Coronavirus

  • 2109 Respostas
  • 64522 Visualizações
*

FoxTroop

  • Investigador
  • *****
  • 1599
  • Recebeu: 427 vez(es)
  • Enviou: 310 vez(es)
  • +200/-844
Re: Coronavirus
« Responder #1845 em: Janeiro 22, 2021, 03:31:36 pm »
É uma coisa que realmente tem passado ao lado e seria bom existirem estatísticas publicas sobre isso em Portugal. A acreditar nos números de outros países, cerca de 60% dos infectados, mesmo que ligeiros, ficam com algum tipo de sequela. De memória, lembro um artigo que li sobre estudos na China em que a contagem de espermatozoides estava anormalmente baixa nos recuperados, mesmo após 6 meses depois de recuperados. Problemas persistentes a nível pulmonar parece ser mato. Só quando isto passar é que iremos ter um retrato completo da coisa mas a atender aos números, está a caminho uma hecatombe de saude publica em termos de malta com problemas crónicos derivados da doença e isso é tão ou mais grave que os mortos que isto está a causar.
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Cabeça de Martelo, Viajante

*

Viajante

  • Investigador
  • *****
  • 2209
  • Recebeu: 954 vez(es)
  • Enviou: 421 vez(es)
  • +952/-49
Re: Coronavirus
« Responder #1846 em: Janeiro 22, 2021, 04:12:08 pm »
É uma coisa que realmente tem passado ao lado e seria bom existirem estatísticas publicas sobre isso em Portugal. A acreditar nos números de outros países, cerca de 60% dos infectados, mesmo que ligeiros, ficam com algum tipo de sequela. De memória, lembro um artigo que li sobre estudos na China em que a contagem de espermatozoides estava anormalmente baixa nos recuperados, mesmo após 6 meses depois de recuperados. Problemas persistentes a nível pulmonar parece ser mato. Só quando isto passar é que iremos ter um retrato completo da coisa mas a atender aos números, está a caminho uma hecatombe de saude publica em termos de malta com problemas crónicos derivados da doença e isso é tão ou mais grave que os mortos que isto está a causar.

Tenho pessoas amigas na casa dos 40 anos, que mesmo passados meses desde que tiveram o Covid, e sendo pessoas activas que praticavam desporto, contam-me que têem dificuldades em respirar ao praticarem ciclismo!!!!!! E são pessoas que praticam ciclismo à muitos anos!!!!!!

Outra coisa muito preocupante e que os nossos políticos ainda não descobriram...... porque é que o Reino Unido fechou os aeroportos a voos portugueses? Por causa da variante brasileira que é muito preocupante: https://www.bbc.com/portuguese/brasil-55684605

Estava a ouvir a Clara de Sousa (podcast do Eixo do Mal), onde ela conta que em Manaus já terão sido infectadas 70% da população e estão agora a ser reinfectados (coloca em causa a imunidade de grupo). Nós como a prioridade é salvar a TAP, conta a Clara de Sousa que os voos da TAP de e para o Brasil estão cheios!!!!! E conta que tem vários amigos a marcarem férias de verão (verão no Brasil). Alegremente estamos a importar variantes do vírus e nem nos questionamos porque é que não aceitam voos de Portugal!!!!!
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: LM, Cabeça de Martelo, FoxTroop

*

FoxTroop

  • Investigador
  • *****
  • 1599
  • Recebeu: 427 vez(es)
  • Enviou: 310 vez(es)
  • +200/-844
Re: Coronavirus
« Responder #1847 em: Janeiro 22, 2021, 04:49:09 pm »
Também vi o programa. Fiquei siderado com esses números que ela avançou. Sei, por amigos e como tal, é informação que vale o que vale, que em Manaus reina o caos, simplesmente a estrutura colapsou.

A variante de Manaus confirma também um dos meus maiores receios. Este vírus, deixado sem controlo como foi deixado, ganhou espaço para mutações potencialmente mais perigosas e/ou infecciosas e que a vacinação de pouco valerá nestes moldes.
 

