Repsol YPF Portugal: Notícias

  • 14 Respostas
  • 2965 Visualizações
*

Marauder

  • Investigador
  • *****
  • 2102
  • +1/-0
Repsol YPF Portugal: Notícias
« em: Julho 27, 2006, 11:16:22 am »
Citar
Repsol vai anunciar projecto petroquímica em Sines

O presidente da Repsol YPF, António Brufau, deverá anunciar esta tarde em Lisboa, um projecto para uma nova petroquímica em Sines, num investimento estimado em 650 milhões de euros.


De acordo com o Jornal de Negócios, o projecto será anunciado na presença do ministro da Economia, Manuel Pinho, devendo «beneficiar do máximo de ajudas de Estado, cerca de 20% do valor total do projecto, em incentivos fiscais e financeiros», adianta o jornal.

A Repsol YPF, companhia hispano-argentina de petróleos, reforçou a sua presença em Portugal desde que adquiriu a rede de distribuição da Shell, há pouco mais de dois anos.

27-07-2006 9:25:59


de:
http://diariodigital.sapo.pt/dinheiro%5 ... news=69927

São bem-vindos por mim! Desde que tragam capital e empregem tugas..
Penso que irá ser proveitoso para Portugal e empresas a concentração da industria petroquímica em Sines.
 

*

Doctor Z

  • Analista
  • ***
  • 831
  • +1/-0
    • http://www.oliven
(sem assunto)
« Responder #1 em: Julho 27, 2006, 12:19:12 pm »
Já tinha sido anunciado há alguns meses, agora vai-se formalizar a ideia.
De qualquer forma, há que ter cuidado para não mergulhar Portugal da
ratoeira das ajudas e depois acontecer o que se viu com a Opel na
Azambuja ...
Blog Olivença é Portugal
"Se és Alentejano, Deus te abençoe...se não
és, Deus te perdoe" (Frase escrita num azulejo
patente ao público no museu do castelo de
Olivença).

:XpõFERENS./
 

*

pedro

  • Investigador
  • *****
  • 1439
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #2 em: Julho 27, 2006, 12:21:05 pm »
Alguem sabe como e que esta aquele assunto do petroleo no algarve? :roll:
Cumprimentos
 

*

Doctor Z

  • Analista
  • ***
  • 831
  • +1/-0
    • http://www.oliven
(sem assunto)
« Responder #3 em: Julho 27, 2006, 12:33:40 pm »
Citação de: "pedro"
Alguem sabe como e que esta aquele assunto do petroleo no algarve? :roll:
Cumprimentos


No Algarve e no Alentejo ... Não temos notícias ...
Blog Olivença é Portugal
"Se és Alentejano, Deus te abençoe...se não
és, Deus te perdoe" (Frase escrita num azulejo
patente ao público no museu do castelo de
Olivença).

:XpõFERENS./
 

*

pedro

  • Investigador
  • *****
  • 1439
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #4 em: Julho 27, 2006, 06:28:45 pm »
No Alentejo??? :?:
Cumprimentos
 

*

Doctor Z

  • Analista
  • ***
  • 831
  • +1/-0
    • http://www.oliven
(sem assunto)
« Responder #5 em: Julho 27, 2006, 07:03:21 pm »
Sim, ouvir dizer que íam fazer furros no Alentejo  c34x
Blog Olivença é Portugal
"Se és Alentejano, Deus te abençoe...se não
és, Deus te perdoe" (Frase escrita num azulejo
patente ao público no museu do castelo de
Olivença).

:XpõFERENS./
 

*

Marauder

  • Investigador
  • *****
  • 2102
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #6 em: Julho 27, 2006, 07:06:09 pm »
Citação de: "Doctor Z"
Sim, ouvir dizer que íam fazer furros no Alentejo  c34x


Ao largo da Costa alentejana penso eu..
 

*

Doctor Z

  • Analista
  • ***
  • 831
  • +1/-0
    • http://www.oliven
(sem assunto)
« Responder #7 em: Julho 27, 2006, 07:07:18 pm »
Sim, penso que deve ser na costa vicentina.

Aliás se alguém tiver os artigo (deve ser de março ou abril) indicando que
íam ver se havia petróleo no Algarve e no Alentejo, seria óptimo.
Blog Olivença é Portugal
"Se és Alentejano, Deus te abençoe...se não
és, Deus te perdoe" (Frase escrita num azulejo
patente ao público no museu do castelo de
Olivença).

