ISRAELI KRAV MAGA INTEGRA OFICIALMENTE CURRÍCULO DA A.F.A.

  • 44 Respostas
  • 13848 Visualizações
*

samwarrior

  • 47
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #30 em: Outubro 30, 2008, 01:36:20 pm »
Por exemplo, o que tu farias se um gajo te apontasse uma arma á cabeça  mesmo atras de ti?? Ou lutasse contra ti com faca e tu desarmado. Acho que é esse tipo de técnicas básicas que fazem falta,essencialmente quando se trata da tua propria vida em risco.
 

*

samwarrior

  • 47
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #31 em: Outubro 30, 2008, 01:38:56 pm »
E agora em tom de brincadeira..lol...é fixe qd o instrutor dá porrada nos instruendos mas é se eles se puderem defender..pq dar sem poder receber é fácil.
 

*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 9245
  • Recebeu: 1028 vez(es)
  • Enviou: 1990 vez(es)
  • +140/-46
    • http://youtube.com/HSMW
(sem assunto)
« Responder #32 em: Outubro 30, 2008, 02:37:14 pm »
Isso são coisas diferentes. Agredir um instruendo ou dar-lhe uns cachaços para ele abrir a pestana.
http://www.youtube.com/profile_videos?user=HSMW

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 8204
  • Recebeu: 902 vez(es)
  • Enviou: 1060 vez(es)
  • +127/-43
(sem assunto)
« Responder #33 em: Outubro 30, 2008, 03:37:30 pm »
Citação de: "HSMW"
Isso são coisas diferentes. Agredir um instruendo ou dar-lhe uns cachaços para ele abrir a pestana.


A história é mais ou menos a seguinte  :lol:
 

*

samwarrior

  • 47
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #34 em: Outubro 30, 2008, 04:35:30 pm »
Lol...por acaso axei engraçada a historia,e deve ter aprendido a lição.
Em relação a isso dos caxaços,isso pronto,é na boa...eu tb levei na recruta e no entanto nao tive nos paras nem nada do genero,..lol...eu disse isto pq ja vi videos de recrutas de tropas tipo exercito russo em que eles alombam mesmo a serio dos instrutores e nem responder podem qt mais virarem se a eles....e estou a falar de levar pontapes na cara e coisas do genero...lol     :D
 

*

samwarrior

  • 47
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #35 em: Outubro 30, 2008, 04:40:20 pm »
Por falar nisso do boxe,lembrei me agora...num dos treinos de Krav Maga que tive foi estar com as luvas a proteger só o queixo e outro gajo a dar me murros na cara sem eu responder para a pessoa se habituar a levar na cara.  Lol...e inclusive num estagio levei um a serio sem luva e abri o labio todo,pensei logo que tinha partido os dentes...lol,coisas da vida.
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 15580
  • Recebeu: 1217 vez(es)
  • Enviou: 1141 vez(es)
  • +197/-184
(sem assunto)
« Responder #36 em: Outubro 30, 2008, 06:45:43 pm »
Citação de: "samwarrior"
Lol...por acaso axei engraçada a historia,e deve ter aprendido a lição.
Em relação a isso dos caxaços,isso pronto,é na boa...eu tb levei na recruta e no entanto nao tive nos paras nem nada do genero,..lol...eu disse isto pq ja vi videos de recrutas de tropas tipo exercito russo em que eles alombam mesmo a serio dos instrutores e nem responder podem qt mais virarem se a eles....e estou a falar de levar pontapes na cara e coisas do genero...lol     :D


Isso são praxes, que no Exército Russo chega ao limite da estupidez. Fui praxado, mas praxes com graça e sempre dentro do limite.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 8204
  • Recebeu: 902 vez(es)
  • Enviou: 1060 vez(es)
  • +127/-43
(sem assunto)
« Responder #37 em: Outubro 30, 2008, 07:32:01 pm »
Citação de: "Cabeça de Martelo"
Isso são praxes, que no Exército Russo chega ao limite da estupidez. Fui praxado, mas praxes com graça e sempre dentro do limite.


Exacto, os Russos não são exemplo para ninguém, em praticamente nada.

Em relação ao boxe nos pára-quedistas não sei como é agora mas nos velhos tempos era pessoal que praticava mesmo boxe de alta competição, apesar de serem atletas não se safavam, eram chamados na mesma para o serviço obrigatório (havia guerra), e nos pára-quedistas eles não iam para Africa, eram aproveitados como instrutores. Era uma boa maneira de cativar esses lutadores a escolher os pára-quedistas, saber que iam ficar a dar instrução e não terem o perigo de irem para a guerra.
 

*

samwarrior

  • 47
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #38 em: Novembro 03, 2008, 09:20:15 am »
Por acaso nao sabia disso,mas isso era fixe.
 

