UM GRAVISSIMO CRIME CONTRA A NAÇÃO PORTUGUESA EM VALENÇA

  • 58 Respostas
  • 9003 Visualizações
*

LuisC

  • Perito
  • **
  • 311
  • +0/-1
Re: UM GRAVISSIMO CRIME CONTRA A NAÇÃO PORTUGUESA EM VALENÇA
« Responder #45 em: Abril 07, 2010, 01:55:20 am »
Citação de: "Cabeça de Martelo"
Depende do SAP e do médico, cheguei a ver médicos com uma cara de pânico enquanto que os enfermeiros e os bombeiros faziam o que lhes competia, mas também vi médicos a trabalharem de uma forma impecável. Pessoalmente estou fora destas lides há já algum tempo.

O problema não é a competência ou incompetência dos médicos ou enfermeiros, é uma questão de meios. Na ocorrência de um AVC, por exemplo, um dos primeiros procedimentos é fazer um TAC ao paciente e como é óbvio, um SAP não tem esse tipo de equipamento, nem tem de ter…é um serviço essencialmente vocacionado para os cuidados primários.

Voltando à questão das bandeiras, não está em causa a legitimidade dos habitantes de Valença lutarem pelos seus direitos, no caso concreto, por melhores e mais próximos cuidados de saúde. A forma como estão a conduzir o protesto é que é a todos os níveis reprovável.
 

*

Vicente de Lisboa

  • Analista
  • ***
  • 792
  • Recebeu: 13 vez(es)
  • Enviou: 3 vez(es)
  • +4/-4
Re: UM GRAVISSIMO CRIME CONTRA A NAÇÃO PORTUGUESA EM VALENÇA
« Responder #46 em: Abril 07, 2010, 01:58:38 am »
Citação de: "Jorge Pereira"
Este protesto já começa a provocar algum incómodo e até irritação na Galiza. Se virem os jornais do lado de lá da fronteira, já podem ler comentários do tipo:

«A “sanidad” é galega e não espanhola.»

«Quem está a oferecer os seus serviços são os galegos e não os espanhóis.»

«Os portugueses são muito ignorantes em relação à nossa realidade galega»

Quando se fazem protestos (e outras coisas) sem se pensar e saber o que se está a fazer, dá neste tipo de coisas. Enfim… :evil:
 

*

Luso

  • Investigador
  • *****
  • 7627
  • Recebeu: 577 vez(es)
  • Enviou: 191 vez(es)
  • +232/-512
Re: UM GRAVISSIMO CRIME CONTRA A NAÇÃO PORTUGUESA EM VALENÇA
« Responder #47 em: Abril 07, 2010, 09:53:52 am »
E Cavaco sempre calado. Impressionante esta cobardia.
Ai de ti Lusitânia, que dominarás em todas as nações...
 

*

FoxTroop

  • Investigador
  • *****
  • 1571
  • Recebeu: 402 vez(es)
  • Enviou: 300 vez(es)
  • +190/-680
Re: UM GRAVISSIMO CRIME CONTRA A NAÇÃO PORTUGUESA EM VALENÇA
« Responder #48 em: Abril 07, 2010, 04:25:29 pm »
Citação de: "Luso"
E Cavaco sempre calado. Impressionante esta cobardia.

Caro Luso. Jogo, puro jogo. A pergunta que devemos fazer é: Quem é que tem a ganhar com isto tudo? Ou perde?

O nosso PR, ainda não há muitos meses, foi fazer uma passeata, para devolver umas "ajudas" dadas ao nosso PM  :twisted:   :twisted:
Agora temos uma pequena retribuição que mata dois coelhos de uma só cajadada. É só ver as reacções. O engraçado é que serve os propositos dos dois.

Quanto mais penso nisto mais brilhante acho a manobra.
 

*

Luso

  • Investigador
  • *****
  • 7627
  • Recebeu: 577 vez(es)
  • Enviou: 191 vez(es)
  • +232/-512
Re: UM GRAVISSIMO CRIME CONTRA A NAÇÃO PORTUGUESA EM VALENÇA
« Responder #49 em: Abril 07, 2010, 07:25:29 pm »
Citação de: "FoxTroop"
Citação de: "Luso"
E Cavaco sempre calado. Impressionante esta cobardia.

