível, fazendo os reparos e atualizações necessárias e mais na frente pensar em outro avião, um aparelho de segunda mão quem sabe, pode ser um Rafale ou um Eurofighter Typhoon de segunda mão viriam bem a calhar após o término da vida útil dos F16, além serem mais baratos, são bons aviões e usados pela NATO.

Cumprimentos.
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.cavok.com.br%2Fblog%2Fwp-contents%2Fuploads%2F2012%2F12%2Ff5-manaus-5.jpg&hash=efb11ad1a529e89c9c4d03ed65033777)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2011%2F10%2FF-5-F-4810-e-4812-ex-Jord%25C3%25A2nia-em-revis%25C3%25A3o-PAMA-SP-2011-foto-2-Nun%25C3%25A3o-Poder-A%25C3%25A9reo.jpg&hash=ee90d6929bd9b01feb9914de758baf4c)
Citar
A FAB recebeu 6 F-5B (FAB 4800 a 4805), 4 F-5F (FAB 4806 a 4809) e 58 F-5E (FAB 4820 a 4877) que foram adquiridos em dois lotes distintos. O primeiro lote em 1973, direto da fábrica (06 F-5B + 36 F-5E), ao valor de US$ 115 milhões e o segundo lote, em 1988, ex-USAF (04 F-5F e 22 F-5E), ao custo total de US$ 13,1 milhões. As primeiras aeronaves da "Operação Tigre", como ficou conhecido o translado do primeiro lote, foram entregues a partir de 28 de fevereiro de 1975 em Palmdale. Eram 3 F-5B, que chegaram ao Brasil no dia 06 de março do mesmo ano, sendo seguidos de outros 3 F-5B em 13 de maio. Em 12 de junho de 1975, chegavam os primeiros 4 F-5E à BAGL, dando início a uma ponte aérea que só terminaria em 12 de fevereiro do ano seguinte, totalizando 36 aeronaves.

Em 1985, depois de muito procurar, chegou-se a um acordo com o governo Reagan, que aceitou negociar 4 F-5F e 22 F-5E, que sairiam das fileiras da USAF, a um custo de US$ 13,1 milhões, uma bagatela. Por volta de Setembro de 2006, especulava-se a aquisição de 9 aeronaves F-5E Tiger II, usadas da Arábia Saudita, sendo 6 F-5E e 3 F-5F. Esta compra, entretanto, não foi adiante, vindo a Força Aérea Brasileira a adquirir um lote de aeronaves pertencentes à Real Força Aérea da Jordânia. No total foram compradas 11 aeronaves, sendo 8 F-5E monopostos e 3 F-5F bipostos. As primeiras aeronaves vindas da Jordânia chegaram no Brasil em 19 agosto de 2008 e foram enviadas ao Parque de Material da Aeronáutica de São Paulo (PAMA-SP). Todas os F-5 ex-Jordânia foram convertidos em 2013 para o padrão F-5EM e F-5FM.1
Experiência não falta ao Brasil. Aliás o F5 voa por terras brasileiras desde 1975.  :twisted:
Citação de: "Colares"

Cá pensando, nunca vi um F22 escoltando um Tupolev do Putin, sabem que não é coisa séria, aí mandam os F16 tirar umas fotos para publicar na Janes.

Cumprimentos.
Mais um que "percebe da poda"... :twisted:
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi0.wp.com%2Fnews.usni.org%2Fwp-content%2Fuploads%2F2015%2F02%2Ff22s-intercept-Bear.jpg%3Fresize%3D625%252C469&hash=9cbdfe14b94b6d6ef6b4c6c0385313ad)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi2.cdn.turner.com%2Fcnnnext%2Fdam%2Fassets%2F140613101701-04-aircraft-news-0613-horizontal-large-gallery.jpg&hash=251b5d1f8d13fd7967f9ea19b2947fba)
Também os Suecos e Checos  fartam-se de mandar Gripen interceptar aparelhos Russos. Deve ser porque "não é coisa séria" e para aparecer na Jane's... :twisted:
(https://acesflyinghigh.files.wordpress.com/2012/03/czech-and-french-intercepts.jpg)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Ftheaviationist.com%2Fwp-content%2Fuploads%2F2013%2F04%2FIl-20-Coot-460x318.jpg&hash=55bd153fa3211d9c25553809c725d9f9)
A FAB... :roll:
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi.ytimg.com%2Fvi%2FwQ3MAQej6TE%2Fhqdefault.jpg&hash=25afced7bad16e0cdfb7fb971531b141)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fs2.glbimg.com%2FIV6YdaS0zsUuTM4OAAIKUzDX3jI%3D%2F620x465%2Fs.glbimg.com%2Fjo%2Fg1%2Ff%2Foriginal%2F2013%2F05%2F29%2Fsimula.jpg&hash=3d8a516fda2dc357d4c68eba270fd143)
Citar
FAB simula interceptação de avião para Copa das Confederações, no Rio
Brasília C-97 foi interceptado no ar por dois caças F-5 na simulação.
Esquema aéreo para grandes eventos foi divulgado nesta quarta-feira (29).

FABIO BRISOLLA DO RIO Um equivocado sinal de emergência emitido na noite de ontem por uma aeronave da American Airlines mobilizou a Força Aérea Brasileira em torno de uma suposta tentativa de sequestro em pleno voo. Com o alerta acionado, um caça F-5 da FAB foi destacado para localizar e escoltar o avião da companhia.
http://www.aereo.jor.br/2014/02/03/falso-alerta-de-sequestro-a-aviao-mobiliza-caca-f-5-da-aeronautica/

Enquanto os atletas conquistavam medalhas, a Força Aérea Brasileira (FAB) já havia interceptado dez aeronaves na operação montada para garantir segurança do espaço aéreo sobre a cidade do Rio de Janeiro. Os voos interceptados, no entanto, não tinham perfil hostil nem representavam riscos para as delegações, apenas se aproximaram demais de uma zona de exclusão aérea.
http://www.fab.mil.br/noticias/mostra/7805/JOGOS-MUNDIAIS-MILITARES---FAB-realizou-dez-intercepta%C3%A7%C3%B5es-na-vigil%C3%A2ncia-do-espa%C3%A7o-a%C3%A9reo-do-RJ
Citar
Um avião da Trip com 30 passageiros foi interceptado pela FAB (Força Aérea Brasileira) quando chegava ao Aeroporto de Tabatinga (1.107 km de Manaus), no domingo. A interceptação é um procedimento legal, mas a Folha teve acesso a uma troca de e-mails em que pilotos dizem que a forma como ela ocorreu pôs em risco a segurança de voo e poderia ter causado uma colisão entre as aeronaves.

http://www.aereo.jor.br/2011/08/13/fab-intercepta-voo-da-trip-e-obriga-piloto-a-fazer-manobra-arriscada/
Enquanto a FAP.
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fnewsavia.com%2Fwp-content%2Fuploads%2F2014%2F10%2FFAP-Avioes-russos-29out2014-900dpi-750x400.jpg&hash=d26bcfdebe6244bb8159242647bf0fc1)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Ftheaviationist.com%2Fwp-content%2Fuploads%2F2014%2F11%2FPoAF-intercept-Tu-95-2.jpg&hash=957cb8693907acc1ac017510decde2f6)
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Edu em Abril 14, 2015, 10:14:43 am
Citação de: "Vitor Santos"
Podem espernear que vão ter o Gripen NG, talvez sim, talvez não, o futuro o dirá mas nada ainda é certo.[/i]

Ou vocês têm sérios problemas cerebrais ou sei lá, os brasileiros por aqui andam escrevendo em tupi-guarani. Está mais do que esclarecido que o Saab Gripen NG será da FAB e ponto final.

Bem assim sendo, se é tão certo, pode me dizer (pela quarta vez que faço a pergunta) quantos Gripen NG irá ter o Brasil e quanto se prevê que custe cada um?

Penso que estou a fazer uma pergunta simples que não ofende ninguém no Brasil. Serão só os 36 ou mais que isso?

Citação de: "Vitor Santos"

No dia em que a Força Aérea Brasileira tenha em sua posse legitima de um caça superior ao F-16 venham cá dar-me o troco.

Será em 2019 e pode anotar aí que serei o primeiro a vir aqui desaforar os infernos! Mantenha-se vivo até lá, beba uma taça de vinho antes do almoço e aproveite bem o azeite de oliva (seus produtos tipo exportação) para que você veja o grifo nas cores da FAB. Anote isso aí!

Cá estarei em 2019, se não morrer obviamente, para ouvir o seu "desaforo". Mas até lá lembre-se que o F-16 (ainda que velho, nas suas palavras) é melhor do que tudo o que vocês têm na FAB.

Já que fala em azeite vou-lhe contar um episódio engraçado. À coisa de 2 anos numa conferência aeronáutica cá em Portugal na qual eu fiz parte da organização e na qual participaram vários Brasileiros. Antes de partirem de volta para o Brasil eles deitaram parte da roupa fora para terem espaço na bagagem para levar azeite para o Brasil. Segundo eles me disseram o azeite por aí é extremamente valioso e desejado.
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Cabeça de Martelo em Abril 14, 2015, 11:36:06 am
Citação de: "Colares"
O Gripen NG me parece ser muito caro para um país como Portugal, não creio que no curto nem no médio prazo estejam ao alcance econômico da nação.

O ideal mesmo é estender a vida útil dos F16 pelo máximo de tempo possível, fazendo os reparos e atualizações necessárias e mais na frente pensar em outro avião, um aparelho de segunda mão quem sabe, pode ser um Rafale ou um Eurofighter Typhoon de segunda mão viriam bem a calhar após o término da vida útil dos F16, além serem mais baratos, são bons aviões e usados pela NATO.

Cumprimentos.

Neste momento seria impensável o governo Português adquirir seja que caça for. Os nossos F-16 têm recebido continuamente actualizações por isso ainda vão aguentar-se algum tempo, especialmente porque até houve reforço da própria estrutura do dito caça. No futuro, tudo pode acontecer, mas dúvido que escolhem o F-35 exactamente pela questão dos custos. Como têm acontecido tantas aquisições que nunca esperaria (Leopard II A6, Fragatas M, etc), é algo que teremos que esperar.
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: mafets em Abril 14, 2015, 12:26:06 pm
Deve ser por isso que vão pagar os Gipen NG em "suaves prestações" durante 15 anos (25 anos se contarmos com a data de assinatura do contrato). :roll:  :roll:  :roll:
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2013%2F03%2FGripen-NG-para-F-X2-cronograma-de-entregas-e-de-pagamentos-imagem-via-apresenta%25C3%25A7%25C3%25A3o-Saab-em-Bras%25C3%25ADlia-6mar2013.jpg&hash=c05d33b9497fdfb41c32d24ea94e5275)
Citar
Trata-se de um cronograma de 22 anos no total. Os 36 caças seriam entregues entre o 1º ano e o 7º ano, e os pagamentos se dariam entre o 8º ano e 0 22º ano.  O gráfico também mostra que o grosso das entregas se daria entre os anos três e quatro do contrato. Até o segundo ano, pelo gráfico, seriam entregues 8 caças, que já somariam 20 no ano seguinte e mais de 30 no quarto ano. A Saab também ressaltou que o preço para a compra dos caças seria fixo.

http://www.aereo.jor.br/2013/03/15/f-x2-saab-afirma-em-brasilia-que-primeiro-pagamento-do-gripen-sera-somente-apenas-apos-a-ultima-entrega/
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: nelson38899 em Abril 14, 2015, 12:46:13 pm
Citação de: "Cabeça de Martelo"
Citação de: "Colares"
O Gripen NG me parece ser muito caro para um país como Portugal, não creio que no curto nem no médio prazo estejam ao alcance econômico da nação.

O ideal mesmo é estender a vida útil dos F16 pelo máximo de tempo possível, fazendo os reparos e atualizações necessárias e mais na frente pensar em outro avião, um aparelho de segunda mão quem sabe, pode ser um Rafale ou um Eurofighter Typhoon de segunda mão viriam bem a calhar após o término da vida útil dos F16, além serem mais baratos, são bons aviões e usados pela NATO.

Cumprimentos.

Neste momento seria impensável o governo Português adquirir seja que caça for. Os nossos F-16 têm recebido continuamente actualizações por isso ainda vão aguentar-se algum tempo, especialmente porque até houve reforço da própria estrutura do dito caça. No futuro, tudo pode acontecer, mas dúvido que escolhem o F-35 exactamente pela questão dos custos. Como têm acontecido tantas aquisições que nunca esperaria (Leopard II A6, Fragatas M, etc), é algo que teremos que esperar.

Foram gastos mais de 600 milhões de euros na actualização dos caças, não faz sentido andar a deita-los fora! Quanto a vocês não sei, mas a mim custa-me muito ver dinheiro deitado fora e que a mim me custa muito ganha-lo
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Johnnie em Abril 14, 2015, 12:53:27 pm
10% desse montante vai regressar pela forma da venda dos 12 vipers á Roménia, mas para alem do factor de racionalidade económica não existe nesta data um substituto à medida para o F-16 e isso faz a que a decisão de substituição do mesmo neste momento esteja a ser adiada por potenciais candidatos.

Apontar o F-35 como substituto custando o mesmo por unidade mais que o Siroco é uma leviandade pelo menos para as nossas carteiras, nossas e não só.

Há espaço no mercado para um projeto que venha preencher esta lacuna
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Edu em Abril 14, 2015, 02:35:53 pm
Citação de: "Johnnie"
Apontar o F-35 como substituto custando o mesmo por unidade mais que o Siroco é uma leviandade pelo menos para as nossas carteiras, nossas e não só.

Há espaço no mercado para um projecto que venha preencher esta lacuna

E é nessa lacuna que entraria um possível Gripen XL com motor baseado no F-100-PW-.
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: NVF em Abril 14, 2015, 02:57:02 pm
Citação de: "mafets"
Mais um que "percebe da poda"... :twisted:

Deve ser um mais daqueles que pensa que um Tupolev é a versão ligeira dum Tupopesado   :mrgreen:
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Cabeça de Martelo em Abril 14, 2015, 02:58:15 pm
Ou então...

http://sputniknews.com/world/20150412/1020791573.html (http://sputniknews.com/world/20150412/1020791573.html)

Passamos logo para a geração Klingon! :lol:
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: NVF em Abril 14, 2015, 03:32:18 pm
Nada disso. Só há um caminho a seguir no que diz respeito a substituir o F-16. Chama-se KAI-Lockheed KFX e, à semelhança de outros, só existe em modelo. Mas como diz o outro: isso para nos são peaners  :twisted:

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2F4.bp.blogspot.com%2F-SGDEinpaA8k%2FUwfrv9P8rqI%2FAAAAAAAAIlE%2FP6-RI-9J5eg%2Fs1600%2FKFX%252BC-103%252Btwin%252Bengine.jpg&hash=f872f9f12dde5264c1ec7d3efdd3d949)
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Cabeça de Martelo em Abril 14, 2015, 04:00:59 pm
Citação de: "Colares"
Com todo o respeito, mas dizer que o Gripen NG "existe apenas o modelo" e fazer este paralelo, este sim, existir apenas em modelo da empresa norte americana Lockheed Martin é muito querer dar ênfase a uma afirmação falsa.

O Gripen NG nada mais é que o Gripen C/D, que já voa em vários países do mundo, só que mais moderno, de maior tamanho, maior capacidade de combustível e motor com maior potência, é o que ocorreu entre Hornet e o Super Hornet, simplesmente o Super Hornet era um Hornet maior e mais potente, e mais tecnologia.

Me parece que dizer o tempo todo que o Gripen NG "só existe em modelo", é uma desonestidade intelectual que pouco convence.

Cumprimentos.

O Hornet e o Super Hornet são caças diferentes, mesmo tendo o nome que têm e semelhanças fisicas bastante evidentes.
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: mafets em Abril 14, 2015, 04:22:09 pm
Quem têm mais dados, videos ou fotos de outros Gripen NG que se chegue à frente e poste com as devidas fontes.  :roll:
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.naval.com.br%2Fblog%2Fwp-content%2Fuploads%2F2010%2F12%2FGripen-NG-5.jpg&hash=e144d2c9079fa444421ef39557f89a15)
Citar
Gripen NG
O demonstrador de tecnologia de dois assentos foi apresentado em 23 de abril de 2008. Tem maior capacidade de combustível, um motor mais potente, maior capacidade de carga, e melhorias aviônicas, entre outras.4

O novo Gripen NG (Nova Geração) será propulsionado pelo turbofan Volvo Aero RM12, a versão sueca do motor GE F414-400 do F/A-18E/F. O novo motor produz 20% de empuxo a mais que o turbofan anterior — 98 kN (22.000 lbf) — permitindo uma velocidade de super cruzeiro de Mach 1,2 com mísseis ar-ar e ar-terra. Comparado ao Gripen D, o peso máximo de decolagem do Gripen NG aumenta de 14.000 para 16.000 kg (30,900–35,300 lb) com aumento do peso vazio de 200 kg (440 lb).4 Devido ao trem de pouso principal ter sido realocado, a capacidade interna de combustível aumentou 40%, o que aumenta o alcance para 4,070 km (2.200 milhas náuticas). A nova configuração de chassi permite a adição de dois cabides de armas na fuselagem. Seu radar AESA Ericsson PS-05/A acrescenta uma antena nova para testes de voo a partir de meados de 2009.

O Gripen teve seu vôo inaugural em 4 de março de 1993.6 O vôo de teste durou cerca de 30 minutos e atingiu uma altitude máxima de cerca de 6.400 metros (21.000 pés). Em 21 de janeiro de 2009, o Gripen Demo voou sem pós-combustão Mach 1,2 para testar sua capacidade de super cruzeiro
http://pt.wikipedia.org/wiki/JAS_39_Gripen
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2014%2F07%2FGripen-E-mockup-at-FIA14-2.jpg&hash=b799ca240d64a2ba48d711d3d8ad4ca7)
Citar
Nas fotos divulgadas no Twitter, o “mockup” do Saab Gripen E exposto no tradicional Farnborough International Airshow, que ocorrerá de 14 a 20 de julho, em Hampshire, na Inglaterra. O Gripen E é apresentado com uma camuflagem digital e armado com 5 mísseis Meteor.
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2014%2F07%2FFarnborough-maquete-Gripen-foto-10-Saab.jpg&hash=3b804716a6e3ecfa06ac39696882a0ed)
Citar
SAAB DIVULGOU NOTAS SOBRE MAQUETE E SIMULADOR DO GRIPEN NG NA FEIRA LAAD 2015, QUE OCORRERÁ NO RIO DE JANEIRO ENTRE 14 E 17 DE ABRIL
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: mafets em Abril 14, 2015, 06:33:30 pm
Citação de: "JMKeynes"
Isso se chama "Impotência da incredulidade".
Chamar-lhe-ia imbecilidade... :twisted:
(https://farm4.staticflickr.com/3907/14480666769_76d7f425ae_o.jpg)
Citar
gripen ng mockup
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.defesanet.com.br%2Fsite%2Fupload%2Fnews_image%2F2013%2F12%2F17601.jpg&hash=6ea7337a9d80c3035187bbb47702b157)
Citar
Apresentação do demonstrador do Gripen F (NG)
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: mafets em Abril 15, 2015, 10:09:29 am
http://www.aereo.jor.br/2015/04/13/saab-destaca-tecnologia-customizada-para-o-gripen-brasileiro/
Citar
Segundo a nota da empresa, o Brasil escolheu o avião a partir de uma oferta submetida pela Saab em 2009, quando não havia ainda definição das capacidades que o Gripen NG deveria ter (nota do editor – o texto original não é claro nesse trecho se está se referindo à nova geração do Gripen de forma geral ou especificamente às capacidades que o NG deveria ter para o Brasil). Desde então, ainda segundo a Saab, foi iniciado o desenvolvimento e os dois lados tiveram que redefinir o que deveria ser entregue, baseados no novo conhecimento. A empresa também relembrou a combinação de vantagens que em dezembro de 2013 o então ministro da Defesa do Brasil, Celso Amorim, enfatizou no momento do anúncio da proposta do Saab Gripen NG como vencedora do programa F-X2 da Força Aérea Brasileira (FAB): o melhor equilíbrio entre alto desempenho operacional, custos favoráveis de aquisição e manutenção, e a oferta de transferência de tecnologia e parceria industrial da Saab.

Sobre as adaptações às necessidades brasileiras, a gerente de produto da Saab para o “Gripen Brazil”, Anna Sverker, afirmou na nota: “O alvo tem sido chegar com soluções que são similares, o tanto quanto possível, às de nosso cliente sueco, mas com diversas adições específicas que serão feitas para o Brasil.” Essas incluem a substituição do sistema de rádio para atender aos requerimentos brasileiros e também a customização para levar os sistemas de armas próprios do Brasil.

A Saab informou que o pacote completo de adaptações para o Brasil permitirá desenvolvimentos que a empresa poderá usar em outros mercados. Por exemplo: devido à grande diferença de clima entre Brasil e Suécia, há uma diferença na forma padrão de voo, requerendo assim uma adaptação para maior pressão na cabine. Sverker esclareceu que “o avião precisa ser capaz de voar a um nível superior sem que os pilotos sejam expostos à hipoxia”.

Nessa nota, curiosamente, a empresa não fez referências à tela única de tamanho grande e sensível ao toque denominada WAD (Wide Area Display) e que é destacada pela imprensa, tanto a geral quanto a especializada em defesa e aviação, como a principal mudança solicitada pelo Brasil para os 36 exemplares do Gripen NG que deverá adquirir, já que o modelo sueco deverá manter o padrão de três telas menores, separadas.
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fcavok.com.br%2Fblog%2Fwp-contents%2Fuploads%2F2010%2F10%2Fr8v5ns.jpg&hash=d9346a5f6584221111d6b39bc53aafde)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.defesanet.com.br%2Fsite%2Fupload%2Fnews_image%2F2012%2F09%2F9560.jpg&hash=58dd93ae6da3903173a52cc776097f7b)

Saudações
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: mafets em Abril 15, 2015, 12:19:51 pm
Começou... c34x  c34x  c34x
http://www.defenseindustrydaily.com/brazil-embarking-upon-f-x2-fighter-program-04179/
Citar
F-35 Lightning II - The F-35 would have offered a clear set of performance benefits over competing aircraft. No aircraft in this group could have matched the Lightning’s advanced surveillance capabilities, and surveillance is a big need in Brazil. The F-35B STOVL variant also offered Brazil the ability to operate from small, dispersed runways, and it would have been perfect for aircraft carriers like the Sao Paulo. Unfortunately, technology transfer issues weren’t the F-35’s only problem. Other barriers to an F-35 win included limited opportunities in its industrial structure, questions surrounding air superiority performance, the low likelihood of deliveries before 2016 (a concern that was more than vindicated by events), a single engine design – and the potential cancellation of the F-35B variant, which would be most useful to Brazil.
:mrgreen:  :mrgreen:  :mrgreen:
http://www.quora.com/Was-the-aircraft-Gripen-NG-the-best-option-chosen-by-the-Brazilian-Air-Force-considering-the-others-F-18-Super-Hornet-and-Raffaele
Citar
Even the Gripen can be considered too expensive.. Given the low intensity ops that Brazil conducts. Their is in fact strong opposition to the Gripen though the licensing agreements that Brazil receives should extinguish those if the Brazilian version gets large foreign production numbers. Sweden is keen to see this occur as they are looking at closing their own production lines c2020
:roll:  :roll:  :roll:  
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.letemps.ch%2Frw%2FLe_Temps%2FQuotidien%2F2013%2F08%2F23%2FSuisse%2FImagesWeb%2F168333550--672x359.JPG&hash=1be8f0811d834832ab55b9d4a1f5e1db)
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Edu em Abril 15, 2015, 12:24:19 pm
Citação de: "Colares"
Me pergunto se o F-35 Lightning II não seria a melhor opção em substituir os F16 de Portugal quando chegar o momento?

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fblogs.reuters.com%2Fgreat-debate%2Ffiles%2F2014%2F07%2Ff-35-plane.jpg&hash=82800e2776e87302378c0194afcdeed4)

É algo que deva ser seriamente considerado.

Cumprimentos.

O F-35 como sucessor do F-16 seria o candidato lógico à partida.

O problema é o preço. Ainda não se sabe quanto irá custar, mas muito provavelmente terá um custo superior a 100 milhões de dollars a unidade.

Nós pura e simplesmente não temos nem me parece que tenhamos no futuro possibilidade de pagar mais de 100 milhões por um caça. Mas nem somos só nós, muitos participantes no programa JSF também não estão muito capazes de pagar isso.
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: NVF em Abril 15, 2015, 12:41:56 pm
Segundo o pessoal que segue estas coisas, o F-35 já superou a barreira dos 240 milhões USD por unidade. O próprio Gripen versão samba vai custar ao Brasil cerca de 150 milhões USD a unidade.
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Johnnie em Abril 15, 2015, 12:43:06 pm
Citação de: "NVF"
Segundo o pessoal que segue estas coisas, o F-35 já superou a barreira dos 240 milhões USD por unidade. O próprio Gripen versão samba vai custar ao Brasil cerca de 150 milhões USD a unidade.

 :shock:  Acho que nem tanto isso deves estar a falar de preços de pré-produção, nem o F-22 custa isso por unidade
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: mafets em Abril 15, 2015, 12:52:46 pm
Citação de: "Johnnie"
Citação de: "NVF"
Segundo o pessoal que segue estas coisas, o F-35 já superou a barreira dos 240 milhões USD por unidade. O próprio Gripen versão samba vai custar ao Brasil cerca de 150 milhões USD a unidade.

 :roll:  :roll:

Saudações
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: dc em Abril 15, 2015, 01:54:58 pm
Citação de: "NVF"
Segundo o pessoal que segue estas coisas, o F-35 já superou a barreira dos 240 milhões USD por unidade. O próprio Gripen versão samba vai custar ao Brasil cerca de 150 milhões USD a unidade.

Fique descansado que o F-35 não custará tanto... Com a quantidade de F-35 a serem adquiridos pela USAF, USN, USMC e pela Holanda, Turquia, Austrália e Inglaterra (para além de outros países que sem tem falado no assunto como o Japão e Israel), o preço terá de baixar obrigatoriamente. Isso são valores de pré produção, quando começarem a ser fabricados em massa é que o preço unitário será mais "acessível" e como nós só daqui a 10/15 anos é que pensaremos em substituir os F-16, por essa altura eles se viram obrigados a baixar o preço para conseguirem exportações.
Mas como isto é o tópico do Gripen... Continuo a achar que para nós o Gripen é curto para nós (esqueçam lá um Gripen XL, não vai acontecer pois isso seria basicamente um Typhoon monomotor e com as mudanças necessárias acabaríamos com um caça ainda mais caro até que o F-35...), e como disse noutro tópico, os caças de geração 4.5 foram feitos essencialmente para substituir caças de 3ª geração e os avanços relativamente a um F-16 MLU (que poderá ser equipado com radar AESA) não serão assim tão grandes.
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Abril 15, 2015, 02:13:04 pm
Notas da FAB e Embraer sobre parceria com a Saab para produção do Gripen NG no Brasil

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2015%2F03%2FGripen-com-cores-da-FAB-imagem-via-Saab.jpg&hash=234923732d991f5e9bba7845d2fe213e)

Embraer e Saab assinam parceria durante a LAAD 2015

Os caças Gripen NG serão  desenvolvidos e testados com a participação de engenheiros brasileiros, e a Embraer irá produzir o modelo tanto para a Força Aérea Brasileira quanto para outros países. A assinatura do acordo de gestão conjunta do projeto com a empresa sueca Saab aconteceu hoje (14/04), no Rio de Janeiro (RJ), durante a feira de defesa LAAD 2015. Este é mais um passo na consolidação do projeto da FAB para a aquisição de 36 caças e fortalecimento do parque industrial brasileiro.

“Esta nova parceria estratégica confirma que estamos construindo um futuro promissor. A indústria de defesa precisa ser cada vez mais fortalecida, pois é uma das principais impulsionadoras do desenvolvimento científico e tecnológico do Brasil”, afirmou o Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Nivaldo Luiz Rossato, presente na assinatura do acordo entre as duas empresas.

Quinze aviões serão totalmente fabricadas no Brasil. Treze serão fabricadas na Suécia com a participação de brasileiros e oito serão fabricadas por brasileiros na Suécia, sob supervisão, no chamado “on the job training”. A Embraer anunciou que será responsável por trabalhos na área de desenvolvimento de sistemas, integração e testes de voo. As duas empresas trabalharão juntas, ainda, no desenvolvimento da versão para dois pilotos do Gripen NG. Das 36 unidades para a FAB, oito devem ter essa característica.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2014%2F08%2FGripen-E-com-camuflagem-pixelizada-imagem-Saab1-580x479.jpg&hash=88a96d3081c044b8d3b7a0792709b61d)

“É um momento histórico para a indústria aeronáutica brasileira e para a indústria brasileira”, disse o Presidente da Embraer Defesa & Segurança, Jackson Schneider. Segundo ele, a Saab e a Embraer têm uma presença global, cada uma com seus produtos, e irão atuar juntas para oferecer o Gripen NG a outros países. Futuras encomendas serão atendidas pelos parques industriais da Suécia e do Brasil. “Através dessa parceria, estabeleceremos uma base sólida para garantir o sucesso na prospecção de futuros negócios e clientes”, afirmou o Vice-Presidente Executivo da Saab, Lennart Sindahl.

Ainda este ano, uma equipe de engenheiros e técnicos da Embraer será enviada para a Suécia a fim de realizar o treinamento inicial na manutenção e no trabalho de desenvolvimento do Gripen NG. Será construído ainda um centro de engenharia na sede da Embraer em Gavião Peixoto (SP) para apoiar as operações dos caças Gripen NG da FAB.

“Eu tenho a absoluta convicção de que a Saab vai se surpreender com a criatividade dos brasileiros”, comentou o Ministro da Defesa, Jaques Wagner, também presente na assinatura do acordo. Ele ressaltou a importância de o governo realizar este tipo de investimento. “No mundo inteiro a indústria de defesa se desenvolveu dessa forma”, explicou.

Financiamento

Mais cedo, o Ministro da Defesa havia afirmado que os ajustes fiscais do governo não devem afetar o projeto de aquisição dos caças. “O desembolso do orçamento da união este ano é muito pequeno, da ordem de 18 milhões de reais”, afirmou. Segundo ele, o foco atual é a assinatura do contrato de financiamento, para pagamento das aeronaves a médio e longo prazo.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2014%2F05%2FGripen-E-em-detalhes-legendas-em-ingl%25C3%25AAs-ilustra%25C3%25A7%25C3%25A3o-Saab-580x386.jpg&hash=cc0fb3cdc83dbe7850447b6ebca50cad)

Fonte: http://www.aereo.jor.br/2015/04/15/nota ... no-brasil/ (http://www.aereo.jor.br/2015/04/15/notas-da-fab-e-embraer-sobre-parceria-com-a-saab-para-producao-do-gripen-ng-no-brasil/)
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Abril 15, 2015, 02:16:23 pm
Embraer e Saab estabelecem parceria para a gestão conjunta do Projeto F-X2 no Brasil

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.defesanet.com.br%2Fsite%2Fupload%2Fnews_image%2F2015%2F04%2F25211_resize_620_380_true_false_null.jpg&hash=4d06ba07055b486a0878a5f2d5910412)

A Embraer e a Saab assinaram hoje acordo que estabelece uma parceria para a gestão conjunta do Projeto F-X2 da Força Aérea Brasileira, dando sequência ao Memorando de Entendimento anunciado em 11 de julho de 2014. Esta parceria é parte do compromisso de cooperação industrial da Saab em relação ao projeto F-X2. Nos termos deste acordo, a Embraer desempenhará um papel de liderança na execução do programa e realizará uma grande parte do trabalho de produção e entrega das versões monoposto e biposto do Gripen NG, caça de última geração adquirido pelo Brasil.

A Embraer será responsável por uma quantidade considerável do trabalho em desenvolvimento de sistemas, integração, testes de voo, montagem final e entregas de aeronaves. A Embraer também participará da coordenação de todas as atividades de desenvolvimento e produção no Brasil. Além disso, a Embraer e a Saab serão responsáveis pelo desenvolvimento completo da versão biposto do Gripen NG.

A partir do segundo semestre de 2015, uma equipe de engenheiros e técnicos da Embraer será enviada para a Suécia a fim de realizar o treinamento inicial na manutenção e no trabalho de desenvolvimento do Gripen NG. Essas habilidades e competências serão posteriormente transferidas para o Brasil. A Embraer e a Saab construirão um Centro de Engenharia na planta industrial da Embraer, em Gavião Peixoto, no estado de São Paulo, para apoiar as operações dos caças Gripen NG na Força Aérea Brasileira.

“Com este acordo, a Embraer e a Saab estabelecem uma parceria de longo prazo em um projeto estratégico para o Brasil e para a Força Aérea Brasileira”, diz Jackson Schneider, presidente e CEO da Embraer Defesa & Segurança. “O Gripen NG aumentará o padrão operacional de nossa Força Aérea, capacitando-a com os meios adequados para cumprir sua principal missão, que é a defesa do nosso território”.

“Através desta parceria, que assegurará excelentes resultados para a Força Aérea Brasileira, estabeleceremos uma base sólida para garantir o sucesso na prospecção de futuros negócios e clientes. Não apenas compartilhamos experiência nos mercados de defesa e aeronáutica, mas ambas as organizações têm uma dedicação clara voltada para a satisfação do cliente, o que valida o Gripen como o sistema de combate mais capaz e moderno no mercado”, diz Lennart Sindahl, Vice-Presidente Executivo e Vice-CEO da Saab.

“A Força Aérea Brasileira vê com muito entusiasmo mais este estímulo à indústria nacional, por meio das empresas do setor de defesa. Esta nova parceria estratégica confirma que estamos construindo um futuro promissor. A indústria de defesa precisa ser cada vez mais fortalecida, pois é uma das principais impulsionadoras do desenvolvimento científico e tecnológico do país”, disse o Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Nivaldo Luiz Rossato.

A implementação da parceria para a gestão conjunta do programa, entre Embraer e Saab, acontecerá tão logo os contratos do F-X2, negociados entre a Saab e o COMAER (Comando da Aeronáutica), tornem-se efetivos. O contrato entre a Saab e o COMAER para aquisição do Gripen NG e o contrato de cooperação industrial associado entrarão em vigor uma vez que certas condições forem cumpridas. Estas condições deverão ser preenchidas durante o primeiro semestre de 2015.

O Gripen NG é um verdadeiro caça multimissão, baseado na comprovada plataforma do Gripen C/D, construído para adaptar-se às distintas ameaças e exigências operacionais enfrentadas pelas forças aéreas modernas. A combinação de avançadas capacidades operacionais e custos de ciclo de vida moderados tornam o Gripen um caça único no mercado mundial.

Fonte: http://www.defesanet.com.br/laad2015/no ... no-Brasil/ (http://www.defesanet.com.br/laad2015/noticia/18763/Embraer-e-Saab-estabelecem-parceria-para-a-gestao-conjunta-do-Projeto-F-X2-no-Brasil/)
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Johnnie em Abril 15, 2015, 02:26:14 pm
Citação de: "dc"
Continuo a achar que para nós o Gripen é curto para nós (esqueçam lá um Gripen XL, não vai acontecer pois isso seria basicamente um Typhoon monomotor e com as mudanças necessárias acabaríamos com um caça ainda mais caro até que o F-35...), e como disse noutro tópico, os caças de geração 4.5 foram feitos essencialmente para substituir caças de 3ª geração e os avanços relativamente a um F-16 MLU (que poderá ser equipado com radar AESA) não serão assim tão grandes.

X2 e para nós a propria substituição dos Viper por enquanto não é uma prioridade nem é sequer urgente como no caso do Brasil, apenas algo com que se deve ir contando a nivel de planeamento para quando chegar essa data ser tomada a melhor decisão.
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: mafets em Abril 15, 2015, 03:11:43 pm
Mais uma vez as duvidas quanto ao facto do Gripen NG não estar em serviço, a tecnologia do caça sueco, bem como quanto ao preço de 100 milhões de US Dolars vêm do Brasil. E ainda não incluía todas as modificações pedidas pela FAB. Mais uma reportagem que vale a pena ler e refectir.. :roll:
http://jornalggn.com.br/noticia/a-escolha-do-gripen-ng-e-um-erro-historico
Citar
A escolha do Gripen NG pelo Ministério da Defesa, para equipar a FAB, foi um erro histórico de proporções gigantescas...

Das aeronaves que constavam na Short List, é a única não operacional. E vou além: sequer possui um protótipo em condições de voo.

Portanto, percebe-se que o Brasil adquiriu um projeto, e não um produto pronto, e se considerarmos a conta de padaria, que aponta para o valor de cem milhões de dólares, Fly Way, então vemos que pagamos caro por um caça leve - pois é isto que o Gripen é: um caça leve.

Todo projeto possui bugs, problemas, que precisam ser solucionados. A vantagem proporcionada pelo Rafale e pelo F-18E era a de oferecer um produto pronto, sem bugs. O Gripen NG, que conta apenas com 40% de cumunalidade com o Gripen C, precisa ter todos os seus pontos solucionados e testados, algo que vai da estrutura, pois o berço do motor possui um desenho novo, aos sistemas, pois o radar previsto para a aeronave, o Raven ES05 AESA, sequer foi finalizado pela Selex...

O radar é outro ponto para se abordar: a Thales levou 5 anos para aprontar o RBE-2 AESA, deixando-o com todos os módulos operativos. O Raven sequer começou os seus testes básicos... Isso significa que teremos que bancar o desenvolvimento de todas as funcionalidades deste radar perante a Selex... Além disso, não há garantia alguma de que seja um aparelho superior ao RBE-2 AESA, ou ao APG-79 AESA, cujas capacidades são conhecidas e superlativas.

De uma suíte de fusão de dados nem vou falar, posto que ela não estava prevista no projeto do Gripen NG, mas, considerando que suítes automáticas de fusão de dados estão presentes em projetos recentes, do F-35 ao T-50, e que a mesma é a estrela dentre os sensores do Rafale (Spectra), é capaz da SAAB inventar e colocar uma em seu Photoshop, algo que a montadora aeronáutica sueca é mestre em fazer.

A maioria dos sistemas presentes no projeto Gripen NG, são de procedência norte-americana,  ou britânica, o que significa que o fantasma do embargo, levantado em relação ao F-18E, também se aplica em relação ao Gripen NG. Não existe possibilidade alguma da SAAB garantir transferência de tecnologia de componentes da qual ela, ou o governo sueco, não detenha a propriedade intelectual. Estas restrições não se abatem sobre o Rafale, cuja propriedade intelectual pertence ao Governo da França, financiador do projeto Rafale, e produtor integral da aeronave, sem dependência de fornecedores externos, o que não é o caso da Suécia e do Gripen NG.

Outro problema referente ao projeto Gripen NG é relativo a posição escolhida para colocação da haste de reabastecimento aéreo. Ela está colocada acima da tomada de ar direita, uma posição infeliz, que difere de 99% dos projetos de caças, que as colocam no nariz. O motivo dos engenheiros colocarem a haste no nariz é óbvio: permite que o piloto tenha o controle visual da cesta, além de evitar acidentes, no entanto, colocada acima da tomada de ar, a cesta que é sujeita à vortex, fica mais instável e pode com isso causar um acidente ao atingir e arrebentar com o canopy, ou em outro cenário possível, ser sugada pela entrada de ar... De fato os ingleses da BAE consideraram a colocação da haste em cima da entrada de ar como uma “solução estúpida”... Parece que este problema terá que ser solucionado por nós, os brasileiros. Alguém ainda acredita no “preço baixo do |Gripen”? A verdade é que teremos que arcar com os custos inerentes a projetos não testados e implantados...

O Brasil é uma nação continental, mas comprou um caça leve, ou melhor, um projeto de caça leve, cujo desempenho no tocante à carga bélica deixa a desejar, ainda mais pela perda de pilones para o transporte necessário de tanques subalares. Não irá obter nada, ou quase nada no processo de Transferência de Tecnologia, pois a Suécia não é a detentora dos direitos sobre os sistemas e sensores embarcados, resultando apenas na transferência possível de datalink e do código fonte para integração de armamentos, afora a estrutura, que é algo que já dominamos.

Vale lembrar que a concorrência indiana, que foi muito mais exigente em termos de avaliações técnicas, refutou tanto o F-18E, como o Gripen NG, sendo as deficiências evidenciadas no demonstrador adaptado, denominado de Gripen DEMO, decisivas para o rápido descarte do Gripen entre os postulantes. Na Índia, onde o processo de escolha foi de uma seriedade extrema, a ponto das aeronaves postulantes terem se dirigido para lá serem testadas por pilotos indianos, sob as condições impostas pela IAF, os finalistas foram o Rafale, e o Eurofighter. A aeronave da SAAB falhou em testes decisivos, como o reabastecimento a quente na base aérea de Leh (reabastecimento à quente: abastecimento de combustível com motores em funcionamento e tripulantes à bordo).

Cometemos, pois, um erro, dado que o Gripen NG é uma aeronave que vai nos custar muito e entregar pouco, com um horizonte de obsolescência perigosamente perto, posto que vivemos um momento de aeronaves stealth, algo que o Gripen NG não é, e nem pretende ser, além de ser um projeto oriundo da Suécia, nação sem peso algum no mundo, e de importância declinante, se é que importância alguma já teve.
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2010%2F01%2FGripen-NG-under.jpg&hash=960300a297231f799b44c5d45a1be518)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2009%2F11%2FGripen-NG-Demonstrator.jpg&hash=a4b6b3dc251b9f559693c6f4a84d59fb)

 :G-beer2:
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Abril 15, 2015, 03:44:29 pm
Citação de: "mafets"
Mais uma vez as duvidas quanto ao facto do Gripen NG não estar em serviço, a tecnologia do caça sueco, bem como quanto ao preço de 100 milhões de US Dolars vêm do Brasil. E ainda não incluía todas as modificações pedidas pela FAB. Mais uma reportagem que vale a pena ler e refectir.. :roll:
http://jornalggn.com.br/noticia/a-escolha-do-gripen-ng-e-um-erro-historico
Citar
A escolha do Gripen NG pelo Ministério da Defesa, para equipar a FAB, foi um erro histórico de proporções gigantescas...

Das aeronaves que constavam na Short List, é a única não operacional. E vou além: sequer possui um protótipo em condições de voo.

Portanto, percebe-se que o Brasil adquiriu um projeto, e não um produto pronto, e se considerarmos a conta de padaria, que aponta para o valor de cem milhões de dólares, Fly Way, então vemos que pagamos caro por um caça leve - pois é isto que o Gripen é: um caça leve.

Todo projeto possui bugs, problemas, que precisam ser solucionados. A vantagem proporcionada pelo Rafale e pelo F-18E era a de oferecer um produto pronto, sem bugs. O Gripen NG, que conta apenas com 40% de cumunalidade com o Gripen C, precisa ter todos os seus pontos solucionados e testados, algo que vai da estrutura, pois o berço do motor possui um desenho novo, aos sistemas, pois o radar previsto para a aeronave, o Raven ES05 AESA, sequer foi finalizado pela Selex...

O radar é outro ponto para se abordar: a Thales levou 5 anos para aprontar o RBE-2 AESA, deixando-o com todos os módulos operativos. O Raven sequer começou os seus testes básicos... Isso significa que teremos que bancar o desenvolvimento de todas as funcionalidades deste radar perante a Selex... Além disso, não há garantia alguma de que seja um aparelho superior ao RBE-2 AESA, ou ao APG-79 AESA, cujas capacidades são conhecidas e superlativas.

De uma suíte de fusão de dados nem vou falar, posto que ela não estava prevista no projeto do Gripen NG, mas, considerando que suítes automáticas de fusão de dados estão presentes em projetos recentes, do F-35 ao T-50, e que a mesma é a estrela dentre os sensores do Rafale (Spectra), é capaz da SAAB inventar e colocar uma em seu Photoshop, algo que a montadora aeronáutica sueca é mestre em fazer.

A maioria dos sistemas presentes no projeto Gripen NG, são de procedência norte-americana,  ou britânica, o que significa que o fantasma do embargo, levantado em relação ao F-18E, também se aplica em relação ao Gripen NG. Não existe possibilidade alguma da SAAB garantir transferência de tecnologia de componentes da qual ela, ou o governo sueco, não detenha a propriedade intelectual. Estas restrições não se abatem sobre o Rafale, cuja propriedade intelectual pertence ao Governo da França, financiador do projeto Rafale, e produtor integral da aeronave, sem dependência de fornecedores externos, o que não é o caso da Suécia e do Gripen NG.

Outro problema referente ao projeto Gripen NG é relativo a posição escolhida para colocação da haste de reabastecimento aéreo. Ela está colocada acima da tomada de ar direita, uma posição infeliz, que difere de 99% dos projetos de caças, que as colocam no nariz. O motivo dos engenheiros colocarem a haste no nariz é óbvio: permite que o piloto tenha o controle visual da cesta, além de evitar acidentes, no entanto, colocada acima da tomada de ar, a cesta que é sujeita à vortex, fica mais instável e pode com isso causar um acidente ao atingir e arrebentar com o canopy, ou em outro cenário possível, ser sugada pela entrada de ar... De fato os ingleses da BAE consideraram a colocação da haste em cima da entrada de ar como uma “solução estúpida”... Parece que este problema terá que ser solucionado por nós, os brasileiros. Alguém ainda acredita no “preço baixo do |Gripen”? A verdade é que teremos que arcar com os custos inerentes a projetos não testados e implantados...

O Brasil é uma nação continental, mas comprou um caça leve, ou melhor, um projeto de caça leve, cujo desempenho no tocante à carga bélica deixa a desejar, ainda mais pela perda de pilones para o transporte necessário de tanques subalares. Não irá obter nada, ou quase nada no processo de Transferência de Tecnologia, pois a Suécia não é a detentora dos direitos sobre os sistemas e sensores embarcados, resultando apenas na transferência possível de datalink e do código fonte para integração de armamentos, afora a estrutura, que é algo que já dominamos.

Vale lembrar que a concorrência indiana, que foi muito mais exigente em termos de avaliações técnicas, refutou tanto o F-18E, como o Gripen NG, sendo as deficiências evidenciadas no demonstrador adaptado, denominado de Gripen DEMO, decisivas para o rápido descarte do Gripen entre os postulantes. Na Índia, onde o processo de escolha foi de uma seriedade extrema, a ponto das aeronaves postulantes terem se dirigido para lá serem testadas por pilotos indianos, sob as condições impostas pela IAF, os finalistas foram o Rafale, e o Eurofighter. A aeronave da SAAB falhou em testes decisivos, como o reabastecimento a quente na base aérea de Leh (reabastecimento à quente: abastecimento de combustível com motores em funcionamento e tripulantes à bordo).

Cometemos, pois, um erro, dado que o Gripen NG é uma aeronave que vai nos custar muito e entregar pouco, com um horizonte de obsolescência perigosamente perto, posto que vivemos um momento de aeronaves stealth, algo que o Gripen NG não é, e nem pretende ser, além de ser um projeto oriundo da Suécia, nação sem peso algum no mundo, e de importância declinante, se é que importância alguma já teve.

Fonte de mais um blogueiro francófago amargurado pelo fato do Rafale ter sido eliminado do FX-2. Nada mais do que isso.
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: mafets em Abril 15, 2015, 03:49:22 pm
Chegaram... :twisted:  
http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/tag/saab-gripen-ng/
Citar
Tira, põe, deixa ficar — a impressão que sobrou é que os decisores não sabiam realmente do que estavam falando, e acabaram perdidos de novo no nevoeiro mental em que vivem. Há ainda outros tumultos saídos da mesma pipa, mas parece que o mais instrutivo deles é a compra de 36 aviões-caça da Suécia, os Saab Gripen NG, que estaremos pagando ao longo dos próximos anos para defender o nosso espaço aéreo de seus possíveis inimigos.

Tudo indica que em nenhum momento uma autoridade do governo pensou que a população deste país tivesse alguma coisa a ver com isso. Para começar, nenhum brasileiro jamais sentiu a falta de 36 caças suecos para resolver algum problema real em sua vida, ou na defesa do seu país.

O cidadão poderia achar estranho, também, que o modelo escolhido tenha o inconveniente de ainda não existir; é o mais barato, mas só a partir de agora começará a ser desenvolvido, para entrega final até 2023. Até lá, esperemos continuar com a sorte, que nos acompanha desde Santos Dumont, de não sofrer nenhum ataque aéreo contra o nosso território.

