KC-390 na FAP

  • 1242 Respostas
  • 88608 Visualizações
*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 7752
  • Recebeu: 3368 vez(es)
  • Enviou: 1963 vez(es)
  • +2301/-160
Re: KC-390 na FAP
« Responder #1200 em: Abril 02, 2021, 12:01:17 pm »
E gastar o dobro dos recursos ao ser necessário fazer um percurso que, com outra aeronave, seria feito através de voo directo e recorrendo a apenas uma aeronave.  ::)

Pior ainda, é que vamos ter sistemas P&D apenas para reabastecer 5 aeronaves equipadas para isso (4 se deduzirmos que uma delas é a reabastecedora) e aguardando que o KC seja certificado reabastecer os 4 Mk 516.

Em contraste, temos "apenas" 28 aeronaves que podem ser reabastecidas por Flying Boom (F-16), e tanto o substituto "previsível" destes, como dos P-3, abastece através do mesmo método. Percebe-se porque preferia que o dinheiro fosse para o MRTT (que, pasmem-se, pode abastecer outras aeronaves pelos dois métodos).

Tu estás a ser optimista, a contar que as aeronaves venham de raíz como KC-390, com sonda de reabastecimento instalada e tanques nas asas; eu, pelo contrário, acho mais que elas virão, pelo menos inicialmente, como C-390 Millennium, com "provisões para a instalação e montagem de sonda de reabastecimento e depósitos subalares", mais ou menos a cantilena habitual como foi nos casos do C-295M e mesmo EH-101 e que depois, como se viu, não deu em absolutamente nada. É que, a bem da verdade, quando elas cá chegarem irão reabastecer quem, os EF-18M espanhóis? ::)

Se calhar, quem sabe.  :mrgreen:

Abraços
 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 5402
  • Recebeu: 535 vez(es)
  • Enviou: 369 vez(es)
  • +4057/-3094
Re: KC-390 na FAP
« Responder #1201 em: Abril 02, 2021, 03:34:03 pm »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: HSMW, oi661114, redkukulkane

*

NVF

  • Investigador
  • *****
  • 3958
  • Recebeu: 2235 vez(es)
  • Enviou: 4127 vez(es)
  • +2299/-118
Re: KC-390 na FAP
« Responder #1202 em: Abril 02, 2021, 05:35:10 pm »
Mas está prevista alguma versão do C-390 com receptáculo para flying boom, ou é mais uma das diatribes do nosso camarada Red Baron?
Talent de ne rien faire
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 7752
  • Recebeu: 3368 vez(es)
  • Enviou: 1963 vez(es)
  • +2301/-160
Re: KC-390 na FAP
« Responder #1203 em: Abril 02, 2021, 05:51:11 pm »
Mas está prevista alguma versão do C-390 com receptáculo para flying boom, ou é mais uma das diatribes do nosso camarada Red Baron?

o que eu me vou rir quanto ao AAR.

Abraços
 

*

redkukulkane

  • Membro
  • *
  • 33
  • Recebeu: 9 vez(es)
  • Enviou: 2 vez(es)
  • +3/-3
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: HSMW

*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 10105
  • Recebeu: 1380 vez(es)
  • Enviou: 3459 vez(es)
  • +207/-64
    • http://youtube.com/HSMW
Re: KC-390 na FAP
« Responder #1205 em: Abril 02, 2021, 07:57:49 pm »
instituto universitario militar

https://comum.rcaap.pt/bitstream/10400.26/34403/1/Sistema%20de%20armas%20KC-390%2C%20desafios%20e%20oportunidades%20face%20%C3%A0%20atual%20envolvente%20da%20FA%20_CAP%20Miguel%20Pousa.pdf

Da página 36:

Citar
Com  o  presente  estudo  verificou-se  que  os  equipamentos  de  apoio atualmente existentes na FA são compatíveis com o KC-390, tendo por base a experiência da FAB.
No entanto,  depois  de  confrontados  com  as  condições  em  que  se  encontram  os  atuais equipamentos–envelhecimento acentuado e, por conseguinte, uma elevada taxa de avaria –, somos obrigados a concluir que se exige a renovação da frota. Ademais, a capacidade de carga  da  maioria  dos  equipamentos  é  inferior  àquela  que  a  aeronave  permite,  afetando consideravelmente o tempo de missão no solo e, por conseguinte, o crew duty.

