P-3 Orion na Força Aérea Portuguesa

  • 264 Respostas
  • 30900 Visualizações
*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 5274
  • Recebeu: 1638 vez(es)
  • Enviou: 412 vez(es)
  • +342/-244
Re: P-3 Orion na Força Aérea Portuguesa
« Responder #60 em: Junho 18, 2019, 07:21:36 pm »
Afinal não há pod  ;D Porque se terá optado por esta solução quando hoje existem pods de reconhecimento fotográfico (visível e IV) de elevada resolução, que podem ser empregues em vários tipos de aeronaves?

@dc é um farol de busca para missões nocturnas.



O pod ia afectar a performance aerodinâmica em dogfight, algo perfeitamente compreensível!  :mrgreen:

Calculei que fosse um farol, mas não tendo a certeza, melhor sempre perguntar.  :G-beer2:
 

*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 3772
  • Recebeu: 2909 vez(es)
  • Enviou: 1742 vez(es)
  • +4162/-1974
Re: P-3 Orion na Força Aérea Portuguesa
« Responder #61 em: Junho 18, 2019, 08:12:51 pm »
Isso de pods é com o "Ká-Cê" que poderá levar o Litening para certas missões...
Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

"I'll miss the sea, but a person needs new experiences. They jar something deep inside, allowing him to grow. Without change something sleeps inside us, and seldom awakens. The sleeper must awaken."
Duke Leto Atreides (Dune, Frank Herbert)
 

*

Red Baron

  • Investigador
  • *****
  • 1852
  • Recebeu: 283 vez(es)
  • Enviou: 236 vez(es)
  • +104/-209
Re: P-3 Orion na Força Aérea Portuguesa
« Responder #62 em: Junho 18, 2019, 08:13:30 pm »
Não dêem ideias a quem desgoverna isto!  :mrgreen:
É que se comprássemos isto, ficávamos muito mais bem servidos com mais C-295 MPA, esses sim são poucos e dava jeito virem também armados.  ::)

Tal como nas Esquadras de combate se pensa quase exclusivamente no F-35A, para substituto do P-3C CUP+ quem continua a recolher a maioria das preferências é o P-8 Poseidon. É uma valência que a FAP nunca mais quer perder depois do hiato ocorrido de praticamente uma década entre o abate do P2V-5 Neptune e a entrada ao serviço do P-3P Orion.

O MPA da Airbus, uma variante do A320 Neo designada por A320M3A (Modular Multi-Mission Aircraft), também deverá ser considerado pois trata-se de um conceito mais abrangente e bastante interessante.


Por acaso gostava que a Airbus desenvolve-se um A330 MPA.
Assim debaixo de numa plataforma podíamos ter AEW, transporte, abastecimento em voo e MPA.
 

*

Major Alvega

  • Analista
  • ***
  • 745
  • Recebeu: 748 vez(es)
  • Enviou: 454 vez(es)
  • +3834/-124
Re: P-3 Orion na Força Aérea Portuguesa
« Responder #63 em: Junho 18, 2019, 11:02:48 pm »


O Poseidon dos "pobres". Apresentado hoje em Le Bourget baseado na plataforma do C-130J.
Um kit "roll on" que pode ser usado nos C-130J já existentes.
« Última modificação: Junho 18, 2019, 11:04:27 pm por Major Alvega »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Charlie Jaguar

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 5274
  • Recebeu: 1638 vez(es)
  • Enviou: 412 vez(es)
  • +342/-244
Re: P-3 Orion na Força Aérea Portuguesa
« Responder #64 em: Junho 18, 2019, 11:13:36 pm »
Mas para isso já temos os P-3, que com o upgrade das hélices NP2000 ficavam um mimo... No entanto gosto especialmente da calha dupla para os Harpoon, e dos Hellfire. Resta saber se os P-3 ou os P-8 poderão usar o mesmo. ::)

