Economia Mundial

  • 129 Respostas
  • 12399 Visualizações
*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 11424
  • Recebeu: 409 vez(es)
  • Enviou: 230 vez(es)
  • +69/-59
Re: Economia Mundial
« Responder #60 em: Janeiro 21, 2019, 11:02:42 am »
Fosso entre ricos e pobres acentuou-se em 2018



 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 11424
  • Recebeu: 409 vez(es)
  • Enviou: 230 vez(es)
  • +69/-59
Re: Economia Mundial
« Responder #61 em: Janeiro 21, 2019, 10:24:10 pm »
FMI corta previsões para o crescimento mundial


 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 11424
  • Recebeu: 409 vez(es)
  • Enviou: 230 vez(es)
  • +69/-59
Re: Economia Mundial
« Responder #62 em: Janeiro 28, 2019, 11:30:32 am »
Retiradas sanções a empresas ligadas a Deripaska



 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 11424
  • Recebeu: 409 vez(es)
  • Enviou: 230 vez(es)
  • +69/-59
Re: Economia Mundial
« Responder #63 em: Janeiro 28, 2019, 08:57:11 pm »
Aumento de 11% no salário mínimo grego



 

*

Viajante

  • Investigador
  • *****
  • 1754
  • Recebeu: 653 vez(es)
  • Enviou: 282 vez(es)
  • +460/-17
Re: Economia Mundial
« Responder #64 em: Fevereiro 04, 2019, 03:33:26 pm »
Empresa perde 120 milhões porque o CEO morreu sem dar a password a ninguém

Os milhões de euros estão distribuídos por várias moedas virtuais, como a Bitcoin, Bitcoin Cash, Litecoin, Ethereum. Nem a mulher do CEO de 30 anos sabe a senha. A empresa encerrou a actividade.



Uma empresa de câmbio de criptomoedas perdeu 190 milhões de dólares (cerca de 126 milhões de euros) porque o CEO morreu sem dar a palavra-passe para entrar no sistema. QuadrigaCX é uma companhia de intercâmbio de divisas, cujo fundador e CEO, Gerald Cotten, morreu em Dezembro do ano passado de forma inesperada.

Em jogo estão 190 milhões de dólares canadianos distribuídos por várias moedas virtuais como a Bitcoin, Bitcoin Cash, Litecoin, Ethereum, entre outras. Segundo o jornal El Español, a empresa teria um sistema digital para armazenar as criptomoedas que não precisava de estar ligado à internet para realizar transacções. Esta é uma medida muito recorrente nas empresas do sector que permite que as informações dos clientes estejam seguras, especialmente contra ataques de hackers. O problema é que esse sistema está encriptado e protegido com uma palavra-passe que só Gerald Cotten sabia, revela a mulher do CEO.

Sem esta senha será praticamente impossível recuperar o dinheiro. Dadas as dificuldades de acesso, a empresa decidiu encerrar as operações no dia 31 de Janeiro por falta de liquidez e emitiu um comunicado no site a explicar que está a trabalhar para “localizar e assegurar” as reservas das criptomoedas que a empresa detinha.



A empresa informou ainda que recorreu ao Supremo Tribunal da Nova Escócia para que uma terceira entidade independente possa supervisionar os procedimentos e para que essa entidade possa aceder às reservas dos clientes. Segundo o mesmo jornal, o CEO, de 30 anos, sofria da doença de Crohn, uma doença crónica do trato gastrointestinal e que afecta maioritariamente pessoas dos 16 aos 40 anos, e morreu na Índia.

