Efemérides

  • 552 Respostas
  • 88099 Visualizações
*

JLRC

  • Investigador
  • *****
  • 2508
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +4/-42
Re: Efemérides
« Responder #270 em: Novembro 06, 2009, 01:00:33 am »
05-11

1940 - Franklin Delano Roosevelt foi eleito para um 3.º mandato como Presidente dos EUA.

1943 - O almirante Sherman, comandando a TF 38, atacou os navios do almirante Kurita, em Rabaul, usando 107 aviões. Foram afundados aos japoneses 6 cruzadores e 2 contra-torpedeiros e os americanos só perderam 10 aviões.

1944 - A TF 38, comandada pelo almirante John S. McCain (avô do senador McCain, candidato presidencial em 2008), atacou alvos japoneses em Lução. Em dois dias de ataques foram destruídos 400 aviões japoneses contra a perda de 25 aviões americanos e o porta-aviões USS Lexington avariado por um kamikaze.
« Última modificação: Novembro 08, 2009, 12:13:37 am por JLRC »
 

*

JLRC

  • Investigador
  • *****
  • 2508
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +4/-42
Re: Efemérides
« Responder #271 em: Novembro 06, 2009, 03:53:08 pm »
06-11

1851 - Uma expedição dos EUA, liderada pelo tenente William Lewis Herndon, partiu de Lima, Peru, para uma expedição na Amazónia e chegou a Iquitos.

1944 - O presidente Franklin D. Roosevelt foi eleito para um 4.º mandato.

1956 - Tropas francesas e britânicas conduziram um desembarque anfíbio em Port Said, Egipto, durante a crise do Suez. Foi a primeira vez que foram usados helicópteros neste tipo de operações, neste caso helicópteros Whirlwinds e Scamores, da Fleet Air Arm, desembarcaram marines do 45 Command, da 3 Command Brigade
 

*

JLRC

  • Investigador
  • *****
  • 2508
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +4/-42
Re: Efemérides
« Responder #272 em: Novembro 08, 2009, 12:11:18 am »
07-11

1783 - A Rússia declara guerra à Inglaterra em resposta ao ataque inglês à Dinamarca, aliada da Rússia.

1881 - O Naval Advisor Board recomenda que os novos navios da US Navy sejam construídos em aço em vez de ferro.

1917 - Revolução bolchevique na Rússia. O governo de Alexander Kerensky é deposto. Lenin toma o poder.

1940 - A ponte de Tacoma Narrows, Washington, colapsou.

1942 - Tropas americanas desembarcam no Norte de África, com o apoio da Royal Navy e da RAF.

2005 - Arqueólogos submarinos franceses descobriram as fundações do Farol de Alexandria, uma das sete maravilhas da Humanidade.
 

*

JLRC

  • Investigador
  • *****
  • 2508
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +4/-42
Re: Efemérides
« Responder #273 em: Novembro 08, 2009, 07:27:26 pm »
08-11

1941 - A Force K de Malta, constituída por 2 cruzadores e 2 contra-torpedeiros, atacou um comboio italiano, afundando 7 navios mercantes e um navio de escolta.

1942 - Começa a "Operação Torch", o desembarque Aliado no Norte de África.

1942 - Os contra-torpedeiros franceses FS Tornade e Tramontaine, das forças navais francesas de Vichy, encalharam depois de atacados pelo cruzador HMS Aurora e pelo contra-torpedeiro HMS Calpe, ao largo de Oran.

1942 - O submarino francês FS Argonaute  foi afundado ao largo de Oran pelo contra-torpedeiro britânico HMS Achates.

1942 - Os contra-torpedeiros franceses FS Boulonnais, Brestois, Fougeaux e Frondeur, foram afundados ao largo de Casablanca por navios Aliados e o contra-torpedeiro FS Milan foi avariado. No mesmo dia os submarinos FS La Psyche e Oreade foram afundados ao largo de Casablanca por aviões americanos.

2005 - A Marinha portuguesa e os Correios de Portugal lançam 4 selos postais sobre  a história naval.
 

