ForumDefesa.com

Forças Armadas e Sistemas de Armas => Exércitos/Sistemas de Armas => Exército Brasileiro => Tópico iniciado por: mafets em Maio 07, 2015, 02:38:02 pm

Título: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Maio 07, 2015, 02:38:02 pm
Atenção que a operação Ágata para já está suspensa. E estamos a falar de uma acção das Forças Armadas Brasileiras que atinge uma ampla área de Fronteira  com qualquer coisa como 27 % do Território Brasileiro. http://www.forte.jor.br/2015/05/06/corte-no-orcamento-do-exercito-ira-diminuir-exercicios-e-treinamentos-na-regiao-sul/ (http://www.forte.jor.br/2015/05/06/corte-no-orcamento-do-exercito-ira-diminuir-exercicios-e-treinamentos-na-regiao-sul/)
Citar
Segundo o General Antonio Hamilton Martins Mourão, alimentação, saúde e vestimentas terão as verbas mantidas. Já a manutenção de batalhões e operações terão menos dinheiro. Por exemplo, a Operção Ágata, que combate crimes de fronteira, será suspensa.
http://agata8.defesa.gov.br/index.shtm (http://agata8.defesa.gov.br/index.shtm)
Citar
O QUE É A OPERAÇÃO ÁGATA

A Operação Ágata é uma ação militar, de natureza episódica, conduzida pelas Forças Armadas em pontos estratégicos da fronteira terrestre brasileira.
A iniciativa faz parte do Plano Estratégico de Fronteiras do Governo Federal, criado para prevenir e reprimir a ação de criminosos na divisa do Brasil com dez países sul-americanos, além de intensificar a presença do Estado nessa região.
Ao longo da operação, militares da Marinha, do Exército e da Aeronáutica realizam missões táticas destinadas a coibir delitos como narcotráfico, contrabando e descaminho, tráfico de armas e munições, crimes ambientais, imigração e garimpo ilegais.
As ações, coordenadas pelo Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas (EMCFA), abrangem desde a vigilância do espaço aéreo até operações de patrulha e inspeção nos principais rios e estradas que dão acesso ao país.
Além da Defesa, a Ágata envolve a participação de 12 ministérios e 20 agências governamentais. O planejamento e a mobilização são feitos de forma integrada, com articulação contínua entre militares das Forças Armadas e agentes de segurança pública nos níveis federal, estadual e municipal.
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.operacoes.defesa.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D45397&hash=ab3c3546f4a09f9c1d2f61eb6fcc1db4)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.oliberdade.com.br%2Fmedia%2Fimages%2F7103%2F15295%2Ftmp%2FwmX-600x450x4-5191003b91d69b356ace10a7bbde83c3ea072b6a60137.jpg&hash=276c544963c3f020fa391606ccfe8cd8)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Facritica.uol.com.br%2Fnoticias%2Fmanaus-amazonas-amazonia-Operacao-Agata-estrategico-Defesa-Justica-forcas_armadas-militares_ACRIMA20130504_0001_15.gif&hash=69022a11d63f27f6e0b9346c9ac21bb1)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.portalamazonia.com.br%2Feditoria%2Ffiles%2F2012%2F05%2Fagata1.jpg&hash=5c990389dd3852656c4c9e2438f1f3eb)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D863007%26amp%3Bt%3D1313433240853&hash=537701f47810827f7234804459632049)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aereo.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F%2F2011%2F12%2FA-1-A-29-e-Bandeirante-no-p%25C3%25A1tio-em-Vilhena-na-opera%25C3%25A7%25C3%25A3o-%25C3%2581gata-3-foto-FAB.jpg&hash=003750e756fadbbd2047e3c0b63d9720)

Saudações

Cumprimentos
Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Cabeça de Martelo em Maio 27, 2015, 11:18:55 am
Maré: sargentos das Forças Especiais são feridos em tiroteio com traficantes.

Militares das Forças Especiais são feridos no Rio. Unidade de elite foi atacada por traficantes no Complexo da Maré, que ainda feriram um terceiro soldado. Vídeo mostra ataque que deixou dois feridos.

Leslie Leitão, do Rio de Janeiro - Veja, 26.05.15.

Criado em 1983, em Goiás, o 1º Batalhão de Forças Especiais é considerado a unidade de elite do Exército Brasileiro. O treinamento, um dos mais difíceis do país, capacita o soldado que se aventura a quase todo o tipo de missão, desde o planejamento e execução de ações de contraterrorismo, contraguerrilha, fuga e evasão, resistência física e psicológica. Se o Brasil entrar em guerra com alguma outra nação do planeta, os FEs, como são conhecidos, serão os responsáveis pelos reconhecimentos estratégicos e os primeiros ataques ao inimigo. Esta apresentação dá uma dimensão do tamanho do problema em que a ocupação do Complexo da Maré se transformou, na porta de entrada do Rio de Janeiro. Na noite do último dia 17 de maio, dois desses "supersoldados" foram feridos em confrontos com traficantes que, após mais de um ano de ocupação, continuam a mandar no território.

De acordo com a assessoria da Força de Pacificação, além dos dois sargentos FEs, um terceiro militar de outra unidade do Exército também ficou ferido. "Foram ferimentos leves e receberam atendimento médico imediato", informam, sem detalhes mais aprofundados de cada caso. O fato é que desde 5 de abril de 2014, quando mais de 3 000 homens das Forças Armadas ocuparam a Maré - atendendo a um pedido de socorro do então governador Sérgio Cabral -, pelo menos 23 militares foram baleados e um deles, o cabo da Brigada Paraquedista, Michel Mikami, de 21 anos, morreu.

A pouco mais de um mês do término da missão, prevista para 30 de junho, os militares, informalmente, admitem o temor de que outras baixas possam arranhar ainda mais a imagem do Exército: "Se até a nossa tropa de elite é atacada desse jeito, está claro que muita coisa deu errado", afirma um oficial do Comando Militar do Leste, que pede para não ser identificado.

Um novo vídeo postado nas redes sociais também mostra um pouco mais da ousadia dos criminosos. No dia 21 de janeiro deste ano, um comboio com cerca de 40 homens percorria as ruas da Favela Vila dos Pinheiros, quando foi atacado. Na ocasião, dois militares se feriram. As imagens mostram um confronto de mais de dois minutos ininterruptos. Depois de tantos tiros de fuzil, um militar grita: "Para de atirar!", no que é prontamente atendido.

Os bandidos, no entanto, continuam a atacar. E os militares voltam a responder os tiros. E um deles diz: "Não queria ação? Taí ação".

No mês passado VEJA mostrou as relações promíscuas de alguns militares com traficantes, chegando a avisar os bandidos de uma operação que seria realizada pela Polícia Civil em junho do ano passado. Com o vazamento, os bandidos do Morro do Timbau retiraram todo o arsenal que estava escondido ali e levaram para outra parte da Maré. Essa relação, no entanto, não foi a tônica da ocupação: "Muita gente passou a se omitir mesmo para não morrer. Essa guerra não é nossa", diz um cabo, que foi atacado várias vezes. Numa única semana durante a missão, a Força de Pacificação chegou a se envolver em 80 confrontos diferentes.

Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Junho 02, 2015, 06:39:54 pm
Cel Montenegro - Maré devia estar sob estado de sítio

Coronel Fernando Montenegro, hoje na reserva, defende teses polêmicas sobre como deveria ser a atuação da tropa na região

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.defesanet.com.br%2Fsite%2Fupload%2Fnews_image%2F2015%2F05%2F25912_resize_800_600_false_true_null.jpg&hash=3e47b20cd12fee0700c6b995abd65b79)

O coronel Fernando Montenegro, do Exército Brasileiro, comandou uma das duas forças-tarefa que ocuparam o Complexo do Alemão em 2010. Agora, na reserva, conta com exclusividade detalhes da organização da missão e defende teses polêmicas sobre como deveria ser a atuação da tropa na Maré. Para ele, o governo deveria decretar uma espécie de estado de sítio na região.

Qual a diferença entre o trabalho das Forças Armadas e da Polícia no Alemão e na Maré?

CORONEL MONTENEGRO: O Exército fica no terreno ocupando 24 horas. Não reduz efetivo. Do soldado até o general, todos ficam lá dormindo dentro da base. Você não vai para casa. É como se estivesse no Haiti. É uma coisa extremamente desgastante. A Polícia tem um sistema de rodízio. O policial fica ali um tempo e depois vai embora.

Muitos deles fazem atividade paralela, onde têm uma outra fonte de renda e muitas vezes dão mais prioridade para aquilo que ao serviço. Alguns, todo mundo sabe, gostam de ser policiais para poder ter a arma. Enfim, isso não me interessa. O que quero caracterizar é que a forma de atuação do Exército é muito diferente. Foi uma realização, mas muita coisa tinha que ser feita para arrendondar a operação.

Como o quê?

Praticamente o mesmo que teria que arrendondar na Maré: uma regra de engajamento que permita fazer o trabalho que tem que ser feito. A situação em que se pode fazer o uso da força.

E qual seria a situação?

Uma regra para uma tropa nessa situação tem que ser similar a uma área com situação de anormalidade, estado de defesa ou de sítio ou alguma coisa que se aproxime disso. Isso é uma decisão no nível político. As Forças Armadas acatam, mas está sendo um desrespeito (não declarar estado de sítio) com a Constituição.

Foi assim que funcionou no Alemão?

Começou com uma operação de impacto e sem aviso. Não deu tempo dos traficantes saírem de lá. Logo em seguida foi concedido um mandado de busca e apreensão coletivo em que a tropa poderia entrar em todas as casas. Você anda pelo Alemão e vai ver um paraquedas pintado na porta de vários barracos e casas. Aquilo ali significava que a tropa tinha entrado nas casas para fazer revista em busca de drogas e armas. Achou-se muita coisa. Depois, pintava-se do lado de fora do barraco um paraquedinhas para mostrar que aquela casa já tinha sido inspecionada. Era mais por uma questão de gestão e organização. Você tinha uma liberdade que não tem comparação. Na Maré, a tropa não tem liberdade para entrar nas casas. No Alemão, funcionou assim por quatro ou cinco meses.

Funcionava como um estado de sítio?

O que tinha era o mandado. O estado de sítio vai muito além. Tem toque de recolher e várias coisas como a proibição de fazer reunião. É bem mais limitativo. Só que essa mania do brasileiro de fazer o jeitinho deixa mais complicado de você fazer a coisa funcionar do jeito que tem que ser. As Forças Armadas não podem errar porque depois não tem ninguém para chamar.

Mas não fica difícil para controlar casos de abuso?

O bandido tem muito mais liberdade do que a tropa para atuar. Teria que ter uma liberdade pelo menos similar a do bandido. Ele tem a vantagem da invisibilidade porque ele está diluído na população. Existem princípios de uso proporcional da força. Se uma pessoa está para te dar uma facada, você não pode dar um tiro nela. Isso é muito complicado.

Isso não criaria uma situação de confronto extremo em meio à população?

Já deu tempo suficiente para perceber que do jeito que está não vai funcionar. A sociedade precisa decidir qual é o preço que ela quer pagar para ter segurança. Isso logicamente envolve desgaste e envolve uma escolha mais inteligente dos políticos.

Não é uma guerra no meio da cidade?

O Rio é o único lugar do mundo onde você tem grupos de 40 pessoas andando com fuzil por becos e vielas e se diz que aquilo é uma situação de normalidade. A gente chama isso de democracia? Já é uma guerra.

Nenhum país venceu o tráfico de drogas. Esse esforço não é inútil?

Na Inglaterra, EUA, Israel e França a polícia atua de uma forma muito mais confortável e nem por isso fica uma caça às bruxas. Tem que dar uma resposta proporcional à violência que está ocorrendo. Nesses países tem um protocolo de atuação que não é tão questionado quanto os dos órgãos brasileiros quando tem que fazer o uso da força.

Nos EUA há grande contestação à atuação policial em mortes envolvendo negros.

O contexto social é diferente. Lá tem muito mais segurança que no Brasil. Tem policiais que cometem erros. Mas nos EUA, se você desrespeita um policial como acontece aqui, qual a primeira coisa que ele faz ? Saca a arma e aponta para você, vai um outro para cima e te empacota todo, imobiliza e já te bota com a cara no chão. Isso aí no Brasil, você vai botar a mão não pode: ‘imagina, só porque ele xingou’.

A Polícia brasileira é uma das que mais mata no mundo.

É porque tem uma escalada de violência dos dois lados. Se a polícia não tem um protocolo que respalde ela, começa a fazer coisas em paralelo. Mas a polícia brasileira é um capítulo à parte. Tem que ser reinventada.

Mesmo com esse esforço o Alemão ainda registra conflitos. O que faltou?

É preciso que se entenda que as UPPs são completamente diferentes das Forças de Pacificação comandadas pelas Forças Armadas. Já se percebe que as UPPs necessitam de ajustes de acordo com o lugar para ter eficácia.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.defesanet.com.br%2Fimages%2Fresize%2Fsite%2Fupload%2Fnews_image%2F2015%2F05%2F25828.jpg%2F800%2F600%2Ffalse%2Ftrue%2F&hash=7df7a9fab3e53e09d4fa86a79887469f)

DA REALIDADE À FICÇÃO

Após a missão de pacificação no Complexo do Alemão, o coronel Fernando Montenegro decidiu ir para a reserva e trabalhar como consultor de segurança. Além disso, convidou um amigo para escrever um livro de ficção sobre a experiência vivida no Rio.

A obra levou o nome de ‘Comando Verde’. Segundo ele, o título foi escolhido em função da maneira como o Exército passou a ser chamado no Alemão depois da ocupação. “Em alusão ao Comando Vermelho”, conta o militar.

Figueiredo diz que aproveitou a obra para contar de modo romanceado diversos detalhes da operação. “O livro fala muita coisa dos bastidadores, de forma diluída e ficcional porque, como protagonista, não posso dizer ao vivo e a cores tudo que eu sei”, explica.

No fim do ano passado, ele se mudou para Portugal. Mas segue em contato com antigos comandados que agora trabalham na Maré. Em artigo publicado na última semana, ele diz ter ficado sabendo que o tráfico de drogas na região reduziu o lucro de R$15 milhões mensais para R$300 mil .

Fonte:  http://www.defesanet.com.br/mout/notici ... -de-sitio/ (http://www.defesanet.com.br/mout/noticia/19293/Cel-Montenegro---Mare-devia-estar-sob-estado-de-sitio/)
Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Julho 07, 2015, 02:48:27 am
O preparo da Infantaria Mecanizada no Centro de Instrução de Blindados

A aquisição de novos blindados pelo Exército Brasileiro trouxe grandes repercussões na preparação dos recursos humanos voltados para esses meios de emprego militar. Nesse contexto, o Centro de Instrução de Blindados foi peça importante na mudançade mentalidade e nas adaptações ocorridas em instrução do pessoal.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.defesanet.com.br%2Fsite%2Fupload%2Fnews_image%2F2015%2F06%2F26391_resize_800_600_false_true_null.jpg&hash=bf7ebf4fbcc29735c67e9348895157c3)

A mecanização da Infantaria e a modernização da Cavalaria Mecanizada, impulsionadas pelo Projeto Estratégico do Exército Guarani (PEE Guarani) e aliadas à implantação do Projeto Leopard, constituem marco histórico no processo de transformação da Força Terrestre. No entanto, para que essas tropas alcancem plena capacidade operativa, faz-se mister que, além de possuírem doutrina, organização, infraestrutura e material adequado, sejam compostas por militares possuidores das competências requeridas.

Desde a chegada das primeiras viaturas da família Leopard e dos M60, em 1996, a adoção de novos meios blindados pela Força Terrestre repercutiu de maneira abrangente na preparação de recursos humanos, sejam vocacionados para o emprego em campanha ou para a logística de manutenção.

Essa realidade impeliu o desenvolvimento de uma nova mentalidade, adaptada à tecnologia e às possibilidades do material, direcionando a instrução para ser realizada da maneira mais fiel e realística possível. Nesse processo, o Centro de Instrução de Blindados (CI Bld) foi peça importante.

O CI Bld

O CI Bld é um estabelecimento de ensino (EE) de especialização em graus superior e médio, da Linha do Ensino Militar Bélico, subordinado à 6ª Brigada de Infantaria Blindada.

Está vinculado à Diretoria de Educação Técnica Militar, para fins de orientação técnicopedagógica, e ao Comando de Operações Terrestres, para fins de planejamento, coordenação, avaliação e execução das atividades de instrução e adestramento de frações blindadas e mecanizadas.

Dentre outras missões regulamentares, é destinado a contribuir para o desenvolvimento de doutrina militar na área de sua competência. Como órgão responsável por assuntos inerentes à instrução e ao adestramento das guarnições de viaturas blindadas e mecanizadas, e ao emprego do material bélico blindado e mecanizado, tem o encargo de cooperar com outras organizações militares (OM) e EE do Exército. Para isso, ministra estágios e curso de operação, manutenção e emprego tático.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.defesanet.com.br%2Fsite%2Fupload%2Fnews_image%2F2015%2F06%2F26392_resize_800_600_false_true_null.jpg&hash=a23ad55d88e791e9ddebc7c6961a87d3)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.defesanet.com.br%2Fsite%2Fupload%2Fnews_image%2F2015%2F06%2F26389_resize_800_600_false_true_null.jpg&hash=e5c913cde718a37e7c3b3978fa05a3df)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.defesanet.com.br%2Fsite%2Fupload%2Fnews_image%2F2015%2F06%2F26390_resize_800_600_false_true_null.jpg&hash=bbe8156b4f1517311978b13639e422b1)


Fonte:  http://www.defesanet.com.br/doutrina/no ... Blindados/ (http://www.defesanet.com.br/doutrina/noticia/19586/O-preparo-da-Infantaria-Mecanizada-no-Centro-de-Instrucao-de-Blindados/)
Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Julho 20, 2015, 03:35:11 pm
Operação Laçador:

(https://farm8.staticflickr.com/7389/9919082654_879d6bb488_b.jpg)

(https://farm3.staticflickr.com/2818/9919035576_b1faaea4e1_b.jpg)

(https://farm3.staticflickr.com/2808/9919004855_b4838ed5bb_b.jpg)

(https://farm6.staticflickr.com/5476/9919004525_eb2922483c_b.jpg)

(https://farm3.staticflickr.com/2865/9919003875_1fd93208ba_b.jpg)

(https://farm8.staticflickr.com/7366/9919033666_5b61f778a0_b.jpg)

(https://farm4.staticflickr.com/3720/9919003435_518df371f7_b.jpg)

(https://farm3.staticflickr.com/2830/9919077714_1b397c93a3_b.jpg)

(https://farm3.staticflickr.com/2873/9919079464_d88e6ca756_b.jpg)

(https://farm6.staticflickr.com/5516/9919078884_13e520f9b3_b.jpg)

(https://farm8.staticflickr.com/7340/9919171803_08cdc96c21_b.jpg)

(https://farm4.staticflickr.com/3694/9919032356_fde8429b1d_b.jpg)

(https://farm3.staticflickr.com/2878/9919033596_3a0b8c17ae_b.jpg)

(https://farm3.staticflickr.com/2881/9919031136_fafef893b9_b.jpg)

(https://farm3.staticflickr.com/2821/9919087856_397ea1263f_b.jpg)

(https://farm3.staticflickr.com/2812/9919226453_0e2a9b0917_b.jpg)

(https://farm6.staticflickr.com/5545/9919055765_968f2bd881_b.jpg)

(https://farm3.staticflickr.com/2883/9919226003_9b438ae666_b.jpg)

(https://farm6.staticflickr.com/5491/9919130804_2cb5aabf4e_b.jpg)

(https://farm6.staticflickr.com/5491/9919084256_0bf7cb8ca7_b.jpg)

(https://farm8.staticflickr.com/7369/9919054105_7c7a934898_b.jpg)

(https://farm3.staticflickr.com/2869/9919142474_cc88316388_b.jpg)
Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Julho 21, 2015, 06:00:36 pm
Infiltração de Comandos com apoio de um H-60L Black Hawk da FAB

(https://farm4.staticflickr.com/3812/9818152816_316987125f_b.jpg)

(https://farm6.staticflickr.com/5494/9818195583_99844eccf4_b.jpg)

(https://farm6.staticflickr.com/5528/9818202413_bb60c80e06_b.jpg)

(https://farm3.staticflickr.com/2824/9791925084_bc63eb18fc_b.jpg)

(https://farm4.staticflickr.com/3796/9791946906_d235fbbc93_b.jpg)

(https://farm3.staticflickr.com/2829/9791932214_b515d4f83b_b.jpg)

(https://farm4.staticflickr.com/3802/9791937934_995ac2ddde_b.jpg)

(https://farm8.staticflickr.com/7320/9792010373_e110d0b81a_b.jpg)

(https://farm3.staticflickr.com/2838/9791929215_d846aa76d5_b.jpg)

(https://farm4.staticflickr.com/3678/9791954024_139f04b9d3_b.jpg)

(https://farm8.staticflickr.com/7396/9791975876_d8b380f120_b.jpg)

(https://farm3.staticflickr.com/2807/9791962923_768fb41313_b.jpg)

(https://farm6.staticflickr.com/5338/9791919796_998f4a8111_b.jpg)

(https://farm8.staticflickr.com/7307/9791906674_29a8659f7d_b.jpg)

(https://farm8.staticflickr.com/7326/9791912214_ca6238e743_b.jpg)

(https://farm3.staticflickr.com/2879/9791860575_a5efc2a3f5_b.jpg)

(https://farm6.staticflickr.com/5445/9791847615_76e3e72902_b.jpg)

(https://farm8.staticflickr.com/7290/9791850074_23bc947956_b.jpg)

(https://farm3.staticflickr.com/2874/9791691645_87cbe07052_b.jpg)

(https://farm4.staticflickr.com/3724/9791817355_0cdeed1540_b.jpg)

(https://farm3.staticflickr.com/2846/9791664795_eb18ef1c86_b.jpg)

(https://farm6.staticflickr.com/5465/9791648616_f99d9c307a_b.jpg)
Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Julho 29, 2015, 03:30:24 pm
Exército realiza Operação MERCOSUL

Nos dias 16 e 17 de julho, o Comando Militar do Planalto conduziu a Operação MERCOSUL no contexto da Reunião Ordinária e a Reunião de Cúpula do Conselho do Mercado Comum do Sul (MERCOSUL), que envolveu Chefes de Estados dos cinco países membros do bloco (Brasil, Argentina, Paraguai, Uruguai e Venezuela).
 
Foram realizadas escoltas e recepção das autoridades, além de cerimonial militar no Palácio do Itamaraty, local em que ocorreu a Reunião. Militares da Guarnição de Brasília e do Comando de Operações Especiais (Goiânia) participaram das ações.
 
A Operação foi desenvolvida em um ambiente interagências, com a participação das Forças Armadas, do Ministério das Relações Exteriores, da Polícia Federal, da Receita Federal, da Agência Brasileira de Inteligência, da Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal, da Polícia Militar, da Polícia Civil, do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (DF) e do Departamento de Trânsito do DF.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D6808506%26amp%3Bt%3D1438170233378&hash=d1381400e45938ccd4d1b31b6e19849c)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D6808509%26amp%3Bt%3D1438170233572&hash=89aad1f0f313b78bcc9c02460293013b)

Fonte:  http://www.eb.mil.br/ (http://www.eb.mil.br/)
Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Agosto 03, 2015, 09:46:35 am
http://www.forte.jor.br/2015/08/02/paraguai-reclama-do-brasil-por-violacao-de-soberania-durante-a-operacao-agata-2015/
Citar
O ministro das Relações Exteriores do Paraguai, Eladio Loizaga, chamou, na sexta-feira (31), o embaixador brasileiro em Assuncão, José Felicio, para expressar descontentamento com o que seria uma “flagrante violação da soberania” do Paraguai pelo Brasil. Militares brasileiros teriam enfrentado contrabandistas paraguaios em um rio na região de Salto del Guairá, na fronteira com o Brasil. As informações são do jornal paraguaio Color Abc.

O ministro disse que espera do Brasil uma “resposta satisfatória e pedido de desculpas”. Uma carta foi enviada também ao Itamaraty pela embaixada paraguaia em Brasília, com reclamação sobre a invasão da soberania fluvial. O confronto é resultado da Operação Ágata, lançada pelo governo federal, que visa combater o tráfico ilegal de drogas e produtos.

“Entreguei-lhe ( a Felicio ) uma carta, explicando a história e as informações passadas pelo comandante da Marinha sobre os acontecimentos em Salto del Guaira”, disse o ministro. No texto, Eladio diz lamentar a situação em um momento em que as relações entre os dois países estão tão boas, e pede que o fato não se repita.

O ministro afirmou que o Paraguai trabalha com agências nacionais e internacionais na luta contra o crime organizado, “em todas as suas dimensões”. Perguntado se o Ministério das Relações Exteriores planeja apelar às organizações internacionais no caso, ele disse que é esta é uma questão bilateral.

FONTE: Terra
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.forte.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2015%2F08%2FOpera%25C3%25A7%25C3%25A3o-%25C3%2581gata-580x364.jpg&hash=f9f1b99ee00c9218c0fbfc25cc86af7b)

Cumprimentos
Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Agosto 03, 2015, 09:11:53 pm
Operação Ágata se consolida como operação interagências bem sucedida

Durante os dez dias de realização da operação Ágata 9 foram apreendidas mais de quatro toneladas de maconha e 65 toneladas de gêneros alimentícios sem procedência. O contrabando de materiais proibidos e o descaminho de mercadorias, sem o pagamento de tributos, estão avaliados em cerca de R$ 700 mil.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.defesa.gov.br%2Farquivos%2F2015%2Fmes07%2F9agata_inter2.jpg&hash=1d8e6ad32d1ae2e7ed82e0ec1c59eeb3)

O ministro da Defesa, Jaques Wagner, acredita que ações desta natureza, de combate ao tráfico de drogas e demais ilícitos, devem ser feitas com mais frequência. "Muitos me falam que a Ágata deveria ser permanente e definitiva. Isso é difícil, mas acho necessário que se faça com mais frequência", completou. Ainda de acordo com o ministro, a operação, além de servir para a proteção transfronteiriça, é uma ferramenta para treinamento de tropas.

Até o momento, o trabalho interagências governamentais e Forças Armadas foi responsável por 42.509 inspeções, vistorias e revistas em postos de bloqueio e controle de estradas distribuídos entre Rondônia e o Paraná, na faixa de fronteira destes estados. Ainda foram realizadas 709 patrulhas fluviais, motorizadas ou a pé.

A Força Aérea Brasileira (FAB), em conjunto com a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), inspecionou oito aeródromos, além de realizar 60 abordagens, 24 notificações, nove interdições e a apreensão de uma aeronave irregular em Porto Velho (RO).

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.defesa.gov.br%2Farquivos%2F2015%2Fmes07%2F9agata_inter1.jpg&hash=d53143b16607dec40a28a407d3d3910b)

A Agência Brasileira de Inteligência (Abin) atuou na produção de informações que auxiliaram no planejamento e execução das ações táticas e repressivas. O trabalho, em cooperação com a Anac e o Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (Censipam), resultou na detecção de cerca de 200 pistas de pouso em propriedades particulares e áreas de preservação ambiental nas regiões de fronteira.

Nesta edição, o aparato militar atuou em 166 municípios indo de Vista Alegre do Abunã (RO) a Foz do Iguaçu (PR), envolvendo 5.310 militares da Marinha, do Exército e da Aeronáutica e 255 profissionais de agências federais e órgãos públicos estaduais e municipais. Ao todo, 46 instituições federais, estaduais e municipais participaram da Ágata 9.

Para o chefe de Operações Conjuntas do Ministério da Defesa, almirante Ademir Sobrinho, a interoperabilidade entre agências governamentais, órgãos de segurança pública e as Forças Armadas já está consolidada, após a realização de nove edições da Operação Ágata. “Devemos atuar de forma mais intensa o ano que vem, em apoio aos Jogos Olímpicos Rio 2016”, comentou o almirante.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.defesa.gov.br%2Farquivos%2F2015%2Fmes07%2F9agata_inter3.jpg&hash=dc0cfa9b8876b0bdd9b90e290012e4d7)

Ações Cívico-Sociais

Como parte das atividades da Ágata, militares da Marinha, do Exército e da Aeronáutica e de órgãos públicos promoveram ações de cunho médico-social. Nesta edição, foram realizadas 7.341 atividades, entre atendimentos médicos e odontológicos, reforma de escolas, emissão de documentos, distribuição de medicamentos e kit de higiene bucal e outros eventos sócio-culturais e de promoção à saúde e prevenção a doenças.

Fonte: http://www.defesa.gov.br/noticias/16450 ... m-sucedida (http://www.defesa.gov.br/noticias/16450-agata-se-consolida-como-operacao-interagencias-bem-sucedida)
Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Agosto 03, 2015, 09:25:36 pm
Exército na Operação Ágata

(https://farm1.staticflickr.com/477/20071338258_8f40c9213d_h.jpg)

(https://farm4.staticflickr.com/3710/20071336708_908e6f654a_b.jpg)

(https://farm1.staticflickr.com/551/19638356983_f81a2cf7b5_b.jpg)

(https://farm1.staticflickr.com/459/20071325148_b9e1d984d0_b.jpg)

(https://farm1.staticflickr.com/509/19638352113_788d9baa99_b.jpg)

(https://farm1.staticflickr.com/469/20071293130_28296f0b3f_b.jpg)

(https://farm1.staticflickr.com/490/20265051381_f826878801_b.jpg)

(https://farm1.staticflickr.com/330/20233045036_0f6524783c_b.jpg)

(https://farm1.staticflickr.com/315/20265146721_e4e7798316_b.jpg)

(https://farm1.staticflickr.com/520/20072676899_2567b2cf22_b.jpg)

(https://farm1.staticflickr.com/535/20250968482_a2d8178427_b.jpg)

(https://farm1.staticflickr.com/319/20250949632_bae7eeee67_b.jpg)

(https://farm1.staticflickr.com/298/20259121055_03545ce52e_b.jpg)

(https://farm1.staticflickr.com/303/19638156943_9d5c5daf04_b.jpg)

(https://farm4.staticflickr.com/3734/20071115780_e2df3031df_b.jpg)

(https://farm1.staticflickr.com/286/20071110960_2fca92c18e_b.jpg)

(https://farm4.staticflickr.com/3814/20071129068_e2df57ea78_b.jpg)

(https://farm1.staticflickr.com/383/20259096035_4f66b20bca_b.jpg)

(https://farm1.staticflickr.com/256/19636468964_41d81c2f06_b.jpg)

(https://farm1.staticflickr.com/424/20071131788_cc6f9eaff0_b.jpg)

(https://farm1.staticflickr.com/283/20259102925_60e89112cb_b.jpg)

(https://farm1.staticflickr.com/472/19636445224_2846e46e22_b.jpg)

(https://farm1.staticflickr.com/313/20072485469_26e998be30_b.jpg)

(https://farm4.staticflickr.com/3783/20264990251_3c6234ccf7_b.jpg)

(https://farm1.staticflickr.com/387/20259130665_4c48bdb9bb_b.jpg)

(https://farm1.staticflickr.com/331/20250840932_084eca37d5_b.jpg)
Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Agosto 06, 2015, 01:20:15 pm
Ministro da Defesa Jaques Wagner assiste exercício de artilharia antiaérea do Exército

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.defesa.gov.br%2Farquivos%2F2015%2Fmes08%2Fastros.jpg&hash=5452233612706c2301f602f41d40a3d1)

O Exército Brasileiro utilizará a artilharia antiaérea para proteção de estruturas estratégicas durante os Jogos Olímpicos Rio 2016. A informação foi dada pelo ministro da Defesa, Jaques Wagner,  hoje (05) durante exercício de tiro no campo de instrução de Formosa (GO), situado à 80 km de Brasília.

"O Exército está equipado com o que há de mais moderno.  Essas baterias antiaéreas estarão à disposição para a proteção de estruturas durante os Jogos Olímpicos", informou o ministro.

Wagner chegou ao campo acompanhado do comandante do Exército,  general Eduardo Dias Villas Bôas e dos comandantes militares do Planalto, general Racine Bezerra Lima Filho e do Sudeste, general João Camilo Pires de Campos, além da secretária-geral do Ministério da Defesa, Eva Chiavon e do secretário de Produtos de Defesa (SEPROD), Murilo Barboza, além de oficiais generais da Marinha, do Exército e da Aeronáutica.

Após percorrer a exposição de  equipamentos, como mísseis e radares, o ministro se deslocou ao campo de treinamento, onde foram feitos disparos de mísseis SS 40. Logo em seguida, houve demonstração do equipamento Igla de fabricação russa e o Gepard alemão.

Jaques Wagner destacou ainda o fato dos equipamentos serem utilizados como dissuasão e ressaltou também a importância dos produtos da indústria de defesa que por muitas vezes tem uso civil.

O ministro conheceu o radar Saber e obteve detalhes sobre o projeto de defesa aérea do Exército, considerado estratégico  pelo comandante da Força Terrestre.

Ao longo desta semana, cerca de 700 militares de diversas brigadas de artilharia antiaérea do país, continuarão participando do exercício no campo de inserção em Formosa.

Fonte: http://www.defesa.gov.br/noticias/16479 ... o-exercito (http://www.defesa.gov.br/noticias/16479-jaques-wagner-assiste-exercicio-de-artilharia-antiaerea-do-exercito)
Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Agosto 06, 2015, 05:09:16 pm
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.defesa.gov.br%2Farquivos%2F2015%2Fmes08%2Fastros%2Fastros02.JPG&hash=928945a0b687a04ae899cc0c50c1de01)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.defesa.gov.br%2Farquivos%2F2015%2Fmes08%2Fastros%2Fastros03.JPG&hash=de03f0f7773f8cc35abe3a6b0593bd45)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.defesa.gov.br%2Farquivos%2F2015%2Fmes08%2Fastros%2Fastros04.JPG&hash=80bc37f030125795f8b5b2cf73010f48)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.defesa.gov.br%2Farquivos%2F2015%2Fmes08%2Fastros%2Fastros05.JPG&hash=a7d6bddc4989faef923e5ec3dd5ecfcc)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.defesa.gov.br%2Farquivos%2F2015%2Fmes08%2Fastros%2Fastros06.JPG&hash=054ecba350e7eb9aae1a2a05780e02d5)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.defesa.gov.br%2Farquivos%2F2015%2Fmes08%2Fastros%2Fastros07.JPG&hash=32a6b88dc72bbabf1d0e9e0d994596b1)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.defesa.gov.br%2Farquivos%2F2015%2Fmes08%2Fastros%2Fastros08.JPG&hash=9720623096cadd0f82a55d895e29a01a)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.defesa.gov.br%2Farquivos%2F2015%2Fmes08%2Fastros%2Fastros09.JPG&hash=68387a10d1909cf4ca9ed9e9573bcbea)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.defesa.gov.br%2Farquivos%2F2015%2Fmes08%2Fastros%2Fastros10.JPG&hash=e2d1ce1abc87e60c6217ab72a42b93f4)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.defesa.gov.br%2Farquivos%2F2015%2Fmes08%2Fastros%2Fastros01.JPG&hash=014caf4cddea186f80b99dac780406a3)
Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Agosto 07, 2015, 04:49:13 pm
O preparo do Exército Brasileiro em Defesa Química, Biológica, Radiológica e Nuclear para os Jogos Olímpicos Rio/2016

A última vez em que o Exército Brasileiro foi empregado em uma ação de defesa química real foi no acidente com o Césio 137 em setembro de 1987, em Goiânia (GO). Desde essa data, muita coisa mudou em relação aos equipamentos e às técnicas empregadas em caso de um ataque químico ou de um acidente como aquele. Materiais modernos foram adquiridos, militares foram treinados e organizações militares foram criadas ou evoluíram.

Esse é caso do 1º Batalhão de Defesa Química, Biológica, Radiológica e Nuclear (DQBRN), criado em 2012. O Batalhão surgiu da evolução da Companhia Escola de Guerra Química, que passou a se denominar Companhia de Defesa Química, Biológica, Radiológica e Nuclear em 1987. Essa Subunidade atuou de setembro a dezembro de 1987, na cidade de Goiânia, para realizar a descontaminação de pessoal, material e equipamento contaminados naquele acidente. Nos anos seguintes, militares continuaram a ser treinados e foram se especializando e se preparando para um possível emprego.

Os eventos internacionais, sediados no País nesta década, exigiram a atenção de todos. Além disso, a mudança da conjuntura internacional em relação a crimes de terrorismo também corroborou a preocupação do Brasil com a Defesa Química, Biológica, Radiológica e Nuclear. Em virtude desse contexto, o 1º Batalhão DQBRN atuou nos Jogos Mundiais Militares de 2011 (ainda como Companhia), na Copa das Confederações de 2013, na Jornada Mundial da Juventude de 2013 e na Copa do Mundo de 2014.  Estima-se que essa situação de emprego irá se repetir nos Jogos Olímpicos Rio/2016.

Na semana do Evento Teste de Hipismo para o grande evento de 2016, realizado no Rio de Janeiro, o Batalhão demonstrou estar pronto para ser empregado e sua atuação foi acompanhada pela Televisão Central da China – Rede CCTV. Para o Comandante do 1º Batalhão DQBRN, o interesse da mídia de outros países é significativo. “Esse interesse revela o quanto o Brasil está preparado em relação à DQBRN e o quanto o tema é importante num contexto de conflitos assimétricos, como os que o mundo atravessa atualmente.”

Um Posto de Descontaminação foi montado nas instalações do Batalhão para demonstrar como esse trabalho é realizado. Em uma simulação, o local recebeu pessoal e material contaminados, o que desencadeou vários tipos de descontaminação. Três pessoas passaram por esse processo em uma tenda pneumática. Nesses casos, aplica-se um produto conhecido como BX_29, exclusivo para uso em pessoas. Um circuito para eliminar material químico de uma viatura também foi montado. O produto utilizado nesse caso é o BX_24, que é aplicado por um lançador de jato de pressão conhecido como SanijetGun. Uma série de equipamentos sensíveis foi analisada por um Laboratório Móvel do Centro Tecnológico do Exército. Em uma tenda, foi efetuada limpeza de material por meio do calor. Nela, a temperatura interna chega a 200º C.

De acordo com o Comandante do 1º Batalhão DQBRN, a evolução da Defesa Química, Biológica, Radiológica e Nuclear é grande. “O interessante é que essa estrutura exista, esteja pronta e que não seja empregada além do necessário. Mas, se for preciso, não pode falhar, porque sua falha pode significar um desastre que coloca em risco a sociedade brasileira”, avalia o militar.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D6848597%26amp%3Bt%3D1438910205360&hash=f8f033601d31a35653ac29d27f89d88c)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D6848598%26amp%3Bt%3D1438910205409&hash=7a0ed495a52056b7ca20c4e72cbf8813)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D6848599%26amp%3Bt%3D1438910205455&hash=cb132c6b61307ec8bede07f405718e47)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D6848600%26amp%3Bt%3D1438910205501&hash=dc3d27e4ce7a8a342c971be4dae41e84)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D6848601%26amp%3Bt%3D1438910205548&hash=e93828a5d9479d0ca8b1cd7088085284)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D6848602%26amp%3Bt%3D1438910205596&hash=aaae2bd3ac7515ce8264be34c041f1d6)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D6848603%26amp%3Bt%3D1438910205640&hash=b23c6b59d634284e5fb0fce16f5139a7)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D6848604%26amp%3Bt%3D1438910205685&hash=dd681310cd834067a12be2c72e75e525)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D6848605%26amp%3Bt%3D1438910205730&hash=5d28d60f1540643fae630d19fb9c9fcd)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D6848606%26amp%3Bt%3D1438910205775&hash=c1a94b4063eee601201a390f1bb32b65)

Fonte www.eb.mil.br (http://www.eb.mil.br)
Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Agosto 11, 2015, 01:55:59 pm
Exército Brasileiro realiza Workshop sobre o Emprego do Míssil Tático de Cruzeiro

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D6842122%26amp%3Bt%3D1439240149879&hash=f6bda14694fc365f4ba829818d42c0ca)

De 28 a 30 de julho, foi realizado, no 6º Grupo de Mísseis e Foguetes (6º GMF), um workshop sobre o Emprego do Míssil Tático de Cruzeiro – 300 km (MTC 300). O evento, promovido pelo Estado-Maior do Exército (EME), por intermédio do Escritório de Projetos – Projeto Estratégico (PEEx) ASTROS 2020, teve por objetivos principais promover a discussão do emprego do MTC 300 e divulgar o seu desenvolvimento pela empresa AVIBRAS, além de apresentar os Trabalhos de Conclusão de Curso dos oficiais-alunos do Estágio de Organização, Preparo e Emprego de Sistemas de Mísseis e Foguetes.
No dia 29 de julho, no Posto de Observação de Santo Inácio/Campo de Instrução de Formosa, os participantes do workshop assistiram a uma demonstração do lançamento de foguetes pelo Sistema ASTROS, executada pela 1ª Bateria de Mísseis e Foguetes, atendendo ao pedido de Cooperação de Instrução do Curso de Artilharia da Escola de Aperfeiçoamento de Oficiais.
Prestigiaram a atividade o Chefe do Gabinete de Planejamento e Gestão do Comando Logístico, General de Divisão Eduardo Arnaud Cypriano; oficiais-generais do EME; o Chefe do Estado-Maior Conjunto do Comando de Defesa Aeroespacial Brasileiro, Brigadeiro do Ar Jefson Borges; o Gerente do PEEx ASTROS 2020, General de Brigada R/1 José Júlio Dias Barreto; além de outras autoridades.

Fonte: www.eb.mil.br (http://www.eb.mil.br)
Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Agosto 12, 2015, 10:19:40 am
http://www.forte.jor.br/2015/08/11/exercito-brasileiro-realiza-o-primeiro-tiro-operacional-com-o-sistema-rbs-70-da-saab/
Citar
Na última quarta-feira (05), a empresa de defesa e segurança Saab participou do exercício de tiro antiaéreo do Exército Brasileiro, no Campo de Instrução de Formosa (GO), situado a cerca de 80 quilômetros de Brasília. Durante o evento, uma unidade de tiro do sistema míssil de baixa altura telecomandado RBS 70, desenvolvido pela companhia sueca, realizou o primeiro disparo em solo brasileiro, com pleno êxito.

Estiveram presentes, entre outras autoridades, o Ministro da Defesa, Jaques Wagner, o Comandante do Exército, General Eduardo Villas Bôas, e o Comandante da 1ª Brigada de Artilharia Antiaérea, General João Chalela Júnior. Bo Torrestedt, diretor geral da Saab para a América Latina, também compareceu ao exercício.

DIVULGAÇÃO: Publicis Consultants / Saab
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.forte.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2015%2F08%2Fimage005-580x386.jpg&hash=2f415ad77fcea140e977af723b45a274)

Cumprimentos
Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Agosto 24, 2015, 10:07:15 pm
4º Batalhão de Infantaria Leve (4º BIL) – Tiro das Armas Coletivas

Osasco (SP) – No período de 18 a 20 de agosto, o 4º Batalhão de Infantaria Leve participou do Tiro das Armas Coletivas da 12ª Brigada de Infantaria Leve (Amv) no campo de instrução da Academia Militar das Agulhas Negras, em Resende (RJ). As guarnições do Batalhão realizaram tiros de morteiro 60 mm, do morteiro 81 mm Royal Ordnance, da metralhadora Cal .50 M2 Browning, da metralhadora MAG (7.62mm) e do canhão sem recuo Carl Gustaf (84 mm). O  12º Esquadrão de Cavalaria Mecanizado participou do tiro das armas coletivas da 1ª Brigada de Infantaria de Selva, realizado no Campo de Instrução da Serra do Tucano (Bonfim/RR).

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D6935337%26amp%3Bt%3D1440161235447&hash=1e4584b1e3d1805dc3633481e7a232b3)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D6935338%26amp%3Bt%3D1440161235448&hash=9ebe4d8641e0ede17a97cc84dcc85551)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D6935339%26amp%3Bt%3D1440161235449&hash=4269cae2819be67838a96872e7f73cca)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D6935340%26amp%3Bt%3D1440161235450&hash=227c2949162b044b8897976ab5876861)
Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Agosto 28, 2015, 10:47:54 am
http://www.forte.jor.br/2015/08/27/2o-regimento-de-cavalaria-mecanizado-tiro-das-armas-coletivas/
Citar
São Borja (RS) – De 17 a 22 de agosto, o 2º Regimento de Cavalaria Mecanizado realizou o Tiro das Armas Coletivas no Campo de Instrução do Rincão. A atividade encerrou o período de Adestramento Básico, Nível Pelotão.
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.forte.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2015%2F08%2F2%25C2%25BA-RCMec-2-580x435.jpg&hash=7de6ff5bad2bcd8b6c4e1e5f47ae1d72)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.forte.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2015%2F08%2F2%25C2%25BA-RCMec-1-580x435.jpg&hash=7dcb4b29c162e4f1674affc6d1462f8d)

Cumprimentos
Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Setembro 16, 2015, 01:01:50 pm
Operação Sentinela realiza incursão aeromóvel

Nos dias 8 e 9 de setembro, ocorreu uma das maiores operações de adestramento noturno, com o uso dos óculos de visão noturna, já efetuadas pela Aviação do Exército (Av Ex).

Juntamente com o 5° Batalhão de Infantaria Leve, de Lorena (SP), a Av Ex realizou a incursão aeromóvel de uma Companhia de Fuzileiros Leves na localidade de Cachoeira Paulista (SP).

O 2° Batalhão de Aviação do Exército foi o responsável pelo planejamento e pelo comando do deslocamento aéreo. Contando com a presença de oito aeronaves: duas aeronaves EC 725 Jaguar, dois AS 32 Cougar, dois AS65 Pantera K2 e dois AS50 Fennec, a missão obteve êxito quando, após todas as manobras, todo o efetivo empregado na Operação conseguiu pousar em segurança, por volta das 23h30.

Durante toda a missão, as tripulações voaram em formação, utilizando óculos de visão noturna, adestramento que eleva o grau de operacionalidade e preparo da tropa, conferindo a possibilidade de emprego de uma força tarefa, com meios aéreos e terrestres, em qualquer momento do dia ou da noite. Assim, pode-se dizer que a Aviação está sempre pronta para “Operar, Apoiar e Decidir“.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7044304%26amp%3Bt%3D1442350071511&hash=1e4f6b6e2abd622d8dea1c8d62f9c9fa)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7044305%26amp%3Bt%3D1442350071518&hash=895bb5c6d3ec9fe6ec40680f62661051)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7044306%26amp%3Bt%3D1442350071519&hash=c3e64b54371d75dda6baba91a389bb83)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7044309%26amp%3Bt%3D1442350071526&hash=b2507054aff214056b59c35c21ef1663)
Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Setembro 17, 2015, 03:18:08 pm
1º Batalhão de  Ações de Comandos (1º BAC) irá participar do exercício Cambrian Patrol, no País de Gales

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.revistaoperacional.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2015%2F09%2FComandos.jpg&hash=4ffec0cf12dccf888cbdf6df37c9e173)

No início de setembro, um destacamento do 1º Batalhão de Ações de Comandos realizou treinamento na cidade de Resende (RJ), como preparação para o Exercício Cambrian Patrol (Patrulha Cambriana). Esse Exercício, realizado anualmente na região montanhosa dos Brecon Beacons, no País de Gales, é conduzido pelo Exército Britânico. O objetivo é testar o nível de capacidade das frações participantes, com base em lições aprendidas em conflitos recentes.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.revistaoperacional.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2015%2F09%2FComandos.2.jpg&hash=0cd0c3ab9f312d552e18c11ce8329868)

Durante o treinamento, conduzido no campo de instrução da Academia Militar das Agulhas Negras, o destacamento praticou as diferentes tarefas que deverão executar no decorrer do exercício, como condução do fogo de artilharia, procedimento em campo minado, ações terrestres em contato com o inimigo, identificação de viaturas blindadas, patrulhas de reconhecimento, infiltração e navegação em ambiente de montanha.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.revistaoperacional.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2014%2F12%2F1-BAC.9-550x365.png&hash=045994459fd11ad92dc88f287bc321b6)

FONTE: CCOMSEx
Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Setembro 22, 2015, 03:31:43 pm
Comando Militar do Leste atuou na Operação Atlântico IV

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.revistaoperacional.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2015%2F09%2FComando-Militar-do-Leste-na-Opera%25C3%25A7%25C3%25A3o-Atl%25C3%25A2ntico-IV.4.jpg&hash=81b018bb15e53c118cb8fb0b52789421)

O Comando Militar do Leste participou, entre os dias 9 e 20 de setembro, da Operação Atlântico IV. Sob coordenação do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas, efetivos da Marinha, do Exército e da Força Aérea Brasileira atuam de forma integrada em exercícios de proteção da infraestrutura portuária e de áreas produtivas, tanto em regiões costeiras como em águas profundas, inclusive no desembarque e na escolta de navios mercantes.

No dia 17 de setembro, a 1ª Divisão de Exército atuou, juntamente com a Marinha do Brasil, na área compreendida pela Divisão Anfíbia, situada no Complexo Naval da Ilha do Governador, no Rio de Janeiro. A atividade, que consistiu na demonstração da operação de ultrapassagem das Forças Terrestres e Navais Componentes, contou com a participação de cerca de 250 militares do Exército, com tropas do Grupamento de Unidades-Escola-9ª Brigada de Infantaria Motorizada representadas pelo 57º Batalhão de Infantaria Motorizado, pelo 15º Regimento de Cavalaria Mecanizado (Escola) e pelo 31° Grupo de Artilharia de Campanha (Escola).

O Comandante Militar do Leste, General de Exército Fernando, esteve presente durante a ação na Ilha do Governador, acompanhado pelo Subchefe de Operações da Chefia de Operações Conjuntas do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas, General de Divisão Nardi, pelo Comandante da 1ª DE e Guarnição da Vila Militar, General de Divisão Ramos, e demais Oficiais Generais.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.revistaoperacional.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2015%2F09%2FComando-Militar-do-Leste-na-Opera%25C3%25A7%25C3%25A3o-Atl%25C3%25A2ntico-IV.jpg&hash=2f546a80624acfc4fa4ead1e14a9ad4b)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.revistaoperacional.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2015%2F09%2FComando-Militar-do-Leste-na-Opera%25C3%25A7%25C3%25A3o-Atl%25C3%25A2ntico-IV.3.jpg&hash=c498783c45cb73d4a436a07115297359)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.revistaoperacional.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2015%2F09%2FComando-Militar-do-Leste-na-Opera%25C3%25A7%25C3%25A3o-Atl%25C3%25A2ntico-IV.2.jpg&hash=88acc48ff4bd20b6683403d71f75b77e)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.revistaoperacional.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2015%2F09%2FComando-Militar-do-Leste-na-Opera%25C3%25A7%25C3%25A3o-Atl%25C3%25A2ntico-IV.6.jpg&hash=ecd43748e50f1a725afb633178884c36)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.revistaoperacional.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2015%2F09%2FComando-Militar-do-Leste-na-Opera%25C3%25A7%25C3%25A3o-Atl%25C3%25A2ntico-IV.7.jpg&hash=e09098512cbbe6056cbd9b22c8b6b516)

Fonte:  http://www.revistaoperacional.com.br/ex ... antico-iv/ (http://www.revistaoperacional.com.br/exercito/comando-militar-do-leste-atuou-na-operacao-atlantico-iv/)
Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Setembro 22, 2015, 06:00:34 pm
E.B em operações de Garantia da Lei e da Ordem (GLO) no Rio de Janeiro

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.revistaoperacional.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2014%2F10%2FRafael_77-copy.jpg&hash=27bf6dbf83381797b48c05e79ac70fef)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.revistaoperacional.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2014%2F10%2FRafael_-79-copy.jpg&hash=183b5f48a8b5977564168323d93d0c6c)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.revistaoperacional.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2014%2F10%2FRafael_-78-copy.jpg&hash=aed03e3778481bb404de59f8a7893517)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.revistaoperacional.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2014%2F10%2FRafael_-11-copy.jpg&hash=4c13ee32a6643b5e598106d2c62eccd8)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.revistaoperacional.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2014%2F10%2FRafael_-54-copy.jpg&hash=5b9633cb614a61a94f7daa344c203739)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.revistaoperacional.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2014%2F10%2FEngenharia_-7.jpg&hash=f8f98b8f37e410ec5bae13f5c782688f)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.revistaoperacional.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2014%2F10%2FEngenharia_-4.jpg&hash=80f51a8f01c8337eb1460dee595ede74)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.revistaoperacional.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2014%2F10%2F27MAI-2014_-41-copy.jpg&hash=82c2a2b933d338c5b0c04abe9b0c8146)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.revistaoperacional.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2014%2F10%2F29MAI-2014_-17-copy.jpg&hash=5b5a103465c39869fe1246b3fa887dab)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.revistaoperacional.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2014%2F10%2F29MAI-2014_-5-copy.jpg&hash=952151bad17dc29d42ba8fa140d54c75)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.revistaoperacional.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2014%2F10%2F27MAI-2014_-48-copy.jpg&hash=2671937d977d0767232e7d1eeb23d03a)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.revistaoperacional.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2014%2F10%2FRafael_-45-copy.jpg&hash=41156c691c8720c3456830eb45168232)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.revistaoperacional.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2014%2F10%2FChico_Dia4_Gabino_-5-copy.jpg&hash=83db4aef954716a6125c824222f3839e)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.revistaoperacional.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2014%2F10%2FGabino_-5-copy.jpg&hash=842202acc78b29c41349524c7f76f2d7)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.revistaoperacional.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2014%2F10%2FGabino_-4-copy.jpg&hash=0c123d5c29887a3601dc4ac00796ebaa)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.revistaoperacional.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2014%2F10%2FGabino_-2-copy.jpg&hash=6e38d42297de2c4c15385a6233152747)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.revistaoperacional.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2014%2F10%2FRafael_-12-copy.jpg&hash=e59e62961353154a76c8d0cb36a45e26)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.revistaoperacional.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2014%2F10%2FRafael_-13-copy.jpg&hash=49ebb70e47060075435e4ada97ded8ed)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.revistaoperacional.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2014%2F10%2FRafael_-22-copy.jpg&hash=061bdda62953a3e969479534c669c252)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.revistaoperacional.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2014%2F10%2FRafael_-42-copy.jpg&hash=2f57d675d1efd30afabf0e08f9ad6767)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.revistaoperacional.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2014%2F10%2FRafael_-28-copy.jpg&hash=ccb43a375155acc88212575899884fe9)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.revistaoperacional.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2014%2F10%2FGabino_1-copy.jpg&hash=4c90cd11118e892a0789c79a122e8aa8)
Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Setembro 22, 2015, 06:11:01 pm
Citação de: "Vitor Santos"
Operação Centauro 2015

O Exército Brasileiro está realizando, no Campo de Instrução Barão de São Borja (CIBSB) pelo período de duas semanas, de 14 a 23 de setembro, um dos maiores exercício de simulação integrada da América Latina, denominado Operação Centauro.

Envolve a realização das simulações viva, virtual e construtiva em um mesmo ambiente de integração.

O ponto mais desafiador desse Exercício de Simulação Integrada organizado pelo Comando de Operações Terrestres do Exército (COTER), com a participação  do Centro de Avaliação de Adestramento do Exército (CAAdEx), é a distancia de 150 km entre a Manobra Viva, que ocorre em Saicã, Centro de Instrução Barão de São Borja (CIBSB), com as Simulações Virtual e Construtiva, que ocorrem em "real time" no Centro de Instrução de Blindados (CI Bld) e Centros de Adestramento Simulado de Postos de Comando (CAS-PC), em Santa Maria.

Coube ao COTER em parceria com a empresa  SAAB a  responsabilidade de estruturarem este Exercício de Simulação Integrada.Utilizando o software Wise, de desenvolvimento da SAAB,  que converte e converge todos os dados dos três tipos simulação para uma mesma "linguagem", criando assim um ambiente único e formando uma ação mútua e compartilhada entre as simulações, ou seja o que acontece na Virtual afeta nas Viva e Construtiva e vice e versa. Para a Operação Centauro a empresa SAAB enviou desde a Suécia cerca de 1,5 tonelada de equipamentos e sensores.

