Actividade Operacional/Exercícios

  • 267 Respostas
  • 26760 Visualizações
*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 5831
  • Recebeu: 644 vez(es)
  • Enviou: 399 vez(es)
  • +6000/-4863
Re: Actividade Operacional/Exercícios
« Responder #180 em: Novembro 24, 2020, 01:43:10 pm »
15ª Bda Inf Mec é certificada como Força de Prontidão


Citar
No período de 16 a 27 de novembro é realizada a Certificação da Força de Prontidão (FORPRON) da 15ª Brigada de Infantaria Mecanizada (15ª Bda Inf Mec), sendo dividida em três partes: Simulações Construtiva e Virtual, realizadas no período de 16 a 21 de novembro, em Curitiba/PR e Santa Maria/RS; e a Simulação Viva de 23 a 26 de novembro, realizada no Campo de Instrução Barão de São Borja/RS.

A primeira fase do Ciclo de Prontidão Operacional começou no mês de agosto de 2020, com a preparação das organizações militares subordinadas. A 2ª Fase chamada de Certificação engloba três tipos de simulação: Construtiva – na qual o foco da avaliação é  o Estado-Maior da Brigada; Virtual – em que são certificados os Comandantes de Companhia e Pelotão; e Viva – em que são certificadas as subunidades da Brigada.

Haverão nesta semana manobras táticas empregando o blindado Guarani e na oportunidade, será realizado o Tiro de Artilharia do 26º Grupo de Artilharia de Campanha, que será avaliado pela Artilharia Divisionária da 5ª Divisão de Exército.

Estarão presentes nas atividades o Comandante Militar do Sul, General Stumpf; o Comandante da 5ª Divisão de Exército, General Penteado; o Chefe do Preparo do COTER, General Affonso da Costa; que acompanharão o exercício em terreno na Simulação Viva

Sobre a FORPRON

O objetivo da FORPRON é preparar as tropas subordinadas à Brigada para o Ciclo de Prontidão, estando aptas a operar em missões reais de combate convencional, operações de Garantia da Lei e da Ordem e operações interagências. Os militares adestrados na FORPRON poderão cumprir qualquer missão de combate em território nacional, bem como, mediante ordem, vir a cumprir missão no exterior.

 :arrow:  http://www.5de.eb.mil.br/index.php/ultimas-noticias/405-15-bda-inf-mec-e-certificada-como-forca-de-prontidao







 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 5831
  • Recebeu: 644 vez(es)
  • Enviou: 399 vez(es)
  • +6000/-4863
Re: Actividade Operacional/Exercícios
« Responder #181 em: Novembro 24, 2020, 02:02:26 pm »
AMAN conclui Manobra 2020


Citar
A Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN) realizou de 16 a 20 de novembro a Manobra Escolar 2020, no sul fluminense.

Durante os cinco dias de atividade, estiveram envolvidos cerca de 2.700 militares de diversas unidades, além de 361 viaturas e 5 aeronaves.

Considerada o maior exercício da Academia, a Manobra tem como objetivo o aprendizado prático do cadete, num contexto de conflito contemporâneo, em que são realizadas Operações no Amplo Espectro, as quais integram ataques contra oponentes armados e aplicação dos meios de combate em ações de caráter ofensivo, defensivo, de pacificação, de Garantia da Lei e da Ordem.

Um universo de tática, técnicas e procedimentos, que visam aprimorar o futuro oficial combatente de carreira do Exército Brasileiro.

Na AMAN, vivem pouco mais de 1.700 cadetes de todas as Armas, Quadro e Serviço.

Como neste ano o exercício teve como foco principal o cadete, foi dada autonomia aos que exerceram funções de comando junto às suas tropas, iniciativa, a qual, foi vista como um dos pontos relevantes para o sucesso da Manobra.