Além disso, o governo levou doze anos inteiros para decidir qual modelo compraria — basicamente, o americano F-18, o francês Rafale e esse sueco. Doze anos? Como o Brasil jamais foi acusado de ser um país que pensa demais, ou tem a reputação de só decidir alguma coisa depois de ter 100% de certeza na correção do que está fazendo (não consegue se entender nem sobre os tais equipamentos de segurança), o motivo da demora só pode ser do mal.

Lula queria o modelo francês de todo jeito; jurava que era o melhor, embora fosse o mais caro. Mas a França não deu apoio a um disparate qualquer que ele propôs na diplomacia mundial; o homem emburrou e nunca mais quis ouvir falar dos Rafale, que até então achava o máximo.

Dilma se inclinou para o F-18 dos Estados Unidos, mas ele subitamente deixou de ser o melhor quando a presidente se ofendeu com o delírio americano de espionar tudo o que existe sobre a face da Terra. Qual é o critério da escolha? Qualidade ou birra? Sorte dos suecos.
Outra Pérola "Made in Brasil". Mas há-de ter um problema qualquer.. :twisted:
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Abril 15, 2015, 03:50:47 pm
Se quiserem se orientar por informações de credibilidade e precisas no Brasil, apresento-lhes:

http://www.tecnodefesa.com.br (http://www.tecnodefesa.com.br)

http://www.defesanet.com.br (http://www.defesanet.com.br)

http://www.aereo.jor.br (http://www.aereo.jor.br)

Fica a dica!

Citação de: "Vitor Santos"
Notas da FAB e Embraer sobre parceria com a Saab para produção do Gripen NG no Brasil

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2015%2F03%2FGripen-com-cores-da-FAB-imagem-via-Saab.jpg&hash=234923732d991f5e9bba7845d2fe213e)

Embraer e Saab assinam parceria durante a LAAD 2015

Os caças Gripen NG serão  desenvolvidos e testados com a participação de engenheiros brasileiros, e a Embraer irá produzir o modelo tanto para a Força Aérea Brasileira quanto para outros países. A assinatura do acordo de gestão conjunta do projeto com a empresa sueca Saab aconteceu hoje (14/04), no Rio de Janeiro (RJ), durante a feira de defesa LAAD 2015. Este é mais um passo na consolidação do projeto da FAB para a aquisição de 36 caças e fortalecimento do parque industrial brasileiro.

“Esta nova parceria estratégica confirma que estamos construindo um futuro promissor. A indústria de defesa precisa ser cada vez mais fortalecida, pois é uma das principais impulsionadoras do desenvolvimento científico e tecnológico do Brasil”, afirmou o Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Nivaldo Luiz Rossato, presente na assinatura do acordo entre as duas empresas.

Quinze aviões serão totalmente fabricadas no Brasil. Treze serão fabricadas na Suécia com a participação de brasileiros e oito serão fabricadas por brasileiros na Suécia, sob supervisão, no chamado “on the job training”. A Embraer anunciou que será responsável por trabalhos na área de desenvolvimento de sistemas, integração e testes de voo. As duas empresas trabalharão juntas, ainda, no desenvolvimento da versão para dois pilotos do Gripen NG. Das 36 unidades para a FAB, oito devem ter essa característica.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2014%2F08%2FGripen-E-com-camuflagem-pixelizada-imagem-Saab1-580x479.jpg&hash=88a96d3081c044b8d3b7a0792709b61d)

“É um momento histórico para a indústria aeronáutica brasileira e para a indústria brasileira”, disse o Presidente da Embraer Defesa & Segurança, Jackson Schneider. Segundo ele, a Saab e a Embraer têm uma presença global, cada uma com seus produtos, e irão atuar juntas para oferecer o Gripen NG a outros países. Futuras encomendas serão atendidas pelos parques industriais da Suécia e do Brasil. “Através dessa parceria, estabeleceremos uma base sólida para garantir o sucesso na prospecção de futuros negócios e clientes”, afirmou o Vice-Presidente Executivo da Saab, Lennart Sindahl.

Ainda este ano, uma equipe de engenheiros e técnicos da Embraer será enviada para a Suécia a fim de realizar o treinamento inicial na manutenção e no trabalho de desenvolvimento do Gripen NG. Será construído ainda um centro de engenharia na sede da Embraer em Gavião Peixoto (SP) para apoiar as operações dos caças Gripen NG da FAB.

“Eu tenho a absoluta convicção de que a Saab vai se surpreender com a criatividade dos brasileiros”, comentou o Ministro da Defesa, Jaques Wagner, também presente na assinatura do acordo. Ele ressaltou a importância de o governo realizar este tipo de investimento. “No mundo inteiro a indústria de defesa se desenvolveu dessa forma”, explicou.

Financiamento

Mais cedo, o Ministro da Defesa havia afirmado que os ajustes fiscais do governo não devem afetar o projeto de aquisição dos caças. “O desembolso do orçamento da união este ano é muito pequeno, da ordem de 18 milhões de reais”, afirmou. Segundo ele, o foco atual é a assinatura do contrato de financiamento, para pagamento das aeronaves a médio e longo prazo.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2014%2F05%2FGripen-E-em-detalhes-legendas-em-ingl%25C3%25AAs-ilustra%25C3%25A7%25C3%25A3o-Saab-580x386.jpg&hash=cc0fb3cdc83dbe7850447b6ebca50cad)

Fonte: http://www.aereo.jor.br/2015/04/15/nota ... no-brasil/ (http://www.aereo.jor.br/2015/04/15/notas-da-fab-e-embraer-sobre-parceria-com-a-saab-para-producao-do-gripen-ng-no-brasil/)
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Abril 15, 2015, 03:57:28 pm
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.defesanet.com.br%2Fsite%2Fupload%2Fnews_image%2F2015%2F04%2F25142_resize_620_380_true_false_null.jpg&hash=780505f3c0fc5904a79f977766dbcaa2)

Ministério da Defesa
Comando da Aeronáutica
Nota Oficial
Aquisição de Caças Gripen NG

 

Com relação às recentes matérias publicadas na imprensa sobre o contrato de compra dos caças Gripen NG, este Centro esclarece que:

1.    O Comando da Aeronáutica não reconhece que houve irregularidades no processo de aquisição dos caças Gripen NG, e está pronto para prestar os esclarecimentos necessários às autoridades competentes.

2.    Em janeiro de 2009, a proposta final foi apresentada pela empresa Saab no valor de US$ 4,531 bilhões.
 
3.    Em 18 de dezembro de 2013, o Governo Brasileiro anunciou a empresa Saab como vencedora para equipar a Força Aérea Brasileira com novos caças. A partir de então, o Comando da Aeronáutica e a Saab iniciaram as tratativas para a formalização do contrato, momento este em que foram realizadas atualizações, tendo em vista a defasagem tecnológica do período (2009 a 2013).

4.    Em 24 de outubro de 2014, o contrato de aquisição das 36 aeronaves Gripen NG foi firmado em coroas suecas, em um valor total de SEK 39.882.335.471,65, conforme publicado no Diário Oficial da União de 27 de outubro de 2014. Além das 36 aeronaves, o contrato inclui apoio e suporte logístico, simuladores de voo e sistemas embarcados (como radar, Wide Area Display - WAD, guerra eletrônica, etc).

5.    Naquela data (24 de outubro de 2014), o valor de coroas suecas correspondia a US$ 5.4 bilhões. Porém, hoje, o valor equivale a cerca de US$ 4.6 bilhões, já que o contrato foi firmado em coroas suecas e houve significativa variação na taxa de câmbio entre as moedas (dólar americano x coroa sueca). A taxa de conversão utilizada foi a do Banco Central do Brasil.

6.    Cabe destacar que o novo caça vai atuar na Defesa Aérea Brasileira por, no mínimo, 30 anos.

Por fim, este Centro enfatiza que o processo de aquisição em questão envolve mais de 30.000 páginas de estudos técnicos pautados na valorização dos aspectos comerciais, técnicos, operacionais, logísticos, industriais, compensação comercial (offset) e transferência de tecnologia.


Brasília, 10 de abril de 2015.


Brigadeiro do Ar Pedro Luís Farcic
Chefe do Centro de Comunicação Social da Aeronáutica


Fonte: http://www.defesanet.com.br/gripenbrazi ... Gripen-NG/ (http://www.defesanet.com.br/gripenbrazil/noticia/18715/FAB---Nota-Oficial---Gripen-NG/)
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: NVF em Abril 15, 2015, 04:03:46 pm
Eu estou descansado porque não vou comprar nenhum. Infelizmente, a minha linha de crédito não o permite  :mrgreen: Tudo indica que o custo do F-35 (mesmo na versão A) vai ultrapassar o F-22 que, recorde-se, não são adquiridos desde 2010 e cuja produção terminou definitivamente em 2011.

Nunca ninguém disse que o Gripen seja um mau negócio para o Brasil e, obviamente, espera-se que futuras tranches a serem produzidas no Brasil tenham custos menores. O que sempre foi dito é que se trata de um projecto ainda em desenvolvimento e, como tal, derrapagens financeiras sejam previsíveis, pois é o que acontece com todos os projectos militares independentemente da sua origem. Isto foi dito atrás e vai continuar a ser dito por qualquer participante informado que ponha de lado questões passionais. Quem não entende isto ou tem dificuldades cognitivas ou não percebe patavina de assuntos de defesa.

Citar
A single Air Force F-35A costs a whopping $148 million. One Marine Corps F-35B costs an unbelievable $251 million. A lone Navy F-35C costs a mind-boggling $337 million. Average the three models together, and a 'generic' F-35 costs $178 million," Wheeler wrote.

"It gets worse. These are just the production costs. Additional expenses for research, development, test and evaluation are not included," he added.

Of course, this price tag is up dramatically from 2014.

"The cost of an F-35B grew from $232 million in 2014 to a bulging $251 million by 2015," Wheeler wrote. "The cost of the Navy's F35C grew from $273 million in 2014 to a wallet-busting $337 million by 2015.
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: mafets em Abril 15, 2015, 04:09:35 pm
Citação de: "Vitor Santos"
Se quiserem se orientar por informações de credibilidade e precisas no Brasil, apresento-lhes:

http://www.tecnodefesa.com.br (http://www.tecnodefesa.com.br)

http://www.defesanet.com.br (http://www.defesanet.com.br)

http://www.aereo.jor.br (http://www.aereo.jor.br)

Fica a dica!

Citação de: "Vitor Santos"
Notas da FAB e Embraer sobre parceria com a Saab para produção do Gripen NG no Brasil

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2015%2F03%2FGripen-com-cores-da-FAB-imagem-via-Saab.jpg&hash=234923732d991f5e9bba7845d2fe213e)

Embraer e Saab assinam parceria durante a LAAD 2015

Os caças Gripen NG serão  desenvolvidos e testados com a participação de engenheiros brasileiros, e a Embraer irá produzir o modelo tanto para a Força Aérea Brasileira quanto para outros países. A assinatura do acordo de gestão conjunta do projeto com a empresa sueca Saab aconteceu hoje (14/04), no Rio de Janeiro (RJ), durante a feira de defesa LAAD 2015. Este é mais um passo na consolidação do projeto da FAB para a aquisição de 36 caças e fortalecimento do parque industrial brasileiro.

“Esta nova parceria estratégica confirma que estamos construindo um futuro promissor. A indústria de defesa precisa ser cada vez mais fortalecida, pois é uma das principais impulsionadoras do desenvolvimento científico e tecnológico do Brasil”, afirmou o Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Nivaldo Luiz Rossato, presente na assinatura do acordo entre as duas empresas.

Quinze aviões serão totalmente fabricadas no Brasil. Treze serão fabricadas na Suécia com a participação de brasileiros e oito serão fabricadas por brasileiros na Suécia, sob supervisão, no chamado “on the job training”. A Embraer anunciou que será responsável por trabalhos na área de desenvolvimento de sistemas, integração e testes de voo. As duas empresas trabalharão juntas, ainda, no desenvolvimento da versão para dois pilotos do Gripen NG. Das 36 unidades para a FAB, oito devem ter essa característica.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2014%2F08%2FGripen-E-com-camuflagem-pixelizada-imagem-Saab1-580x479.jpg&hash=88a96d3081c044b8d3b7a0792709b61d)

“É um momento histórico para a indústria aeronáutica brasileira e para a indústria brasileira”, disse o Presidente da Embraer Defesa & Segurança, Jackson Schneider. Segundo ele, a Saab e a Embraer têm uma presença global, cada uma com seus produtos, e irão atuar juntas para oferecer o Gripen NG a outros países. Futuras encomendas serão atendidas pelos parques industriais da Suécia e do Brasil. “Através dessa parceria, estabeleceremos uma base sólida para garantir o sucesso na prospecção de futuros negócios e clientes”, afirmou o Vice-Presidente Executivo da Saab, Lennart Sindahl.

Ainda este ano, uma equipe de engenheiros e técnicos da Embraer será enviada para a Suécia a fim de realizar o treinamento inicial na manutenção e no trabalho de desenvolvimento do Gripen NG. Será construído ainda um centro de engenharia na sede da Embraer em Gavião Peixoto (SP) para apoiar as operações dos caças Gripen NG da FAB.

“Eu tenho a absoluta convicção de que a Saab vai se surpreender com a criatividade dos brasileiros”, comentou o Ministro da Defesa, Jaques Wagner, também presente na assinatura do acordo. Ele ressaltou a importância de o governo realizar este tipo de investimento. “No mundo inteiro a indústria de defesa se desenvolveu dessa forma”, explicou.

Financiamento

Mais cedo, o Ministro da Defesa havia afirmado que os ajustes fiscais do governo não devem afetar o projeto de aquisição dos caças. “O desembolso do orçamento da união este ano é muito pequeno, da ordem de 18 milhões de reais”, afirmou. Segundo ele, o foco atual é a assinatura do contrato de financiamento, para pagamento das aeronaves a médio e longo prazo.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2014%2F05%2FGripen-E-em-detalhes-legendas-em-ingl%25C3%25AAs-ilustra%25C3%25A7%25C3%25A3o-Saab-580x386.jpg&hash=cc0fb3cdc83dbe7850447b6ebca50cad)

Fonte: http://www.aereo.jor.br/2015/04/15/nota ... no-brasil/ (http://www.aereo.jor.br/2015/04/15/notas-da-fab-e-embraer-sobre-parceria-com-a-saab-para-producao-do-gripen-ng-no-brasil/)
Não deixa de ser curioso. Das principais referências usadas aqui no Forum Defesa, mas que quando critica a defesa Brasileira e as suas opções, originam um chorrilho de ofensas dos "tres estarolas de serviço" (Então sobre a MB...  :mrgreen:  :twisted: http://www.aereo.jor.br/2011/01/16/capacidade-e-desempenho-do-tejas-serao-proximos-aos-do-gripen-ng/
Citar
Subramanyam: Ele será um caça de quarta geração à época do FOC. Em capacidade e desempenho, ele estará mais próximo em comparação ao sueco JAS-39 Gripen NG.
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: mafets em Abril 15, 2015, 04:24:49 pm
Mas continua (e pelo contrário a "sua objectividade" e "conhecimentos aeronáuticos", além do insulto, têm contribuído imenso para o "debate". Aquela do preço do F16 foi hilariante e fica para os "anais" da aeronáutica :twisted: ). Relativamante ao Gripen (sim porque isto não é novela da globo  :twisted:  ), gosto sobretudo do preço do Gripen A igual ao do NG. Mais um vez, do Brasil e de cites "usados como referência"  :roll:  :roll:  :roll:  :roll:
(https://podermil.files.wordpress.com/2009/10/fx2_faseii.jpg)  
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fcavok.com.br%2Fblog%2Fwp-contents%2Fuploads%2F2011%2F08%2Ffx2.jpg&hash=33fce3695f180c49fe4c4047b8fe1212)
Ah, e podes continuar nos insultos que a minha superioridade moral e intelectual não desce ao nivel da barraca e da favela...  :twisted:
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Cabeça de Martelo em Abril 15, 2015, 04:26:12 pm
:arrow: http://www.planobrazil.com/f-18-dilma-f ... agradavel/ (http://www.planobrazil.com/f-18-dilma-fez-uma-guinada-em-direcao-aos-eua-pode-unir-o-util-ao-agradavel/)

 :arrow: http://congressoemfoco.uol.com.br/notic ... militares/ (http://congressoemfoco.uol.com.br/noticias/revistas-fab-prefere-caca-dos-eua-e-dilma-deve-atender-militares/)

...
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Cabeça de Martelo em Abril 15, 2015, 04:59:56 pm
:arrow: http://www.aereo.jor.br/2013/06/05/f-x2 ... lo-brasil/ (http://www.aereo.jor.br/2013/06/05/f-x2-reuters-da-como-certa-a-escolha-do-super-hornet-pelo-brasil/)

Citar
Lembrando a proposta da Boeing para a FAB:

(Lembrando que a lista abaixo foi obtida a partir da notificação do Pentágono ao Congresso dos EUA. O conteúdo muito provavelmente foi modificado para melhor nas revisões posteriores)


    Fornecimento de 28 F/A-18E Super Hornet e 8 F/A-18F Super Hornet, 72 F414-GE-400 motores instalados, peças de reposição e armas por US$ 7 bilhões.
    4 motores F414-GE-400 para reposição
    36 radares AN/APG-79
    36 canhões M61A2 20mm
    36 RWR AN/ALR-67(V)
    144 lançadores LAU-127
    44 Joint Helmet Mounted Cueing Systems (JHMCS)
    28 mísseis AIM-120C-7 AMRAAM
    28 AIM-9M SIDEWINDER
    60 GBU-31/32 Joint Direct Attack Munitions (JDAM)
    36 AGM-154 Joint Standoff Weapons (JSOW)
    10 AGM-88B HARM Missiles
    36 Pods AN/ASQ-228 (V2) Advanced Targeting Forward-Looking Infrared (ATFLIR)
    36 AN/ALQ-214 Radio Frequency Countermeasures.
    40 AN/ALE-47 Electronic Warfare Countermeasures Systems
    112 decoys rebocados AN/ALE-50

 :roll:
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: mafets em Abril 15, 2015, 05:51:44 pm
Citação de: "JMKeynes"
Publica aí pra mim, uma única declarção de Dilma dizendo que compraria o Rafale, só uma mesma, se tu conseguir, eu prometo que não acredito no que os brasileiros pensam de vocês.

Só COLOCA UMA DECLARAÇÃO DE DILMA DIZENDO QUE IRIA COMPRAR O F18, SÓ UMA MESMO.
Não é preciso que o Martelo amavelmente já o fez por mim. Mas publicarei mais umas quantas após v.exma publicar os já muitas vezes pedidos dados sobre a retirada dos F-16 do Conflito da Ex Jugoslávia...  :mrgreen:
https://www.dgabc.com.br/Noticia/1304954/ministro-wagner-critica-imprensa-no-caso-gripen
Citar
A instauração de inquérito, por parte do Ministério Público Federal, para investigar se houve superfaturamento no contrato de compra de 36 caças Gripen NG, que serão produzidos no Brasil pela companhia sueca Saab, recebeu críticas do ministro da Defesa, Jacques Wagner, que questionou também o papel da imprensa na denúncia.

Ao ser questionado sobre o tema da suposta irregularidade na aquisição dos caças, que foi inicialmente veiculado na revista Veja, no fim de semana, Wagner disse que qualquer suspeita que se levanta será apurada, mas que 80% do material divulgado repete conteúdo publicado em 2012 e 2013, sobre o contrato, fechado em US$ 5,4 bilhões, US$ 900 milhões mais que a proposta inicial da Saab. “Provavelmente por estarmos ultimando a compra. Não nos cabe a ingenuidade, existem interesses estratégicos. Um contrato como esse é desenvolvido ao longo de cinco, seis, oito anos, não teríamos nenhum problema em responder. Estou seguro que não houve irregularidade”, afirmou ontem o ministro, durante a abertura de feira do setor de defesa e Segurança, a Laad, no Rio de Janeiro.

Está previsto no próprio contrato uma renegociação, que pode ser prejudicial para o País”, acrescentou. Ele assinalou ainda que o contrato de financiamento (que prevê oito anos de carência e depois 11 anos para pagar), como foi assinado em coroa sueca, gerou ganho de US$ 500 milhões e não perdas à FAB (Força Aérea Brasileira).

O prefeito de São Bernardo, Luiz Marinho (PT), principal articulador para a vitória do Gripen NG (que venceu a licitação em que disputaram também a francesa Dassault e a norte-americana Boeing) e que chegou inclusive a testar o caça na Suécia, também reclamou da abertura do inquérito.

Ele disse que isso pode atrasar o processo que poderia gerar empregos para o País, inclusive em São Bernardo, onde são esperados 1.000 com a inauguração da SBTA (São Bernardo Tecnologias Aeronáuticas), parceria da Saab e da mauaense Inbra, para fabricar partes do caça a partir de 2019. “É uma coisa ridícula, um jornalista faz uma matéria, fazendo ilações, e um promotor resolve abrir investigação. É uma irresponsabilidade por parte da grande imprensa. Temos que aprovar no Congresso. E agora, como o Parlamento aprova com investigação aberta? Eu chego a achar que isso responde a interesses internacionais.”

Por sua vez, o diretor da Saab Brasil, Bengt Janér, reforçou que o processo foi transparente e que a empresa está à disposição para qualquer questionamento. Ele também citou que, na tomada de preços, estava cotado em 39 bilhões de SEKs (moeda sueca), quando foi assinado em outubro, cada dólar estava cotado em 7 SEKs e, agora, está um para 8,5 SEKs, o que dá US$ 5,4 bilhões e justificaria a diferença para mais.

Ele assinalou ainda que aguarda a ‘eficácia’ do contrato, o que significa as condições para que entre em vigor, como a autorização pelo Congresso e o aval da Ministério da Fazenda atestando que existe orçamento para isso, destinado a esse projeto, que prevê a construção da SBTA. Só depois disso, o que deve ocorrer até julho, é que começará a sair do papel.
Ah, os políticos. A culpa é da Emprensa, do Ministério Publico Brasileiro e de interesses internacionais (ainda a culpa é de Portugal  :twisted: ). Mas onde é que eu ja li isto por aqui? :roll:  :roll:  :roll:  :roll:  :roll:  :mrgreen:  :twisted: :mrgreen:  :mrgreen:
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: mafets em Abril 15, 2015, 08:23:18 pm
Agora o "ramalhete" para o "debate" está completo. :mrgreen: E Continua a internacionalidade do negócio do Gripen NG Brasil.. :mrgreen:  :mrgreen:  :mrgreen:  :mrgreen:  :mrgreen:  :mrgreen:  :mrgreen:  :twisted:
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Menacho em Abril 15, 2015, 09:27:47 pm
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.infodefensa.com%2Farchivo%2Fimages%2FWAD_Wide_Area_Display_AEL_Sistemas_Photo.jpg&hash=27ff42353761a9fe784d23ebeebb5a55)

Cockpit do supuesto NG brasileiro.

Por otro lado:

Citar
Jaques Wagner: Estamos trabalhando para que o Brasil conte com 10 caças Gripen C/D para serem usados durante as Olimpíadas.

http://inagist.com/all/588387295620964353/ (http://inagist.com/all/588387295620964353/)
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: mafets em Abril 15, 2015, 11:24:39 pm
Estranhamente até a posição oficial do pt sobre a escolha do gripen ng, foi muito pouco entusiasta e bem mais realista que alguns " foristas ". Curioso, no minimo, sobretudo quanto à vontade de a Embraer e a saab depois do gripen ng construíram um avião de caça com duplo motor. Mais ilações a tirar para quem pensa racional ao invés de recorrer à baixaria e ao insulto devido à falta de argumentos para debater uma escolha pelo gripen ng que nem o partido do governo deixa de reconhecer limitações. É caso para dizer: mais papistas que o proprio papa. :wink:
http://www.pagina13.org.br/noticias/porque-o-brasil-escolheu-o-gripen-ng/#.VS7gCtzOVcs
Citar
Mal saiu o resultado do FX-2, escolhido pela presidenta Dilma Rousseff, que as críticas a escolha do Gripen NG já começaram. Além das já conhecidas – tipo ser apenas um projeto no papel -, a mais repetida é que o caça da Saab seria incompatível com a missão de defesa de um país continental como o Brasil. O argumento central da escolha, ancorado no “bom, bonito e barato” .

Se isso é verdadeiro, então o Brasil reconhece sua incompetência tanto por manter uma defesa aérea equipada, e abre mão da dissuasão e desenvolvimento tecnológico, e reduz suas metas de projeção como potência internacional, candidato que é a uma cadeira permanente no Conselho de Segurança da ONU. As vantagens ditas sobre o Gripen NG provariam das limitações inerentes do Brasil.

Não é se apequenar reconhecer as limitações do Brasil frente aos objetivos que se deseja alcançar. O resultado do FX-2 reforça o ditado “mais vale um jumento que me carregue que um cavalo que me derrube”. Por fim, dominado a tecnologia do Gripen NG, espera-se que Brasil e Suécia construam construção de um jato de duas turbinas e maior autonomia de ambos no setor de tecnologia de ponta que é a aviação
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.revistaoperacional.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2014%2F06%2FGripen_FAB-infografico.jpg&hash=1123c347fe971ac13c821973cd211a6d)
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: night_runner em Abril 16, 2015, 03:18:34 am
Citar
Let's see the values in US$, SEK and R$ (Brazilian Real) in 18/12/2013 (anoucement of 36 Gripen NG for US$4.5 billion) and 24/10/2014 (contract  signature, made in SEK), where I've used the "Banco do Brasil" site (http://http) to convert :
- 18/12/2013 : US$ 4.5 bi = SEK 29.32560 bi = R$ 10.47060 bi;
- 24/10/2014 : SEK 39.88234 bi = US$ 5.499874 bi = R$ 13.63976 bi.
So, between the annoucement and the contract signature, we have an increase of US$999.874 mi (22.22% more), or SEK 10.55674 bi (36.00% more), or R$ 3.1691 bi (30.27% more).
Therefore, there is indeed an increase of 22-36% between the annoucement and the contract signature of 36 Gripen NG for Brazil.

About the fact the contract is in SEK since 24/10/2014. The trade in 10/04/2015 (date of Brazilian Air Force official note) gives us :
- 10/04/2015 : SEK 39.88234 bi = US$ 4.520575 bi = R$ 13.918935 bi.
We see that between 24/10/2014 and 10/04/2015 the value in R$ is almost the same (increased only R$ 279 mi, or 2.05%), but in US$ it is less US$ 979.30 mi (17,81%), because the US$ has more value compared to SEK and R$.

Anyway, the values in SEK e R$ between 18/12/2013 and 24/10/2014 (or 10/04/2015) were increased by 22-36%.
 
There is also an interview of Brazilian Air Force Commander Juniti Saito in 12/2013 to the "Isto É" magazine (http://http) :
"ISTOÉ - If Gripen is a prototype, the value US$4.5 bilhões is just an estimative ?"
"Saito - Do you want to know one thing ? Saab has said the price will decrease."
But instead of decreasing, it increased 10 months later in 22-36%.
http://forum.keypublishing.com/showthre ... d-3/page86 (http://forum.keypublishing.com/showthread.php?116825-Saab-Gripen-amp-Gripen-NG-thread-3/page86)

Não percebo nada de economia mas por certo que o "trio ternura" que recentemente nos começou a iluminar dá cartas na matéria.
No entanto, o que eu lhes sugeria é que se inscrevessem nesse forum cujo link coloquei em cima, por exemplo, e perdessem por lá o seu precioso tempo de vida a defender as suas correctas posturas no que toca a militarismo e nacionalismo e, consequentemente, dessem aqui uma "folgazinha" aos iletrados patrícios... Pode ser?  :G-beer2:
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Cabeça de Martelo em Abril 16, 2015, 12:16:32 pm
Citar
A man tries out a Brazilian Air Force simulation machine on the second day of LAAD Defence & Security Fair 2015, the largest and most important trade fair in the area of defense and security in Latin America.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fstatic4.demotix.com%2Fsites%2Fdefault%2Ffiles%2Fimagecache%2Fa_scale_large%2F7300-0%2Fphotos%2F1429166719-second-day-of-laad-defence-amp-security-fair-2015-in-rio-de-janeiro-_7361180.jpg&hash=5c3c9effa38093e963904207f2eec657)

 :arrow: http://www.demotix.com/news/7361266/sec ... ia-7361180 (http://www.demotix.com/news/7361266/second-day-laad-defence-security-fair-2015-rio-de-janeiro#media-7361180)
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Menacho em Abril 16, 2015, 01:03:42 pm
Citação de: "Cabeça de Martelo"
Citar
A man tries out a Brazilian Air Force simulation machine on the second day of LAAD Defence & Security Fair 2015, the largest and most important trade fair in the area of defense and security in Latin America.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fstatic4.demotix.com%2Fsites%2Fdefault%2Ffiles%2Fimagecache%2Fa_scale_large%2F7300-0%2Fphotos%2F1429166719-second-day-of-laad-defence-amp-security-fair-2015-in-rio-de-janeiro-_7361180.jpg&hash=5c3c9effa38093e963904207f2eec657)

 :mrgreen:  :mrgreen:

(https://pbs.twimg.com/media/CCqehTmUsAAA_6S.jpg:large)
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Abril 16, 2015, 03:22:05 pm
Selex ES e Saab assinam contrato para 60 sistemas IRST Skyward-G do Gripen E

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2014%2F04%2FGripen-E-com-IRST-foto-SAAB-2-580x401.jpg&hash=296f57c0aa554766c097a64afd3c5e07)

SISTEMA EQUIPARÁ FROTA DO CAÇA GRIPEN E DA FORÇA AÉREA SUECA, QUE TEM 30% DE SEUS SISTEMAS ELETRÔNICOS FORNECIDOS PELA SELEX ES

Nota divulgada pela Selex ES na quarta-feira, 14 de abril, informou que foi assinado contrato com a empresa sueca de defesa e segurança Saab para o fornecimento de 60 exemplares do sistema IRST (busca e acompanhamento por infravermelho) Skyward-G. Os sistemas, fabricados nas instalações da Selex ES em Nerviano (Milão/Itália) serão instalados nos caças Saab Gripen E destinados à Força Aérea Sueca.

O Skyward-G, segundo a nota, é um sensor eletro-óptico de longo alcance. Passivo, não emite sinais de seu uso e detecta assinaturas de calor de outras aeronaves, sem ser detectado, o que proporciona vantagens táticas: com o sistema IRST, um caça Gripen pode detectar e acompanhar alvos inimigos, incluindo aeronaves, navios e veículos terrestres com significativa capacidade “contra-furtivo” (counter-stealth). Quando em conjunto com outros sensores do Gripen, permite a obtenção de informações de acompanhamento de alta fidelidade contra alvos complexos a longas distâncias (além do alcance visual).

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2015%2F04%2FSkyward-G-imagem-Selex-ES-580x408.jpg&hash=867ac8c2f26d7c59c177a465a4c79fc0)

A nota também afirma que a Selex ES, empresa do grupo Finmeccanica, é um dos principais participantes do programa Gripen E, fornecendo 30% dos equipamentos eletrônicos do caça. Além do Skyward-G, estes incluem o radar Raven ES-05 AESA (varredura eletrônica ativa), cujo contrato de produção foi assinado em julho do ano passado, sistema Mode 5 de identificação amigo-inimigo (IFF – Identification Friend/Foe) e os sistemas de engodo ativo alijáveis (EAD – Expendable Active Decoy) BriteCloud, novidade no mercado, do qual a Saab é o primeiro parceiro a oferecer.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2012%2F05%2Fradar-Raven-ES-05-com-Skyguard-no-alto-Laad-2011-foto-Nun%25C3%25A3o-Poder-A%25C3%25A9reo-580x435.jpg&hash=1ca308b37b1a4b61c0c0d18975761b38)

Fonte: http://www.aereo.jor.br/2015/04/15/sele ... -gripen-e/ (http://www.aereo.jor.br/2015/04/15/selex-es-assina-contrato-para-60-sistemas-irst-skyward-g-do-saab-gripen-e/)
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Abril 16, 2015, 03:32:23 pm
Citação de: "Menacho"
Citação de: "Cabeça de Martelo"
Citar
A man tries out a Brazilian Air Force simulation machine on the second day of LAAD Defence & Security Fair 2015, the largest and most important trade fair in the area of defense and security in Latin America.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fstatic4.demotix.com%2Fsites%2Fdefault%2Ffiles%2Fimagecache%2Fa_scale_large%2F7300-0%2Fphotos%2F1429166719-second-day-of-laad-defence-amp-security-fair-2015-in-rio-de-janeiro-_7361180.jpg&hash=5c3c9effa38093e963904207f2eec657)

 :mrgreen:  c34x  c34x
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Abril 16, 2015, 03:35:46 pm
Piloto de testes da SAAB mostra cockpit do Gripen NG

O piloto de testes da SAAB, Michael Olsson, explica as novidades tecnológicas do cockpit do Gripen NG, a futura aeronave de caça da Força Aérea Brasileira (FAB).

Os aviões Gripen NG serão desenvolvidos e testados com a participação de engenheiros brasileiros. A Embraer irá produzir o modelo tanto para a Força Aérea Brasileira quanto para outros países.

A assinatura do acordo de gestão conjunta do projeto com a empresa sueca Saab aconteceu terça-feira (14/04) no Rio de Janeiro (RJ) durante a feira de defesa LAAD 2015.

Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: mafets em Abril 16, 2015, 08:37:06 pm
Então mas a Polaris que fazia turbinas, nomeadamente o TJ1000 para o AVMT300 agora também fabrica misseis?  :roll:
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.malaysiandefence.com%2Fwp-content%2Fuploads%2F2014%2F04%2FPhoto_25.jpg&hash=02fd2edac29bcf9caba8cfa2a3461489)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aviacionargentina.net%2Fforos%2Fattachment.php%3Fattachmentid%3D12562%26amp%3Bd%3D1380214047&hash=bf6fd63d2bed5eef68a461e4d5c57806)
Entretanto sobre o Gripen uma situação que à uns anos se falava ou seja a hipótese de trocar de motor do Volvo RM12 (baseado no GE F404 americano) para o Ej200 (o qual porem tem componentes ingleses, nomeadamente da RR) algo que segundo os responsáveis da saab é possível: http://www.aereo.jor.br/2010/07/07/sobre-a-possibilidade-de-troca-da-turbina-do-gripen-para-a-eurojet-ej200/
Citar
Saab has years ago already investigated the technical and operational feasibility for re-engineering JAS 39 Gripen with the EJ200 engine. Both Saab and EUROJET Turbo GmbH concluded that a re-engineering onlyshall be considered if there is a customer demand available. From a technical point of view, the EJ200 engine would fit into the engine bay of JAS39 Gripen with minor changes applied to the interface connections.

The commercial feasibility of re-engineering JAS39 Gripen would be supported, if required, by individual business case calculations.

The Thrust vectoring nozzle is offered as an optional item for any of the EJ200 engine standards.
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2010%2F07%2FEJ200_Eurojet_Cutaway.jpg&hash=369da8465db2c9ac92e7183ccd9b7b07)

 :G-beer2:
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: mafets em Abril 17, 2015, 11:19:02 pm
O galante fica feliz em muita coisa. Primeiro com o su35:http://www.aereo.jor.br/2008/09/04/sukhoi-su-35-o-preferido-dos-pilotos-e-entusiastas-brasileiros/
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2009%2F04%2Fsuper-hornet-3.jpg&hash=a8a552b1a10b8c85b0806e1d8d9d6603)
Depois foi com o f18. http://www.aereo.jor.br/2009/04/14/testamos-o-simulador-do-fa-18f-super-hornet-na-laad-09/
Depois preferiu o f15. http://www.aereo.jor.br/2009/08/13/fa-18-prefeririamos-o-f-15/
A seguir anunciou a Vitória do rafale: http://www.aereo.jor.br/2009/09/07/rafale-ganhou/
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2015%2F04%2FGripen-NG-na-LAAD-2015-2.jpg&hash=3ae4d7a262f4e963b6bec3389265a533)
Portanto o gripen ng é apenas mais um. :G-beer2:
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: dc em Abril 17, 2015, 11:23:19 pm
mafets, o primeiro link que colocou é da foto do KC-390  :wink:
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: mafets em Abril 18, 2015, 12:00:00 am
Citação de: "dc"
mafets, o primeiro link que colocou é da foto do KC-390  :G-beer2:
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Get_It em Abril 19, 2015, 06:12:46 pm
Saab volta à carga na Índia:

For building light fighters in India, Saab officials want government-to-government deal
Citar
A Swedish company, Saab noticed India's growing interest and offered JAS 39 Gripen E light fighter in response to the tender won by Dassault's Rafale

Prime Minister Narendra Modi had requested France for 36 Rafale fighters, built by Dassault Aviation, to meet the needs of Indian Air Force (IAF) for 126 fighters. Since then speculation is rising about a second global vendor that might fill the gap, building light fighters in India, alongside an Indian partner.

In interviews with state-run broadcaster Doordarshan and Hindustan Times, defence minister Manohar Parrikar had also explicitly stated the IAF urgently needs light fighters, a requirement the Rafale does not meet.

Likening light, medium and heavy fighters to a scooter, car and bus respectively, Parrikar told Hindustan Times it would be wasteful to deploy a big, heavy Rafale where a smaller fighter would do.

For short-range, short-duration missions that are currently performed by the single-engine MiG-21, Parrikar told Doordarshan the IAF needs a light fighter, not the Rafale.

"Rafale is not a replacement for MiG-21. Tejas (Light Combat Aircraft) is a replacement for MiG-21. Or, if we build some other fighter under 'Make in India', that is also possible", said Parrikar.

New Delhi's growing and explicitly expressed interest in light fighters has been noted by Swedish company, Saab, which had offered its highly regarded JAS 39 Gripen E light fighter in response to the tender eventually won by Dassault's Rafale.

Even as Parrikar stressed on the need for a light fighter, Maharashtra's chief minister Devendra Fadnavis on Wednesday visited Saab's facility in Sweden, where the Gripen NG fighter is built. From there he tweeted a photo of himself in the cockpit of a Gripen and a message saying: "It was great to be at the aerospace and defence company SAAB at Linkoping, Sweden. Promised a defence manufacturing policy in Maharashtra soon."

Top Saab officials said Business Standard, even before Fadnavis, the chief ministers of UP and Gujarat-then Narendra Modi -had held discussions with Saab.

A top Saab official told Business Standard on the condition of anonymity: "If we are approached by the government of India, Saab would be happy to partner the Defence R&D Organisation (DRDO), Hindustan Aeronautics Ltd (HAL) or an Indian private company in not just manufacturing fighters in India, but in developing real capabilities for building a single-engine fighter for the IAF."

The National Democratic Alliance (NDA) government has not yet approached Saab directly, speaking only through the media.

However, in 2012-13, the DRDO had solicited Saab's help in co-developing and manufacturing the Tejas Mark II in India. Besides the similarities between the Tejas and the Gripen -both single-engine, light fighters - Saab had upgraded the Gripen D to the Gripen NG by replacing the General Electric F-404 engine with the more powerful GE F-414.

That is exactly what the DRDO plans to do for upgrading Tejas Mark I to Mark II specifications.

In 2012, DRDO chief VK Saraswat had sent Saab a "Request for Information", followed in January 2013 with a "Request for Proposal" inviting Saab to jointly audit the Tejas design with DRDO.

As Business Standard reported last year (June 17, 2014, " Rafale contract elusive, Eurofighter and Saab remain hopeful") Saab proposed an 8-10 month long audit of the Tejas design, after which a fresh design would be jointly finalised and a manufacturing line established with Saab's expertise.

Saab had proposed as far back in 2011 to co-develop Tejas Mark II and roll it out from a new manufacturing line within five years. Saab had then demanded 51 per cent ownership of the joint venture company that built the new Tejas.

Saab in June 2013 said, when a joint design contract seemed imminent, a new DRDO chief, Avinash Chander, took charge. He told Saab a foreign partner for co-developing the Tejas Mark II could be selected only through an international tender.

Now, Saab officials say they will insist on a government-to-government (G2G) arrangement, if they are to assist India in developing and manufacturing a light fighter in India. Under the UPA government, this would have been a deal breaker. Parrikar, however, stated on Monday: "These important decisions need to be taken at government-to-government levels."

The Saab Gripen has so far proved more popular in the international market than the Rafale. While Rafale has not yet found a single overseas buyer (Egypt and India have expressed interest), the South African, Czech, Hungarian, Thailand and British Royal Air Force have acquired the Gripen. In addition, the Brazilian, Polish and Slovakian air forces have expressed interest.
Fonte: http://www.business-standard.com/article/economy-policy/for-building-light-fighters-in-india-saab-officials-want-government-to-government-deal-115041800799_1.html

Cumprimentos,
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: mafets em Abril 20, 2015, 10:09:52 am
http://www.aereo.jor.br/2015/04/19/governo-tem-menos-de-duas-semanas-para-assinar-contrato-de-financiamento-dos-gripen-ng/
Citar
O Governo tem só até o dia 30 de abril para assinar o contrato de financiamento dos valores a serem pagos pela compra de 36 caças Gripen NG (New Generation), cuja denominação mudará para Gripen E, no caso das 28 aeronaves monoplaces, e para Gripen F no caso dos oito aviões biplaces.

Caso esse prazo não seja cumprido, haverá a necessidade de uma renegociação do Governo brasileiro com todas as partes envolvidas na operação de crédito.

O Poder Aéreo destaca que o prazo de carência é de oito anos a contar da assinatura do contrato de financiamento, e não a partir da entrega do primeiro avião, conforme alguns acreditam. Ou seja, se o contrato for assinado no dia 30 de abril deste ano, o governo brasileiro precisará honrar o primeiro pagamento no dia 30 de abril de 2023.

O custo dos caças Gripen deve ser quitado, em sua totalidade, no espaço de 11 anos, o que implica dizer: o último pagamento ocorrerá 19 anos após a assinatura do contrato de financiamento.
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2015%2F04%2FMock-up-do-Gripen-NG.jpg&hash=6394a1f2cb6555f41d16267d2caba525)
Citar
Mock up do Gripen NG exposto na LAAD 2015

 Saudações
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Abril 22, 2015, 01:48:26 pm
Mockup Gripen NG na Festa da Caça na Base Aérea de Santa Cruz

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2015%2F04%2FMockup-Gripen-NG-na-Festa-da-Ca%25C3%25A7a-na-Base-A%25C3%25A9rea-de-Santa-Cruz.jpg&hash=22015e4c732ca564e2dca6ad1fdd4d43)

Hoje a Força Aérea Brasileira – FAB comemora na Base Aérea de Santa Cruz o Dia da Aviação de Caça. Nesta data, os pilotos brasileiros do 1º Grupo de Caça realizaram o maior número de missões de combate no Teatro de Operações na Itália, na Segunda Guerra Mundial.

O mock-up do Gripen NG, que foi exposto na LAAD 2015, foi levado para a Base Aérea de Santa Cruz, representando o futuro da Aviação de Caça da FAB.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2015%2F04%2FCockpit-do-mockup-do-Gripen-NG-presente-no-Dia-da-Avia%25C3%25A7%25C3%25A3o-de-Ca%25C3%25A7a.jpg&hash=50a02ca36c12e0ddfdbbd8608e66069b)

Fonte: http://www.aereo.jor.br/2015/04/22/22-d ... de-caca-5/ (http://www.aereo.jor.br/2015/04/22/22-de-abril-dia-da-aviacao-de-caca-5/)
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Cabeça de Martelo em Abril 24, 2015, 12:10:33 pm
Parlamento da Suécia exige explicações após a denúncia da existência de sérios problemas técnicos com o Gripen

As falhas, que foram encobertas durante cinco anos, são consideradas inaceitáveis. O Parlamento sueco demanda explicações.

A denúncia foi feita inicialmente pela emissora de televisão TV4 News, que teve acesso a relatórios internos da Força Aérea Sueca (Flygvapnet). Logo em seguida, o assunto ganhou grande repercussão na imprensa local.

Segundo o que foi apurado, as falhas na aeronave envolvem os seguintes sistemas:

    sistema de armas
    sistema de geração de oxigênio a bordo
    sistema de pressurização dos macacões anti-G dos pilotos

Também foi relatado uma série de eventos envolvendo o desligamento, as vezes simultâneo, das telas (LCD displays) empregadas na navegação e informações de radar da aeronave. Por conta desses problemas, a Flygvapnet criou um plano definindo restrições relativas ao teto de serviço da aeronave e ao tipo de manobras que podem ser realizadas com segurança.
2nd flight with weapons

Gripen NG Demonstrator (Foto: Katsuhiko TOKUNAGA – Saab)

Outro problema relatado é o mau funcionamento no sistema de pouso ou aterragem por instrumentos da aeronave, também conhecido pela sigla ILS.

De acordo com a opinião de Robert Persson, Gerente de Segurança de Voo da Força Aérea Sueca, todos esses erros impedem que Gripen seja empregado em sua plena capacidade.

O Gripen é a espinha dorsal do sistema de defesa sueco, sendo o primeiro recurso acionado para verificar qualquer instabilidade no Báltico ou uma atitude agressiva por parte da Rússia

Allan Widman, membro do Partido Liberal e presidente da Comissão de Defesa do Parlamento, ficou surpreso com as denúncias e exigiu uma explicação imediata das Forças Armadas Suecas.

“É algo particularmente importante, diante na situação geopolítica que temos neste momento”, declarou Widman à TV4 News.

 

Reação da Força Aérea Sueca

Em resposta às denúncias feitas pela emissora de televisão TV4 News, o Comando de Defesa Aeroespacial da Flygvapnet se posicionou em seu Blog, informando que a reportagem está seriamente equivocada, haja vista os referidos documentos nunca foram secretos, assim também como as restrições não são graves.

Ainda segundo a Flygvapnet, a Autoridade reguladora da Força Aérea (Militära Flygsäkerhetsinspektionen – FLYGI) não considerou necessário criticar a forma como a Força Aérea Sueca gerencia as restrições temporárias (sic) nas aeronaves. Em seu mais recente relatório a FLYGI afirma que a avaliação geral da segurança aérea das aeronaves é aceitável e sem uma clara tendência negativa. Em um sentido estatístico, a situação é considerada boa pois a taxa de acidentes no ano de 2014 é zero e o número de incidentes graves é baixo. De uma forma mais ampla, isso se reflete nos demais operadores da aeronave, lembrando que a mesma é empregada em missões com alto grau de importância e operada por pessoal altamente qualificado.

Para ler o posicionamento completo do Comando de Defesa Aeroespacial da Flygvapnet, clique aqui.

Reação da Saab

A Saab, fabricante do Gripen, através de seu Diretor de Imprensa, Sebastian Carlsson, afirmou estar ciente dos problemas, enfatizando que medidas corretivas tem sido implementadas.

“Nunca tivemos tão poucos casos como agora. Ocorrem anormalidades, mas o Gripen possui um dos sistemas de voo mais estáveis do mundo”, afirmou Sebastian Carlsson.

Para ler o posicionamento da Saab, clique aqui, aqui, aqui e aqui.

FONTE: Svenska Dagbladet, Dagens Nyheter link 1, Dagens Nyheter link 2, Di, TV4 News link 1, TV4 News link 2, Corren, Metro, NyTeknik, Folkbladet, Sveriges Radio, Helsingborgs Dagblad, Skaraborgsbygden

EDIÇÃO: Cavok

IMAGENS: Meramente ilustrativas

NOTA DO EDITOR¹: É… a casa caiu!

NOTA DO EDITOR²: Diante do exposto, fica claro cristalino o porquê da resistência dos pilotos suecos à tela única.

NOTA DO EDITOR³: Interessante a Força Aérea Sueca afirmar que os tais documentos, que serviram de base para as denúncias feitas pela emissora de televisão TV4 News, nunca foram secretos e que as restrições não são graves. Ou seja, assumiram que existem problemas, apenas trataram de minimizar os mesmos.

Mesmos não se tratando de documentos secretos, é impressionante que, até então, um assunto como esse nunca tinha sido abordado abertamente pela imprensa sueca.

A Saab também afirma que já estava ciente da situação, e que medidas tem sido implementadas a fim de corrigir as anormalidades.