*

Daniel

  • Investigador
  • *****
  • 1843
  • Recebeu: 123 vez(es)
  • Enviou: 39 vez(es)
  • +185/-2341
Re: Coronavirus
« Responder #1848 em: Janeiro 23, 2021, 09:46:27 am »
Covid-19: Um ano depois do primeiro confinamento em Wuhan abrem as discotecas da cidade e fecha o resto do mundo
https://multinews.sapo.pt/atualidade/covid-19-um-ano-depois-do-primeiro-confinamento-em-wuhan-abrem-as-discotecas-da-cidade-e-fecha-o-resto-do-mundo/
Citar
Hoje é o primeiro aniversário do início do confinamento em Wuhan, quando a China, pela primeira vez, tomou medidas severas contra a covid-19.

Desde então, quase 100 milhões de pessoas foram infetadas, mais de dois milhões morreram e muitas continuam com sequelas causadas pelo vírus em todo o mundo, conforme recorda a agência Bloomberg.

Por outro lado, até agora, segundo dados apurados no dia de ontem, já foram administradas cerca de 56,7 milhões de doses de vacinas contra a covid-19 em 52 países à escala global, uma média de 2,85 milhões de doses por dia desde que começaram a ser aplicadas as vacinas, de acordo com a mesma agência.

Um ano depois, Wuhan volta paulatinamente à normalidade. Na segunda-feira, a cidade voltou a abrir as discotecas, como noticiou a Reuters. Uma equipa de investigação da OMS está desde a semana passada na região para investigar as origens da covid-19, não tendo ainda divulgado resultados. Mas, noutras regiões, as autoridades chinesas voltaram a detetar centenas de casos e foi desencadeada uma campanha de testes em massa.

Na Europa e nos EUA, em fases diferentes, os governos impuseram restrições às viagens, fecharam fronteiras e locais de trabalho e só as escolas começaram a abrir – menos em Portugal e na Alemanha – e grande parte dos países europeus enfrenta agora um confinamento face a uma nova vaga da pandemia.

Do outro lado do mundo, Hong Kong decretou o seu primeiro confinamento, numa altura em que a Ásia corre sérios riscos de um crescimento exponencial de infeções, devido às comemorações do ano lunar.

Nos EUA, o país com maior número de mortes, a estratégia muda com Joe Biden no poder, assumindo-se medidas para que a campanha de vacinação seja mais rápida. Entretanto, a Indonésia e o México relataram números recordes.

Os chinocas percebem da poda… o resto é conversa.
A Vida é um teste e uma incumbência de  confiança.
 

*

goldfinger

  • Especialista
  • ****
  • 1198
  • Recebeu: 471 vez(es)
  • Enviou: 96 vez(es)
  • +187/-20
Re: Coronavirus
« Responder #1849 em: Janeiro 23, 2021, 09:48:34 am »
Polémica por el plan de vacunación luso, que incluye a políticos como grupo prioritario

Citar
Un plan que incluye a los políticos entre los grupos prioritarios para la vacunación en Portugal ha suscitado hoy la controversia entre la población, en medio de una ola de contagios descontrolada que deja récords diarios de víctimas, mantiene a la población confinada y ha forzado el cierre de los colegios. "Es esencial proteger a los titulares de altos cargos", manifestó el coordinador del grupo de trabajo responsable del plan de vacunación en Portugal, Francisco Ramos. La propuesta, explicó Ramos al diario Expresso, procede de la Dirección General de Salud y se estudia para "llegar a una definición final", aunque "obviamente es esencial que estén protegidos".

Los altos cargos se sumarán a los bomberos, trabajadores de emergencias hospitalarias y miembros de las Fuerzas Armadas, añadió. No sería así para los profesionales del sector educativo, que han pedido figurar en los grupos prioritarios aunque, según Ramos, "más de un millón de portugueses merecerían ser considerados en esta fase, pero no hay vacunas disponibles y tenemos que elegir identificando a quienes son muy prioritarios". El plan que da prioridad a los políticos para recibir la vacuna ha levantado ampollas entre los portugueses, que han visto como su país pasaba de ser considerado un modelo durante la primera ola de la pandemia, en marzo del pasado año, a encabezar la lista mundial de contagios por habitante.

"Un político que le quita la vacuna a un profesor debe ser denunciado", criticaba un lector en la web de un diario. "No sean oportunistas", clamaba otro. "¿Los políticos van a pasar otra vez por delante de toda a gente?" se preguntaba otro de los lectores.

