Tempestade Lusitana

  • 65 Respostas
  • 30291 Visualizações
*

Miguel

  • Investigador
  • *****
  • 2439
  • Recebeu: 25 vez(es)
  • Enviou: 6 vez(es)
  • +13/-16
(sem assunto)
« Responder #45 em: Janeiro 15, 2006, 01:01:59 pm »
8) Somos conheçidos em Espanha :lol:

http://www.militar.org.ua/phpBB2/viewto ... &start=100
 

*

Luis Manuel

  • 9
  • +0/-0
ahahahah
« Responder #46 em: Agosto 23, 2009, 10:46:51 pm »
Eu sei que já estamos em 2009 e este assunto foi colocado em 2002 mas achei tanta piada o argumento que só agora consegui parar de rir ...lol.
Agora a sério , Miguel , só um maluco em Portugal pensava em invadir Espanha, então nos moldes em que colocas era o suicidio complecto.

Espanha não é nenhum gigante e pode ser vencido , quanto a mim , até com alguma facilidade mas acima de tudo com inteligencia . No cenário que tu colocas muita coisa tinha de correr mal politicamente e isso já tinha feito com que ambos os paises encerrassem fronteiras e aumentassem a prontidão militar , por isso enviar as nossas fracas e menores forças seria um perfeito disparate .Talvês se falasses em algumas acções de guerrilha para destabilizar e minar centros estratégicos em Espanha fosse possivel mas eles poderiam ripostar do mesmo modo.

De qq modo , nem Portugal pode invadir Espanha ( e somos aliados e vizinhos , nem nisso deveriamos pensar) , nem Espanha poderá invadir Portugal , já o tentou e de todas as x Espanha ficou á beira do abismo.

Militarmente e politicamente falando , para vencer Espanha , teriamos de jogar no nosso território , eles conseguiriam de certeza entrar , agora sair seria o pior pesadelo deles , no entanto isso acartaria pesadas baixas para o nosso povo, a população civil seria imensamente sacrificada. Era isso que era á bem pouco tempo (20 anos ) ensinado no COIR aos quadros do Exercito (curso de operações irregulares em Lamego) .Espanha nunca resistiu a uma guerra de guerrilha , nós , ao resistirmos e infligirmos baixas ao exercito invasor , estariamos a baixar de forma avassaladora a moral deles , claro que do nosso lado teriamos imensos mortos mas estamos a lutar pela nossa vida enquanto eles não . Por outro lado , Espanha está de momento muito dividida politicamente , com várias regiões a quererem a independencia do governo central , a fraqueza militar que Espanha poderia ter ao invadir Portugal poderia proporcionar o desmembramento do actual estado Espanhol pois CASTELA teria de combater em vários cenários com o seu exercito a separar-se e isso seria certamente aproveitado pela Catalunha , Pais Basco , Galiza , etc ...e isso seria um trabalho para os nossos serviços secretos e politicos tb. (eles que trabalhem um pouco já que nada fazem , não é ? lol).Neste aspecto até admito que estaremos melhor que Espanha pois por cá não existem divisões (embora existam alguns traidores mas facilmente "afastados" em caso de necessidade) mas em Espanha existem.
Em 74/75 , após a nossa revolução , passou pela cabeça de um punhado de militares da elite espanhola a invasão do nosso Pais , isto está documentado em várias biografias , tanto de diplomatas Espanhois como de politicos norte-americanos e do nosso embaixador na ONU (penso eu ter visto uma ref. sobre o assunto) , usando a implantação do comunismo na rectaguarda da Europa a NATO aceitaria esta acção , Franco , o ditador Espanhol , recusou a ideia por várias razões , 1º pq lhe deram a certeza que o comunismo não venceria aqui , depois e pelo que se conta , Franco tinha o receio ,não de entrar pelo nosso Pais dentro mas sim o de as suas tropas terem de enfrentar uma população que tinha mais de 1 milhão de homens com experiencia de combate recente em Africa .Nesse tempo isso seria uma bomba para Espanha pois por mais bem equipados que fossem , a experiencia , a reacção ao som dos disparos , dos rebentamentos , o saber como criar explosivos improvisados , como derrubar um Carrro blindado ,etc, poderia dar-nos uma grande vantagem , ao mesmo tempo e perante uma derrota colocaria em risco o regime em Espanha , o que lhe custou muito a conseguir e que já não conseguiria refazer pois já não teria o apoio de Hitler (claro).
Hoje , penso que esse cenário seria muito improvável , não que em Espanha (Castela) , não existam vontades iberistas ainda , mesmo em Portugal ainda existem uns poucos que , olhando só para os seus interesses , gostariam que isso acontecesse (Ricardo Espirito Santo ainda o defendeu á uns meses) ,mas as condições históricas , politicas , económicas e comerciais não possibilitariam Espanha ( e muito menos Portugal) manterem uma agressão a um Pais dito amigo e aliado , neste caso seria útil lembrar-mo-nos da Jugoslávia e do martirio que foi o seu desmembramento.Por último temos de notar que não podemos confundir uma elite Espanhola (principalmente Castelhana ) com o povo Espanhol , eles , tal como nós , só querem viver em paz e com qualidade (pelo menos os que conheço).
 