Diante de fatos cuja veracidade foi confirmada tanto pela Força Aérea Sueca, como pela Saab, e, obviamente, minimizados por ambos, este Editor entende que é razoável presumir que essas anormalidades, por questões de segurança, tenham sido divulgadas aos demais operadores da aeronave (África do Sul, Hungria, República Checa, Reino Unido e Tailândia), até porque o fabricante afirma que medidas corretivas tem sido implementadas, e é bem possível que essas anomalias não atinjam apenas as aeronaves em operação na Suécia.

É incrível como as pessoas se contradizem com facilidade. Muita gente reclama que não existe transparência, e que os acidentes e incidentes aeronáuticos não são relatados. Aí, quando um assunto como este é divulgado pela imprensa, e republicado aqui no Cavok, a situação gera revolta em algumas pessoas.

Muitos dos que reclamaram são os mesmos que geralmente se divertem quando divulgamos os acidentes aéreos com aeronaves militares na Índia, quando relatamos os problemas no desenvolvimento do PAK FA, e quando abordamos os problemas do F-22 e F-35. Se for problema no Rafale, é porque é “jaca”, se for no Typhoon, é porque é um “tijolão”, se for russo, é porque não presta, e se o acidente é com um avião chinês, então é porque “soltou pecinha”, é “xing ling” e por aí vai…

Aí é divertido, não é mesmo?

Sem falar que quando o problema é com os outros, quase ninguém liga para a credibilidade da fonte.

Mas quando se trata do Gripen, a coisa muda de figura. E, mesmo com a Saab e a Força Aérea Sueca admitindo a situação, algumas pessoas insistem em afirmar que tudo isso é mentira e intriga da “imprensa marrom”, e até tentam denegrir a imagem do Cavok por estar publicando tais coisas.

Sejam mais coerentes em seus posicionamentos…

Por fim, entendemos que o Gripen é uma aeronave em constante desenvolvimento, entretanto nos causa estranheza que esse assunto não tenha sido tratado de forma mais transparente, como, por exemplo ocorre com o F-35.

 :arrow: http://www.cavok.com.br/blog/parlamento ... -o-gripen/ (http://www.cavok.com.br/blog/parlamento-da-suecia-exige-explicacoes-apos-a-denuncia-da-existencia-de-serios-problemas-tecnicos-com-o-gripen/)
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: dc em Abril 24, 2015, 01:55:50 pm
Se estes problemas estão presentes no Gripen C/D ao fim de tantos anos de operação, imagine-se como será com o Gripen NG... O caça que era supostamente o "mais barato" pode vir a tornar-se o mais caro, com inume-os problemas para além da duvida quanto às suas reais capacidades, nomeadamente a nível do alcance e capacidade de armamento...
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: mafets em Abril 24, 2015, 02:30:57 pm
O Gripen NG foi apresentado à 7 anos. É o único que continua a existir, sendo que o Protótipo do Monoplace ainda é apresentado como Mok- Up nas diversas feiras como a LAAD 2015. A ideia é o aparelho estar em serviço daqui a 4 anos, pelo que é questão de se fazer contas. http://en.wikipedia.org/wiki/Saab_JAS_39_Gripen  
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2013%2F01%2FGripen-NG-no-calend%25C3%25A1rio-Saab-2012-julho.jpg&hash=54e4fd030a8257999b60af43426aa073)
Falta desenvolver parte da electrónica e colocar a versão de produção monolugar a voar (um previsto para voar este ano e mais dois nos anos seguintes). Parece-me curto o tempo, ainda mais quando o próprio Gripen C/D apresentam problemas. Quanto a custos, os Sul Africanos tem parte da frota em armazém e os Checos apenas alugaram, além disso sem o negócio da Suiça que também ia participar no NG, passa a ser Suécia e Brasil a pagar o desenvolvimento do aparelho.
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.cavok.com.br%2Fblog%2Fwp-content%2Fuploads%2F2013%2F07%2F3830030248.png&hash=e93bad9fe64f5919466db787468eb0a9)
A juntar a tudo isto, o desenvolvimento do NG naval. Aja dinheiro e rapidez. :roll:  
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.defesanet.com.br%2Fsite%2Fupload%2Fnews_image%2F2014%2F11%2F23249.jpg&hash=84cbb47e09832541e61e3d3d96f42291)

Cumprimentos
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: olisipo em Abril 28, 2015, 11:23:36 am
Saab dismisses prospect of Gripen jet fighters sale to Argentina

Citar
Sweden's Saab AB on Monday ruled out facilitating the sale of Gripen fighter aircraft to Argentina as the result of a deal to build and export combat jets from Brazil.

Argentina has expressed interest in buying 24 Gripen fighters jets from its Latiamerican neighbour once Brazil is able to export them, early next decade.

Such a deal woud face an almost certain veto from Britain, which provides some 30 per cent of the Gripen content, including the radar on its next generation Gripen E/F.

Saab said it was not involved in any discussions involving Argentina. "Nobody has asked us to do that and we are not considering it " a spokesman said during a defence media briefing. Continues: Daily Mail and Reuters (http://http)
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Menacho em Abril 28, 2015, 05:09:31 pm
Citação de: "olisipo"
Saab dismisses prospect of Gripen jet fighters sale to Argentina

Citar
Sweden's Saab AB on Monday ruled out facilitating the sale of Gripen fighter aircraft to Argentina as the result of a deal to build and export combat jets from Brazil.

Argentina has expressed interest in buying 24 Gripen fighters jets from its Latiamerican neighbour once Brazil is able to export them, early next decade.

Such a deal woud face an almost certain veto from Britain, which provides some 30 per cent of the Gripen content, including the radar on its next generation Gripen E/F.

Saab said it was not involved in any discussions involving Argentina. "Nobody has asked us to do that and we are not considering it " a spokesman said during a defence media briefing. Continues: Daily Mail and Reuters (http://http)

Argentina no ha aumentado la compra de Mi17, por que no le han dado un "endosso" de 50 milloes de $.... :roll:  :roll:

Como para comprar Gripens.... :mrgreen:
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: mafets em Abril 28, 2015, 06:49:07 pm
Citação de: "Menacho"
Citação de: "olisipo"
Saab dismisses prospect of Gripen jet fighters sale to Argentina

Citar
Sweden's Saab AB on Monday ruled out facilitating the sale of Gripen fighter aircraft to Argentina as the result of a deal to build and export combat jets from Brazil.

Argentina has expressed interest in buying 24 Gripen fighters jets from its Latiamerican neighbour once Brazil is able to export them, early next decade.

Such a deal woud face an almost certain veto from Britain, which provides some 30 per cent of the Gripen content, including the radar on its next generation Gripen E/F.

Saab said it was not involved in any discussions involving Argentina. "Nobody has asked us to do that and we are not considering it " a spokesman said during a defence media briefing. Continues: Daily Mail and Reuters (http://http)

Argentina no ha aumentado la compra de Mi17, por que no le han dado un "endosso" de 50 milloes de $.... :roll:  :roll:

Como para comprar Gripens.... :mrgreen:  :twisted:  :twisted:
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2013%2F03%2FGripen-NG-para-F-X2-cronograma-de-entregas-e-de-pagamentos-imagem-via-apresenta%25C3%25A7%25C3%25A3o-Saab-em-Bras%25C3%25ADlia-6mar2013.jpg&hash=c05d33b9497fdfb41c32d24ea94e5275)

Cumprimentos
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Menacho em Abril 28, 2015, 07:10:03 pm
Citação de: "Colares"
Citar
Argentina no ha aumentado la compra de Mi17, por que no le han dado un "endosso" de 50 milloes de $.... :roll:  :roll:

Uma possível compra do Gripen pelos argentinos não se daria neste momento, e sim a partir de uns 4 ou 5 anos, até lá será outro governo e outro momento econômico, quem sabe até lá não tenham condições de financiamento??


(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fm.memegen.com%2F3x6jc8.jpg&hash=efcfee6c83fe1ca717ab1fd92b37f5c8)
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Menacho em Abril 28, 2015, 07:33:23 pm
Citação de: "Colares"

Só para te manter mais bem informado, a Espanha faz parte de um seleto grupo de países, que integram um digamos, bloco econômico, do qual fazem parte: Portugal, Itália, Irlanda e Grécia.

Un saludo.

El PIB Per cápita de España en 2014 fue de 22.780€

El PIB Per cápita de Brasil en 2014 fue de 8.731€

http://www.datosmacro.com/pib/brasil (http://www.datosmacro.com/pib/brasil)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fcdn.memegenerator.es%2Fimagenes%2Fmemes%2Ffull%2F1%2F62%2F1626118.jpg&hash=5cfff2211890e6aee875b729f86e23ee)

Espanha esta muito honrada de estar en el mismo grupo que Portugal.....grupo al que desean venir muitos brasileiros....
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Get_It em Abril 28, 2015, 09:27:00 pm
Gripen Radar Upgrade Aimed At Sweden And Exports
Citação de: "Bill Sweetman, Aerospace Daily & Defense Report"
Saab unveiled a major upgrade of the JAS 39C/D Gripen’s radar here April 27, intended to double its detection and tracking range and give it the ability to track low-radar-cross-section (RCS) targets.

Developed with company funds over the last two years, the Saab PS-05/A Mk. 4 bucks the trend toward electronically scanned arrays in radar design by retaining a mechanically scanned antenna. A prototype made its first flight in a Gripen in December, on a JAS 39D, and the radar is being offered to the Swedish air force and to export customers, with deliveries two years after an order.

(...)

The new radar is part of Saab’s strategy to continue selling the C/D version into the mid-2020s, as the first E/F versions will not be available for export beyond Sweden and Brazil until 2022. The final C/D on order was delivered to the Swedish air force in February, but Saab’s flexible production line will be able to meet new orders either with all-new aircraft or (at a lower price) Gripen C/Ds produced by modifying Sweden’s inventory of low-time JAS 39A/Bs.

Slovakia, which has selected the Gripen and still is negotiating a contract, is looking at updated A/B versions. Croatia is expected to select a new fighter in early 2016 and Hungary and the Czech Republic are both looking at exercising options to expand their leased Gripen fleets.
Fonte: http://aviationweek.com/defense/gripen-radar-upgrade-aimed-sweden-and-exports

Entrando os E/F em serviço na Suécia vamos ver no mercado Gripens A/B e C/D em segunda-mão ainda com umas boas horas a restar e com capacidade para serem modernizados.

Cumprimentos,
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Abril 29, 2015, 12:06:41 am
Nascido em Portugal, o piloto de Gripen da Força Aérea Sueca, Johan Bergvist, nos explica sobre as principais características do novo Gripen NG:

Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: dc em Abril 29, 2015, 12:46:17 am
Citação de: "Get_It"
Entrando os E/F em serviço na Suécia vamos ver no mercado Gripens A/B e C/D em segunda-mão ainda com umas boas horas a restar e com capacidade para serem modernizados.

A nós de pouco ou nada nos servia... ainda por cima substituir os F-16 por um avião com ainda menos capacidade de armamentos e raio de acção? Nem pensar. Os nossos F-16 ainda têm margem de manobra, com a possibilidade de inclusão futura de um radar AESA por exemplo. Seriamos o único país do mundo a substituir um caça de 4ª geração por outro... de 4ª geração...

PS: Digo isto supondo que consideraria um possível substituto dos F-16, caso não seja, peço desculpa a má interpretação.  :wink:
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Get_It em Abril 29, 2015, 02:41:06 am
Citação de: "dc"
PS: Digo isto supondo que consideraria um possível substituto dos F-16, caso não seja, peço desculpa a má interpretação.  :wink:
Neste caso não foi. Foi mais para demonstrar que o próprio E/F poderá vir a perder negócio para A/B e C/D em segunda-mão (o que até seria melhor que nada) e que a partir de 2025 poderão só vir a existir dois ou três caças em segunda-mão no mercado para a procura que vai existir. Contudo, no outro tópico já aí sim referi a hipótese, numa espécie de universo alternativo, de adquirir Gripens em segunda-mão para complementar Gripens novos muito mais modernos de forma podermos ter uma frota de 45 a 30 caças.

Cumprimentos,
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Cabeça de Martelo em Abril 29, 2015, 10:38:48 am
Citação de: "Colares"
Citação de: "Menacho"
Citação de: "Colares"
Citar
Argentina no ha aumentado la compra de Mi17, por que no le han dado un "endosso" de 50 milloes de $.... :roll:  :roll:

Uma possível compra do Gripen pelos argentinos não se daria neste momento, e sim a partir de uns 4 ou 5 anos, até lá será outro governo e outro momento econômico, quem sabe até lá não tenham condições de financiamento??


(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fm.memegen.com%2F3x6jc8.jpg&hash=efcfee6c83fe1ca717ab1fd92b37f5c8)

Só para te manter mais bem informado, a Espanha faz parte de um seleto grupo de países, que integram um digamos, bloco econômico, do qual fazem parte: Portugal, Itália, Irlanda e Grécia.

Un saludo.

Qualquer desses países têm umas Forças Armadas muito mais bem equipadas e com muito mais experiência em missões internacionais que o Brasil. Qualquer desses países têm um PIB per capita muito superior ao Brasil. Qualquer desses países dão uma qualidade de vida às suas populações muito superiores ao Brasil. Tanto Portugal como Espanha têm uma enorme comunidade brasileira que vieram para cá porque queriam ter uma vida que por aí é impossível. Mas nada disso tem a haver com o tópico, pois não?! :roll:
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: dc em Abril 29, 2015, 10:44:47 am
Citação de: "Get_It"
Neste caso não foi. Foi mais para demonstrar que o próprio E/F poderá vir a perder negócio para A/B e C/D em segunda-mão (o que até seria melhor que nada) e que a partir de 2025 poderão só vir a existir dois ou três caças em segunda-mão no mercado para a procura que vai existir. Contudo, no outro tópico já aí sim referi a hipótese, numa espécie de universo alternativo, de adquirir Gripens em segunda-mão para complementar Gripens novos muito mais modernos de forma podermos ter uma frota de 45 a 30 caças.

Sendo assim, concordo, ainda para mais quando o Gripen NG era suposto ser o "caça tecnologicamente avançado e baratinho" e que agora começam a ver-se os custos a aumentar.
Quanto a "nós", se fosse para isso, continuava-se com os F-16 e em 2025 ia-se comprar Block 60 novos para substituir os que têm mais horas de voo. Continuariam a ser F-16, mas uns MLU e outros Block 60/70. Mas isto são mais bitaites que outra coisa  :mrgreen:
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Cabeça de Martelo em Abril 29, 2015, 11:00:28 am
Em 2025 novos só se forem os F-35.
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Cabeça de Martelo em Abril 29, 2015, 02:32:23 pm
Citação de: "Vitor Santos"
De novo essa discussão imbecil de Brasil X Portugal e Espanha.

Isso parece aquelas brincadeiras de criança de quem é melhor do que o outro.

Pois é, e quem é que veio com o PIGS para aqui? Fomos nós? Atacam, devem esperar reacção, não?!

Citação de: "Vitor Santos"
Sem querer provocar mas já provocando, o Brasil é um BRIC, e até onde sei Portugal e Espanha foram classificados como parte dos PIGS, achem ruim ou não isso é fato! Não sou eu que digo isso, apesar de que considero tais classificações pura idiotice.

Até os criadores da designação BRIC já não acreditam da existência desse bloco, porque os países são muito diferentes entre si, cada um com as suas alianças e estratégias para assegurar o seu lugar no mundo. Sabes quem inventou o "PIGS", pesquisa lá um pouco e já agora aproveita porque é que o fizeram.

Citação de: "Vitor Santos"
Qualquer desses países têm um PIB per capita muito superior ao Brasil.

Vocês se orgulham disso? Para um País que já constituiu um grande império marítimo, com colônias em três continentes diferentes, com mais de 800 anos de história não acho glorioso ser comparado com uma antiga colônia que ainda se encontra em estágio de desenvolvimento. Afinal, colocar nos eixos um país de mais de 8 milhões de quilômetros quadrados, 200 milhões de habitantes cuja organização social herdou as tradições estamentais, racistas e violenta da antiga metrópole, considero que o Brasil teve boa performance como nação jovem. Vocês devem se comparar com Alemanha, Suécia, Suíça e Reino Unido. Pensem grande!

Ui, uma característica dos brasileiros que deixa-me fulo da vida é essa treta que vocês têm de desculpabilização. Um criminoso por aí, mata, esfola, faz coisas que passam todos os limites. Depois vai para a prisão e lá encontra "Jesus". Depois diz que a culpa dos crimes não é dele, é do demónio. Passando isso para outras realidade é assim que a sociedade brasileira funciona, a culpa NUNCA é vossa, é sempre de terceiros. 200 anos de independência e a culpa ainda é do desgraçado do Português.

O mais incrível é que se fizessem o trabalho de casa, saberiam que no principio dos anos 70, a única província ultramarina que não dava despesa ser Angola, todas as outras recebiam dinheiro de Portugal.

Citação de: "Vitor Santos"
Qualquer desses países dão uma qualidade de vida às suas populações muito superiores ao Brasil.

Ledo engano! O Brasil é tão grande, mas tão grande, que dentro dele há Noruegas, Bélgicas, Holandas e Portugal no termo qualidade de vida. Tenho como provar isto. Obviamente que tal coisa não exclui o outro lado da moeda, ou seja, as assimetrias regionais. Mas enfim, generalizações sempre são imprecisas.

Eu não consigo ver o vídeo, mas se há alguém que pensa que no Brasil há a mesma qualidade de vida que na UE... só pode ser lunático! Eu estive aí, vi como se vive, como se trabalha, o poder de compra, etc. Não tem nada a haver.
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: mafets em Abril 29, 2015, 02:40:08 pm
De volta ao Gripen, mais pormenores do radar PS05/A MK4: http://saab.com/globalassets/commercial/air/sensor-systems/fighter-radar/ps-05a/product_folder_ps-05-a-mk4.pdf
Citar
The PS-05/A Mk4 is ready for incorporation of a wide range of
different functionalities to make it capable of meeting future needs
and requirements. The growth potential includes the following:
EXTENDED AIR-TO-AIR OPERATING RANGE
ENHANCED AIR-TO-SURFACE CAPABILITIES
IMPROVED ECCM CAPABILITIES
ENHANCED TACTICAL AND
TECHNICAL EVALUATION
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2015%2F04%2FGripen-C-capacidades-radar-PS-05A-mk4-imagem-Saab.jpg&hash=32b4b4239e26ffc55a7c81c255d238e7)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2015%2F04%2FGripen-C-back-end-radar-PS-05A-mk4-imagem-Saab.jpg&hash=6199bcbf78401fe54e90064521d8f314)

Cumprimentos

P.S. Já nem me dou ao trabalho de responder à "Troika"...  :twisted:
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Cabeça de Martelo em Abril 29, 2015, 02:40:46 pm
Pode começar por aqui:

http://hdr.undp.org/en/countries (http://hdr.undp.org/en/countries)

http://hdr.undp.org/en/countries/profiles/PRT (http://hdr.undp.org/en/countries/profiles/PRT)

Rank - 41

http://hdr.undp.org/en/countries/profiles/BRA (http://hdr.undp.org/en/countries/profiles/BRA)

Rank - 79
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: mafets em Abril 29, 2015, 07:08:34 pm
Com as noticias e o "patriotismo" que impera neste tema cada vez percebo mais porque o Brasil escolheu o Gripen NG e não o Rafale e Super Hornet... :roll: http://www.flightglobal.com/news/articles/uk-may-not-oppose-gripen-sale-to-argentina-brazilian-411287/
Citar
The UK government is unlikely to block any request by Argentina to buy Saab Gripen NG fighters, Brazilian defence minister Jacques Wagner told reporters on 15 April.

The statement at the Latin American Aviation and Defence exhibition comes nearly six months after Argentinian defence minister Agustin Rossi expressed interest in Brazilian-assembled Gripen NGs, despite a need to import key technologies such as the ejection seat and the radar from a historic rival in the UK.

So far, there has still been no official request by Argentina to import British technologies for either Gripen NGs or Embraer KC-390s, Lt Gen José Crepaldi, head of Brazilian air force acquisition programmes.

Argentina is one of the three international industrial partners in Embraer’s KC-390 tactical transport. Several KC-390 systems are supplied by British or British-controlled firms, such as BAE Systems flight control computers and active side stick controllers, Ultra Electronics electronic controls and sensors as well as Cobham’s fuel tanks, inflight refueling equipment and composite material nose radomes.

Wagner mentioned that to overcome any “obstacles” Embraer might have to substitute these blocked components by other international suppliers. Wagner did not elaborate on whether Brazil or Argentina would be required to pay for such redesign and recertification of the KC-390 or the Gripen NG.

According to Wagner, the full resolution of restrictive export policies will only be possible once the UK accepts to “discuss the issue of the Falklands Islands sovereignty with Argentina through UN-mediated talks”.
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimages.bidnessetc.com%2Fimg%2F960-38faae069a1371784081ea9ad9b279d0-saab-to-deliver-36-gripen-ng-fighter-aircraft-to-brazil.jpg&hash=89c465b4bcc47157c0916d09a68c11a4)

Cumprimentos
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Abril 30, 2015, 02:47:46 pm
Apagaram meus tópicos, mas leram e receberam minha mensagem.
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Cabeça de Martelo em Abril 30, 2015, 03:24:25 pm
:lol:


Se fossem bandidos tinham sido melhor tratados! :evil:

Voltando ao Gripen, há novidades? É disso que se trata o tópico.
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Abril 30, 2015, 03:50:29 pm
Citar
Em relação à crise não há muito para dizer, o governo cortou muita coisa, a vida está muito difícil, mas eu tenho médico à porta, tenho segurança na rua, tenho uma sociedade muito mais estável e tranquila que vocês.

Exemplo:

http://www.youtube.com/watch?&v=cRYdJ88NqXs (http://www.youtube.com/watch?&v=cRYdJ88NqXs)

O meu jovem, esse troço aí aconteceu numa universidade aqui na minha cidade, vejo que as notícias daqui correm a soltas por aí. Por que será que o Brasil chama tanta atenção, né :?:

Sobre médico, segurança e outras coisas mais, tento há muito tempo esclarecer vossas cabeças que insegurança e caos na saúde não existe em todos os lugares do Brasil. O País é imenso. Pela milésima vez: o diabo não é tão feio como se pinta.

Sobre a repressão policial contra professores grevistas em Curitiba é de repudiar.

Querem entender melhor o Brasil, um patrício de vocês vai esclarecê-los melhor, afinal ele fala o mesmo idioma de vocês:

A elite de Coimbra que manteve o Brasil unido:

http://www.publico.pt/culturaipsilon/no ... do-1687202 (http://www.publico.pt/culturaipsilon/noticia/a-elite-de-coimbra-que-manteve-o-brasil-unido-1687202)
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Cabeça de Martelo em Abril 30, 2015, 04:08:25 pm
Citação de: "Vitor Santos"
Citar
Em relação à crise não há muito para dizer, o governo cortou muita coisa, a vida está muito difícil, mas eu tenho médico à porta, tenho segurança na rua, tenho uma sociedade muito mais estável e tranquila que vocês.

Exemplo:

http://www.youtube.com/watch?&v=cRYdJ88NqXs (http://www.youtube.com/watch?&v=cRYdJ88NqXs)

O meu jovem, esse troço aí aconteceu numa universidade aqui na minha cidade, vejo que as notícias daqui correm a soltas por aí. Por que será que o Brasil chama tanta atenção, né c34x  :lol:
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Cabeça de Martelo em Abril 30, 2015, 04:11:26 pm
:arrow: http://imagem.camara.leg.br/internet/au ... digo=51294 (http://imagem.camara.leg.br/internet/audio/Resultado.asp?txtCodigo=51294)
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Abril 30, 2015, 04:14:21 pm
Citação de: "Cabeça de Martelo"
Citação de: "Vitor Santos"
Citar
Em relação à crise não há muito para dizer, o governo cortou muita coisa, a vida está muito difícil, mas eu tenho médico à porta, tenho segurança na rua, tenho uma sociedade muito mais estável e tranquila que vocês.

Exemplo:

http://www.youtube.com/watch?&v=cRYdJ88NqXs (http://www.youtube.com/watch?&v=cRYdJ88NqXs)

O meu jovem, esse troço aí aconteceu numa universidade aqui na minha cidade, vejo que as notícias daqui correm a soltas por aí. Por que será que o Brasil chama tanta atenção, né c34x  :roll:  :roll:

Pelo menos hoje podemos expressar qualquer coisa, mesmo que seja ridícula. Melhor do que em outras épocas, em que nem isso se podia fazer.
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: mafets em Abril 30, 2015, 09:19:12 pm
Um artigo simples que espelha o que poderá ser o Gripen E: Um sucesso ou um fracasso :wink:
http://aviationweek.com/defense/saab-s-new-gripen-future-fighters
Citar
Much of the technology of 1995, let alone 1985, has a Flintstones look from today's perspective. (My 1985 computer boasted 310 kb. of storage and communicated at a screaming 300 bits per second.) Software is no longer what makes machines work; an iPhone is hardware that is valued because of the apps that it supports. This technology is characterized by development and deployment cycles measured in months. In aerospace, the lead in materials and manufacturing has gone to the commercial side.

The conundrum facing fighter planners is that, however smart your engineering, these aircraft are expensive to design and build and have a cradle-to-grave product life that is far beyond either the political or technological horizon.

The reason that the JAS 39E may earn a Gen 6 tag is that it has been designed with these issues in mind. Software comes first: The new hardware runs Mission System 21 software, the latest roughly biennial release in the series that started with the JAS 39A/B.

Long life requires adaptability, both across missions and through-life. Like Ed Heinemann's A-4 Skyhawk, the Gripen was designed as a small aircraft with a relatively large payload. And by porting most of the software to the new version, the idea is that all C/D weapons and capabilities, and then some, are ready to go on the E.

The Swedes have invested in state-of-the-art sensors for ISR and situational awareness (AW&ST March 17, p. 28), including what may be the first in-service electronic warfare system using gallium-nitride technology. It's significant that a lot of space is devoted to the identification friend-or-foe system. Good IFF is most important in a confused situation where civilian, friendly, neutral, questionable and hostile actors are sharing the same airspace.

Sweden's ability to develop its own state-of-the-art fighters has long depended on blending home-grown and imported technology. Harvesting technology rather than inventing it becomes more important as commercial technology takes a leading role and becomes more global. The JAS 39E engine is from the U.S., the radar from Britain, and the infrared search and track system is Italian. Much of the airframe may be built in Brazil.

However, what should qualify the JAS 39E for a Gen 6 tag is what suits it most for a post-Cold War environment. It is not the world's fastest, most agile or stealthiest fighter. That is not a bug, it is a feature. The requirements were deliberately constrained because the JAS 39E is intended to cost less to develop, build and operate than the JAS 39C, despite doing almost everything better. As one engineer says: “The Swedish air force could not afford to do this the traditional way”—and neither can many others.

It's an ambitious goal, and it is the first time that Sweden has undertaken such a project in the international spotlight. But if it is successful, it will teach lessons that nobody can afford not to learn.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Faviationweek.com%2Fsite-files%2Faviationweek.com%2Ffiles%2Farchive%2Fcmsfiles%2Fmedia%2Fimages%2Ffullsize%2FDefense%2FFighters%2FJAS39EGripen-Saab.jpg&hash=dad1eb207c32f3d4b413b778eead61d3)

Saudações
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Maio 05, 2015, 10:18:16 pm
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fcdn.defesaaereanaval.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2015%2F05%2FINFOGR%25C3%2581FICO-GRIPEN_AEROVIS%25C3%2583O.png&hash=9069cfb151f5df72dcc0cb80bdac4b90)
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: mafets em Maio 06, 2015, 10:50:43 am
http://www.aereo.jor.br/2015/05/05/saab-diz-que-vitoria-no-brasil-fez-o-gripen-virar-o-jogo-no-mercado-mundial/
Citar
A corporação sueca SAAB está comemorando até agora – decorridos 17 meses da escolha do caça Gripen NG pela Força Aérea Brasileira (FAB) – sua vitória no disputadíssimo programa FX-2.

De acordo com o articulista Christopher P. Cavas, do respeitado site noticioso americano defensenews.com, em função da compra fechada pela FAB, em outubro, de 36 unidades das versões E e F, e da encomenda de mais 60 feita pela própria aviação militar sueca, o Gripen, de ator “coadjuvante” passou a protagonista no sofisticado cenário dos modernos caças supersônicos.

Cavas foi a Linköping – cidade-sede da linha de produção do Gripen –, e ouviu dois importantes executivos do programa Gripen dentro da SAAB: o vice-presidente de negócios, Jerker Ahlqvist, e o diretor, Ulf Nilsson.

Entusiasmado, Nilsson definiu a venda do avião no Brasil como “uma virada de jogo”. E acrescentou: “antes disso [vitória no programa FX-2] o Gripen era uma aeronave à procura de um mercado. Agora é o mercado que vem procurando o Gripen”, completou o executivo.
Opiniões... :roll:
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2015%2F04%2FMock-up-do-Gripen-NG.jpg&hash=6394a1f2cb6555f41d16267d2caba525)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2015%2F03%2FGripen-39294-ultimo-Gripen-C-recebido-pela-Forca-Aerea-Sueca-foto-via-Flightglobal.jpg&hash=96b368bb49a90ebbef4d0e8465a2712b)

Cumprimentos
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Luso em Maio 06, 2015, 02:21:03 pm
Citação de: "Vitor Santos"

A elite de Coimbra que manteve o Brasil unido:

http://www.publico.pt/culturaipsilon/no ... do-1687202 (http://www.publico.pt/culturaipsilon/noticia/a-elite-de-coimbra-que-manteve-o-brasil-unido-1687202)

Peço as desculpas aos foristas pelo súbito mas breve desvio de tópico, mas tenho que aproveitar a ocasião para dar a conhecer certas coisas que não se aprendem nas escolas...

HISTÓRIA DO INÍCIO DA MAÇONARIA NO BRASIL  (.doc)

http://www.google.pt/url?sa=t&rct=j&q=& ... XY&cad=rja (http://www.google.pt/url?sa=t&rct=j&q=&esrc=s&source=web&cd=12&ved=0CCQQFjABOAo&url=http%3A%2F%2Fwww.gleg.com.br%2FLivrospublicos%2FHISTORIA%2520DO%2520INICIO%2520DA%2520MA%25C3%2587ONARIA%2520NO%2520BRASIL.doc&ei=CBNKVYG_IMmfgwSA_IHwCA&usg=AFQjCNHOikZBApxseUzgx5cQ5tMVE1X4XA&sig2=oZziHxsGwn43FmKUY2U5bg&bvm=bv.92291466,d.eXY&cad=rja)

Convém saber disto para perceber o porquê de certa propaganda e atitudes.
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: mafets em Maio 14, 2015, 10:46:17 am
http://www.aereo.jor.br/2015/05/13/fotos-do-exercicio-lion-effort-2015-que-reune-operadores-de-gripen-na-republica-tcheca/
Citar
A cada três anos, o exercício “Lion Effort” reúne pilotos e caças das forças aéreas que operam o jato sueco Saab Gripen, e esta edição de 2015 está sendo realizada na República Tcheca. Hoje, o Ministério da Defesa tcheco divulgou fotos do exercício, reunindo seus caças Gripen aos da Hungria e da Suécia. Entre os fotógrafos e cinegrafistas que cobriram o voo conjunto, estava Jan Kouba, do próprio Ministério da Defesa da República Tcheca.

Segundo Kouba, que se dedica há mais de 20 anos a fotografar e filmar aeronaves, esse foi um evento excepcional, por ser a primeira vez que se realizou na República Tcheca um voo de formatura de caças Gripen de três países. A preparação para uma missão de fotografia aérea como esta, que reuniu os fotógrafos e cinegrafistas em um avião de transporte CASA C-295, é extensa.

Segundo informações divulgadas no último dia 7 pela Saab, fabricante do Gripen, além dos pilotos e aeronaves da Suécia, Hungria e República Tcheca há participação no Lion Effort 2015 de pessoal da Tailândia (outro país operador do caça sueco),  e a edição 2018 do exercício poderá ser realizada na África do Sul, que também opera o Gripen.
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2015%2F05%2FLion-Effort-2015-Gripen-da-Rep-Tcheca-Suecia-e-Hungria-foto-MD-Republica-Tcheca.jpg&hash=ea152bcc999e5a2ce2d9487b59f6afbc)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2015%2F05%2FLion-Effort-2015-jatos-Gripen-e-L-159-foto-MD-Republica-Tcheca.jpg&hash=68996372c2baf7c11c28c1b1eecef748)

Cumprimentos
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: mafets em Maio 17, 2015, 06:28:46 pm
http://www.aereo.jor.br/2015/05/15/partes-do-gripen-serao-feitas-em-maua-sp/
Citar
O início da construção da fábrica em São Bernardo para a montagem de aeroestruturas (partes da fuselagem) dos caças Gripen NG que vão equipar a FAB (Força Aérea Brasileira) foi adiado para 2018, e a entrega das primeiras aeronaves, para 2019. Até lá, enquanto o investimento de US$ 150 milhões previsto pela companhia sueca para essas instalações não ocorre, o grupo Inbrafiltro, parceiro no empreendimento, iniciará a produção de partes de material composto (mistura de dois ou mais materiais, podendo ser plástico e fibra de carbono), como asas e a tampa do trem de pouso da aeronave, por exemplo, em seu complexo fabril em Mauá.

Segundo o presidente do grupo Inbrafiltro, Jairo Cândido, a negociação para a SBTA (São Bernardo Tecnologias Aeronáuticas), joint-venture entre as duas empresas que vai produzir as fuselagens do avião, está caminhando, mas, provisoriamente, a unidade Inbra Aerospace, em Mauá, vai sediar a confecção das peças, após ampliação, prevista para o ano que vem. O executivo cita que essa divisão do grupo, hoje com 130 funcionários e faturamento anual de US$ 6 milhões, dobrará de tamanho em dois anos.
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2015%2F04%2FMockup-Gripen-NG-na-Festa-da-Ca%25C3%25A7a-na-Base-A%25C3%25A9rea-de-Santa-Cruz1.jpg&hash=0a88a98c660981cc44090a7725045e1a)

Cumprimentos
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: night_runner em Maio 19, 2015, 02:17:08 pm
http://saab-seminar.creo.se/150513/emca ... ay-em_2015 (http://saab-seminar.creo.se/150513/emcapital_markets_day-em_2015)
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Menacho em Maio 19, 2015, 04:35:24 pm
Accidente de un Grippen Húngaro

(https://pbs.twimg.com/media/CFYGyRDWYAA59Ib.jpg)

Citar
Un avión Gripen JAS-39 de la Fuerza Aérea húngara se ha estrellado en la República Checa, informa 'Svenska Dagbladet'. El incidente habría sucedido durante el aterrizaje por razones que aún se desconocen.
Se reporta que los pilotos lograron eyectarse del avión biplaza. Actualmente, el incidente está siendo investigando.

http://actualidad.rt.com/ultima_hora/17 ... arse-checa (http://actualidad.rt.com/ultima_hora/175212-avion-fuerza-hungara-estrellarse-checa)
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: mafets em Maio 23, 2015, 09:40:11 am
http://www.janes.com/article/51623/no-technical-problem-in-crashed-hungarian-gripen
Citar
Technical faults were not behind the crash of a Hungarian Air Force Saab Gripen fighter aircraft on 19 May, Czech Defence Minister Martin Stropnicky said.

"It was reported that there was no technical problem," Stropnicky said as he visited Caslav Air Base in the Czech Republic where the two-seat JAS 39D aircraft suffered serious damage after overrunning the runway on landing. Both pilots ejected and survived. The aircraft was one of five Gripens participating in the Lion Effort 2015 multinational exercise.

The Hungarian Ministry of Defence is investigating the causes of the crash.
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fstatic.euronews.com%2Farticles%2F306325%2F1200x630_306325_hungarian-gripen-fighter-plane-crashe.jpg%3F1432086842&hash=ca9eea5e944d71acb727cabb0a38b4c1)

Cumprimentos
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: mafets em Maio 25, 2015, 09:20:31 pm
Citação de: "Roland Barral"
AVIÃO QUE O BRASIL VAI CO FABRICAR PARTICIPA DE GRANDE EXERCÍCIO COM OS AVIÕES MAIS MODERNOS DO MUNDO.

Começa o exercício Artic Challenge 2015, que vai até 4 de junho.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2015%2F05%2FArtic-Challenge-Exercise-ACE-2015-ca%25C3%25A7as-Gripen-foto-For%25C3%25A7as-Armadas-Suecas-580x311.jpg&hash=55d2162fff417c92d924fbd434fe1148)
Mas o Brasil não vai fabricar o Gripen NG? Este é o Gripen C/D... :shock:
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Ftropasearmas.xpg.uol.com.br%2FGRIPEN-NG%2520img_77.jpg&hash=66d7bd91b48e4d875e51d8edf95d4730)
Este continua a ser o único Gripen NG a voar e está na Suécia com vista a certificação e ao futuro desenvolvimento de sistemas para incorporar futuramente no Gripen NG monoplace.
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2F1.bp.blogspot.com%2F_o_no4M2xEPY%2FStQyuUhpPjI%2FAAAAAAAAIVE%2FvW7ob9iQnq8%2Fs400%2FDSC02476-701442.JPG&hash=77984995dd7500a3754d3651d27f85e3)

Cumprimentos
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: mafets em Maio 29, 2015, 09:41:31 pm
http://www.aereo.jor.br/2015/05/29/pilotos-da-fab-compartilham-experiencia-de-voar-o-gripen/
Citar
Repassar aos outros pilotos de caça a doutrina aprendida na Suécia. Essa troca de experiências é uma das tarefas dos capitães Gustavo Pascotto e Ramón Fórneas. Os dois militares permaneceram cinco meses no Esquadrão F-7, da Força Aérea Sueca, para aprender sobre a doutrina do Gripen, o futuro avião de caça da Força Aérea Brasileira (FAB). Ambos participam da operação de combate aéreo (BVR) que acontece na Base Aérea de Anápolis (BAAN), em Goiás.

“A possibilidade de um intercâmbio operacional, por um período desse, é praticamente inédito na Força Aérea Brasileira”, comenta o Capitão Gustavo Pascotto.

O conhecimento operacional adquirido na Suécia, que inclui aulas teóricas, horas de simulador e de voo, com novas metodologias de emprego e de instrução, faz parte da experiência trazida pelos pilotos da FAB. Por isso, a Terceira Força Aérea (III FAE) está gerenciando um grupo de trabalho composto pelos dois capitães e por oficiais de doutrina da aviação de caça. O objetivo é  analisar e, posteriormente, repassar o aprendizado para os demais pilotos de caça da FAB.
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2015%2F05%2Fcapit%25C3%25A3es-Pascotto-e-F%25C3%25B3rneas-que-voaram-Gripen-foto-FAB-580x387.jpg&hash=c9cf4cc110ec0e53cbc9b46bd06e6615)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2015%2F05%2Fcapit%25C3%25A3es-Pascotto-e-F%25C3%25B3rneas-que-voaram-Gripen-foto-2-FAB-580x387.jpg&hash=a50b37191b68ddd7c9117a788c70667a)

Saudações
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Junho 07, 2015, 11:47:48 pm
Saab divulga novo vídeo promocional do Gripen

Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: mafets em Junho 08, 2015, 02:54:39 pm
O Gripen apenas está previsto para entrar na FAB em 2016/17 (leasing da versão c/d) e a partir de 2020/21 na versão NG. Isto se não existirem alterações ao cronograma  para 2018 (já houve com o Pantsir) e relativo ao E para 2021. :wink:
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fupload.wikimedia.org%2Fwikipedia%2Fcommons%2Fd%2Fde%2FMirage_2000C_in-flight_2.jpg&hash=dfd40497b5ba1442abe15b49a1bd2801)

Saudações
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: mafets em Junho 08, 2015, 08:32:11 pm
Citação de: "Los Alamos"
Citar
O Gripen apenas está previsto para entrar na FAB em 2016/17 (leasing da versão c/d) e a partir de 2020/21 na versão NG. Isto se não existirem alterações ao cronograma para 2018 (já houve com o Pantsir) e relativo ao E para 2021

O Gripen NG tem previsão para entrar em serviço em 2018 na FAB, ou até antes, segundo o CEO da Saab em entrevista ao jornal Zero Hora.

Outra coisa, o Gripen E é o mesmo NG.

Em suma, totalmente "desinformado".
Lê devagarinho que chegas lá :mrgreen:  
Citar
O Gripen apenas está previsto para entrar na FAB em 2016/17 (leasing da versão c/d) e a partir de 2020/21 na versão NG. Isto se não existirem alterações ao cronograma para 2018 (já houve com o Pantsir) e relativo ao E para 2021   http://www.aereo.jor.br/2015/03/12/gripen-ng-ou-gripen-e-a-escolha-do-nome-e-a-gosto-do-fregues/
Gripen NG antes dos cortes orçamentais no Brasil: http://www.aereo.jor.br/2014/09/17/f-x2-plano-da-saab-pesou-na-vitoria-do-gripen/
Citar
O pacote de transferência de tecnologia proposto pela sueca Saab teve um grande peso na escolha da empresa para o fornecimento dos 36 caças que irão equipar a Força Aérea Brasileira (FAB), a partir de 2018. A aquisição dos caças tem um custo estimado em cerca de US$ 4,5 bilhões. O contrato deve ser assinado no fim deste ano.
Depois dos cortes orçamentais no Brasil (primeira edição), na Re-Colocação do Cronograma na Suécia (falta de dinheiro e saída dos suíços), atrasos no projecto, bem como  relativo ao Leasing dos Gripen C/D para a FAB:http://www.aereo.jor.br/2014/11/22/brasil-espera-uma-proposta-da-suecia-para-emprestimo-de-cacas-gripen-para-uso-da-fab/  
Citar
O general sueco ofereceu empréstimo dessas aeronaves ao Brasil, que deverão chegar no primeiro semestre de 2016. Serão entre 10 a 12 aeronaves para suprir essa demanda de Defesa Aérea do país. É importante lembrar que apesar de os Gripen NG chegarem em 2018, nós só poderemos estruturar um esquadrão a partir de 2019 e 2020. Por isso supriríamos nossa necessidade com essas aeronaves CD”, declarou o comandante durante audiência na comissão de Relações Exteriores do Senado.
Na Suecia, que como é óbvio produzirá e recebera primeiro o Gripen E (Algo que o CEO da SAAB se esqueceu de dizer na entrevista ao Zero Hora, porque quer é vender aviões e que o Brasil contribua financeiramente para o desenvolvimento do novo caça):  http://www.aereo.jor.br/2015/03/12/saab-apresenta-fotos-da-producao-do-gripen-e/
Citar
Durante a apresentação das imagens, não foi dito especificamente quando ocorreu a união das seções deste que é o primeiro protótipo produzido especificamente do Gripen E (denominado 39-8, seguindo-se ao demonstrador que recebeu a denominação 39-7). Na fase de perguntas e respostas do seminário, Ahlqvist informou que o “roll out” do primeiro avião será em 2016 e Ulf Nilsson, chefe da área de negócios aeronáuticos da empresa, complementou dizendo que o cronograma foi adaptado às necessidades da Suécia, que programou receber o primeiro exemplar de produção em 2019. O cronograma de produção também foi adaptado ao de pagamentos programados (vale lembrar que, em cronogramas anteriores, havia sido informado que a apresentação do protótipo seria em 2015).
E o que realmente interessa, ou seja Contrato de Manutenção para a FAB, assinado para vigorar a partir de 2021(depois dos cortes orçamentais definitivos e ainda sem o voo do primeiro protótipo monoplace e tendo em conta que em Março de 2015 o aparelho se encontrava como na foto postada logo abaixo).
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2015%2F03%2Ffotos-produ%25C3%25A7%25C3%25A3o-Gripen-E-na-Su%25C3%25A9cia-via-Saab.jpg&hash=346cb64eda9edd22ab157bc8927e54d4)
http://www.aereo.jor.br/2014/12/19/gripen-ng-fab-assina-contrato-de-manutencao/
Citar
O acordo inclui serviços de manutenção e suporte técnico especializado para as aeronaves, seus componentes internos e equipamentos de manutenção. A Saab deverá prestar os serviços entre 2021 e 2026, com o apoio direto de empresas brasileiras.
Ou seja como dizia o outro:
(https://jornaloexpresso.files.wordpress.com/2013/03/por-que-no-te-callas.jpg)

Cumprimentos
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: mafets em Junho 09, 2015, 09:40:30 am
http://www.aereo.jor.br/2015/06/08/brasilia-recebe-exposicao-do-novo-caca-da-fab/
Citar
Moradores e turistas que estiverem em Brasília até o próximo domingo (14/06) terão a oportunidade de ver de perto como será o novo caça da Força Aérea Brasileira (FAB). Uma maquete em tamanho real do Gripen NG será exposta a partir desta quarta-feira (10/06) na Esplanada dos Ministérios. A exposição, gratuita, ocorrerá das 8h às 18h.

A maquete é feita de fibra de vidro, madeira e metal. O painel pode ser ligado e permite visualizar algumas das futuras funcionalidades da aeronave multitarefa. Também fazem parte do protótipo os armamentos que poderão ser utilizados no Gripen, como o míssil A-Darter. A maquete pertence à empresa Saab, fabricante do Gripen.

A montagem, que leva dois dias, começa hoje (08/06). Dez pessoas, entre militares da FAB e técnicos da empresa, vão participar do trabalho. “É um quebra-cabeças, onde todas as peças têm um lugar bem específico, inclusive dentro do container. Se a sequência não estiver correta, o material não se encaixa”, afirma o mecânico, Suboficial Divaldo Soares. Ao todo, são cerca de 14 toneladas de equipamentos.

Novo Caça

O Brasil assinou, em outubro de 2014, o contrato para a aquisição de 36 caças Gripen NG. Além da compra em si, o projeto envolve a participação de brasileiros no desenvolvimento da aeronave e na construção de unidades, tanto na Suécia quanto no Brasil, com transferência de tecnologia.

Os 36 caças devem ser entregues entre 2019 e 2024. Todos ficarão sediados na Base Aérea de Anápolis, no interior de Goiás, podendo operar a partir de pistas de pouso espalhadas em todo o País.

Será a primeira vez que o Brasil receberá caças supersônicos novos desde a chegada dos F-5 em 1975.
Oportunidade de ver a maquete do futuro caça brasileiro, que será entregue entre 2019 e 2024, mas com contrato de manutenção assinado para entrar em vigor apenas em 2021. É a vida, uns sabem e outros "fazem de conta" :twisted: http://www.aereo.jor.br/2014/12/19/gripen-ng-fab-assina-contrato-de-manutencao/
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2015%2F04%2FMockup-Gripen-NG-na-Festa-da-Ca%25C3%25A7a-na-Base-A%25C3%25A9rea-de-Santa-Cruz1-580x339.jpg&hash=9aa301965562ad8031c0684691741015)
Citar
Moradores e turistas que estiverem em Brasília até o próximo domingo (14/06) terão a oportunidade de ver de perto como será o novo caça da Força Aérea Brasileira (FAB). Uma maquete em tamanho real do Gripen NG será exposta a partir desta quarta-feira (10/06) na Esplanada dos Ministérios.

Cumprimentos :mrgreen:
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Julho 20, 2015, 02:59:11 pm
ATRASO NA COMPRA DOS GRIPEN DA FAB AFETA LUCRATIVIDADE DA SAAB

Governo brasileiro ainda não assinou o contrato de financiamento para compra de 36 caças Gripen NG

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fairway.uol.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2015%2F05%2Fsaab-jas-39-gripen-170487.jpg&hash=1496666e1f4d559e6315e8ea71087530)

A companhia sueca de defesa Saab teve queda no lucro líquido no segundo trimestre deste ano, para 167 milhões de coroas, ante 236 milhões de coroas no mesmo período do ano passado. O resultado foi prejudicado pela redução do lucro operacional em consequência do atraso no contrato para vender 36 caças Gripen NG para o Brasil.

Também pesaram sobre o resultado o fraco desempenho da divisão Dynamics e os gastos de desenvolvimento relacionados ao programa T-X, pelo qual a Saab está colaborando com a Boeing para construir uma nova aeronave para a Força Aérea dos Estados Unidos.

 Saab – que fabrica jatos de combate, submarinos, radares e sistemas de mísseis – afirmou que as encomendas recebidas durante o segundo trimestre somaram 14,20 bilhões de coroas, uma elevação de 4,05 bilhões de coroas comparado aos mesmo período em 2014.

