Notícias da Marinha do Brasil

  • 1193 Respostas
  • 301855 Visualizações
*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 4234
  • Recebeu: 349 vez(es)
  • Enviou: 292 vez(es)
  • +804/-719
Re: Marinha do Brasil
« Responder #840 em: Março 28, 2016, 08:00:49 pm »
A Marinha do Brasil durante a Guerra Fria (1947-1991)



A participação da Marinha do Brasil na Segunda Guerra Mundial (1939-1945) foi essencialmente antissubmarino, na escolta de comboios – atividade para a qual ela não estava preparada no início. A recém-criada Força Aérea Brasileira (1941), da união das aviações do Exército e da Marinha, também carecia de equipamentos no estado-da-arte.

Os navios da Esquadra Brasileira eram em grande parte ainda da Primeira Guerra Mundial, com poucos navios novos que também não eram adequados à guerra antissubmarino.

O Brasil foi pego de surpresa pela Guerra e sua Marinha Mercante e economia sofreram com os ataques de submarinos alemães e italianos ao nosso tráfego marítimo, responsável pela exportação-importação e pelo abastecimento do Norte e do Nordeste.

No início do conflito, o Brasil tinha dois encouraçados ainda da Esquadra de 1910, ambos obsoletos. O Minas Gerais tinha sido modernizado no período de 1934-39, passando a usar óleo ao invés de carvão em suas caldeiras. O São Paulo continuava movido a carvão.

Os cruzadores Bahia e Rio Grande do Sul tinham sido modernizados em 1925-26 e os sete contratorpedeiros, também veteranos de 1910, estavam em estado tão precário que foram desativados durante a guerra.

Os seis novos navios-varredores da classe “Carioca” acabaram sendo convertidos em corvetas antissubmarino.

COMPLETO:    http://www.naval.com.br/blog/2016/03/25/a-marinha-do-brasil-durante-a-guerra-fria-1947-1991/
 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 4234
  • Recebeu: 349 vez(es)
  • Enviou: 292 vez(es)
  • +804/-719
Re: Marinha do Brasil
« Responder #841 em: Março 28, 2016, 08:34:34 pm »
 

*

mafets

  • Investigador
  • *****
  • 5675
  • Recebeu: 1193 vez(es)
  • Enviou: 610 vez(es)
  • +404/-138
Re: Marinha do Brasil
« Responder #842 em: Março 29, 2016, 12:27:56 pm »
http://www.naval.com.br/blog/2016/03/24/marinha-do-brasil-realiza-exercicio-com-a-marinha-dos-estados-unidos/
Citar
A Marinha do Brasil (MB) realiza, no período de 2 de março a 11 de abril, na cidade do Rio de Janeiro, um treinamento conjunto de Operações Especiais (JCET, em inglês), com a participação de equipe da Marinha dos Estados Unidos da América (US NAVY SEAL) e de órgãos federais de segurança pública. No dia 29 de março, haverá cobertura da imprensa.

A operação é composta por três fases: preparação; adestramento; e exercícios de contraterrorismo. Os treinamentos serão realizados na sede do Grupamento de Mergulhadores de Combate (GRUMEC), localizado na Ilha de Mocanguê, Niterói; na Cidade da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro, na comunidade do Jacaré; e na área marítima localizada no interior da Baía de Guanabara.

As fases de adestramento e exercícios acontecerão de 7 de março a 11 de abril, quando serão executados diversos exercícios de Operações Especiais de Contraterrorismo, como combate em ambiente confinado e abordagens em embarcações.

A operação contribui para a atualização de procedimentos e a troca de experiências entre as equipes, visando à preparação para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. Participam desse exercício militares do GRUMEC, do Batalhão de Operações Especiais de Fuzileiros Navais e agentes do Comando de Operações Táticas do Departamento de Polícia Federal.



Saudações
"Nunca, no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos." W.Churchil

http://mimilitary.blogspot.pt/
 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 4234
  • Recebeu: 349 vez(es)
  • Enviou: 292 vez(es)
  • +804/-719
Re: Marinha do Brasil
« Responder #843 em: Março 30, 2016, 03:22:37 pm »
Fragata ‘Defensora’ volta às atividades normais dentro de 14 meses



Fora da rotina do setor operativo da Esquadra desde maio de 2010, quando precisou ceder alguns componentes para a fragata Niterói (F-40), a fragata Defensora (F-41) – que no último dia 5 completou 39 anos a serviço da Marinha do Brasil – está a 14 meses de sua volta às atividades normais.