*

VICTOR4810

  • Perito
  • **
  • 372
  • +0/-1
RESULTADO PROBABLE DE UN ATAQUE PORTUGUÉS.
« Responder #47 em: Agosto 24, 2009, 07:58:09 am »
Sorpresivamente invaden Olivenza, destruyen unos cuantos aviones en tierra (en vuelo es mas ciomplicado debido a la superioridad tecnica de los aparatos) y causan un número indeterminado de víctimas (civiles y militares).
    El aeropuerto de portela es borrado del mapa por diversas oleadas de aviones españoles (destruyendo en tierra incluso la flota aérea civil).
   Un portaviones español con una escolta de fragatas y submarinos bloquea la costa portuguesa con esporádicos ataques a las escasas bases y cuarteles militares sitas en la costa.
    Las islas Madeira, son hostigadas desde Canarias (desde las bases aéreas de Gando y Tenerife).
    Interviene la OTAN, la ONU y la CEE, se fuerzan negociaciones de paz y se llega a un compromiso, la potencia agresora (en este caso Portugal), debe hacer frente a las reparaciones de guerra (con pecunio o con territorio), las fronteras se rearman, se supenden las relaciones diplomáticas (de esas se encargan otros paises amigos), las relaciones comerciales, turísticas etc. desaparecen.
    ¿Esa es la idea de MIguel?
¿Con estas gilipolleces sueña?
   DE PENA.¡¡¡¡
1.492, DESCUBRIMOS EL PARAISO.
"SIN MAS ENEMIGOS QUE LOS DE MI PÁTRIA"
 

*

VICTOR4810

  • Perito
  • **
  • 372
  • +0/-1
LA HIPÓTESIS DESEADA....
« Responder #48 em: Agosto 24, 2009, 08:45:07 am »
Las relaciones económicas, políticas, sociales y de todo tipo entre Portugal y España se incrementan exponencialmente, los intercambios culturales, y sociales son cada vez mas ámplios.
   La economía lusa e hispana se complementan, los dos paises (con apoyos puntuales de Grecia e Italia), hacen frente común en la CEE en la defensa de las peculiaridades de ámbos países (totalmente distintas a las de los centro y norte europeos).
   Los viejos recelos van desapareciendo, como ya son un mal recuerdo los pasados agravios.
   Al guerreiro Miguel no le hacen caso ni en su casa, en cambio Miguel Guerreiro (el niño cantor privilegiado), sigue deleitando a portugueses y españoles con sus versiones de "Cheira Lisboa" y "Lisboa Menina y Moça".
   Yo como cada año, una quincena en Lisboa y Estoril.¡¡
1.492, DESCUBRIMOS EL PARAISO.
"SIN MAS ENEMIGOS QUE LOS DE MI PÁTRIA"
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 7814
  • Recebeu: 384 vez(es)
  • Enviou: 673 vez(es)
  • +251/-235
(sem assunto)
« Responder #49 em: Agosto 24, 2009, 10:52:38 am »
epa , já tinha saudades da Tempestade Lusitana!!!!!  :lol:

