Unir os Pontos

  • 938 Respostas
  • 119116 Visualizações
*

BlackFerdyPT

  • Perito
  • **
  • 326
  • Recebeu: 34 vez(es)
  • Enviou: 2 vez(es)
  • +10/-867
  • Natural dum ex-país que findou em 1986.
    • Um blogue pró-Liberdade, anti-Nova Ordem Mundial
Re: Unir os Pontos
« Responder #900 em: Outubro 31, 2020, 03:56:58 pm »
"Trolls" que vagueiem por este fórum (denunciados aqui), as vossas pontuações negativas são como *medalhas* para mim! ;)

(Extra: http://www.forumdefesa.com/forum/index.php?topic=10786.msg316737#msg316737)
 

*

BlackFerdyPT

  • Perito
  • **
  • 326
  • Recebeu: 34 vez(es)
  • Enviou: 2 vez(es)
  • +10/-867
  • Natural dum ex-país que findou em 1986.
    • Um blogue pró-Liberdade, anti-Nova Ordem Mundial
Re: Unir os Pontos
« Responder #901 em: Outubro 31, 2020, 04:04:21 pm »
"Trolls" que vagueiem por este fórum (denunciados aqui), as vossas pontuações negativas são como *medalhas* para mim! ;)

(Extra: http://www.forumdefesa.com/forum/index.php?topic=10786.msg316737#msg316737)
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: mayo

*

BlackFerdyPT

  • Perito
  • **
  • 326
  • Recebeu: 34 vez(es)
  • Enviou: 2 vez(es)
  • +10/-867
  • Natural dum ex-país que findou em 1986.
    • Um blogue pró-Liberdade, anti-Nova Ordem Mundial
Re: Unir os Pontos
« Responder #902 em: Outubro 31, 2020, 04:57:37 pm »
"Trolls" que vagueiem por este fórum (denunciados aqui), as vossas pontuações negativas são como *medalhas* para mim! ;)

(Extra: http://www.forumdefesa.com/forum/index.php?topic=10786.msg316737#msg316737)
 

*

BlackFerdyPT

  • Perito
  • **
  • 326
  • Recebeu: 34 vez(es)
  • Enviou: 2 vez(es)
  • +10/-867
  • Natural dum ex-país que findou em 1986.
    • Um blogue pró-Liberdade, anti-Nova Ordem Mundial
Re: Unir os Pontos
« Responder #903 em: Outubro 31, 2020, 05:14:16 pm »
(Podem clicar na imagem para aceder ao tweet.)


« Última modificação: Novembro 02, 2020, 10:13:41 am por BlackFerdyPT »
"Trolls" que vagueiem por este fórum (denunciados aqui), as vossas pontuações negativas são como *medalhas* para mim! ;)

(Extra: http://www.forumdefesa.com/forum/index.php?topic=10786.msg316737#msg316737)
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: mayo

*

BlackFerdyPT

  • Perito
  • **
  • 326
  • Recebeu: 34 vez(es)
  • Enviou: 2 vez(es)
  • +10/-867
  • Natural dum ex-país que findou em 1986.
    • Um blogue pró-Liberdade, anti-Nova Ordem Mundial
Re: Unir os Pontos
« Responder #904 em: Novembro 02, 2020, 10:07:32 am »
"Trolls" que vagueiem por este fórum (denunciados aqui), as vossas pontuações negativas são como *medalhas* para mim! ;)

(Extra: http://www.forumdefesa.com/forum/index.php?topic=10786.msg316737#msg316737)
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: mayo

*

Lusitan

  • Perito
  • **
  • 511
  • Recebeu: 186 vez(es)
  • Enviou: 180 vez(es)
  • +162/-13
  • Hic et Ubique
Re: Unir os Pontos
« Responder #905 em: Novembro 02, 2020, 11:52:24 am »
(Podem clicar na imagem para aceder ao tweet.)

Fontes credíveis portanto...
 