*

JLRC

  • Investigador
  • *****
  • 2508
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +4/-42
Re: Efemérides
« Responder #274 em: Novembro 10, 2009, 12:16:04 am »
09-11

1989 - Queda do Muro de Berlim
 

*

JLRC

  • Investigador
  • *****
  • 2508
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +4/-42
Re: Efemérides
« Responder #275 em: Novembro 11, 2009, 12:01:14 am »
10-11

1775 - O Congresso dos EUA vota a criação do Marine Corps, com 2 batalhões de Continental Marines.

1822 - Fundação da Marinha do Brasil.
 

*

JLRC

  • Investigador
  • *****
  • 2508
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +4/-42
Re: Efemérides
« Responder #276 em: Novembro 13, 2009, 07:27:18 pm »
13-11

1941 - O porta-aviões britânico HMS Ark Royal, é atingido por torpedos lançados pelo submarino alemão U-81 e afunda-se ao largo de Gibraltar.

1942 - 1.ª Batalha de Guadalcanal. O cruzador de batalha japonês Hiei, danifica gravemente os cruzadores americanos San Francisco e Portland mas é também gravemente atingido. Os aliados perderam o cruzador ligeiro AA Juneau e os destroyers Cushing, Barton, e o destroyer holandês Isaac Sweers. Durante a batalha morreu o comandante das forças americanas, o almirante Callaghan e os 5 irmãos Sullivan.
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 11453
  • Recebeu: 415 vez(es)
  • Enviou: 230 vez(es)
  • +70/-59
Re: Efemérides
« Responder #277 em: Novembro 14, 2009, 05:03:48 pm »
14-11

1921 - Fundação do Partido Comunista Espanhol

1945 - Bolívia é admitida como Estado-Membro da ONU.

1965 - Inicio da Batalha de La Drang durante a Guerra do Vietnam

1975 - Espanha abandona o Sahara Ocidental a Marrocos e à Mauritânia

2003 - Descoberta do planetóide Sedna.
 

*

JLRC

  • Investigador
  • *****
  • 2508
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +4/-42
Re: Efemérides
« Responder #278 em: Novembro 14, 2009, 10:48:45 pm »
14-11

1942 - Batalha Naval de Guadalcanal - O cruzador de batalha Hiei, atacado por aviões durante algumas horas afunda-se. A esquadra americana do almirante Willis "Ching" Lee, constituida pelos couraçados South Dakota e Washington e 4 destroyers ataca a esquadra japonesa do almirante Kondo Nobutake, constituída pelo cruzador de batalha Kirishima, crusadores Atago, Takao, Sendai e Nagara e 9 destroyers. Os japoneses perdem o Kirishima e 1 destroyer e os americanos perdem 3 destroyers.
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 11453
  • Recebeu: 415 vez(es)
  • Enviou: 230 vez(es)
  • +70/-59
Re: Efemérides
« Responder #279 em: Novembro 15, 2009, 06:36:12 pm »
15-11

1884 - Dá-se o início da Conferência de Berlim, cujo objectivo era a repartição das colónias africanas.

1942 - Fim da Batalha de Guadalcanal com a vitória dos Aliados

1945 - Venezuela é admitida como Estado-Membro da ONU.

1969 - O submarino soviético K-19 colide com o submarino Norte-Americano USS Gato no Mar de Barents
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 11453
  • Recebeu: 415 vez(es)
  • Enviou: 230 vez(es)
  • +70/-59
Re: Efemérides
« Responder #280 em: Novembro 16, 2009, 05:08:45 pm »
16-11

1532 - Francisco Pizarro e os seus homens capturam o imperador inca Atahualpa.

1907 - O estado de Oklahoma entra na União (EUA).

1940 - Os nazis fecham o acesso ao Gueto de Varsóvia, construindo um muro ao seu redor.

1945 - Fundação da UNESCO

2000 - Bill Clinton torna-se o primeiro presidente norte-americano a visitar o Vietnam depois do fim da Guerra do Vietnam
 

*

JLRC

  • Investigador
  • *****
  • 2508
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +4/-42
Re: Efemérides
« Responder #281 em: Novembro 17, 2009, 03:39:14 pm »
17-11

1796 - Morreu a Imperatriz da Rússia Catarina a Grande.

