Fuzileiros da Armada Portuguesa

  • 1323 Respostas
  • 373679 Visualizações
*

Ricardo

  • Perito
  • **
  • 359
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #165 em: Março 25, 2008, 10:34:20 am »
Que equipamento é este?
 

*

HCardoso

  • Membro
  • *
  • 36
  • Recebeu: 4 vez(es)
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #166 em: Março 25, 2008, 06:20:18 pm »
Boa tarde

A sua resposta é câmera termica de origem francesa "sophie"

Ate mais
 

*

mikecharlie

  • 7
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #167 em: Março 25, 2008, 07:18:28 pm »
Nop, lamento.
é o telemetro laser NCROS israelita. Usado pelos observadores avançados das Companhias de Fuzileiros, do PelREC e do DAE.
Boas
 

*

HCardoso

  • Membro
  • *
  • 36
  • Recebeu: 4 vez(es)
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #168 em: Março 25, 2008, 09:19:43 pm »
Boa noite

mikecharlie obrigado pela correcção, tem total razão é o "telemetro laser NCROS israelita"

Ricardo desculpa pelo engano.

Alguem tem imagens do equipamento que eu referi?

desde ja obrigado

ate mais
 

*

sturzas

  • Membro
  • *
  • 120
  • Recebeu: 3 vez(es)
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #169 em: Março 29, 2008, 01:54:43 am »
Viva a todos:

Câmara Térmica "Sophie":



Cumprimentos
NA PAZ E NA VIDA... QUE RESERVA TÃO CALMA E TRANQUILA... MAS SE OUVIRES O TROAR DA GUERRA... ENTÃO IMITA O TIGRE...
 

*

Ricardo

  • Perito
  • **
  • 359
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #170 em: Março 31, 2008, 12:24:34 pm »
Alguma das empresas estrangeiras associadas à Fabrequipa têm nos seus "catálogos", viaturas tácticas ligeiras 4x4 baseadas ou congéneres do HUMVEE?

Em caso afirmativo, as viaturas em apreço são passiveis de serem apetrechadas com blindagem e dotadas de alguma capacidade anfíbia?
 

*

fuzo 90

  • 41
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #171 em: Abril 02, 2008, 02:00:45 pm »
Citação de: "Bravo Two Zero"



Não será o canhão sem recuo Carl Gustaf de 84 mm???? :D
cumps.
CS
fuzileiro uma vez, fuzileiro para sempre!!!
 

*

ricardonunes

  • Investigador
  • *****
  • 3564
  • Recebeu: 32 vez(es)
  • Enviou: 1 vez(es)
  • +10/-5
(sem assunto)
« Responder #172 em: Abril 02, 2008, 02:06:32 pm »
LGF ou RPG

Não são "coisas" diferentes :conf:
Potius mori quam foedari
 

*

fuzo 90

  • 41
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #173 em: Abril 02, 2008, 02:07:57 pm »
Citação de: "Supremo Alquimista"
Alguém consegue arranjar o brasão dos fuzileiros com pelo menos 150px.

fuzileiro uma vez, fuzileiro para sempre!!!
 

*

fuzo 90

  • 41
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #174 em: Abril 02, 2008, 02:09:56 pm »
fuzileiro uma vez, fuzileiro para sempre!!!
 

*

ricardonunes

  • Investigador
  • *****
  • 3564
  • Recebeu: 32 vez(es)
  • Enviou: 1 vez(es)
  • +10/-5
(sem assunto)
« Responder #175 em: Abril 02, 2008, 02:12:10 pm »
Citação de: "fuzo 90"
RPG é em inglês
http://pt.wikipedia.org/wiki/Lan%C3%A7a ... as-foguete


Grato pelo esclarecimento  :wink:
Potius mori quam foedari
 

*

fuzo 90

  • 41
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #176 em: Abril 02, 2008, 06:17:36 pm »
Carl Gustav 84mm
fuzileiro uma vez, fuzileiro para sempre!!!
 

*

zeNice

  • 258
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #177 em: Abril 06, 2008, 11:07:10 pm »
Uma grande dúvida que sempre tive:

Nas Notícias de Militares Portugueses enviados para o estrangeiro "só" se houve falar em Páraquedistas, Comandos, etc mas nunca ouvi falar em Fuzileiros em Missões no estrangeiro a não ser os DAE no Congo.