Fonte:  http://goo.gl/RtJWDy (http://goo.gl/RtJWDy)

(https://fbcdn-sphotos-e-a.akamaihd.net/hphotos-ak-xat1/v/t1.0-9/12004935_1074208709285874_5751775300301547726_n.jpg?oh=2ca2d72ee141b553f59af75652a883f7&oe=569A07DB&__gda__=1453510355_b0ff63b07d229783980a74d5d8d0116d)

(https://scontent-mia1-1.xx.fbcdn.net/hphotos-xpa1/v/t1.0-9/12036537_1074208682619210_4476906252316753933_n.jpg?oh=794077d1bc0521394148e943f37a4d3a&oe=565D494B)

(https://scontent-mia1-1.xx.fbcdn.net/hphotos-xtl1/v/t1.0-9/11214133_1074208679285877_7940261793636765643_n.jpg?oh=06d041e9dee5ed4ca49998654b8ade1d&oe=565FE9EA)

(https://fbcdn-sphotos-e-a.akamaihd.net/hphotos-ak-xfa1/v/t1.0-9/12027785_1074208705952541_1846725562695963006_n.jpg?oh=d74eb8ae9a62080729e11ff2f29a0b53&oe=566AB9E4&__gda__=1453892463_535cf8b484e7241aa2d88f452b845808)

(https://scontent-mia1-1.xx.fbcdn.net/hphotos-xft1/v/t1.0-9/12020044_1074208845952527_2924957717221505698_n.jpg?oh=2cfd34ea9b1ccf6da320cfe8ac959eb2&oe=5660E01C)

(https://fbcdn-sphotos-e-a.akamaihd.net/hphotos-ak-xtl1/v/t1.0-9/12003203_1074208755952536_8343237601636818903_n.jpg?oh=c51000430348fcd1418398d60a079d46&oe=56AAA990&__gda__=1449741219_b1f7e565c376a8bc74c3d8d0c601f66e)

(https://scontent-mia1-1.xx.fbcdn.net/hphotos-xpl1/v/t1.0-9/12003925_1074208842619194_2928740578396830689_n.jpg?oh=a714282b2e64f55f8f9a9aefa9046c4b&oe=5695B782)

(https://fbcdn-sphotos-e-a.akamaihd.net/hphotos-ak-xpa1/v/t1.0-9/11149572_1074208879285857_346318315752785639_n.jpg?oh=26249cbaa9b7ce438787783bf1e0c011&oe=56995A9C&__gda__=1453051684_ad7ca8295c607b564f26f4499fd33b97)

(https://fbcdn-sphotos-h-a.akamaihd.net/hphotos-ak-xfp1/v/t1.0-9/11204456_1074208872619191_6420636915171966524_n.jpg?oh=5641957d49c7f551da62f3bfada17bc7&oe=566B4B41&__gda__=1452501009_cb4c8b8b716b7649c2aee62d19a478d4)

(https://fbcdn-sphotos-g-a.akamaihd.net/hphotos-ak-xta1/v/t1.0-9/12004935_1074208979285847_696618048919280396_n.jpg?oh=722bfbabf764d4c2379f95d9a31bfb38&oe=56697912&__gda__=1453344411_456c9f3e2cb78fe21a1ee3e901822c93)

(https://fbcdn-sphotos-a-a.akamaihd.net/hphotos-ak-xta1/v/t1.0-9/12047095_1074209025952509_6811121909672858572_n.jpg?oh=86999242f1a512d96255593d1a01a5c8&oe=56A9F654&__gda__=1449439913_f71823a277aa15c57ae93d530c58b926)

(https://scontent-mia1-1.xx.fbcdn.net/hphotos-xta1/v/t1.0-9/12039711_1074209015952510_2635903493002875141_n.jpg?oh=f99ecbd704432832538fef7edbfdd5e8&oe=566B2632)

(https://fbcdn-sphotos-g-a.akamaihd.net/hphotos-ak-xla1/v/t1.0-9/11987064_1074209052619173_8390035192574097935_n.jpg?oh=1283653f18044965acddd42e0f1b18ab&oe=56645D73&__gda__=1453442749_d92b43f67b5996fe5507c76cfbbc461e)

(https://fbcdn-sphotos-b-a.akamaihd.net/hphotos-ak-xal1/v/t1.0-9/12002030_1074209075952504_7157409752562906805_n.jpg?oh=2e98fade9dc7ac4901a093bcbe42db97&oe=56A4AA21&__gda__=1453242893_a79fbcca4a1650556b03a6039617a0d2)

(https://scontent-mia1-1.xx.fbcdn.net/hphotos-xat1/v/t1.0-9/11226012_1074209102619168_8000914424380202490_n.jpg?oh=7e98d5888d7da83a996227bff9e9bfd8&oe=56941036)

(https://fbcdn-sphotos-h-a.akamaihd.net/hphotos-ak-xfp1/v/t1.0-9/12009574_1074209149285830_2774183780953820864_n.jpg?oh=b77407896e7461dc2b44318850b764d4&oe=569AAD43&__gda__=1453094931_64a6bf6c878fec75c67e07829a29a441)

(https://scontent-mia1-1.xx.fbcdn.net/hphotos-xap1/v/t1.0-9/12011349_1074209145952497_1317528161352400978_n.jpg?oh=ca12751a192c47224efca9b5505015e3&oe=569F96AB)

(https://scontent-mia1-1.xx.fbcdn.net/hphotos-xpa1/v/t1.0-9/12047115_1074209189285826_8523355594689304193_n.jpg?oh=0bd112e850f34b3b08ba1db448b05674&oe=56A40C7A)

(https://scontent-mia1-1.xx.fbcdn.net/hphotos-xal1/v/t1.0-9/12002030_1074209169285828_2757330106761286927_n.jpg?oh=df8cd1f28a240f2e72771137dd2b2513&oe=5669A9C1)

Mais fotos:

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2F55ca7cd0-f8ac-0132-1185-705681baa5c1.s3-website-sa-east-1.amazonaws.com%2Fdefesanet%2Fsite%2Fupload%2Fnews_image%2F2015%2F09%2F27668_resize_800_600_false_true_null.jpg&hash=dde9baa51acc2651dca94acf7372646e)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2F55ca7cd0-f8ac-0132-1185-705681baa5c1.s3-website-sa-east-1.amazonaws.com%2Fdefesanet%2Fsite%2Fupload%2Fnews_image%2F2015%2F09%2F27669_resize_800_600_false_true_null.jpg&hash=154ee8c088b1182c921a23b054aefbfd)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2F55ca7cd0-f8ac-0132-1185-705681baa5c1.s3-website-sa-east-1.amazonaws.com%2Fdefesanet%2Fsite%2Fupload%2Fnews_image%2F2015%2F09%2F27670_resize_800_600_false_true_null.jpg&hash=9e59584927a51219294f8c275a474bdf)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2F55ca7cd0-f8ac-0132-1185-705681baa5c1.s3-website-sa-east-1.amazonaws.com%2Fdefesanet%2Fsite%2Fupload%2Fnews_image%2F2015%2F09%2F27631_resize_800_600_false_true_null.jpg&hash=44c84f21780b4b89c8363429ecab85d7)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2F55ca7cd0-f8ac-0132-1185-705681baa5c1.s3-website-sa-east-1.amazonaws.com%2Fdefesanet%2Fsite%2Fupload%2Fnews_image%2F2015%2F09%2F27632_resize_800_600_false_true_null.jpg&hash=20443d31b865ec55c8c2916ec3115d23)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2F55ca7cd0-f8ac-0132-1185-705681baa5c1.s3-website-sa-east-1.amazonaws.com%2Fdefesanet%2Fsite%2Fupload%2Fnews_image%2F2015%2F09%2F27634_resize_800_600_false_true_null.jpg&hash=f9d5b19be41055467aaf94e6bf9bccf3)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2F55ca7cd0-f8ac-0132-1185-705681baa5c1.s3-website-sa-east-1.amazonaws.com%2Fdefesanet%2Fsite%2Fupload%2Fnews_image%2F2015%2F09%2F27636_resize_800_600_false_true_null.jpg&hash=869149a284878f04d2de03177be7a879)
Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Setembro 28, 2015, 04:20:32 am
13º Batalhão de Infantaria Blindado – Operação Couraça

 O 13º Batalhão de Infantaria Blindado realizou, nos dias 22 e 23 de setembro, a Operação Couraça, que faz parte do PAB Subunidade e teve por objetivo realizar um ataque coordenado diurno, utilizando as Viaturas Blindadas de Trasnporte de Pessoal M113 BR.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7080449%26amp%3Bt%3D1443127664564&hash=b8bb224d70f42e857a5b803c61367843)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7080450%26amp%3Bt%3D1443127664565&hash=ce7f21dce808278950812f91e8151a9a)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7080451%26amp%3Bt%3D1443127664567&hash=16312f4a9bf7b3e7ce7dda8924b00c32)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7080452%26amp%3Bt%3D1443127664568&hash=a7a8b3392938243671348139fb5c91c5)
Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Setembro 28, 2015, 05:43:13 pm
Operação Centauro 2015

O Exército Brasileiro realizou no Campo de Instrução Barão de São Borja (CIBSB), pelo período de duas semanas, de 14 a 23 de setembro, um dos maiores exercício de simulação integrada da América Latina, denominado Operação Centauro. Envolveu a realização das simulações viva, virtual e construtiva em um mesmo ambiente de integração.

Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Setembro 29, 2015, 09:53:13 pm
47° Batalhão de Infantaria – Operação Aeromóvel

No peri­odo de 22 a 24 de setembro, o 47° Batalhão de Infantaria realizou o Exercí­cio de Adestramento em Operações Aeromoveis nas localidades de Coxim (MS) e Pedro Gomes (MS), contando com a participação das tripulações e aeronaves do 2° e do 3° Batalhão de Aviação do Exército. Durante o Exercí­cio, foi possi­vel realizar o planejamento conjunto de emprego da Força-Tarefa do 47° Batalhão de Infantaria Aeromóvel, além de instrução de quadros de Operações Aeromoveis, emissão de ordens, deslocamento aereo, ataque à localidade e limpeza de edificações, tudo no contexto das operações ofensivas.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7087329%26amp%3Bt%3D1443554004381&hash=94d89977ae65c1b50b3f7a93e3ca9034)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7087330%26amp%3Bt%3D1443554004383&hash=309bf84d132ee18f5c9f74a08cb81eb3)

Fonte: www.eb.mil.br (http://www.eb.mil.br)
Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Outubro 01, 2015, 02:49:18 am
5ª Divisão de Exército inicia os preparos para a Operação Bormann

A 5ª Divisão de Exército (5ª DE), por intermédio da 5ª Região Militar (5ª RM), está realizando o deslocamento estratégico de meios para a Operação Bormann, que será realizada no Campo de Instrução Marechal Hermes (CIMH), em Três Barras (SC), entre os dias 10 e 23 de outubro de 2015. O deslocamento consta de transporte de blindados e de material de emprego militar de Artilharia, por meio ferroviário e rodoviário, a cargo da organização militar constituída para o Exercício, a 5ª Companhia de Transporte, sob o comando do também constituído 5ª Grupamento Logístico. Os meios estão sendo concentrados no 5º Regimento de Carros de Combate, localizado em Rio Negro (PR), onde permanecerão até o dia 5 de outubro, data em que se inicia o deslocamento operacional até o CIMH.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7088589%26amp%3Bt%3D1443646369380&hash=228b84037e8e48eb6605e4abbf21eb68)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7088591%26amp%3Bt%3D1443646369386&hash=1c019e85e1481e09fd633b7ccf915e90)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7088592%26amp%3Bt%3D1443646369388&hash=88d5b86e1c12e42a441b8023cf195bb4)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7088593%26amp%3Bt%3D1443646369391&hash=6ea72fc4f8c30958e675a2d66763bf17)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7088594%26amp%3Bt%3D1443646369393&hash=4c0435f9a0240c7180ada1fd3ba3a332)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7088595%26amp%3Bt%3D1443646369396&hash=b385afaa662a44ecb816dda814cde642)
Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Outubro 01, 2015, 02:57:28 am
Sistema da Saab integra simulações em grande exercício do Exército Brasileiro

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.forte.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2015%2F09%2FSaab-2.jpg&hash=b5a4184863dfda6d35c15055fa33b7ce)

O dia 23 de setembro  encerrou um dos maiores exercícios de simulação integrada da América Latina, denominado Operação Centauro 2015, do qual participaram 386 militares, desde o dia 14 de setembro. Ao utilizar o software Wise, da Saab, a Força Terrestre integrou as simulações Viva, Virtual e Construtiva, que foram realizadas em locais diferentes, no Rio Grande do Sul. O evento contou com a participação de autoridades brasileiras e representantes de exércitos de países vizinhos.

Estiveram presentes, entre outras autoridades, o Comandante de Operações Terrestres (COTER), General de Exército Araken de Albuquerque, o Comandante Militar do Sul (CMS), General de Exército Antônio Hamilton Martins Mourão, o Comandante da 3ª Divisão de Exército (3ª DE), General de Divisão José Carlos Cardoso, o 1º Subchefe do COTER, General de Brigada José Eduardo Pereira, e o Comandante da 6ª Brigada de Infantaria Blindada (6ª Bda Inf Bld), General de Brigada Fábio Benvenutti Castro. Representantes dos Exércitos da Colômbia e Argentina estiveram presentes, assim como do Corpo de Fuzileiros Navais da Marinha do Brasil.

As simulações Viva – que ocorreu no Centro de Instrução Barão de São Borja (CIBSB), na cidade de Rosário do Sul –, Virtual – que desenvolveu-se no Centro de Instrução de Blindados (CI Bld), em Santa Maria – e Construiva – que foi conduzida no Centro de Adestramento Simulado de Postos de Combate (CAS-PC), também em Santa Maria, distante cerca de 150 quilômetros da Viva –, foram integradas a partir do software Wise, da Saab, que converte e converge os dados dos três tipos de simulação, formando uma ação em ambiente único, ou seja, o que acontece numa das simulações, afeta as demais.

“A Saab tem uma relação antiga com o Exército Brasileiro. Estamos certos de que o uso da simulação pelas Forças Terrestres traz muitos ganhos, pois é realístico, possibilita o feedback imediato e uma avaliação detalhada das ações”, aponta Marianna Silva, diretora geral da Saab no Brasil, que esteve presente no treinamento.

Além do Wise, a Saab trouxe da Suécia 1,5 tonelada de equipamentos, como o EXCON Desdobrável e seis simuladores BT46, que foram instalados em VBC Leopard 1A5 BR. Todo o material foi facilmente integrado aos demais equipamentos da Saab que dotam o Centro de Avaliação de Adestramento do Exército (CAAdEx), sediado no Rio de Janeiro (RJ). Seis técnicos da Saab prestaram apoio direto à tropa durante todo o exercício.

 :arrow:  http://www.forte.jor.br/2015/09/30/sist ... rasileiro/ (http://www.forte.jor.br/2015/09/30/sistema-da-saab-integra-simulacoes-em-grande-exercicio-do-exercito-brasileiro/)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.forte.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2015%2F09%2FSaab-4.jpg&hash=b97a5cc794d349e64413abff0ea1a294)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.forte.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2015%2F09%2FSaab-1.jpg&hash=e2a150b0ffc4b67ff4b28b3a71598a84)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.forte.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2015%2F09%2FSaab-3.jpg&hash=4b0da3e94a5e6cc95084cb4e8a604b64)
Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Outubro 14, 2015, 02:07:25 pm
4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada realiza Operação Guaicurus

No período de 2 a 8 de outubro, as organizações militares da 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada (4ª Bda C Mec) estiveram no Campo de Instrução de Betione (Miranda/MS), onde participaram da Operação Guaicurus.
 
A Operação teve por objetivo realizar a avaliação operacional da estrutura organizacional da Brigada, com a dotação dos meios tecnológicos do Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras (SISFRON), no cumprimento de missões no amplo espectro dos conflitos, considerando as funções de combate movimento e manobra, inteligência, comando e controle, fogos, proteção e logística.
 
Participaram da operação nove Unidades subordinadas à 4ª Bda C Mec, totalizando 723 militares e 123 viaturas. Além disso, uma comitiva de quarenta capitães-alunos da Escola de Aperfeiçoamento de Oficiais do Exército do Paraguai acompanhou toda a Operação.
 
Durante a atividade, também foi realizado o tiro das armas coletivas, com o Carro de Combate M60 A3 TTS e com obuseiros, morteiro pesado e Metralhadoras MAG e .50.
 
Os resultados obtidos com a atividade servirão de subsídios para propostas de revisão de manuais de campanha, cadernos de instrução e outras publicações doutrinárias do Estado-Maior do Exército.


(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7108098%26amp%3Bt%3D1444770426808&hash=9a083eae7a4185b38954214064b2c865)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7108099%26amp%3Bt%3D1444770426844&hash=cd470a6e1013e983e6cd4f2c574c8c5f)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7108100%26amp%3Bt%3D1444770426874&hash=5ef45dce5e1bcc4ec6f914881818faf4)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7108101%26amp%3Bt%3D1444770426914&hash=68e7a2dfebef3bf3ea297af278c136bc)

Fonte: www.eb.mil.br (http://www.eb.mil.br)
Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Outubro 14, 2015, 02:48:29 pm
5º Regimento de Carros de Combate – Operação Aço

O 5º Regimento de Carros de Combate participou da Operação Aço, realizada no Campo de Instrução General Calazans (Ponta Grossa/PR), sob a coordenação da 5ª Brigada de Cavalaria Blindada. O exercício consistiu em uma operação de aproveitamento do êxito e ataque à uma posição sumariamente organizada, no quadro das operações ofensivas, com a integração das funções de Combate, Inteligência, Comando e Controle, Movimento e Manobra, Proteção, Fogos e Logística.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7108002%26amp%3Bt%3D1444765067323&hash=891d6c854ca15fee109de2bcc49e1ac1)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7108003%26amp%3Bt%3D1444765067323&hash=22474ddb2379affc102f26a39b3294e8)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7108004%26amp%3Bt%3D1444765067323&hash=4e80ebb1cb09a3eebb2a177c1d81d063)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7108005%26amp%3Bt%3D1444765067323&hash=a8399d1617c511eb5844ef2059be9a04)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7106962%26amp%3Bt%3D1444745519489&hash=164c684b093f113b9a22b96efcd2c9b8)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7106963%26amp%3Bt%3D1444745519491&hash=b9cf8ed6becaa311976838266a9bffb5)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7106964%26amp%3Bt%3D1444745519492&hash=270424aa9dd30398c71439ced59ce325)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7106965%26amp%3Bt%3D1444745519494&hash=735bcc59b5b75c1df5495e2bdc4582fe)
Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Outubro 15, 2015, 04:32:44 am
Operação Osório

No dia 5 de outubro, a 2ª Brigada de Cavalaria Mecanizada iniciou a Operação Osório. O exercício de campanha tem como objetivo adestrar os integrantes da Brigada, no planejamento e na condução de operações militares, em um quadro de defesa externa. Para sua realização, estão sendo empregados 1500 homens, 255 viaturas em uma área que compreende os municípios sul-riograndenses de Alegrete, Quaraí e Uruguaiana.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7108787%26amp%3Bt%3D1444833008593&hash=c86fddeaa9b2240197f1373b8328f3f0)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7108788%26amp%3Bt%3D1444833008595&hash=a5fbefe22657d1f5d622bfc7b6556376)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7108789%26amp%3Bt%3D1444833008597&hash=5459575164cba0bab3b8cf3ea8da5c70)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7108790%26amp%3Bt%3D1444833008598&hash=362f27a990221644f51bfb2e0569239e)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7114562%26amp%3Bt%3D1444855901290&hash=7221a8623251d9daeea47421e36413cd)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7114563%26amp%3Bt%3D1444855901352&hash=812162af9102ba3a4b94b69372409e19)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7114564%26amp%3Bt%3D1444855901409&hash=0870ef1f9aedfa2544b84ac5c59af588)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7114565%26amp%3Bt%3D1444855901469&hash=f421acfba7a88a684af5f20a3f9e71d4)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7114566%26amp%3Bt%3D1444855901532&hash=b286f1433f9bd51abe430c28efd6f2d8)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7114567%26amp%3Bt%3D1444855901589&hash=e2fc9390055a1cbdb79dff05014084af)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7114568%26amp%3Bt%3D1444855901643&hash=62c337733c21ad0ed8c36a12b056b368)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7114569%26amp%3Bt%3D1444855901698&hash=96fc6a73bf7eb47892d0b8e866aca09f)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7114570%26amp%3Bt%3D1444855901760&hash=803037015b74485d24525c0d65d081c1)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7114571%26amp%3Bt%3D1444855901817&hash=0a742315332e17763db36326655c9211)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7114572%26amp%3Bt%3D1444855901873&hash=fd52bcdbba770f395792edc8054cc234)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7114573%26amp%3Bt%3D1444855901923&hash=341adc7cc4eadeedb516b1a567ba0be2)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7114574%26amp%3Bt%3D1444855901981&hash=30825f27464623f07de12b2a34c38d38)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7114575%26amp%3Bt%3D1444855902031&hash=c4c5a714a6597aa189075814d8693505)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7114576%26amp%3Bt%3D1444855902087&hash=892b0a43399892782d857ec3e3bc57e9)
Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Outubro 21, 2015, 02:26:42 pm
Operação Treme Cerrado VI

A Operação Treme Cerrado é um grande exercício de adestramento, coordenado pelo Comando Militar do Planalto. No ano de 2015, participam a 11ª Região Militar, a 3ª Bda Inf Mtz, o Comando de Operações Especiais e demais Organizações Militares diretamente subordinadas ao CMP, além de meios da 1ª Brigada de Artilharia Antiaérea, do Centro de Comunicações e Guerra Eletrônica do Exército, da Academia Militar das Agulhas Negras, do 6º Esquadrão de Transporte Aéreo e do Comando Militar do Oeste, por meio do 3º Batalhão de Aviação do Exército.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2F3.bp.blogspot.com%2F-f3aI_lPRmmA%2FVikTt-CyzKI%2FAAAAAAAAbvM%2Fxqc-NFSKO28%2Fs1600%2Ffotos-7.jpg&hash=80c43fd9807842b58ee4aa8343768ecc)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2F3.bp.blogspot.com%2F-JnACBVp85v0%2FVikTuAIMDUI%2FAAAAAAAAbvQ%2FtgwqHq7goUM%2Fs1600%2Ffotos-9.jpg&hash=6eb9ebf04a33af0f74e72b55cf7ba485)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2F1.bp.blogspot.com%2F-y_Ee63tRKZE%2FVikTp46GcsI%2FAAAAAAAAbuk%2FecmRNWKAIkE%2Fs1600%2Ffotos-13.jpg&hash=ddb145a91b824315cba0ad71d1ec351c)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2F2.bp.blogspot.com%2F-IzKPhQcDLvY%2FVikTpnSAz6I%2FAAAAAAAAbuc%2FkHAQoCItX1s%2Fs1600%2Ffotos-14.jpg&hash=cef262f2042510a26abae7b9866f7645)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2F2.bp.blogspot.com%2F-rYTKXk_yJb0%2FVikTqDCTxaI%2FAAAAAAAAbug%2Fa19uiV-ToO4%2Fs1600%2Ffotos-17.jpg&hash=1ed7a8806f192dfcb43323ce00c9ecfb)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2F4.bp.blogspot.com%2F-HIwMMVp8ogU%2FVikTruzXpxI%2FAAAAAAAAbu0%2Fzwuet4fzBf4%2Fs1600%2Ffotos-22.jpg&hash=a86a4bec128f98fe508aab27362d80db)

Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Outubro 24, 2015, 07:21:30 pm
Media Day na Operação Treme Cerrado

Uma ação conjunta, integrada, articulada entre diversos sistemas de combate do Exército, que precisam estar bem afinados para o sucesso de qualquer operação militar. Assim foi a apresentação de uma manobra no Centro de Instrução de Formosa, durante o media day organizado pelo Comando Militar do Planalto, no dia 22 de outubro, dentro da programação da Operação Treme Cerrado.

Os palanques montados receberam civis e militares, que puderam acompanhar as explicações detalhadas de toda a atividade. Os vídeos transmitidos pelos telões instalados à frente do grupo mostravam as ações reais da tropa no terreno, com emprego de paraquedistas, de carros de combate, da viatura Guarani e do Sistema Astros, na medida em que eram desencadeadas as atividades, simulando um ataque a instalações de um suposto exército inimigo.

A Operação Treme Cerrado tem justamente essa finalidade: trabalhar o adestramento da tropa. Em outras palavras, manter o Exército sempre preparado para atuar em ações reais, que exijam um movimento coordenado. Assim, a Força Terrestre mantém seus militares prontos para agir com eficácia em qualquer missão. A Operação foi realizada entre os dias 17 e 22 de outubro e comprovou que os projetos estratégicos do Exército estão capacitando a Instituição para o futuro.


(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7128840%26amp%3Bt%3D1445609439357&hash=c323f4a0836183f0aaabd1e82f4f428a)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7128841%26amp%3Bt%3D1445609439442&hash=3b5bf7f2745cfebcb5d67a5803bbe37b)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7128842%26amp%3Bt%3D1445609439477&hash=8c6baf80ab87daf4ec3ac1550d472dac)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7128843%26amp%3Bt%3D1445609439511&hash=00eabf16c277db918b41356cb68d96f8)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7128844%26amp%3Bt%3D1445609439542&hash=dbfe274af23a38dbd76b664518a2e5d3)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7128845%26amp%3Bt%3D1445609439564&hash=bb27df2f01d2ce42db3c06537621ea73)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7128846%26amp%3Bt%3D1445609439597&hash=bfcdd45795506d27a1bc61e84f33159b)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7128847%26amp%3Bt%3D1445609439632&hash=5fb9e28d012f7451993516face60a067)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7128848%26amp%3Bt%3D1445609439675&hash=03c1b130c60ec4af14252fa14b491704)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7128849%26amp%3Bt%3D1445609439707&hash=bb301a7407fe30a106405ab662a9ea8f)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7128850%26amp%3Bt%3D1445609439748&hash=eea82b0a6ea2ed01510eb2ae6cec667c)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7128851%26amp%3Bt%3D1445609439783&hash=7e183a944edf0cfa99f9e696273a2c73)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7128852%26amp%3Bt%3D1445609439817&hash=fa3538ebfaf79d32c21748296224c73a)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7128853%26amp%3Bt%3D1445609439850&hash=a765664ff606fcf9b0b58e27cbec3b5f)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7128854%26amp%3Bt%3D1445609439882&hash=f3073028da6a7fb706279f8b1f8847b3)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7128855%26amp%3Bt%3D1445609439913&hash=1190dd4cc0fc084d3e236a11b79d5a75)
Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Outubro 29, 2015, 10:32:48 am
http://www.forte.jor.br/2015/10/28/sistema-astros-e-utilizado-pela-primeira-vez-no-hemisferio-norte-do-pais/ (http://www.forte.jor.br/2015/10/28/sistema-astros-e-utilizado-pela-primeira-vez-no-hemisferio-norte-do-pais/)
Citar
Oiapoque (AP) – No contexto da Operação Ágata X, o 6º Grupo de Mísseis e Foguetes (6º GMF), situado na cidade de Formosa (GO), deslocou, para a cidade de Clevelândia do Norte (Amapá), localizada a 595 quilômetros da Capital do Estado (Macapá), meios necessários para a operação do Sistema ASTROS que, pela primeira vez, é utilizado no Hemisfério Norte, no Brasil.

Foram deslocadas uma Viatura de Posto de Comando e Controle de Bateria, que planeja coordenadas e controla os fogos; duas Viaturas Lançadoras Múltiplas Universal, que lançam foguetes de vários calibres; uma Viatura Remuniciadora, que transporta munição; e uma Viatura Posto Meteorológico, que realiza um levantamento sobre as condições climáticas do ambiente. Além disso, cerca de 60 militares do 6º GMF e um Engenheiro da AVIBRAS seguiram para a região de operação.

Assim, no dia 24 de outubro, o Sistema ASTROS foi operado, dentro do contexto da Operação Ágata X. O tiro foi assistido pelo Ministro da Defesa, Sr Aldo Rebelo, e por sua comitiva. O 6º GMF lançou 64 foguetes, que atingiram 10 quilômetros de distância em cerca de 30 segundos.
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.forte.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2015%2F10%2FSistema-ASTROS-no-Amap%25C3%25A1-580x387.jpg&hash=cbd8522e2995878ff657e4ce384d2410)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.forte.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2015%2F10%2FSistema-ASTROS-no-Amap%25C3%25A1-2-580x387.jpg&hash=7b42e1aee1a13fbf9436927684b1e29f)

Saudações
Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Novembro 05, 2015, 01:07:52 pm
19º Regimento de Cavalaria Mecanizado – Operação Relâmpago

De 19 a 23 de outubro, dois esquadrões do 19° Regimento de Cavalaria Mecanizado participaram da Operação Relâmpago, concebida pelo Comando da 1ª Brigada de Cavalaria Mecanizada.
A operação objetivou adestrar os Comandantes,  as Seções de Estado-Maior e os elementos subordinados das organizações militares da Brigada no planejamento e na condução de operações, além de avaliar o desempenho técnico e profissional dos quadros envolvidos no exercício.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7147074%26amp%3Bt%3D1446645200344&hash=57bede413ea93da7269ccf8760c0072f)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7147075%26amp%3Bt%3D1446645200344&hash=27ae1e0e95abc68b65a15b02a1a9e878)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7147076%26amp%3Bt%3D1446645200344&hash=52254af8e29149c1ffe3bdc4a1dd15c1)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7147077%26amp%3Bt%3D1446645200345&hash=6d5043ad0ec90e6cd50464fdeaa4a684)
Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Novembro 05, 2015, 07:18:49 pm
15ª Brigada de Infantaria Mecanizada – Operação Bormann

De 19 a 23 de outubro, na região do Campo de Instrução Marechal Hermes (Três Barras/SC), ocorreu a Operação Bormann, que visa à experimentação doutrinária para emprego das viaturas Guarani na Infantaria Mecanizada.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.forte.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2015%2F11%2FOpera%25C3%25A7%25C3%25A3o-Bormann-1.jpg&hash=49922022aadbe7bb34a91b02767a3558)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.forte.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2015%2F11%2FOpera%25C3%25A7%25C3%25A3o-Bormann-2.jpg&hash=5396f05e173c6150de4ed17c9f15afa5)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.forte.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2015%2F11%2FOpera%25C3%25A7%25C3%25A3o-Bormann-3.jpg&hash=810a8e89c4e288d49b9a8419c4946c7c)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.forte.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2015%2F11%2FOpera%25C3%25A7%25C3%25A3o-Bormann-4.jpg&hash=c6cfb8654d308e31db367f789cfae755)

Fonte:    http://www.forte.jor.br/2015/11/05/15a-brigada-de-infantaria-mecanizada-operacao-bormann/
Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Novembro 09, 2015, 08:02:33 pm
17ª Companhia de Infantaria de Selva – Operação Condor

De 26 a 28 de outubro, a 17ª Companhia de Infantaria de Selva realizou a Operação Condor, um exercício de adestramento contra forças irregulares nível pelotão. As frações tinham a missão de vasculhar uma localidade no interior da selva, capturar material utilizado no adestramento de força adversa e resgatar refém mantido em cárcere privado. As atividades encerraram o Período de Adestramento Básico da Subunidade.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7150190%26amp%3Bt%3D1446815992126&hash=0b0117f6bbd95ecb9ac2a9c14d95e757)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7150191%26amp%3Bt%3D1446815992128&hash=4e3c0400446bb0a1c52ab2e6a3b56135)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7150192%26amp%3Bt%3D1446815992130&hash=bda3545343d37abbdf1ae8f5ad8f56a0)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7150193%26amp%3Bt%3D1446815992131&hash=09090399702281907f39f2bc6e324fac)
Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Novembro 10, 2015, 01:02:17 pm
6º Batalhão de Infantaria Leve – Exercício Combinado Yaguareté

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.forte.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2015%2F11%2FExerc%25C3%25ADcio-Combinado-Yaguaret%25C3%25A9-1.jpg&hash=636a089c317c57f828e7c4124b1bae9c)

De 1º a 7 de novembro, o 6º Batalhão de Infantaria Leve participou , em conjunto com tropas da Fuerza de Despliegue Rápido, do Exército Argentino, do Exercício Combinado de Operações Aeromóveis Yaguareté.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.forte.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2015%2F11%2FExerc%25C3%25ADcio-Combinado-Yaguaret%25C3%25A9-2.jpg&hash=36a47cb528b4b8bcdaf0070b04d30c64)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.forte.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2015%2F11%2FExerc%25C3%25ADcio-Combinado-Yaguaret%25C3%25A9-3.jpg&hash=d65df8bc32bdc4ebf8b8f067d381ad47)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.forte.jor.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2015%2F11%2FExerc%25C3%25ADcio-Combinado-Yaguaret%25C3%25A9-4.jpg&hash=5c62a78e5ed71a5ad0cd7bdf628458ff)

Fonte:    http://www.forte.jor.br/2015/11/09/6o-batalhao-de-infantaria-leve-exercicio-combinado-yaguarete/
Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Novembro 12, 2015, 12:49:15 pm
3º Regimento de Carros de Combate – Operação Fogo e Balaço

De 8 a 11 de novembro, o 3º Regimento de Carros de Combate realizou a Operação Fogo e Balaço, com o objetivo de capacitar guarnições e a seção de viatura blindada de combate Leopard 1A5 BR no tiro com o canhão 105 mm. A Operação foi iniciada com o deslocamento rodoviário de quatro viaturas Leopard e do pessoal empregado até Rosario do Sul (RS), a realização do tiro real com o canhão 105 mm na área do Campo de Instrução Barão de São Borja e o retorno a Ponta Grossa.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7157863%26amp%3Bt%3D1447331621941&hash=2e338004c1a66a25da68ce038c34ef28)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7157864%26amp%3Bt%3D1447331621941&hash=74f303eb6bad35697bfeae717214f666)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7157865%26amp%3Bt%3D1447331621941&hash=508891c19de54cd921b7fa45b1060420)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7157866%26amp%3Bt%3D1447331621942&hash=cbe935ad0539e0209e4c881c2ed42a61)
Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Novembro 17, 2015, 04:37:24 pm
52º Batalhão de Infantaria de Selva – Operação Tucuruí

 De 3 a 9 de novembro de 2015 o 52º Batalhão de Infantaria de Selva participou da Operação Tucuruí. O exercício de Adestramento Avançado em operações de defesa externa teve coordenação da 23ª Brigada de Infantaria de Selva. A manobra militar compreendeu a área da Hidrelétrica de Tucuruí e os municípios do seu entorno:  Marabá, Itupiranga, Novo Repartimento, Tucuruí e Breu Branco.  O Batalhão realizou uma marcha fluvial até Breu Branco (PA), tendo culminado com um ataque à localidade. O exercício teve como objetivo preparar e treinar a tropa do Exército para defender a infraestrutura crítica dentro do conceito do Programa Proteger.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7159526%26amp%3Bt%3D1447413296735&hash=942ff44e2bfd360cec638accd1e6a394)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7159527%26amp%3Bt%3D1447413296737&hash=ebdb8f5fd8f2d4d310d3c3def526f826)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7159528%26amp%3Bt%3D1447413296739&hash=bb26c8631ba5260ea9e2fa768a73e98f)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7159529%26amp%3Bt%3D1447413296740&hash=3c2a008792b163a08122a8758326cb42)
Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Novembro 17, 2015, 06:05:32 pm
Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Novembro 23, 2015, 02:55:23 pm
15ª Brigada de Infantaria Mecanizada – II Exercício de Experimentação Doutrinária da Infantaria Mecanizada

No dia 17 de novembro, teve prosseguimento, na Academia Militar das Agulhas Negras, o II Exercício de Experimentação Doutrinária da Infantaria Mecanizada, realizado pela 15ª Brigada de Infantaria Mecanizada (Cascavel/PR).
Seguindo o planejamento do exercício, de nível subunidade, a Companhia de Fuzileiros Mecanizada realizou uma marcha para o combate com progressão contínua protegida e por lanço, com e sem incidentes, utilizando como meio de transporte a nova viatura blindada de transporte de pessoal média de rodas Guarani.
A atividade teve por objetivos testar no terreno a doutrina experimental de Marcha para o Combate na Infantaria Mecanizada, visando validar os novos conceitos doutrinários.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7173902%26amp%3Bt%3D1447852772333&hash=a7a7a342def4e8dda44fd66ab1ae10a1)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7173903%26amp%3Bt%3D1447852772333&hash=5e237f983e9e4f5e79473565445159a2)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7173904%26amp%3Bt%3D1447852772333&hash=dd48893c4189637a687dfb97aa19a3aa)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7173905%26amp%3Bt%3D1447852772333&hash=d126eefc225a7cf69eb70bcf0a25f982)
Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Novembro 24, 2015, 10:09:52 pm
Exército e Marinha realizam operação no Pantanal

A Marinha do Brasil e o Exército Brasileiro, por intermédio dos Comandos do 6° Distrito Naval e da 18ª Brigada de Infantaria de Fronteira, realizaram um exercício de adestramento em Operações de Defesa Externa, no período de 16 a 20 de novembro, com o foco nos objetivos de adestramento de marcha para o combate fluvial e ataque coordenado em terreno pantaneiro.

Foram empregados tropas e meios do Comando do 6° Distrito Naval (Ladário/MS) e 342 militares das organizações militares subordinadas à 18ª Brigada de Infantaria de Fronteira: o 17º Batalhão de Fronteira (Corumbá/MS), o 47º Batalhão de Infantaria (Coxim/MS), a 2ª Companhia de Fronteira (Porto Murtinho/MS), a 3ª Companhia de Fronteira e Forte de Coimbra (Distrito de Coimbra – Corumbá/MS), a Companhia de Comando da 18ª Brigada de Infantaria de Fronteira e a 18ª Companhia de Comunicações (ambas em Corumbá/MS).


(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7185638%26amp%3Bt%3D1448306426842&hash=f3317378947590d1c307cbd1f6600a5f)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7185639%26amp%3Bt%3D1448306426951&hash=f6dbfe6446c22d57c2702e7a26fd7235)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7185640%26amp%3Bt%3D1448306426993&hash=85ec13638ddb221eed5addfc1f597300)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7185641%26amp%3Bt%3D1448306427016&hash=01ac2c5e08d0de9bb6031b5adea1736b)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7185642%26amp%3Bt%3D1448306427094&hash=697d4b10c7a3dfc7e0408a11ada123f1)
Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Dezembro 01, 2015, 02:35:14 pm
Operação Membeca 2015

A Operação Membeca foi realizada, de 16 a 20 de novembro, nos municípios de Arapeí, Bananal e São José do Barreiro, situados no sul fluminense. O exercício empregou mais de 2.200 militares de tropas operacionais da 1ª Divisão de Exército (1ª DE), para simulação de ações voltadas para a defesa externa.

O objetivo foi adestrar o Comando e o Estado-Maior da 1ª DE, suas Grandes Unidades e organizações militares subordinadas, para o planejamento e a execução de operações de amplo espectro, além de desenvolver o espírito de corpo e o valor profissional dos quadros.

A manobra contou com a destacada participação do 32º Batalhão de Infantaria Leve (Petrópolis/RJ) e do Centro de Avaliação de Adestramento do Exército (Rio de Janeiro), que realizaram a figuração do inimigo no exercício e colaboraram na análise dos resultados.

No último dia, no Campo de Instrução da Academia Militar das Agulhas Negras, ocorreu o tiro das armas coletivas, que foi a oportunidade de os militares realizarem tiro real com os armamentos de emprego coletivo, tais como as metralhadoras MAG e .50, os morteiros 60 e 81 mm, os canhões Carl Gustaf e 90 mm da viatura Cascavel, além dos obuseiros 105 mm.


(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7193117%26amp%3Bt%3D1448478996959&hash=6f415ab390cf0c86af4c3c84b1fa48dc)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7193119%26amp%3Bt%3D1448478996960&hash=c6dc879a44f1a72084297bf2f89f2b4a)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7193121%26amp%3Bt%3D1448478996961&hash=b58e586214271f9860b2cf0e0b54ac98)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7193123%26amp%3Bt%3D1448478996962&hash=6f3a504a2470c4c3be5f06dc7f1a1842)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7193125%26amp%3Bt%3D1448478996963&hash=d364aa0b7a324c6d3a0d23f178d4dd24)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7193127%26amp%3Bt%3D1448478996964&hash=49c2cf7db002106762bc1ed32a97b0c3)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7193128%26amp%3Bt%3D1448478996966&hash=58eeee7761aa73de7cb2d22326f0615e)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7193130%26amp%3Bt%3D1448478996967&hash=2d3e2fac90bc4c3dbc715336d555c586)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7193135%26amp%3Bt%3D1448478996968&hash=af97a7c39cec88122cab4f4fe84798ab)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7193136%26amp%3Bt%3D1448478996969&hash=3e4fea8798831cd30bef624fdddc5fee)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7193137%26amp%3Bt%3D1448478996970&hash=8bee2887bf4b455195d413c7ac3d5992)

Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Dezembro 01, 2015, 05:56:51 pm
Manobra Escolar 2015

Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Dezembro 02, 2015, 04:10:15 pm
4º Esquadrão de Cavalaria Mecanizado – Participação na Operação Carrancas II

Entre os dias 15 e 20 de novembro, o 4º Esquadrão de Cavalaria Mecanizado participou da Operação Carrancas II, exercício do período de adestramento avançado coordenado pela 4ª Brigada de Infantaria de Montanha, nas cidades de São João Del-Rei, Itutinga e Carrancas.

A operação encerrou o ano de instrução do Equadrão, servindo também como experimentação doutrinária para uma nova composição do Pelotão de Cavalaria Mecanizado, visando uma atuação mais efetiva em ambiente operacional de montanha.
Foram empregadas pelo Esquadrão 31 viaturas e o efetivo de dois Pelotões de Cavalaria Mecanizados e um Pelotão de Comando e Apoio, num total de 109 militares. Foram realizadas atividades de acionamento de situação de ordem de marcha, reconhecimento de eixo e zona, escolta de comboio logístico, ataque coordenado sob controle operacional de uma força-tarefa Batalhão de Infantaria de Montanha e uma operação de junção com tropa aeromóvel.


(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7203704%26amp%3Bt%3D1448992473448&hash=9356b7b2ce25d76d45510d229edb194f)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7203705%26amp%3Bt%3D1448992473449&hash=e08d38759d2bafc45366e4c59d7a475d)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7203706%26amp%3Bt%3D1448992473449&hash=85fa886498a37888d6faa7911a82d7e8)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7203707%26amp%3Bt%3D1448992473449&hash=c2fa45d7d5165f31fd88273eddb88590)

Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Dezembro 02, 2015, 04:13:02 pm
13º Regimento de Cavalaria Mecanizado – Operação Catuçaba

Entre os dias 23 de novembro e 1º de dezembro, o 13º Regimento de Cavalaria Mecanizado participou do Exercício Agulhas Negras – Operação Catuçaba, coordenado pela 2ª Divisão de Exército.

Durante a jornada, a Unidade executou missões de defesa externa, tais como ataque coordenado com transposição de curso d’água e reconhecimento de eixo e junção. Numa segunda fase, participou da operação de pacificação, tendo realizado controle de vias, patrulhamento ostensivo e escolta de comboio.


(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7205823%26amp%3Bt%3D1449062500828&hash=90e6dce27204d893b1e604f87cd3a585)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7205824%26amp%3Bt%3D1449062500830&hash=3cf116d06db4095c0ec052df4ed80249)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7205825%26amp%3Bt%3D1449062500831&hash=ca78868606bcfbd9554e2681a471e673)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7205826%26amp%3Bt%3D1449062500832&hash=28ef36a3ac63d1d9fdfe8194ecd4b2f9)

Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Dezembro 04, 2015, 08:38:21 pm
Ações operacionais durante a OPAN 2015

De 23 de novembro a 2 de dezembro, a 2ª Divisão de Exército realizou o Exercício Agulhas Negras 2015 – Operação Catuçaba, em nove cidades do Vale do Paraíba, interior paulista, com um efetivo de mais de quatro mil militares. No aditamento, foram realizadas diversas atividades operacionais, que enfocaram ações de ataque e defesa em uma simulação de guerra regular.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2F3.bp.blogspot.com%2F-B45GDLfZjEI%2FVmCsiBNiBZI%2FAAAAAAAA5nU%2FYbZ3FVPpIu0%2Fs1600%2FAssuntos%252BMilitares%252B%2525281%252529.jpg&hash=6a8d72cc34e00731571efb0c5c2c8299)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2F1.bp.blogspot.com%2F-ukjBM4qgTLo%2FVmCsi9CFfnI%2FAAAAAAAA5n4%2F8iuzMe3UYzY%2Fs1600%2FAssuntos%252BMilitares%252B%2525283%252529.jpg&hash=bb33ed5487bd3c0cfcff9b50f3466960)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2F2.bp.blogspot.com%2F-g8aA5MhSQBY%2FVmCsjnUvm_I%2FAAAAAAAA5oA%2F0KyRAFBj3BY%2Fs1600%2FAssuntos%252BMilitares%252B%2525285%252529.jpg&hash=fa9d9a4da59ef9d9f92a1548e1e52dca)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2F2.bp.blogspot.com%2F-QB3NDS0NAk4%2FVmCsisAyj1I%2FAAAAAAAA5ns%2FjDsuufWT6Ec%2Fs1600%2FAssuntos%252BMilitares%252B%2525282%252529.jpg&hash=f8f9d984eb10c8feda5740fe9c8d18b3)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2F3.bp.blogspot.com%2F-4Iwg4STJ8-w%2FVmCsh8JHfcI%2FAAAAAAAA5ng%2FwdhLBnBGmGQ%2Fs1600%2FAssuntos%252BMilitares%252B%25252810%252529.jpg&hash=9c1f62099de026412d5f153bdf7b0877)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2F1.bp.blogspot.com%2F-NLQR8o6lvCc%2FVmCsk0K-dlI%2FAAAAAAAA5oY%2FRm1qbWpJ3hU%2Fs1600%2FAssuntos%252BMilitares%252B%2525287%252529.jpg&hash=862e6301d6a41a9f6fe8abe49afc6855)
Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Janeiro 12, 2016, 02:24:45 pm
Apronto Operacional (GLO)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fmedia.gettyimages.com%2Fphotos%2Fbrazilian-army-mounted-soldiers-in-riot-gear-fall-in-during-the-of-picture-id450281950&hash=d835a6103c517ea9a5bbd9de8e8f18ca)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fmedia.gettyimages.com%2Fphotos%2Fbrazilian-army-mounted-soldiers-in-riot-gear-salute-during-the-of-picture-id450281886&hash=13d736477a5ea5eb47b4d5fe09925b77)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fmedia.gettyimages.com%2Fphotos%2Fbrazilian-army-soldiers-fall-in-during-the-presentation-of-the-troops-picture-id450281888&hash=f64a8d2229d577219d113619cea267dd)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fmedia.gettyimages.com%2Fphotos%2Fbrazilian-army-soldiers-stand-by-during-the-presentation-of-the-and-picture-id450281872&hash=42fac11be52c1f6335b8235b4d9a9175)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fmedia.gettyimages.com%2Fphotos%2Fbrazilian-army-mounted-soldiers-in-riot-gear-stand-by-during-the-of-picture-id450281840&hash=008cb67505e9a8f1891ff714b23c1d96)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fmedia.gettyimages.com%2Fphotos%2Fbrazilian-army-soldiers-in-riot-gear-stand-by-during-the-presentation-picture-id450281830&hash=5f2915657bc17e6f6d2bb917ed4a0db0)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fmedia.gettyimages.com%2Fphotos%2Fbrazilian-army-soldiers-in-riot-gear-during-the-presentation-of-the-picture-id450281828&hash=82085f3695fcbdb803e6a2def866e0cc)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fmedia.gettyimages.com%2Fphotos%2Fbrazilian-army-military-police-soldiers-in-riot-gear-stand-by-during-picture-id450281790&hash=d79138ea13e8841a976dbae96bbd0e90)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fmedia.gettyimages.com%2Fphotos%2Fbrazilian-army-special-forces-fall-in-during-the-presentation-of-the-picture-id450281800&hash=5dd331869d967d6229c9d237cd7dd67c)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fmedia.gettyimages.com%2Fphotos%2Fbrazilian-army-special-forces-fall-in-during-the-presentation-of-the-picture-id450281794&hash=73a83ca3f6b2b3f491917602254bb04c)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fmedia.gettyimages.com%2Fphotos%2Fbrazilian-army-soldiers-in-riot-gear-fall-in-during-the-presentation-picture-id450281806&hash=ff6fe48518d16634aa3709ca348e57a4)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fmedia.gettyimages.com%2Fphotos%2Fbrazilian-army-military-police-soldiers-in-riot-gear-stand-by-during-picture-id450281804&hash=5b14300545747ab59e1d40cb1f03c67c)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fmedia.gettyimages.com%2Fphotos%2Fbrazilian-army-sharpshooters-fall-in-during-the-presentation-of-the-picture-id450281766&hash=35a75d580225a2df63ea47b22cfea0b2)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fmedia.gettyimages.com%2Fphotos%2Fbrazilian-army-soldiers-stand-by-during-the-presentation-of-the-and-picture-id450281706&hash=b3bad976a2031df61f79a9eb353a8198)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fmedia.gettyimages.com%2Fphotos%2Fbrazilian-army-mounted-soldiers-in-riot-gear-stand-by-during-the-of-picture-id450281704&hash=9de18cdfe9058be3126bbacea4f85b56)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fmedia.gettyimages.com%2Fphotos%2Fbrazilian-armys-riot-gear-standing-by-during-the-presentation-of-the-picture-id450281712&hash=4a2f9d46d5ec2c73274ace39280f3241)
Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Março 01, 2016, 03:07:46 pm
23º Esquadrão de Cavalaria de Selva – Operação Usina I

No período de 23 a 25 de fevereiro, o 23º Esquadrão de Cavalaria de Selva executou a Operação Usina I, treinamento tático do efetivo profissional voltado para proteção da Usina Hidrelétrica de Tucuruí. O exercício foi precedido de apronto operacional, após o qual foi desencadeada a ocupação das instalações do ponto sensível. Encerrando a jornada, ocorreu a análise pós-ação. A atividade contribuiu para manter o elevado nível de adestramento da organização militar e mobilizou cerca de noventa militares, além de viaturas blindadas e embarcações.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7437052%26amp%3Bt%3D1456764640156&hash=015d1b752533839f55a2c4776a8d53b6)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7437053%26amp%3Bt%3D1456764640257&hash=d66cf929b509ac5ed843330e1be795a9)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7437054%26amp%3Bt%3D1456764640300&hash=766ac5092ae7c999d2596d707b2b66d2)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7437055%26amp%3Bt%3D1456764640364&hash=064881325e737495d620753d55d71002)
Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Abril 07, 2016, 09:23:41 pm
Rio 2016: Operação Pão de Açúcar

O 1º e o 2º Batalhões de Aviação do Exército (1º e 2º BAvEx), sediados em Taubaté/SP, estão realizando, desde o dia 28 de março, no Rio de Janeiro, a Operação Pão de Açúcar, que visa preparar suas tripulações para agir em diversas ações dos Jogos Olímpicos Rio 2016 (JO Rio 2016). Em apoio ao Coordenador Geral de Defesa de Área (CGDA) – estrutura responsável pelas atividades de defesa e segurança das Forças Armadas nas Olimpíadas Rio 2016 – os militares da aviação treinam diversas manobras de emprego geral, Comando e Controle, bem como o reconhecimento de pontos estratégicos da cidade.

Aproveitando a oportunidade, tropas de operações especiais do Exército Brasileiro, como o 1º Batalhão de Forças Especiais (1º BFEsp), sediado em Goiânia/GO, e tropas do 26º Batalhão de Infantaria Paraquedista (26º BIPqdt) e da Companhia de Precursores Paraquedistas (CiaPrecPqdt), sediados na Vila Militar, também participam da Operação Pão de Açúcar. Eles realizam adestramento em conjunto com as tripulações das aeronaves, permitindo o aperfeiçoamento de técnicas especiais de infiltração e exfiltração de tropa pela Aviação do Exército, como, por exemplo, as manobras de rappel, fast rope, pouso de assalto, tiro embarcado, entre outras.

Durante os Jogos Olímpicos Rio 2016, militares das unidades aéreas da Aviação do Exército estarão presentes em todas as sedes, contribuindo para a segurança da população, do evento e de todos os pontos sensíveis nas proximidades dos jogos. A Aviação do Exército Brasileiro conta com profissionais com experiência em grandes eventos, como a Copa do Mundo 2014, Copa das Confederações 2013, Jornada Mundial da Juventude 2013, Rio + 20, V Jogos Mundiais Militares, entre outros.


(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.revistaoperacional.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2016%2F04%2FMG_6560-copy.jpg&hash=322be09339dd11234c13dbbfb1b474de)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.revistaoperacional.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2016%2F04%2FMG_6569-copy.jpg&hash=42f2b9a4409a2958f29691e00ab7c003)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.revistaoperacional.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2016%2F04%2FMG_6583-copy.jpg&hash=6d601a416638e12e473e66e78a139f8d)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.revistaoperacional.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2016%2F04%2FMG_6619-copy.jpg&hash=c45af23c13067b7b5bcf12ac4a44f55b)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.revistaoperacional.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2016%2F04%2FMG_6611-copy.jpg&hash=6fe4fb3665c4587151991065da366b5a)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.revistaoperacional.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2016%2F04%2FMG_6608-copy.jpg&hash=8b2dc0a274818b56aa484328e624640b)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.revistaoperacional.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2016%2F04%2FMG_6604-copy.jpg&hash=34d66f2dc7babbb5af7c85d8a3c29ade)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.revistaoperacional.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2016%2F04%2FMG_6600-copy.jpg&hash=a46e9ec6a6f9f26257c2e672669eac7c)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.revistaoperacional.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2016%2F04%2FMG_6591-copy.jpg&hash=4ec90bb95ca027752be3600f899236cf)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.revistaoperacional.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2016%2F04%2FMG_6620-copy.jpg&hash=78bd0e5348e74c1aaff07e741d0e2860)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.revistaoperacional.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2016%2F04%2FMG_6643-copy.jpg&hash=8d559b0a0f71a70a53fef3172ac99ef4)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.revistaoperacional.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2016%2F04%2FMG_6650-copy.jpg&hash=a823aba0e67af894a3fe68ed5d9be9e8)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.revistaoperacional.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2016%2F04%2FMG_6696-copy.jpg&hash=3634f6d75ebd24cf8ff1cde181876807)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.revistaoperacional.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2016%2F04%2FMG_6685-copy.jpg&hash=5760ef94f34d56ec1b35551d54276bbd)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.revistaoperacional.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2016%2F04%2FMG_6683-copy.jpg&hash=dc2666876b635928af896e2c81260c22)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.revistaoperacional.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2016%2F04%2FMG_6648-copy.jpg&hash=1a84b53219056b47f3fe3868a57d4247)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.revistaoperacional.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2016%2F04%2FMG_6558-copy.jpg&hash=b60fba3788af8dc0952c0cb7e472ec10)

FONTE:  http://www.revistaoperacional.com.br/2016/exercito/rio-2016-operacao-pao-de-acucar/
Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Abril 08, 2016, 07:24:52 pm
Operação  TRAÍRA: Exército mobiliza tropas nas fronteiras do país com o Peru e a Colômbia

O Comando Militar da Amazônia (CMA) deflagrou, segunda-feira passada (04.04), a Operação Traíra, conjunto de operações combinadas que se desenvolverão, prioritariamente, nas regiões da Serra do Traíra, no estado do Amazonas, e na Serra do Divisor, em território acreano.

As manobras terão lugar dentro do contexto da intensificação da presença na faixa de fronteira, reunindo as forças militares brasileiras, o Exército colombiano e a Armada peruana. O objetivo é reprimir crimes transfronteiriços, o trânsito de guerrilheiros estrangeiros (por vezes chamados pelas autoridades brasileiras de segurança, eufemisticamente, de “imigrantes ilegais”), o garimpo ilegal de ouro, a extração ilícita de madeira, a biopirataria e as diversas formas de contrabando – especialmente de tóxicos e de armas.

Para isso os militares contam com a participação dos órgãos de segurança pública brasileiros, como a Polícia Federal, a Polícia Militar, a Polícia Civil e a Força Nacional de Segurança Pública; além do apoio de outros órgãos governamentais, como a Agência Brasileira de Inteligência (ABIN), a Fundação Nacional do Índio (FUNAI), o Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) e o Ministério Público Federal.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.planobrazil.com%2Fwp-content%2Fuploads%2F2016%2F04%2FTrairabatalh%25C3%25A3osendopreparadonopateo.jpg&hash=e311060f65b5a8a25145d219c28c4f7e)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.planobrazil.com%2Fwp-content%2Fuploads%2F2016%2F04%2FTrairabotesnorio.jpg&hash=4ccd56b7e205eb8acc5d9a2cd0dba3ff)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.planobrazil.com%2Fwp-content%2Fuploads%2F2016%2F04%2FTrairahelicopteroBlackHawkacionandoosmotores.jpg&hash=5f99a277359b610b8d424513f9dd69e8)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.planobrazil.com%2Fwp-content%2Fuploads%2F2016%2F04%2FTrairabriefingnaselva.jpg&hash=0cba457a0c64775d85f15c3db26fcd7d)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.planobrazil.com%2Fwp-content%2Fuploads%2F2016%2F04%2FTrairacomboioemdeslocamentorebocandolancha.jpg&hash=dd08ed071a030025d99fc1a232b69499)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.planobrazil.com%2Fwp-content%2Fuploads%2F2016%2F04%2FTrairaimagemfinal.jpg&hash=e9b3d1899cb940c05b4ddf539a75f887)

FONTE:    http://www.planobrazil.com/especial-traira-exercito-mobiliza-tropas-de-4-brigadas-para-desencadear-a-operacao-nas-fronteiras-do-pais-com-o-peru-e-a-colombia/
Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Abril 29, 2016, 12:30:05 pm
Operação Rotores do Oeste

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fdocuments%2F16541%2F7350672%2Fdestaque%2Bopera%25C3%25A7%25C3%25A3o%2Brotores.jpg%2F92aa6563-e57a-443f-a032-84bcf74b14c9%3Ft%3D1461873263000&hash=559b7a8262f3ed0138321195eecd87b5)

Campo Grande (MS) – O 3º Batalhão de Aviação do Exército (3º BAvEx) realizou, no período de 17 a 22 de abril, a Operação Rotores do Oeste, na cidade de Rondonópolis (MT).

O exercício teve como objetivo principal realizar a aquisição e a revalidação de habilitações técnicas das tripulações do 3º BAvEx. Ao longo da semana, foram treinadas as técnicas de Rapel, de McGuire, de Fast Rope, de Pilotagem Tática, de Navegação Tática, de Maneabilidade de Frações de Helicópteros, de Técnicas de Embarque e Desembarque Rápidos e de Pouso de Assalto.

A atividade contou, ainda, com a participação dos Pelotões de Operações Especiais (PELOPES) do 18º Grupo de Artilharia de Campanha e do 44º Batalhão de Infantaria Motorizado, que puderam se adestrar em todas as técnicas aeromóveis utilizadas durante a Operação.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7530387%26amp%3Bt%3D1461873326788&hash=036b2f8cbfc3026a9ce0b0cdcf6e2a0c)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7530388%26amp%3Bt%3D1461873326813&hash=f8c185f950ebda3ee371c5d85e2323f8)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7530389%26amp%3Bt%3D1461873326872&hash=6bdd9e6853b5d6a6ec24507cc8c21024)

FONTE: EB
Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Maio 04, 2016, 06:37:22 pm
Operação Astros no Centro de Lançamento Barreira do Inferno

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.fab.mil.br%2Fsis%2Fenoticias%2Fimagens%2Fpub%2F29035%2Fi16528565253916.jpg&hash=c1d0458b56f11d7117d221d09d386a04)

O Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (CLBI), localizado em Parnamirim (RN), sediou a segunda fase da Operação ASTROS 2020/2016, que aconteceu entre 25 e 28 de abril.

A operação está prevista no cronograma de desenvolvimento de sistemas e equipamentos em desenvolvimento pela empresa brasileira AVIBRAS, dentro do Projeto Estratégico do Exército Brasileiro ASTROS 2020 (PEE ASTROS 2020).

O Centro Tecnológico do Exército Brasileiro (CTEx), responsável por buscar o domínio e o desenvolvimento de tecnologias de interesse da Defesa Nacional, acompanhou os ensaios e testes que permitem avaliar elevação de performance e desempenho do conjunto de equipamentos e sistemas que compõem os produtos de defesa em execução pela AVIBRAS.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.fab.mil.br%2Fsis%2Fenoticias%2Fimagens%2Fpub%2F29035%2Fi165285507172631.jpg&hash=f351fd92957d3f2c188a047c3f743700)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.fab.mil.br%2Fsis%2Fenoticias%2Fimagens%2Fpub%2F29035%2Fi16528565487743.jpg&hash=4c37a6d00fc0a25f9992f5f906619186)

Fonte:   http://tecnodefesa.com.br/operacao-astros-no-centro-de-lancamento-barreira-do-inferno/
Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Maio 09, 2016, 05:21:25 pm
2° Batalhão de Aviação do Exército – Operação Três Luas

Taubaté (SP) – De 27 de abril e 7 de maio, o 2° Batalhão de Aviação do Exército realizou a 1ª fase da Operação Três Luas, na cidade de Lins (SP), com o apoio do 37° Batalhão de Infantaria Leve. Essa Operação teve como principal objetivo o adestramento e o preparo das tripulações da Aviação do Exército para operações noturnas com a utilização dos óculos de visão noturna. Nesta primeira fase, o principal objetivo foi o adestramento e preparo do Batalhão. As subunidades tiveram a oportunidade de se adestrar com exercícios que priorizaram as habilitações técnicas, como por exemplo o embarque e desembarque, o Rapel, o Fast Rope, o voo em formação e pouso de assalto, entre outras habilitações. Uma atividade que merece destaque na Operação é a realização do tiro com óculos de visão noturna, que se desenvolveu com execução de tiro com o armamento lateral das aeronaves durante o voo em formação e durante a execução do pouso, seguido do tiro da tropa desembarcada.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D6473855%26amp%3Bt%3D1432561330181&hash=83e4afbc5cd16dc5702ae367a2a4ebc5)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D6473857%26amp%3Bt%3D1432561330183&hash=d39392b1d8d205e04ec4b777170f06a4)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D6473858%26amp%3Bt%3D1432561330184&hash=e15a0fba05a23a641c769f972091708e)

FONTE: EB
Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Maio 12, 2016, 03:34:13 pm
Exercício Conjunto e Interagências

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fdocuments%2F16541%2F7350672%2Fdestaque%2Bexerc%25C3%25ADcio%2Bconjunto.jpg%2F7393c0d9-1d81-4f83-afa2-63e1b3809313%3Ft%3D1462998895000&hash=7b268e3efb260b3961ef81a681cc2979)

Goiânia (GO) – O Comando de Operações Especiais (COpEsp) está sediando, no período de 9 a 13 de maio, o Exercício Conjunto e Interagências, com times táticos de Operações Especiais das Forças Armadas, da Polícia Federal, do Departamento da Força Nacional de Segurança Pública e das Polícias Militares e Civis de diversos estados brasileiros.

O evento visa fortalecer a integração entre esses órgãos, buscando a interoperabilidade nas atividades de operações especiais. “O preparo constante e a troca de experiências interagências certamente nos coloca em excelentes condições para atuar num grande evento como os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016”, ressaltou o General de Brigada Mauro Sinott Lopes, Comandante de Operações Especiais.

Vinte e três Adidos Militares de diferentes países visitaram o COpEsp, com a intenção de conhecer o exercício. Além de visitarem algumas oficinas, assistiram, ainda, a uma palestra proferida pelo Gen Sinott, na qual foi apresentada a estrutura brasileira para o enfrentamento ao terrorismo durante os Jogos.

Durante o exercício, os 280 participantes, que estão divididos em 26 times táticos, realizarão 17 oficinas com diversificadas atividades operacionais, dentre as quais se destacam operações aeromóveis; pistas de tiro; e práticas de regras de engajamento, de negociação e de ações de retomada e resgate; além de atividades relacionadas à defesa química, biológica, radiológica e nuclear.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7557567%26amp%3Bt%3D1462999272675&hash=e28a95ae864b3baa936f1526f7589bc3)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7557568%26amp%3Bt%3D1462999272742&hash=ca305138bf9d5ec38ddf7a367a37d0ff)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7557569%26amp%3Bt%3D1462999272776&hash=a2039514bbc0ecf785e0afd1cdc0ff56)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7557570%26amp%3Bt%3D1462999272807&hash=05ede556f39e522203193493d177bd24)

FONTE:  EB
Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Maio 12, 2016, 04:02:19 pm
Forças simulam enfrentamento de ameaças terroristas

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.defesa.gov.br%2Farquivos%2F2016%2Fmes05%2Fgoiania_grande.jpg&hash=503ceca9577c5ae5f65dbed9b0e4023e)

Goiânia (GO), 11/05/2016 – O terceiro dia de atividades do Exercício Conjunto Interagências realizado no Comando de Operações Especiais do Exército em Goiânia foi marcado pelas oficinas com foco no enfrentamento a ameaças terroristas. A atividade é coordenada pelo Ministério da Defesa como parte do esforço de segurança dos Jogos Olímpicos Rio 2016.

