Missão militar portuguesa no Afeganistão

  • 1783 Respostas
  • 403968 Visualizações
*

ricardonunes

  • Investigador
  • *****
  • 3564
  • Recebeu: 32 vez(es)
  • Enviou: 1 vez(es)
  • +10/-5
(sem assunto)
« Responder #135 em: Março 02, 2007, 05:03:09 pm »
Citar
EMBARQUE DA 2ª COMPANHIA DE COMANDOS PARA O AFEGANISTÃO
Em 12 de Fevereiro de 2007, pelas 09H00, no Aeródromo de Trânsito nº1 (Figo Maduro) em Lisboa, partiram em avião militar (C-130), os primeiros 41 militares da 2ª Companhia de Comandos da Brigada de Reacção Rápida, num total de 150 militares, rumo a Cabul, capital do Afeganistão, integrada na Força de Reacção Rápida, da Brigada Multinacional, da International Security Assistance Force (ISAF).

Esta Força irá ser comandada pelo Tenente-Coronel de Infantaria Pipa Amorim, que irá render, até final do mês de Fevereiro, a 11ª Companhia de Pára-quedistas do 1º Batalhão de Infantaria Pára-quedista da Brigada de Reacção Rápida, que se encontra no Teatro de Operações, em Cabul, desde Agosto de 2006.
 
2/12/2007
 

Citar
RENDIÇÃO DOS MILITARES PORTUGUESES EM MISSÃO NO AFEGANISTÃO
Em 27 de Fevereiro de 2007, pelas 19H00, no Aeródromo de Trânsito nº1 (Figo Maduro) em Lisboa, partiram a bordo de uma aeronave civil, fretada para o efeito, os restantes 115 militares, 113 da 2ª Companhia de Comandos da Brigada de Reacção Rápida e dois militares da Força Aérea do Grupo de Controlo Aéreo Táctico que vão integrar a Força Internacional de Assistência e Segurança no Afeganistão (ISAF).

Esta Força Nacional Destacada, após transferência de autoridade a ocorrer no dia 28 de Fevereiro, em Cabul, permanecerá durante os próximos seis meses em território do Afeganistão e é constituída por um total de 155 militares do Exército e sete militares do Grupo de Controlo Aéreo Táctico da Força Aérea, sob comando do Tenente-Coronel de Infantaria Pipa Amorim.

Fotografia cedida pelo fotógrafo Tiago Sousa Dias – CM.
 
2/28/2007


Exército
Potius mori quam foedari
 

*

Yosy

  • Especialista
  • ****
  • 1086
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #136 em: Março 02, 2007, 08:13:14 pm »
Epá, desculpem lá, mas se há uma coisa que me irrita são estas despedidas no aeroporto ao estilo "Guerra Colonial". É mesmo ridículo. Deviam fazer como o DAE e o pessoal dos C-130 e outros: despedem-se em casa, e não há cá choradeiras. Até porque parece que vão para a morte, mas depois têm Net e podem ligar quase todos os dias para casa.
 

*

Lancero

  • Investigador
  • *****
  • 4145
  • Recebeu: 28 vez(es)
  • +60/-0
(sem assunto)
« Responder #137 em: Março 02, 2007, 08:29:39 pm »
Citação de: "Yosy"
Epá, desculpem lá, mas se há uma coisa que me irrita são estas despedidas no aeroporto ao estilo "Guerra Colonial". É mesmo ridículo. Deviam fazer como o DAE e o pessoal dos C-130 e outros: despedem-se em casa, e não há cá choradeiras. Até porque parece que vão para a morte, mas depois têm Net e podem ligar quase todos os dias para casa.


 ;)
"Portugal civilizou a Ásia, a África e a América. Falta civilizar a Europa"

Respeito
 

*

Yosy

  • Especialista
  • ****
  • 1086
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #138 em: Março 02, 2007, 10:07:54 pm »
Citação de: "Lancero"
Citação de: "Yosy"
Epá, desculpem lá, mas se há uma coisa que me irrita são estas despedidas no aeroporto ao estilo "Guerra Colonial". É mesmo ridículo. Deviam fazer como o DAE e o pessoal dos C-130 e outros: despedem-se em casa, e não há cá choradeiras. Até porque parece que vão para a morte, mas depois têm Net e podem ligar quase todos os dias para casa.

 ;)


Nã, nã, não é isso - quando foram para lá estava lá a RTP e não havia mariquices. Até entrevistaram o comandante do C130 que os ia levar (e ficava lá também) e ele disse muito naturalmente que as despedidas tinham sido feitas em privado, em casa.
 

