Análise sobre a modernização do Exército Português

  • 118 Respostas
  • 25545 Visualizações
*

cromwell

  • Especialista
  • ****
  • 1105
  • +1/-0
Análise sobre a modernização do Exército Português
« em: Agosto 07, 2009, 08:52:18 pm »
Uma análise para a modernização do nosso exército.

Os Leoaprd 2A6 foi uma boa compra, mas acho que precisamos de ter 50.

Os Pandur mostram ter grandes atrasos nas entregas, visto que ainda nem temos 100.

Os helicopteros ligeiros já mostram atrasos de quase uma década, e são indespensáveis para a mobilidade do exército e para o fim da sua dependencia da FAP. Estes helicopteros deveriam ser 12, e não só 6, o que é um número muito pequeno.

Os NH90 foram uma boa compra, mas a data de entrega ainda está para vir e ainda vamos ter de esperar muito tempo, o que na minha opinião é vergonhoso, visto que fizemos parte dos países da agência que construiu o helicóptero. Quanto ao número, deviam ser 12, o mesmo número de unidades em que foram adquiridos o EH-101 e o C-295.

Artilharia: Temos peças fora de serviço que são usadas como instrução. Quanto às que estão activas, temos o M-109 que é já um veículo obsoleto actualmente. O light gun é bom, mas recentemente entrou de novo ao serviço o M-114, que é do tempo da WWII, e é preciso que se substitua urgentemente. Esperemos que os rumores da possibilidade de adquirir o M777 seja verdade.

Artilharia anti-aérea: O número de Stingers é muito pequeno e precisamos de mais. O Chaparral já é obsoleto e não existe fontes que referem a sua substituição. Precisamos de artilharia anti-aérea de médio/longo alcançe. O NASAMS seria a minha escolha.

os VTLB: existe um concurso para adquirir 150 veículos, em que 101 são para o exército. Se escolhermos o HUMMER, estamos condenados, e vamos continuar com a mesma porcaria, mas só que em maior número. O IVECO MLV é a minha escolha.

Com o M-113, não sei o que dizer. Não querem substituir. A modernização ainda está por ocorrer.

A substituição das armas ligeiras é o mais grave atraso da modernização.
Segundo notícias eramos para começar a receber este ano, mas parece que isso não vai acontecer.
 

Quanto a esta análise, opino que a modernização do exército é o mais avançado de todos os ramos das forças armadas, mas as necessidades mais importantes, como os helicopteros e as armas ligeiras, ainda vão demorar algum tempo para chegarem, e isso pode ser muito grave no futuro.
"A Patria não caiu, a Pátria não cairá!"- Cromwell, membro do ForumDefesa
 

*

Treespirit

  • Membro
  • *
  • 80
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #1 em: Agosto 08, 2009, 02:45:26 am »
.
« Última modificação: Janeiro 27, 2010, 11:49:15 pm por Treespirit »
What goe's arround come's arround.
 

*

Luis Manuel

  • 9
  • +0/-0
investimento ? quando ?
« Responder #2 em: Agosto 24, 2009, 12:48:04 am »
Viva, penso que tão depressa não irá haver mais investimento nas FA , o governo teve de desviar fundos para combater a crise e os restantes fundos têm de ir para os bolsos de uns tantos corruptos e generais .

Concordo com o nº de Leopards e com as peças de artilharia propostos , no entanto e dada a dimensão das nossas forças e dimensão do território , eu pessoalmente apostaria mais em equipamento que potenciasse a mobilidade do que a defesa estática, neste caso artilharia móvel mesmo que de menor alcance , novos morteiros 120 , novos misseis anti-carro e mais misseis stinger seriam o ideial.

A substituição do sistema Chaparral também me parece bem mas não estou a ver o estado português dispender centenas de milhões para adquirir sistemas capazes , para comprar sistemas ineficazes mais vale estarmos quietos .Em relação aos Hummers , também concordo , não são boa escolha , espero sinceramente que este atraso possibilite escolher um veiculo que possa ser produzido (pelo menos em parte) em Portugal visto já termos iniciado a transf. de tecnologia para a fábrica que está a montar os Pandur.
Falou-se á pouco tempo em adquirir 2 fragatas AEGIS vocacionadas para a defesa aéria sendo que uma das tarefas seria defender o espaço aério de LIsboa e de Aveiro (pq Aveiro ?) , mas após a compra das fragatas holandesas parece que o assunto ficou arrumado.