Fuzileiros actualmente também participam em Missões no estrangeiro?
 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 6882
  • Recebeu: 385 vez(es)
  • Enviou: 228 vez(es)
  • +265/-0
(sem assunto)
« Responder #178 em: Abril 06, 2008, 11:36:02 pm »
Actualmente não, mas já tiveram unidades de escalão companhia na Bósnia e Timor.
 

*

Lancero

  • Investigador
  • *****
  • 4146
  • Recebeu: 28 vez(es)
  • +60/-0
(sem assunto)
« Responder #179 em: Abril 07, 2008, 11:12:51 am »
Citar
"Especiais" da Marinha com pistolas eléctricas


Carlos Varela
As forças especiais da Marinha de Guerra, integradas nos Fuzileiros, vão começar a receber pistolas eléctricas já durante esta semana, tornando-se no primeiro ramo das Forças Armadas a optar por armamento não letal, segundo soube o JN junto de fonte militar.

A opção constitui uma verdadeira revolução na mentalidade militar, uma vez que as armas destinadas aos ramos militares são - eram até aqui - de características letais.

A arma eléctrica em causa é a 'Taser', que já equipa a GNR e a PSP, e é concebida para imobilizar um adversário através de uma descarga eléctrica, que atinge o sistema nervoso e os músculos.

O Estado-Maior da Armada confirmou a informação recolhida pelo JN e justificou a opção tendo em conta as missões que estão atribuídas aos fuzileiros, por vezes associadas ao combate ao tráfico de droga e terrorismo, com intervenções no mar.

As unidades que vão receber a nova arma são o Destacamento de Acções Especiais (DAE) e o Pelotão de Abordagem, sendo ainda previsível a entrega de algumas destas armas não letais à Polícia Marítima. O número de armas é de natureza reservada, mas o JN sabe que serão cerca de 100, num valor unitário que se aproxima de 800 euros.

Quer o DAE quer o Pelotão de Abordagem são unidades integradas no Corpo de Fuzileiros que são com frequência empenhadas em acções de combate ao tráfico de droga, em apoio armado à Polícia Judiciária.

Normalmente, as operações militares do género são enquadradas pela PJ e correspondem ao chamado "boarding" - a entrada forçada num navio suspeito de transportar materiais ilícitos, ou em que a actividade seja ela própria ilegal. Até hoje, os militares vão armados com pistolas e pistolas-metralhadoras, de nove milímetros, equipadas preferencialmente com projécteis tangíveis - que se desfazem quando embatem em materiais mais duros, como o aço dos navios, para evitar baixas colaterais.

No entanto, os militares têm dado conta de que lhes faria falta nas equipas de abordagem um ou dois homens equipados com uma arma não letal, que evitasse o emprego da arma de fogo e uma eventual morte desnecessária, permitindo, ao mesmo tempo, a anulação de um adversário potencialmente perigoso.

Foi assim que a opção recaiu sobre a pistola eléctrica 'Taser', uma arma testada na GNR e na PSP e já usada em situações reais, até agora com bons resultados, levando à detenção de indivíduos sem pôr em perigo a sua vida nem a dos elementos de segurança.

A Polícia Marítima também vai receber esta arma tendo em conta que esta força integrada na Marinha tem como competência a manutenção da ordem pública na orla costeira.


Fonte
"Portugal civilizou a Ásia, a África e a América. Falta civilizar a Europa"

Respeito
 

 

Um LHC Usado Classe Tarawa para a Marinha Portuguesa

Iniciado por Rvsantinho

Respostas: 20
Visualizações: 8583
Última mensagem Janeiro 20, 2011, 09:01:46 pm
por ICE 1A+
Futuro dispositivo naval da Marinha portuguesa

Iniciado por JLRC

Respostas: 55
Visualizações: 20055
Última mensagem Junho 28, 2004, 12:29:14 pm
por Rui Elias
História da componente submarina da Marinha Portuguesa

Iniciado por Jorge Pereira

Respostas: 43
Visualizações: 21354
Última mensagem Janeiro 05, 2013, 12:03:27 am
por HSMW
Marinha de Guerra Portuguesa: Album de Fotografias

Iniciado por Luso

Respostas: 20
Visualizações: 20384
Última mensagem Abril 25, 2008, 03:29:37 pm
por jmg
Presente e futuro da Marinha de Guerra Portuguesa

Iniciado por Filipe de Chantal

Respostas: 327
Visualizações: 54310
Última mensagem Junho 29, 2009, 05:18:31 pm
por paraquedista