C-295 M na FAP

  • 806 Respostas
  • 244796 Visualizações
*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 6761
  • Recebeu: 2984 vez(es)
  • Enviou: 1554 vez(es)
  • +1511/-109
Re: C-295 M na FAP
« Responder #720 em: Setembro 18, 2019, 07:37:01 pm »
Tenente, quando me referia a “estes custos” estava obviamente a referir-me a este contrato de manutenção em particular. Mas quando me referia ao custo exorbitante de programas de aquisição estrangeiros (como os da Austrália ou Canadá), estava a englobar tudo, que é o que eles fazem: consideram os custos de operação (incluindo pessoal), manutenção, MLUs, armamento, ao longo dos 30 anos de vida do equipamento.

foi por isso mesmo que eu retirei o meu post pois não fazia sentido.

Abraços
 

*

NVF

  • Investigador
  • *****
  • 3504
  • Recebeu: 1894 vez(es)
  • Enviou: 3625 vez(es)
  • +1533/-102
Re: C-295 M na FAP
« Responder #721 em: Setembro 18, 2019, 07:45:34 pm »
Estou no telefone e não vejo metade do que se passa. Além de que isto anda tudo de pernas para o ar e confuso graças ao Simões.  :mrgreen:

Mas vou deixar ficar este poste. Não para ti tenente, mas para os que acham que estas coisas de manutenção (e operação também) saem de borla e não têm importância. Não era o Sun Tzu que dizia que o que separa a ordem do caos é a logística?
Talent de ne rien faire
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Major Alvega, Claust

*

Claust

  • Membro
  • *
  • 45
  • Recebeu: 28 vez(es)
  • Enviou: 88 vez(es)
  • +5/-0
Re: C-295 M na FAP
« Responder #722 em: Setembro 18, 2019, 08:39:32 pm »
Quando eu referi EH101 versão 2.0 e me mostrei preocupado, não tem a haver com o custo da manutenção, é mais com o que foi alocado para tal responde as necessidades… por outras palavras se a airbus faz a manutenção pelo preço proposto…
 

*

asalves

  • Perito
  • **
  • 569
  • Recebeu: 206 vez(es)
  • Enviou: 71 vez(es)
  • +36/-9
Re: C-295 M na FAP
« Responder #723 em: Setembro 19, 2019, 09:36:08 am »
Quando eu referi EH101 versão 2.0 e me mostrei preocupado, não tem a haver com o custo da manutenção, é mais com o que foi alocado para tal responde as necessidades… por outras palavras se a airbus faz a manutenção pelo preço proposto…

O problema do EH101 nem era o contrato ser barato demais para as devidas manutenções.

Simplesmente não havia/há organização nem planeamento das manutenções ou antevisão das mesmas, basicamente mandava-se os helis para reparar quando se detetava uma falha, como não são muitos basta estar 4 ou 5 avariados para começar a sentir-se falta, e estamos a falar de reparações/revisões que não levam 1 dia como os nossos carros.
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Claust

*

Barlovento

  • Membro
  • *
  • 276
  • Recebeu: 113 vez(es)
  • Enviou: 59 vez(es)
  • +105/-14
Re: C-295 M na FAP
« Responder #724 em: Setembro 19, 2019, 11:27:43 am »
Hace pocos años, la Armada de mi país (Uruguai) compró en Alemania 6 helicópteros Bolkov. No era lo que se necesitaba, pues eran aparatos antitanques, pero el argumento era lo "baratos" que eran. El resultado es que hoy no vuela ninguno. Cuando llegó la primera gran revisión, se dieron cuenta que sólo se podía hacer en Alemania o España. ¿Fue una buena compra? ¿Fueron realmente baratos?
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Major Alvega, Lightning, Claust

*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 3210
  • Recebeu: 1963 vez(es)
  • Enviou: 1257 vez(es)
  • +1585/-175
Re: C-295 M na FAP
« Responder #725 em: Outubro 16, 2019, 05:34:48 pm »
Lá está mais uma vez a 502 a dizer "Presente!" c56x1

Citar
Força Aérea portuguesa em missão de vigilância no sul de Espanha
Objetivo é vigiar fronteiras marítimas para controlar fluxo de migrantes ilegais