Em relação aos M113 , também li algures que a escolha provavel seria a aquisição de modelos mais recentes (não novos) e o upgrade de alguns sendo que o problema estava na sua manutenção (revista do exercito, não me lembro o nº) , mas era um artigo de opinião .Quanto aos nossos pilotos para o exercito , temo-os a treinar regularmente em Espanha para não perderem a certificação , gastamos balurdios com isso e helis nada ...O problema não foi a falta de qualificação do helicoptero por parte da empresa ? espero que o nosso governo saiba pedir uma boa indemnização e resolva rápido o assunto o que não me parece ser o caso.

Em relação á nova arma , parece-me que o assunto ficou mais uma x em banho-maria , após a impugnação do concurso por parte da Stern , ficou tudo em águas-de-bacalhau e agora , após as intervenções no iraque , já existem opiniões de que se calhar o calibre 5.56 não será o mais adequado visto não ser muito eficáz para parar pessoas e veiculos . Relembro que a filosofia adjacente a este calibre seria infligir baixas ao inimigo mas não mortos de modo a que este tivesse uma preocupação adicional com os seus feridos que o incapacitasse logisticamente.No Iraque este calibre demonstrou alguns problemas em parar carros e bombistas suicidas ...De q forma penso que , logo que voltarem as condições financeiras e os tribunais resolverem o assunto , a G-36 será a nossa escolha , não se esqueçam que é preciso adequar as nossas fábricas de munições ao novo calibre , se bem que o fuzil não seja produzido em Portugal , as munições serão .Espero que os NH-90 não se atrasem muito mais , que os a-400M tenham os seus problemas resolvidos e nós , nos espaço de 10 anos substituamos os nosso velhinhos hercules por estes aviões . Gostava de ter mais um submarino ( o caso do navio Russo desviado ou lá o que foi é uma prova de que necessitamos desta arma) , que os radares de costa sejam actualizados e implementados (os que faltam) , e que o raio do navio polivalente logistico seja de uma x por todas construido , a culpa aqui será mais dos estaleiros de Viana pois o governo estava á espera q estes demonstrassem capacidade para o produzir mas parece que não o poderá fazer .No futuro preferia que vendessemos todos os F-16 e adquirissemos os F-35B STOVL , já que não temos dinheiro para os meus preferidos , o Eurofighter . De qq modo preferia uns 24 Eurofighter do que uns 40 F-35. Agora e aproveito aqui o forum para lançar um outro assunto , que forças e orientações deveriamos ter no prazo de 20 anos ?será que deviamos valorizar a nossa ligação Atlantica e militar com o Brasil e Angola , continuando contudo no espaço politico e industrial Europeu ? ou manter a nossa politica atlantica de alianças com os EUA ?Estamos numa altura de decisões e as coisas demoram anos a projectarem-se . 1 abr.
 

*

LEOPARDO

  • 134
  • +0/-0
Exercito
« Responder #3 em: Agosto 24, 2009, 12:30:02 pm »
O pessoal fala muito de armamento mas esquece-se do mais importante... os recursos humanos pois são eles que dão vida ao exército sem eles  as máquinas param e  todo resto tambem aconselhovos a verem este site www.ance.pt para voçes terem uma lógica melhor do que é preciso modernizar cumprimentos a todos os forenses
"VONTADE E VALOR"
 

*

nelson38899

  • Investigador
  • *****
  • 4266
  • Recebeu: 288 vez(es)
  • Enviou: 277 vez(es)
  • +56/-24
Re: Exercito
« Responder #4 em: Agosto 24, 2009, 12:41:52 pm »
Citação de: "LEOPARDO"
O pessoal fala muito de armamento mas esquece-se do mais importante... os recursos humanos pois são eles que dão vida ao exército sem eles  as máquinas param e  todo resto tambem aconselhovos a verem este site www.ance.pt para voçes terem uma lógica melhor do que é preciso modernizar cumprimentos a todos os forenses


Claro que esse é o ponto principal. Espero que num futuro próximo o exercito seja um exercito movel e não um exercito de generais.
"Que todo o mundo seja «Portugal», isto é, que no mundo toda a gente se comporte como têm comportado os portugueses na história"
Agostinho da Silva
 