Tropas de operações especiais das Forças Armadas e das polícias federal, civil e militar dos estados que terão eventos olímpicos participaram, por exemplo, de uma simulação de Assalto Linear em Ônibus. Nessa atividade é trabalhado um cenário de um ônibus cheio de civis feitos reféns por um terrorista, situação na qual os militares são forçados a entrar no veículo e desmobilizar o oponente.

Ainda foi realizada uma Operação Aeromóvel, na qual os militares a bordo de um helicóptero Pantera HM-1 perseguiram um carro com alvo suspeito em alta velocidade e finalizaram fazendo o chamado pouso de assalto, quando a aeronave bloqueia a ação do veículo. Também foram realizados tiros de festim para dar mais veracidade à simulação.

Atividades Noturnas

Os mais de 280 participantes do exercício também foram desafiados a agir na escuridão da noite. Entre as atividades, destaca-se uma oficina tática noturna com munição real, na qual os participantes precisam invadir uma casa para recuperar o território de um oponente.

Todas as atividades do exercício são realizadas com o objetivo de avaliar as capacidades de cada órgão envolvido no enfrentamento ao terrorismo e para conferir como está a atuação conjunta deles.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.defesa.gov.br%2Farquivos%2F2016%2Fmes05%2Fgoiania_galeria2.jpg&hash=3a27187d6f4163662a84c642e745b315)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.defesa.gov.br%2Farquivos%2F2016%2Fmes05%2Fgoiania_galeria1.jpg&hash=4f34efc83ed31f7680a8d684e7eae67b)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.defesa.gov.br%2Farquivos%2F2016%2Fmes05%2Fgoiania_galeria3.jpg&hash=b4823d274cd2eec871db7f302a87b82b)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.defesa.gov.br%2Farquivos%2F2016%2Fmes05%2Fgoiania_galeria4.jpg&hash=eb14a107147468b837e19deb8f0392a6)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.defesa.gov.br%2Farquivos%2F2016%2Fmes05%2Fgoiania_galeria5.jpg&hash=364e35d9b678fb32997781ff9011a235)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.defesa.gov.br%2Farquivos%2F2016%2Fmes05%2Fgoiania_galeria6.jpg&hash=b5380dea86325ccbef87f142ed0b36fc)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.defesa.gov.br%2Farquivos%2F2016%2Fmes05%2Fgoiania_galeria8.jpg&hash=56d3c62e1cc1c40f6937d8df6573cef0)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.defesa.gov.br%2Farquivos%2F2016%2Fmes05%2Fgoiania_galeria9.jpg&hash=5c486d43c6a22eec9e38430f6b33d9a2)

FONTE:    http://www.defesa.gov.br/noticias/20691-forcas-simulam-enfrentamento-de-ameacas-terroristas
Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Maio 16, 2016, 08:11:48 pm

Comando de Operações Especiais realiza Exercício Conjunto e Interagências
Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Maio 18, 2016, 08:10:52 pm
Exército realiza treinamento de ações aeromóveis em Brasília

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.defesa.gov.br%2Farquivos%2F2016%2Fmes05%2F20160517_aeromovel_inter1.jpg&hash=0c83226ba7a00d97c120bb3e9d184031)

Brasília, 17/05/2016- Até amanhã, o Comando de Operações Especiais do Exército realiza no Comando Militar do Planalto, em Brasília, treinamento de ações aeromóveis, no contexto da preparação para os Jogos Olímpicos Rio 2016. Nesta terça-feira, os batalhões de Aviação do Exército (3⁰BAVEX) e  de Operações de Comando (1⁰BAC), além do Batalhão de Operações Policiais Especiais e a Divisão de Operações Especiais da Polícia Civil, participaram dos exercícios de técnicas de rapel e fast rope (desembarque da equipe por meio de cordas com o helicóptero em voo).

O comandante da Força-Tarefa de Operações Especiais, coronel Ricardo Luiz da Cunha Rabelo, esclareceu que essas técnicas são utilizadas para aproximar e abordar um objetivo, caso haja necessidade. “As técnicas aeromóveis são usadas junto ao elemento aéreo de asa rotativa, o helicóptero, e suas tripulações. Elas envolvem o desembarque em voo utilizando cordas, como a técnica do rapel ou do fast rope”, ilustrou.

Durante os três dias de treinamento, que teve início ontem, também participam órgãos de segurança pública do Distrito Federal, como as polícias Civil e Federal.


fonte: http://www.defesa.gov.br/noticias/20858-exercito-realiza-treinamento-de-acoes-aeromoveis-em-brasilia
Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Maio 20, 2016, 01:10:54 pm
Exercício de Operações Aeromóveis adestra tropas de Operações Especiais para os Jogos Rio 2016

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fdocuments%2F16541%2F7572553%2FBOR_4795.jpg%2Fa126b663-3b7c-4943-b4f9-cc7b2a03fa8d%3Ft%3D1463685744000&hash=2e55a060322c34ef002ea55e102929df)

Brasília (DF) – O Comando Militar do Planalto (CMP) conduziu, no período de 16 a 18 de maio, um adestramento de Operações Aeromóveis para militares e integrantes de instituições que serão empregados na segurança dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016.

Participaram do treinamento integrantes do Comando de Operações Especiais (CopEsp), do Exército Brasileiro; do Departamento de Operações Especiais (DOE), da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF); e do Batalhão de Operações Especiais (BOPE), da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF).
 
O exercício, realizado na área das instalações do CMP e em locais de interesse na cidade de Brasília, teve por objetivos o adestramento em Operações Aeromóveis e o fortalecimento da integração entre os órgãos envolvidos, buscando a interoperabilidade nas atividades de operações e de segurança. “O trabalho interagências é fundamental para o sucesso de uma Operação como a da segurança dos Jogos Rio 2016, desde o preparo até o emprego”, ressaltou o Comandante Militar do Planalto, General de Divisão Cesar Leme Justo.
 
Durante o exercício, foram realizados reconhecimentos aeromóveis de itinerário e locais importantes para a segurança, bem como a prática de técnicas: pouso de assalto; fast rope (descida rápida com utilização de corda especial); rapel e desembarque pairado, incluindo a prática de combate e enfrentamento do terror em um Shopping Center da cidade.
 
“O exercício foi muito importante, na medida em que foi possível ser feita uma padronização de procedimentos, deixando as equipes em condições de atuarem juntas e de forma eficaz”, destacou o Agente Luiz Gaspar do DOE da PCDF.
 
Para o exercício, foram disponibilizadas três aeronaves, sendo dois Helicópteros de Manobra (HM-1) Pantera e um Helicóptero de Assalto (HA-1) Fenech, do 3o Batalhão de Aviação do Exército (3o BAvEx), sediado em Campo Grande/MS, em um total de quinze horas de voo para o adestramento das equipes.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7572851%26amp%3Bt%3D1463690367793&hash=264d6ddd7937a6a4c5178755ee285824)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7572852%26amp%3Bt%3D1463690367859&hash=206b889afe29d2fb7741344a2c24f7e5)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7572853%26amp%3Bt%3D1463690367917&hash=66c39450196cf7c62088e7249b92cb3f)

Fonte: EB


Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Junho 07, 2016, 03:02:01 pm
12º Batalhão de Infantaria – Adestramento para Jogos Rio 2016

Belo Horizonte (MG) – O 12º Batalhão de Infantaria (12º BI), apoiado pelas aeronaves do 3º Batalhão de Aviação do Exército e por militares do Comando de Operações Especiais, realizou um adestramento em Técnicas Aeromóveis (Fast Rope e Tiro Embarcado) e de Prevenção e Combate ao Terrorismo, culminando com uma ação no estádio “Mineirão”, palco de partidas de futebol dos Jogos Olímpicos Rio 2016.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7609793%26amp%3Bt%3D1465305301921&hash=68359642a56e94df540c978e451c05ba)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7609794%26amp%3Bt%3D1465305301971&hash=d00c852671eba107de4d079abd659639)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7609795%26amp%3Bt%3D1465305302012&hash=59f98dd195a55de8fdfd2118e6bfb2dd)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D7609796%26amp%3Bt%3D1465305302058&hash=1ec00d90be04dee23546a98e1cbfdb6a)

FONTE: http://www.eb.mil.br/web/resiscomsex/eb-em-revista
Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Junho 13, 2016, 09:18:47 pm
3º Batalhão de Aviação do Exército atua na Operção Planalto

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fexercito-rio2016.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D71978%26amp%3Bt%3D1465502426187&hash=709e08097204b96c9df46b2138fdc2f6)

Belo Horizonte (MG) – O 3º Batalhão de Aviação do Exército (3º BAvEx) realiza, desde 30 de maio, a segunda fase da Operação Planalto, como preparação de emprego nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016, em Belo Horizonte (MG).

Nessa fase, além de operacionalizar o Sistema Olho de Águia e realizar reconhecimentos táticos, o Batalhão está viabilizando um exercício interagências, em que representantes do 1° Batalhão de Ações de Comando, do Pelopes do 12º Batalhão de Infantaria, da Polícia Federal e da Polícia Militar de Minas Gerais capacitam-se no emprego de técnicas aeromóveis.

A Operação contribuirá para a obtenção de capacidades, que permitirão ao Exército e aos órgãos de segurança pública garantirem a tranquilidade e a estabilidade necessárias durante os Jogos na capital mineira.

Fonte: http://exercito-rio2016.eb.mil.br/web/cda/-/segunda-fase-da-operacao-planalto-em-belo-horizon?inheritRedirect=true&redirect=%2F

Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Junho 22, 2016, 01:46:01 pm
Exército na Operação Ágata 11

(https://c2.staticflickr.com/8/7289/27209286314_f575bc945d_b.jpg)

(https://c2.staticflickr.com/8/7194/27542918640_9812a0fb9e_b.jpg)

(https://c2.staticflickr.com/8/7233/27543292570_9301229306_b.jpg)

(https://c2.staticflickr.com/8/7092/27543293130_0c9bf7d8e7_b.jpg)

(https://c2.staticflickr.com/8/7756/27543292890_e7f6e95ba8_b.jpg)

(https://c2.staticflickr.com/8/7052/27720258502_ae9f4c957b_b.jpg)

(https://c2.staticflickr.com/8/7041/27543282870_7e7ecf3e9b_b.jpg)

(https://c2.staticflickr.com/8/7103/27209909483_c19e9194e2_b.jpg)

(https://c2.staticflickr.com/8/7348/27543293650_96c65b0009_b.jpg)

Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Novembro 24, 2018, 02:39:51 pm
MANOBRA ESCOLAR 2018: Operacionalidade, segurança e muito trabalho em favor da formação de profissionais militares brasileiros

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D9371741%26amp%3Bt%3D1541606049413.jpg&hash=dc18d8a1f4f2488a195f90fdd2ef2ac4)

Citar
Resende (RJ) – Teve início, no dia 6 de novembro, as atividades conjuntas da Manobra Escolar 2018 na Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN), com um painel de ambientação e caracterização do exercício militar.

A manobra escolar reúne 4.300 militares, mais de 500 veículos e 10 aeronaves, no período de 5 a 16 de novembro. Organizada pelo Departamento de Educação e Cultura do Exército (DECEx), é uma das mais importantes atividades de combate simulado do Exército Brasileiro. Ela emprega os equipamentos e armamentos mais modernos disponíveis, além de contemplar diversos aspectos da guerra moderna, como o combate a forças irregulares e o enfrentamento em ambiente humanizado. Nesse período, os moradores da cidade de Resende e região presenciam uma grande movimentação de militares, aeronaves e viaturas pelos municípios e também pela Rodovia Presidente Dutra.

Paralelo aos exercícios tipicamente militares, também são realizadas ações cívico-sociais, nas quais o Exército tem a oportunidade de prestar diversos serviços à população, como atendimento médico-odontológico e ambulatorial, além de reforçar a integração da Força Terrestre com as comunidades. Serão visitadas as comunidades de Nossa Senhora do Amparo, em Barra Mansa, nos dias 8 e 9 de novembro; Quatis, nos dias 10 e 11 de novembro; Falcão, em Resende, no dia 11 de novembro; e Porto Real no dia 12 de novembro. Os atendimentos serão realizados das 8 h às 12 h e das 13 h às 17 h, nos postos de saúde de cada comunidade. Para serem atendidos, os interessados devem realizar o agendamento, no posto de saúde mais próximo da sua residência.

Para recepcionar os componentes de diferentes equipes e ambientá-los quanto às atividades operacionais, o Subcomandante da AMAN, Coronel Paulo Roberto Coriolano, fez a abertura da atividade no Teatro Acadêmico. Nela, procedeu-se a um pequeno histórico do exercício: “A manobra escolar da AMAN mudou muito dos anos 1980 para a que estamos realizando hoje. De um evento interno da AMAN, envolvendo os cadetes no treinamento e na execução naqueles anos, chegamos a um exercício que envolve diversos estabelecimentos de ensino vinculados ao DECEx, no qual participam cerca de 4.300 militares. Esse conjunto de atividades é impactado por duas equações: a do tempo e a da segurança, no que diz respeito a seu nível de realismo”, explicou o Subcomandante. Ele continuou sua explanação ressaltando aspectos garantidores de sucesso para o evento: “a equação do tempo, porque não é possível um planejamento que supere o período da própria manobra e a equação da segurança, porque não é possível praticar ações militares deixando à parte a gestão dos riscos”, destacou o Subcomandante da AMAN. Encerrou a sua fala com um chamamento a todos quanto às suas responsabilidades do princípio ao fim da exercício. “Há três fatores que proporcionam a segurança em operações: o primeiro é o próprio militar que é responsável pela sua integridade física; o segundo é o militar que o acompanha, uma vez que todas as atividades são realizadas com o mínimo de dois militares; e o terceiro é a responsabilidade do planejamento da operação”, concluiu.

A mais alta autoridade presente no painel de abertura foi o Comandante de Aviação do Exército, General de Brigada Carlos Waldyr Aguiar. Além da AMAN, participam da Manobra Escolar 2018 o DECEx; a Diretoria de Educação Superior Militar; o Comando de Operações Terrestres; o Centro de Comunicação Social do Exército; o Centro de Estudo de Pessoal e Forte Duque de Caxias; a Escola de Inteligência Militar do Exército; o 1º Batalhão de Defesa Química, Biológica, Radiológica e Nuclear; o Comando de Aviação do Exército; o 1º Batalhão de Operações Psicológicas; o Centro de Adestramento Leste; o Hospital Militar de Resende; o 6º Grupo de Mísseis e Foguetes; o 6º Batalhão de Inteligência Militar; o 1º Batalhão de Guerra Eletrônica; o Centro de Instrução de Guerra Eletrônica; o Instituto Militar de Engenharia; o Hospital de Campanha; a Escola de Comando e Estado-Maior do Exército; a Escola de Aperfeiçoamento de Oficiais; a Escola de Formação Complementar do Exército; a Escola de Saúde do Exército; a Escola de Aperfeiçoamento de Sargentos; a Escola de Sargentos de Logística; a Escola de Instrução Especializada; a Escola de Sargentos das Armas; o Comando de Comunicações e Guerra Eletrônica do Exército; e o Centro de Instrução de Artilharia, Mísseis e Foguetes.

FONTE: http://www.eb.mil.br/web/noticias/noticiario-do-exercito/-/asset_publisher/MjaG93KcunQI/content/manobra-2018-operacionalidade-seguranca-e-integracao

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D9371742%26amp%3Bt%3D1541606049932&hash=ddb7453dbc4ee0fd20ddbbcaa871e06b)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D9371744%26amp%3Bt%3D1541606050900&hash=5a6566e6cae6e94e2b879f31f95bf02d)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D9371745%26amp%3Bt%3D1541606051382&hash=cf96c7fcffd09a533cc7c84640de78d5)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D9371746%26amp%3Bt%3D1541606051892&hash=82572e92a40b19121ce6849ad305534a)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D9371747%26amp%3Bt%3D1541606054968&hash=5ba7ebcf3fd33e1c152436187489b4a1)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D9371748%26amp%3Bt%3D1541606055640&hash=c2fa3a194513f9b41d37d04788e37fd7)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D9371749%26amp%3Bt%3D1541606056154&hash=370aa5cf93228a52a74de6b9f69dcabe)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D9371750%26amp%3Bt%3D1541606056952&hash=652e9a2b7db654fd16bfdbcd4d5890e7)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D9371751%26amp%3Bt%3D1541606057663&hash=6df825e71e3b134387f2d972f41356f9)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D9371752%26amp%3Bt%3D1541606058188&hash=2668951d563b462a3234a67faf1bdf8a)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D9371753%26amp%3Bt%3D1541606058709&hash=835a77e45a275689246c85163bb50668)
Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Junho 21, 2019, 06:34:07 pm
Exercício Pelotão de Morteiro Pesado no Centro de Adestramento Sul (CA-SUL)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.cms.eb.mil.br%2Fimages%2Fnoticias%2F190619%2Fca%2520sul%2F1.jpg&hash=4f1ca51f2754401f606159ebe384e348)

Citar
Santa Maria (RS) - Nos períodos de 10 a 11 e 12 a 13 de junho, ocorreu no Centro de Adestramento-Sul, respectivamente os Exercícios de Adestramento - Pelotão Morteiro Pesado 120 mm M2 Raiado AR do 3º Regimento de Cavalaria Mecanizado e do 8º Regimento de Cavalaria Mecanizado.

A atividade simula, em um ambiente virtual, o apoio de fogo solicitado pelos Observadores Avançados (OA), às suas respectivas Linhas de Fogo (LF), contribuindo desta forma, com o preparo técnico e tático da tropa usuária, uma vez que este sistema permite acompanhar todas as atividades necessárias à realização do tiro, desde a solicitação do apoio de fogo, até a conclusão da missão de tiro.
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.cms.eb.mil.br%2Fimages%2Fnoticias%2F190619%2Fca%2520sul%2F2.jpg&hash=ab832340a2694b6894ec50ee3af53ce1)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.cms.eb.mil.br%2Fimages%2Fnoticias%2F190619%2Fca%2520sul%2F3.jpg&hash=760bf6896c00e83d63a6e8973ca26265)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.cms.eb.mil.br%2Fimages%2Fnoticias%2F190619%2Fca%2520sul%2F4.jpg&hash=c377427cda61c42535a2a970c48171c1)
Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Julho 23, 2019, 02:15:46 pm
Jornalistas em áreas de conflito

O Centro Conjunto de Operações de Paz do Brasil realizou o “Estágio de Jornalismo e Assessoria de Imprensa em Áreas de Conflito”

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.cml.eb.mil.br%2Fimages%2Fphocagallery%2F2019-07-20-JORNALISTAS-CCOPAB%2FCML-SD-R-EM-BAIXA004.jpg&hash=bc61d478c02034571bb2b5821763de16)

Citar
Rio de Janeiro (RJ) - Profissionais de diversos meios de comunicação foram preparados, sob a coordenação do Centro Conjunto de Operações de Paz do Brasil - Centro Sergio Vieira de Mello (CCOPAB), entre os dias 15 e 19 de julho, para cumprir suas funções em ambientes hostis. O “Estágio de Jornalismo e Assessoria de Imprensa em Áreas de Conflito” contou com cerca de 32 alunos, criteriosamente selecionados pelo Centro de Comunicação Social do Exército (CCOMSEX), de diversas empresas de comunicação como: TV Globo, SBT, Record TV, Band, RedeTV!, TV Cultura, Jovem Pan, Rádio Gaúcha, Jornal O Dia, Defesa TV, Agence France-Presse (AFP), O Estado de Mato Grosso do Sul, Correio da Paraíba, dentre outras.

De acordo com o relatório sobre a “Segurança de Jornalistas e o Perigo da Impunidade”, da UNESCO, cerca de 182 jornalistas foram assassinados em todo mundo apenas nos anos de 2016 e 2017. Até outubro de 2018, já era possível registrar a morte de cerca de 80 profissionais. Os dados são alarmantes e impressiona ainda mais quando percebemos a participação do Brasil nas estatísticas. Em 2016, dos 102 jornalistas assassinados 5 estavam no Brasil. Esses dados colocaram o país atrás, apenas, do Afeganistão, México, Iêmen, Iraque, Síria e Guatemala. O relatório também mostra o aumento de mulheres jornalistas mortas no mundo entre 2006 e 2017 e que a maioria das vítimas são jornalistas locais.

É neste cenário que o “Estágio de Jornalismo e Assessoria de Imprensa em Áreas de Conflito”, oferecido pelo CCOPAB, comandado pelo Coronel Machado, vem ganhando, cada vez mais relevância na preparação desses profissionais que já incluíram coletes e capacetes balísticos no exercício de suas profissões. Ao longo de uma semana profissionais de várias regiões do país e de diversos meios de comunicação assistiram aulas teóricas e participaram de treinamentos intensivos que foram ministrados por militares de diversas guarnições da Vila Militar e do Centro de Instrução Especializada de Bombeiros (CIEB). Durante a jornada os estagiários puderam participar de treinamentos como: progressão em área de alto risco, minas e procedimentos em áreas suspeitas, noções de orientação, negociação, driving skills, efeitos das armas em diferentes superfícies, uso de máscaras contra gases, primeiros socorros e combate a incêndio.

Em sala de aula, o Coronel Guerra, do Centro de Comunicação Social do Exército (CCOMSEX), o Coronel Grandis, do Centro de Comunicação Social da Aeronáutica (CECOMSAER), e o Contra-Almirante Lampert, do Centro de Comunicação Social da Marinha (CCSM), discorreram sobre as ferramentas de comunicação social que estão sendo utilizadas pelas Forças Armadas. Marcelo Rech e Betinho Casas Novas trouxeram suas experiências na cobertura jornalística em ambientes hostis e o Tenente Aihara, do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, falou sobre os desafios encontrados em seu trabalho como porta-voz durante a tragédia de Brumadinho.

Temas como Direitos Humanos e Direito Internacional dos Conflitos Armados foram abordados pela Promotora de Justiça Militar, Najla Palma, e pelo Chefe da Comunicação Social do Comando Militar do Leste, Coronel Cinelli. Por fim, o Tenente-coronel Mouezy, do Exército da França, e o Capitão Elissalde, do Exército do Chile, expuseram os procedimentos adotados em países em guerra.

O aluno Carlos Ambioris Fabal Almonte, da Agence France-Presse (AFP), nascido na República Dominicana, país vizinho ao Haiti, contou que após o terremoto de 2010, pegou a sua câmera e foi realizar a cobertura. O dominicano declarou que desaconselha qualquer jornalista, sem nenhum preparo, a tomar essa atitude.

Sobre o “Estágio de Jornalismo e Assessoria de Imprensa em Áreas de Conflito”

O “Estágio de Jornalismo e Assessoria de Imprensa em Áreas de Conflito” destina-se a preparação de profissionais dos meios de comunicação para o cumprimento de suas funções em ambientes hostis. Dentre os objetivos propostos, destacam-se:

- Capacitar profissionalmente os concludentes a exercer coberturas jornalísticas em zonas de conflito, com ênfase nos procedimentos de segurança pessoal e relacionamento com as forças militares e demais organizações atuantes no terreno;

- Evidenciar os seguintes atributos da área afetiva: prudência, autoconfiança, coerência, cooperação, meticulosidade e responsabilidade;

- Promover nacional e internacionalmente a divulgação do trabalho das Forças Armadas Nacionais nas Operações de Paz sob a égide da ONU.

Texto: Ten Anderson Valim / Fotos: Sd R. Menezes / Informações adicionais: Com Soc CCOPAB

FONTE: http://www.cml.eb.mil.br/ultimas-noticias/1778-jornalistas-em-%C3%A1reas-de-conflito.html

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.cml.eb.mil.br%2Fimages%2Fphocagallery%2F2019-07-20-JORNALISTAS-CCOPAB%2F_DSC4811baixa.jpg&hash=58f6d1a530e110a74f0963df67b1356a)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.cml.eb.mil.br%2Fimages%2Fphocagallery%2F2019-07-20-JORNALISTAS-CCOPAB%2FCML-SD-R-EM-BAIXA023.jpg&hash=f113edc9dc972e07a2c95711620aad94)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.cml.eb.mil.br%2Fimages%2Fphocagallery%2F2019-07-20-JORNALISTAS-CCOPAB%2FCML-SD-R-EM-BAIXA011.jpg&hash=10d7cc50e8f36e26ff56d7068893f4b4)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.cml.eb.mil.br%2Fimages%2Fphocagallery%2F2019-07-20-JORNALISTAS-CCOPAB%2FCML-SD-R-EM-BAIXA003.jpg&hash=15a24df47e9e097a528dd17b0008c440)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.cml.eb.mil.br%2Fimages%2Fphocagallery%2F2019-07-20-JORNALISTAS-CCOPAB%2FCML-SD-R-EM-BAIXA006.jpg&hash=67154cdef37e13b3a8a91247b8704442)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.cml.eb.mil.br%2Fimages%2Fphocagallery%2F2019-07-20-JORNALISTAS-CCOPAB%2FCML-SD-R-EM-BAIXA012.jpg&hash=52eccd951f0b38b5d867915fc0927850)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.cml.eb.mil.br%2Fimages%2Fphocagallery%2F2019-07-20-JORNALISTAS-CCOPAB%2FCML-SD-R-EM-BAIXA005.jpg&hash=3aafde1d80ac28c8961791844fa6a517)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.cml.eb.mil.br%2Fimages%2Fphocagallery%2F2019-07-20-JORNALISTAS-CCOPAB%2FCML-SD-R-EM-BAIXA008.jpg&hash=380f8bd6fbfb76e3f4898935c2564799)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.cml.eb.mil.br%2Fimages%2Fphocagallery%2F2019-07-20-JORNALISTAS-CCOPAB%2FCML-SD-R-EM-BAIXA009.jpg&hash=bc69c407d20adffe2d9d88476c0f1b11)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.cml.eb.mil.br%2Fimages%2Fphocagallery%2F2019-07-20-JORNALISTAS-CCOPAB%2FCML-SD-R-EM-BAIXA010.jpg&hash=8d14d3cc66f351e71a9921e27091aed1)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.cml.eb.mil.br%2Fimages%2Fphocagallery%2F2019-07-20-JORNALISTAS-CCOPAB%2FCML-SD-R-EM-BAIXA018.jpg&hash=d0ea0bb748a51e60cd115f80b7e78f6a)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.cml.eb.mil.br%2Fimages%2Fphocagallery%2F2019-07-20-JORNALISTAS-CCOPAB%2FCML-SD-R-EM-BAIXA019.jpg&hash=56e10deb6e827fabf28f8f8280daf14e)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.cml.eb.mil.br%2Fimages%2Fphocagallery%2F2019-07-20-JORNALISTAS-CCOPAB%2FCML-SD-R-EM-BAIXA024.jpg&hash=6a6bb3087cc3449cf6868700e729824c)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.cml.eb.mil.br%2Fimages%2Fphocagallery%2F2019-07-20-JORNALISTAS-CCOPAB%2FCML-SD-R-EM-BAIXA002.jpg&hash=fea1248520373ac140906526291827f6)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.cml.eb.mil.br%2Fimages%2Fphocagallery%2F2019-07-20-JORNALISTAS-CCOPAB%2FCML-SD-R-EM-BAIXA007.jpg&hash=9a785cc32bb37ed7067766ad84b7b53d)
Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lusitano89 em Agosto 11, 2019, 06:48:10 pm
Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Outubro 02, 2019, 01:37:46 pm
Preparo dos militares que irão participar do exercício Culminating nos Estados Unidos

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Ftecnodefesa.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2019%2F09%2Fcapa_caleste_pqdt.jpg&hash=9f689163f25aa8e997ad354a208bd62a)

Foi realizado, no Centro de Adestramento Leste (CA-Leste), a capacitação de Observadores e Controladores do Adestramento (OCA), visando ao emprego de tropas do Exército Brasileiro (EB) no Exercício de Adestramento Operação Culminating, a ser realizado junto ao Exército dos Estados Unidos da América (EUA), no ano de 2020.

A Operação Culminating faz parte de um acordo bilateral entre o Exército Brasileiro e o dos Estados Unidos, iniciado em 2015, no qual, dentre outros objetivos, visa ao envio de uma Subunidade da Brigada de Infantaria Paraquedista (Bda Inf Pqdt) e uma equipe de 16 OCA do EB para participarem de um exercício de rotação no Joint Readiness Training Center (JRTC), em Fort Polk, Lousiana, enquadrados num Batalhão da 82ª Aiborne Division, tropa de elite do Exército Americano, no segundo semestre de 2020.

(https://www.eb.mil.br/image/journal/article?img_id=9900292&t=1558098687807)

Para a capacitação de OCA do EB, o CA-Leste recebeu em suas instalações uma delegação composta por um representante do Exército Sul dos EUA e quatro militares do JRTC, os quais proporcionaram conhecimentos necessários para que os OCA do EB e da Subunidade paraquedista estejam em plenas condições de participarem de um exercício de rotação junto às tropas americanas, utilizando a metodologia de preparo de tropas daquele país.

Participaram, também, dessa atividade uma equipe de 27 OCA do CA-Leste, cinco OCA do CA-Sul, além de oficiais e sargentos da Subunidade do 25º Batalhão de Infantaria Paraquedista (25º BI Pqdt) que será empregada na Operação Culminating.

(https://www.eb.mil.br/image/journal/article?img_id=9900290&t=1558098686024)

A comitiva americana recebeu apresentações sobre as missões, possibilidades e capacidades do Centro de Adestramento Leste, bem como teve a oportunidade de conhecer a sua metodologia e os meios tecnológicos empregados nos Exercícios de Adestramento da Força Terrestre Brasileira.

Como contrapartida, a equipe do JRTC prestou relevante contribuição para os representantes do EB, compartilhando conhecimentos inerentes aos seguintes assuntos:

– possibilidades do JRTC e metodologia aplicada nos exercícios de Rotação do Exército Americano; e

– orientações sobre procedimentos dos OCA e sobre o preparo da SU 25º BI Pqdt para participarem de um Exercício de Rotação junto às tropas do Exército dos EUA.

(https://www.eb.mil.br/image/journal/article?img_id=9900294&t=1558098689533)

A atividade de Capacitação de OCA, com a participação da delegação americana, ocorreu com um ciclo de intercâmbio de conhecimentos realizado na primeira semana e um exercício no terreno com um Pelotão paraquedista na segunda semana, dentro um quadro tático das operações no amplo espectro. Nesse contexto, o Pelotão paraquedista executou as seguintes tarefas: operações aeroterrestre noturna, investimento em localidade, tiro real noturno e diurno.

Espera-se, como produto dessa atividade, a aquisição de conhecimentos que serão utilizados para a capacitação da tropa do Exército Brasileiro que participará do Exercício Combinado Operação Culminating 2020, os quais proporcionarão subsídios que possam contribuir para a evolução do preparo da Força Terrestre brasileira em operações multinacionais.

(https://www.eb.mil.br/image/journal/article?img_id=9900283&t=1558098679302)

Fonte: CA-Leste / http://tecnodefesa.com.br/preparo-dos-militares-que-irao-participar-do-exercicio-culminating-nos-estados-unidos/
Vídeo: FT Notícias Ser paraquedista
Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Outubro 17, 2019, 02:19:44 pm
Operação Poço Preto adestra militares do 6º Batalhão de Infantaria Leve

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D10608532%26amp%3Bt%3D1571168644597.jpg&hash=14119c4738eb543b412cd1c43563242f)

Citar
Caçapava (SP) – No período de 7 a 11 de outubro, o 6º Batalhão de Infantaria Leve (6º BIL), Regimento Ipiranga, realizou o adestramento da tropa na cidade de Mogi das Cruzes. O Exercício Poço Preto VII é voltado para manter a tropa apta a cumprir operações de menor intensidade, como as do treinamento realizado, que se deu contra forças irregulares e no qual os militares atuaram em ambiente rural. As operações dessa natureza implicam, também, colocar em prática as capacidades já adquiridas em ambientes de garantia da lei e da ordem (GLO) e de cooperação e coordenação com agências.

Nesse treinamento militar, foram desencadeadas missões de patrulha com diversos objetivos voltados ao combate contra forças irregulares, apoiadas por outras ações, como proteção de estruturas estratégicas, interdição de área, ações em vias de circulação terrestre e aquática e operações de busca e apreensão. Por fim, ocorreu uma ação cívico-social.

O exercício demonstrou, na prática, a validação dos objetivos de adestramento impostos a forças de emprego estratégico do Exército Brasileiro e sua interação com a sociedade, garantindo o pronto emprego da tropa em qualquer localidade do território nacional.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D10608533%26amp%3Bt%3D1571168645164&hash=b10caf36b7bd255d64b91be419cfdb51)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D10608534%26amp%3Bt%3D1571168645678&hash=91fb5c15515a3c17445e456de1b2919d)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D10608535%26amp%3Bt%3D1571168646194&hash=862a91444f7c4d7f24bbca80caa7037b)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D10608536%26amp%3Bt%3D1571168646708&hash=7f29ffb8eb35484923de61f669692b9a)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D10608538%26amp%3Bt%3D1571168647739&hash=2d7fe552e2a05c7c3f4803fb75a62840)

FONTE: http://www.eb.mil.br/web/noticias/noticiario-do-exercito/-/asset_publisher/MjaG93KcunQI/content/id/10608540
Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Outubro 21, 2019, 07:31:40 pm
Equipe do Exército Brasileiro é premiada com Medalha de Bronze no Exercício Patrulha Cambriana 2019

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D10640305%26amp%3Bt%3D1571680520380.jpg&hash=06cdef9bf2ffa507b8d0dec821bc2d59)

Citar
Sennybridge (País de Gales) – Mais de 350 militares estrangeiros participaram do Exercício Patrulha Cambriana, evento anual organizado pela 160ª Brigada de Infantaria Britânica e realizado em Brecon, no País de Gales, Reino Unido. Trata-se de um exercício extremamente exigente, tanto física quanto mentalmente, e testa todas as habilidades militares básicas, destacando a liderança, resistência e determinação.

A equipe do Exército Brasileiro foi premiada com Medalha de Bronze e a patrulha Brasileira foi composta pelos seguintes integrantes do 1º Batalhão de Ações de Comandos: 1º Ten Wisley Helvecio Albano Ferreira, 3º Sgt Selismar Dias Soares, Cb Ícaro Zambiank Chaves dos Santos, Cb Lucas da Silva Lima, Cb Alex Rodrigues da Silva, Cb Mateus Oliveira Marinho, Cb Vitor Gabriel Meneses Dias e Cb Gabriel Mendanha Cabral. O Maj Fernando Guimarães de Siqueira, do 1º Batalhão de Ações de Comandos, participou da atividade, na condição de coordenador da Equipe Brasileira.

Dependendo da forma como enfrentam os desafios, as patrulhas recebem uma pontuação, que indicará sua premiação: medalha de ouro, prata ou bronze. Uma patrulha pode terminar com até cinco integrantes, levando-se em consideração lesões ou outros problemas que causem baixas na equipe. Nesse caso, a equipe recebe apenas o certificado de conclusão. Na média, somente 5% das patrulhas ganham a premiação máxima (a medalha de ouro), enquanto que 1/3 não consegue concluir o exercício.

O Exercício Patrulha Cambriana teve sua primeira edição no ano de 1959, quando um grupo de soldados do Exército Galês projetou um evento de treinamento para um fim de semana, incluindo uma longa marcha pelas Montanhas Cambrianas, culminando com uma atividade de tiro, na área de treinamento de Sennybridge.

Esse é um exercício único, internacional e o maior de sua categoria, com participantes estrangeiros, os quais são selecionados em seus países de origem para que possam participar da Patrulha Cambriana no Reino Unido.

Neste ano, 120 patrulhas participaram do Exercício, sendo 34 internacionais e 86 do Exército Britânico. O exercício é dividido em fases, em que cada patrulha tem 48 horas para percorrer cerca de 65 km em terreno acidentado e cumprir 14 tarefas que incluem evacuação de feridos, procedimentos com explosivos improvisados, reunião de informações de inteligência, medidas de proteção contra ameaças químicas, biológicas, radiológicas e nucleares, transposição de cursos d’água, reconhecimento de alvos, dentre outros.

Fonte: Aditância do Exército Brasileiro no Reino Unido

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D10640309%26amp%3Bt%3D1571680522223&hash=af7abe719eb0add5463fb75a2337bc3b)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D10640310%26amp%3Bt%3D1571680522923&hash=fc4d71e3e54c71c9cee73f99ecebe32a)
Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Outubro 31, 2019, 01:24:15 pm
Centro de Instrução de Operações Urbanas aplica estágio em Campinas

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.cmse.eb.mil.br%2Fimages%2Fimagens_artigo%2FOUT2019%2Fciou6.jpg&hash=171eec4e9e813b98e234ed41dc926ac9)

Citar
Entre os dias 21 e 25 de outubro, o Centro de Instrução de Operações Urbanas (CIOU) do 28º Batalhão de Infantaria Leve, em Campinas (SP), aplicou o Estágio de Operações Urbanas a dois grupamentos distintos.

O primeiro, composto por alunos do Centro de Preparação de Oficiais da Reserva de São Paulo (CPOR/SP) e do Núcleo de Preparação de Oficiais da Reserva (NPOR) de Campinas, recebeu instruções sobre o combate urbano, visando complementar o adestramento dos futuros combatentes.

A participação conjunta das duas instituições de ensino no estágio permitiu a troca de conhecimentos e experiências entre os alunos, além de desenvolver atributos como a cooperação, espírito de corpo e camaradagem.

Concomitantemente, o segundo grupamento, integrado pelo Pelotão de Transporte Aéreo e Serviços Especiais de Aviação (Pelotão TASA), um agente penitenciário e um policial militar do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) do Rio de Janeiro, conheceu as técnicas, táticas e procedimentos nas operações urbanas.

FONTES:  http://www.cmse.eb.mil.br/index.php/component/content/article?id=387

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.cmse.eb.mil.br%2Fimages%2Fimagens_artigo%2FOUT2019%2Fciou3.jpg&hash=82d451e981326748664be45e9743db42)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.cmse.eb.mil.br%2Fimages%2Fimagens_artigo%2FOUT2019%2Fciou4.jpg&hash=e54531c3a074935300c457488740a0d5)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.cmse.eb.mil.br%2Fimages%2Fimagens_artigo%2FOUT2019%2Fciou7.jpg&hash=f2dcacbba4230be9d98e4298c5eda358)
Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Outubro 31, 2019, 01:26:27 pm
12º Esquadrão de Cavalaria Mecanizado realiza o tiro das armas coletivas em Boa Vista, Roraima

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D10657041%26amp%3Bt%3D1572363428810.jpg&hash=bf8644622b2d65f9055acf98bde3199b)

Citar
Boa Vista (RR) – Nos dias 22 e 23 de outubro, o 12º Esquadrão de Cavalaria Mecanizado (12º Esqd C Mec),  organização militar orgânica da 1ª Brigada de Infantaria de Selva (1ª Bda Inf Sl), realizou um exercício no terreno com os seus pelotões mecanizados, na Região da Serra do Tucano, no município de Bonfim (RR).

O exercício teve por objetivo verificar o desempenho das armas coletivas, assim como, adestrar as guarnições componentes das frações dos Pelotões de Cavalaria Mecanizado, que foram capacitadas durante a fase de Instrução Individual de Qualificação do corrente ano.

Ao final do exercício, o 12º Esqd C Mec realizou uma demonstração de tiro real com o canhão 90 mm da Viatura Blindada de Reconhecimento (VBR EE-9 Cascavel), com a metralhadora .50 da Viatura Blindada para Transporte de Pessoal (VBTP EE-11 Urutu)  e da metralhadora MAG 7,62 mm, embarcada na Viatura Tática Leve de Reconhecimento (Marruá AM11-VTL REC).

Fonte: 12º Esqd C Mec

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D10658915%26amp%3Bt%3D1572363430798&hash=08c0ba99d4d8aef9ccbff233c656f63c)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D10658918%26amp%3Bt%3D1572363432617&hash=acf59a0d83f660ec82a44bad3294fd71)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D10658919%26amp%3Bt%3D1572363433314&hash=a316fca2a20ce3555b452dd90343a050)
Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Novembro 02, 2019, 03:12:32 pm
Manobra Escolar 2019: uma das maiores simulações de combate do Exército

(https://www.forte.jor.br/wp-content/uploads/2018/11/Manobra-Escolar-2018-4.jpg)

Citar
Concebida para que haja o emprego conjunto dos diversos Estabelecimentos de Ensino e das Organizações Militares especializadas, a Manobra Escolar, realizada pelo Departamento de Educação e Cultura do Exército (DECEx), ocorrerá, em 2019, no período de 4 a 15 de novembro. Serão mais de 4 mil militares, num dos maiores Exercícios de combate simulado, que ocuparão o Campo de Instrução da Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN) e regiões adjacentes ao município de Resende, no estado do Rio de Janeiro.

Na simulação de combate, no contexto do emprego de uma Força Terrestre Componente em operações no amplo espectro, exploram-se tanto as operações básicas Ofensiva, Defensiva, Cooperação e Coordenação com agências quanto as complementares, tais como Abertura de Brechas, Junção, Busca, Combate e Salvamento.   Também são empregadas capacidades modernas como Operações de Informação, Defesa Cibernética, Evacuação de Não Combatentes e Assistência Humanitária.

Além dos alunos das Escolas Militares, voluntários integrantes de universidades e de agências civis também participam da Manobra Escolar. E entre as 80 Organizações Militares do Exercício, estão: Academia Militar das Agulhas Negras (RJ), Escola de Comando e Estado-Maior do Exército (RJ), Escola de Aperfeiçoamento de Oficiais (RJ), Escola de Sargentos das Armas (RJ), Escola de Saúde do Exército (RJ), Escola de Sargentos de Logística (RJ), Escola de Instrução Especializada (RJ), Escola de Artilharia de Costa Antiaérea (RJ), Comando de Aviação do Exército (SP), Centro de Adestramento Leste (RJ), Centro de Instrução de Artilharia de Mísseis e Foguetes (GO), Centro de Instrução de Guerra Eletrônica (DF), 1º Batalhão de Operações Psicológicas (GO), 1º Batalhão de Defesa Química, Biológica, Radiológica e Nuclear (RJ), Hospital Militar de Resende (RJ), Hospital de Campanha e Centro de Comunicação Social do Exército (DF).

(https://www.forte.jor.br/wp-content/uploads/2018/11/Manobra-Escolar-2018-11.jpg)

Doutrina Militar

A Manobra Escolar é o coroamento do ano letivo dos diversos Estabelecimentos de Ensino do Departamento de Educação e Cultura do Exército. Visa consolidar nos discentes os conceitos relativos ao princípio do emprego integrado das Armas, Quadros e Serviços do Exército Brasileiro.

O Exercício destaca ainda a importância das diferentes Escolas Militares na formação de homens e mulheres que desempenharão funções específicas e fundamentais para a guerra.

Ao explorar os atuais conceitos doutrinários da área militar, nas dimensões física, humana e informacional, empregando modernos materiais de emprego militar, a Manobra Escolar contribui para a evolução da Doutrina Militar Terrestre e com o preparo da Força para a Defesa da Pátria, a missão constitucional precípua do Exército.

FONTE: Agência Verde-Oliva/CCOMSEx / https://www.forte.jor.br/2019/11/01/manobra-escolar-2019-uma-das-maiores-simulacoes-de-combate-do-exercito/
Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Novembro 10, 2019, 02:52:43 pm
Apronto operacional reúne efetivos e meios na AMAN, marcando o início das operações do exercício militar

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D10729050%26amp%3Bt%3D1573223645019.jpg&hash=f33581cfe538e996ad9cd65ca9e0db8f)

Citar
Resende (RJ) – Mais de quatro mil participantes, oriundos de cerca de 80 organizações militares de várias partes do país, em 11 dias de atividades no terreno. Números grandiosos de um dos maiores exercícios de adestramento da América Latina, a Manobra Escolar 2019, que acontece entre 4 e 15 de novembro, no campo de instrução da Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN), em Resende (RJ), bem como em outras cidades da região. Promovido pelo Departamento de Educação e Cultura do Exército (DECEx), o exercício é o coroamento do ano letivo dos estabelecimentos de ensino da Força, consolidando os conhecimentos adquiridos acerca do emprego conjunto das Armas, Quadros e Serviços, para contribuir com a evolução da doutrina militar terrestre.

Nessa quarta-feira, 6 de novembro, foi realizado o apronto operacional, atividade que praticamente desencadeou as operações da Manobra Escolar. As frações constituídas dispuseram seus efetivos no amplo gramado do Campo de Marte, localizado  na Avenida do Exército, via de acesso ao Portão Monumental da AMAN. O dispositivo também contou com a maior parte das viaturas operacionais, blindados e helicópteros que serão empregados na Manobra. “Poucos exércitos do mundo possuem a capacidade de mobilizar e concentrar  efetivos e meios de rincões tão afastados desse país continental. Trata-se de um exercício de grande magnitude, que coroa o período de instrução das nossas escolas”, destacou o General de Brigada Gustavo Henrique Dutra de Menezes, Comandante da AMAN.

O Coronel Héracles Zillo, da Assessoria de Doutrina do DECEx, ressalta a importância da integração entre os estabelecimentos de ensino, conjugando esforços das diferentes capacidades da Força.  “Na Manobra, os militares colocam em prática aquilo que aprenderam em suas respectivas escolas, cada um em sua especialidade e dentro do seu nível, integrado em uma fração. É um evento marcante de conclusão do ano de instrução”, acrescentou.

Cadetes da AMAN e alunos dos estabelecimentos de ensino subordinados ao DECEx participam da Manobra Escolar. Além deles, também estão na atividade alunos de outras três escolas com subordinações distintas: o Centro de Instrução de Guerra Eletrônica (CIGE), a Escola de Inteligência Militar do Exército (EsIMEx) e o Instituto Militar de Engenharia (IME). O Tenente-Coronel Carlos Eduardo Pereira Porto Alegre Rosa, Comandante da Escola de Artilharia de Costa e Antiaérea (EsACosAAe), um dos estabelecimentos de ensino envolvidos, ressalta “a satisfação dos alunos em praticar os conhecimentos e, principalmente,  em se integrar com militares de outras áreas".

A Manobra Escolar simula uma situação de combate, com uma Força Terrestre Componente atuando em operações no amplo espectro. São exploradas ações básicas, como ofensiva, defensiva, cooperação e coordenação com agências, além de ações complementares, a exemplo de abertura de brecha, transposição de curso d'água e operação de assistência humanitária. Novas capacidades, como a Defesa Cibernética e as Operações de Informação também são contempladas no exercício.

FONTE: http://www.eb.mil.br/web/noticias/noticiario-do-exercito/-/asset_publisher/MjaG93KcunQI/content/id/10724485


(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D10729051%26amp%3Bt%3D1573223645160&hash=40de75a609a2b47ba2f735048db5ece1)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D10729052%26amp%3Bt%3D1573223645224&hash=dac3afc2dd2f81f390c1ed0d89be48b9)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D10729053%26amp%3Bt%3D1573223645264&hash=06bc0bbe5f106d71ec928b73d4861f11)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D10729055%26amp%3Bt%3D1573223645393&hash=2c7c554355a282559a6ca248d4ff178b)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D10729056%26amp%3Bt%3D1573223645447&hash=dc385c9f761e48e9487ee57809eeee8a)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D10729058%26amp%3Bt%3D1573223645549&hash=094da6ad98be4d0a23736ba9eb2a646b)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D10729061%26amp%3Bt%3D1573223645719&hash=4885d0d95e9056c42062856968c11b15)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D10729065%26amp%3Bt%3D1573223645905&hash=46b288007b7c589bda774dc1bf55870e)
Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Novembro 13, 2019, 05:30:52 pm
Manobra Escolar 2019

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aman.eb.mil.br%2Fimages%2F2019%2FManobra2019%2F10.jpg&hash=fe6f40635795320ce44bd2212281c9cd)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aman.eb.mil.br%2Fimages%2F2019%2FManobra2019%2F11.jpg&hash=fedcfb255be970824268c2caa7b73bc9)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aman.eb.mil.br%2Fimages%2F2019%2FManobra2019%2F3.jpg&hash=6da4dbd45045760a71f5c291a290115e)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aman.eb.mil.br%2Fimages%2F2019%2FManobra2019%2F6.jpg&hash=5c6e0fa012f9b4c299e57540c085810d)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aman.eb.mil.br%2Fimages%2F2019%2FManobra2019%2F9.jpg&hash=7e594140f8d59e4940b56a569c59cef6)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aman.eb.mil.br%2Fimages%2F2019%2FManobra2019%2F8.jpg&hash=3b5c0dc0084ee7c606ab0ad8833fd1dc)

Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Novembro 14, 2019, 07:05:32 pm
Centro Adestramento - Sul: Exercício com Simulação Tática

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.casul.eb.mil.br%2Fimages%2Fimagens_noticias%2F2%25C2%25BA_Semestre_2019%2FExerc%25C3%25ADcio_de_Adestramento_com_Simula%25C3%25A7%25C3%25A3o_T%25C3%25A1tica%2Fimage0.jpg&hash=dd95ff4d32a3329b0a6ba457d40995ee)

Citar
Santa Maria (RS) – De 28 de outubro a 08 de novembro, no CA-Sul e no Campo de Instrução de Santa Maria, foi realizado o Exercício de Adestramento com Simulação Tática para uma FT SU da 6ª Brigada de Infantaria Blindada. Com foco no trabalho de comando, nas técnicas, táticas e procedimentos (TTPs) e na aplicação de módulos táticos, utilizando meios de simulação, o exercício foi realizado em três fases: a primeira por Treinamento Militar à Distância (TMAD), para a revisão de TTPs necessárias ao exercício e conhecimento do Virtual Battle Space 3 (VBS3); a segunda fase, presencial, empregando o VBS3 nas instalações do Centro de Instrução de Blindados, sob a condução da Seção de Simulação Tática, com a finalidade de realizar a prática dos planejamentos em ambiente virtual; e uma terceira fase, coroando o ciclo de adestramento, com o exercício no Campo de Instrução de Santa Maria utilizando os Dispositivos de Simulação de Engajamento Tático (DSET).

FONTE: http://www.casul.eb.mil.br/index.php/ultimas-noticias/226-estagio-de-observador-e-controlador-do-adestramento-oca

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.casul.eb.mil.br%2Fimages%2Fimagens_noticias%2F2%25C2%25BA_Semestre_2019%2FExerc%25C3%25ADcio_de_Adestramento_com_Simula%25C3%25A7%25C3%25A3o_T%25C3%25A1tica%2Fimage1.jpg&hash=19b6d07838068d2ff9fbd7be6124c6a7)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.casul.eb.mil.br%2Fimages%2Fimagens_noticias%2F2%25C2%25BA_Semestre_2019%2FExerc%25C3%25ADcio_de_Adestramento_com_Simula%25C3%25A7%25C3%25A3o_T%25C3%25A1tica%2Fimage2.jpg&hash=178e44a286c687167b0c92d4b5f6ffc8)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.casul.eb.mil.br%2Fimages%2Fimagens_noticias%2F2%25C2%25BA_Semestre_2019%2F_Est%25C3%25A1gio_de_Observador_e_Controlador_do_Adestramento_OCA%2FOCA5.JPG&hash=a70516353eae471e91c201bb9ec2aed9)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.casul.eb.mil.br%2Fimages%2Fimagens_noticias%2F2%25C2%25BA_Semestre_2019%2FExerc%25C3%25ADcio_de_Adestramento_com_Simula%25C3%25A7%25C3%25A3o_T%25C3%25A1tica%2Fimage3.jpg&hash=13aefb6fc093c46b7f8b7fd9e035dd13)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.casul.eb.mil.br%2Fimages%2Fimagens_noticias%2F2%25C2%25BA_Semestre_2019%2FExerc%25C3%25ADcio_de_Adestramento_com_Simula%25C3%25A7%25C3%25A3o_T%25C3%25A1tica%2Fimage5.jpg&hash=5d022d4ecadf9cdb5725ca910d495af7)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.casul.eb.mil.br%2Fimages%2Fimagens_noticias%2F2%25C2%25BA_Semestre_2019%2FExerc%25C3%25ADcio_de_Adestramento_com_Simula%25C3%25A7%25C3%25A3o_T%25C3%25A1tica%2Fimage6.jpg&hash=34f563a6fd32ba13683e395821028961)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.casul.eb.mil.br%2Fimages%2Fimagens_noticias%2F2%25C2%25BA_Semestre_2019%2F_Est%25C3%25A1gio_de_Observador_e_Controlador_do_Adestramento_OCA%2FOCA2.JPG&hash=e9f343c52725d9ea01b03661a2ea5716)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.casul.eb.mil.br%2Fimages%2Fimagens_noticias%2F2%25C2%25BA_Semestre_2019%2F_Est%25C3%25A1gio_de_Observador_e_Controlador_do_Adestramento_OCA%2FOCA7.jpg&hash=e07170edba517a7f624677cb6a7ef9da)
Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Novembro 19, 2019, 11:02:44 pm
Estabelecimentos de ensino do Exército fecham o ano no maior exercício de adestramento da América Latina

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D10762665%26amp%3Bt%3D1574104744000.jpg&hash=8e6719fea1baa2077f063d85847faf76)

Citar
Resende(RJ) – Com o retraimento das tropas e a realização da análise pós-ação, foram encerradas as atividades da Manobra Escolar 2019 na quinta-feira, 14 de novembro. Desde o dia 4 de novembro, quando se iniciou a concentração estratégica na Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN), em Resende (RJ), mais de quatro mil militares de cerca de 80 unidades e subunidades do Exército Brasileiro, incluindo escolas e organizações militares de apoio, participaram da atividade, que é o maior exercício de adestramento da América Latina.

oram quase duas semanas de atividades intensas em Resende e em cidades circunvizinhas. A atividade, coordenada pelo Departamento de Educação e Cultura do Exército (DECEx), coroou o ano letivo dos estabelecimentos de ensino da Força, consolidando os conhecimentos adquiridos pelos instruendos de diversos níveis sobre o emprego conjunto das Armas, Quadros e Serviços, de modo a contribuir para a evolução da doutrina militar terrestre. “O preparo está inserido em um espectro maior, que é o ensino. Dessa forma, priorizamos bastante essa questão, para preparar os nossos recursos humanos que vão atuar nas diversas organizações militares. O militar é a nossa maior riqueza”, destacou o General de Exército Tomás Miguel Miné Ribeiro Paiva, Chefe do DECEx.

Cadetes da AMAN, alunos das escolas formadoras de sargentos e militares dos diferentes estabelecimentos de ensino do Exército participaram da Manobra Escolar. O exercício simulou uma situação de combate, com uma Força Terrestre Componente atuando em operações no amplo espectro. Foram exploradas ações básicas, como operações ofensivas, defensivas, de cooperação e coordenação com agências, além de ações complementares, a exemplo de abertura de brecha, transposição de curso d'água e desdobramento de um Hospital de Campanha.

Novas capacidades, como a Defesa Cibernética, as operações de informação e o emprego da Comunicação Social como fator multiplicador do poder de combate também foram contempladas no exercício. No transcurso da Manobra Escolar, os participantes se depararam, ainda, com problemas militares simulados (PMS), como a contaminação com agentes químicos, a assistência a refugiados e as campanhas para a conquista do apoio da opinião pública. Em todas essas situações, os participantes tiveram que procurar meios para solucionar esses PMS.

Entre os participantes da Manobra, os relatos eram de satisfação pela oportunidade de praticar os conhecimentos. “Trabalhamos muitas questões específicas de cada Arma. Porém, o mais importante foi o aprendizado na função de oficial”, salientou o cadete do 4º ano, Alan Junior, da Arma de Artilharia. “Foi uma experiência enriquecedora, que veio coroar a nossa formação, já que foi o último exercício no terreno antes da nossa formatura”, complementou a Aluna Meireles, do Curso de Intendência da Escola de Sargentos de Logística.

Como ocorre todos os anos, a atividade conhecida como apoteose, que consiste no tiro das armas coletivas, de variados tipos de blindados, da artilharia antiaérea e do sistema ASTROS 2020, fechou a Manobra Escolar. Posicionados na Pista Andrade Neves, guarnições de militares dispararam tiros direcionados à área de alvos da AMAN, demonstrando grande poder de fogo.

Fonte: CCOMSEx - http://www.eb.mil.br/web/noticias/noticiario-do-exercito/-/asset_publisher/MjaG93KcunQI/content/id/10762669

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D10762667%26amp%3Bt%3D1574104744664&hash=5bb497ba62d1894f69a0c697c4c16c87)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D10763595%26amp%3Bt%3D1574104745276&hash=c9be97301ade7ca21986eb77f1333476)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D10763597%26amp%3Bt%3D1574104746607&hash=f705905da1011321c4b3da678199baad)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D10763598%26amp%3Bt%3D1574104747372&hash=cec7273ced8dfed6b3656dcb1037b1f9)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D10763599%26amp%3Bt%3D1574104747958&hash=891733abb139bef0c5bea999bce2579d)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D10763600%26amp%3Bt%3D1574104748553&hash=f2e8daf1bdaed003d3db74c5cd8815bc)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D10763601%26amp%3Bt%3D1574104749123&hash=ee49d74834d1b0d0a1724652b6a806cf)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D10763602%26amp%3Bt%3D1574104749707&hash=2e89de594badce138d1d40b7cc014a64)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D10763603%26amp%3Bt%3D1574104750305&hash=fab07d08c577e1486c6efee0e7eefa67)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D10763604%26amp%3Bt%3D1574104750919&hash=51c4d7d80832cbe617b79cd84a6c9789)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D10763605%26amp%3Bt%3D1574104751627&hash=7ffa130bcda379b440a0ebc659ba8a1b)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D10763606%26amp%3Bt%3D1574104752362&hash=5888c9fc7c6046f49e376d1f4d621acf)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D10763607%26amp%3Bt%3D1574104753024&hash=43007ff04be83b8c234ce07be5bdeabc)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D10763608%26amp%3Bt%3D1574104753612&hash=c20b597359117f155a55f0d99f5dcd3e)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D10763609%26amp%3Bt%3D1574104754182&hash=60bdfe95341a4e001364a31a1c0c7344)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D10763611%26amp%3Bt%3D1574104755367&hash=0c72e81763c0252cdf955ae2bf92fd41)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D10763612%26amp%3Bt%3D1574104755929&hash=37dfbc0dff2b1b49ad23638e2cdbfb5d)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D10763613%26amp%3Bt%3D1574104756555&hash=a444582826686d4b3b796ef23479c9a4)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fimage%2Fjournal%2Farticle%3Fimg_id%3D10763614%26amp%3Bt%3D1574104757494&hash=b46e6640360cef0c4e650c93ff2d8c46)
Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Novembro 27, 2019, 11:39:37 am
Força Tarefa Raposo Tavares realiza Assalto Aeromóvel na OPAN

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.bdaamv.eb.mil.br%2Fimages%2F2019%2F11_NOVEMBRO%2F9-OPAN-ASSALTO-RAPOSO%2FIMG_1443-FILEminimizer.JPG&hash=aa70fe6f363c2494419a77bc8285bc34)

Citar
Pirassununga (SP) – O A Força Tarefa Raposo Tavares, comandada pelo 4° Batalhão de Infantaria Leve (4º BIL) realizou, na manhã dessa sexta-feira (22), um assalto aeromóvel, a partir de helicópteros da Aviação do Exército, na região de Pirassununga (SP), como parte de uma manobra de ataque do Exercício Agulhas Negras 2019.

Entenda a manobra

O assalto aeromóvel do da Força Tarefa Raposo Tavares visava dar profundidade no terreno ao Exército e acelerar as ações em proveito da 2ª Divisão de Exército, que transpôs, nessa manhã, o Rio Mogi-Guaçu.

Para que toda a Força Tarefa Raposo Tavares pudesse realizar o desembarque em segurança na Zona de Pouso de Helicópteros (ZPH), um pelotão de reconhecimento, composto por 18 militares, foi lançado no terreno, cerca de 24 horas antes, durante a noite, para que se infiltrasse, realizasse o reconhecimento de uma área segura e balizasse o desembarque de todo o Batalhão no dia de hoje.

