Respectiva Anual

  • 10 Respostas
  • 583 Visualizações
*

nelson38899

  • Investigador
  • *****
  • 4279
  • Recebeu: 289 vez(es)
  • Enviou: 282 vez(es)
  • +56/-26
Respectiva Anual
« em: Dezembro 31, 2019, 03:18:41 pm »
Mais um ano que termina e o ano de 2019 permitiu concluir;

Exército foi o mais  beneficiado este ano, pois recebeu uma nova arma individual, começou a atualizar o fardamento, começou a receber uavs  ea  sua nova viatura 4x4. Além de que já se prespetiva adicionar novas variantes aos pandur e atualização da frota dos Leo assim como a compra de veículos de apoio dos leo.

A FAP por seu lado recebeu os seus primeiros koalas, iniciou o MLU dos C130 e  comprou dos KC. Por outro lado, perdeu as competências na área de treino com o fim dos alpha jet e tenho receio que estas competências se irão perder, pois não se vê num futuro próximo a compra de uma substituto nem para os alpha, nem para os elipson.

A Marinha, a meu ver foi a que mais perdeu, fuzileiros e navios subarmados, perca de funções para a GNR. A meu ver, neste momento o braço que deveria ser o mais importante das Forças armadas é o mais mal gerido e que se mantiver assim irá ser integrado na GNR.

Além de que a FAP e o Exército ganharam competências à GNR.

« Última modificação: Dezembro 31, 2019, 03:20:32 pm por nelson38899 »
"Que todo o mundo seja «Portugal», isto é, que no mundo toda a gente se comporte como têm comportado os portugueses na história"
Agostinho da Silva
 

*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 9468
  • Recebeu: 1117 vez(es)
  • Enviou: 2441 vez(es)
  • +160/-48
    • http://youtube.com/HSMW
Re: Respectiva Anual
« Responder #1 em: Dezembro 31, 2019, 07:04:22 pm »
Respectiva?  :conf:
http://www.youtube.com/profile_videos?user=HSMW

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 

*

nelson38899

  • Investigador
  • *****
  • 4279
  • Recebeu: 289 vez(es)
  • Enviou: 282 vez(es)
  • +56/-26
Re: Respectiva Anual
« Responder #2 em: Janeiro 02, 2020, 09:10:54 am »
Respectiva?  :conf:

res·pec·ti·vo |èt|
(latim respectus, -a, -um, particípio passado de respicio, -ere, olhar para trás, observar, considerar, pensar, esperar, pertencer a, dizer respeito a + -ivo)

"respectiva", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, https://dicionario.priberam.org/respectiva [consultado em 02-01-2020].
"Que todo o mundo seja «Portugal», isto é, que no mundo toda a gente se comporte como têm comportado os portugueses na história"
Agostinho da Silva
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF, HSMW

*

Claust

  • Membro
  • *
  • 44
  • Recebeu: 28 vez(es)
  • Enviou: 88 vez(es)
  • +5/-0
Re: Respectiva Anual
« Responder #3 em: Janeiro 02, 2020, 12:42:56 pm »
Uma análise muito curta. O terceiro koalita lá chegou... e foram-se os ALOU III.
A marinha por falta de orçamento / tripulação ou qualquer outra justificação esfarrapada perdeu o comboio das pseudo modernizações das FA.
Concordo que a marinha devia ser a instituição das FA a receber mais e melhor meios, mas diversificar também, nós temos uma "Auto-via-marítima" na nossa costa e nada fazemos para nos defender de atentados sejam eles ambientais ou outros.
O exército tem feito muito, com o pouco orçamento que tem tido, são as compras dos 20M€ mas são compras e investimento.
Para inglês ver andamos a vender os KC-390. Que sejam bons e que dêem poucos problemas... quando vierem...
O govPT arranjou uma maneira de subir o investimento nas FA através do aluguer fictício dos imóveis do estado.
O trunfo base das Lajes nota-se que não funciona lá muito bem, basta ver as movimentações dos aviões dos USA para o médio oriente nas últimas 24h e nada passou por lá... e foram muitos aviões meus caros...
Cada vez mais vamos ter notícias para dentro de portas das FA.
Em conclusão acho que estamos a fazer um "downgrade", só espero que seja em efectivos e não em qualidade... mostrem-me que estou errado senhores que lêem este forum.
P.S. As referências na www sobre o NRP f333 capute, desapareceram será que foi dos comentários aqui???
Bom 2020.
 