Caro Luso. Jogo, puro jogo. A pergunta que devemos fazer é: Quem é que tem a ganhar com isto tudo? Ou perde?

O nosso PR, ainda não há muitos meses, foi fazer uma passeata, para devolver umas "ajudas" dadas ao nosso PM  :twisted:   :twisted:
Agora temos uma pequena retribuição que mata dois coelhos de uma só cajadada. É só ver as reacções. O engraçado é que serve os propositos dos dois.

Quanto mais penso nisto mais brilhante acho a manobra.


Tem a sua lógica, efectivamente.
Essa foi deliciosamente pérfida, Fox. Acredito-me nisso. Nestas coisas é que eles são bons.
Ai de ti Lusitânia, que dominarás em todas as nações...
 

*

jmosimoes

  • Membro
  • *
  • 143
  • +0/-0
Re: UM GRAVISSIMO CRIME CONTRA A NAÇÃO PORTUGUESA EM VALENÇA
« Responder #50 em: Abril 08, 2010, 05:28:32 pm »
Os politicos, o Estado a Nação, não tratam  bem os seus cidadãos, como poderia ser feito este protesto ?, marchando sobre Lisboa, sendo eventualmente reprimidos democráticamente pela policia ?, levantamento armado ?, aceitando como um bando de carneiros capados a sua má sorte ?, independentemente de ser um SAP com pouca ou muita capacidade de resposta, a população sentia-se mais confortável.


Para quem se lembra do episódio,  há uns anos andavam a fazer assaltos num bairro em Oeiras onde os habitantes são na sua maioria militares e ex-militares, foi dito na tv  pelo Otelo Saraiva de Carvalho, que se autoridades não resolvessem o problemas, eles saiam para a rua com as suas armas e resolviam o problema.

Quanto á bandeira não expunha a espanhola mas a nacional voltada ao contrário, depois iam lá casa tirá-la, os verdadeiros traidores não são os zés, são quem nos dirige, pode ser que um dia se assista a uma revolta generalizada, ai vamos ver quem são os traidores, e quem são os seus lacaios
DEUS FEZ OS HOMENS SAMUEL COLT TORNOU-OS IGUAIS
BEM DA TRISTE E POBRE NAÇÃO  E DA CORRUPTA DEMOCRACIA
 

*

Luso

  • Investigador
  • *****
  • 7627
  • Recebeu: 577 vez(es)
  • Enviou: 191 vez(es)
  • +232/-512
Re: UM GRAVISSIMO CRIME CONTRA A NAÇÃO PORTUGUESA EM VALENÇA
« Responder #51 em: Abril 08, 2010, 06:10:39 pm »
Da caixa de comentários do Portugal Profundo...

http://js-kit.com/api/static/pop_commen ... 20Profundo

Carlos Portugal
Caro Prof. Balbino Caldeira:  
 
Conhecendo bem as Gentes de Valença, e de toda a raia Portuguesa do Rio Minho, e o seu ódio ancestral a tudo o que é espanhol (basta dizer que, até há bem pouco tempo, nas placas indicadoras das estradas, onde existisse a palavra Espanha esta estava riscada a spray e substituída por p**a, ou outros mimos ainda piores), esta história das bandeiras cheira a esturro à distância.  
 
Com efeito, parece muito uma manobra de contra-informação socretina, aproveitando a justificada revolta das populações pelo fecho das urgências para induzir falsos sentimentos iberistas, ou pior, ao gosto camelóide de um «Jamé» Lino...  
 
Basta reparar que as bandeirolas foram hasteadas em edifícios públicos da respública, e não em Casas Portuguesas.  
 
Uma manobra semelhante foi tentada nos anos de 1990, ao fecharem - e arrancarem os carris - a linha férrea que ia de Valença a Melgaço, ao mesmo tempo que abriam uma outra, paralela, do outro lado da fronteira, construindo pontes para o acesso às estações. Era claramente uma tentativa de diluir a fronteira. Resultado: as populações simplesmente deixaram de usar o caminho de ferro, para gáudio das empresas de camionagem e das petrolíferas. As câmaras minhotas abriram então uma nova estrada Valença-Melgaço, para facilitar a deslocação rodoviária, e a linha espanhola ficou às moscas ou quase...  
 
