Bomba descoberta em linha de alta velocidade ( Espanha )

  • 13 Respostas
  • 4143 Visualizações
*

Ricardo Nunes

  • Investigador
  • *****
  • 1257
  • Recebeu: 4 vez(es)
  • Enviou: 5 vez(es)
  • +2/-0
    • http://www.falcoes.net/9gs
Bomba descoberta em linha de alta velocidade ( Espanha )
« em: Abril 02, 2004, 03:49:36 pm »
Citar

Bomb Found on Spanish High-Speed Rail Track

By Adrian Croft

MADRID (Reuters) - A bomb was found on a high-speed rail track in central Spain on Friday just weeks after 191 people were killed in suspected al Qaeda bombings of four packed Madrid commuter trains.

The discovery disrupted travel as millions of Spaniards prepared to leave cities for the Easter week holidays and came on the day a new session of Parliament opened following last month's elections.

Interior Minister Angel Acebes said the bomb was believed to contain between 22 and 26 lbs of explosives, probably dynamite.

It was found in a bag under the rails of the high-speed train line connecting Madrid and the southern city of Seville. The explosives were connected by a cable to a detonator, he told a news conference.

Acebes gave no information about who may be responsible for planting the bomb, saying the explosives would have to be examined. A railway employee spotted the bag near the city of Toledo, about 35 miles south of Madrid, and alerted authorities who sent explosives experts to the scene to deactivate it.

Services on the Madrid-Seville AVE service were halted while all the track was checked, Acebes said.

On Thursday night, three letter bombs addressed to Spanish media organizations were intercepted at a mail distribution in Zaragoza, northern Spain. Police explosives experts defused two of the letter bombs and blew up a third.

An Interior Ministry source said authorities did not know who was responsible for the letter bombs, which were addressed to executives at newspaper La Razon, radio station COPE and broadcaster Antena 3.

The rail bomb, and the discovery of three letter bombs, kept nerves on edge in Spain and in the markets after the shock caused by the March 11 train bombings -- the first attack in the West linked to Osama bin Laden's al Qaeda network since the September 11, 2001, strikes on New York and Washington.

On March 11, two of the trains exploded at or near Madrid's Atocha station, which is also the terminus for AVE services to Seville. State television said access to the AVE departure lounge at Atocha was closed on Friday.

The AVE service whisks passengers from Madrid to Seville in a little over two hours and is one of the jewels of the Spanish rail network.

Friday marks the start of one of the busiest travel periods in the year in Spain. Millions of Spaniards leave cities for the Easter week holidays. Seville draws huge crowds for its Easter processions.

The bomb was found as members of parliament elected in Spain's March 14 election took their seats in Madrid. The Socialists ousted the ruling Popular Party in an election upset three days after the March 11 bombings.

© Reuters 2004. All Rights Reserved.




Bastante preocupante...  :roll:
Ricardo Nunes
www.forum9gs.net
 

*

Normando

  • Perito
  • **
  • 339
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #1 em: Abril 02, 2004, 06:39:55 pm »
[Citação]

Público On-line 02-04-2004 - 15h30

Espanha: Engenho já foi desactivado
 
A bomba encontrada numa via férrea de alta velocidade entre Madrid e Sevilha, entretanto desactivada, é composta por explosivos do tipo goma 2 ECO, semelhantes aos utilizados nos atentados de 11 de Março na capital espanhola, indicou a agência basca Vasco Press.

De acordo com as mesmas fontes, a bomba continha detonadores de cobre iguais aos utilizados nos atentados de Madrid, que fizeram 191 mortos e mais de 1500 feridos.

Porém, a bomba encontrada hoje não estava preparada para ser activada no momento em que a Guarda Civil a descobriu na zona de Mocejon, província de Toledo, cerca de 60 quilómetros a sul de Madrid, após um alerta de um trabalhador da Renfe (caminhos-de-ferro espanhóis).

O ministro do Interior, Ángel Acebes, já confirmou que o explosivo foi desactivado. Segundo o responsável, o ministro explicou que o dispositivo continha entre dez e 12 quilos de um explosivo que poderia tratar-se de dinamite, unido a um detonador com um rastilho de mais de 130 metros de comprimento.

Ángel Acebes especificou ainda que a Guarda Civil começou de imediato uma operação para garantir a segurança das linhas.

Desde as 11h30 (10h30 de Lisboa) que não sai nenhum comboio da carreira AVE (comboio de alta velocidade) desde Sevilha ou Madrid e pelo menos uma dezena de outros comboios estão parados.

