Sector Naval

  • 208 Respostas
  • 50863 Visualizações
*

LM

  • Investigador
  • *****
  • 1494
  • Recebeu: 322 vez(es)
  • Enviou: 1291 vez(es)
  • +224/-7
Re: Sector Naval
« Responder #195 em: Outubro 31, 2020, 11:24:28 am »
Não sendo uma compra militar as regras da União Europeia devem impedir isso... o que tem lógica.
Quidquid latine dictum sit, altum videtur
 

*

Barlovento

  • Membro
  • *
  • 293
  • Recebeu: 119 vez(es)
  • Enviou: 68 vez(es)
  • +108/-16
Re: Sector Naval
« Responder #196 em: Outubro 31, 2020, 06:38:39 pm »
Não sendo uma compra militar as regras da União Europeia devem impedir isso... o que tem lógica.

Espanha va a construir un nuevo buque oceanográfico de 84,5 millones de euros, de los que el 80% los paga la Unión Europea. ¿Donde se va a construir? No tengo ninguna duda que en Espanha.
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 8537
  • Recebeu: 1029 vez(es)
  • Enviou: 1200 vez(es)
  • +144/-46
Re: Sector Naval
« Responder #197 em: Novembro 03, 2020, 10:11:21 pm »
No Canadá e Austrália as companhias de construção naval estrangeiras que ganham concursos têm que construir lá.

Mas acredito que para Portugal exigir a uma empresa estrangeira para a construção ser num estaleiro nacional, o preço ia aumentar.
« Última modificação: Novembro 03, 2020, 10:11:48 pm por Lightning »
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 8537
  • Recebeu: 1029 vez(es)
  • Enviou: 1200 vez(es)
  • +144/-46
Re: Sector Naval
« Responder #198 em: Novembro 03, 2020, 10:13:49 pm »
Não sendo uma compra militar as regras da União Europeia devem impedir isso... o que tem lógica.

O concurso deve ser obrigatorio ser aberto a empresas de fora, mas acho que se poderia exigir que o vencedor tivesse que construir cá, ou fazer um acordo com um estaleiro nacional existente, mas como disse, isso pode tornar o preço superior.
 

*

ICE 1A+

  • Analista
  • ***
  • 732
  • Recebeu: 540 vez(es)
  • Enviou: 44 vez(es)
  • +193/-12
Re: Sector Naval
« Responder #199 em: Novembro 15, 2020, 03:33:23 pm »
Mystic Cruises (Empresa de Mario Ferreira) buys Vasco da Gama, first CMV ship to be auctioned

https://www.seatrade-cruise.com/europe/mystic-cruises-buys-vasco-da-gama-first-cmv-ship-be-auctioned

Para além dos que está a construir em Viana do Castelo, ainda anda a comprar navios de empresas falidas.
Ele não para!



Pelo preço de um Atlântida......
8,5 milhões de euros.....foi quanto Mário Ferreira pagou pelo M/S Vasco da Gama.
Digam lá que o homem não é um génio neste negócio dos navios de cruzeiro...,...
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: tenente, HSMW, Viajante

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 16457
  • Recebeu: 1493 vez(es)
  • Enviou: 1416 vez(es)
  • +237/-306
Re: Sector Naval
« Responder #200 em: Novembro 17, 2020, 02:34:26 pm »
Barco produzido em Aveiro candidato a melhor do mundo
Produzido em Aveiro, o ROM 28 está na lista dos finalistas dos prémios mais prestigiados da indústria náutica.





exclusivo ROM 28, o primeiro modelo da portuguesa ROM Boats, está no grupo de finalistas candidatos aos prémios European Powerboat of the Year e Best of Boats Award, galardões que distinguem as melhores criações da indústria náutica de todo o mundo.

O estaleiro fundado em Aveiro em 2017, é especializado na produção de barcos de recreio, com uma forte componente de personalização, com o objetivo de permitir que cada cliente tem o direito de ter o seu próprio barco, único e não copiável. Os acabamentos de luxo à mão são outra das caraterísticas que distinguem a criação da empresa liderada pelo português Jorge Martins, que se combinam com a estética muito moderna, equipamentos de qualidade e níveis superiores de funcionalidade.

Os motores são MerCruiser, com potências entre os 250 e os 450 CV, estando a produção limitada a apenas 20 unidades, com preços entre os 240 mil e os 300 mil euros.

Os motores são MerCruiser, com potências entre os 250 e os 450 CV, estando a produção limitada a apenas 20 unidades, com preços entre os 240 mil e os 300 mil euros.

https://www.dinheirovivo.pt/motor-24/barco-produzido-em-aveiro-candidato-a-melhor-do-mundo-13031902.html

Site da empresa:

https://romboats.com/en
« Última modificação: Novembro 17, 2020, 02:36:47 pm por Cabeça de Martelo »
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: HSMW, perdadetempo, Viajante

*

Lusitaniae

  • Membro
  • *
  • 264
  • Recebeu: 66 vez(es)
  • Enviou: 6 vez(es)
  • +19/-202
Re: Sector Naval
« Responder #201 em: Dezembro 09, 2020, 11:40:10 am »
Com 2 navios até que ficou bonitinho, agora imaginem com os 10 que está previsto serem construídos.