Depois, tentaram ainda a aberração de meterem a Guardia Civil espanhola a patrulhar as estradas portuguesas nessa zona, fazendo com que os automobilistas minhotos ignorassem ostensivamente - e com toda a legalidade - as «ordens» dos intrusos de chapeletas estranhas.  
 
Agora, tentam a história ridícula das bandeirolas, como se fossem as populações a hasteá-las... Já é demais, e revela por completo a mediocridade e traição à Pátria de que os criminosos desgovernantes socretinos estão imbuídos.  
 
Mas é claro que aparecerão logo uns «boys» a jurarem de Judas que são de Valença (mesmo que sejam da Reboleira ou do Barreiro) e que hastearam as ditas bandeirolas em «legítima revolta»...  
 
Não haverá quem assente umas valentes bengaladas nesta gentalha, como dizia o nosso Eça?  
 
Cumprimentos.
Yesterday, 23:31:07– Flag – Gostei – Reply – Delete – Edit – ModerateAprovado porConvidado LUSITANO
Caro  
Carlos Portugal,  
E sabe, por acaso, quem mandou encerrar essa linha e outros 700 Kms de vias férreas, principalmente no Minho, Trás-os-Montes e igualmente no Alentejo, todas elas regiões "altamente favorecidas"???  
Foi o nosso amado PR, exactamente, o Prof. Dr. Cavaco Silva, quando 1º Ministro, isso, "apenas" teve como consequência, que regiões já de si envelhecidas, vissem os mais novos partir para as grandes cidades deixando o Interior entregue às moscas e aos poucos velhos que por lá ficaram.  
Agora, queixam-se que fecham hospitais e centros de saúde bem como maternidades, mas quem quer ficar em terras que nem transportes de jeito tem, não sou nem de perto nem de longe apoiante de Sócrates, mas manda a verdade dizer que Cavaco Silva enquanto 1º Ministro foi um desastre para Portugal apenas se interessou pelo o aspecto economicista, com tantos milhares de milhões de contos e apenas se preocupou com o alcatrão, ignorando por outro lado, as populações residentes nos buracos mais recônditos deste quintal, foi assim mesmo.  
Não defendo o actual 1º Ministro, com o qual não simpatizo, mas não é justo acusá-lo apenas a ele desta situação.  
Neste quintal cada vez mais imundo, não há um único político que se possa apontar como exemplo para alguém, todos tem feito a sua perninha para dar cabo deste pobre país.  
Cumprimentos.  
 
LUSITANO
Today, 2:14:57– Flag – Gostei – Reply – Delete – Edit – Moderate Carlos Portugal
Caro Lusitano:  
Sei que foi Cavaco Silva quem mandou fechar a Linha do Minho, e mais umas tantas pelo País fora. Também foi um ministro dele que achava bem que a Serra da Arrábida continuasse a arder, por deixar terreno livre para «empreendimentos»(!). Mas isto, infelizmente, não é de admirar, pois Cavaco Silva pertence ao mesmo clube que o Socretino, e obedece aos mesmos ditames dos mesmos mandantes. Por isso dá «rédea solta» aos socretinos. São duas faces da mesma moeda.  
 
As organizações globalistas que estão por detrás destes fantoches da «nossa» política (assim como de todas as políticas da UE) têm todo o interesse em destruir as soberanias para formar o tal «estado federado» europeu (e depois, possivelmente, mundial) e mercantilista. Por isso afundam Portugal, como afundaram a Grécia. Por isso querem que Portugal se dissolva numa Espanha moribunda, para depois essa «região ibérica» (no conceito da «Europa das Regiões», tão caro aos apátridas) ser por sua vez dissolvida numa coisa que tanto pode ser uma «Europa Federada» como uma espécie «União das Repúblicas Socialistas Europeias», de cariz mais economicista e mercantil.  
 