*

FS

  • 95
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #39 em: Novembro 03, 2008, 05:24:52 pm »
Não devemos só usar o que temos de melhor mas também adaptar o que os outros tem de melhor e isso tem sido uma constante na nossa historia (olhem para a vela latina, o astrolábio ou a táctica do quadrado)...

O Krav Maga e provavelmente a arte mais objectiva para defesa pessoal existente hoje e uma mais valia para qualquer soldado...

Quem já viu um soldado treinado em Krav Maga em acção sabe o que estou a dizer...

Espero que daqui a uns anos esta técnica alastre a todos os ramos das FA...

Porque nem toda a boa vontade e espírito vale pela técnica... e uma combinação das duas... E forca bruta raramente tem bons resultados...
 

*

samwarrior

  • 47
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #40 em: Novembro 04, 2008, 09:16:18 am »
Concordo plenamente. Ja vi videos da legiao estrangeira a fazer demonstrações,brutal.
 

*

samwarrior

  • 47
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #41 em: Novembro 04, 2008, 11:32:10 am »
HSMW és do CTX?
 

*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 9245
  • Recebeu: 1028 vez(es)
  • Enviou: 1990 vez(es)
  • +140/-46
    • http://youtube.com/HSMW
(sem assunto)
« Responder #42 em: Novembro 04, 2008, 11:42:21 am »
Citação de: "samwarrior"
HSMW és do CTX?

da zona
http://www.youtube.com/profile_videos?user=HSMW

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 

*

samwarrior

  • 47
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #43 em: Novembro 04, 2008, 12:57:01 pm »
Tasse. Eu sou de lá,mas agora tou em lisboa,so vou la aos fins de semana.
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 15580
  • Recebeu: 1217 vez(es)
  • Enviou: 1141 vez(es)
  • +197/-184
(sem assunto)
« Responder #44 em: Dezembro 30, 2008, 05:10:00 pm »
Olhem quem também está a treinar Krav maga:

Com armas, mas sem tiros

Policiais do Bope aprendem krav magá, técnica do Exército israelense usada para dominar inimigo

Paula Sarapu




Rio - Temido no mundo inteiro por seus golpes certeiros e muitas vezes mortais, o krav magá faz parte agora da técnica de combate e defesa dos policiais militares do Batalhão de Operações Especiais. Desde agosto, dois instrutores da Federação Sul Americana de Krav Magá — arte de defesa pessoal criada pelo Exército Israelense — freqüentam o batalhão do Vale dos Ossos Secos, no alto de Laranjeiras, para treinar os 400 homens da tropa de elite da PM.

As lições são adaptadas à rotina carioca e os policiais aprendem, por exemplo, a usar o fuzil não como uma arma letal, mas como um bastão. “Vamos fazer do krav magá a técnica oficial de defesa do Bope”, afirma o comandante dos ‘caveiras’, tenente-coronel Pinheiro Neto, que por três anos praticou a luta.

As aulas são dadas a cada grupo de 40 alunos, com os 25 quilos de equipamento que normalmente usam nas ruas — incluindo coletes à prova de balas, carregadores de fuzil e pistolas no cinto. A luta dificilmente acaba no tatame da academia do batalhão, porque a resposta para a agressão precisa ser rápida e objetiva, mas sem deixar de lado o armamento. E o policial aprende a ter força e autocontrole no contra-ataque para imobilizar o criminoso.

“Ele poderá usar o fuzil para se resguardar, atingindo o inimigo com o carregador da arma. Vai conseguir imobilizar o agressor e desarmá-lo. Numa situação de distúrbio, por exemplo, quando uma mãe desesperada com a prisão do filho tenta segurar a arma, ele conseguirá proteger o armamento sem feri-la”, explica o instrutor Cláudio Oliveira.

Até então, os homens de preto praticavam lutas em rodízio, com policiais que já tinham experiência em artes marciais. Por quatro meses, dois PMs treinaram na Federação Sul-Americana de Krav Magá e vão transmitir os conhecimentos à tropa em 2009: serão instrutores, supervisionados pelos professores da Federação. As aulas serão aliadas a lições de jiu-jítsu.

PM de folga imobilizou assaltante em ônibus

O primeiro contato do Bope com o krav magá foi no início dos anos 90. A experiência de defesa pessoal ultrapassou os muros da unidade e um policial, em sua folga, acabou conseguindo reverter uma situação de assalto com reféns.

“Ele não estava armado e o ônibus em que estava acabou sendo assaltado. O policial usou as técnicas da luta para se defender e desarmar o criminoso. Foi baleado de raspão, mas acabou imobilizando o bandido”, lembra Pinheiro Neto. “Eles não estão armados 24 horas por dia e precisam resolver a agressão com agilidade e rapidez.

Quanto mais bem treinados estiverem, melhor para executar os movimentos, que são objetivos e curtos”, explica o professor Márcio Hirszberg.


Fonte: http://odia.terra.com.br/rio/htm/com_ar ... 220669.asp
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.