Coube aos oficiais instrutores dos cursos orientar e observar, se preciso fosse. Além das atividades no campo de instrução da Academia, a cidade de Quatis, o distrito de Pedra Selada e as regiões de Fumaça, Monet e Monte Castelo também receberam os militares, que treinam constantemente o aprimoramento da doutrina militar.

Para além do material de emprego militar da Academia, destaca-se o apoio de diversas Organizações Militares, dentre elas, o Comando de Aviação do Exército (CAVEx), o Centro de Adestramento-Leste (CA-Leste) e da Escola de Formação Complementar do EB (EsFCEx).

De forma inédita, foi empregada a tecnologia da Seção de Simulação da AMAN em todas as ações da Manobra, o que gerou maior agilidade e realismo ao combate. Os meios digitais também se fizeram presentes no Sistema de Inteligência, com o apoio da Cadeira de Cibernética, e no Centro de Operações, com a utilização de softwares, que possibilitaram um acompanhamento mais detalhado das ações planejadas e executadas.

 Além dos meios de divulgação institucionais, o evento foi amplamente divulgado pela mídia, sendo citado em ao menos 14 veículos de imprensa da Região e nacionais.

Para que todas atividades da Academia sejam realizadas com sustentabilidade econômica e respeito ao patrimônio público, logo após o exercício ocorreu a manutenção de todos os meio utilizados.

A AMAN sente orgulho por mais um evento realizado com a integração dos cursos e com a certeza de ser uma oportunidade ímpar para que o cadete do 1º ano possa fazer a escolha de sua arma, a partir da experiência prática vivenciada na Manobra que, por sua vez, contou com a grande disponibilidade de meios de emprego militar.

 :arrow:  https://www.aman.eb.mil.br/ultimas-noticias/494-aman-conclui-manobra









 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 5831
  • Recebeu: 644 vez(es)
  • Enviou: 399 vez(es)
  • +6000/-4863
Re: Actividade Operacional/Exercícios
« Responder #182 em: Novembro 24, 2020, 05:48:28 pm »
Centro de Adestramento Leste  - Exercício Home Station Training


Citar
Rio de Janeiro (RJ) - O Centro de Adestramento Leste - Centro de Adestramento General Álvaro Braga realizou, no período de 2 a 8 de novembro, o último adestramento da Subunidade Culminating antes do embarque para o Estados Unidos da América, onde realizará o exercício combinado com a 82nd Airborne Division, no Joint Readiness Training Center, Fort Polk, Louisiana.

O Exercício Home Station Training encerra um ciclo de dois anos de adestramento, onde o CA-Leste trabalhou na preparação SU Culminating no emprego dos seus quatro pilares: o Dispositivo de Simulação e Engajamento Tático (DSET), o Observador e Controlador do Adestramento (OCA), a Força Oponente (FOROP) e a Análise Pós-Ação (APA).
A SU Culminating foi submetida a oito exercícios de campanha com a finalidade de atingir Objetivos de Adestramento como:

- Marcha para o combate;
- Operação de substituição em posição;
- Defesa de Área;
- Assalto Aeroterrestre
- Ataque à posição defensiva;
- Investimento à Localidade

O Exercício de Campanha foi realizado em cinco fases. A primeira foi o assalto aeroterrestre, no Campo de Instrução da AMAN com o ataque da SU Culminating a uma posição defendida pela FOROP para estabelecer uma Cabeça de Ponte Aérea (C Pnt Ae).

A segunda fase a foi Defesa da Cabeça de Ponte Aérea, onde a FOROP realizou um ataque a em uma frente de pelotão da C Pnt Ae.

A terceira fase do exercício foi realizada em São José do Barreiro - SP onde foi empregada a Aviação do Exército na infiltração aeromóvel e, em seguida, a SU realizou o investimento à localidade terminando com a quarta fase que foi a sua estabilização.