obrigado aos coveiros!
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

Miguel

  • Investigador
  • *****
  • 2439
  • Recebeu: 25 vez(es)
  • Enviou: 6 vez(es)
  • +13/-16
Re: RESULTADO PROBABLE DE UN ATAQUE PORTUGUÉS.
« Responder #50 em: Agosto 27, 2009, 10:14:58 pm »
Citação de: "VICTOR4810"
Sorpresivamente invaden Olivenza, destruyen unos cuantos aviones en tierra (en vuelo es mas ciomplicado debido a la superioridad tecnica de los aparatos) y causan un número indeterminado de víctimas (civiles y militares).
    El aeropuerto de portela es borrado del mapa por diversas oleadas de aviones españoles (destruyendo en tierra incluso la flota aérea civil).
   Un portaviones español con una escolta de fragatas y submarinos bloquea la costa portuguesa con esporádicos ataques a las escasas bases y cuarteles militares sitas en la costa.
    Las islas Madeira, son hostigadas desde Canarias (desde las bases aéreas de Gando y Tenerife).
    Interviene la OTAN, la ONU y la CEE, se fuerzan negociaciones de paz y se llega a un compromiso, la potencia agresora (en este caso Portugal), debe hacer frente a las reparaciones de guerra (con pecunio o con territorio), las fronteras se rearman, se supenden las relaciones diplomáticas (de esas se encargan otros paises amigos), las relaciones comerciales, turísticas etc. desaparecen.
    ¿Esa es la idea de MIguel?
¿Con estas gilipolleces sueña?
   DE PENA.¡¡¡¡

A Espanha deixou de existir, Espanha esta a beira do colapso, basta deambular pela espanha para ver o racismo entre espanhois.

As forças armadas espanholas sao um refugio contra o desemprego para milhares de espanhois e "SUDACAS" como dizam em espanha.

A Espanha ate retirou as suas forças do Kosovo apesar da paz, para nao dar ideias a alguns :wink:
 

*

VICTOR4810

  • Perito
  • **
  • 372
  • +0/-1
QUITESE LAS GAFAS DE MADERA...
« Responder #51 em: Agosto 27, 2009, 11:09:45 pm »
Y lo verá todo mucho mas claro, queda España para rato y no me parece ni justo ni veraz su opinión sobre las Fuerzas Armadas Españolas, no son un refugio contra el paro, es un ejército profesional, cada vez mas moderno y mas dotado.
    Racismo hay en España, en Portugal y en las Quimbambas, su expresión de "SUDACAS" lo dice todo.
    Lamento que no le haya gustado la retirada de las Fuerzas Armadas Españolas en Kosovo, pero no se puede decir una cosa en Kosovo y la contrária en Georgia, cuando no se está de acuerdo, pues no se está y en consecuencia se va uno y queda la mar de bien, por lo menos se ha sido consecuente con lo mantenido desde el principio.
    Pero en fin, a su pesar y aunque no le guste hay España para rato.¡¡¡¡
    Asi que a resignarse caballero.¡¡¡¡¡
1.492, DESCUBRIMOS EL PARAISO.
"SIN MAS ENEMIGOS QUE LOS DE MI PÁTRIA"
 

*

Templário

  • 127
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #52 em: Agosto 31, 2009, 01:14:28 pm »
Hoje em dia, na nova ordem mundial, já não se espoliam territórios a potências teoricamente derrotadas(mesmo invasoras), por regra. Assim foi no Iraque na 1ª guerra do Golfo. Faz-se controlo militar em zonas de exclusão, não mais. E se tivesse sido dividido, sería entre as nacionalidades e/ou comunidades que o compôem nos 2ºs casos adiante : Curdos, Shiitas, Sunitas etc., e não por potências externas.

