LPD recente a venda! SALDO

  • 106 Respostas
  • 26722 Visualizações
*

zocuni

  • Especialista
  • ****
  • 1056
  • Recebeu: 21 vez(es)
  • Enviou: 46 vez(es)
  • +26/-3
(sem assunto)
« Responder #90 em: Abril 29, 2008, 07:49:13 pm »
Citação de: "papatango"
Pessoalmente, e conforme já disse anteriormente, acho que sempre que possível os meios devem ser adequados para as marinhas e não o contrários.

Um futuro Navpol, com capacidade para 600 militares pode parecer muito grande para as capacidades portuguesas, mas temos que ter em consideração a possibilidade de virem a ter lugar operações militares em que   navios portugueses possam transportar não apenas tropas portuguesas mas também tropas de outro países.

Isso permitirá a Portugal aumentar a importância das suas contribuições em operações internacionais, quer da NATO quer da UE.

Logo, um navio de dimensões generosas, mas que teria capacidade para colocar no terreno e apoiar tropas, é extremamente limitado porque só poderia ser utilizado por um pequeno grupo de militares e não serviria de nada em caso de necessidade em operações internacionais.

A utilização de um navio por parte de uma marinha é algo de muito complicado.

Costumo dar o exemplo comercial.

A marinha é como um conglomerado de pequenas e médias empresas, em que cada navio é uma empresa.
Uma classe de navios do mesmo tipo, é como se fosse uma empresa maior com várias filiais (caso das fragatas Vasco da Gama).

Um novo navio, é uma nova empresa, com toda a logistica necessária, novos técnicos que precisam formação para operar novos equipamentos, novos investimentos na adaptação das instalações.

Este investimento tem que ser rentabilizado, e isto só se consegue se a empresa durar bastantes anos e a sua existência se justificar.

De nada adianta criar a empresa «Bougainville» durante alguns anos, junto com toda a sua estrutura de suporte e apoio, quando existem planos para criar a empresa NAVPOL, que terá um ciclo de vida muito maior, além de ser muito mais util.

Quanto aos navios com caldeiras a vapor, não vou nem falar :mrgreen:
Quantos navios temos que utilizem caldeiras a vapor?
Quantos técnicos temos que estejam habilitados a operar e manter um navio destes?
Devemos gastar dinheiro em formação de pessoal para aprender a utilizar tecnologias de há 30 anos ?

Seria um puro desperdicio de recursos, para um país que não os tem para esbanjar.

O nosso caminho só pode ser um:
O de ter numeros relativamente reduzidos de armas e pessoal, mas com um elevado grau de preparação.

Cumprimentos


Concordo,Papatango

E que modelo de embarcação servirá para nossa Marinha.Vê-se um monte de projetos mas não se realiza nada.Concordo que transportar 600 homens seria o ideal,porém são 3 companhias e ao que me consta só temos duas companhias de fuzileiros operacionais,as outras são de suporte,como arrumariamos a terceira.
Já agora,não seria uma solução pois não está à venda mas o USS Carter Hall LSD-50 de 16 mil toneladas,capacidade para transportar 400 homens e vá rias viaturas,por acaso serviria?Seria mais ou menos esse o conceito.
Já agora esta embarcação é de 1993,relativamente recente.






Abraços,
zocuni
 

*

luis filipe silva

  • Investigador
  • *****
  • 2051
  • Recebeu: 4 vez(es)
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #91 em: Abril 29, 2008, 10:21:53 pm »
Caro Zocuni.
Se bem que este seja um navio de assalto, e com motorização diesel, o primeiro foi construido em 1985 (23 anos). Uma guarnição enorme,  e Portugal tem falta de militares qualificados.
Porque será que em vez de se esperar mais uns anos que se construa o tal NavPol, se tenta neste fórum impingir tudo o que está para ir para a sucata?

Whidbey Island Class Dock Landing Ship:
Laid down, 4 August 1981, at Lockheed Shipbuilding Corp, Seattle, WA.
Launched, 10 June 1983
Commissioned USS Whidbey Island (LSD-40), 9 February 1985
Whidbey Island is assigned to COMNAVSURFLANT and is homeported at NAB Little Creek, VA.
--------------------------------------------------------------------------------
Specifications:
Displacement 11,471 t.(lt), 16,360 t.(fl)
Length 609' 7"
Beam 84'
Draft 19' 2"
Speed 20+ kts.
Complement 20 Officers, 327 Enlisted
Troop Accommodations 34 Officers, 471 Enlisted
Aircraft, helicopters (Flight Deck, 2 spots) no hangar
Boats (Well Deck Capacity) up to five LCAC's
Armament
two (mk15 mod1) Phalanx (CIWS) 20 mm Vulcan cannon gun mounts
two (mk16) 25 mm Bushmaster chain gun mounts
six .50 cal machine guns
Propulsion
four Colt Industries PC2.5V 16 cylinder diesels
two shafts, combined SHP 33,000
-----------------------------
saudações:
Luis Filipe Silva
 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 7148
  • Recebeu: 585 vez(es)
  • Enviou: 251 vez(es)
  • +543/-2
(sem assunto)
« Responder #92 em: Abril 29, 2008, 10:43:18 pm »
Citação de: "zocuni"
Concordo que transportar 600 homens seria o ideal,porém são 3 companhias e ao que me consta só temos duas companhias de fuzileiros operacionais,as outras são de suporte,como arrumariamos a terceira.