Após essas atividades foi realizado o Tiro Real (Live Fire) nível Subunidade que ocorreu no Campo de Instrução da AMAN, na região de Membeca, com o emprego do CA-Leste durante a preparação e execução dessa atividade. O Tiro Real da Su Culminating foi uma atividade inédita no Exército Brasileiro e servirá como base para atualização futura dos módulos de tiro das Unidades da Força Terrestre.

Texto: Cap Alfred / Fotos: Sd Iago

 :arrow:  http://www.caleste.eb.mil.br/noticias/242-ca-leste-home-station-training-live-fire.html







 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 5831
  • Recebeu: 644 vez(es)
  • Enviou: 399 vez(es)
  • +6000/-4863
Re: Actividade Operacional/Exercícios
« Responder #183 em: Novembro 24, 2020, 10:06:28 pm »
 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 5831
  • Recebeu: 644 vez(es)
  • Enviou: 399 vez(es)
  • +6000/-4863
Re: Actividade Operacional/Exercícios
« Responder #184 em: Novembro 25, 2020, 01:11:14 pm »
6ª Bateria de Artilharia Antiaérea Autopropulsada participa da Operação Arandu


Citar
Santa Maria (RS) – No período de14 a 20 de novembro, ocorreu a Operação Arandu, Exercício Militar Combinado entre os Exércitos do Brasil e da Argentina, no Campo de Instrução Barão de São Borja (CIBSB), Saicã, em Rosário do Sul (RS).

Dentre outras atividades, destacou-se o tiro real de superfície do canhão 35mm da VBC DA Ae Gepard 1 A2, no polígono de tiro do barro vermelho, realizado pela 6ª Bateria de Artilharia Antiaérea Autopropulsada (6ª Bia AAAe AP). Dessa forma, a subunidade contribuiu no compartilhamento de experiências doutrinárias entre os exércitos dos dois países, bem como no fortalecimento da diplomacia militar e na consolidação dos laços de união, cooperação e amizade.

Fonte: 6ª Bia AAAe AP



 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 5831
  • Recebeu: 644 vez(es)
  • Enviou: 399 vez(es)
  • +6000/-4863
Re: Actividade Operacional/Exercícios
« Responder #185 em: Novembro 26, 2020, 01:00:09 pm »
 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 5831
  • Recebeu: 644 vez(es)
  • Enviou: 399 vez(es)
  • +6000/-4863
Re: Actividade Operacional/Exercícios
« Responder #186 em: Novembro 26, 2020, 01:19:46 pm »
4ª Brigada de Infantaria Leve de Montanha - Operação Diedro 2020


Citar
Juiz de Fora (MG) - A 4ª Brigada de Infantaria Leve de Montanha realizou, no período de 18 a 25 de novembro, a Operação Diedro, exercício de combate em ambiente operacional de montanha, com o objetivo de realizar o adestramento básico das Organizações Militares Subordinadas em operações ofensivas e defensivas, bem como realizar o adestramento avançado da Brigada de Montanha, no comando e controle de suas unidades de combate, apoio de combate e apoio logístico em campanha.

As atividades se desenvolveram nas Serras do Relógio, Descoberto e Boa Vista, entre os municípios de Descoberto e Astolfo Dutra, ambos no Estado de Minas Gerais, região com altitudes elevadas variando de 950 a 1.400 metros.

Com esse exercício, a Brigada de Montanha do Exército Brasileiro concluiu o ciclo de adestramento avançado, mantendo-se em permanente estado de prontidão nas operações de defesa externa em ambiente de montanha.

Cabe ressaltar que todo o efetivo participante testou negativo para COVID-19, bem como foram observados os protocolos de segurança previstos no combate à pandemia em curso. Diante da atual conjuntura sanitária, também foi realizada uma Ação Cívico Social (ACISO), nos municípios mineiros de Guarani, São João Nepomuceno, Descoberto e Astolfo Dutra, com a descontaminação de áreas públicas com grande fluxo de pessoas e capacitação de agentes públicos municipais das áreas de saúde e sanitária.