1869 - É aberto à navegação o Canal de Suez, no Egipto, ligando o Mediterraneo ao mar Vermelho.

1924 - Entrou em serviço o CV 1 Langley, o primeiro porta-aviões americano.
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 11453
  • Recebeu: 415 vez(es)
  • Enviou: 230 vez(es)
  • +70/-59
Re: Efemérides
« Responder #282 em: Novembro 17, 2009, 05:32:29 pm »
17-11

1717 - Inicia-se a construção do Convento de Mafra.

1933 - Os EUA reconhecem a URSS

1997 – Em Luxor, Egipto, 62 pessoas são mortas por 6 terroristas islâmicos no Templo de Hatshepsut, no que ficou conhecido como o Massacre de Luxor.
 

*

TOMSK

  • Investigador
  • *****
  • 1468
  • Recebeu: 2 vez(es)
  • Enviou: 1 vez(es)
  • +1/-0
Re: Efemérides
« Responder #283 em: Dezembro 01, 2009, 08:49:26 am »
1 de Dezembro de 1640


 

Viva a independência de Portugal!



E o «Prémio Miguel de Vasconcelos 2008»...

... Vai para José Sócrates Carvalho Pinto de Sousa. Porquê? Porque nunca nesta época histórica mais recente – desde o 25 de Abril de 1974 – outra pessoa, em menos tempo, fez mais (ou foi o principal responsável por) acções que enfraquecessem a integridade, a identidade e a dignidade de Portugal face ao estrangeiro.

O «mote» foi logo dado em Abril de 2005, pouco depois da tomada de posse, numa entrevista ao jornal espanhol El País, na qual o Sr. Sousa afirmava que as três prioridades em política externa do seu Governo eram «Espanha, Espanha e Espanha». E, na verdade, a partir daí foi um «ver se te avias» no que se refere a «ibericidade», iniciando, continuando e/ou apoiando projectos cujo conceito central é a «Ibéria»: o Prémio Literário Ibérico; o Centro de Estudos Ibéricos; o Instituto Ibérico de Investigação e Desenvolvimento, sediado em Braga mas dirigido por um espanhol; o Mercado Ibérico de Electricidade. Só falta mesmo que as cimeiras luso-espanholas passem a ser designadas oficialmente de «cimeiras ibéricas», como aliás, informalmente e até na comunicação social, já acontece...

Há, porém, quem não consiga esperar. Em Maio de 2006, o ministro das Obras Públicas Mário Lino disse (na Galiza!) que era – é – «iberista», porque Portugal e Espanha têm «história e língua comuns». Por acaso o Sr. Sousa demitiu-o? Não. Quem cala... Um ano antes, no entanto, havia sido dado o maior contributo prático – ou seja, económico – ao «iberismo» com o aumento do IVA para 21% em determinados produtos, em especial os combustíveis. E para onde foram muitos portugueses que habitam junto à fronteira, com o seu dinheiro, quando queriam reabastecer os seus automóveis? Para Espanha, Espanha, Espanha... Não é, pois, de estranhar que em Março de 2008 tenha sido assinado o «Acordo entre a República Portuguesa e o Reino de Espanha sobre a manutenção recíproca de reservas de petróleo bruto e produtos do petróleo».

O «mau vento» e o «mau casamento» assumiram outras formas e outros nomes. A 17 de Fevereiro de 2007 o ministro da Economia Manuel Pinho afirmou, em entrevista ao jornal espanhol El País, que «recebemos as empresas espanholas de braços abertos». De facto, houve exemplos eloquentes dessa... «abertura». Em Julho de 2006 foi autorizado à (empresa espanhola) Abertis a construção de uma «plataforma logística» em Castanheira do Ribatejo, no concelho de Vila Franca Xira (cuja Câmara Municipal é ocupada pelo PS) – num processo invulgarmente rápido, sem concurso público, que implicava a suspensão do Plano Director Municipal e a desafectação de terrenos das Reservas Agrícola e Ecológica Nacionais. Em Janeiro de 2006, a Iberdrola é autorizada a entrar na administração da EDP... sua concorrente directa no mercado da energia! Manuel Pinho veio logo dizer que (o representante d)a empresa espanhola nunca ocuparia um cargo executivo – como se fosse apenas isso que facilitasse o acesso a informação estratégica!