Há que resistir, meu Caro. Por Portugal.
Ai de ti Lusitânia, que dominarás em todas as nações...
 

*

jmosimoes

  • Membro
  • *
  • 143
  • +0/-0
Re: Olivença
« Responder #52 em: Abril 08, 2010, 11:23:25 pm »
Citação de: "cromwell"
Pensa que esse caso afecta-me alguma coisa? NUNCA!

Para mim, os habitantes de Valença, já não são portugueses.

Tiveram a liberdade de se exprimir e de criticarem o que lhe fizeram e têm razão, mas abusaram, e muito! São a vergonha do país e mereçem ser retirados do mapa.


As  palavras de solidariedade para com os portugueses de Valença são muito poucas, não são  eles os traidores somos todos nós, pois falar de pança cheia é bom, mas esta situação entre peixe miudo é bom para o peixe graudo,  enquanto andamos engalfinhados eles continuam a vender  o pais e ai sim a trair, nós continuamos na indeferença e com teorias
DEUS FEZ OS HOMENS SAMUEL COLT TORNOU-OS IGUAIS
BEM DA TRISTE E POBRE NAÇÃO  E DA CORRUPTA DEMOCRACIA
 

*

Feinwerkbau

  • Membro
  • *
  • 283
  • Recebeu: 2 vez(es)
  • +0/-0
Re: UM GRAVISSIMO CRIME CONTRA A NAÇÃO PORTUGUESA EM VALENÇA
« Responder #53 em: Abril 09, 2010, 08:55:58 am »
apenas gostaria de comentar várias coisas que têm sido aqui referidas....

O alto Minho é muito bonito, a malta cá de cima adora isto, a qualidade de vida é fantastica, pobrezinhos mas contentes, deixem-nos cá com o vinho verde e o sarrabulho e dispensam-se as visitas nas campanhas eleitorais, morar a 450km de Lx tem as suas vantagens e desvantagens, mas nunca se esqueçam que pagamos os mesmos impostos e temos os mesmos direitos!! E o direito à saude gratuita ainda não revisto na constituição....

O "odio ancestral" aos espanhois ..... vivo cá há 37 anos e ainda não me consegui aperceber disso... não sei porquê sempre existiram trocas comerciais entre os 2 lados, os costumes são muito parecidos, a propria lingua apesar de serem diferentes têm muitos termos de utilização comum...
Lembram-se das rotas de contrabando de Castro laboreiro, das passagens a salto da fronteira pra fugir pra França, do ir comprar coisas a Espanha que não existiam em Portugal... Existe sim algum bairrismo, tal como existe entre os da minha aldeia e os da aldeia ao lado, ou como o dos do meu lugar da freguesia contra os do lugar ao lado...
Falando das placas de transito rasurado, o autor deve estar mal informado ou pretende passar uma mensagem errada...
O que acontecia aqui há alguns anos era que as palavras que diziam ESPANHA levavam com a inscrição a spray preto GALIZA NON É ESPANHA e eram galegos que o faziam.
Que me lembre, sempre se foi para os copos a Vigo, eles sempre vieram cá na pascoa nos sempre fomos lá ao Corte Inglês, eles vêm ao bacalhau e nós vamos aos callos ou as ostras e percebes no mercado da Pedra em Vigo, a maior parte das empresas têm fornecedores na Galiza porque o IVA até é mais baixo, os preços são bons e fornecem produtos que do lado de cá do Minho "eh pah e tal, tenho que falar para o representante em Lisboa e tal e coisa e só daqui a 3 semanas é que sei dizer".....Diluição das fronteiras? Isso começou com o contrabando, aumentou com o mercado unico e é apenas um reflexo das actualidade..... Não se ponham com nacionalismos bacocos, pq por cá há pouco disso...

