Coronavirus

  • 826 Respostas
  • 17594 Visualizações
*

goldfinger

  • Analista
  • ***
  • 717
  • Recebeu: 256 vez(es)
  • Enviou: 65 vez(es)
  • +107/-4
Re: Coronavirus
« Responder #120 em: Março 09, 2020, 07:41:30 am »
A España servir hasta morir
 

*

Viajante

  • Investigador
  • *****
  • 1742
  • Recebeu: 642 vez(es)
  • Enviou: 281 vez(es)
  • +437/-17
Re: Coronavirus
« Responder #121 em: Março 09, 2020, 10:18:56 am »
Coronavírus. Portugal sem controlo das quarentenas

O número de casos confirmados de infecção por Covid-19 aumentou, neste momento para 30 pessoas em Portugal, segundo o balanço mais recente da Direção-Geral da Saúde. Os casos suspeitos também têm disparado, mas o Governo não tem como controlar as quarentenas, uma vez que estão não são obrigatórias, noticia o “Correio da Manhã” (CM).

Ou seja, na prática, nenhuma pessoa que tenha viajado ou até estado em contacto com alguém infetado com coronavírus é obrigada a permanecer em isolamento. Mesmo que a população se comprometa a fazê-lo, as autoridades da Saúde não têm como conferir, já que a lei não obriga a esse mesmo controlo. Por outro lado, a legislação determina que «o Governo responsável pela área da Saúde pode tomar medidas de excepção indispensáveis em caso de emergência em saúde pública, incluindo a restrição, a suspensão ou o encerramento de actividades».

A lei prevê igualmente a possibilidade de se declarar estado de calamidade, bastando para isso que o Governo apresente uma proposta aprovada pelo Conselho Nacional de Saúde Pública, baseada num relatório da Comissão Coordenadora de Emergência, ao Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa. Terá de ser o próprio a declarar este mesmo estado.

«A lei portuguesa está atrasada. Devíamos ter aprendido, com o último surto de sarampo, que as quarentenas são importantes para evitar a propagação de doenças. Deviam ser, por isso, obrigatórias em algumas circunstâncias», salientou ao “CM” a bastonária da Ordem dos Enfermeiros, Ana Rita Cavaco.

A mesma opinião é corroborada pela Ordem dos Médicos. «Estamos perante uma emergência de Saúde Mundial. Há pelo menos três anos que a Ordem insiste, com um projecto, para a mudança da lei», acrescentou Miguel Guimarães, bastonário.

«Uma forma eficaz de o Governo controlar os casos de isolamento voluntário seria colocar os médicos especialistas em Saúde Pública no terreno”, disse este domingo ao “CM” o secretário-geral do Sindicato Independente dos Médicos, Roque da Cunha.

https://executivedigest.sapo.pt/coronavirus-portugal-sem-controlo-das-quarentenas/

Ou seja, um infectado se lhe apetecer ir a um Centro Comercial, ou Escola ou Hospital, ninguém pode impedir e infecta toda a gente pelo caminho!!!!!!
Realmente estamos preparados como diz o Governo e a DGS!!!!!!!
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: P44

*

LM

  • Especialista
  • ****
  • 1126
  • Recebeu: 207 vez(es)
  • Enviou: 1024 vez(es)
  • +190/-5
Re: Coronavirus
« Responder #122 em: Março 09, 2020, 10:29:59 am »
Mais uma vez, tudo indica, falhamos a fase de preparação (mesmo com o pré-aviso que tivemos) para a crise... hoje antes da 9h00m ouvi entrevista na Radio Observador e reforcei esta ideia; resta agora esperar que a fase "operacional" do combate corra melhor e, para quem acredita, rezar pela intervenção Nossa Senhora...
Quidquid latine dictum sit, altum videtur
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: P44

*

Viajante

  • Investigador
  • *****
  • 1742
  • Recebeu: 642 vez(es)
  • Enviou: 281 vez(es)
  • +437/-17
Re: Coronavirus
« Responder #123 em: Março 09, 2020, 11:01:07 am »
Mais uma vez, tudo indica, falhamos a fase de preparação (mesmo com o pré-aviso que tivemos) para a crise... hoje antes da 9h00m ouvi entrevista na Radio Observador e reforcei esta ideia; resta agora esperar que a fase "operacional" do combate corra melhor e, para quem acredita, rezar pela intervenção Nossa Senhora...

