Lobby para salvar a Hermenegildo Capelo (F 481)

  • 67 Respostas
  • 14910 Visualizações
*

snakeye25

  • Membro
  • *
  • 133
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #15 em: Junho 05, 2004, 02:50:04 am »
Citação de: "emarques"
Quais eram os navios da classe Pereira da Silva, por falar nisso? Creio que essa classe foi contruída em Portugal, ou não?


A classe Pereira da Silva era constituida por navios baseados na classe Dealey americana. Apenas uma dessas fragatas foi construida cá, nomeadamente nos ENVC.

A conservar um casco, penso que o ideal seria o NRP João Coutinho, por ser efectivamente de projecto nacional.
Um abraço,

André Carvalho
 

*

papatango

  • Investigador
  • *****
  • 5480
  • Recebeu: 9 vez(es)
  • +1398/-2
    • http://www.areamilitar.net
(sem assunto)
« Responder #16 em: Junho 05, 2004, 10:49:28 am »
:oops:  :oops:

Por alguma razão tenho a mania de chamar Pereira da Silva a tudo quanto é barco... :mrgreen:

Ru estava a pensar nas corvetas Baptista de Andrade, por isso faley na João Roby.

Cumprimentos
 

*

E-migas

  • Membro
  • *
  • 123
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #17 em: Junho 05, 2004, 02:20:31 pm »
Citação de: "Luso"
Pessoalmente, e-migas, não gosto me me lembrem da minha mediocridade nem que a comemorem.
O mesmo digo de cascos ferrugentos ou de certas efemérides poetizadas.

Mas isso sou eu.


Concordo e discordo!  :cry:

Essa é a nossa mediocridade! Pensarmos que não somos capazes, que não temos competência! Essa é a nossa pequenez!

De resto podemos ser, e somos capazes de tudo o que quisermos!
Sem esforço nada se consegue! :)
Cumprimentos,
e-Migas
---------------------------------------------------
Una Salus Victus
 

*

Jorge Pereira

  • Administrador
  • *****
  • 2213
  • Recebeu: 59 vez(es)
  • Enviou: 116 vez(es)
  • +26/-0
    • http://forumdefesa.com
(sem assunto)
« Responder #18 em: Junho 05, 2004, 02:43:08 pm »
Citação de: "E-migas"
A nossa mediocridade está muitas vezes na forma como pensamos e agimos como um todo!
Neste Forum, como noutros, oiço falar, por vezes, de um Portugal Pequenino! :wink:


Completamente de acordo. É precisamente aí onde reside uma grande parte dos nossos problemas, essa mania irritante de criticar tudo o que é nosso e tudo aquilo que nós fazemos. Cabe-nos a todos nós alterar isto para o bem de Portugal.
Um dos primeiros erros do mundo moderno é presumir, profunda e tacitamente, que as coisas passadas se tornaram impossíveis.

Gilbert Chesterton, in 'O Que Há de Errado com o Mundo'






Cumprimentos
 

*

Nautilus

  • Membro
  • *
  • 119
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #19 em: Junho 06, 2004, 01:31:09 am »
"Quais eram os navios da classe Pereira da Silva, por falar nisso? Creio que essa classe foi contruída em Portugal, ou não?"

Viva esta é a minha primeira participação e espero que esta info seja util.

Os outros navios eram F-473 Almirante Gago Coutinho e F-474 Almirante Magalhães Coreia sendo a Pereira da Silva a F-472 e eram fragatas e não corvetas como ja foi aqui referido.

Cumprimentos
"Que o país deixe de ter medo!"
Humberto Delgado

Cumprimentos
Nautilus
 

*

Tiger22

  • Perito
  • **
  • 566
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #20 em: Junho 07, 2004, 02:28:16 am »
Bem-vindo ao fórum Major Jaime Alvega.
"you're either with us, or you're with the terrorists."
 
-George W. Bush-
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 9820
  • Recebeu: 1079 vez(es)
  • Enviou: 1616 vez(es)
  • +1003/-1268
(sem assunto)
« Responder #21 em: Junho 07, 2004, 09:23:25 am »
Ok, bom nesse caso, fechemos os museus todos, o da Marinha , o da Força Aérea (existe lá algum avião construido EM Portugal????), o do Exército só apresentará armaduras e no máximo dos máximos , um UMM, como "state-of-art" da NOSSA grande tecnologia!!!!!

Desculpem o desabafo...mas por estas e por outras (mentalidades, bem entendido)...é que nunca chegamos a lado nenhum...já que fomos vendidos a Bruxelas, que importa agora se o navio é francês, Inglês ou Marroquino? Não serviu Portugal? Não foi tripulado e comandado por Portugueses?
Neste caso não peçam a conservação do Albacora, afinal é "francês"...

Pensei que estava a propor uma boa ideia...já vi que devia era ter ficado calado...
 :down:  :N-icon-Axe:
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

Rui Elias

  • Investigador
  • *****
  • 1696
  • +1/-0
Podemos sempre lutar pela preservação do património
« Responder #22 em: Junho 07, 2004, 11:57:52 am »
Contem com o meu humilde apoio, embora estas coisas tenham muitas implicações que nos ultrapassam.