Nesse campo, se houver futuras anexações, a justiça histórica aponta para ser Espanha a entregar território a Portugal, por todas as razões:

Aparte o Conselho de Miranda do Douro, com uma lingua próxima á astur-leonesa pelo seu histórico isolamento, mas que na verdade Leon nenhuma legitimidade tem sobre o mesmo - desde quase 200 anos antes da independência de Portugal, o território fez parte do Condado Portucalense, é dentro de Espanha que há populações etno-línguisticamente próximas á indentidade Portuguesa mas não há o contrário, espanholas em Portugal.
É desde a Galiza a algumas regiões fronteiriças da "fala", até a um triângulo espanhol artificialmente dentro do rectângulo natural Português, muito mais do que Olivença, geograficamente falando: Valença de Alcantara e de Albuquerque(que foi português num período  arcaico da reconquista e séculos depois nas guerras de Restauração(ocupado durante alguns anos). Obviamente que são territórios do estado espanhol. Só sobre Olivença e limitrofes(e Juromenha) tem Portugal legitimidade e soberania pelo direito Internacional - e onde ainda tem alguns descendentes de nacionais, apesar do genocidio cultural passado, felizmente um pouco orrigido pela abertura do governo moderno da Extremadura.
A Justiça e a etnografia estão a favor de Portugal. Não há Espanha em Portugal, mas há Portugal em Espanha. Portanto é bom piar fino nesse campo.

Após as ultimas 5 e especialmente as ultimas 2 invasões derrotadas, em Ameixial e Montes Claros(1665), apesar do desgaste português; - de invasor, Espanha passa á situação de humilhação e fragilidade militar a todos os niveis(e já vinha de trás de guerras anteriores na Europa e Ibéria já termidadas por 1652) Portugal também, em muitas frentes na África, Brasil e Ásia, contra diversos inimigos, Holandeses, Omanitas, Turcos etc. - seja como for, o Conde de Castelo Melhor terá visto uma oportunidade de superioridade militar virada 180 graus para Portugal naquelas vitórias, para materializá-la na anexação da Galiza. Mudanças da Corte e no Governo evitaram isso. Aliás, após D. Afonso VI, os novos homens fortes da Corte consideravam o objectivo da guerra alcançado- para além do desgaste e sobretudo perdas Humanas que havia provocado para ambos os lados - e porque consideravam a  violação de fronteiras da coroa espanhola, assim como das suas próprias por Espanha, uma ilegitimidade; e apesar do acto de traição do Governador Português de Ceuta anteriormente.

Agradeçam á generosidade e principios Portugueses ainda terem a Galiza num dos vossos mais frágeis momentos. Mais: se Portugal se tivesse comportado como o Governo de Godoy mais tarde(que até tinha uma costela lusa ironicamente) ou a sua Espanha em Fontainebleau, onde o governo espanhol se uniu a França para retalhar o país, coitada da Espanha. E já tinha ensaiado uma invasão de Portugal antes, em 1762, por ordem da França ainda do Ancien Regime. Enfim, tristezas e ressentimentos não pagam dividas - temos que perdoar - vice versa, quando fomos nós portugueses a errar contra Espanha, embora o saldo da justiça seja mais a nosso favor nesse campo: penso que fomos mais vezes postos em causa como nação soberana(e até em traições) do que pusemos a Espanha.

Não sou perito militar, portanto corrigam-me, se errar; mas penso que a coisa mais estúpida que se pode fazer é gastar na manutenção de um só porta-aviões. Ou se tem uma frota de mais de 3 ou 4, unida ou separada e coordenada ou não se tem nenhum. É verdade que Couraçados e mesmo fragatas também não gastam pouco, e não têm de longe, a mesma capacidade estratégica qie os porta-aviões possuem. E os equipamentos modernos serão resistentes; mas também a capacidade de destruição é maior. O Yorktown, da primeira geração, sobreviveu a um Inferno, já não pôde resistir ao segundo.