*

legionario

  • Especialista
  • ****
  • 1080
  • Recebeu: 53 vez(es)
  • Enviou: 59 vez(es)
  • +50/-69
(sem assunto)
« Responder #5 em: Agosto 24, 2009, 01:02:56 pm »
citaçao do Luis Manuel :

"...será que deviamos valorizar a nossa ligação Atlantica e militar com o Brasil e Angola , continuando contudo no espaço politico e industrial Europeu ? ou manter a nossa politica atlantica de alianças com os EUA ?Estamos numa altura de decisões e as coisas demoram anos a projectarem-se . 1 abr. "

Europeus e atlantistas, talvez ! mas sobretudo somos uma das Cohors Tumultuaria da nova Roma (leia-se EU). Nao temos vida nem projetos proprios, migos :(
A pior das ditaduras é a que se disfarça de democracia
 

*

voador

  • 218
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #6 em: Agosto 25, 2009, 05:00:13 pm »
Desculpem lá mas quando não há dinheiro nem sequer para pneus, baterias e capotas e para reparar os telhados onde dormem os soldados, voces ainda pensam que a breve trecho o estado vai gastar milhoes e reequipamento??? :?:

Desenganem-se a tendencia é para cortar e cortar e cortar e a prova é que mais uma vez estão a equipar a nova QRF que irá para o afeganistao como o pouco material que resta nas unidades.

Compras ZERO mesmo !!!!
 

*

Luis Manuel

  • 9
  • +0/-0
É bem verdade voador ...
« Responder #7 em: Agosto 27, 2009, 10:57:07 am »
É bem verdade voador , não há dinheiro para mandar cantar um cego , enfim ...Mas agora falando um pouco mal dos politicos e deste nosso sistema , parece que neste nosso Pais o dinheiro aparece qd é para encher os bolsos de algum grande "cromo" . Não há dinheiro para melhorar as remunerações dos militares mas já há para aumentar as reformas , ajudas de custo e salários de uns tantos oficiais superiores (Portugal , com umas frças armadas de pouco mais de 40 mil homens , tem mais generais que Inglaterra).Não existe dinheiro para apoiar os desempregados , precisavamos de mais 130 milhões no orçamento para aumentar em 12 meses o sub. desemprego para todos os desempregados com mais de 30 anos e casados , mas este ano o orçamento da Assembleia de republica duplicou ultrapassando os 120 milhões de euros.Não existe dinheiro para investir em unidades industriais , portos e TGV mas lá se descobritram 2 mil milhões para se esbanjar no BPN do qual nada vimos de concreto. Enfim , o dinheiro aparece para alguns ...Eu acho alguma piada paises com 5 ou 6 milhões de hb. terem forças aérias e marinhas melhores que as nossas , paises com a nossa dimensão terem sistemas de saude e protecção social mais desenvolvidos que os nossos , etc ... Como exemplo podemos olhar para a Belgica , Grécia , Suiça , Noruega e mesmo a Suécia com os seus 9 milhões ...
 

*

LEOPARDO

  • 134
  • +0/-0
Army
« Responder #8 em: Agosto 27, 2009, 11:44:55 am »
Sim senhora totalmente de acordo isto aqui anda tudo a balda tudo... todos querem mandar mas nenhum tem razão enfim é uma tristeza é tudo só para tapar olhos ao Zé povinho enfim espero que isto um dia dee um estouro mas para melhor assim o espero :roll:
Cumprimentos a todos os forenses
"VONTADE E VALOR"
 

*

carlosribeiro

  • Membro
  • *
  • 54
  • +0/-0
Re: É bem verdade voador ...
« Responder #9 em: Agosto 27, 2009, 12:28:43 pm »
Citação de: "Luis Manuel"
É bem verdade voador , não há dinheiro para mandar cantar um cego , enfim ...Mas agora falando um pouco mal dos politicos e deste nosso sistema , parece que neste nosso Pais o dinheiro aparece qd é para encher os bolsos de algum grande "cromo" . Não há dinheiro para melhorar as remunerações dos militares mas já há para aumentar as reformas , ajudas de custo e salários de uns tantos oficiais superiores (Portugal , com umas frças armadas de pouco mais de 40 mil homens , tem mais generais que Inglaterra).Não existe dinheiro para apoiar os desempregados , precisavamos de mais 130 milhões no orçamento para aumentar em 12 meses o sub. desemprego para todos os desempregados com mais de 30 anos e casados , mas este ano o orçamento da Assembleia de republica duplicou ultrapassando os 120 milhões de euros.Não existe dinheiro para investir em unidades industriais , portos e TGV mas lá se descobritram 2 mil milhões para se esbanjar no BPN do qual nada vimos de concreto. Enfim , o dinheiro aparece para alguns ...Eu acho alguma piada paises com 5 ou 6 milhões de hb. terem forças aérias e marinhas melhores que as nossas , paises com a nossa dimensão terem sistemas de saude e protecção social mais desenvolvidos que os nossos , etc ... Como exemplo podemos olhar para a Belgica , Grécia , Suiça , Noruega e mesmo a Suécia com os seus 9 milhões ...


