Lança Granadas automático LAG 40

  • 9 Respostas
  • 3352 Visualizações
*

GMAR

  • 20
  • +0/-0
Lança Granadas automático LAG 40
« em: Agosto 24, 2005, 02:20:04 pm »
Saudações,

Hoje vi no site do papatango, o Areamilitar.net, um artigo sobre o lança granadas automático LAG 40 que embora muito completo me deixou certas duvidas quanto à estratégia de utilização que poderia ser dada a tal arma em campo e a sua eficácia em várias situações, como,por exemplo, a sua utilização contra blindagens de até 50 mm como é dito no site.

Obrigado antecipadamente,
Ducis in consilio posita est virtus militum.-Publílio
 

*

papatango

  • Investigador
  • *****
  • 5510
  • Recebeu: 9 vez(es)
  • +1154/-2
    • http://www.areamilitar.net
(sem assunto)
« Responder #1 em: Agosto 25, 2005, 09:49:35 pm »
Trata-se de uma arma interessante.

Eu não fiz a ficha, apenas a coloquei online (faltava uns bonecos) mas a ideia subjacente parece ser a de complementar a 12.7 Browning.

Lembrei-me disto, por causa da questão do combate aos "insurgentes" com equipamentos relativamente caros, quando existe este tipo de armamento que é relativamente barato.

A possibilidade de utilizar esta arma contra alvos blindados não me parece muito credivel. Especialmente contra tanques. Creio que os valores indicados devem ser apenas em situação de laboratorio, com um embate em angulo de 90º.

No entanto, parece ser uma arma interessante para a contra-insurgencia. O problema que eventualmente se lhe pode apontar, é que a explosão não costuma ser muito selectiva e a sua utilização em cidades pode provocar demasiados danos colaterais. De resto não vejo outros inconvenientes.

Cumprimentos
 

*

fealcap

  • 132
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #2 em: Setembro 25, 2005, 09:44:17 am »
Datos Generales  
Calibre: 40 mm; Sistema: largo retroceso; Alimentación: munición eslabonada; Dirección de alimentación: izquierda/derecha; Cadencia: 215 dpm; Modalidad de tiro; automática.
 
 Masas  
Arma: 34 kg. Trípode: 22 kg. Cuna: 11 kg (24) / 13 kg (32). Caja de munición: 12 kg (24) / 19 kg (32).  
 
 Dimensiones  
Longitud: 996 mm. Anchura: 350 mm. Altura: 250 mm. Longitud del cañón: 415 mm.  
 
 Datos Balísticos  
Velocidad inicial: 240 m/s. Alcance máximo: 2.200 m. Alcance eficaz: 1.500 m.  



Todo esto esta aquí: http://www.gdsbs.com/web/productos/prod ... ?idprod=15
Saludos
 

*

papatango

  • Investigador
  • *****
  • 5510
  • Recebeu: 9 vez(es)
  • +1154/-2
    • http://www.areamilitar.net
(sem assunto)
« Responder #3 em: Setembro 25, 2005, 12:27:22 pm »
fealcap, seja bem vindo.

No entanto, a questão levantada, não é sobre as caracteristicas técnicas do LAG-40, mas sim sobre o seu conceito de utilização (em que tipo de operação a arma se deve utilizar).

Ou seja, em termos tácticos, quais as vantagens da utilização do LAG-40, e quais as vantagens da utilização do LAG-40 como arma anti-tanque, dado na Ficha técnica da arma, se referir a possibilidade de utilização contra blindagens.

Cumprimentos
 

*

balburdio

  • Perito
  • **
  • 307
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #4 em: Outubro 10, 2005, 10:03:21 pm »
Citação de: "papatango"
fealcap, seja bem vindo.

No entanto, a questão levantada, não é sobre as caracteristicas técnicas do LAG-40, mas sim sobre o seu conceito de utilização (em que tipo de operação a arma se deve utilizar).

Ou seja, em termos tácticos, quais as vantagens da utilização do LAG-40, e quais as vantagens da utilização do LAG-40 como arma anti-tanque, dado na Ficha técnica da arma, se referir a possibilidade de utilização contra blindagens.

