Pandur II

  • 2248 Respostas
  • 536157 Visualizações
*

NVF

  • Investigador
  • *****
  • 3464
  • Recebeu: 1853 vez(es)
  • Enviou: 3571 vez(es)
  • +1348/-98
Re: Pandur II
« Responder #2235 em: Agosto 09, 2020, 04:14:19 am »
Então estes trabalhos “académicos” de qualidade duvidosa são a “doutrina” das FFAA? Estranho, porque na capa dos documentos diz exactamente o contrário.
Talent de ne rien faire
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: tenente

*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 9468
  • Recebeu: 1117 vez(es)
  • Enviou: 2441 vez(es)
  • +160/-48
    • http://youtube.com/HSMW
Re: Pandur II
« Responder #2236 em: Agosto 09, 2020, 12:10:41 pm »
Não são doutrina mas dão uma ideia geral de todos os conceitos para quem não tiver conhecimentos na área.
http://www.youtube.com/profile_videos?user=HSMW

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 

*

LM

  • Investigador
  • *****
  • 1298
  • Recebeu: 251 vez(es)
  • Enviou: 1171 vez(es)
  • +203/-6
Re: Pandur II
« Responder #2237 em: Agosto 09, 2020, 02:22:17 pm »
E, no caso do trabalho "Batalhão de Infantaria Médio: Experiência Operacional", mostra a organização existente, as lacunas já identificadas e aponta algumas soluções por oficiais com responsabilidades...
Quidquid latine dictum sit, altum videtur
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: HSMW

*

Kalil

  • Membro
  • *
  • 293
  • Recebeu: 28 vez(es)
  • Enviou: 47 vez(es)
  • +17/-6
Re: Pandur II
« Responder #2238 em: Agosto 09, 2020, 03:22:58 pm »

Eu não conheço a doutrina do exército nem o plano estratégico.


Infelizmente esse é um problema comum que leva a que muitos se foquem apenas em "brinquedos".

 :arrow: https://comum.rcaap.pt/handle/10400.26/11524

Recomendo a leitura.

Eu agradeço a partilha de informação, mesmo não se tratando de documentos institucionais.

Nós acabamos por falar muito de brinquedos aqui no fórum, porque não temos praticamente informação nenhuma que permita discutir estratégia. E isso é porque de facto, não existe estratégia a publicar.

Estes documentos são académicos, alguns razoáveis, outros nem por isso. Há aqui um trabalho, para o curso de oficial general, que são 80 págs de palha.. Não é surpreendente..


O trabalho do TC Favinha é interessante, acerca da projeção de forças. Tem boas indicações acerca das forças de reação rapida.
Ficou me na retina a comparação entre o KC390 e o C130 na projeção de um batalhão (450homens) e 300 toneladas de material, para Maputo.
É caricato porque o KC390 ganha no comparativo, permitindo fazer essa operação em 19 dias (3 aviões), contra os 32 dias que 3 C130 exigiriam. Mas não é feito o mesmo exercício teórico com o A400m, que precisaria de apenas 14 dias (seguindo os mesmos parâmetros) para transportar o mesmo batalhão e equipamento. Com uma pequena diferença, que era serem necessários apenas 2 (DOIS) A400m para esse efeito, e não 3 aviões.

Cumprimentos
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: typhonman, NVF, HSMW

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 15856
  • Recebeu: 1324 vez(es)
  • Enviou: 1221 vez(es)
  • +209/-193
Re: Pandur II
« Responder #2239 em: Agosto 12, 2020, 11:39:13 am »
Militares Timorenses visitam o Regimento de Infantaria N.º 13

Militares encontram-se em Portugal a frequentar o Curso de Operações Especiais





O Exército recebeu no Regimento de Infantaria N.º 13, no passado dia 03 de agosto, a visita de uma delegação de três militares do Exército de Timor-Leste, que se encontram a frequentar o Curso de Operações Especiais, para os Quadros Permanentes.

O programa da visita teve início com a sessão de boas vindas, pelo Comandante do Regimento, Coronel José Dias Lages, seguindo-se uma visita à área museológica da Unidade e uma demonstração de capacidades, efetuada pelo 1.º Batalhão de Infantaria Mecanizado de Rodas.