*

Lancero

  • Investigador
  • *****
  • 4145
  • Recebeu: 28 vez(es)
  • +60/-0
(sem assunto)
« Responder #139 em: Março 02, 2007, 10:36:46 pm »
Você fala de alhos (partida) e eu de bugalhos (chegada)  :lol:

Mas não interessa, a minha discordância com a sua opinião (que valorizo) mantém-se.
"Portugal civilizou a Ásia, a África e a América. Falta civilizar a Europa"

Respeito
 

*

hellraiser

  • Membro
  • *
  • 260
  • +0/-2
(sem assunto)
« Responder #140 em: Março 03, 2007, 02:23:36 pm »
Citação de: "Yosy"
Epá, desculpem lá, mas se há uma coisa que me irrita são estas despedidas no aeroporto ao estilo "Guerra Colonial". É mesmo ridículo. Deviam fazer como o DAE e o pessoal dos C-130 e outros: despedem-se em casa, e não há cá choradeiras. Até porque parece que vão para a morte, mas depois têm Net e podem ligar quase todos os dias para casa.


 :roll:  :roll:
"Numa guerra não há Vencedores nem Derrotados. Há apenas, os que perdem mais, e os que perdem menos." Wellington
 

*

Lancero

  • Investigador
  • *****
  • 4145
  • Recebeu: 28 vez(es)
  • +60/-0
(sem assunto)
« Responder #141 em: Março 09, 2007, 04:34:07 pm »
Citar
Afeganistão: Militares portugueses chegados em Fevereiro em "fase de adaptação"

Lisboa, 09 Mar (Lusa) - Os militares portugueses em missão no Afeganist ão desde finais de Fevereiro estão ainda em "fase de adaptação" e só em meados d e Março irão para o terreno em patrulhas, afirmou à Lusa uma fonte militar.

        As tropas, integradas na Força Internacional de Assistência e Segurança (ISAF), estão em "preparação e treino" e apenas "em meados do mês estarão em ac tividade operacional plena", acrescentou uma fonte do Estado-Maior-General das F orças Armadas (EMGFA).

        Forças da NATO lançaram a 06 de Março "a maior ofensiva" no país, junta mente com o exército afegão, numa operação que envolve 5.500 homens, que teve co mo objectivo estabelecer a segurança na província de Helmand, onde os talibãs co ntrolam várias zonas.

        Em Cabul, estão 155 militares portugueses do Exército e sete da Força A érea, às ordens da força da NATO, que comanda no Afeganistão a maior operação do s seus quase 60 anos de história, iniciada após os atentados de 11 de Setembro d e 2001 para derrubar o regime talibã.

        A rendição do contingente militar português efectuou-se em Fevereiro.

        A NATO comanda no Afeganistão a maior operação dos seus quase 60 anos d e história, com cerca de 33 mil efectivos de 37 países destacados na ISAF, força que em Outubro de 2006 concluiu a fase de expansão geográfica a todo o territór io afegão.
"Portugal civilizou a Ásia, a África e a América. Falta civilizar a Europa"

Respeito
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 7559
  • Recebeu: 676 vez(es)
  • Enviou: 806 vez(es)
  • +106/-31
(sem assunto)
« Responder #142 em: Março 09, 2007, 06:05:41 pm »
Peço desculpa mas já tou farto de procurar, alguém me sabe dizer onde se encontra a foto do militar da FAP no Afeganistão em cima de um veiculo e armado com uma G36?

Obrigado
 

*

sturzas

  • Membro
  • *
  • 120
  • Recebeu: 3 vez(es)
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #143 em: Março 09, 2007, 08:28:18 pm »
Lightning

Será esta?

NA PAZ E NA VIDA... QUE RESERVA TÃO CALMA E TRANQUILA... MAS SE OUVIRES O TROAR DA GUERRA... ENTÃO IMITA O TIGRE...
 

*

Pedro Monteiro

  • Analista
  • ***
  • 850
  • Recebeu: 94 vez(es)
  • Enviou: 12 vez(es)
  • +9/-12
    • http://www.pedro-monteiro.com
(sem assunto)
« Responder #144 em: Março 09, 2007, 10:16:28 pm »
Citação de: "Lightning"
Peço desculpa mas já tou farto de procurar, alguém me sabe dizer onde se encontra a foto do militar da FAP no Afeganistão em cima de um veiculo e armado com uma G36?

A FAP usou viaturas blindadas Panhard VBL, cedidas pelo Exército, para apoio a operações de controlo aéreo próximo (TACP – Tactical Air Control Party). Como sabem, normalmente, os militares destacados em missões no exterior operam com a viatura blindada Thyssen Condor.





Uma possível explicação - note-se, uma hipótese - seria o uso das G-36K do Corpo de Polícia Aérea (no RESCOM). Não me espantaria já que as unidades TACP portuguesas no Afeganistão operam conjuntamente com forças estrangeiras (e.g., equipas holandesas) que usam o calibre 5,56mm.

