A Marinha Portuguesa e o Zero Naval !

  • 497 Respostas
  • 28350 Visualizações
*

Stalker79

  • Investigador
  • *****
  • 1552
  • Recebeu: 320 vez(es)
  • Enviou: 1364 vez(es)
  • +127/-17
Re: A Marinha Portuguesa e o Zero Naval !
« Responder #90 em: Junho 03, 2019, 03:08:40 pm »
Oh Stalker, tens que alargar as tuas fontes. Então os aussies iam gastar aquele dinheiro todo em novos radares xpto e depois não colocavam os ESSM em todos os navios? Achas que eles sao tugas, ou quê?  :mrgreen:

Citar
Sea Sparrow has been replaced by the evolved Sea Sparrow missile (ESSM) in HMAS Warramunga, Stuart and Parramatta, increasing the capacity from eight to 32 missiles, and the weapon system was declared operational on these vessels in June 2004. ESSM will be retrofitted in the first two Australian ships. HMAS Warramunga was the first vessel in the world to be fitted with the ESSM.
https://www.naval-technology.com/projects/anzac/

Quanto à colocação dos Harpoon à frente da ponte, acho que teve a ver com a distribuição de massa, mas não tenho a certeza. No entanto, a wiki diz isto:

Citar
The Australian Anzacs were fitted for but not with the launchers, but the original planned location on 02 deck was found to be unsuitable, and the launchers were relocated to 01 deck, in front of the bridge.


Segundo a Wiki, as duas primeiras a Anzac FFG-150 e a Arunta FFG-151 não estão foram equipadas para lançar o ESSM.
Por isso é que só a partir da Warramunga FFG-152 é que estão aptas a lançar ditos misseis.
Se de facto foram feitos os upgrades retroactivamente não posso dizer com certeza.
 :-X
 

*

Stalker79

  • Investigador
  • *****
  • 1552
  • Recebeu: 320 vez(es)
  • Enviou: 1364 vez(es)
  • +127/-17
Re: A Marinha Portuguesa e o Zero Naval !
« Responder #91 em: Junho 03, 2019, 03:15:55 pm »
Reparei foi mas é que as Anzac não estão equipadas com o Phalanx CIWS. Mas sendo do mesmo projecto que as nossas (basicamente) não deverá ser dificil a instalação dos mesmos, ou será!?

 :-\
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 3113
  • Recebeu: 694 vez(es)
  • Enviou: 152 vez(es)
  • +152/-58
Re: A Marinha Portuguesa e o Zero Naval !
« Responder #92 em: Junho 03, 2019, 03:24:20 pm »
Quanto à colocação dos Harpoon na posição à frente da ponte por causa da distribuição do peso... não seria o mesmo se fosse colocado naquela posição um lançador vertical Mk-41 ou um Phalanx/RAM ou SeaRAM? Em termos do espaço que ocupam, parece-me um desperdício de espaço para sistemas anti-míssil.

No entanto, se de facto tivermos os 2 Phalanx armazenados, e retirando os 3 das VdG antes de as vendermos, já dava para equipar as Anzac com os ditos.  ::)

Já agora... com a instalação dos ESSM Block 2 nas BD, não se torna redundante o segundo STIR atrás do mastro? Já que estes mísseis têm guiamento activo ao contrário dos Sea Sparrow...
 

*

NVF

  • Investigador
  • *****
  • 3403
  • Recebeu: 1760 vez(es)
  • Enviou: 3477 vez(es)
  • +1107/-98
Re: A Marinha Portuguesa e o Zero Naval !
« Responder #93 em: Junho 03, 2019, 05:16:49 pm »
O ESSM Block I e o Sea Sparrow são ambos passivos. O ESSM Block II é misto: tem o seeker activo do AMRAAM, mas também aceita guiamento passivo como os seus antecessores, pelo que o STIR ainda tem alguma utilidade (os seekers dos mísseis têm, devido às limitações de tamanho inerentes a um míssil, um ângulo de 'visão' limitado, pelo que a ajuda que o iluminador pode dar ao míssil no caso de um alvo rápido a distâncias elevadas não é de descurar). O STIR serve também para a OTO 76.
Everyone you will ever meet knows something that you don't.
- Bill Nye
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: dc, Stalker79

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 3113
  • Recebeu: 694 vez(es)
  • Enviou: 152 vez(es)
  • +152/-58
Re: A Marinha Portuguesa e o Zero Naval !
« Responder #94 em: Junho 03, 2019, 06:17:19 pm »
Sim era exactamente essa a minha questão, se o 2º STIR teria utilidade ou se se tornaria redundante após a integração dos ESSM Block 2.