Sim, também tinha essa noção e ela materializou-se!!!!
Tivemos mais tempo que os outros países para nos preparar-mos!

Agora resta restringir a circulação nas zonas afectadas e irem encerrando serviços localizados nessas zonas!
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: P44

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 8615
  • Recebeu: 661 vez(es)
  • Enviou: 1114 vez(es)
  • +522/-538
Re: Coronavirus
« Responder #124 em: Março 09, 2020, 11:12:34 am »
Gripe A teve uma taxa de letalidade de mais ou menos 0,3% vs os 0,1% da gripe sazonal. Para o COVID-19 estamos a falar de valores na ordem dos 3%, 10x superior!
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

Viajante

  • Investigador
  • *****
  • 1742
  • Recebeu: 642 vez(es)
  • Enviou: 281 vez(es)
  • +437/-17
Re: Coronavirus
« Responder #125 em: Março 09, 2020, 11:58:30 am »
Governo admite fechar fronteiras e impor quarentena forçada

A epidemia do novo coronavírus já provocou a morte de mais de 3.800 pessoas. Há mais de 110 mil infetados em todos os continentes, incluindo 31 em Portugal.



https://www.tsf.pt/mundo/liveblog-9-ao-minuto-tudo-sobre-o-novo-coronavirus-covid-19-11902954.html

Agora que está a espalhar-se no país é que ponderam fechar as fronteiras...... está certo!!!!!
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 8615
  • Recebeu: 661 vez(es)
  • Enviou: 1114 vez(es)
  • +522/-538
Re: Coronavirus
« Responder #126 em: Março 09, 2020, 04:59:43 pm »
https://observador.pt/opiniao/na%cc%83o-posso-fingir-que-tudo-esta-bem/

Não posso fingir que tudo está bem
No seu conjunto, os hospitais terão as 2000 camas que se divulgam estarem preparadas para receber os doentes com CoVID-19, mas que não estão vagas, à espera deles: estão ocupadas com outros doentes.

09 mar 2020, 11:11
18
 
Não posso fingir que tudo está bem, não posso compactuar com o discurso político da alegria, alegria, aqui estamos nós cantando e rindo em pleno surto de CoVID-19. Manter o caminho traçado não é o correto. O caminho estava adaptado a uma situação previsível de poucos casos no país, eventualmente importados da China. A situação mudou rapidamente. A infecção entrou na Europa e apanhou desprevenida a Itália. Em França, na Alemanha, na Espanha os números escalam todos os dias. Temos de nos adaptar muito rapidamente a este novo paradigma sob pena de não conseguirmos controlar o surto em Portugal e nos tornarmos a 2ª Itália.

Porque motivo não foi já adaptado o procedimento da DGS relativo à ligação epidemiológica de caso suspeito? Continua a ser referido o Japão, quando este país tem menos casos que a França, com a qual temos seguramente maior proximidade (dados da OMS – 349 no Japão versus 420 em França dia 6-03-2019)? Porque motivo uma pessoa que tem febre e sintomas respiratórios e que fez uma viagem ao Japão nos últimos 14 dias é considerado um caso suspeito validado pela DGS e acionados os mecanismos em vigor e um mesmo doente regressado de França é excluído do circuito, sendo descartado como caso não validado? Não compreendo a lógica, mas se calhar sou eu que sou esquisita, sou eu que, sendo Infecciologista há mais de 20 anos, não domino a ciência…