O pelotão de reconhecimento do 4° BIL constituiu sua ZPH em um terreno cercado por uma vegetação densa, o que deu maior sigilo à manobra de desembarque e segurança à tropa, impedindo que a força de oposição simulada tenha observação direta sobre as aeronaves.

O desembarque é rápido. No momento em que a aeronave toca o solo, os militares, quase que instantaneamente, desembarcam com suas mochilas e fuzis e entram em formação. O helicóptero sobe, gira e retorna para território amigo.

No final do dia, tropas da 11ª Brigada de Infantaria Leve encontraram a Força Tarefa Raposo Tavares num movimento chamado “junção”.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.bdaamv.eb.mil.br%2Fimages%2F2019%2F11_NOVEMBRO%2F9-OPAN-ASSALTO-RAPOSO%2FIMG_1347-FILEminimizer.JPG&hash=80783ca9620881de146cc8f488e88e5e)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.bdaamv.eb.mil.br%2Fimages%2F2019%2F11_NOVEMBRO%2F9-OPAN-ASSALTO-RAPOSO%2FIMG_1372-FILEminimizer.JPG&hash=385f08c6fd86b240dcfc105a1edbb208)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.bdaamv.eb.mil.br%2Fimages%2F2019%2F11_NOVEMBRO%2F9-OPAN-ASSALTO-RAPOSO%2FIMG_1416-FILEminimizer.JPG&hash=62105fefb566707a554c634b541b4c9d)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.bdaamv.eb.mil.br%2Fimages%2F2019%2F11_NOVEMBRO%2F9-OPAN-ASSALTO-RAPOSO%2FIMG_1454-FILEminimizer.JPG&hash=f80ecbe160e986707533d15dfff10755)
Título: Re: Atividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Dezembro 02, 2019, 01:47:41 pm

Exercício Agulhas Negras - Treinamento de Combate Urbano
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Junho 26, 2020, 09:41:16 pm
16° Esqd C Mec participa de exercício da 5ª Divisão de Exército

(https://www.forte.jor.br/wp-content/uploads/2020/06/16%C2%B0-Esqd-C-Mec-participa-de-exerc%C3%ADcio-da-5%C2%AA-Divis%C3%A3o-de-Ex%C3%A9rcito.jpg)

Citar
Reserva (PR) – Nos dias 17 e 18 de junho, o 16° Esquadrão de Cavalaria Mecanizado (16º Esqd C Mec) realizou o tiro das armas coletivas, como parte de seu adestramento. A atividade teve por objetivo preparar a tropa para emprego em defesa externa.

O exercício de tiro contou com todos os calibres da Cavalaria Mecanizada, com destaque para os tiros do canhão 90mm das Viaturas Blindadas de Reconhecimento Cascavel, do morteiro 81 mm e das metralhadoras .50 e MAG 7,62 mm.

Pela primeira vez, o exercício foi realizado por todas as unidades de Cavalaria Mecanizada integrantes da 5ª Divisão de Exército (5ª DE), contando com as presenças dos Comandantes da 5ª DE, da 5ª Brigada de Cavalaria Blindada e da 15ª Brigada de Infantaria Mecanizada, além do 14° Regimento de Cavalaria Mecanizado, do 5° Esquadrão de Cavalaria Mecanizado e do próprio 16° Esqd C Mec.

(https://www.forte.jor.br/wp-content/uploads/2020/06/16%C2%B0-Esqd-C-Mec-participa-de-exerc%C3%ADcio-da-5%C2%AA-Divis%C3%A3o-de-Ex%C3%A9rcito-4.jpg)

(https://www.forte.jor.br/wp-content/uploads/2020/06/16%C2%B0-Esqd-C-Mec-participa-de-exerc%C3%ADcio-da-5%C2%AA-Divis%C3%A3o-de-Ex%C3%A9rcito-3.jpg)

(https://www.forte.jor.br/wp-content/uploads/2020/06/16%C2%B0-Esqd-C-Mec-participa-de-exerc%C3%ADcio-da-5%C2%AA-Divis%C3%A3o-de-Ex%C3%A9rcito-2.jpg)

(https://www.forte.jor.br/wp-content/uploads/2020/06/16%C2%B0-Esqd-C-Mec-participa-de-exerc%C3%ADcio-da-5%C2%AA-Divis%C3%A3o-de-Ex%C3%A9rcito-5-1024x682.jpg)

 :arrow:  https://www.forte.jor.br/2020/06/26/16-esqd-c-mec-participa-de-exercicio-da-5a-divisao-de-exercito/
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Julho 03, 2020, 01:42:47 pm
Experimentação doutrinária em operações de reconhecimento é realizada no Campo de Instrução de Gericinó (RJ)

(https://i.ibb.co/x8y6fPh/article-5.jpg)

Citar
Rio de Janeiro (RJ) – Adquirida para aperfeiçoar a capacidade do Comando Militar do Leste, quando empregado em operações de Garantia da Lei e da Ordem, a Viatura Blindada Iveco Lince K2 - Veículo Tático Multitarefa - integralizou, no dia 1º de julho, no Campo de Instrução de Gericinó (CIG), uma experimentação doutrinária em operações de reconhecimento, no âmbito do combate convencional.

O exercício, conduzido pelo 15º Regimento de Cavalaria Mecanizado (Escola), faz parte do escopo de experimentações que viabilizarão o uso adequado das 16 Viaturas Blindadas Lince - obtidas durante a Intervenção Federal na Segurança Pública no estado do Rio de Janeiro - aumentando o poder de fogo, a mobilidade e a proteção blindada.

Neste exercício, foi simulada a busca por informações do inimigo, a realização do estudo de situação e a adoção de conduta de combate. Em uma das situações propostas, os militares embarcados na Lince realizaram golpes de sonda para desengajar uma viatura Marruá que estava detida pelo fogo do inimigo. Nessa manobra tática, foram realizados disparos com as Metralhadoras FN “MAG” (Machine Automatic Gun) e “.50”, incorporadas às viaturas.

Durante o exercício, o Comandante da 9ª Brigada de Infantaria Motorizada, General de Brigada Marco Antônio Estevão Machado, destacou a importância da busca pelo aperfeiçoamento do uso da viatura Lince que possui um grande alcance de monitoramento e já está disponível para ser utilizada em futuras operações.

A atividade foi acompanhada por militares de nações amigas e oficiais alunos da Escola de Aperfeiçoamento de Oficiais (EsAO).

 :arrow:  http://www.eb.mil.br/web/noticias/noticiario-do-exercito/-/asset_publisher/MjaG93KcunQI/content/id/11765132

(https://i.ibb.co/QfYYG26/article-1.jpg)

(https://i.ibb.co/ZMVSNmn/article-3.jpg)

(https://i.ibb.co/QXccrNW/article-4.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Julho 03, 2020, 01:55:47 pm
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Julho 03, 2020, 02:09:40 pm
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Julho 07, 2020, 02:35:04 pm
Guarnições de Viaturas Blindadas de Reconhecimento realizam adestramento

(https://i.ibb.co/2FD3wqt/article-3.jpg)

Citar
Ponta Porã (MS) – Dando continuidade ao preparo e ao adestramento da tropa, a 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada, “Brigada Guaicurus”, realizou, nos dias 30 de junho e 1º de julho, instruções de Adestramento Avançado das Guarnições de Viaturas Blindadas de Reconhecimento (VBR).

As instruções foram realizadas no campo de instrução do 11º Regimento de Cavalaria Mecanizado, em Ponta Porã, onde foram adestradas as guarnições do próprio “Onze”, do 10º e 17º Regimentos de Cavalaria Mecanizados, que se deslocaram dos municípios de Bela Vista (MS) e Amambai (MS), respectivamente.

Na oportunidade, foram realizados tiros com o canhão das VBR e maneabilidade no terreno, onde os militares tiveram a oportunidade de se adestrar nas técnicas de manuseio dos materiais e nos armamentos empregados pela guarnição em operações de defesa externa e monitoramento da fronteira.

 :arrow:  http://www.eb.mil.br/web/noticias/noticiario-do-exercito/-/asset_publisher/MjaG93KcunQI/content/id/11765437

(https://i.ibb.co/Nnb88cm/article-2.jpg)

(https://i.ibb.co/y8dj8QT/article-1.jpg)

(https://i.ibb.co/2FD3wqt/article-3.jpg)

(https://i.ibb.co/BLXxw0v/article-4.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Julho 11, 2020, 12:33:34 am
Exercício da 1ª Brigada de Cavalaria Mecanizada em Rosário do Sul (RS)

(https://i.ibb.co/TBg9qGK/OPCVD-2906-RAB-23.jpg)

Citar
Rosário do Sul (RS) – A 1ª Brigada de Cavalaria Mecanizada (1ª Bda C Mec) coordenou o exercício de tiro das frações Pelotão de Carros de Combate e Seção de VBTP MSR Guarani. A atividade transcorreu entre os dias 4 a 7 de julho, no Polígono de Tiro do Barro Vermelho, em Rosário do Sul. O 4º Regimento de Cavalaria Blindado (4º RCB) foi o responsável pela estrutura do acampamento e participou da execução do tiro em movimento da VBC CC LEOPARD 1 A5, com suas guarnições de carro.

No dia 7 de julho, a atividade contou com a presença do General de Divisão Mauro Sinott Lopes, Comandante da 3ª Divisão de Exército (3ª DE), que assistiu uma demonstração de tiro da VBC LEOPARD 1 A5 e das VBTP MSR GUARANI com Torre REMAX, pertencentes ao 2º Regimento de Cavalaria Mecanizado (2º R C Mec), demonstração do engajamento tático do sistema de simulação BT-46 da VCB LEOPARD 1 A5 e exposição do sistema DAAe BA RBS 70, da 2ª Bateria de Artilharia Antiaérea (2ª Bia AAAe).

O General de Brigada Flávio dos Santos Lajoia Garcia, Comandante da 1ª Bda C Mec, recepcionou o General Sinott no Polígono de Tiro para as demonstrações. Ao final das atividades, foi realizada uma cerimônia em homenagem ao Comandante da 3ª DE no próprio Polígono de Tiro. A atividade contou, ainda, com a presença do General de Brigada Paulo Roberto Rodrigues Pimentel, Comandante da 6ª Brigada de Infantaria Blindada (6ª Bda Inf Bld), do General de Brigada Sérgio Rezende de Queiroz, Comandante da Artilharia Divisionária da 3ª Divisão de Exército (AD/3), e do General de Brigada Jayro Rocha Júnior, Comandante da 2ª Brigada de Cavalaria Mecanizada (2ª Bda C Mec).

Fonte: 1ª Bda C Mec

(https://i.ibb.co/QnQMH17/article.jpg)

(https://i.ibb.co/0nYQ3k7/article-1.jpg)

(https://i.ibb.co/HVmqsGP/2020-7-9-Tiro-Saic-6.jpg)

(https://i.ibb.co/P1wwzVy/DCIM-100-MEDIA-DJI-0071-JPG.jpg)

(https://i.ibb.co/h2QBf21/DCIM-100-MEDIA-DJI-0069-JPG.jpg)

(https://i.ibb.co/72ZVN0h/article-3.jpg)

(https://i.ibb.co/5k0bRSW/2020-7-9-Tiro-Saic-5.jpg)

(https://i.ibb.co/wMDwdSp/2020-7-9-Tiro-Saic-2.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Julho 30, 2020, 03:34:00 pm
Tiro das armas coletivas do 12º Esquadrão de Cavalaria Mecanizado na Serra do Tucano, em Roraima

(https://i.ibb.co/TqdGY0T/article.jpg)

Citar
Boa Vista (RR) – Nos dias 21 e 22 de julho, o 12º Esquadrão de Cavalaria Mecanizado realizou um exercício de tiro de combate básico com o Canhão 90 mm da Viatura Blindada de Reconhecimento (VBR EE-9 Cascavel), com a Metralhadora .50 da Viatura Blindada para Transporte de Pessoal (VBTP EE-11 Urutu) e com a Metralhadora 7,62 mm MAG, na Serra do Tucano, município de Bonfim (RR).

A atividade foi prestigiada pelo General de Brigada Márcio Bessa Campos, Comandante da 1ª Brigada de Infantaria de Selva. O exercício teve por objetivo verificar o desempenho e a capacitação das guarnições na execução e na condução do tiro dos armamentos orgânicos.

Fonte: 12º Esqd C Mec

(https://i.ibb.co/vQwvKFj/article-1.jpg)

(https://i.ibb.co/km37rbZ/article-2.jpg)

(https://i.ibb.co/CbSRyn0/article-3.jpg)

(https://i.ibb.co/zNCMTs9/article-4.jpg)

(https://i.ibb.co/9ZVfGdS/article-5.jpg)

(https://i.ibb.co/TvJG1w4/article-6.jpg)

(https://i.ibb.co/tCLbCCD/article-7.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Agosto 05, 2020, 11:40:40 pm
Brigada de Montanha prepara seus Pelotões de Reconhecimento para operar no ar rarefeito

(https://d30p9ca83oqyng.cloudfront.net/defesanet/site/upload/news_image/2020/07/48222_resize_800_600_false_true_null.jpg)

Citar
Serra do Caparaó, entre 27 e 31 de julho, A 4ª Brigada de infantaria Leve de Montanha desdobra seus meios no terreno para desencadear a Operação Guia, exercício de infiltração tática, nível Pelotões de Reconhecimento.

A operação ocorre entre os Estados do Espírito Santo e Minas Gerais. O terreno destas montanhas têm altitudes que variam dos 1400 aos 2860 metros do nível do mar e clima com amplitudes que podem variar dos 14º negativos aos 22 º positivos, no mesmo dia, o que aumenta o desgaste no organismo.

O exercício tem atividades que submetem os pelotões a operações de monitoramento de regiões de interesse para a inteligência militar, de reconhecimento de faixas de infiltração e de ações de vigilância e busca de alvos em potencial. O exercício contemplou os sistemas de Comando e Controle, e Logístico da Brigada.

 :arrow:  https://www.defesanet.com.br/terrestre/noticia/37599/Brigada-de-Montanha-prepara-seus-Pelotoes-de-Reconhecimento-para-operar-no-ar-rarefeito/

(https://d30p9ca83oqyng.cloudfront.net/defesanet/site/upload/media/1596201131__0003.jpg)

(https://d30p9ca83oqyng.cloudfront.net/defesanet/site/upload/media/1596201149__0004.jpg)

(https://d30p9ca83oqyng.cloudfront.net/defesanet/site/upload/media/1596201172_0001.jpg)

(https://d30p9ca83oqyng.cloudfront.net/defesanet/site/upload/media/1596201193_0002.jpg)

(https://d30p9ca83oqyng.cloudfront.net/defesanet/site/upload/media/1596201228_0003.jpg)

(https://d30p9ca83oqyng.cloudfront.net/defesanet/site/upload/media/1596201265_0004.jpg)

(https://d30p9ca83oqyng.cloudfront.net/defesanet/site/upload/media/1596201284_0006.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Agosto 08, 2020, 10:56:35 pm
Maior exercício de adestramento da Artilharia Antiaérea do Exército reúne 500 militares em Formosa (GO)

(https://i.ibb.co/yVD0RM5/article-6.jpg)

Citar
Formosa (GO) – Entre os dias 3 e 7 de agosto, aconteceu, no Campo de Instrução de Formosa, interior de Goiás, a Operação Sagitta Primus III, o maior exercício de adestramento da Artilharia Antiaérea do Exército Brasileiro. A atividade foi coordenada pela 1ª Brigada de Artilharia Antiaérea (1ª BdaAAAe), subordinada ao Comando Militar do Sudeste (CMSE), e reuniu cerca de 500 militares das unidades e subunidades dessa natureza, para a execução do tiro real com todo o armamento antiaéreo da Força.

Participaram da operação todos os Grupos de Artilharia Antiaérea, o Batalhão de Manutenção e Suprimento de Artilharia Antiaérea e sete Baterias de Artilharia Antiaérea orgânicas de Brigadas de Infantaria e Cavalaria. O exercício foi composto de cinco etapas: preparação, concentração estratégica, escola de fogo de instrução, demonstração e desmobilização. O objetivo da atividade foi adestrar as organizações militares no emprego do armamento antiaéreo e atualizar suas capacidades.

Os tiros reais foram executados com os seguintes armamentos: canhão 40mm C70 BOFORS, blindado GEPARD, míssil portátil IGLA-S e míssil telecomandando RBS 70. Foi utilizado, ainda, um sistema de controle e alerta composto pelo radar SABER M-60, capaz de localizar aviões, helicópteros e aeronaves remotamente pilotadas com um alcance de até 60km, e pelo Centro de Operações de Artilharia Antiaérea, que tem a finalidade de controlar eletronicamente uma defesa antiaérea.

A demonstração do exercício foi realizada no dia 5 de agosto, com a presença de várias autoridades, como o General de Exército Claudio Coscia Moura, Chefe do Departamento de Engenharia e Construção; o General de Exército José Luiz Dias Freitas, Comandante de Operações Terrestres; o General de Exército Marcos Antonio Amaro dos Santos, Chefe do Estado-Maior do Exército; o General de Exército Laerte de Souza Santos, Comandante Logístico; o General de Exército Tomás Miguel Miné Ribeiro Paiva, Chefe do Departamento de Educação e Cultura do Exército; o General de Exército Estevam Cals Theophilo Gaspar de Oliveira, Comandante Militar da Amazônia; o General de Exército Eduardo Antonio Fernandes, Comandante Militar do Sudeste; e o General de Brigada Antônio Ribeiro da Rocha Neto, Comandante da 1ª Bda AAAe.

Para o Comandante do CMSE, a Operação Sagitta Primus é muito importante, pois é o momento de averiguar o adestramento da tropa. “É aqui que nós testamos o que realizamos de modo simulado nas nossas unidades antiaéreas. É no terreno que conseguimos realmente verificar a eficácia do treinamento da tropa”. Já o Comandante da 1ª Bda AAAe destacou que "reunir as organizações militares de Artilharia Antiaérea de todo o Brasil para discutir doutrinas, verificar possíveis problemas e adestrar a tropa é uma oportunidade única de aprendizado real para todos os envolvidos”.

Fonte: CCOMSEx

(https://i.ibb.co/tPbNskh/article-1.jpg)

(https://i.ibb.co/1vBB9xk/article-2.jpg)

(https://i.ibb.co/51rVn2V/article-3.jpg)

(https://i.ibb.co/cXkdh7j/article-4.jpg)

(https://i.ibb.co/2FxQJm3/article-5.jpg)

(https://i.ibb.co/yVD0RM5/article-6.jpg)

(https://i.ibb.co/stHGy5B/article-7.jpg)

(https://i.ibb.co/yQ5JV6b/article-8.jpg)

(https://i.ibb.co/7RkYmYT/article-9.jpg)

(https://i.ibb.co/p0S9M3w/article-10.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Cabeça de Martelo em Agosto 13, 2020, 06:03:02 pm
Citar
Forças Armadas Portuguesas
7 h ·
Militar brasileiro do contingente português na EUTM-RCA ministra estágio de Inteligência Militar
O Capitão Hugo Christiani, militar brasileiro, Comando de Operações Especiais e especialista em Operações e Informações Militares, que integra o contingente português, na Missão de Treino da União Europeia na República Centro-Africana (EUTM-RCA), ministrou um estágio de Inteligência Militar, no final do mês de julho, organizado pelas Forças Armadas da República Centro-Africana (FACA).
Este estágio, de duas semanas, teve como objetivo desenvolver competências na área da inteligência militar a sete militares das FACA. Terminou com uma cerimónia no campo KASSAI, na qual os sete estagiários receberam um certificado de “Competências em Inteligência Militar” na presença do Coronel Teya, Diretor do Campo de Treino de Kassaï, e pelo  Coronel João Nunes Silva, do Exército Português, Chefe do Pilar de Educação da EUTM-RCA.
Este estágio marcou o reinício da formação aos FACA, após o período de hibernação da missão, resultante dos constrangimentos provocados pela pandemia por covid-19.
Antes do início do estágio, foi ministrada pelo “Specialized Education Med”, Alferes Marco Henriques, do Exército Português, uma instrução sobre medidas de proteção e prevenção anti COVID-19, medidas estas que foram aplicadas diariamente e que se constituem como obrigatórias em todas as futuras formações.

(https://scontent.flis5-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/117906663_1426822980851773_1550013227050414416_o.jpg?_nc_cat=101&_nc_sid=730e14&_nc_eui2=AeFpKK3WPN5L18B2bg3P_m-oZthJpO2FYnFm2Emk7YVicWdXvc_MmhSW6b58pkPmqKgkZdCyJ7k7bU0X6EhfnqWl&_nc_ohc=ORBeESmHEGAAX8YXxc5&_nc_ht=scontent.flis5-1.fna&oh=32ba5917681148cb1f14b4493bce0ca6&oe=5F592C65)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Agosto 13, 2020, 06:43:35 pm
2° Regimento de Cavalaria Mecanizado: Exercício de Desenvolvimento da Liderança 2020

(https://i.ibb.co/cwJy9mY/article-15.jpg)

Citar
São Borja (RS) – Nos dias 6 e 7 de agosto, o 2° Regimento de Cavalaria Mecanizado (2° RC Mec) realizou o Exercício de Desenvolvimento da Liderança 2020 (EDL/20), visando observar e avaliar o comportamento dos militares participantes, no que se refere aos principais atributos da área afetiva, além da visualização da capacitação técnica e tática do efetivo profissional dos Quadros.

A atividade foi desenvolvida com a participação de 14 tenentes e 45 sargentos, que operaram sob esforço físico e mental com intensidades controladas e próximas daquelas verificadas nas situações reais de combate. Os militares percorreram oito oficinas de emprego tático, dentre elas: "resgate de feridos", "resposta a emboscadas", "patrulha de combate" e "negociação", foram mais de 20 horas ininterruptas de atividades.

Fonte: 2° RC Mec

(https://i.ibb.co/X41KrLH/article-5.jpg)

(https://i.ibb.co/56YjQT6/article-6.jpg)

(https://i.ibb.co/TKXCs0H/article-7.jpg)

(https://i.ibb.co/QHNYhrn/article-8.jpg)

(https://i.ibb.co/nnQRf96/article-9.jpg)

(https://i.ibb.co/hFh3qDF/article-10.jpg)

(https://i.ibb.co/gFZpbxN/article-11.jpg)

(https://i.ibb.co/d7xWDhk/article-12.jpg)

(https://i.ibb.co/1mWRfj7/article-13.jpg)

(https://i.ibb.co/42G5Tr3/article-14.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Agosto 14, 2020, 02:10:15 pm
Citar
6° Batalhão de Infantaria Leve (Aeromóvel)

Força de Prontidão da Brigada Aeromóvel. Em 2020, o Exército Brasileiro contará com Forças de Prontidão permanentemente prontas para serem empregadas. Uma delas será composta pelo 6° BIL que realizou um treinamento durante esta semana.

(https://i.ibb.co/9YK2wPz/117393742-293485491883028-6484795847479686585-n.jpg)

(https://i.ibb.co/bg44Wjv/117570509-1277372489289249-5042527813626717389-n.jpg)

(https://i.ibb.co/47CRszj/117375350-904067480115473-7344273517951016038-n.jpg)

(https://i.ibb.co/rfCfgxq/117592379-170798891169367-6610672469180834773-n.jpg)

(https://i.ibb.co/XWD30tv/117394957-776924823116969-3184635266383442215-n.jpg)

(https://i.ibb.co/sQqvc8y/117647901-1005759276513101-8922484274632644170-n.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Agosto 15, 2020, 03:31:19 am
6ª Bia AAAe AP participa da Operação Sagitta Primus III

(https://i.ibb.co/JtHXpjz/2020-8-14-6bia-op-primus4.jpg)

Citar
Formosa (GO) - Entre os dias 3 e 7 de agosto, a 6ª Bateria de Artilharia Antiaérea Autopropulsada (6ª Bia AAAe AP) participou da Escola de Fogo de Artilharia Antiaérea - Operação Sagitta Primus III, no Campo de Instrução de Formosa-GO, sob coordenação da 1ª Brigada de Artilharia Antiaérea (1ª Bda AAAe).

A Operação, que é o maior exercício de adestramento da artilharia antiaérea do Exército Brasileiro, reuniu mais de 500 militares dos Grupos de Artilharia Antiaérea, do Batalhão de Manutenção e Suprimento de Artilharia Antiaérea e sete Baterias de Artilharia Antiaérea orgânicas de Brigadas de Infantaria e Cavalaria.

O exercício foi composto de cinco etapas: preparação, concentração estratégica, escola de fogo de instrução, demonstração e desmobilização. O objetivo da atividade foi adestrar as organizações militares no emprego do armamento antiaéreo e atualizar suas capacidades.

 :arrow:   http://www.3de.eb.mil.br/index.php/component/content/article?id=2036&

(https://i.ibb.co/GT9tZSr/2020-8-14-6bia-op-primus1.jpg)

(https://i.ibb.co/98s2rcH/2020-8-14-6bia-op-primus2.jpg)

(https://i.ibb.co/F79mXnj/2020-8-14-6bia-op-primus3.jpg)

(https://i.ibb.co/q5cBmZw/2020-8-14-6bia-op-primus.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Agosto 19, 2020, 01:07:11 am
Operação Amazônia: os ASTROS II voltam à floresta

(https://i.ibb.co/DKdmGvp/3-3.jpg)

Citar
De 4 a 23 de setembro de 2020, o Comando Militar da Amazônia (CMA), coordenará uma grande manobra militar do Exército Brasileiro (EB), na região de Manaus/AM, a chamada Operação Amazônia.

O exercício terá como objetivo o adestramento das tropas, simulando uma ameaça externa no ambiente operacional amazônico, e empregará contingentes e recursos de diversas regiões brasileiras, dentre elas se destaca uma bateria do sistema de lançadores múltiplos de foguetes ASTROS 2020, a mais poderosa arma dissuasiva do EB, juntamente com sua tropa e equipe de apoio, pertencentes ao 6º Grupo de Mísseis e Foguetes (6º GMF), de Formosa/GO, subordinada ao Comando de Artilharia do Exército (Cmdo Art Ex).

O contingente do 6º GMF chegou a Belém/PA no dia 12 de agosto, por meio rodoviário, aquartelando-se temporariamente no 8º Depósito de Suprimentos (8º D Sup), e partiu hoje, dia 17, com destino a Manaus, embarcando em balsas fluviais.

Outra tropa que está se preparando pertence a 23ª Brigada de Infantaria de Selva (23ª Bda Inf Sl), subordinada ao Comando Militar do Norte (CMN), que formou a Força Tarefa Transamazônica, um contingente de 323 militares que reforçarão as tropas de selva do CMA durante a operação.

(https://i.ibb.co/ssZv00S/2-10.jpg)

 :arrow:  https://tecnodefesa.com.br/operacao-amazonia-os-astros-ii-voltam-a-floresta/

(https://i.ibb.co/wQmnp1Q/article-4.jpg)

(https://i.ibb.co/G0PTzMc/article-5.jpg)

(https://i.ibb.co/gt0KFs9/Efp-KEg-Xs-AM7-I9p.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Agosto 22, 2020, 07:51:36 pm
Citar
6° BIL

Força-Tarefa Ipiranga realiza o Tiro de Combate Avançado (TCA) de fuzil que visa capacitar o Combatente Aeromóvel a atuar em um ambiente de combate executando tiro de ação reflexa, progressão dentro da fração e progressão ponto a ponto, sob os mais diversos tipos de terrenos e em condições adversas.

(https://i.ibb.co/NxrKfr7/118194346-654162458638437-5779862162906726895-n.jpg)

(https://i.ibb.co/m4tfJtq/118068020-140022551098002-2711668265870484504-n.jpg)

(https://i.ibb.co/dtb3q3t/117931460-1197493320621488-8201209074555579851-n.jpg)

(https://i.ibb.co/XXcP4Tq/118003194-1430125573858799-3003509053845542719-n.jpg)

(https://i.ibb.co/pXq4s7Q/117955459-749380819179125-975298219313908853-n.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Agosto 22, 2020, 08:06:36 pm

EXERCÍCIO DE ADESTRAMENTO COM SIMULAÇÃO TÁTICA DA 6ª BRIGADA DE INFANTARIA BLINDADA
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Agosto 22, 2020, 08:17:16 pm
Estágio de Observador e Controlador de Adestramento

(https://i.ibb.co/DC8NhNh/5.jpg)

Citar
Santa Maria (RS) - O Centro de Adestramento – Sul (CA–Sul) ministrou, no período de 10 a 14 de agosto, a fase presencial do Estágio de Observador e Controlador do Adestramento (OCA) do Comando Militar do Sul. Trinta e dois militares das 6ª Brigada de Infantaria Blindada (6ª Bda Inf Bld), 15ª Brigada de Infantaria Mecanizada (15ª Bda Inf Mec), 5ª Brigada de Cavalaria Blindada (5ª Bda Cav Bld) e Centro de Instrução de Blindados (CI Bld) concluíram o Estágio com aproveitamento, após duas semanas de ensino a distância e esta semana presencial.

Esses militares agora estão habilitados para apoiar suas Unidades e Grandes Unidades no adestramento de suas frações subordinadas e no assessorando quanto à condução dos exercícios de validação do adestramento ou sua certificação. Esse Estágio permite, também, a formação de um efetivo capacitado a atuar como multiplicador do conhecimento e da metodologia ministrada, disseminando-os em suas guarnições militares e auxiliando ao próprio CA-Sul, quando das certificações das Grandes Unidades da Força de Prontidão da Força Terrestre.

Ao longo da semana presencial, foram ministradas instruções teóricas sobre o Sistema de Simulação do Exército Brasileiro (SSEB); as Regras de Arbitragem; as Técnicas para condução das Análises Pós-Ação (APA); o emprego dos Dispositivos de Simulação de Engajamento Tático (DSET), principal ferramenta utilizada pelo CA–Sul nos adestramentos com uso da Simulação Viva; bem como, instruções práticas em campanha para condução de Arbitragem Subjetiva e Objetiva pelos Estagiários. O coroamento da atividade foi a interação com o Estágio Tático de Pelotão de Exploradores, ministrado pelo Centro de Instrução de Blindados (CIBld), quando os estagiários puderam desempenhar as funções de OCA em sua plenitude.

 :arrow: https://www.casul.eb.mil.br/index.php/ultimas-noticias/290-estagio-de-observador-e-controlador-de-adestramento

(https://i.ibb.co/gFncCbD/1.jpg)

(https://i.ibb.co/8gwGKTK/2.jpg)

(https://i.ibb.co/hM10LKn/3.jpg)

(https://i.ibb.co/xMM9Jp7/4.jpg)

(https://i.ibb.co/1rKbwMt/6.jpg)

(https://i.ibb.co/6NtLghL/7.jpg)

(https://i.ibb.co/rfv9YCk/8.jpg)

(https://i.ibb.co/0sVKncf/9.jpg)

(https://i.ibb.co/0GYfBR9/10.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Agosto 22, 2020, 08:30:58 pm
Exercício de Certificação do Adestramento de Grupo de Artilharia de Campanha


29º Grupo de Artilharia de Campanha Autopropulsado

(https://i.ibb.co/hCnx2zn/DSC-7829.jpg)

Citar
Santa Maria (RS) - No período de 17 a 21 de agosto de 2020, o Centro de Adestramento – Sul (CA - Sul), realizou o Exercício de Certificação do Adestramento de Grupo de Artilharia de Campanha, com o 29º Grupo de Artilharia de Campanha Autopropulsado (29º GAC AP). O Sistema de Simulação de Apoio de Fogo (SIMAF) tem a finalidade de aprimorar o adestramento do apoio de fogo do Exército Brasileiro, por intermédio de Missões de Tiro simuladas, executando para isso, tarefas inerentes aos subsistemas (Observação, Direção e Coordenação de Tiro, Linha de fogo e Comunicações) que compõem os Grupos de Artilharia de Campanha.

 :arrow:  https://www.casul.eb.mil.br/index.php/ultimas-noticias/296-centro-realiza-exercicio-de-certificacao-de-adestramento-do-29-gac-ap

(https://i.ibb.co/8zHTmtm/DSC-7830.jpg)

(https://i.ibb.co/Ry5cbrn/DSC-7831.jpg)

(https://i.ibb.co/VC8S9HP/DSC-7832.jpg)

(https://i.ibb.co/k3pMTCf/DSC-7833.jpg)

(https://i.ibb.co/BLQQmL9/DSC-7834.jpg)

(https://i.ibb.co/zZQBqw0/DSC-7835.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Agosto 24, 2020, 07:41:54 pm
19º Regimento de Cavalaria Mecanizado: Exercício no Terreno de Qualificação Militar da Arma de Cavalaria

(https://i.ibb.co/jgscZ6P/article.jpg)

Citar
Encerrando o período de Instrução Individual de Qualificação para os Curso de Formação de Cabos (CFC) e Curso de Formação de Soldados (CFSD) da Qualificação Militar (QM) da Arma de Cavalaria, nos dias 10 a 14 de agosto, o 19º Regimento de Cavalaria Mecanizado “Regimento San Martín” realizou o seu exercício no terreno.

As atividades iniciaram com um aprestamento individual, em seguida os militares deslocaram-se para o Campo de Instrução do Regimento onde participaram de instruções práticas, destinadas à aplicação no terreno dos assuntos específicos da Arma de Cavalaria.

Nessa fase, o combatente é aperfeiçoado nas técnicas de utilização do material específico de cada fração, além de ter fortalecido o caráter militar, por meio da realização de tarefas que colocam à prova o espírito de corpo da fração e o esforço individual.

 :arrow:  https://www.19rcmec.eb.mil.br/index.php/pt/ultimas-noticias/155-exercicio-no-terreno-de-qualificacao-militar-da-arma-de-cavalaria

(https://i.ibb.co/mNmczGh/article-1.jpg)

(https://i.ibb.co/fFM7yxG/article-2.jpg)

(https://i.ibb.co/xMLWXGX/article-3.jpg)

(https://i.ibb.co/8NHHX9c/article-4.jpg)

(https://i.ibb.co/tPdcFwg/article-5.jpg)

(https://i.ibb.co/C90HtL1/article-6.jpg)

(https://i.ibb.co/WHfZr8L/article-7.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Agosto 24, 2020, 07:50:56 pm
Comando Militar do Norte envia militares para a Operação Amazônia

(https://i.ibb.co/B3TtPxV/CMN1.jpg)

Citar
Belém (PA) – De 4 a 23 de setembro o Comando Militar do Norte (CMN) participará da Operação Amazônia, ação que ocorrerá sob coordenação do Comando Militar da Amazônia (CMA) na região de Manaus.

A operação consiste em um exercício de adestramento das tropas do Exército Brasileiro para a defesa externa no ambiente operacional amazônico e empregará tropas de diversas regiões brasileiras. Nesse contexto, a 23ª Brigada de Infantaria de Selva, subordinada ao CMN na região de Marabá, já começou o adestramento e está se preparando para enviar um contingente de 323 militares, constituindo a Força-Tarefa Transamazônica que reforçará as tropas do CMA.

Como parte da concentração estratégica das tropas que participarão da Operação, chegou a Belém em 12 agosto, proveniente de Formosa em Goiás, a tropa do 6º Grupo de Mísseis e Foguetes (6º GMF) juntamente com as viaturas Astros, que consistem em um sistema de lançadores múltiplos de foguetes, equipamento de última geração que consegue operar com eficiência e efetividade para o apoio de fogo da Força Terrestre e pode bater alvos estratégicos. A tropa e viaturas do 6º GMF seguirão para a cidade de Manaus partindo de Belém por meio fluvial.

 :arrow:  http://www.cma.eb.mil.br/mais-noticias/comando-militar-do-norte-envia-militares-para-a-operacao-amazonia.html

(https://i.ibb.co/wSnnrbn/CMN2.jpg)

(https://i.ibb.co/Yc7Mqfw/article-8.jpg)

(https://i.ibb.co/jw9whM4/CMN3.jpg)

(https://i.ibb.co/XxH1XPB/CMN4.jpg)

(https://i.ibb.co/9YLt0hJ/CMN5.jpg)

(https://i.ibb.co/LY33y3x/CMN6.jpg)

(https://i.ibb.co/7YgHkdW/CMN7.jpg)

(https://i.ibb.co/x3svhhK/CMN8.jpg)

(https://i.ibb.co/LPtBmbK/CMN9.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Agosto 26, 2020, 06:15:01 pm
Adestramento da tropa do 29º Grupo de Artilharia de Campanha Autopropulsado no Simulador de Apoio de Fogo

(https://i.ibb.co/dtbtBkM/article-2.jpg)

Citar
Cruz Alta (RS) – No período de 16 a 21 de agosto, o 29º Grupo de Artilharia de Campanha Autopropulsado (29º GAC AP) - “Grupo Humaitá” participou da Operação Humaitá, exercício de adestramento dos Subsistemas de Artilharia no Simulador de Apoio de Fogo (SIMAF), na cidade de Santa Maria (RS). O objetivo do exercício foi aprimorar o adestramento e aumentar a operacionalidade da Organização Militar. Esse modelo de adestramento tem, entre muitas vantagens, a redução dos custos e melhoria da segurança da tropa.

Na ocasião, o Comandante do Exército Brasileiro, General de Exército Edson Leal Pujol, e o Comandante Militar do Sul, General de Exército Valério Stumpf Trindade, ambos em visita na Guarnição de Santa Maria, marcaram presença durante o exercício, oportunidade em que observaram as atividades do 29º GAC AP. Durante a Operação Humaitá, foram realizadas missões de tiro simuladas, onde foram executadas tarefas inerentes aos subsistemas de um Grupo de Artilharia de Campanha.

 :arrow:  http://www.eb.mil.br/web/noticias/noticiario-do-exercito/-/asset_publisher/MjaG93KcunQI/content/id/12030905

(https://i.ibb.co/c1BsHTr/article-1.jpg)

(https://i.ibb.co/dtbtBkM/article-2.jpg)

(https://i.ibb.co/Jp6FyPr/article-3.jpg)

(https://i.ibb.co/kD8SvwM/article-4.jpg)

(https://i.ibb.co/Jt9LQ9q/article-5.jpg)

(https://i.ibb.co/TvxcjP1/article-6.jpg)

(https://i.ibb.co/RCscKcW/article-7.jpg)

(https://i.ibb.co/tcqxDts/article-8.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Agosto 31, 2020, 07:17:10 pm
Citar
Na semana de 24 a 28 de agosto a Bda Amv conduziu, junto com o Comando de Aviação do Exército, a habilitação em planejamento e condução de Operações Aeromóveis da SU de Inf Pqdt, que participará da Op Culminating, Exercício Combinado com o Exército dos Estados Unidos. Além de instruções teóricas como reconhecimento dos tipos de aeronaves, ocorreram diversas instruções práticas. A atividade foi finalizada com um exercício no terreno que colocou em prática todos os planejamentos das fases de um Assalto Aeromóvel. Assim cada vez mais são reforçados os laços de sã camaradagem entre a Bda Amv, a Aviação do Exército e a Bda Pqdt, tropas de Emprego Estratégico do Exército Brasileiro.

(https://i.ibb.co/LhHQFp9/IMG-2931.jpg)

(https://i.ibb.co/y6Fm63S/118579409-372620470394469-2120909461450529979-n.jpg)

(https://i.ibb.co/kqn08fx/118645874-778187659650628-2717298306360561597-n.jpg)

(https://i.ibb.co/0hnbyp9/118652036-2722505651295033-3654101314643478826-n.jpg)

(https://i.ibb.co/Jn5P0WF/118519926-648614102447633-3876545135383931895-n.jpg)

(https://i.ibb.co/vd6St09/118586167-391899985128958-1924819045279132496-n.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Agosto 31, 2020, 07:27:04 pm
Exercício de Maneabilidade no 2º RC Mec

(https://i.ibb.co/kS3HyZj/p1egg424t61h9n1ifbrvd14ip1vl14.jpg)

Citar
Entre os dias 17 e 20 de agosto, o 2° Regimento de Cavalaria Mecanizado realizou a Maneabilidade no Terreno com a participação dos alunos do Curso de Formação de Cabos e Curso de Formação de Soldados, no contexto da Instrução Individual de Qualificação.

Durante o Exercício, o Pelotão de Morteiros Pesados e as frações dos Pelotões de Cavalaria Mecanizado (Grupo de Exploradores, Grupo de Combate, Seção VBR e Peça de Apoio) participaram de instruções práticas visando a preparação para o Período de Adestramento Básico.

 :arrow:  https://www.2rcmec.eb.mil.br/

(https://i.ibb.co/WgQj5Dd/p1egg424t612kt1pksug61jdn8spb.jpg)

(https://i.ibb.co/KGWsw7M/p1egg424t6g4q18an4esg287fv5.jpg)

(https://i.ibb.co/6448H1h/p1egg424t611rv6o6f8v6var5c8.jpg)

(https://i.ibb.co/g3PGDJR/p1egg424t6h7o10sdgauftgm7m7.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Setembro 02, 2020, 04:10:02 pm
Capacidade Aeromóvel: SU Culminating pronta para atuar com Helicópteros Militares

(https://i.ibb.co/yfjBFJw/Whats-App-Image-2020-09-01-at-184830.jpg)

Citar
Caçapava (SP) – No período de 23 a 28 de agosto, a Subunidade (SU) Culminating, originada da Brigada de Infantaria Pára-quedista, realizou o Estágio Básico do Combatente Aeromóvel (EBCA), no 6º Batalhão de Infantaria Leve (6º BIL), em Caçapava – SP.

A Subunidade participou de instruções peculiares, apoiadas pelo Comando de Aviação do Exército (CAVEx), visando o emprego na Operação Culminating. Durante o Estágio, foram ministradas diversas instruções como rapel, fast rope, balizamento de Zona de Pouso de Helicópteros (ZPH) e comunicações em Operações Aeromóveis. Os quadros da SU participaram também de instrução de navegação tática com o Simulador de Helicóptero Fennec/Esquilo (SHEFE), que permite o treinamento de voos visuais, voos por instrumento e voos com uso de óculos de visão noturna.

Coroando a atividade, a SU Culminating realizou um Assalto Aeromóvel com o apoio do 2º Batalhão de Aviação do Exército (2º BAvEx), seguido da brevetação de 176 novos combatentes aeromóveis.

Texto: Bda Inf Pqdt

(https://i.ibb.co/x2Dh4LG/Whats-App-Image-2020-09-01-at-184831-1.jpg)

(https://i.ibb.co/KjQx8d4/Whats-App-Image-2020-09-01-at-184831.jpg)

(https://i.ibb.co/4Tz12w1/Whats-App-Image-2020-09-01-at-184831-2.jpg)

(https://i.ibb.co/sPRMH1R/Whats-App-Image-2020-09-01-at-184831-3.jpg)

(https://i.ibb.co/h1mgWHD/Whats-App-Image-2020-09-01-at-184832-1.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Setembro 05, 2020, 12:13:23 am
Batalhão adestra Pelotão de Apoio de Fogo com viatura blindada de transporte Guarani

(https://i.ibb.co/RDggwWv/article.jpg)

Citar
Cascavel (PR) – No período de 31 de agosto a 3 de setembro, o pelotão de apoio de fogo do 33º Batalhão de Infantaria Mecanizado (33º BIMec) realizou atividades práticas para aplicar os conhecimentos adquiridos nas instruções da Força de Prontidão Guarani (FORPRON).

O pelotão de Apoio de fogo tem como seu principal meio a Viatura Blindada de transporte de pessoal Guarani, com o Sistema de Torres UT-30BR, que conta com um canhão de 30mm, metralhadora coaxial 7,62mm e lançador de granadas fumígenas 76mm que podem ser utilizados em operações defensivas e ofensivas.

Os integrantes do pelotão prepararam a UT-30BR para navegação, instalando os flutuadores em suas viaturas. O Exercício contou também com atividades diurnas de avaliação de distâncias utilizando o sistema de câmeras da torre e instruções noturnas de monitoramento de área onde os atiradores e comandantes de carro da torre UT-30BR utilizando a câmera termal da viatura para identificar alvos.

Fonte: 33º BIMec

(https://i.ibb.co/9bWYDpy/article-1.jpg)

(https://i.ibb.co/swDQPqR/article-2.jpg)

(https://i.ibb.co/bs8pB3v/article-3.jpg)

(https://i.ibb.co/cXYS70b/article-4.jpg)

(https://i.ibb.co/3RKfsy9/article-5.jpg)

(https://i.ibb.co/BKgBV9V/article-6.jpg)

(https://i.ibb.co/cYc8CJM/article-7.jpg)

(https://i.ibb.co/vz867NS/article-8.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Setembro 06, 2020, 07:45:19 pm
Sistema ASTROS desembarca em Manaus para a Operação Amazônia

(https://i.ibb.co/v3cB0zz/Whats-App-Image-2020-09-04-at-1322252.jpg)

Citar
O Comandante Militar da Amazônia acompanhou a chegada das viaturas do Sistema ASTROS que desembarcaram no Centro de Embarcações do Comando Militar da Amazônia (CECMA) neste dia 3 setembro. As viaturas do 6º Grupo de Mísseis e Foguetes (6º GMF), sediado em Formosa/GO, percorreram cerca de 3.500Km, por via terrestre e fluvial, até Manaus/AM para serem empregadas na Operação Amazônia.

(https://i.ibb.co/GF3q2nQ/Whats-App-Image-2020-09-04-at-132225.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Setembro 06, 2020, 07:49:21 pm
Tropas da Engenharia em Apronto Operacional para emprego na OPERAÇÃO AMAZÔNIA

(https://i.ibb.co/p3mjgbz/Eng-2-Cort.jpg)

Citar
Manaus (AM) - No dia 3 setembro, as tropas da Engenharia da Amazônia, formadas pelo 5° e 6° Batalhões de Engenharia de Construção (5° e 6° BEC),  6ª Companhia de Engenharia de Combate de Selva (6ª Cia E Cmb Sl) e 21ª Companhia de Engenharia de Construção (21ª Cia E Cnst), já estão mobilizadas para emprego na OPERAÇÃO AMAZÔNIA.

 O 5° BEC apoiará a 17ª Brigada de Infantaria de Selva, o 6° BEC e a 21ª Cia E Cnst apoiarão a 2ª Brigada de Infantaria de Selva e a 6ª Cia E Cmb Sl apoiará a 16ª Brigada de Infantaria de Selva.
Na ocasião, as tropas de Engenharia, reunidas em Manaus, realizaram o último Apronto Operacional, de forma centralizada, no Comando do 2° Grupamento de Engenharia de Construção, antes de se juntarem às brigadas as quais prestarão apoio.

(https://i.ibb.co/nb7m41k/Eng-1-Cort.jpg)

(https://i.ibb.co/N9HMNgM/Eng-3-Cort.jpg)

(https://i.ibb.co/TYsTsgv/Eng-4-Cort.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Setembro 07, 2020, 02:11:51 pm
Operação Amazônia 2020 – O maior exercício militar da Amazônia

Citar
A Operação Amazônia é um exercício inserido no Programa de Adestramento Avançado de Grande Comando (PAA G Cmdo), previsto no plano de gestão do Comando Militar da Amazônia (CMA), envolvendo mais de 3.000 militares, de cinco Comandos diferentes.

Tecnologia & Defesa, a mais antiga publicação do segmento de defesa e segurança da América Latina, com 37 anos de existência, estará presente, a convite do Exército Brasileiro, com os auspícios do Comando Militar da Amazônia e com o imprescindível apoio da empresa Avibras Aerospacial, cuja compreensão da dimensão desse exercício, e da seriedade de nosso trabalho, tornou possível a realização dessa série de reportagens.

(https://tecnodefesa.com.br/wp-content/uploads/2020/09/escudo1.jpg)

Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Setembro 07, 2020, 02:22:32 pm
Operação Amazônia 2020 – Astros chegam em Manaus e o Apronto Operacional

(https://i.ibb.co/KDvzDmF/Chegada-Astros-1.jpg)

Citar
No dia 03 de setembro, desembarcaram no Centro de Embarcações do Comando Militar da Amazônia (CECMA), as viaturas Astros 2020 da Bateria do 6º Grupo de Mísseis e Foguetes (6º GMF). Essas viaturas percorreram cerca de 2.000 Km, por via terrestre, até Belém (PA), e mais 1.600 km, via fluvial, até Manaus (AM), para serem empregadas na Operação Amazônia.

(https://i.ibb.co/5j4fDY2/Chegada-Astros-2.jpg)

(https://i.ibb.co/fQ3cZSc/Chegada-Astros-4.jpg)

A Engenharia de Combate

Também no dia 03, as tropas da Engenharia da Amazônia, formadas pelo 5° e 6° Batalhões de Engenharia de Construção (5° e 6° BEC), 6ª Companhia de Engenharia de Combate de Selva (6ª Cia E Cmb Sl) e 21ª Companhia de Engenharia de Construção (21ª Cia E Cnst) realizaram o último Apronto Operacional, de forma centralizada, no Comando do 2° Grupamento de Engenharia de Construção (2º Gpt E), em Manaus, antes de se juntarem às brigadas as quais prestarão apoio.

O 5° BEC será responsável por apoiar a 17ª Brigada de Infantaria de Selva (17ª Bda Inf Sl), o 6° BEC e a 21ª Cia E Cnst a 2ª Bda Inf Sl e a 6ª Cia E Cmb Sl a 16ª Bda Inf Sl.

Apronto Operacional

E no dia de hoje, 06 de setembro, das 8:30 às 12:00hs, foi realizado o o apronto operacional da Força Terrestre Componente (FTC), como parte do aprestamento para a Operação Amazônia, com a apresentação das tropas para o comandante do Teatro de Operações Norte, o general de exército Estevam Cals Theophilo Gaspar de Oliveira.

A FTC é composta por 3.309 militares de 5 comandos diferentes, sendo que, no apronto estavam presentes 1.714 em forma e outros 369 embarcados em viaturas ou meios navais, junto os generais e comandantes das Brigadas e OMs participantes da operação.

 :arrow:   https://tecnodefesa.com.br/operacao-amazonia-2020-astros-chegam-em-manaus-e-o-apronto-operacional/

(https://i.ibb.co/rmCqKFN/Apronto-8.jpg)

(https://i.ibb.co/Qn7VVJv/Apronto-1.jpg)

(https://i.ibb.co/rZP9rg8/Whats-App-Image-2020-09-06-at-131042-1.jpg)

(https://i.ibb.co/HqMjfFj/Apronto-2.jpg)

(https://i.ibb.co/tYcMqWr/Apronto-3.jpg)

(https://i.ibb.co/R3qtQPT/Whats-App-Image-2020-09-06-at-154519.jpg)

(https://i.ibb.co/n0kjQWB/Apronto-5.jpg)

(https://i.ibb.co/TWRq32h/Foto-2.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Setembro 11, 2020, 08:11:55 pm
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Setembro 12, 2020, 10:03:33 pm
Operação Amazônia 2020 – As tropas se preparam

(https://i.ibb.co/87x7FdV/Prepara-o.jpg)

Citar
Cumprindo o quadro das atividades definidas pelo Comando da 2ª Brigada de Infantaria de Selva (2ª Bda Inf Sl), no dia 4 de setembro, na área de instrução do 1º Batalhão de Infantaria de Selva (Aeromóvel) (1º BIS (Amv)), os militares da 1ª Companhia de Fuzileiros de Selva do Comando de Fronteira Rio Negro e 5º Batalhão de Infantaria de Selva (Cmdo Fron RN/5º BIS) realizaram a instrução de ataque à localidade, visando o adestramento da tropa nas técnicas, táticas e procedimentos (TTP) em ações ofensivas. Participaram da instrução 113 componentes do Teatro de Operação, todos do Cmdo Fron RN/5º BIS.

Já no dia 5 de setembro, por intermédio do Comando de Fronteira Rio Negro e 5º Batalhão de Infantaria de Selva (Cmdo Fron RN/5º BIS), foi realizada a instrução de natação com os militares que integram a Força Surara (1ª Companhia de Fuzileiros do Cmdo Fron RN/5º BIS). A instrução teve por objetivo adaptar os militares em atividades no meio aquático, testar equipamentos de proteção individual (colete salva-vidas) e apresentar técnicas de natação.

No dia 8 de setembro, tropas da Brigada de Infantaria Pára-quedista (Bda Inf Pqdt), oriundas do Rio de Janeiro/RJ, realizaram treinamento de técnicas especiais em ambiente de selva como parte dos preparativos para a Operação Amazônia. A instrução foi ministrada pelo 1° BIS (Amv) em suas instalações e teve a parte prática nas águas do Rio Negro.

A preparação Logística

No dia 3 de setembro, chegaram ao CECMA as embarcações que serão utilizadas pela 2ª Bda Inf Sl durante a Operação Amazônia.

As embarcações foram transportadas pela balsa Jaraqui, do CECMA que tem capacidade de transportar até 100 toneladas. Ao todo, a balsa transportou 44 embarcações, do Comando da 2ª Bda Inf Sl, do 3º Batalhão de Infantaria de Selva (3º BIS), do Cmdo Fron RN/5º BIS e do 2º Batalhão Logístico de Selva (2º B Log Sl).

no dia 8 de setembro, o 6º Batalhão de Engenharia de Construção (6º BEC) construiu uma rampa de acesso na Base de Instrução 4 (BI-4) do Campo de Instrução do Centro de Instrução de Guerra na Selva (CIGS), que será empregada para o desembarque da Bateria do Sistema Múltiplo de Mísseis e Foguetes Astros 2020, pertencente ao 6º Grupo de Mísseis e Foguetes (6º GMF).

 :arrow:  https://tecnodefesa.com.br/operacao-amazonia-2020-as-tropas-se-preparam

(https://i.ibb.co/wcXnk5S/OA-11.jpg)

(https://i.ibb.co/gvzdxRJ/OA-13.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Setembro 14, 2020, 04:00:46 pm
Operação Amazônia 2020 – A vez das Forças Especiais

(https://i.ibb.co/fYMk3v1/Salto-Precursores-0.jpg)

Citar
A Operação Amazônia é um exercício de campanha que simula uma ação de Guerra, onde um país fictício, o País Azul, fará uma ofensiva para reconquistar uma parte de seu território que foi invadido pelo país Vermelho. Nesse tipo de operação as tropas de operações especiais desempenham um papel fundamental, e nesse exercício não foi diferente.

A retomada do território invadido prevê a atuação coordenada de diferentes tropas, entre elas uma paraquedistas, que saltam atrás das linhas inimigas, em uma complexa manobra que, para ser executada, deve ser precedida por um reconhecimento profundo, por tropa especializada, que escolhera a área de salto da tropa e fará seu correto balizamento.

Essa tropa em questão seriam os Precursores (Prec) da Brigada de Infantaria Pára-quedista (Bda Inf Pqdt), porem para que realizem sua função é necessário um apoio em solo, de pessoas que conhecem a região da ação, e aí entram as tropas especiais do Comando de Operações Especiais (C Op Esp).

Operações Irregulares

No contexto da operação, tropas de Comandos são infiltradas com bastante antecedência na região a ser reconquistadas, e coopta componentes da população local que são contra as tropas invasoras, e estes são organizados, instruídos e equipados, criando assim as chamadas forças de sustentação, cuja função é de prover uma rede logística e de informações necessárias para sustentar (daí seu nome) os destacamentos operacionais e de forças especiais em ação naquele local.

Dois elementos da força de sustentação, que no exercício de hoje eram militares da 3ª Companhia de Forças Especiais (3ª Cia FE), foram orientadas a definir e balizar uma zona de pouso, para uma operação de infiltração de precursores, efetuada no final da tarde, simulando um salto noturno, com a utilização de OVN.

Após a realização do salto, é estabelecido o contato e as forças de sustentação auxiliam na evasão dos precursores do local, direcionando para outra região, onde devem estabelecer e balizar uma outra zona de pouso, dessa vez para o salto da tropa paraquedista principal.

O exercício

No dia de hoje, 13 de setembro, as 16:30hs, decolou da Ala 8, base Aérea de Manaus, o C-105A Amazonas, FAB 2802, do 1º/9º GAv, o Esquadrão Arara, com um grupo de nove precursores, que efetuou o salto a 12.000 pés.

Na aeronave, alem da tropa, estavam o Gen Theóphilo, Comandante do Teatro de Operações Norte, Gen Omar, Comandante da Força Terrestre Componente, Gen Elder, Comandante da Bda Inf Pqdt.

A área escolhida para o salto foi uma pista de pouso, de 800 m, da Fazenda Santa Fé, em Iranduba (AM), a cerca de 110 km de Manaus, e foi concluída com êxito.

“Foi a infiltração de uma equipe Prec e agora eles serão guiados até a região da zona de lançamento da tropa principal da Brigada”, disse o tenente-coronel Celso, comandante da 3ª Cia FE, que estava coordenando a operação em solo.

 :arrow:  https://tecnodefesa.com.br/operacao-amazonia-2020-a-vez-das-forcas-especiais/

(https://i.ibb.co/CnK4FTn/Salto-Precursores-1-scaled.jpg)

(https://i.ibb.co/9NnsjRz/Salto-Precursores-2-scaled.jpg)

(https://i.ibb.co/n0NHSMs/Salto-Precursores-3-scaled.jpg)

(https://i.ibb.co/1dTVpGj/Salto-Precursores-9-scaled.jpg)

(https://i.ibb.co/NV6h7gY/Salto-Precursores-7-scaled.jpg)

(https://i.ibb.co/YhXw0sG/Salto-Precursores-10-scaled.jpg)

(https://i.ibb.co/hcyZRsr/Salto-Precursores-11-scaled.jpg)

(https://i.ibb.co/gt9FHQB/Salto-Precursores-12-scaled.jpg)

(https://i.ibb.co/HBcHq8F/Salto-Precursores-13-scaled.jpg)

(https://i.ibb.co/YQRxrDf/Salto-Precursores-19-scaled.jpg)

(https://i.ibb.co/BKVG9vq/Salto-Precursores-15-scaled.jpg)

(https://i.ibb.co/SxqNvTR/Salto-Precursores-17-scaled.jpg)

(https://i.ibb.co/SX1mPgG/Salto-Precursores-20-scaled.jpg)

(https://i.ibb.co/txHTV7g/Salto-Precursores-21-scaled.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Setembro 15, 2020, 12:44:04 am
12ª Brigada de Infantaria Leve: assalto aeromóvel

(https://i.ibb.co/LZNJPfT/119059538-118423989816722-5661454402424564803-n.jpg)

Citar
Caçapava (SP) – Nos dias 08, 09 e 10 de setembro,  com emprego da Aviação do Exército,  a Força-Tarefa (FT) Ipiranga, Força de Prontidão (FORPRON) da 12°  Bda Inf L (Amv), realizou o seu adestramento final com as três Subunidades de Força Ação Estratégica (SUFAE) que compõem  a FT.

Durante o exercício, foram realizados adestramentos em assalto aeromóvel e contra-ataque para restabelecimento de cabeça de ponte aeromóvel, em um quadro de Defesa Externa.

A Atividade permitiu aos militares envolvidos o treinamento em técnicas de operações aeromóveis, infiltração noturna, progressão no terreno, bem como possibilitou o aprimoramento das capacidades comando e controle da FT.

O adestramento constituiu-se em mais uma etapa do preparo da FT Ipiranga para sua certificação como Força de Prontidão do Exército Brasileiro, podendo ser acionada para o emprego real em qualquer parte do território nacional, em uma hipótese de Defesa Externa.

 :arrow:  http://www.bdaamv.eb.mil.br/index.php/component/content/article?id=712

(https://i.ibb.co/PCczprn/8.jpg)

(https://i.ibb.co/7rdCVxR/9.jpg)

(https://i.ibb.co/pZkXFzM/10.jpg)

(https://i.ibb.co/tzyj8pv/11.jpg)

(https://i.ibb.co/frqjzMX/12.jpg)

(https://i.ibb.co/5BYm8PP/13.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Setembro 15, 2020, 10:14:10 pm
Subunidade Culminating: Apronto Operacional

(https://i.ibb.co/SdfZtv4/BAIXA008.jpg)

Citar
Subunidade Culminating reúne pessoal e equipamentos que serão empregados na Operação Arroio VII, em Resende

Rio de Janeiro (RJ) - No dia 14 de setembro, militares que compõem a Subunidade Culminating (SU Culminating) e integrantes do Centro de Adestramento Leste (CA-Leste) participaram, nas dependências do 25º Batalhão de Infantaria Pára-quedista (25º BI Pqdt), de uma solenidade que tinha a finalidade de apresentar os equipamentos que serão utilizados na Operação Arroio VII, na Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN), em Resende.