Já agora, como funciona o guiamento dos mísseis do sistema RAM? É preciso algum "director" de tiro ou a informação dos radares do navio é suficiente?
 

*

NVF

  • Investigador
  • *****
  • 3403
  • Recebeu: 1760 vez(es)
  • Enviou: 3477 vez(es)
  • +1107/-98
Re: A Marinha Portuguesa e o Zero Naval !
« Responder #95 em: Junho 03, 2019, 07:10:55 pm »
Tanto quanto sei o RAM é autónomo. O RAM é um míssil peculiar porque utiliza o seeker IR do Stinger, mais um sensor passivo anti-radiação que segue as emissões radar do míssil, ou aeronave, atacante.  Em teoria, com algumas modificações, podia ser adaptado a míssil anti-radar para aeronaves de pequeno porte como helicópteros.
Everyone you will ever meet knows something that you don't.
- Bill Nye
 

*

mafets

  • Investigador
  • *****
  • 5982
  • Recebeu: 1311 vez(es)
  • Enviou: 632 vez(es)
  • +668/-158
Re: A Marinha Portuguesa e o Zero Naval !
« Responder #96 em: Junho 03, 2019, 08:00:15 pm »
Reparei foi mas é que as Anzac não estão equipadas com o Phalanx CIWS. Mas sendo do mesmo projecto que as nossas (basicamente) não deverá ser dificil a instalação dos mesmos, ou será!?

 :-\

Ou venderam aos Neozelandeses ou estão armazenados à espera do LPD, como um certo pais..  :mrgreen: :mrgreen:



Ah, espera... ;D ;D



Saudações  ;) :-P
"Nunca, no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos." W.Churchil

http://mimilitary.blogspot.pt/
 

*

Stalker79

  • Investigador
  • *****
  • 1552
  • Recebeu: 320 vez(es)
  • Enviou: 1364 vez(es)
  • +127/-17
Re: A Marinha Portuguesa e o Zero Naval !
« Responder #97 em: Junho 03, 2019, 09:36:00 pm »
Tanto quanto sei o RAM é autónomo. O RAM é um míssil peculiar porque utiliza o seeker IR do Stinger, mais um sensor passivo anti-radiação que segue as emissões radar do míssil, ou aeronave, atacante.  Em teoria, com algumas modificações, podia ser adaptado a míssil anti-radar para aeronaves de pequeno porte como helicópteros.

O SEA RAM é independente como o Phalanx até porque usam os mesmos sensores, mas o RAM depende dos sensores do navio para saber de onde vem a ameaça.
 :-P




 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 3113
  • Recebeu: 694 vez(es)
  • Enviou: 152 vez(es)
  • +152/-58
Re: A Marinha Portuguesa e o Zero Naval !
« Responder #98 em: Junho 03, 2019, 10:18:10 pm »
45 milhões por cada um? É literalmente o valor do MLU para cada uma das fragatas ::)
 

*

Stalker79

  • Investigador
  • *****
  • 1552
  • Recebeu: 320 vez(es)
  • Enviou: 1364 vez(es)
  • +127/-17
Re: A Marinha Portuguesa e o Zero Naval !
« Responder #99 em: Junho 03, 2019, 10:37:20 pm »
45 milhões por cada um? É literalmente o valor do MLU para cada uma das fragatas ::)

Bem, o SEA-RAM custa 25 milhões, mais 11 missies a um milhão cada....
Mas isto são numeros da internet, não sei ao certo.
Por outo lado o RAM custa cerca de 12/15 milhões, mas leva 21 misseis....
 :-P
 

*

NVF

  • Investigador
  • *****
  • 3403
  • Recebeu: 1760 vez(es)
  • Enviou: 3477 vez(es)
  • +1107/-98
Re: A Marinha Portuguesa e o Zero Naval !
« Responder #100 em: Junho 03, 2019, 11:51:29 pm »
O SEA RAM é independente como o Phalanx até porque usam os mesmos sensores, mas o RAM depende dos sensores do navio para saber de onde vem a ameaça.
 :-P

Stalker -- a resposta era a esta questão:

Já agora, como funciona o guiamento dos mísseis do sistema RAM? É preciso algum "director" de tiro ou a informação dos radares do navio é suficiente?