Também não domino bem a temática dos testes estarem restritos. Novamente devo ser eu que sou esquisita pois é absolutamente normal que um médico quando quer prescrever um teste diagnóstico tenha de ligar para uma linha de apoio telefónico e fale com um médico de saúde publica que irá ou não validar a opção do clínico. Afinal é apenas um médico que sabe ver doentes e não domina a complexidade do CoVID-19…


Devo ser eu que sou extraterrestre  e que acho que o financiamento deva ser canalizado para os hospitais que sabem o que fazer, que conhecem os seus recursos, que podem implementar estratégias adequadas à sua população ao invés de se criarem centrais telefónicas gigantes, que seguem apenas um algoritmo sem sequer terem visto um doente.

Seria importante que os nossos políticos lessem jornais internacionais, como o “Le Monde”, por exemplo. Assim saberiam que um hospital em Creil, na França tem o seu serviço de urgência encerrado durante 14 dias e só reabrirá no dia 11 de Março. O motivo? esteve internado na urgência um doente durante 6 dias com uma pneumonia, que posteriormente se revelou ser devida ao novo coronavírus. Foi o primeiro falecido com naturalidade francesa. Era um professor, de 60 anos, que não tinha qualquer ligação epidemiológica com os países ditos de risco. O diagnóstico só se fez após ser ventilado e transportado para um Hospital de Paris, onde o teste estava disponível. Ficaram de quarentena todos os profissionais que tinham contactado com este doente (mais de 30 enfermeiros, 15 médicos, auxiliares, entre outros). O Serviço de Urgência encerrou por falta de pessoal. O mesmo cenário também já aconteceu em Itália e aparentemente estamos impávidos e serenos à espera que se repita em Portugal.

A OMS alterou a definição de caso suspeito no dia 27 de Fevereiro e incluiu a possibilidade de se testar casos de pneumonia sem outra etiologia detetada e sem qualquer ligação epidemiológica a uma área de risco. Até ao momento não há, em Portugal, qualquer diretiva neste sentido. Nem todos os médicos têm de ser especialistas em Doenças Infecciosas (somos menos de 150 no país) e de estar a par das diferentes orientações da OMS e do Centro Europeu da Denças Infecciosas (ECDC) mas todos os médicos têm de confiar nas orientações da DGS e estas não estão, seguramente, em linha com as internacionais.

Também será importante referir que as 2000 camas que se divulgam estarem preparadas para receber estes doentes, na realidade não existem. Foi-nos pedido (e eu respondi a este inquérito) quantas camas existiam em cada um dos nossos hospitais em quartos individuais. Nunca nos foi perguntado quantas camas estavam vagas. No seu conjunto, os hospitais em Portugal terão essas camas sim, mas ocupadas com outros doentes. Não estão vagas, à espera dos doentes com CoVID-19. A não ser que se pretenda uma ocupação dupla na mesma cama, podemos esquecer a capacidade das 2000 camas no país.

Sejamos claros e diretos, se ainda há alguma coisa a fazer para travar o curso deste vírus em Portugal, o momento é agora, por favor, mudem de rumo!
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 8615
  • Recebeu: 661 vez(es)
  • Enviou: 1114 vez(es)
  • +522/-538
Re: Coronavirus
« Responder #127 em: Março 09, 2020, 05:02:33 pm »
Mais uma vez, tudo indica, falhamos a fase de preparação (mesmo com o pré-aviso que tivemos) para a crise... hoje antes da 9h00m ouvi entrevista na Radio Observador e reforcei esta ideia; resta agora esperar que a fase "operacional" do combate corra melhor e, para quem acredita, rezar pela intervenção Nossa Senhora...

Sim, também tinha essa noção e ela materializou-se!!!!
Tivemos mais tempo que os outros países para nos preparar-mos!

Agora resta restringir a circulação nas zonas afectadas e irem encerrando serviços localizados nessas zonas!