Fonte: 4ª Bda Inf L Mth








 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 5831
  • Recebeu: 644 vez(es)
  • Enviou: 399 vez(es)
  • +6000/-4863
Re: Actividade Operacional/Exercícios
« Responder #187 em: Novembro 26, 2020, 10:50:29 pm »
 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 5831
  • Recebeu: 644 vez(es)
  • Enviou: 399 vez(es)
  • +6000/-4863
Re: Actividade Operacional/Exercícios
« Responder #188 em: Novembro 30, 2020, 06:17:39 pm »
 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 5831
  • Recebeu: 644 vez(es)
  • Enviou: 399 vez(es)
  • +6000/-4863
Re: Actividade Operacional/Exercícios
« Responder #189 em: Dezembro 08, 2020, 06:45:28 pm »
23ª Brigada de Infantaria de Selva é certificada como FORPRON


Citar
De 20 de novembro a 5 de dezembro, o Comando Militar do Norte (CMN), juntamente com o Centro de Adestramento-Leste (CA-Leste), realizou a certificação da 23ª Brigada de Infantaria de Selva (23ª Bda Inf Sl) como Força de Prontidão (FORPRON) do Exército Brasileiro voltada para a Defesa da Pátria, cuja preparação assegura o nível de eficiência operacional da tropa desejado.

A certificação é um exercício que atesta a preparação da 23ª Bda Inf Sl para o cumprimento das missões nas diversas hipóteses de emprego da tropa, como resposta imediata da Força Terrestre em situações de combate. Dessa maneira, a Força deve se preparar para a dissuasão de ameaças, buscando atingir o mais alto nível compatível com os recursos disponíveis. Assim sendo, a Força Terrestre necessariamente precisa manter suas tropas em permanente estado de prontidão operacional.

Por meio do Sistema de Simulação do Exército Brasileiro (SSEB) e do Sistema de Prontidão Operacional (SISPRON), é possível realizar simulações construtivas e vivas, dentro de temas táticos, que são previstos em diversas hipóteses de emprego, permitindo a manutenção do nível de adestramento denominado “preparação completa” atingido pela Força, mantendo seu poder de combate, avaliadas e certificadas em sua capacitação operacional.

O 52º Batalhão de Infantaria de Selva (52º BIS), como Força de Prontidão da 23ª Bda Inf Sl, participou da certificação que se constituiu por duas fases. Na 1ª Fase, de 20 a 27 de novembro, foi realizada nas dependências do 23º Batalhão Logístico de Selva a simulação construtiva, na qual o CMN certificou o Comando e Estado Maior da 23ª Bda Inf Sl e suas OM subordinadas, por meio de um tema tático em situação de guerra.

Na 2ª Fase, de 28 de novembro a 5 de dezembro, ocorreu a simulação viva, dentro de um tema tático coerente com as missões prioritárias do Batalhão, quando foram realizadas as seguintes ações:

Apronto operacional;
Marcha para o combate por estrada em terreno de selva;
Marcha para o combate através selva seguido de uma infiltração tática por pelotões; e
Ataques a uma posição defensiva do inimigo e defesa de uma área de combate, estabelecendo pontos fortes e posições defensivas circulares no terreno.

No final do exercício, o CA-Leste empregou cadernetas de certificação contendo as fichas de observação acerca do trabalho de comando e estado-maior, de trabalho de comando das subunidades e escalões inferiores e dos objetivos de adestramento, a fim de balizar a avaliação do exercício.

 :arrow:  https://tecnodefesa.com.br/23a-brigada-de-infantaria-de-selva-e-certificada-como-forca-de-prontidao/






 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 5831
  • Recebeu: 644 vez(es)
  • Enviou: 399 vez(es)
  • +6000/-4863
Re: Actividade Operacional/Exercícios
« Responder #190 em: Dezembro 09, 2020, 11:40:42 am »
2° RC Mec realiza certificação do Esquadrão FORSUL


Citar
São Borja (RS) – No período de 9 a 11 de novembro, o 2º Regimento de Cavalaria Mecanizado (2° RC Mec) executou a OPERAÇÃO SÃO BORJA II.