Cumprimentos,
Pedro Monteiro
« Última modificação: Março 09, 2007, 10:24:40 pm por Pedro Monteiro »
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 15128
  • Recebeu: 1050 vez(es)
  • Enviou: 983 vez(es)
  • +177/-170
(sem assunto)
« Responder #145 em: Março 09, 2007, 11:09:56 pm »
O mais estranho é q é só essa foto em que aparece os militares da FAP com a G-36, todas as outras fotos eles aparecem com a velha G-3. Acho que é mais provável que tenha sido emprestada para a foto por um militar de outro contigente.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 7559
  • Recebeu: 676 vez(es)
  • Enviou: 806 vez(es)
  • +106/-31
(sem assunto)
« Responder #146 em: Março 09, 2007, 11:36:54 pm »
Citação de: "sturzas"
Lightning

Será esta?



É essa mesmo, muito obrigado.
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 7559
  • Recebeu: 676 vez(es)
  • Enviou: 806 vez(es)
  • +106/-31
(sem assunto)
« Responder #147 em: Março 09, 2007, 11:43:10 pm »
Citação de: "Pedro Monteiro"
Citação de: "Lightning"
Peço desculpa mas já tou farto de procurar, alguém me sabe dizer onde se encontra a foto do militar da FAP no Afeganistão em cima de um veiculo e armado com uma G36?
A FAP usou viaturas blindadas Panhard VBL, cedidas pelo Exército, para apoio a operações de controlo aéreo próximo (TACP – Tactical Air Control Party). Como sabem, normalmente, os militares destacados em missões no exterior operam com a viatura blindada Thyssen Condor.

Que eu saiba as Condor são utilizadas pelos PA na segurança das bases aéreas e talvez outras unidades da FAP como por exemplo o AM1, nunca ouvi nada em relação a essas viaturas blindadas da FAP serem utilizadas no exterior, tem relatos disso?

Citar
Uma possível explicação - note-se, uma hipótese - seria o uso das G-36K do Corpo de Polícia Aérea (no RESCOM). Não me espantaria já que as unidades TACP portuguesas no Afeganistão operam conjuntamente com forças estrangeiras (e.g., equipas holandesas) que usam o calibre 5,56mm.

Cumprimentos,
Pedro Monteiro


Só um pormenor o Corpo da PA já não existe, pode até ter sido iniciativa propria da FAP usar a G36 já que practicamente todos os paises usam o calibre 5.56 ou por outro lado pode ter sido por uma uniformização da força portuguesa a nivel de munições com os páraquedistas pois eles também usam esse calibre nas Galil.
 

*

typhonman

  • Investigador
  • *****
  • 3069
  • Recebeu: 133 vez(es)
  • Enviou: 11 vez(es)
  • +129/-32
(sem assunto)
« Responder #148 em: Março 09, 2007, 11:50:26 pm »
As Condor foram usadas no Kosovo na TACP, Tactical Air Control Party e se não estou em erro no Afeganistão..
Artigo 308º

Traição à Pátria

Quem, por meio de violência, ameaça de violência, usurpação ou abuso de funções de soberania:

a) Tentar separar da Mãe-Pátria, ou entregar a país estrangeiro ou submeter à soberania estrangeira, todo o território português ou parte dele
 

*

Pedro Monteiro

  • Analista
  • ***
  • 850
  • Recebeu: 94 vez(es)
  • Enviou: 12 vez(es)
  • +9/-12
    • http://www.pedro-monteiro.com
(sem assunto)
« Responder #149 em: Março 09, 2007, 11:54:07 pm »
Citar
Que eu saiba as Condor são utilizadas pelos PA na segurança das bases aéreas e talvez outras unidades da FAP como por exemplo o AM1, nunca ouvi nada em relação a essas viaturas blindadas da FAP serem utilizadas no exterior, tem relatos disso?

Um artigo sobre a participação das Condor na missão da KFOR pode ser consultado na revista Mais Alto nº 330:
http://www.emfa.pt/www/po/maisalto/suma ... numero=330

Cumprimentos,
Pedro Monteiro
 

 

Origem da palavra "Commando" portuguesa?

Iniciado por PereiraMarques

Respostas: 1
Visualizações: 2744
Última mensagem Setembro 03, 2005, 11:58:47 pm
por dremanu
Legião Estrangeira Portuguesa (LEP)

Iniciado por Miguel

Respostas: 58
Visualizações: 23179
Última mensagem Setembro 09, 2008, 10:10:53 am
por Dead_Corpse
Mísseis de Concepção Portuguesa

Iniciado por Luso

Respostas: 11
Visualizações: 9002
Última mensagem Outubro 18, 2008, 06:51:06 pm
por Nitrox13
Legião Portuguesa

Iniciado por inox

Respostas: 6
Visualizações: 4520
Última mensagem Fevereiro 19, 2009, 06:28:05 pm
por teXou
A unidade militar mais "dura"

Iniciado por Yosy

Respostas: 17
Visualizações: 8974
Última mensagem Julho 09, 2005, 06:05:45 pm
por Yosy