Se não se salvasse o BPN com 1000 milhões cometiamos o mesmo erro dos Americanos e hoje não haveriam bancos em Portugal.
Essa dos generais deve ser como outra que ouvi no outro dia, que a marinha Portuguesa tinha mais almirantes que a Americana :? .
Vocês  sofrem é de uma velha doença genética que eu cá sei...
 

*

SANTACRUZ

  • 61
  • +0/-0
Re: É bem verdade voador ...
« Responder #10 em: Agosto 27, 2009, 12:40:55 pm »
Citação de: "carlosribeiro"
Citação de: "Luis Manuel"
É bem verdade voador , não há dinheiro para mandar cantar um cego , enfim ...Mas agora falando um pouco mal dos politicos e deste nosso sistema , parece que neste nosso Pais o dinheiro aparece qd é para encher os bolsos de algum grande "cromo" . Não há dinheiro para melhorar as remunerações dos militares mas já há para aumentar as reformas , ajudas de custo e salários de uns tantos oficiais superiores (Portugal , com umas frças armadas de pouco mais de 40 mil homens , tem mais generais que Inglaterra).Não existe dinheiro para apoiar os desempregados , precisavamos de mais 130 milhões no orçamento para aumentar em 12 meses o sub. desemprego para todos os desempregados com mais de 30 anos e casados , mas este ano o orçamento da Assembleia de republica duplicou ultrapassando os 120 milhões de euros.Não existe dinheiro para investir em unidades industriais , portos e TGV mas lá se descobritram 2 mil milhões para se esbanjar no BPN do qual nada vimos de concreto. Enfim , o dinheiro aparece para alguns ...Eu acho alguma piada paises com 5 ou 6 milhões de hb. terem forças aérias e marinhas melhores que as nossas , paises com a nossa dimensão terem sistemas de saude e protecção social mais desenvolvidos que os nossos , etc ... Como exemplo podemos olhar para a Belgica , Grécia , Suiça , Noruega e mesmo a Suécia com os seus 9 milhões ...

Se não se salvasse o BPN com 1000 milhões cometiamos o mesmo erro dos Americanos e hoje não haveriam bancos em Portugal.
Essa dos generais deve ser como outra que ouvi no outro dia, que a marinha Portuguesa tinha mais almirantes que a Americana :shock: LOL :roll:

se estes oficiais sao sobras da guerra entao o mais novo tem ao redor de 53-56 anos… ate que idade e que eles podem permanecer no servico?
IN HOC SIGNO VINCES
 

*

carlosribeiro

  • Membro
  • *
  • 54
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #11 em: Agosto 27, 2009, 01:55:23 pm »
Aquela doença de criticar tudo o que é nacional por melhor que seja, normalmente sem se saber nada sobre isso.
 

*

SANTACRUZ

  • 61
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #12 em: Agosto 27, 2009, 02:04:36 pm »
ya… nao ha uma cura???

porque eu veijo muito disso, espero bem que nao passa para mim…
mas no caso de apanhar uma cura seria agradavel.

talvez nos devemos criticar o governo para nao criar a cura!!!  :lol:
IN HOC SIGNO VINCES
 

*

Luis Manuel

  • 9
  • +0/-0
A resposta esperada
« Responder #13 em: Agosto 28, 2009, 03:27:14 pm »
Citação de: "carlosribeiro"
Aquela doença de criticar tudo o que é nacional por melhor que seja, normalmente sem se saber nada sobre isso.