2019-10-16 00:33   / BC

Uma aeronave da Força Aérea Portuguesa iniciou uma missão de vigilância das fronteiras marítimas do sul de Espanha, que vai decorrer até dezembro, anunciou hoje o Estado-Maior-General das Forças Armadas (EMGFA)."Uma aeronave C-295 e respetiva tripulação da Esquadra 502 (Elefantes), da Força Aérea Portuguesa, já iniciou mais um destacamento em apoio da Agência Europeia da Guarda de Fronteiras e Costeira (Frontex), para vigilância das fronteiras marítimas do sul de Espanha”, refere o EMGFA em comunicado.

O EMGFA adianta que a aeronave descolou da Base Aérea n.º 6, no Montijo, distrito de Setúbal, no domingo, sendo o destacamento constituído pela tripulação e equipa de terra, com um efetivo de 15 militares, que estão a operar a partir de Málaga. A missão vai decorrer até ao dia 12 de dezembro.“Em virtude do fluxo de migrantes ilegais com origem no norte de África, a agência Frontex, em conjunto com as autoridades espanholas, desenvolve esta operação conjunta, designada ‘Jo Indalo 2019’”, acrescenta o comunicado.

https://tvi24.iol.pt/internacional/migrantes/forca-aerea-portuguesa-em-missao-de-vigilancia-no-sul-de-espanha


P.S. A Esquadra 502 "Elefantes" possui uma grande tradição e historial, porém não é das mais mediáticas hoje em dia apesar de tudo. E se há louvor que se deva dar é aos militares desta Esquadra, quer os que operam em terra quer as tripulações de voo, porque como ainda hoje pude testemunhar mais uma vez é frequente de manhã a placa norte da BA6 ter 6 a 7 aeronaves (e uma ou outra dentro do hangar), e a meio da tarde só se encontrar apenas uma estacionada, pois de vigilância marítima a transporte, passando por treino com o Exército e SAR, ela faz de tudo um pouco. Peca por tardia a aquisição de pelo menos mais 3 aparelhos e a modernização de toda a frota para a versão Whiskey, digo eu.
Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

         "PER ASPERA AD ASTRA"
               (Por Caminhos Árduos, Até Às Estrelas)
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: tenente

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 6761
  • Recebeu: 2984 vez(es)
  • Enviou: 1554 vez(es)
  • +1511/-109
Re: C-295 M na FAP
« Responder #726 em: Outubro 16, 2019, 05:45:40 pm »
Lá está mais uma vez a 502 a dizer "Presente!" c56x1

Citar
Força Aérea portuguesa em missão de vigilância no sul de Espanha
Objetivo é vigiar fronteiras marítimas para controlar fluxo de migrantes ilegais

2019-10-16 00:33   / BC

Uma aeronave da Força Aérea Portuguesa iniciou uma missão de vigilância das fronteiras marítimas do sul de Espanha, que vai decorrer até dezembro, anunciou hoje o Estado-Maior-General das Forças Armadas (EMGFA)."Uma aeronave C-295 e respetiva tripulação da Esquadra 502 (Elefantes), da Força Aérea Portuguesa, já iniciou mais um destacamento em apoio da Agência Europeia da Guarda de Fronteiras e Costeira (Frontex), para vigilância das fronteiras marítimas do sul de Espanha”, refere o EMGFA em comunicado.

O EMGFA adianta que a aeronave descolou da Base Aérea n.º 6, no Montijo, distrito de Setúbal, no domingo, sendo o destacamento constituído pela tripulação e equipa de terra, com um efetivo de 15 militares, que estão a operar a partir de Málaga. A missão vai decorrer até ao dia 12 de dezembro.“Em virtude do fluxo de migrantes ilegais com origem no norte de África, a agência Frontex, em conjunto com as autoridades espanholas, desenvolve esta operação conjunta, designada ‘Jo Indalo 2019’”, acrescenta o comunicado.

https://tvi24.iol.pt/internacional/migrantes/forca-aerea-portuguesa-em-missao-de-vigilancia-no-sul-de-espanha


P.S. A Esquadra 502 "Elefantes" possui uma grande tradição e historial, porém não é das mais mediáticas hoje em dia apesar de tudo. E se há louvor que se deva dar é aos militares desta Esquadra, quer os que operam em terra quer as tripulações de voo, porque como ainda hoje pude testemunhar mais uma vez é frequente de manhã a placa norte da BA6 ter 6 a 7 aeronaves (e uma ou outra dentro do hangar), e a meio da tarde só se encontrar apenas uma estacionada, pois de vigilância marítima a transporte, passando por treino com o Exército e SAR, ela faz de tudo um pouco. Peca por tardia a aquisição de pelo menos mais 3 aparelhos e a modernização de toda a frota para a versão Whiskey, digo eu.

