REFORMAR E MODERNIZAR AS FORÇAS ARMADAS

  • 1211 Respostas
  • 154731 Visualizações
*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 5088
  • Recebeu: 1528 vez(es)
  • Enviou: 391 vez(es)
  • +319/-241
Re: REFORMAR E MODERNIZAR AS FORÇAS ARMADAS
« Responder #1200 em: Julho 15, 2021, 01:37:34 am »
Pegando no que estava a ser falado no tópico dos F-16 e também no tópico da substituição dos P-3 (e respondendo ao tenente):

Também acho que é preciso modernizar os Merlin, mas não se devia esperar por 2030, devia fazer já parte da revisão da LPM, eventualmente incluir na dita revisão o MLU dos C-295. Estes dois programas não me parecem ser assim caros por aí além.

Também acho que a necessidade de CAS nos TOs em África devia passar pelos AC-295, comprando mais 3 C-295, e 3 "kits AC-295", enquanto os Epsilon seriam substituídos por PC-21, arrumando-se de vez a conversa dos ST. Não só fica mais barato comprar PC-21 face aos ST, como nos TOs só seria necessário destacar um modelo de aeronave de asa fixa, o C-295, capaz de realizar transporte e CAS.

Quanto aos hélis, ia por meia dúzia de hélis usados (UH-1Y ou UH-60), que à partida aguentariam cerca de 15 anos, e que o fim da sua vida, coincidia aproximadamente com a data de substituição dos Lynx, sendo assim possível fazer um programa conjunto para se adquirir um modelo de héli para as duas necessidades, talvez algo na ordem de MH-60R e MH-60S. Assim os custos de manutenção reduzem-se, pois passamos de 2 modelos distintos, para 1.

E também aplicava a "uniformização de frotas" ao Exército, pois é um absurdo o EP ter tantas viaturas tácticas/logísticas (camiões) diferentes. Se calhar reduzir para 2 ou 3 modelos era um começo, pelo menos um médio e outro pesado com as variantes necessárias.
 

*

typhonman

  • Investigador
  • *****
  • 4681
  • Recebeu: 544 vez(es)
  • Enviou: 941 vez(es)
  • +1179/-1590
Re: REFORMAR E MODERNIZAR AS FORÇAS ARMADAS
« Responder #1201 em: Julho 15, 2021, 02:09:27 pm »
Pegando no que estava a ser falado no tópico dos F-16 e também no tópico da substituição dos P-3 (e respondendo ao tenente):

Também acho que é preciso modernizar os Merlin, mas não se devia esperar por 2030, devia fazer já parte da revisão da LPM, eventualmente incluir na dita revisão o MLU dos C-295. Estes dois programas não me parecem ser assim caros por aí além.

Também acho que a necessidade de CAS nos TOs em África devia passar pelos AC-295, comprando mais 3 C-295, e 3 "kits AC-295", enquanto os Epsilon seriam substituídos por PC-21, arrumando-se de vez a conversa dos ST. Não só fica mais barato comprar PC-21 face aos ST, como nos TOs só seria necessário destacar um modelo de aeronave de asa fixa, o C-295, capaz de realizar transporte e CAS.

Quanto aos hélis, ia por meia dúzia de hélis usados (UH-1Y ou UH-60), que à partida aguentariam cerca de 15 anos, e que o fim da sua vida, coincidia aproximadamente com a data de substituição dos Lynx, sendo assim possível fazer um programa conjunto para se adquirir um modelo de héli para as duas necessidades, talvez algo na ordem de MH-60R e MH-60S. Assim os custos de manutenção reduzem-se, pois passamos de 2 modelos distintos, para 1.

E também aplicava a "uniformização de frotas" ao Exército, pois é um absurdo o EP ter tantas viaturas tácticas/logísticas (camiões) diferentes. Se calhar reduzir para 2 ou 3 modelos era um começo, pelo menos um médio e outro pesado com as variantes necessárias.

Não precisas de AC-295, quando se comprares UH-60 armados, com CRV-7, Hellfire Hydra etc, fazes o mesmo.
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: LM

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 5088
  • Recebeu: 1528 vez(es)
  • Enviou: 391 vez(es)
  • +319/-241
Re: REFORMAR E MODERNIZAR AS FORÇAS ARMADAS
« Responder #1202 em: Julho 15, 2021, 02:51:06 pm »
A vantagem do AC-295, é poder ficar mais tempo "on station", de resto sim, UH-60 totalmente equipados, servem. O problema é que se prevê uma quantidade muito baixa de helicópteros, sendo que só conseguirás destacar 2, 3 no máximo, para um TO em África, o que limitará a capacidade de dar apoio aéreo sustentado.

