Guerra Peninsular e Outras

  • 14 Respostas
  • 3519 Visualizações
*

drum major

  • 28
  • +0/-0
Guerra Peninsular e Outras
« em: Fevereiro 07, 2011, 03:23:13 pm »
Amigos! Serve esta mensagem para participar a todos os interessados que iniciei dois blogues novos e espero que lhes agrade.

Um dedicado à nossa História Militar no geral (continente e ultramar), cujo endereço é:
http://talabarte-marr.blogspot.com

O outro é dedicado únicamente à Guerra Peninsular e o endereço é o seguinte:
http://guerradapeninsula-marr.blogspot.com

Brevemente penso que ainda esta semana, irei abrir outro, o último, dedicado exclusivamente à participação portuguesa na Grande Guerra (1914-18) nas três frentes: Angola, Moçambique e França.

Assim que tiver o endereço comunico.
Obrigado
M. A. Ribeiro Rodrigues
   (Drum Major)
 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 6967
  • Recebeu: 433 vez(es)
  • Enviou: 235 vez(es)
  • +364/-0
Re: Guerra Peninsular e outras
« Responder #1 em: Fevereiro 07, 2011, 05:10:19 pm »
Boa Tarde,

Desde já deixe-me saudá-lo pelas suas iniciativas altamente meritórias de divulgação da História Militar portuguesa. Não obstante pedia-lhe que centralizasse esta informação num único tópico, no máximo dois.

Obrigado pela atenção,
Continuação do excelente trabalho,
B. Pereira Marques
 

*

drum major

  • 28
  • +0/-0
Re: Guerra Peninsular e outras
« Responder #2 em: Fevereiro 07, 2011, 08:04:01 pm »
Ok.
 

*

drum major

  • 28
  • +0/-0
Re: Guerra Peninsular e Grande Guerra
« Responder #3 em: Fevereiro 08, 2011, 05:58:53 pm »
Amigos
Editei o último blogue dedicado às Forças Armadas Portuguesas, este é  exclusivo da  Primeira Guerra 1914-1918 nos três teatros de operações: Angola, Moçambique e França. Esta foi a forma que eu encontrei para lembrara e homenagear todos esses militares anónimos que combateram, sofreram e morreram na guerra ou mais tarde vitimas das mazelas que trouxeram. Estes, para mim, são os meus heróis daí todo o carinho que dedico a este blogue, pois bem merecem ser lembrados por todos.

  http://grandeguerra-marr.blogspot.com

Peço desculpa pelo abuso de tópicos, mas como não entendo muito do funcionamento de Fóruns...

Obrigado
M. A. Ribeiro Rodrigues
 

*

nelson38899

  • Investigador
  • *****
  • 4266
  • Recebeu: 288 vez(es)
  • Enviou: 277 vez(es)
  • +56/-24
Re: Guerra Peninsular e outras
« Responder #4 em: Fevereiro 08, 2011, 07:28:37 pm »
Não se preocupe, continue o bom trabalho!

Pedia-lhe uma coisa, tente pôr as marcas de água mais transparentes, muito da vezes essa mesma marca não permite ver bem a imagem.

Obrigado
"Que todo o mundo seja «Portugal», isto é, que no mundo toda a gente se comporte como têm comportado os portugueses na história"
Agostinho da Silva
 

*

drum major

  • 28
  • +0/-0
Re: Guerra Peninsular e outras
« Responder #5 em: Fevereiro 09, 2011, 07:02:51 pm »
Está bem. Vou tentar colocar as marcas de água mais transparentes, para se ver melhor e...
obrigado pelas "dicas"
Cumprimentos
M. A. Ribeiro Rodrigues
 

*

Nuno Calhau

  • Perito
  • **
  • 342
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +0/-0
Re: Guerra Peninsular e outras
« Responder #6 em: Fevereiro 11, 2011, 11:24:08 pm »
Este insigne senhor, não para!

Formidavel!!!

Um grande Abraço.
 