De acordo com o diário espanhol, há vários clientes que suspeitam das circunstâncias da morte do empresário e pensam que este tenha tentado enganar as autoridades e a empresa e tenha fugido com o dinheiro. A mulher continua numa busca incessante pela password, mas até agora sem sucesso.

https://observador.pt/2019/02/04/empresa-perde-120-milhoes-porque-o-ceo-morreu-sem-dar-a-password-a-ninguem/

No mínimo é surreal. A ser verdade, levou para a sua sepultura 120 milhões de euros (só ele tinha a senha da carteira de criptomoedas da empresa e dos seus clientes), ou então está num local paradisíaco a gozar a vida à custa das criptomoedas dos outros!!!!!!
Ou então..... https://www.newsbtc.com/2019/02/04/quadrigacx-never-held-100m-bitcoin-crypto-researcher/
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 11424
  • Recebeu: 409 vez(es)
  • Enviou: 230 vez(es)
  • +69/-59
Re: Economia Mundial
« Responder #65 em: Abril 09, 2019, 10:20:06 pm »
FMI corta previsão de crescimento da economia mundial



 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 11424
  • Recebeu: 409 vez(es)
  • Enviou: 230 vez(es)
  • +69/-59
Re: Economia Mundial
« Responder #66 em: Abril 13, 2019, 12:58:25 pm »
Arrefecimento económico preocupa G20



 

*

Viajante

  • Investigador
  • *****
  • 1754
  • Recebeu: 653 vez(es)
  • Enviou: 282 vez(es)
  • +460/-17
Re: Economia Mundial
« Responder #67 em: Abril 23, 2019, 03:05:56 pm »
Quem é o português que vai ser o novo CEO da gigante norte-americana Kraft Heinz?

Responsável por sucessos de marcas como a Corona, a Budweiser ou a Stella Artois, Miguel Patrício trabalha há décadas na área dos bens alimentares, assumindo agora a liderança da Kraft Heinz.



A notícia de que o empresário português Miguel Patrício foi o escolhido para ser o próximo CEO do grupo Kraft Heinz, que detém marcas como o ketchup Heinz ou o queijo para barrar Philadelfia, foi divulgada esta segunda-feira pela empresa. Miguel Patrício vai assumir a liderança do grupo no dia 1 de julho e tem a missão de inverter o rumo de uma empresa que no ano passado registou mais de 10 mil milhões de dólares em prejuízos.

Patrício nasceu em Portugal em 1966, numa família natural de Mação, mas estudou e começou a trabalhar no Brasil. Estava no ramo alimentar desde praticamente o início da sua carreira, tendo passado por empresas como a Coca-Cola, a Johnson & Johnson ou a Philip Morris. Desde 1998, trabalhava no grupo Anheuser-Busch InBev, dono de marcas de cerveja como a Budweiser ou a Stella Artois. Em 2012, assumiu as funções de diretor de marketing daquelas marcas.

“Trago um perfil muito diferente” à empresa, disse Miguel Patrício à estação norte-americana CNBC. O português vai substituir Bernardo Hees, até agora CEO do grupo que resultou da fusão da Kraft Foods com a Heinz, e que tem passado por dificuldades após um dos piores anos da sua atividade. “O meu perfil pode ajudar o futuro. Não é uma questão de gostar do que aconteceu, é uma questão de perceber o futuro. Temos de liderar, não seguir.”

Aos 52 anos, Miguel Patrício foi escolha unânime entre os membros da administração do grupo. Durante o tempo que passou na AB InBev, ajudou a aumentar as vendas de marcas de cerveja como a Corona, a Budweiser ou a Stella Artois. Foi ele, aliás, quem levou para a frente a ideia do anúncio à cerveja light da Budweiser em 2017, cuja frase “Dilly Dilly” ficou famosa nos Estados Unidos — uma ideia que não tinha passado nos grupos de teste, mas em que Patrício acreditou.

Miguel Patrício é reputado na indústria pela sua vasta experiência internacional. Antes de ser diretor de marketing na AB InBev, o português tinha liderado o setor da empresa responsável pelas operações na Ásia-Pacífico, período durante o qual transformou a Budweiser numa marca líder na China e fez crescer várias marcas chinesas ligadas ao grupo. Durante aquele período, os lucros do grupo na Ásia quase triplicaram.