Os comboios programados para sair da estação de Atocha, Madrid, às 12h00, 13h00 e 14h00 (menos uma hora em Lisboa), não chegaram a partir. O mesmo ocorreu com os comboios que deveriam fazer o percurso inverso.
"If you don't have losses, you're not doing enough" - Rear Admiral Richard K. Turner
 

*

komet

  • Investigador
  • *****
  • 1663
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +0/-1
(sem assunto)
« Responder #2 em: Abril 03, 2004, 08:28:43 pm »
Tal como era esperado, e faz todo o sentido, a Al-qaeda diz que os efeitos do atentado terrorista em Espanha, teve maiores resultados q os esperados, tanto a nivel psicológico, como político, e que por isso os atentados vao continuar, Portugal está na lista negra, por isso não vale a pena andar com optimismos, que esses não vão salvar a vida a ninguem.

O que aconteceu em Espanha, é um dos melhores exemplos que já vi de que o terrorismo realmente funciona, e neste caso, venceu.
"History is always written by who wins the war..."
 

*

ferrol

  • Analista
  • ***
  • 710
  • +0/-0
Fai 5 minutos
« Responder #3 em: Abril 03, 2004, 10:04:24 pm »
Fai 5 minutos, a policía, tentando neutralizar a un comando terrorista islámico entrou nun edificio de Leganés, en Madrid, e os terroristas fixeron detonar unha carga explosiva que destruiu o edificio e matou a 1 policía e 3 terroristas.

Polo q a mín respecta, Espanha está en guerra cos islamistas radicais.
Tu régere Imperio fluctus, Hispane memento
"Acuérdate España que tú registe el Imperio de los mares”
 

*

fgomes

  • Perito
  • **
  • 475
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #4 em: Abril 03, 2004, 10:31:04 pm »
Todas estas notícias são preocupantes, é agora evidente que existe uma organização terrorista islâmica a actuar em Espanha e que não vai parar.

Comecei a desconfiar pelo número de prisões efectuado a seguir ao atentado de 11 de Março. Não se trata de uma célula constituida para organizar um único atentado espectacular, como o 11 de Setembro, mas de uma organização que desencadeou uma ofensiva terrorista, e nós estamos aqui ao lado !
 

*

Normando

  • Perito
  • **
  • 339
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #5 em: Abril 04, 2004, 12:25:42 pm »
Pois é meus caros, a coisa está a ficar preta mesmo. De momento devem haver bastantes comandos ou grupúsculos ou células terroristas islâmicas em Espanha, à espera do momento de atacar e espalhar o caos. Já vimos (11 de Março) que tendo os meios e a oportunidade vão tentar matar e destruir em larga escala; e caso se vejam acossados (ou cercados pelas forças de segurança, como ontem em Leganés) suicidam-se, levando consigo quem quer que esteja nas proximidades e destruindo propriedade civil. Será que também já estão em Portugal? Muito provavelmente. Vão atacar? Se tiverem os recursos e a oportunidade surgir. A "guerra contra o terrorismo" não é uma expressão empolada, pelo contrário, define bem a realidade actual, e está a ser travada bem aqui ao nosso lado.
"If you don't have losses, you're not doing enough" - Rear Admiral Richard K. Turner
 

*

fgomes

  • Perito
  • **
  • 475
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #6 em: Abril 04, 2004, 02:25:27 pm »
Antes de mais quero agradecer ao Ferrol pela informação na hora, sobre o que se passou ontem em Madrid.
Não vale a pena tapar o Sol com uma peneira, os terroristas declararam-nos guerra e estão bem instalados na Europa. Faz lembrar o slogan de uma conhecida marca de automóveis japoneses "Vieram para ficar !"
Começaram a saber-se pormenores sobre os detidos na sequência dos atentados de 11 de Março, e são jovens de classe média supostamente ocidentalizados, não levantando a mínima suspeita de fundamentalismo islâmico.
A tentativa de prender os 4 terroristas ontem, leva a pensar se será adequado utilizar a polícia em situações destas, por este andar será necessário utilizar carros de combate !
 

*

ferrol

  • Analista
  • ***
  • 710
  • +0/-0
Comentarios (¿Guerra de civilizacións?)
« Responder #7 em: Abril 05, 2004, 08:53:50 am »
Saúdos de novo:

Dicir que finalmente houbo 5 terroristas mortos, 1 policia dos GEO (Grupos Especiais de Operacións) morto e 14 membros maís feridos ó entrar para deter ós terroristas, un deles fixo explotar un cinto bomba de 10 kilos de Goma-2 que levaba no corpo.

Penso que o Normando acerta plenamente no seu comentario, e quixera aproveitar para comentar algúns detalles que se van sabendo sobre os islamistas suicidas de Leganés:

- Non eran inmigrantes ilegais nin xente ignorante. O seu xefe, alcumado "o tunecino" era un home cunha cultura media, e que según as derradeiras novas, levaba na Espanha legalmente asentado desde o ano 1996, e que empezou a fanatizarse despois do 11-S oíndo as proclamas de Al-Queda difundidas polos medios de comunicación, sobre todo árabes.