*

Viajante

  • Investigador
  • *****
  • 2019
  • Recebeu: 816 vez(es)
  • Enviou: 351 vez(es)
  • +752/-31
Re: Respectiva Anual
« Responder #4 em: Janeiro 02, 2020, 04:42:15 pm »
P.S. As referências na www sobre o NRP f333 capute, desapareceram será que foi dos comentários aqui???
Bom 2020.

Deve ser por causa do mastro "oco", têem de actualizar a informação das características, não? :)
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Claust

*

Get_It

  • Investigador
  • *****
  • 1814
  • Recebeu: 238 vez(es)
  • Enviou: 449 vez(es)
  • +12/-1
Re: Respectiva Anual
« Responder #5 em: Janeiro 02, 2020, 06:41:14 pm »
Não sei se diria que o Exército foi o mais beneficiado porque no caso da substituição das G-3 esta já tinha sido atrasada inúmeras vezes. Até a FAP há uma quase uma década que mandou a substituição da G-3 pelos três ramos às favas e equipou tudo com G-36. A única coisa digna de mais valia foi a tardia aquisição de UAVs (enquanto a FAP operacionalmente nem os cheira após décadas de I&D) e a aquisição dos ST5. A suposta aquisição dos veículos de apoio Leopard também é por si um aleluia.

A FAP viu grande parte da sua frota renovada e modernizada na década anterior, enquanto começa agora a perder várias competências e não viu grande evolução na substituição dos Alouette III; ao contrário do que aconteceu com a substituição dos Puma pelos EH101 e dos Aviocar pelos C-295M. Nem comento a substituição dos C-130, especialmente quando é uma substituição que também tardia e que já foi inúmeras vezes cancelada/adiada.

A Marinha foi sem dúvida a que mais perdeu e que tem vindo a perder nas duas últimas décadas. A única coisa com grande relevância foi a aquisição dos novos submarinos, que por sua vez foi a substituição mais que tardia dos Albacora com já entre 33 a 42 anos, e a vinda das Bartolomeu Dias que são meios em segunda-mão e foram para substituir urgentemente as corvetas abatidas ao serviço.

Os atrasos do programa dos NPO, a entrega aos soluços e a falta de continuidade no processo também não ajudam nada e são uma anedota total dada a nossa falta de meios.

O estado da esquadrilha de helicópteros neste momento também é preocupante e nem vale a pena estar a expandir mais no assunto; basta ir ao tópico sobre a substituição dos Lynx.

A modernização dos meios de superfície também é preocupante e apenas demonstra que estamos a repetir um ciclo e que voltamos novamente à década de 1980, com uma frota velha e atrasada em termos de evolução tecnológica. O montante também gasto na substituição dos C-130 e se as conversas sobre a aquisição de F-35 forem para levar a sério, então talvez acabamos de ver gastas todas as verbas disponíveis para a aquisição de novos meios para as forças armadas nas próximas duas décadas e as aquisições/modernizações este ano representam uma preparação por parte dos ramos para o que está para vir.

Cumprimentos,
:snip: :snip: :Tanque:
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Claust

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 7081
  • Recebeu: 544 vez(es)
  • Enviou: 244 vez(es)
  • +480/-0
Re: Respectiva Anual
« Responder #6 em: Janeiro 02, 2020, 10:31:22 pm »
Até a FAP há uma quase uma década que mandou a substituição da G-3 pelos três ramos às favas e equipou tudo com G-36.

 :-P :o ....Devem estar bem camufladas....aparecem sempre G3 nas fotos, excepto se falarmos do NOTP/UPF...
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 3252
  • Recebeu: 740 vez(es)
  • Enviou: 164 vez(es)
  • +158/-62
Re: Respectiva Anual
« Responder #7 em: Janeiro 02, 2020, 11:18:54 pm »
A execução este ano é positiva face a anos anteriores, sem dúvida. Mas todos os programas cumpridos até agora pecam por tardios, literalmente todos, para não falar daqueles que ainda estão em standby e daqueles que nem em standby estão.

Foi positivo ver a rapidez e eficácia no processo dos ST5, talvez por obra da NSPA. Mas negativo os constantes adiamentos no programa SHORAD. Positiva a substituição da G-3, a opção ter sido acertada e o negócio em si bom (mais armas pelo mesmo valor originalmente previsto). De lamentar que não tenha sido abrangido os Fuzos.