Mas...mas... andávamos todos a assobiar para o ar, que era só uma mera gripe, e que quem estava preocupado era alarmista
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

legionario

  • Especialista
  • ****
  • 1079
  • Recebeu: 52 vez(es)
  • Enviou: 59 vez(es)
  • +50/-69
Re: Coronavirus
« Responder #128 em: Março 09, 2020, 05:16:03 pm »
Outra consequencia desta crise sanitaria para além da crise financeira :  uma crise na ordem publica.
Um precedente que pode fazer escola. Os motins nas prisões italianas multiplicam-se e ja atingiram 27 establecimentos penitenciarios. A revolta começou ontem depois de impostas medidas de suspenção das visitas assim como das saidas "precarias".
Estes movimentos de rebelião começaram nas prisões de Bergame e de Modène, no norte da Italia.
O resultado até agora (segundo o jornal LE PARISIEN),  6 mortos, varios feridos, dezenas de evadidos.

Portugal até tem sorte ; todas estas coisas têm acontecido pela primeira vez no estrangeiro dando tempo ao nosso Governo para antecipar tais situações.
« Última modificação: Março 09, 2020, 05:17:44 pm por legionario »
A pior das ditaduras é a que se disfarça de democracia
 

*

Viajante

  • Investigador
  • *****
  • 1742
  • Recebeu: 642 vez(es)
  • Enviou: 281 vez(es)
  • +437/-17
Re: Coronavirus
« Responder #129 em: Março 09, 2020, 05:19:22 pm »
Mais uma vez, tudo indica, falhamos a fase de preparação (mesmo com o pré-aviso que tivemos) para a crise... hoje antes da 9h00m ouvi entrevista na Radio Observador e reforcei esta ideia; resta agora esperar que a fase "operacional" do combate corra melhor e, para quem acredita, rezar pela intervenção Nossa Senhora...

Sim, também tinha essa noção e ela materializou-se!!!!
Tivemos mais tempo que os outros países para nos preparar-mos!

Agora resta restringir a circulação nas zonas afectadas e irem encerrando serviços localizados nessas zonas!

Mas...mas... andávamos todos a assobiar para o ar, que era só uma mera gripe, e que quem estava preocupado era alarmista

Eu continuo a afirmar que enquanto as fronteiras terrestres, aeroportos e portos continuarem sem o menor controlo, qualquer outra medida de quarentena, como por exemplo estão a fazer agora em Felgueiras e Lousada são completamente ineficazes!

Então primeiro deixamos entrar sabe-se lá quantas pessoas infectadas e depois o que é que vai resultar, parar o país!?!?

Mesmo agora, ouvi com atenção o FórumTSF e pessoas de Felgueiras e Lousada alarmadas com o que se passa e pior, preocupadas, porque vêem pessoas que sabem estar infectadas, estão de quarentena e passeiam alegremente pelo concelho, vão ao café.... isto é surreal. É tudo a fazer de conta!!!!

Entretanto entrevistaram motoristas que estão a vir de Itália e que estiveram nas zonas infectadas e informaram o jornalista da TSF que não é verdade que o norte de Itália esteja fechado, só algumas zonas críticas estão encerradas, mas pode-se circular. Pergunto, vão fazer os testes aos motoristas?

E o que dizer do futebol, onde foi ontem possível vermos 35 000 almas no estádio do Dragão com pessoas a assistir ao jogo, da zona de Felgueiras/Lousada!!!!!!

