José Sócrates

  • 102 Respostas
  • 17208 Visualizações
*

typhonman

  • Investigador
  • *****
  • 3591
  • Recebeu: 255 vez(es)
  • Enviou: 74 vez(es)
  • +429/-57
Re: José Sócrates
« Responder #30 em: Dezembro 11, 2011, 04:35:03 am »
:N-icon-Axe:
Artigo 308º

Traição à Pátria

Quem, por meio de violência, ameaça de violência, usurpação ou abuso de funções de soberania:

a) Tentar separar da Mãe-Pátria, ou entregar a país estrangeiro ou submeter à soberania estrangeira, todo o território português ou parte dele
 

*

chaimites

  • 1663
  • Recebeu: 61 vez(es)
  • Enviou: 2 vez(es)
  • +75/-0
Re: José Sócrates
« Responder #31 em: Dezembro 11, 2011, 10:53:32 am »
Citação de: "typhonman"
:arrow: http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/notic ... -em-carros



Porreiro pá  :N-icon-Axe:

Nao ha problema! os 36 carros, afinal,  nao eram para pagar!
Essa ideia de "Agora é preciso pagar os carros, é ideia de criança"!
 

*

miguelbud

  • Analista
  • ***
  • 751
  • Recebeu: 34 vez(es)
  • Enviou: 28 vez(es)
  • +12/-1
Re: José Sócrates
« Responder #32 em: Dezembro 11, 2011, 03:23:34 pm »
Atençao que nesses 13.5m estao incluídas viaturas de bombeiros e ambulâncias. Assim como veículos da Polícia e das Forças Armadas.

Nao foram só Audis A8 para o governo se pavonear.
 

*

miguelbud

  • Analista
  • ***
  • 751
  • Recebeu: 34 vez(es)
  • Enviou: 28 vez(es)
  • +12/-1
Re: José Sócrates
« Responder #33 em: Fevereiro 17, 2012, 01:09:32 pm »
Esta notícia vai ser excelente para uma caricatura.

Citar
Sócrates pediu ajuda após discussão «gravíssima»

O antigo Presidente da República Mário Soares disse na noite de quinta-feira que José Sócrates acabou por ceder «à evidência» de ter de pedir ajuda externa, depois de com ele ter tido uma «gravíssima» discussão.

A revelação foi feita na Figueira da Foz, numa sessão de apresentação do seu livro «Um Político Assume-se», onde Mário Soares recusou também que Sócrates tenha «fugido» do país após perder as eleições legislativas e se demitir de líder do PS.

«Tive uma discussão com ele gravíssima, porque queria que ele pedisse o apoio e ele não queria. Falei muito com ele durante muito tempo, duas horas ou três, discutimos brutalmente mas amigavelmente, eu a convencê-lo e ele a não estar convencido», afirmou Mário Soares, na sessão promovida pelo Casino da Figueira da Foz.

Acrescentou que também o então ministro das Finanças, Teixeira dos Santos contribuiu para a decisão do Governo liderado por José Sócrates de pedir a intervenção do Fundo Monetário Internacional em Portugal.

«Depois o ministro das Finanças também interveio mais tarde e ele [José Sócrates] acabou por ter de ceder, perante a evidência das coisas», frisou.

Recusou que Sócrates tenha «fugido» do país, após perder as eleições legislativas e se demitir de líder do PS: «Não fugiu nada, coitado, não podia era continuar ali. Foi atacado por toda a gente da pior maneira», argumentou Mário Soares na sessão moderada pela jornalista Cândida Pinto.

«É preciso ter uma coragem muito grande para aguentar o que ele aguentou», acrescentou, argumentando que José Sócrates «fez bem» em se demitir e ter ido para França.
 

*

typhonman

  • Investigador
  • *****
  • 3591
  • Recebeu: 255 vez(es)
  • Enviou: 74 vez(es)
  • +429/-57
Re: José Sócrates
« Responder #34 em: Fevereiro 25, 2012, 10:26:01 pm »


É um santo !!!
Artigo 308º

Traição à Pátria

Quem, por meio de violência, ameaça de violência, usurpação ou abuso de funções de soberania:

a) Tentar separar da Mãe-Pátria, ou entregar a país estrangeiro ou submeter à soberania estrangeira, todo o território português ou parte dele
 

*

typhonman

  • Investigador
  • *****
  • 3591
  • Recebeu: 255 vez(es)
  • Enviou: 74 vez(es)
  • +429/-57
Re: José Sócrates
« Responder #35 em: Março 09, 2012, 02:59:32 pm »
Artigo 308º