La sanidad portuguesa está colapsada y el Gobierno de António Costa es blanco de críticas por, según la oposición, el retraso en adoptar medidas contundentes para evitar los más de 200 muertos diarios por covid que se han contabilizado en esta semana. Mientras, el responsable del plan de vacunación se defiende: las vacunas comenzaron a aplicarse en residencias y en el cuerpo médico y, asegura, la próxima semana cerca de dos tercios de los ancianos de las residencias y alrededor del 15% de los sanitarios habrán sido vacunados. En medio de este cuadro sin precedentes en el país, los portugueses están convocados a votar en las presidenciales del próximo domingo día 24, una cita precedida también de una cuestionada campaña electoral, con actos públicos y cenas multitudinarias encabezadas por los candidatos mientras la población está confinada.

https://www.elconfidencial.com/mundo/europa/2021-01-22/portugal-polemico-plan-incluye-politicos-prioritarios-vacunas_2918872/

¿Para cuando una vacuna antipolíticos?, son mas plaga que los virus.... :2gunsfiring:
A España servir hasta morir
 

*

FoxTroop

  • Investigador
  • *****
  • 1599
  • Recebeu: 427 vez(es)
  • Enviou: 310 vez(es)
  • +200/-844
Re: Coronavirus
« Responder #1850 em: Janeiro 23, 2021, 11:51:00 am »
Não são "os políticos", são os cargos de decisão e isso inclui alguns políticos e também elementos chave das instituições nacionais. Na realidade faz sentido.

Quanto ao resto do artigo, concordo, o governo falhou redondamente e continua a reagir em vez de agir.
 

*

goldfinger

  • Especialista
  • ****
  • 1198
  • Recebeu: 471 vez(es)
  • Enviou: 96 vez(es)
  • +187/-20
Re: Coronavirus
« Responder #1851 em: Janeiro 23, 2021, 12:36:13 pm »
Aquí en España hay también políticos, alcaldes etc, que se han vacunado...."por que sobraban dosis, y por no tirarlas", vamos que encima nos han hecho un favor.... :N-icon-Axe:

Afortunadamente, los casos conocidos, han sido automáticamente cesados o expulsados del partido.

La mayoría alcaldes del PSOE

https://www.redaccionmedica.com/secciones/sanidad-hoy/psoe-suspende-de-militancia-4-alcaldes-aceptar-vacuna-covid-4086

https://www.heraldo.es/noticias/nacional/2021/01/20/al-menos-el-consejero-de-salud-murcia-ocho-alcaldes-y-cuatro-concejales-se-han-vacunado-ya-pese-a-no-ser-de-riesgo-1415812.html

https://www.elespanol.com/reportajes/20210122/lista-politicos-saltado-fila-vacuna-excusas-inverosimiles/552946306_0.html
A España servir hasta morir
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Cabeça de Martelo, HSMW

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 11811
  • Recebeu: 505 vez(es)
  • Enviou: 236 vez(es)
  • +80/-67
Re: Coronavirus
« Responder #1852 em: Janeiro 24, 2021, 08:07:08 pm »
Escândalo nas vacinações em Espanha


 

*

goldfinger

  • Especialista
  • ****
  • 1198
  • Recebeu: 471 vez(es)
  • Enviou: 96 vez(es)
  • +187/-20
Re: Coronavirus
« Responder #1853 em: Janeiro 24, 2021, 08:43:27 pm »
Escândalo nas vacinações em Espanha



El caso del JEMAD es distinto, puesto que había un protocolo que les autorizaba a vacunarse a la cúpula militar.

Sería ético o no, pero no se saltaron ninguna lista ni cometieron ninguna ilegalidad
A España servir hasta morir
 

*

Daniel

  • Investigador
  • *****
  • 1843
  • Recebeu: 123 vez(es)
  • Enviou: 39 vez(es)
  • +185/-2341
Re: Coronavirus
« Responder #1854 em: Janeiro 25, 2021, 06:32:20 am »
A Vida é um teste e uma incumbência de  confiança.
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 16608
  • Recebeu: 1561 vez(es)
  • Enviou: 1454 vez(es)
  • +250/-318
Re: Coronavirus
« Responder #1855 em: Janeiro 25, 2021, 12:28:37 pm »
https://www.facebook.com/100049352808081/posts/242377974083961/?

Apenas 9 min.

Essa historiadora, com grande formação cientifica, tem realmente andado numa negacionista. Baseia-se no Jorge "Gripe" Torgal, pessoa que está completamente descredibilizada.