O português vai herdar uma empresa que tem cerca de 39 mil trabalhadores em todo o mundo e que está avaliada em 63 mil milhões de euros, mas cujo rumo tem de inverter. “Não há nada mais doce na vida do que uma reviravolta”, disse Miguel Patrício ao Financial Times, acrescentando que seguirá uma política mais focada em antecipar as novas tendências no mercado dos bens alimentares, em vez de reagir e ir atrás do prejuízo.

Natural de Mação, Miguel Patrício é amigo de infância do juiz Carlos Alexandre — também natural daquela localidade do distrito de Santarém —, com quem brincava quando os dois eram crianças, lembra quem o conhece desde essa altura.

https://observador.pt/2019/04/22/quem-e-o-portugues-que-vai-ser-o-novo-ceo-da-kraft-heinz/

Mais um português que chega à liderança de uma das maiores empresas do mundo do sector alimentar, com um valor de mercado de mais de 60 mil milhões de euros!!!!!
Boa sorte!
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 11424
  • Recebeu: 409 vez(es)
  • Enviou: 230 vez(es)
  • +69/-59
Re: Economia Mundial
« Responder #68 em: Maio 08, 2019, 11:52:41 am »
Lagarde e Juncker alertam para riscos da guerra comercial EUA-China


 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 11424
  • Recebeu: 409 vez(es)
  • Enviou: 230 vez(es)
  • +69/-59
Re: Economia Mundial
« Responder #69 em: Maio 10, 2019, 03:05:11 pm »
Europa teme efeitos da guerra comercial EUA-China



 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 11424
  • Recebeu: 409 vez(es)
  • Enviou: 230 vez(es)
  • +69/-59
Re: Economia Mundial
« Responder #70 em: Maio 20, 2019, 08:00:20 pm »
OCDE anuncia revisão em baixa das previsões de crescimento mundial


 

*

legionario

  • Especialista
  • ****
  • 1080
  • Recebeu: 53 vez(es)
  • Enviou: 59 vez(es)
  • +50/-69
Re: Economia Mundial
« Responder #71 em: Março 08, 2020, 05:16:33 pm »
A pior das ditaduras é a que se disfarça de democracia
 

*

Viajante

  • Investigador
  • *****
  • 1754
  • Recebeu: 653 vez(es)
  • Enviou: 282 vez(es)
  • +460/-17
Re: Economia Mundial
« Responder #72 em: Março 08, 2020, 07:22:29 pm »

Um vídeo que eu coloco ao nível dos charlatões.... e o Brasil tem legiões deles!!!!
Não sei se o Legionário reparou, o autor do vídeo já fala da bolha à mais de 1 ano, muito antes do coronavírus!!!!!


Quem está dentro da área económica ou quem simplesmente acompanha os mercados, sabe que os mercados estão inflacionados, até porque já crescem à mais de 10 anos consecutivos! Não é por acaso de se fala nos ciclos económicos, são inevitáveis os altos e os baixos (mercado bull e mercado bear).

O que o vídeo trás é mais alarmismo em vez de esclarecer.

O FED baixou as taxas para tentar ajudar a economia, obviamente e combater a baixa económica que esta crise do vírus está a trazer. Agora afirmar que o FED está desesperado e que n resolve nada........ mas que grande economista saíu o fulano. Então uma economia cresce o mesmo, seja o crédito vendido a 0% ou a 20%? Se for verdade, dêem um Nobel ao homem!!!!

Então e o que o oráculo da América Latina diz do Euro que está à 5 anos com taxas negativas? Não deve ser por causa do coronavírus! Talvez para impedir que a Economia Europeia entre em recessão, não será?
E já agora, o BCE da época do Mário Draghi, também comprava dezenas de milhares de milhões de euros de dívida pública de países do euro aflitos, muito mais do que a FED está a fazer actualmente e nunca vi o Draghi desesperado, antes pelo contrário, ele afirmou ao mercado bem e bem alto que estava disposto a injectar mais dinheiro na economia que será inútil os especuladores combaterem o BCE..... e olhe que foi muito eficaz. Agora imagine o FED que é controlado apenas por 1 país em vez de mais de 20!!!!!

https://www.euribor-rates.eu/pt/graficos-euribor/

Os americanos sabem que estão a ser ultrapassados pela economia chinesa, e querem impedir isso a todo o custo. Mas desse facto até ao pânico, ainda vai um grande passo!!!!!