Traição à Pátria

Quem, por meio de violência, ameaça de violência, usurpação ou abuso de funções de soberania:

a) Tentar separar da Mãe-Pátria, ou entregar a país estrangeiro ou submeter à soberania estrangeira, todo o território português ou parte dele
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 9000
  • Recebeu: 777 vez(es)
  • Enviou: 1276 vez(es)
  • +704/-647
Re: José Sócrates
« Responder #36 em: Março 20, 2012, 02:37:31 pm »
Citar
20 de Março de 2012, 13:31


Freeport
Sócrates exigia 2 milhões de euros para aprovar licenciamento, disse arguido a testemunha

Augusto Ferreira do Amaral disse hoje em tribunal que o arguido Manuel Pedro lhe confidenciou que o ex-ministro do Ambiente José Sócrates exigia dois milhões de euros para aprovar o licenciamento do empreendimento Freeport, em Alcochete.

Ouvido como testemunha de acusação no tribunal do Barreiro, onde decorre o julgamento do caso Freeport, o advogado Augusto Ferreira do Amaral referiu que Manuel Pedro lhe confidenciou, em janeiro de 2001, que José Sócrates exigia 500 mil contos e que estava "chocado" e "escandalizado" com a exigência do então ministro do Ambiente, revelando-lhe que um dos administradores do Freeport ia deslocar-se a Lisboa para tratar pessoalmente do assunto.

A testemunha, que disse conhecer Manuel Pedro desde os tempos em que este era aluno da Faculdade de Direito, disse ao coletivo de juízes estar convicto de que o arguido disse a verdade, porque estava a ser "espontâneo" e a gravidade do assunto não permitia outra atitude.

O advogado, que representava os interesses da Mckinney, promitentes compradores dos terrenos onde mais tarde foi construído o Freeport, relatou que quando Manuel Pedro lhe falou das exigências das autoridades ambientais pensou tratar-se de diretores, ao que este respondeu "upa, upa", dizendo a mesma frase quando lhe perguntou se era o chefe de gabinete ou o secretário de Estado.

Garante que Manuel Pedro lhe disse o nome de "José Sócrates" como a pessoa que exigia aquele "montão de dinheiro" para viabilizar o projeto.

Augusto Ferreira do Amaral precisou ao tribunal que a alegada exigência de Sócrates, no valor de 500 mil contos, foi transmitida a Manuel Pedro por um porta-voz do então ministro do Ambiente.

Revelou ainda que Manuel Pedro, apesar de "chocado" com o caso, estava "resignado", mas feliz porque o projeto, finalmente, ia avançar e que o emissário de Sócrates, cujo nome nunca precisou, indicou um número de conta para os ingleses depositarem o dinheiro.

"Eu não quis acreditar", declarou em tribunal Augusto Ferreira do Amaral, admitindo, em resposta a questões da advogada de defesa Paula Lourenço e do presidente do coletivo de juízes, Afonso andrade, que a acusação de tentativa de extorsão aos arguidos Manuel Pedro e Charles Smith é um absurdo, porquê aparentemente se tratou de um caso de corrupção em que a culpa é dos membros do Governo.

Augusto Ferreira do Amaral garantiu que não voltou a falar com Manuel Pedro sobre os contornos do negócio porque "teve a sensação que ia destapar alguma coisa que não ia ser agradável", muito embora ainda tenha sido Manuel Pedro a alertar a testemunha para o facto de no último Conselho de Ministros do Governo PS em 2002 ter sido aprovado uma alteração dos limites da Reserva do estuário do Tejo para permitir a edificação do projeto Freeport.

Augusto Ferreira do Amaral disse não dispor de provas, nem lhe ter sido dito por Manuel Pedro, que o dinheiro chegou efetivamente a ser pago por causa da exigência atribuída a José Sócrates, mas observou que a vinda do administrador do Freeport a Lisboa e a existência de uma reunião deste com um alto responsável do Ministério do Ambiente indicia que tudo ficou resolvido naquele sentido.

O tribunal ouviu ainda Maria Fernanda Vara Castor, antiga diretora regional do Ambiente e do Ordenamento do Território, cujo depoimento ficou marcado por alegadas contradições entre o que disse em fase de investigação e hoje em tribunal.

Confrontada com as declarações feitas em sede de inquérito, a testemunha admitiu que numa reunião com José Sócrates, foram discutidas diversas formas de ultrapassar os obstáculos do parecer negativo da avaliação do impacto ambiental, de forma a alterar o projeto para que este fosse aprovado e executado.