As vendas aumentaram para 5,94 bilhões de coroas no segundo trimestre, de 5,69 bilhões de coroas, mas o lucro operacional caiu para 157 milhões de coroas, contra 373 milhões de coroas do resultado anterior.

Fonte: http://airway.uol.com.br/atraso-no-cont ... e-da-saab/ (http://airway.uol.com.br/atraso-no-contrato-para-os-gripen-da-fab-afeta-lucratividade-da-saab/)
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: mafets em Julho 28, 2015, 09:38:43 am
http://www.aereo.jor.br/2015/07/27/segundo-revista-veja-suecos-estao-em-brasilia-para-negociar-contrato-dos-gripen/
Citar
Uma missão sueca desembarcou hoje em Brasília para reuniões no Ministério da Fazenda e no Itamaraty para a última tentativa de fazer o governo brasileiro honrar o que foi acordado sobre as taxas de juros da compra de 36 caças Gripen NG.

Joaquim Levy vem tentando renegociar a compra alegando dificuldades econômicas por parte do governo brasileiro.

Os suecos estão à beira de desistir do negócio de 5,4 bilhões de dólares.

FONTE: Veja, Radar on-line
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2015%2F04%2FGripen-NG-Mock-up-580x395.jpg&hash=82e1615eb5b09545dacb4ccf91576597)

Cumprimentos
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Julho 28, 2015, 03:35:17 pm
Citação de: "mafets"
http://www.aereo.jor.br/2015/07/27/segundo-revista-veja-suecos-estao-em-brasilia-para-negociar-contrato-dos-gripen/
Citar
Uma missão sueca desembarcou hoje em Brasília para reuniões no Ministério da Fazenda e no Itamaraty para a última tentativa de fazer o governo brasileiro honrar o que foi acordado sobre as taxas de juros da compra de 36 caças Gripen NG.

Joaquim Levy vem tentando renegociar a compra alegando dificuldades econômicas por parte do governo brasileiro.

Os suecos estão à beira de desistir do negócio de 5,4 bilhões de dólares.

FONTE: Veja, Radar on-line
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2015%2F04%2FGripen-NG-Mock-up-580x395.jpg&hash=82e1615eb5b09545dacb4ccf91576597)

Cumprimentos

Este colunista da Revista (RE)Veja sempre exagera nos fatos. Até parece que os escandinavos vão desistir de uma bufunfa destas.
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Cabeça de Martelo em Julho 28, 2015, 05:48:23 pm
Não sei não... já vi coisas mais estranhas no Brasil. :shock:
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Julho 28, 2015, 07:02:38 pm
Citação de: "Cabeça de Martelo"
Não sei não... já vi coisas mais estranhas no Brasil. :shock:

De fato coisas bizarras é o que não faltam nestas terras. Mas cá pra nós, isso é apenas uma questão de acerto. Os suecos não largariam fácil assim o contrato, ainda mais depois da ré na Suíça. Tudo é questão de ajuste e muita coisa está em jogo.
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: mafets em Julho 29, 2015, 11:07:10 am
http://www.aereo.jor.br/2015/07/28/divergencia-sobre-taxa-de-juros-ameaca-compra-de-cacas-suecos/
Citar
BRASÍLIA — A compra dos 36 caças suecos modelo Gripen NG para a Força Aérea Brasileira (FAB), anunciada no final de 2013, está sob ameaça. A pedido do ministro da Fazenda, Joaquim Levy, a presidente Dilma Rousseff solicitou ao governo da Suécia uma revisão da taxa de juros prevista no contrato. O ajuste fiscal e a redução das taxas de juros vigentes na Europa foram os principais argumentos. A fim de evitar o cancelamento do contrato, caso não haja um acordo entre os países, chegou ao Brasil ontem uma comissão de suecos, com representantes da fabricante Saab.

O grupo se reuniu com o ministro da Defesa, Jaques Wagner, que tenta negociar uma taxa intermediária, segundo a assessoria da pasta. Os juros previstos no contrato são de 2,54% ao ano, e Levy quer reduzir o percentual para 1,54%. Jaques Wagner teria proposto uma taxa de 1,98% ao ano. Quando o governo anunciou que havia escolhido o modelo Gripen NG, a empresa Saab estimou que o contrato de fornecimento dos 36 caças seria no valor de US$ 5,4 bilhões.

MEDO DE NEGOCIAÇÃO VOLTAR À ESTACA ZERO

A assessoria de imprensa da Aeronáutica informou apenas que o assunto está sendo conduzido pela Defesa com a equipe econômica. Nos bastidores, porém, há temor de que haja retrocesso e as negociações voltem à estaca zero.

A FAB esperou por mais de uma década pela definição da compra. A Força Aérea aposentou os caças Mirage, e atualmente dispõe dos caças F-5, que foram revitalizados, mas são aeronaves consideradas obsoletas. A entrega do primeiro Gripen, previsto para substituir o F-5, está programada para 2019 e o último, para 2024.

Ainda de acordo com a assessoria do Ministério da Defesa, a decisão final será da presidente Dilma, que está disposta a manter o contrato. Além da perda do tempo se a compra for revista, a desistência implicaria no pagamento de multas. A Defesa alega que o contrato não está ameaçado, e que o prazo para que os dois países cheguem a um acordo termina apenas em outubro. A reunião de ontem, que entrou pela noite, não chegou a um acordo.

O contrato de aquisição dos caças suecos prevê a transferência de tecnologia para a indústria nacional, além do treinamento de pilotos e mecânicos brasileiros. Essa fase do processo está pendente, aguardando a definição em relação ao contrato de financiamento.

As negociações entre a FAB e a fabricante Saab para a assinatura do contrato começaram após o governo brasileiro optar pela compra dos caças suecos. Além do sueco Saab Gripen NG, participaram do processo de seleção o americano Boeing F-18/F, da Boeing; e o francês Rafale F-3, da Dessault.

Em novembro do ano passado, a FAB informou que dois capitães haviam feito os primeiros testes com os caças suecos. Gustavo de Oliveira Pascotto e Ramon Santos Fórneas voaram por 50 minutos em aviões Gripen D, acompanhados por pilotos da Força Aérea da Suécia. Os Gripens voaram em uma área de instrução sobre a Suécia e o Mar Báltico.

Após a decolagem, os aviões atingiram 10,6 mil de altitude em um minuto e meio, uma taxa de subida de 118 metros por segundo. O pouso ocorreu na base de Satenas, na Suécia.

Antes de escolher o Gripen, o governo brasileiro, ainda na gestão do ex-presidente Lula, havia sinalizado que compraria o francês Rafale. Na comemoração do 7 de Setembro em 2009, Lula aproveitou a presença do presidente da França, Nicolas Sarkozy, em Brasília, para anunciar a disposição do Brasil. Mas o negócio não foi fechado.

FONTE: O Globo
Depois da Veja é o Globo. Por isso sempre digo "ver para crer" e não "embandeirar em arco" antes do contrato fundamental ser assinado (já era dado como certo o Gripen NG a voar "amanha" com as cores da FAB  :twisted: ). Isto e apesar de não acreditar no cancelamento do contrato tanto pelas multas como pelas perdas para os dois países, soluções caso não exista o acordo sobre a redução do valor do juro, podem passar desde o alargamento do prazo de pagamento, à redução do número de caças, passando pela hipótese dos Gripen C/D, fabricados ou adquiridos. Vamos ver... :roll:
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2014%2F11%2FGripen-NG-para-o-Brasil-concep%25C3%25A7%25C3%25A3o-art%25C3%25ADstica-Saab-580x399.jpg&hash=31cfab2e7cf1293f24d53be9217c6502)
Entretanto para a tarde parece já existir "fumo branco".  :wink:
http://www.aereo.jor.br/2015/07/29/governo-da-suecia-aceita-reduzir-a-taxa-de-juros-no-contrato-dos-cacas-gripen-ng-da-fab/
Citar
O governo da Suécia aceita reduzir a taxa de juros no contrato de financiamento para venda de 36 caças para a Força Aérea Brasileira, desde que o Brasil concorde em bancar parte do prejuízo com a troca de taxas.

A negociação pode ser fechada nesta quarta (29), quando deve deixar o Brasil uma delegação da agência de promoção e fomento às exportações do país europeu, a SEK.

Segundo a Folha apurou, o Palácio do Planalto nunca cogitou encerrar o negócio devido à discussão, como temiam executivos da fabricante do caça, a Saab.

O Brasil escolheu o Gripen para reequipar a FAB no fim de 2013 e, em 2014, assinou um contrato –que, à época, ficou em US$ 5,4 bilhões (R$ 18 bi na cotação desta terça). O problema é que o financiamento pela SEK teria de ser fechado e aprovado pelo Senado até o meio do ano.

Foi pedida prorrogação de prazo porque o Brasil desejava reduzir a taxa de juros pactuada, de 2,54% ao ano.

Como essa taxa é flutuante dentro das normas da OCDE (Organização de Cooperação e Desenvolvimento Econômico, órgão internacional que promove o livre comércio), neste mês ela está em 2,19% –chegou a cair para 1,98% em maio.

Os suecos toparam cobrar 2,19%, desde que a diferença para os 2,54% originais seja recomposta, já que seu governo sofreria críticas. Cerca de 60% do PIB local vem de exportações, e a concessão seria vista como senha para que outros clientes buscassem a mesma vantagem.

Do lado brasileiro, contudo, as autoridades consideram que não teriam como explicar que aceitaram uma taxa mais alta neste momento de dificuldades econômicas –ainda seja um pagamento que começa apenas daqui a oito anos e meio.

DIVISÃO DA PERDA

Duas fórmulas de divisão da perda estão em análise. Em uma, o Tesouro brasileiro assumiria metade do custo adicional com a redução da taxa de juros, estimado em US$ 180 milhões, e a Suécia ficaria a outra parcela.

A outra criaria uma taxa de administração de 0,35%, equivalente à diferença das taxas de juros, que começaria a ser paga pelo Brasil a partir do 11º ano do financiamento de 15 anos.

Os primeiros aviões devem chegar em 2019 e a produção será nacionalizada aos poucos, fazendo com que os últimos modelos sejam montados no Brasil, pela Embraer.

A orientação de Dilma Rousseff é forçar a Suécia a ceder nas negociações, mas sem colocar em risco o fechamento do contrato, o que traria péssima repercussão internacional. E interna: a FAB esperou mais de uma década pela escolha e já enviou pilotos para treinamento na Suécia.

FONTE: Folha de São Paulo
:
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2015%2F04%2FMock-up-do-Gripen-NG-580x387.jpg&hash=e512aa72824815604bcb8a7acb9f6a31)

Cumprimentos
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Julho 29, 2015, 03:07:18 pm
Como eu disse era questão de ajustes e acertos.
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Menacho em Julho 29, 2015, 03:50:49 pm
Tensas reuniones entre autoridades de SAAB y el gobierno brasileño por el precio final de los Gripen para la FAB

Citar
(defensa.com) Representantes de Saab y el gobierno sueco están sosteniendo una ronda de agitadas reuniones con autoridades de los Ministerios de Economía y Relaciones Exteriores (probablemente Defensa también forme parte de la agenda) para que sea mantenido el compromiso y el calendario de pagos originalmente pactado por los 36 cazas Gripen NG reservados para la Fuerza Aérea Brasileña.

Aunque el ministro de Defensa, Jaques Wagner, insistió en afirmar que en pocos días se confirmarían los contratos para la FAB, tanto el titular de Finanzas, Joaquim Levy, como fuentes de la cancillería y la misma presidente Dilma Rousseff, han insistido en aspirar a una rebaja en las tasas de interés inicialmente incluídas en las tratativas,ya aprobadas por el Congreso de Suecia,y cuya renegociacion debería, si se acepta, retornar al Parlamento sueco,así como la también acordada transferencia tecnológica hacia Brasil. Autoridades de la FAB brasileñas no dejan  de señalar su gran preocupación ante la presente indefinición. (Javier Bonilla)
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Julho 29, 2015, 05:58:56 pm
Brasil fecha acordo financeiro com Suécia para pagamento de 36 caças da Saab

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2015%2F04%2FMockup-Gripen-NG-na-Festa-da-Ca%25C3%25A7a-na-Base-A%25C3%25A9rea-de-Santa-Cruz.jpg&hash=22015e4c732ca564e2dca6ad1fdd4d43)


BRASÍLIA (Reuters) – O Ministério da Defesa fechou o acordo financeiro para o pagamento de 36 caças Gripen NG, fabricados pela sueca Saab, que serão adquiridos pelo país para equipar a Força Aérea Brasileira (FAB), disse nesta quarta-feira uma porta-voz do Ministério.

A Saab ganhou no final de 2013 a disputa para fornecer caças para a FAB. A previsão é de que as aeronaves sejam entregues ao país entre 2019 e 2024.

(Reportagem de Anthony Boadle)

FONTE: Reuters
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: mafets em Outubro 23, 2015, 09:23:53 am
Ena, tantos Gripen em Portugal... :twisted:
(https://scontent-lhr3-1.xx.fbcdn.net/hphotos-xta1/v/t1.0-9/12096136_935936956461562_1847425225951817188_n.jpg?oh=5aded6907ce9385c658194daa65f1bae&oe=568BFF10)
Citar
Chegando em Portugal, na base aérea de Beja. Ombasering com seis Jas 39 Gripen de Luleå já foi planejado. Reabastecimento aéreo de dois era necessário para chegar lá. O vôo levou cerca de seis horas.

https://www.facebook.com/ftjugoett/photos/a.935937019794889.1073741883.178463022208963/935936956461562/?type=3&theater

Saudações
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: luis simoes em Outubro 24, 2015, 05:57:42 pm
Bem vindos
quem sabe se nao estaremos perante o futuro caça da FAP........?
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Outubro 24, 2015, 07:33:40 pm
Citação de: "luis simoes"
Bem vindos
quem sabe se nao estaremos perante o futuro caça da FAP........?

Polêmica a vista.  :mrgreen:
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: Get_It em Outubro 25, 2015, 08:13:32 am
Croatia re-establishes interest in Swedish Gripen, may opt for new jets
(25 de Outubro de 2015)
Citação de: "Marcel Burger / AIRheads FLY"
Sweden responded to a re-established request by the Government of Croatia on the possible purchase or lease of the SAAB JAS 39 C/D Gripen multi-role fighter.

According to the Swedish Defence Export Authority (Försvarsexportmyndigheten; FXM) information was sent on Friday 23 October regarding the purchase of 8 to 12 new-to-build aircraft.

[continua]
Fonte: http://airheadsfly.com/2015/10/25/croatia-re-establishes-interest-in-swedish-gripen/

Cumprimentos,
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: mafets em Outubro 28, 2015, 11:57:02 am
Citação de: "luis simoes"
Bem vindos
quem sabe se nao estaremos perante o futuro caça da FAP........?
Então mas não era o F18 Super Hornet?
Citação de: "luis simoes"
Boas
um kit bem elaborado pena é que essa mesma esquadra nao sera activada ou reactivada caso venha os grippen....
 Serao colocados em Monte real nas ESQ 201/301......tem toda a sua logica........
falando do kit concordo na colocaçao dos simbolos da cruz de cristo mais ou menos a meio da aeronave e nunca no cockpit ou seja nao fugira muito ao esquema actual do f-16 desafio que faça um f 18 super hornet e que aqui o exponha........pois sera de certeza esta a futura Aeronave da FAP...........

Cumprimentos
Título: Re: JAS-39 Gripen
Enviado por: luis simoes em Outubro 28, 2015, 09:05:21 pm
Boas meffets
Eu desejaria que assim fosse mas não temos dinheiro para esta belíssima Aeronave se vier o grippen será bem vinda.....
Título: Re: Gripen
Enviado por: mafets em Outubro 29, 2015, 10:06:43 am
Espero que o caça no Video não seja o protótipo do Gripen NG, senão nem em 2020... ::) :o
Citar
http://www.aereo.jor.br/2015/10/28/video-cenas-de-voos-e-de-fabricacao-de-cacas-gripen-na-visita-de-rousseff-a-suecia/ (http://www.aereo.jor.br/2015/10/28/video-cenas-de-voos-e-de-fabricacao-de-cacas-gripen-na-visita-de-rousseff-a-suecia/)

Para quem ainda não viu, vídeo veiculado em 20 de outubro pela NBR com a cobertura da visita da presidente Dilma Rousseff à Suécia, quando conheceu o caça Gripen nas dependências da fabricante sueca Saab. Exemplares da aeronave puderam ser vistos tanto em voo, em apresentação e escolta ao avião presidencial, quanto em terra, quando a presidente conheceu uma réplica do Gripen NG e uma aeronave em montagem na fábrica da Saab.

O Gripen foi selecionado no final de 2013 como o novo caça da Força Aérea Brasileira (FAB) no programa F-X2, que se arrastou ao longo de vários anos. Com as negociações que se seguiram ao anúncio da seleção, os contratos para desenvolvimento e aquisição foram assinados, o mais recente deles no final de agosto, referente ao financiamento, seguido da formalização e efetivação em setembro.

Saudações
Título: Re: Gripen
Enviado por: mafets em Janeiro 27, 2016, 11:50:04 am
http://www.aereo.jor.br/2016/01/20/brasil-tera-participacao-especial-no-congresso-aerospace-technology-2016/ (http://www.aereo.jor.br/2016/01/20/brasil-tera-participacao-especial-no-congresso-aerospace-technology-2016/)
Citar
A edição deste ano terá como tema a “Tecnologia sueca aeroespacial em um mundo globalizado”. A programação será dividida em sessões plenárias e painéis técnicos. Haverá também exibição de produtos e tecnologias aeroespaciais. Nas sessões plenárias, estão previstas palestras sobre o sistema de inovação aplicado ao setor, investimentos em P&D suecos na área espacial e seu impacto no desenvolvimento da sociedade, entre outros focados no ecossistema nacional. Os projetos desenvolvidos com o Brasil e outros parceiros serão apresentados nos painéis técnicos.
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2015%2F10%2FSaab-Gripen.jpg&hash=61e6cd0f461d0445e69f104e91c80791)
O Gripen NG em Outubro de 2015. Avançou pouco no ano em questão. Como será 2016? A ultima notícia.
http://www.fab.mil.br/noticias/mostra/23195/GRIPEN%20NG%20-%20Brasil%20e%20Su%C3%A9cia%20estabelecem%20procedimentos%20para%20certifica%C3%A7%C3%A3o%20dos%20futuros%20ca%C3%A7as (http://www.fab.mil.br/noticias/mostra/23195/GRIPEN%20NG%20-%20Brasil%20e%20Su%C3%A9cia%20estabelecem%20procedimentos%20para%20certifica%C3%A7%C3%A3o%20dos%20futuros%20ca%C3%A7as)
Citar
Brasil e Suécia vão trabalhar juntos na certificação dos caças Gripen NG. O Instituto de Fomento e Coordenação Industrial (IFI) e o Swedish Military Aviation Safety Inspectorate (FLYGI) formalizaram o reconhecimento mútuo de atividades relacionadas à certificação. Isso significa que as duas instituições poderão dividir os trabalhos de conferir as capacidades do futuro jato de combate em desenvolvimento pelos dois países. O processo de assinatura do Implementation Procedure (processo de implantação) ocorreu no dia 9 de outubro.
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.fab.mil.br%2Fsis%2Fenoticias%2Fimagens%2Fpub%2F26279%2Fi15101416555459388.jpg&hash=98b93b655e7642611ad6263e938a61f6)

Cumprimentos
Título: Re: Gripen
Enviado por: NVF em Janeiro 31, 2016, 04:40:59 pm
Analisar uma situação ultra complexa com base num único parâmetro só pode levar a conclusões absurdas. Deixar de fora aspectos como qualidade e treino dos pilotos, apoio em terra, logística (número de aparelhos disponíveis), qualidade das armas e sensores, capacidade de disparo off boresight, ECM, tamanho do avião, características furtivas, qualidade dos motores (mais ou menos fumo) é deixar quase tudo de fora.

No futuro, por favor, inclua as referências utilizadas nas suas argumentações. Publicar gráficos sem qualquer referência quanto à sua origem significa muito pouco por estas paragens.

Passar bem.
Título: Re: Gripen
Enviado por: HSMW em Janeiro 31, 2016, 07:44:41 pm
Ainda me lembro quando era o Rafale o melhor caça do mundo...
Nada de novo por aqui... Siga...
Título: Re: Gripen
Enviado por: NVF em Fevereiro 01, 2016, 01:56:56 pm
Excelentes argumentos! E que estudo fenomenal esse, escrito por um 'climate skeptic' australiano — sem dúvida um grande entendido em questões de aviação militar contemporânea. Para mais informação sobre o autor aqui fica um link: http://www.skepticalscience.com/david-archibald-exaggerates-solar-influence-on-future-climate-change.html (http://www.skepticalscience.com/david-archibald-exaggerates-solar-influence-on-future-climate-change.html)

Já agora, como vossemecê falhou em colocar um link para esse amplo estudo de menos de 2000 palavras, aqui fica para todos poderem apreciar o seu rigor cientifico e a eloquência do autor: http://dailycaller.com/2016/01/22/american-gripen-the-solution-to-the-f-35-nightmare/ (http://dailycaller.com/2016/01/22/american-gripen-the-solution-to-the-f-35-nightmare/)
Título: Re: Gripen
Enviado por: Cabeça de Martelo em Fevereiro 02, 2016, 12:35:34 pm
Trata-se de um amplo estudo, levando-se em conta todas as variáveis possíveis do combate aéreo, inclusive todas essas que vós micê citou. Na verdade, o Gripen é 100% superior em praticamente todos ou todos esses quesitos indexados por vós micê.

Em suma é o seguinte, velho: os especialistas americanos chegaram a conclusão que os EUA não têm mais a vantagem que suponham ter sobre a Força Aérea russa.

O F-35 é um estorvo insustentável do ponto de vista de sua eficiência em combate, logístico e econômico, e inferior ao SU-35 sob qualquer ponto de vista.

O F-22 supera o SU-35 em 2.0 para um, o Gripen E supera o SU-35 em 1.6 para um, segundo este estudo conduzido pelos próprios americanos.

O F-22 apesar de superar o SU-35, também é muito caro de operar, e mesmo para o país mais rico e poderoso do mundo, suas horas de voo são muito limitadas por serem muito caros de manter.

O F-35 não é mais imune aos radares modernos, incluindo o instalado no SU-35 e no SU-27.

A mais recente iteração da família Flanker Su-27, Su-35, tem IRST e radar banda L em suas asas. Radar banda L de baixa frequência podem ver aviões furtivos a mais de 100 milhas de distância, ou seja, 160 Km, o IRST pode facilmente detectá-lo a 60 milhas,. Assim, um Su-35 pode ver um F-35 bem antes do F-35 pode detectá-lo. Furtivo, como um fim em si mesmo, tem perdido sua utilidade, e manter essa revestimento RAM está matando o orçamento para nenhuma boa razão.

Cada hora de voo do F-22 custa 58 mil dólares, e cada hora de voo do F-22 requer 42 horas/homem em manutenção, o F-35 é ainda pior e mais caro, são 75 horas/homem por hora voada.

O Gripen E custa menos de um terço do F-35 e sua manutenção é de menos de um décimo do F-35 por hora de voo.

O Título deste estudo é: "Gripen Americano: A solução para o pesadelo do F-35."

O F-35 quando entrar em plena produção já será um avião desatualizado, precisando de uma modernização de 2,6 bilhões de dólares, segundo este estudo.

A solução proposta é que a Boeing produza o Gripen E sob licença para que este equipe a Força Aérea dos EUA.

O Gripen modelo A já era superior ao F18 e ao F16 em muitos aspectos, e estamos falando do Gripen NG, ainda mais potente e manobrável, isso é dito pelos próprios americanos, em dogfight não há chances contra o Gripen, o F16 é facilmente superado pela capacidade de manobra do Gripen (A) sem perder energia, e contra o F18 não há competição, em BVR os F18 são atingidos antes de saberem que os Gripen estão na área.

Lembrando que o radar AESA e o IRST do Gripen NG estão  entre os mais modernos do mundo, não sei sua capacidade em relação ao SU-35, mas o radar do Gripen A detectava o Mig-29 60 Km antes que ele pudesse detectar o Gripen.

F18 e F16 são abatidos como patos pelo SU-27 e SU-35, segundo este estudo.

Lembrando que o F16 nem chegou a concorrer no FX-2, foi desclassificado antes, e este relatório tem mais de 60 mil páginas. O Brasil não escolheu esse avião a toa.

O Brasil não dá mole.

Que F-16 estás a falar? É que há inúmeras versões com capacidades muito díspares entre si.

Por exemplo a última versão:

Citar
Some of the major upgrade features include:

Active electronically scanned array radar

The active electronically scanned array (AESA) radar is a phased array radar that offers increased operational combat capabilities, including:
All-weather air-to-air targeting
High resolution ground target detection and imaging
Integration with advanced GPS weapons
Near simultaneous air-to-air and air-to-ground radar modes


Automated Ground Collision Avoidance System

The Automated Ground Collision Avoidance System, or AGCAS, provides the pilot with improved situational awareness of imminent collision with the ground. The system can take control of the aircraft to avoid a collision if the pilot doesn’t respond to the visual cues.

F-16 Upgrades

Improvements to the cockpit and upgraded mission computer
 A single high-performance modular mission computer (MMC) system replaces the fighter jet's three original computers, to deliver enhanced computing power to the aircraft's avionics and weapon systems. For pilots, the MMC significantly improves situational awareness, air-to-air capabilities, targeting accuracy and information. These improvements to the cockpit include:
Software and system upgrades
A large, high-resolution Center Pedestal Display that dramatically increases pilot situational awareness with real-time processing and imaging of flight safety information
An upgraded programmable displays generator
Integrated control of the various electronic warfare displays and systems all supported by a gigabit Ethernet architecture
Embedded global positioning system

On top of our broad base of experience and numerous F-16 modernization programs, our workforce has unique experience that enables them to understand the intricacies of the aircraft, how the complex systems interact and how to integrate the systems so that they work together seamlessly. Our long-term knowledge of suppliers, design and integration expertise as the Original Equipment Manufacturer, and ownership of critical development and integration facilities allows us to execute the most affordable upgrade and modernization programs quickly and efficiently.

“When it comes to upgrading the F-16, our experience is unmatched. We provide proven, reliable performance and delivery – every time. We fulfill our commitments to meet schedule, performance, and cost, time and time again,” McLean said. “Our track record speaks for itself – we have demonstrated our ability to deliver for more than 40 years. We remain the preferred partner of choice to affordably evolve the F-16 to meet critical operational and sustainment needs – now and for the next 40 years.”

Título: Re: Gripen
Enviado por: NVF em Fevereiro 02, 2016, 02:46:28 pm
Acho piada que o pessoal ainda se dá ao trabalho de responder a provocações baratas num tom sério, mesmo depois das baboseiras e mentiras terem sido expostas.

Independentemente do que dizem (e os teclados aceitam todo o tipo de estupidez) prefiro ir para qualquer guerra com F-16 do que com Gripen E, pela simples razão de que o primeiro existe, está testado e comprovado e o segundo nem por isso.
Título: Re: Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Fevereiro 02, 2016, 04:25:27 pm
Acho piada que o pessoal ainda se dá ao trabalho de responder a provocações baratas num tom sério, mesmo depois das baboseiras e mentiras terem sido expostas.

Independentemente do que dizem (e os teclados aceitam todo o tipo de estupidez) prefiro ir para qualquer guerra com F-16 do que com Gripen E, pela simples razão de que o primeiro existe, está testado e comprovado e o segundo nem por isso.

São aeronaves díspares de gerações diferentes. É questão de perspectivas. Apenas isso.
Título: Re: Gripen
Enviado por: NVF em Fevereiro 02, 2016, 05:11:42 pm
A única perspectiva que interessa aqui é que se recorre a lixo como o suposto "amplo estudo" para sustentar argumentos infantis e imbecis. Haja paciência! 
Título: Re: Gripen
Enviado por: Cabeça de Martelo em Fevereiro 02, 2016, 05:49:35 pm
Que versão do F-16 está no dito gráfico? Que versão do F-15 está no gráfico? Que versão do F-18 está no gráfico? Que versão do Gripen está no gráfico?

Citar
There is no fighter out there that can sustain a 9g turn indefinitely. I fly F-16s, and we can sustain a high g turn better than just about any aircraft in the world, including the F-15. In a clean configuration going into a max g turn at 500 knots in full afterburner, we can only sustain 9g's for a few seconds, then the g's rapidly begin to bleed off as your airspeed decreases. Like someone mentioned above, your instantaneous g will be much higher than your sustained g. Some fighters, have very good instantaneous turn rates, but crappy sustained rates (delta wing aircraft are like that). Others are terrible in both rates (Mig 23 and 25 for example). The F-16 is good in both regimes which is why it generally has an advantage over most fighters in a turning fight.

Alguém explique-me como o F-22 que tem motores estupidamente potentes e TVC, fica atrás de um caça quem tem motores menos potentes e não tem TVC.
Título: Re: Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Fevereiro 02, 2016, 05:51:07 pm
A única perspectiva que interessa aqui é que se recorre a lixo como o suposto "amplo estudo" para sustentar argumentos infantis e imbecis. Haja paciência!

Eu discuto o Gripen, não contenda entre dois foristas.
Título: Re: Gripen
Enviado por: NVF em Fevereiro 02, 2016, 07:22:37 pm
A verdade dolorosa é evitar responder quando se é submetido a provas irrefutáveis. O teu "amplo estudo" é uma fraude! Mais, apesar de já terem sido aqui postos documentos que provam inequivocamente que a FAB e RAAF (da primeira vez dizias que era a RAF) não foram as únicas forças estrangeiras a serem distinguidas com a tal Presidential Citation Unit, continuas a insistir na mentira. Pois olha, diverte-te com mais uns factos e vai dar banho ao cão!

Atenção, que para veres o que interessa, nalguns casos, vais ter que passar da primeira página — isto, considerando que sabes ler, o que pelo que nos tens dado a ver se calhar não assim tão óbvio.
https://www.awm.gov.au/encyclopedia/pow/korea/3rar_citation/ (https://www.awm.gov.au/encyclopedia/pow/korea/3rar_citation/)
http://www.vvaa.org.au/1rar.htm (http://www.vvaa.org.au/1rar.htm)
http://medals.nzdf.mil.nz/category/m/m2.html (http://medals.nzdf.mil.nz/category/m/m2.html)
http://www.scoop.co.nz/stories/PO0606/S00073.htm (http://www.scoop.co.nz/stories/PO0606/S00073.htm)
http://armypubs.army.mil/epubs/pdf/go6720.pdf (http://armypubs.army.mil/epubs/pdf/go6720.pdf)
http://armypubs.army.mil/epubs/pdf/go6982.pdf (http://armypubs.army.mil/epubs/pdf/go6982.pdf)
http://armypubs.army.mil/epubs/pdf/go6840.pdf (http://armypubs.army.mil/epubs/pdf/go6840.pdf)
http://2db.free.fr/images/puc/puc_us.gif (http://2db.free.fr/images/puc/puc_us.gif)




Título: Re: Gripen
Enviado por: HSMW em Fevereiro 02, 2016, 07:31:32 pm


Citar
Apenas publico informações, como no caso da Citação Presidencial que o Brasil recebeu do governo dos EUA pela participação na Segunda Guerra...
E bem, mas vamos já definir que caso sejam coladas tais citações a fonte deve ser sempre indicada.

Citar
Sobre o Gripen, trata-se de uma máquina incrível, tanto é que os pilotos brasileiros que pilotaram o Gripen C/D na Suécia, disseram que ele é muito superior ao M2000 e aos F5M.... e estamos falando do Gripen E...
E actualmente o que não é superior ao F5 e Mirage 2000???   ::)

Citar
Esta máquina vai ser fabricada no Brasil, com todos os seus segredos revelados aos brasileiros...é algo inimaginável...
Para um país que já tem a Embrarer como uma grande empresa de referência no campo da aeronáutica, e criada em1969 não vejo o que existe aqui de inimaginável... Apenas que já devia ter acontecido à muitos anos atrás. 

Citar
Certa feita, um executivo da IAI ou da Elbit, não sei dizer com certeza, foi perguntado por que Israel repassava tanta tecnologia sensível ao Brasil, e ele: "O Brasil é o Brasil".
Fonte?

Citar
avião por avião o Gripen é muito superior tanto ao FA18, quanto ao mísero F16.
E tratando o F-16 com tal termo se nota um nulo conhecimento sobre aviação. Nenhum piloto ou simples fã de aviação diria tal coisa.
Com isto apenas demonstra o tal complexo de inferioridade. Nada a que não estejamos habituados com foristas brasileiros.

Título: Re: Gripen
Enviado por: NVF em Fevereiro 02, 2016, 09:34:05 pm
Quando não se sabe do que está a falar corre-se o risco de dizer baboseira. Caso não saibas tal citação existe desde a II Guerra Mundial e, desde então, tem sido atribuída a unidades americanas e a dezenas de unidades de outros países, incluindo da América do Sul, em todos os conflitos em que os EUA participaram*. Quando se tem dificuldades cognitivas e fraco domínio da língua corre-se o risco de mentir e deturpar o que os outros dizem. Vai-te tratar.

* se quiseres mesmo ver o que foi dito, facilito-te as coisa: http://www.forumdefesa.com/forum/index.php?topic=4408.msg254658#msg254658
Título: Re: Gripen
Enviado por: NVF em Fevereiro 02, 2016, 10:38:48 pm
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fjoeforamerica.wpengine.netdna-cdn.com%2Fwp-content%2Fuploads%2F2014%2F11%2FObama-Facepalm-360x225.jpg&hash=0b2a05ec9cfcb9d7439ea4dac63ba3d6)

Porque, por decreto colariano, o presidente não vai poder mais atribuir a Presidential Unit Citation, e todas as citações posteriores à II Guerra Mundial vão ser anuladas, ficando somente três unidades estrangeiras com tamanha honraria: 2ª Divisão Blindada do Exército Francês, 3º Regimento Estrangeiro de Infantaria do Exército Francês e 1º Grupo de Aviação de Caça da Força Aérea Brasileira.

A decisão inicial de deixar a honraria somente com a unidade da FAB foi fortemente contestada pela França, o que levou o magnânimo Colares a conceder. Entretanto, milhares de veteranos de inúmeros países aliados dos Estados Unidos, entre eles membros do Batalhão Colombiano que combateu na Guerra da Correia recusam entregar as suas medalhas, como forma de protesto. No entanto, fontes anónimas do Hospício Pedro II garantem que o napoleão do hemisfério sul não se deixa intimidar e vai prosseguir com a sua missão de ganhar todas as batalhas na Internet.
Título: Re: Gripen
Enviado por: Cabeça de Martelo em Fevereiro 03, 2016, 04:56:24 pm
Então vamos lá ver, para o Colares o Gripen é o mais melhor bom porque vai ter (no futuro ainda não tem) Radar AESA. Pois bem, mas desde 2014 que o F-16 V tem esse tipo de radar e o mesmo pode ser instalado em qualquer versão mais antiga. Para o Colares o Gripen é o mais melhor bom porque é manobrável, MAS o mesmo não tem o melhor rácio peso/potência dos caças actuais e futuros e não tem TVC.

Se o Gripen é bom? Para mim é um bom caça, feito um pouco à imagem da linha pensamento do F-16, ou seja pequeno, ágil e moderno. Um excelente trunfo para qualquer Força Aérea, MAS não é o mais melhor bom, nem trás para a mesa algo novo. Os Suecos são pragmáticos ao máximo e tentam fazer o que podem, o que não podem ou não sabem vão buscar a outros países (ex.: turbina).

http://www.geaviation.com/engines/docs/military/datasheet-F414-GE-39E.pdf
Título: Re: Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Fevereiro 04, 2016, 04:26:36 pm
Então vamos lá ver, para o Colares o Gripen é o mais melhor bom porque vai ter (no futuro ainda não tem) Radar AESA. Pois bem, mas desde 2014 que o F-16 V tem esse tipo de radar e o mesmo pode ser instalado em qualquer versão mais antiga. Para o Colares o Gripen é o mais melhor bom porque é manobrável, MAS o mesmo não tem o melhor rácio peso/potência dos caças actuais e futuros e não tem TVC.

Se o Gripen é bom? Para mim é um bom caça, feito um pouco à imagem da linha pensamento do F-16, ou seja pequeno, ágil e moderno. Um excelente trunfo para qualquer Força Aérea, MAS não é o mais melhor bom, nem trás para a mesa algo novo. Os Suecos são pragmáticos ao máximo e tentam fazer o que podem, o que não podem ou não sabem vão buscar a outros países (ex.: turbina).

http://www.geaviation.com/engines/docs/military/datasheet-F414-GE-39E.pdf

Vou dizer por mim. Eu não acho que o Gripen NG seja o melhor caça do mundo. Até porque seria desonesto se eu viesse fazer tal afirmativa. O caça escandinavo, como você bem disse, cumpre bem com sua função, de ser um vetor leve, ágil, barato de operar e moderno. Para a realidade da FAB (AMX e F-5 M) a aeronave cairá como uma luva.

No panorama latino-americano, o Gripen NG será o caça mais moderno e vai impor respeito (não medo) a eventuais ameaças ao espaço aéreo brasileiro. Esta é a filosofia desejada, dentro da realidade, da FAB. 
Título: Re: Gripen
Enviado por: NVF em Fevereiro 04, 2016, 11:39:24 pm
Não sei não, cara. Esse artigo aí do Poder Aéreo tem grandes semelhanças com o material que eu coloquei antes, até o nome do autor é... não sei como dizer isto: igual. Já o link no final do artigo do Poder Aéreo para a fonte original é muito semelhante ao mesmo que coloquei; o grau de semelhança atinge aí uns 100%.

Continuamos a ter dificuldade em ver as tais fontes do general Hostage. Há por ai umas entrevistas, mas o tal estudo parece ter dificuldade em atingir a superfície, talvez por estar lá bem no fundo da Fossa das Marianas, ali para os lados da Papua-Nova Guiné.

No entanto, há algo muito interessante que o David Archibald diz: a maioria dos mísseis em combate falham, daí a importância do canhão e do turn rate, o que o leva a concluir que o Gripen E é quase tão bom a abater Su-35 quanto o F-22. Bom, isso aí foi de algum modo verdade nos conflitos do sudeste asiático e do médio oriente, nos anos 60, . Mas a história revela totalmente o oposto, desde o conflito das Falkland até à mais recente guerra do Iraque, em que a maioria dos mísseis acertou nos respectivos alvos e abates com canhão contam-se pelos dedos.

Isso aí podia levar-nos a concluir que o David Archibald não percebe um boi de aviação, dado que a sua 'especialidade' é aquecimento global, do qual, diga-se de passagem, ele também não percebe um boi. Só para dar uma pequena amostra do nível de sabedoria deste senhor, dizia ele em 2014: "The temperature of the planet has not risen for the past seventeen years." Ora esses organismo da Lapónia chamados de NASA e NOAA declararam recentemente que dos 15 anos mais quentes alguma vez registados, 14 aconteceram neste século (sendo 1998 o 15º).

Gratos pelo esforço e aguardamos ansiosamente novos capítulos desta hilariante novela brasileira temperada com especiaria australiana e papuense.
Título: Re: Gripen
Enviado por: Cabeça de Martelo em Fevereiro 05, 2016, 11:51:54 am
O Gripen NG e os seus velhos e novos concorrentes

http://www.aereo.jor.br/2016/02/04/o-gripen-ng-e-os-seus-velhos-e-novos-concorrentes/

Título: Re: Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Fevereiro 05, 2016, 02:10:05 pm
O Gripen NG e os seus velhos e novos concorrentes

http://www.aereo.jor.br/2016/02/04/o-gripen-ng-e-os-seus-velhos-e-novos-concorrentes/

Se levarmos em consideração as ponderações pontuadas neste artigo do Poder Aéreo, que me parece ser de credibilidade, honesta e assertiva, o Gripen NG é um caça de respeito, como sempre achei e defendi aqui neste fórum.

Isso não quer dizer que a aeronave escandinava é totalmente superiora em relação a seus concorrentes. Tampouco o grifo é demasiadamente inferior perante os caças americanos, ao francês e ao anglo-hispano-ítalo-alemão. Trata-se de um caça ágil e eletronicamente moderno (mais do que o F-16, diga-se de passagem), que compensa suas debilidades em relação a capacidade de portar grande quantidade de cargas externas, pela superioridade de manobrabilidade (principalmente em manobras de execução de curvas instantâneas e sustentadas).

Para o contexto da FAB o progresso a ser experimentado será enorme com a chegada do F-39 (denominação da FAB ao Gripen NG). Um caça leve, ágil, moderno e barato de se operar, ou seja, pré-requisitos que agradam aos brigadeiros brasileiros.   


 
Título: Re: Gripen
Enviado por: NVF em Fevereiro 05, 2016, 03:58:51 pm
Este novo artigo do Poder Aéreo não traz nada de novo à discussão. Aliás, parece ser mais uma tentativa de tentar justificar a aquisição do Gripen pela FAB e de tentar encher espaço num período em que não há grandes novidades para apresentar. No entanto, tem o benefício de não tirar conclusões exageradas, ou de fazer declarações bombásticas e estapafúrdias.

Dito isto, uma leitura mais atenta deste mesmo tópico, bem como do tópico da substituição do F-16 na FAP — em particular no período anterior à escolha do Gripen NG pela FAB—, revelará que o Gripen sempre foi um caça muito querido neste fórum e eleito por muitos como o sucessor preferido para o nosso actual F-16.

Caro Vítor, o que acabaste de dizer quanto ao Gripen é partilhado por muitos membros portugueses, incluindo eu próprio. Agora o que não temos é paciência para as imbecilidades e criancices de alguns membros que, pelo simples facto de um determinado aparelho ter sido escolhido para equipar as forças do seu país, passam repentinamente a equipará-lo a um Tie fighter da Guerra das Estrelas. Simplesmente não há pachorra! Pior ainda quando aproveitam a mínima oportunidade para insultar a história e a honra do país anfitrião deste espaço, revelando um total desrespeito pelas mais elementares regras de boa educação e convivência. Felizmente, algumas dessas pessoas, repetidamente, expõem a sua falta de preparação para discutir estes assuntos, o que torna todo este debate num divertido exercício diário de relaxamento.
Título: Re: Gripen
Enviado por: mafets em Fevereiro 05, 2016, 11:22:01 pm
http://www.aereo.jor.br/2016/02/01/comecou-a-participacao-do-brasil-no-projeto-do-caca-gripen-ng/ (http://www.aereo.jor.br/2016/02/01/comecou-a-participacao-do-brasil-no-projeto-do-caca-gripen-ng/)
Citar
Primeiros engenheiros brasileiros já estão na Suécia para ajudar a desenvolver o futuro caça da FAB

A neve domina a paisagem, o termômetro marca temperaturas negativas e o Sol se põe pouco depois das três da tarde, após nascer quase às nove da manhã. Mas o casal Viviam Lawrence e Marcelo Takase está feliz por trocar o verão brasileiro pelo frio de Linköping, cidade sueca com pouco mais de cem mil habitantes. Os dois fazem parte do primeiro grupo de 46 profissionais enviados por empresas do Brasil para participarem do projeto Gripen NG.

“O trabalho de desenvolvimento do avião em conjunto com eles está se iniciando e esta etapa será essencial para a troca de conhecimento, visando à transferência da tecnologia”, diz Viviam. Mestre em engenharia mecânica pela USP, ela leva na bagagem a experiência de 13 anos na Embraer, onde trabalhou nos projetos do Super Tucano, do cargueiro KC-390 e dos jatos E-170/190, Phenom, Lineage e Legacy.

Já Marcelo, engenheiro da Embraer desde 1998, trabalha com sistemas ambientais e pela primeira vez vai enfrentar os desafios do desenvolvimento de um jato capaz de superar a velocidade do som. “Uma das diferenças é que no voo supersônico a temperatura externa do ar é mais elevada, o que dificulta a capacidade de resfriamento dos equipamentos e dos sistemas do avião que trocam calor com o ar externo”, conta.

Marcelo irá trabalhar ao lado do sueco Erik Israelsson, que não esconde a surpresa com a parceria. “O que vem à mente quando escuto a palavra Brasil é o Carnaval no Rio e florestas tropicais exuberantes. Então eu não estava realmente certo do que esperar, e estou agradecido por relatar que até agora a experiência tem sido positiva”, conta o engenheiro.

Erik explica que foram criados cursos rápidos para que os brasileiros comecem a trabalhar o mais rapidamente possível. Para ele, além de transmitir conhecimento, a presença de novos parceiros pode significar mudanças positivas no processo. “Eu acho que será muito útil trabalhar com pessoas não familiarizadas com o ‘jeito Saab’. Penso que isso nos fará refletir sobre como nós fazemos as coisas, e isso dá a esperança de mudanças positivas”, explica.

A troca de conhecimentos será mútua. É essa a aposta do engenheiro Per Randell, um dos coordenadores do processo de transferência de tecnologia. “Mudar o ambiente e a estrutura de como as coisas são feitas desafia a sua percepção e faz você aprender mais”, afirma. “Tanto suecos quanto brasileiros têm conhecimentos e experiências, mas talvez de plataformas e sistemas diferentes”, completa.
É. Por este andar que se vê nas ultimas fotos conhecidas datadas de Novembro de 2015 vai continuar o ser o "melhor caça do Mundo"  por longos anos no papel, a nível virtual e na mente disfuncional e sonhadora de alguns "experts" de aviação de papel...
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2015%2F11%2Fgripen_e_-production_2.jpg&hash=36322b27c3d618b6a7c489da3130660a)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2015%2F11%2Fgripen_e_-production_5-1.jpg&hash=1a981794affc64ea0df1b05d04c3eda6)
Enquanto isso o tal F16... (onde anda o Gripen C/D ou NG?) ...

Cumprimentos
Título: Re: Gripen
Enviado por: Cabeça de Martelo em Fevereiro 06, 2016, 12:53:28 pm
Não sabem o que tem dentro dele, não estão autorizados a por as mãos no avião ou fazer modificação alguma, e o pior, só podem armá-lo com a autorização expressa dos senhores da grande nação do norte.

Recomendo-te que vejas e leias e não digas asneiras.


http://www.emfa.pt/www/po/maisalto/conteudos/galeria/revista407/a_1419.pdf

Título: Re: Gripen
Enviado por: Cabeça de Martelo em Fevereiro 06, 2016, 04:29:46 pm
Que armamento vocês usavam quando ainda tinham os Mirage? Duvido que usassem outro armamento que não o Francês.

Se comprares um Renault e quiseres meter-lhe um motor de arranque de um VW é provável que vá dar problemas.

Calma aí com "nós vamos fazer"... há restrições como é normal em qualquer contrato deste género. Até porque o que não faltam são peças feitas noutro países (que não a Suécia ou o Brasil).
Título: Re: Gripen
Enviado por: NVF em Fevereiro 06, 2016, 05:56:54 pm
No fundo resume-se tudo a isto...

(https://m.popkey.co/dfd766/46oMV.gif)

Título: Re: Gripen
Enviado por: NVF em Fevereiro 06, 2016, 09:13:27 pm
(https://properlyridiculous.files.wordpress.com/2014/03/stfu.jpg?w=656&h=300&crop=1)
Título: Re: Gripen
Enviado por: Cabeça de Martelo em Fevereiro 10, 2016, 12:25:02 pm
O problema não é esse.

Quando o Brasil usava o MirageIII se limitava a usar bombas burras, entre elas o napalm, altamente eficiente em bombardeios em posições na selva além de baratas, e para interceptação, naquela época só existia mesmo seus canhões de 30 mm e mais nada, era ir atrás e pegar na unha.

O Mirage 2000 não usava misseis?!

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.milavia.net%2Fspecials%2Ffab-mirage2000%2Fz_1gda_archive-009.jpg&hash=bf053c0708ca31e16e52279f76df1d9e)

Já agora, sabes onde se fazia a manutenção dos motores destes caças?

Citar
Ocorre que as coisas evoluíram, e quando o Brasil usava o Mirage ainda nem sonhava em ter a indústria que tem hoje, de todas aquelas que nasceram na década de 80 a única que sucumbiu foi a Engesa, as demais se mantiveram, se fundiram a outras e ainda estão produzindo.