E dizes bem + 03 295W e juntamente com esses 03 Whiskies vinham 04 Atlas e aí sim ficavamos já com uma excelente frota transporte/patrulha com 24 aeronaves, P3 incluidos.
É por estas e outras situações em que os nossos Militares, desempenham excepcionalmente  bem as missões que lhes são atribuídas, que a tutela deveria pelo menos em sinal de respeito pelos seus, deles os Militares, esforços e dedicação, investir muito mais nos nossos sistemas de defesa/patrulha em tempo devido e não deixar que as missões sejam executadas com equipamentos/armamentos muitas vezes a roçar a obsolescência ou mesmo já obsoletos !
Se o nosso armamento/equipamento estivesse ao nível da qualidade dos nossos Militares, nem sei o que os nossos Rapazes e Raparigas eram capazes de executar, se com o que têm fazem o que fazem !!!


Abraços
« Última modificação: Outubro 17, 2019, 08:41:50 am por tenente »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Charlie Jaguar, Cabeça de Martelo

*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 3210
  • Recebeu: 1963 vez(es)
  • Enviou: 1257 vez(es)
  • +1585/-175
Re: C-295 M na FAP
« Responder #727 em: Outubro 17, 2019, 12:44:18 pm »
E cá estão eles em Málaga onde permanecerão até 12 de Dezembro no âmbito da Frontex.

Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

         "PER ASPERA AD ASTRA"
               (Por Caminhos Árduos, Até Às Estrelas)
 

*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 3210
  • Recebeu: 1963 vez(es)
  • Enviou: 1257 vez(es)
  • +1585/-175
Re: C-295 M na FAP
« Responder #728 em: Janeiro 04, 2020, 12:38:58 pm »
A República Checa vai encomendar 2 C-295W para juntar aos 4 C-295M que já possui, e modernizar estes últimos para a versão Whiskey dos novos aparelhos.

E por cá, quando tal acontecerá, quando a frota tiver 30 anos de serviço em 2039? ::)

https://www.flightglobal.com/defence/dublin-prague-bolster-airbus-c295-backlog/135800.article
Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

         "PER ASPERA AD ASTRA"
               (Por Caminhos Árduos, Até Às Estrelas)
 

*

oi661114

  • Membro
  • *
  • 257
  • Recebeu: 44 vez(es)
  • Enviou: 243 vez(es)
  • +19/-233
Re: C-295 M na FAP
« Responder #729 em: Janeiro 04, 2020, 08:41:56 pm »
A República Checa vai encomendar 2 C-295W para juntar aos 4 C-295M que já possui, e modernizar estes últimos para a versão Whiskey dos novos aparelhos.

E por cá, quando tal acontecerá, quando a frota tiver 30 anos de serviço em 2039? ::)

https://www.flightglobal.com/defence/dublin-prague-bolster-airbus-c295-backlog/135800.article

Espero bem que não modernizem, senão temos outros Lynx e neste caso são bastantes mais unidades!
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 3396
  • Recebeu: 768 vez(es)
  • Enviou: 175 vez(es)
  • +158/-70
Re: C-295 M na FAP
« Responder #730 em: Janeiro 04, 2020, 09:42:34 pm »
Convém que eventualmente sejam modernizados, mas não creio que fosse uma prioridade na FAP sequer, quanto mais de entre os 3 ramos. Mas quando tiver resolvida a questão dos hélis de "evacuação", substituição dos Alpha Jet, substituição dos F-16 em andamento, modernização dos P-3, aí sim deverá ser criada margem para um MLU aos 295.
 

