Artilharia do Exército

  • 414 Respostas
  • 127381 Visualizações
*

Lancero

  • Investigador
  • *****
  • 4146
  • Recebeu: 28 vez(es)
  • +60/-0
(sem assunto)
« Responder #90 em: Abril 19, 2007, 04:46:24 pm »
Citar
Defesa: Exército junta exercícios para combate combinado de artilharia

Santa Margarida, Santarém, 19 Abr (Lusa) - Cerca de 1.700 militares realiza ram hoje em Santa Margarida um dos maiores exercícios do género em Portugal, co mbinando operações de artilharia e de carros de combate em situação de fogo rea l. Segundo o general Pinto Ramalho, chefe do Estado-Maior do Exército, este exe rcício constitui o ponto alto do treino da Brigada Mecanizada, juntando num "am biente convencional tradicional o apoio mútuo entre várias unidades de manobra" .

   As operações conciliaram os meios utilizados nos exercícios Brava e Eficáci a - até agora feitos em separado -, combinando recursos militares mecanizados e m situação de fogo real, juntando 1700 militares e 350 viaturas de diversas uni dades do Exército. A aquisição de alvos, ataque ao solo com F16, exercícios de  artilharia e treino com carros de combate em movimento foram alguns dos momento s altos deste treino global. A utilização de equipamento informático on-line pa ra identificação do terreno e da localização dos equipamentos foi outra das sol uções que puderam ser testadas, embora de forma parcial.

   Trata-se de um "exercício de grande envergadura que no passado não se fazia com esta dimensão" mas esta solução permite uma operação "mais adequada à real idade dos acontecimentos e das exigências da instrução", explicou Pinto Ramalho . A maior parte dos recursos utilizados pertencem à Brigada Mecanizada, sedeada em Santa Margarida, que verá alguns dos seus equipamentos substituídos ou suje itos a melhorias nos próximos anos. Segundo Pinto Ramalho, chefe do Estado-maio r do Exército, os tanques M60 deverão ser substituídos em breve pelos Leopard I I, num calendário que está ainda a ser definido pela tutela. "O exército aguard a com grande optimismo e grande expectativa" a definição desse calendário, afir mou o general, salientando que os 37 novos tanques Leopard II irão substituir a centena de M60 de que Portugal dispõe.

   É um "programa de modernização realista e adequado às necessidades do país" , afirmou o general, salientando que os M60 serão desactivados.

   No que respeita aos veículos M113, que constituem a estrutura-base da maior parte das viaturas blindadas do Exercito, Pinto Ramalho já apresentou uma prop osta ao Governo para a sua modernização nas Oficinas Gerais de Material de Enge nharia.











Citar
Exercicio tactico com fogos reais no Campo Militar de Santa Margarida, no ambito dos exercicios "ROSA BRAVA 07" e "EFICACIA 07", quinta-feira, 19 de Abril de 2007, em Abrantes, Portugal. PAULO NOVAIS/LUSA
"Portugal civilizou a Ásia, a África e a América. Falta civilizar a Europa"

Respeito
 

*

Jorge Pereira

  • Administrador
  • *****
  • 2211
  • Recebeu: 57 vez(es)
  • Enviou: 116 vez(es)
  • +21/-0
    • http://forumdefesa.com
(sem assunto)
« Responder #91 em: Abril 19, 2007, 05:13:52 pm »
Obrigado Lancero por mais este registo.

Destaco ainda o seguinte:

Citar
Segundo Pinto Ramalho, chefe do Estado-maior do Exército, os tanques M60 deverão ser substituídos em breve pelos Leopard II, num calendário que está ainda a ser definido pela tutela. "O exército aguarda com grande optimismo e grande expectativa" a definição desse calendário, afirmou o general, salientando que os 37 novos tanques Leopard II irão substituir a centena de M60 de que Portugal dispõe.


Compreendo o enquadramento e o salto qualitativo já vária vezes aqui discutido…mas continua-me a fazer confusão a compra de só 37.
Um dos primeiros erros do mundo moderno é presumir, profunda e tacitamente, que as coisas passadas se tornaram impossíveis.