*

Malagueta

  • 261
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +0/-0
Re: Guerra Peninsular e Outras
« Responder #7 em: Agosto 24, 2011, 10:17:29 am »
Linhas de Torres: Arqueólogos descobrem canhoneiras no antigo quartel-general das tropas luso-britânicas
24 de Agosto de 2011, 09:54
As escavações arqueológicas deste verão no Forte do Alqueidão (Sobral de Monte Agraço), considerado o posto de comando do general Wellington durante as invasões francesas, puseram a descoberto duas canhoneiras que vêm enriquecer o património a visitar pelos turistas.

Artur Rocha, arqueólogo que coordenou as escavações, disse à Lusa que durante os trabalhos “foram descobertas duas canhoneiras” das 12 referenciadas nos mapas cartográficos do Forte do Arqueidão, que tinha “mais canhões e um paiol maior do que os outros fortes por acolher um maior contingente militar”.

A descoberta das duas canhoneiras, que estão em fase de restauro e de musealização, “vêm enriquecer o circuito de visitação dos fortes” no âmbito da Rota Histórica das Linhas de Torres, projeto que envolve os municípios de Arruda dos Vinhos, Loures, Mafra, Sobral de Monte Agraço, Torres Vedras e Vila Franca de Xira.

Já identificado na cartografia, Forte do Alqueidão, chamado Quartel do Governador, foi pela primeira vez escavado na totalidade em 2009 e os arqueólogos acreditam tratar-se do posto de comando das Linhas de Torres Vedras do general Wellington, que comandou as tropas luso-britânicas contra o exército francês, no período das invasões francesas, entre 1807 e 1814.

“Estrategicamente era um ponto muito importante dentro do forte e tinha acesso visual privilegiado em relação à maior parte dos paióis [zona de armazenamento do material de guerra] e às posições de canhões das Linhas de Torres Vedras, por isso pode ter servido como posto de comando”, apontou o arqueólogo.

No Forte do Alqueidão, foram ainda descobertos vestígios de uma ocupação pré-histórica que remonta ao paleolítico e que até agora era desconhecida.

As escavações contemplaram o Forte do Simplício, também em Sobral de Monte Agraço, onde foram descobertos um paiol e uma canhoneira.

As Linhas de Torres designam o conjunto das 152 fortificações construídas nos seis concelhos sob a orientação do general inglês Wellington, comandante das tropas luso-britânicas no período das invasões francesas, para defender Lisboa das tropas napoleónicas entre 1807 e 1814.
 

*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 9254
  • Recebeu: 1030 vez(es)
  • Enviou: 2004 vez(es)
  • +141/-46
    • http://youtube.com/HSMW
Re: Guerra Peninsular e Outras
« Responder #8 em: Outubro 24, 2011, 08:56:00 pm »

Esta imagem pertence ao período da guerra peninsular?
E que bandeira é aquela?  :?
http://www.youtube.com/profile_videos?user=HSMW

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 6967
  • Recebeu: 433 vez(es)
  • Enviou: 235 vez(es)
  • +364/-0
Re: Guerra Peninsular e Outras
« Responder #9 em: Outubro 24, 2011, 11:44:23 pm »
Talvez da Guerra de Sucessão Espanhola.
 

*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 9254
  • Recebeu: 1030 vez(es)
  • Enviou: 2004 vez(es)
  • +141/-46
    • http://youtube.com/HSMW
Re: Guerra Peninsular e Outras
« Responder #10 em: Outubro 24, 2011, 11:51:35 pm »
Bailén em 1808.
Amanhã tenho de pesquisar mais sobre isto.
Aquela bandeira intrigou-me.
http://www.youtube.com/profile_videos?user=HSMW

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 6967
  • Recebeu: 433 vez(es)
  • Enviou: 235 vez(es)
  • +364/-0
Re: Guerra Peninsular e Outras
« Responder #11 em: Outubro 25, 2011, 12:23:19 am »
Provavelmente é um Regimento de Ceuta.