Mas esta crise, vai colocar muita água fria na economia chinesa! Por isso não sei quem vai tombar primeiro.......

Repare o seguinte, enquanto os principais bens mundiais forem expressos em dólares, tanto faz a dívida americana ser de 10% do PIB ou 1.000.000%, porque o FED é o único banco no mundo que pode imprimir dólares!!!!!!!!
« Última modificação: Março 08, 2020, 07:28:16 pm por Viajante »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: HSMW

*

legionario

  • Especialista
  • ****
  • 1080
  • Recebeu: 53 vez(es)
  • Enviou: 59 vez(es)
  • +50/-69
Re: Economia Mundial
« Responder #73 em: Março 08, 2020, 10:47:29 pm »
Eu não me vou esticar muito a falar do que não sei mas parece-me evidente que a emissão massiva de dolares para injectar no mercado acabou por provocar uma bolha.  O Coronavirus pode ser, ou não, o alfinete que faça rebentar essa bolha.

Não é possivel , e isto até um leigo como eu pode ver, imprimir dolares "ad infinitum" para tapar buracos.
Os bancos centrais russo e chinês, para citar so estes, compram desde ha anos, todo o ouro que podem (ouro fisico, não ETF's e companhia) ; este facto não lhe chega para se tornar num homem desconfiado ? ...pois se pessoas mais bem informadas e mais inteligentes do que eu desconfiam do futuro do dolar, eu no minimo, interrogo-me !

Não é so este autor brasileiro que fala deste tipo de coisas, o facto de ser brasileiro não significa, per si, que seja um charlatão. Não me vou dar ao trabalho de escrever aqui, nomes de especialistas que são referencia mundial e que desde ha anos andam a falar  de um  colapso da economia mundial e de um "Reset".  Essas referencias, qualquer pessoa as pode encontrar na net.

Por vezes as coisas são faceis de perceber, basta observar a realidade. Os factos mais visiveis são :

- a queda das Bolsas. Quando é que vai parar ?  vamos assitir certamente a um rebond daqui a dias. Durante um curto periodo as Bolsas vão subir, para depois voltar a cair vertiginosamente. Os amadores que pensam fazer bons negocios comprando agora quando as ações estão baratas, que se acautelem : as ações ficarão ainda mais baratas. O "rebond" durara 1 ou 2 dias.

- a interrupção na cadeia dos fornecimentos é outro facto.  Esgotados os items que ainda se encontram nos stock's...
O pico da crise sanitaria ainda esta longe. Uma das principais zonas industriais da Europa : Milão ja parou. Outras zonas industriais seguirão o mesmo caminho. 
Não tenho duvidas, observando so estas duas evidencias,  que a economia mundial vai ser fortemente sacudida.

Gostaria de concluir dizendo que é tempo que a Europa no geral e Portugal em particular defina uma outra estratégia : a de relocalizar em Portugal (e na Europa) certas industrias estratégicas que com a Globalzação sairam daqui.  Penso nestes dias no exemplo da industria farmaceutica e dou graças ao Aontonio Costa (por quem nem tenho muita admiração)  de ter tomado a decisão de guardar o Laboratorio Militar ; (como é sabido, o Passos Coelho queria acabar com essa Instituição). Fazer voltar para Portugal industrias essenciais é fundamental, esta é uma primeira lição que aprendemos com esta crise.

« Última modificação: Março 08, 2020, 10:50:39 pm por legionario »
A pior das ditaduras é a que se disfarça de democracia
 

*

Viajante

  • Investigador
  • *****
  • 1754
  • Recebeu: 653 vez(es)
  • Enviou: 282 vez(es)
  • +460/-17
Re: Economia Mundial
« Responder #74 em: Março 08, 2020, 11:12:50 pm »
2 coisas:

A economia mundial já está a abrandar à muitos meses atrás, muito antes deste vírus, por isso a recessão que se aproxima não é só por causa do coronavírus, mas também por causa dele (acelera a queda).