- Xa non só perseguen a evacuación do Iraque das tropas españolas. Nun comunicado do Sábado feito desde Exipto, e que está pendente de autentificar, esixen a evacuación tamén de Afganistán antes de fin de mes. En caso contrario, destaríase unha vaga de terror na Espanha.

- Pero o ministerio de Interior español asegura que todos os terroristas do 11-M están ou ben mortos, ou detidos, ou en busca e captura, polo que as accións deste grupo son moi improbables. Existe a posibilidade, eso sí, de que haxa outras celas islámicas durmidas aínda non descubertas.

Referido a Portugal:
- Sabemos, polas novas destas ultimas datas, que se estan detendo grupos terroristas por toida Europa, na Inglaterra, Francia e Alemaña, polo que creo que a disculpa da guerra de Iraq non é válida, hai celas terroristas en toda Europa, non só nos países que apoian a guerra do Iraque.

- Gostan de actuar en lugares con grandes concentracións de xentes e en países que estan sendo atendidos polos medios internacionais (EEUU, Espanha nas eleccións...), cando os seus atentados teñan mais atención informativa. Esto vaise reproducir na Espanha co Forum social de Barcelona, en Grecia coas Olimpiadas e en Portugal coa Eurocopa. Logo é vital que Portugal, os seus dirixentes entendan que Portugal é tamén obxectivo terrorista.
Portugal tamén ten tropas en Iraq, ten lugares publicos ateigados de xente e será foco de atención internacional.

Na España, o exército protexe desde o 11-M lugares como centrais nucleares e emisoras de televisión.
Coido que Portugal, de cara á Eurocopa debe extrema-las medidas de autoprotección e esixir ós países veciños, nomeadamente España e Marrocos, que vixíen o paso cara a Portugal de elementos perigosos e pedir, se é necesario, axuda en caso de necesidade.
Estamos nunha guerra contra os estremismos e debemos ir todos xuntos a combatila.

Que Deus nos protexa a todos.
Tu régere Imperio fluctus, Hispane memento
"Acuérdate España que tú registe el Imperio de los mares”
 

(sem assunto)
« Responder #8 em: Abril 05, 2004, 02:30:16 pm »
Já foi feita uma referência a Portugal num comunicado alegadamente da Al-Qaeda e falava em Timor....para os que insistem em ligar os terroristas à sua luta contra os apoiantes dos EUA que dizer disto?
Temos de estar atentos.Como dizia o Ferrol, já não é só gente pobre e sem perpectivas de vida que partcipa nestes atentados, o M. Atta era engenheiro, estudou na alemanha, muitos são estudantes universitários e vivem na Europa.Penso qe estes dados merecem uma reflexão profunda.
Parabéns às forças policiais e judiciais de Espanha que trabalharam depressa e bem.
No pasaran!!!
Non vi sed art-not by force but by guile-L.R.D.G.
 

*

Normando

  • Perito
  • **
  • 339
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #9 em: Abril 05, 2004, 02:36:39 pm »
Parece que estamos todos de acordo: está mesmo a decorrer uma Guerra contra o Terrorismo (cuja intensidade não é igual em todos os lugares onde está a ser travada); o triunfo das nações livres, democráticas e civilizadas passa impreterivelmente pela cooperação internacional (serviços de informação, policial, judicial); as redes terroristas não se limitam aos países cujos governos apoiaram a intervenção americana e britânica no Iraque; esta intervenção não é a causa da onda de ataques terroristas (é só mais um pretexto).
O atentado de 11-M levou Zapatero logo a anunciar a retirada do contingente espanhol estacionado no Iraque. Agora já se fala em retirar do Afeganistão (onde a intervenção é completamente legítima aos olhos da comunidade internacional); a seguir quer-me parecer que os terroristas vão lançar um ultimato para Espanha devolver Granada, e depois segue-se Córdoba, e depois as restantes províncias e regiões espanholas, até se reconstituir o Califado que em tempos existiu. Não podemos permitir tal coisa.
"If you don't have losses, you're not doing enough" - Rear Admiral Richard K. Turner
 

*

Normando

  • Perito
  • **
  • 339
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #10 em: Abril 07, 2004, 04:44:32 pm »
E porque estamos em guerra contra o terrorismo não devemos só enfatizar as vitórias dos terroristas (ou seja, os atentados concretizados), pelo contrário, também devemos mencionar com grande satisfação os triunfos das forças de segurança e das autoridades nacionais. Gostava de frisar quatro episódios recentes:

1 - Os terroristas que estando cercados pela polícia optaram por se imolarem, no passado sábado em Leganés, estariam aparentemente a preparar um atentado em Madrid, possivelmente durante as festividades da Páscoa. As autoridades espanholas encontraram nos escombros do apartamento usado pelos terroristas vários documentos sobre possíveis atentados, bem como uma série de engenhos explosivos e uma avultada quantia de dinheiro, que se presume serviria para financiar as futuras acções da célula terrorista.