« Última modificação: Dezembro 09, 2020, 11:41:30 am por Lusitaniae »
Abbati, medico, potronoque intima pande
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Cabeça de Martelo, ICE 1A+

*

ICE 1A+

  • Analista
  • ***
  • 732
  • Recebeu: 540 vez(es)
  • Enviou: 44 vez(es)
  • +193/-12
Re: Sector Naval
« Responder #202 em: Janeiro 21, 2021, 02:19:21 am »
Apanhei um susto valente....

A passear por. Viana do castelo,
Pensei que tinha começado a invasão de Al Andalus!




Afinal era só a Searib’s a apresentar  mais uma encomenda da Gendarmerie Royal  de Maroc.
12 lanchas de 4, 6 e 8 metros.
« Última modificação: Janeiro 21, 2021, 02:20:26 am por ICE 1A+ »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Cabeça de Martelo, HSMW, perdadetempo

*

perdadetempo

  • Perito
  • **
  • 575
  • Recebeu: 196 vez(es)
  • Enviou: 376 vez(es)
  • +50/-2
Re: Sector Naval
« Responder #203 em: Janeiro 21, 2021, 01:46:45 pm »
alguém me sabe dizer ao certo quem é na realidade a actual sociedade/grupo responsável pela SeaRibs?

É que pelo que se se vê na INTERNET oficialmente os proprietários são a Navalport Yards Lda, com sede em Sobral de Monte Agraço e que terá sido criada em 2006 com o capital social de 5.000,00 €.

Era apenas uma curiosidade, obrigado.

Cumprimentos
 

*

ICE 1A+

  • Analista
  • ***
  • 732
  • Recebeu: 540 vez(es)
  • Enviou: 44 vez(es)
  • +193/-12
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: perdadetempo

*

perdadetempo

  • Perito
  • **
  • 575
  • Recebeu: 196 vez(es)
  • Enviou: 376 vez(es)
  • +50/-2
Re: Sector Naval
« Responder #205 em: Janeiro 21, 2021, 06:08:45 pm »
http://www.einforma.pt/servlet/app/portal/ENTP/prod/ETIQUETA_EMPRESA_CONTRIBUINTE/nif/507274148/contribuinte/507274148/

Agradeço o link mas parece-me que reporta a uma situação anterior (ano 2005), mesmo no site da empresa o contacto oficial é de Sobral de Monte Agraço. Também quanfo fiz a pesquisa apareceu-me no histórico a contratação de 3 funcionários administrativos, 2 para Sobral de Monte Agraço e 1 para Viana do Castelo.

Isto é apenas uma curiosidade da minha parte e não tem nada a ver com teorias conspirativas ou outras. Era apenas para perceber se quem está à frente serão os donos/sócios originais ou se a empresa terá mudado de mãos.

Cumprimentos,
 

*

ICE 1A+

  • Analista
  • ***
  • 732
  • Recebeu: 540 vez(es)
  • Enviou: 44 vez(es)
  • +193/-12
Re: Sector Naval
« Responder #206 em: Janeiro 21, 2021, 06:23:34 pm »
Neste momento nem eu sei!
A marca searib’s tem  mudado de mãos, assiduamente.

A sede social em Sobral de Monte Agraço. é mais uma de muitas mudanças.

Já foi da Viana Pesca, depois  NavalEthes agora Navalport yards.

 

*

LM

  • Investigador
  • *****
  • 1494
  • Recebeu: 322 vez(es)
  • Enviou: 1291 vez(es)
  • +224/-7
Re: Sector Naval
« Responder #207 em: Janeiro 21, 2021, 06:27:14 pm »
É detida a 100% pela sócia-gerente Maria Del Pilar Santiago Isorna...
Quidquid latine dictum sit, altum videtur
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: HSMW

*

ICE 1A+

  • Analista
  • ***
  • 732
  • Recebeu: 540 vez(es)
  • Enviou: 44 vez(es)
  • +193/-12
Re: Sector Naval
« Responder #208 em: Janeiro 23, 2021, 04:46:32 pm »
http://www.einforma.pt/servlet/app/portal/ENTP/prod/ETIQUETA_EMPRESA_CONTRIBUINTE/nif/507274148/contribuinte/507274148/

Agradeço o link mas parece-me que reporta a uma situação anterior (ano 2005), mesmo no site da empresa o contacto oficial é de Sobral de Monte Agraço. Também quanfo fiz a pesquisa apareceu-me no histórico a contratação de 3 funcionários administrativos, 2 para Sobral de Monte Agraço e 1 para Viana do Castelo.

Isto é apenas uma curiosidade da minha parte e não tem nada a ver com teorias conspirativas ou outras. Era apenas para perceber se quem está à frente serão os donos/sócios originais ou se a empresa terá mudado de mãos.

Cumprimentos,

É detida a 100% pela sócia-gerente Maria Del Pilar Santiago Isorna...

A Searib’s  e o estaleiro que constrói as lanchas são duas entidades diferentes.

Searib’s é uma marca comercial criada para entrar no mercado internacional.
Originalmente foi  registrada  em Vigo.  Espanha, O estaleiro Que construía as lanchas a VianaPesca detinha 15 % , 85% era detidos por dois cidadãos espanhóis.