Cumprimentos


O facto de "poder ser utilizada contra blindagens" não é a mesma coisa que "ser anti-tanque", na realidade já não há muitos tanques com blindagens simples, muito menos de 50mm.
O LAG-40 é quando muito eficaz contra viaturas blindadas.
 

*

tsahal

  • Perito
  • **
  • 580
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +0/-0
LAG 40.
« Responder #5 em: Outubro 11, 2005, 10:07:36 pm »
Se o TC der um parecer positivo sobre o processo de aquisicao, algumas PANDUR 2 serao equipas com o LAG 40. Vamos ver se o MDN esclare-se finalmente a 3 vez o TC.
 

*

balburdio

  • Perito
  • **
  • 307
  • +0/-0
Re: LAG 40.
« Responder #6 em: Outubro 12, 2005, 02:48:19 am »
Citação de: "tsahal"
Se o TC der um parecer positivo sobre o processo de aquisicao, algumas PANDUR 2 serao equipas com o LAG 40. Vamos ver se o MDN esclare-se finalmente a 3 vez o TC.


O LAG-40 é um sistema ligeiro, não portátil, cuja grande virtude é conferir a unidades/veículos, demasiado ligeiros para poderem portar armamentos potentes, alguma capacidade acrescida.

Dito isto convém desde já demarcar este sistema de qualquer dos muitos que o Pandur II pode dispôr, uma vêz que, ao contrário das referidas unidades, o Pandur não tem problemas de portabilidade.

Armem-se 4x4 e viaturas ligeiras com o LAG40 mas basta pensar no canhão Mauser 30mm para nos ocorrer a ideia de que não se pode armar um Elefante com um palito.
 

*

tsahal

  • Perito
  • **
  • 580
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +0/-0
LAG 40.
« Responder #7 em: Outubro 12, 2005, 09:34:24 am »
Deduzo com a tua resposta, que sabes mais do que o proprio fabricante da PANDUR 2. Empresa que vende as viaturas e sabe, julgo eu, quais os sistemas e equipamentos que foram escolhidos pelo MDN.
 

*

fealcap

  • 132
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #8 em: Outubro 12, 2005, 11:30:21 am »
El uso del LAG-40SB-M1 depende de las municiones a usar por ejemplo en antipersonal se usan las granadas  HE (M-383 y M-384). Para doble propósito (antipersonal, antimaterial) se usan las perforantes HEDP M-430 las cuales pueden perforar un blindaje de 51 mm de acero blindado. Ósea ser al Pandur II, al BMR M1,al M-113, etc.... los vuelas por los aires. La munición de prácticas es la TP M-385 y M-918. También hay municiones no letales como gases lacrimógenos, de humo y pelotas de goma.


En cuanto al afuste para vehículos para el arma en Santa Bárbara Sistemas (General Dynamics) han diseñado un afuste nuevo más ergonómico que permite el combinar la M2 HB 0.50 Browning y al LAG-40SB-M1 sin ningún problema y así cambiar los antiguos que daban muchísimos problemas.

Un saludo
 

*

Luso

  • Investigador
  • *****
  • 7616
  • Recebeu: 562 vez(es)
  • Enviou: 190 vez(es)
  • +228/-359
(sem assunto)
« Responder #9 em: Outubro 12, 2005, 09:28:48 pm »
Qualquer granada cuja ogiva possua trajectória constante é passível de integrar uma carga oca que dirigirá um jacto de metal fundido (de diversas densidades, consoante o material de revestimento frontal dessa carga - as mais recentes utilizam aço cromo-molibdénio) formando um penetrador de blindagem.
A geometria da carga oca (sobretudo o diâmetro e parábola) explosivo e material do "penetrador" limitam a capacidade de penetração. Portanto, uma granada de 40mm terá "sempre" capacidade de penetração reduzida para vencer blindagens espessas convencionais.
Penetra uns BMP ou IFV convencionais certamente.
Mas qual é o preço por granada?
O principal objectivo será - certamente - bater área e não alvos blindados.
Ou será que as cintas alteram munições de diveros tipo?
E será qe isso faz algum sentido?
Creio que não.
Ai de ti Lusitânia, que dominarás em todas as nações...