Corpo de Fuzileiros da Armada:
- Batalhão de Fuzileiros n.º 1 (2 companhias, protecção de instalações e reforço do BF n.º 2, inclui PELABORD);
- Batalhão de Fuzileiros n.º 2 (3 companhias, constitui o Batalhão Ligeiro de Desembarque);

- Companhia de Apoio de Fogos (Morteiros e Misseis Anti-Carro MILAN, inclui PELREC);
- Companhia de Apoio de Transporte Tácticos ("Camiões");
- Unidade de Meios de Desembarque (LARC-5);
- Unidade de Polícia Naval (Polícia Militar da Armada);
- Destacamento de Acções Especiais.
 

*

zocuni

  • Especialista
  • ****
  • 1056
  • Recebeu: 21 vez(es)
  • Enviou: 46 vez(es)
  • +26/-3
(sem assunto)
« Responder #93 em: Abril 29, 2008, 11:24:31 pm »
Tudo bem,

Respondendo ao Sr.Luis Filipe Silva.
Coloquei esse exemplo a titulo de entender o que é pretendido,uma vez que temos tantas espeficidades,que por certo não existirá nada á face da terra que nos sirva.Eu só quero entender o que nossa Marinha pretende,que até agora não se vê nada,projetos,projetos e nada mais que projetos.
Tem razão que que essa embarcação tem uma tripulação excessiva,totalmente de acordo.
Sabe Sr.Luis,não pretendo vender algo,não sou vendedor,devemos construir inclusive nossa nova embarcação,sabe disso mas não vejo nada,ninguém fala nada,é só isso.Deveriamos ter alguma logistica própria e não depender dos outros.

Respondendo ao Sr.Pereira Marques.
Está inteiramente certo,realmente fiz confusão inverti as companhias,acontece.Obrigado pela correção.

Abraços para todos, :D
zocuni
 

*

luis filipe silva

  • Investigador
  • *****
  • 2051
  • Recebeu: 4 vez(es)
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #94 em: Abril 30, 2008, 12:30:36 am »
Zocuni escreveu:
Citar
Eu só quero entender o que nossa Marinha pretende,que até agora não se vê nada,projetos,projetos e nada mais que projetos

Amigo Zocuni. Não vê você nem vemos nós!... Alias nem projectos vemos, porque tudo o que aqui aparece são especulações. Daqui a 4/5 anos quando puder ser tocado p´ra frente, já o custo inicial duplicou.
A ver vamos!....
-----------------------------
saudações:
Luis Filipe Silva
 

*

zocuni

  • Especialista
  • ****
  • 1056
  • Recebeu: 21 vez(es)
  • Enviou: 46 vez(es)
  • +26/-3
(sem assunto)
« Responder #95 em: Abril 30, 2008, 03:13:11 am »
Obrigado,pela abordagem ao tema,Sr.Luis Filipe.

É que nós portugueses que vivemos fora,embora eu tenha uma faixa etária mais baixa no caso concreto no Brasil,temos a nosso grande motivo de orgulho na nossa Marinha,ela nos respaldava de tudo infelizmente hoje a realidade é outra,não é que estejamos mal servidos antes pelo contrário,mas deveriamos e tinhamos obrigação de estar muito melhor.Temos PIB,para isso chega de pedinchisse não precisamos disso,tenhamos os nossos meios,mesmo que modestos mas nossos,não precisamos de caridade,infelizmente temos umas elites que querem viver de chapéu na mão,eu não.Temos de ter uma certa auto-estima como povo,não somos tão ruins assim.É isto que me incomoda,o país das obras megalómanas,das pontes  indispensáveis,dos aeroportos que sabe-se lá a quem servirá e dos TGV,que não encontro utilidade alguma,puxa estou parecendo alguém do fórum,mas tem hora que é preciso desabafar.Nosso hino é "Heróis do mar",aqui os portugueses cantam a plenos pulmões,não deixem acontecer que isso seja uma fraude.
Desculpe Sr.Luis Filipe,não é dirigido a si.