Gilbert Chesterton, in 'O Que Há de Errado com o Mundo'






Cumprimentos
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 7886
  • Recebeu: 807 vez(es)
  • Enviou: 921 vez(es)
  • +113/-40
(sem assunto)
« Responder #92 em: Abril 19, 2007, 05:30:47 pm »
Se o objectivo da Brigada Mecanizada é de ser capaz de mobilizar dois Agrupamentos Tácticos, então só são necessários 26 Leopard 2A6 dividios em 2 Esquadrões de Carros de Combate, um Esquadrão para cada Agrupamento.
Os restantes 11 serão para instrução e substituir algum que se perca nos esquadrões operacionais.

Ou existe alguma unidade que deveria ter carros de combate e com a substituição dos M60 por Leo 2A6 os venha a perder? Tipo BiMec, ERec, ou outra qualquer?
 

*

typhonman

  • Investigador
  • *****
  • 3185
  • Recebeu: 154 vez(es)
  • Enviou: 14 vez(es)
  • +148/-34
(sem assunto)
« Responder #93 em: Abril 19, 2007, 09:14:23 pm »
Qual será a modernização dos M113?
Artigo 308º

Traição à Pátria

Quem, por meio de violência, ameaça de violência, usurpação ou abuso de funções de soberania:

a) Tentar separar da Mãe-Pátria, ou entregar a país estrangeiro ou submeter à soberania estrangeira, todo o território português ou parte dele
 

*

Miguel

  • Investigador
  • *****
  • 2449
  • Recebeu: 25 vez(es)
  • Enviou: 7 vez(es)
  • +13/-17
(sem assunto)
« Responder #94 em: Abril 19, 2007, 09:24:44 pm »
Citação de: "Typhonman"
Qual será a modernização dos M113?


Pintura c34x
 

*

Artífice

  • 66
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #95 em: Abril 19, 2007, 10:56:21 pm »
Citação de: "Miguel"
Citação de: "Typhonman"
Qual será a modernização dos M113?

Pintura :twisted:


"Eles andam aí... E são cada vez mais Burros !"
 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 6879
  • Recebeu: 385 vez(es)
  • Enviou: 228 vez(es)
  • +261/-0
(sem assunto)
« Responder #96 em: Junho 28, 2007, 11:20:11 pm »
Artilharia de Campanha no RAAA1?

No outro dia vi camiões do RAAA1, pelo menos identificados como tal nas portas:

RAAA1

GML

A rebocarem obuses, que me pareceram ser OTO Melara M-56 de 105mm com escudo blindado frontal. Os referidos obuses tinham ainda no canto superior esquerdo um autocolante com as armas do RAAA1:


Alguém tem algumas luzes sobre o assunto?
 

*

TazMonster

  • Membro
  • *
  • 149
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #97 em: Junho 29, 2007, 01:08:52 am »
os obuses são 88 da bateria de salvas...
Taz
 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 6879
  • Recebeu: 385 vez(es)
  • Enviou: 228 vez(es)
  • +261/-0
(sem assunto)
« Responder #98 em: Junho 29, 2007, 02:09:30 am »
Ok, obrigado pela explicação...
 

*

Duarte

  • Investigador
  • *****
  • 2033
  • Recebeu: 12 vez(es)
  • Enviou: 16 vez(es)
  • +2/-0
(sem assunto)
« Responder #99 em: Junho 29, 2007, 02:10:39 am »
Shhh... são arma secreta..  :lol:
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 5239
  • Recebeu: 2410 vez(es)
  • Enviou: 919 vez(es)
  • +664/-76
(sem assunto)
« Responder #100 em: Julho 05, 2007, 01:50:20 pm »
A arma de artilharia não tem canhões.