Mas isto é apenas no seguimento da conversa do "CAS na FAP".
 

*

NVF

  • Investigador
  • *****
  • 4211
  • Recebeu: 2572 vez(es)
  • Enviou: 4593 vez(es)
  • +2990/-139
Re: REFORMAR E MODERNIZAR AS FORÇAS ARMADAS
« Responder #1203 em: Julho 16, 2021, 03:55:57 am »
Segundo a AFM deste mês, dois C295 jordanos estão armazenados em Sevilha, à espera de comprador. A Birmânia tentou adquiri-los por cerca de 38 milhões de USD, mas o negócio falhou devido aos abusos dos direitos humanos por parte do governo desse país.

Para uma força aérea com 01 C-130 operacional e em que a maior parte das funções de transporte são asseguradas por uma frota saturada de C295, 02 aparelhos extra proporcionariam um aumento substancial da capacidade operacional e uma poupança considerável na vida das células actualmente em uso. Mas para o tretaroni, devemos ter a melhor força aérea de sempre, isto é, completamente ofuscada pela força aérea marroquina.

Entretanto noutra nota: parece que a USCG desistiu dos HH-60H ex-USN em favor de 25 MH-60T novos. Mas, ao que parece, não há helis usados disponíveis no mercado.
Talent de ne rien faire
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: tenente, dc

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 5088
  • Recebeu: 1528 vez(es)
  • Enviou: 391 vez(es)
  • +319/-241
Re: REFORMAR E MODERNIZAR AS FORÇAS ARMADAS
« Responder #1204 em: Julho 16, 2021, 10:57:32 am »
Seria uma opção a ter em conta, podia ser uma boa pechincha, sendo apenas necessário, presumo eu, modificar as duas aeronaves para receber o radar que temos nos nossos.

Os HH-60H se estiverem em condições, seriam uma excelente oportunidade. Sendo navalizados, acabam por poder operar a partir de um futuro LPD, AOR e até fragatas.
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 11576
  • Recebeu: 1896 vez(es)
  • Enviou: 2586 vez(es)
  • +1554/-3080
Re: REFORMAR E MODERNIZAR AS FORÇAS ARMADAS
« Responder #1205 em: Julho 16, 2021, 12:42:25 pm »
Não vai acontecer nada.
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 8401
  • Recebeu: 3786 vez(es)
  • Enviou: 2531 vez(es)
  • +3060/-209
Re: REFORMAR E MODERNIZAR AS FORÇAS ARMADAS
« Responder #1206 em: Julho 16, 2021, 01:10:07 pm »
Não vai acontecer nada.

Claro que não.  :N-icon-Axe:

Temos exemplos de mais em que os diversos SA chegam ao fim de vida sem upgrades e ou o numero de unidades é  curto para as solicitações mas não se reforça o seu numero obrigando as células existentes a um numero de horas de voo maior exigindo muito esforço as plataformas e reduzindo a sua vida !! :bang:

Abraços


Quando um Povo não Respeita as Suas FFAA, Não Respeita a Sua História nem se Respeita a Si Próprio  !!
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF

*

NVF

  • Investigador
  • *****
  • 4211
  • Recebeu: 2572 vez(es)
  • Enviou: 4593 vez(es)
  • +2990/-139
Re: REFORMAR E MODERNIZAR AS FORÇAS ARMADAS
« Responder #1207 em: Julho 17, 2021, 01:34:08 am »
Não vai acontecer nada.

Não sei não. Com tantas impressões nunca se sabe.  :mrgreen:
Talent de ne rien faire
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: P44, tenente

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 8401
  • Recebeu: 3786 vez(es)
  • Enviou: 2531 vez(es)
  • +3060/-209
Re: REFORMAR E MODERNIZAR AS FORÇAS ARMADAS
« Responder #1208 em: Julho 17, 2021, 08:20:59 am »
Só vou afirmar isto :

Quando um Povo não Respeita as suas FFAA, não Respeita a Sua História nem se Respeita a Si Próprio  !!!!

Esta afirmação resume as atitudes e Ações dos nossos Políticos  !!!!