A operação teve a finalidade de certificar o Esquadrão FORSUL nas operações de defesa externa, inserido no Período de Adestramento Básico.

Durante o Exercício, que contou com a participação de tropas do 1° Regimento de Cavalaria Mecanizado (1° RC Mec), a subunidade FORSUL realizou ações enquadrada em uma força de cobertura, retardando a força oponente entre a posição inicial de retardamento e o seu acolhimento na direção da cidade de São Borja.

Trata-se de um exercício de fundamental importância para o ano de instrução, onde foram empregados mais de 40 viaturas e mais de 100 militares.

Dando sequência ao adestramento, o 2° RC Mec apoiou o 1° RC Mec e o 19° RC Mec em suas respectivas certificações, no período de 16 a 27 de novembro, atuando como força oponente, proporcionando maior realismo à atividade.

Fotos: Cb Vinicius
Crédito: Com Soc 2º RC Mec








 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 5831
  • Recebeu: 644 vez(es)
  • Enviou: 399 vez(es)
  • +6000/-4863
Re: Actividade Operacional/Exercícios
« Responder #191 em: Dezembro 11, 2020, 01:38:08 am »
 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 5831
  • Recebeu: 644 vez(es)
  • Enviou: 399 vez(es)
  • +6000/-4863
Re: Actividade Operacional/Exercícios
« Responder #192 em: Dezembro 11, 2020, 02:16:26 am »
2ª DE conduz Exercício Agulhas Negras 2020


Citar
Pirassununga (SP) – Entre os dias 27 de novembro e 4 de dezembro, a 2ª Divisão de Exército conduziu, no interior do Estado de São Paulo, um dos maiores treinamentos militares do ano de instrução: o Exercício Agulhas Negras. Mais de 3,8 mil homens e mulheres se adestraram em operações ofensivas na região de Pirassununga, no interior do estado.

No apronto operacional, realizado na Academia da Força Aérea, o Comandante da 2ª Divisão de Exército, General de Divisão Edson Diehl Ripoli, destacou as qualidades da tropa bandeirante. "E a nossa Divisão tem que estar pronta para combater em qualquer lugar. A 12 Brigada pode ser empregada em qualquer parte do território nacional. A 11 Brigada, quando tinha operações de Garantia da Lei e da Ordem no Rio de Janeiro, era ela que ia para lá. O Comando da Divisão vai ao Comando Militar da Amazônia nos planejamentos. Ou seja, a 2ª DE é uma Divisão com vocação expedicionária e, para isso, nós temos que estar adestrados", disse o general.

Dia D

Ainda nas primeiras horas do Dia D de operações, a 11ª Brigada de Infantaria Leve (Bda Inf L) tranpôs o Rio Mogi-Guaçu em botes, passadeiras e portadas do 2° Batalhão de Engenharia de Combate e, depois, seguiu em ataque coordenado, permitindo a conquista da cabeça de ponte da 2ª DE. Enquanto isso, uma Força-Tarefa de um Batalhão de Infantaria Leve realizou uma infiltração aeromóvel por meio de helicópteros da Aviação do Exército para conquistar o aeródromo da região de Analândia (SP), que estava atrás da posição defensiva do inimigo. Com a manobra, a 2ª DE negou uma infraestrutura crítica ao oponente.

Em outra ação ofensiva, os paraquedistas foram lançados a partir de aeronaves da Força Aérea Brasileira na região do município de Barra Bonita (SP), conquistando uma cabeça de ponte aérea. Assim, a 2ª Divisão de Exército pôde acelerar o cerco ao oponente, colocando uma segunda tropa atrás da linha de contato com o inimigo.