De acordo com uma informação oficial do Centro de Comunicação Social  da Marinha (CCSM), a embarcação, carinhosamente tratada por sua tripulação como “a Deusa”, se encontra hoje em Período Geral de Manutenção (PMG) – de acordo com o Programa Geral de Manutenção (PROGEM 2016/2019) da Força Naval –, mas voltará a operar “em meados do mês de maio de 2017”.

PROPULSÃO: Sistema de controle da Propulsão (SCAMPA)
NAVEGAÇÃO: Radar de Navegação: SCANTER e FURUNO
SENSORES E RASTREADORES:
Radar de Busca Aérea (Alenia RAN-20S);
Sonar modelo EDO 997F;
Alça Optrônica (EOS 400);
Medida de apoio a Guerra Eletrônica (MAGE);
Sistema de Identificação (IFF);
Radar de direção de tiro (RTN-30X);
canhões de 4.5 pol e 40mm;
Sistema Lançamento de Mísseis EXOCET;
Sistema de Lançamento de Torpedo (SLT);
Sistema de Lançamento Despistador de Míssil (SLDM);
Sistema de Comunicação Interna (DICS);
Sistema de Controle Tático e Armas (SICONTA Mk II);
Contra Medida eletrônica (CME); e
Sistema de Lançamento do Míssil ASPIDE (ALBATROZ)
COMUNICAÇÃO SATELITAL: Banda X e Banda KU
SISTEMA DE CONTROLE DE AVARIAS: SISCAV”


FONTE: http://www.planobrazil.com/wp-content/uploads/2016/03/Defnavegandoboagrande.jpg
 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 4234
  • Recebeu: 349 vez(es)
  • Enviou: 292 vez(es)
  • +804/-719
Re: Marinha do Brasil
« Responder #844 em: Março 30, 2016, 03:25:36 pm »
Marinha do Brasil realiza “Operação Celeiro” no Estado de Mato Grosso



A Marinha do Brasil, aproveitando o favorável regime de águas para a navegação nos Rios Paraguai e Cuiabá e, por intermédio do Comando do 6º Distrito Naval, realiza a “Operação Celeiro” no Estado de Mato Grosso, entre os dias 1º e 16 de abril de 2016.

A referida Operação visa à realização simultânea de todas as atividades operativas, inerentes às tarefas do 6º Distrito Naval, na porção norte de sua área de jurisdição, as quais tratam de adestramentos de Operações Ribeirinhas, Operações de Patrulha Naval, Ações de Inspeção Naval, Assistência Hospitalar e Levantamento Hidrográfico.

Para isto, a Operação conta com a participação de 9 navios; 2 aeronaves; lanchas e viaturas responsáveis pela Segurança da Navegação; apoio conjunto de embarcações do Exército brasileiro (EB) e; tropas do Corpo de Fuzileiros Navais e do EB, totalizando o envolvimento de 800 militares.

As movimentações dos meios navais, aeronavais e das tropas serão iniciadas a partir de 28 de março, quando os navios iniciam suas movimentações, a partir de Ladário em direção às cidades de Cuiabá, Cáceres e Santo Antônio do Leverger. Durante os deslocamentos serão realizadas as Operações de Patrulha Naval e de Inspeção Naval.

A cidade de Cáceres, o ponto central da Operação, concentrará o maior número de militares e de meios operativos, onde será desenvolvido o exercício de Operações Ribeirinhas, em uma área localizada a 45 km ao sul do município, bem como as ações de Assistência Hospitalar, nas localidades ribeirinhas entre Santo Antônio das Lendas e a própria Cáceres.

Com relação à salvaguarda da vida humana nos rios e nos lagos, as ações da Capitania Fluvial do Pantanal, da Delegacia de Cuiabá e da Agência em Cáceres, serão concentradas nas regiões norte e central do Estado, onde serão percorridas as regiões dos municípios de Alta Floresta, Sinop, Juruena, bem como Barão de Melgaço até Porto Jofre e no Lago do Manso.

Quanto à segurança da navegação, nesse mesmo período, o Aviso Hidrográfico Fluvial “Caravelas”, com o emprego de equipamento de tecnologia de ponta, denominado ecobatímetro multifeixe, realizará atualização hidrográfica em 100 km na calha do Rio Paraguai no Mato Grosso.