*

Luso

  • Investigador
  • *****
  • 7643
  • Recebeu: 597 vez(es)
  • Enviou: 196 vez(es)
  • +236/-635
Re: Unir os Pontos
« Responder #906 em: Novembro 02, 2020, 04:30:39 pm »
(Podem clicar na imagem para aceder ao tweet.)

Fontes credíveis portanto...

O Lusitan tem que dinamizar aqui no fórum um "mentígrafo".  :mrgreen:
Ai de ti Lusitânia, que dominarás em todas as nações...
 

*

BlackFerdyPT

  • Perito
  • **
  • 326
  • Recebeu: 34 vez(es)
  • Enviou: 2 vez(es)
  • +10/-867
  • Natural dum ex-país que findou em 1986.
    • Um blogue pró-Liberdade, anti-Nova Ordem Mundial
Re: Unir os Pontos
« Responder #907 em: Novembro 02, 2020, 11:46:33 pm »

Citar
"Muitas pessoas foram enganadas de modo a acreditar que os governos nos dão os nossos direitos. Isso não poderia estar mais longe da verdade. Todas as constituições no mundo são um código de conduta para os governos seguirem. Para assegurar, proteger, defender, reivindicar e preservar os vossos direitos, os nossos direitos, que nos foram dados por Deus, pelo nosso Criador. O governo não nos dá os nossos direitos. O governo é obrigado a proteger esses direitos."

--- Martin Byrne, Conselheiro Legal da Aliança Mundial pela Liberdade (na conferência de imprensa de apresentação deste grupo: https://www.youtube.com/watch?v=YbOfHgUuWsc)
"Trolls" que vagueiem por este fórum (denunciados aqui), as vossas pontuações negativas são como *medalhas* para mim! ;)

(Extra: http://www.forumdefesa.com/forum/index.php?topic=10786.msg316737#msg316737)
 

*

BlackFerdyPT

  • Perito
  • **
  • 326
  • Recebeu: 34 vez(es)
  • Enviou: 2 vez(es)
  • +10/-867
  • Natural dum ex-país que findou em 1986.
    • Um blogue pró-Liberdade, anti-Nova Ordem Mundial
Re: Unir os Pontos
« Responder #908 em: Novembro 05, 2020, 06:13:59 am »
"Trolls" que vagueiem por este fórum (denunciados aqui), as vossas pontuações negativas são como *medalhas* para mim! ;)

(Extra: http://www.forumdefesa.com/forum/index.php?topic=10786.msg316737#msg316737)
 

*

BlackFerdyPT

  • Perito
  • **
  • 326
  • Recebeu: 34 vez(es)
  • Enviou: 2 vez(es)
  • +10/-867
  • Natural dum ex-país que findou em 1986.
    • Um blogue pró-Liberdade, anti-Nova Ordem Mundial
Re: Unir os Pontos
« Responder #909 em: Novembro 06, 2020, 04:34:14 pm »


Administração Trump tomou uma medida preventiva, para apanhar os Democratas a aldrabar as eleições, colocando secretamente "marcas de água" nos boletins de voto:

https://banned.video/watch?id=5fa480cc65f2d419a08b54e2

(Se quiserem ver o segmento completo que explica a excelente jogada por parte de Trump, podem ver o seguinte vídeo, a partir dos 48m54s: https://banned.video/watch?id=5fa4d0b12a30241aa0b4aca3)

Esta última informação está a ser censurada na Internet (https://twitter.com/BlackFerdyPT/status/1324696940987207687). E, como quem está por trás de Biden é a mesma facção das elites que controla os média de massas, incluindo os europeus (https://www.bertrand.pt/livro/nos-bastidores-de-trump-da-russia-e-do-mundo-daniel-estulin/21876488) outra coisa não será de esperar do que uma grande distorção desta informação, assim que ela se tornar (mais) pública.
"Trolls" que vagueiem por este fórum (denunciados aqui), as vossas pontuações negativas são como *medalhas* para mim! ;)

(Extra: http://www.forumdefesa.com/forum/index.php?topic=10786.msg316737#msg316737)
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: mayo

*

BlackFerdyPT

  • Perito
  • **
  • 326
  • Recebeu: 34 vez(es)
  • Enviou: 2 vez(es)
  • +10/-867
  • Natural dum ex-país que findou em 1986.
    • Um blogue pró-Liberdade, anti-Nova Ordem Mundial
Re: Unir os Pontos
« Responder #910 em: Novembro 06, 2020, 05:41:46 pm »
E, visto que não se pode claramente confiar nos média de massas...