Abraços,
zocuni
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 9820
  • Recebeu: 1079 vez(es)
  • Enviou: 1616 vez(es)
  • +1003/-1268
(sem assunto)
« Responder #96 em: Abril 30, 2008, 08:58:59 am »
Por estas e por outras é que quando eu digo que o zocuni anda muito afastado da realidade ele fica todo enxufrado comigo , mas devagar devagarinho está a começar a perceber como é que o "sistema" funciona c34x
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

luis filipe silva

  • Investigador
  • *****
  • 2051
  • Recebeu: 4 vez(es)
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #97 em: Abril 30, 2008, 10:33:54 am »
Zocuni escreveu:
Citar
Respondendo ao Sr.Luis Filipe Silva.
Coloquei esse exemplo a titulo de entender o que é pretendido,uma vez que temos tantas espeficidades,que por certo não existirá nada á face da terra que nos sirva

De facto em segunda mão pouco há que nos sirva. Esta última classe que mencionou está boa em capacidade de transporte. O não ter hângar para os helicópteros não seria grande impedimento. As minhas reticências vaõ para a idade dos navios quando estiverem disponiveis, e para a enorme guarnição, o dobro da que está prevista para operar o navio que foi projectado pela Howaldtswerke.
Além disso para não andarmos na pedinchisse é que eu pessoalmente prefiro um navio novo.
-----------------------------
saudações:
Luis Filipe Silva
 

*

zocuni

  • Especialista
  • ****
  • 1056
  • Recebeu: 21 vez(es)
  • Enviou: 46 vez(es)
  • +26/-3
(sem assunto)
« Responder #98 em: Maio 01, 2008, 01:25:35 pm »
Citação de: "P44"
Por estas e por outras é que quando eu digo que o zocuni anda muito afastado da realidade ele fica todo enxufrado comigo , mas devagar devagarinho está a começar a perceber como é que o "sistema" funciona c34x


Caro,P44

Embora esteja ausente de Portugal,não ando tão mal informado assim,até porque me informo sobre o que aí se passa.Ao contrário do que pensa temos ideias muito coincidentes sobre alguns domínios,a nossa pricipal diferença além da clubistica,é que para lavar roupa suja,prefiro lavar em casa e aqui eu me sinto em casa.Quando escrevo em fóruns estrangeiros procuro deixar alguns conceitos para mim,primeiro porque infelizmente ainda temos um conceito de país atrasado,o que de certa forma pode até ser verdade mas quem nos lê,é um público que na sua esmagadora maioria não conhece a nossa realidade e só através dos estereótipos nos identifica.Por vezes P44,os maiores embaixadores da política externa portuguesa somos nós mesmo,sem falta modéstia geralmente as pessoas do lugar tendem a mudar seus conceitos em função das pessoas que conhecem desse lugar.
Hoje Portugal tenta projetar uma imagem diferente que pode de todo não corresponder à realidade,mas vivemos a era do marketing,conheço vários países e infelizmente não conheço nenhum perfeito,os mais perto desse conceito em minha opinião são os nórdicos.
Penso ser possivel sermos criticos sem sermos apocalipticos.
Minhas brigas algo truculentas consigo é nesse contexto,jamais contra sua pessoa.

Abraços,
zocuni
 

*

dero

  • Membro
  • *
  • 56
  • +0/-0
retomas
« Responder #99 em: Maio 01, 2008, 11:29:42 pm »
sera que aceitam retomas, Hermenegildo Capelo, corvetas, pumas aviocar,  loool
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 9820
  • Recebeu: 1079 vez(es)
  • Enviou: 1616 vez(es)
  • +1003/-1268
Re: retomas
« Responder #100 em: Maio 02, 2008, 08:59:59 am »
Citação de: "dero"
sera que aceitam retomas, Hermenegildo Capelo, corvetas, pumas aviocar,  loool


a Hermenegildo Capelo só aguarda um destino...Alhos Vedros


As corvetas pelos vistos , idem...quando/se tivermos os NPOs

Os Pumas afinal parece que ainda vão servir mais uns anitos na FAP...coitados pensavam que já estavam reformados e aumentaram-lhes a idade da reforma... c34x
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

zeNice

  • 258
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #101 em: Maio 02, 2008, 04:04:06 pm »
Aqui o cais novo de Alhos Vedros também server para navios militares? Eu moro em Alhos Vedros, custumava ir andar de bicicleta para a zona do cais mas nunca vi um navio militar, espectáculo Alhos Vedros a crescer xD
 

*

antoninho

  • Perito
  • **
  • 562
  • Recebeu: 8 vez(es)
  • Enviou: 6 vez(es)
  • +2/-0
(sem assunto)
« Responder #102 em: Maio 02, 2008, 09:12:55 pm »
P44, cuidado que te levam mesmo seriamente naquilo que afirmas e depois lá se vai o Alho.......
Alhos Vedros foi só uma expressão do nosso comentador analista P44.....
 

*

luis filipe silva

  • Investigador
  • *****
  • 2051
  • Recebeu: 4 vez(es)
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #103 em: Maio 03, 2008, 01:51:43 am »
eh....eh...eh..... :shock:
-----------------------------
saudações:
Luis Filipe Silva
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 9820
  • Recebeu: 1079 vez(es)
  • Enviou: 1616 vez(es)
  • +1003/-1268
(sem assunto)
« Responder #104 em: Maio 03, 2008, 11:08:31 am »
essa passou-me ao lado...devo estar louro hoje  
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

 

França confirma venda de FREMM "Normandie" ao Egipto

Iniciado por P44

Respostas: 7
Visualizações: 4472
Última mensagem Março 14, 2017, 08:11:41 pm
por P44
Olhem o que está à venda

Iniciado por emarques

Respostas: 8
Visualizações: 4643
Última mensagem Julho 28, 2004, 10:45:37 am
por P44