Era bom, não era?! Infelizmente tal não acontece e muitas empresas fecharam as portas ou estão em risco de acontecer por falta de clientes.

Citar
Sobre poder "mexer" no F16, o problema não é poder do ponto de vista técnico, o problema é "político", simplesmente os EUA dizem: "Vocês não estão autorizados", então eu pergunto: quem os desafiará? exceto países párias como Venezuela ou Iran, ninguém mais faria isso.

Isso acontece com qualquer fabricante de armas, excepto se o contracto for noutro sentido.

Citar
O Brasil por exemplo iria vender o A-29 para a Venezuela, dizem também o AMX, ocorre que o A-29 tem componentes de empresas dos EUA, e eles vetaram a venda com seu componentes.

Seria fácil para a Embraer substituir esses componentes e vender o A-29 para Chávez? seria, é um avião relativamente simples, é provável que com algum esforço aqui mesmo no Brasil isso pudesse ser feito, era coisa pouca, sem falar em Israel, parceiro do Brasil em aviônica, mas não vale a pena. Pra que procurar encrenca com os EUA por causa de Chávez? não vale a pena.

Tretas, quase todo o avião é feito com partes de empresas norte-americanas.

Citar
O mesmo para o F16, a questão não é técnica, é política.

É contratual e politica, senão isto não seria possível.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.deagel.com%2Flibrary1%2Fmedium%2F2007%2Fm02007112300001.jpg&hash=8a57db8d93dc6bbf320c87dae1c234d6)
http://www.airforce-technology.com/projects/taurus-kepd-350-missile-german/



Citar
É o mesmo que se passa hoje com o suposto Gripen NG para os argentinos, além de um custo bilardário para substituir os componentes britânicos, para que SAAB, Embraer, Brasil e Suécia iriam querer problemas com a Inglaterra por causa de 24 aviões?

E o que impede que o mesmo aconteça com as inúmeras peças que não serão feitas pela Suécia ou o Brasil?

Citar
A China tem uma ideia de fazer uma ferrovia passando por dentro do Brasil e Peru ligando os dois oceanos, Atlântico e Pacífico, isso tornaria o canal do Panamá meio secundário, ocorre que a Alemanha já se ofereceu em "colaborar" com a obra.

Se obra for feita, o peso geopolítico do Brasil vai aumentar de maneira exponencial, não sei se será feita, mas os planos existem.

A ser feito pela China esquece o controle Brasileiro.

Citar
Já falei, as guerras hoje e futuras serão travadas por água doce, além da Amazônia e todos os rios que têm, o Brasil ainda guarda um tal de aquífero Guarani, considerado o maior do mundo, cuja maior parte fica no Brasil.

E quem vai invadir o Brasil? Já sei os EUA, não o RU, não a UE, não a China, não os marcianos (cortar o que não interessa).

Citar
Você já ouviu falar no Nióbio? sabe para que serve? 98% das reservas mundiais conhecidas de Nióbio estão no Brasil

 ;D

Ok, indica um único link de uma fonte credível que diga isso e indique a importância do mesmo.

Já agora porque é que o duralumínio que é usado no fabrico das IA2 vem da Rússia?

Citar
Você sabia que a proteção térmica dos ônibus espaciais da NASA são feitas com um tipo de argila que só é encontrada no Brasil?

O Vai e vem espacial já não é usado à anos e o mesmo não usava argila para essa função.

Olha aqui estes links.

http://www.amorim.com/porque-cortica/Na-Industria-Aeroespacial/39/?k=NASA

http://www.amorim.com/lideranca-global/projectos-de-referencia/Vega-o-mais-novo-foguetao-europeu/233/
Título: Re: Gripen
Enviado por: Viajante em Fevereiro 10, 2016, 09:26:09 pm
Cara acha que a FAB vai ocupar alguma base em caso de guerra de verdade... não tem nem noção... vai ver um Rafale e um F18 com milhão de toneladas podem pousar numa pista no interior do nordeste, por exemplo...inocente...

Vão ter um grave problema então quando quiserem aterrar com o Gripen na floresta! É melhor pedir já aos Engenheiros que estão a aprender na Suécia, para colocarem turbo-hélices no Gripen, para poder aterrar na floresta!
Título: Re: Gripen
Enviado por: olisipo em Fevereiro 10, 2016, 11:18:04 pm


Décimo exportador de material de defesa do mundo
 

http://www.cartacapital.com.br/internacional/brasil-e-o-21o-pais-que-mais-exporta-armamentos
Título: Re: Gripen
Enviado por: NVF em Fevereiro 11, 2016, 04:25:04 am
Os factos não importam! Quando não se gosta diz-se que o autor não presta, que tem algo errado com a publicação, conta-se umas patranhas e bebe-se um chope. É fartar vilanagem! Três vivas para o napoleão da América Latrina!

http://books.sipri.org/files/FS/SIPRIFS1503.pdf (http://books.sipri.org/files/FS/SIPRIFS1503.pdf)
Título: Re: Gripen
Enviado por: Viajante em Fevereiro 11, 2016, 10:21:21 am
Rapaz, a Amazônia é cheia de pistas de asfalto, pensam que ali só tem selva, mas nas capitais e cidades maiores tem pista de concreto como qualquer cidade, ocorre que o F18 ou Rafale são pesados demais para essas pistas, e o Gripen opera.

.........

aqui em São Paulo o KC-390 fez mais dois voos de testes hoje, um de quase duas horas e outro de uma hora... é tudo meio zoneado, mas de alguma forma funcionamos.

O Brasil tem um grave problema em mãos! Se o Hornet e o Rafale com as 20 toneladas de peso ou pouco mais são muito pesados para as bases aéreas militares (foi esse o argumento para escolherem o Gripen? O peso a mais ou os dólares a mais?), vão ter muitas dificuldades em aterrar o KC-390 nessas pistas, uma vez que ele pesa 70 a 80 toneladas!!!!!
O KC-390 vai transformar-se no submarino do asfalto, no Brasil :)
Título: Re: Gripen
Enviado por: Cabeça de Martelo em Fevereiro 11, 2016, 10:25:17 am
Ó Colares, pelo amor da santa, tu não deves gostar do teu país... é que estás a dar uma péssima imagem.

Não sabes as coisas mais básicas, não acreditas em dados comprovados por todo e qualquer colega do fórum, mas depois não comprovas nada do que dizes.

É demasiado mau para ser real! :o
Título: Re: Gripen
Enviado por: olisipo em Fevereiro 11, 2016, 12:11:32 pm

Amigo, Carta Capital é de um cara chamado Mino Carta, um velho, vou só te dizer que esse cara na época do regime militar pregava de forma literal a "pena de morte" aos "terroristas de 64", nessa  época sabe quem estava presa? a Dilma.

Esse cara é do tipo "pagou leva"... esse cara tem uma cruzada hoje em dia contra os militares, então não cai na dele.

Estatísticas do SIPRI (Stockolm Institute Peace Research Institute). "The Top 20 Arms Exporters": 1) USA. 2) Russia. 3) Germany. 4) China. 5) France. 6) United Kingdom. 7) Spain. 8 Ukraine. 9) Italy. 10) Israel. 11) Sweden. 12) Netherlands. 13) South Korea. 14) Switzerland. 15) Canada. 16) Belarus. 17) Norway. 18) South Africa. 19) Uzbekistan. 20) Australia.

http://www.sipri.org/googlemaps/2014_of_at_top_20_exp_map.html

Não vejo referências ao Brasil. Será o SIPRI um ninho de nostálgicos da ditadura militar brasileira?

Título: Re: Gripen
Enviado por: NVF em Fevereiro 11, 2016, 02:44:29 pm
(https://i.imgflip.com/z0cbl.jpg) (https://imgflip.com/i/z0cbl)via Imgflip Meme Maker (https://imgflip.com/memegenerator)
Título: Re: Gripen
Enviado por: Cabeça de Martelo em Fevereiro 11, 2016, 02:44:42 pm
Há é que ter é estômago... :N-icon-Axe:

Eu li num jornal... men, nem arranjas um mero link? É que nem isso tu consegues arranjar?!

Eu sou o mais melhor bom amante do mundo, eu sei porque li num jornal à uns tempos atrás uma entrevista com uma ex-namorada. Provas? Eu não tenho, mas eu li...
Título: Re: Gripen
Enviado por: Cabeça de Martelo em Fevereiro 11, 2016, 03:23:27 pm
POBRE DIABOS:

O Globo - geral

Brasil vira o quatro maior exportador de armas leves do mundo. Mas esconde informações da ONU

Só perde para os Estados Unidos, Itália e Alemanha.  (EXATAMENTE COMO EU HAVIA INFORMADO)

 “Nem só de soja vivem as exportações do Brasil”, informa o El País, o mais importante jornal espanhol. Para em seguida acrescentar: “Existe um outro comércio, muito mais letal, no qual o país também vai muito bem: trata-se do mercado de revólveres, pistolas, metralhadores, fuzis, lança-granadas, artilharia anti-tanque, munições e morteiros”.

O Brasil é o quarto maior exportador de armas leves do mundo, segundo o relatório “As Armas e o Mundo” divulgado ontem pela Small Arms Survey, entidade que monitora conflitos armados e o comércio de armas de fogo no mundo. Só perde para os Estados Unidos, Itália e Alemanha.

Entre 2001 e 2012, o país exportou 2,8 bilhões de dólares em armas, deixando para trás potências do setor como a Rússia, fabricante do famoso fuzil AK-47, “arma de escolha de nove entre dez grupos guerrilheiros, do Estado Islâmico às Farc”, destaca o El País, e China, que possui o maior exército regular do mundo.

http://noblat.oglobo.globo.com/meus-textos/noticia/2015/06/brasil-vira-o-quatro-maior-exportador-de-armas-leves-do-mundo-mas-esconde-informacoes-da-onu.html

Inté, e nunca me desafie.

Mas aqui ninguém citou a ONU e tu estás a citar um blogueiro/colunista que mais uma vez não percebe uma porra disso e tem uma linha editorial profundamente politica.

Comparar informações dadas por entidades do sector com blogueiros ultrapassa tudo o que eu já vi por aqui.

O Brasil vende o quê? Super Tucanos? Certo já vende e muitos, mas fora disso vende pouco ou nada.

VBTP? Nada. Espingardas-automáticas? Nada. ML? Nada. Fragatas/Corvetas ou NPO? Nada.

Sabes qual deve ser a maior exportação de armas do Brasil para o mundo, tirando os ST? As pistolas da Taurus para o mercado civil Norte-Americano e com cada vez mais dificuldades.
Título: Re: Gripen
Enviado por: Viajante em Fevereiro 11, 2016, 03:52:44 pm
Rapaz, a Amazônia é cheia de pistas de asfalto, pensam que ali só tem selva, mas nas capitais e cidades maiores tem pista de concreto como qualquer cidade, ocorre que o F18 ou Rafale são pesados demais para essas pistas, e o Gripen opera.

.........

aqui em São Paulo o KC-390 fez mais dois voos de testes hoje, um de quase duas horas e outro de uma hora... é tudo meio zoneado, mas de alguma forma funcionamos.

O Brasil tem um grave problema em mãos! Se o Hornet e o Rafale com as 20 toneladas de peso ou pouco mais são muito pesados para as bases aéreas militares (foi esse o argumento para escolherem o Gripen? O peso a mais ou os dólares a mais?), vão ter muitas dificuldades em aterrar o KC-390 nessas pistas, uma vez que ele pesa 70 a 80 toneladas!!!!!
O KC-390 vai transformar-se no submarino do asfalto, no Brasil :)




Meu camarada, não é o peso da aeronave em si, é a pressão que ele exerce sobre o solo, entende?

Quanto pesa um C-17 ? (vi uma foto de um publicada aqui por um patriota local, suponho que seja de uso pelo 502 Elefantes de Coimbra), adiante. Bem, o que importa é a pressão exercida sobre o solo.

Um C-17 apesar de pesar milhão de tonelada pousa em uma pista sem preparo algum, de terra batida mesmo, ou seja, apesar de todo o seu peso, a pressão exercida sobre o solo é pequena, pois é distribuída pelas rodas do trem de pouso, sua "área".

Você já estudou física, rapaz? Eu não, não tenho estudo algum, mas bem, ouvia sempre os mais velhos falarem que a pressão de um corpo sobre uma superfície é medida por:

Ou seja, neste caso é o peso (P = m.g) dividido pela área, se você pressionar um alfinete com o dedo, é provável que a pressão exercida seja maior que a de um C-17 que pesa centenas de toneladas sobre o solo, pois sua área, ou seja, sua ponta é muito pequena em relação a força do dedo aplicada.

O mesmo se passa com os aviões,  no caso do FA18 e do Rafale, seu peso divido pela área de suas rodas é muito maior que no caso do Gripen.

E assim como um C-17 que é muito pesado exerce pressão relativamente baixa quando dividido pela área de suas rodas do trem de pouso, o mesmo ocorre com o KC-390.

Oito rodas.

Detalhe, o trem de pouco traseiro do C-130 só tem 4 rodas, o KC-390 oito.

Espero ter ajudado.

Eu já estudei Física à muitos anos atrás, mais concretamente à 24 anos atrás! Por mais contas que faça, o KC continua com um peso brutal, mas se quizeres confirmar as contas:

http://www.groveaircraft.com/wbproducts.html

A mim dá-me um valor do KC (10 rodas) do dobro do F-18 (4 rodas), portanto ou o KC-390 passa a contar com 20 rodas!!!!!! (centopeia voadora), ou continua a pesar bem mais que o F-18! Mas porque é que foste buscar o C-17?

A não ser que o Hornet e o Rafale passem a usar lagartas! O KC-390 é bem mais pesado que ambos!!!!
Título: Re: Gripen
Enviado por: Viajante em Fevereiro 11, 2016, 04:07:59 pm
Bem, eu tinha escrito um longo texto, mas deu erro ao enviar.

Não é opinião de um blogueiro político como queres fazer crer para tentar desqualificar e tão pouco de "O Globo", é simplesmente uma informação do jornal "El País" da Espanha, vizinha de Portugal só que bem mais desenvolvida.

http://brasil.elpais.com/brasil/2015/06/01/politica/1433176411_490477.html

Esta informação foi noticiada no Brasil.

O Brasil é um dos países mais industrializados do mundo, não posso fazer nada, hoje por exemplo a Helibras já domina o ciclo completo de produção de um helicóptero, simplesmente por questões comerciais não compensa produzir algo isoladamente, o melhor é fazer em associação.

Bem, não posso fazer nada, talvez se o Brasil exportasse algo como uma USS Interprise com um capitão Kirk falando Tupi e o Doutor Spok tocando pandeiro, nem assim você estaria conformado.

Esfria a tua cabeça, teu nervosismo não te leva a nada, e aceite a realidade.

Nos 49 países mais desenvolvidos do mundo:

https://pt.wikipedia.org/wiki/%C3%8Dndice_de_Desenvolvimento_Humano

De facto Portugal está atrás da Espanha, mas o Brasil não aparece na lista!!!!
Realmente o Brasil aparece numa 2ª lista de países mais desenvolvidos que os do 3º mundo:

https://pt.wikipedia.org/wiki/Pa%C3%ADses_recentemente_industrializados

Mas se queres comparar com Portugal, vais ver que Portugal apesar da crise que passou (o Brasil está agora a mergulhar na crise), mesmo assim temos o dobro da riqueza per capita:

https://pt.wikipedia.org/wiki/Lista_de_pa%C3%ADses_por_PIB_nominal_per_capita

Se reparares bem, podes pegar na lista das Nações Unidas, da CIA, do FMI (IMF) ou do Banco Mundial e aparece sempre Portugal com o dobro da riqueza per capita em relação ao Brasil.

Se quizeres pegar no Índice de Desenvolvimento Humano:

https://pt.wikipedia.org/wiki/Lista_de_pa%C3%ADses_por_%C3%8Dndice_de_Desenvolvimento_Humano

Portugal está em 43º lugar (países desenvolvido, em 49 países), o Brasil está na 2º lista de países em via de desenvolvimento e no 75º lugar.

Conclusão, afirmar que o Brasil é um dos países mais industrializados do mundo NÃO É VERDADEIRA!

Mostra-me um índice que confirme o que dizes!
Título: Re: Gripen
Enviado por: NVF em Fevereiro 11, 2016, 04:37:44 pm
Esse cara aí é tão hilariante que se devia chamar Hilário. Os elefantes de Coimbra está de mais!

Voltando ao tópico a Saab apresentou contas muito positivas graças ao negócio com o Brasil — agora vamos ver se eles pagam, pois parece que guito não existe em abundância por aquelas bandas.

http://www.janes.com/article/57903/brazilian-gripen-deal-pushes-saab-sales-to-new-high (http://www.janes.com/article/57903/brazilian-gripen-deal-pushes-saab-sales-to-new-high)

Citar
Swedish defence group Saab AB released results of its 2015 financial year on 10 February, showing a strong performance, especially in its fourth quarter. Annual sales grew 16% to SEK27,186 million (USD3,221 million) while net income rose by 20% year on year to SEK1,402 million.

Saab's Security and Defence Solutions segment, which reported sales of SEK6,387 million in 2015, accounted for the majority of the company's revenues, followed by Aeronautics with SEK6,262 million. The Support and Services segment achieved the greatest annual growth, however, with sales of SEK5,345 million, 50% higher than those in 2014.

Although Sweden still accounted for the greatest share of Saab's activity, the majority of sales value was generated overseas, with North America, Latin America, and Asia all rising in importance in 2015. The company's 2015 order bookings reflect this focus to an even greater extent, with Sweden accounting for 20% of Saab's orders and the Americas 67%.

In a statement accompanying Saab's results, President and CEO Håkan Buskhe said, "Saab has during 2015 continued to invest in product renewal, mainly within the radar and sensor area and in the important T-X programme, where the trainer aircraft of the future is developed together with Boeing. This work will continue during 2016."

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.janes.com%2Fimages%2Fassets%2F903%2F57903%2F1635152_-_MAIN.jpg&hash=61b5b2eec9ae693992d9fdf8f3b6b48e)
Título: Re: Gripen
Enviado por: olisipo em Fevereiro 11, 2016, 04:39:27 pm
Bem, eu tinha escrito um longo texto, mas deu erro ao enviar.

Não é opinião de um blogueiro político como queres fazer crer para tentar desqualificar e tão pouco de "O Globo", é simplesmente uma informação do jornal "El País" da Espanha, vizinha de Portugal só que bem mais desenvolvida.

http://brasil.elpais.com/brasil/2015/06/01/politica/1433176411_490477.html

Esta informação foi noticiada no Brasil.

Não, isso é uma coluna de opinião de Gil Alessi, brasileiro que colabora com "El País". Entre outras asneiras, Alessi diz que o Brasil vende mais armas que a Rússia. Absurdo.
Título: Re: Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Fevereiro 11, 2016, 05:20:52 pm
Citar
Nos 49 países mais desenvolvidos do mundo:

https://pt.wikipedia.org/wiki/%C3%8Dndice_de_Desenvolvimento_Humano

De facto Portugal está atrás da Espanha, mas o Brasil não aparece na lista!!!!
Realmente o Brasil aparece numa 2ª lista de países mais desenvolvidos que os do 3º mundo:

https://pt.wikipedia.org/wiki/Pa%C3%ADses_recentemente_industrializados

Mas se queres comparar com Portugal, vais ver que Portugal apesar da crise que passou (o Brasil está agora a mergulhar na crise), mesmo assim temos o dobro da riqueza per capita:

https://pt.wikipedia.org/wiki/Lista_de_pa%C3%ADses_por_PIB_nominal_per_capita

Se reparares bem, podes pegar na lista das Nações Unidas, da CIA, do FMI (IMF) ou do Banco Mundial e aparece sempre Portugal com o dobro da riqueza per capita em relação ao Brasil.

Se quizeres pegar no Índice de Desenvolvimento Humano:

https://pt.wikipedia.org/wiki/Lista_de_pa%C3%ADses_por_%C3%8Dndice_de_Desenvolvimento_Humano

Portugal está em 43º lugar (países desenvolvido, em 49 países), o Brasil está na 2º lista de países em via de desenvolvimento e no 75º lugar.

Conclusão, afirmar que o Brasil é um dos países mais industrializados do mundo NÃO É VERDADEIRA!

Mostra-me um índice que confirme o que dizes!

O Brasil realmente não tem o IDH e PIB per Capta superior ao de Portugal. Por seu tamanho e assimetrias regionais é difícil equilibrar estas contas, levando em consideração que, se comparado ao Brasil, Portugal tem a população do Estado do Rio Grande do Sul, o tamanho territorial de Santa Catarina e a economia do Rio de Janeiro.

O Brasil é sim, um dos países mais industrializados do mundo — é o mais da América Latina — sendo o oitavo, de acordo com o World Bank:

Estados Unidos - 14,20 trilhões de dólares
Japão 4,90 trilhões de dólares
China - 3,86 trilhões de dólares
Alemanha - 3,65 trilhões de dólares
França - 2,85 trilhões de dólares
Reino Unido - 2,64 trilhões de dólares
Itália - 2,29 trilhões de dólares
Brasil - 1,62 trilhões de dólares
Rússia - 1,60 trilhões de dólares
Espanha - 1,60 trilhões de dólares
Canadá - 1,40 trilhões de dólares
Índia - 1,21 trilhões de dólares
México - 1,08 trilhões de dólares
Austrália - 1,01 trilhão de dólares
Coréia do Sul - 929,12 bilhões de dólares
Holanda - 860,33 bilhões de dólares
Turquia - 794,22 bilhões de dólares
Polônia - 526,96 bilhões de dólares
Indonésia - 514,38 bilhões de dólares
Bélgica - 497,58 bilhões de dólares

FONTE:    http://siteresources.worldbank.org/DATASTATISTICS/Resources/GDP.pdf

Para título de comparação, apenas a planta industrial do Estado de São Paulo é superiora a da Argentina.




 

Título: Re: Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Fevereiro 11, 2016, 05:37:27 pm
De acordo com dados mais atualizados, datados de 2015, o Brasil aparece na 11ª posição na produção industrial mundial, de acordo com  “Anuário Internacional de Estatísticas Industriais” da UNIDO (Organização de Desenvolvimento Industrial das Nações Unidas):

"O Brasil, embora tenha ocupado em 2014 o 11º lugar no ranking dos líderes da produção mundial (foi o 12º em 2005 e o 10º em 2010), apresentou redução na sua participação do VTI mundial, de 1,86% em 2005 para 1,59% em 2014. Mesmo com um fraco desempenho, o Brasil ainda se destaca em várias divisões industriais, o que mostra a resiliência e o potencial não plenamente aproveitado de seu setor industrial. Como integrante do grupo dos 15 maiores produtores, a indústria brasileira figura em 16 dos 21 ramos industriais pesquisados pela UNIDO. De 2005 para 2013, em 8 desses setores nossa indústria melhorou sua posição no ranking mundial."

FONTE:    http://www.iedi.org.br/artigos/top/analise/analise_iedi_20150731_industria.html
Título: Re: Gripen
Enviado por: Viajante em Fevereiro 11, 2016, 05:38:08 pm

O Brasil realmente não tem o IDH e PIB per Capta superior ao de Portugal. Por seu tamanho e assimetrias regionais é difícil equilibrar estas contas, levando em consideração que, se comparado ao Brasil, Portugal tem a população do Estado do Rio Grande do Sul, o tamanho territorial de Santa Catarina e a economia do Rio de Janeiro.

O Brasil é sim, um dos países mais industrializados do mundo — é o mais da América Latina — sendo o oitavo, de acordo com o World Bank:

Estados Unidos - 14,20 trilhões de dólares
Japão 4,90 trilhões de dólares
China - 3,86 trilhões de dólares
Alemanha - 3,65 trilhões de dólares
França - 2,85 trilhões de dólares
Reino Unido - 2,64 trilhões de dólares
Itália - 2,29 trilhões de dólares
Brasil - 1,62 trilhões de dólares
Rússia - 1,60 trilhões de dólares
Espanha - 1,60 trilhões de dólares
Canadá - 1,40 trilhões de dólares
Índia - 1,21 trilhões de dólares
México - 1,08 trilhões de dólares
Austrália - 1,01 trilhão de dólares
Coréia do Sul - 929,12 bilhões de dólares
Holanda - 860,33 bilhões de dólares
Turquia - 794,22 bilhões de dólares
Polônia - 526,96 bilhões de dólares
Indonésia - 514,38 bilhões de dólares
Bélgica - 497,58 bilhões de dólares

FONTE:    http://siteresources.worldbank.org/DATASTATISTICS/Resources/GDP.pdf

Para título de comparação, apenas a planta industrial do Estado de São Paulo é superiora a da Argentina.

Lamento dizer-te, mas estás a fazer a análise errada! A Índia tem quase a mesma riqueza do Brasil, pois tem...... mas infelizmente tem mais de 6 vezes a população do Brasil, logo os Indianos, para mal deles próprios, têm menos de 1/6 da riqueza de cada Brasileiro! É assim que se fazem comparações económicas, comparas sempre em relação a algo, por isso é que na economia temos os rácios ou ratios. Os valores absolutos não dizem grande coisa!

E queres confirmar com os teus próprios números? A Índia tem mais riqueza absoluta que a Holanda. É um facto absoluto!
Mas se tivermos em conta que a Holanda tem pouco mais de 16 milhões de habitantes e a Índia tem mais de 1.250 milhões, se dividires a riqueza pela população, percebes que 1 Holandês é 30 vezes mais rico que 1 Índiano. Mas se tens dúvidas desta análise, podes sempre visitar os 2 países e comprovas o que te estou a dizer!
Título: Re: Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Fevereiro 11, 2016, 05:42:17 pm
Citar
Lamento dizer-te, mas estás a fazer a análise errada! A Índia tem quase a mesma riqueza do Brasil, pois tem...... mas infelizmente tem mais de 6 vezes a população do Brasil, logo os Indianos, para mal deles próprios, têm menos de 1/6 da riqueza de cada Brasileiro! É assim que se fazem comparações económicas, comparas sempre em relação a algo, por isso é que na economia temos os rácios ou ratios. Os valores absolutos não dizem grande coisa!

E queres confirmar com os teus próprios números? A Índia tem mais riqueza absoluta que a Holanda. É um facto absoluto!
Mas se tivermos em conta que a Holanda tem pouco mais de 16 milhões de habitantes e a Índia tem mais de 1.250 milhões, se dividires a riqueza pela população, percebes que 1 Holandês é 30 vezes mais rico que 1 Índiano. Mas se tens dúvidas desta análise, podes sempre visitar os 2 países e comprovas o que te estou a dizer!

Tudo bem, mas você disse a questão industrial, ou seja, o setor de transformação. Como te mostrei agora pouco, o Brasil é o 11ª país do mundo em produção industrial, portanto, um dos mais industrializados do mundo.
Título: Re: Gripen
Enviado por: Viajante em Fevereiro 11, 2016, 05:50:00 pm
Citar
Lamento dizer-te, mas estás a fazer a análise errada! A Índia tem quase a mesma riqueza do Brasil, pois tem...... mas infelizmente tem mais de 6 vezes a população do Brasil, logo os Indianos, para mal deles próprios, têm menos de 1/6 da riqueza de cada Brasileiro! É assim que se fazem comparações económicas, comparas sempre em relação a algo, por isso é que na economia temos os rácios ou ratios. Os valores absolutos não dizem grande coisa!

E queres confirmar com os teus próprios números? A Índia tem mais riqueza absoluta que a Holanda. É um facto absoluto!
Mas se tivermos em conta que a Holanda tem pouco mais de 16 milhões de habitantes e a Índia tem mais de 1.250 milhões, se dividires a riqueza pela população, percebes que 1 Holandês é 30 vezes mais rico que 1 Índiano. Mas se tens dúvidas desta análise, podes sempre visitar os 2 países e comprovas o que te estou a dizer!

Tudo bem, mas você disse a questão industrial, ou seja, o setor de transformação. Como te mostrei agora pouco, o Brasil é o 11ª país do mundo em produção industrial, portanto, um dos mais industrializados do mundo.

Só contesto 1 situação, ter mais produção industrial (valores absolutos) não quer dizer que é mais industrializado. A Índia tem uma produção industrial muito maior que Portugal, mas não quer dizer que é mais industrializado, antes pelo contrário!

Abraço
Título: Re: Gripen
Enviado por: Cabeça de Martelo em Fevereiro 11, 2016, 05:54:52 pm
De acordo com dados mais atualizados, datados de 2015, o Brasil aparece na 11ª posição na produção industrial mundial, de acordo com  “Anuário Internacional de Estatísticas Industriais” da UNIDO (Organização de Desenvolvimento Industrial das Nações Unidas):

"O Brasil, embora tenha ocupado em 2014 o 11º lugar no ranking dos líderes da produção mundial (foi o 12º em 2005 e o 10º em 2010), apresentou redução na sua participação do VTI mundial, de 1,86% em 2005 para 1,59% em 2014. Mesmo com um fraco desempenho, o Brasil ainda se destaca em várias divisões industriais, o que mostra a resiliência e o potencial não plenamente aproveitado de seu setor industrial. Como integrante do grupo dos 15 maiores produtores, a indústria brasileira figura em 16 dos 21 ramos industriais pesquisados pela UNIDO. De 2005 para 2013, em 8 desses setores nossa indústria melhorou sua posição no ranking mundial."


FONTE:    http://www.iedi.org.br/artigos/top/analise/analise_iedi_20150731_industria.html

Não tenho qualquer dúvida destes dados, visto que eu já vi in loco as industrias em São Paulo e são mais que muitas. Infelizmente penso que as industrias brasileiras perderam algo para outros países como a China, a India e outros do terceiro mundo. De qualquer maneira, isso é um facto que aconteceu em todo o mundo, até os EUA perderam industrias para esses países.
Título: Re: Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Fevereiro 11, 2016, 06:01:21 pm
Citar
Lamento dizer-te, mas estás a fazer a análise errada! A Índia tem quase a mesma riqueza do Brasil, pois tem...... mas infelizmente tem mais de 6 vezes a população do Brasil, logo os Indianos, para mal deles próprios, têm menos de 1/6 da riqueza de cada Brasileiro! É assim que se fazem comparações económicas, comparas sempre em relação a algo, por isso é que na economia temos os rácios ou ratios. Os valores absolutos não dizem grande coisa!

E queres confirmar com os teus próprios números? A Índia tem mais riqueza absoluta que a Holanda. É um facto absoluto!
Mas se tivermos em conta que a Holanda tem pouco mais de 16 milhões de habitantes e a Índia tem mais de 1.250 milhões, se dividires a riqueza pela população, percebes que 1 Holandês é 30 vezes mais rico que 1 Índiano. Mas se tens dúvidas desta análise, podes sempre visitar os 2 países e comprovas o que te estou a dizer!

Tudo bem, mas você disse a questão industrial, ou seja, o setor de transformação. Como te mostrei agora pouco, o Brasil é o 11ª país do mundo em produção industrial, portanto, um dos mais industrializados do mundo.

Só contesto 1 situação, ter mais produção industrial (valores absolutos) não quer dizer que é mais industrializado. A Índia tem uma produção industrial muito maior que Portugal, mas não quer dizer que é mais industrializado, antes pelo contrário!

Abraço

Tudo bem, posso em partes concordar contigo, mas eu discuto em números absolutos. E, em números absolutos, a indústria brasileira é a maior da América Latina (maior do que Argentina, Peru, Venezuela e México), e uma das maiores do mundo.

Estamos falando em indústria, setor de transformação. Porque se pegarmos a produção primária, ou seja, produção de commodities (minérios, grãos, carne, petróleo), o Brasil também está no topo do ranking. 
Título: Re: Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Fevereiro 11, 2016, 06:03:41 pm
De acordo com dados mais atualizados, datados de 2015, o Brasil aparece na 11ª posição na produção industrial mundial, de acordo com  “Anuário Internacional de Estatísticas Industriais” da UNIDO (Organização de Desenvolvimento Industrial das Nações Unidas):

"O Brasil, embora tenha ocupado em 2014 o 11º lugar no ranking dos líderes da produção mundial (foi o 12º em 2005 e o 10º em 2010), apresentou redução na sua participação do VTI mundial, de 1,86% em 2005 para 1,59% em 2014. Mesmo com um fraco desempenho, o Brasil ainda se destaca em várias divisões industriais, o que mostra a resiliência e o potencial não plenamente aproveitado de seu setor industrial. Como integrante do grupo dos 15 maiores produtores, a indústria brasileira figura em 16 dos 21 ramos industriais pesquisados pela UNIDO. De 2005 para 2013, em 8 desses setores nossa indústria melhorou sua posição no ranking mundial."


FONTE:    http://www.iedi.org.br/artigos/top/analise/analise_iedi_20150731_industria.html

Não tenho qualquer dúvida destes dados, visto que eu já vi in loco as industrias em São Paulo e são mais que muitas. Infelizmente penso que as industrias brasileiras perderam algo para outros países como a China, a India e outros do terceiro mundo. De qualquer maneira, isso é um facto que aconteceu em todo o mundo, até os EUA perderam industrias para esses países.

Como você bem ilustrou, há uma mudança no quadro industrial mundial em favor de economias emergentes e dinâmicas da Ásia e do Leste Europeu — apesar de que México, Chile, Peru e Colômbia começaram a emergir neste quesito.

Título: Re: Gripen
Enviado por: NVF em Fevereiro 11, 2016, 07:29:24 pm
Que idiotice comparar a riqueza de Portugal com o Brasil! O Brasil é maior, logo é mais rico. O mesmo entre a Holanda e a Índia — a Índia é maior, logo mais industrializada! A minha pilinha é maior que a tua, logo sou mais rico.

E pronto é isto. Com argumento assim não há discussão possível.
Título: Re: Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Fevereiro 11, 2016, 07:54:25 pm
Que idiotice comparar a riqueza de Portugal com o Brasil! O Brasil é maior, logo é mais rico. O mesmo entre a Holanda e a Índia — a Índia é maior, logo mais industrializada! A minha pilinha é maior que a tua, logo sou mais rico.

E pronto é isto. Com argumento assim não há discussão possível.

Também nunca gostei de comparações, contudo, ao ler a discussão que, nada tem a ver com o tópico, tive que me manifestar para um item.

Eu acho que Portugal, um dos primeiros estados nacionais do mundo, com 800 anos de história e integrado à Comunidade Europeia, está em outro contexto, completamente diferente ao do Brasil.

 
Título: Re: Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Fevereiro 11, 2016, 07:57:17 pm
Saab revela recorde de backlog

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Ftecnodefesa.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2016%2F02%2FImagem-2-Saab-backlog.jpg&hash=7ce1b73bbd2378006467a1fc574c89bd)

Sustentado pela celebração de contratos de produção do Gripen NG para o Brasil e correspondente ao fornecimento de um modelo de avião de alerta antecipado (AEW conforme sigla em inglês) de nova geração para os Emirados Árabes Unidos, a Saab terminou 2015 com um backlog (carteira de pedidos) recorde e um forte prospecto de vendas, informou o CEO da empresa, Håkan Buskhe.

Detalhando o aumento de vendas de 16% do ano passado, cujo montante financeiro envolvido é da ordem de $ 3,2 bilhões, Buskhe disse durante a conferência anual de apresentação de resultados acontecida em Stockholmo, Suécia, que os maiores negócios firmados pela companhia correspondem a dois projetos aeronáuticos.

O primeiro projeto destacado pelo CEO da Saab foi o pedido de 36 aviões de combate Gripen NG para a Força Aérea Brasileira (FAB). Disse ele que, o grande desafio desse programa é a transferência de tecnologias e o desenvolvimento e construção da versão de dois assentos, entretanto, essas etapas estão sendo vistas como promissoras, sendo que há todas as condições para isso, incluindo a financeira.

De acordo com a Saab, há em Linköping, sede da linha de produção do Gripen, 53 engenheiros brasileiros trabalhando. Em abril próximo chegarão mais 25 profissionais. Vale lembrar que de acordo com o cronograma do projeto, a entrega dos 28 exemplares de um lugar e oito de dois assentos esta programada para acontecer entre 2019 e 2024.


(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Ftecnodefesa.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2016%2F02%2FImagem-3-Saab-backlog.jpg&hash=1cc53260a7a89b5bf10fae0a9980b6e6)

Outro projeto aeronáutico conquistado pela Saab foi anunciado em novembro último, o qual corresponde ao fornecimento de dois jatos corporativos Bombardier Global 6000 equipados para missões AEW e vigilância marítima e terrestre para os Emirados Árabes Unidos, cujo valor do contrato esta avaliado em $ 1,27 bilhões. Buskhe considera esse contrato extremamente importante pois o desenvolvimento tem potencial para ser seguido por outros países. O executivo destacou que o projeto traz consigo novos padrões de AEW, sendo que sua capacidade de detecção permite captar alvos a distancias muito grandes.

Ivan Plavetz
 
Fonte:    http://tecnodefesa.com.br/saab-revela-recorde-de-backlog/
Título: Re: Gripen
Enviado por: mafets em Fevereiro 11, 2016, 10:04:51 pm
Saab revela recorde de backlog

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Ftecnodefesa.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2016%2F02%2FImagem-3-Saab-backlog.jpg&hash=1cc53260a7a89b5bf10fae0a9980b6e6)

Outro projeto aeronáutico conquistado pela Saab foi anunciado em novembro último, o qual corresponde ao fornecimento de dois jatos corporativos Bombardier Global 6000 equipados para missões AEW e vigilância marítima e terrestre para os Emirados Árabes Unidos, cujo valor do contrato esta avaliado em $ 1,27 bilhões. Buskhe considera esse contrato extremamente importante pois o desenvolvimento tem potencial para ser seguido por outros países. O executivo destacou que o projeto traz consigo novos padrões de AEW, sendo que sua capacidade de detecção permite captar alvos a distancias muito grandes.

Ivan Plavetz
 
Fonte:    http://tecnodefesa.com.br/saab-revela-recorde-de-backlog/
Seria de esperar que após uma encomenda de 36 caças Gripen NG pela Fab, fosse o ERJ-145 da Embraer a plataforma AEW de eleição em vez do Bombardier Global 6000, até porque o Brasil neste campo tem muito mais experiência, quer de engenharia quer ao nível operacional.  Penso eu de que.
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Ffreepages.military.rootsweb.ancestry.com%2F%7Eotranto%2Ffab%2Ffotos%2Fembraer_r99a%2Fguardiao_03.jpg&hash=8f1e4215bf04db7f29e49690ba90ee12)
Entretanto a SAAB vem piscando o olho aos indianos quanto ao Gripen naval. Até porque é essencial um porta aviões, algo que os indianos têm operacional...
Citar
However, it is not clear if the naval LCA will be ready by then. Saab said it has already done a feasibility study, and has identified the modifications needed in the Gripen to create a naval version. But the biggest drawback for Saab is that Sweden does not have an aircraft carrier, and hence development of even a prototype is a problem. PTI
http://www.livemint.com/Industry/NNWOSMJy74l6OayfUQZNSO/Saab-pitches-for-joint-development-of-Sea-Gripen-fighter-jet.html (http://www.livemint.com/Industry/NNWOSMJy74l6OayfUQZNSO/Saab-pitches-for-joint-development-of-Sea-Gripen-fighter-jet.html)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fpds18.egloos.com%2Fpds%2F201105%2F29%2F63%2Fe0055563_4de2262dc5d73.jpg&hash=12fa0254b1e7ab6d8566e7e8e63345d0)

Saudações
Título: Re: Gripen
Enviado por: mafets em Fevereiro 18, 2016, 02:24:03 pm
http://www.aereo.jor.br/2016/02/18/prototipo-do-gripen-e-sera-apresentado-em-18-de-maio-pela-saab/ (http://www.aereo.jor.br/2016/02/18/prototipo-do-gripen-e-sera-apresentado-em-18-de-maio-pela-saab/)
Citar
A Saab divulgou em seu site que apresentará o primeiro exemplar da nova geração (NG) do Gripen em 18 de maio de 2016, data evidenciada na imagem promocional abaixo. Fotos desse protótipo monoposto (Gripen E) em montagem já vinham sendo divulgadas paulatinamente pela Saab. Nesta manhã, pelo Twitter, a empresa mostrou mais duas fotos do exemplar na fábrica, cujo indicativo é 39-8. São as fotos acima e ao final.

O protótipo 39-8 do Gripen E se segue à aeronave 39-7, que é um Gripen D (biposto) modificado para servir como demonstrador e avião de testes, recebendo vários dos equipamentos e mudanças da nova geração do caça, como o radar AESA (varredura eletrônica ativa), sistema IRST (busca e rastreio por infravermelho), motor GE F414 (de maior potência que o instalado nas gerações anteriores), acréscimo de duas estações de cargas externas sob a fuselagem e trem de pouso realocado para sob as raízes das asas, gerando mais espaço de combustível na fuselagem, entre outros aprimoramentos.
Um atraso de cerca de um ano. Resta saber quando voará (e certificação está agendada para 2018 no cronograma antigo, possivelmente 2019 no novo) ...  ;)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2016%2F02%2FGripen-E-prototipo-JAS-39-8-montagem-final-imagem-Twitter-Saab-640x422.jpg&hash=c077176f1c9d289b10a011056ba8be0f)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2016%2F02%2FGripen-E-prototipo-JAS-39-8-montagem-final-detalhe-ampliado-imagem-Twitter-Saab-640x362.jpg&hash=f43aea058c54a4ce7f3d1fc37913885d)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2016%2F02%2FGripen-E-prototipo-JAS-39-8-montagem-final-imagem-2-Twitter-Saab.jpg&hash=4c6260f98da2c93675c3aeddcffafcbc)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2013%2F06%2FCronograma-Gripen-E-apresenta%25C3%25A7%25C3%25A3o-Saab-via-Flightglobal.jpg&hash=b8fbf0691106eaa11e9a52b38f253873)

Cumprimentos
Título: Re: Gripen
Enviado por: olisipo em Fevereiro 18, 2016, 11:48:52 pm
Saab Next-Gen Gripen Fighters Jets Ready in May

http://www.defensenews.com/story/defense/show-daily/singapore-air-show/2016/02/18/saabs-next-gen-gripen-fighter-jets-ready-may/80573874/

Citar
(...) The 36 Gripen E's ordered by Brazil are just an initial order, the executive believes (...) Smith said a second country in Latin America was in dialogue with them to acquire the Gripen but he declined to name the air force in question.

One possibiiity is Colombia;  it has a requirement and a budget to acquire a combat jet. (...)
Título: Re: Gripen
Enviado por: Cabeça de Martelo em Fevereiro 20, 2016, 11:42:23 am
(https://pbs.twimg.com/media/Cbnb03oW8AACN_t.jpg)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimage.slidesharecdn.com%2Fsingapore-airshowgripen-brief-20160218-160218050302%2F95%2Fsingapore-airshow-gripen-brief-2016-02-18-2-1024.jpg%3Fcb%3D1455771998&hash=fd3ed288fe8e186e02acab91d365802a)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimage.slidesharecdn.com%2Fsingapore-airshowgripen-brief-20160218-160218050302%2F95%2Fsingapore-airshow-gripen-brief-2016-02-18-13-1024.jpg%3Fcb%3D1455771998&hash=bb3b3a13267bafdba4e603818fa5fc5e)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimage.slidesharecdn.com%2Fsingapore-airshowgripen-brief-20160218-160218050302%2F95%2Fsingapore-airshow-gripen-brief-2016-02-18-14-1024.jpg%3Fcb%3D1455771998&hash=c636509939c5e4174d22d7aaab1f79ca)
(https://pbs.twimg.com/media/Cbnb1QkWEAAAEkI.jpg)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimage.slidesharecdn.com%2Fsingapore-airshowgripen-brief-20160218-160218050302%2F95%2Fsingapore-airshow-gripen-brief-2016-02-18-17-1024.jpg%3Fcb%3D1455771998&hash=bf6740f899733ccff7c4dbebfc299d99)

http://pt.slideshare.net/SaabGroup/singapore-airshow-gripen-brief-2016-02-18
Título: Re: Gripen
Enviado por: mafets em Março 21, 2016, 02:32:55 pm
Montagem do Gripen E (ou Ng).


Saudações
Título: Re: Gripen
Enviado por: mafets em Abril 05, 2016, 10:06:58 am
http://www.aereo.jor.br/2016/04/02/fidae-2016-rafael-se-prepara-para-integrar-armas-ao-gripen-brasileiro/ (http://www.aereo.jor.br/2016/04/02/fidae-2016-rafael-se-prepara-para-integrar-armas-ao-gripen-brasileiro/)
Citar
O Jane’s noticiou que a empresa israelense Rafael espera começar a integrar seus armamentos ao caça Saab Gripen E/F assim que assinar o contrato esperado para as próximas semanas.

Um funcionário da Rafael presente na FIDAE 2016 informou que as bombas guiadas SPICE (Smart Precise Impact Cost Effective) devem começar a ser integradas ainda este ano. Serão integradas as armas SPICE 2000, SPICE 1000 e SPICE 250. Os pods Litening, RecceLite e SkyShield já estão integrados.

A Saab assinou o contrato de integração de armas de US$ 245 milhões com o governo brasileiro em abril de 2015. Além as armas da Rafael, estão sob o contrato o míssil A-Darter da Denel-Avibras-Mectron e o IRIS-T da Diehl BGT Defence.
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi2.wp.com%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2015%2F04%2FMockup-Gripen-NG-na-Festa-da-Ca%25C3%25A7a-na-Base-A%25C3%25A9rea-de-Santa-Cruz1.jpg%3Fw%3D2488&hash=2bcb84ba9c62d025555bd2a2211a1680)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi1.wp.com%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2015%2F08%2FSpice-1000.jpg%3Fw%3D1280&hash=74ae6fe5a2a8a207bbffff83bc558dca)

Saudações
Título: Re: Gripen
Enviado por: NVF em Abril 05, 2016, 12:30:43 pm
Para quê pagar pela integração de dois misseis AA da mesma categoria? As aquisições/investimentos brasileiros em defesa continuam a surpreender-me.
Título: Re: Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Abril 12, 2016, 12:56:52 pm
Título: Re: Gripen
Enviado por: Johnnie em Abril 12, 2016, 07:56:03 pm
Para quê pagar pela integração de dois misseis AA da mesma categoria? As aquisições/investimentos brasileiros em defesa continuam a surpreender-me.

E porque não? Assim não ficas dependente de um único fornecedor
Título: Re: Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Maio 06, 2016, 09:52:18 pm
Título: Re: Gripen
Enviado por: mafets em Maio 11, 2016, 09:21:20 am
Aleluia. Estava difícil.  :P
http://www.aereo.jor.br/2016/05/10/gripen-e-em-uma-semana-comeca-o-evento-de-apresentacao-do-prototipo-39-8/ (http://www.aereo.jor.br/2016/05/10/gripen-e-em-uma-semana-comeca-o-evento-de-apresentacao-do-prototipo-39-8/)
Citar
A apresentação do primeiro protótipo do Gripen E (monoposto da nova geração – NG – do caça Gripen) será na quarta-feira da semana que vem, dia 18 de maio de 2016, nas instalações da fabricante Saab em Linköping, na Suécia.

Mas na terça-feira (17 de maio), daqui a exatamente uma semana, meios da imprensa que cobrirão o evento (entre eles o Poder Aéreo) já têm na agenda um evento no Museu da Força Aérea Sueca (Flygvapenmuseum). Então, na prática, a cobertura como um todo já deverá começar nas primeiras horas da noite de terça-feira na Suécia (início da tarde no Brasil). A agenda também prevê, além de apresentações aéreas e do “roll-out” do protótipo na quarta-feira, um “dia da imprensa” nas instalações da Saab, na quinta. Evidentemente, alterações ainda poderão ser feitas na programação original, como é comum em eventos do tipo.

Ainda sobre a apresentação da aeronave em 18 de maio, desde o início do mês a Saab vem divulgando a imagem “teaser” acima, com um caça Gripen visto do lado de fora de uma espécie de hangar espacial futurístico, onde se lê o indicativo “39-8”, que é a designação do primeiro protótipo do Gripen E. O exemplar 39-8 que será apresentado na quarta-feira que vem foi precedido pelo biposto demonstrador / avião de testes 39-7, que é um Gripen D modificado e que voou pela primeira vez em 2008, e deverá ser sucedido por outros dois protótipos, com as designações 39-9 e 39-10. Essas são as quatro aeronaves dedicadas à campanha de testes da nova geração (NG) do Gripen.