Para saberem o que realmente se passa nos EUA, estejam atentos,

À seguinte conta no Twitter:


E, aos vídeos publicados em:

"Trolls" que vagueiem por este fórum (denunciados aqui), as vossas pontuações negativas são como *medalhas* para mim! ;)

(Extra: http://www.forumdefesa.com/forum/index.php?topic=10786.msg316737#msg316737)
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 16457
  • Recebeu: 1493 vez(es)
  • Enviou: 1416 vez(es)
  • +237/-306
Re: Unir os Pontos
« Responder #911 em: Novembro 06, 2020, 06:08:12 pm »
O discurso de Trump à lupa. Das suspeitas às acusações, dos observadores impedidos aos votos "ilegais"

A partir da Casa Branca, Donald Trump dirigiu-se ao povo americano nesta madrugada. A transmissão em direto foi interrompida por vários canais de televisão. Os apresentadores corrigiram as afirmações do presidente, que falou sobre a legitimidade das contagens, votos "ilegais" e de observadores impedidos de acompanhar o processo.

À medida a que os votos são contados, Joe Biden parece ter um pé dentro da Casa Branca - o que quer dizer que Donald Trump tem um pé do lado de fora da residência oficial do presidente dos Estados Unidos. E foi mesmo a partir da Casa Branca que Donald Trump se dirigiu aos norte-americanos na noite desta quinta-feira (já madrugada em Portugal) para falar dos resultados das presidenciais.

Ao falar, sem provas, de manipulação no escrutínio da eleição, dizendo por exemplo que os oficiais das eleições na Pensilvânia e Detroit tentaram banir os observadores dos locais de contagem de votos, três canais de televisão - ABC, CBS e MSNBC - interromperam a transmissão do discurso cerca de meio minuto depois de começar.

"O que o Presidente dos Estados Unidos está a dizer não é, em grande parte, verdade. E não vamos permitir que continue", disse o pivô da CNBC Shepard Smith (que pertence ao mesmo grupo da NBC), que contextualizou, de seguida, todos os pontos do discurso.

A CNN e a PBS não interromperam a transmissão, mas desmontaram o discurso a partir dos oráculos.


O The Guardian compilou as acusações de Trump e apresentou os factos, que espelham a verdade.

As provas que Trump disse ter

"Estamos a ouvir histórias que são histórias de terror... Acreditamos que vai haver muita contestação judicial porque temos muitas provas", disse Trump.

O presidente dos EUA disse ter provas quando aponta o dedo aos problemas no sistema de voto e de contagem, mas não apresentou nenhuma que justificasse, nem descreveu que tipo de problema encontrou nestes sistemas. O The Guardian refere que, na verdade, o processo de contagem dos votos tem ocorrido, na sua maioria, sem problemas em todo o país.

Uma das principais queixas de Trump é a de que a contagem dos votos está a estender-se para lá do dia oficial de eleições. O jornal desmonta esta afirmação: nenhuma eleição presidencial teve, até hoje, todos os votos contados no mesmo dia, e não há lei que obrigue a que assim seja. O que se tem verificado é um processo mais lento que o normal, já que, devido à situação pandémica, o número de boletins enviados por correio aumentou.