Portugal domina o Atlântico norte em Arquipélagos que o constituem. Já António Oliveira Salazar chegou a pensar nos Açores como eventual capital de um governo luso refugiado, comandando a resistência no continente, na eventualidade de nazis e franquistas seus eventuais ex-aliados a isso obrigarem Portugal. Para já, nós portugueses não precisamos nem temos possibilidades para termos carriers, mas quem sabe um dia. Três ou mais Porta-aviões lusitanos, quem sabe?!

Bem, talvez a Espanha o tenha num contexto de articulação militar e até para salvaguardar Ceuta, Melilla e as Canárias, entre interesses seus no Mediterrâneo - e acções na nato como é óbvio, mas precisa de uma grande frota que o proteja, submarina e á superficie. Mas não deixa de ser um só - e com os perigos que isso acarreta. Enfim, desde Alexandre o Grande, passando por Aníbal Barca(a frase tería sido dele) a Robert de Bruce, Henrique V e Nuno Álvares Pereira que se sabe que na maior força do adversário está por vezes a sua maior fraqueza.
Obviamente que desejo longa e feliz vida ás suas tripulações, e que nunca haja guerras entre nós. Guerra que sería absurda.

Finalmente: a capacidade e meios militares espanhois são maiores - mas se o contexto da Nato e UE em que vivemos não existisse - e se Portugal tomasse uma atitude cinica, fria, e até traiçoeira(em defesa ou ataque) contra a qual sou contra, porque defendo os Ibéricos e a Europa, a mesma atitude traiçoeira que alguns governos Espanhois tomaram no passado, Portugal jogaría com mais factores que não só anulariam a desvantagem em meios militares como colocaríam a Espanha em maus lençois: frente concertada com Marrocos a sul e prévia organização de guerrilhas nacionalistas em Espanha, de maior peso talvez do que se julga, colocando uma frente a oeste, outra a sul e várias internas em Espanha. Espanha é um tigre de papel.
Obviamente que isto é teoría e eu destesto tal idea e sou contra ela.
Defendo apenas Portugal em caso de se atacado. E oxalá estejamos juntos em defesas conjuntas futuras. Mas é tempo de Espanha honrar compromissos do passado.

Não sou nada anti-espanhol, muito pelo contrário: quem me dera que a palavra Iberismo podesse ser usada saudavelmente, como culturas próximas e colaborantes e políticas externas de interesse comum, sem se colocar em causa as soberanias ibéricas e sem a carga anexionista ou ainda que só federalista que desde o século XIX possui. Como tem essa carga, evito-a nesse contexto. Mas gosto da Ibéria e do meu Portugal sempre soberano claro.
Ensinam estas Quinas que aqui vês,
Que o mar com fim será grego e romano:
O mar sem fim é português
E a Cruz ao alto diz que o que me há na alma
E faz a febre em mim de navegar
Só encontrará de Deus na eterna calma
O porto sempre por achar.
 

*

VICTOR4810

  • Perito
  • **
  • 372
  • +0/-1
EN 1.975
« Responder #53 em: Setembro 09, 2009, 09:29:46 pm »
Fue quemada la Embajada de España en Lisboa, como protesta por el fusilamiento de unos terroristas del FRAP.
    En el incendio se perdieron muebles antíguios cuadros de gran valor y documentos de relativa importancia.
    El asalto y quema de una embajada es en todo país civilizado un baldón y para el país agredido una declaración de guerra.
    ¿Tomó España represalias?, ¿Franco atacó o invadió Portugal?.
    NO.
    De hecho se trató por parte del régimen de evitar a toda costa un conflicto con Portugal, país al que a pesar de lo que digan interesadamente algunos Franco apreciaba.¡¡¡
    No todo siempre ha de ser malo y no hay mal que por bien no venga.¡¡¡¡
1.492, DESCUBRIMOS EL PARAISO.
"SIN MAS ENEMIGOS QUE LOS DE MI PÁTRIA"
 