Tal como tenho vindo a dizer, queremos sistemas de ultima geração mas temos toda uma estrutura de suporte envelhecida e com pouca capacidade.

Parece aqueles que compram um grande carro e depois têm de o guardar numa barraca ou tapar com uma lona...
« Última modificação: Abril 02, 2021, 07:58:02 pm por HSMW »
http://www.youtube.com/profile_videos?user=HSMW

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: typhonman

*

typhonman

  • Investigador
  • *****
  • 4331
  • Recebeu: 404 vez(es)
  • Enviou: 518 vez(es)
  • +682/-555
Re: KC-390 na FAP
« Responder #1206 em: Abril 02, 2021, 08:18:32 pm »
E gastar o dobro dos recursos ao ser necessário fazer um percurso que, com outra aeronave, seria feito através de voo directo e recorrendo a apenas uma aeronave.  ::)

Pior ainda, é que vamos ter sistemas P&D apenas para reabastecer 5 aeronaves equipadas para isso (4 se deduzirmos que uma delas é a reabastecedora) e aguardando que o KC seja certificado reabastecer os 4 Mk 516.

Em contraste, temos "apenas" 28 aeronaves que podem ser reabastecidas por Flying Boom (F-16), e tanto o substituto "previsível" destes, como dos P-3, abastece através do mesmo método. Percebe-se porque preferia que o dinheiro fosse para o MRTT (que, pasmem-se, pode abastecer outras aeronaves pelos dois métodos).

Tu estás a ser optimista, a contar que as aeronaves venham de raíz como KC-390, com sonda de reabastecimento instalada e tanques nas asas; eu, pelo contrário, acho mais que elas virão, pelo menos inicialmente, como C-390 Millennium, com "provisões para a instalação e montagem de sonda de reabastecimento e depósitos subalares", mais ou menos a cantilena habitual como foi nos casos do C-295M e mesmo EH-101 e que depois, como se viu, não deu em absolutamente nada. É que, a bem da verdade, quando elas cá chegarem irão reabastecer quem, os EF-18M espanhóis? ::)

Não sabes que vamos ter F-35B? ahahaha
Talent de rien fair
 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 5402
  • Recebeu: 535 vez(es)
  • Enviou: 369 vez(es)
  • +4057/-3094
Re: KC-390 na FAP
« Responder #1207 em: Abril 02, 2021, 11:54:16 pm »
Mas está prevista alguma versão do C-390 com receptáculo para flying boom, ou é mais uma das diatribes do nosso camarada Red Baron?

O que já havia sido divulgado, antes mesmo da apresentação do Millennium, era que a aeronave poderia ser equipada com o receptáculo para a conexão da sonda telescópica Flying Boom. Isso seria uma maneira da EMB de projetar sua aeronave cargueira no maior mercado de defesa do mundo que são os Estados Unidos.

Desse modo, o KC-390 poderia receber combustível diretamente de aviões-tanque maiores como o KC-135 Stratotanker, KC-10 Extender, versões tanque do 767 (IAI/Boeing) ou KC-46 Pegasus na USAF, Airbus A-330 MRTT (KC-30 Voyager na RAF).  Caberia aos clientes da EMB decidir pela configuração de acordo com o método de preferência.