Na Marinha, nada de positivo há a retirar julgo eu. Podemos dar uma palmadinha nas costas a dizer que "ao menos deu-se início ao MLU das BD e dos Lynx", mas se no caso dos Lynx tem demorado muito tempo, no caso das BD a revelação do "mastro oco" foi, diria eu, quase chocante. E a LPM até agora oficializada, poucos melhoramentos reais demonstra, desde logo com o "puxar o orçamento daqui para ali", com o MLU dos trezentos às VdG, à orçamentação de mais 6 NPO, potencialmente desarmados e sem modificações nenhumas, quando bastavam mais 4, totalizando 8. A questão dos Tejo também é de rir. O AOR já devia ter-se começado a construir ou a procurar algo em segunda-mão, e o LPD não ata nem desata.

Na FAP, finalmente deu-se a substituição dos AlIII, apesar do modelo escolhido ser longe do ideal, e civil, mas é menos uma preocupação que temos. O MLU dos C-130 peca por tardio e também por só começar a 3/4 anos da sua substituição. Os KC-390, positivo no que respeita a termos uma aeronave nova, mas negativo por representar 1/5 do orçamento total da LPM para os próximos 10 anos, por pagarmos em adiantado, e por ainda ser uma aeronave fresca.
Podíamos ter acabado o ano em grande com a decisão sobre o helicóptero médio escolhido de entre os modelos propostos pelos americanos, mas a história das quintinhas impediu tal decisão.

Para este novo ano, gostaria de ver sobretudo algumas decisões tomadas, tanto para os pequenos investimentos, como para os de maior envergadura. Sendo estes:
-Decisão sobre o héli médio;
-Decisão sobre o novo AOR;
-Início da substituição dos Alpha Jet;
-Início da construção de mais 2 NPO e aquisição das duas Marlin para os 2 últimos que entraram ao serviço;
-Tomada de decisão relativamente às fragatas, nomeadamente à substituição das VdG, procurando desde logo ou uma opção em segunda-mão, ou navios novos;
-Mais ST5 nas versões que faltam e avaliação da possível modificação de alguns Pandur 2 para receberem RWS + mísseis Spike;
-Decisão sobre o sistema SHORAD, e início do planeamento para 1) mais sistemas SHORAD e 2) sistemas HIMAD;
-Aquisição definitiva de viaturas de apoio para os Leos, e modernização destes últimos;
-Aquisição de um IFV de lagartas, novo ou em segunda-mão;
-Decisão sobre a substituição dos M-114.

PS: com estes programas que mencionei, não espero a conclusão de todos eles em 2020, até porque muitos deles demorarem 2 ou 3 anos a concluir e outros conto com o planeamento antecipado.
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 8353
  • Recebeu: 956 vez(es)
  • Enviou: 1117 vez(es)
  • +134/-44
Re: Respectiva Anual
« Responder #8 em: Janeiro 02, 2020, 11:49:05 pm »
Até a FAP há uma quase uma década que mandou a substituição da G-3 pelos três ramos às favas e equipou tudo com G-36.

 :-P :o ....Devem estar bem camufladas....aparecem sempre G3 nas fotos, excepto se falarmos do NOTP/UPF...

Eu ia falar nisso, a Força Aérea não substituiu as G-3 por G-36, o que fez foi adquirir um certo número de G-36, que inicialmente eram usadas pela UPF/NOTP, mas também já aparecem G-36 a equipar equipas PA em missões internacionais, por exemplo, no destacamento dos Bálticos.

Mas nas unidades especiais da FAP, NOTP e TACP já aparecem as HK416 e talvez HK417, por isso as G-36 também começam a dar lugar a outras armas, mas essas unidades são outro assunto.

Mas a segurança das bases aéreas nacionais continua a ser feita com G-3, talvez seja uma substituição faseada, não sei, o que foi totalmente substituído na FAP foi a pistola Walther  P38 pela HK USP.
« Última modificação: Janeiro 02, 2020, 11:54:14 pm por Lightning »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF, HSMW

*

Get_It

  • Investigador
  • *****
  • 1814
  • Recebeu: 238 vez(es)
  • Enviou: 449 vez(es)
  • +12/-1
Re: Respectiva Anual
« Responder #9 em: Janeiro 03, 2020, 05:50:19 pm »
:-P :o ....Devem estar bem camufladas....aparecem sempre G3 nas fotos, excepto se falarmos do NOTP/UPF...
Sabem que para mim tudo é UPF, o resto é paisagem. :P

Cumprimentos,
:snip: :snip: :Tanque:
 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 7081
  • Recebeu: 544 vez(es)
  • Enviou: 244 vez(es)
  • +480/-0
Re: Respectiva Anual
« Responder #10 em: Janeiro 03, 2020, 07:02:10 pm »
20 e tal elementos num universo de quase 6000 até os conseguem equipar com armas de "platina" se quiserem...
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Lightning