Para além disso, não só vários estados tiveram de se ajustar para um envio sem precedentes de votos por correspondência, como alguns autorizam a contagem dos votos enviados no mesmo dia das eleições, mesmo que cheguem três dias depois (Pensilvânia) ou com até nove dias de atraso (Carolina do Norte), o que motivou o atual arrastar das contagens

Votos legais vs. votos ilegais

"Se contarem os votos legais, ganho facilmente. Se contarem os votos ilegais, eles podem tentar roubar-nos a eleição", disse Donald Trump.

A publicação britânica escreve que esta afirmação não tem qualquer fundamento, já que nem os funcionários de campanha de Trump nem os oficiais das eleições identificaram um número substancial de votos "ilegais" — muito menos em número suficiente para arruinar uma vitória de Trump.

Donald Trump tem-se referido aos votos por correspondência como "ilegais", mas esta modalidade de voto foi posta em prática de acordo com as regras de cada estado e, nalguns casos, essas regras foram adaptadas pelos oficiais para que os eleitores conseguissem votar em contexto de pandemia de Covid-19.

Estados chave

"Estamos a ganhar todos os lugares-chave, por bastante até", disse, ainda sobre a legalidade da votação, queixando-se sobre ações que enfraquecem a sua liderança em "corridas" importantes, em certos estados.

As reviravoltas na liderança de determinados estados é explicada não por movimentos ilegais ou desonestos, mas sim pela maneira como a contagem de votos é feita em cada estado.

Trump começou a contagem dos votos em vantagem nos estados da Pensilvânia, Michigan, Wisconsin e Geórgia — e agora vê a sua liderança perder folgo. Tal justifica-se porque os votos por correspondência costumam ser os últimos a ser contados e sabe-se que essa porção de votos tendem a ser a favor do candidato democrata, Biden. Ao serem contados em último lugar, há espaço, matematicamente, para uma reviravolta.

Pensilvânia

"Na Pensilvânia, os democratas permitiram que os boletins de voto fossem recebidos três dias após a eleição", disse, acrescentando que a permissão vai para além desses três dias e que "eles [os oficiais] estão a contar os [boletins] sem carimbo do correio ou qualquer identificação".

O The Guardian vai aos factos e explica que o Supremo Tribunal ordenou que os boletins preenchidos antes do final do dia das eleições, dia 3 de novembro, pudessem ser recebidos até três dias depois e, em seguida, contados. No entanto, o Supremo pode rever este assunto mais tarde. E, claro, vários outros estados para além da Pensilvânia permitiram que os eleitores exercessem o seu poder de voto através da correspondência.

Observadores impedidos

"Os democratas da Pensilvânia foram ao Supremo Tribunal para tentar banir os nossos [republicanos] observadores... Eles não querem ninguém lá [nos locais de contagem]. Não querem que ninguém os observe enquanto estão a contar os votos", afirmou Trump.

Notificações
Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.
Subscrever
A publicação britânica escreve que ninguém tentou proibir os observadores (que representam democratas e republicanos) e que os democratas não tentaram impedir que os representantes republicanos pudessem observar o processo de contagem de votos. O assunto, escreve o The Guardian, focava-se em quão perto os representantes dos partidos podiam estar dos funcionários que processam os votos. A campanha de Trump já tinha ganhado, em Tribunal, a possibilidade de os seus observadores estarem ainda mais perto. Segundo a CNBC, a distância era de cerca de 3,5 metros (12 feet) e passou a ser para metade, ou seja, já poderiam estar a 1,8 metros (6 feet), ou seja, não só não foram banidos como têm permissão para observar de mais perto.

"Foi negado à nossa campanha o acesso para observar a contagem em Detroit", disse, ainda em relação à contagem de votos - desta vez no estado do Michigan.

Os votos por correio foram contados num centro de convenções na baixa da cidade, onde 134 quadros foram montados. A funcionária judicial da cidade, Janice Winfrey, disse ao The Guardian que cada partido tem direito a um observador por quadro. Disse ainda que não recaiu sob a sua atenção observadores republicanos serem removidos do local, mas referiu que alguns foram "muito agressivos, a tentar intimidar os funcionários" que processam os votos. Já Mark Brewer, ex-presidente do partido democrático no Michigan, disse que o acesso foi controlado no local e algumas pessoas de ambos os partidos não puderam entrar, devido a restrições motivadas pela Covid-19.