« Última modificação: Abril 03, 2021, 12:36:18 am por Vitor Santos »
 

*

redkukulkane

  • Membro
  • *
  • 33
  • Recebeu: 9 vez(es)
  • Enviou: 2 vez(es)
  • +3/-3
Re: KC-390 na FAP
« Responder #1208 em: Abril 03, 2021, 12:19:30 am »
isto  e um estudo ,mais e melhor ver a resoluçao do conselho de ministros nº120/2019

https://dre.pt/web/guest/pesquisa/-/search/123545115/details/normal?l=1  c56x1
 

*

NVF

  • Investigador
  • *****
  • 3958
  • Recebeu: 2235 vez(es)
  • Enviou: 4127 vez(es)
  • +2299/-118
Re: KC-390 na FAP
« Responder #1209 em: Abril 03, 2021, 04:23:23 am »
KC-30 é na RAAF. Na RAF é Voyager KC2 e KC3.

A EMB é muito boa a anunciar coisas, mas o receptáculo foi desenvolvido, ou não passa de mais marketing? Algo me diz que não foi desenvolvido, porque não têm dinheiro para isso e os clientes confirmados, até agora, são igualmente tesos. O que deixa a FAP na situação de ter um reabastecedor que pode abastecer os caças dos vizinhos, mas não os seus próprios caças. Isto, claro, se a FAP adquirir os pods de reabastecimento.
Talent de ne rien faire
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: typhonman

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 4386
  • Recebeu: 1100 vez(es)
  • Enviou: 247 vez(es)
  • +221/-189
Re: KC-390 na FAP
« Responder #1210 em: Abril 03, 2021, 11:51:25 am »
Tu estás a ser optimista, a contar que as aeronaves venham de raíz como KC-390, com sonda de reabastecimento instalada e tanques nas asas; eu, pelo contrário, acho mais que elas virão, pelo menos inicialmente, como C-390 Millennium, com "provisões para a instalação e montagem de sonda de reabastecimento e depósitos subalares", mais ou menos a cantilena habitual como foi nos casos do C-295M e mesmo EH-101 e que depois, como se viu, não deu em absolutamente nada. É que, a bem da verdade, quando elas cá chegarem irão reabastecer quem, os EF-18M espanhóis? ::)

Eu não sou optimista, acho é que como é Embraer, a política muda um pouco, e compram tudo e mais alguma coisa para as aeronaves. Basta ver que é o programa mais dispendioso de toda a presente LPM, e provavelmente dos últimos 12 anos, ultrapassado apenas pelos Tridente, penso eu. As regras são diferentes, nos outros programas é o mínimo dos mínimos, neste não só pagamos em adiantado e até pelo simulador pagamos a mais (a manter-se a média de 110 milhões por aeronave, o simulador custa-nos 56 milhões!!).

Por isso, os KC virem com sonda e pods de abastecimento, não me surpreendia, mesmo que estes últimos fiquem a apanhar pó no hangar.  ::)

KC-30 é na RAAF. Na RAF é Voyager KC2 e KC3.

A EMB é muito boa a anunciar coisas, mas o receptáculo foi desenvolvido, ou não passa de mais marketing? Algo me diz que não foi desenvolvido, porque não têm dinheiro para isso e os clientes confirmados, até agora, são igualmente tesos. O que deixa a FAP na situação de ter um reabastecedor que pode abastecer os caças dos vizinhos, mas não os seus próprios caças. Isto, claro, se a FAP adquirir os pods de reabastecimento.

Obviamente que as cabecinhas pensantes lá no topo da hierarquia, não pensaram muito nisso. Tal como não pensaram que, se a FAP pretende o F-35A, o qual só pode ser abastecido com Flying Boom, é necessário uma aeronave capaz de o abastecer com este método, se quisermos que mantenha a furtividade (por não necessitar de depósitos externos). É uma questão verdadeiramente estratégica, que ainda não vi ninguém mencionar.
 