*

cromwell

  • Especialista
  • ****
  • 1105
  • +1/-0
Re: EN 1.975
« Responder #54 em: Setembro 10, 2009, 09:08:11 pm »
Citação de: "VICTOR4810"
Fue quemada la Embajada de España en Lisboa, como protesta por el fusilamiento de unos terroristas del FRAP.
    En el incendio se perdieron muebles antíguios cuadros de gran valor y documentos de relativa importancia.
    El asalto y quema de una embajada es en todo país civilizado un baldón y para el país agredido una declaración de guerra.
    ¿Tomó España represalias?, ¿Franco atacó o invadió Portugal?.
    NO.
    De hecho se trató por parte del régimen de evitar a toda costa un conflicto con Portugal, país al que a pesar de lo que digan interesadamente algunos Franco apreciaba.¡¡¡
    No todo siempre ha de ser malo y no hay mal que por bien no venga.¡¡¡¡


Devia era ter cuidado com a língua, porque demos a vocês um palácio, que é uma elegância, para usa-lo como embaixada e em Madrid a embaixada de Portugal, é uma pobreza.
"A Patria não caiu, a Pátria não cairá!"- Cromwell, membro do ForumDefesa
 

*

VICTOR4810

  • Perito
  • **
  • 372
  • +0/-1
ESA ES VUESTRA IDEA DE LA LIBERTAD Y DE LA DEMOCRACIA.?¡¡¡
« Responder #55 em: Setembro 10, 2009, 09:15:48 pm »
Vale entonces, como la Embajada del Reino de España está en el Palacio Palhava y es mejor edificio que el que ocupa la embajada de Portugal en Madrid, pues si lo atacamos y lo quemamos ¿como van aa protestar los castelhanos?.
    Eso es de un simplismo aterrador.¡¡¡
    Pero en fin, considero que sería peligroso volver a tentar a la suerte por muy palacio que sea uno y por menor prestancia que tenga el otro edificio.¡¡¡
1.492, DESCUBRIMOS EL PARAISO.
"SIN MAS ENEMIGOS QUE LOS DE MI PÁTRIA"
 

*

cromwell

  • Especialista
  • ****
  • 1105
  • +1/-0
Re: ESA ES VUESTRA IDEA DE LA LIBERTAD Y DE LA DEMOCRACIA.?¡
« Responder #56 em: Setembro 11, 2009, 07:40:33 pm »
Citação de: "VICTOR4810"
Vale entonces, como la Embajada del Reino de España está en el Palacio Palhava y es mejor edificio que el que ocupa la embajada de Portugal en Madrid, pues si lo atacamos y lo quemamos ¿como van aa protestar los castelhanos?.
    Eso es de un simplismo aterrador.¡¡¡
    Pero en fin, considero que sería peligroso volver a tentar a la suerte por muy palacio que sea uno y por menor prestancia que tenga el otro edificio.¡¡¡

Citar
Re: ESA ES VUESTRA IDEA DE LA LIBERTAD Y DE LA DEMOCRACIA.?¡¡¡


Democrácia é o que não existe no seu país, pelo menos para os bascos, catalães e galegos, que não podem expressar a sua própria língua, que foram massacradas ao longo de estes séculos pelo Imperialismo Castelhano.

Massacres semelhantes que fazem aos pobres touros.

Quando o touro morre, o público sedento de sangue bate palmas:

http://www.youtube.com/watch?v=r53W1uBL6B8
"A Patria não caiu, a Pátria não cairá!"- Cromwell, membro do ForumDefesa
 