Tens toda a razão CArlos Ribeiro , há realmente tipos que não sabem do que falam , felizmente esse não é o meu caso , se te deres ao trabalho e fizeres uma pesquisa na net antes de criticares 1º ( eu costumo fazer isso , antes de criticar verifico se tenho ou não bases) , podes verificar facilmente o nº de generais em Portugal e noutros paises da NATO . Até te deixo um link (http://galodebarcelos.blogspot.com/2008 ... erais.html) , mas existem outras fontes , esta foi só uma noticia que apanhei . A saber , em 2010 Portugal terá 210 generais ( claro que a maioria não está no activo mas a receber a sua pensão que é actualizada todos os anos) , como termo de comparação os EUA possuem actualmente pouco mais de 300 .Qt ao BPN , mais uma x sei do que falo , não tenho de proteger o chefe ou determinado politico mesmo porque francamente não defendo nenhum deles actualmente. Engraçado que afirma que nos EUA os bancos faliram ? alguns mas o estado ajudou-os e no entanto a maioria manteve-se e a economia deles ainda está melhor que a nossa e a recuperar (pelo que se diz) .E se a banca nacional fosse á falencia com o BPN porque não o foi com o BPP ? bom , eu explico-lhe , eu até tive essa informação por um antigo gestor de clientes do BPN , veja você bem, aliás essa informação também saiu em alguns meios de comunicação , só não viu quem não quis. No BPN , a segurança social tinha 500 milhões em depósitos e aplicações , bastantes investidores alguns politicos conhecidos da nossa praça também por lá tinham uns quantos milhões , até organizações religiosas tinham milhões em depósitos.Se realmente o BPN decretasse falência ,já nem considerando o que alguns actuais deputados e conhecidos politicos perderiam , já viu o "buraco" orçamental da Segurança social ? 500 milh. num universo de 3000 milh. ?quase 17%.Se isso não fizesse "mossa" politicamente o que faria. Assim é o zé portuga , através da CGD que paga . Não pense que o BPN era o maior banco ou dos maiores de Portugal , muito longe disso. O que ganhamos com a intervenção ? o ciddão normal até perdeu e continuo-lhe a dizer isso com conhecimento de causa . A CGD teve de aumentar o seu capital social e o seu rating de crédito desceu , logo o spread que ela paga internacionalmente subiu .A CGD estava a financiar projectos industriais já em curso , nomeadamente o aumento da refinaria da GALP em Sines e uma nova fábrica de polimeros também em Sines , só estas duas unidades previam empregar já em 2011 cerca de 1000 pessoas . Estes projectos e muitos outros foram interrompidos pois a CGD não consegue actualmente manter os seus compromissos em termos de crédito e com os spreads negociados . Esta é a factura que estamos a pagar . Mas enfim , sinta-se á vontade de , sem sequer pesquisar na net noticias sobre os assuntos em causa ,  criticar e negar , afinal esse é e sempre foi o verdadeiro defeito do zé portuga.
 

*

Duarte

  • Investigador
  • *****
  • 2033
  • Recebeu: 12 vez(es)
  • Enviou: 16 vez(es)
  • +2/-0
(sem assunto)
« Responder #14 em: Agosto 28, 2009, 03:48:43 pm »
302 é o no. limite do posto de  Major-General no activo no Exército Americano. Não é a totalidade de oficiais generais. Devem existir muitas centenas mais dos outros postos.

De qualquer forma não há dúvida de que temos generais a mais..
 

 

Unidades do Exército a "criar"

Iniciado por PereiraMarques

Respostas: 0
Visualizações: 3210
Última mensagem Junho 16, 2006, 01:28:18 pm
por PereiraMarques
Qual deveria ser a prioridade para o Exército até 2015-2020?

Iniciado por HSMW

Respostas: 267
Visualizações: 46521
Última mensagem Maio 29, 2020, 03:16:12 am
por dc
Novo sistema Anti-Carro para o Exército

Iniciado por typhonman

Respostas: 2
Visualizações: 3019
Última mensagem Julho 27, 2004, 09:27:57 pm
por Spectral
Qual o helicóptero para o gale? - Helicópteros do Exército

Iniciado por antoninho

Respostas: 49
Visualizações: 19323
Última mensagem Junho 24, 2006, 10:15:48 am
por fealcap
Relação Unidades do Exército face à ultima reestruturação

Iniciado por PereiraMarques

Respostas: 62
Visualizações: 18476
Última mensagem Março 02, 2007, 09:56:51 pm
por Artic Fusion