Os militares da SU Culminating, anteriormente preparados em um ambiente virtual, realizarão um treinamento real, ao longo de duas semanas, no Campo de Instrução da AMAN. Os equipamentos, que incluía Lasers Multifuncionais MIPIM (Mini Integrated Pointing Illumination Module) instalados nas armas, Óculos de Visão Noturna (OVNs), Fuzis de Assalto 5,56 - Imbel A2, Metralhadoras Mini Mitrailleuse (Mtr MINIMI) e Lança-Rojões AT4, foram verificados por Observadores e Controladores do Adestramento (OCAs), capacitados e coordenados pelo CA-Leste.

Destaca-se que o Exercício no Terreno será de dupla ação, ou seja, a Tropa Adestrada enfrentará uma Força Oponente do CA-Leste, ambos equipados com o Dispositivo de Simulação de Engajamento Tático (DSET). Todos os combates contarão com OCAs, trazendo maior realismo e efetividade no treinamento. Além disso, todas as funções de combate serão executadas e avaliadas.

A Subunidade Culminating embarcará, no dia 15 de setembro, em uma aeronave militar na Base Aérea dos Afonsos e realizará o assalto aeroterrestre na Região Sul Fluminense do Rio de Janeiro.

O exercício bilateral entre o Exército Brasileiro e o United States Army será concretizado em fevereiro de 2021 no Joint Readiness Training Center, em Fort Polk, Estados Unidos. Essa ação é um intercâmbio entre o Brasil e os Estados Unidos da América e finaliza o Plano Conjunto de atividades realizadas ao longo de cinco anos.Rio de Janeiro (RJ) - No dia 14 de setembro, militares que compõem a Subunidade Culminating (SU Culminating) e integrantes do Centro de Adestramento Leste (CA-Leste) participaram, nas dependências do 25º Batalhão de Infantaria Pára-quedista (25º BI Pqdt), de uma solenidade que tinha a finalidade de apresentar os equipamentos que serão utilizados na Operação Arroio VII, na Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN), em Resende.

Os militares da SU Culminating, anteriormente preparados em um ambiente virtual, realizarão um treinamento real, ao longo de duas semanas, no Campo de Instrução da AMAN. Os equipamentos, que incluía Lasers Multifuncionais MIPIM (Mini Integrated Pointing Illumination Module) instalados nas armas, Óculos de Visão Noturna (OVNs), Fuzis de Assalto 5,56 - Imbel A2, Metralhadoras Mini Mitrailleuse (Mtr MINIMI) e Lança-Rojões AT4, foram verificados por Observadores e Controladores do Adestramento (OCAs), capacitados e coordenados pelo CA-Leste.

Destaca-se que o Exercício no Terreno será de dupla ação, ou seja, a Tropa Adestrada enfrentará uma Força Oponente do CA-Leste, ambos equipados com o Dispositivo de Simulação de Engajamento Tático (DSET). Todos os combates contarão com OCAs, trazendo maior realismo e efetividade no treinamento. Além disso, todas as funções de combate serão executadas e avaliadas.

A Subunidade Culminating embarcará, no dia 15 de setembro, em uma aeronave militar na Base Aérea dos Afonsos e realizará o assalto aeroterrestre na Região Sul Fluminense do Rio de Janeiro.

O exercício bilateral entre o Exército Brasileiro e o United States Army será concretizado em fevereiro de 2021 no Joint Readiness Training Center, em Fort Polk, Estados Unidos. Essa ação é um intercâmbio entre o Brasil e os Estados Unidos da América e finaliza o Plano Conjunto de atividades realizadas ao longo de cinco anos.Rio de Janeiro (RJ) - No dia 14 de setembro, militares que compõem a Subunidade Culminating (SU Culminating) e integrantes do Centro de Adestramento Leste (CA-Leste) participaram, nas dependências do 25º Batalhão de Infantaria Pára-quedista (25º BI Pqdt), de uma solenidade que tinha a finalidade de apresentar os equipamentos que serão utilizados na Operação Arroio VII, na Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN), em Resende.

Os militares da SU Culminating, anteriormente preparados em um ambiente virtual, realizarão um treinamento real, ao longo de duas semanas, no Campo de Instrução da AMAN. Os equipamentos, que incluía Lasers Multifuncionais MIPIM (Mini Integrated Pointing Illumination Module) instalados nas armas, Óculos de Visão Noturna (OVNs), Fuzis de Assalto 5,56 - Imbel A2, Metralhadoras Mini Mitrailleuse (Mtr MINIMI) e Lança-Rojões AT4, foram verificados por Observadores e Controladores do Adestramento (OCAs), capacitados e coordenados pelo CA-Leste.

Destaca-se que o Exercício no Terreno será de dupla ação, ou seja, a Tropa Adestrada enfrentará uma Força Oponente do CA-Leste, ambos equipados com o Dispositivo de Simulação de Engajamento Tático (DSET). Todos os combates contarão com OCAs, trazendo maior realismo e efetividade no treinamento. Além disso, todas as funções de combate serão executadas e avaliadas.

A Subunidade Culminating embarcará, no dia 15 de setembro, em uma aeronave militar na Base Aérea dos Afonsos e realizará o assalto aeroterrestre na Região Sul Fluminense do Rio de Janeiro.

O exercício bilateral entre o Exército Brasileiro e o United States Army será concretizado em fevereiro de 2021 no Joint Readiness Training Center, em Fort Polk, Estados Unidos. Essa ação é um intercâmbio entre o Brasil e os Estados Unidos da América e finaliza o Plano Conjunto de atividades realizadas ao longo de cinco anos.

 :arrow:  http://www.cml.eb.mil.br/ultimas-noticias/2290-apronto-operacional.html

(https://i.ibb.co/x2h1FQH/BAIXA002.jpg)

(https://i.ibb.co/McxmXpj/BAIXA003.jpg)

(https://i.ibb.co/74KjQ77/BAIXA004.jpg)

(https://i.ibb.co/mygJJ5m/BAIXA005.jpg)

(https://i.ibb.co/XW4L6cC/BAIXA006.jpg)

(https://i.ibb.co/kB845yH/BAIXA007.jpg)

(https://i.ibb.co/P5DbBzd/BAIXA001.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Setembro 16, 2020, 01:37:52 am
Operação Amazônia 2020 – Os Astros abrem fogo

(https://i.ibb.co/dp7dn2M/ASTROS-0-marca.png)

Citar
No dia de hoje, 15 de setembro, em uma fazenda localizada no km 61 da Rodovia AM-010, no município de Rio Preto da Eva (AM), próximo à Base de Instrução Nº 2 (BI/2) do Centro de Instrução de Guerra na Selva (CIGS), foram efetuados os primeiros disparos de foguetes do sistema de artilharia Astros no Comando Militar da Amazônia (CMA).

A Operação Amazônia é um exercício regular do CMA, responsável pela chamada Amazônia Ocidental, que engloba os Estados do Acre, Amazonas, Rondônia e Roraima, e cuja primeira ocorreu em 2002, sendo esta sua 14ª edição. O grande diferencial da Amazônia 2020 é a presença inédita da bateria de lançadores de foguetes de saturação do Sistema Astros 2020, desenvolvido pela empresa Avibras Aeroespacial e a mais poderosa arma dissuasória do Exército Brasileiro.

A bateria presente no exercício pertence ao 6º Grupo de Mísseis e Foguetes (6º GMF), de Formosa (GO), subordinada ao Comando de Artilharia do Exército (Cmdo Art Ex), e sua composição é de duas viaturas lançadoras (AV-LMU), uma renunciadora (AV-RMD), uma de estação de comando e controle (AV-PCC) e uma de estação meteorológica (AV-MET), sendo todas do padrão MK6 do Programa Astros 2020.

O primeiro disparo desse sistema ocorreu com um foguete SS-40, de 180 mm, as 09:34hs, seguido de uma salva de três, esvaziando um dos quatro contêineres deste. Em seguida, o segundo lançador, efetuou um disparo de um foguete SS-30, de 127 mm, seguido de uma salva de quinze foguetes, esvaziando dois contêineres, uma quantidade rara de se ver em um exercício.

Os tiros foram realizados na presença de varias autoridades civis e militares, com destaque para o Ministro da Defesa Fernando Azevedo e Silva, e uma delegação de militares do Exército dos Estados Unidos da América.

De acordo com o tenente-coronel Jean Lawand Junior, comandante do 6º GMF, “a importância da presença do Sistema Astros na Amazônia é demonstrar a capacidade que o Exército tem de empregar esse poderoso elemento de dissuasão em qualquer lugar do território brasileiro”, e completou “com essa operação podemos testar e aperfeiçoar sua doutrina de emprego em um ambiente tão complexo”.

A logística do transporte da bateria foi um grande desafio a ser superado, pois as viaturas saíram de sua base, em Formosa (GO), no dia 08 de agosto, trafegaram cerca de 2.000 km por rodovias até Belém (PA), onde chegaram dia 12, partindo dia 17 para Manaus (AM), enfrentando mais 1.600 km em balsas fluviais, chegando ao seu destino final no dia 03 de setembro. E tudo isso com o apoio de diversas organizações militares e da empresa Avibras, que está garantindo a manutenção do sistema durante todo o exercício.

Os mísseis antiaéreos tem sua vez

Após as salvas do Sistema Astros, o 12º Grupo de Artilharia Antiaérea de Selva (12º GAAAe), de Manaus (AM), efetuou disparos dos mísseis antiaéreos 9K338 Igla-S e RBS 70 Mk.2, com o apoio de um radar SABER M60, em um alvo aéreo Big Field.

O primeiro foi o Igla-S, que errou o alvo, mas, em segunda passagem do alvo aéreo, este foi facilmente abatido pelo RBS 70.

Esse foi o segundo disparo real do míssil antiaéreo RBS 70 Mk.2 12º GAAAe, comprovando 100% de acerto até o momento.

 :arrow:   https://tecnodefesa.com.br/operacao-amazonia-2020-os-astros-abrem-fogo/

(https://i.ibb.co/f8fMD9t/ASTROS-1-marca.png)

(https://i.ibb.co/2vskJYC/ASTROS-2-marca.png)

(https://i.ibb.co/PtgNCZQ/ASTROS-3-marca.png)

(https://i.ibb.co/n6x5Xws/ASTROS-5-marca-1536x1020.png)

(https://i.ibb.co/X2TrG7V/Missil-0-1536x1020.jpg)

(https://i.ibb.co/VjF9ZQc/missil-1-marca.png)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Setembro 17, 2020, 02:36:25 am
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Setembro 17, 2020, 06:14:55 pm
Subunidade Culminating: 1º objetivo conquistado

(https://i.ibb.co/PGZfkmG/BAIXA005.jpg)

Citar
Cabeça de Ponte é estabelecida após salto realizado por paraquedistas, em Resende

Resende (RJ) - A Subunidade Culminating, originada da Brigada de Infantaria Pára-quedista (Bda Inf Pqdt), estabeleceu, na madrugada de 16 de setembro, uma Cabeça de Ponte no Campo de Instrução da Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN). Essa foi a primeira missão imposta aos militares que integram o Exercício no Terreno, denominado "Operação Arroio VII", que ocorre entre os dias 14 e 28 de setembro na região do Vale do Rio Paraíba.

A missão iniciou-se com um Assalto Aeroterrestre que colocou a Subunidade Culminating na retaguarda da Força Oponente (ForOp). As aeronaves da Força Aérea Brasileira realizaram o deslocamento da Base Aérea dos Afonsos até a Zona de Lançamento (ZL) "Nova Dutra", no distrito de Bulhões. Após a reorganização, a tropa paraquedista, equipada com Dispositivos de Engajamento Tático (DSET) e acompanhada por Observadores e Controladores de Adestramento (OCAs), realizou uma Marcha para o Combate, no período noturno, até região próxima aos objetivos que seriam, posteriormente, conquistados.

Durante o ataque, a Subunidade Culminating enfrentou a ForOp, composta por integrantes do Centro de Adestramento-Leste (CA-Leste), que ocupava posição defensiva. Destaca-se que todo o ataque foi realizado com a utilização de meios optrônicos, como Óculos de Visão Noturna (OVN).

A atividade, que conta com a colaboração do CA-Leste, visa a preparação para o exercício bilateral entre o Exército Brasileiro e o Exército dos Estados Unidos da América que será concretizado em fevereiro de 2021 no Joint Readiness Training Center, em Fort Polk, Estados Unidos. Essa ação é um intercâmbio entre o Brasil e os Estados Unidos da América e finaliza o Plano Conjunto de atividades realizadas ao longo de cinco anos.

Seguem algumas definições, segundo o Glossário das Forças Armadas:

Assalto Aeroterrestre - Missão aérea destinada a executar a introdução de forças paraquedistas e seus equipamentos, prioritariamente, por lançamento e, eventualmente, por meio de pouso, com a finalidade de conquistar uma região no terreno de significativa importância para o cumprimento da missão das forças de superfície.

Cabeça de Ponte - Área ou posição, na margem inimiga de um curso de água obstáculo, que uma força conquista na ofensiva ou mantém na defensiva, a fim de assegurar as melhores condições para o prosseguimento das próprias operações ou para operações de outra força.

 :arrow:  http://www.cml.eb.mil.br/ultimas-noticias/2294-subunidade-culminating-1%C2%BA-objetivo-conquistado.html

(https://i.ibb.co/vcB4Qzj/BAIXA002.jpg)

(https://i.ibb.co/Dgw2R3b/BAIXA003.jpg)

(https://i.ibb.co/1nJphbZ/BAIXA007.jpg)

(https://i.ibb.co/rQX7p4p/reduz01.jpg)

(https://i.ibb.co/THHt2b9/reduz.jpg)

(https://i.ibb.co/q9gkKjt/REDUZIDAS0005.jpg)

(https://i.ibb.co/PMFjz59/REDUZIDAS0002.jpg)

(https://i.ibb.co/89QrkWM/REDUZIDAS0008.jpg)

(https://i.ibb.co/Ry5Rkdc/REDUZIDAS0001.jpg)

(https://i.ibb.co/KhkYcxM/REDUZIDAS0011.jpg)

(https://i.ibb.co/gWCKLb0/NOTURNO.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Setembro 17, 2020, 06:24:38 pm
Pela primeira vez, Artilharia do Exército dispara com o Sistema ASTROS em ambiente operacional amazônico

(https://i.ibb.co/gRzV0S0/article-5.jpg)

Citar
Manaus (AM) – No dia 15 de setembro, o 6º Grupo de Mísseis e Foguetes (6º GMF), sediado em Formosa (GO), realizou duas missões de tiro real, com o objetivo de neutralizar uma base do exército oponente. Foi o primeiro tiro com o sistema de lançadores múltiplos ASTROS em ambiente amazônico. O exercício militar é parte da Operação Amazônia, uma simulação de guerra em ambiente de selva. Além do ASTROS, a missão de tiro real envolveu disparos dos mísseis antiaéreos RBS-70 e IGLA-S.

Considerado o maior exercício de adestramento militar realizado na região, a operação reúne 3.600 integrantes de seis Comandos Militares de Área. O disparo do ASTROS ocorreu numa base do Centro de Instrução de Guerra na Selva (CIGS), no quilômetro 61, às margens da AM-010, que liga Manaus ao município de Rio Preto da Eva (AM).

O desafio das missões de tiro começou antes mesmo da própria execução. De Goiás a Belém, de Belém a Manaus, percorrendo mais de 3.600 quilômetros, o 6º GMF deslocou o efetivo por uma distância quase como de Paris (França) a Moscou (Rússia). "Fazer o deslocamento estratégico, fazer essa concentração aqui é muito importante para  dominarmos certos dados médios de planejamento, para  fazermos a coisa certa quando preciso for", disse o General de Brigada Valério Luiz Lange, Comandante da Artilharia do Exército Brasileiro.

Acompanharam o exercício militar o Ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva; o Comandante do Exército, General de Exército Edson Leal Pujol; e o Comandante Militar da Amazônia, General de Exército Estevam Cals Theophilo Gaspar de Oliveira. "Realmente, fiquei impressionado com a concentração estratégica dos meios, particularmente do Exército Brasileiro, que cerraram para a Amazônia para essa operação, o que já é um exercício muito bom", ressaltou o Ministro da Defesa.

"A presença do ASTROS aqui na Amazônia simboliza que as Forças Armadas e que o Exército Brasileiro são capazes de estar presentes em todo o território nacional e em condições de defender a nossa democracia, a nossa soberania e as nossas fronteiras", destacou o Comandante do Exército.

Potencial de fogo

O Astros 2020 é um sistema para a saturação de área, com o objetivo de lançar grande quantidade de fogos em um curto espaço de tempo. Os foguetes são de grande profundidade, com um tiro de rigoroso controle de precisão e inteligência. É uma arma eficiente e precisa, com munição de altíssima capacidade de destruição.

Os foguetes têm a capacidade de destruir uma área de 16 km² e o seu alcance varia entre 30 e 80 km. A tecnologia do ASTROS é toda de fabricação nacional. A empresa Avibras desenvolve esse sistema desde a década de 1980 e já trabalha num foguete com alcance de 300 km.

Os mísseis IGLA-S são considerados de curto alcance. Podem ser operados por um único homem e possuem alcance de seis quilômetros e altitude máxima de 3.500 metros.

Já o RBS-70 é um míssil de superfície, portátil, que pesa 15 quilogramas e que tem a finalidade de suprir as necessidades de defesa antiaérea à baixa altitude.

Fonte: ECAM/CMA

(https://i.ibb.co/T27xqZn/article-1.jpg)

(https://i.ibb.co/Y8LXgx2/article-2.jpg)

(https://i.ibb.co/jRy7tQ4/article-3.jpg)

(https://i.ibb.co/42LKGQG/03-Astros-2020.jpg)

(https://i.ibb.co/gRzV0S0/article-5.jpg)

(https://i.ibb.co/QvkNZdv/article-6.jpg)

(https://i.ibb.co/s2JWyLm/article-7.jpg)

(https://i.ibb.co/XYRPXrg/article-8.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Setembro 20, 2020, 11:07:24 pm
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Setembro 21, 2020, 07:17:30 pm
Em adestramento de Salto Livre Operacional militares trabalham interoperabilidade

(https://i.ibb.co/34N42Jh/d63670ed-8960-4fd9-8334-9783054b0506.jpg)

Citar
Goiânia (GO), 19/09/2020 - Estar em condições para defender a Pátria é uma das funções das Forças Armadas. Por essa razão, os militares da Marinha, do Exército e da Aeronáutica estão em constante treinamento, de modo a garantir a segurança da república, dos cidadãos e a ordem constitucional vigente diante de ameaça externa. Nesse contexto, o Comando de Operações Especiais (Copesp) sedia, entre 14 e 25 de setembro, o Adestramento Conjunto de Salto Livre Operacional para tropas de operações especiais.

O exercício é caracterizado pela interoperabilidade, atuação conjunta das três Forças. Ao todo, 75 militares participam do treinamento, que é dividido em duas fases: doutrinária e prática. O Comandante do Esquadrão Aeroterrestre de Salvamento (Parasar), Tenente-Coronel I.C, enfatiza que esse tipo de capacitação certifica a prontidão do País para empregar suas tropas, caso necessário, e fala da importância do trabalho conjunto. “O treinamento tem como objetivo a troca de conhecimento entre as equipes. As expectativas são as melhores. Em cada salto, agregamos conhecimento e trocamos experiências, tanto na parte de planejamento quanto na execução do lançamento propriamente dito”, afirma.

Para saltar, o paraquedista porta mochila, fuzil, capacete, óculos, equipamento de comunicação de rádio, paraquedas principal e reserva, além do cilindro de oxigênio. Devidamente equipados, ingressam na Aeronave Hércules C130 da Aeronáutica, sentam em lugares previamente determinados e conectam seu cilindro à mangueira do console de oxigênio, pois, devido à altitude, o gás pode ser escasso. A cada dia de treinamento, é praticada uma modalidade: salto em baixa ou alta altitude, a depender do determinado para o dia.

O Comandante do Grupamento de Mergulhadores de Combate (GRUMEC), Capitão de Fragata E.M, explica que o Salto Livre Operacional requer treinamento e atualizações constantes. Para ele, a interação entre integrantes das três Forças enriquece cada militar em particular. “Esse treinamento proporciona a todos os Mergulhadores de Combate participantes que se atualizem, troquem experiências com militares de outras Forças Armadas, conheçam táticas, técnicas e procedimentos novos e depurem suas habilidades individuais”, enfatizou.

Compõem a missão, por parte do Exército, militares do grupo de Operadores Especiais do 1º Batalhão de Forças Especiais, do Batalhão de Ação e Comandos, da Companhia de Precursores Paraquedistas e do Batalhão de Dobragem, Manutenção de Paraquedas e Suprimentos pelo ar (Dompsa). Da Marinha, as equipes do Grupamento de Mergulhadores de Combate (GRUMEC) e Batalhão de Operações Especiais de Fuzileiros Navais. Da Aeronáutica, profissionais do Esquadrão Aeroterrestre de Salvamento (Parasar).

O Adestramento de Salto Livre Operacional prepara os militares de elite das Forças Armadas, profissionais que atuam em operações de treinamento de excelência e armamento superior. O Coordenador da Subchefia de Operações Conjuntas do Ministério da Defesa (CHOC), Coronel Arnon Diniz, ressalta a importância desse trabalho para a Defesa do País. “O Adestramento contribui com os objetivos expressados pela Política Nacional de Defesa a serem alcançados, com vistas a assegurar a Defesa Nacional, que é conceituada como o conjunto de atitudes, medidas e ações do Estado para a defesa do Território Nacional, da soberania e dos interesses nacionais contra ameaças preponderantemente externas, potenciais ou manifestas”, afirmou.

Por Mariana Alvarenga
Fotos: 1º Ten Cabral/COPESP-EB

 :arrow:  https://www.gov.br/defesa/pt-br/assuntos/noticias/em-adestramento-de-salto-livre-operacional-militares-trabalham-interoperabilidade

(https://i.ibb.co/cYQQ0yD/2f856853-4210-49e5-b48f-aa433dfc896b.jpg)

(https://i.ibb.co/fQzdmqT/8e3927c4-f3cb-4515-a71e-c3fcfe0ff824.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Setembro 21, 2020, 07:23:08 pm
Preparação de militares para salto em queda livre utiliza túnel de vento

(https://i.ibb.co/CnXr8fr/05a77c09-acc9-447c-8e7d-ee1316263e20.jpg)

Citar
Goiânia (GO), 21/09/2020 – O Salto em queda livre de um paraquedista militar requer treinamento constante. Uma forma de manter seu adestramento em dia é o uso de simuladores, outra modalidade utilizada no Adestramento Conjunto de Salto Livre Operacional para Forças Especiais, que acontece de 14 a 25 de setembro.

A preparação para a queda livre – momento entre a saída do paraquedista do avião e a abertura do paraquedas – é realizada na Seção de Simulador de Queda Livre (SSQL) pelo Túnel de Vento. É o chamado paraquedismo indoor. Em uma câmara de voo, os militares simulam as condições do vento nas altitudes previstas para um salto em queda livre. De acordo com o Chefe da Seção de Simulador de Voos, Capitão Antonio Pereira, esse instante pode chegar a até dois minutos, dependendo da altitude, que varia entre 18 e 25 mil pés.

(https://i.ibb.co/5BQT7vF/md-noticias-20200921-not01-f02.jpg)

Antes de ingressar na câmara de voo, os militares são equipados com macacão, óculos de proteção, capacete e protetor de ouvidos. Em seguida, recebem instruções de como proceder lá dentro e os posicionamentos que o voador deve executar para maior estabilização. “Se o voador ficar muito parado, o vento vai levá-lo para onde ele quiser. Por outro lado, se se mexer muito, o vento o joga de um lado para o outro. Então a orientação é fazer movimentos lentos e pensados”, explica o instrutor de voo, Sargento Paulo Geacomelli. O militar enfatiza que o mais importante é manter-se relaxado. “Quanto mais tranquilo, melhor. Ficar com o corpo tenso pode fazer doer a musculatura”, ressalta.

(https://i.ibb.co/h1V1FSn/md-noticias-20200921-not01-f03.jpg)

Devido ao forte barulho de vento, a comunicação entre instrutor e instruendo é realizada por meio de gestos previamente ensinados. De acordo com o Sargento Geacomelli, os dedos indicador e médio levantados em V significa que o voador deve esticar a perna, em movimentos lentos. Caso o voador não esteja se sentindo bem, a orientação é fazer o gesto de fechar o punho com o polegar para baixo. O Chefe da Seção de Simulador de Voos, Capitão Antonio Pereira, explica que o Túnel de Vento é composto por quatro motores na parte superior, com 300 cavalos de potência cada. “O Túnel suga o vento turbinado e o ergue para a câmara de voo, onde os paraquedistas têm a experiência. Na câmara, o vento pode atingir velocidade entre 0 e 300 quilômetros por hora. Nosso objetivo é fazer com que o militar faça uma queda estabilizada, em segurança e que, também, comande em segurança o seu paraquedas”, afirma.

Uma pessoa com cerca de 70 quilos voa com aproximadamente 72% do motor, cerca de 180 quilômetros por hora, a depender das condições climáticas. O treino durante uma hora na câmara de vento, realizado em períodos de dois minutos, equivale à execução de 100 saltos reais. “Com isso, economizamos os meios, tendo em vista que cada voo gera custos para a aeronave e para o paraquedas, que tem uma vida útil”, enfatiza o Capitão Pereira.

O Túnel de Vento tem uma cabine chamada mesa do controlador, onde um profissional gerencia a capacidade dos quatro motores que o fazem girar. A potência do vento é feita de acordo com o peso de cada voador. Para saber isso, ele fica em contato com o instrutor, que gesticula por sinais preestabelecidos. “Eu olho para o controlador e faço o gesto. Aí ele já vai saber a potência que eu quero do vento daquele paraquedista, porque cada um tem um peso diferente e voa em um vento diferente”, explica o Sargento Geacomelli.

A capacitação de cada militar paraquedista tem etapas, desde o básico, na qual ele aprende a se estabilizar no ar, até o salto armado equipado em grande altitude. Esse último é formado pelo salto com mochila, paraquedas, fuzil e capacete – todo o equipamento previsto para uma missão real. Para chegar nessa última fase, ele precisa ter obtido êxito em todas as fases propostas em um checklist, além dos instrutores comprovarem que está apto a ir para uma missão real.

Por Mariana Alvarenga
Fotos: Alexandre Manfrim

 :arrow:  https://www.gov.br/defesa/pt-br/assuntos/noticias/preparacao-de-militares-para-salto-em-queda-livre-utiliza-tunel-de-vento
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Setembro 22, 2020, 02:43:02 pm
Cabeça de Ponte Aérea é mantida durante treinamento na região do Vale Paraíba

(https://i.ibb.co/hXVdND1/Whats-App-Image-2020-09-21-at-1004232.jpg)

Citar
Resende (RJ) - Na 2ª fase do Exercício no Terreno "Operação Arroio VII", a Subunidade (SU) Culminating realizou a manutenção da Cabeça de Ponte Aérea dentro do território de posse do inimigo. Essa fase ocorreu de 16 a 19 de setembro no Campo de Instrução da Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN).

A Direção do Exercício (DIREx), formada pela Brigada de Infantaria Pára-quedista e pelo Centro de Adestramento Leste (CA Leste), impôs à Força Adestrada uma série de problemas militares simulados (PMS) que abordaram todas as funções de combate - Movimento e Manobra, Fogos, Proteção, Logística, Comando e Controle e Inteligência. Destaca-se que os PMS foram acionados de forma sucessiva e/ou simultânea, criando o máximo de realismo na atividade.

A DIREx realiza a coordenação geral do exercício, incluindo as atividades dos Observadores e Controladores de Adestramento (OCA) e da Força Oponente. Nesse treinamento as forças militares antagônicas se utilizam do Dispositivo de Simulação de Engajamento Tático (DSET), conferindo maior eficiência no adestramento.

A atividade visa a preparação para o exercício bilateral entre o Exército Brasileiro e o Exército dos Estados Unidos da América (US Army) que será concretizado em fevereiro de 2021 no Joint Readiness Training Center, em Fort Polk, Estados Unidos. Essa ação é um intercâmbio entre os dois países e finaliza o Plano Conjunto de atividades realizadas ao longo de cinco anos.

Fotos: Bda Inf Pqdt e CA-Leste.

(https://i.ibb.co/bPcJ2QL/Whats-App-Image-2020-09-21-at-1004234.jpg)

(https://i.ibb.co/xmt8PWg/Whats-App-Image-2020-09-21-at-1004242.jpg)

(https://i.ibb.co/cbyn3NR/Whats-App-Image-2020-09-21-at-1004241.jpg)

(https://i.ibb.co/QMNJry3/Whats-App-Image-2020-09-21-at-1004233.jpg)

(https://i.ibb.co/J7qrhxJ/Whats-App-Image-2020-09-21-at-100423.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Cabeça de Martelo em Setembro 24, 2020, 11:30:50 am
Preparação de militares para salto em queda livre utiliza túnel de vento

(https://i.ibb.co/CnXr8fr/05a77c09-acc9-447c-8e7d-ee1316263e20.jpg)

Citar
Goiânia (GO), 21/09/2020 – O Salto em queda livre de um paraquedista militar requer treinamento constante. Uma forma de manter seu adestramento em dia é o uso de simuladores, outra modalidade utilizada no Adestramento Conjunto de Salto Livre Operacional para Forças Especiais, que acontece de 14 a 25 de setembro.

Uma pessoa com cerca de 70 quilos voa com aproximadamente 72% do motor, cerca de 180 quilômetros por hora, a depender das condições climáticas. O treino durante uma hora na câmara de vento, realizado em períodos de dois minutos, equivale à execução de 100 saltos reais. “Com isso, economizamos os meios, tendo em vista que cada voo gera custos para a aeronave e para o paraquedas, que tem uma vida útil”, enfatiza o Capitão Pereira.

O Túnel de Vento tem uma cabine chamada mesa do controlador, onde um profissional gerencia a capacidade dos quatro motores que o fazem girar. A potência do vento é feita de acordo com o peso de cada voador. Para saber isso, ele fica em contato com o instrutor, que gesticula por sinais preestabelecidos. “Eu olho para o controlador e faço o gesto. Aí ele já vai saber a potência que eu quero do vento daquele paraquedista, porque cada um tem um peso diferente e voa em um vento diferente”, explica o Sargento Geacomelli.

A capacitação de cada militar paraquedista tem etapas, desde o básico, na qual ele aprende a se estabilizar no ar, até o salto armado equipado em grande altitude. Esse último é formado pelo salto com mochila, paraquedas, fuzil e capacete – todo o equipamento previsto para uma missão real. Para chegar nessa última fase, ele precisa ter obtido êxito em todas as fases propostas em um checklist, além dos instrutores comprovarem que está apto a ir para uma missão real.

Por Mariana Alvarenga
Fotos: Alexandre Manfrim

 :arrow:  https://www.gov.br/defesa/pt-br/assuntos/noticias/preparacao-de-militares-para-salto-em-queda-livre-utiliza-tunel-de-vento

Isto sim, seria uma excelente aquisição para o RPara!
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Setembro 24, 2020, 03:21:16 pm
Subunidade Culminating: 3ª e 4ª fase do Exercício no Terreno

(https://i.ibb.co/52vnB99/OPERAOREDUZIDAS-002.jpg)

Citar
São José do Barreiro (SP) - Na 3ª e 4ª fase do Exercício no Terreno denominado "Operação Arroio VII", a Subunidade (SU) Culminating realizou, no município de São José do Barreiro, no estado de São Paulo, uma infiltração aeromóvel e, posteriormente, uma ocupação e uma estabilização de localidade, além de efetivar a neutralização de Forças Oponentes dentro do território do próprio inimigo. Essas fases ocorreram de 19 a 23 de setembro.

A infiltração aeromóvel (3ª fase) contou com os helicópteros militares HM-1 (PANTERA) e HM-3 (COUGAR) que se deslocaram da Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN) até a orla de São José do Barreiro. Após a infiltração, a SU Culminating iniciou a ocupação da cidade, encontrando e neutralizando pontos de resistência da Força Oponente ao longo da investida.

Após conquistar os objetivos, a SU Culminating passou para a 4ª fase, caracterizada pela estabilização e desmilitarização de São José do Barreiro. Nesse período, a Direção do Exercício (DIREx), formada pela Brigada de Infantaria Pára-quedista e pelo Centro de Adestramento Leste (CA Leste), impôs à Força Adestrada uma série de Problemas Militares Simulados (PMS), como reuniões com lideranças locais e coletiva de imprensa. O Comandante da SU Culminating foi posto à prova, demonstrando desenvoltura tanto no trato com os participantes da reunião de lideranças e da coletiva de imprensa, quanto no idioma inglês.

Destaca-se que a Seção de Comunicação Social do Comando Militar do Leste, além de realizar in loco a divulgação institucional, realizou a assessoria de imprensa à SU Culminating, de modo a preparar melhor o seu Comandante às situações simuladas que por ventura possam ocorrer.

A atividade visa a preparação para o exercício bilateral entre o Exército Brasileiro e o Exército dos Estados Unidos da América (US Army) que será concretizado em fevereiro de 2021, no Joint Readiness Training Center, em Fort Polk, Estados Unidos. Essa ação é um intercâmbio entre os dois países e finaliza o Plano Conjunto de atividades realizadas ao longo de cinco anos.

 :arrow:  http://www.cml.eb.mil.br/ultimas-noticias/2303-subunidade-culminating-3.html

(https://i.ibb.co/DbRqK9n/OPERAOREDUZIDAS-001.jpg)

(https://i.ibb.co/N1s5zNC/OPERAOREDUZIDAS-006.jpg)

(https://i.ibb.co/gV9TY34/OPERAOREDUZIDAS-008.jpg)

(https://i.ibb.co/gT46Ftq/OPERAOREDUZIDAS-014.jpg)

(https://i.ibb.co/YbCbFvs/OPERAOREDUZIDAS-010.jpg)

(https://i.ibb.co/cTdWjfk/OPERAOREDUZIDAS-009.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Setembro 26, 2020, 11:40:19 pm
Adestramento do 34º Batalhão de Infantaria Mecanizado na Força de Prontidão

(https://i.ibb.co/wK04fRG/article-1.jpg)

Citar
Foz do Iguaçu (PR) – O 34º Batalhão de Infantaria Mecanizado (34º BIMec) realiza apronto operacional e adestramento com seus blindados Guaranis como parte da Força de Prontidão (FORPRON).

Fonte: 34º BI Mec

(https://i.ibb.co/TkCGcFM/article.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Setembro 28, 2020, 09:16:39 pm
Análise pós-ação finaliza as atividades do maior exercício do ano em ambiente operacional amazônico

(https://i.ibb.co/Z6RdJh9/article.jpg)

Citar
Manaus (AM) – No dia 24 de setembro, o Comandante do Teatro de Operações Norte, General de Exército Estevam Cals Theophilo Gaspar de Oliveira, encerrou a Operação Amazônia com uma análise pós-ação (APA), atividade crítica realizada com o objetivo de aprimorar a capacidade combativa do Comando Militar da Amazônia.

Após a concentração estratégica das tropas em Manaus, a Operação Amazônia ocorreu no período de 3 a 23 de setembro, com a participação de mais de 3.600 militares. A operação contou com tropas do Comando Militar da Amazônia (Amazonas, Rondônia, Roraima e Acre), do Comando Militar do Norte (Belém/PA), da 23ª Brigada de Infantaria de Selva (Marabá/PA), do Comando de Artilharia do Exército (Formosa/GO), do 18º Grupo de Artilharia de Campanha (Rondonópolis/MT), do Comando de Operações Especiais (Goiânia/GO) e da Brigada de Infantaria Pára-quedista (Rio de Janeiro/RJ).

Funções de combate como comando e controle, movimento e manobra, inteligência, fogos, logística e proteção foram empregadas na operação, contribuindo para a evolução da doutrina e para o adestramento das tropas envolvidas. A reversão das tropas prossegue até o dia 5 de outubro.

Fonte: CMA

(https://i.ibb.co/DphZRyy/article-1.jpg)

(https://i.ibb.co/8gj2N24/article-2.jpg)

(https://i.ibb.co/X54ZzdV/article-3.jpg)

(https://i.ibb.co/Zmsz0QC/article-4.jpg)

(https://i.ibb.co/MhBvW8K/article-5.jpg)

(https://i.ibb.co/CBWqptv/article-6.jpg)

(https://i.ibb.co/tPcg0L4/article-7.jpg)

(https://i.ibb.co/jWS3Kbv/article-8.jpg)

(https://i.ibb.co/LgHJv1Q/article-9.jpg)

(https://i.ibb.co/QNwh3MS/article-10.jpg)

(https://i.ibb.co/JKKkDvQ/article-11.jpg)

(https://i.ibb.co/3CphsfN/article-12.jpg)

(https://i.ibb.co/R268jJx/article-13.jpg)

(https://i.ibb.co/NCgG7gG/article-14.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Setembro 29, 2020, 10:52:43 pm
Subunidade Culminating: 5ª fase da Operação Arroio VII é executada com atividade de tiro real "Live Fire"

(https://i.ibb.co/094SxBq/26.jpg)

Citar
Resende (RJ) - Na 5ª fase do Exercício no Terreno denominado "Operação Arroio VII", a Subunidade (SU) Culminating, originada da Brigada de Infantaria Pára-quedista, executou, no Campo de Instrução da Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN), entre os dias 24 a 27 de setembro, a atividade de tiro real “Live Fire” nível subunidade.

A ação marcou o término de um período de 14 dias de atividades em campo e começou com o recebimento da missão, planejamento e emissão de ordens. Em seguida, a SU Culminating realizou os ensaios em seco e com festim, utilizando os Dispositivos de Simulação e Engajamento Tático (DSET), do ataque a uma posição defensiva inimiga. Tais ensaios visaram o preparo para a efetivação, no último dia, do tiro real, inserido num contexto tático e com todos os meios orgânicos da Companhia*.
 
O adestramento da Companhia Culminating conta com o apoio do Centro de Adestramento Leste (CA Leste). Todo esse treinamento, que tem sido executado ao longo desse período, representa um passo significativo para o aperfeiçoamento do preparo da Força Terrestre, uma vez que o conhecimento e a experiência adquiridos no preparo da SU Culminating contribuirão para os processos de certificação das tropas inseridas no Sistema de Prontidão Operacional da Força Terrestre (SISPRON), conduzido pela chefia do preparo da Força Terrestre do Comando de Operações Terrestres (COTER).

A próxima etapa será o Home Station Training. Esse ocorrerá em novembro e contará com a presença de militares do Joint Readiness Training Center (JRTC) que acompanharão o nível de adestramento da Companhia no final do processo do treinamento.

A atividade visa à preparação para o exercício bilateral entre o Exército Brasileiro e o Exército dos Estados Unidos da América (US Army) que será concretizado nos meses de janeiro e fevereiro de 2021, no JRTC em Fort Polk, nos Estados Unidos. Essa ação é um intercâmbio entre os dois países e finaliza o Plano Conjunto de atividades realizadas ao longo de cinco anos.

* Uma Companhia de Fuzileiros Paraquedistas é formada por 3 (três) Pelotões de Fuzileiros, 1 (um) Pelotão de Apoio e 1(uma) Seção de Comando.

Texto: 1º Ten Hosana / Fotos: Cb Francilaine

(https://i.ibb.co/SVfhwKw/3.jpg)

(https://i.ibb.co/3krvd0N/13.jpg)

(https://i.ibb.co/Y8RDmN4/14.jpg)

(https://i.ibb.co/F88LJ3p/15.jpg)

(https://i.ibb.co/y8bKTdc/17.jpg)

(https://i.ibb.co/WFLGNnx/20.jpg)

(https://i.ibb.co/M1vw4QQ/23.jpg)

(https://i.ibb.co/5sFv2qc/8.jpg)

(https://i.ibb.co/Qmw6v8R/5.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Outubro 11, 2020, 09:50:28 pm
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Outubro 11, 2020, 09:51:09 pm
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Outubro 14, 2020, 02:00:45 pm
Após três meses de preparação, Força-Tarefa Ipiranga obtém certificação no Sistema de Prontidão do Exército

(https://i.ibb.co/Kxh5Zk9/article.jpg)

Citar
Caçapava (SP) – No período de 5 a 7 de outubro, a Força-Tarefa Ipiranga, Força de Prontidão da Brigada Aeromóvel (FORPRON Amv), realizou as atividades operacionais relativas à sua certificação no Sistema de Prontidão do Exército. Após 3 meses de preparação, a 12ª Brigada de Infantaria Leve (Amv), órgão certificador, sob a orientação do Comando Militar do Sudeste, organizou e conduziu o exercício de campanha para avaliar o grau de operacionalidade da FT Ipiranga.

Primeiramente, a FORPRON Amv executou seu apronto operacional com 736 militares, ficando em condições de iniciar o exercício de campanha. Em seguida, dando início à atividade, o Pelotão de Reconhecimento da FT Ipiranga realizou uma infiltração tática, com emprego de aeronaves do Comando de Aviação do Exército, a fim de reconhecer o terreno e guiar o desembarque noturno das tropas da FT para o assalto aeromóvel.

Já na parte da noite, ocorreu o movimento aéreo das 3 subunidades da Força de Ação Estratégica (SUFAE) para a realização do assalto aeromóvel da FT Ipiranga, visando conquistar uma região vital para o êxito do planejamento executado pelo escalão superior. Esta atividade, denominada simulação viva, foi realizada em área rural nos arredores de Caçapava (SP), onde a força adestrada combateu uma força oponente, sendo arbitrada por observadores e controladores do Centro de Adestramento - Leste (CA - Leste), com o auxílio do Dispositivo de Simulação de Engajamento Tático (DSET).

Fonte: 6º BIL

(https://i.ibb.co/hdZ3C69/article-1.jpg)

(https://i.ibb.co/k4FY1kG/article-2.jpg)

(https://i.ibb.co/N7YXk5m/article-3.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Outubro 14, 2020, 02:52:20 pm
4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada é certificada como Força de Prontidão

(https://i.ibb.co/RHDZXSS/Whats-App-Image-2020-10-05-at-18-01-10-13.jpg)

Citar
Entre os dias 14 de setembro e 09 de outubro, o Centro de Adestramento-Sul (CA-Sul) apoiou o Comando Militar do Oeste (CMO) na Certificação da 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada (4ª Bda C Mec) como Força de Prontidão (FORPRON) da Força Terrestre.

A Certificação, que é a 2ª fase do Ciclo de Prontidão, abrangeu as três modalidades de simulação (Construtiva, Virtual e Viva), dentro de um mesmo tema tático.

Para o início da Simulação Construtiva, foi realizado nas instalações do CA-Sul, entre os dias 21 e 23 de setembro, o treinamento dos Operadores e Controladores das Unidades que foram empregadas como peças de manobra no Jogo de Guerra.

A Simulação Virtual/Viva foi conduzida em três fases:

1ª Fase – Treinamento Militar à Distância (TMAD): realizado nas Organizações Militares (OM) participantes, entre os dias 14 e 25 de setembro, para revisão de Técnicas, Táticas e Procedimentos (TTP) necessários ao exercício e adaptação ao VBS3, software utilizado na simulação virtual, e aos Dispositivos de Simulação de Engajamento Tático (DSET);

2ª Fase – Simulação Virtual: com quatro Subunidades (SU), de forma presencial e sucessivas, empregando o VBS3, nas instalações do 17º Regimento de Cavalaria Mecanizado (17º RC Mec) entre os dias 21 e 30 de setembro;

3ª Fase – Simulação Viva: entre os dias 04 e 09 de outubro nos municípios de Dourados, Fátima do Sul, Caarapó, Laguna Caarapã e Ponta Porã, todos no Mato Grosso do Sul, exercício no terreno para as SU certificadas, utilizando os DSET e os Observadores e Controladores de Adestramento (OCA) capacitados pelo CA-SUL.

Para a validação da Certificação, o CA-Sul empregou Cadernetas de Certificação contendo as Fichas de Observação (“baremas”), acerca de Trabalho de Comando e Estado-Maior, de trabalho de comando de SU e escalões inferiores e dos objetivos de adestramento para as SU, a fim de balizar a avaliação do exercício.

 :arrow:  https://tecnodefesa.com.br/4a-brigada-de-cavalaria-mecanizada-e-certificada-como-forca-de-prontidao/

(https://i.ibb.co/D5DTqJc/Whats-App-Image-2020-10-05-at-18-01-10-1.jpg)

(https://i.ibb.co/Pj55yfF/Whats-App-Image-2020-10-05-at-18-01-10-2.jpg)

(https://i.ibb.co/5Tgr82R/Whats-App-Image-2020-10-05-at-18-01-10-3.jpg)

(https://i.ibb.co/Jy1fxh5/Whats-App-Image-2020-10-05-at-18-01-10-6.jpg)

(https://i.ibb.co/YbN9M3k/Whats-App-Image-2020-10-05-at-18-01-10-4.jpg)

(https://i.ibb.co/xMZFFS6/Whats-App-Image-2020-10-05-at-18-01-10-7.jpg)

(https://i.ibb.co/87vzxRD/Whats-App-Image-2020-10-05-at-18-01-10-9.jpg)

(https://i.ibb.co/Vj1cwfy/Whats-App-Image-2020-10-05-at-18-01-10-10.jpg)

(https://i.ibb.co/Qm3wvxF/Whats-App-Image-2020-10-05-at-18-01-10-15.jpg)

(https://i.ibb.co/CW0rjGx/Whats-App-Image-2020-10-05-at-18-01-10-11.jpg)

(https://i.ibb.co/n6Z91jv/Whats-App-Image-2020-10-05-at-18-01-10-12.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Outubro 15, 2020, 07:37:07 pm
Operação Amazônia mostra capacidade de atuação do Exército

(https://i.ibb.co/XyST67D/Internet-20201014-190722-3.jpg)

Citar
Brasília (DF) – O mês de setembro foi marcado por um grande exercício militar realizado na Região Norte do país: a Operação Amazônia. Foram mais de 3.600 militares do Exército Brasileiro provenientes de diferentes áreas do território nacional. A simulação de guerra e o adestramento de tropas fazem parte da missão da instituição que, ao longo de sua história, tem aprimorado seus treinamentos, a fim de manter homens e mulheres preparados e capacitados para atuarem em defesa da Pátria.

Missão do Exército e Amazônia

A fim de contribuir para o cumprimento da missão constitucional das Forças Armadas, de defender a Pátria e garantir a soberania nacional, é necessário que o Exército se mantenha permanentemente capacitado a operar junto à Marinha e à Força Aérea nos mais distintos cenários. Sendo a Amazônia uma das prioridades da Defesa Nacional, o exercício, reunindo os meios existentes no Comando Militar da Amazônia e recebendo o apoio de elementos aeroterrestres, aeromóveis, da Artilharia, do Sistema Astros e de uma série de sistemas de combate, foi uma excelente oportunidade para aferir o grau de operacionalidade alcançado.

Recursos empregados e benefícios alcançados

Realizado dentro da previsão orçamentária destinada ao preparo da Força Terrestre, o exercício permitiu treinar 3.600 profissionais em ambiente de selva e atestar as capacidades logísticas e operacionais da Força Terrestre, além de contribuir para a evolução da doutrina de Defesa do País. Um ganho imensurável! Os equipamentos mais modernos foram reunidos na região, colocando à prova a capacidade logística de concentração desses meios. Um exercício que proporcionou o trabalho conjunto de diferentes tropas: selva, paraquedista, aviação, artilharia, operações especiais, saúde e logística. Além dos aspectos operacionais, o exercício contribuiu com a população do interior do Amazonas com atividades cívico-sociais, atendimentos médicos, distribuição de medicamentos, palestras educativas, distribuição de materiais informativos de prevenção à COVID-19 e de preservação ambiental.

Cabe destacar que, quando o benefício é a defesa da Pátria, recursos empregados são investimento em paz social e desenvolvimento.

Participação da imprensa

Além do efetivo militar empregado, um grupo de profissionais da mídia especializada, da mídia regional e de estudantes de jornalismo participou do Estágio de Correspondente de Assuntos Militares (ECAM). Eles puderam acompanhar as atividades de perto e conhecer os bastidores dos trabalhos realizados pelo Comando Militar da Amazônia durante a operação.

O trabalho de profissionais de mídia, que conheçam a região amazônica e se interessem pelos assuntos de Defesa, é a garantia de que coberturas de ações dessa natureza serão tratadas com isenção e veracidade.

 :arrow: http://www.eb.mil.br/web/noticias/noticiario-do-exercito/-/asset_publisher/MjaG93KcunQI/content/id/12303239

(https://i.ibb.co/J2DybSC/article.jpg)

(https://i.ibb.co/HhBz6YT/article-1.jpg)

(https://i.ibb.co/TvwS6CY/article-2.jpg)

(https://i.ibb.co/G9cKDJq/article-3.jpg)

(https://i.ibb.co/W0t5Qgp/Internet-20201014-190722-6.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Outubro 20, 2020, 01:16:02 am
4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada finaliza certificação como Força de Prontidão do Exército Brasileiro

(https://i.ibb.co/c3sW3sW/article-4.jpg)

Citar
Dourados (MS) – A 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada - "Brigada Guaicurus" finalizou a Operação Bodoquena, certificação como Força de Prontidão (FORPRON) do Exército Brasileiro. Para a preparação, foi realizado um adestramento com duração de 20 dias, em três fases: Simulação Virtual, Simulação Construtiva (jogo de guerra), e Simulação Viva (exercício no terreno).  A FORPRON  percorreu 150 km, em uma frente de 50 km, com diversos problemas militares simulados de certificação, executados com o apoio do Centro de Adestramento - Sul, culminando com um ataque coordenado.

A brigada contou com o apoio de módulos especializados de Guerra Eletrônica, Cibernética, Sistemas de Aeronaves Remotamente Pilotadas (SARP), Artilharia Antiaérea e Aviação do Exército. Empregou, ainda, seus meios de Comando e Controle do Sistema de Monitoramento de Fronteiras, além de contribuir para a avaliação doutrinária do Centro de Doutrina do Exército, com o emprego de suas frações de caçadores, radares da Seção de Vigilância Terrestre e radares M60.

Fonte: 4ª Bda C Mec

(https://i.ibb.co/9TrRxDj/article.jpg)

(https://i.ibb.co/cD4PRW4/article-1.jpg)

(https://i.ibb.co/TMnRgRq/article-2.jpg)

(https://i.ibb.co/LpR0d77/article-3.jpg)

(https://i.ibb.co/cTP7tqP/article-5.jpg)

(https://i.ibb.co/f9LX0Qp/article-6.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Outubro 20, 2020, 01:27:50 am
2° RC Mec realiza certificação dos pelotões ForSul

(https://i.ibb.co/WWkR24C/p1el0t6jhb1bcfto9nao195oagv7.jpg)

Citar
São Borja (RS) – No período de 14 a 21 de outubro, o 2º Regimento de Cavalaria Mecanizado “Regimento João Manoel” está realizando a OPERAÇÃO SÃO BORJA, com a finalidade de certificar os Pelotões FORSUL nas operações de defesa externa.

Durante o exercício, que está inserido no Período de Adestramento Básico, os pelotões realizam a ocupação de uma Posição Inicial de Retardamento, balizada pelo Rio Butuí, na região do Bororé, retardando a Força Oponente na direção da cidade de São Borja.

2° RC Mec

(https://i.ibb.co/Tmd0KwJ/article.jpg)

(https://i.ibb.co/9H4c447/p1el0t6jhb1c9v19a1fio1ud8t5s9.jpg)

(https://i.ibb.co/6n5KngC/p1el0t6jhb1lpr7v41hl31p3qjh94.jpg)

(https://i.ibb.co/Z8PqSHv/p1el0t6jhb7tq8kg1c31lrt9vb6.jpg)

(https://i.ibb.co/rxr1TrB/p1el0t6jhbm6m1196otbdpu1j7m5.jpg)

(https://i.ibb.co/G3hsB7M/p1el0t6jhbn5jcs0ckk1dhm13748.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Outubro 21, 2020, 12:42:38 pm
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Outubro 23, 2020, 01:13:53 pm
33º Batalhão de Infantaria Mecanizado: Batalhão realiza Exercício de Certificação da Força de Prontidão Guarani

(https://i.ibb.co/825tDBb/article.jpg)

Citar
Cascavel (PR) – De 13 a 17 de outubro, o 33º Batalhão de Infantaria Mecanizado (33º BIMec) realizou as Operações Quebra Gelo e Tormenta, tendo como finalidade a Certificação da Força de Prontidão (FORPRON) Guarani.

Os integrantes da FORPRON executaram diversas tarefas: transposição de pontos críticos e obstáculos, maneabilidade do Grupo de Combate, pista de cordas, primeiros socorros em combate e transporte de feridos, conquista de instalação inimiga, emboscada, contraemboscada e tiro de ação reflexa.

Na Operação Tormenta, os militares executaram uma pista de combate nível Pelotão com a execução de uma da marcha para o combate utilizando a viatura blindada de transporte de pessoal (VBTP) MSR 6x6 Guarani, um ataque de oportunidade com a conquista de um objetivo defendido por um Grupo de Combate Inimigo e um aproveitamento do êxito após o ataque bem sucedido.

Ao final dos exercícios as frações alcançaram os objetivos propostos e conquistaram a Certificação Nível 2 (Grupo de combate) e 3 (Pelotão) da Força de Prontidão.

Fonte: 33º BIMec

(https://i.ibb.co/xshGc61/article-1.jpg)

(https://i.ibb.co/Qm4Q0DD/article-2.jpg)

(https://i.ibb.co/7YPmpvm/article-3.jpg)

(https://i.ibb.co/n6C88pj/article-4.jpg)

(https://i.ibb.co/JQq3mBh/article-5.jpg)

(https://i.ibb.co/9nkt8w8/article-6.jpg)

(https://i.ibb.co/4FX9hjk/article-7.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Outubro 23, 2020, 01:23:59 pm
26º Batalhão de Infantaria Pára-quedista: Apronto Operacional

(https://i.ibb.co/JCtN99x/FORPRON-2.jpg)

Citar
Rio de Janeiro (RJ) – No dia 21 de outubro de 2020, foi realizada formatura de apronto operacional da Força de Prontidão Aeroterrestre (FORPRON Aet), no campo do 26º Batalhão de Infantaria Pára-quedista. O objetivo foi apresentar o aprestamento da tropa paraquedista ao Subcomandante de Operações Terrestres (SCmt COTer), General de Divisão Novaes.

Na oportunidade , o Comandante da Brigada de Infantaria Pára-quedista, o General de Brigada Helder, ressaltou a importância da visita do SCmt COTer e parabenizou a Brigada, por ser a 1ª tropa do Exército Brasileiro a ser certificada pelo Sistema de Prontidão Operacional da Força Terrestre (SISPRON).

Em tom de reconhecimento, o General Novaes comentou aos presentes: “Estar aqui, é muito especial, já que passei anos excepcionais da minha vida na Brigada” e completou: “Contamos sempre com a tropa paraquedista, seja em missões operacionais ou mesmo de combate à Covid-19”.

Em revista a tropa, foi apresentado ao General Novaes alguns equipamentos de emprego militar como o Drone SARP nível 1 do Destacamento Precursor, o Míssil Superfície-Superfície Anti-Carro (MSS 1.2 AC) do 1º Esquadrão de Cavalaria Pára-quedista, e o Obuseiro 105mm Oto Melara, do 8º Grupo de Artilharia de Campanha Pára-quedista.

Texto: 2º Tenente Ferrentini / Fotos: Cabo Francilaine

(https://i.ibb.co/GPGzhf5/FORPRON-8.jpg)

(https://i.ibb.co/bmPshvG/FORPRON-5.jpg)

(https://i.ibb.co/HPR75TX/FORPRON-4.jpg)

(https://i.ibb.co/H2gGzqp/FORPRON-1.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Outubro 24, 2020, 08:29:56 pm
6ª Bateria de Artilharia Antiaérea Autopropulsada apoia instrução de militares da Força Aérea Brasileira

(https://i.ibb.co/t8z4swr/article-23.jpg)

Citar
Santa Maria (RS) – No dia 19 de outubro, a 6ª Bateria de Artilharia Antiaérea Autopropulsada (6ª Bia AAAe AP) atendeu a um Pedido de Cooperação de Instrução (PCI) do 1º/10º Grupo de Aviação, Esquadrão Poker, e do 3º/10º Grupo de Aviação, Esquadrão Centauro, recebendo uma comitiva composta por 34 militares da Força Aérea Brasileira.

As atividades tiveram início com uma palestra, onde os presentes puderam conhecer um pouco mais sobre a Artilharia Antiaérea e a Viatura Blindada de Combate de Defesa Antiaérea Gepard 1A2, material orgânico da subunidade. Após a apresentação, a comitiva foi conduzida ao Pavilhão de Manutenção de Blindados, onde observaram uma demonstração do funcionamento da VBC Gepard e assistiram às explanações sobre características, possibilidades, operação, manutenção e munições, além de acompanhar o trabalho diário desenvolvido pelos integrantes da Bateria de Tiro da Organização Militar.

O constante intercâmbio de conhecimentos e experiências entre os militares da ALA 4 e da 6ª Bia AAAe AP reveste-se de grande importância, uma vez que ambos são usuários do espaço aéreo.

Fonte: 6ª Bia AAAe AP

(https://i.ibb.co/RHYw8P8/article-17.jpg)

(https://i.ibb.co/nkYr8WZ/article-18.jpg)

(https://i.ibb.co/C58rXL1/article-19.jpg)

(https://i.ibb.co/ZBjcVCx/article-20.jpg)

(https://i.ibb.co/x7xX9VC/article-21.jpg)

(https://i.ibb.co/rsKp4pr/article-22.jpg)

(https://i.ibb.co/MNfGQ0N/article-24.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Outubro 30, 2020, 01:44:24 am
Exercício de certificação da Força de Prontidão da 15ª Brigada de Infantaria Mecanizada no nível subunidade

(https://i.ibb.co/QM8bVt8/article-7.jpg)

Citar
Cascavel (PR) – No período de 18 a 23 de outubro, o 33º Batalhão de Infantaria Mecanizado (33º BIMec) conduziu a Operação Guarani. A atividade consistiu no planejamento e na execução de operações ofensivas realizadas por tropa composta de integrantes das Organizações Militares (OM) subordinadas à 15ª Brigada de Infantaria Mecanizada: 30º, 33º e 34º Batalhões de Infantaria Mecanizados, além do 16º Esquadrão de Cavalaria Mecanizado e da 15ª Companhia de Comunicações Mecanizada.

A operação iniciou com o apronto operacional da tropa, a emissão de ordens e um briefing da matriz de sincronização. Em seguida, ocorreram as seguintes atividades no terreno: ocupação de Zona de Reunião, marcha para o combate, ataque a uma posição sumariamente organizada e defendida por um Pelotão de Fuzileiros da força oponente e aproveitamento do êxito, utilizando a Viatura Blindada de Transporte Pessoal (VBTP) MSR 6x6 Guarani.

Ao final do exercício, as frações alcançaram os objetivos propostos e conquistaram a Certificação Nível 4 (Subunidade).

(https://i.ibb.co/5KgBz7J/article.jpg)

(https://i.ibb.co/gJj4Q2b/article-1.jpg)

(https://i.ibb.co/2Y76mMQ/article-2.jpg)

(https://i.ibb.co/jLxMGRC/article-3.jpg)

(https://i.ibb.co/85dhMz0/article-4.jpg)

(https://i.ibb.co/KstLwHX/article-5.jpg)

(https://i.ibb.co/TTsYNt7/article-6.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Outubro 30, 2020, 10:18:53 pm
9ª Brigada de Infantaria Motorizada realiza adestramento

(https://i.ibb.co/6R52L3w/Guarani-Visita-Argentina-0-MD.jpg)

Citar
Rio de Janeiro (RJ) – O Grupamento de Unidades Escola / 9ª Brigada de Infantaria Motorizada (GUEs /9ª Bda Inf Mtz) realizou, no período de 21 a 24 de outubro, o adestramento de suas tropas em Operações Defensivas, no Campo de Instrução da Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN), no município de Resende-RJ.