*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 3210
  • Recebeu: 1963 vez(es)
  • Enviou: 1257 vez(es)
  • +1585/-175
Re: C-295 M na FAP
« Responder #731 em: Janeiro 16, 2020, 11:49:36 am »
Convém que eventualmente sejam modernizados, mas não creio que fosse uma prioridade na FAP sequer, quanto mais de entre os 3 ramos. Mas quando tiver resolvida a questão dos hélis de "evacuação", substituição dos Alpha Jet, substituição dos F-16 em andamento, modernização dos P-3, aí sim deverá ser criada margem para um MLU aos 295.

O problema é que a LPM apenas fala no gasto de 158M€ até 2030 para a manutenção da frota C-295M, por isso se formos estar à espera da modernização dos aparelhos até lá será melhor esperarmos sentados.  ::)
« Última modificação: Janeiro 16, 2020, 11:51:30 am por Charlie Jaguar »
Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

         "PER ASPERA AD ASTRA"
               (Por Caminhos Árduos, Até Às Estrelas)
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 3396
  • Recebeu: 768 vez(es)
  • Enviou: 175 vez(es)
  • +158/-70
Re: C-295 M na FAP
« Responder #732 em: Janeiro 16, 2020, 01:36:01 pm »
O problema é que a LPM apenas fala no gasto de 158M€ até 2030 para a manutenção da frota C-295M, por isso se formos estar à espera da modernização dos aparelhos até lá será melhor esperarmos sentados.  ::)

A LPM é uma autêntica salganhada, desde valores inconclusivos, do género "200 milhões para coisas que voam", e está tudo a ser empurrado para o último quadriénio da década. Além disso, teremos uma década de 30 em cheio, com novas fragatas (supostamente), F-35 (supostamente), MLU dos Tridente (supostamente/espectável), MLU dos Merlin (espectável), fora os programas do exército e claro está, os programas planeados para esta década que não se realizem.
Mas diria que a haver modernização dos 295 será, muito provavelmente, após 2030.
 

*

Luso

  • Investigador
  • *****
  • 7617
  • Recebeu: 562 vez(es)
  • Enviou: 191 vez(es)
  • +228/-365
Re: C-295 M na FAP
« Responder #733 em: Janeiro 16, 2020, 03:36:45 pm »
O problema é que a LPM apenas fala no gasto de 158M€ até 2030 para a manutenção da frota C-295M, por isso se formos estar à espera da modernização dos aparelhos até lá será melhor esperarmos sentados.  ::)

A LPM é uma autêntica salganhada, desde valores inconclusivos, do género "200 milhões para coisas que voam", e está tudo a ser empurrado para o último quadriénio da década. Além disso, teremos uma década de 30 em cheio, com novas fragatas (supostamente), F-35 (supostamente), MLU dos Tridente (supostamente/espectável), MLU dos Merlin (espectável), fora os programas do exército e claro está, os programas planeados para esta década que não se realizem.
Mas diria que a haver modernização dos 295 será, muito provavelmente, após 2030.

O que vale é que já existem relógios para contar o tempo que passa até 2030!
- Riam-se, carago!
Ai de ti Lusitânia, que dominarás em todas as nações...
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 6761
  • Recebeu: 2984 vez(es)
  • Enviou: 1554 vez(es)
  • +1511/-109
Re: C-295 M na FAP
« Responder #734 em: Janeiro 16, 2020, 03:44:44 pm »
Convém que eventualmente sejam modernizados, mas não creio que fosse uma prioridade na FAP sequer, quanto mais de entre os 3 ramos. Mas quando tiver resolvida a questão dos hélis de "evacuação", substituição dos Alpha Jet, substituição dos F-16 em andamento, modernização dos P-3, aí sim deverá ser criada margem para um MLU aos 295.

O problema é que a LPM apenas fala no gasto de 158M€ até 2030 para a manutenção da frota C-295M, por isso se formos estar à espera da modernização dos aparelhos até lá será melhor esperarmos sentados.  ::)

Sim porque 15,8 milhões/ano representa pouco mais que um milhão/acft/ano por isso os mlu's/upgrades não estão contemplados !
mais do mesmo quando tiverem 30/35 anos começamos a pensar em modernizações.

Abraços