*

VICTOR4810

  • Perito
  • **
  • 372
  • +0/-1
Y DOS HUEVOS DUROS.....
« Responder #57 em: Setembro 12, 2009, 08:46:06 pm »
Como decía Marx (el cómico), en su famoso camarote, los catalanes, gallegos, vascos y araneses (además de los pasiegos, los que falan bable leones, etc.), pueden expresarse en su lengua, tienen a su alcance libros, periódicos, estaciones de televisión y de radio en esos idiomas y además las clases se imparten en esos idiomas (en gallego en Galicia, en catalán en Cataluña y en euskera en Euskalherría), demuestra tener muy poca idea de la realidad lingüistica de este pais.
   A mi, como catalán nunca me han prohibido hablarlo y me expreso en las dos lenguas castellano y catalán.
   Respecto a ser masacradas desde seculos (YA NO QUEDARÍA NADIE, ¿NO LE PARECE?).
    En lo que hace a los toros, en eso le doy la razón, me gusta mas el rejoneo (o toreo a la portuguesa) y los forçados.¡¡¡
     Hay tanta democracia en España como en Portugal, no se crea ni tan diferente ni tan demócrata, no se confunda caballero.¡¡¡
     Bona nit, Boas noites.¡¡
1.492, DESCUBRIMOS EL PARAISO.
"SIN MAS ENEMIGOS QUE LOS DE MI PÁTRIA"
 

*

cromwell

  • Especialista
  • ****
  • 1105
  • +1/-0
Re: Y DOS HUEVOS DUROS.....
« Responder #58 em: Setembro 12, 2009, 11:22:30 pm »
Citação de: "VICTOR4810"
Como decía Marx (el cómico), en su famoso camarote, los catalanes, gallegos, vascos y araneses (además de los pasiegos, los que falan bable leones, etc.), pueden expresarse en su lengua, tienen a su alcance libros, periódicos, estaciones de televisión y de radio en esos idiomas y además las clases se imparten en esos idiomas (en gallego en Galicia, en catalán en Cataluña y en euskera en Euskalherría), demuestra tener muy poca idea de la realidad lingüistica de este pais.
   A mi, como catalán nunca me han prohibido hablarlo y me expreso en las dos lenguas castellano y catalán.
   Respecto a ser masacradas desde seculos (YA NO QUEDARÍA NADIE, ¿NO LE PARECE?).   En lo que hace a los toros, en eso le doy la razón, me gusta mas el rejoneo (o toreo a la portuguesa) y los forçados.¡¡¡     Hay tanta democracia en España como en Portugal, no se crea ni tan diferente ni tan demócrata, no se confunda caballero.¡¡¡
     Bona nit, Boas noites.¡¡


Estou a falar do massacre da cultura, não das pessoas.

E quanto à tourada: está a dizer a verdade ou é só ironia?
"A Patria não caiu, a Pátria não cairá!"- Cromwell, membro do ForumDefesa
 

*

TOMSK

  • Investigador
  • *****
  • 1469
  • Recebeu: 3 vez(es)
  • Enviou: 1 vez(es)
  • +1/-0
Re: Y DOS HUEVOS DUROS.....
« Responder #59 em: Setembro 13, 2009, 12:43:24 am »
Citação de: "cromwell"
Citação de: "VICTOR4810"
En lo que hace a los toros, en eso le doy la razón, me gusta mas el rejoneo (o toreo a la portuguesa) y los forçados.¡¡¡

E quanto à tourada: está a dizer a verdade ou é só ironia?


Para mim é verdade. Pelo menos a tourada "à antiga portuguesa" é um espectáculo que até gosto de ver pelo simbolismo que acarreta e pela primazia dada à arte equestre.

Por exemplo, aqui o Merlin, o cavalo Lusitano de Pablo Hermozo de Mendonza dá um espectáculo de pericía impressionante:

 http://www.youtube.com/watch?v=hZasyaH0X4c
 

 

Operação "Jusitiça Lusitana"

Iniciado por dremanu

Respostas: 8
Visualizações: 5408
Última mensagem Abril 11, 2006, 05:24:27 pm
por pedro
Tempestade na Pérsia 'Achmadinejad versus o ocidente'

Iniciado por papatango

Respostas: 49
Visualizações: 20436
Última mensagem Setembro 06, 2019, 07:40:26 pm
por FoxTroop
Tempestade Dom Sebastião

Iniciado por Miguel

Respostas: 33
Visualizações: 18818
Última mensagem Agosto 24, 2009, 12:03:48 am
por Luis Manuel
Tempestade Laranja

Iniciado por Miguel

Respostas: 121
Visualizações: 38221
Última mensagem Agosto 23, 2009, 11:18:19 pm
por Luis Manuel