:XpõFERENS./
 

*

Marauder

  • Investigador
  • *****
  • 2102
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #8 em: Julho 27, 2006, 07:19:26 pm »
Citar
Repsol duplicará produção em Sines, com mais 1500 empregos

Um investimento de 600 milhões de euros da Repsol no complexo petroquímico de Sines vai permitir duplicar a produção e criar até 1.500 novos postos de trabalho.


Em comunicado difundido hoje, a petrolífera espanhola refere que o projecto de investimento permitirá ao complexo de Sines aumentar a sua capacidade de produção para um milhão de toneladas de oleofinas e para um milhão de toneladas de poleolefinas.

O presidente executivo da Repsol, António Brufau e o director geral de downstream do grupo, Pedro Fernández Frial apresentam hoje o projecto de crescimento em Sines, nos próximos quatro anos, numa conferência de imprensa com o ministro da Economia, Manuel Pinho.

Segundo a empresa o projecto prevê a construção de três novas unidades, uma de energia eléctrica e duas de novos produtos plásticos (polietileno e polipropileno), ampliando em 40 por cento o «cracker» actual em funcionamento para as 570 mil toneladas por ano.

«Com este investimento conseguir-se-á integrar o Complexo de Sines no que toca ao consumo de matérias- primas, optimizando os custos, complementar a gama de produtos e aumentar a produção dos de maior valor acrescentado», nota o comunicado.

«Sines aumentará a sua eficácia até se converter num dos complexos mais tecnologicamente avançados da indústria petroquímica europeia», sublinha.

Para António Brufau, o projecto é de elevada importância, sendo «competitivo a nível internacional e muito lucrativo para Portugal, aproveitando grande parte das infra-estruturas existentes».

O projecto, frisou, «cria emprego e duplica o actual tamanho do complexo, gerando nova capacidade de exportação e por isso benefícios para a economia e balança de pagamentos do país.

Com a construção das novas unidades de poleolefinas, o complexo de Sines deixará, segundo a Repsol, de ser um mero exportador de matérias-primas.

No capítulo da criação de emprego, e ao longo dos próximos quatro anos, a empresa espanhola prevê que a fase de construção implique mais de oito milhões de horas de trabalho, empregando entre 1.200 e 1.500 pessoas.

A operação das novas estruturas criará 120 empregos directos e 250 indirectos.

A Repsol é hoje um dos principais grupos espanhóis presentes em Portugal, com uma facturação que no ano passado atingiu os 2.100 milhões de euros e empregando mais de 1.500 pessoas.

Diário Digital / Lusa

27-07-2006 11:22:00


de:
http://diariodigital.sapo.pt/dinheiro%5 ... news=69939

Mais 1500 empregos..qualificados...já dá para substituir umas fábricas texteis que fecharam não?
 

*

Marauder

  • Investigador
  • *****
  • 2102
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #9 em: Julho 27, 2006, 07:24:33 pm »
Citar
Repsol vai exportar mais 500 a 600 M€ em 2010

O investimento de 650 milhões de euros hoje anunciado pela Repsol na duplicação da capacidade de produção do complexo petroquímico de Sines vai permitir exportar mais 500 a 600 milhões de euros, a partir de 2010.


O arranque das três novas unidades do projecto - uma de energia eléctrica e duas de produtos plásticos (polietileno e polipropileno) - está previsto para 2010, segundo informação prestada pela Repsol.

Nesse ano, a petroquímica espanhola prevê duplicar o actual volume de vendas - essencialmente destinadas à exportação - para um valor entre 1.100 e 1.200 milhões de euros.

Assim, o reforço da capacidade de produção vai permitir um aumento entre entre 500 e 600 milhões de euros as exportações com origem na Repsol de Sines.

A Repsol Polímeros ocupou, no primeiro trimestre de 2006, o quinto lugar na lista das maiores exportadoras de Portugal.

Diário Digital / Lusa

27-07-2006 18:12:00


de:
http://diariodigital.sapo.pt/dinheiro%5 ... news=69967

Penso que seja uma gota de água no nosso déficit comercial..mas não me posso queixar..
 

*

ricardonunes

  • Investigador
  • *****
  • 3564
  • Recebeu: 32 vez(es)
  • Enviou: 1 vez(es)
  • +10/-5
(sem assunto)
« Responder #10 em: Julho 27, 2006, 07:25:07 pm »
Citar
Mais 1500 empregos..qualificados...já dá para substituir umas fábricas texteis que fecharam não?