FONTE: http://www.planobrazil.com/marinha-do-brasil-realiza-operacao-celeiro-no-estado-de-mato-grosso/
 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 4234
  • Recebeu: 349 vez(es)
  • Enviou: 292 vez(es)
  • +804/-719
Re: Marinha do Brasil
« Responder #845 em: Abril 01, 2016, 06:38:36 pm »

Marinhas do Brasil e dos Estados Unidos fazem simulado de ação antiterrorista

Um navio é sequestrado por terroristas. Há reféns. Com duas lanchas e um helicóptero, é feita a abordagem e a retomada da embarcação. As pessoas em risco são liberadas. A operação é finalizada com sucesso e sem mortes, assim como deve ser em caso de eventual ataque em um momento como os Jogos Rio 2016. Nesta terça-feira (29), esse simulado foi realizado na Base Almirante Castro e Silva (Bacs), na Ilha de Mocanguê Grande, em Niterói (RJ).

Militares do Grupamento de Mergulhadores de Combate (Grumec) e do Batalhão de Operações Especiais de Fuzileiros Navais da Marinha Brasileira, representantes da Marinha norte-americana, membros do Comando de Operações Táticas da Polícia Federal (COT-PF) e de outros órgãos brasileiros de segurança pública participam, de 2 de março a 11 de abril, de um treinamento conjunto de operações especiais que visa ao aperfeiçoamento de técnicas e troca de experiências.

Os simulados são parte do curso que tem cem participantes e ocorre não só na Ilha de Mocanguê, mas também na Cidade da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro, na comunidade do Jacaré, e na área marítima localizada no interior da Baía de Guanabara. Há treinamentos de tiro, de combate em ambiente confinado, de primeiros socorros, de comunicações e de abordagem de embarcações.

FONTE: http://www.planobrazil.com/marinhas-do-brasil-e-dos-estados-unidos-fazem-simulado-de-acao-antiterrorista/
 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 4234
  • Recebeu: 349 vez(es)
  • Enviou: 292 vez(es)
  • +804/-719
Re: Marinha do Brasil
« Responder #846 em: Abril 02, 2016, 04:09:35 am »
Marinha do Brasil, COT e SEALS realizam treinamento conjunto



O nome é JCET, Joint Combined Exchange Training. Um treinamento conjunto que representa uma excelente oportunidade para troca de experiências entre unidades de operações especiais do Brasil e dos Estados Unidos.

Tomando lugar no Rio de Janeiro de 2 de Março a 11 de Abril, o exercício que envolve cerca de 100 pessoas, entre militares e policiais, visa além de outros objetivos modernizar onde for possível as técnicas utilizadas pelo GRUMEC (Grupamento de Mergulhadores de Combate), pelo Batalhão Toneleiro (Operações Especiais dos Fuzileiros Navais), pelo COT (Comando de Operações Táticas)  da Polícia Federal e pelos US Navy SEALS. Todo o aprendizado deste exercício poderá ser utilizado nos Jogos Olímpicos, que ocorrem na cidade em agosto deste ano.

Dividida em três fases (Preparação, adestramento e operações de contraterrorismo), nesta JCET são treinadas situações como abordagens a embarcações e combate em ambientes fechados, sempre com equipes de todas as unidades envolvidas no planejamento, execução e comando e controle.

Para que ocorram em cenários mais reais possíveis, os treinamentos estão sendo realizados em três ambientes distintos: Na sede dos GRUMEC em Niterói, na Cidade da Polícia Civil no Jacaré, e em embarcações nas águas da Baia de Guanabara. Sempre que necessário, o treinamento conta com o apoio de outras unidades militares, como por exemplo o Esquadrão HU-2 e seus UH-15 Super Puma, que inclusive esteve presente em uma demonstração para a imprensa de abordagem a embarcação no último dia 29, terça feira.

Nesta demonstração foi simulado um sequestro do Navio Socorro Submarino Felinto Perry (K-11), em frente ao Comando da Força de Submarinos da Marinha do Brasil, na Ilha de Mocanguê.

A demonstração ofereceu aos presentes uma noção do trabalho e do empenho das forças armadas e forças de segurança pública no preparo não só para as olimpíadas, mas para qualquer outro grande evento no país. Fica a certeza de que, se for necessário, existem pessoas altamente treinadas em prontidão para defender nossa soberania e garantir a nossa segurança.































