Espaço

  • 1141 Respostas
  • 127088 Visualizações
*

Viajante

  • Especialista
  • ****
  • 1125
  • Recebeu: 285 vez(es)
  • Enviou: 158 vez(es)
  • +38/-8
Re: Espaço
« Responder #1110 em: Agosto 03, 2018, 11:58:16 am »
SpaceX começará a transportar Humanos para o Espaço já no próximo ano

A SpaceX, empresa privada do ramo espacial criada por Elon Musk, tem tido imenso sucesso. Em fevereiro deste ano, lançou o foguetão Falcon Heavy, um acontecimento que teve grande significado e que todo o mundo viu.

O transporte de seres humanos para o Espaço sempre foi um dos grandes objetivos da SpaceX e essa meta deverá ser cumprida em 2019.



NASA quer deixar de contar com os russos

Desde 2011, ano em que a Space Shuttle voou pela última vez, que os astronautas norte-americanos utilizam veículos espaciais russos para chegar à Internacional Space Station (ISS). Mas a NASA quer mudar isso e a SpaceX é uma das empresas que irá ajudar.



Em 2014, o governo dos Estados Unidos pagou à SpaceX 2,6 mil milhões de dólares por num veículo que fosse capaz de transportar astronautas para órbita. O mesmo acordo foi feito com a Boeing mas num valor de 4,2 mil milhões de dólares.

Desde então, as datas de lançamento de ambos os projetos têm sido adiadas. No entanto, agora já temos datas que, aparentemente, são definitivas.

SpaceX estará pronta em 2019…

Esta quinta-feira, a NASA anunciou que a cápsula Dragon da SpaceX, criada para o transporte de seres humanos, estará pronta em 2019. Em primeiro lugar, em novembro de 2018, será realizado um teste sem seres humanos abordo e passado cerca de 5 meses será realizada uma missão de teste semelhante mas que contará com a presença de astronautas.



A cápsula CST-100 da Boeing irá realizar também testes semelhantes. De acordo com a NASA deverão ser realizados no final de 2018/início de 2019 e em meados de 2019.

Se os testes tripulados forem realizados com sucesso, cada uma das cápsulas irá ser submetida a uma certificação da NASA.

Mas existe um pequeno problema…

Em julho deste ano, foi lançado um relatório, realizado por uma agência norte-americana responsável por supervisionar as despesas do Estado, que prevê que a SpaceX termine o processo de certificação apenas em fevereiro de 2020.

No entanto, os astronautas norte-americanos utilizam a cápsula russa Soyuz para chegar à ISS e o contrato termina em novembro de 2019. A não ser que todo o processo ande mais rápido, a NASA terá que arranjar uma solução para transportar os seus astronautas até as cápsulas da SpaceX e Boeing estarem prontas.

https://pplware.sapo.pt/ciencia/spacex-transportar-humanos-espaco-2019/
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 9353
  • Recebeu: 307 vez(es)
  • Enviou: 211 vez(es)
  • +17/-7
Re: Espaço
« Responder #1111 em: Agosto 03, 2018, 04:23:04 pm »
A sonda que vai aproximar-se do sol


 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 9353
  • Recebeu: 307 vez(es)
  • Enviou: 211 vez(es)
  • +17/-7
Re: Espaço
« Responder #1112 em: Agosto 09, 2018, 08:45:33 pm »
EUA anunciam plano de criação da 'Força Espacial'


 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14325
  • Recebeu: 736 vez(es)
  • Enviou: 730 vez(es)
  • +54/-47
Re: Espaço
« Responder #1113 em: Agosto 11, 2018, 05:00:51 pm »
Elon Musk reuniu “secretamente” com cientistas para falar da colonização de Marte

Elon Musk é um fervoroso impulsionador da corrida à colonização de Marte. Nesse sentido, quer ao nível tecnológico quer nas relações com cientistas, o filantropo não tem poupado esforços para desenvolver o necessário para chegar ao planeta vermelho.

Numa das mais recentes iniciativas, os participantes do ‘Mars Workshop’, organizado pela empresa SpaceX, foram convidados a não tornar a reunião pública ou participar dela. Mas o que terá sido dito nesse evento?

O fundador e proprietário da SpaceX, Elon Musk, realizou uma reunião privada com altos funcionários científicos e especialistas para discutir os seus planos de colonização para Marte.

Mars Workshop – Elon Musk prepara a colonização de Marte

Conforme relatado pela Ars Technica – com referência a participantes não identificados – a reunião foi organizada pela empresa de Musk sob o nome de ‘Mars Workshop. Foram apresentados nessa reunião planos dedicados para colonizar o planeta vermelho. No encontro, que se realizou nos dias 7 e 8 de agosto na Universidade do Colorado em Boulder (Colorado, EUA), apareceram cerca de 60 cientistas, académicos, engenheiros e funcionários públicos, além de representantes da NASA.



