Projecto de um Avião

  • 9 Respostas
  • 3139 Visualizações
*

pedro

  • Investigador
  • *****
  • 1437
  • +1/-0
Projecto de um Avião
« em: Dezembro 26, 2005, 06:35:58 pm »
Olá a todos.
Alguém sabe se existe um projecto português para um avião de combate?
Ou então com outro país?
Cumprimentos
 

*

pedro

  • Investigador
  • *****
  • 1437
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #1 em: Dezembro 26, 2005, 10:36:16 pm »
e pena mas talvez algum dia o haja, ou talvez um aviao luso-brasileiro?
 

*

sierra002

  • Perito
  • **
  • 434
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #2 em: Dezembro 26, 2005, 11:03:13 pm »
Portugal debería haber entrado en el Eurofighter. Ahora tendría 40 cazas de primer nivel, puestos de trabajo y el orgullo de poder decir que ha participado en el desarrollo.
Esperemos que si hay otro proyecto europeo, Portugal se anime.
 

*

Luso

  • Investigador
  • *****
  • 7640
  • Recebeu: 596 vez(es)
  • Enviou: 195 vez(es)
  • +236/-623
(sem assunto)
« Responder #3 em: Dezembro 26, 2005, 11:19:24 pm »
Pedro, para fazer uma caricatura grosseira mas sucinta, Portugal está num limbo.
Ai de ti Lusitânia, que dominarás em todas as nações...
 

*

Get_It

  • Investigador
  • *****
  • 1836
  • Recebeu: 252 vez(es)
  • Enviou: 453 vez(es)
  • +13/-1
(sem assunto)
« Responder #4 em: Dezembro 27, 2005, 01:34:24 am »
Citação de: "sierra002"
Portugal debería haber entrado en el Eurofighter. Ahora tendría 40 cazas de primer nivel, puestos de trabajo y el orgullo de poder decir que ha participado en el desarrollo.
Esperemos que si hay otro proyecto europeo, Portugal se anime.

Nem devia ter saído do programa do A400 ;(
Quanto mais entrar num programa para um caça :(

Há já alguns meses atrás, noutro tópico, corriam boatos que iríamos voltar a entrar no programa do A400. Alguém sabe se existe algo de concreto quanto a isto?
:snip: :snip: :Tanque:
 

*

pedro

  • Investigador
  • *****
  • 1437
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #5 em: Dezembro 27, 2005, 10:59:55 am »
Caro luso aproximar as empresas portuguesas deste sector e as empresas brasileiras nao custa nada, era um projecto luso-brasileiro,por exemplo uma nova versao do super tucano que possa voar em portugal e que possa levar mais armamento.
Nao diga que portugal nao pode fazer isso?
cumprimentos
« Última modificação: Dezembro 27, 2005, 09:31:56 pm por pedro »
 

*

Luso

  • Investigador
  • *****
  • 7640
  • Recebeu: 596 vez(es)
  • Enviou: 195 vez(es)
  • +236/-623
(sem assunto)
« Responder #6 em: Dezembro 27, 2005, 11:11:28 am »
Claro que pode, Pedro.
Mas peço-te que comeces a meditar sobre isto que te digo:

- Soluções para os problemas existem sempre;
- Prioridades também;
- Economias de escala idem;
- Os "políticos" nem sempre estão interessados em resolver os problemas que consideramos importante ou fundamentais.
Ai de ti Lusitânia, que dominarás em todas as nações...
 

*

pedro

  • Investigador
  • *****
  • 1437
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #7 em: Dezembro 27, 2005, 11:29:28 am »
Tem razao
 

*

TOMKAT

  • Especialista
  • ****
  • 1173
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #8 em: Dezembro 27, 2005, 10:36:31 pm »
Parcerias.
Parcerias serão sempre recomendáveis e mesmo assim nunca trarão um valor acrescentado imediato, devido à não existência de indústrias dedicadas a esses sectores, excepção das OGMA, que já desenvolvem alguns trabalhos em parceria com a CASA espanhola.
Além das OGMA não há capacidade instalada em Portugal para participar em projectos de aviação miliatar.
Não há nem estruturas, nem know how.
Projectos puramente nacionais... pura utopia, nem que o "Bill Gaitas" nos oferecesse a sua fortuna pessoal.

A particiapção nos projecto A400 e NH90 pareciam ser os 1ºs passos no sentido podermos participar mais activamente no futuro em projectos deste tipo, mas como acções desse tipo não trazem dividendos imediatos, caíram pela base por vontade política.
IMPROVISAR, LUSITANA PAIXÃO.....
ALEA JACTA EST.....
«O meu ideal político é a democracia, para que cada homem seja respeitado como indivíduo e nenhum venerado»... Albert Einstein
 

*

pedro

  • Investigador
  • *****
  • 1437
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #9 em: Dezembro 27, 2005, 11:28:21 pm »
talvez no futuro