No entanto, e numa perspectiva de preservação do património e da cultura, julgo que seria uma oportunidade de ouro para a Marinha Portuguesa preservar o NRP Hermenegildo Capelo, mais um submarino Albacora a que se juntaria a fragata D. Fernando II e Glória, e mais tarde o Creoula, onde a Escola de Marinharia poderia realizar ateliers para crianças e jovens como já aconteceu no passado.

Eventualmente uma das actuais corvetas João Coutinho também teria cabimento nesse espaço.

Atracá-los num lugar seguro, digno, como se fez como Gil Eanes, e musealizá-los num local que atraíssese visitantes (o Parque das Nações poderia ser um bom local, já que a actual marina não tem clientela, e assim poderia ser transformada).

Os museus militares têm um acervo valioso para a história do país (para não falar do Museu Militar que possui pinturas do século XIX do chamado Grupo do Leão, de grande valor para o estudo da Hitória da Arte em Portugal).

Se se chegar à conclusão de que as FA não estão especialmente vocacionadas para a preservação única deste espólio, já que actualmente os conceitos modernos de museus já não se coadunam com exposições estáticas, porque não assinar um protocolo com o Ministério da Cultura e passarem estes Museus a serem geridos de modo mais dinâmico e interactivo pelo Instituto de Museus, embora em articulação com as FA?

As FA estão a fazer o esforço que podem, e o Museu de Marinha que recentemente adaptou o seu museu em Belém para ser visitável por invisuais é um bom caminho a ser percorrido.

Mas provavelmente sozinhas não podem fazer tudo.

Por exemplo, o que se passa com o polo do Museu do Ar em Sintra é uma tristeza, com os caças já abatidos, ao ar livre à chuva ou ao sol, a estragarem-se, sem que hajam hangares que os preservem.

Porque não pensar-se nisso?

Estas coisas são sempre difíceis para arrancar, e a Marinha ou o Governo podem sempre argumentar que já possuem museus.

No entanto, há que não desistir e fazer a pressão possível para que para além do Museu de Marinha em Belém se constituísse uma zona musealizada para navios, como o actual Museu tem em termos de galeotas e barcas.

Mesmo em relação ao Museu Ferroviário que se tenta há anos constituir veja-se as dificuldades que tem havido, apesar dos vários núcleos muselógicos que a CP tem espalhados pelo país.

O que dificulta a coisa é saber se esse museu seria gerido pela CP ou pelo Instituto Português de Museus, através do Ministério da Cultura.

No caso da Marinha colocar-se-ia o mesmo problema, para além da localização do dito.

Como preconizei acima, poder-se-ia pensar num protocolo entre o Minsitério da Defesa que faria as honras da casa e a manutenção das embarcações, e o know-how do IPM para dar animação àquilo.

A ideia perece boa.

Vamos ver se é exequível.

Quanto ao preservar só o que é português, acho que não, porque de outro modo não haveria Mueu do Ar, já que as aeronaves lá expostas são de fora :roll: .

Por isso, é que como disse acima um colega, já que a marinha pode não ter verbas para este projecto, isso teria que ser decidido a nível governamental, através de um protocolo com o ministério da Cultura, e integrar os museus militares no IPM.
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 9820
  • Recebeu: 1079 vez(es)
  • Enviou: 1616 vez(es)
  • +1003/-1268
Re: Podemos sempre lutar pela preservação do património
« Responder #23 em: Junho 07, 2004, 01:12:47 pm »
Citação de: "Rui Elias"
Quanto ao preservar só o que é português, acho que não, porque de outro modo não haveria Museu do Ar, já que as aeronaves lá expostas são de fora :D
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

Ricardo Nunes

  • Investigador
  • *****
  • 1257
  • Recebeu: 4 vez(es)
  • Enviou: 5 vez(es)
  • +2/-0
    • http://www.falcoes.net/9gs
(sem assunto)
« Responder #24 em: Junho 07, 2004, 01:19:59 pm »
O "Tiger" que referiu faz parte da exposição "Os 100 anos da aviação" que se encontra presente no pavilhão do conhecimento.
Ricardo Nunes
www.forum9gs.net
 

*

Rui Elias

  • Investigador
  • *****
  • 1696
  • +1/-0
Por falar em Fiat's
« Responder #25 em: Junho 07, 2004, 01:33:28 pm »
Os FIAT foram os que ainda combateram em África.

Alguem me pode confirmar se os sucessores directos dos FIAT's foram os A-7 (que caiam que nem tordos :lol: ) ou ainda houve outros pelo meio?
 