A questão-chave na agenda girava em torno de possíveis formas de manter os humanos em Marte, particularmente o acesso aos recursos naturais. Além disso, foram abordadas as capacidades de voo do foguete Big Falcon, uma nave espacial que transportará colonos para Marte. Aos participantes foi solicitado que não tornassem público o assunto da reunião ou a participação de cada um na mesma.

No entanto, um representante da SpaceX confirmou o evento e disse à imprensa que a empresa reúne regularmente com diferentes especialistas para tratar de futuras missões a Marte.

Está em marcha a partida até Marte

Em setembro de 2016, Elon Musk anunciou os seus ambiciosos planos para colonizar o planeta. O projeto envolve o desenvolvimento de foguetes super pesados ​​e uma frota de milhares de naves espaciais reutilizáveis ​​que levarão quase um milhão de pessoas a Marte até o final do século.



O objetivo principal é criar em Marte uma cidade independente e autónoma em relação à Terra, que tem tudo o que é necessário para os seres humanos, para que viver lá seja como fazê-lo no nosso planeta.

Em 2017 o fundador da SpaceX apresentou o ‘foguete do futuro’ Big Falcon Foguete (BFR) que, de acordo com Elon, irá permitir que os seres humanos viajem para Marte e possam mesmo usar o foguete para voar ao redor do mundo em tempo recorde e com preços semelhantes aos de uma passagem de avião.

https://pplware.sapo.pt/informacao/elon-musk-encontrou-se-secretamente-com-cientistas-para-falar-de-marte/
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 9353
  • Recebeu: 307 vez(es)
  • Enviou: 211 vez(es)
  • +17/-7
Re: Espaço
« Responder #1114 em: Agosto 21, 2018, 01:03:07 pm »
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 9353
  • Recebeu: 307 vez(es)
  • Enviou: 211 vez(es)
  • +17/-7
Re: Espaço
« Responder #1115 em: Agosto 23, 2018, 02:42:23 pm »
Satélite meteorológico com tecnologia portuguesa já está em órbita


 

*

Viajante

  • Especialista
  • ****
  • 1125
  • Recebeu: 285 vez(es)
  • Enviou: 158 vez(es)
  • +38/-8
Re: Espaço
« Responder #1116 em: Agosto 23, 2018, 04:12:26 pm »
Paul Allen: Co-fundador da Microsoft construiu o maior avião do mundo

Todos os dias ficamos surpreendidos com aquilo que a tecnologia e a engenharia conseguem fazer. De facto, o sonho do ser humano não tem limites e à custa disso aparecem novos projectos que desafiam o conceito de inovação.

O Stratolaunch, projecto aeronáutico apoiado pelo multi-milionário e co-fundador da Microsoft Paul Allen, é um exemplo perfeito da combinação de engenho e avanço tecnológico. Trata-se de um avião gigante e espera-se que efectue o seu primeiro voo nos últimos meses deste ano.



A ideia por detrás do Stratolaunch…

O projecto Stratolaunch começou a ser idealizado em 2011 e o objectivo era criar uma aeronave capaz de transportar mísseis e satélites até elevadas altitudes para, posteriormente, serem colocados em órbita.

O avião Stratolaunch foi desenhado por Burt Rutan, possui duas fuselagens e da ponta de uma asa até ao final da outra vão 117,35 metros. Ao lado dele, o C-5 da força aérea norte-americana parece muito pequeno.


Até 2020, a equipa da Statolaunch diz ser capaz de lançar o foguetão Pegasus, atualmente desenvolvido pela OrbitalATK. Normalmente, o Pegasus é lançado a partir do avião Lockheed que tem menos de metade do tamanho do gigante Stratolaunch.



Segundo se sabe, a equipa financiada por Paul Allen, tem um calendário já feito que começa com pequenos passos até chegar ao lançamento de veículos Espaciais tripulados. No entanto, a competição nesta área é cada vez maior e não se percebe por que é que eventuais clientes haverão de querer lançar os seus satélites a partir deste monstruoso avião.

Neste momento resta esperar e dentro de três meses avaliar aquilo que este avião é capaz de fazer.

As vantagens de utilizar um Stratolaunch…

Toda a gente conhece ou então já ouviu falar da SpaceX, a empresa do ramo Espacial liderada pelo famoso Elon Musk. Nos últimos tempos, a SpaceX tem alcançado feitos incríveis e promete não parar. Com o Falcon 9, a empresa provou que os foguetões não precisam de ser do tipo “usa e deita fora”. Deste modo, por serem tão caros de produzir, podem e devem ser reutilizados em várias missões.



Mas, a Stratolaunch pretende ir além disto e provar que a sua maneira de ver as coisas é que está certa. Num comunicado, a empresa afirmou que as longas esperas de lançamento, os elevados preços de lançamento e os atrasos são um fator que limita operações Espaciais; o que é verdade.