A atividade foi desenvolvida no contexto da Operação Membeca, exercício do Adestramento Avançado da 1ª Divisão de Exército (1ª DE), no qual tropas do GUEs/9ª Bda Inf Mtz foram desdobradas no terreno, dentro de um quadro tático simulado.

Durante a jornada no terreno, em que foram empregados cerca de 1600 militares e 300 viaturas de todas as unidades orgânicas da Brigada, as frações puderam exercitar, na prática, os principais conceitos e fundamentos de uma defesa em posição.

Além da preparação e ocupação das posições defensivas, foram desenvolvidos Problemas Militares Simulados (PMS) que exigiram a realização de planejamentos de conduta por parte dos Estados-Maiores das Unidades. O último PMS culminou com a realização de um contra-ataque, empregando a reserva da Brigada, para o restabelecimentodo seu Limite Anterior da Área de Defesa Avançada.

Permeando todas as ações, foram desdobrados o Posto de Comando, equipado com os mais modernos meios de comunicações e eletrônica, e que permitiram o exercício permanente do Comando e Controle; e a Base Logística de Brigada, responsável pelo constante ressuprimento dos materiais das diversas classes e pela manutenção dos meios, particularmente as viaturas, em todas as fases da Operação.

Fonte: GUEs/9ª Bda Inf Mtz / Fotos: Sgt Vitalino - 1º BI Mec (Es)/ Sd R. Menezes - CML/ Sd Monteiro – BEsCOM/ Sd Souza – 25 B Log (Es)

 :arrow:  cml.eb.mil.br/ultimas-noticias/2370-operações-defensivas.html

(https://i.ibb.co/5M2F54z/SD-MONTEIRO-BESCOM-3.jpg)

(https://i.ibb.co/MhdD2nW/SD-MONTEIRO-BESCOM-2.jpg)

(https://i.ibb.co/QK8VvHt/SD-R-MENEZES-CML-3.jpg)

(https://i.ibb.co/NFdXQNy/SD-R-MENEZES-CML-2.jpg)

(https://i.ibb.co/YLz9yD6/SD-R-MENEZES-CML-4.jpg)

(https://i.ibb.co/TRDHSk7/SD-MONTEIRO-BESCOM-1.jpg)

(https://i.ibb.co/tLpvn6c/SD-MONTEIRO-BESCOM-2.jpg)

(https://i.ibb.co/R2wBvZ4/SD-MONTEIRO-BESCOM-3.jpg)

(https://i.ibb.co/mJVCdqS/SD-MONTEIRO-BESCOM-4.jpg)

(https://i.ibb.co/VVLXB2M/SD-FRANCISCO-31-GAC-11.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Outubro 31, 2020, 12:45:25 am
Citar
Rosário do Sul/RS. O Comandante Militar do Sul e o Comandante da 5ª Divisão de Exército acompanham a Certificação da Força de Prontidão (FORPRON) da 5ª Brigada de Cavalaria Blindada, em Saicã.

(https://i.ibb.co/KxSHxwX/123133956-940648026426651-4558654138422732809-o.jpg)

(https://i.ibb.co/GcsXhH5/123104767-940648099759977-9126936206301335231-o.jpg)

(https://i.ibb.co/yqNGS31/123059315-940648143093306-4543027610811194715-o.jpg)

(https://i.ibb.co/FK2DDjp/123134794-940648186426635-5002345505354031932-o.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Outubro 31, 2020, 12:49:32 am
1º RCC realiza adestramento básico

(https://i.ibb.co/MSFTnhQ/2020-10-26-1rcc-pab.jpg)

Citar
Santa Maria/RS. o 1º Regimento de Carros de Combate realizou a “Operação Vanguardeiro”, um exercício no terreno que encerra as instruções do Período de Adestramento Básico, nível subunidade.

É válido ressaltar a participação de 1 Pelotão de Fuzileiros Blindados do 29º Batalhão de Infantaria Blindado (29º BIB) no exercício, inserido no contexto do Projeto Força Tarefa Blindada, da 6ª Brigada de Infantaria Blindada.

(https://i.ibb.co/jhzTy98/2020-10-26-1rcc-pab4.jpg)

(https://i.ibb.co/P6JwK9t/2020-10-26-1rcc-pab6.jpg)

(https://i.ibb.co/QpMwsNz/2020-10-26-1rcc-pab7.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Outubro 31, 2020, 12:57:24 am
FORPRON é executada no Campo de Instrução Barão de São Borja

(https://i.ibb.co/YQN7Bf1/DCIM-128-MEDIA-DJI-0129-JPG.jpg)

Citar
No período de 23 a 30 de outubro é realizada a Certificação da Força de Prontidão (FORPRON) da 5ª Brigada de Cavalaria Blindada, no Campo de Instrução Barão de São Borja, no Rio Grande do Sul. O objetivo é adestrar as tropas subordinadas à Brigada para operar em missões reais, como combate convencional, operações de Garantia da Lei e da Ordem e operações interagências. Os militares adestrados da FORPRON estão aptos a cumprir qualquer missão de combate em território nacional, bem como, mediante ordem, vir a cumprir missão no exterior.

O 1º Ciclo de Prontidão Operacional começou no mês de julho de 2020, com a preparação das organizações militares subordinadas. Na 2ª Fase do Ciclo de Prontidão Operacional foi executada o referido período de aproveitamento. E por fim, foi realizada a Fase de Certificação que consiste na execução dos três tipos de simulação: Construtiva (Jogos de Guerra), Virtual e Viva. Neste ano de instrução, haverá o tiro de Leopard 1A5 BR, pois este não havia sido realizado em 2019.

O Chefe do Preparo do COTER, General Affonso da Costa esteve acompanhando o exercício em terreno e está prevista a presença do Comandante da 5ª Divisão de Exército, General Penteado e do Comandante Militar do Sul, General Stumpf para acompanhamento das atividades.

 :arrow:  http://www.5de.eb.mil.br/index.php/ultimas-noticias/400-forpron-e-executada-no-campo-de-instrucao-barao-de-sao-borja

(https://i.ibb.co/rfX4Rfs/DCIM-128-MEDIA-DJI-0106-JPG.jpg)

(https://i.ibb.co/kHdjbc9/DCIM-128-MEDIA-DJI-0126-JPG.jpg)

(https://i.ibb.co/ByTFrQX/005.jpg)

(https://i.ibb.co/NKk0TZ1/007.jpg)

(https://i.ibb.co/7nKgr0L/4I6A0331.jpg)

(https://i.ibb.co/j48B9jz/4I6A0356.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Outubro 31, 2020, 06:28:27 pm
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Outubro 31, 2020, 08:03:01 pm
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Outubro 31, 2020, 08:26:23 pm
Aprestamento da Força de Prontidão Guarani

(https://i.ibb.co/1sVPFrz/article-9.jpg)

Citar
Cascavel (PR) – No dia 20 de outubro, o 33º Batalhão de Infantaria Mecanizado (33º BIMec) sediou a formatura de apronto operacional da Força de Prontidão (FORPRON) Guarani, tropa de emprego estratégico do Exército subordinada à 5ª Divisão de Exército (5ª DE).

A atividade foi conduzida pelo 33º BIMec, organização militar (OM) base na composição do efetivo da Força de Prontidão. O efetivo total de pessoal é de 1042 militares das diversas OM da 5ª DE. A dotação de viaturas sobre rodas é de 84 viaturas e de Viaturas Blindadas de Transporte Pessoal (VBTP) MSR 6x6 Guarani é de 39 viaturas.

O Comandante da 5ª DE, General de Divisão Carlos José Russo Assumpção Penteado, acompanhado do Comandante da 15ª Brigada de Infantaria Mecanizada, General de Brigada Cláudio Henrique da Silva Plácido, realizou a inspeção da tropa e verificou a capacitação operacional da FORPRON.

As FORPRON são voltadas para a defesa da pátria e sua preparação completa assegura o nível de eficiência operacional desejado, o que permite o desenvolvimento do poder de combate para o cumprimento das missões que lhes forem atribuídas em qualquer hipótese de emprego.

(https://i.ibb.co/xJ1WFPD/article-4.jpg)

(https://i.ibb.co/C2hRxqt/DCIM-100-MEDIA-DJI-0013-JPG.jpg)

(https://i.ibb.co/GPhH3wX/article-3.jpg)

(https://i.ibb.co/yV2ykVR/article-6.jpg)

(https://i.ibb.co/d2W2LRb/article-7.jpg)

Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Novembro 01, 2020, 07:31:17 pm
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Novembro 02, 2020, 08:32:18 pm
Exercício de cadetes da Academia Militar das Agulhas Negras no 17º Regimento de Cavalaria Mecanizado

(https://i.ibb.co/jMhc8cg/article-4.jpg)

Citar
Amambai (MS) - No período de 24 a 28 de outubro, o 17º Regimento de Cavalaria Mecanizado (17º RC Mec) atendeu ao Pedido de Cooperação de Instrução (PCI) de cadetes do 2º e 4º ano do Curso de Cavalaria da Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN). A atividade foi realizada com amplo emprego de pessoal e material do "Regimento Solon Ribeiro".

Durante a estada no 17º RC Mec, os cadetes conheceram a Seção de Desenvolvimento de Capacidades Operacionais (SeDeCOp) e os materiais do Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras (SISFRON). Além disso, receberam instruções técnicas sobre as viaturas e os equipamentos de um Pelotão de Cavalaria Mecanizado (Pel C Mec).

Durante a instrução no terreno, os cadetes realizaram um exercício relacionado à defesa externa, seguindo a doutrina militar; ocuparam uma Zona de Reunião (Z Reu); realizaram reconhecimentos de eixo, área e localidade; e, ao final da missão, conquistaram o objetivo, mantendo-o mediante a ocupação de uma Posição de Bloqueio (P Bloq).

Fonte: 17º RC Mec

(https://i.ibb.co/BN4vWdm/article.jpg)

(https://i.ibb.co/C0C8dck/article-1.jpg)

(https://i.ibb.co/Jrv56TZ/article-2.jpg)

(https://i.ibb.co/sj3sP98/article-3.jpg)

(https://i.ibb.co/T15hLWv/article-5.jpg)

(https://i.ibb.co/dLqLQWw/article-6.jpg)

(https://i.ibb.co/kHC3YLG/article-7.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Novembro 03, 2020, 02:54:39 pm
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Novembro 03, 2020, 02:55:07 pm
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Novembro 05, 2020, 12:16:29 pm
Subunidade Culminating pronta para o "Home Station Training"

(https://i.ibb.co/XXXXYDd/Whats-App-Image-2020-11-03-at-173851-2.jpg)

Citar
Rio de Janeiro (RJ) - A Subunidade Culminating (SU Culminating), originada da Brigada de Infantaria Pára-quedista, realizou o Apronto Operacional no 25º Batalhão de Infantaria Pára-quedista, no dia 3 de novembro. A verificação do aprestamento foi a primeira etapa do Exercício Final de Adestramento denominado "Home Station Training", que ocorre de 3 a 14 de novembro na região do Vale do Paraíba.

Na formatura do apronto operacional, os comandantes de fração verificaram o aprestamento individual e coletivo da Subunidade. Dentre vários fatores, foi checado se a quantidade de munição e de alimentação transportada é suficiente para a conquista e manutenção de um Cabeça de Ponte Aérea por até 72 horas que é primeira missão imposta no treinamento.

Atenção especial foi dada à preparação e ao correto acondicionamento dos armamentos, equipamentos e materiais para o assalto aeroterrestre. Destaca-se que alguns materiais de emprego militar por serem pesados, volumosos ou sensíveis são colocados em fardos e lançados por paraquedas.

O "Home Station Training" é o exercício no terreno, final de preparo para o exercício bilateral entre o Exército Brasileiro e o Exército dos Estados Unidos da América que será concretizado em fevereiro de 2021 no Joint Readiness Training Center, em Fort Polk, Estados Unidos. Essa ação é um intercâmbio entre o Brasil e os Estados Unidos da América e finaliza o Plano Conjunto de atividades realizadas ao longo de cinco anos.

 :arrow: http://www.cml.eb.mil.br/ultimas-noticias/2380-apronto-operacional-3.html

(https://i.ibb.co/B2Bhv2f/Whats-App-Image-2020-11-03-at-173851-1.jpg)

(https://i.ibb.co/52CXzKN/Whats-App-Image-2020-11-03-at-173851.jpg)

(https://i.ibb.co/42Xc44d/Whats-App-Image-2020-11-03-at-173852-2.jpg)

(https://i.ibb.co/yYKwHqY/Whats-App-Image-2020-11-03-at-173852.jpg)

(https://i.ibb.co/mzvMJYB/Whats-App-Image-2020-11-03-at-173852-1.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Novembro 05, 2020, 12:21:21 pm
15° R C Mec participa da Operação Membeca 2020

(https://i.ibb.co/VQm0x5n/Whats-App-Image-2020-11-04-at-150917-1.jpg)

Citar
Resende (RJ) - No período de 21 a 23 de outubro de 2020, no campo de instrução da Academia Militar das Agulhas Negras, o 15º Regimento de Cavalaria Mecanizado (Escola) participou da Operação Membeca 2020.

No terreno, o Regimento teve a oportunidade de simular combates reais de emprego da tropa e demonstrar todo o seu conhecimento técnico e profissional em um cenário real de guerra, assim, melhorando o adestramento e o preparo individual da tropa. A manobra contou com o efetivo de um Esquadrão de Cavalaria Mecanizado, assim como o apoio logístico do Rancho e do Esqd C/AP. Durante o exercício foram empregadas as viaturas Lince K2, VBR EE-9 Cascável e a VBTP-MR Guarani.

No dia 23, o Regimento realizou um exercício de contra ataque e tomada de posição com um Esquadrão Mecanizado, demonstrando o poder de fogo e reconhecimento que só um esquadrão mecanizado pode empregar em um cenário de combate real. Durante o exercício foram empregadas as viaturas Lince K2, VBR EE-9 Cascável e a VBTP-MR Guarani e um efetivo 120 militares. A atividade contou com a presença do Gen Div Kleber Nunes de Vasconcellos, Comandante da 1° Divisão de Exército, do Gen Bda Marcos Antônio Estevão Machado, comandante da 9ª Brigada de Infantaria Mecanizada, do Ten Cel Leandro Mendes da Costa, Comandante do 15° Regimento de Cavalaria Mecanizado e demais autoridades militares.

A Operação Membeca é um exercício militar de grande envergadura, caracterizado pela elevada mobilização de meios materiais e pessoais. Este ano, foram consumidas em torno de 24 mil etapas de alimentação, mais de 100 mil litros de combustível, aproximadamente 20 mil munições de diferentes calibres, com um contingente de mais de 3.100 militares e emprego de 505 viaturas operacionais.

Fonte:: 15º RC Mec (Es)/ Créditos: Sd Fróes

(https://i.ibb.co/2c072dh/Whats-App-Image-2020-11-04-at-150916-3.jpg)

(https://i.ibb.co/pZKL37S/Whats-App-Image-2020-11-04-at-150917.jpg)

(https://i.ibb.co/rMTfw8f/Whats-App-Image-2020-11-04-at-150916.jpg)

(https://i.ibb.co/zN4gv7p/Whats-App-Image-2020-11-04-at-150917-2.jpg)

(https://i.ibb.co/ckG7DsK/Whats-App-Image-2020-11-04-at-150917-3.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Novembro 05, 2020, 07:36:24 pm
VBC CC M60A3 em ação durante exercício da 4ª Bda C Mec

(https://i.ibb.co/Dg9LN7h/article-4.jpg)

Citar
Dourados (MS) – No período de 26 a 29 de outubro, a 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada ( 4ª Bda C Mec) realizou o Exercício do Período de Adestramento Avançado (PAA 2020), com o objetivo de preparar as organizações militares diretamente subordinadas (OMDS) para a defesa externa no ambiente operacional de fronteira, bem como desenvolver e manter o valor profissional e a capacidade de liderança militar dos Quadros e, ainda, avaliar as estruturas de pessoal e material da Brigada Guaicurus.

O exercício foi desenvolvido em 3 vertentes: Logística, com a montagem e operação de uma base logística pelo 28º Batalhão Logístico; Comando e Controle, com a montagem e operação dos postos de comando das unidades e subunidades envolvidas; e a realização de uma Operação de Marcha para o Combate, conduzida pelos Regimentos de Cavalaria da 4ª Bda C Mec.

O exercício, que está previsto no Sistema de Instrução Militar do Exército (SIMEB) e no Programa de Instrução Militar 2020-2021 (PIM 20/21), ambos do Comando de Operações Terrestres, contou com o emprego de 275 viaturas e 1.019 militares das organizações militares subordinadas à 4ª Bda C Mec.

 :arrow:  http://www.eb.mil.br/web/noticias/noticiario-do-exercito/-/asset_publisher/MjaG93KcunQI/content/id/12395739

(https://i.ibb.co/mTqZmsr/article-2.jpg)

(https://i.ibb.co/JKvjZcp/article-3.jpg)

(https://i.ibb.co/ngPcSR4/article-1.jpg)

(https://i.ibb.co/3szxfxd/article.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Novembro 05, 2020, 07:40:51 pm
CA-Sul realiza a Certificação da 5ª Bda C Bld

(https://i.ibb.co/ZcGVTCP/2020-11-5-casul-certif6.jpg)

Citar
Santa Maria (RS) – Entre os dias 26 e 30 de outubro, o Centro de Adestramento-Sul (CA-Sul) apoiou o Comando Militar do Sul na Certificação da 5ª Brigada de Cavalaria Blindada (5ª Bda C Bld), como Força de Prontidão da Força Terrestre.

A Certificação marca a 2ª fase do Ciclo de Prontidão, abrangendo as três modalidades de simulação (Construtiva, Virtual e Viva), dentro de um mesmo tema tático.

Para o início da Simulação Construtiva, foi realizado nas instalações do CA-Sul, entre os dias 14 e 16 de outubro, o treinamento dos Operadores e Controladores das Unidades que foram empregadas como peças de manobra no Jogo de Guerra.

Na 1ª fase foi realizado o Treinamento Militar à Distância, realizado nas Organizações Militares participantes, entre os dias 19 e 30 de outubro, para revisão de técnicas, táticas e procedimentos necessários ao exercício e adaptação ao VBS3 - software utilizado na Simulação Virtual - e aos Dispositivos de Simulação de Engajamento Tático (DSET).

A 2ª Fase foi realizada de forma presencial e sucessivas, empregando o VBS3 nas instalações do 1º Regimento de Carros de Combate (1º RCC), na semana do dia 18 de outubro.

A 3ª Fase, que ocorreu entre os dias 26 e 30 de outubro, no Campo de Instrução Barão de São Borja (CIBSB) em Rosário do Sul, contou com um exercício no terreno para as subunidades certificadas, utilizando os DSET e os Observadores e Controladores de Adestramento capacitados pelo CA-SUL.

 :arrow:  http://www.3de.eb.mil.br/index.php/component/content/article?id=2131&

(https://i.ibb.co/L8jF54c/2020-11-5-casul-certif3.jpg)

(https://i.ibb.co/18DRMMK/2020-11-5-casul-certif7.jpg)

(https://i.ibb.co/dKG8dzx/2020-11-5-casul-certif1.jpg)

(https://i.ibb.co/BsN7SBM/2020-11-5-casul-certif4.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Novembro 07, 2020, 01:33:21 am

Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Novembro 08, 2020, 01:31:39 am
Operação Treme Cerrado – Astros e Guarani em ação no Planalto Central

(https://i.ibb.co/3kmPGHB/MG-8278.jpg)

Citar
O Comando Militar do Planalto (CMP) coordenou, entre os dias 02 e 06 de novembro de 2020, o Exercício Treme Cerrado IX, no Campo de Instrução de Formosa (CIF), com o intuito principal de encerrar o adestramento avançado da 3ª Brigada de Infantaria Motorizada (3ª Bda Inf Mtz), Brigada Visconde de Porto Seguro, aquarelada em Cristalina (GO).

No dia 14 de outubro, iniciou-se o deslocamento estratégico de meios para a operação, que contará com a participação de cerca de 2 mil militares das organizações militares (OM) dos Estados de Tocantins, Goiás e Distrito Federal, além do Triângulo Mineiro.

A 3ª Bda Inf Mtz iniciou a atividade com uma formatura de apronto operacional presidida pelo comandante Militar do Planalto, o general de divisão Rui Yutaka Matsuda, acompanhado comandante da brigada, o general de brigada Marcus Alexandre Fernandes de Araújo.

No exercício foram empregadas 244 viaturas e o efetivo de 1346 militares da Brigada, suas Organizações Militares Diretamente Subordinadas (OMDS), do 11° Grupo de Artilharia Antiaérea (11º GAAAe) e Batalhão da Guarda Presidencial (BGP). Na oportunidade, todas as funções de combate foram colocadas em prática e o adestramento foi pleno em êxito com a execução do de diversas operações, como uma marcha para o combate em dois eixos e um ataque coordenado, tendo em primeiro escalão o 36º Batalhão de Infantaria Mecanizado (36º BI Mec) e o 41º Batalhão de Infantaria Motorizado (41º BI Mtz), e o tiro das armas coletivas, onde as frações presentes puderam realizar seus adestramentos, realizando tiros com metralhadoras 7,62 mm MAG e .50’ Browning M2HB, Sistema de Armas Remotamente Controlada (SARC) REMAX do VBTP-MSR 6×6 Guarani, canhão 90 mm do VBR 6×6 Engesa EE-9 Cascavel e morteiros 60 e 81 mm.

O 16º Batalhão Logístico (16º B Log), de Brasília (DF), realizou um teste com o APH (Atendimento Pré-Hospitalar) Tático, com a inclusão, pela primeira vez, de sistema de  teleatendimento operacional, que poderiam já ser aplicados, pois, caso houvesse necessidade de atendimento a algum militar que sofresse um acidente na linha de frente, a retaguarda poderia fazer um teleatendimento de urgência, garantindo toda a sua segurança até a chegada da equipe médica.

Os Astros em ação
Além das OM citadas, O Comando de Artilharia do Exército (Cmdo Art Ex) participou da operação com unidades do Sistemas Astros II pertencentes ao 6º e 16º Grupos de Mísseis e Foguetes (GMF), ambos aquartelados no Forte Santa Barbara, em Formosa (GO).

No dia de ontem, 06 de outubro, foi realizado uma demonstração de tiro, com um a Bateria Astros, composta por quatro peças (AV-LMU), lançando uma pequena salva de foguetes de treinamento SS-09TS, de 70 mm, em um alvo localizado a 7.600 metros de distância.

Com informações e imagens da Comunicação Social do Comando Militar do Planalto

 :arrow:  https://tecnodefesa.com.br/operacao-treme-cerrado-astros-e-guarani-em-acao-no-planalto-central/

(https://i.ibb.co/bdkxhcN/Treme-Cerrado2020-11.jpg)

(https://i.ibb.co/TMgPkXB/Treme-Cerrado2020-12.jpg)

(https://i.ibb.co/kGX36Bn/Treme-Cerrado2020-13.jpg)

(https://i.ibb.co/mvDm57q/Treme-Cerrado2020-25.jpg)

(https://i.ibb.co/WyFxFNR/Treme-Cerrado2020-26.jpg)

(https://i.ibb.co/TRfLDrw/Treme-Cerrado2020-24.jpg)

(https://i.ibb.co/jGD2rBq/Treme-Cerrado2020-23.jpg)

(https://i.ibb.co/VY5dy0F/Treme-Cerrado2020-30.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Novembro 09, 2020, 02:48:23 pm
Centro de Adestramento-Sul apoia a certificação da 5ª Brigada de Cavalaria Blindada como Força de Prontidão do Exército Brasileiro

(https://i.ibb.co/S3dQV2c/article-8.jpg)

Citar
Santa Maria (RS) – Entre os dias 26 e 30 de outubro, o Centro de Adestramento - Sul (CA - Sul) apoiou o Comando Militar do Sul (CMS) na certificação da 5ª Brigada de Cavalaria Blindada (5ª Bda C Bld) como Força de Prontidão (FORPRON) da Força Terrestre. A certificação, que é a segunda fase do Ciclo de Prontidão, abrangeu as 3 modalidades de simulação (construtiva, virtual e viva) dentro de um mesmo tema tático.

Para o início da simulação construtiva, foi realizado nas instalações do CA - Sul, entre os dias 14 e 16 de outubro, o treinamento dos operadores e controladores das unidades que foram empregadas como peças de manobra no jogo de guerra. A simulação virtual e viva foi conduzida em 3 fases:

1ª Fase – Treinamento militar a distância (TMAD): realizado nas Organizações Militares (OM) participantes, entre os dias 19 e 30 de outubro, para a revisão de técnicas, táticas e procedimentos (TTP) necessários ao exercício e adaptação ao VBS3, software utilizado na simulação virtual, e aos Dispositivos de Simulação de Engajamento Tático (DSET);

2ª Fase – Simulação virtual: de forma presencial e sucessiva, empregando o VBS3 nas instalações do 1º Regimento de Carros de Combate (1º RCC); e

3ª Fase – Simulação viva: entre os dias 26 e 30 de outubro, no Campo de Instrução Barão de São Borja (CIBSB), sediado no município de Rosário do Sul (RS), exercício no terreno para as subunidades (SU) certificadas, utilizando os DSET e os observadores e controladores de adestramento (OCA) capacitados pelo CA - SUL.

Para a validação da certificação, o CA - Sul empregou cadernetas de certificação, contendo as fichas de observação (baremas) acerca do trabalho de comando e estado-maior, do trabalho de comando de SU e escalões inferiores e dos objetivos de adestramento para as SU, a fim de balizar a avaliação do exercício.

Fonte: CA-Sul

(https://i.ibb.co/KLWVjy3/article-9.jpg)

(https://i.ibb.co/mzppX6B/article-10.jpg)

(https://i.ibb.co/KL5ZBkm/article-11.jpg)

(https://i.ibb.co/Lvk1jPq/article-12.jpg)

(https://i.ibb.co/LrvsYnT/article-13.jpg)

(https://i.ibb.co/28tcq6Q/article-14.jpg)

(https://i.ibb.co/T0Tj6JF/article-15.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Novembro 09, 2020, 02:54:16 pm
1ª Brigada de Infantaria de Selva coordena exercício no terreno com a participação de 1.500 militares

(https://i.ibb.co/7ypJ6xs/article-22.jpg)

Citar
Boa Vista (RR) – No período de 25 de outubro a 4 de novembro, a 1ª Brigada de Infantaria de Selva (1ª Bda Inf Sl) realizou a Operação Macuxi, um exercício no terreno de adestramento em operações básicas. A operação foi concebida como uma manobra de dupla ação no contexto do amplo espectro, combinando atitudes ofensivas e defensivas contra forças irregulares. Foi realizada, ainda, a integração de capacidades não existentes nas organizações militares orgânicas da 1ª Bda Inf Sl, como Engenharia de Combate, Aviação do Exército, Artilharia Antiaérea e Operações Especiais.

O desdobramento das organizações militares diretamente subordinadas (OMDS) à brigada ocorreu na região sul do estado de Roraima, nas localidades de Serra Grande I e II, munícipio do Cantá. A Base Logística de Brigada (BLB) foi instalada em Rorainópolis, a uma distância de aproximadamente 186 km.

As tropas tiveram a oportunidade de serem adestradas em operações como marcha para o combate, ataque coordenado, ataque à localidade, assalto aeromóvel, operações de inteligência, reconhecimento, vigilância e aquisição de alvos com emprego de guiamento aéreo avançado, ultrapassagem, substituição, ação retardadora, defesa em posição, defesa de ponto forte, defesa de área de combate, operações contra forças irregulares e tiro de Artilharia com Observador Avançado em plataforma aérea e embarcado em balsa. Foram utilizadas 122 viaturas e o efetivo empregado foi de cerca de 1.500 militares. 

A Brigada de Infantaria Pára-quedista participou da atividade com uma bateria do 8º Grupo de Artilharia de Campanha Pára-quedista e elementos da Companhia de Precursores Pára-quedista e do Batalhão de Dobragem, Manutenção de Pará-quedas e Suprimentos pelo Ar, que se encontravam na Guarnição de Boa Vista em cooperação de instrução daquela Grande Unidade com a 1ª Bda Inf Sl.

Houve a participação da Força Aérea Brasileira com seus aviões de caça Super Tucano e um avião de transporte Bandeirante. A FAB adestrou seus meios aéreos, realizando o apoio aéreo aproximado, o lançamento de paraquedistas e o ressuprimento aéreo, inseridos no contexto da operação.

Na oportunidade, foi realizada uma ação cívico-social com atendimentos médicos e odontológicos para a população, a revitalização de escolas da comunidade e o aproveitamento das tropas do 6º Batalhão de Engenharia de Construção na manutenção da rede de estradas e pontes da região do exercício em prol das comunidades locais.

Fonte: 1ª Bda Inf Sl

(https://i.ibb.co/wgfH7S2/article-17.jpg)

(https://i.ibb.co/7GTz9hg/article-18.jpg)

(https://i.ibb.co/RHSH8xN/article-16.jpg)

(https://i.ibb.co/y8Zqtr0/article-19.jpg)

(https://i.ibb.co/4KnWW7T/article-20.jpg)

(https://i.ibb.co/w6NB9dg/article-21.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Novembro 09, 2020, 02:59:07 pm
Apronto operacional avalia prontidão de tropas subordinadas à 4ª Brigada de Infantaria Leve de Montanha

(https://i.ibb.co/yQyrzTz/Created-with-GIMP.jpg)

Citar
Juiz de Fora (MG) – Nos dias 3 e 4 de novembro, o General de Divisão Kleber Nunes de Vasconcellos, Comandante da 1ª Divisão de Exército (1ª DE), realizou sua primeira visita à 4ª Brigada de Infantaria Leve de Montanha e Guarnição de Juiz de Fora. O Comandante da "Divisão Mascarenhas de Moraes" pôde avaliar o estado de prontidão da brigada por meio da verificação do apronto operacional da Força-Tarefa Montanha 12, integrada por tropas das diversas organizações militares subordinadas àquela Grande Unidade, realizada no pátio do 10º Batalhão de Infantaria Leve de Montanha.

A FT Montanha é organizada em sistema de rodízio de modo a garantir a capacidade de pronta resposta operativa durante todo o ano de instrução. Suas tropas são especialmente adestradas para combater em ambiente operacional de montanha empregando a infiltração como forma de manobra. Após o evento, o General Vasconcellos conheceu as instalações do Comando da 4ª Brigada de Infantaria Leve de Montanha. Cabe ressaltar que durante todas as atividades foram observados os protocolos de segurança previstos no combate à COVID-19.

Fonte: 4ª Bda Inf L Mth

(https://i.ibb.co/cYnWM05/Created-with-GIMP.jpg)

(https://i.ibb.co/QK93jbx/Created-with-GIMP.jpg)

(https://i.ibb.co/tBv8b1p/Created-with-GIMP.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Novembro 09, 2020, 03:08:16 pm
ECEME participa de Exercício no Terreno no Paraná

(https://i.ibb.co/mN9QTCg/article-27.jpg)

Citar
Rio de Janeiro (RJ) – No dia 4 de novembro, os oficiais-alunos do 1º ano do Curso de Comando e Estado-Maior do Exército (CCEM/1) da Escola de Comando e Estado-Maior do Exército (ECEME) iniciaram as atividades do Exercício no Terreno (ET) na cidade de Cascavel (PR). Durante a manhã foram realizadas palestras do Chefe do Estado-Maior da 15ª Brigada de Infantaria Mecanizada (15ª Bda Inf Mec), do Comandante do 33º Batalhão de Infantaria Mecanizado (33º BI Mec) e do Comandante do 15º Batalhão Logístico (15º B Log), ocasião em que conheceram as características da infantaria mecanizada em sua vertente tática e logística.

No período da tarde, visitaram as instalações dos batalhões sediados em Cascavel para conhecer as estruturas de pessoal e material, em especial, a viatura blindada de transporte de pessoal Guarani.

O ET está concebido de acordo com o conceito operativo do Exército (operações no amplo espectro) e abrange o planejamento nos escalões divisão de exército e brigada, com tarefas atinentes às operações básicas, operações complementares e ações comuns às operações terrestres.

A ECEME está participando com 155 oficiais superiores brasileiros, 12 de nações amigas, oriundos da Argentina, Chile, Estados Unidos, Guatemala, Paquistão, Paraguai e Peru, além de 12 professores e alunos civis do Programa de Pós-graduação em Ciências Militares do Instituto Meira Mattos (IMM).

No segundo dia ET, os oficiais-alunos realizaram atividades nos postos de observação (PO) que incluíram a realização do "giro do horizonte", com a finalidade de visualizar o terreno de atuação para, em seguida, ajustar os planejamentos feitos ainda na ECEME, com o uso de carta topográfica e imagens de satélites. Após os ajustes, houve a integração e coordenação entre as diferentes funções de combate, com explanação das ações e esclarecimentos pela equipe de instrução.

O Objetivo do PO nº 1 foi a verificação no terreno do planejamento para transposição de curso de água, tomada de uma "cabeça de ponte" e um ataque coordenado, além da apresentação da doutrina de outros países, realizada pelos oficiais Instrutores de nações amigas (OINA).

No dia 6, terceiro dia do ET, os oficiais-alunos prosseguiram na retificação/ratificação dos planejamentos feitos em sala de aula, buscando o aperfeiçoamento do pensamento militar. Através do sistema de rodízio, os grupamentos verificaram seus planejamentos nos PO.

Dentre os aspectos doutrinários debatidos, pode-se citar o emprego das operações de informação, emprego da Aviação do Exército, emprego da Brigada Infantaria Mecanizada, entre outros.

Fonte: ECEME

(https://i.ibb.co/DMjWb3m/article-28.jpg)

(https://i.ibb.co/ZKC8pcB/article-29.jpg)

(https://i.ibb.co/strF8Xz/article-32.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Novembro 09, 2020, 07:57:16 pm
Operação Escudo Antiaéreo - Incursões

(https://i.ibb.co/6v8KG5f/capa-escudo-antiaereo.jpg)

Citar
Militares do 11º e 12º GAAAe estão desdobrados na região de Cristalina-GO, realizando a defesa antiaérea de ponto sensível contra as aeronaves de ataque F-5 e A-29.

Tanto de dia, quanto a noite, as unidades de tiro do míssil IGLA-S e RBS-70 vasculham o espaço aéreo na busca de aeronaves que invadem o espaço aéreo defendido pela Artilharia Antiaérea.

O míssil RBS 70, usado pelo Exército Brasileiro, é um dos armamentos antiaéreos de baixa altura mais modernos da atualidade e tem a capacidade de engajar aeronaves na faixa de velocidade de 0 a 300 metros por segundo, dentro de um raio de sete quilômetros de sua posição. Sistema de mísseis telecomandados, ou seja, por intermédio da iluminação do alvo por um facho de laser, o sistema comanda o míssil até o alvo designado.

Esse ano, a Operação conta com o apoio logístico do Comando da 3ª Brigada de Infantaria Motorizada, localizada na cidade de Cristalina-GO.

(https://i.ibb.co/gJWWRF0/phoca-thumb-l-operao-escudo-antiareo-incurses-2.jpg)

(https://i.ibb.co/c12gQDG/phoca-thumb-l-operao-escudo-antiareo-incurses-3.jpg)

(https://i.ibb.co/hLvmtds/phoca-thumb-l-operao-escudo-antiareo-incurses-4.jpg)

(https://i.ibb.co/6rBRFMZ/phoca-thumb-l-operao-escudo-antiareo-incurses-7.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Novembro 11, 2020, 06:15:55 pm
2° RC Me: Tiro das Armas Coletivas

(https://i.ibb.co/ByCDt9S/article.jpg)

Citar
São Borja (RS) – Nos dias 5 e 6 de novembro, o 2º Regimento de Cavalaria Mecanizado (2° RC Mec) realizou o tiro das armas coletivas no Campo de Instrução do Rincão (CIR), com o objetivo de adestrar as diversas guarnições dos Pelotões de Cavalaria Mecanizado do Regimento João Manoel no emprego do armamento coletivo orgânico.

Durante o exercício, que foi inspecionado pelo Comandante da 1ª Brigada de Cavalaria Mecanizada, o efetivo profissional e variável aprimorou seus conhecimentos e as técnicas de tiro real, diurno e noturno, com os seguintes armamentos: metralhadora MAG 7,62 mm; metralhadora .50; canhão 90 mm da Viatura Blindada de Reconhecimento Cascavel; e emprego da torre SARC REMAX da VBTP Guarani, utilizando a Mtr.50.

O armamento da VBTP Guarani é totalmente controlado de modo remoto do interior da viatura, por meio de um sistema de câmeras externas, que envia imagens a um monitor de LCD, proporcionando o controle do acionamento das armas ao atirador e ao chefe da viatura.

Fonte: 2º RC Mec

(https://i.ibb.co/hMb4Q5T/article-10.jpg)

(https://i.ibb.co/51Z6r7z/article-1.jpg)

(https://i.ibb.co/YR6sx8b/article-2.jpg)

(https://i.ibb.co/1JF8zQ4/DCIM-100-MEDIA-DJI-0486-JPG.jpg)

(https://i.ibb.co/9Nbkpwb/article-5.jpg)

(https://i.ibb.co/182TcXG/article-6.jpg)

(https://i.ibb.co/yFm2KqQ/article-7.jpg)

(https://i.ibb.co/2dJcXt6/article-8.jpg)

(https://i.ibb.co/cX10Rbw/article-9.jpg)

(https://i.ibb.co/hHQWtX5/article-3.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Novembro 11, 2020, 06:30:29 pm
Subunidade Culminating: "Home Station Training" - 3ª e 4ª Fase

(https://i.ibb.co/Yd3prhP/REDUZIDAS013.jpg)

Citar
São José do Barreiro (SP) - Entre os dias 6 e 8 de novembro, a Subunidade (SU) Culminating, oriunda da Brigada de Infantaria Pára-quedista, realizou mais uma etapa no seu preparo para o Exercício Bilateral entre os Exércitos do Brasil e dos Estados Unidos. Na 3ª e 4ª fase do Exercício Final de Adestramento denominado "Home Station Training", praticaram-se a Infiltração Aeromóvel e a Ocupação e Estabilização da área urbana de São José do Barreiro.

A 3ª fase foi caracterizada pela Infiltração Aeromóvel e a Ocupação da Localidade. Na Infiltração, a Força Adestrada (SU Culminating) e os Observadores e Controladores do Adestramento (OCA), utilizaram os  Helicópteros Militares HM-1 (PANTERA) e HM-4 (JAGUAR), do Comando de Aviação do Exército. Destaca-se que os deslocamentos táticos, do Campo de Instrução da Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN) até a orla de São José do Barreiro, foram realizados no período noturno, madrugada de 7 de novembro, sendo necessária a navegação com o auxílio de Óculos de Visão Noturna (OVN).

Após ocupar São José do Barreiro, conquistar os pontos de interesse e enfrentar as Forças Oponentes (For Op), a SU Culminating passou para a etapa de Estabilização, a 4ª fase. Nessa, ocupou Checkpoints com o objetivo de manter o ambiente seguro e estável. Com o apoio e assessoria da Seção de Comunicação Social do Comando Militar do Leste (CML), o Comandante da SU Culminating participou de uma simulação de entrevista "quebra-queixo" e de uma reunião de lideranças locais com o prefeito e outras autoridades fictícias no idioma inglês.

A "Home Station Training" se desenvolve entre os dias 3 e 14 de novembro, na região do Vale do Rio Paraíba e terminará com a realização do "Live Fire" (Exercício de tiro real com a SU Culminating), 5ª fase.

O Exercício Bilateral entre o Exército Brasileiro e o Exército dos Estados Unidos da América (US Army) será concretizado em fevereiro de 2021, no Joint Readiness Training Center, em Fort Polk, Estados Unidos. Essa ação é um intercâmbio entre os dois países e finaliza o Plano Conjunto de Atividades realizadas ao longo de cinco anos.

Texto: Maj Hennemann / 1º Ten Hosana / Fotos: Cb Francilaine/ Cb Fabio (25º Btl Inf Pqdt)

(https://i.ibb.co/1zGRgKs/REDUZIDAS003.jpg)

(https://i.ibb.co/Q6CdNjq/REDUZIDAS001.jpg)

(https://i.ibb.co/qx4FCB0/REDUZIDAS006.jpg)

(https://i.ibb.co/vD6zzrm/REDUZIDAS008.jpg)

(https://i.ibb.co/Mhy2M9P/REDUZIDAS017.jpg)

(https://i.ibb.co/7kJZy5F/REDUZIDAS018.jpg)

(https://i.ibb.co/7Jh6yNb/REDUZIDAS022.jpg)

(https://i.ibb.co/BVZ51Ss/REDUZIDAS025.jpg)

(https://i.ibb.co/kX5gWnM/REDUZIDAS028.jpg)

(https://i.ibb.co/bW0XSTr/REDUZIDAS036.jpg)

(https://i.ibb.co/f1HszDj/REDUZIDAS037.jpg)

(https://i.ibb.co/zxbVhT6/REDUZIDAS038.jpg)

(https://i.ibb.co/tDcyb7Y/REDUZIDAS039.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Novembro 14, 2020, 02:56:01 am
1º RCC participa da Operação Punhos de Aço

(https://i.ibb.co/ryyngJB/2020-11-12-1rcc-op-punhos-aco3.jpg)

Citar
Santa Maria (RS) – Entre os dias 2 e 5 de novembro, o 1º Regimento de Carros de Combate (1º RCC) participou da Operação Punhos de Aço 2020.

A atividade ocorreu no Campo de Instrução Barão de São Borja (CIBSB), sob a coordenação da 6ª Brigada de Infantaria Blindada (6ª Bda Inf Bld), onde o “Regimento Vanguardeiro” participou do exercício de adestramento idealizado num quadro de defesa externa, com o emprego da tropa blindada em operações defensivas.

Para isso, O 1º RCC, compôs uma Força Tarefa, com tropas de fuzileiros do 29º Batalhão de Infantaria Blindada (29º BIB), inserido no contexto do Projeto Força Tarefa Unidade Blindada.

 :arrow:  http://www.3de.eb.mil.br/index.php/component/content/article?id=2152&

(https://i.ibb.co/Lgr4Zmy/2020-11-12-1rcc-op-punhos-aco5.jpg)

(https://i.ibb.co/Gn0YFZz/2020-11-12-1rcc-op-punhos-aco2.jpg)

(https://i.ibb.co/VSPpH7Q/2020-11-12-1rcc-op-punhos-aco4.jpg)

(https://i.ibb.co/CQ9ZRHC/2020-11-12-1rcc-op-punhos-aco1.jpg)

(https://i.ibb.co/bQHQBgW/2020-11-12-1rcc-op-punhos-aco.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Novembro 14, 2020, 03:02:11 am
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Novembro 14, 2020, 03:07:58 am
Tropas em ação na Operação Treme Cerrado X

(https://i.ibb.co/WxW8TdM/DCIM-100-MEDIA-DJI-0128-JPG.jpg)

Citar
Entre os dias 02 e 06 de novembro de 2020, o Comando Militar do Planalto coordenou o exercício Treme Cerrado X no Campo de Instrução de Formosa (GO). O exercício militar encerrou o adestramento da 3ª Brigada de Infantaria Motorizada (3ª Bda Inf Mtz) e possibilitou o aprimoramento da capacidade de mobilização, elevando o nível operacional da tropa em combate no terreno.  A atividade teve início com um apronto operacional presidido pelo Comandante Militar do Planalto, General de Divisão Rui Yutaka Matsuda, com a presença do Comandante da 3ª Bda Inf Mtz, General de Brigada Marcus Alexandre Fernandes de Araujo.

Combate

O Treme Cerrado X, foi uma oportunidade para que ações operacionais fossem colocadas em prática, como a execução de uma marcha para o combate e um ataque coordenado, tendo em primeiro escalão o 36º Batalhão de Infantaria Mecanizado (36º BI Mec) e o 41º Batalhão de Infantaria Motorizado (41º BI Mtz), além do tiro das armas coletivas. As frações realizaram os treinamentos, com tiros de metralhadoras 7,62 mm MAG e .50’ Browning M2HB, Sistema de Armas Remotamente Controlada (SARC) REMAX do VBTP-MSR 6×6 Guarani, canhão 90 mm do VBR 6×6 Engesa EE-9 Cascavel e morteiros 60 e 81 mm.

O Comando de Artilharia do Exército (Cmdo Art Ex) também participou da operação com unidades do Sistema Astros, lançando uma pequena salva de foguetes de treinamento SS-09TS, de 70 mm, em um alvo localizado a 7.600 metros de distância.

O 16º Batalhão Logístico (16º B Log) efetuou o teste do Atendimento Pré-Hospitalar (APH) Tático, incluindo um sistema de teleatendimento, que poderia ser prontamente aplicado se fosse necessário. No caso de acidente com militar, o APH garantiria sua segurança até a chegada da equipe médica.

O exercício proporcionou ainda, o desenvolvimento, a consolidação e o fortalecimento de uma série de atributos da área afetiva, tais como a liderança, a rusticidade, o espírito de cumprimento de missão e a camaradagem, fundamentais para o convívio na caserna.

Tropas

O deslocamento do comboio de viaturas e das tropas para a operação Treme Cerrado X, teve início no dia 14 de outubro e contou com a participação de cerca de 2 mil militares das Organizações Militares (OM), que abrangem os Estados de Tocantins, Goiás e Distrito Federal, além do Triângulo Mineiro e o emprego de 244 viaturas.

 :arrow:  http://www.cmp.eb.mil.br/index.php/component/content/article?id=750

(https://i.ibb.co/rmBC1PX/IMG-0536.jpg)

(https://i.ibb.co/Sr2RJhQ/IMG-0734.jpg)

(https://i.ibb.co/KDYgSw9/WAPX0074.jpg)

(https://i.ibb.co/FgqrGnx/WAPX0219.jpg)

(https://i.ibb.co/yFXC0yY/tremecerrado.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Novembro 14, 2020, 04:53:31 pm
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Novembro 15, 2020, 10:17:16 pm
Citar
Rosário do Sul (RS) - O 3º Grupo de Artilharia de Campanha Autopropulsado - Regimento Mallet,
participou no período de 03 a 06 de novembro, no Campo de Instrução Barão de São Borja (Saicã), da Operação Punhos de Aço de responsabilidade da 6ª Bda Inf Bld. No contexto de uma Defesa Móvel, apoiou o contra-ataque e executou diversas missões, com destaque para o tiro em tempo restrito. Do recebimento da missão, realização da pontaria e desencadear do fogo, as VBCOAP M109A5+BR cumpriram a missão em aproximadamente 4 minutos. A atividade teve por finalidade adestrar o Grupo para as ações durante uma Operação Defensiva.

(https://i.ibb.co/GRqH1Lb/124928853-198815864951898-1690161891542688812-n.jpg)

(https://i.ibb.co/svNqGQM/125004298-383326829575498-7820837911644578757-n.jpg)

(https://i.ibb.co/1L0Y2Dm/124967434-1087060968392842-2299981872557706787-n.jpg)

(https://i.ibb.co/TW2Ksbg/125239361-175587327521002-7478410033046764680-n.jpg)

(https://i.ibb.co/9hnbgws/125554954-220680519485238-585459410116468506-n.jpg)

(https://i.ibb.co/DMPWfBw/125308714-486951675598440-5625397938820638280-n.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Novembro 15, 2020, 10:41:51 pm
Operação Arandu – A chegada das tropas argentinas e o início da ação

(https://i.ibb.co/74G78BK/Op-Arandu-mat2-7.jpg)

Citar
Chegou ontem, dia 14 de novembro, ao 22° Grupo de Artilharia de Campanha Autopropulsado (22º GAC AP), em Uruguaiana (RS), o contingente do Exército Argentino que participará do Exercício Combinado Operação Arandu, que iniciou ontem e durará até o dia 20 de novembro, no Campo de Instrução Barão de São Borja (CIBSB), Saicã, em Rosário do Sul (RS).

Os militares argentinos ingressaram no Brasil pela fronteira oeste do Rio Grande do Sul, na divisa entre Paso de Los Libres e Uruguaiana, passando a integrar o efetivo de 2.300 militares dos dois países, que participam do exercício militar combinado.

(https://i.ibb.co/ZMwSnf2/Op-Arandu-mat2-8.jpg)

No dia de hoje (15), iniciou-se as atividades conjuntas e com um evento histórico: o primeiro salto paraquedista combinado entre operadores especiais brasileiros e argentinos, no CIBSB, lançados a partir de um C-105A Amazonas da Força Aérea Brasileira (FAB).

Também hoje já iniciaram as ações com ação das tropas mecanizadas, com a participação de argentinos e brasileiros fazendo uso de VBTP-MSR 6×6 Guarani, e outros equipamentos veículos, da 2ª Brigada de Cavalaria mecanizada (2ª Bda C Mec).

 :arrow:  https://tecnodefesa.com.br/operacao-arandu-a-chegada-das-tropas-argentinas-e-o-inicio-da-acao/

(https://i.ibb.co/HryQcxy/Op-Arandu-mat2-2-1.jpg)

(https://i.ibb.co/yd9skWh/Op-Arandu-mat2-3.jpg)

(https://i.ibb.co/kMH2H3c/Op-Arandu-mat2-4.jpg)

(https://i.ibb.co/Hgct3Cs/Op-Arandu-mat2-5.jpg)

(https://i.ibb.co/cCVSfGq/Op-Arandu-mat2-6.jpg)

(https://i.ibb.co/qjvFkC4/Op-Arandu-mat2-9.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Novembro 16, 2020, 10:35:02 pm
Sistema Astros presente na operação Arandu (Saicã)

(https://i.ibb.co/mGsMMLs/125879853-955752621582858-7769822551630072752-o.jpg)

Citar
Rosário do Sul/RS. Após deslocamento entre o centro do País (Formosa/GO) e Saicã, o material Astros, pertencente ao 16º Grupo de Mísseis e Foguetes, se prepara para participar da operação Arandu, exercício combinado entre os exércitos do Brasil e da Argentina.
A mobilidade terrestre desse material garante empregá-lo em qualquer parte do Brasil. É um material de grande poder dissuasório e de valor estratégico nacional.
Na operação Arandu serão empregadas 6 viaturas (Vtr) ASTROS, assim distribuídas:
- 2 Vtr LMU (Lançadoras Múltipla Universal);
- 1 Vtr PCC (Posto de Comando e Controle);
- 1 Vtr UCF (Unidade Controladora de Fogo);
- 1 Vtr MET (Meteorológica); e
- 1 Vtr RMD (Remuniciadora).

(https://i.ibb.co/FXJ8qqr/125786533-955752648249522-2995058450421929748-n.jpg)

(https://i.ibb.co/8rvkQ92/Op-Arandu-Astros-Tiro-Ensaio-2.jpg)

(https://i.ibb.co/Wk3Z3XT/Op-Arandu-Astros-Tiro-Ensaio-3.jpg)

(https://i.ibb.co/cTbYCCR/125865291-955752588249528-7021071596269966862-n.jpg)

(https://i.ibb.co/rZcK3T1/125936751-955752578249529-3057724798768498530-n.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Novembro 16, 2020, 10:39:28 pm
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Novembro 16, 2020, 10:41:19 pm
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Novembro 16, 2020, 10:53:41 pm
Atuação das Unidades da 8ª Brigada de Infantaria Motorizada na Operação Vitória

(https://i.ibb.co/PCdyj4z/article-9.jpg)

Citar
Bagé (RS) – Entre os dias 5 e 10 de novembro, o  19º  e o 9º Batalhões de Infantaria Motorizado foram responsáveis por compor o dispositivo defensivo planejado pela 8ª Brigada de Infantaria Motorizada (8ª Bda Inf Mtz), nas ações da Operação Vitória. Os Batalhões desdobraram no terreno duas subunidades de fuzileiros, com a finalidade de deter o avanço da tropa oponente, em uma missão típica da arma de Infantaria.

O 8º Esquadrão de Cavalaria Mecanizado realizou a ocupação de um posto avançado de combate, com a finalidade de proporcionar o alerta oportuno do avanço da tropa oponente, missão típica da arma de Cavalaria. Já o 18º Batalhão de Infantaria Motorizado integrou a tropa em reserva, desdobrando no terreno duas subunidades de fuzileiros, com a finalidade de realizar contra-ataques para restabelecer o dispositivo defensivo, em caso de ataques bem sucedidos da tropa oponente, em toda a zona de ação da Brigada. O 8º Batalhão Logístico, por sua vez, montou uma Base Logística de Brigada, para apoiar a tropa, nas diversas funções logísticas, tais como manutenção, suprimentos e saúde.

O 6º Grupo de Artilharia de Campanha apresentou no exercício uma bateria de artilharia, capaz de apoiar pelo fogo toda a frente ocupada pelas unidades em contato com o inimigo, com a função de desorganizar e desgastar o adversário em seu avanço, facilitando as ações de defesa.

As ações desempenhadas pelas unidades no exercício serviram para concluir o adestramento alcançado no ano de 2020.

Fonte: 8ª Bda Inf Mtz

(https://i.ibb.co/dj6Kykh/article.jpg)

(https://i.ibb.co/jy90vSx/article-1.jpg)

(https://i.ibb.co/GW64Bfk/article-2.jpg)

(https://i.ibb.co/YP0r2WV/article-3.jpg)

(https://i.ibb.co/C6c36SH/article-4.jpg)

(https://i.ibb.co/VYWvpYr/article-5.jpg)

(https://i.ibb.co/cgbQJJL/article-6.jpg)

(https://i.ibb.co/DgGBSBj/article-8.jpg)

(https://i.ibb.co/hC5Prp5/article-7.jpg)

Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Novembro 17, 2020, 05:22:38 pm
Operação Culminating – Finalizada a preparação para o exercício nos EUA

(https://i.ibb.co/Hx4Ymsh/Culminating-Final-HST-2.jpg)

Citar
De 3 a 14 de novembro, o Comando de Operações Terrestres (COTER), o Centro de Adestramento – Leste (CA-Leste) e a Brigada de Infantaria Pára-quedista (Bda inf Pqdt) estiveram na Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN), para a preparação do tiro real de fração nível subunidade (SU), o Live Fire. O Home Station Training é o coroamento da etapa final de adestramento da SU Culminating, oriunda da Bda Inf Pqdt, e representa mais um passo no processo de certificação do adestramento da tropa que o Exército Brasileiro deu início em 2020. Cerca de 450 homens foram empregados no exercício, inédito no Brasil, sendo 170 militares da SU Culminating.

Em 2017, o Exército Brasileiro deu início ao Plano Conjunto de Atividades junto ao Exército Norte-Americano, denominado Operação Culminating. O principal objetivo é o aprimoramento da tropa, ao mesmo tempo em que o tiro real de fração no nível subunidade permite a aplicação de todos os armamentos orgânicos de uma SU em combate.

Durante os últimos 4 dias do ciclo de 2 semanas de preparo, a SU participou da emissão de ordens pela direção do exercício. Já no contexto geral da manobra, houve a execução do treinamento no terreno, com o tiro em seco e a utilização dos Dispositivos de Simulação de Engajamento Tático (DSET). No penúltimo dia, a tropa progrediu com a execução do tiro de festim.

Em 14 de novembro, realizou o Live Fire. Cerca de 25 mil tiros foram disparados e a progressão da tropa foi realizada com êxito. Ressalta-se a importância do planejamento técnico e da atuação dos observadores e controladores de adestramento (OCAs) do CA-Leste no exercício. Os OCAS progridem no terreno com a tropa, ao mesmo tempo em que atuam para a segurança dos homens, com o devido controle do armamento individual e coletivo.

(https://i.ibb.co/nDWjjP6/Culminating-Final-HST-6.jpg)

Para além do Home Station Training, o major Tibério, Chefe da Divisão de Adestramento do CA-Leste, ressalta os avanços do Centro. “O CA-Leste teve início em 1996, como o primeiro núcleo de material de simulação do EB. Hoje, contamos com dois centros, Leste e Sul. Na América Latina, somos um dos únicos com a capacidade de fazer o adestramento final da tropa no nível batalhão”.

A experiência adquirida nos dias de adestramento da tropa fará parte das páginas do documento de Instruções Reguladoras de Tiro com o Armamento do Exército (IRTAEx) e da história da doutrina militar brasileira. “O EB quer implementar essas novas metodologias para o tiro. É um nível em que são incorporadas novas práticas de progressão estratégica da tropa e a utilização de armamentos em nível subunidade”, afirma o tenente-coronel Franzoni, Adjunto D3/ Estado-Maior da Culminating e responsável pelo treinamento.

(https://i.ibb.co/zhQk66Y/article-16.jpg)

O exercício foi dividido em 5 fases. Na 1ª e 2ª, a SU participou do assalto aeroterrestre e cumpriu as missões de conquista e manutenção de cabeça de ponte aérea. Na 3ª e 4ª fases, foram praticadas a infiltração aeromóvel e a ocupação e estabilização da área urbana de São José do Barreiro, interior de São Paulo. Na 5º fase, realizou-se o Live Fire.

Uma integração estratégica que representa um grande ganho para o Exército em termos de combate ofensivo e defensivo, segundo afirma o capitão Falcão, Comandante da Companhia. “Ao longo de 2 anos de preparo da tropa nos 7 exercícios Arroio, a tropa se mostrou coesa e comprometida com o sucesso da operação. Desenvolvemos táticas, técnicas e procedimentos e reforçamos a liderança, tão importante no meio militar”.

O exercício bilateral será realizado de 18 de janeiro a 21 de fevereiro de 2021, no Joint Readiness Training Center, em Fort Polk. Desta vez, a Subunidade Culminating será enquadrada pelas tropas aeroterrestres daquele país.

Uma associação importante e histórica, que possibilitou o estabelecimento de novos parâmetros, o avanço da simulação do Exército Brasileiro e a integração de todas as funções de combate dentro dos exercícios já executados, além do aprimoramento das forças de prontidão.

(https://i.ibb.co/BLNpz9M/Culminating-Final-HST-4.jpg)

O Chefe do Preparo da Força Terrestre, general de divisão Affonso da Costa, acompanhou a atividade e salientou, com o devido reconhecimento, o grande ganho de adestramento com a execução de todas as funções de uma companhia, além do aspecto humano. “A realização e conclusão deste exercício evolui o nosso preparo e é também marcante, pois finaliza o adestramento dessa SU do Comando Militar do Leste. Entretanto, o mais importante é o lado psicológico, pois em um exercício como este, de alta intensidade, os militares podem exercer a liderança e estimular o espírito de corpo da tropa. A sua vida depende da vida do companheiro”, finalizou o general.

Fonte: AMAN

Fotos: cap Edvaldo e cb Estevam

(https://i.ibb.co/h8HJ1L6/Culminating-Final-HST-1.jpg)

(https://i.ibb.co/hgh06yR/Culminating-Final-HST-5.jpg)

(https://i.ibb.co/Chmf2t7/Culminating-Final-HST-3.jpg)

(https://i.ibb.co/P9MMYd6/article-15.jpg)

(https://i.ibb.co/Cbsy9zQ/article-14.jpg)

(https://i.ibb.co/3zXxhTR/article-13.jpg)

(https://i.ibb.co/xXPCfVZ/article-12.jpg)

(https://i.ibb.co/0qDvZjS/article-11.jpg)

(https://i.ibb.co/smvx9hz/article-10.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Novembro 19, 2020, 12:56:27 pm
2º Regimento de Cavalaria Mecanizado – 2º RC Mec na Operação ARANDU

(https://i.ibb.co/fFXVk3p/126338964-957867521371368-7015264102163953419-n.jpg)

Citar
Rosário do Sul/RS. No período de 10 a 17 de novembro, o 2º Regimento de Cavalaria Mecanizado (2° RC Mec) participou da Operação ARANDU, realizada no Campo de Instrução Barão de São Borja - SAICÃ.

Durante o Exercício, que é realizado a cada três anos com a participação dos Exércitos do Brasil e da Argentina, o 2° RC Mec realizou transposição de curso de água utilizando quatro Viaturas Blindadas de Transporte de Pessoal GUARANI, demonstrando a possibilidade de emprego do veículo diante de rios obstáculo.

Ocorreu também o desdobramento de um Pelotão de Cavalaria Mecanizado como parte da apresentação aos militares em presença.