A segunda coisa, é que parece-me que o Legionário está a ver mal o filme, diga-me lá assim por alto qual é a economia que vai dar um maior estoiro por causa do coronavírus, são os EUA (como o Legionário diz) ou é a China que tem regiões inteiras praticamente paralisadas e comprometem seriamente só o ponto mais forte da China que são as suas exportações!?!? Não se esqueça que a China tem muita produção mundial lá instalada, mas não tem matérias-primas, precisa de importar para depois exportar.....

Por fim pergunto-lhe, imagine que os blocos todos têem de fechar portas por uns tempos, quem é que sofre mais, quem exporta (China e Europa) ou quem importa (EUA)?

E já agora, acha que os EUA não têem indústria? Ou matérias-primas? Até são auto-suficientes em produtos petrolíferos!!!!

Gostaria de concluir dizendo que é tempo que a Europa no geral e Portugal em particular defina uma outra estratégia : a de relocalizar em Portugal (e na Europa) certas industrias estratégicas que com a Globalzação sairam daqui.  Penso nestes dias no exemplo da industria farmaceutica e dou graças ao Aontonio Costa (por quem nem tenho muita admiração)  de ter tomado a decisão de guardar o Laboratorio Militar ; (como é sabido, o Passos Coelho queria acabar com essa Instituição). Fazer voltar para Portugal industrias essenciais é fundamental, esta é uma primeira lição que aprendemos com esta crise.

Aí dou-lhe toda a razão. A Europa está em crise só por causa da deslocalização da indústria poluente, como dizem os idiotas verdes. Pode acreditar no que lhe digo de que dos 3 sectores de uma economia (primário-agrícola, secundário-indústria e terciário-serviços, é na indústria que um país torna-se rico, o factor multiplicador da indústria é brutal. Já trabalhei numa indústria como controller e acredite..... se os donos não forem muito gananciosos, é uma mina de receitas.

Importa também que quem nos governe defina sectores estratégicos para o país que nunca podem estar em mãos privadas e sobretudo estrangeiras, como é o caso da REN, GALP, Bancos (tirando a CGD e uns trocos, o resto está nas mãos de estrangeiros) e isso pode condenar um país. Mas pergunto-lhe que futuro podem ter as empresas em Portugal, se temos um governo que é contra as empresas privadas (sobretudo devido aos anormais do BE, nesse caso o PCP é mais racional). Acha normal as empresas nacionais pagarem tudo mais caro que no resto da Europa (energia, combustíveis, impostos, crédito às empresas quando há.....)?

Voltando à crise, acredite que o elo mais fraco não é o EUA, a China vai sofrer muito mais e até pode levar ao encerramento de muitas indústrias, não vejo como consigam sobreviver muito tempo fechadas!!!!
 

 

Clima mundial precisa de revolução energética, dizem EUA

Iniciado por comanche

Respostas: 5
Visualizações: 3755
Última mensagem Setembro 29, 2007, 05:39:49 pm
por André
Crise Alimentar Mundial

Iniciado por P44

Respostas: 1
Visualizações: 1946
Última mensagem Abril 29, 2008, 03:30:34 pm
por André
Crise Financeira Mundial

Iniciado por Luso

Respostas: 363
Visualizações: 66889
Última mensagem Setembro 14, 2018, 05:27:52 pm
por Lusitano89
Tecnologia Robotica Mundial

Iniciado por Daniel

Respostas: 6
Visualizações: 1663
Última mensagem Maio 20, 2019, 10:22:25 am
por Lusitano89
A economia francesa aproxima-se da hora da verdade...

Iniciado por JoseMFernandes

Respostas: 0
Visualizações: 2203
Última mensagem Setembro 22, 2007, 06:48:16 pm
por JoseMFernandes