Der Spiegel: "A antiga ordem mundial... chegou ao fim"

  • 0 Respostas
  • 1118 Visualizações
*

Pellegrino Ernetti

  • Membro
  • *
  • 75
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +0/-0
Der Spiegel: "A antiga ordem mundial... chegou ao fim"
« em: Outubro 13, 2015, 07:59:37 pm »
Der Spiegel: "A antiga ordem mundial, onde os Estados Unidos jogavam um papel dominante, doravante já chegou ao fim".



http://www.spiegel.de/politik/ausland/russland-und-syrien-das-rezept-gegen-putins-imperialismus-a-1057162.html

Os últimos acontecimentos ocorridos na arena política internacional, marcaram um ponto de viragem importante e também o início de uma nova era onde os equilíbrios de poder mudaram definitivamente, escreveu a revista alemã Der Spiegel.

A era da dominação ocidental è hoje apenas o passado e a América não tem mais uma incidência determinante sobre a ordem mundial, sublinhou a edição. Durante vários meses, o Ocidente tem constantemente repetido que a Rússia encontrava-se isolada do mundo. No entanto, a política internacional não gira mais em círculo ao redor da Europa, e Washington também perdeu consideravelmente em poder.

Cada vez mais países tendem actualmente a considerar a Rússia como um aliado importante, considera Der Spiegel.
Assim, Vladimir Poutine, presidente russo, assistiu, com o seu homólogo chinês Xi Jinping, à dois desfiles militares – em Moscovo e em Pequim.  O primeiro ministro indiano Narenda Modi também postou um tweet por ocasião do 63º aniversário do número um russo, onde lemos: "Solicito Deus que traz-vos saúde, alegria e longa vida".

O ministro da Defesa da Arábia Saudita, aliado zeloso dos Estados Unidos, visitou duas vezes nos últimos tempos Moscovo a fim de concluir acordos, indicou o meio de comunicação social alemão.

De qualquer forma, as estruturas antigas da segurança mundial estão doravante fora de uso, o que pode explicar a guerra na Ucrânia e a crise Síria. No entanto, seria mais razoável de não procurar os culpados, mas olhar para o futuro.

De acordo com Der Spiegel, a Europa tem necessidade de novos acordos sobre a segurança e sobre a cooperação bem como um novo acordo de Helsínquia.