Eu vejo sim é uma guerra económica em prática e já há países a berrar (China, Rússia, Arábia Saudita). Países dependentes da exportação do petróleo devem estar mais em pânico do que os países com infectados!!! Digo eu..... venderem petróleo a 30 ou 20 dólares o barril......
« Última modificação: Março 09, 2020, 05:29:43 pm por Viajante »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: P44

*

Viajante

  • Investigador
  • *****
  • 1742
  • Recebeu: 642 vez(es)
  • Enviou: 281 vez(es)
  • +437/-17
Re: Coronavirus
« Responder #130 em: Março 09, 2020, 05:24:24 pm »
Outra consequencia desta crise sanitaria para além da crise financeira :  uma crise na ordem publica.
Um precedente que pode fazer escola. Os motins nas prisões italianas multiplicam-se e ja atingiram 27 establecimentos penitenciarios. A revolta começou ontem depois de impostas medidas de suspenção das visitas assim como das saidas "precarias".
Estes movimentos de rebelião começaram nas prisões de Bergame e de Modène, no norte da Italia.
O resultado até agora (segundo o jornal LE PARISIEN),  6 mortos, varios feridos, dezenas de evadidos.

Portugal até tem sorte ; todas estas coisas têm acontecido pela primeira vez no estrangeiro dando tempo ao nosso Governo para antecipar tais situações.

Sim, sim. Em Portugal, o nosso desgoverno deve estar é a fazer as contas neste momento, a verem quanto podem subir o imposto ambiental sobre produtos petrolíferos para anularem o colapso de descida do preço de petróleo e manterem o preço nas bombas de combustível!!!!!
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: LM, P44

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 8615
  • Recebeu: 661 vez(es)
  • Enviou: 1114 vez(es)
  • +522/-538
Re: Coronavirus
« Responder #131 em: Março 09, 2020, 06:46:08 pm »
De outro site:

"Não há controlo nenhum dos voos vindos de Itália. Ainda hoje um amigo meu veio de 1 semana em Roma, apesar de ter feito escala em Paris, não houve nenhum controlo a ninguém do avião."

Uma colega da minha mulher também lhe contou que o filho veio hoje do estrangeiro e ninguém no aeroporto lhe perguntou NADA!

Estamos entregues aos bichos
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Viajante

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 8615
  • Recebeu: 661 vez(es)
  • Enviou: 1114 vez(es)
  • +522/-538
Re: Coronavirus
« Responder #132 em: Março 09, 2020, 08:04:17 pm »
Comunidade de Madrid fecha o sistema escolar completo por duas semanas. Desde jardins escola até universidades, tudo fechado.
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 8615
  • Recebeu: 661 vez(es)
  • Enviou: 1114 vez(es)
  • +522/-538
Re: Coronavirus
« Responder #133 em: Março 09, 2020, 08:58:17 pm »
Itália alarga restrições de movimentação a todo o país. "Toda a Itália deve ficar em casa", diz PM
O primeiro-ministro italiano Giuseppe Conte anunciou na noite desta segunda-feira que alargou as restrições impostas à zona da Lombardia a todo o país. “Toda a Itália será uma área protegida”, afirmou Conte, de acordo com o La Repubblica. “Toda a Itália deve ficar em casa.”

Isto significa que não poderá haver movimentações dentro do país a não ser que haja “necessidade comprovada”. Ao todo, 60 milhões de pessoas ficam abrangidas pela medida e impossibilitadas de se deslocar.
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

Viajante

  • Investigador
  • *****
  • 1742
  • Recebeu: 642 vez(es)
  • Enviou: 281 vez(es)
  • +437/-17
Re: Coronavirus
« Responder #134 em: Março 09, 2020, 11:06:18 pm »
De outro site:

"Não há controlo nenhum dos voos vindos de Itália. Ainda hoje um amigo meu veio de 1 semana em Roma, apesar de ter feito escala em Paris, não houve nenhum controlo a ninguém do avião."

Uma colega da minha mulher também lhe contou que o filho veio hoje do estrangeiro e ninguém no aeroporto lhe perguntou NADA!

Estamos entregues aos bichos

Bem verdade. Nem conseguimos obrigar as pessoas de quarentena a estarem em casa e a não frequentarem espaços públicos, quanto mais!!!!