Géorgia

“O sistema eleitoral na Geórgia é dirigido por democratas”, afirmou quando a Geórgia, um estado muito importante nas contas (e onde Biden lidera, segundo a CNN, desde a manhã desta sexta-feira).

As eleições neste estado são, na verdade, supervisionadas por um republicano: o Secretário de Estado, Brad Raffensperger.

"O tribunal federal [United States Court of Appeals for the Eleventh Circuit] decidiu que na Geórgia os votos deviam chegar até ao dia das eleições. E não chegaram. Votos estão a chegar depois do dia de eleições".

Apesar de este tribunal de recurso com jurisdição no estado da Geórgia ter decidido que os votos tinham de estar entregues até às 19h00 do dia de eleições (3 de novembro) para serem contados, foi feita uma exceção para os boletins dos militares americanos que se encontrassem no estrangeiro — e que podiam ser recebidos até às 17h00 desta sexta-feira e ainda assim serem contados. Desta forma, os votos na Geórgia ainda estão a ser contados.

https://24.sapo.pt/atualidade/artigos/o-discurso-de-trump-a-lupa-das-suspeitas-as-acusacoes-dos-observadores-impedidos-aos-votos-ilegais
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 16457
  • Recebeu: 1493 vez(es)
  • Enviou: 1416 vez(es)
  • +237/-306
Re: Unir os Pontos
« Responder #912 em: Novembro 06, 2020, 06:09:29 pm »
DW fact checks wild claims about the vote count

As states continue to count ballots, DW Fact Check helps break down what is true and false when it comes to how ballots are counted and claims of fraud in US elections.

With counting still going on in many states, people are understandably getting jittery about the results of the US election. 

Unfounded accusations of widespread fraud and deceitful vote counting have spread across social media. With cherry-pick information or manufactured videos, these claims have often painted an inaccurate picture of wrongdoing. 

DW Fact Check has looked into a few of the most viral claims.

1. Ballots burned?
Claim:

President Donald Trump's son Eric Trump retweet a video that he described as showing 80 mail-in ballots being burned.

Fact check:

The video went viral on social media with more than a million views, and was then deleted and reposted again and again.

Tens of thousands of accounts retweeted the video, for many because it was alleged proof for what several Republicans — including the president — had falsely claimed for weeks: That mail-in ballots lead to fraud and are more susceptible to tampering. But the video shows just sample ballots from Virginia Beach, as the City confirmed on its website.

City officials pointed out that the burned sample ballots didn't have any bar code on them, which can be found on actual ballots.

The video, according to officials, does not show valid votes for Trump being destroyed.

2. One-sided vote counts?
Claim:

In a viral Tweet subsequently shared on Facebook, a user claimed:

"Wisconsin took a break, and when they returned, Biden coincidentally came back ahead by 100k...this is how it happens people."

Fact check:

This and similar claims in other states have been made about batches of primarily mail-in votes being one-sided in favor of former Vice President Joe Biden. Throughout the election, Trump and other Republicans cast doubt on mail-in ballots and concerns over the coronavirus. However, for vulnerable populations and those concerned about COVID-19's risk to their family's health, mail-in ballots may have been the safest way to vote.

Many, including DW, predicted ahead of the election that initial vote counts on Election Day would give a lead for Trump — but would later the vote tallies would swing back in Biden's favor once valid mail-in votes were counted. Pew Research Center's survey ahead of the election indicated 25% of Trump supporters planned to vote by absentee or mail-in ballot, whereas 51% of Biden supporters planned to vote this way. Moreover, some states do not allow mail-in ballots to be counted until Election Day, and this includes the key battleground states of Wisconsin, Georgia, Nevada and Pennsylvania. And because there is an unprecedented avalanche of mail-in votes — in large part due to the pandemic — counting these votes takes more time than usual.