Convidamos os leitores a acompanhar a cobertura de todo o evento aqui no Poder Aéreo, na próxima semana, cuja apresentação de quarta-feira será transmitida em “livestream” pela própria Saab, neste link, que já traz a contagem regressiva para a data.
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi0.wp.com%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2016%2F05%2FImagem-Teaser-apresentacao-prototipo-Gripen-E-em-18-de-maio-de-2016-Saab.jpg%3Fw%3D1280&hash=f59027500ada6eb2c1f842b6457bb416)

Saudações
Título: Re: Gripen
Enviado por: olisipo em Maio 16, 2016, 06:09:18 pm


Time lapse: montagem final Gripen E
Título: Re: Gripen
Enviado por: mafets em Maio 18, 2016, 03:28:53 pm
Primeira fotografia do Gripen E.  ;)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi1.wp.com%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2016%2F05%2Fimage-2-e1463581231822.jpg%3Fw%3D1200&hash=323b68d52ac2e17c32e07c6a646d9813)
Citar
Nesta tarde de quarta-feira, 18 de maio de 2016, acaba de ser apresentado pela Saab o primeiro protótipo do caça Gripen E

O Poder Aéreo está cobrindo o evento realizado nas instalações da empresa em Linköping, na Suécia, e divulga agora algumas das primeiras fotos deste primeiro protótipo da nova geração do Gripen, exemplar que recebeu a designação 39-8.

http://www.aereo.jor.br/2016/05/15/fotos-do-primeiro-prototipo-do-gripen-e-apresentado-hoje-na-suecia/ (http://www.aereo.jor.br/2016/05/15/fotos-do-primeiro-prototipo-do-gripen-e-apresentado-hoje-na-suecia/)

Actualização:  :P

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi1.wp.com%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2016%2F05%2FGripen-E-rollout-3.jpg%3Fw%3D2000&hash=824a276cf6f0e27ec71a1d816586366a)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi2.wp.com%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2016%2F05%2FGripen-E-rollout-4.jpg%3Fw%3D1280&hash=62b297878b62240e1fb9e04601825705)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi0.wp.com%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2016%2F05%2FGripen-E-rollout-5.jpg%3Fw%3D3500&hash=dc1057ce061d96e66605289680ede0de)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi1.wp.com%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2016%2F05%2FGripen-E-rollout-6.jpg%3Fw%3D2000&hash=3b06524a001d3acd30a0af473f7278cd)

http://www.aereo.jor.br/2016/05/18/finalmente-o-saab-gripen-e/ (http://www.aereo.jor.br/2016/05/18/finalmente-o-saab-gripen-e/)

Cumprimentos
Título: Re: Gripen
Enviado por: Cabeça de Martelo em Maio 18, 2016, 05:55:31 pm
Título: Re: Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Maio 18, 2016, 07:40:01 pm
E que apresentação memorável.

Confesso que não vejo a hora de ver os primeiros Gripen E nas cores da FAB.

Aparentemente, a versão "E" não destoa em demasiado da "C", porém é notável que o caça é mais robusto do que seu antecessor.

Agora, quero vê-lo voando.   
Título: Re: Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Maio 18, 2016, 07:43:50 pm
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi1.wp.com%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2016%2F05%2FGripen-E-rollout-8.jpg&hash=e4c975a06f0cc5d4a7e8422745bcf90d)

 8) 8) ;)
Título: Re: Gripen
Enviado por: mafets em Maio 20, 2016, 09:34:35 am
http://www.aereo.jor.br/2016/05/18/show-aereo-do-gripen-c-antes-do-roll-out-do-gripen-d/ (http://www.aereo.jor.br/2016/05/18/show-aereo-do-gripen-c-antes-do-roll-out-do-gripen-d/)
Citar
E então iniciou uma série de manobras ao longo de cerca de sete minutos: alternando curvas de alta e baixa velocidades, loopings, rolamentos rápidos e lentos, ascensões em altos ângulos, passagens em voo invertido etc. Em alguns momentos, o caça sumiu nas nuvens daquele início de tarde cinzento em Linköping. Mas logo reaparecia em mergulhos acentuados, fazendo valer a visão mesmo naquelas condições climáticas menos favoráveis do que se esperava.
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi1.wp.com%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2016%2F05%2FGripen-C-apresentacao-aerea-no-roll-out-do-Gripen-E-foto-12-Nunao-Poder-Aereo.jpg%3Fw%3D1500&hash=e3f3159f348b5fd1dd1979db77a13523)
http://www.aereo.jor.br/2016/05/19/a-estrela-da-semana-foi-o-gripen-e-mas-a-saab-nao-se-esqueceu-do-gripen-c/ (http://www.aereo.jor.br/2016/05/19/a-estrela-da-semana-foi-o-gripen-e-mas-a-saab-nao-se-esqueceu-do-gripen-c/)
Citar
Por isso, no dia da apresentação do Gripen E, e do lado de fora do hangar onde os holofotes apontavam para o novo membro da família, um Gripen C empregado em campanhas de testes em voo e integração de novas capacidades e armamentos estava exposto. E, sob as suas estações de cargas externas, estavam as mesmas armas vistas no Gripen E: mísseis ar-ar Meteor e IRIS-T, bombas de pequeno diâmetro (SDB, consideradas cada vez mais importantes em vários cenários dos conflitos recentes, pela combinação de precisão, e menores possibilidades de danos colaterais), acompanhadas de pod designador de alvos Litening. Não eram apenas de itens de decoração ou fundo para as fotos dos convidados que chegavam à cerimônia – neste dia 19 pudemos ver a mesma aeronave, de indicativo 39-261, abrigada no hangar dos jatos Gripens utilizados nos testes em voo. Ou seja, são versões dos armamentos que estão voando em seguidas surtidas de ensaios e validação.
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi2.wp.com%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2016%2F05%2FGripen-C-39-261-com-Meteor-SDB-e-IRIS-T-em-18-5-2016-foto-3-Nunao-Poder-Aereo.jpg%3Fw%3D1500&hash=5a4f473c2e037aa7ba59db717517e170)

Cumprimentos
Título: Re: Gripen
Enviado por: Lusitano89 em Maio 23, 2016, 02:55:08 pm
Título: Re: Gripen
Enviado por: Cabeça de Martelo em Junho 01, 2016, 12:14:50 pm
Gripen M comparado ao C e ao E: os trens de pouso

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi0.wp.com%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2016%2F05%2FGripen-M-cutaway-imagem-folheto-Saab-abril-2016.jpg&hash=1394b3650f8676453a0a90755be2b7fe)

http://www.aereo.jor.br/2016/05/31/projeto-do-gripen-m-comparado-ao-c-e-ao-e-os-trens-de-pouso/
Título: Re: Gripen
Enviado por: mafets em Junho 12, 2016, 09:07:24 pm
Bom artigo sobre o Gripen, sobretudo 261.  ;)

http://www.aereo.jor.br/2016/06/11/por-que-o-canopi-do-gripen-abre-do-lado-direito/ (http://www.aereo.jor.br/2016/06/11/por-que-o-canopi-do-gripen-abre-do-lado-direito/)

Citar
Chegamos à décima reportagem de nossa cobertura realizada na Suécia sobre o evento de apresentação do protótipo do Gripen E, aeronave de matrícula 39-8 mostrada ao mundo no dia 18 do mês passado. Na viagem, apuramos diversas informações e curiosidades não apenas sobre a nova geração do caça da Saab, mas também sobre as atuais versões C/D (monoposto e biposto da geração atualmente operacional, respectivamente)

Uma das últimas matérias da série tratou de nossa visita, feita em 19 de maio, ao hangar de aeronaves de testes, que faz parte das instalações da empresa na cidade de Linköping, no centro-sul da Suécia. Na reportagem, pudemos conferir diversos detalhes representativos da nova geração do caça, presentes no jato Gripen D que em 2008 foi transformado em demonstrador e que serve, hoje, como avião de testes de sistemas, tendo recebido a matrícula 39-7.

Não menos importante, pudemos comparar esses detalhes, como a nova posição do trem de pouso reprojetado, as carenagens mais volumosas da junção asa-fuselagem etc, com os mesmos itens de um Gripen C, de matrícula 39261, que estava abrigado ao seu lado. Chegou a hora de continuaremos nossa visita àquele hangar, conduzidos por Marcus Wandt (imagem abaixo), piloto de provas da Saab, rodeando aquele Gripen C.
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi1.wp.com%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2016%2F06%2FVisita-hangar-testes-Saab-19-5-2016-foto-16-Saab.jpg%3Fw%3D809&hash=2e7505bdc21e34eaaf3ac53274e1fec6)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi1.wp.com%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2016%2F06%2FVisita-hangar-testes-Saab-19-5-2016-foto-13-Saab.jpg%3Fw%3D1500&hash=86c124c87261cafda684a32cbf12123d)

Saudações
Título: Re: Gripen
Enviado por: olisipo em Julho 16, 2016, 11:24:36 pm


Gripen C da Força Aérea Sueca durante exibição em Farnborough 2016
Título: Re: Gripen
Enviado por: Burro em Julho 17, 2016, 02:24:40 pm
Essas bombas da Boeing mostradas no Gripen E são do mesmo modelo que estão sendo usadas pelos A-29 Super Tucano no Afeganistão, só atacam a noite, essas bombas são lançadas a 50 Km de distância do alvo atingindo com precisão.
Título: Re: Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Novembro 24, 2016, 01:16:58 am
Caça Saab Gripen E 39-8 em testes para o primeiro voo

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2016%2F11%2FGripen-39-8-3.jpg&hash=663b9a5ff473035750f4dc9003808ceb)

A Saab divulgou no Twitter fotos do protótipo do Gripen NG (Gripen E 39-8) em testes de solo que antecedem o primeiro voo do caça em Linköping.

Foi informado que os testes de táxi em alta velocidade devem começar em breve.

O primeiro voo está programado para o segundo trimestre de 2017, quando o novo software da aeronave estiver completamente validado.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2016%2F11%2FGripen-39-8.jpg&hash=9cb058f199da9eb7524bfa89b0a89bfc)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2016%2F11%2FGripen-39-8-4.jpg&hash=103dde3af74b85e0f1fa60fbc9aa88ef)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2016%2F11%2FGripen-39-8-2.jpg&hash=ea1cddeaff1ad08717dea08bb0ebdda7)

FONTE:  http://www.aereo.jor.br/2016/11/23/caca-saab-gripen-e-39-8-em-testes-para-o-primeiro-voo/
Título: Re: Gripen
Enviado por: mafets em Novembro 24, 2016, 04:52:53 pm
Parece que adivinhava...
Citar
A Saab optou por adiar o cronograma do primeiro voo do Gripen E por seis meses para amadurecer o software, mas diz que o caça permanece no cronograma para entrega às forças aéreas suecas e brasileiras a partir de 2019
http://www.aereo.jor.br/2016/11/24/saab-adia-o-primeiro-voo-do-caca-gripen-e/ (http://www.aereo.jor.br/2016/11/24/saab-adia-o-primeiro-voo-do-caca-gripen-e/)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2016%2F07%2FGripen-E-rollout-6-640x427.jpg&hash=c247e86a3bd83609cc501f351afbb7f9)

Saudações
Título: Re: Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Dezembro 14, 2016, 05:54:18 pm

Gripen E programme: Taxi testing
Título: Re: Gripen
Enviado por: Burro em Dezembro 15, 2016, 02:45:52 pm
Boa notícia, o programa avança, o primeiro Gripen de série - pelo menos entendi assim, ou coisa que o valha - será configurado para o padrão pedido pela FAB, certamente depois dos primeiros testes de voo, deverá ser enviado ao Brasil.

Seria interessante fazer uma escala em Portugal para fins de demonstração as autoridades locais, creio que seja de interesse, apesar de Portugal não fazer parte deste programa - o que é de todo lamentável - neste caso há que se respeitar e levar em conta a realidade financeira de cada país, mas estimo que talvez no futuro Portugal possa a vir se tornar um usuário Gripen.

Creio que seria de bom alvitre um pit stop em Lisboa e a realização de voos contemplativos ao ministro da defesa Aguiar Branco e ao presidente Durão Barroso, acompanhados pelo staff da FAP, seria quanto ao menos, uma forma de diplomacia graciosa.

Só para constar, leio na Jane´s que a SAAB respondeu formalmente ao governo indiano pelo interesse daquele país em 150 caças (esses caras são malucos) monomotores.

Michel Temer em visita a Índia durante a cúpula do BRICs ofereceu o Gripen aos indianos, com a Embraer lhes dando uma mão na construção local, e durante uma conferência na Comissão de Defesa Nacional e Relações Exteriores no Senado, o ministro da defesa Raul Jungmann deixou escapar textualmente: "A índia está se preparando para comprar uma grande quantidade de caças Gripen".

Vamos aguardar.
Título: Re: Gripen
Enviado por: NVF em Dezembro 15, 2016, 02:52:08 pm
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fcdn.memegenerator.es%2Fimagenes%2Fmemes%2Ffull%2F3%2F74%2F3748522.jpg&hash=67d0ad8a291821d6bf1d0986880e12c6)
Título: Re: Gripen
Enviado por: mafets em Dezembro 15, 2016, 04:25:15 pm
Boa notícia, o programa avança, o primeiro Gripen de série - pelo menos entendi assim, ou coisa que o valha - será configurado para o padrão pedido pela FAB, certamente depois dos primeiros testes de voo, deverá ser enviado ao Brasil.
A comédia continua.  ;D É o primeiro protótipo mas para o Burro já é "o primeiro Gripen de série". Entendeu mal Burro, mais uma vez.  ::) Para o Brasil o protótipo sueco do Gripen, não estou a ver porque, já que quando fizeram o AMX o protótipo italiano também não foi visitar terras de Santa Cruz.  Fizeram e voaram no vosso. ;)
Citar
Os protótipos brasileiros
A montagem do primeiro protótipo brasileiro começou em 1984, logo após o envio de três conjuntos de asas e tomadas de ar fabricadas pela Embraer para os protótipos italianos. Em novembro daquele ano, a Embraer recebeu a fuselagem da Itália e, no início de 1985, preparava-se para instalar os primeiros sistemas de bordo e integrar as asas. O tempo era curto, pois a empresa pretendia apresentar o “seu” AMX na semana da asa daquele ano. O motor Spey foi integrado à fuselagem em agosto e, depois disso, foram feitos ajustes eletrônicos finais no protótipo.

http://www.aereo.jor.br/2015/12/27/programa-amx-da-concepcao-a-modernizacao/ (http://www.aereo.jor.br/2015/12/27/programa-amx-da-concepcao-a-modernizacao/)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2015%2F10%2FAMX-25-1o-voo-AMX-Brasil.jpg&hash=83323ee62e73dd807e50b0525e1dc3f3)

Citação de: Burro
Seria interessante fazer uma escala em Portugal para fins de demonstração as autoridades locais, creio que seja de interesse, apesar de Portugal não fazer parte deste programa - o que é de todo lamentável - neste caso há que se respeitar e levar em conta a realidade financeira de cada país, mas estimo que talvez no futuro Portugal possa a vir se tornar um usuário Gripen.
E Portugal havia de fazer parte deste programa porque? Os F16 só serão substituídos lá para a década de 30 deste século. Além disso já fazemos parte dos fabricantes do Kc390. Quanto ao resto tudo é possível. A FAB apesar do Kc390 não se tornou usuária do C295 Sar da industria europeia Airbus Military?  ::) http://pt.dfns.net/2016/09/16/voa-o-primeiro-airbus-c295w-da-fab/ (http://pt.dfns.net/2016/09/16/voa-o-primeiro-airbus-c295w-da-fab/)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2016%2F09%2Fairbus-brazilc295w-Airbus-1.jpg&hash=b8459a3a57bd283674670b1a69cf4b43)


Citação de: Burro
Creio que seria de bom alvitre um pit stop em Lisboa e a realização de voos contemplativos ao ministro da defesa Aguiar Branco e ao presidente Durão Barroso, acompanhados pelo staff da FAP, seria quanto ao menos, uma forma de diplomacia graciosa.
Desconheço se o escritório de advogados do Aguiar Branco  e o GS onde o Durão Barroso é vice-presidente estão interessados no Gripen E, como avião pessoal para os mesmos mas tudo é possível, embora nada tenha a ver com Portugal e sua força aérea.  ;D Já tendo em conta o calendário da FAP quanto a substituições para já dava jeito a Helibras chegar-se à frente e fazer umas quantas escalas técnicas aqui no burgo, ou os Françius não deixam?.  ;)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2010%2F02%2Fhelibras-foto-otempo.jpg&hash=7962645b078bb1f34bb3c25ca49342b9)

Citação de: Burro
Só para constar, leio na Jane´s que a SAAB respondeu formalmente ao governo indiano pelo interesse daquele país em 150 caças (esses caras são malucos) monomotores.

Michel Temer em visita a Índia durante a cúpula do BRICs ofereceu o Gripen aos indianos, com a Embraer lhes dando uma mão na construção local, e durante uma conferência na Comissão de Defesa Nacional e Relações Exteriores no Senado, o ministro da defesa Raul Jungmann deixou escapar textualmente: "A índia está se preparando para comprar uma grande quantidade de caças Gripen".

Vamos aguardar.
Esperemos que não seja como o AMX. Eram cerca de 2000 caças e uma cota de mercado de 25% e ainda hoje se aguardam as primeiras encomendas exceptuando os países executores do projecto, Brasil e Itália, o que é uma pena face às capacidades do avião em si, tanto na versão de ataque como de Treino.
Citar
Ainda no início da década de 1980, época em que a chamada “Guerra Fria” voltava a esquentar, estudos do consórcio AMX apontavam para um mercado capaz de absorver até dois mil jatos de ataque. A maior parte desse mercado era de atuais operadores de A-4Sk yhawk, A-7 Corsair II, Fiat G.91 e aviões de ataque semelhantes, sem recursos para comprar caças de nova geração ou que preferiam jatos mais simples, para missões secundárias. Esperava-se que o AMX pudesse conquistar perto de 25% desse mercado.

http://www.aereo.jor.br/2015/12/27/programa-amx-da-concepcao-a-modernizacao/ (http://www.aereo.jor.br/2015/12/27/programa-amx-da-concepcao-a-modernizacao/)
E por falar em realidade financeira  ;) . Esperemos que com o Gripen não gastem mais que no Kc390, pois com o AMX...  ::)
Citar
Em 1983 o projeto estava orçado em 600 milhões de dólares. Apenas para efeito comparativo, a Embraer gastou no desenvolvimento do EMB-120 Brasília, sozinha, 200 milhões de dólares. Por diversas razões, os custos do programa AMX foram subindo e, por volta de 1987, o Ministério da Aeronáutica já havia desembolsado perto de US$ 1,8 bilhão.

Já agora, o Gripen E teve logo os suissos a "roerem a corda" deixando a SAAB com as acções em baixo. Mas certamente que no Brasil nem que "chova canivetes", v.exmas permanecerão "firmes e hirtos" na defesa do aparelho.   ;)
Citar
Saab AB fell the most in ten months after Swiss voters rejected a 3.1 billion-franc ($3.5 billion) order for its Gripen fighter jets in a referendum.

The 22-plane contract, which Switzerland awarded 2 1/2 years ago, was opposed by 53.4 percent of voters, the Swiss government in Bern said yesterday. The latest survey ahead of the vote had showed some 51 percent of people opposing the transaction while 44 percent were in favor.

The result is “negative for Saab, but not exactly unexpected given the opinion polls,” said Mats Liss, an analyst at Swedbank AB in Stockholm. While a Brazilian contract won last year is more important than the one from Switzerland, the rebuff by Swiss voters means there will be “a period of uncertainty until the Brazil order is finalized,” he said.

Gripen opponents had argued that the planes would cost 10 billion francs over their lifetime, money that could be spent on education, transport or pensions. The Swiss Defense Ministry, which initiated the purchase, has said it will honor the result of the vote. The Swiss rejection leaves Saab with orders for the next-generation Gripen E, whose development is contingent on an export order of at least 20 aircraft, from only Sweden and Brazil.

Saab’s shares fell as much as 7 percent, the steepest intraday decline since July 19, and were trading 3.7 percent lower at 182.3 kronor as of 12:02 p.m. in the Swedish capital. Trading volume was more than twice the daily average in the past three months.

https://www.bloomberg.com/news/articles/2014-05-18/saab-loses-3-5-billion-jet-order-as-swiss-reject-gripen (https://www.bloomberg.com/news/articles/2014-05-18/saab-loses-3-5-billion-jet-order-as-swiss-reject-gripen)
 

Saudações
Título: Re: Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Dezembro 24, 2016, 11:50:06 am
Título: Re: Gripen
Enviado por: HSMW em Janeiro 14, 2017, 11:46:19 am
Já estatelaram um na Tailândia.
Título: Re: Gripen
Enviado por: mafets em Janeiro 14, 2017, 03:41:30 pm
Já estatelaram um na Tailândia.

Já  não é o primeiro. https://en.wikipedia.org/wiki/Accidents_and_incidents_involving_the_JAS_39_Gripen (https://en.wikipedia.org/wiki/Accidents_and_incidents_involving_the_JAS_39_Gripen)

(https://cdn2.defesaaereanaval.com.br/wp-content/uploads/2015/05/Gripen_crash_02-600x399.jpg)
Citar
Gripen húngaro sofre acidente durante pouso no exercício Lion Effort
(https://jornaldoar.com/wp-content/uploads/2015/06/acidente-gripen-1263x536.jpg)
Citar
Hungria sofre segundo acidente de um Gripen no espaço de dois meses

Cumprimentos
Título: Re: Gripen
Enviado por: Lusitano89 em Janeiro 19, 2017, 04:45:16 pm



Título: Re: Gripen
Enviado por: Burro em Janeiro 30, 2017, 01:13:58 am
Tô achando que esse cara do tal do Mundo Militar pode ser um agente de contra propaganda, tem outros na mesma linha, dessa mesma cepa, os mesmo absurdos.

Pode ser um nacional descontente - e tem muitos - com esse contrato do Brasil com a Suécia, ou com as forças armadas em geral, ou pode mesmo ser um agente externo.

Só para se ter uma ideia, durante as eleições presidenciais no Brasil, o candidato Aécio Neves era massacrado com mentiras e calúnias nas redes sociais todo o tempo. Aécio entrou na justiça para buscar os responsáveis, recentemente, as investigações apontaram que um dos focos desses grandes ataques era um IP de uma estatal cubana de internet, ou seja, a partir de Cuba tinha uma máquina de difamação direcionada contra Aécio no Brasil.

Qual a conclusão de quem vê este vídeo?? que o Brasil não vai ganhar NADA com esse contrato de transferência de tecnologia, o sujeito dá o exemplo do radar AESA, que nem a própria Saab fabrica, ou seja, o Brasil não está em busca dessa tecnologia.

As tecnologias a serem transferidas são negociadas em contrato, o que o Brasil, e não a Embraer como ele diz, vai receber de tecnologia da Saab foi previamente contratada, o Brasil pagou por isso, a Saab concordou em transferir.

O que foi contratado será transferido, nem mais nem menos, o Brasil sabe exatamente o que quer de tecnologia neste caso do Gripen, e o que a Saab vai transferir já foi contratado, nada será pedido, e nada será fornecido além do contrato.

Nem a Boeing e nem a Dassault estavam dispostas a transferir tecnologia ao Brasil, a Boeing depende do Congresso, e a Dassault os acionistas eram contra.

Fosse François Hollande o presidente da França na época, ele teria bancado, me parece mais safo em negociações deste tipo que Sarcozy.

Voltando, ou esse cara é um nacional vingativo, ou um agente externo anti propaganda, na internet está cheio disso, o pior que funciona.

Disse que o Chile tem supostamente um exército mais potente que o do Brasil, e dá como exemplo, o simples fato de serem usuários do Leopard2, e o Brasil usa o Leopard1... ora, já sabemos o que um míssil AC moderno é capaz de fazer contra qualquer blindado, muito antes de este estar ao alcance de sua visão e seu canhão, o próprio sistema Astros tem um foguete carregado com sub munições AC, seu alcance é de uns míseros 100 Km.... fora os MI-35, com mísseis russos com uns 9 Km de alcance, capaz de destruir qualquer blindagem conhecida, o Chile se muito deve fabricar balas de fuzil, o Brasil já fabrica munição flecha desde os anos 80, só para comparar.

Me parece um nacional, pau mandado de algum blogueiro de defesa brasileiro que ficou de fora dos rapapés comerciais dessas empresas e sem circulação no alto comando das FA.

O sujeito que se acha o tal, e de repente vê um concorrente seu dentro do estaleiro dos Scorpenes em Itaguaí, local onde ele nunca vai entrar, então só lhe resta partir para esse vídeos absurdos e minar o mais que puder.

Infelizmente essa porcalhada surte efeito sobre incautos.

Título: Re: Gripen
Enviado por: mafets em Janeiro 30, 2017, 11:38:36 am
O regresso do Off Topic... ::)
(https://media.disquscdn.com/home/channels/offtopic/offtopic-channel-logo1.png)
Já agora, para comparar isto quem chegar lá... ;)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fvignette4.wikia.nocookie.net%2Fbrasil%2Fimages%2Fa%2Fae%2FLeopard.jpg%2Frevision%2Flatest%3Fcb%3D20091005030811&hash=7f5e16899061dd7f0d947c9255d8426a)
Citar
Leopard 1A1 Brasil
(https://pbs.twimg.com/media/Crq1D97WAAA5VZW.jpg)
(https://c1.staticflickr.com/5/4105/5006541731_7ae5751c2a_z.jpg)
Citar
Leopard 2 A4 Turquia/Chile
(https://newwars.files.wordpress.com/2008/11/canadian_leopard2a6.jpg)
Citar
Leopard 2A6 canadiano no Afeganistão

Saudações

P.S. Já agora: http://www.gripenblogs.com/default.aspx (http://www.gripenblogs.com/default.aspx)
Título: Re: Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Fevereiro 14, 2017, 11:43:18 am
Título: Re: Gripen
Enviado por: Stalker79 em Fevereiro 14, 2017, 05:37:19 pm
Os F-16 da FAP tem de ser substituidos a partir de 2025, o Gripen E parece ser uma boa opção ,especialmente se tivermos em conta os bugs que nunca mais acabam no F-35. Depois vamos a ver quem é que dá as melhores "mamas" a quem estiver no poder na altura...

 :G-bigun:
Título: Re: Gripen
Enviado por: Burro em Fevereiro 14, 2017, 06:55:08 pm
Eles vão acabar comprando o Gripen E também, assim como já está tudo acertado para a compra do KC-390.

Seria interessante que pudessem comprar o A-29 Super Tucano também para treinamento, e claro, os novos Erieye Radar System baseados na nossa mais nova e moderna plataforma E/R-99 e P-99, os novíssimos Embraer E190-E2.

A ideia do Ministério da Defesa do Brasil é procurar estandadizar ao máximo nossos meios de defesa, desta feita, Gripen E, A-29 ST, KC-390, Airborne Early Warning and Control System Erieye E-190E2, já é algo em que podemos começar a avançar nestes ditames.

Também temos toda uma gama de mísseis e bombas para uso no Gripen de fabricação nacional.

Não podemos esquecer dos aviões para transporte das autoridades lusas, desde a família Legacy até modelos maiores, seriam de boa pedida para o traslado dos altos comandos políticos e institucionais do país.

É claro que temos equipamentos também  para mobiliar suas forças terrestres e marítimas, mas isso é tema para outro tópico.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.planobrazil.com%2Fwp-content%2Fuploads%2F2016%2F11%2Fp-1901.jpg&hash=a74d73547b0d2817a9956ff6fd5c5de6)
Apenas como exemplo: E-190E2 versão patrulha marítima.
Título: Re: Gripen
Enviado por: Stalker79 em Fevereiro 15, 2017, 01:11:20 am
Eles vão acabar comprando o Gripen E também, assim como já está tudo acertado para a compra do KC-390.

Seria interessante que pudessem comprar o A-29 Super Tucano também para treinamento, e claro, os novos Erieye Radar System baseados na nossa mais nova e moderna plataforma E/R-99 e P-99, os novíssimos Embraer E190-E2.

A ideia do Ministério da Defesa do Brasil é procurar estandadizar ao máximo nossos meios de defesa, desta feita, Gripen E, A-29 ST, KC-390, Airborne Early Warning and Control System Erieye E-190E2, já é algo em que podemos começar a avançar nestes ditames.

Também temos toda uma gama de mísseis e bombas para uso no Gripen de fabricação nacional.

Não podemos esquecer dos aviões para transporte das autoridades lusas, desde a família Legacy até modelos maiores, seriam de boa pedida para o traslado dos altos comandos políticos e institucionais do país.

É claro que temos equipamentos também  para mobiliar suas forças terrestres e marítimas, mas isso é tema para outro tópico.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.planobrazil.com%2Fwp-content%2Fuploads%2F2016%2F11%2Fp-1901.jpg&hash=a74d73547b0d2817a9956ff6fd5c5de6)
Apenas como exemplo: E-190E2 versão patrulha marítima.

Esse 190 MPA parece muito interessante, e de certeza deve ser mais acessivél do que os P-8 da Boeing. Sim a compra de pelo menos 6 KC-390 já estava garantida, especialmento porque os nossos C-130 já estão a cair de podres.
Título: Re: Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Março 09, 2017, 02:53:17 pm
Primeiro exemplar do Gripen brasileiro está em produção na Suécia

Citar
Da Redação -

A tradicional fabricante aeronáutica Saab já iniciou em suas instalações em Linköping a produção do primeiro Gripen de testes brasileiro. A empresa confirmou que os trabalhos estão seguindo dentro dos planos e do programado e os resultados obtidos estão dentro das suas expectativas. Enquanto a Força Aérea Brasileira (FAB) e o Ministério da Defesa se preparam para receber nos próximos anos os primeiros exemplares do jato de combate de 4ª++ geração JAS-39 E/F Gripen, a Saab avança em passo firme nas campanhas de ensaio, testes em solo, em simuladores e desenvolvimento de sistemas do caça que vai equipar as Forças Aéreas do Brasil e da Suécia até o momento.

Desde que o protótipo Gripen E, o “39-8”, foi apresentado oficialmente em maio de 2016, a Saab já conduziu alguns ensaios de acionamento do motor e taxiamento da aeronave. A empresa contará com outros dois protótipos - o “39-9” será usado para desenvolvimento do sistema tático de missão, enquanto o terceiro, “39-10”, para verificação final dos sistemas e estruturas.

O foco da Saab agora está na finalização dos trabalhos e qualificação do sistema Distributed Integrated Modular Avionics (DIMA). Segundo a fabricante, a melhor maneira de descreve-lo, comparando-o com os sistemas tradicionais, é fazendo uma analogia com os telefones celulares de tipo smartphone. Numa suíte de aviônicos tradicional, cada função do sistema trabalha por conta própria, sendo que esses possuem estruturas complexas, impondo um grande desafio na integração para que todos trabalhem juntos. Já no novo modo que a Saab está trabalhando, o DIMA, as mudanças e as integrações futuras serão feitas utilizando aplicativos, os softwares. Assim, não precisarão aplicar mudanças no hardware da aeronave para adicionar uma nova função, apenas farão a atualização ou a instalação de novos aplicativos.

Além de proporcionar uma grande agilidade na hora de atualizar um sistema ou acrescentar novas funcionalidades, investimentos em hardware – que são caros e demorados, não serão mais necessários. Nasce assim uma infinidade de possibilidades.

Trata-se de algo realmente inovador e que permitirá a fácil instalação futura de sistemas que ainda não existem ou não estão disponíveis. Pelo fato de ter sistemas trabalhando isoladamente, a integração de novas funções táticas, por exemplo, pode ser feita sem a necessidade de se requalificar todo o sistema.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.creditorial.com.br%2Fportal%2Fimagens%2FUpLoadedImages%2F6285_1.jpg&hash=e5c46939a3db797e12d7ebd60c5f2c9b)
O primeiro protótipo do Gripen E em ensaios de taxiamento na Suécia. Foto: SAAB

Com o DIMA pronto, a expectativa da empresa é de voar o primeiro protótipo no segundo quadrimestre deste ano.

Mas enquanto os trabalhos progridem na Suécia, aqui no Brasil as atividades também são intensas. Em 22 de novembro de 2016, a Saab inaugurou com a Embraer nas instalações da fabricante brasileira em Gavião Peixoto, no interior paulista, o Centro de Projetos e Desenvolvimento do Gripen (CPDG). Será o hub de desenvolvimento tecnológico do Gripen NG no Brasil para a Saab e a Embraer, junto às empresas e instituições brasileiras parceiras, e a FAB, por meio de sua instituição de pesquisas, o Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA). O CPDG contempla o ambiente e os simuladores necessários para o desenvolvimento dos caças. Além disso, está conectado à Saab na Suécia e aos parceiros industriais no Brasil, assegurando transferência de tecnologia e desenvolvimento eficientes.

Até 2024 serão mais de 350 profissionais brasileiros que farão cursos, treinamentos e trabalhos práticos na Suécia, como parte do acordo de transferência de tecnologia no programa do Gripen. Serão mais de 60 projetos com dois anos de duração. Ao final deste processo, a indústria nacional e a FAB terão conhecimentos críticos necessários para iniciar, no futuro, o desenvolvimento de um avião de caça próprio.

Desde outubro de 2015, mais de 120 engenheiros brasileiros da Embraer e das outras empresas brasileiras do programa, seguiram para Linköping. Mais de 30 já voltaram para o Brasil e hoje estão trabalhando no CPDG, junto com profissionais da Saab que estão no Brasil. A expectativa é que o número de profissionais no Centro chegue a 180.

O Brasil escolheu o Gripen como vencedor do programa F-X2 em 18 de dezembro de 2013. Serão 28 Gripen E e oito Gripen F (biplace, de treinamento) que equiparão as unidades de defesa aérea da FAB. E a Suécia já se comprometeu em adquirir 60 Gripen E.

Em julho de 2015, o Brasil e a Suécia chegaram a um acordo sobre a forma de pagamento e as taxas de juros, sendo que em 5 de agosto, o Senado Federal aprovou a compra. Serão oito anos de carência e mais 25 anos para pagar os US$ 4,6 bilhões de dólares por um vetor que ficará à frente da defesa aérea por 30 ou 40 anos.

Dos 36 caças, 15 serão fabricados no Brasil e oito por brasileiros na Suécia. Os outros 13 serão feitos por suecos, mas com acompanhamento de profissionais brasileiros. A expectativa é que o programa gere 14.500 empregos diretos e indiretos, além de R$ 9,1 bilhões em transferência de tecnologia e compensações industriais e comerciais.

Os primeiros exemplares suecos devem chegar aos esquadrões em 2019, para que então a Initial Operating Capability (IOC, capacidade inicial de operação) seja obtida em 2023. No Brasil, até o momento, o Gripen E/F vai equipar duas unidades aéreas, ambas sediadas em Anápolis. O 1º Grupo de Defesa Aérea vai começar a receber os aviões em 2021 e concentrará as missões de defesa aérea. Já o 1º/16º GAV, que estava operando os jatos de ataque Embraer A-1A/B sediado na Base Aérea de Santa Cruz (RJ) e que foi desativado em dezembro passado, será reativado em Anápolis com o Gripen E/F fazendo as missões de ataque ao solo.

FONTE: http://www.creditorial.com.br/portal/no ... px?id=6285
Título: Re: Gripen
Enviado por: Cabeça de Martelo em Março 15, 2017, 10:03:45 am
As últimas:

https://www.facebook.com/robcaiafa/videos/10212523367429424/

Título: Re: Gripen
Enviado por: Cabeça de Martelo em Março 15, 2017, 03:06:15 pm
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fd1qka67o21nlgb.cloudfront.net%2Fcache%2Fassetslidethumb%2F45743-30929-1489526406.0.0.jpg&hash=5377bdc0e2861fa16b502cb4e9643e9e)

Título: Re: Gripen
Enviado por: Cabeça de Martelo em Março 15, 2017, 03:46:57 pm
SAAB’S ANNUAL GRIPEN SEMINAR 2017

http://saab-seminar.creo.se/170315/saabs_annual_gripen_seminar_2017

Título: Re: Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Março 20, 2017, 05:33:59 pm
Título: Re: Gripen
Enviado por: Charlie Jaguar em Abril 03, 2017, 12:23:19 pm
Citar
Gripen E to gain enhanced anti-ship missile
31 March, 2017

Sweden will equip its future fleet of Gripen E fighters with an extended-range version of the Saab/Diehl Defence-produced RBS15 anti-ship missile, under a project worth SKr3.2 billion ($358 million). Announced on 31 March, the deal will deliver weapons with “greatly improved capabilities to engage any target, in all [weather] conditions”, says Saab chief executive Håkan Buskhe. Equipped with an upgraded seeker, the RBS15F ER will have a reduced launch weight and increased range compared with earlier versions of the maritime- and land-attack missile.

The extended-range design will be among a variety of weapon types to be carried by the Gripen E, which is scheduled for delivery to the Swedish air force from 2019. Others include MBDA’s Meteor beyond visual-range air-to-air missile, which entered service with its MS20 operating standard Gripen Cs last year, and Diehl Defence’s short-range IRIS-T. Saab lists the 4.35m (14.3ft)-long, sea-skimming RBS15F ER as weighing around 600kg (1,320lb), including a 200kg warhead. It cites an operational range of more than 108nm (200km).

Sweden’s FMV defence materiel administration says the enhanced weapon – which will also be produced in a ship-launched version – will be operational from the mid-2020s. Its contract also includes in-service support services for the nation’s current inventory of RBS15s.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Falert5.com%2Fwp-content%2Fuploads%2F2017%2F04%2F20170331-en-2510288-11.jpg&hash=f73954c7f49e7fc687a942bd388d81bc)
Título: Re: Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Abril 24, 2017, 06:57:44 pm
SAAB testa um caça Gripen fazendo uso de 100% do biocombustível pela primeira vez

(https://1.bp.blogspot.com/-FrLPwYqNyRY/WP0AwsV532I/AAAAAAAAObc/SgbwW1FfkmMaNnIszEkO9NJUBvC-BkQjQCLcB/s1600/pioneering-first-flight-on-100-percent-renewable-biofuel-for-gkns-rm12-gripen-fighter-engine.jpg)

Citar
A SAAB tem realizados uma série de testes utilizando um caça Gripen como plataforma, fazendo uso de 100% do biocombustível, para comprovar que a aeronave pode voar com um combustível alternativo e ao mesmo tempo está sendo fornecido informações valiosas para o possível uso de um combustível alternativo no futuro.  "Os teste provaram que o Gripen pode voar com 100% de biocombustível, isso é um passo importante para tornar o Gripen mais seguro para o futuro", diz Göran Bengtsson, Diretor de Pesquisa e Tecnologia, de Futuro Negócios e Aviação da SAAB.

Ter uma fonte diferente da atual de combustíveis, seria mais ou menos como “ganhar a independência de importações de petróleo”, algo que é muito importante do ponto de vista da defesa e abre caminho para fontes adicionais de combustíveis, criando uma grande flexibilidade. Isso se torna bom se a médio/longo prazo, possa vir a contribuir também para a redução no impacto ambiental".

Esta foi a primeira vez que uma aeronave de combate voou com 100% de biocombustível. Os voos foram realizados com um caça Gripen D nas instalações da Saab em Linköping e foram completos como o planejado. "O teste não apresentou diferenças entre o biocombustível e o combustível normal, isso significa que o biocombustível pode ser usado como uma alternativa completamente satisfatória para as aeronaves Gripen como combustível normal, " diz Göran Bengtsson.

(https://1.bp.blogspot.com/-3zUaaQVizCA/WP0Av83VGsI/AAAAAAAAObY/zszPz30ShV8Io3HDwgPY6pXspCPX7LpvwCLcB/s1600/Gripen-biofuel-2.jpg)

O emprego do biocombustível em serviço operacional com o Gripen exigirá, no entanto, a certificação adicional deste tipo de  combustível, onde o acesso a quantidades que possam vir a corresponder às necessidades operacionais seja satisfatórias". O combustível testado (CHCJ-5) é feito a partir de óleo da colza (Canola). A aeronave não faz distinção quanto ao tipo, para ela não importa saber se o combustível é baseado em petróleo bruto ou em óleo vegetal.

O combustível deve sim, cumprir os mesmos requisitos, independentemente da matéria-prima. A Administração Sueca de Material de Defesa (FMV) está por de trás do projeto, que ainda tem a Saab Aerospace e GKN, que produz o motor (RM12) para o Gripen C/D, como parceiras. Através de um acordo bilateral entre a Suécia e os Estados Unidos, a Marinha dos Estados Unidos (USN) e a Força Aérea dos Estados Unidos (USAF) também têm contribuído com um valioso conhecimento para a certificação dos biocombustíveis.

FONTE: SAAB
Título: Re: Gripen
Enviado por: nelson38899 em Abril 26, 2017, 05:31:03 pm
Citar
Bulgaria has selected the Saab Gripen as its new future fighter aircraft, the country's interim deputy prime minister reportedly announced on 26 April.

Stefan Yanev said talks will now take place with Sweden to acquire eight aircraft to replace its Warsaw Pact-era MiG-29 'Fulcrum' fighters, the Reuters news agency reported, adding that a special commission into the procurement will be set up within a week.

Saab declined to confirm the sale to Jane's , noting only that, "We have seen the information in the media, and it is encouraging to be on top of the evaluations group's list. With that said, this is one step in an extensive process that will continue going forward."

While not specified in the Reuters report, Saab had offered Bulgaria the C/D-variant of the Gripen, and had offered to restart the production line which had recently transitioned over the E model (some Gripen C/D work has continued as Saab prepares for an expected Slovakia contract) .

In apparently securing selection, the Gripen beat-off competition from the Lockheed Martin F-16 Fighting Falcon, which Portugal was offering second-hand, and from the Eurofighter Typhoon, surplus models of which were being offered by Italy.

Bulgaria's fighter modernisation and procurement efforts have been long-running, with the country looking to upgrade its Soviet-era aircraft since it joined NATO in 2004. In 2011 the country scrapped plans to launch an open tender for new fighter aircraft and considered a deal to acquire second-hand F-16 aircraft in a deal similar to that of Romania's procurement of ex-Portuguese aircraft. Prior to the cancellation of this 2011 procurement tender, Saab had reportedly offered to price-match new Gripen C/D aircraft with the second-hand F-16s.

janes
Título: Re: Gripen
Enviado por: Sargento Barnes em Junho 15, 2017, 05:19:47 pm
Saab Gripen E completa primeiro voo com sucesso.


(https://scontent-eze1-1.xx.fbcdn.net/v/t31.0-8/19143158_1860524934272032_8867130581551010572_o.jpg?oh=78c0bfa951fb9f765fa9c98746e3be5f&oe=59E9C394)

O Ministro da Defesa, Raul Jungmann, e o Comandante da Força Aérea Brasileira, Brigadeiro Rossato, presenciaram o primeiro voo do Gripen E. Eles também celebraram esse momento com nosso piloto de testes que conduziu o voo, Marcus Wandt.
Título: Re: Gripen
Enviado por: Alvalade em Junho 15, 2017, 05:53:26 pm
Citar
nosso piloto de testes que conduziu o voo, Marcus Wandt.
:rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:

Eu tinha vergonha, agora daqui a uns meses quando um admin decidir aparecer é banido mais uma vez.

É preciso ser triste e doente.
Título: Re: Gripen
Enviado por: HSMW em Junho 15, 2017, 06:00:31 pm
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fblogg.forsvarsmakten.se%2Fflygvapenbloggen%2Ffiles%2F2014%2F06%2FMarcus-framf%25C3%25B6r-en-T-38-2-1024x682.jpg&hash=46cf88805696a07f382092692aa71923)
Olhá àí o Márquinho com o uniformi da FAB!!

 :o :o :o

É preciso ser burro......  :N-icon-Axe: :N-icon-Axe:
Título: Re: Gripen
Enviado por: Sargento Barnes em Junho 15, 2017, 08:04:42 pm
Citar
nosso piloto de testes que conduziu o voo, Marcus Wandt.
:rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:

Eu tinha vergonha, agora daqui a uns meses quando um admin decidir aparecer é banido mais uma vez.

É preciso ser triste e doente.

É porque você talvez não saiba, mas essa foto foi publicada no site oficial da SAAB, e dessa forma, em português, por isso o "nosso piloto de testes", está correto, o piloto é mesmo deles, foi publicado pelos suecos, mas em português, idioma que muitos estrangeiros erradamente chamam de "brasileiro", basta ver no youtube, as centenas de mensagens na área de comentários das músicas brasileiras, a maioria pensa que o Brasil fala  "brasileiro"... "Eu ainda vou aprender a falar brasileiro"... é o que se diz, por desconhecimento, é claro... o próprio Papa Francisco em visita ao Brasil tascou: "Eu não falo brasileiro"... pero fue sólo una broma.

O segundo Gripen já está em construção, e é o da FAB, quem sabe seu piloto de teste não seja o Capitão Pascotto ou Cap Fórneas.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fairway.uol.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2015%2F05%2FPrimeiros-Pilotos-Brasileiros-de-Gripen-Capit%25C3%25A3es-aviadores-Ramon-Santos-F%25C3%25B3rneas-esq-e-Gustavo-de-Oliveira-Pascotto-dir-Foto-FAB.jpg&hash=465df2a8f402f064dba2c2603c7fc738)
Vão honrar as tradições do 1º/1º GAVCA dos campos de batalha nos céus da Europa.

Não podemos esquecer que o Gripen E também vai fazer um primeiro voo como esse, só que em Gavião Peixoto, com um painel que hoje no mundo, só o F-35 utiliza.

Espero que Portugal compre este avião, a exemplo do KC-390, ótima máquina, sem dúvida.

O que é bom para o Brasil, é bom para Portugal.

"Este projeto KC-390 é simbólico do que devem ser as nossas relações futuras entre Portugal e o Brasil, não apenas assentes na língua e na saudade, mas também na ambição e na capacidade das nossas engenharias e tecnologias serem capazes de fazer algo novo"... Antônio Costa.

Se substituir KC-390 por "Gripen E", dá no mesmo.

O Gripen E me parece a escolha natural de Portugal para equipar a FAP.
Título: Re: Gripen
Enviado por: Sargento Barnes em Junho 15, 2017, 08:23:48 pm
Só a título de informação, o Capitão Pascotto pilotava o M2000 na FAB, avião altamente potente, bem mais que o F5M, mas ele disse que o Gripen era superior ao M2000 em muitos aspectos, principalmente na taxa de subida e aceleração.

Cap Fórneas pilotava F5M, avião altamente manobrável, disse que ficou surpreso com a capacidade de manobra do Gripen, sua capacidade de entrar e sair de curvas apertadas, nunca imaginou coisa igual.

Um outro militar da FAB, não lembro o nome, também pilotou o Gripen ainda na fase de escolha, e mesmo sem o curso específico e nunca tendo realizado um reabastecimento aéreo, ele conseguiu realizar um REVO com o Gripen sem problemas, segundo ele, por ser um avião altamente computadorizado e fácil de controlar.

E nós estamos falando do Gripen C/D, e o caça que o Brasil comprou, é o Gripen E, mais moderno e potente.

Já vejo Chile e Colômbia embarcando na compra do nosso avião.

A Colômbia não tem avião, 12 Kfir não conta, e o Chile vai cair a ficha quando nas próximas Cruzex, eles se derem conta do abismo que existe entre seus F-16 e um Gripen E, com AESA e IRST.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2017%2F06%2FSaab-Gripen-E-first-Flight-e1497527242260-1024x601.jpg&hash=942bc51588619c5a09a3eb487bb8db50)
Nosso avião. Lindo demais.
Título: Re: Gripen
Enviado por: Charlie Jaguar em Junho 15, 2017, 08:47:18 pm
Esta palhaçada é para continuar durante quanto tempo mais?  ::)
Título: Re: Gripen
Enviado por: Alvalade em Junho 15, 2017, 08:57:56 pm
Citar
nosso piloto de testes que conduziu o voo, Marcus Wandt.
:rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:  :rir:

Eu tinha vergonha, agora daqui a uns meses quando um admin decidir aparecer é banido mais uma vez.

É preciso ser triste e doente.