Penso que o comentário sobre a qualidade da nossa artilharia é feito por experiência própria ?  Ou será que a quantidade faz a qualidade ?  :toto:

Ten


Citação de: "hellraiser"
Será que meia dúzia de canhões rebocados e uns obuses se qualificam como artilharia?! eu cá acho que numa situação real se tivesse-mos de nos fiar na artilharia do nosso exercito... :lol: ok nem vou dizer mais nada... já perceberam a ideia...
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 15447
  • Recebeu: 1151 vez(es)
  • Enviou: 1101 vez(es)
  • +187/-173
(sem assunto)
« Responder #101 em: Julho 05, 2007, 02:10:55 pm »
Quando se faz exercicios com cerca de 1700 militares só para a Arma de Artilharia como no Eficácia 07, acho que pudemos dizer com calma e convicção que TEMOS Artilharia.  :wink:
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Pedro Monteiro

  • Analista
  • ***
  • 870
  • Recebeu: 110 vez(es)
  • Enviou: 13 vez(es)
  • +12/-14
    • http://www.pedro-monteiro.com
(sem assunto)
« Responder #102 em: Julho 05, 2007, 08:45:28 pm »
Do ponto de vista de equipamento e capacidade de comando e controlo e transmissão de dados, há muito que a artilharia de campanhia portuguesa não estava tão bem equipada. Exceptuando, claro, a artilharia antiaérea. Agora, no tiro curvo (morteiros e obuses), estamos muito bem equipados e, pelo que me foi dado a conhecer no CMSM, com um bom estado de operacionalidade. Aliás, basta ver a Revista de Artilharia para se perceber o conjunto de importantes aquisições feitas nos últimos dez anos...

Cumprimentos,
Pedro Monteiro
 

*

pmdavila

  • Perito
  • **
  • 367
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #103 em: Julho 05, 2007, 08:50:24 pm »
Citação de: "Cabeça de Martelo"
Quando se faz exercicios com cerca de 1700 militares só para a Arma de Artilharia como no Eficácia 07, acho que pudemos dizer com calma e convicção que TEMOS Artilharia.  :lol:
Com os melhores cumprimentos,
pmdavila

"Antes morrer livres que em paz sujeitos"
 

*

LM

  • Especialista
  • ****
  • 997
  • Recebeu: 171 vez(es)
  • Enviou: 925 vez(es)
  • +142/-3
(sem assunto)
« Responder #104 em: Julho 06, 2007, 10:49:38 am »
Citar
Do ponto de vista de equipamento e capacidade de comando e controlo e transmissão de dados, há muito que a artilharia de campanhia portuguesa não estava tão bem equipada. Exceptuando, claro, a artilharia antiaérea. Agora, no tiro curvo (morteiros e obuses), estamos muito bem equipados e, pelo que me foi dado a conhecer no CMSM, com um bom estado de operacionalidade


Caro Pedro,

Podias por favor elaborar um pouco mais este texto? Eu tinha alguns sinais que, fora o mais visível ("canhões"), a artilharia tinha conseguido alguns equipamentos essenciais mas a que não damos tanta importância (ie, não tão "visíveis").

Mas a nível de "canhões" de moderno só temos os M109A5 e os M119 Light Gun m/98? Fica a faltar algo para equipar a BrLigInt (M198 howitzer?), salvo se esta ficar com o M119 Light Gun m/98 e a BRR ficar com morteiros de 120mm.

Por outras palavras, fora os M109A5 e os M119 Light Gun m/98, existe algo mais com valor?
Quidquid latine dictum sit, altum videtur
 

 

Unidades do Exército a "criar"

Iniciado por PereiraMarques

Respostas: 0
Visualizações: 2993
Última mensagem Junho 16, 2006, 01:28:18 pm
por PereiraMarques
Qual deveria ser a prioridade para o Exército até 2015-2020?

Iniciado por HSMW

Respostas: 265
Visualizações: 45514
Última mensagem Maio 04, 2016, 04:47:56 pm
por paraquedista
Glock 17 Gen5 FS Coyote - a nova pistola do Exército Português

Iniciado por ACADO

Respostas: 6
Visualizações: 1692
Última mensagem Março 27, 2020, 04:31:06 pm
por ACADO
Novo sistema Anti-Carro para o Exército

Iniciado por typhonman

Respostas: 2
Visualizações: 2805
Última mensagem Julho 27, 2004, 09:27:57 pm
por Spectral
Exército Português volta a querer adquirir o EC 635T1

Iniciado por coleccionador

Respostas: 8
Visualizações: 6214
Última mensagem Setembro 20, 2004, 07:11:29 pm
por Ricardo Nunes