*

Red Baron

  • Investigador
  • *****
  • 1561
  • Recebeu: 212 vez(es)
  • Enviou: 202 vez(es)
  • +100/-111
Re: KC-390 na FAP
« Responder #1211 em: Abril 03, 2021, 12:12:35 pm »
KC-30 é na RAAF. Na RAF é Voyager KC2 e KC3.

A EMB é muito boa a anunciar coisas, mas o receptáculo foi desenvolvido, ou não passa de mais marketing? Algo me diz que não foi desenvolvido, porque não têm dinheiro para isso e os clientes confirmados, até agora, são igualmente tesos. O que deixa a FAP na situação de ter um reabastecedor que pode abastecer os caças dos vizinhos, mas não os seus próprios caças. Isto, claro, se a FAP adquirir os pods de reabastecimento.

Não estas a perceber, o KC390 nunca vai ter um boom para reabastecer outros aviões.

Pode é receber o recetáculo para ser reabastecido por um avião com boom (ex MRTT).
 

*

NVF

  • Investigador
  • *****
  • 3958
  • Recebeu: 2235 vez(es)
  • Enviou: 4127 vez(es)
  • +2299/-118
Re: KC-390 na FAP
« Responder #1212 em: Abril 03, 2021, 01:51:33 pm »
Tu é que não deves estar a perceber, pois eu nunca mencionei que os C-390 iam ter flying boom; limitei-me a alvitrar que nunca iriam ter o receptáculo para o dito.
Talent de ne rien faire
 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 5402
  • Recebeu: 535 vez(es)
  • Enviou: 369 vez(es)
  • +4057/-3094
Re: KC-390 na FAP
« Responder #1213 em: Abril 03, 2021, 10:19:06 pm »
KC-30 é na RAAF. Na RAF é Voyager KC2 e KC3.

A EMB é muito boa a anunciar coisas, mas o receptáculo foi desenvolvido, ou não passa de mais marketing? Algo me diz que não foi desenvolvido, porque não têm dinheiro para isso e os clientes confirmados, até agora, são igualmente tesos. O que deixa a FAP na situação de ter um reabastecedor que pode abastecer os caças dos vizinhos, mas não os seus próprios caças. Isto, claro, se a FAP adquirir os pods de reabastecimento.

Me perdoe o ato falho em relação ao Voyager.

Em ralação ao receptáculo, essa não é uma tecnologia que precisa ser desenvolvida especialmente para o KC. A EMB não teria nenhuma dificuldade em adaptá-la ao projeto. Depende do cliente.

Em relação ao que deixa a FAP na situação de ter um reabastecedor que pode abastecer os caças dos vizinhos, mas não os seus, isso deve ser colocado em um ponto de vista para qual será a real finalidade do 390 na FAP. Até porque os C-130H já não reabastece os F-16 Fighting Falcon e, se o A400 também estivesse a servir a FAP no lugar do KC, esse também por sua vez estaria impedido de realizar o mesmo (até porque o cargueiro da Airbus, a exemplo do KC-390 e dos Hercs, operam o probe and drogue refueling system.)

Diante disso, para tal missão, vejo que a melhor opção seria a FAP vislumbrar a aquisição de Airbus A330 MRTT ou ir aos estadunidenses com o KC-46 (ou KC-135 Stratotanker).

Não obstante, ao que o KC-390 se propõe, a EMB não recorreu a nenhuma jogada de marketing. O país da origem da empresa (Embraer) cuja força aérea financiou o projeto (FAB) opera há décadas com o probe and drogue refueling system. Portanto, o cargueiro supre com essa expectativa. O que não impede de adaptar o receptáculo para o reabastecimento do tipo flying boom.
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF

*

typhonman

  • Investigador
  • *****
  • 4331
  • Recebeu: 404 vez(es)
  • Enviou: 518 vez(es)
  • +682/-555
Re: KC-390 na FAP
« Responder #1214 em: Abril 06, 2021, 07:24:16 pm »
Lembrem-se dessas caras, para futuro.  8)


Talent de rien fair