Election officials count absentee ballots on November 04, 2020 in Milwaukee, Wisconsin.

This is a factor that played out in Wisconsin and in other states. According to reporting by the Green Bay Gazette, Trump had a lead of more than 100,000 votes before the city of Milwaukee reported its absentee vote results, but once Milwaukee reported those results, Biden gained a lead of about 8,000 votes statewide. His lead then widened to 20,000 when the cities of Green Bay and Kenosha reported their results.

Some counties in this state count in-person and absentee votes together, so all of their results are released at once. Others, like the large metro-area of Milwaukee, count their absentee ballots in a central location and the totals aren't released until the last one is tabulated. This is what accounted for an increase in votes for Biden.

To the first part of the claim, Wisconsin election officials did not take a break. Vote counting continued through the night there.

Meagan Wolfe, Wisconsin's chief election official, said in a press conference on November 4: "Our municipal and county clerks have worked tirelessly throughout the night to make sure that every valid ballot has been counted and reported accurately."

3. 'Finding' ballots
Claim:

A viral video shows a man rolling a wagon into a vote tallying center in Detroit, which people on social media later claimed had contained 130,000 votes in a black box.

Fact check: 

This is false. The man in the video was a local TV videographer wheeling in equipment to cover the night of vote counting. The station WXYZ debunked the claim by showing the suspicious red wagon and the black box of camera material. 

The article on the conservative site Texas Scorecard claiming this was a case of fraud went viral — but has since been taken down.

Kellye SoRelle, a lawyer based in Texas who recorded the video, in an interview on a conservative YouTube show on 4 November suggested the box could contain invalid ballots, but stopped short of confirming it was what she saw, saying the box being transferred was "very similar to the box we had seen and been watching and monitoring."

"The concern was just a security concern. We don't really know what was going on, with or what items they were bringing in or who was going in."

When asked if it's possible that people could be walking in with fake ballots, she replies: "Absolutely. This is a battleground state. We came up here to Michigan to help Trump because this is a state that's under fire."

The update from WXYZ, however, indicates the fraud suggestion is false.

Stay tuned for further updates and fact checks on this topic.

https://www.dw.com/en/dw-fact-checks-wild-claims-about-the-vote-count/a-55518780


« Última modificação: Novembro 07, 2020, 11:48:09 am por Cabeça de Martelo »
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

BlackFerdyPT

  • Perito
  • **
  • 326
  • Recebeu: 34 vez(es)
  • Enviou: 2 vez(es)
  • +10/-867
  • Natural dum ex-país que findou em 1986.
    • Um blogue pró-Liberdade, anti-Nova Ordem Mundial
Re: Unir os Pontos
« Responder #913 em: Novembro 07, 2020, 02:49:03 am »
Demais...

"Trolls" que vagueiem por este fórum (denunciados aqui), as vossas pontuações negativas são como *medalhas* para mim! ;)

(Extra: http://www.forumdefesa.com/forum/index.php?topic=10786.msg316737#msg316737)
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 16457
  • Recebeu: 1493 vez(es)
  • Enviou: 1416 vez(es)
  • +237/-306
Re: Unir os Pontos
« Responder #914 em: Novembro 07, 2020, 11:46:09 am »
Sabes uma coisa que eu não vou ter nenhumas saudades? Da quantidade de noticias falsas e incorretas que o Trump metia cá fora. Vai ser bom voltar a haver alguma normalidade. Chateia-me ver pessoas claramente inteligentes a caírem nestas histórias da carochinha.

 :arrow: https://www.forumdefesa.com/forum/index.php?topic=9302.msg343254#msg343254

Eu ainda estou à espera de ver os Clinton e o Obama a serem presos pela "task force" que o "Q" disse que o Trump liderava...
« Última modificação: Novembro 07, 2020, 11:49:22 am por Cabeça de Martelo »
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: HSMW