Acho que o substituto natural será o P-8, mas isto só lá para 2035, ou até mais tarde, consoante os upgrades que o P-3 leve ou não até lá... E mais uma vez, volta à baila a data 2035... vamos precisar de encontrar petróleo debaixo da Assembleia da Republica para pagar isto tudo.  :mrgreen:
 

*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 3772
  • Recebeu: 2909 vez(es)
  • Enviou: 1742 vez(es)
  • +4162/-1974
Re: P-3 Orion na Força Aérea Portuguesa
« Responder #65 em: Junho 19, 2019, 09:45:25 am »


O Poseidon dos "pobres". Apresentado hoje em Le Bourget baseado na plataforma do C-130J.
Um kit "roll on" que pode ser usado nos C-130J já existentes.


Também já tinha lido. Conceito muito interessante para países com essa necessidade e menores recursos, mas que no entanto operam o C-130J como são os casos do Bangladesh e da Tunísia, por exemplo. ::)
Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

"I'll miss the sea, but a person needs new experiences. They jar something deep inside, allowing him to grow. Without change something sleeps inside us, and seldom awakens. The sleeper must awaken."
Duke Leto Atreides (Dune, Frank Herbert)
 

*

ocastilho

  • Membro
  • *
  • 290
  • Recebeu: 143 vez(es)
  • Enviou: 228 vez(es)
  • +2143/-5
Re: P-3 Orion na Força Aérea Portuguesa
« Responder #66 em: Junho 19, 2019, 09:51:52 am »


Também já tinha lido. Conceito muito interessante para países com essa necessidade e menores recursos, mas que no entanto operam o C-130J como são os casos do Bangladesh e da Tunísia, por exemplo. ::)

E para nós também, isto sim é o verdadeiro duplo-uso.
"Se servistes à pátria, que vos foi ingrata, vós fizestes o que devíeis, ela o que costuma."
 

*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 3772
  • Recebeu: 2909 vez(es)
  • Enviou: 1742 vez(es)
  • +4162/-1974
Re: P-3 Orion na Força Aérea Portuguesa
« Responder #67 em: Junho 19, 2019, 10:07:34 am »


Também já tinha lido. Conceito muito interessante para países com essa necessidade e menores recursos, mas que no entanto operam o C-130J como são os casos do Bangladesh e da Tunísia, por exemplo. ::)

E para nós também, isto sim é o verdadeiro duplo-uso.

Não falei do nosso caso porque isso está obviamente fora de questão; primeiro, obviamente, porque com o rumo que as coisas estão a seguir é infelizmente cada vez mais remota a hipótese de ver o C-130J ao serviço da FAP. E depois, porque nós não somos um país pobre, talvez antes "pobre". Isto porque se quer tudo novo mesmo que não haja dinheiro para mandar cantar um cego (ou, como é o nosso caso, não haja vontade de dar dinheiro ao cego para ele cantar). ::)

Entre o abate do Neptune e a IOC dos P-3P, os C-130H efectuaram missões de patrulha marítima, ou melhor, vigilância marítima, mas eram notoriamente desadequados para essa missão o que levou a que se comprassem os P-3B ex-RAAF. Até há pouco tempo ainda constava como missão secundária dos Bisontes.

Na altura em que for necessário pensar a sério na substituição do P-3C CUP+ opções é o que não faltarão, e tendo em conta a nossa tradição e área de responsabilidade marítima optaremos por uma plataforma independente e polivalente como o P-8 ou a aeronave concorrente da Airbus, que também por essa altura deverão ter um custo mais acessível. O que interessa é que se elabore e contrate nos próximos anos o "MLU 2" do CUP+ para que este continue a ser relevante até 2035. ;)



P.S. A não ser que também venhamos a optar pelo "Sea Ká-Cê"...  ::)

« Última modificação: Junho 19, 2019, 10:10:43 am por Charlie Jaguar »
Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