*

Ricardo Nunes

  • Investigador
  • *****
  • 1257
  • Recebeu: 4 vez(es)
  • Enviou: 5 vez(es)
  • +2/-0
    • http://www.falcoes.net/9gs
(sem assunto)
« Responder #26 em: Junho 07, 2004, 01:40:52 pm »
Oh Rui, esqueci-me! Seja bem vindo de volta! ;)

Portugal operou um total de 85 Fiat G-91 ( 40 R/4 , 34 R/3 e 11 T/3 ) de 1966 a 1993 e operou 50 A-7P de 1981 a 1999. Os A-7P foram a solução para a substituição dos F-86, que se reformaram em 1981. Como pode ver a utilização dos 2 tipos de aeronave foi complementar.
Ricardo Nunes
www.forum9gs.net
 

*

dremanu

  • Investigador
  • *****
  • 1254
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +7/-12
(sem assunto)
« Responder #27 em: Junho 07, 2004, 08:50:12 pm »
Portugal tem uma história de construção marítima que é centenária, e que deveria ser um dos pilares da nossa ecónomia, visto que nós fomos pioneiros na arte de construção naval. Infelizmente, nalgum ponto da nossa história, deixou-se de construir navios de guerra Portuguêses, desenvolvidos e fábricados no nosso país, para passarmos a comprar barcos feitos no estrangeiro.  Isto representa um retrocesso, nunca um progresso.

Sendo assim, e sem querer ser negativo, pergunto, para quê estarmos a celebrar um barco qualquer que participou em meia-dúzia de eventos sem grande relevância? Qual seria o benefício adicional que se poderia obter de se transformar este barco em museu?

Se tivermos que manter algum barco como museu, é melhor que sejá um barco de construção Portuguêsa, que não só celébra a memória dos eventos em que participou, mas tb demonstra a continuidade da construção naval militar Portuguêsa, que é algo que devemos sentir orgulho em manter vivo, e que faz parte da nossa história e tradições.

Quanto ao resto dos museus, não se podem comparar em relação à marinha. Construção naval existe hà séculos neste país, construção de aeronaútica é algo recente, e na qual nós nunca fomos pioneiros, então nesses casos é mais aceitável expor técnologia que veio de fora.

Quanto a mim basta guardar uma maqueta do barco, e expôr a mesma no museu da marinha, para quem tiver interesse em ver um dos barcos que foram utilizados pela marinha de guerra.

===============================================

E P44, vc fez bem em lançar esta ideia, não é má ideia só porque existem pessoas com opiniões diferentes. Isto de se discordar dos pensamentos uns dos outros, e de se debater as nossas opiniões, faz bem às ideias, ajuda a aperfeiçoar os pontos fracos das mesmas, e abre outras prespectivas que não se tinha à partida.
"Esta é a ditosa pátria minha amada."
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 9820
  • Recebeu: 1079 vez(es)
  • Enviou: 1616 vez(es)
  • +1003/-1268
(sem assunto)
« Responder #28 em: Junho 08, 2004, 08:56:55 am »
Só queria acrescentar, e isto é o meu ponto de vista pessoal...farto de maquetas ando eu...maquetas tb tenho em casa!!!! :(

 Acho que seria do interesse público...visitas a navios de guerra VERDADEIROS são sempre bastante concorridas...eu já fui a bastantes e falo com conhecimento de causa...recordo-me especialmente do Dia da Marinha de 1989, o único até hoje (que eu saiba) celebrado na própria BNL, onde estiveram milhares de pessoas, e do qual guardo algumas fotos que para mim são de alto valor "sentimental" por assim dizer...especialmente da saudosa NRP ALM. MAGALHÃES CORREIA, da Classe Pereira da Silva, cujo destinho foi o desmantelamento em Alhos Vedros, o que provavelmente tb acontecerá com a Hermenegildo Capelo...

Enfim, era a minha sugestão...
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 9820
  • Recebeu: 1079 vez(es)
  • Enviou: 1616 vez(es)
  • +1003/-1268
(sem assunto)
« Responder #29 em: Junho 08, 2004, 09:00:55 am »
Citar
Se tivermos que manter algum barco como museu, é melhor que sejá um barco de construção Portuguêsa, que não só celébra a memória dos eventos em que participou, mas tb demonstra a continuidade da construção naval militar Portuguêsa, que é algo que devemos sentir orgulho em manter vivo, e que faz parte da nossa história e tradições.


Se me conseguir apontar um que seja, ficava muito agradecido...
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

 

Novos Radares para as "Novas" "M"?

Iniciado por Sintra

Respostas: 6
Visualizações: 5871
Última mensagem Maio 23, 2007, 08:52:59 pm
por Sintra
Fragatas antiaéreas para Portugal: Qual a escolha certa?

Iniciado por Tiger22

Respostas: 32
Visualizações: 12225
Última mensagem Fevereiro 25, 2005, 10:39:38 pm
por papatango
Luís Amado assina contrato para lanchas costeiras

Iniciado por PereiraMarques

Respostas: 102
Visualizações: 20562
Última mensagem Dezembro 27, 2005, 07:09:07 pm
por PereiraMarques
Estado revoga contrato com ENVC para a construção de navios

Iniciado por jopeg

Respostas: 3
Visualizações: 2217
Última mensagem Setembro 13, 2012, 09:12:00 pm
por chaimites
É possivel entrar para os fuzileiros fazendo parte do exercito?

Iniciado por G.O.C

Respostas: 4
Visualizações: 2201
Última mensagem Setembro 17, 2016, 08:07:01 pm
por G.O.C