Citar
A maior parte dos novos casos de infeção está na faixa etária dos 40 aos 49 anos, sendo que as três faixas etárias mais jovens concentram um terço das novas infeções.

Já agora, vejam os resultados do confinamento em França:



Confinamento a 29 de Outubro e vejam os números.

Agora Portugal:



Confinamento a 18 de março e vejam os números.
« Última modificação: Janeiro 25, 2021, 01:52:50 pm por Cabeça de Martelo »
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Daniel

  • Investigador
  • *****
  • 1843
  • Recebeu: 123 vez(es)
  • Enviou: 39 vez(es)
  • +185/-2341
Re: Coronavirus
« Responder #1856 em: Janeiro 25, 2021, 03:11:27 pm »
https://www.facebook.com/100049352808081/posts/242377974083961/?

Apenas 9 min.

Essa historiadora, com grande formação cientifica, tem realmente andado numa negacionista. Baseia-se no Jorge "Gripe" Torgal, pessoa que está completamente descredibilizada.

Contigo quem tem uma opinião diferente, ou é negacionista, não tem credibilidade ou então não tem formação, não sejas inácio, pois nem tu nem ninguém é dono da verdade absoluta.
A Vida é um teste e uma incumbência de  confiança.
 

*

Daniel

  • Investigador
  • *****
  • 1843
  • Recebeu: 123 vez(es)
  • Enviou: 39 vez(es)
  • +185/-2341
Re: Coronavirus
« Responder #1857 em: Janeiro 25, 2021, 03:13:10 pm »
COVID-19: Moderna diz que a sua vacina é eficaz contra as variantes britânica e sul-africana
https://lifestyle.sapo.pt/saude/noticias-saude/artigos/covid-19-moderna-diz-que-a-sua-vacina-e-eficaz-contra-variantes-britanica-e-sul-africana
Citar
A empresa de biotecnologia Moderna informou esta segunda-feira (25) que estudos de laboratório demonstraram que a sua vacina contra a COVID-19 protege contra variantes do coronavírus identificadas no Reino Unido e na África do Sul.A vacina deve "proteger contra as variantes detetadas até o momento", informou a empresa após a realização de testes de laboratório.

Apesar desses dados, a Moderna disse que trabalharia para desenvolver uma dose adicional para aumentar ainda mais a proteção contra essas variantes.
A Vida é um teste e uma incumbência de  confiança.
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 16608
  • Recebeu: 1561 vez(es)
  • Enviou: 1454 vez(es)
  • +250/-318
Re: Coronavirus
« Responder #1858 em: Janeiro 25, 2021, 03:52:45 pm »
https://www.facebook.com/100049352808081/posts/242377974083961/?

Apenas 9 min.

Essa historiadora, com grande formação cientifica, tem realmente andado numa negacionista. Baseia-se no Jorge "Gripe" Torgal, pessoa que está completamente descredibilizada.

Contigo quem tem uma opinião diferente, ou é negacionista, não tem credibilidade ou então não tem formação, não sejas inácio, pois nem tu nem ninguém é dono da verdade absoluta.

E no entanto eu avancei com factos/dados reais que a contradizem-na e a ti e não apenas com blablabla.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 16608
  • Recebeu: 1561 vez(es)
  • Enviou: 1454 vez(es)
  • +250/-318
Re: Coronavirus
« Responder #1859 em: Janeiro 25, 2021, 04:02:34 pm »
Covid-19. Vacinadas 160 mil pessoas e realizadas 255 mil inoculações. Titulares de órgãos de soberania recebem vacina a partir da próxima semana

A administração de vacinas contra a covid-19 aos titulares de órgãos de soberania vai começar na próxima semana, confirmou hoje a ministra da Saúde, Marta Temido, após uma reunião com a ‘taskforce’ coordenadora do plano de vacinação.

São esperadas esta semana mais 100 mil doses da vacina Pfizer e da BioNTech contra a covid-19, anunciou a ministra da Saúde em conferência de imprensa.

O país já recebeu, ao todo, cerca de 411.600 doses de vacina, doses essas distribuídas entre o continente, Açores e Madeira.

Numa conferência de imprensa realizada no Ministério da Saúde, em Lisboa, após uma reunião com a ‘taskforce’ do plano de vacinação, a governante esclareceu também que até às 19:00 deste domingo já tinham sido efetuadas 255.700 inoculações, nomeadamente a profissionais de saúde e utentes e funcionários de lares. Ademais, vincou a expectativa de atingir os 100 mil vacinados no setor da saúde até final desta semana.