Dia D+1

Com os objetivos conquistados, as tropas em primeiro escalão seguiram em marcha para o combate no sentido oeste, a fim de preparar o ataque do dia seguinte.

Dia D+2

No segundo dia após o início da ofensiva militar, o município de Analândia (SP) era o objetivo a ser conquistado na simulação. Tropas da 11ª Bda Inf L amanheceram na cidade, realizando o isolamento, cerco e investimento contra o inimigo simulado e a junção com a Força-Tarefa Aeromóvel que havia desembarcado dois dias antes na região.

Com o objetivo consolidado, um novo assalto aeromóvel foi realizado pela 12ª Brigada de Infantaria Leve (Aeromóvel), à tarde, dessa vez para a região do município de Santa Maria da Serra (SP). O objetivo era defender as pontes sobre o Rio Piracicaba e o Rio Tietê, a fim de isolar o inimigo simulado que retraia e impedir o reforço da reserva inimiga.

Dia D+3

No último dia do adestramento, a 11ª Bda Inf L seguiu em aproveitamento do êxito, para realizar a junção com as tropas aeromóveis e paraquedistas, concluindo o Exercício Agulhas Negras 2020.

Participantes do exercício

Além das Brigadas e Unidades divisionárias da 2ª DE, o Exercício Agulhas Negras 2020 ainda contou com a participação de elementos da 2ª Região Militar, do Hospital Militar de Área de São Paulo, do 1º Batalhão de Guerra Eletrônica, do 1° Batalhão de Defesa Química, Biológica, Radiológica e Nuclear, do 1° Batalhão de Operações Psicológicas, da Artilharia Divisionária da 5ª DE, do 2° e do 8° Batalhões de Polícia do Exército.

 :arrow:   http://www.2de.eb.mil.br/index.php/component/content/article?id=1553















 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 5831
  • Recebeu: 644 vez(es)
  • Enviou: 399 vez(es)
  • +6000/-4863
Re: Actividade Operacional/Exercícios
« Responder #193 em: Dezembro 16, 2020, 01:01:49 pm »
Força de Prontidão do 33º Batalhão de Infantaria Mecanizado participa de exercício de simulação de combate


Citar
Rosário do Sul (RS) – No dia 25 de novembro, os integrantes da Força de Prontidão (FORPRON) do 33º Batalhão de Infantaria Mecanizado (33º BI Mec) participaram do Exercício de Simulação Viva, realizado no Campo de Instrução Barão de São Borja.

O Comandante Militar do Sul, General de Exército Valério Stumpf Trindade, acompanhado do General de Divisão Carlos José Russo Assumpção Penteado, Comandante da 5ª Divisão de Exército (5ª DE), e do General de Brigada Cláudio Henrique da Silva Plácido, Comandante da 15ª Brigada de Infantaria Mecanizada (15ª Bda Inf Mec), verificou a capacitação operacional da Força de Prontidão nas atividades de marcha para o combate, ataque coordenado e aproveitamento do êxito.

O exercício teve como objetivos adestrar e certificar duas subunidades de Fuzileiros Mecanizados/ 33º BI Mec componentes da FORPRON da 15ª Bda Inf Mec; desenvolver e manter o valor profissional e a capacidade de liderança militar dos quadros; testar sua doutrina de emprego, de técnicas operacionais e de apoio e experimentar a sua organização no terreno, com foco na defesa da Pátria.








 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 5831
  • Recebeu: 644 vez(es)
  • Enviou: 399 vez(es)
  • +6000/-4863
Re: Actividade Operacional/Exercícios
« Responder #194 em: Fevereiro 11, 2021, 04:10:08 pm »
Operação Culminating

3rd Brigade Combat Team, 82nd Airborne Division

#Paratroopers training alongside their Brazilian partners during their Joint Readiness Training Center rotation! Photos courtesy of the 49th Public Affairs Detachment