Os militares visitantes tiveram ainda a oportunidade de contactar com os simuladores, tático e dinâmico, das Viaturas Blindadas de Rodas PANDUR 8X8.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: HSMW, Red Baron

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 6557
  • Recebeu: 2919 vez(es)
  • Enviou: 1499 vez(es)
  • +1377/-101
Re: Pandur II
« Responder #2240 em: Setembro 02, 2020, 10:20:47 am »
nós nem uma versão semelhante a esta chegamos a adquirir, os tais 33 que viriam.......mas há quem pense adquirir os boxer com peças de 10,5 da cockerill, e não vão ser poucos .



Boxer MGS with John Cockerill Defense 3000 Series turret. Its NATO-standard 105 mm gun fires APFSDS-T, HESH, HEAT, and HEP-T ammunition. The gun is served by an autoloader with 12-16 rounds ready rounds. Additional ammunition is stored in the hull. (Images ©: KMW/ JCD)

http://www.thefifthcolumn.xyz/Forum/viewthread.php?tid=12&page=17

Abraços

« Última modificação: Setembro 02, 2020, 10:45:46 am por tenente »
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 3253
  • Recebeu: 740 vez(es)
  • Enviou: 164 vez(es)
  • +158/-62
Re: Pandur II
« Responder #2241 em: Setembro 02, 2020, 10:45:53 am »
O Boxer está a tornar-se um veículo bastante interessante. Se o concurso dos 8x8 fosse hoje, era um dos meus preferidos à vitória.
 

*

Kalil

  • Membro
  • *
  • 293
  • Recebeu: 28 vez(es)
  • Enviou: 47 vez(es)
  • +17/-6
Re: Pandur II
« Responder #2242 em: Setembro 02, 2020, 02:45:51 pm »
O Boxer está a tornar-se um veículo bastante interessante. Se o concurso dos 8x8 fosse hoje, era um dos meus preferidos à vitória.

O Boxer foi sempre um veículo interessante, mas é um bicho de outra classe. Se a memória não me falha, um dos requisitos do concurso do Pandur era um peso em ordem de combate não superior a 22 tons, e o Boxer ultrapassa largamente as 30..
Mas talvez, se fosse feito agora, os requisitos fossem diferentes.
De qualquer forma, o único problema no Pandur foi a execução do contrato, as várias versões em falta e o número insuficiente de unidades no final.
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 6557
  • Recebeu: 2919 vez(es)
  • Enviou: 1499 vez(es)
  • +1377/-101
Re: Pandur II
« Responder #2243 em: Setembro 02, 2020, 03:49:04 pm »
O Boxer está a tornar-se um veículo bastante interessante. Se o concurso dos 8x8 fosse hoje, era um dos meus preferidos à vitória.

O Boxer foi sempre um veículo interessante, mas é um bicho de outra classe. Se a memória não me falha, um dos requisitos do concurso do Pandur era um peso em ordem de combate não superior a 22 tons, e o Boxer ultrapassa largamente as 30..
Mas talvez, se fosse feito agora, os requisitos fossem diferentes.
De qualquer forma, o único problema no Pandur foi a execução do contrato, as várias versões em falta e o número insuficiente de unidades no final.

algumas versões do boxer, chegam a ultrapassar as 40 Tons.

Abraços
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 6557
  • Recebeu: 2919 vez(es)
  • Enviou: 1499 vez(es)
  • +1377/-101
Re: Pandur II
« Responder #2244 em: Setembro 02, 2020, 04:35:52 pm »
Só uma última achega sobre o BOXER .



Current operators

 Australia: Australian Army – 211 vehicles on order, with deliveries expected until 2026.[57] Vehicles to be delivered under the Land 400 Phase 2 program.[58][59] 133 Australian Boxers will be procured as the reconnaissance variant and armed with Rheinmetall's 30mm LANCE turret system; the remainder will be variants will include ambulance, command and control, joint fires, surveillance, repair and recovery, and driver training types.