2 - Ao que tudo indica, uma operação conjunta dos serviços de informações britânicos e norte-americanos permitiu abortar um plano terrorista que consistia em lançar uma espécie de bomba química algures em Inglaterra, provavelmente na capital Londres. O engenho seria aparentemente composto por uma combinação de explosivos e uma substância denominada tetróxido de ósmio e deveria ser deflagrado num local confinado e com grande aglomeração de pessoas. De salientar que o agente  em causa é um químico de laboratório, usado em experiências científicas, não sendo normalmente considerado uma arma química por excelência.

3 - A semana passada, a polícia britânica deteve um grupo de homens de ascendência paquistanesa por conspiração para realizar atentados terroristas, tendo descoberto e apreendido 500 kg de nitrato de amónia. Esta substância é muito comum e é inofensivamente usada como fertilizante, contudo, nas mãos de pessoas mal intencionadas, pode ser usada na confecção de bombas potentíssimas, como se viu em Oklahoma em 1995 e em Bali em 2002.

4 - Recentemente as forças de segurança de vários países europeus (Espanha, França, Itália, Grécia, etc) detiveram inúmeros pessoas suspeitas de pertencerem a células terroristas (e não apenas islâmicas), umas adormecidas outras nem por isso, demonstrando deste modo a determinação e o empenhamento das democracias europeias em derrotar o terrorismo.

Temos de dar valor a estas pequenas-grandes vitórias.
"If you don't have losses, you're not doing enough" - Rear Admiral Richard K. Turner
 

*

Guilherme

  • Perito
  • **
  • 379
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #11 em: Abril 07, 2004, 04:49:21 pm »
A bomba de Bali, em 2002, não era de nitrato de amônia. O tipo de destruição que ela causou foi diferente do de Oklahoma.
 

*

Normando

  • Perito
  • **
  • 339
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #12 em: Abril 07, 2004, 05:43:58 pm »
AMMONIUM NITRATE - THE FACTS:
Millions of tons produced each year for use as fertiliser
Sales of the fertiliser are tightly restricted in the EU
Mining companies mix small amounts of explosive grade ammonium nitrate with fuel oil to create explosives
It is "not impossible" to make explosives with fertiliser grade
Used in several IRA bombings
Also used in the Bali and Oklahoma City bombings
Source: New Scientist
Estas informações estão no site da BBC - http://news.bbc.co.uk/1/hi/england/3584009.stm

"Ammonium nitrate, a widely used fertiliser, has been used in several IRA attacks, the World Trade Center bombing in New York in 1993, the Oklahoma City bombing in 1995 and the Bali bombing in 2002." - http://www.newscientist.com/news/news.jsp?id=ns99994782

"The Bali terrorist bombing occurred on October 12, 2002 in the town of Kuta on the Indonesian island of Bali, killing 202 people and injuring a further 209, most of whom were foreign tourists. (...) The bomb was at first believed to be made of C-4 plastic explosive. However, on 21 October investigators at the scene disclosed that the main bomb was made of ammonium nitrate. Ammonium nitrate is a fertilizer agent and easily available in Indonesia, while C-4 is a military grade product and difficult to get. Ammonium nitrate was also the explosive agent used in the Oklahoma City bombing." - http://en.wikipedia.org/wiki/2002_Bali_ ... st_bombing

"Investigators say a massive bomb that ripped through a Bali nightclub last week was made out of fertilizer (...) After a week-long probe involving more than 100 forensic officials from around the world, investigators disclosed on Monday the main bomb was made of ammonium nitrate, rather than C-4 explosives as earlier reported." - http://www.cnn.com/2002/WORLD/asiapcf/s ... sia.probe/

Meu caro Guilherme, de facto não percebo nada de explosivos, bombas e detonadores, mas se a BBC, a New Scientist, a CNN e muitas outras fontes dizem que dizem que o nitrato de amónia foi usado, entre outros, no atentado de Bali, eu inclino-me a acreditar e dou eco à notícia. Não venho para o fórum lançar atoardas e falsidades. Não sei distinguir entre o tipo de destruição causado pela bomba que Timothy McVeigh deixou à porta do edifício federal Alfred P. Murrah do tipo de devastação espalhado nas ruas de Bali, mas continuo a afirmar que, pelos dados que possuo, o nitrato de amónia foi efectivamente usado nos dois atentados.
"If you don't have losses, you're not doing enough" - Rear Admiral Richard K. Turner
 

*

Guilherme

  • Perito
  • **
  • 379
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #13 em: Abril 07, 2004, 06:20:24 pm »
Whatever, Normando.