ACCIONES MEMORABLES DEL REGIMIENTO CEUTA Nº 54

Citar
"Defensa de Ceuta" (1694-1734).
"Guerra en Italia" (1743-46);. Es destacadísima su actuación en la Batalla de Campo Santo, acción de Monte Spino, batalla de Madona del Olmo, acción de Pnte Mola, toma de Tortona, toma de Piacenza, batalla de Basignana, combate de Codogno.
"Defensa de Ceuta" (1746).
"Defensa de Ceuta" (1751-1752).
"Reconquista de Menorca" (1781-1782).
"Sitio de Gibraltar" (1781-1782).
"Defensa de Ceuta" (1791).
"Guerra con Francia " (1793-1795); Acciones en el Rosellón.
"Guerra de la Independencia" (1808-1812); Batalla de Villanueva de la Reina, batalla de Mengíbar, batalla de Bailén, batalla de Tudela.
"Guerra Carlista" (1834-40); Acción de Cantavieja, batalla de Chiva y acciopnes de Chiva.
"Guerra Carlista" (1872-76); Acciones de Vitoria, acciones de Cataluña y Aragón.
"Sucesos políticos de Ceuta" (1839).
"Sucesos políticos de Santiago de Compostela" (1848).
"Campaña de Marruecos" (1849-1850).
"Campaña de Marruecos" (1858-1863).
"Campaña de Marruecos" (1911-1919).
"Campaña de Marruecos" (1920-1926).
"Guerra Civil" (1936-1939); Actua dividido en diferentes agrupaciones y batallones en todos los frentes de la guerra, destacando sobre todo en la Ciudad Universitaria de Madrid.
 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 6967
  • Recebeu: 433 vez(es)
  • Enviou: 235 vez(es)
  • +364/-0
Re: Guerra Peninsular e Outras
« Responder #12 em: Outubro 25, 2011, 12:29:54 am »
É só colocar o Escudo de Ceuta (igual ao de Portugal).

Citar
Banner of the foot regiments of the Spanish army: "Coronela" (King's Colour) with the Royal Crest of Spain (carried by the first battalion), and "Ordenanza" or "Batallona" (Battalion's Colour) with the Burgundian cross (carried by the second and third battalions); with four little coats-of-arms of the place for which it is named. If the battalions were merged by any reason, the flags Coronela and Batallona could be joined in a sole flag with the Royal Crest over the saltire. The flags with the Royal Crest of Ferdinand VII were used by the Spaniards in the Peninsular War and in the Spanish American wars of independence.

 

*

VICTOR4810

  • Perito
  • **
  • 372
  • +0/-1
Re: Guerra Peninsular e Outras
« Responder #13 em: Dezembro 03, 2011, 09:36:45 pm »
La Bandera de la Ciudad Autónoma de Ceuta es la bandera de Lisboa y el Escudo es el de Los Avis (Monarquía Portuguesa),porque fue portuguesa antes que española.¡
El Escudo de Ceuta es el de Portugal ya que la ciudad de Ceuta fue conquistada por el rey Juan I de Portugal el 21 de agosto de 1415. Está compuesto por un campo de plata, cinco escusones de azur, puestos en cruz, cargados cada uno de cinco bezantes de plata, colocados en aspa, y una bordura de gules cargada de siete castillos de oro, dos en jefe, dos en flanco y tres hacia la punta, todo ello rematado con una corona marquesal.
El 21 de agosto de 1415 como ya habíamos citado, el rey de Portugal Juan I, con sus hijos Don Eduardo, Don Pedro y Don Enrique "el Navegante" desembarcan en las actuales playas de San Amaro -Ceuta- y conquistan la ciudad para el Reino de Portugal. Ante los despropósitos de varios capitanes para hacerse cargo de la defensa de la  ciudad tras la conquista, Pedro de Meneses, 1.º Conde de Vila Real se presentó ante el Rey y con un palo llamado "Aleo" (con el que se hacía un juego muy popular de la época) promulgó tal himno: "Señor, con este palo me basto para defender a Ceuta de todos sus enemigos" a la pregunta de Juan I de Portugal de si era lo suficientemente fuerte para hacerse cargo de tal responsabilidad y responder afirmativamente el Conde. Pedro de Meneses fue designado primer Gobernador y Capitán General de la Ciudad. El famoso Aleo se conserva actualmente en el Santuario de Nuestra Señora de África y ha ido pasando de mano en mano a través de todos los Generales que acceden al mando de la plaza jurando defender la ciudad tal como citó Pedro de Meneses. Tras un tratado con el Reino de Fez, éste reconoce Ceuta como portuguesa. La ciudad fue reconocida como portuguesa por el Tratado de Alcáçovas y el Tratado de Tordesillas.