Nessa reunião, admitiu que, além de Sócrates, esteve presente o secretário de Estado do Ambiente, o arquiteto Capinha Lopes e o arguido Manuel Pedro, consultor da Smith and Pedro.

Manuel Pedro e Charles Smith respondem em julgamento pelo crime de tentativa de extorsão.

Inês Alves

http://noticias.sapo.pt/nacional/artigo ... _2982.html
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

Camuflage

  • Investigador
  • *****
  • 1333
  • Recebeu: 98 vez(es)
  • Enviou: 62 vez(es)
  • +20/-50
Re: José Sócrates
« Responder #37 em: Março 20, 2012, 07:18:34 pm »
Citar
Augusto Ferreira do Amaral disse não dispor de provas, nem lhe ter sido dito por Manuel Pedro, que o dinheiro chegou efetivamente a ser pago por causa da exigência atribuída a José Sócrates

Se não há provas nem vale a pena estar no diz que disse.
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 11455
  • Recebeu: 415 vez(es)
  • Enviou: 230 vez(es)
  • +70/-59
Re: José Sócrates
« Responder #38 em: Março 24, 2012, 10:18:06 pm »
 

*

typhonman

  • Investigador
  • *****
  • 3591
  • Recebeu: 255 vez(es)
  • Enviou: 74 vez(es)
  • +429/-57
Re: José Sócrates
« Responder #39 em: Abril 04, 2012, 11:26:16 am »
Artigo 308º

Traição à Pátria

Quem, por meio de violência, ameaça de violência, usurpação ou abuso de funções de soberania:

a) Tentar separar da Mãe-Pátria, ou entregar a país estrangeiro ou submeter à soberania estrangeira, todo o território português ou parte dele
 

*

jmosimoes

  • Membro
  • *
  • 144
  • +0/-0
Re: José Sócrates
« Responder #40 em: Abril 05, 2012, 02:36:13 pm »
Isto parece mentira, mas conseguiu ser eleito 2 vezes, ou somos estupidos ou americanos, pq o Bush depois de rebentar com os US tb o foi, alguém (muitos) andava de óculos de cebola  :mrgreen:
DEUS FEZ OS HOMENS SAMUEL COLT TORNOU-OS IGUAIS
BEM DA TRISTE E POBRE NAÇÃO  E DA CORRUPTA DEMOCRACIA
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 9000
  • Recebeu: 777 vez(es)
  • Enviou: 1276 vez(es)
  • +704/-647
Re: José Sócrates
« Responder #41 em: Maio 22, 2012, 04:40:29 pm »
Citar
Freeport
Ex-administrador diz que José Sócrates é o "Pinóquio"

O antigo administrador da Freeport Alan Perkins revelou hoje perante o Tribunal do Barreiro que o então ministro do Ambiente José Sócrates era identificado como Pinóquio, nome de código a quem se destinavam pagamentos ilícitos.


Alan Perkins referiu ainda que Charles Smith lhe confessou que o ministro do Ambiente recebeu pagamentos ilícitos para viabilizar o licenciamento ambiental do Freeport de Alcochete.

“Nas conversas que tive com Charles Smith e João Cabral [funcionário da empresa de consultoria Smith & Pedro e nessa qualidade consultor do Freeport] não tenho qualquer dúvida de que a pessoa que era referida como Pinóquio era o ministro do Ambiente José Sócrates”, disse Alan Perkins, que hoje foi ouvido como testemunha de acusação no ambiente do processo Freeport.

A testemunha adiantou ter ficado com esta convicção na sequência de conversas que manteve com o arguido Charles Smith, que esteve presente tanto na reunião realizada no Mónaco em janeiro de 2006 como “noutras duas realizadas em Alcochete em fevereiro e março do mesmo ano".

Nessa, adianta, "ficou a saber mais pormenores sobre os pagamentos ilícitos”.

Depois de ter mencionado que os pagamentos eram feitos a uma pessoa com o nome de código Pinóquio, esclareceu ainda que essas verbas chegavam àquele através de outras pessoas também com nomes fictícios.

Alan Perkins referiu ainda que Charles Smith lhe confessou que o ministro do Ambiente recebeu pagamentos ilícitos para viabilizar o licenciamento ambiental do Freeport de Alcochete.

Essas pessoas eram designadas como “Bernardo e Gordo”, “pessoas que eram próximas do ministro do Ambiente” e que, para a testemunha, eram “primos” de José Sócrates.