Agora as bandeiras....... Realmente o alto-minhoto é gente simples, entusiasta, lutadora, motivada e crente nas suas convicções, mas que muitas vezes peca por ter atitudes menos pensadas...
E claro que estes levantamentos populares nunca são assim tão espontâneos e existe sempre manipulação pelas forças vivas da região e essas sim é que têm a culpa. Apenas tenho a comentar a falta de gosto no protesto, existiriam outras maneiras de o fazer.
Mas considero uma irrelevância para a tempestade que se está aqui a fazer, o que deve ser discutido é o encerramento do SAP e os habitantes terem que se deslocar 35 km até Monção ou 55 até Viana.!!
Não foram hasteadas bandeiras em edificios publicos por isso fica na consciência de cada um....
Este caso já custou o mandato ao anterior presidente da Câmara, vamos ver quantas mais mossas faz.
E já estão esquecidos do caso CIM, das lutas internas no PS da região, etc, etc? Não sejam inocentes  :D

Agora.... traidores?? Usar a bandeira inglesa na t-shirt, ou a suastica nazi vai dar um bocadinho ao mesmo, certo amigos?
 

*

TOMSK

  • Investigador
  • *****
  • 1458
  • Recebeu: 2 vez(es)
  • Enviou: 1 vez(es)
  • +1/-0
Re: UM GRAVISSIMO CRIME CONTRA A NAÇÃO PORTUGUESA EM VALENÇA
« Responder #54 em: Abril 10, 2010, 10:30:45 pm »
Bem, acabo de assistir a algo que achei por bem trazer à discussão.
Passou à poucos minutos na TVI24 uma espécie de anúnico à própria estação, cujo tema escolhido era precisamente o dos protestos em Valença, com especial ênfase dado ao episódio das bandeiras espanholas ( a voz-off até referia "Valença hoje parecia uma localidade espanhola" ), com vários trechos onde se via a população com as bandeiras e um excerto de entrevistas ao locais.
Mas não foi isto que me impressionou. O que acontece é que este tal anúncio termina, em fundo preto e com letras garrafais brancas, com a seguinte mensagem.

"E VOCÊ, DE QUE LADO ESTÁ?"

Para quem tenha dois dedos de testa, que pense um bocadinho no alcance desta "inocente" pergunta. :idea:
 

*

Militar_luso

  • 19
  • +0/-0
Re: UM GRAVISSIMO CRIME CONTRA A NAÇÃO PORTUGUESA EM VALENÇA
« Responder #55 em: Abril 11, 2010, 12:30:27 am »
Sabem, eu pertenço ao distrito de Viana, (Ponte de Lima), e uma coisa é certa, entre valenca e Viana, o doente morre........
 

*

cromwell

  • Especialista
  • ****
  • 1100
  • +1/-0
Re: UM GRAVISSIMO CRIME CONTRA A NAÇÃO PORTUGUESA EM VALENÇA
« Responder #56 em: Abril 11, 2010, 11:05:37 am »
Citação de: "TOMSK"
Bem, acabo de assistir a algo que achei por bem trazer à discussão.
Passou à poucos minutos na TVI24 uma espécie de anúnico à própria estação, cujo tema escolhido era precisamente o dos protestos em Valença, com especial ênfase dado ao episódio das bandeiras espanholas ( a voz-off até referia "Valença hoje parecia uma localidade espanhola" ), com vários trechos onde se via a população com as bandeiras e um excerto de entrevistas ao locais.
Mas não foi isto que me impressionou. O que acontece é que este tal anúncio termina, em fundo preto e com letras garrafais brancas, com a seguinte mensagem.

"E VOCÊ, DE QUE LADO ESTÁ?"

Para quem tenha dois dedos de testa, que pense um bocadinho no alcance desta "inocente" pergunta. :idea:

Devemos estar do lado da honra, do respeito pelo nosso país e pela defesa deste.

Já sabemos porque é que a TVI faz estas coisas, não é nada de novo.

O problema é: PRISA, PRISA E PRISA!
"A Patria não caiu, a Pátria não cairá!"- Cromwell, membro do ForumDefesa
 

*

Mike23

  • Membro
  • *
  • 109
  • +0/-0
Re: UM GRAVISSIMO CRIME CONTRA A NAÇÃO PORTUGUESA EM VALENÇA
« Responder #57 em: Abril 13, 2010, 12:21:43 am »
Vão ter que arranjar outra bandeira…

Citar
Valença

Centro de Saúde de Tui já está a tentar travar portugueses

Serviço espanhol adianta que "não há condições" para receber utentes minhotos.