Tras la muerte del Rey Don Sebastián, el Reino de Portugal se incorpora a la monarquía hispánica (1580). En 1640 Ceuta no sigue a Portugal en su secesión, prefiriendo tras un referendum en el que votaron todos los habitantes de la ciudad mantenerse bajo la soberanía de Felipe IV, pero el pueblo ceutí aa la vez que decide ser español, tambien decide mantener las armas de Portugal en su escudo y en su bandera.
En 1656 se concede a la ciudad Carta de Naturaleza y añade el título de Fidelísima a los que ya ostentaba de Noble y Leal.
En 1668 el Tratado de Lisboa firmado entre España y Portugal reconoce la soberanía española sobre Ceuta.
De ahí los símbolos portugueses en la bandera y el escudo de la ciudad.
1.492, DESCUBRIMOS EL PARAISO.
"SIN MAS ENEMIGOS QUE LOS DE MI PÁTRIA"
 

*

miguelbud

  • Analista
  • ***
  • 751
  • Recebeu: 34 vez(es)
  • Enviou: 28 vez(es)
  • +12/-1
Re: Guerra Peninsular e Outras
« Responder #14 em: Setembro 08, 2012, 12:00:24 am »
Citar
On May, the 16th, 1809, the French II Army of Marshal Soult while fleeing Wellington's combined Portuguese and English armies found itself stuck at the Misarela bridge,

Crossing never ending mountain ranges through heavy rain, the wet, tired, cold and hungry 20.000 French soldiers and civilians (wifes, children, whores and servants) were at that day faced with the unsurmountable white rapid flowing Rabagão river.

Their only escape to Galicia: crossing the Misarela bridge, reputedly built by the Devil during the Early Middle Age.

Unfortunately for the French, 800 Portuguese militiamen from the Ruivães Ordenanças had destroyed the bridge's rails, blocked it with a pile of timber logs and were firing potshots at them from an overlooking ridge on the opposite riverside.

During a whole day of fighting, more than a 1.000 French soldiers met their demise by either being shot at or by falling off the Misarela bridge in the ensuing panic.

Their bones were carved into buttons by the Portuguese peasant and used in their Sunday Mass attire. Also, for years onward, local boys would dive the river a fish for gold coins and silver jewellery: the remnants of the Oporto ransacking.

This week, the Misarela Bridge was finally dived. Two centuries after this event, answers are now being sought: who really fought and died there? Where are they buried?

What did really happened at the Misarela bridge?

http://vimeo.com/48832255
 

 

"Memórias da Guerra - 1961-1974"

Iniciado por Lancero

Respostas: 11
Visualizações: 41526
Última mensagem Junho 15, 2007, 04:28:40 pm
por Lancero
Guerra Colonial: Fotos dos "gun trucks"

Iniciado por sprint1050

Respostas: 0
Visualizações: 4013
Última mensagem Agosto 17, 2008, 02:35:53 pm
por sprint1050
Guerra da Cisplatina - O único "revés" militar do Brasil

Iniciado por Vitor Santos

Respostas: 1
Visualizações: 2776
Última mensagem Janeiro 31, 2017, 01:13:01 pm
por Vitor Santos
O último amante de Mata-Hari morreu na guerra de Espanha

Iniciado por AlcaideFaria

Respostas: 0
Visualizações: 2583
Última mensagem Maio 21, 2008, 09:14:23 pm
por AlcaideFaria
II GRANDE GUERRA: PORQUE A ALEMANHA NUNCA ATACOU OS EUA ?

Iniciado por Rui Elias

Respostas: 23
Visualizações: 9278
Última mensagem Novembro 20, 2006, 10:53:47 pm
por Sniper