É porque você talvez não saiba, mas essa foto foi publicada no site oficial da SAAB, e dessa forma, em português, por isso o "nosso piloto de testes", está correto, o piloto é mesmo deles, foi publicado pelos suecos, mas em português, idioma que muitos estrangeiros erradamente chamam de "brasileiro", basta ver no youtube, as centenas de mensagens na área de comentários das músicas brasileiras, a maioria pensa que o Brasil fala  "brasileiro"... "Eu ainda vou aprender a falar brasileiro"... é o que se diz, por desconhecimento, é claro... o próprio Papa Francisco em visita ao Brasil tascou: "Eu não falo brasileiro"... pero fue sólo una broma.


Até podem dizer que querem aprender são tomense que é para o lado que eu durmo melhor.

Essa conversa ufanista de brasil potência (boa piada) aqui cai em saco roto. Podes criar as contas que quiseres que o pessoal aqui está-se a cagar para ti e para a respectiva propaganda.
Título: Re: Gripen
Enviado por: mafets em Junho 15, 2017, 09:52:21 pm
Pois isto, sempre fui contra os Hospícios darem saídas precárias...  ;D :jaja2:
(https://i.ytimg.com/vi/d9djEFoCTA0/hqdefault.jpg)

Já agora, parece que a Bulgária vai pensar melhor (o que é válido para búlgaros também é para os outros)...  ;)
Citar
But on May 24, Borissov said that Bulgaria’s MiG-29s and Su-25s could fly a further 11 years with overhauled engines. He indicated that equipping the land forces with armoured vehicles and the navy with patrol boats would have higher priority than new fighter aircraft.

Local media pointed out that military experts believed that continuing to fly the Russian-made planes would add up to expenses, over the coming years, that would be the same as buying modern Western aircraft.

In connection with the Nato member target of spending two per cent of GDP for defence, Borissov said that this money had to come from somewhere and the country had different priorities.

“There is plenty of time until 2021 (the deadline for the increase in defence spending). The military should carefully and sparingly say where to put the money.”

Borissov added: “Let’s see if it’s right to take aircraft straight away or to look at land forces, ships…”

Bulgaria faces a possible somewhere between 2.5 and three billion leva in defence acquisitions, to get the eight new fighter jets, two new patrol vessels and 250 armoured vehicles.

Back in 2015, the then-head of the Air Force resigned because, he said, he was unable to fulfil his duties because of the state of the air fleet and other operational issues. Borissov talked him out of resigning. Later, the Air Force chief resigned his post, in 2016, going on to win election as President Roumen Radev on a ticket backed by the opposition socialists.

The deals to overhaul the MiG-29 engines have been fraught with controversy. Hugely costly, the business was initially done by Russia. Then, with then-Defence Minister Nikolai Nenchev playing a key role, and notably to reduce defence sector dependence on Moscow, a deal was struck with Poland to overhaul the engines of the ageing aircraft. Nenchev now faces criminal charges in connection with the deal. He denies wrongdoing.

Borissov has hinted that the engine overhaul could be done at the recently-nationalised Avionams plant near Plovdiv. But this would require the co-operation of Russia, which would have to provide the necessary documentation. Moscow complained vociferously when the business went to Poland, and alleged at the time that the agreement was illegal, because Poland was not licensed to overhaul the Bulgarian Air Force engines.

Defence Minister and Deputy Prime Minister Krassimir Karakachanov, a co-leader of the nationalist United Patriots that is the minority partner in Borissov’s third government, said recently that the new government would review afresh the analysis of the bids to supply aircraft by Portugal, Italy and Sweden.

According to unconfirmed media reports, by Russian agency Tass, Karakachanov said that Bulgaria should produce its own vessels and armoured vehicles for the military.

In May 2016, Karakachanov, then an MP for the Patriotic Front, hinted at corruption in the acquisition for the navy, saying that he would write the name of the company that would win the tender in an envelope, and this would be confirmed when the decision was announced.

Finance Minister Vladislav Goranov has, unsurprisingly, been cautious about the big-ticket shopping list of the armed forces, indicating that next year he would not be falling in line with the military’s ambitious requirements for budget allocations.

Radev, attending the Nato summit in Brussels on May 25, criticised Borissov: “I think that the daily changing of positions, priorities, is not working in the interest of the security of Bulgaria”.

http://sofiaglobe.com/2017/05/25/flying-in-circles-bulgarian-pm-hints-at-further-years-of-delay-in-acquiring-new-jet-fighters/ (http://sofiaglobe.com/2017/05/25/flying-in-circles-bulgarian-pm-hints-at-further-years-of-delay-in-acquiring-new-jet-fighters/)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fsofiaglobe.com%2Fwp-content%2Fuploads%2F2016%2F04%2Fborissov-1-604x272.jpg&hash=f7d7633941b9d05989f03f7e990740d5)

Cumprimentos
Título: Re: Gripen
Enviado por: Cabeça de Martelo em Junho 16, 2017, 11:01:55 am

A Colômbia não tem avião, 12 Kfir não conta, e o Chile vai cair a ficha quando nas próximas Cruzex, eles se derem conta do abismo que existe entre seus F-16 e um Gripen E, com AESA e IRST.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2017%2F06%2FSaab-Gripen-E-first-Flight-e1497527242260-1024x601.jpg&hash=942bc51588619c5a09a3eb487bb8db50)
Nosso avião. Lindo demais.

Oi?...

http://www.northropgrumman.com/Capabilities/sabr/Pages/default.aspx

http://www.lockheedmartin.com/content/dam/lockheed/data/mfc/pc/irst/mfc-irst-pc.pdf
Título: Re: Gripen
Enviado por: mafets em Junho 16, 2017, 11:55:11 am


A Colômbia não tem avião, 12 Kfir não conta, e o Chile vai cair a ficha quando nas próximas Cruzex, eles se derem conta do abismo que existe entre seus F-16 e um Gripen E, com AESA e IRST.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2017%2F06%2FSaab-Gripen-E-first-Flight-e1497527242260-1024x601.jpg&hash=942bc51588619c5a09a3eb487bb8db50)
Nosso avião. Lindo demais.
:rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir:(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fmedia.defenceindustrydaily.com%2Fimages%2FELEC_Radar_Raytheon_AESA_Fighter_Lineup_Raytheon-DID_lg.jpg&hash=0efe9ee0815ffa6ba3baaf9f5433841c)(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.raytheon.com%2Fnews%2Frtnwcm%2Fgroups%2Fgallery%2Fdocuments%2Fdigitalasset%2Frtn_214403.jpg&hash=38f2d7caa5872d6c0a5fc32f3b1fc54c)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.f-16.net%2Fg3%2Fvar%2Fresizes%2Ff-16-photos%2Falbum11%2Falbum26%2Faae.jpg%3Fm%3D1371895909&hash=459ee8d1ee4b26dbcc5f98eb028520ed)(https://thaimilitaryandasianregion.files.wordpress.com/2015/11/f-16inb-1.jpg)

Cumprimentos

P.S. (https://i0.wp.com/www.cavok.com.br/blog/wp-content/uploads/2014/11/x26_2091.jpg)






Título: Re: Gripen
Enviado por: Sargento Barnes em Junho 16, 2017, 03:31:47 pm
Eu pensei que os F-16 do Chile fossem um punhado de usados da Holanda, que tiveram parte do equipamento retirado, e alguns mais Block50.

Desconhecia que os F-16 da FACh tem radar AESA e IRST.

Cumprimentos.
Título: Re: Gripen
Enviado por: Cabeça de Martelo em Junho 16, 2017, 03:39:01 pm
Eu pensei que os F-16 do Chile fossem um punhado de usados da Holanda, que tiveram parte do equipamento retirado, e alguns mais Block50.

Desconhecia que os F-16 da FACh tem radar AESA e IRST.

Cumprimentos.

Que eu saiba os F-16 Chilenos já foram alvo de melhorias, melhorias essas que poderão continuar no futuro. Da mesma forma que os vossos F-5 foram alvo de um programa de modernização. Ou os A-4 da marinha Brasileira que estão/estavam a sofrer um programa de modernização. Tudo caças da geração anterior ao F-16 que as vossas Forças Armadas ainda consideram opções viáveis.

A USAF também prepara-se para modernizar 800 F-16 e estamos a falar de um Ramo com F-15, F-22, etc.
Título: Re: Gripen
Enviado por: Sargento Barnes em Junho 16, 2017, 04:11:55 pm
F5M da FAB só tem chance em combate aéreo quando apoiado pelos E-99, com radar de alcance de mais de 500 Km de rastreio, apenas com o radar de bordo nada podem fazer.

É contra producente, talvez até inviável "modernizar" esses F-16 do Chile, a única forma de fazer frente a um avião como o Gripen E seria comprando F-16 de última geração, o problema é o preço, seria uma compra bilionária, apenas por aviões e nada mais, os EUA entregam os aviões prontos pra voar e só.

O Chile só tem um avião AEW, baseado numa célula muita antiga, um modelo B707 que é proibido de voar em praticamente todos os aeroportos do mundo, por problemas de segurança, e poluição ambiental e sonora, não ajuda muito.

O E-99 serão modernizados, o contrato está em curso, seu alcance de detecção e seguimento vão dobrar, coisa de mais de 1.000 Km, segundo algumas fontes  especializadas.

A empresa AEL de Israel foi autorizada pelo governo de Donald Trump a fabricar a tela única do F-35 nos Estados Unidos e fornecer para a Lockheed Martin, tem um detalhe, a tela única do Gripen E da FAB é fabricada pela AEL, em associação com uma empresa brasileira do Rio Grande do Sul, o único caça do mundo que usa esse tipo de tela (ecran) é o F-35, e é fabricado pela mesma empresa que fabrica o do Gripen da FAB.

Piloto da FAB que testou o Gripen fala das capacidades do avião, e estamos falando do Gripen C.


Outra coisa é que o Brasil tem agora um satélite geo estacionário lá em cima, dedicado 100% a comunicação estatal e de defesa, seu controle está a cargo do ministério da defesa.

Esse avião vai falar com o DataLinkBR2 da FAB, que fala com os E-99, que fala com o satélite geo estacionário de defesa lá em cima. Minha dúvida é se este sistema será capaz de guiar armamento, como é nos EUA, dispara e o satélite faz o guiamento, os EUA só combatem usando satélites.

Seu míssil BVR será o Meteor da BAE Systems, não tem muita coisa por aqui que possa fazer frente a este sistema de defesa aérea, quando estiver todo implantado.

Em 2019, a FAB recebe seu primeiro avião.

Seria interessante ver nas próximas Cruzex, com o Brasil já com o Gripen E, como serão esses combates simulados entre as forças aéreas da região.

Cumprimentos.

Só uma última observação, um coronel da FAB que comenta nos sites do Brasil, disse que certa vez foi ao Chile com a FAB participar de um exercício, e achou que eles iriam voar neste avião AEW da FACh, mas foi informado que o avião estava indisponível e não voaria. Pode ser que estivessem escondendo o jogo, ou simplesmente o avião estava mesmo sem condições de voo, o que não é improvável, vale o ditado: Quem tem um, não tem nenhum.



Título: Re: Gripen
Enviado por: mafets em Junho 16, 2017, 04:24:52 pm
A FAB actualmente: https://pt.wikipedia.org/wiki/For%C3%A7a_A%C3%A9rea_Brasileira (https://pt.wikipedia.org/wiki/For%C3%A7a_A%C3%A9rea_Brasileira)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fairway.uol.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2016%2F02%2FF-5_FAB_02.jpg&hash=7295c9a0b9441df6ff454c65576e4650)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fdefesaeseguranca.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2Fca%25C3%25A7a-da-fab.jpg&hash=db792a84f5036275b58e57a8dee367f8)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2F55ca7cd0-f8ac-0132-1185-705681baa5c1.s3-website-sa-east-1.amazonaws.com%2Fdefesanet%2Fsite%2Fupload%2Fnews_image%2F2013%2F05%2F13701.jpg&hash=ae82cd5923873eac360b44dfe227ab7a)
Não existe Gripen na FAB (voa um protótipo na Suécia). Portanto são tudo tretas. Comente v.exma com o que existe actualmente, não com o que existira, em principio apenas da próxima década. quanto muito. É que se entramos na futurologia, até podemos imaginar a FACH com estes brinquedos (um deles é só dos melhores caças do Mundo...  ;D ;)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2F3.bp.blogspot.com%2F-e_B-AMHYX4k%2FVmWaoCHJHoI%2FAAAAAAAABuA%2FiyRGqwaQwhE%2F&hash=1566e7e6884ffa7a986aecccd982ee33)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fk38.kn3.net%2Ftaringa%2F1%2F9%2F0%2F8%2F0%2F6%2F08%2Fmax-peru%2F4B3.jpg%3F4507&hash=a446a4ade6c334557306f4917f0dbff0)
Citar
http://www.taringa.net/posts/imagenes/16426826/Chile-posible-aviones-secretos-que-no-los-quieren-publicar.html (http://www.taringa.net/posts/imagenes/16426826/Chile-posible-aviones-secretos-que-no-los-quieren-publicar.html)

Saudações
Título: Re: Gripen
Enviado por: Cabeça de Martelo em Junho 16, 2017, 04:37:05 pm
F5M da FAB só tem chance em combate aéreo quando apoiado pelos E-99, com radar de alcance de mais de 500 Km de rastreio, apenas com o radar de bordo nada podem fazer.

É contra producente, talvez até inviável "modernizar" esses F-16 do Chile, a única forma de fazer frente a um avião como o Gripen E seria comprando F-16 de última geração, o problema é o preço, seria uma compra bilionária, apenas por aviões e nada mais, os EUA entregam os aviões prontos pra voar e só.


Inviável porquê? Se a USAF prepara-se para fazer isso? Até a FAP fala em fazer a modernização dos F-16AM para Vipers.

Citar
Segundo fontes militares ouvidas pelo DN, o custo global de modernizar os 30 F-16 portugueses com a referida configuração VIPER - desenvolvida pelos EUA a partir de 2012 e estreada em 2015 - envolverá um investimento da ordem dos 500 milhões de euros (16,6 milhões cada um). Estes valores são meramente indicativos, pois dependem de vários fatores, a começar pelo nível de novos equipamentos a adquirir.

Daqui resulta que a opção por caças novos para a Força Aérea implicará no mínimo investimentos 10 vezes superiores, da ordem dos cinco mil milhões de euros.


http://www.dn.pt/portugal/interior/modernizar-f-16-custa-dez-vezes-menos-que-comprar-novos-cacas-6215894.html

Título: Re: Gripen
Enviado por: mafets em Junho 16, 2017, 10:47:53 pm
F5M da FAB só tem chance em combate aéreo quando apoiado pelos E-99, com radar de alcance de mais de 500 Km de rastreio, apenas com o radar de bordo nada podem fazer.

É contra producente, talvez até inviável "modernizar" esses F-16 do Chile, a única forma de fazer frente a um avião como o Gripen E seria comprando F-16 de última geração, o problema é o preço, seria uma compra bilionária, apenas por aviões e nada mais, os EUA entregam os aviões prontos pra voar e só.
:rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir:
Citar
A uma altitude de 25.000 pés (7.620 metros), sua capacidade de varredura é superior a 350 km ao redor da aeronave, podendo visualizar até 300 tráfegos aéreos. Opera na Banda S, sofrendo uma menor atenuação pela atmosfera, possuindo capacidade de mudar sua freqüência, automaticamente, quando está sofrendo interferência eletromagnética proposital (jamming).https://pt.wikipedia.org/wiki/Embraer_EMB-145_AEW%26C (https://pt.wikipedia.org/wiki/Embraer_EMB-145_AEW%26C)
(https://image.slidesharecdn.com/embraerdaybr2014defense-140227061435-phpapp02/95/embraer-day-br-2014-defense-12-638.jpg?cb=1393481714)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fmedia.defenceindustrydaily.com%2Fimages%2FAIR_F-16_Armed_Take-off_Balad_Iraq_lg.jpg&hash=b0d47b854e47a0668300d5c1f5cc0ef2)
Citar
USAF F16, Balad AB

http://www.defenseindustrydaily.com/iraq-seeks-f-16-fighters-05057/ (http://www.defenseindustrydaily.com/iraq-seeks-f-16-fighters-05057/)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.f-16.net%2Fg3%2Fvar%2Fresizes%2Ff-16-photos%2Falbum07%2Falbum42%2Faaf.jpg%3Fm%3D1371904543&hash=7f63a5b8fd2919b60ef6fe15650a00c0)
Citar
The first picture of a UAE block 60 F-16 taken at the unofficial roll-out. (LMTAS photo)
http://www.f-16.net/f-16_versions_article10.html (http://www.f-16.net/f-16_versions_article10.html)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.f-16.net%2Fg3%2Fvar%2Fresizes%2Ff-16-photos%2Falbum07%2Falbum42%2Faad.jpg%3Fm%3D1371914081&hash=5d913fb0deec25addadf7e1e6b2d835a)
Citar
October 1, 2012 (by Laura Siebert) - Lockheed Martin was awarded a contract valued up to $1.85 billion by the U.S. Government to initiate the upgrade of 145 block 20 F-16A/B aircraft for the Republic of China (RoC).

This retrofit program will include the addition of an Active Electronically Scanned Array (AESA) radar, embedded global positioning, as well as upgrades to the electronic warfare and other avionics systems of Taiwan's F-16s.

Lockheed Martin has a proven track record of upgrading more than 1,000 existing F-16s for a combination of the U.S. Air Force and international customers. Most recently, Lockheed Martin was named the prime integrator to upgrade the USAF F-16 fleet. Both new upgrade programs will be based on the F-16V configuration announced by Lockheed Martin earlier this year.
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwpmedia.o.canada.com%2F2014%2F09%2F0930_col_fisher-2.jpg&hash=0814b70b70d135a0dae79744794f40d5)
Citar
Segundo fontes militares ouvidas pelo DN, o custo global de modernizar os 30 F-16 portugueses com a referida configuração VIPER - desenvolvida pelos EUA a partir de 2012 e estreada em 2015 - envolverá um investimento da ordem dos 500 milhões de euros (16,6 milhões cada um). Estes valores são meramente indicativos, pois dependem de vários fatores, a começar pelo nível de novos equipamentos a adquirir.

Daqui resulta que a opção por caças novos para a Força Aérea implicará no mínimo investimentos 10 vezes superiores, da ordem dos cinco mil milhões de euros.

http://www.dn.pt/portugal/interior/modernizar-f-16-custa-dez-vezes-menos-que-comprar-novos-cacas-6215894.html (http://www.dn.pt/portugal/interior/modernizar-f-16-custa-dez-vezes-menos-que-comprar-novos-cacas-6215894.html)


Saudações e siga a comédia... ;D :nice: :jaja2: :jok:





Título: Re: Gripen
Enviado por: NVF em Junho 16, 2017, 11:36:11 pm
O burro alem de não perceber nada de propagação de ondas eletromagnéticas, não sabe a distinção entre alcance instrumental e alcance efectivo e, pior, não sabe que o nosso planeta tem forma (aproximadamente) esférica. Deve ter ouvido que há uns radares que detectam alvos a 1000 km e achou que conseguia enganar a malta. Esqueceu-se foi que a essas distâncias os ditos radares detectam objectos vindos do espaço e não aeronaves.

Mas por um momento, até pensei que o tal super radar fosse de concepção e fabrico brasileiro.
Título: Re: Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Junho 19, 2017, 04:20:35 am
Título: Re: Gripen
Enviado por: Stalker79 em Junho 19, 2017, 04:55:29 pm
O burro alem de não perceber nada de propagação de ondas eletromagnéticas, não sabe a distinção entre alcance instrumental e alcance efectivo e, pior, não sabe que o nosso planeta tem forma (aproximadamente) esférica. Deve ter ouvido que há uns radares que detectam alvos a 1000 km e achou que conseguia enganar a malta. Esqueceu-se foi que a essas distâncias os ditos radares detectam objectos vindos do espaço e não aeronaves.

Mas por um momento, até pensei que o tal super radar fosse de concepção e fabrico brasileiro.

Há os radares OTH (Over The Horizon) como usa a Austrália, mas a longas distancias falta-lhes resolução, só sabem que "algo" vem ai.
Título: Re: Gripen
Enviado por: NVF em Junho 19, 2017, 08:33:09 pm
O burro alem de não perceber nada de propagação de ondas eletromagnéticas, não sabe a distinção entre alcance instrumental e alcance efectivo e, pior, não sabe que o nosso planeta tem forma (aproximadamente) esférica. Deve ter ouvido que há uns radares que detectam alvos a 1000 km e achou que conseguia enganar a malta. Esqueceu-se foi que a essas distâncias os ditos radares detectam objectos vindos do espaço e não aeronaves.

Mas por um momento, até pensei que o tal super radar fosse de concepção e fabrico brasileiro.

Há os radares OTH (Over The Horizon) como usa a Austrália, mas a longas distancias falta-lhes resolução, só sabem que "algo" vem ai.

Os americanos já utilizavam essa tecnologia nos anos 60; nada de novo. Mas, em qualquer dos casos, a física da propagação requer que tais sistemas tenham antenas enormes, logo inviáveis para instalar em aeronaves e, consequentemente, irrelevante para a discussão.
Título: Re: Gripen
Enviado por: Sargento Barnes em Junho 22, 2017, 06:48:30 pm
Nosso pássaro fez seu segundo voo hoje, aqui está:

(https://i0.wp.com/www.cavok.com.br/blog/wp-content/uploads/2017/06/IMG_2152.jpg)
Caça Gripen e "39-8" durante a realização do segundo vôo de teste.

Neste segundo vôo, que durou 1 hora e 8 minutos, a aeronave estava sob comando do piloto de testes  Robin Nordlander.

Pensei que iria demorar um pouco mais, mas uma semana depois realizar o segundo voo, indica que o programa está indo bem, além do que se esperava. Só na maciota.
Título: Re: Gripen
Enviado por: Charlie Jaguar em Junho 22, 2017, 08:44:55 pm
Por acaso o "pássaro" não é vosso, é sueco, mas pronto.  ::)

Quando é que um moderador ou administrador decide acabar com esta palhaçada? É que uma coisa é ter membros brasileiros sérios a participar e interagir com os portugueses neste fórum como há vários, outro é ter trolls a chatearem e a desvirtuarem qualquer tópico onde se metam.
Título: Re: Gripen
Enviado por: Túlio em Julho 24, 2017, 06:56:53 pm
Por acaso o "pássaro" não é vosso, é sueco, mas pronto.  ::)

Quando é que um moderador ou administrador decide acabar com esta palhaçada? É que uma coisa é ter membros brasileiros sérios a participar e interagir com os portugueses neste fórum como há vários, outro é ter trolls a chatearem e a desvirtuarem qualquer tópico onde se metam.

Caro amigo, não poderias ter um pouco mais de compreensão para com os brazucas? Óbvio que o Gripen é um avião sueco mas acaso vós portugueses não chamam assim aos vossos F-16? No caso do Brasil há o detalhe de que vários serão feitos aqui mesmo (do mesmíssimo modo que qualquer outra aeronave fabricada na Embraer, ou seja, o grosso dos insumos vem do exterior), "apenas" não os desenvolvemos.

Mas não quero com isso dizer que estás desprovido de razão (sequer me cabe este direito), li várias páginas para trás e concordo que muitos foristas brazucas costumam exagerar e discorrer como se especialistas fossem sobre coisas que mal compreendem. Para teres uma ideia, mesmo em fórum brazuca é extremamente difícil fazer os colegas compreenderem o tremendo diferencial que o WAD representará durante uma missão.

Aliás, ao contrário do que dizem alguns compatriotas, o WAD do F-35 (PCD) não está sendo desenvolvido pela AEL e sim pela Elbit, da qual a AEL nada mais é do que uma subsidiária no Brasil, exatamente como a Ares. E, ao menos até me provarem o contrário, é precisamente o WAD que torna desnecessária a versão F, a meu ver um (possível) desenvolvimento equivocado, que já é questionado abertamente na própria FAB...
Título: Re: Gripen
Enviado por: Cabeça de Martelo em Julho 25, 2017, 12:37:17 pm
Por acaso o "pássaro" não é vosso, é sueco, mas pronto.  ::)

Quando é que um moderador ou administrador decide acabar com esta palhaçada? É que uma coisa é ter membros brasileiros sérios a participar e interagir com os portugueses neste fórum como há vários, outro é ter trolls a chatearem e a desvirtuarem qualquer tópico onde se metam.

Caro amigo, não poderias ter um pouco mais de compreensão para com os brazucas? Óbvio que o Gripen é um avião sueco mas acaso vós portugueses não chamam assim aos vossos F-16? No caso do Brasil há o detalhe de que vários serão feitos aqui mesmo (do mesmíssimo modo que qualquer outra aeronave fabricada na Embraer, ou seja, o grosso dos insumos vem do exterior), "apenas" não os desenvolvemos.

Mas não quero com isso dizer que estás desprovido de razão (sequer me cabe este direito), li várias páginas para trás e concordo que muitos foristas brazucas costumam exagerar e discorrer como se especialistas fossem sobre coisas que mal compreendem. Para teres uma ideia, mesmo em fórum brazuca é extremamente difícil fazer os colegas compreenderem o tremendo diferencial que o WAD representará durante uma missão.

Aliás, ao contrário do que dizem alguns compatriotas, o WAD do F-35 (PCD) não está sendo desenvolvido pela AEL e sim pela Elbit, da qual a AEL nada mais é do que uma subsidiária no Brasil, exatamente como a Ares. E, ao menos até me provarem o contrário, é precisamente o WAD que torna desnecessária a versão F, a meu ver um (possível) desenvolvimento equivocado, que já é questionado abertamente na própria FAB...

Túlio a resposta mais musculada do Charlie Jaguar é derivado a um troll brasileiro que tem andado por aqui a criar contas atrás de contas e com o simples intuito de insultar meio mundo. Ele começa muito calminho mas em dois tempos acaba por revelar-se. Depois disso o pessoal tem andado muito nervoso e quando vê um brasileiro no fórum que não seja o Vitor Santos, ataca forte feio.

Pessoal, o Túlio é gente fina. ;)
Título: Re: Gripen
Enviado por: Túlio em Julho 25, 2017, 04:33:27 pm


Túlio a resposta mais musculada do Charlie Jaguar é derivado a um troll brasileiro que tem andado por aqui a criar contas atrás de contas e com o simples intuito de insultar meio mundo. Ele começa muito calminho mas em dois tempos acaba por revelar-se. Depois disso o pessoal tem andado muito nervoso e quando vê um brasileiro no fórum que não seja o Vitor Santos, ataca forte feio.


Falaê, HAMMERHEAD véio!!! :G-beer2:

O forista Charlie Jaguar não era o Charlie Golf do DB e F-16.net? De qualquer modo, não intentei desacatá-lo ou chamar-lhe a atenção, apenas não sabia onde estava pisando. Então tem TROLL brazuca aqui? PUTZ, pensei que isso fosse coisa nossa (bem viste com quantos tive e volta e meia tenho de lidar no DB).

De qualquer modo, vi muito desconhecimento sobre o Gripen E, só queria ajudar, tri?

Abração, cupincha véio!!!

PS.: a interface aqui é meio diferente da que estou acostumado; resulta que, ao tentar te responder, acabei criando um tópico novo e desnecessário. E aí chegamos à piada: nunca acionei o botão "denunciar" contra quem quer que seja (nunca precisei mesmo) e "estreei" aqui, ME denunciando e pedindo para apagarem o tale de tópico. Brasileiro não tem jeito, aonde vai faz josta... ;D ;D ;D ;D
Título: Re: Gripen
Enviado por: Cabeça de Martelo em Julho 25, 2017, 05:00:05 pm
Esse mesmo e como sabes também é gente fina. :G-Ok:

Tu o quê?!... Men andaste outra vez na pinga, não foi?! :rir:
Título: Re: Gripen
Enviado por: Cabeça de Martelo em Julho 25, 2017, 05:08:58 pm
Já agora, para mim este caça é uma das melhores opções para Portugal no futuro. Neste momento o mais importante é a modernização dos nossos caças para isto:

http://www.lockheedmartin.com/us/news/features/2016/Meet-the-F-16V.html



Título: Re: Gripen
Enviado por: mafets em Setembro 14, 2017, 11:28:48 am
Mau presságio?  ;D http://www.motorfantastico.com/aeromodelo-saab-jas-39-gripen-desintegra-pleno-voo/ (http://www.motorfantastico.com/aeromodelo-saab-jas-39-gripen-desintegra-pleno-voo/)

Citar
Algum erro de cálculo e de escolha do material utilizado terá ditado ‘a morte’ deste caça…
A performance estava a correr às mil maravilhas e o público estava ao rubro, mas, em poucos segundos, tudo mudou. Apesar de ser desvalorizado por alguns, o aeromodelismo exige engenho e arte!

Construir modelos de aeronaves em escala reduzida e fazê-los voar não é para todos. E o espetáculo criado em torno destas miniaturas é simplesmente espetacular. Um avião sem piloto rasgar os céus com as mais fantásticas piruetas não é admirável? Achamos que sim.

Infelizmente, este caso em particular não termina da melhor forma. O aeromodelo Saab JAS 39, também conhecido como F-39 Gripen, desenvolvido por um alemão, fez uma descolagem irrepreensível, protagonizou as mais diversas manobras e, sem que nada o fizesse prever, desintegrou-se por completo, chegando ao chão em pedaços.
(https://i2.wp.com/www.motorfantastico.com/wp-content/uploads/2017/05/aeromodelo-saab-jas-39-gripen-desintegra-se-em-pleno-voo.png?fit=477%2C267)


Saudações  :P
Título: Re: Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Setembro 14, 2017, 01:57:15 pm
Mau presságio?  ;D http://www.motorfantastico.com/aeromodelo-saab-jas-39-gripen-desintegra-pleno-voo/ (http://www.motorfantastico.com/aeromodelo-saab-jas-39-gripen-desintegra-pleno-voo/)

Citar
Algum erro de cálculo e de escolha do material utilizado terá ditado ‘a morte’ deste caça…
A performance estava a correr às mil maravilhas e o público estava ao rubro, mas, em poucos segundos, tudo mudou. Apesar de ser desvalorizado por alguns, o aeromodelismo exige engenho e arte!

Construir modelos de aeronaves em escala reduzida e fazê-los voar não é para todos. E o espetáculo criado em torno destas miniaturas é simplesmente espetacular. Um avião sem piloto rasgar os céus com as mais fantásticas piruetas não é admirável? Achamos que sim.

Infelizmente, este caso em particular não termina da melhor forma. O aeromodelo Saab JAS 39, também conhecido como F-39 Gripen, desenvolvido por um alemão, fez uma descolagem irrepreensível, protagonizou as mais diversas manobras e, sem que nada o fizesse prever, desintegrou-se por completo, chegando ao chão em pedaços.
(https://i2.wp.com/www.motorfantastico.com/wp-content/uploads/2017/05/aeromodelo-saab-jas-39-gripen-desintegra-se-em-pleno-voo.png?fit=477%2C267)


Saudações  :P

Como diz o humilde brasileiro do campo, que chamamos de caipira: Uai, um trem tem nada a ver com outro, sô!    ::)
Título: Re: Gripen
Enviado por: HSMW em Setembro 14, 2017, 02:56:03 pm
Ou então como costumo dizer: Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa.
Título: Re: Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Setembro 14, 2017, 03:46:16 pm
Ou então como costumo dizer: Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa.

É bem isso.

Mas o fato do aeromodelo ser pintado com a bandeira do Brasil não deixa de ser bem humorado.  ;D ;D
Título: Re: Gripen
Enviado por: HSMW em Setembro 14, 2017, 08:52:13 pm
(https://pbs.twimg.com/media/DJhvUVSW0AA3HPI.jpg)
(https://pbs.twimg.com/media/DJhvUVhXkAAogtd.jpg)
(https://pbs.twimg.com/media/DJhvUVrXgAA8ogp.jpg)
(https://pbs.twimg.com/media/DJg7MdPWAAEu-wN.jpg)

A Saab aposta também no mercado de agressores.  :o
Título: Re: Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Outubro 17, 2017, 01:26:54 pm
Saab Anuncia Diretor Geral da Fábrica de Aeroestruturas para o Gripen no Brasil

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2015%2F11%2Fgripen_e_-production_5-1.jpg&hash=1a981794affc64ea0df1b05d04c3eda6)

Citar
A Saab, empresa de defesa e segurança, anuncia Marcelo Lima como diretor geral para a Saab Aeronáutica Montagens (SAM), a fábrica que fornecerá aeroestruturas para os caças Gripen adquiridos pela Força Aérea Brasileira (FAB). A planta será localizada em São Bernardo do Campo, região metropolitana de São Paulo. A seleção do imóvel está em fase final e o recrutamento de profissionais já começou.

Marcelo Lima é engenheiro, com mais de 23 anos de experiência em implantação e gestão de manufatura nos setores automobilístico, de energia e de linha branca.

“Marcelo Lima é um profissional altamente experiente, com profundo conhecimento em projetos semelhantes à nossa nova fábrica. Ele irá adicionar conhecimento local e internacional a este projeto, que é fundamental no programa Gripen”, diz Mikael Franzén, chefe da unidade de negócios Gripen Brasil, da área de negócios Aeronáuticos da Saab.

“O programa Gripen é um divisor de águas para o setor de defesa no Brasil. Tenho a honra de participar de um projeto tão importante para a indústria brasileira”, diz Marcelo Lima.

A SAM será responsável por produzir aeroestruturas, como cone de cauda, freios aerodinâmicos, asas, fuselagem dianteira (tanto da versão monoposto quando da biposto) e fuselagem traseira para os caças Gripen da Força Aérea Brasileira. As operações da fábrica começarão após a seleção da propriedade e preparação da infraestrutura do local.

“O investimento na nova fábrica é mais um passo na parceria de longo prazo entre a Saab e o Brasil. Os dois primeiros anos do programa se concentraram no desenvolvimento da aeronave e no início do programa de transferência de tecnologia. Seguindo o cronograma, agora estamos estabelecendo a produção no Brasil para apoiar a continuidade do programa Gripen no país, criar novos empregos e apoiar o desenvolvimento da indústria de defesa local”, acrescenta Franzén.

A SAM iniciará suas operações empregando 55 profissionais diretos, número que deverá crescer nos próximos anos.

“O processo seletivo para a contratação dos funcionários da SAM já começou. Após a seleção, eles serão treinados nas instalações da Saab, na cidade de Linköping, Suécia, por até 24 meses. Quando retornarem ao Brasil, eles estarão prontos para iniciar as atividades na fábrica brasileira. Tanto a instalação da fábrica quanto os treinamentos são parte do amplo programa de transferência de tecnologia da Saab para o Brasil, iniciado em 2015”, diz Marcelo Lima.

A Saab escolheu São Bernardo do Campo por conta de sua longa tradição em receber empresas suecas. A cidade é conhecida pela qualidade de sua força de trabalho industrial e está perto de universidades, indústrias e centros de pesquisa. A região também é estratégica em termos de logística, tendo em vista o fácil acesso da cidade aos portos, aeroportos, rodovias, ao polo aeronáutico de São José dos Campos e ao Centro de Projetos e Desenvolvimento do Gripen (GDDN) em Gavião Peixoto, São Paulo, onde os caças Gripen para o Brasil serão montados.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2016%2F02%2FGripen-E-prototipo-JAS-39-8-montagem-final-imagem-Twitter-Saab.jpg&hash=ce5c1189846c2cdfb59333a54f356dc5)

Fatos sobre o programa de transferência de tecnologia

Em 27 de outubro de 2014, a Saab anunciou a conclusão do contrato com o governo federal brasileiro para o desenvolvimento e produção de 36 caças Gripen. O contrato entrou em vigor em setembro de 2015 quando todas as condições solicitadas foram cumpridas. As entregas para a Força Aérea Brasileira serão realizadas entre 2019 e 2024.

Após dois anos, desde o início do programa, a Saab já entregou uma transferência substancial de tecnologia para parceiros brasileiros, como Embraer, Akaer, AEL Sistemas e Atech.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2016%2F11%2FGDDN.jpg&hash=61ec92e0142df80ca4117a4ad0b24db5)

O Centro de Projetos e Desenvolvimento do Gripen (GDDN) foi inaugurado em novembro de 2016, em Gavião Peixoto, estado de São Paulo. O GDDN é o hub de desenvolvimento tecnológico do Gripen no Brasil para a Saab e a Embraer, junto às empresas e instituições parceiras.

O programa de transferência de tecnologia para o Brasil inclui quatro áreas que vão fornecer à indústria aeroespacial brasileira a tecnologia e o conhecimento necessários para manter e desenvolver o Gripen no Brasil:

* Treinamento teórico
* Programas de Pesquisa e Tecnologia
* Treinamento on-the-job na Suécia
* Desenvolvimento e produção

Hoje, cerca de 60 engenheiros brasileiros de empresas parceiras estão sendo treinados nas instalações da Saab, na Suécia, e mais de 100 profissionais já retornaram ao Brasil. A maioria deles está trabalhando no desenvolvimento da aeronave no GDDN.

Até 2024, mais de 350 profissionais brasileiros, entre engenheiros, operadores, técnicos e pilotos das empresas parceiras da Saab e da Força Aérea Brasileira participarão de cursos e treinamento on-the-job na Suécia. Habilidades e conhecimentos serão adquiridos pela indústria brasileira, possibilitando um extenso trabalho de desenvolvimento e produção do Gripen, incluindo a montagem final de aeronaves no Brasil. O programa de transferência de tecnologia é composto por mais de 50 projetos-chave, com duração de até 24 meses.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2017%2F09%2FGripen-E-first-flight.jpg&hash=4c53a8b502181d002a7e2d3a54c4fd12)

DIVULGAÇÃO: Saab/MSLGROUP Publicis Consultants
http://www.aereo.jor.br/2017/10/16/saab-anuncia-diretor-geral-da-fabrica-de-aeroestruturas-para-o-gripen-em-sao-bernardo-do-campo/
Título: Re: Gripen
Enviado por: jpthiran em Outubro 17, 2017, 10:34:23 pm
Brasileiros!...
despachem-se sff!...
que a seguir tem de fazer aviões para nós, a preços em conta!...
Título: Re: Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Outubro 18, 2017, 12:43:22 am
Brasileiros!...
despachem-se sff!...
que a seguir tem de fazer aviões para nós, a preços em conta!...

Troll! ::)
Título: Re: Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Outubro 25, 2017, 08:32:35 pm
Caça Saab Gripen E voa supersônico pela primeira vez

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2017%2F10%2FGripen-E-supers%25C3%25B4nico.jpg&hash=6c818e5b2e0bec6a54e22a3be5d79274)

Citar
LONDRES — A empresa sueca de defesa e aeroespacial Saab AB, disse nesta terça-feira que o desenvolvimento de seu novo avião de combate Gripen E está à frente do cronograma, ao mesmo tempo em que a empresa reporta um aumento acentuado nos ganhos do terceiro trimestre.

A versão maior e melhorada do caça Gripen deve ser entregue em 2019 e voou pela primeira vez em junho. Desde então, o avião registrou mais de 20 voos e na última semana voou supersônico pela primeira vez, disse o chefe executivo da Saab, Hakan Buskhe, em uma entrevista. Tanto a Suécia como o Brasil encomendaram novos Gripens.

O trabalho também está em andamento em aeronaves de teste adicionais e nos primeiros modelos de produção, disse ele.

O novo Gripen é a chave para os futuros ganhos do Saab. A empresa sueca está tentando vender tanto o novo avião quanto as variantes mais antigas, o Gripen C e o Gripen D de dois assentos. O Sr. Buskhe expressou otimismo sobre as perspectivas de vendas no próximo ano e meio. “O número de negociações que temos enquanto falamos está em um recorde”, disse ele.

A Saab disse que o lucro líquido no terceiro trimestre aumentou para SEK248 milhões (US$ 30,3 milhões) de SEK113 milhões após vendas que avançaram quase 8% para SEK6.2 bilhões. Os ganhos superaram as expectativas dos analistas, subindo as ações em 4,4% na abertura.

O Saab sofreu outra grande saída de caixa no trimestre durante um período de investimento em novos programas. A empresa registrou SEK388 milhões em fluxo de caixa livre no período ou SEK920 milhões em fluxo de caixa negativo nos primeiros nove meses — o valor do ano passado de SEK1.7 bilhões foi impulsionado por adiantamentos e pagamentos em marcos chave do programa.

O Sr. Buskhe disse que o fluxo de caixa permanecerá volátil com o Saab apostando em novos programas, incluindo o Gripen, um novo submarino de ataque para a Suécia e o treinador TX que a empresa espera fornecer à Força Aérea dos EUA como parceiro da The Boeing Co. Espera-se que o Pentágono nomeie o vencedor da competição TX no próximo ano.

A Saab faria parte do avião T-X nos EUA e está em negociações sobre cerca de cinco locais onde poderia configurar instalações de produção. Ter uma instalação nos EUA, segundo o Sr. Buskhe, ajudaria a minimizar a exposição da Saab às flutuações cambiais. A instalação também poderia ser usada para fazer outras partes do avião. Não se espera uma seleção de local até o próximo ano.

A Saab tem tentado aumentar sua presença nos EUA para aproveitar o aumento de gastos no maior mercado de defesa do mundo.

FONTE: MarketWatch  / http://www.aereo.jor.br/2017/10/24/caca-saab-gripen-e-voa-supersonico-pela-primeira-vez/
Título: Re: Gripen
Enviado por: Lusitano89 em Dezembro 16, 2017, 07:38:39 pm
Super Advanced Swedish Fighter Jet in Action: Saab JAS 39 Gripen Takeoff / Landing & Air Refuel


Título: Re: Gripen
Enviado por: Charlie Jaguar em Janeiro 24, 2018, 11:33:04 am
Negócio da Embraer com a Boeing pode pôr em risco o contrato de aquisição de caças Gripen para o Brasil?

http://alert5.com/2018/01/24/saab-could-cancel-gripen-contract-with-brazil-over-boeings-potential-tie-up-with-embrarer/
http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2018/01/1952557-negocio-entre-boeing-e-embraer-pode-afetar-caca-da-fab.shtml
Título: Re: Gripen
Enviado por: Get_It em Janeiro 24, 2018, 05:20:57 pm
Duvido. E mesmo assim era fácil de solucionar, bastava separar o ramo da Defesa do ramo da Aviação Comercial.

Cumprimentos,
Título: Re: Gripen
Enviado por: oi661114 em Janeiro 25, 2018, 12:28:12 pm
Duvido. E mesmo assim era fácil de solucionar, bastava separar o ramo da Defesa do ramo da Aviação Comercial.

Cumprimentos,

Além de que a SAAB e a Boeing já cooperam na aviação militar no aso do concurso T-X da Força Aérea Americana...
Título: Re: Gripen
Enviado por: Cabeça de Martelo em Fevereiro 20, 2018, 11:35:09 am
Gripen and G-Force

Título: Re: Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Fevereiro 20, 2018, 11:45:16 am
Gripen and G-Force


http://www.forumdefesa.com/forum/index.php?topic=10792.195
Título: Re: Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Fevereiro 20, 2018, 11:48:57 am
Caça Saab JAS 39E Gripen: sistemas de guerra eletrônica e radar AESA

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2018%2F02%2FGripen-E.jpg&hash=1518514247841b12c51f1cb0ca00f076)

O programa Gripen NG que formará a base para a futura família de caças JAS 39E/F que entrará em operação na Força Aérea Sueca (Flygvapnet) e na Força Aérea Brasileira (FAB) no início da próxima década, introduzirá novas tecnologias também na área de sensores e sistemas de guerra eletrônica.

Entre os destaques nos sistemas de combate, além do novo radar AESA Raven ES-05 e do IRST Skyward-G da Selex para detecção passiva de alvos aéreos, o avião será dotado de um avançado sistema de visor montado no capacete (Helmet Mounted Display – HMD) e um sistema de alerta de aproximação de mísseis (Missile Approach Warning System – MAWS).

O MAWS vai integrar o novo sistema de guerra eletrônica Arexis desenvolvido pela Saab, cujas antenas têm tecnologia de nitreto de gálio, e para o qual também foi selecionado outro produto da SELEX, as iscas (decoys) dispensáveis ativas BriteCloud.

O Arexis “jammer” (ECM) tem a capacidade de proteção contra radares de baixa freqüência pela utilização inteligente de técnicas de interferência baseadas em DRFM (Digital Radio Frequency Memory), como ruído inteligente, alvos falsos coerentes e várias técnicas de saturação.

Esse conjunto completo, combinado ao fato do caça já ter uma seção reta-radar reletivamente pequena, aumentará sua capacidade de sobrevivência contra ameaças da chamada quinta geração de caças e de novos tipos de mísseis superfície-ar (SAM).

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2018%2F02%2FGripen-EW.jpg&hash=e8de0451851966afad40b81330354fd4)

O radar AESA, sistema de varredura eletrônica ativa, é um dos novos recursos do Gripen E/F. É um radar feito de muitos elementos diminutos de antena, montados de maneira a formar uma grande antena. Cada um destes elementos pode ser controlado individualmente, viabilizando as diversas novas funções.

Anteriormente, o radar do Gripen tinha uma antena mecanicamente controlada, com capacidade para iluminar uma só área por vez. Um radar AESA pode rapidamente efetuar a varredura de grandes áreas, monitorar um maior número de alvos simultaneamente, além de conferir ao piloto maior flexibilidade operacional.

O novo radar do Gripen feito pela Selex também conta com um mecanismo rotatório do tipo “swashplate”, que aumenta a área de cobertura lateral do radar para além dos 90º (ver gráfico abaixo).

A Saab também escolheu o IRST de busca e rastreio por infravermelho Skyward-G, fabricado pela SELEX Galileo. Como os sistemas similares, o Skyward-G fornecerá uma funcionalidade semelhante a um radar, sem emitir radiação eletromagnética e poderá, portanto, fornecer uma ampla funcionalidade de busca e rastreio, com alta discrição.

Outro sistema da SELEX será o identificação amigo ou inimigo (IFF) com três arranjos de antenas orientáveis eletronicamente, que coincide com o alcance do radar e campo de visão. Integrados, os três sistemas sinalizarão um ao outro automaticamente e, por fusão de dados com o novo sistema de guerra eletrônica, fornecendo ao piloto uma única imagem com as informações precisas, permitindo o compartilhamento desses dados com outros caças Gripen, por data link.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2018%2F02%2FRaven-radar.jpg&hash=30ce26f43f1003dae62a9b74459ac09d)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2018%2F02%2FAESA-swashplate.jpg&hash=f0c41ac4bc967c7f148e2a736d17325f)

FONTE: http://www.aereo.jor.br/2018/02/19/caca-saab-jas-39e-gripen-sistemas-de-guerra-eletronica-e-radar-aesa/
Título: Re: Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Fevereiro 21, 2018, 05:49:25 pm
Saab: primeiro caça Gripen da FAB será entregue em 2019

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2016%2F05%2FGripen-E-rollout-3.jpg&hash=e2a604e7b28259847e814d90ff9e35bf)

Desenvolvimento do caça Gripen E segue o cronograma, diz presidente da Saab

Citar
A Saab permanece no cronograma para entregar os primeiros exemplares de produção da série Gripen E no terceiro trimestre do próximo ano e também tem esperança de concluir as vendas atrasadas de exemplares dos modelos C/D de nova fabricação em 2018, noticiou o site FlighGlobal.

“Vamos nos manter de acordo com o planejado e entregar as duas primeiras aeronaves para a Força Aérea Brasileira e a Força Aérea Sueca no próximo ano”, diz o presidente-executivo da Saab, Håkan Buskhe. “As coisas estão seguindo de acordo com o plano”, disse ele ao discutir os resultados financeiros da empresa de 2017, em 16 de fevereiro.

“Os testes e a avaliação do primeiro avião [protótipo] estão indo extremamente bem. Estamos recebendo dados melhores do que esperávamos”, diz Buskhe. Um segundo protótipo vai se juntar aos testes até o final deste ano.

“É sempre desafiante ter esse tipo de programa, mas, se não for desafiador, provavelmente não será um bom produto no final”, ele observa, enquanto descreve o trabalho de desenvolvimento como um progresso “bastante bom”.

Observando que a Saab está tendo oportunidades potenciais para vender o Gripen E para outras nações, incluindo Canadá, Finlândia e Suíça, ele diz: “Nosso desempenho na entrega também provará que temos um produto pronto”.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2017%2F10%2FGripen-E-supers%25C3%25B4nico-e1508879124439-640x392.jpg&hash=dcc87e34a599960c3bc136c1029a253b)

Buskhe diz que a Saab esperava concluir as novas vendas de seu Gripen C/D até o final do ano passado, mas esses fatores, incluindo processos políticos em potenciais países clientes, impediram que isso acontecesse. “O número de ofertas possíveis não mudou”, ressalta. “Temos algumas discussões intensivas com alguns países, e há grandes possibilidades durante este ano”.