 :2gunsfiring: :G-beer2: 8)


FONTE: http://portaldefesa.com/marinhabrasilcotseals/#!prettyPhoto
 

*

mafets

  • Investigador
  • *****
  • 5675
  • Recebeu: 1193 vez(es)
  • Enviou: 610 vez(es)
  • +404/-138
Re: Marinha do Brasil
« Responder #847 em: Abril 04, 2016, 03:14:10 pm »
Excelente. Mais uma vez parabéns à armada brasileira.  ;)

Citar
Você conhece o Navio Doca Multipropósito Bahia? Trata-se da nova aquisição da Marinha, que chegou ao Brasil no último domingo. Assista ao vídeo e fique por dentro das principais características dessa embarcação.

https://www.facebook.com/marinhaoficial/?fref=nf

https://www.facebook.com/marinhaoficial/videos/1002231676514470/

Cumprimentos
"Nunca, no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos." W.Churchil

http://mimilitary.blogspot.pt/
 

*

mafets

  • Investigador
  • *****
  • 5675
  • Recebeu: 1193 vez(es)
  • Enviou: 610 vez(es)
  • +404/-138
Re: Marinha do Brasil
« Responder #848 em: Abril 05, 2016, 02:07:46 pm »
http://www.assuntosmilitares.jor.br/2016/04/marinha-do-brasil-recebe-aeronave-af-1b.html
Citar
Aeronave AF-1B N-1011 pronta para voo de recebimento em Gavião Peixoto.
Nos dias 29 e 30 de março, em Gavião Peixoto (SP), após a conclusão dos voos de ensaio pela Embraer, foi realizado o recebimento da segunda aeronave AF-1B pelo Grupo de Fiscalização e Recebimento das Aeronaves AF-1/1A.

Foram realizados dois voos pelo piloto de ensaios da Marinha do Brasil, Capitão de Corveta (FN) Paulo Mário, tendo sido atendidos todos os requisitos previstos em normas técnicas.

No dia 1º de abril, a aeronave N-1011 foi entregue ao Esquadrão VF-1, na Base Aérea de São Pedro da Aldeia, podendo ser empregada nas diversas tarefas operativas do Esquadrão e terá papel fundamental no treinamento e preparação dos pilotos para a transição de voo nas aeronaves modernizadas.

A aeronave N-1011 é o protótipo modernizado monoplace (AF-1B) e será entregue temporariamente ao Esquadrão VF-1, devendo retornar à Embraer, antes do término do Programa de Modernização, para receber o retrofit (atualização da modernização) e a pintura definitiva de aeronave modernizada.


Saudações
"Nunca, no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos." W.Churchil

http://mimilitary.blogspot.pt/
 

*

mafets

  • Investigador
  • *****
  • 5675
  • Recebeu: 1193 vez(es)
  • Enviou: 610 vez(es)
  • +404/-138
Re: Marinha do Brasil
« Responder #849 em: Abril 07, 2016, 11:55:08 am »
Como era expectável: http://www.naval.com.br/blog/2016/04/06/bahia-chegou-ceara-se-foi/
Citar
Publicada portaria que dá baixa ao navio de desembarque-doca ‘Ceará’ (G 30) da Marinha do Brasil



Portaria de 31 de março de 2016, publicada na edição do dia seguinte do Diário Oficial da União (DOU), informou a baixa do navio de desembarque-doca Ceará (G 30) da Marinha do Brasil (MB), que deverá entrar em vigor no dia 29 deste mês.

O Ceará foi recebido usado da Marinha dos Estados Unidos – USN (inicialmente por transferência, depois em definitivo) em 1989. Seu batimento de quilha deu-se em 4 de novembro de 1955, na Ingalls Shipbuilding Corp. (Pascagoula, MS – EUA), com lançamento em 21 de junho de 1956, sendo comissionado como USS Hermitage (LSD 34) em 14 de dezembro de 1956.

Descomissionado da USN em 2 de outubro de 1989, foi incorporado pela MB no dia 28 do mesmo mês.


Cumprimentos
"Nunca, no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos." W.Churchil

http://mimilitary.blogspot.pt/
 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 4234
  • Recebeu: 349 vez(es)
  • Enviou: 292 vez(es)
  • +804/-719
Re: Marinha do Brasil
« Responder #850 em: Abril 14, 2016, 08:45:36 pm »
Navio de Pesquisa Oceanográfica da Marinha Espanhola atraca no cais da Marinha do Brasil



No período de 5 a 12 de abril, atracou no cais da Marinha, sede da Capitania dos Portos de São Paulo (CPSP), o Navio de Pesquisa Oceanográfica da Armada Espanhola “Hespérides”. Durante sua passagem pelo Porto de Santos, o navio recebeu apoio da CPSP para efetuar reparos emergenciais e encaminhar um tripulante acidentado para atendimento médico.