"I'll miss the sea, but a person needs new experiences. They jar something deep inside, allowing him to grow. Without change something sleeps inside us, and seldom awakens. The sleeper must awaken."
Duke Leto Atreides (Dune, Frank Herbert)
 

*

ocastilho

  • Membro
  • *
  • 290
  • Recebeu: 143 vez(es)
  • Enviou: 228 vez(es)
  • +2143/-5
Re: P-3 Orion na Força Aérea Portuguesa
« Responder #68 em: Junho 19, 2019, 10:29:11 am »
Certamente, CJ. O meu comentário não era uma critica ao teu, antes um gozo aos sujeitos que passam a vida a falar em duplo-uso e depois quando há uma plataforma com efectivo duplo uso, assobiam para o lado.

Porque penso que para um pais como o nosso, quantas mais plataformas houver que consigam ser multi-missão melhor. Mas acho que aprendi o Português errado e "duplo-uso" para eles significa fazer as missões civis bem e as militares uma m*rda. :mrgreen:
"Se servistes à pátria, que vos foi ingrata, vós fizestes o que devíeis, ela o que costuma."
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: LM, Charlie Jaguar

*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 3772
  • Recebeu: 2909 vez(es)
  • Enviou: 1742 vez(es)
  • +4162/-1974
Re: P-3 Orion na Força Aérea Portuguesa
« Responder #69 em: Junho 19, 2019, 10:42:47 am »
Certamente, CJ. O meu comentário não era uma critica ao teu, antes um gozo aos sujeitos que passam a vida a falar em duplo-uso e depois quando há uma plataforma com efectivo duplo uso, assobiam para o lado.
;)

É o novo jargão e disseminado ad nauseam pelos ignorantes da comunicação social para toda a Parvónia: duplo-uso. Que acaba por ser uso nenhum senão veja-se o caso do NavPol que não vê a luz do dia por mais promessas que se façam (e novenas com a Cristas). ::)


Mas acho que aprendi o Português errado e "duplo-uso" para eles significa fazer as missões civis bem e as militares uma m*rda. :mrgreen:

É a progressiva "Koalização" das Forças Armadas. :mrgreen:
« Última modificação: Junho 19, 2019, 11:41:26 am por Charlie Jaguar »
Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

"I'll miss the sea, but a person needs new experiences. They jar something deep inside, allowing him to grow. Without change something sleeps inside us, and seldom awakens. The sleeper must awaken."
Duke Leto Atreides (Dune, Frank Herbert)
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF, Stalker79, ocastilho

*

Red Baron

  • Investigador
  • *****
  • 1852
  • Recebeu: 283 vez(es)
  • Enviou: 236 vez(es)
  • +104/-209
Re: P-3 Orion na Força Aérea Portuguesa
« Responder #70 em: Junho 19, 2019, 09:32:53 pm »


Também já tinha lido. Conceito muito interessante para países com essa necessidade e menores recursos, mas que no entanto operam o C-130J como são os casos do Bangladesh e da Tunísia, por exemplo. ::)

E para nós também, isto sim é o verdadeiro duplo-uso.

Não falei do nosso caso porque isso está obviamente fora de questão; primeiro, obviamente, porque com o rumo que as coisas estão a seguir é infelizmente cada vez mais remota a hipótese de ver o C-130J ao serviço da FAP. E depois, porque nós não somos um país pobre, talvez antes "pobre". Isto porque se quer tudo novo mesmo que não haja dinheiro para mandar cantar um cego (ou, como é o nosso caso, não haja vontade de dar dinheiro ao cego para ele cantar). ::)

Entre o abate do Neptune e a IOC dos P-3P, os C-130H efectuaram missões de patrulha marítima, ou melhor, vigilância marítima, mas eram notoriamente desadequados para essa missão o que levou a que se comprassem os P-3B ex-RAAF. Até há pouco tempo ainda constava como missão secundária dos Bisontes.