“Estimamos que até ao final deste mês estejam vacinados 100 mil profissionais de saúde do Serviço Nacional de Saúde (SNS), Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), Instituto de Saúde Ricardo Jorge (INSA), Instituto Português do Sangue e da Transplantação (IPTP), das forças armadas, dos estabelecimentos prisionais e dos setores privado e social de estruturas que estão a receber doentes covid”, afirmou.

Marta Temido indicou que já foram administradas doses de vacina a mais de 162 mil utentes e funcionários de estabelecimentos residenciais para idosos (ERPI) e da rede nacional de cuidados continuados integrados (RNCCI), sublinhando que “é possível” concluir brevemente este processo, uma vez que “faltam poucos profissionais e residentes” para vacinar. Porém, lembrou que os lares onde existem surtos de covid-19 permanecem como exceção.

A alteração do prazo de 21 dias entre as duas tomas da vacina da Pfizer/BioNTech que tem sido feita em alguns países mereceu também um comentário da titular da pasta da saúde no Governo, para assumir que o Ministério já pediu um esclarecimento a nível europeu.

“Portugal continua a fazer os 21 dias de intervalo entre as duas tomas da vacina. Fizemos, conjuntamente com outros países, um pedido de apreciação à Agência Europeia do Medicamento (EMA) sobre este tema. Ainda não temos uma recomendação e, por isso, mantemos os 21 dias”, frisou

A primeira fase vacinação nos lares deverá estar completa esta semana e os titulares de órgãos de soberania, bombeiros e forças de segurança começam a ser vacinados na próxima.

Questionada pelos jornalistas sobre uma eventual ação em relação a membros de direção de alguns lares que receberam doses de vacina sem alegadamente estar em contacto direto com os utentes das instituições, Marta Temido revelou que desta reunião com a ‘taskforce’ serão definidos “mecanismos” de controlo destas situações. Sem falar em eventuais sanções, a ministra preferiu apontar à “censura social” destes casos.

“Foram discutidos mecanismos que irão ser estabelecidos para a avaliação de situações de desvio àquilo que são as regras de vacinação de acordo com os grupos prioritários. Esses mecanismos serão aqueles que nos permitirão garantir que estas situações são evitadas e, acontecendo, são objeto da necessária censura, caso se constate que correspondem a situações de vacinação indevida face à ordenação dos grupos prioritários”, notou.

Em causa está o episódio da última semana da vacinação do presidente da Câmara Municipal de Reguengos de Monsaraz, José Calixto, que é igualmente presidente da Fundação Maria Inácia Vogado Perdigão Silva (FMIVPS), responsável pelo lar de idosos onde se registou um surto no verão e que provocou a morte de 18 pessoas, tendo sido por via dessa função que viu o seu nome ser incluído na lista de pessoas a vacinar pela instituição.

Contudo, os autarcas vão também estar envolvidos no lote de titulares de órgãos de soberania a vacinar já na próxima semana, não se restringindo aos cargos mais altos do país, como o Presidente da República, o presidente da Assembleia da República ou o primeiro-ministro.

“Os presidentes das câmaras municipais são também as autoridades municipais de proteção civil. Isso confere-lhes uma circunstância de essencialidade para a resposta à covid-19 e, naturalmente, isso será tido em consideração. Estão a ser agora feitos os contactos no sentido da identificação exata dos indivíduos para que possam começar a ser identificados esta semana e vacinados no início da semana que vem”, acrescentou.

Segundo a ministra da Saúde, a primeira semana de fevereiro vai marcar também o arranque da vacinação das pessoas com mais de 50 anos e pelo menos uma das quatro comorbilidades identificadas – doença coronária, insuficiência cardíaca, insuficiência renal e doença pulmonar obstrutiva crónica – como sendo de risco para o internamento em covid-19.

“Este grupo tem um universo de cerca de meio milhão de pessoas, um pouco menos. A sua identificação através dos registos dos centros de saúde, o processo de realização de contacto com as pessoas e da identificação das mesmas através dos serviços privados está preparado para ser iniciado na semana que vem”, sentenciou.

https://24.sapo.pt/atualidade/artigos/ministra-da-saude-faz-um-balanco-do-plano-de-vacinacao-acompanhe-aqui
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.