E Olivença? Interrogado em Janeiro de 2008, aquando de uma conferência de imprensa após uma cimeira com o Sr. Zapatero em Braga, o Sr. Sousa declarou que tal assunto é «folclore». Todavia, de certeza que o seu homólogo espanhol, tal como todos os antecessores, não considera(va)m Gibraltar como sendo «folclore». Entretanto, bem mais importante é (tentar) organizar, juntamente com o país vizinho, o Campeonato do Mundo de Futebol de 2018: o Governo, através de Laurentino Dias, secretário de Estado do Desporto, praticamente autorizou (porque havia «abertura política»), em Maio de 2008, a Federação Portuguesa de Futebol a iniciar conversações nesse sentido com a sua congénere espanhola.

Mas não é só em relação a «nuestros hermanos» que o Sr. Sousa e os seus «ajudantes» se mostram bajuladores e subservientes. Também com os chineses o «dobrar a espinha» tem sido a regra a seguir. Em Janeiro de 2007, durante uma visita à China (sim, aquela em que Manuel Pinho incentivou os «empresários-modelo» daquele país a investirem em Portugal apregoando os nossos baixos salários), o primeiro-ministro afirmou que, sobre as grandes questões internacionais, as duas nações «partilham os mesmos pontos de vista». Oito meses depois confirmou-se que isso era verdade quando ninguém do Governo, a começar pelo seu chefe, se encontrou com o Dalai Lama – que, e compare-se, poucos dias depois foi recebido oficialmente pela chanceler alemã Angela Merkel. Repetiram-se, assim, as tristes figuras feitas em 2001, quando o líder político e espiritual dos tibetanos visitou o nosso país pela primeira vez – e, note-se, era também o PS, então liderado por António Guterres, que estava no Governo. Ontem como hoje, prevaleceu o «pragmatismo». Honesto na sua cobardia, apesar de ambíguo, o ministro dos Negócios Estrangeiros Luís Amado confessou que o executivo não recebia oficialmente o Prémio Nobel da Paz, «como é óbvio, pelas razões que são conhecidas» (Pena de morte? Macau? Brinquedos com chumbo? Arroz chao chao?). E que fazia o Sr. Sousa quando deputados do parlamento se encontravam com Tenzin Gyatso? Dissimulado na sua cobardia, no outro lado do jardim de São Bento, na residência oficial, falava com Bob Geldof!

Na prática, o Governo socialista contribuiu, objectivamente, e mesmo que indirectamente e involuntariamente, para que existam menos portugueses! Lá fora fecham-se consulados e não se paga aos professores de português – ou, quando se paga, é habitualmente com grande atraso; cá dentro obrigam-se as crianças do primeiro ciclo a aprender inglês antes de dominarem o português, além de se fecharem serviços de atendimento de urgência e maternidades, em especial junto à fronteira. Na verdade, nenhum outro facto simbolizou mais e melhor o desprezo pelos mais básicos interesses nacionais por parte do Governo Sócrates do que o encerramento, em Junho de 2006, da maternidade do Hospital de Elvas, obrigando as mulheres daquela região a darem à luz os seus filhos em Badajoz, não muito longe de Olivença... e, por arrastamento, a «oferecer» a Espanha, pela possibilidade da dupla nacionalidade, mais crianças que tanta falta nos fazem, e que, no futuro, quem sabe, poderão optar por serem cidadãos do país vizinho. Mais de um ano depois, em Outubro de 2007, era revelado que o Governo do Sr. Sousa em geral, e o Ministério da Saúde em particular, poupavam, por cada nascimento «externo», a «extraordinária» soma de... 1000 euros (!) – úteis, sem dúvida, para pagar abortos nos hospitais públicos portugueses. E nem os «incentivos à maternidade» entretanto anunciados, insignificantes e tardios, são suficientes para anular ou até atenuar os danos já causados.