A pergunta não era orientada para os sistemas de aquisição, mas para os de 'direcção' e guiamento. O SeaRAM e o RAM utilizam ambos o míssil... RAM, pois então. As ilustrações são muito bonitas, mas o RAM continua a ser um míssil completamente autónomo após o lançamento.

Nota: quer o Phalanx quer o SeaRAM podem ser disparados manualmente.
Everyone you will ever meet knows something that you don't.
- Bill Nye
 

*

Stalker79

  • Investigador
  • *****
  • 1552
  • Recebeu: 320 vez(es)
  • Enviou: 1364 vez(es)
  • +127/-17
Re: A Marinha Portuguesa e o Zero Naval !
« Responder #101 em: Junho 03, 2019, 11:56:52 pm »
Sorry, pensava que era para o sistema de deteção e aquisição dos alvos!
Lendo bem estava enganado! O missil em si é "fire & forget".
Olhei, mas não vi a pergunta correctamente. Retiro a afirmação!
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF

*

NVF

  • Investigador
  • *****
  • 3403
  • Recebeu: 1760 vez(es)
  • Enviou: 3477 vez(es)
  • +1107/-98
Re: A Marinha Portuguesa e o Zero Naval !
« Responder #102 em: Junho 03, 2019, 11:59:51 pm »
Desta vez passa, mas que isto não se repita.  ;D
Everyone you will ever meet knows something that you don't.
- Bill Nye
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Stalker79

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 3113
  • Recebeu: 694 vez(es)
  • Enviou: 152 vez(es)
  • +152/-58
Re: A Marinha Portuguesa e o Zero Naval !
« Responder #103 em: Junho 04, 2019, 01:17:16 pm »
Nos últimos dias têm-se falado muito por aqui de navios em segunda-mão para substituir as VdG. No seio da Marinha, é uma hipótese equacionada sequer? Como vê a Marinha a possibilidade das Anzac caso os australianos as vendessem em 2024/25?
 

*

Stalker79

  • Investigador
  • *****
  • 1552
  • Recebeu: 320 vez(es)
  • Enviou: 1364 vez(es)
  • +127/-17
Re: A Marinha Portuguesa e o Zero Naval !
« Responder #104 em: Junho 04, 2019, 04:07:06 pm »
Nos últimos dias têm-se falado muito por aqui de navios em segunda-mão para substituir as VdG. No seio da Marinha, é uma hipótese equacionada sequer? Como vê a Marinha a possibilidade das Anzac caso os australianos as vendessem em 2024/25?


Acho que depende muito de quem estiver a governar na altura e de como andarem as finanças.
A substituição das VDG é um facto inevitável. Mas se formos pelo economico vai-se ás Anzac para mais 15/20 anos, se houver disponibilidade e dinheiro eram três novas.
 :P
 

 

Passos quer Marinha com nova "abertura ao mar"

Iniciado por zawevo

Respostas: 4
Visualizações: 4040
Última mensagem Maio 15, 2012, 09:42:43 am
por P44
Marinha entrega pela primeira vez comando de navio a mulher

Iniciado por Marauder

Respostas: 38
Visualizações: 12860
Última mensagem Maio 18, 2006, 09:03:15 am
por Pedro Monteiro
Fragatas e Corvetas Portuguesas a vela da Marinha 1815/1860

Iniciado por mkorobok

Respostas: 9
Visualizações: 4190
Última mensagem Julho 12, 2011, 12:13:30 pm
por mkorobok
Fará sentido comprar mais EH-101 para a marinha?

Iniciado por papatango

Respostas: 28
Visualizações: 11005
Última mensagem Setembro 12, 2005, 05:04:26 pm
por Rui Elias
Novo artigo sobre a Esquadrilha de Helicópteros da Marinha

Iniciado por Pedro Monteiro

Respostas: 0
Visualizações: 2202
Última mensagem Maio 06, 2009, 09:03:24 pm
por Pedro Monteiro