 Germany: German Army – 403 vehicles, deliveries until 2020. The first German order consisted of 272 drive modules and 272 accompanying mission modules encompassing 125 APCs, 72 armoured medical treatment vehicles, 10 driver training vehicles, and 65 command vehicles.

Lithuania: Lithuanian Land Force – 91 vehicles, deliveries until 2021. Lithuania will receive Boxer in A2 configuration, 89 as variants of the baseline IFV configuration, plus two driver training vehicles. The IFV breakdown is: 55 IFV squad leader, 18 IFV platoon leader; 12 IFV company leader; 4 IFV command post. A single IFV will be used for maintenance training. The first two vehicles (driver training configuration) were delivered to Lithuania in December 2017. The first two Boxer in IFV configuration were delivered on 25 June 2019 and at this time the Lithuanian MoD stated that 15 vehicles would be delivered to Lithuania in 2019, and that all 89 IFV variants would be delivered by the end of 2021.[60] In Lithuanian service these vehicles will be known as IFV Vilkas (Vilkas being Lithuanian for wolf).[61][62][10] and in June 2019 the Lithuanian MoD stated that 15 IFV Boxer/Vilkas would be delivered to Lithuania in 2019, and that all 89 IFV variants would be delivered by the end of 2021.[11][12]

 Netherlands: Royal Netherlands Army – 200 vehicles, deliveries from 2013 until 2018. The last Dutch Boxer was produced in July 2018. Variant breakdown following a 2016 contract modification was 12 cargo, 92 engineer (subsequently converted 12 of the 92 to Battle Damage Repair (BDR) configuration), 36 command post, 8 driver training, 52 ambulance.

Future operators

 United Kingdom: British Army - 528 vehicles from 2022. Following an announcement on 31 March 2018 by the UK government that it was re-joining the Boxer programme, the UK government announced on 3 April that Boxer had been selected by the British Army to meet its Mechanised Infantry Vehicle (MIV) requirement.[24][25] On 19 July the UK MoD disclosed its intent to order between 400 and 600 Boxer with options for a further 900, leading to a potential maximum procurement of 1500 vehicles.[63] If procured, the first vehicles are due to enter service in 2023. As a result of the UK's intended larger order and its return to being a program partner, an option to build and export Boxer from the UK will be explored.[64][65] In January 2019 Rheinmetall announced that subject to government approvals the company would buy a 55% share of UK-based BAE Systems' land business for £28.6 m. The joint venture (JV) would be called Rheinmetall BAE Systems Land (RBSL) and be headquartered at BAE's existing facility in Telford, Shropshire. If successful, the JV will have a positive effect on the MIV procurement.[66][67][68] On November 5, 2019, it was announced that a £2.3 billion deal for more than 500 Boxer armoured vehicles had been signed. There will be four variants,for a total of 528 units. Deliveries will start in 2023.[69][70]

Algeria: Algerian Army – production under license will start in 2020 500 units will be produced by 2023[56].[71][72]

Possible future operators

Slovenia: Slovenian Ground Force – In February 2018, the Slovenian Ministry of Defence selected the Boxer as the base vehicle around which to form a two new mechanised infantry battlegroups. The procurement was to proceed through OCCAR and a[73][74] 'kick off meeting' was held on 13 March 2018. The actual contract was expected to be signed Q4 2018 and the first series vehicle was planned to be delivered end of 2020.[75] It was reported in early 2019 that Slovenia's accession to OCCAR alongside a contract for the vehicles had been suspended, the MoD deciding to conduct a new tactical study, this likely to affect the procurement of 8×8 wheeled armoured vehicles.[76]











Abraços

« Última modificação: Setembro 02, 2020, 04:39:38 pm por tenente »
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 8355
  • Recebeu: 956 vez(es)
  • Enviou: 1118 vez(es)
  • +134/-44
Re: Pandur II
« Responder #2245 em: Setembro 02, 2020, 07:39:12 pm »
O Boxer está a tornar-se um veículo bastante interessante. Se o concurso dos 8x8 fosse hoje, era um dos meus preferidos à vitória.