Na altura em que for necessário pensar a sério na substituição do P-3C CUP+ opções é o que não faltarão, e tendo em conta a nossa tradição e área de responsabilidade marítima optaremos por uma plataforma independente e polivalente como o P-8 ou a aeronave concorrente da Airbus, que também por essa altura deverão ter um custo mais acessível. O que interessa é que se elabore e contrate nos próximos anos o "MLU 2" do CUP+ para que este continue a ser relevante até 2035. ;)



P.S. A não ser que também venhamos a optar pelo "Sea Ká-Cê"...  ::)



Por acaso podíamos comprar os EP-3E ARIES II que a USAF vai retirar este ano e experimentar neles o futuro MLU aos CUP+. :mrgreen: :mrgreen:
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 9029
  • Recebeu: 1321 vez(es)
  • Enviou: 1457 vez(es)
  • +186/-61
Re: P-3 Orion na Força Aérea Portuguesa
« Responder #71 em: Junho 24, 2019, 07:16:43 pm »
Anda um P-8 a participar no Contex/Phibex?

« Última modificação: Junho 24, 2019, 07:17:06 pm por Lightning »
 

*

typhonman

  • Investigador
  • *****
  • 4868
  • Recebeu: 611 vez(es)
  • Enviou: 1147 vez(es)
  • +2191/-2407
Re: P-3 Orion na Força Aérea Portuguesa
« Responder #72 em: Junho 24, 2019, 07:31:36 pm »
Anda um P-8 a participar no Contex/Phibex?



Sim, espero que o nosso futuro MPA.

Quanto aos pods Litening, o C-130J também o usa, caso das unidadas da ANG e da RAAF.

Cumprimentos,
 

*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 3772
  • Recebeu: 2909 vez(es)
  • Enviou: 1742 vez(es)
  • +4162/-1974
Re: P-3 Orion na Força Aérea Portuguesa
« Responder #73 em: Junho 25, 2019, 12:02:51 pm »
O único sistema de vigilância EO/IR a bordo é o MX-15HDi retráctil no nariz, equipado com 3 sensores diferentes: câmara TV de alta resolução; sensor IR e uma câmara de grande magnitude para pequenos detalhes (Spotter Scope). No ventre não há câmaras, apenas as do FLIR e portáteis operadas pelos tripulantes.

Conjunto de sensores do P-3C CUP+:



Na 601 fala-se que o contrato para o fornecimento do sistema FLIR MX-20D estará eventualmente assinado desde 2015, mas que terá sido alvo das cativações do sr. Centeno. Será esse o upgrade do P-3C na LPM? ::)

https://www.wescam.com/products-services/airborne-targeting/mx-20d/




P.S. O MX-20D, com a capacidade de designação de alvos activada, podia tornar o P-3C CUP+ num bombardeiro inteligente, tal como o Atlantique 2 que a Marinha Francesa já empregou desta forma no Sahel...

« Última modificação: Junho 25, 2019, 12:22:05 pm por Charlie Jaguar »
Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

"I'll miss the sea, but a person needs new experiences. They jar something deep inside, allowing him to grow. Without change something sleeps inside us, and seldom awakens. The sleeper must awaken."
Duke Leto Atreides (Dune, Frank Herbert)
 

*

ocastilho

  • Membro
  • *
  • 290
  • Recebeu: 143 vez(es)
  • Enviou: 228 vez(es)
  • +2143/-5
Re: P-3 Orion na Força Aérea Portuguesa
« Responder #74 em: Junho 25, 2019, 12:48:56 pm »






P.S. O MX-20D, com a capacidade de designação de alvos activada, podia tornar o P-3C CUP+ num bombardeiro inteligente, tal como o Atlantique 2 que a Marinha Francesa já empregou desta forma no Sahel...



Mais um exemplo de que o verdadeiro duplo-uso não é tido em consideração e que o apregoado duplo-uso de que tanto falam é só areia para os olhos do povão.
"Se servistes à pátria, que vos foi ingrata, vós fizestes o que devíeis, ela o que costuma."