Com a Força Aérea dos EUA tendo adiado uma decisão em sua competição de treinadores T-X do ano passado até meados de 2018, Buskhe diz que a Saab também gastou “muito mais do que antecipado” na atividade no ano passado. Trabalhando em parceria com a Boeing, empresa líder na licitação, está buscando um contrato para 350 aeronaves a fim de substituir o Northrop T-38 Talon da USAF.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2016%2F05%2FGripen-E-rollout-6-640x427.jpg&hash=c27d92fa2bd60c530f6489b790138edf)

FONTE: http://www.aereo.jor.br/2018/02/21/saab-primeiro-caca-gripen-da-fab-sera-entregue-em-2019/
Título: Re: Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Março 21, 2018, 08:30:33 pm
Gripen M: Saab continua aprimorando projeto da versão naval do Gripen

(https://cdn1.defesaaereanaval.com.br/wp-content/uploads/2018/03/20180319_161732-355x506.png)

A Saab continua aprimorando o design de seu caça Gripen Maritime (inicialmente chamado de Sea Gripen) para uso embarcado em porta-aviões, com vistas para a possibilidade em oferecer, a longo prazo, a versão naval para o Brasil e a Índia.

Tendo como base o Gripen E, em desenvolvimento, o modelo seria capaz de operar a partir de porta-aviões STOBAR (Short-Take-Off But Arrested Recovery) ou CATOBAR (Catapult-Assisted Take-Off But with Arrested Recovery).

“Temos um projeto totalmente certificado e assinado pela administração da Saab para a versão marítima do Gripen”, disse Tony Ogilvy, diretor de marketing do Gripen M. “Está em nosso portfólio, mas é apenas um projeto. Nós não temos como passar para um próximo passo crítico, sem um cliente para isso”.

Tony Ogilvy tem a sua história na aviação naval embarcada em porta-aviões, servindo por 30 anos na Royal Navy como piloto de Buccaneer (12 anos) e Sea Harrier (6 anos), realizando diversas missões em vários porta-aviões. Ele afirma que a abordagem de engenharia de sistemas baseada no modelo da Saab oferece um “nível muito alto de fidelidade” e caso se obtenha um cliente para o Gripen M, vai resultar em um demonstrador de conceito que funcionará bem na primeira vez.

Para ajudar a aprimorar o seu design, a Saab consultou duas empresas do Reino Unido, a MacTaggart Scott, que é especialista em gancho de parada, e a Rolls-Royce Marine, que tem experiência em catapultas.

“Estamos trabalhando com as duas empresas, para analisararmos o melhor caminho para aprimorar as características de lançamento e recolhimento, visando nos dar o máximo em ambas as direções, para que possamos decolar com carga máxima e pousar com segurança”, disse Ogilvy.

Além de encontrar um primeiro cliente, outro desafio é o peso. O atual design do Gripen M é 500kg (1.100 libras) mais pesado que o do modelo básico do Gripen E, que segundo a Saab, vazio é de 8 toneladas.

“Estamos procurando formas de reduzir esse peso”, disse Ogilvy. “Esperamos em mais de 300 kg”.

O peso extra decorre do fortalecimento em torno do centro de gravidade do caça, onde a estrutura será submetida a altos níveis de esforços durante as catapultagens e os pousos enganchados. A estrutura do trem de pouso do nariz caça também foi reforçada.

O Gripen M será alimentado por um único motor GE Aviation F414, e seria mais leve que de outros caças ocidentais capazes de operarem em porta-aviões. O Dassault Rafale, com dois motores Safran M88, tem um peso vazio de pouco mais de 10t, enquanto que o Boeing F/A-18E/F Super Hornet, usando dois F414, é de 14,5t. O Lockheed Martin F-35B começa em 14,7t, enquanto que a versão “C”, tem um peso vazio de 15,7t.

Gripen M no elevador de vante da maquete do NAe São Paulo durante a LAAD

“O tamanho do Gripen é parecido com o do Sea Harrier”, disse Ogilvy. “Ele não é muito grande e serve em todos os porta-aviões em serviço atualmente. Este é um ponto muito importante, e podem não pensar nisso”. Ogilvy ainda acrescenta que o Gripen M poderia fazer isso sem precisar ter asas dobráveis.

Nas características de manuseio da aeronave, Ogilvy observa que o projeto original do Gripen foi pensado para pousos nas estradas suecas. O pouso em um porta-aviões envolve uma aproximação com baixo flare e com um ângulo de ataque relativamente alto, disse ele.

“O trem de pouso (do Gripen M) é um pouco mais longo e um pouco maior”, disse ele. “Fora isso, e o gancho de parada, é exatamente a mesma aeronave. Ele fará exatamente o mesmo trabalho (como o Gripen E) em cada missão. Quando a aeronave não estiver embarcada, poderá fazer parte de frota do Gripen em terra.

Tendo em vista que a Suécia não tem planos para possuir um porta-aviões, os dois potenciais mercados para o Gripen M são o Brasil e a Índia.

A Força Aérea Brasileira encomendou 28 Gripen E (Monoplace) e 8 da versão F (Biplace), que será desenvolvido com a Embraer. Os novos caças serão entregues entre 2019 e 2024, incluindo oito monopostos e sete bipostos fabricados no Brasil.

A Marinha Brasileira também está interessada em substituir seu porta-aviões São Paulo, embora este requisito ainda não tenha sido totalmente definido. Se os planos do Brasil para um novo porta-aviões ganhar força, isso proporcionaria uma oportunidade para o Gripen M.

Na Índia, a Saab, a Boeing e a Dassault responderam a um RFI para 57 caças embarcados em porta-aviões. A Índia tem um navio configurado com STOBAR, operando com caças MiG-29K, e tem planos para um navio adicional. A longo prazo, tem planos para um porta-aviões CATOBAR, podendo ser equipado com o sistema de carapulta eletromagnética da General Atomics, ao invés das catapultas a vapor convencionais.

Nova Deli também manifestou interesse em obter um número não especificado de caças monomotores para substituirem os MiG-21 e MiG-27 da força aérea, tendo o Gripen E e o F-16V, da Lockheed, como candidatos. Recentes relatos da mídia indiana sugeriram que a concorrência do caça leve poderia ser abandonada, embora não tenha havido confirmação oficial.

(https://cdn.defesaaereanaval.com.br/wp-content/uploads/2018/03/20180319_161920.png)

Independente disso, espera-se que um RFP para aquisição de aeronaves de combate embarcadas em porta-aviões seja emitido em meados deste ano. “Não temos ilusões quanto aos desafios que enfrentamos, mas estamos muito confiantes de que o nosso projeto atende as mais rígidas exigências das operações STOBAR e CATOBAR”, disse Ogilvy.

FONTE: FlightGlobal

FOTOS: Ilustrativas

TRADUÇÃO e ADAPTAÇÃO: DAN / http://www.defesaaereanaval.com.br/gripen-m-saab-continua-aprimorando-projeto-da-versao-naval-do-gripen/
Título: Re: Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Maio 11, 2018, 02:29:11 pm
Saab apresenta as instalações da fábrica de aeroestruturas do Gripen (SAM) no Brasil

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Ftecnodefesa.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2018%2F05%2Fcapa_SAM_SBC_CAIAFA.jpg&hash=5efe648b4ab51c3c0b6ecaa348f513a0)
A Saab Aeronáutica Montagens (SAM) produzirá seis segmentos aeroestruturais para o caça brasileiro Gripen e se prepara para fazer parte da cadeia global de suprimentos da Saab para os mercados de defesa e civil. Na imagem, chefe global da divisão de aeronáutica da Saab, Jonas Hjelm, apresenta uma visão ampla sobre o Programa Gripen E/F.

A empresa sueca Saab apresentou na última quarta-feira (09-05) as instalações da futura fábrica de aeroestruturas do caça Gripen: a Saab Aeronáutica Montagens (SAM), situada em uma área de aproximadamente 5 mil m² na cidade de São Bernardo do Campo, grande São Paulo.


(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Ftecnodefesa.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2018%2F05%2FRVC_2777a-696x462.jpg&hash=73fb07c4407e282ce5091a5a8164f4d4)
Vista parcial da entrada lateral da SAM em São Bernardo do Campo (SP). Em alguns meses, esse local vai estar bem diferente. (Imagem: Roberto Caiafa)

Este é mais um passo importante do Programa Gripen no Brasil

“Estamos transferindo conhecimento e capacidade de produção de aeroestruturas complexas para o Brasil, cumprindo nosso acordo de offset. A fábrica já está se estruturando para fazer parte de uma cadeia global de suprimentos da Saab para os mercados de aviação civil e de defesa” explicou Mikael Franzén, chefe da unidade de negócios Gripen Brasil, na Aeronáuticos da Saab.

A SAM será responsável por produzir complexos segmentos para os caças Gripen adquiridos pela Força Aérea Brasileira (FAB) como o cone de cauda, os freios aerodinâmicos, o caixão das asas, a fuselagem traseira e a fuselagem dianteira para a versão monoposto (um assento) e a versão biposto de desenvolvimento exclusivo brasileiro (dois assentos).


“Este é o início da instalação da fábrica. Já estamos implementando o escritório, contratando pessoas e fornecedores. Até 2020 toda a estrutura fabril estará montada para dar início a fabricação dos componentes do Gripen” afirmou Marcelo Lima, diretor-geral da SAM.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Ftecnodefesa.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2018%2F05%2FRVC_2966a-696x401.jpg&hash=2c4df2d8fa219f95e648c1d68e760b99)
Marcelo Lima, diretor-geral da SAM (acima e abaixo) durante sua apresentação em São Bernardo do Campo

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Ftecnodefesa.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2018%2F05%2FRVC_2986a-696x390.jpg&hash=b73b6fffc0a31c6fe6689647cf05e10e)

O município de São Bernardo do Campo está estrategicamente bem localizado, no ponto de vista logístico, próximo do Porto de Santos, do Aeroporto Internacional de Guarulhos, de importantes rodovias e dos clusters aeronáuticos de São José dos Campos e de Gavião Peixoto, cidade que hospeda o Centro de Projetos e Desenvolvimento do Gripen (Gripen Design and Development Network – GDDN), onde será feita a montagem final das aeronaves.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fd30p9ca83oqyng.cloudfront.net%2Fdefesanet%2Fsite%2Fupload%2Fmedia%2F1512966379__ska1849pp.jpg&hash=a0d8f0513124da495cc09ac2af298c0b)
Centro de Projetos e Desenvolvimento do Gripen.(Imagem: Saab)

“Nossa decisão de estabelecer a fábrica em São Bernardo é baseada em aspectos de negócios que levam em conta nossas necessidades e o que a cidade pode oferecer ao projeto Gripen” complementou Marcelo Lima. Além disso, a região é conhecida pela qualidade de sua força de trabalho fabril devido à indústria automotiva estabelecida.


A SAM vai começar as operações em 2020 com 55 funcionários, entre engenheiros e técnicos, que serão capacitados em Linköping, na Suécia, por até 24 meses a fim de receber todo o treinamento necessário para o processo de industrialização, qualificação e montagem de fuselagens complexas, específicas para a produção de um caça supersônico no Brasil.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Ftecnodefesa.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2018%2F05%2FRVC_2814a.jpg&hash=b3c9b0478db3e8456f876926a3842215)
O então comandante da Força Aérea Brasileira a época da escolha do Gripen (2013), brigadeiro Juniti Saito, faz uma “imersão virtual” na planta da SAM usando óculos de realidade virtual. (Imagem: Roberto Caiafa)

“Os novos empregos gerados na fábrica serão altamente qualificados para executar processos em estruturas complexas de fuselagem, tanto metálicas quanto em compósitos, impulsionando o nosso programa de transferência de tecnologia. Ao final desse projeto, teremos somado mais de 84 mil de horas de treinamento apenas para os funcionários da SAM” acrescentou Marcelo Lima.


Até 2024, a SAM estará com cerca de 200 funcionários extremamente capacitados, produzindo as aeroestruturas que serão fornecidas para a montagem final dos caças.

Parceria com a Akaer

A estrutura financeira da fábrica está composta por um sócio majoritário, a Saab AB (90%) e um parceiro minoritário, a Akaer (10%), empresa de engenharia especializada no desenvolvimento de aeroestruturas, já parceira da Saab no desenvolvimento dos caças desde 2009, quando foi contratada para desenvolver o projeto de segmentos da fuselagem do Gripen.

Ao mesmo tempo que a Akaer adquire 10% da SAM, a Saab aumenta a participação na Akaer de 25% para 28%, em uma operação de troca de ações.

“A parceria com a Akaer começou mesmo antes da seleção da Saab pela FAB. Desde 2009 a Akaer já trabalhou mais de meio milhão de horas para o Programa Gripen. O trabalho começou com o desenvolvimento de partes estruturais e  engenharia, agora passa a atuar também na área de manufatura“, disse Mikael Franzén.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Ftecnodefesa.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2018%2F05%2FDSC0012a.jpg&hash=546ce849f65130109fb7fa86badd4c12)
O chefe global da divisão de aeronáutica da Saab, Jonas Hjelm.

Nesses 32 meses de Programa Gripen no Brasil, a Saab, juntamente com seus parceiros industriais e a FAB, contribui com o desenvolvimento da Indústria de Defesa no Brasil e ajuda a gerar novas oportunidades de empregos qualificados, inclusive para a região de São Bernardo do Campo, que também ganha benefícios adicionais e receitas para a cidade.

Fatos sobre o programa de transferência de tecnologia

Em 27 de outubro de 2014, a Saab anunciou a conclusão do contrato com o governo federal brasileiro para o desenvolvimento e produção de 36 caças Gripen.

O contrato entrou em vigor em setembro de 2015 quando todas as condições solicitadas foram cumpridas. As entregas para a Força Aérea Brasileira serão realizadas entre 2019 e 2024.


O Centro de Projetos e Desenvolvimento do Gripen (GDDN) foi inaugurado em novembro de 2016, em Gavião Peixoto, estado de São Paulo.

O GDDN é o hub de desenvolvimento tecnológico do Gripen no Brasil para a Saab e a Embraer, junto às empresas e instituições parceiras.

O programa de transferência de tecnologia para o Brasil inclui quatro áreas que vão fornecer à indústria aeroespacial brasileira a tecnologia e o conhecimento necessários para manter e desenvolver o Gripen no Brasil:

Treinamento teórico
Programas de Pesquisa e Tecnologia
Treinamento on-the-job na Suécia
Desenvolvimento e produção


Hoje, cerca de 25 engenheiros brasileiros de empresas parceiras estão sendo treinados nas instalações da Saab, na Suécia, e mais de 140 profissionais já retornaram ao Brasil. A maioria deles está trabalhando no desenvolvimento da aeronave no GDDN.

Até 2024, mais de 350 profissionais brasileiros, entre engenheiros, operadores, técnicos e pilotos das empresas parceiras da Saab e da Força Aérea Brasileira participarão de cursos e treinamento on-the-job na Suécia.

Habilidades e conhecimentos serão adquiridos pela indústria brasileira, possibilitando um extenso trabalho de desenvolvimento e produção do Gripen, incluindo a montagem final de aeronaves no Brasil.

O programa de transferência de tecnologia é composto por mais de 50 projetos-chave, com duração de até 24 meses.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Ftecnodefesa.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2018%2F05%2FRVC_2899a.jpg&hash=7e5882090b9b475ef0bcc39df9be3c14)

FONTE: http://tecnodefesa.com.br/saab-apresenta-as-instalacoes-da-fabrica-de-aeroestruturas-do-gripen-sam/
Título: Re: Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Maio 11, 2018, 02:36:39 pm
AEL entrega o protótipo modelo C do WAD do Gripen brasileiro à Saab

(https://www.aereo.jor.br/wp-content/uploads//2017/09/WAD-Modelo-B-Gripen-AEL-Sistemas-Cr%C3%A9dito-Gilmar-Gomes-3.jpg)

Citar
A conclusão da terceira etapa do desenvolvimento permitirá que a Saab dê continuidade ao projeto, resultando na preparação e integração da primeira aeronave brasileira

Porto Alegre, 9 de maio de 2018 – A AEL Sistemas anuncia a entrega à Saab do modelo C do display panorâmico Wide Area Display (WAD) do Gripen E/F brasileiro, um equipamento com tecnologia de última geração que cumpre os requisitos do programa F-X2 da Força Aérea Brasileira com a Saab.

O modelo C é o resultado da terceira etapa do desenvolvimento do WAD e sua entrega dentro do cronograma reforça o compromisso da AEL com o programa Gripen. Trata-se de um protótipo com mecânica, hardware e software que será usado no desenvolvimento e ensaios de qualificação do equipamento para futuro uso da aeronave em voo. A conclusão desta atividade permitirá à Saab dar continuidade ao cronograma de desenvolvimento, bem como a integração com os demais sistemas da aeronave, resultando no voo do primeiro Gripen brasileiro.

Desde a entrega do modelo B, no segundo semestre de 2017, destacam-se as seguintes evoluções e melhorias no modelo C: desenvolvimento de uma nova placa gráfica para aumentar a capacidade de processamento e o desempenho na apresentação de imagens; realização de testes de qualificação ambiental requeridos para o voo, como ensaios de vibração (shaker) e de temperatura (burn-in); consolidação da configuração final de hardware; ampliação da maturidade e confiabilidade do sistema; e a agregação de diversas funcionalidades de software.

“A entrega do modelo C representa o comprometimento da AEL com a absorção de tecnologia no desenvolvimento do WAD para a próxima geração de caças brasileiros. Entregamos o protótipo dentro do cronograma previsto, possibilitando a continuidade das atividades dos engenheiros da Saab rumo à integração final da aeronave”, afirma Sergio Horta, presidente da AEL Sistemas. “É importante ressaltar que essa entrega é fruto da cooperação contínua e promissora entre a AEL e a Saab”, complementa.

O WAD é um sistema inteligente com tela panorâmica (19 x 8 polegadas) de alta resolução, que permite exibir uma imagem contínua e redundante em toda a sua extensão, e é capaz de receber entradas de teclas multifuncionais, touchscreen ou interfaces externas. É a principal fonte de todas as informações de voo e missão na cabine de piloto.

(https://www.aereo.jor.br/wp-content/uploads//2018/04/Saab-Gripen-WAD.jpeg)
Cockpit do Saab Gripen com WAD

A AEL no programa Gripen

Em fevereiro de 2015, a Saab anunciou a seleção da AEL como nova fornecedora no Brasil. Saab e AEL também assinaram um contrato de transferência de tecnologia. A empresa foi selecionada para fornecer o Wide Area Display (WAD), o Head-Up Display (HUD) e o Helmet Mounted Display (HMD), que serão integrados ao Gripen brasileiro como parte do contrato F-X2.

O programa de desenvolvimento do WAD começou em janeiro de 2015. O novo programa de sistemas aviônicos para a aeronave está planejado para ser executado ao longo de cinco anos e inclui o desenvolvimento, a integração e o trabalho de produção, que serão realizados em Porto Alegre (RS), na sede da AEL. A integração do WAD com a aeronave será feita pela Saab e pela Embraer, com o suporte da AEL.

Em 2 de setembro de 2015, a AEL entregou à Saab, também dentro do cronograma, os primeiros protótipos “Modelo A” das unidades do WAD para o Gripen brasileiro. Em maio de 2016, a AEL anunciou a entrega, com sucesso, da aplicação de Interface Homem-Máquina (Human-Machine Interface – HMI) para o WAD, uma versão preliminar de software que demonstra os conceitos de HMI da Saab para o futuro WAD. Em 2017, mantendo o cronograma de desenvolvimento da Saab, a AEL entregou o modelo B e, agora, realiza a entrega do modelo C.

Como parte do programa WAD, está em curso uma intensa transferência de tecnologia para a AEL, permitindo à empresa gaúcha desenvolver competências anteriormente inexistentes e colocando-a na vanguarda da tecnologia em displays panorâmicos. Um escopo adicional tem ocorrido no desenvolvimento da interface Homem-Máquina (HMI) para os avançados caças, juntamente com a capacidade de realizar manutenção de aviônicos.

(https://www.aereo.jor.br/wp-content/uploads//2017/09/Foto-WAD-Modelo-B_Cr%C3%A9dito-Divulga%C3%A7%C3%A3o-AEL-Sistemas.png)
WAD para o caça Gripen – Divulgação: AEL

Sobre a AEL Sistemas

A AEL Sistemas é uma empresa brasileira, situada em Porto Alegre, que há mais de 35 anos dedica-se a projeto, desenvolvimento, fabricação, manutenção e suporte logístico de avançados sistemas eletrônicos, com foco nos mercados aeroespacial, de defesa e de segurança pública.  Capacitada para o fornecimento, projeto e desenvolvimento de aviônicos, eletro-ópticos, sistemas de comunicação, sistemas espaciais, ARP (aeronaves Remotamente Pilotadas) e simuladores, a empresa participa de projetos estratégicos das Forças Armadas Brasileiras como Gripen, KC-390, Guarani e SISFRON – Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras. Através de tecnologias e conhecimentos avançados, infraestrutura moderna e treinamento sistemático, a AEL produz soluções de última geração, confiáveis e inovadoras, com a qualidade de seus produtos e serviços reconhecidos internacionalmente.

Sobre a Saab

A Saab atende o mercado global com produtos, serviços e soluções de ponta nas áreas de defesa militar e segurança civil. A Saab possui operações e funcionários em todos os continentes. Graças a suas ideias inovadoras, colaborativas e pragmáticas, a Saab desenvolve, adota e aprimora novas tecnologias para atender às necessidades, em constante mudança, de seus clientes.

DIVULGAÇÃO: FSB Comunicação / https://www.aereo.jor.br/2018/05/10/ael-entrega-o-prototipo-modelo-c-do-wad-do-gripen-brasileiro-a-saab/
Título: Re: Gripen
Enviado por: HSMW em Maio 12, 2018, 07:09:42 pm
Título: Re: Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Maio 22, 2018, 07:49:30 pm
Seminário da Saab destaca os principais recursos do Gripen

(https://www.aereo.jor.br/wp-content/uploads//2017/10/Gripen-E-supers%C3%B4nico-e1508879124439.jpg)

Citar
A Saab realizou hoje seu seminário anual do Gripen em sua sede em Estocolmo, para compartilhar, com um público global, os mais recentes pensamentos e insights sobre essa família exclusiva de caças.

Jonas Hjelm, vice-presidente sênior e chefe da área de negócios Aeronáuticos, foi o anfitrião do evento, abrindo o seminário com uma visão geral do Gripen.

A evolução contínua da classe Gripen C foi destacada, incluindo a atualização da Força Aérea Tcheca com o padrão MS20, que permite novas missões para sua frota Gripen C.

Novas imagens foram mostradas sobre o programa Gripen E em andamento, com notáveis realizações desde o seminário de 2017, incluindo seu primeiro voo e mudança para supersônico.

O recente anúncio de uma nova instalação de aeroestruturas do Gripen E mostrou o progresso da cooperação com o Brasil, enquanto o grupo de usuários Gripen realizou reuniões pela primeira vez.

Uma atualização sobre os níveis contínuos de interesse global na família Gripen foi fornecida por Richard Smith, diretor de marketing e vendas do Gripen, mostrando que a Saab é capaz de atender às demandas de diversos segmentos de mercado com as séries C e E.

(https://www.aereo.jor.br/wp-content/uploads//2018/05/Gripen-Family.jpg)

(https://www.aereo.jor.br/wp-content/uploads//2018/05/Gripen-Seminar-2.jpg)

(https://www.aereo.jor.br/wp-content/uploads//2018/05/Gripen-Seminar-3.jpg)

(https://www.aereo.jor.br/wp-content/uploads//2018/02/Gripen-EW.jpg)

(https://www.aereo.jor.br/wp-content/uploads//2018/05/Gripen-Seminar-4.jpg)

O seminário deste ano contou com a participação de novos oradores que discutiram as características da aeronave Gripen E e abordaram especificidades relevantes para os caças. Mikael Olsson, piloto do Gripen do Centro de Ensaios em voo da Saab, falou sobre a importância do Gripen E como um caça que permite ao piloto ter controle total, em vez de apenas voar para sobreviver em um campo de batalha hostil.

O tema da Guerra Eletrônica (EW, sigla em inglês) está ganhando cada vez mais interesse à medida que o número de radares e mísseis avançados em terra e no ar tornam imperativo que um caça seja projetado para competir no espaço de batalha de EW. Inga Bergström, diretora de vendas do Gripen EW, explicou como o Gripen E possui um sistema de EW sofisticado, essencial em seu projeto, para garantir o sucesso da missão contra esse amplo espectro de ameaças.

O seminário Gripen é um evento anual em que a Saab oferece insights sobre seu renomado caça e no qual os participantes podem fazer perguntas. É um evento realizado simultaneamente em Estocolmo, na Suécia, e on-line, ou seja, no mundo todo.

FONTE: https://www.aereo.jor.br/2018/05/16/seminario-da-saab-destaca-os-principais-recursos-do-gripen/
Título: Re: Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Maio 22, 2018, 07:54:27 pm
Caça Gripen E pronto para testes de cargas externas

(https://www.aereo.jor.br/wp-content/uploads//2017/09/Gripen-E-first-flight.jpg)

Citar
O caça Gripen E, da Saab, está pronto para iniciar seu próximo grande período de testes, já que a aeronave de nova geração continua no caminho para entrega a partir do próximo ano, segundo o fabricante sueco.

“Estamos nos preparando para a próxima fase de testes de voo – ou seja, cargas externas”, diz Jonas Hjelm, chefe da unidade de negócios de aeronáutica da Saab. Desde a estréia do primeiro protótipo em junho de 2017, o programa permaneceu no caminho, diz ele, com marcos recentes, incluindo voos supersônicos.

“Estamos no caminho certo. Vamos entregar de acordo com os contratos que temos”, confirma Hjelm. A Saab tem pedidos atuais das Forças Aéreas Sueca e Brasileira para um total de 96 caças modelo E/F, com ambos esperando receber seus primeiros exemplos antes do final de 2019.

Falando durante o seminário anual Gripen em Estocolmo, em 16 de maio, Hjelm não revelou quando os dois protótipos remanescentes do programa vão se juntar à frota de testes, mas disse que “eles voarão em um futuro não muito distante”.

Apontando para a adoção da Saab de uma filosofia de desenvolvimento de software do tipo aplicativo com o Gripen E, ele observa: “Resolvemos como se reconfigura uma aeronave sem comprometer a parte crítica de voo. Isso realmente terá impacto sobre como podemos adaptar a aeronave a novos desafios.”

Enquanto isso, o evento anual Gripen User Group ocorreu no início deste mês no Brasil, onde a construção de uma nova planta de aeroestruturas apoiada pela Saab/Akaer também está avançando.

A Saab completou recentemente uma atividade de atualização para levar os Gripen C/D da Força Aérea Checa ao seu mais recente padrão operacional MS20, que foi lançado pela Suécia em 2016.

“A Força Aérea Checa realmente melhorará suas capacidades gerais” como resultado da atualização, diz Hjelm. “Sabemos que outros clientes seguirão: o próximo na fila para obter essas capacidades aprimoradas é a Força Aérea Húngara.” A África do Sul e a Tailândia também são usuários atuais dos modelos C/D.

(https://www.aereo.jor.br/wp-content/uploads//2018/02/Gripen-E.jpg)

(https://www.aereo.jor.br/wp-content/uploads//2017/09/Gripen-E-Weapons-and-Pods.jpg)

FONTE: https://www.aereo.jor.br/wp-content/uploads//2017/09/Gripen-E-Weapons-and-Pods.jpg
Título: Re: Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Julho 13, 2018, 03:00:44 am
Alunos de ensaio em voo brasileiros avaliam o Gripen


Quatro estudantes do Instituto de Pesquisas e Ensaios em Voo da Força Aérea Brasileira, em São Paulo, estiveram na Saab, em Linköping, na Suécia, para conduzir seu projeto de exame final.
Título: Re: Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Julho 16, 2018, 08:25:20 pm
Saab Gripen E voa com armamento pela primeira vez

(https://www.aereo.jor.br/wp-content/uploads//2018/07/Gripen-E-voa-com-armamento-pela-primeira-vez.jpg)

Citar
A Saab informou que está confiante de que o segundo e terceiro exemplares de teste de seu novo caça Gripen E voarão em breve, à medida que continua o trabalho de desenvolvimento com a primeira aeronave 39-8.

O segundo e terceiro jatos de teste, designados 39-9 e 39-10, vão “voar em breve”, disse Jonas Hjelm, vice-presidente sênior e chefe de aeronáutica da fabricante sueca. Embora eles não participem do programa de teste exatamente no mesmo cronograma, neste momento, em 2019, ambos farão parte dele, diz ele.

Enquanto isso, o primeiro avião de teste da Saab, 39-8, voou com cargas externas recém-adicionadas: cinco pilones produzidos pela Ruag, bem como dois mísseis ar-ar IRIS-T em suas estações de ponta de asa. O Gripen E voou pela primeira vez em junho de 2017.

“O Gripen voou como esperado e estamos muito satisfeitos com os resultados dos testes de voo”, diz Hjelm. “Durante o voo, a aeronave realizou várias ações para verificar as qualidades de voo e manuseio da aeronave com essa configuração estendida”.

A empresa diz que cada Gripen E vem com oito pilones. Estes podem ser usados ​​para combustível, sensores ou armas.

Hjelm acrescenta que a ênfase no teste de voo do 39-8 está nas características de manuseio do Gripen E. À medida que novos jatos entrem no programa de testes, sistemas adicionais, como guerra eletrônica, radar e um link de dados Link 16, serão introduzidos.

No entanto, Hjelm não disse quando o Gripen F de dois lugares, que faz parte do pedido do Brasil para 36 Gripens, conduzirá seu primeiro voo.

Ele ressaltou que o advento do Gripen E e do Gripen F de dois lugares não significa que os Gripen C e D existentes tenham atingido o fim de suas vidas, e a versão original do caça ainda possui um caminho de crescimento substancial. De fato, o desenvolvimento das variantes mais avançadas também alimenta o trabalho na plataforma C e D, diz ele.

Quando perguntado sobre a visão da Saab sobre os chamados programas de combate de sexta geração, que provavelmente verão esforços transnacionais para desenvolver caças avançados ou veículos de combate não tripulados, Hjelm disse que a Saab já está profundamente envolvida no trabalho futurista com o desenvolvimento do Gripen E.

“Estamos dispostos a conversar com todos na Europa e até mesmo fora dela sobre os caças da próxima geração. O Gripen E fará parte dessa discussão”.

Ele acrescenta que as conversas do setor sobre os UCAVs diminuíram um pouco nos últimos anos, principalmente por causa de preocupações filosóficas sobre sistemas não tripulados. A longo prazo, ele espera que o interesse nesta área cresça novamente, mas com uma ênfase maior em plataformas opcionalmente tripuladas.

FONTE: https://www.aereo.jor.br/2018/07/16/saab-gripen-e-voa-com-armamento-pela-primeira-vez/

(https://www.aereo.jor.br/wp-content/uploads//2018/07/Gripen-E-voa-com-armamento-pela-primeira-vez-3.jpg)

(https://www.aereo.jor.br/wp-content/uploads//2018/07/Gripen-E-com-pilones-e-m%C3%ADsseis-ar-ar.jpg)
Título: Re: Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Julho 17, 2018, 02:13:15 pm
(https://cdn1.defesaaereanaval.com.br/wp-content/uploads/2018/07/Gripen-E_EK_5173.jpg)
Título: Re: Gripen
Enviado por: Lusitan em Julho 26, 2018, 02:09:17 pm
https://www.popularmechanics.com/military/aviation/a22550688/sweden-dropped-a-laser-guided-bomb-on-a-forest-fire/
Título: Re: Gripen
Enviado por: Daniel em Agosto 22, 2018, 07:54:40 pm
Avião de combate cai após colisão com pássaros na Suécia
https://www.cmjornal.pt/mundo/detalhe/aviao-de-combate-cai-apos-colisao-com-passaros-na-suecia?ref=DET_relacionadas
(https://cdn.cmjornal.pt/images/2018-08/img_818x455$2018_08_21_11_39_20_770841.jpg)

Citar
Um avião de combate sueco, Saab JAS 39 Gripen, caiu esta terça-feira após uma colisão com pássaros a 160 quilómetros de Malmo, a terceira maior cidade da Suécia.

Segundo avançam as Forças Armadas suecas, o piloto foi transportado para o hospital por motivos de precaução.

Não há registo de feridos.
Título: Re: Gripen
Enviado por: mafets em Outubro 18, 2018, 11:38:37 am
http://www.cavok.com.br/blog/video-segundo-prototipo-do-gripen-e-testa-seus-motores/?fbclid=IwAR1_PCbbWAKoeeEEymYYFyFzNaS45xlWjy-3EMhHKt3cdZJKOoq66Om5XQs (http://www.cavok.com.br/blog/video-segundo-prototipo-do-gripen-e-testa-seus-motores/?fbclid=IwAR1_PCbbWAKoeeEEymYYFyFzNaS45xlWjy-3EMhHKt3cdZJKOoq66Om5XQs)

Citar
A Saab divulgou hoje (17) um vídeo dos testes do motor General Electric F414G do segundo protótipo do JAS39 Gripen E, que deve em breve realizar seu voo inaugural.

(https://i0.wp.com/www.cavok.com.br/blog/wp-content/uploads/2018/10/Second_Gripen_E_test_engine.png?resize=600%2C342)


Saudações
Título: Re: Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Outubro 19, 2018, 03:00:38 pm
(https://www.aereo.jor.br/wp-content/uploads//2018/10/Saab-JAS-39E-Gripen-39-9.jpg)
Título: Re: Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Outubro 26, 2018, 09:51:38 pm
Caça Gripen E dispara míssil IRIS-T pela primeira vez

(https://www.aereo.jor.br/wp-content/uploads//2018/10/Gripen-E-dispara-m%C3%ADssil-IRIS-T-pela-primeira-vez.jpg)

Citar
O caça Gripen E concluiu com sucesso os primeiros testes para verificar a capacidade de liberar e lançar cargas úteis externas. Os testes foram realizados em outubro de 2018 no Vidsel Test Range, no norte da Suécia.

Os testes, conduzidos pela primeira aeronave de teste Gripen E (designada 39-8), consistiram em alijar um tanque externo de combustível e um disparo de um míssil ar-ar IRIS-T.

“Como piloto, voar com cargas externas, como tanque alijável e mísseis, é importante para permitir a avaliação de como a aeronave se comporta com as cargas anexadas. Este teste também foi usado para avaliar o efeito na aeronave ao liberar e lançar as cargas. O destaque foi, claro, puxar o gatilho e ver o míssil disparar. Isso também nos aproxima da preparação da aeronave para o seu uso operacional”, diz Marcus Wandt, piloto experimental de testes Gripen da Saab.

“Estou satisfeito em ver a aeronave realizando e se comportando de acordo com as nossas expectativas, o que prova seu design inteligente e engenharia de classe mundial da Saab. O programa está no bom caminho e estamos fazendo um bom progresso no programa para a entrega aos nossos clientes suecos e brasileiros”, diz Jonas Hjelm, vice-presidente sênior e chefe da área de negócios da Saab Aeronautics.

Esses testes são os últimos passos do programa de testes de voo Gripen E, precedidos pelos testes de transporte em julho, e fazem parte do trabalho de integração de armas.

O Gripen E possui armas para todos os tipos de missões, como ataque de precisão com bombas planadoras guiadas, mísseis antinavio e de ataque profundo, até mísseis ar-ar de longo alcance e ágeis como o Meteor. O Gripen E também pode transportar pods e sensores para reconhecimento e missões especiais. Para dar às forças aéreas uma ampla variedade de recursos operacionais, o Gripen E foi projetado para permitir a rápida integração de várias armas. Isso é parcialmente possível graças à arquitetura aviônica flexível do Gripen E.

FONTE: https://www.aereo.jor.br/2018/10/26/caca-gripen-e-dispara-missil-iris-t-pela-primeira-vez/

(https://www.aereo.jor.br/wp-content/uploads//2018/10/Gripen-E-alija-tanque-de-combust%C3%ADvel-externo.jpg)
Título: Re: Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Novembro 05, 2018, 07:28:46 pm

Trident Juncture 2018
Título: Re: Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Novembro 05, 2018, 07:31:15 pm
(https://saab.com/globalassets/scaled/1280x766x80/gripen-com-the-fighter-gripen-e/gripen-e_oar_2340.jpg)
Título: Re: Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Novembro 12, 2018, 11:30:57 pm
Caça Saab JAS 39E Gripen voa com mísseis Meteor

(https://www.aereo.jor.br/wp-content/uploads/2018/11/Ca%C3%A7a-Saab-JAS-39E-Gripen-voa-com-m%C3%ADsseis-Meteor-1024x683.jpg)

Citar
Em outubro, a Saab completou com sucesso um voo de teste de uma aeronave Gripen E com o míssil ar-ar Meteor Beyond Visual Range (BVRAAM) pela primeira vez.

O voo incluiu dois mísseis Meteor e a aeronave Gripen E (designada 39-8) foi
operado a partir do aeródromo da Saab em Linköping, Suécia.


 
“A aeronave continua a ter um desempenho tão bom quanto o que vimos em toda a fase de teste de voo, voando com cargas externas. Estou realmente ansioso para as próximas etapas do programa de testes de voo, levando-nos cada vez mais perto de concluir a integração de armas. O Meteor torna o Gripen E extremamente capaz no papel de dominância aérea”, diz Robin Nordlander, piloto de teste experimental do Gripen, Saab.

Este teste com o Meteor faz parte do progresso da integração de armas no programa de testes Gripen E e atinge um importante marco no acordo com o cliente sueco. O próximo passo é continuar a voar com diferentes configurações e expandir gradualmente o envelope de voo.

O Meteor é um BVRAAM guiado por radar ativo, superior a outros mísseis de seu tipo, e capaz de atacar alvos aéreos de forma autônoma, dia ou noite, em todos os climas e em ambientes severos de guerra eletrônica. O sistema de propulsão ramjet do míssil dá ao Meteor seu desempenho de alta velocidade e a energia para derrotar alvos rápidos e em movimento a uma distância muito longa. O Gripen C/D com a Força Aérea Sueca em 2016 foi o primeiro caça do mundo a operar com o míssil Meteor.

O programa Meteor é uma das colaborações de defesa mais bem-sucedidas da Europa e vê o Reino Unido, a França, a Alemanha, a Itália, a Espanha e a Suécia unirem-se para criar um fator de mudança para o combate aéreo. A Saab é parceira no programa Meteor em conjunto com a Prime Contractor MBDA UK.

(https://www.aereo.jor.br/wp-content/uploads/2018/11/Ca%C3%A7a-Saab-JAS-39E-Gripen-voa-com-m%C3%ADsseis-Meteor-2-1024x683.jpg)

(https://www.aereo.jor.br/wp-content/uploads/2018/11/Ca%C3%A7a-Saab-JAS-39E-Gripen-voa-com-m%C3%ADsseis-Meteor-3-1024x683.jpg)

FONTE: https://www.aereo.jor.br/2018/11/12/caca-saab-jas-39e-gripen-voa-com-misseis-meteor/
Título: Re: Gripen
Enviado por: Cabeça de Martelo em Janeiro 23, 2019, 02:46:06 pm
Título: Re: Gripen
Enviado por: Charlie Jaguar em Fevereiro 10, 2019, 06:41:46 pm
Interessante artigo, obviamente com o intuito de promover o Gripen, no entanto realçando alguns factos que cada vez estão a ser mais aceites à medida que o tempo passa como a futura irrelevância da furtividade/fim da invulnerabilidade do stealth em aeronaves de combate, e a mais valia de se poder contar com uma excelente protecção electrónica.

Citar
Sweden says it built a Russian fighter jet killer — and stealth is totally irrelevant
ALEX LOCKIE
FEB 10, 2019

- Sweden’s air force says its Gripen E fighter jets are designed to kill Russia’s fearsome Sukhoi fighter jets, and that they have a “black belt” in that type of combat.
- The Gripen E can’t carry the most weapons and has no real stealth. And it isn’t the longest-range, fastest, or even cheapest jet. But it has a massive and respected electronic-warfare capability.
- The Gripen E is Sweden’s cheap solution to killing Russia’s fighter jets and surface-to-air missiles, and Russia probably can’t do much about it.


The commander of Sweden’s air force, Mats Helgesson, recently made the bold statement that his country’s Saab Gripen E fighter could beat Russia’s formidable fleet of Sukhoi jets with none of the expensive stealth technology the US relies on. “Gripen, especially the E-model, is designed to kill Sukhois. There we have a black belt,” Helgesson told Yle at a presentation in Finland, where Sweden is trying to export the jets. Russia’s Sukhoi fighters have achieved a kind of legendary status for their ability to out-manoeuvre US fighter jets in dogfights and pull off dangerous and aggressive stunts in the air, but Gripen may have cracked the code. The Gripen can’t carry the most weapons and has no real stealth. And it isn’t the longest-range, the fastest, or even the cheapest jet. But it has a singular focus that makes it a nightmare for Russia’s fighter jets.

Justin Bronk, an aerial-combat expert at the Royal United Services Institute, told Business Insider that like the A-10 Warthog was built around a massive cannon, the Gripen was built around electronic warfare. Virtually all modern jets conduct some degree of electronic warfare, but the Gripen E stands above the rest, according to Bronk. Gripen pilots don’t like to show their cards by demonstrating the full power of the jet’s jamming in training. But the one time they did, it completely reversed the course of the mock battle in training, Bronk said. “Several years ago the Gripen pilots got tired of being made fun of by German Typhoon pilots and came to play with their wartime electronic warfare and gave them a hell of a hard time,” Bronk said. One of the Gripens was “reportedly able to appear on the left wing of a Typhoon without being detected” by using its “extremely respected” jamming ability, Bronk said. “It would be fair to assume the Gripen is one of the most capable electronic warfighters out there,” he said, adding that the Gripens that baffled the Typhoons were of the C/D series, which have much less powerful electronic-warfare capabilities than the E series Gripens that Helgesson described.

Who needs stealth?

To defeat Russia’s fearsome fighters and surface-to-air missiles, the US has largely turned to stealth aircraft. Stealth costs a fortune and must be built into the shape of the plane. If Russia somehow cracks the code of detecting stealth-shaped fighters, the US’s F-35, the most expensive weapons system in history, is cooked. But Saab took a different, and cheaper, approach to combating Russia’s fighters and missiles by focusing on electronic attack, which gives them an advantage over stealth because they can evolve the software without a ground-up rebuild, according to Bronk.

(https://static.businessinsider.com/image/5c5dea6d5a148f64c02d83d5.jpg?_ga=2.258192650.1877364946.1549823213-415453365.1549823213)

Saab plans to update the software on the Gripen E every two years, giving it more flexibility to meet evolving challenges, according to Bronk. But Bronk noted one issue with electronic warfare.“The problem with basing a survival strategy around an electronic warfare suite is you don’t really know if it’s going to work,” he said. “Even if it does, it’s going to be a constant battle between your adversary and you” to get the edge on the enemy fighters as wave forms and methods of attack continuously change. However, Sweden benefits from a Russian focus on US fighters. “Sweden is too small really to optimise your counter-electronic warfare capabilities against,” Bronk said. If war broke out between Russia and the West, Russia would likely try hardest to push back on US electronic warfare, rather than against Sweden’s Gripen Es, of which there would be only a few dozen.

Flankers beware

The whole concept of the Gripen E is to “operate in Swedish territory, take advantage of all sorts of uneven terrain under cover of friendly surface-to-air missiles with a superb EW suite which should in theory keep it safe from the majority of Russian missiles and air to air threats,” Bronk said. Additionally, the Gripen E can fire almost any missile made in the US or Europe.“If you couple a very effective radar with excellent EW and a Meteor, the most effective longest range air-to-air missile which is resistant against [Russia’s] jammers … There’s no reason not to assume it wouldn’t be pretty damn effective,” Bronk said. “If you’re a flanker pilot, it’s probably a very scary thing to face.”

https://www.businessinsider.com.au/sweden-built-a-russian-fighter-jet-killer-and-stealth-is-irrelevant-2019-2
Título: Re: Gripen
Enviado por: Lusitano89 em Fevereiro 11, 2019, 02:33:10 pm
Título: Re: Gripen
Enviado por: Lusitano89 em Abril 29, 2019, 05:09:19 pm
(https://images2.imgbox.com/9c/93/OCnkfOKQ_o.png)


:arrow: https://www.cavok.com.br/blog/gripens-da-hungria-atingem-a-marca-de-20-mil-horas-de-voo/?fbclid=IwAR3etWHlPVMTiEmA85grwQnrPMjshvx9wcEiE9hLzflY51LnBmK5CVD8VvY
Título: Re: Gripen
Enviado por: Lusitano89 em Maio 02, 2019, 12:24:43 am
(https://images2.imgbox.com/dc/5b/fBStiv3j_o.png)


:arrow: http://www.cavok.com.br/blog/suecia-avalia-operar-os-seus-gripens-c-d-alem-de-2030/?fbclid=IwAR2R20eBUN-W0Iu7HDkbmVrqw7NO_zx-UMxXAcYo0KsxqoVD6HIH5DmuN0Q
Título: Re: Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Junho 11, 2019, 01:11:23 pm
Voa o terceiro caça Saab Gripen E; o quarto será o da FAB

(https://www.aereo.jor.br/wp-content/uploads//2019/06/Terceiro-Gripen-E-39-10.jpg)

Citar
O Programa do caça Gripen NG (Gripen E/F) alcançou mais marco hoje, com o primeiro voo do terceiro Gripen E (39-10), realizado na fábrica da Saab em Linköping, na Suécia. O avião fez um voo de 57 minutos pilotado por Jakob Hogberg.

No Programa de Testes do Gripen E, os protótipos 39-8 e 39-9 estão servindo como plataforma para a Flight Test Instrumentation (FTI) e para testes de sistemas.

O 39-10 aferirá o peso correto da aeronave, e também testará a plataforma e sistemas.

Os Gripens E 39-9 e 39-10 se beneficiaram com computadores novos e atualizados, melhorando ainda mais a capacidade da aeronave, em relação à primeira 39-8. A 39-7 era o demonstrador do Gripen NG, um Gripen D modificado.

O Gripen 39-10 deverá ser seguido pelo primeiro avião da Força Aérea Brasileira, que está em fase final de montagem na Suécia.

(https://www.aereo.jor.br/wp-content/uploads//2018/07/Programa-de-Testes-do-Gripen-E.jpg)

Falando no mês passado, Eddy de la Motte, chefe de unidade de negócios da Saab do Gripen E/F, disse que a empresa pretende ter oito aeronaves da nova geração voando antes do final deste ano, incluindo quatro exemplares de produção que estão em fase final de montagem em Linköping.

A Força Aérea Sueca receberá 60 caças Gripen E, e o Brasil – primeiro cliente de exportação –, terá uma frota de 36 unidades, com 28 monopostos e oito Gripen F bipostos.

Assista abaixo ao vídeo da decolagem do Gripen E 39-10.


FONTE: https://www.aereo.jor.br/2019/06/10/voa-o-terceiro-caca-saab-gripen-e-o-quarto-sera-o-da-fab/
Título: Re: Gripen
Enviado por: Lusitano89 em Junho 13, 2019, 02:39:00 pm
(https://funkyimg.com/i/2UGSj.png)


 :arrow:  https://www.cavok.com.br/blog/gripen-e-esta-fora-da-competicao-da-forca-aerea-suica/?fbclid=IwAR0tWfRrALIegn-3UIvDWIcNynNGLcIUVMpcCU2CcZ7PRyA4yl6pgXZuX3M
Título: Re: Gripen
Enviado por: Red Baron em Setembro 26, 2019, 11:01:37 pm
Saab JAS 39C Gripen HOT Show in Cold Weather @ AIRPOWER ZELTWEG 2019
Título: Re: Gripen
Enviado por: Vitor Santos em Setembro 27, 2019, 06:42:20 pm
(https://www.aereo.jor.br/wp-content/uploads//2019/09/Gripen-h%C3%BAngaro-seus-equipamentos-piloto-e-pessoal-de-apoio.jpeg)