Contudo, e não contente com fragilizar sucessivamente o país de diversas maneiras (as referidas e também outras), o Governo do Sr. Sousa decidiu também começar a mudar-lhe os nomes – difícil imaginar uma iniciativa mais ridícula do que a criação, em Março de 2007, da marca «ALLgarve» - e a concluir o processo totalitário e «(a)normalizador» de alteração do modo de escrever o seu idioma. Indiferente aos muitos pareceres contrários – acumulados durante mais de 20 anos – da quase totalidade dos verdadeiros especialistas em língua portuguesa, e, mais importante, à rejeição quase unânime da população, o PS impôs no parlamento, em Maio de 2008, a ratificação do «segundo protocolo modificativo» do acordo ortográfico – com o falso pretexto de que esse acordo é indispensável para a expansão das culturas lusófonas. A resposta a este ataque sem precedentes ao maior pilar da portugalidade só pode ser a desobediência civil, pacífica mas inequívoca.

Com efeito, e felizmente, longe vão os tempos em que palavras e actos anti-patrióticos equiparáveis aos que atrás foram mencionados valiam aos seus autores serem fuzilados, enforcados, defenestrados, trespassados... ou meramente encarcerados ou exilados. Porém, e se hoje fosse vivo, Miguel de Vasconcelos sem dúvida que estaria orgulhoso de José de Sousa.

Artigo publicado no jornal O Diabo Nº 1666, 2008/12/3

Por mim, leva o prémio pela segunda vez. Neste aspecto, pelo menos, o homem tem-se empenhado...
 

*

Luso

  • Investigador
  • *****
  • 7563
  • Recebeu: 498 vez(es)
  • Enviou: 174 vez(es)
  • +202/-209
Re: Efemérides
« Responder #284 em: Dezembro 01, 2009, 02:15:04 pm »


Hoje... (deixa-me cá olhar para o relógio), sim, hoje, dia 1 de Dezembro, faz anos que Portugal decidiu que tinha, idiossincrática e definitivamente, um bom par de coisas que o separava, forever and ever, da Coroa Española, e concordo plenamente com isso: amigos, amigos, negócios à parte, e cada macaco no seu galho, de España, nem bom vento nem bom esquentamento, e assim teríamos rolado, se não nos tivéssemos transformado, com o Senhor Aníbal, de Boliqueime, no Caixote de Lixo da Europa. Os sucateiros e limpadores de toxinas que se lhe seguiram só aprimoraram a tendência, e isto está realmente mau, como Soares, um dos construtores da velha Europa Utópica, recentemente referiu. É mau, para uma velha Nação, que o seu destino final tenha permitido ser colocado colocado nas mãos de dois indigentes intelectuais, de duvidoso cariz moral e imprópria formação académica. Para acabarmos, ao menos que tivéssemos acabado às mãos de pés de seis dedos de um degenerado de sangue contaminado, como aconteceu em Alcácer-Quibir, mas nunca nos calcanhares dos "porreiros, pá", da Cova da Piedade, e dos Diplomas da "Independente".
Dia 1 de Dezembro de 1640, uma Maria, de então, decidiu que mais valia ser Rainha, por um dia, do que Duquesa, toda a vida. Em 2009, por volta da mesma data, dois badochas, mais uma outra Maria, decidiram que, afinal, sempre mais valia ser mulher a dias toda a vida do que cabeças erguidas, por uma só mais hora que fosse.
Um dia, que já esteve mais longe, voltaremos a sair para a rua, porque as nossas profundas padeiras de aljubarrota não perdoam a canalha desta estirpe. E eu estou, muito sentadinho, à espera desse belo dia.


http://sol.sapo.pt/blogs/arrebenta/default.aspx
Ai de ti Lusitânia, que dominarás em todas as nações...
 

 

Efemérides de Portugal

Iniciado por dremanu

Respostas: 0
Visualizações: 1796
Última mensagem Abril 11, 2004, 06:37:49 pm
por dremanu