Abraços
« Última modificação: Julho 17, 2021, 08:22:26 am por tenente »


Quando um Povo não Respeita as Suas FFAA, Não Respeita a Sua História nem se Respeita a Si Próprio  !!
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Viajante

*

Viajante

  • Investigador
  • *****
  • 2414
  • Recebeu: 1146 vez(es)
  • Enviou: 526 vez(es)
  • +1203/-102
Re: REFORMAR E MODERNIZAR AS FORÇAS ARMADAS
« Responder #1209 em: Julho 17, 2021, 11:27:02 am »
Só vou afirmar isto :

Quando um Povo não Respeita as suas FFAA, não Respeita a Sua História nem se Respeita a Si Próprio  !!!!

Esta afirmação resume as atitudes e Ações dos nossos Políticos  !!!!

Abraços

Tenho dúvidas que a população em geral não respeite as FA, já dos políticos.......

Julgo que há um misto de medo (dos políticos às FA), por estarem a governar tão bem o país e poderam de um momento para o outro serem depostos  :mrgreen:
E por outro lado, a óbvia escassez de recursos financeiros, leva a que os governos mais facilmente satisfaçam os imensos pedidos dos autarcas para fazerem mais uma dúzia de rotundas e mais não sei quantos pavilhões multiusos (repare como o que normalmente tem um Município, os Municípios ao lado exigem também para eles), do que ao invés invistam na actualização ou substituição do F16, na substituição das fragatas......

Mas aqui as próprias FA têem culpa ao não exigirem melhores meios em vez de melhores condições pessoais (salariais mais concretamente). Nesse aspecto têem de levantar mais a voz. Ou vi vários políticos locais afirmarem que quando pretendem apoio financeiro do Estado, vão directamente a Lisboa e não param de chatear o Ministro-alvo enquanto não lhes "passar o cheque". Se-calhar falta mais empenho nas FA, pode não estar no ADN fazerem tal coisa, mas não tenho dúvidas de que ficam para trás, também por causa disso!
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 8401
  • Recebeu: 3786 vez(es)
  • Enviou: 2531 vez(es)
  • +3060/-209
Re: REFORMAR E MODERNIZAR AS FORÇAS ARMADAS
« Responder #1210 em: Julho 17, 2021, 07:35:08 pm »
Só vou afirmar isto :

Quando um Povo não Respeita as suas FFAA, não Respeita a Sua História nem se Respeita a Si Próprio  !!!!

Esta afirmação resume as atitudes e Ações dos nossos Políticos  !!!!

Abraços

Tenho dúvidas que a população em geral não respeite as FA, já dos políticos.......

Julgo que há um misto de medo (dos políticos às FA), por estarem a governar tão bem o país e poderam de um momento para o outro serem depostos  :mrgreen:
E por outro lado, a óbvia escassez de recursos financeiros, leva a que os governos mais facilmente satisfaçam os imensos pedidos dos autarcas para fazerem mais uma dúzia de rotundas e mais não sei quantos pavilhões multiusos (repare como o que normalmente tem um Município, os Municípios ao lado exigem também para eles), do que ao invés invistam na actualização ou substituição do F16, na substituição das fragatas......

Mas aqui as próprias FA têem culpa ao não exigirem melhores meios em vez de melhores condições pessoais (salariais mais concretamente). Nesse aspecto têem de levantar mais a voz. Ou vi vários políticos locais afirmarem que quando pretendem apoio financeiro do Estado, vão directamente a Lisboa e não param de chatear o Ministro-alvo enquanto não lhes "passar o cheque". Se-calhar falta mais empenho nas FA, pode não estar no ADN fazerem tal coisa, mas não tenho dúvidas de que ficam para trás, também por causa disso!


Quando um Povo não Respeita as Suas FFAA, Não Respeita a Sua História nem se Respeita a Si Próprio  !!
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 8908
  • Recebeu: 1245 vez(es)
  • Enviou: 1375 vez(es)
  • +177/-58
Re: REFORMAR E MODERNIZAR AS FORÇAS ARMADAS
« Responder #1211 em: Julho 19, 2021, 01:19:38 am »
Mas aqui as próprias FA têem culpa ao não exigirem melhores meios em vez de melhores condições pessoais (salariais mais concretamente). Nesse aspecto têem de levantar mais a voz. Ou vi vários políticos locais afirmarem que quando pretendem apoio financeiro do Estado, vão directamente a Lisboa e não param de chatear o Ministro-alvo enquanto não lhes "passar o cheque". Se-calhar falta mais empenho nas FA, pode não estar no ADN fazerem tal coisa, mas não tenho dúvidas de que ficam para trás, também por causa disso!

Porque os generais não são eleitos por cidadãos, são eleitos (escolhidos) pelo poder político, também muitos autarcas só se lembram de fazer rotundas e reparar as estradas em anos de eleições, como este ano.