O Navio de Pesquisa Oceanográfica “Hespérides”, comandado pelo Capitão de Fragata Julio Albaladejo, é um meio operativo de investigação polar, sediado em Cartagena, na Espanha, e faz parte da Unidade de Tecnologia da Marinha Espanhola. O navio partiu de sua base em novembro de 2015 com retorno previsto para a segunda quinzena de abril de 2016, participando da XXI Viagem de Pesquisa à Antártica, com a finalidade de apoio às pesquisas e projetos científicos no continente gelado.



FONTE:   Marinha do Brasil
 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 4234
  • Recebeu: 349 vez(es)
  • Enviou: 292 vez(es)
  • +804/-719
Re: Marinha do Brasil
« Responder #851 em: Abril 14, 2016, 08:52:33 pm »


















 

*

mafets

  • Investigador
  • *****
  • 5675
  • Recebeu: 1193 vez(es)
  • Enviou: 610 vez(es)
  • +404/-138
Re: Marinha do Brasil
« Responder #852 em: Abril 18, 2016, 12:50:27 pm »
Uma pena a corveta na casa das duas décadas...  :(
http://www.assuntosmilitares.jor.br/2016/04/marinha-do-brasil-realiza-operacao.html
Citar
A Marinha do Brasil realiza, no período de 11 a 20 de abril, na área marítima compreendida entre o Rio de Janeiro (RJ) e Vitória (ES), a Operação MISSILEX 2016, sob coordenação do Comando da 1ª Divisão da Esquadra (ComDiv-1). A Operação tem como objetivo realizar exercícios no mar, de caráter estritamente militar, concernentes às tarefas básicas do Poder Naval, executar lançamentos de mísseis sobre o casco de uma ex-corveta, com o propósito de afundá-lo, além de efetuar testes exploratórios em proveito da Avaliação Operacional da aeronave SH-16.

O Grupo-Tarefa (GT) é composto pelas Fragatas “União” (F45), “Constituição” (F42) e “Rademaker” (F49); pelo Navio de Desembarque de Carros de Combate (NDCC) “Almirante Saboia” (G25); pelas aeronaves AH-11, UH-13, SH-16, UH-15 e AF-1; e por uma aeronave P-3 AM, da Força Aérea Brasileira (FAB).

Na tarde do dia 12 de abril, duas aeronaves SH-16, recém-adquiridas pela Marinha do Brasil e pertencentes ao 1º Esquadrão de Helicópteros Antissubmarino (HS-1), lançaram dois Mísseis Ar-Superfície (MAS) PENGUIN sobre o casco de uma ex-corveta, causando danos significativos ao alvo.


Citar
Na sequência, a F45 - Capitânia do GT - lançou o Míssil Superfície-Superfície (MSS) EXOCET sobre o casco da ex-corveta, afundando-o em poucos minutos.

Cumprimentos
"Nunca, no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos." W.Churchil

http://mimilitary.blogspot.pt/
 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 4234
  • Recebeu: 349 vez(es)
  • Enviou: 292 vez(es)
  • +804/-719
Re: Marinha do Brasil
« Responder #853 em: Maio 09, 2016, 10:11:39 pm »
 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 4234
  • Recebeu: 349 vez(es)
  • Enviou: 292 vez(es)
  • +804/-719
Re: Marinha do Brasil
« Responder #854 em: Maio 11, 2016, 06:59:10 am »












 

 

Acidente durante exercício de tiro entre Brasil e Argentina

Iniciado por Paisano

Respostas: 14
Visualizações: 7330
Última mensagem Dezembro 07, 2004, 11:52:51 pm
por papatango
Brasil Comprará Torpedo MK 48 Mod 6 Adv Tech

Iniciado por J.Ricardo

Respostas: 4
Visualizações: 5123
Última mensagem Maio 04, 2009, 11:41:33 pm
por 2dmaio
Marinha do Brasil incorpora navio-auxiliar "Pará"

Iniciado por J.Ricardo

Respostas: 3
Visualizações: 3287
Última mensagem Janeiro 24, 2005, 09:01:15 pm
por Paisano
Estação Antártica da Marinha do Brasil - Comandante Ferraz (EACF)

Iniciado por Vitor Santos

Respostas: 6
Visualizações: 738
Última mensagem Fevereiro 04, 2020, 03:01:02 pm
por Vitor Santos
Corpo de Fuzileiros Navais (CFN) da Marinha do Brasil

Iniciado por Paisano

Respostas: 195
Visualizações: 67887
Última mensagem Janeiro 09, 2020, 07:10:27 pm
por Vitor Santos