Empresas como a Virgin Orbit ou a Rocket Lab utilizam pequenos foguetões lançados na vertical capazes de colocar satélites a órbitar a Terra. E até são capazes de o fazer de uma forma relativamente barata e eficiente.

No entanto, a Statolaunch faz notar que ao lançar os foguetões a partir de um avião é capaz de ultrapassar problemas com que estas empresas lidam no seu dia-a-dia: mau tempo, tráfego aéreo e outras variáveis que costumam atrasar os lançamentos tradicionais a partir do solo.



Mas quando passamos a falar de grandes volumes de carga, a Stratolaunch começa a competir com a SpaceX, que já deu provas daquilo que é capaz e que está a cortar drasticamente nos custos de lançamento.

A Stratolaunch vai trabalhar para quem?

Tal como a SpaceX, a Stratolaunch Systems acredita também que as suas aeronaves serão capazes de democratizar o acesso ao Espaço e tornar mais baratas e rápidas as missões para colocar satélites em órbita. A empresa acredita que este é um passo importante para a segurança nacional norte-americana.

No entanto, a empresa mostra-se completamente desconectada do mercado o que fez surgir uma teoria. A empresa de Paul Allen poderá estar a trabalhar num projeto secreto financiado pelo governo dos EUA. Pensando bem, a nível comercial, a Stratolaunch não tem clientes, mas o vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, já visitou a instalações da empresa.



Neste momento a Stratolaunch está focada no seu trabalho no solo e preocupada em ser bem sucedida no primeiro voo da aeronave. Segundo a empresa, há também a possibilidade de vir a ser anunciada uma parceria, mas ainda nada pode ser revelado.

https://pplware.sapo.pt/high-tech/paul-allen-microsoft-aviao-stratolaunch/
 

*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 8158
  • Recebeu: 650 vez(es)
  • Enviou: 942 vez(es)
  • +37/-6
    • http://youtube.com/HSMW
Re: Espaço
« Responder #1117 em: Setembro 01, 2018, 06:56:45 pm »
É já dia 24. ;)
http://www.youtube.com/profile_videos?user=HSMW

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 9353
  • Recebeu: 307 vez(es)
  • Enviou: 211 vez(es)
  • +17/-7
Re: Espaço
« Responder #1118 em: Setembro 02, 2018, 10:37:37 pm »
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 9353
  • Recebeu: 307 vez(es)
  • Enviou: 211 vez(es)
  • +17/-7
Re: Espaço
« Responder #1119 em: Setembro 15, 2018, 04:43:23 pm »
NASA lança satélite "ICESat-2" para estudar regiões polares


 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 9353
  • Recebeu: 307 vez(es)
  • Enviou: 211 vez(es)
  • +17/-7
Re: Espaço
« Responder #1120 em: Setembro 16, 2018, 09:00:18 pm »

« Última modificação: Setembro 17, 2018, 10:24:45 am por Lusitano89 »
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 9353
  • Recebeu: 307 vez(es)
  • Enviou: 211 vez(es)
  • +17/-7
Re: Espaço
« Responder #1121 em: Setembro 18, 2018, 10:30:11 am »
Um turista na lua




« Última modificação: Setembro 19, 2018, 10:36:04 am por Lusitano89 »
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14325
  • Recebeu: 736 vez(es)
  • Enviou: 730 vez(es)
  • +54/-47
Re: Espaço
« Responder #1122 em: Setembro 20, 2018, 02:04:50 pm »
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

mafets

  • Investigador
  • *****
  • 4718
  • Recebeu: 770 vez(es)
  • Enviou: 536 vez(es)
  • +34/-15
Re: Espaço
« Responder #1123 em: Setembro 27, 2018, 10:16:59 am »
https://expresso.sapo.pt/sociedade/2018-09-24-Governo-lanca-concurso-internacional-para-instalar-base-espacial-nos-Acores#gs.n00AGUM

Citar
A Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT) e a Estrutura de Missão dos Açores para o Espaço (EMA-Space) lançam esta segunda-feira em Ponta Delgada, com o apoio técnico da Agência Espacial Europeia (ESA), um concurso internacional, onde convidam as empresas e organizações ligadas ao setor espacial em todo o mundo a manifestarem o seu interesse na colaboração com empresas e centros de investigação portugueses para a conceção, instalação e operação de uma base espacial na ilha de Santa Maria.

O lançamento é feito no Coliseu Micaelense pelo ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, e pelo secretário regional do Mar, Ciência e Tecnologia, Gui Menezes, no âmbito da conferência organizada pela ESA e pela agência espacial francesa (CNES) sobre "Os 25 anos de progresso na Altimetria de Radar", técnica de medição das variações da superfície da Terra.