A verba referida por Perkins e que lhe terá sido transmitida por Charles Smith terá rondado os 200 a 220 mil euros, tendo sido depositada na conta do arguido onde era levantada em pequenas quantias que eram entregues a estas pessoas, revelou.

Alan Perkins, que trabalhou para o Freeport entre julho de 2005 e dezembro de 2006, acabou por ser despedido daquela empresa em dezembro de 2006.

Um despedimento que, segundo disse hoje em tribunal, terá ocorrido dois dias depois de se ter mostrado preocupado perante os seu superiores com o que se tinha passado em torno da construção do outlet de Alcochete.

Alan Perkins revelou ainda que para recuperar as verbas que o Freeport lhe ficou a dever nessa altura relativas ao contrato de trabalho e a despesas – que rondariam os 10 mil euros – recorreu a um solicitador.

A empresa acabou por saldar todas estas verbas mediante um “acordo de confidencialidade”, concluiu a testemunha.

Entretanto, o advogado de José Sócrates anunciou, após a sessão de julgamento, que vai responsabilizar judicialmente quem abusivamente invocar o seu nome.

"José Sócrates não deixará de responsabilizar judicialmente quem abusivamente invocou ou venha a invocar o seu nome para obter vantagens ilícitas de qualquer natureza", garante Daniel Proença de Carvalho, advogado de José Sócrates, em nota enviada à Agência Lusa.

Em causa no processo Freeport está o alegado financiamento a partidos políticos. Os arguidos são os ex-sócios Charles Smith e Manuel Pedro, acusados do crime de tentativa de extorsão.

O julgamento prossegue no dia 08 de junho com a audição de mais uma testemunha de acusação.

Lusa

http://noticias.sapo.pt/nacional/artigo ... _3752.html
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

typhonman

  • Investigador
  • *****
  • 3591
  • Recebeu: 255 vez(es)
  • Enviou: 74 vez(es)
  • +429/-57
Re: José Sócrates
« Responder #42 em: Maio 26, 2012, 10:05:19 pm »
P44,mas já corre alguma acção para investigar isso em relação ao magana ?
Artigo 308º

Traição à Pátria

Quem, por meio de violência, ameaça de violência, usurpação ou abuso de funções de soberania:

a) Tentar separar da Mãe-Pátria, ou entregar a país estrangeiro ou submeter à soberania estrangeira, todo o território português ou parte dele
 

*

typhonman

  • Investigador
  • *****
  • 3591
  • Recebeu: 255 vez(es)
  • Enviou: 74 vez(es)
  • +429/-57
Re: José Sócrates
« Responder #43 em: Setembro 16, 2012, 02:55:36 am »
http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/notic ... tado-maior

Cá anda o abutre de novo, quando cheira a poder.
Artigo 308º

Traição à Pátria

Quem, por meio de violência, ameaça de violência, usurpação ou abuso de funções de soberania:

a) Tentar separar da Mãe-Pátria, ou entregar a país estrangeiro ou submeter à soberania estrangeira, todo o território português ou parte dele
 

*

Luso

  • Investigador
  • *****
  • 7563
  • Recebeu: 498 vez(es)
  • Enviou: 174 vez(es)
  • +202/-209
Re: José Sócrates
« Responder #44 em: Setembro 16, 2012, 01:10:47 pm »
Alguém lance uma fatwa a esse FDP!
Ele que apareça por cá: pode ser que a coisa rebente de vez - que já vai tarde.
Ai de ti Lusitânia, que dominarás em todas as nações...
 

 

Sobre a "morte" de Sócrates

Iniciado por papatango

Respostas: 24
Visualizações: 5945
Última mensagem Fevereiro 27, 2010, 11:29:38 pm
por Luso
José Esteves reabre caso Camarate com novo video explosivo

Iniciado por Sertorio

Respostas: 10
Visualizações: 3177
Última mensagem Setembro 09, 2013, 08:48:35 pm
por mafarrico
Protectorado de Portugal 2020-Artigo de José Pacheco Pereira

Iniciado por Sertorio

Respostas: 8
Visualizações: 2520
Última mensagem Dezembro 20, 2012, 02:42:54 am
por typhonman
José Manuel Barroso, os seus policias e a polémica

Iniciado por JoseMFernandes

Respostas: 7
Visualizações: 2790
Última mensagem Maio 23, 2005, 01:02:00 pm
por Nautilus
Descanse em paz Cor. Dr. José Nobre Viegas Gonçalves Correia

Iniciado por hellraiser

Respostas: 0
Visualizações: 1028
Última mensagem Janeiro 02, 2009, 12:50:30 pm
por hellraiser