(https://i.ibb.co/71WcBwS/126273583-957867601371360-1668046963383264852-n.jpg)

(https://i.ibb.co/Nt3CfWn/126472143-957867574704696-898162857645849278-n.jpg)

(https://i.ibb.co/HPWFgWJ/126251665-957867531371367-6584233221028324373-n.jpg)

(https://i.ibb.co/yWYDFS7/126169067-957867564704697-4797260844678306039-n.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Novembro 19, 2020, 12:57:55 pm
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Novembro 19, 2020, 12:59:18 pm
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Novembro 19, 2020, 01:02:37 pm
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Novembro 20, 2020, 07:45:14 pm
Citar
No cenário de operações do exercício combinado ARANDU, entre o Exército Brasileiro e o Exército Argentino, o 3º Pelotão de Cavalaria Pára-quedista atuou junto a Força Tarefa Santos Dumont (26° BI Pqdt), mobiliando uma linha de vigilância e ocupando um Posto Avançado de Combate, em condições de fornecer o alerta oportuno da aproximação do inimigo e de debilitá-lo de forma considerável.

Por fim, executou a junção com o 5º RCMec! Durante o exercício houve valorosas trocas de conhecimento e estreitamento de laços com militares das tropas paraquedistas do Exército Argentino e Brasileiro!

(https://i.ibb.co/2cvgNyX/126805122-1711500985678468-6959194373701857881-n.jpg)

(https://i.ibb.co/p4yqwT1/126306391-203292171305950-8851799579166813630-n.jpg)

(https://i.ibb.co/zSDL3j2/126344757-676115919714235-4242257203380564558-n.jpg)

(https://i.ibb.co/t3BSJdX/126118395-842814833214931-4693192172601444952-n.jpg)

(https://i.ibb.co/D9TWcmJ/125788723-216070449952172-3550838249014599088-n.jpg)

(https://i.ibb.co/RH9k9DW/126264043-204797711155917-3510859398379819946-n.jpg)

(https://i.ibb.co/MnCd4Pq/126303330-2993955440832014-1197287884557628435-n.jpg)

(https://i.ibb.co/1s9p2q6/125499215-295409831661071-2444736037522218772-n.jpg)

(https://i.ibb.co/r6g2P8q/125855658-672122873665039-5042349322886323545-n.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Novembro 21, 2020, 12:26:40 am
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Novembro 21, 2020, 12:29:07 am
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Novembro 24, 2020, 01:36:17 pm
5ªBda C Bld recebe 1ª visita de inspeção do Subcomandante do COTER

(https://i.ibb.co/CnbqNB7/001.jpg)

Citar
A a 5ªBda C Bld recebeu a visita do Subcomandante de Operações Terrestres (COTER), o General André Luis Novaes Miranda. O comandante da 5 ª Divisão de Exército, General José Russo Assumpção Penteado, e o Gen Novaes acompanharam uma palestra do Comandante da 5ªBda C Bld, General Sergio Manoel Martins Pereira Junior. A palestra abrangeu as capacidades da 5ªBda C Bld e suas missões para o ano de 2021 – com ênfase na preparação de sua força de prontidão (FORPRON).

Além do Comando da 5ªBda C Bld, o Gen Novaes visitou o 13º Batalhão de Infantaria Blindado (13ºBIB) e o 3º Regimento de Carros de Combate (3ºRCC), OM sediadas na guarnição de Ponta Grossa. No 13ºBIB, o Gen Novaes assistiu uma apresentação da 1ªCia de Fuzileiros Blindada, tropa componente e certificada da FORPRON/5ªBda C Blda. Já o 3ºRCC preparou uma apresentação dos meios blindados e logísticos de uma Força Tarefa (FT) RCC.

Para o Gen Novaes a 5ªBda C Bld é de grande importância operacional no cenário nacional do Exército Brasileiro, por ser uma das seis Brigadas estratégicas para o COTER. “Essa Brigada é aquela que decidirá o combate. Esse ano ela teve um pioneirismo na certificação da FORPRON e para os próximos anos visualizamos que o preparo e capacitação dela só tende a melhorar”, enfatizou o subcomandante do COTER.

 :arrow:  http://www.5de.eb.mil.br/index.php/ultimas-noticias/404-5-bda-c-bld-recebe-1-visita-de-inspecao-do-subcomandante-do-coter

(https://i.ibb.co/SPy0NKV/002.jpg)

(https://i.ibb.co/bdLM1TY/004.jpg)

(https://i.ibb.co/6wQ41Hc/006.jpg)

(https://i.ibb.co/Z256hF2/007.jpg)

(https://i.ibb.co/fxsrCbs/008.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Novembro 24, 2020, 01:43:10 pm
15ª Bda Inf Mec é certificada como Força de Prontidão

(https://i.ibb.co/YNhGcWV/1.jpg)

Citar
No período de 16 a 27 de novembro é realizada a Certificação da Força de Prontidão (FORPRON) da 15ª Brigada de Infantaria Mecanizada (15ª Bda Inf Mec), sendo dividida em três partes: Simulações Construtiva e Virtual, realizadas no período de 16 a 21 de novembro, em Curitiba/PR e Santa Maria/RS; e a Simulação Viva de 23 a 26 de novembro, realizada no Campo de Instrução Barão de São Borja/RS.

A primeira fase do Ciclo de Prontidão Operacional começou no mês de agosto de 2020, com a preparação das organizações militares subordinadas. A 2ª Fase chamada de Certificação engloba três tipos de simulação: Construtiva – na qual o foco da avaliação é  o Estado-Maior da Brigada; Virtual – em que são certificados os Comandantes de Companhia e Pelotão; e Viva – em que são certificadas as subunidades da Brigada.

Haverão nesta semana manobras táticas empregando o blindado Guarani e na oportunidade, será realizado o Tiro de Artilharia do 26º Grupo de Artilharia de Campanha, que será avaliado pela Artilharia Divisionária da 5ª Divisão de Exército.

Estarão presentes nas atividades o Comandante Militar do Sul, General Stumpf; o Comandante da 5ª Divisão de Exército, General Penteado; o Chefe do Preparo do COTER, General Affonso da Costa; que acompanharão o exercício em terreno na Simulação Viva

Sobre a FORPRON

O objetivo da FORPRON é preparar as tropas subordinadas à Brigada para o Ciclo de Prontidão, estando aptas a operar em missões reais de combate convencional, operações de Garantia da Lei e da Ordem e operações interagências. Os militares adestrados na FORPRON poderão cumprir qualquer missão de combate em território nacional, bem como, mediante ordem, vir a cumprir missão no exterior.

 :arrow:  http://www.5de.eb.mil.br/index.php/ultimas-noticias/405-15-bda-inf-mec-e-certificada-como-forca-de-prontidao

(https://i.ibb.co/jhvcdD1/2.jpg)

(https://i.ibb.co/6JNSd1H/3.jpg)

(https://i.ibb.co/TPFYY5v/4.jpg)

(https://i.ibb.co/HNtmJSM/5.jpg)

(https://i.ibb.co/2hkJNSq/7.jpg)

(https://i.ibb.co/qmbVwTB/8.jpg)

(https://i.ibb.co/j4Lx3sC/10.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Novembro 24, 2020, 02:02:26 pm
AMAN conclui Manobra 2020

(https://i.ibb.co/C5RKxQn/Sem-ttulo.png)

Citar
A Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN) realizou de 16 a 20 de novembro a Manobra Escolar 2020, no sul fluminense.

Durante os cinco dias de atividade, estiveram envolvidos cerca de 2.700 militares de diversas unidades, além de 361 viaturas e 5 aeronaves.

Considerada o maior exercício da Academia, a Manobra tem como objetivo o aprendizado prático do cadete, num contexto de conflito contemporâneo, em que são realizadas Operações no Amplo Espectro, as quais integram ataques contra oponentes armados e aplicação dos meios de combate em ações de caráter ofensivo, defensivo, de pacificação, de Garantia da Lei e da Ordem.

Um universo de tática, técnicas e procedimentos, que visam aprimorar o futuro oficial combatente de carreira do Exército Brasileiro.

Na AMAN, vivem pouco mais de 1.700 cadetes de todas as Armas, Quadro e Serviço.

Como neste ano o exercício teve como foco principal o cadete, foi dada autonomia aos que exerceram funções de comando junto às suas tropas, iniciativa, a qual, foi vista como um dos pontos relevantes para o sucesso da Manobra.

Coube aos oficiais instrutores dos cursos orientar e observar, se preciso fosse. Além das atividades no campo de instrução da Academia, a cidade de Quatis, o distrito de Pedra Selada e as regiões de Fumaça, Monet e Monte Castelo também receberam os militares, que treinam constantemente o aprimoramento da doutrina militar.

Para além do material de emprego militar da Academia, destaca-se o apoio de diversas Organizações Militares, dentre elas, o Comando de Aviação do Exército (CAVEx), o Centro de Adestramento-Leste (CA-Leste) e da Escola de Formação Complementar do EB (EsFCEx).

De forma inédita, foi empregada a tecnologia da Seção de Simulação da AMAN em todas as ações da Manobra, o que gerou maior agilidade e realismo ao combate. Os meios digitais também se fizeram presentes no Sistema de Inteligência, com o apoio da Cadeira de Cibernética, e no Centro de Operações, com a utilização de softwares, que possibilitaram um acompanhamento mais detalhado das ações planejadas e executadas.

 Além dos meios de divulgação institucionais, o evento foi amplamente divulgado pela mídia, sendo citado em ao menos 14 veículos de imprensa da Região e nacionais.

Para que todas atividades da Academia sejam realizadas com sustentabilidade econômica e respeito ao patrimônio público, logo após o exercício ocorreu a manutenção de todos os meio utilizados.

A AMAN sente orgulho por mais um evento realizado com a integração dos cursos e com a certeza de ser uma oportunidade ímpar para que o cadete do 1º ano possa fazer a escolha de sua arma, a partir da experiência prática vivenciada na Manobra que, por sua vez, contou com a grande disponibilidade de meios de emprego militar.

 :arrow:  https://www.aman.eb.mil.br/ultimas-noticias/494-aman-conclui-manobra

(https://i.ibb.co/5TpFXY2/DSC0516.jpg)

(https://i.ibb.co/Q8kyy4L/DSC0400.jpg)

(https://i.ibb.co/SKhrBHS/DSC0576.jpg)

(https://i.ibb.co/kKCPm1X/DSC0754.jpg)

(https://i.ibb.co/mGyNnGJ/DSC0758.jpg)

(https://i.ibb.co/5hpGHTv/DSC0805.jpg)

(https://i.ibb.co/Nx4Tgmg/comunicaes-na-MANOBRA-Fotos-Cadete-Campos-21.jpg)

(https://i.ibb.co/XZb0Z8g/DSC0017.jpg)

(https://i.ibb.co/8rRtgPT/MANOBRATERA7.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Novembro 24, 2020, 05:48:28 pm
Centro de Adestramento Leste  - Exercício Home Station Training

(https://i.ibb.co/QP9BpP4/IMG-0028.jpg)

Citar
Rio de Janeiro (RJ) - O Centro de Adestramento Leste - Centro de Adestramento General Álvaro Braga realizou, no período de 2 a 8 de novembro, o último adestramento da Subunidade Culminating antes do embarque para o Estados Unidos da América, onde realizará o exercício combinado com a 82nd Airborne Division, no Joint Readiness Training Center, Fort Polk, Louisiana.

O Exercício Home Station Training encerra um ciclo de dois anos de adestramento, onde o CA-Leste trabalhou na preparação SU Culminating no emprego dos seus quatro pilares: o Dispositivo de Simulação e Engajamento Tático (DSET), o Observador e Controlador do Adestramento (OCA), a Força Oponente (FOROP) e a Análise Pós-Ação (APA).
A SU Culminating foi submetida a oito exercícios de campanha com a finalidade de atingir Objetivos de Adestramento como:

- Marcha para o combate;
- Operação de substituição em posição;
- Defesa de Área;
- Assalto Aeroterrestre
- Ataque à posição defensiva;
- Investimento à Localidade

O Exercício de Campanha foi realizado em cinco fases. A primeira foi o assalto aeroterrestre, no Campo de Instrução da AMAN com o ataque da SU Culminating a uma posição defendida pela FOROP para estabelecer uma Cabeça de Ponte Aérea (C Pnt Ae).

A segunda fase a foi Defesa da Cabeça de Ponte Aérea, onde a FOROP realizou um ataque a em uma frente de pelotão da C Pnt Ae.

A terceira fase do exercício foi realizada em São José do Barreiro - SP onde foi empregada a Aviação do Exército na infiltração aeromóvel e, em seguida, a SU realizou o investimento à localidade terminando com a quarta fase que foi a sua estabilização.

Após essas atividades foi realizado o Tiro Real (Live Fire) nível Subunidade que ocorreu no Campo de Instrução da AMAN, na região de Membeca, com o emprego do CA-Leste durante a preparação e execução dessa atividade. O Tiro Real da Su Culminating foi uma atividade inédita no Exército Brasileiro e servirá como base para atualização futura dos módulos de tiro das Unidades da Força Terrestre.

Texto: Cap Alfred / Fotos: Sd Iago

 :arrow:  http://www.caleste.eb.mil.br/noticias/242-ca-leste-home-station-training-live-fire.html

(https://i.ibb.co/v1Tk57Y/IMG-0064.jpg)

(https://i.ibb.co/sQDt1Gv/IMG-0067.jpg)

(https://i.ibb.co/ChkGTqV/IMG-0076.jpg)

(https://i.ibb.co/V2Szmwv/IMG-0079.jpg)

(https://i.ibb.co/fN3sNLL/IMG-0098.jpg)

(https://i.ibb.co/JrM4csR/IMG-0104.jpg)

(https://i.ibb.co/PzcwN0z/IMG-0136.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Novembro 24, 2020, 10:06:28 pm
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Novembro 25, 2020, 01:11:14 pm
6ª Bateria de Artilharia Antiaérea Autopropulsada participa da Operação Arandu

(https://i.ibb.co/Kh7w4cG/article.jpg)

Citar
Santa Maria (RS) – No período de14 a 20 de novembro, ocorreu a Operação Arandu, Exercício Militar Combinado entre os Exércitos do Brasil e da Argentina, no Campo de Instrução Barão de São Borja (CIBSB), Saicã, em Rosário do Sul (RS).

Dentre outras atividades, destacou-se o tiro real de superfície do canhão 35mm da VBC DA Ae Gepard 1 A2, no polígono de tiro do barro vermelho, realizado pela 6ª Bateria de Artilharia Antiaérea Autopropulsada (6ª Bia AAAe AP). Dessa forma, a subunidade contribuiu no compartilhamento de experiências doutrinárias entre os exércitos dos dois países, bem como no fortalecimento da diplomacia militar e na consolidação dos laços de união, cooperação e amizade.

Fonte: 6ª Bia AAAe AP

(https://i.ibb.co/yXzy71Q/article-1.jpg)

(https://i.ibb.co/JzT1gbn/article-2.jpg)

(https://i.ibb.co/27dNRSX/article-3.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Novembro 26, 2020, 01:00:09 pm
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Novembro 26, 2020, 01:19:46 pm
4ª Brigada de Infantaria Leve de Montanha - Operação Diedro 2020

(https://i.ibb.co/j6y1Cdn/DSC-0283.jpg)

Citar
Juiz de Fora (MG) - A 4ª Brigada de Infantaria Leve de Montanha realizou, no período de 18 a 25 de novembro, a Operação Diedro, exercício de combate em ambiente operacional de montanha, com o objetivo de realizar o adestramento básico das Organizações Militares Subordinadas em operações ofensivas e defensivas, bem como realizar o adestramento avançado da Brigada de Montanha, no comando e controle de suas unidades de combate, apoio de combate e apoio logístico em campanha.

As atividades se desenvolveram nas Serras do Relógio, Descoberto e Boa Vista, entre os municípios de Descoberto e Astolfo Dutra, ambos no Estado de Minas Gerais, região com altitudes elevadas variando de 950 a 1.400 metros.

Com esse exercício, a Brigada de Montanha do Exército Brasileiro concluiu o ciclo de adestramento avançado, mantendo-se em permanente estado de prontidão nas operações de defesa externa em ambiente de montanha.

Cabe ressaltar que todo o efetivo participante testou negativo para COVID-19, bem como foram observados os protocolos de segurança previstos no combate à pandemia em curso. Diante da atual conjuntura sanitária, também foi realizada uma Ação Cívico Social (ACISO), nos municípios mineiros de Guarani, São João Nepomuceno, Descoberto e Astolfo Dutra, com a descontaminação de áreas públicas com grande fluxo de pessoas e capacitação de agentes públicos municipais das áreas de saúde e sanitária.

Fonte: 4ª Bda Inf L Mth

(https://i.ibb.co/XVSypvK/32-BIL-MTH-13.jpg)

(https://i.ibb.co/mSk7b5P/DSC-0268.jpg)

(https://i.ibb.co/HxWBcQG/DSC-0281.jpg)

(https://i.ibb.co/Mc4rmBX/DSC-0290.jpg)

(https://i.ibb.co/LnNLBRg/DSC-0296.jpg)

(https://i.ibb.co/qs1qkMv/DSC-0483ab.jpg)

(https://i.ibb.co/ryMMRjR/IMG-4571.png)

(https://i.ibb.co/Sm2y9CV/IMG-4580.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Novembro 26, 2020, 10:50:29 pm
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Novembro 30, 2020, 06:17:39 pm
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Dezembro 08, 2020, 06:45:28 pm
23ª Brigada de Infantaria de Selva é certificada como FORPRON

(https://i.ibb.co/nLpvkzp/FORPRON-23a-Bda-Inf-Sl-0.jpg)

Citar
De 20 de novembro a 5 de dezembro, o Comando Militar do Norte (CMN), juntamente com o Centro de Adestramento-Leste (CA-Leste), realizou a certificação da 23ª Brigada de Infantaria de Selva (23ª Bda Inf Sl) como Força de Prontidão (FORPRON) do Exército Brasileiro voltada para a Defesa da Pátria, cuja preparação assegura o nível de eficiência operacional da tropa desejado.

A certificação é um exercício que atesta a preparação da 23ª Bda Inf Sl para o cumprimento das missões nas diversas hipóteses de emprego da tropa, como resposta imediata da Força Terrestre em situações de combate. Dessa maneira, a Força deve se preparar para a dissuasão de ameaças, buscando atingir o mais alto nível compatível com os recursos disponíveis. Assim sendo, a Força Terrestre necessariamente precisa manter suas tropas em permanente estado de prontidão operacional.

Por meio do Sistema de Simulação do Exército Brasileiro (SSEB) e do Sistema de Prontidão Operacional (SISPRON), é possível realizar simulações construtivas e vivas, dentro de temas táticos, que são previstos em diversas hipóteses de emprego, permitindo a manutenção do nível de adestramento denominado “preparação completa” atingido pela Força, mantendo seu poder de combate, avaliadas e certificadas em sua capacitação operacional.

O 52º Batalhão de Infantaria de Selva (52º BIS), como Força de Prontidão da 23ª Bda Inf Sl, participou da certificação que se constituiu por duas fases. Na 1ª Fase, de 20 a 27 de novembro, foi realizada nas dependências do 23º Batalhão Logístico de Selva a simulação construtiva, na qual o CMN certificou o Comando e Estado Maior da 23ª Bda Inf Sl e suas OM subordinadas, por meio de um tema tático em situação de guerra.

Na 2ª Fase, de 28 de novembro a 5 de dezembro, ocorreu a simulação viva, dentro de um tema tático coerente com as missões prioritárias do Batalhão, quando foram realizadas as seguintes ações:

Apronto operacional;
Marcha para o combate por estrada em terreno de selva;
Marcha para o combate através selva seguido de uma infiltração tática por pelotões; e
Ataques a uma posição defensiva do inimigo e defesa de uma área de combate, estabelecendo pontos fortes e posições defensivas circulares no terreno.

No final do exercício, o CA-Leste empregou cadernetas de certificação contendo as fichas de observação acerca do trabalho de comando e estado-maior, de trabalho de comando das subunidades e escalões inferiores e dos objetivos de adestramento, a fim de balizar a avaliação do exercício.

 :arrow:  https://tecnodefesa.com.br/23a-brigada-de-infantaria-de-selva-e-certificada-como-forca-de-prontidao/

(https://i.ibb.co/Ns3Yj06/FORPRON-23a-Bda-Inf-Sl-1.jpg)

(https://i.ibb.co/DKXT4c2/FORPRON-23a-Bda-Inf-Sl-2.jpg)

(https://i.ibb.co/Xtp82Nv/FORPRON-23a-Bda-Inf-Sl-3.jpg)

(https://i.ibb.co/dgQWgyr/FORPRON-23a-Bda-Inf-Sl-4.jpg)

(https://i.ibb.co/0tTJLHX/article.jpg)

(https://i.ibb.co/XskLYZp/article-1.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Dezembro 09, 2020, 11:40:42 am
2° RC Mec realiza certificação do Esquadrão FORSUL

(https://i.ibb.co/TtTYMyZ/2020-12-9-2rcmec-certif-forsul3.jpg)

Citar
São Borja (RS) – No período de 9 a 11 de novembro, o 2º Regimento de Cavalaria Mecanizado (2° RC Mec) executou a OPERAÇÃO SÃO BORJA II.

A operação teve a finalidade de certificar o Esquadrão FORSUL nas operações de defesa externa, inserido no Período de Adestramento Básico.

Durante o Exercício, que contou com a participação de tropas do 1° Regimento de Cavalaria Mecanizado (1° RC Mec), a subunidade FORSUL realizou ações enquadrada em uma força de cobertura, retardando a força oponente entre a posição inicial de retardamento e o seu acolhimento na direção da cidade de São Borja.

Trata-se de um exercício de fundamental importância para o ano de instrução, onde foram empregados mais de 40 viaturas e mais de 100 militares.

Dando sequência ao adestramento, o 2° RC Mec apoiou o 1° RC Mec e o 19° RC Mec em suas respectivas certificações, no período de 16 a 27 de novembro, atuando como força oponente, proporcionando maior realismo à atividade.

Fotos: Cb Vinicius
Crédito: Com Soc 2º RC Mec

(https://i.ibb.co/y4tNkv5/2020-12-9-2rcmec-certif-forsul11.jpg)

(https://i.ibb.co/mXkspDh/2020-12-9-2rcmec-certif-forsul5.jpg)

(https://i.ibb.co/mH7HpGd/2020-12-9-2rcmec-certif-forsul9.jpg)

(https://i.ibb.co/qpMcb93/2020-12-9-2rcmec-certif-forsul8.jpg)

(https://i.ibb.co/vjsfVc4/2020-12-9-2rcmec-certif-forsul2.jpg)

(https://i.ibb.co/Jk3p4XG/2020-12-9-2rcmec-certif-forsul7.jpg)

(https://i.ibb.co/3Np1bB5/2020-12-9-2rcmec-certif-forsul12.jpg)

(https://i.ibb.co/XtrJzgv/2020-12-9-2rcmec-certif-forsul1.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Dezembro 11, 2020, 01:38:08 am
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Dezembro 11, 2020, 02:16:26 am
2ª DE conduz Exercício Agulhas Negras 2020

(https://i.ibb.co/yRdZF16/2020-12-9-2rcmec-certif-forsul3.jpg)

Citar
Pirassununga (SP) – Entre os dias 27 de novembro e 4 de dezembro, a 2ª Divisão de Exército conduziu, no interior do Estado de São Paulo, um dos maiores treinamentos militares do ano de instrução: o Exercício Agulhas Negras. Mais de 3,8 mil homens e mulheres se adestraram em operações ofensivas na região de Pirassununga, no interior do estado.

No apronto operacional, realizado na Academia da Força Aérea, o Comandante da 2ª Divisão de Exército, General de Divisão Edson Diehl Ripoli, destacou as qualidades da tropa bandeirante. "E a nossa Divisão tem que estar pronta para combater em qualquer lugar. A 12 Brigada pode ser empregada em qualquer parte do território nacional. A 11 Brigada, quando tinha operações de Garantia da Lei e da Ordem no Rio de Janeiro, era ela que ia para lá. O Comando da Divisão vai ao Comando Militar da Amazônia nos planejamentos. Ou seja, a 2ª DE é uma Divisão com vocação expedicionária e, para isso, nós temos que estar adestrados", disse o general.

Dia D

Ainda nas primeiras horas do Dia D de operações, a 11ª Brigada de Infantaria Leve (Bda Inf L) tranpôs o Rio Mogi-Guaçu em botes, passadeiras e portadas do 2° Batalhão de Engenharia de Combate e, depois, seguiu em ataque coordenado, permitindo a conquista da cabeça de ponte da 2ª DE. Enquanto isso, uma Força-Tarefa de um Batalhão de Infantaria Leve realizou uma infiltração aeromóvel por meio de helicópteros da Aviação do Exército para conquistar o aeródromo da região de Analândia (SP), que estava atrás da posição defensiva do inimigo. Com a manobra, a 2ª DE negou uma infraestrutura crítica ao oponente.

Em outra ação ofensiva, os paraquedistas foram lançados a partir de aeronaves da Força Aérea Brasileira na região do município de Barra Bonita (SP), conquistando uma cabeça de ponte aérea. Assim, a 2ª Divisão de Exército pôde acelerar o cerco ao oponente, colocando uma segunda tropa atrás da linha de contato com o inimigo.

Dia D+1

Com os objetivos conquistados, as tropas em primeiro escalão seguiram em marcha para o combate no sentido oeste, a fim de preparar o ataque do dia seguinte.

Dia D+2

No segundo dia após o início da ofensiva militar, o município de Analândia (SP) era o objetivo a ser conquistado na simulação. Tropas da 11ª Bda Inf L amanheceram na cidade, realizando o isolamento, cerco e investimento contra o inimigo simulado e a junção com a Força-Tarefa Aeromóvel que havia desembarcado dois dias antes na região.

Com o objetivo consolidado, um novo assalto aeromóvel foi realizado pela 12ª Brigada de Infantaria Leve (Aeromóvel), à tarde, dessa vez para a região do município de Santa Maria da Serra (SP). O objetivo era defender as pontes sobre o Rio Piracicaba e o Rio Tietê, a fim de isolar o inimigo simulado que retraia e impedir o reforço da reserva inimiga.

Dia D+3

No último dia do adestramento, a 11ª Bda Inf L seguiu em aproveitamento do êxito, para realizar a junção com as tropas aeromóveis e paraquedistas, concluindo o Exercício Agulhas Negras 2020.

Participantes do exercício

Além das Brigadas e Unidades divisionárias da 2ª DE, o Exercício Agulhas Negras 2020 ainda contou com a participação de elementos da 2ª Região Militar, do Hospital Militar de Área de São Paulo, do 1º Batalhão de Guerra Eletrônica, do 1° Batalhão de Defesa Química, Biológica, Radiológica e Nuclear, do 1° Batalhão de Operações Psicológicas, da Artilharia Divisionária da 5ª DE, do 2° e do 8° Batalhões de Polícia do Exército.

 :arrow:   http://www.2de.eb.mil.br/index.php/component/content/article?id=1553

(https://i.ibb.co/8x4pTFk/Transposio-de-curso-dgua-29-FILEminimizer.jpg)

(https://i.ibb.co/48YYNLV/Ataque-Cordenado-5-FILEminimizer.jpg)

(https://i.ibb.co/Fh9g0sL/Assalto-Aeroerrestre-PQDT-35-FILEminimizer.jpg)

(https://i.ibb.co/cJP9mny/Marcha-para-Combate-21-FILEminimizer.jpg)

(https://i.ibb.co/T2kBmyN/Assalto-Amv-2-FILEminimizer.jpg)

(https://i.ibb.co/N743cZs/Assalto-Aeroerrestre-PQDT-11-FILEminimizer.jpg)

(https://i.ibb.co/dmhcgdt/Aproveitamento-xitojuno-2-FILEminimizer.jpg)

(https://i.ibb.co/vzrpXcJ/Cabea-de-Ponte-5-FILEminimizer.jpg)

(https://i.ibb.co/Mg609LZ/Ataque-a-localiade-DQBRN-rob-t-EODor-Engenharia-31-FILEminimizer.jpg)

(https://i.ibb.co/T2HdZwW/Artilharia-Antiarea-1-FILEminimizer.jpg)

(https://i.ibb.co/fQbWvrY/Artilharia-Antiarea-2-FILEminimizer.jpg)

(https://i.ibb.co/k8VTB2f/Guerra-Eletrnica-3-FILEminimizer.jpg)

(https://i.ibb.co/YZWbWTW/Transposio-de-curso-dgua-67-FILEminimizer.jpg)

(https://i.ibb.co/b6htPDN/Ataque-a-localiade-DQBRN-rob-t-EODor-Engenharia-16-FILEminimizer.jpg)

(https://i.ibb.co/VHhdk05/Apronto-35-FILEminimizer.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Dezembro 16, 2020, 01:01:49 pm
Força de Prontidão do 33º Batalhão de Infantaria Mecanizado participa de exercício de simulação de combate

(https://i.ibb.co/7SZcT33/article.jpg)

Citar
Rosário do Sul (RS) – No dia 25 de novembro, os integrantes da Força de Prontidão (FORPRON) do 33º Batalhão de Infantaria Mecanizado (33º BI Mec) participaram do Exercício de Simulação Viva, realizado no Campo de Instrução Barão de São Borja.

O Comandante Militar do Sul, General de Exército Valério Stumpf Trindade, acompanhado do General de Divisão Carlos José Russo Assumpção Penteado, Comandante da 5ª Divisão de Exército (5ª DE), e do General de Brigada Cláudio Henrique da Silva Plácido, Comandante da 15ª Brigada de Infantaria Mecanizada (15ª Bda Inf Mec), verificou a capacitação operacional da Força de Prontidão nas atividades de marcha para o combate, ataque coordenado e aproveitamento do êxito.

O exercício teve como objetivos adestrar e certificar duas subunidades de Fuzileiros Mecanizados/ 33º BI Mec componentes da FORPRON da 15ª Bda Inf Mec; desenvolver e manter o valor profissional e a capacidade de liderança militar dos quadros; testar sua doutrina de emprego, de técnicas operacionais e de apoio e experimentar a sua organização no terreno, com foco na defesa da Pátria.

(https://i.ibb.co/R4BfF97/article-1.jpg)

(https://i.ibb.co/Yjzs9hL/article-2.jpg)

(https://i.ibb.co/F0Y2qP0/article-3.jpg)

(https://i.ibb.co/MRDH4J4/article-4.jpg)

(https://i.ibb.co/gV4hr72/article-5.jpg)

(https://i.ibb.co/fMtNJcR/article-6.jpg)

(https://i.ibb.co/4Vkn4sB/article-7.jpg)

(https://i.ibb.co/dJZht5p/article-8.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Fevereiro 11, 2021, 04:10:08 pm
Operação Culminating

3rd Brigade Combat Team, 82nd Airborne Division

#Paratroopers training alongside their Brazilian partners during their Joint Readiness Training Center rotation! Photos courtesy of the 49th Public Affairs Detachment

(https://i.ibb.co/bHvWgcL/146525782-10157943781706547-709923734318010338-o.jpg)

(https://i.ibb.co/pZp2nxJ/146884964-10157943781726547-5764213504256332003-o.jpg)

(https://i.ibb.co/9hBy2VQ/145824577-10157943786431547-4546389678364902789-o.jpg)

(https://i.ibb.co/Ydq6p0b/145971640-10157938437591547-6012641413966943603-o.jpg)

(https://i.ibb.co/SJdjhtp/145372812-10157938437116547-3041588784945117949-o.jpg)

(https://i.ibb.co/bQdc1Yx/144520033-10157938437021547-9061546327256240918-o.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Fevereiro 17, 2021, 04:03:06 pm
Operação Culminating - 12º dia de operações do exercício de intercâmbio com o US Army.

(https://pbs.twimg.com/media/EuRm_DLXMAMTNPA?format=jpg&name=large)

(https://pbs.twimg.com/media/EuRm_DKWgAIeQP6?format=jpg&name=large)

(https://pbs.twimg.com/media/EuHaFVTXcAoDljw?format=jpg&name=large)

(https://pbs.twimg.com/media/EuHaFVWXcAQNI-k?format=jpg&name=medium)

(https://pbs.twimg.com/media/EuHaFVWXIAk2isP?format=jpg&name=medium)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Fevereiro 17, 2021, 06:50:47 pm
(https://i.ibb.co/3rqLSnr/150192668-2759494160978986-3746016542057552494-o.jpg)

(https://i.ibb.co/DLqswY3/149682861-2759494144312321-6471729411791557282-o.jpg)

(https://i.ibb.co/6bmW1G5/149640612-2759494110978991-2582644062179382090-o.jpg)

(https://i.ibb.co/rpXJ342/149382495-2759494100978992-2509213891418528956-o.jpg)

(https://i.ibb.co/8Kb2BRz/149692699-2759494084312327-6965524609144450537-o.jpg)

(https://i.ibb.co/VmbwZy0/146141436-2753473001581102-8919944765125056329-o.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Fevereiro 25, 2021, 01:46:49 pm
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Fevereiro 27, 2021, 01:09:39 am
Militares integrantes da Operação Culminating desembarcam no Rio de Janeiro

(https://i.ibb.co/8bGJkFp/REDUZIDAS12.jpg)

Citar
Rio de Janeiro (RJ) – Na manhã de 22 de fevereiro, militares da Brigada de Infantaria Pára-quedista participantes da Operação Culminating desembarcaram da Aeronave civil 767-300, na Base Aérea do Galeão. Regressos de um exercício bilateral entre os Exércitos Brasileiro e dos Estados Unidos, a tropa especializada iniciou esse último período de adestramento no último dia 3 de janeiro, na Brigada da 82ª Airbone Division, no Centro de Treinamento de Preparação Conjunta (JRTC), em Fort Polk, Luisiana.
 
Esta foi a fase final do plano conjunto de atividades realizadas ao longo de 5 anos. Na data de hoje, ainda foi realizada a desmobilização dos militares envolvidos, o desembaraço alfandegário, além da fotografia oficial em território nacional. A missão concluída é um intercâmbio entre os dois países e finaliza o Plano Conjunto de atividades realizadas.

Logo no desembarque da aeronave, os militares concludentes do exercício conjunto foram recebidos pelo Comandante da Brigada de Infantaria Pára-quedista, General de Brigada Helder de Freitas Braga, pelo Chefe do Centro de Coordenação de Operações Logísticas, General de Brigada Himario Brandão Trinas, e demais autoridades. “O pessoal retorna coberto de êxito! Foram muito elogiados e cumpriram todas as missões que lhe foram dadas!”, ressaltou o Gen Hélder. Bastante satisfeito com o término da missão, concluiu: “Estou muito feliz e orgulhoso por ser o Comandante deste pessoal! Missão muito bem cumprida!"

Formatura marca recepção dos militares que participaram do Exercício Culminating

No dia 22 de Fevereiro de 2021, foi realizada, no Campo do 26º Batalhão de Infantaria Pará-quedista (Btl Inf Pqdt), uma formatura para marcar a recepção e a desmobilização dos militares participantes do Exercício Culminating, ocorrido no Centro de Prontidão e Treinamento Conjunto, nos Estados Unidos da América, desde o dia 3 de janeiro.

A Subunidade (SU) Culminating foi recebida pelo Comandante da Brigada de Infantaria Pára-quedista (Bda Inf Pqdt), General de Brigada Helder de Freitas Braga, que dirigiu -se à tropa parabenizando- a pelo êxito obtido.

“Meu sentimento é de orgulho de tudo aquilo que os senhores fizeram. Cumpriram exatamente aquilo que desejávamos e sonhávamos. Os méritos são dos senhores.  Não podemos deixar de lembrar que esse esforço só foi possível graças a uma estrutura de todo o Exército Brasileiro. E tenham humildade! Usem essa experiência para transmitir aos outros o que aprenderam”, disse o General.

O Exercício Culminating teve a participação de uma subunidade paraquedista, enquadrada em um Batalhão de uma Brigada da 82ª Airbone Division do Exército dos EUA. A Força Tarefa (FT), aprestada para emprego em operações aeroterrestres, utilizou-se de equipamentos e armamentos individuais e coletivos de última geração: canhões sem recuo 84 mm; morteiros 60 e 81 mm; metralhadoras leves; equipamentos de visão noturna; miras laser; lunetas ópticas; GPS; meios de comunicações diversos; e paraquedas MC-1. A FT nível subunidade é composta por 172 paraquedistas.

No Brasil, o exercício foi dividido em cinco fases. Na 1ª e 2ª, a SU, originada da Brigada de Infantaria Pára-quedista, participou do assalto aeroterrestre e cumpriu as missões de conquista e manutenção de cabeça de ponte aérea. Na 3ª e 4ª fases, foram praticadas a infiltração aeromóvel e a ocupação e estabilização da área urbana de São José do Barreiro, interior de São Paulo. Na 5ª fase, realizou-se o Live Fire.

Nos Estados Unidos, as atividades tiveram início com a readaptação dos paraquedistas às técnicas aeroterrestres americanas, finalizadas com o salto, no dia 20 de janeiro, da aeronave militar americana C-130 e paraquedas T-11. Seguindo a preparação, os motoristas da subunidade tiveram instruções teóricas e práticas com as viaturas americanas HUMVEE e LMTV, a fim de as utilizarem durante o exercício.
Continuando as atividades previstas, após a chegada do 1-505 PIR, Batalhão Americano da 3ª Brigade Combate Team/ 82ª Airbone Division, iniciaram-se as atividades de recebimento de ordens, planejamentos, emissão das ordens, ensaios e inspeções pré-combate.

A ação foi um intercâmbio entre os dois países e finaliza o Plano Conjunto de atividades realizadas ao longo de cinco anos.

Texto: 1º Ten Hosana / Fotos: Sd Nóbrega

 :arrow:  CML

(https://i.ibb.co/JxZgMQ0/DSC-7676.jpg)

(https://i.ibb.co/HV8TzTG/REDUZIDAS04.jpg)

(https://i.ibb.co/5c3v8LC/REDUZIDAS11.jpg)

(https://i.ibb.co/PNCg8pr/REDUZIDAS0003.jpg)

(https://i.ibb.co/YfJ1Dzd/REDUZIDAS0004.jpg)

(https://i.ibb.co/5FHCjJn/REDUZIDAS0006.jpg)

(https://i.ibb.co/b1qVKLp/REDUZIDAS0008.jpg)

(https://i.ibb.co/xDFk1rk/REDUZIDAS0010.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Março 22, 2021, 01:16:12 pm
Comando Militar do Sudeste sedia conferência inicial de exercício militar Brasil-Estados Unidos

(https://i.ibb.co/TBJKwns/article.jpg)

Citar
São Paulo (SP) – O Comando Militar do Sudeste (CMSE) recebeu uma comitiva do Exército dos Estados Unidos, além de oficiais do Exército Brasileiro vindos de diversos órgãos da capital federal, para a Conferência Inicial de Planejamento CORE 2021, realizada entre os dias 8 e 12 de março nas cidades de São Paulo (SP), Taubaté (SP), Lorena (SP) e Guarulhos (SP).

Os participantes estiveram na capital paulista e no Vale do Paraíba para reconhecer e realizar os planejamentos iniciais do exercício combinado denominado CORE, acrônimo para a sigla "Combined Operations and Rotation Exercises", a ser executado no período de 28 de novembro a 18 de dezembro na região de Resende (RJ), onde está situada a Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN).

O exercício será executado por uma Força-Tarefa valor Batalhão da 12ª Brigada de Infantaria Leve (Aeromóvel), comandada pelo 5º Batalhão de Infantaria Leve (5º BIL), e terá a participação de uma subunidade do Exército dos Estados Unidos. O objetivo é contribuir com o adestramento das Forças de Prontidão (FORPRON), bem como com o aprimoramento do Sistema de Prontidão Operacional da Força Terrestre (SISPRON).

Em São Paulo, as atividades ocorreram no Centro de Preparação de Oficiais da Reserva e Colégio Militar de São Paulo (CPOR/CMSP). A comitiva também esteve no Hospital Militar de Área de São Paulo (HMASP) para uma reunião.

Já em Taubaté, os militares norte-americanos verificaram as instalações do Comando de Aviação do Exército (CAvEx) e, em Lorena, eles conheceram as capacidades do 5º BIL. A comitiva ainda se deslocou até a Base Aérea de São Paulo, em Guarulhos, para realizar um reconhecimento.

Respeitando as medidas de prevenção ao coronavírus, os militares norte-americanos chegaram a São Paulo no dia 28 de fevereiro e permaneceram em isolamento durante uma semana devido à pandemia. Eles também foram submetidos a testes de covid-19 na chegada ao Brasil e às vésperas do embarque para os Estados Unidos.

Fonte: Comando Militar do Sudeste

(https://i.ibb.co/gJptJV6/article-1.jpg)

(https://i.ibb.co/WzZfKM7/article-2.jpg)

(https://i.ibb.co/syS6ZKv/article-3.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Março 25, 2021, 06:58:38 pm
Exército executa operação na faixa de fronteira com o Paraguai

(https://i.ibb.co/hm6dSJY/download-2.jpg)

Citar
Cascavel (PR) - No dia 12 de março, militares das Forças Armadas, em ação conjunta com Órgãos de Segurança Púiblica e de Fiscalização, deram início a mais uma fase da Operação ÁGATA/Fronteira Sul com a intensificação de ações de patrulhamento e controle de rodovias. Embarcações Guardian 25 fazem o patrulhamento de mais de 150 km do Rio Paraná. Todas as ações visam à proteção da faixa de fronteira oeste do Estado do Paraná.

A operação está sendo coordenada pela 5ª Divisão de Exército e executada pela 15ª Brigada de Infantaria Mecanizada, em ambiente interagências, visando a coibir os ilícitos transfronteiriços (descaminho, contrabando e tráfico).

Cerca de 800 militares e 163 viaturas participam de ações preventivas e repressivas pontuais, por meio de postos de bloqueio e controle em estradas, vias urbanas e rurais. Também estão sendo realizadas patrulhas motorizadas à pé e patrulhas fluvias no lago de Itaipu.

Durante o período da operação estão sendo cumpridos todos os procedimentos de segurança para prevenção e combate à COVID-19.

 :arrow: http://www.15bdainfmec.eb.mil.br/

(https://i.ibb.co/8jfJHHH/download-1.jpg)

(https://i.ibb.co/c1QSMmy/download-3.jpg)

(https://i.ibb.co/Ct1XN3g/download-4.jpg)

(https://i.ibb.co/sghm1NT/download-5.jpg)

(https://i.ibb.co/hKnqz0p/download.jpg)

(https://i.ibb.co/RCKVWx7/article.jpg)

(https://i.ibb.co/JjzPJVV/download-6.jpg)

(https://i.ibb.co/sghm1NT/download-5.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Março 25, 2021, 07:02:05 pm


Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Abril 08, 2021, 07:46:32 pm
6ª Bia AAAe AP participa de Adestramento Conjunto

(https://i.ibb.co/y0gG723/2021-4-7-6biaaaae-adestramento6.jpg)

Citar
Rosário do Sul (RS) - No período de 22 de março a 1º de abril, em Rosário do Sul – RS, no Campo de Instrução Barão de São Borja (CIBSB), a 6ª Bateria de Artilharia Antiaérea Autopropulsada (6ª Bia AAAe AP) participou da Operação de Adestramento Operacional Conjunta com a ALA-4 - Base Aérea de Santa Maria da Força Aérea Brasileira.

Empregando a 1ª Seção de Artilharia Antiaérea Autopropulsada, módulo de pronto emprego da 6ª Brigada de Infantaria Blindada, num contexto de Operações de Guerra, as tropas operaram como forças oponentes, com as Viaturas Blindadas de Combate de defesa Antiaérea Gepard 1 A2, realizando a defesa antiaérea de estruturas estratégicas, com as aeronaves da ALA-4 desencadeando missões de reconhecimento, vigilância, apoio aéreo aproximado e ataque às posições.

A operação teve por objetivo verificar a doutrina de emprego e equipamentos das duas Forças e também adestrar as tropas em operações de guerra.

Com a operação, foi possível aumentar a capacidade de interoperabilidade das Forças, a operacionalidade e a prontidão e também aperfeiçoar técnicas, táticas e procedimentos, com a participação de oficiais de ligação acompanhando “in loco” as operações.

Todas as atividades seguiram os protocolos de prevenção à COVID-19.

Crédito/fotos: Com Soc 6ª Bia AAAé AP

(https://i.ibb.co/mhkXDP6/2021-4-7-6biaaaae-adestramento4.jpg)

(https://i.ibb.co/qdbM7H6/2021-4-7-6biaaaae-adestramento3.jpg)

(https://i.ibb.co/FXZ2N45/2021-4-7-6biaaaae-adestramento7.jpg)

(https://i.ibb.co/5xkw9zp/2021-4-7-6biaaaae-adestramento8.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Abril 08, 2021, 07:49:40 pm
Centro de Adestramento-Leste realiza Simulação Construtiva

(https://i.ibb.co/tZpgrYQ/article-1.jpg)

Citar
Rio de Janeiro (RJ) – O Comando de Operações Terrestres (COTER), por meio da Brigada de Infantaria Pára-quedista (Bda Inf Pqdt), realizou, no período de 22 a 25 de março, o Exercício de Certificação do 27º Batalhão de Infantaria Pára-quedista (27º BI Pqdt) como Força de Prontidão da Força Terrestre (FORPRON).

A Simulação Construtiva (exercício de jogo de guerra), realizada na semana de 15 a 19 de março, ocorreu no Simulador de Adestramento Tático do Centro de Adestramento-Leste. No exercício, os comandantes de fração do 27° BI Pqdt e do 1° Batalhão de Defesa Química, Biológica, Radiológica e Nuclear (1° Btl DQBRN) realizaram o combate virtual no terreno, por meio do software Virtual Battlespace 3 (VBS 3).

O exercício de campanha da Bda Inf Pqdt com o 1° Btl DQBRN foi desenvolvido com o apoio do Centro de Adestramento-Leste (CA-Leste). O Centro empregou o Dispositivo de Simulação de Engajamento Tático (DSET), com a finalidade de trazer mais realismo aos diversos problemas militares simulados. Além disso, foi empregada a equipe de observadores e controladores do adestramento e os militares da força oponente.

O exercício foi concluído na madrugada de quinta-feira, 25 de março, com a junção e a substituição, na cabeça de ponte aérea, da tropa paraquedista, pelos militares do 9º Comando do Grupamento de Unidades Escola-9ª Brigada de Infantaria Motorizada, no Campo de Instrução de Gericinó.
 
Fonte: Brigada de Infantaria Pára-quedista

(https://i.ibb.co/k1ZFzYT/article.jpg)

(https://i.ibb.co/P9SVmB3/article-3.jpg)

(https://i.ibb.co/5Y0fhXP/article-5.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Abril 09, 2021, 02:59:31 pm
11º Regimento de Cavalaria Mecanizado

Exercício de adestramento avançado

(https://i.ibb.co/vkBRY5n/116871808-757686158313251-1852056646877473038-n.jpg)

(https://i.ibb.co/4fyDJxz/116712079-757686321646568-1075094204427724509-n.jpg)

Ponta Porã (MS) - No contexto do Período de Adestramento Avançado, coordenado pelo Comando da 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada, o 11° Regimento de Cavalaria Mecanizado realizou, no período de 27 a 30 de outubro, a operação Sentinela Oeste, com o objetivo de adestrar o seu efetivo em ações de Defesa Externa. Na oportunidade, o Regimento Marechal Dutra realizou uma Marcha para o Combate, empregando o seu 1° Esquadrão de Cavalaria Mecanizado, em 1° escalão, bem como empregou o seu Esquadrão de Comando e Apoio para desdobrar uma área de trens de estacionamento, a fim de prover a logística do Regimento.

(https://i.ibb.co/dkWXxfp/122802605-828918777856655-6498195972256395681-n.jpg)

(https://i.ibb.co/sbcYCRN/123016242-828918871189979-794044020193465613-n.jpg)

(https://i.ibb.co/drNYDBh/123245256-828918821189984-2657819147921849607-n.jpg)

TIRO DE ARMAS COLETIVAS

O 11º Regimento de Cavalaria Mecanizado, seguindo determinações da 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada, quanto ao preparo de sua tropa, realizou, no período de 3 a 6 de novembro, o tiro real das suas armas coletivas orgânicas.O exercício teve o objetivo de verificar o nível de adestramento das pequenas frações dos pelotões de cavalaria mecanizados do Regimento, quanto às técnicas do material e de condução do tiro real.

(https://i.ibb.co/92csZsr/124131465-834778347270698-750004222229543339-n.jpg)

(https://i.ibb.co/m0Gb8fc/124091137-834778407270692-8191200730449698940-n.jpg)

(https://i.ibb.co/B4NBNfp/123435495-834778523937347-497224891132280429-n.jpg)

EXERCÍCIO NO TERRENO DE ADESTRAMENTO BÁSICO

O 11º Regimento de Cavalaria Mecanizado, "Regimento Marechal Dutra”, realizou nos dias 31 de agosto e 1º de setembro, um exercício no terreno inserido no Período de Adestramento Básico (PAB) - Nível Pelotão. Na oportunidade, foram adestrados três pelotões de cavalaria mecanizados, que realizaram missões de Reconhecimento de Eixo, Ação Retardadora em posições descontínuas e ocupação de Posições de Bloqueio, no contexto de um exercício de dupla ação.

(https://i.ibb.co/809FryV/118532587-781973295884537-4079545830962594461-n.jpg)

(https://i.ibb.co/9r4fdBk/118483145-781973262551207-3823082130348483362-n.jpg)

(https://i.ibb.co/9g7jg6r/118472570-781973479217852-2913604566825654732-n.jpg)

(https://i.ibb.co/4KLzpLj/118429463-781973219217878-2513650285846177789-n.jpg)

(https://i.ibb.co/CzGcvqj/118407191-781973435884523-6142026605690011798-n.jpg)

(https://i.ibb.co/HVMn6f9/118404086-781973412551192-7710035081094743888-n.jpg)

(https://i.ibb.co/wNX6QGr/118368940-781973522551181-6587748778210441218-n.jpg)

(https://i.ibb.co/cNknzSJ/118326177-781973342551199-5394955558296168329-n.jpg)

(https://i.ibb.co/CKg7v6X/118276293-781973375884529-1417052124826818446-n.jpg)

INSTRUÇÃO DE TIRO COM FUZIL DE ASSALTO IA2

O 11º Regimento de Cavalaria Mecanizado, seguindo determinações da 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada, “Brigada Guaicurus”, quanto ao preparo e adestramento de sua tropa, realizou, nos dias 26 e 27 de agosto, a Instrução Preparatória para o Tiro (IPT) e, em seguida, o Tiro de Instrução Básico (TIB) do fuzil de Assalto 5,56 mm IA2, com os soldados do efetivo variável. O objetivo da atividade foi capacitar os novos soldados no emprego desse novo armamento implementado na Força Terrestre, no contexto do Programa Estratégico do Exército COBRA, o qual visa a transformação do combatente brasileiro com o incremento de modernos armamentos e equipamentos individuais.

(https://i.ibb.co/G0nSVbS/118153275-777995319615668-1045032944096100136-n.jpg)

(https://i.ibb.co/jVj0gPC/118255437-777995392948994-5680847336436490949-n.jpg)

(https://i.ibb.co/T2Vs50H/118314986-777995466282320-912643365227758425-n.jpg)

(https://i.ibb.co/jRCHJYC/118330444-777995416282325-5007899418237448298-n.jpg)

(https://i.ibb.co/z5wb1jr/118444026-777995552948978-8456360439794779739-n.jpg)

(https://i.ibb.co/bH9hyRc/118463987-777995346282332-8675159969310506208-n.jpg)

(https://i.ibb.co/M10cBVp/118516360-777995509615649-6387385722444668438-n.jpg)

 :arrow:  11º RC MEC
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Abril 14, 2021, 06:44:05 pm
6º RCB recebe viaturas blindadas M113-BR

(https://i.ibb.co/18N7bqD/2021-4-13-6rcb-m113-5.jpg)

Citar
Alegrete (RS) - Nos dias 5, 6 e 7 de abril de 2021 o 6º Regimento de Cavalaria Blindado (6º RCB), “Regimento José de Abreu”, recebeu quatro Viaturas Blindadas de Transporte de Pessoal M113-BR.

As viaturas foram transferidas do 29º Batalhão de Infantaria Blindado, “Batalhão Cidade de Santa Maria”. As VBTP M113-BR são originárias da frota VBTP M113-B que passaram por um processo de modernização e receberam a nova denominação.

O transporte das VBTP M113-BR foi coordenado pelo 10° Batalhão Logístico “Batalhão Marquês de Alegrete”, que utilizou Viaturas Especiais Prancha. Após o desembarque no 10º B Log as VBTP M113-BR foram deslocadas para o “Regimento José de Abreu” onde foram estacionadas no pavilhão de manutenção das viaturas sobre lagartas.

Em todas as atividades foram observadas as medidas previstas, pelos protocolos das autoridades de saúde, na prevenção e combate à pandemia da COVID19.

Crédito/fotos: Com Soc 6º RCB

(https://i.ibb.co/MNHB12h/2021-4-13-6rcb-m113-6.jpg)

(https://i.ibb.co/GCtzvW1/2021-4-13-6rcb-m113-4.jpg)

(https://i.ibb.co/GsrmdD1/2021-4-13-6rcb-m113-2.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Abril 14, 2021, 06:47:45 pm
Exercícios nos simuladores virtuais de morteiro no CA-Sul

(https://i.ibb.co/SQCcy1J/2021-4-14-casul-estagio1.jpg)

Citar
Santa Maria (RS) - No dia 8 de Abril, o Centro de Adestramento-Sul, Centro General de Exército Geraldo Antonio Miotto, executou, por meio de um Pedido de Cooperação de Instrução da 3ª Divisão de Exército, exercícios práticos nos simuladores virtuais de Morteiro Pesado (Mrt P) para oficiais e sargentos das organizações militares subordinadas à "Divisão Encouraçada", à 6ª Divisão de Exército e também à 5ª Brigada de Cavalaria Blindada, como parte do Estágio de Área Mrt P do CMS.

O exercício de simulação virtual de apoio de fogo de Mrt P, executado no Simulador de Apoio de Fogo do CA-Sul, proporciona segurança, economia de recursos financeiros e de manutenção de material, além permitir que as Guarnições executem missões simuladas antes do tiro Real propriamente dito.

Os militares participantes do Estágio executaram tarefas práticas em todos os subsistemas de tiro: Linha de Fogo, para obtenção dos dados topográficos, pontaria das peças e missões de tiro; Posto de Observação, para executar pedidos de tiro por coordenadas retangulares, polares e por transporte; e Central de Tiro, para preparar a prancheta de tiro e realizar os cálculos necessários cumprir as diversas missões de tiro solicitadas pelos observadores avançados. Desta forma, o CA-Sul cumpriu mais uma missão em prol do Adestramento das frações de apoio de fogo da Força Terrestre.

Crédito/fotos: Com Soc CA-Sul

(https://i.ibb.co/r5HSRmc/2021-4-14-casul-estagio3.jpg)

(https://i.ibb.co/NWGGBV8/2021-4-14-casul-estagio2.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Abril 14, 2021, 06:52:37 pm
Aprestamento do Pelotão de Reconhecimento de Artilharia

(https://i.ibb.co/whLyMWg/Whats-App-Image-2021-04-12-at-1301561.jpg)

Citar
Juiz de Fora (MG) – No dia 7 de abril de 2021, o 4º Grupo de Artilharia de Campanha Leve de Montanha (4º GAC L Mth), “Grupo Marquês de Barbacena”, realizou a verificação do aprestamento individual e coletivo do Pelotão de Reconhecimento de Artilharia (Pel Rec Art). A atividade permitiu checar o nível de prontidão dos militares para o emprego em ambiente de montanha.

O Pel Rec Art é uma fração temporária, constituída para fins de adestramento das Técnicas, Táticas e Procedimentos para o emprego do 4º GAC L Mth nas Operações em Ambiente de Montanha. A fração é composta por militares pertencentes aos Subsistemas de Observação e Busca de Alvos, Topografia e Comunicações, que necessitam estar permanentemente adestrados para as marchas em terreno de montanha e escaladas em cordada, empregando meios para a promoção de segurança durante a ascensão, ocupação e transposição de obstáculos rochosos.

 :arrow:  http://www.cml.eb.mil.br/ultimas-noticias/2538-grupo-de-montanha-realiza-aprestamento-do-pelot%C3%A3o-de-reconhecimento-de-artilharia.html

(https://i.ibb.co/w4L35NQ/Whats-App-Image-2021-04-12-at-1301571.jpg)

(https://i.ibb.co/hKYNNBN/Whats-App-Image-2021-04-12-at-1301581.jpg)

(https://i.ibb.co/hsFXdks/Whats-App-Image-2021-04-12-at-1301583.jpg)

(https://i.ibb.co/MSyJ9v7/Whats-App-Image-2021-04-12-at-1301584.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Abril 14, 2021, 07:03:48 pm
29° Batalhão de Infantaria Blindado - Operação Cadena

(https://i.ibb.co/F8GLGDq/RPB-9228-Copy.jpg)

Citar
O 29° Batalhão de Infantaria Blindado realizou, no período de 3 a 10 de fevereiro de 2021, o patrulhamento no Campo de Instrução de Santa Maria (CISM), no contexto da Operação Cadena. Foram realizados reconhecimentos diurnos e noturnos, com meios blindados e motorizados, além de aparelhos optrônicos de visão noturna. Esta atividade teve por finalidade coibir crimes no Campo de Instrução, como o abigeato e invasões de área militar, e prestar pronta-resposta a incêndios na vegetação.

 :arrow:   https://www.29bib.eb.mil.br/index.php/noticias/142-operacao-cadena

(https://i.ibb.co/68k6x05/RPB-9222-Copy.jpg)

(https://i.ibb.co/9vp6G46/RPB-9216-Copy.jpg)

(https://i.ibb.co/JxrbdKr/RPB-9200-Copy.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Abril 14, 2021, 07:11:05 pm
1º RCC - Certificação de Pelotão de Carros de Combate

(https://i.ibb.co/kypJCSn/1-foto-capa.jpg)

Citar
Santa Maria (RS) – De 08 de fevereiro a 05 de março de 2021, o 1º Regimento de Carros de Combate realizou a Certificação de Pelotão de Carros de Combate com duas frações do Regimento Vanguardeiro. A certificação tem por objetivo avaliar o grau de conhecimento e adestramento do Pelotão, além disso é dividida em três etapas. Na 1ª Fase “N1” (1ª semana) as guarnições do Pelotão recebem instruções do Carro de Combate no próprio Esquadrão CC. A seguir, na “N2” (2ª semana), a Seção de Instrução de Blindados (SIB) realiza avaliações que mensuram, através de nota individual e coletiva, o grau de adestramento da guarnição de Carro de Combate. Por fim, na “N3” (3ª semana), o Pelotão realiza no Centro de Instrução de Blindados exercícios de simulação nos Treinadores Sintéticos de Blindados (TSB). Encerrando o ciclo de adestramento, o Pelotão realiza, no Polígono de tiro do Campo de Instrução Barão de São Borja, o tiro real com o canhão 105 mm do Leopard 1A5 BR.

Texto: 1º Sgt Dos Reis, do 1º RCC.
Crédito Fotográfico: 1º Sgt Dos Reis e Sd Moura, do 1º RCC.

(https://i.ibb.co/vsWypSj/charset-Ascii.jpg)

(https://i.ibb.co/F8vzDGd/4.jpg)

(https://i.ibb.co/Hrcx4Gj/werfghjk.png)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Abril 22, 2021, 03:32:01 am
Brigada do Exército realiza apronto operacional de Força de Prontidão

(https://i.ibb.co/1fzkwCr/article.jpg)

Citar
Boa Vista (RR) – A 1ª Brigada de Infantaria de Selva (1ª Bda Inf Sl) realizou o apronto operacional de sua Força de Prontidão (FORPRON) nas cidades de Boa Vista, Manaus e Humaitá (AM), no dia 14 de abril.

Destinada a atender às hipóteses de emprego em território nacional ou em situações de defesa externa, a FORPRON da 1ª Bda Inf Sl possui tropas de suas organizações militares diretamente subordinadas.

A 1ª Bda Inf Sl, de acordo com o Plano Estratégico do Exército 2020/2023, é uma das forças de emprego prioritário e tem por missão atuar com rapidez nas ações de defesa externa e garantia de lei e da ordem, constituindo-se como uma tropa adestrada e preparada para situações de pronto acionamento.

Para a realização das atividades foram adotadas todas as medidas de prevenção contra covid-19 preconizadas pelo Ministério da Saúde.