A base terá de estar pronta em 2021 e destina-se ao lançamento de pequenos satélites, um mercado que se espera venha a valer vários milhares de milhões de euros na próxima década. Manuel Heitor explica ao Expresso que "há neste momento 90 projetos ativos em todo o mundo para a construção de bases de lançamento de micro, mini e pequenos satélites, em especial na China e nos EUA". Por isso, "a Europa precisa de se posicionar neste mercado muito promissor".

Há três projetos europeus semelhantes que competem com o porto espacial dos Açores. O mais adiantado é britânico, baseia-se em investimento público e a 16 de julho o Governo de Londres anunciou no Farnborough International Airshow 2018 (Hampshire) a assinatura de um contrato de 37 milhões de euros com o fabricante norte-americano Lockeed Martin para a construção de uma base espacial na Escócia, em parceria com a empresa inglesa Orbex. Por outro lado, a Noruega e a Suécia têm em estudo projetos de portos espaciais vocacionados para o lançamento de pequenos satélites de órbita polar.

VANTAGENS COMPETITIVAS DA ILHA DE SANTA MARIA
Mas a ilha de Santa Maria tem vantagens imbatíveis, porque "oferece uma localização geográfica privilegiada no meio do Atlântico, permitindo trajetórias de lançamento desobstruídas sobre o mar para órbitas polares e heliossíncronas (que acompanham a luz do Sol), assim como uma posição estratégica única entre a Europa, a América e África", argumenta o ministro da Ciência. "Santa Maria tem também na direção sul do Atlântico uma área desobstruída muito maior do que os outros projetos europeus e está muito mais próxima do Equador, o que significa que há poupanças de energia em qualquer lançamento a partir da ilha devido à sua localização geográfica", acrescenta Gui Menezes. "É por isso que a maior parte das bases espaciais existentes no mundo estão situadas mais a sul." E as condições de Santa Maria "não são replicáveis noutro local da Europa".

A nova geração de pequenos satélites está associada à expansão das atividades de observação da Terra em áreas tão diversas como a agricultura e pescas, a vigilância do tráfego marítimo, o clima e a meteorologia, a monitorização de infraestruturas, as comunicações, a energia, a mobilidade, o desenvolvimento urbano, a defesa e a segurança, os fluxos migratórios, a monitorização dos recursos naturais e da proteção da vida selvagem.

De acordo com o concurso internacional lançado pelo Governo, as empresas e organizações interessadas devem apresentar propostas até 31 de outubro que contribuam para dois objetivos principais. O primeiro é "o desenvolvimento de um porto espacial low-cost, seguro e com uma localização ideal para o lançamento de satélites de órbita baixa (LEO), principalmente de órbitas heliossíncronas (SSO) e órbitas polares, onde os operadores possam lançar pequenos satélites, num ambiente de cooperação amigável, incluindo uma moderna estrutura legal de apoio à nova indústria espacial". Recorde-se que o Governo aprovou no início do ano um pacote legislativo para regular a atividade espacial e uma estratégia nacional para o setor, chamada "Portugal Espaço 2030".

O segundo objetivo é que as propostas "permitam oportunidades de negócio ao longo de toda a cadeia de valor do desenvolvimento e operação de satélites e lançadores (foguetões), bem como oportunidades de serviços nas novas atividades espaciais, como as que são asseguradas por constelações de satélites de baixo custo".


Citar
Na ilha de Santa Maria, Açores, já existem estações de rastreio de satélites da Agência Espacial Europeia e da NASA

ESA

Saudações
"Nunca, no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos." W.Churchil

http://mimilitary.blogspot.pt/
 


 

Espaço Aéreo pode encerrar durante o Euro 2004

Iniciado por Tiger22Quadro Portugal

Respostas: 8
Visualizações: 3183
Última mensagem Junho 08, 2004, 09:45:02 pm
por FFAP
NATO controla espaço aéreo de países bálticos

Iniciado por Tiger22Quadro Mundo

Respostas: 3
Visualizações: 2038
Última mensagem Março 30, 2004, 06:24:58 pm
por Normando
Espanha quer controlar espaço aéreo português

Iniciado por LightningQuadro Portugal

Respostas: 21
Visualizações: 8850
Última mensagem Março 18, 2014, 04:08:40 pm
por nelson38899
Astrónomos captam sinal alienígena do espaço

Iniciado por Ricardo NunesQuadro Área Livre-Outras Temáticas de Defesa

Respostas: 2
Visualizações: 1407
Última mensagem Setembro 18, 2004, 11:44:45 am
por Luso
ESPAÇO MEMÓRIA, EM SÃO JACINTO

Iniciado por Miguel Silva MachadoQuadro Exército Português no ForumDefesa.com

Respostas: 0
Visualizações: 1352
Última mensagem Abril 15, 2012, 03:03:31 pm
por Miguel Silva Machado