O Boxer já existia na altura, se não concorreu foi porque a empresa não axou o concurso interessante. Ou o Boxer não cumpria com as especificações do concurso (tonelagem a mais por exemplo), ou os euros do contrato eram poucos para máquinas alemãs.
 

*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 9468
  • Recebeu: 1117 vez(es)
  • Enviou: 2441 vez(es)
  • +160/-48
    • http://youtube.com/HSMW
Re: Pandur II
« Responder #2246 em: Setembro 02, 2020, 09:06:21 pm »


 se não concorreu foi porque a empresa não axou o concurso interessante.


ABRAXO!!!!!!!!!!
http://www.youtube.com/profile_videos?user=HSMW

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF, Lightning, tenente

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 7081
  • Recebeu: 545 vez(es)
  • Enviou: 244 vez(es)
  • +481/-0
Re: Pandur II
« Responder #2247 em: Setembro 02, 2020, 09:43:38 pm »
Artigo interessante na página 20 e ss.: https://irp-cdn.multiscreensite.com/80f62bd2/files/uploaded/00RevCav_33%20-%20JAN19.pdf

Na página 21, nota de rodapé 3: "Também não está contemplada a substituição do M113, em termos de Lei de Programação Militar , uma plataforma que, além da sua limitada probabilidade de sobrevivência no ambiente operacional atual, dificilmente consegue atuar a par do CC Leopard 2 A6".
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 6557
  • Recebeu: 2919 vez(es)
  • Enviou: 1499 vez(es)
  • +1377/-101
Re: Pandur II
« Responder #2248 em: Setembro 08, 2020, 09:32:52 am »
Mais uma versão que daria muito jeito á frota pandur II.

Boxer armored vehicle unveiled with KMW Leguan bridging system

The Boxer is a wheeled multirole armored vehicle that can be configured to conduct different types of missions. The vehicle is based on a modular design consisting of two main parts including the driver/engine module and the removable mission module. A bridgelayer module is available for the Boxer that can be used to lay one 14 m length bridge in less than five minutes.


Boxer MRAV Multi-Role Armored Vehicle with Leguan bridging system (Picture source: Twitter account of Nicholas Drummond)

The drive module of the Boxer 8x8 armored vehicle consists of the driver position located at the front right, with the power pack on its left. The mission module is a key (and unique) feature of Boxer, it allows the vehicle to be rapidly changed to meet different operational requirements. Boxer mission modules are pod-like units that are fitted to drive modules to form a complete mission variant vehicle. Mission modules are attached by four points and can be swapped within an hour under field conditions. The driver can access his compartment through the mission module or in an emergency via the large single-piece power-operated hatch above this position.

Thanks to its key feature, the Boxer can be configured as an armored personnel carrier, infantry fighting vehicle, command post as well as bridgelayer that can be used by engineer troops to assist militaries in rapidly deploying tanks and other armored fighting vehicles across gap-type obstacles, such as (and primarily) rivers.

The Boxer bridgelayer is fitted with a bridge mission module that enables the vehicle to launch two bridge types including a 14-meter MLC 100 or 22-metre MLC 50. The bridge launcher system doesn't use a scissor system but rather slides the two sections forward horizontally to reduce signature. The same launch system is used by Leopard 2 bridgelayer.

The fully automatic laying system enables bridges to be constructed in approximately five minutes. The tactical advantage of the system is to be found in its horizontal laying technique which preserves the low silhouette on missions. The operation is automated and performed by the driver via a system menu, but can also be performed independently by the commander.

http://www.thefifthcolumn.xyz/Forum/viewthread.php?tid=71&page=5

Abraços
« Última modificação: Setembro 08, 2020, 09:35:30 am por tenente »
 

 

Impressão subjectiva sobre o Pandur...

Iniciado por UNIversal MOtor Gerat

Respostas: 22
Visualizações: 6385
Última mensagem Junho 22, 2009, 01:34:42 am
por UNIversal MOtor Gerat
Os Pandur II ACar no Exército

Iniciado por tenente

Respostas: 19
Visualizações: 3055
Última mensagem Julho 17, 2020, 09:45:02 pm
por dc