É capaz, mas existe o problema, a maioria dos desempregados da industria têxtil é do norte do país, e não estou a ver a deslocarem-se do norte para o sul, mesmo com garantia de trabalho.
Potius mori quam foedari
 

*

Marauder

  • Investigador
  • *****
  • 2102
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #11 em: Julho 27, 2006, 07:38:10 pm »
Citação de: "ricardonunes"
Citar
Mais 1500 empregos..qualificados...já dá para substituir umas fábricas texteis que fecharam não?
É capaz, mas existe o problema, a maioria dos desempregados da industria têxtil é do norte do país, e não estou a ver a deslocarem-se do norte para o sul, mesmo com garantia de trabalho.


Claro que a "substituição" seria ao nível do número de desemprego/emprego.

Como podes imaginar, a quantidade de pessoas que deixam de trabalhar em fábricas texteis e se tornam de repente técnicas petro-químicas etc é, ou deve ser, ZERO  :wink:
 

*

pedro

  • Investigador
  • *****
  • 1439
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #12 em: Julho 27, 2006, 08:48:20 pm »
Sim ja me lembro da noticia do petroleo no alentejo acho que e uma empresa norueguesa que ia fazer os furos.
Cumprimentos
 

*

Azraael

  • Perito
  • **
  • 413
  • +0/-0
    • http://www.bgoncalves.com
(sem assunto)
« Responder #13 em: Julho 28, 2006, 01:38:57 am »
Citar
Galp procura petróleo na costa portuguesa

 O governo prepara-se para atribuir à Galp e à petrobras concessões para a prospecção e exploração de petróleo em águas profundas ao largo do Alentejo e Peniche. O Consórcio terá três anos para pesquisar a costa portuguesa.

O Governo vai adjudicar directamente à Galp Energia e à Petrobras a pesquisa e exploração de petróleo na costa marítima portuguesa em águas profundas, apurou o Diário Económico. Esta decisão, que será anunciada nos próximos dias pelo ministro da Economia, Manuel Pinho, vem no seguimento de uma intenção de reforço de parceria entre as duas petrolíferas nesta área.


http://diarioeconomico.sapo.pt/edicion/diario_economico/edicion_impresa/destaque/pt/desarrollo/662135.html em 2006-06-22.

Ha tambem muita informacao aqui: :arrow: Geologia do petroleo em portugal.
 

*

Doctor Z

  • Analista
  • ***
  • 831
  • +1/-0
    • http://www.oliven
(sem assunto)
« Responder #14 em: Julho 28, 2006, 04:31:08 pm »
Citação de: "Azraael"
Citar
Galp procura petróleo na costa portuguesa

 O governo prepara-se para atribuir à Galp e à petrobras concessões para a prospecção e exploração de petróleo em águas profundas ao largo do Alentejo e Peniche. O Consórcio terá três anos para pesquisar a costa portuguesa.

O Governo vai adjudicar directamente à Galp Energia e à Petrobras a pesquisa e exploração de petróleo na costa marítima portuguesa em águas profundas, apurou o Diário Económico. Esta decisão, que será anunciada nos próximos dias pelo ministro da Economia, Manuel Pinho, vem no seguimento de uma intenção de reforço de parceria entre as duas petrolíferas nesta área.

http://diarioeconomico.sapo.pt/edicion/diario_economico/edicion_impresa/destaque/pt/desarrollo/662135.html em 2006-06-22.

Ha tambem muita informacao aqui: :arrow: Geologia do petroleo em portugal.


Era mesmo essa notícia !
Obrigado.
Blog Olivença é Portugal
"Se és Alentejano, Deus te abençoe...se não
és, Deus te perdoe" (Frase escrita num azulejo
patente ao público no museu do castelo de
Olivença).

:XpõFERENS./
 

 

Iniciativa "Compromisso Portugal"

Iniciado por Tiger22

Respostas: 0
Visualizações: 2429
Última mensagem Fevereiro 11, 2004, 04:12:19 pm
por Tiger22
Portugal Confidencial - " A pista da energia" ...

Iniciado por dremanu

Respostas: 5
Visualizações: 3475
Última mensagem Abril 27, 2004, 11:28:13 am
por ferrol
Rede Logística Nacional / Portugal "Logístico"

Iniciado por Marauder

Respostas: 0
Visualizações: 1813
Última mensagem Julho 15, 2006, 09:20:16 am
por Marauder
Estaleiros Navais de Viana do Castelo: Notícias

Iniciado por Marauder

Respostas: 11
Visualizações: 4616
Última mensagem Maio 13, 2008, 10:27:57 am
por P44
Espírito Santo Turismo: Notícias

Iniciado por Marauder

Respostas: 0
Visualizações: 1218
Última mensagem Julho 29, 2006, 03:28:00 pm
por Marauder