Os médicos do Centro de Saúde de Tui já começaram a alertar os portugueses que ali recorrem para as consequências da "utilização abusiva" do serviço, para que os doentes minhotos deixem de recorrer em massa aos cuidados de saúde espanhóis. Tudo porque, com o cartão europeu de seguro de saúde, os utentes de Valença estão a recorrer a Tui, Espanha, para colmatar o encerramento do centro de saúde daquela cidade.

"Estava cheia de dores abdominais e mal cheguei lá [a Tui] a médica avisou-me logo que eu tinha de ir era para Monção. Depois acabou por me tratar, mas disse-me que vou receber a factura em casa", começou por contar ao DN Andreia Azevedo, de 21 anos. Esta operadora fabril de Valença sentiu "fortes dores abdominais e tonturas" na noite de quinta-feira. "Como o nosso centro de saúde fechou e fala-se muito em ir a Tui, resolvi passar a ponte e, com o meu cartão, recorrer àquele serviço. Mas afinal não é bem assim."

Andreia conta que durante a hora e meia de quinta para sexta- -feira que passou naquele serviço, a soro e medicada, foi "bem-tratada" apesar de aquele centro ser mais pequeno do que o que encerrou em Valença. "O problema é que saiu de lá sem saber o que vai acontecer. A médica de Tui diz-me que não se pode ir lá por qualquer coisa e que vou receber em casa a factura que eles vão enviar para o nosso Governo", desabafou ainda, garantindo que não é caso único no que toca a estes alertas.

O Centro de Saúde de Tui, na Galiza, recebia diariamente uma média de três utentes de Valença, mas os números ainda não contabilizam as últimas duas semanas, ou seja, depois do encerramento nocturno do serviço de atendimento permanente (SAP) daquela cidade minhota. Fonte daquela unidade já apontou ao DN que "não há condições" para receber os utentes de Valença, já que os dois municípios galegos que serve (Tui e Tomiño) absorvem "por completo" os recursos existentes.
O Novo Portugal! Mais de 3 Milhões de Quilómetros Quadros!

 

*

manuel liste

  • Especialista
  • ****
  • 1032
  • +0/-0
Re: UM GRAVISSIMO CRIME CONTRA A NAÇÃO PORTUGUESA EM VALENÇA
« Responder #58 em: Abril 13, 2010, 02:31:51 pm »
O SERGAS (Servizo Galego de Saúde) atende as urxencias de Valença por boa veciñanza e para axudar a una vila amiga, pero os servizos non de urxencias poden ser atendidos na mesma Valença. A sanidade galega debe cobrar o servizo aos extranxeiros non residentes, pois os galegos pagan o servizo nos seus impostos.

A colaboración recíproca entre vilas arraianas é boa para ambas partes. Os bombeiros valencianos tamén ten ido a axudar en Tui e aquí agradecémo-lo

 A protesta dos valencianos coas bandeiras de España acadou seu fin: chamar a atención das autoridades. Foron listos  :wink:
 

 

Miss Playboy TV Latin America and Iberia 2005 é Portuguesa!

Iniciado por dremanu

Respostas: 4
Visualizações: 6073
Última mensagem Novembro 09, 2005, 10:17:00 pm
por dremanu
CPLP: Guiné Equatorial admite adoptar língua portuguesa

Iniciado por comanche

Respostas: 23
Visualizações: 9310
Última mensagem Julho 06, 2007, 02:27:45 pm
por P44
Quebec aprova lei com nome de portuguesa morta em escola

Iniciado por comanche

Respostas: 0
Visualizações: 1903
Última mensagem Junho 16, 2007, 01:08:20 am
por comanche
Militares de origem portuguesa recordam guerra do Iraque

Iniciado por Lancero

Respostas: 0
Visualizações: 3443
Última mensagem Abril 07, 2008, 02:30:37 pm
por Lancero
Caso Alexandra: Exemplo do cancro da justiça portuguesa

Iniciado por Mike23

Respostas: 35
Visualizações: 7219
Última mensagem Junho 01, 2009, 02:30:32 pm
por André