Fonte: 1ª Brigada de Infantaria de Selva

(https://i.ibb.co/HK903pd/article-7.jpg)

(https://i.ibb.co/bPbLZ9k/article-5.jpg)

(https://i.ibb.co/5sJS282/article-6.jpg)

(https://i.ibb.co/92TGrG8/article-4.jpg)

(https://i.ibb.co/yBr4y5D/article-3.jpg)

(https://i.ibb.co/jM8Yyzc/article-2.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Abril 24, 2021, 04:35:24 pm
Citar
São Borja (RS) – No dia 22 de abril, o 2º Regimento de Cavalaria Mecanizado realizou exercício no terreno de reconhecimento de eixo com a participação de um Pelotão FORSUL, que está em transição para FORPRON.
Durante o exercício, desenvolvido no interior do município de São Borja, foram realizadas manobras de engajamento tático simulado, aprimorando as técnicas e procedimentos da tropa nas funções de combate, movimento e manobra, comando e controle.

Além de adestrar, preparar e certificar o efetivo da FORSUL/FORPRON do 2º RC Mec, essa operação teve por objetivo exercitar e desenvolver os atributos de chefia e liderança das pequenas frações em cenários operacionais.

(https://i.ibb.co/dJXJmSZ/176415047-2968530230042641-4422566476153675641-n.jpg)

(https://i.ibb.co/8dZpKF8/176168486-515543656270153-2849040321685562976-n.jpg)

(https://i.ibb.co/NnKcRN9/176224758-1351050285262951-657334997011149075-n.jpg)

(https://i.ibb.co/bbpwFGH/176226812-1193669691079116-7000868156052077210-n.jpg)

(https://i.ibb.co/L1G54bm/175648790-901617310399125-1330085870772583727-n.jpg)

(https://i.ibb.co/2SD1jj4/176972405-367409561298074-2200064476891974455-n.jpg)

(https://i.ibb.co/PhhPT8z/176305560-502765084433542-6724891907933048091-n.jpg)

(https://i.ibb.co/n1sSLH5/176193021-1096803824131019-347453338349577219-n.jpg)

(https://i.ibb.co/7vbnHQS/176085711-520152425673785-4764329616334140965-n.jpg)

(https://i.ibb.co/k3XNmBF/176800203-561463184829943-188128545358502270-n.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Abril 24, 2021, 04:55:05 pm
Citar
O 2° BAvEx realizou, no dia 23 de abril, o tiro embarcado com militares do DRC. O DRC é a subunidade orgânica do 1º BAC voltada para a execução de missões de Reconhecimento e Tiro de Caçador e é, reconhecidamente, a que se encontra em melhor nível de preparação, no âmbito do Exército Brasileiro. Os tiros foram realizados de dentro da aeronave HM-3 Cougar com 10 militares do DRC, tanto diurno como noturno, com o auxílio de Óculos de Visão Noturna.

(https://i.ibb.co/tm2HFf2/177273870-124552213065939-1406501347261504605-n.jpg)

(https://i.ibb.co/9GLDcPC/176907345-379141500482942-182741157427227048-n.jpg)

(https://i.ibb.co/FnJck7G/176546155-165448765465888-8520386678444471388-n.jpg)

(https://i.ibb.co/NSW19Hq/176798539-211711067383105-5585571238296108788-n.jpg)

(https://i.ibb.co/BGThYC4/177814655-3877952148984647-6443842921870044620-n.jpg)

(https://i.ibb.co/NVggKpk/176574771-1776584599216903-2394075040835927787-n.jpg)

(https://i.ibb.co/7N301qd/173994618-2972716489617635-8135877933433015333-n.jpg)

(https://i.ibb.co/BrF6Gvs/176599721-1845298235678879-6273094697127626835-n.jpg)

(https://i.ibb.co/P4NV1vV/175659262-1349255995443378-8144907764755107731-n.jpg)

(https://i.ibb.co/FnK2msv/175900172-1328292374217508-2693458091488521402-n.jpg)

(https://i.ibb.co/tYXjbKm/175853356-491487988564635-8799274777443960936-n.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Abril 27, 2021, 03:48:32 pm
Citar
1º Batalhão de Aviação do Exército - 1º BAvEx -

Briefing debaixo da asa”. Últimos ajustes das tripulações do HM-4 Jaguar antes da decolagem para o Módulo Didático de Adestramento (MDA) de Batalhão. O trabalho em equipe no abastecimento “HOT” (abastecimento com o motores acionados) é fundamental para o sucesso da missão!

(https://i.ibb.co/h7Smm8n/177598393-459452601948989-5148935349250953832-n-1.jpg)

(https://i.ibb.co/rvs1Z3h/177321106-459992098601880-2983127072005684883-n.jpg)

(https://i.ibb.co/LZ6990j/177766137-372103570731009-5299288880072094067-n.jpg)

(https://i.ibb.co/bQhwVHn/177962645-968669400537458-6420530440410576636-n.jpg)

(https://i.ibb.co/wrgdRh4/179012123-4089801017753749-4711338833346205102-n.jpg)

(https://i.ibb.co/ZzbQrq8/178115247-776093949715108-6941895029806320359-n.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Abril 27, 2021, 03:49:11 pm
(https://i.ibb.co/nQnsNB5/173707403-1989974511141736-1577842499517003237-n.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Maio 04, 2021, 12:26:13 am
Operação Escudo: Comandos em ação

(https://i.ibb.co/BNzf9Zd/Operacao-Escudo-00-696x486.jpg)

Citar
Por Paulo Roberto Bastos Jr.

No período de 19 a 30 de abril, o Exército Brasileiro (EB) realizou a Operação Escudo, um exercício de adestramento realizado pelo 2° Batalhão de Aviação do Exército (2º BAvEx) e o 1° Batalhão de Ações de Comandos (1º BAC), nas regiões de Goiânia, Anápolis e da Serra da Jibóia, no Estado de Goiás.

O objetivo da atividade, que teve cinco aeronaves HM-1 Pantera K2 e HM-3 Cougar do EB, foi adestrar as tripulações, os Destacamentos de Ações de Comandos (DAC) e equipes do Destacamento de Reconhecimento e Caçadores (DRC). Para tanto, houveram duas fases; uma exclusivamente técnica, e uma segunda, enquadrada em um contexto tático.

Na primeira fase, executada em Goiânia, os DAC e pessoal do DRC tiveram a oportunidade de treinar e aperfeiçoar as diversas técnicas, táticas e procedimentos que as aeronaves de asas rotativas proporcionam. Foram realizados desembarques por rapel e pouso de assalto, tiro real de precisão embarcado, por desfile e circular, com HK-417 .308’ (7,62x51mm), e pairado, com Barret M82A1 .50’ (12,7x99mm) e Remington MSR .308’, assim como salto livre operacional (SLOp), diuturnas com o emprego de equipamentos de visão noturna.

A partir da segunda metade da manobra, foram desenvolvidas ações enquadradas dentro de um tema tático, onde as frações de Comandos foram desafiadas a resolver problemas militares simulados em que precisava-se destruir alvos de alto valor em um país inimigo de poder militar semelhante. Dessa maneira, equipes do DRC foram infiltradas na região da Serra da Jiboia, em Santa Bárbara de Goiás, por meio de SLOp com navegação por velame aberto, para conduzir reconhecimentos para a posterior infiltração e exfiltração do DAC, e atualizar o cenário das atividades recentes do alvo para o comandante do DAC, e ficar em condições de efetuar o tiro seletivo. Em um outro momento, o DAC infiltrou, com um pouso de assalto, e fez um deslocamento tático terrestre até o objetivo.

A Operação Escudo contou com a participação de 80 Comandos, 20 militares do Batalhão de Apoio às Operações Especiais (B Ap Op Esp), entre equipes de dobragem manutenção de paraquedas e suprimentos pelo ar (DOMPSA), cães de guerra e três operadores do 1º Batalhão de Forças Especiais (1º BFEsp).

 :arrow:  https://tecnodefesa.com.br/operacao-escudo-comandos-em-acao/


(https://i.ibb.co/Fb4xFg3/Operacao-Escudo-01.jpg)

(https://i.ibb.co/VprKVgG/Operacao-Escudo-02.jpg)

(https://i.ibb.co/ctwPS4v/Operacao-Escudo-03.jpg)

(https://i.ibb.co/dpCZdsw/Operacao-Escudo-07.jpg)

(https://i.ibb.co/hdsZ48W/Operacao-Escudo-08.jpg)

(https://i.ibb.co/PgCBrvR/Operacao-Escudo-09.jpg)

(https://i.ibb.co/M66WsnK/Operacao-Escudo-04.jpg)

(https://i.ibb.co/WzCGVpX/Operacao-Escudo-05.jpg)

(https://i.ibb.co/q0GLPT0/Operacao-Escudo-06.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Maio 04, 2021, 12:30:16 am
72º Batalhão de Infantaria Motorizado promove semana em comemoração ao Dia Nacional da Caatinga


(https://i.ibb.co/pZjB0Rw/article.jpg)

Citar
Petrolina (PE) – Entre os dias 26 de abril a 1º de maio, o 72º Batalhão de Infantaria Motorizado (72º BI Mtz), a “Casa do Combatente de Caatinga”, promove a semana da caatinga, em comemoração ao Dia Nacional da Caatinga, dia 28 de abril. Trata-se de uma série de eventos que destacam a importância desse bioma único no mundo, para biodiversidade brasileira e o relevante valor como ambiente operacional.

A cerimônia de abertura da semana da caatinga aconteceu no dia 26 de abril. Devido às medidas sanitárias de prevenção à covid 19, a solenidade contou apenas com os militares envolvidos no evento, sem a participação do público externo.

Entre as atividades programadas ocorre o IX Simpósio de Caatinga, o concurso de canções de treinamento físico militar (TFM), que premiará as melhores canções que enalteçam o ambiente operacional de caatinga.

Haverá, também, competições de patrulhas e para finalizar as atividades da semana em 2021, será realizada mais uma cerimônia de entrega do facão carcará, no Campo de Instrução Fazenda Tanque do Ferro.

Fonte: 72° BIMtz

(https://i.ibb.co/ggxj7Q4/article-1.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Maio 04, 2021, 12:46:42 am
6º Batalhão De Infantaria Leve Finaliza Sua Preparação Operacional Para O 2º Ciclo De Certificação Do Sistema De Prontidão Do Exército Brasileiro

(https://i.ibb.co/Kqym6KL/13.jpg)

Citar
Resende (RJ) Seguindo as diretrizes e planejamento de instrução do Comando da 12ª Brigada de Infantaria Leve Aeromóvel (12ª Bda Inf L Amv) quanto ao preparo da Força de Prontidão (FORPRON), tropa de emprego estratégico da Força Terrestre, o Regimento Ipiranga realizou, em 26 e 27 de abril, no Campo de Instrução da Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN), um exercício no terreno com o efetivo do Batalhão integrante da FORPRON da Brigada Aeromóvel.

O objetivo foi finalizar o preparo dos militares, bem como do material de emprego militar individual e coletivo das frações, para a participação do 6º BIL no 2º ciclo de certificação do Sistema de Prontidão do Exército Brasileiro (SISPRON) previsto para o final do mês de maio de 2021.

 :arrow:  http://www.bdaamv.eb.mil.br/index.php/noticias/828-6-batalhao-de-infantaria-leve-finaliza-sua-preparacao-operacional-para-o-2-ciclo-de-certificacao-do-sistema-de-prontidao-do-exercito-brasileiro

(https://i.ibb.co/wMKgyVX/18.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Maio 12, 2021, 07:32:21 pm
Cadetes do 3º ano do Curso de Infantaria receberam instruções teóricas e práticas sobre a Infantaria Blindada

(https://i.ibb.co/T1pn9JX/183572027-137581945063913-5984762045205015056-n.jpg)

Citar
Entre 2 e 7 de maio de 2021, o 29º Batalhão de Infantaria Blindado conduziu um Pedido de Cooperação de Instrução para a Academia Militar das Agulhas Negras.

Cadetes do 3º ano do Curso de Infantaria receberam instruções teóricas e práticas sobre a Infantaria Blindada, puderam realizar Operações enquadrados em um Pelotão de Fuzileiros Blindado e assistir uma demonstração com os meios da 6ª Brigada de Infantaria Blindada e da Força Aérea Brasileira.

Ao final, participaram como assistência da formatura do 78º aniversário da Unidade.

(https://i.ibb.co/9hH9nw4/185421767-561257758177861-3692875956087616254-n.jpg)

(https://i.ibb.co/cbnNR99/185041050-183791416934982-4667739821165737648-n.jpg)

(https://i.ibb.co/6vyCQ1r/184546396-520798935756963-5469225512400364308-n.jpg)

(https://i.ibb.co/27vczpV/184769720-374508233912497-2947897870986449609-n.jpg)

(https://i.ibb.co/3YdvMKw/184800115-497593344929368-8854353983148725912-n.jpg)

(https://i.ibb.co/yWHPdTd/184773207-371288014262855-3854408167622989489-n.jpg)

(https://i.ibb.co/1dxtRYT/183984003-809476346343682-5918956404416058724-n.jpg)

(https://i.ibb.co/dbxmgr7/184002203-779143936066842-3470224814298521405-n-1.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Maio 12, 2021, 07:37:10 pm
Citar
Santo Ângelo (RS) – No dia 5 de maio, o 1º Batalhão de Comunicações (1º B Com) “Batalhão General Mário da Silva Miranda” realizou a solenidade alusiva ao Dia da Arma de Comunicações em homenagem ao insigne patrono, o Marechal Cândido Mariano da Silva Rondon. Após a formatura o Destacamento de Comunicações da 3ª Divisão de Exército partiu para a Operação “Trovão I” que ocorreu no Campo de Instrução da Unidade.

O Exercício no Terreno faz parte do adestramento contínuo para pronto emprego da OM no estabelecimento do Comando e Controle em apoio ao Grande Comando enquadrante.

(https://i.ibb.co/HqHLYc5/184096608-1410261992643664-355472081319632850-n-1.jpg)

(https://i.ibb.co/W521KX9/183936168-146226830851993-1512991053428576201-n.jpg)

(https://i.ibb.co/KsXRG8h/183732903-770192857202469-1436385800628681069-n.jpg)

(https://i.ibb.co/Yfq7kyT/184060764-1384759015226986-4871811247621048437-n.jpg)

(https://i.ibb.co/k6hqpN8/184565323-960353698049592-54165730386410007-n.jpg)

(https://i.ibb.co/G3j9rNy/185274094-4172032256150452-7738362456350732160-n.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Maio 13, 2021, 07:56:07 pm
Brigada Aeromóvel recebe Comandante Militar do Sudeste

(https://i.ibb.co/QjRpjL0/cmtmilse12bda-7.jpg)

Citar
Caçapava (SP) – O Comandante Militar do Sudeste, General de Exército Tomás Miguel Miné Ribeiro Paiva, visitou a 12ª Brigada de Infantaria Leve (Aeromóvel) - Brigada Fornovo di Taro no dia 12 de maio, acompanhado do Comandante da 2ª Divisão de Exército, General de Divisão Edson Diehl Ripoli.

O General Tomás visitou as instalações da Brigada Aeromóvel e do Forte Ipiranga, recebeu a apresentação dos oficiais do Estado-Maior da Brigada e de todas as suas organizações militares subordinadas e percorreu as instalações do Centro de Operações durante a Simulação Constutiva (Jogo de Guerra), visando a certificação da Força-tarefa Raposo Tavares, do 4º Batalhão de Infantaria Leve (4° BIL).

Ao final, inspecionou o aprestamento da Força-Tarefa Ipiranga, do 6º Batalhão de Infantaria Leve (6° BIL), já certificada em 2020. Nesta ocasião, as autoridades puderam constatar o nível de operacionalidade dessa Força de Prontidão (FORPRON).

 :arrow:  http://www.cmse.eb.mil.br/index.php/ultimas-noticias-categoria/555-brigada-aeromovel-recebe-comandante-militar-do-sudeste

(https://i.ibb.co/xCFvRdH/cmtmilse12bda-9.jpg)

(https://i.ibb.co/0qThnnY/cmtmilse12bda-8.jpg)

(https://i.ibb.co/n3qvk2n/cmtmilse12bda-5.jpg)

(https://i.ibb.co/YfyN1r4/cmtmilse12bda-4.jpg)

(https://i.ibb.co/PCfH5ZN/cmtmilse12bda-2.jpg)

(https://i.ibb.co/Yc9bQb9/cmtmilse12bda-3.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Maio 18, 2021, 07:37:02 pm
Regimento de Cavalaria prepara tropas para certificação no Sistema de Prontidão

(https://i.ibb.co/WVDf3j3/article-8.jpg)

Citar
Amambai (MS) – Nos dias 10, 11 e 12 de maio, o 17º Regimento de Cavalaria Mecanizado (17º RC Mec) realizou a Operação Centauro. O objetivo da ação foi preparar o regimento para a certificação de suas frações no Sistema de Prontidão Operacional da Força Terrestre (Sispron).

Com a observância dos protocolos sanitários em vigor de prevenção à covid-19, a atividade iniciou-se com o apronto operacional do 3º Esquadrão de Cavalaria Mecanizado e prosseguiu com o desenvolvimento de ações de reconhecimento de eixos e de localidades. As frações atuaram em incidentes programados, culminando com a conquista e a manutenção de uma posição de bloqueio no terreno.

Fonte: 17º RC Mec

(https://i.ibb.co/BsY4YQV/article.jpg)

(https://i.ibb.co/sjr4L4s/article-1.jpg)

(https://i.ibb.co/55wMzsC/article-2.jpg)

(https://i.ibb.co/fCqC7hN/article-3.jpg)

(https://i.ibb.co/QK1TxZL/article-4.jpg)

(https://i.ibb.co/cCmhhy8/article-5.jpg)

(https://i.ibb.co/2yGKxgk/article-6.jpg)

(https://i.ibb.co/SQC0yFX/article-7.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Maio 18, 2021, 07:44:22 pm
6º RCB passa por inspeção da 2ª Bda C Mec

(https://i.ibb.co/TM5231h/2021-5-18-6rcb-forsul4.jpg)

Citar
Alegrete (RS) - No dia 13 de maio de 2021, o 6º Regimento de Cavalaria Blindado (6º RCB), “Regimento José de Abreu”, recebeu a Comitiva da 2ª Brigada de Cavalaria Mecanizada (2ª Bda C Mec), em inspeção à Unidade.

A atividade foi conduzida pelo E3 da 2ª Bda C Mec e teve por objetivo verificar o estado e a prontidão da tropa, além da situação dos materiais de emprego militar de dotação da fração do 6º RCB, que faz parte da FORSUL.

Na atividade foram tomadas todas as medidas de prevenção e combate à pandemia da COVID19.

Crédito/fotos: Com Soc 6º RCB

(https://i.ibb.co/jv1MLzb/2021-5-18-6rcb-forsul5.jpg)

(https://i.ibb.co/TbYBsMb/2021-5-18-6rcb-forsul6.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Maio 18, 2021, 07:47:58 pm
8º RC Mec realiza apronto operacional da FORSUL

(https://i.ibb.co/HnfBq0V/2021-5-17-8rcmec-forsul1.jpg)

Citar
Uruguaiana (RS) – No dia 14 de maio, o 8º Regimento de Cavalaria Mecanizado (8º RC Mec) realizou um apronto operacional de sua Força de Prontidão – FORSUL, composta pelos militares do efetivo profissional da organização militar.

A atividade de inspeção foi conduzida pelo Comando da 2ª Brigada de Cavalaria Mecanizada (2ª Bda C Mec). Na oportunidade, foram verificados o aprestamento individual e coletivo das frações componentes da FORSUL do Regimento: Área de Trens, Esquadrão de Cavalaria Mecanizado e o Pelotão de Morteiro Pesado.

O apronto operacional tem por finalidade verificar o nível de prontidão da tropa à uma situação de acionamento, bem como verificar as condições do material individual e coletivo das frações de Pronto Emprego.

As tropas da FORSUL da 2ª Bda C Mec são formadas por militares do efetivo profissional das organizações militares, aptas para o emprego em Defesa Externa, Combate Convencional e Garantia da Lei e da Ordem.

Crédito/fotos: Com Soc 8º RC Mec

(https://i.ibb.co/qFfk8zy/2021-5-17-8rcmec-forsul3.jpg)

(https://i.ibb.co/Vm1s2Qq/2021-5-17-8rcmec-forsul4.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Maio 18, 2021, 08:06:41 pm
3º RCC realiza instruções do Período de Adestramento Básico

(https://i.ibb.co/H2WRzPV/3-rcc-realiza-instrucoes-do-periodo-de-adestramento-basico-5.jpg)

Citar
O 3° Regimento de Carro de Combate (3º RCC / Ponta Grossa - PR) realizou as instruções do Período de Adestramento Básico (PAB Pel) no Centro de Instrução General Calazans (CIGC), no período de 07 a 13 de maio. O PAB Pel corresponde ao exercício no campo onde são treinadas as frações a nível pelotão. As atividades buscaram desenvolver e aprimorar as habilidades de combate dos envolvidos, possibilitando a perfeita prontidão da tropa.

 :arrow:  http://www.5bdacbld.eb.mil.br/index.php/noticia-02

(https://i.ibb.co/SyTfqRB/3-rcc-realiza-instrucoes-do-periodo-de-adestramento-basico-1.jpg)

(https://i.ibb.co/vvHn9Gy/3-rcc-realiza-instrucoes-do-periodo-de-adestramento-basico-3.jpg)

(https://i.ibb.co/rmmDvYH/3-rcc-realiza-instrucoes-do-periodo-de-adestramento-basico-4.jpg)

(https://i.ibb.co/K0Yg1rn/3-rcc-realiza-instrucoes-do-periodo-de-adestramento-basico-2.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Maio 24, 2021, 02:55:28 pm
Citar
O 5º Regimento de Cavalaria Mecanizado (Quaraí/RS) realizou o tiro com metralhadora .50 embarcadas na Viatura Blindada GUARANI, utilizando a Torre Automática REMAX e o canhão 90mm da Viatura Blindada CASCAVEL.

(https://i.ibb.co/2kM2xmC/189139120-961047227986014-5448593362281044524-n.jpg)

(https://i.ibb.co/FD4HGTZ/188621310-5673067982733677-8295279696748382301-n.jpg)

(https://i.ibb.co/F88MScF/189819738-3935593623222126-7231456025113645195-n.jpg)

(https://i.ibb.co/3SRmq3S/189864356-494687295293056-7190597265332998263-n.jpg)

(https://i.ibb.co/qR41xWb/189133475-208461624280025-3031027374534441043-n.jpg)

(https://i.ibb.co/bBRYNSq/191079176-196520755537581-2054910732168067815-n-1.jpg)

(https://i.ibb.co/rMxMmgs/189153650-331881714961070-3791651994767235741-n.jpg)

(https://i.ibb.co/fNBb8Rd/189325141-904575347054524-2016200777818471273-n.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Maio 24, 2021, 07:16:45 pm
6º Regimento de Cavalaria Blindado executa tiro das Viaturas Blindadas de Combate Leopard 1 A5 BR

(https://i.ibb.co/PQh7ktg/leo8.png)

Citar
Na manhã do dia 18 de maio de 2021, o 6º Regimento de Cavalaria Blindado “Regimento José de Abreu”, realizou o tiro real com as Viaturas Blindadas de Combate Leopard 1 A5 BR, no Campo de Instrução Barão de São Borja (Saicã). Na ocasião, um Pelotão de Carros de Combate do Regimento, que é integrante da Força Sul (FORSUL), concluiu a sua fase de adestramento, após realizar suas certificações operacionais no 6º RCB e Centro de Instrução de Blindados. O tiro foi acompanhado pelo Cel Fróes, Comandante do 6º RCB, pelo Ten Cel Valadão, Sub Comandante do Regimento, pelo Subtenente Figueiredo, Adjunto de Comando da OM e pelos TC Minuzzi e TC Isaque,  Oficial de Logística e Oficial de Operações, respectivamente, da 2ª Brigada de Cavalaria Mecanizada. Durante a atividade foram observadas as medidas previstas para prevenção e combate à pandemia da COVID19.

 :arrow:  https://www.6rcb.eb.mil.br/index.php/component/content/article?id=566&

(https://i.ibb.co/WkskGVC/leo7.png)

(https://i.ibb.co/kHBNL92/Leo2.png)

(https://i.ibb.co/Rg8xLWB/leo3.png)

(https://i.ibb.co/Lhx1LYP/leo4.png)

(https://i.ibb.co/qRxxGK9/leo5.png)

(https://i.ibb.co/F02XZQv/leo6.png)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Maio 26, 2021, 11:19:31 pm
5º Regimento de Carros de Combate realiza Exercício Combinado de Subunidade Blindada

(https://i.ibb.co/WP90Ghs/article-5.jpg)

Citar
Rio Negro (PR) – o 5º Regimento de Carros de Combate (5º RCC) realizou um exercício no terreno com as tropas do 1º Ciclo da Força de Prontidão (FORPRON) no período de 17 a 19 de maio, no Campo de Instrução Marechal Hermes (CIMH), Três Barras SC. A Força Tarefa (FT) contou com frações de Carro de Combate do Regimento, com Fuzileiros Blindados do 13º Batalhão de Infantaria Blindado (13º BIB) e com militares do 5º Grupo de Artilharia de Campanha Autopropulsado (5º GAC Ap), o que permitiu às tropas participantes exercitar no terreno o binômio Carro de Combate/Fuzileiros Blindados (CC/Fuz Bld) e apoio de fogo.

 :arrow:  http://www.5bdacbld.eb.mil.br/index.php/noticia-01

(https://i.ibb.co/NnL5jnt/article-2.jpg)

(https://i.ibb.co/3kyHYqY/article-3.jpg)

(https://i.ibb.co/smHT1Bm/article.jpg)

(https://i.ibb.co/TKCL10X/article-4.jpg)

(https://i.ibb.co/fMY72qH/article-1.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Maio 27, 2021, 01:33:49 am
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Maio 31, 2021, 01:22:03 am
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Junho 08, 2021, 06:27:55 pm
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Junho 29, 2021, 02:33:24 am
2ª Bda C Mec participa da Operação Tríplice Fronteira

(https://i.ibb.co/3CSgKgn/206852662-341497540815665-7363677368719798157-n.jpg)

Citar
Uruguaiana (RS) - Durante a Operação Tríplice Fronteira, entre 11 e 18 de junho, tropas da 2ª Brigada de Cavalaria Mecanizada (2ª Bda C Mec) realizaram na sua área de responsabilidade, o reconhecimento de toda a faixa de fronteira entre Brasil, Argentina e Uruguai.

O patrulhamento terrestre visa a intensificação da presença do Exército Brasileiro e, consequentemente, coibir os delitos transfronteiriços.

 :arrow:  http://www.3de.eb.mil.br/index.php/component/content/article?id=2597&

(https://i.ibb.co/j3XT7xX/205583881-341497490815670-6286171032300508923-n.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Julho 09, 2021, 03:42:16 pm
Comandante do Exército visita o Comando Militar do Sul

(https://i.ibb.co/brq8nbx/2021-7-8-3de-vis-cmt-eb6.jpg)

Citar
Santa Maria (RS) – Nesta quinta-feira ( 8 ), Santa Maria recebeu a primeira visita do atual Comandante do Exército Brasileiro, General de Exército Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira.

O General Paulo Sérgio chegou à cidade na noite de quarta-feira e no dia seguinte cumpriu uma série de compromissos na guarnição, a fim de conhecer as características e peculiaridades do Comando Operacional representado pela 3ª Divisão de Exército (3ª DE).

Ao ser recebido pela escolta motorizada na Avenida do Exército (Bairro Boi Morto), o Comandante do Exército chegou às proximidades do 29º Batalhão de Infantaria Blindado (29º BIB), onde foram realizadas as honras militares pela Guarda de Honra, com a salva de gala de 19 tiros de obuseiro 105 mm e o desfile da tropa.

Em seguida, o General Paulo Sérgio dirigiu-se para o Campo de Parada Capitão José Pessôa, onde lhe foi apresentado o aprestamento da FORSUL da 3ª DE, tropa de primeira resposta responsável pela defesa da fronteira sul do País.

Em suas palavras, o Comandante do Exército destacou a vibração e a motivação dos militares ali presentes e salientou que os valores militares da instituição são os mesmos, desde a batalha de Guararapes até os dias atuais.

Um dos compromissos que marcou a manhã do dia 8 de julho foi a inauguração do espaço cultural e da designação histórica do Centro de Adestramento - Sul, que passa a denominar-se “Centro General de Exército Geraldo Antonio Miotto”, como forma de homenagear o antigo Comandante Militar do Sul, falecido no início deste ano.

Na ocasião, os familiares do General Miotto compareceram e receberam uma réplica do casarão que hoje abriga o pavilhão de comando do CA-Sul.

Durante a parte da tarde, foi realizada uma demonstração no Campo de Instrução de Santa Maria (CISM), onde uma Força Tarefa blindada simulou um ataque às posições inimigas, empregando o poder de fogo da 3ª DE em ações combinadas com a Força Aérea Brasileira.

Satisfeito com todas as atividades apresentadas, o Comandante do Exército revelou que Santa Maria reune excelentes condições para receber a nova escola e salientou que a decisão, a ocorrer no próximo mês, estará apoiada em exigências técnicas, coletadas ao longo de mais de um ano.

 :arrow:  http://www.3de.eb.mil.br/index.php/component/content/article?id=2621&

(https://i.ibb.co/HYbHMGG/2021-7-8-3de-vis-cmt-eb18.jpg)

(https://i.ibb.co/NY5Yz87/2021-7-8-3de-vis-cmt-eb15.jpg)

(https://i.ibb.co/NFVvPmf/2021-7-8-3de-vis-cmt-eb19.jpg)

(https://i.ibb.co/ws1TfBW/2021-7-8-3de-vis-cmt-eb10.jpg)

(https://i.ibb.co/QDR2qYm/2021-7-8-3de-vis-cmt-eb7.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Julho 10, 2021, 08:25:01 pm
Estágio de Operação de Paz

(https://i.ibb.co/cbMDk5Y/article-5.jpg)

Citar
Cascavel (PR) – Nos dias 5 e 6 de julho, 315 militares do Batalhão de Infantaria de Força de Paz Mecanizado (BI F Paz Mec) participaram do Estágio Básico de Operações de Paz (EBOP), nível subunidade. As atividades ocorreram nas instalações do 33º Batalhão de Infantaria Mecanizado (33º BIMec) e na área do Show Rural da cidade de Cascavel.

O EBOP teve a finalidade de contribuir na preparação do BI F Paz Mec, que receberá a visita de assessoramento técnico (AAV, sigla em inglês) do Sistema de Prontidão das Capacidades de Manutenção da Paz das Nações Unidas (UNPCRS, sigla em inglês) na semana de 12 a 14 de julho, deste ano.

No estágio, foram avaliadas a 1ª Companhia de Fuzileiros Mecanizada e a Companhia de Comando e Apoio do 33º BI Mec, organização militar base da certificação do BI F Paz Mec. Na oportunidade, também foi realizada a prática do adestramento do Pelotão de Engajamento do BI Mec. As atividades ocorreram sob a supervisão das equipes de instrução e arbitragem do Centro Conjunto de Operações de Paz do Brasil (CCOPAB) e do Centro de Adestramento-Sul (CA-Sul).

Fonte: 33º BI Mec

(https://i.ibb.co/7K2cksf/article-6.jpg)

(https://i.ibb.co/Jnh4S6c/article-7.jpg)

(https://i.ibb.co/gvP8WDy/article-8.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Julho 13, 2021, 08:12:59 pm
Citar
Santa Maria (RS) – No período de 28 de junho a 08 de julho, o 2º Regimento de Cavalaria Mecanizado (2º RC Mec) participou da Operação Marechal José Pessoa, na cidade de Santa Maria-RS, integrando a 1ª Brigada de Cavalaria Mecanizada (1ª Bda C Mec).

Durante o período foram realizados aprestamentos da FORSUL, Ataque com transposição de curso d’água e uma ocupação de Posição de Bloqueio em final de missão. Na ocasião, o Esqd FORSUL em transição para FORPROM teve a oportunidade de se adestrar na constituição de pelotões provisórios, complementação na capacitação de motoristas de GUARANI, execução de manobras de força, utilização do Gerenciamento do Campo de Batalha (GCB), a execução do tiro de Morteiro Pesado e logística.

Foto: Cb Vinicius

(https://i.ibb.co/h8x6kM0/213831661-3646069915492527-4927797778030105566-n.jpg)

(https://i.ibb.co/JcCJMMF/213243268-2668467036780646-2655572672103323018-n.jpg)

(https://i.ibb.co/4PpHdF0/213847341-125607763056268-773024096076635278-n.jpg)

(https://i.ibb.co/PMQD5Gc/217147031-4550985734914595-2325590471142595504-n.jpg)

(https://i.ibb.co/C7gbm0z/217410296-507644063846367-9033261345996816773-n.jpg)

(https://i.ibb.co/yhywHfp/217428034-182222227133169-8052793667529259101-n.jpg)

(https://i.ibb.co/Fsvh7ST/217519796-338212121191275-8062089017157960510-n.jpg)

(https://i.ibb.co/PC3kn0v/217693206-108202211443134-857229756210645992-n.jpg)

(https://i.ibb.co/jMRYpLx/217844816-1930706543743594-7107444551361655643-n.jpg)

(https://i.ibb.co/zmXK2Md/218421571-693717788142688-2689503876097653709-n.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Julho 13, 2021, 08:19:04 pm
Citar
Lorena (SP) - Dando início ao ciclo de preparação e adestramento para a Operação CORE, a Subunidade de Força de Atuação Estratégia (SUFAE) do 5º Batalhão de Infantaria Leve realizou dos dias 5 a 8 de julho a Operação ARATÚ I. O exercício teve por finalidade adestrar os Grupos de Combate (GC) que irão integrar a Força Tarefa Itororó no Exercício combinado com a presença do Exército Norte Americano.

Durante a semana os militares realizaram progressão em área edificada, primeiros socorros, comunicações, Orientação diurna, módulos de tiro básico e avançado, maneabilidade de GC e marchas para o combate de 12km e 16km. A CORE/2021, acrônimo para a sigla "Combined Operations and Rotation Exercises" é um exercício executado por uma Força-Tarefa (FT) valor Batalhão da 12ª Brigada de Infantaria Leve (Aeromóvel), comandada pelo 5º Batalhão de Infantaria Leve (5º BIL) e terá a participação de uma Subunidade do Exército dos Estados Unidos.

FONTE: 5º Bil

(https://i.ibb.co/2MJf2YL/213792523-1036984950462402-8144741339918174334-n.jpg)

(https://i.ibb.co/fxK5hnZ/214389989-408042347182779-111988495782937318-n.jpg)

(https://i.ibb.co/6sMtvzS/217424791-939130743325920-6260347318405290909-n.jpg)

(https://i.ibb.co/vYftdq0/217278461-968121680654633-3961835747075246384-n.jpg)

(https://i.ibb.co/4RzSJbf/213763637-2087406398077218-2886543501566079562-n.jpg)

(https://i.ibb.co/FgCZYF4/214287374-544842593321509-6631451959720110029-n.jpg)

(https://i.ibb.co/JyNL7Mz/217347483-2967539773560029-2610873233316714424-n.jpg)

(https://i.ibb.co/XxNssvL/214389986-177397147761962-8894020647423038512-n.jpg)

(https://i.ibb.co/FHnxZM8/217478448-3688535547914408-8527031793609465248-n.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Julho 13, 2021, 08:44:41 pm
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Julho 13, 2021, 08:52:22 pm
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Julho 15, 2021, 02:03:42 am
Citar
Tripulações do 1º Batalhão de Aviação de Exército realizam adestramento conjunto a partir do Navio Atlântico com a aeronave HM-4 Jaguar.

(https://i.ibb.co/gtkfzcw/217482977-1746012132273979-4635576789266275546-n.jpg)

(https://i.ibb.co/9YtkLTv/217285746-1467173896962053-8536027274794909211-n.jpg)

(https://i.ibb.co/nkzBYZs/217764864-709970589785953-8449508932219142172-n.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Julho 15, 2021, 02:22:43 pm
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Julho 15, 2021, 06:46:41 pm
Comandante do Exército Brasileiro Inspeciona a FORPRON da 5ª Bda C Bld

(https://i.ibb.co/Y7kbzyM/comandante-do-exercito-brasileiro-inspeciona-a-forpron-da-5-bda-c-bld-2.jpg)

Citar
No dia 9 de julho (sexta-feira), o General Paulo Sérgio, Comandante do Exército, acompanhado por oficiais-generais do Alto Comando do Exército e pelo Comandante da 5ª Divisão de Exército, esteve no Forte Sant’Ana, aquartelamento do 3º Regimento de Carros de Combate (Ponta Grossa-PR) para inspecionar, pela primeira vez, a Força de Prontidão da 5ª Brigada de Cavalaria Blindada (FORPRON/5ª Bda C Bld).

A FORPRON/5ª Bda C Bld tem um efetivo de 1.016 militares das 12 (doze) organizações militares (OM) da Brigada, sediadas nos estados do Paraná e Santa Catarina.

Durante a inspeção, a Força de Prontidão entrou em “Situação de Ordem de Marcha”, na alameda Marechal Osório, com suas mais de 70 viaturas blindadas e 30 viaturas não blindadas, onde o Comandante do Exército se dirigiu à tropa, ressaltando sua importância na Defesa da Pátria.

Ao final, o Comandante do Exército destacou a necessidade do emprego de meios de simulação de combate de alta tecnologia, para preparar e certificar a tropa para o combate real, em qualquer parte do território nacional, ou no exterior, compondo uma força expedicionária ou integrando uma força de paz.

 :arrow:  http://www.5bdacbld.eb.mil.br/index.php/noticia-02

(https://i.ibb.co/Cs4jPFj/comandante-do-exercito-brasileiro-inspeciona-a-forpron-da-5-bda-c-bld-5.jpg)

(https://i.ibb.co/sQb4j16/comandante-do-exercito-brasileiro-inspeciona-a-forpron-da-5-bda-c-bld-6.jpg)

(https://i.ibb.co/8DybDbD/comandante-do-exercito-brasileiro-inspeciona-a-forpron-da-5-bda-c-bld-7.jpg)

(https://i.ibb.co/JRp6HPQ/comandante-do-exercito-brasileiro-inspeciona-a-forpron-da-5-bda-c-bld-8.jpg)

(https://i.ibb.co/y5HT8hM/comandante-do-exercito-brasileiro-inspeciona-a-forpron-da-5-bda-c-bld-9.jpg)

(https://i.ibb.co/Mfb7qng/comandante-do-exercito-brasileiro-inspeciona-a-forpron-da-5-bda-c-bld-10.jpg)

(https://i.ibb.co/Gdp4wrs/comandante-do-exercito-brasileiro-inspeciona-a-forpron-da-5-bda-c-bld-11.jpg)

(https://i.ibb.co/0q2wMrf/comandante-do-exercito-brasileiro-inspeciona-a-forpron-da-5-bda-c-bld-12.jpg)

(https://i.ibb.co/jLQ2Y3Y/comandante-do-exercito-brasileiro-inspeciona-a-forpron-da-5-bda-c-bld-13.jpg)

(https://i.ibb.co/WG4q2VD/comandante-do-exercito-brasileiro-inspeciona-a-forpron-da-5-bda-c-bld-14.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Julho 16, 2021, 08:51:53 pm
(https://i.ibb.co/C79dYZ3/211893129-249886206941717-5612294938428937608-n.jpg)

Citar
No dia 8 de julho, o Comandante do Exército, General Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira, realizou uma visita à Guarnição de Santa Maria-RS. Na sua chegada, o Comandante recebeu as honras militares por intermédio de uma escolta mecanizada, conduzida pelo 6º Esqd C Mec, e uma guarda de honra realizada pelo 29º BIB. Em seguida, o General Paulo Sérgio participou da formatura da Força de Pronto Emprego do Comando Militar do Sul (FORSUL), onde verificou o aprestamento e as capacidades da tropa de emprego imediato do CMS.

Na sequência das atividades, se deslocou para o Campo de Instrução de Santa Maria (CISM), onde teve a oportunidade de verificar a operacionalidade e o poder de combate da tropa blindada, na demonstração de um ataque coordenado e na condução do tiro de uma Força-Tarefa Subunidade Blindada, da 6ª Bda Inf Bld. Acompanharam o Cmt Ex nessa jornada, Oficiais-Generais integrantes do Alto Comando do Exército e demais autoridades militares.

(https://i.ibb.co/Z1gfHW7/212555402-249885700275101-589931264403031514-n.jpg)

(https://i.ibb.co/r3J9Kjq/202550809-249885506941787-5643938369623337859-n.jpg)

(https://i.ibb.co/RvVRMFB/202538923-249885773608427-5598552781583260166-n.jpg)

(https://i.ibb.co/djT4kTT/208463824-249885823608422-8097549938425422934-n.jpg)

(https://i.ibb.co/PYCzqFj/212283800-249885866941751-4385239862525111925-n.jpg)

(https://i.ibb.co/SnnKnvK/204549685-249885903608414-6412909027470314370-n.jpg)

(https://i.ibb.co/jV5FSK4/211743772-249885940275077-6857875495312831250-n.jpg)

(https://i.ibb.co/FVqcnY1/210359786-249885986941739-3866140588350050590-n.jpg)

(https://i.ibb.co/KsPjMz9/209267912-249886070275064-9057584459379923281-n.jpg)

(https://i.ibb.co/0M83SWr/209327623-249886106941727-1588979066845539165-n.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Julho 22, 2021, 01:58:56 pm
Batalhão de Logística realiza manutenções em viatura blindada de combate (VBC CC) Leopard 1A5 BR durante exercício

(https://i.ibb.co/5cGQyTy/1626698899-48001.jpg)

Citar
Durante a certificação da 5ª Brigada de Cavalaria Blindada (5º Bda C Bld) para o 2º ciclo de prontidão operacional para o ano de 2021 (FORPRON / 2021) , realizada no início de julho, a equipe de mecânicos blindados do 5º Batalhão de Logística (5º B Log) realizou uma operação de manutenção em um veículo blindado de combate Leopard 1A5 BR (VBC CC).

O veículo blindado especial (VBE) Socorro Bergepanzer foi usado para isso.. Esse tipo de manutenção de campo não tinha precedentes. A operação consiste na troca da unidade de potência (motor / transmissão) durante a sua utilização em combate, evitando que o veículo tenha que ser rebocado até a Base Logística da Brigada (BLB).

(https://i.ibb.co/xYw15xh/52004-resize-800-600-false-true-null.jpg)

A obra foi dirigida pelo Tenente Albuquerque e contou com o auxílio dos seguintes militares especializados: Sargento Segundo Galdino, Sargento Segundo Sergio, Sargento Segundo Vitor, Sargento Terceiro Ehlert, Sargento Terceiro Schinato, Cabo Pacola, Cabo Costa, Cabo Pinheiro, Soldado EV Lothar e Soldado EV Da Luz.

O comandante da organização militar, tenente-coronel Rony Christian Neitzke, destacou a importância da obra. “Essa atividade demonstrou, em campo, de forma inédita, o grande conhecimento técnico da equipe de mecânicos blindados da unidade, que foi realizada em apenas 45 minutos.

Isto permitiu ao VBC CC Leopard 1A5 BR continuar com o exercício e foi um trabalho muito bem executado, que exaltou o nome do 5º B Log antes do Comando do 5º Bda C Bld ”.

 :arrow: EB

(https://i.ibb.co/Y7QMQjp/1626698919-60759.jpg)

(https://i.ibb.co/v3M8zmF/1626698947-51854.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Julho 22, 2021, 02:03:08 pm

Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Julho 22, 2021, 02:07:29 pm
Regimento realiza certificação de pelotão FORSUL

(https://i.ibb.co/ZzQfYwG/article.jpg)

Citar
Uruguaiana (RS) - De 13 a 15 de julho, o 8º Regimento de Cavalaria Mecanizada (8º RC Mec) realizou a certificação de formação FORSUL, a tropa de preparação de unidades, no nível de pelotão.

Os pelotões de cavalaria mecanizada do 8º RC Mec realizavam treinamentos relacionados às atividades de marcha de combate e ataque coordenado, objetivos de treinamento preconizados pelo Comando de Operações Terrestres (COTER).

A próxima atividade de treinamento do 8º RC Mec será a certificação em nível de subunidade, na qual as pequenas facções atuarão em conjunto para preparar as partes de manobra e as funções logísticas do Esquadrão de Cavalaria Mecanizada da tropa de reserva.

Fonte: 8º RC Mec

(https://i.ibb.co/wz0TXqg/article-1.jpg)

(https://i.ibb.co/dMJpsQb/article-2.jpg)

(https://i.ibb.co/hKymmQd/article-3.jpg)

(https://i.ibb.co/PtzML75/article-4.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Julho 22, 2021, 02:17:17 pm
Estágio de Operações de Fronteira para Subunidades

(https://i.ibb.co/Hp1cKcR/article-13.jpg)

Citar
Guaíra (PR) - De 13 a 16 de julho, militares do 13º Batalhão de Infantaria Blindada (13º BIB ), realizaram o Estágio de Operações de Fronteira, ministrado pela 15ª Companhia de Infantaria Motorizada (15ª Cia Inf Mtz), estágio que integra o treinamento de soldados de outras organizações militares que atuam na região de fronteira com o Paraguai.

Durante o estágio, foram ministradas instruções em técnicas especiais, inteligência, comunicação social, primeiros socorros e, principalmente, operações fluviais na área de fronteira, área na qual as tropas serão empregadas.

Fonte: 15ª Cia Inf Mtz

(https://i.ibb.co/7v7Vv0p/article-11.jpg)

(https://i.ibb.co/YdzqNZc/article-12.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Julho 22, 2021, 02:20:34 pm
A Força de Prontidão da Brigada de Infantaria de Selva entra na fase final de certificação

(https://i.ibb.co/z60XvyB/article-14.jpg)

Citar
Boa Vista (RR) - No dia 19 de julho foram iniciadas as atividades operacionais relativas à certificação da Força de Preparação da 1ª Brigada de Infantaria de Selva (1ª Bda Inf Sl) para compor a Força Terrestre Sistema de preparação operacional.

O exercício iniciado no dia 19, no município de Cantá (RR), corresponde à simulação ao vivo, considerada a mais significativa das subfases da certificação. No exercício, os avaliadores e uma força oposta simulada, utilizando Dispositivos de Simulação de Engajamento Tático (DSET) aplicados a ambos os competidores, avaliarão o desempenho de todos os participantes e deverão concluir, ao final, se toda a tropa está em forma. A certificação ocorre quando esta aptidão é alcançada e confirmada.

A finalização do exercício representará, para a 1ª Brigada de Infantaria de Selva, o início da fase de preparação, além de agregar mais capacidades à brigada de maior poder de fogo da Amazônia Ocidental e responsável pela manutenção da soberania nacional. territórios localizados. região mais ao norte do país.

O FORPRON da 1ª Brigada de Infantaria de Selva - FORPRON Lobo D'Almada - é composto por tropas do 1º Batalhão de Infantaria de Selva (Airmobile), Comando de Fronteira de Roraima / 7º Batalhão de Infantaria de Selva, 10º Grupo da Campanha de Artilharia da Selva, 1º Logística de Selva Batalhão, 12º Esquadrão de Cavalaria Mecanizada, 1º Esquadrão de Comunicações de Selva, Posto Médico Boa Vista, 32º Pelotão de Polícia do Exército, 6º Batalhão de Engenharia de Construção, 54º Batalhão de Infantaria da Floresta, 4º Batalhão de Aviação do Exército, 12º Batalhão Antiaéreo do Grupo de Artilharia da Floresta e 1º Batalhão de Comunicações da Floresta, totalizando 974 militares.

Quanto ao material utilizado, destacam-se o radar SABRE M60, o míssil Igla, os obuses L118 Light Gun, a morteiro RO 81 mm e o canhão Carl Gustaf 84 mm. Também foram utilizados 83 veículos, entre leves e pesados, além de aeronaves do 4º Batalhão de Aviação do Exército, além de equipamentos do Projeto Combatente Brasileiro (COBRA) em parte das tropas.

O Sistema de Preparação (SISPRON)

O objetivo do SISPRON é, em suma, implementar uma metodologia de preparação de grandes tropas para, por meio de rodízio, manter continuamente tropas qualificadas para cumprir todas as missões constitucionais, com ênfase na defesa externa e salvaguarda dos interesses brasileiros. no exterior, além das habituais missões subsidiárias.

As Forças de Reserva (FORPRON), componentes do SISPRON, serão destinadas, prioritariamente, a atender às hipóteses de emprego no território nacional que favoreçam a atuação preponderante da Força Terrestre em ações voltadas à defesa externa. Eles também devem ser capazes de agir em situações diferentes da guerra.

A Força de Reserva deve atingir, ao final de seu ciclo completo de preparação, o chamado estado de prontidão operacional. A prontidão operacional deve ser entendida como uma situação em que tropas selecionadas, treinadas e certificadas permanecerão em posição de, quando solicitadas, se encontrarem, se prepararem e se deslocarem para uma área de ação definida dentro de um prazo a ser determinado pelo Comando de Operações Terrestres (COTER).

Fonte: 1st Bda Inf Sl

(https://i.ibb.co/5cpL4X4/article-15.jpg)

(https://i.ibb.co/mzFm3zW/article-16.jpg)

(https://i.ibb.co/Khy2xcD/article-17.jpg)

(https://i.ibb.co/0ZDFHST/article-18.jpg)

(https://i.ibb.co/DRJBbTw/article-19.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Julho 22, 2021, 02:23:21 pm
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Julho 27, 2021, 03:36:37 pm
Comandante Militar do Sudeste e Comandante-Geral da Polícia Militar do Estado de São Paulo visitam quartéis de Campinas

(https://i.ibb.co/Gkr1xjz/ciou-13.jpg)

Citar
Campinas (SP) – No dia 22 de julho, a guarnição de Campinas recebeu a visita do Comandante Militar do Sudeste, General de Exército Tomás Miguel Miné Ribeiro Paiva, e do Comandante-Geral da Polícia Militar do Estado de São Paulo (PMESP), Coronel PM Fernando Alencar Medeiros, acompanhados de comitiva.

Inicialmente, na Escola Preparatória de Cadetes do Exército (EsPCEx), a comitiva participou da formatura geral e visitou as instalações da Escola, podendo conhecer o início da formação dos oficiais combatentes de carreira.

Na sequência, puderam conhecer as capacidades da 11ª Brigada de Infantaria Leve (11ª Bda Inf L), principalmente a família de blindados Guarani e o processo de transformação em brigada mecanizada.

Já no 28º Batalhão de Infantaria Leve (28º BIL), a comitiva conheceu a gama de cursos e estágios disponibilizados no Centro de Instrução de Operações Urbanas (CIOU), bem como a estrutura de ensino especializado, como o espaço de treinamento em combate a localidade. Verificaram, ainda, todos os armamentos e materiais utilizados no adestramento do combatente urbano e puderam assistir a uma demonstração.

Acompanharam a atividade o Comandante da 2ª Divisão de Exército, General de Divisão Edson Diehl Ripoli; o Comandante de Aviação do Exército, General de Brigada Ricardo José Nigri; o Comandante da 11ª Bda Inf L, General de Brigada Edson Massayuki Hiroshi; o Chefe do Estado-Maior do CMSE, General de Brigada Carlos Eduardo Barbosa da Costa; além de Coronéis PM integrantes do Conselho dos Coronéis, o alto comando da PMESP.

 :arrow:  CMS

(https://i.ibb.co/gdfKrpR/A1-1.jpg)

(https://i.ibb.co/V91SM1N/ciou-10.jpg)

(https://i.ibb.co/FsxSnqx/Whats-App-Image-2021-07-22-at-17-53-38.jpg)

(https://i.ibb.co/JvkKSQs/ciou-12.jpg)

(https://i.ibb.co/GHGFvsJ/ciou-14.jpg)

(https://i.ibb.co/NYXrfsB/guaranis-1.jpg)

(https://i.ibb.co/DG9VN8q/guaranis-3.jpg)

(https://i.ibb.co/5BYdd2z/guaranis-5.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Agosto 09, 2021, 08:56:45 pm
Força de pronto emprego de Brigada de Cavalaria passa por inspeção

(https://i.ibb.co/PQ0B8ng/article-7.jpg)

Citar
Uruguaiana (RS) – No dia 3 de agosto, o Comandante da 3ª Divisão de Exército realizou uma inspeção do apronto operacional da FORSUL “C”, força de pronto emprego da 2ª Brigada de Cavalaria Mecanizada (2ª Bda C Mec), no campo de instrução da 2ª Bda C Mec. O objetivo da atividade foi apresentar as capacidades da tropa do efetivo profissional da 2ª Bda C Mec ao Comando da 3ª Divisão de Exército (3ª DE) e verificar seu estado de prontidão para atuar em operações de defesa externa.

A tropa da FORSUL “C”, força de prontidão vocacionada para o combate convencional, é composta por integrantes de todas as organizações militares da 2ª Bda C Mec, totalizando, cerca de 450 militares, além de mais de 110 viaturas de diversas características. Após a verificação do apronto operacional, a tropa realizou um desfile motomecanizado em continência ao Comandante da 3ª DE, demonstrando toda a capacidade operativa da tropa de pronto emprego da 2ª Bda C Mec.

FORSUL
Para 2021, o comando da FORSUL está sob a responsabilidade do 8º Regimento de Cavalaria Mecanizado (8º RC Mec). A tropa da Força-Tarefa Conde de Porto Alegre é composta por um estado-maior, um Esquadrão de Cavalaria Mecanizado e um Esquadrão de Comando e Apoio, oriundos do 8º RC Mec. Somam-se a essa Força-Tarefa um Esquadrão de Cavalaria Mecanizado do 5º Regimento de Cavalaria Mecanizado; uma Força-Tarefa blindada nível Esquadrão de Carros de Combate do 6º Regimento de Cavalaria Blindado; uma Bateria de Obuses do 22º Grupo de Artilharia Autopropulsado; um Pelotão da 2ª Companhia de Engenharia de Combate Mecanizada; e um Destacamento Logístico oriundo do 10º Batalhão Logístico.

Fonte: 8º RC Mec

(https://i.ibb.co/BnW1SVT/article-6.jpg)

(https://i.ibb.co/KmBWS1b/article-5.jpg)

(https://i.ibb.co/wKcZWg0/article-4.jpg)

(https://i.ibb.co/y8gHpp5/article-3.jpg)

(https://i.ibb.co/3ySbyMb/article-2.jpg)

(https://i.ibb.co/MG9QVfy/article.jpg)

(https://i.ibb.co/1RXbFQL/article-1.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Agosto 10, 2021, 09:32:47 pm
2º Regimento de Cavalaria Mecanizado realiza Certificação do Pelotão FORSUL

(https://i.ibb.co/kQHJrhQ/p1fcdm5b1l126o33u10k5js7g3a6.jpg)

Citar
Nos dias 03 e 04 de agosto, o 2º Regimento de Cavalaria Mecanizado “Regimento João Manoel” realizou a certificação operacional do Pelotão FORSUL, a tropa de pronto emprego da OM.

Durante o exercício foram realizados ocupação de Zona de Reunião, missões de reconhecimento de eixo e engajamentos táticos simulados, e teve como objetivo avaliar o grau de conhecimento e adestramento do pelotão.

Além de adestrar, preparar e certificar o efetivo da FORSUL do Regimento, esse exercício teve por objetivo desenvolver e exercitar os atributos de chefia e liderança das pequenas frações em cenários operacionais.

 :arrow:  https://www.2rcmec.eb.mil.br/index.php/component/k2/item/497-certificacao-pelotao-forsul

(https://i.ibb.co/yqKyXXS/p1fcdm5b1l13b71ui8lm23191o5ra.jpg)

(https://i.ibb.co/Rp28xKG/p1fcdm5b1lisk1ps340a1ba8f4u4.jpg)

(https://i.ibb.co/s5p8bNR/p1fcdm5b1lva19j41bn5ts81nm97.jpg)

(https://i.ibb.co/2d7Mtk6/p1fcdm5b1l1i2h1ipk1m0s11v2ak25.jpg)

(https://i.ibb.co/2q9C61t/p1fcdm5b1l1kd91h1k1l63115f1fls8.jpg)

(https://i.ibb.co/fNkrjxT/p1fcdm5b1l1kr217ic2bm1k66pkb.jpg)

(https://i.ibb.co/3yzPmjP/p1fcdm5b1l1s491c813mr61q48l9.jpg)

(https://i.ibb.co/hKfHcpL/p1fcdm5b1m1q0us6ihns1fge1burc.jpg)

(https://i.ibb.co/N1Kkxzc/p1fcdm5b1mk59km9pem8ufd8d.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Agosto 17, 2021, 01:02:05 am
Citar
Lorena (SP) — O 5º Batalhão de Infantaria Leve (5º BIL) ministrou, no período de 10 a 13 de agosto, o Estágio Básico do Combatente Aeromóvel (EBCA) para os militares da 4ª Brigada de Infantaria Leve (Montanha), de Juiz de Fora (MG). Participaram do estágio 68 (sessenta e oito) militares das diversas Unidades Militares da 4ª Bda Inf L (Mth).
O Estágio teve como objetivo proporcionar aos militares da 4ª Bda Inf L (Mth) o desenvolvimento dos atributos da área afetiva alinhados com o perfil do Combatente Aeromóvel, o aprimoramento do espírito de corpo, do sentimento de cumprimento de missão e da mística da Tropa Aeromóvel.

Os estagiários puderam conhecer e executar alguma das particularidades das operações aeromóveis, métodos de planejamento e também puderam praticar as técnicas aeromóveis de desembarque e procedimentos de embarque em aeronaves com o apoio do Centro de Instrução de Aviação do Exército (CIAvEx), 1º e 2º Batalhão de Aviação do Exército (1° e 2° BAvEx), ambos sediados no município de Taubaté (SP). Ao final do estágio, foi realizada a entrega da manicaca Aeromóvel, um dos símbolos do combatente de emprego estratégico do Exército Brasileiro.

FONTE: 5º BIL

(https://i.ibb.co/T2ryzt7/239020516-368105071425748-1301940724992365798-n.jpg)

(https://i.ibb.co/1LH1wNM/238970228-368105058092416-496782800921680906-n.jpg)

(https://i.ibb.co/LvQDYdS/239047670-368105161425739-791444466743826788-n.jpg)

(https://i.ibb.co/44yfn9V/238875517-368104848092437-5871269129773236882-n.jpg)

(https://i.ibb.co/DwcSLFv/238815414-368105001425755-3334664972332268480-n.jpg)

(https://i.ibb.co/yNY7tL2/238718465-368104918092430-1451977581905130979-n.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Agosto 17, 2021, 05:20:32 pm
Forças Armadas realizam demonstração operativa da Operação Formosa 2021

(https://i.ibb.co/pX8tSPw/fb5baccd-ade0-4905-9166-299a7b62280f.jpg)

Citar
Formosa (GO), 17/08/2021 - As Forças Armadas realizaram a demonstração operativa da Operação Formosa 2021, no município de Formosa, Goiás, na segunda-feira (16). Ao lado do Presidente da República, Jair Bolsonaro; o Ministro da Defesa, Walter Souza Braga Netto, acompanhou a ação.

A maior autoridade da pasta da Defesa ressaltou a importância do trabalho integrado entre Marinha, Exército e Aeronáutica na operação. "Não existe combate, não só de guerra como também em operações humanitárias, sem o emprego conjunto. Precisamos nos adestrar cada vez mais de forma integrada", considerou. Ele também parabenizou a Chefia de Operações Conjuntas do Ministério da Defesa, setor responsável por missões como essa.

As autoridades presenciaram a simulação de um ataque coordenado, com a realização de tiros de longo alcance, infiltração no terreno por militares paraquedistas, entre outras ações.

Trata-se de uma Operação Anfíbia, de alta complexidade, tendo em vista que participam cerca de 2500 militares utilizando aproximadamente 160 meios de transporte da Marinha, do Exército e da Aeronáutica. Entre estes, carros de combate, viaturas blindadas, além de armamentos como o ASTROS 2020, lançador múltiplo de foguetes que integra os Projetos Estratégicos de Defesa.

Estiveram presentes os Comandantes da Marinha, Almirante de Esquadra Almir Garnier Santos; o Comandante do Exército, General de Exército Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira; o Secretário-Geral do Ministério da Defesa, Sérgio José Pereira, o Chefe de Operações Conjuntas, Almirante de Esquadra Petronio Augusto Siqueira de Aguiar, além de autoridades civis e militares.

Por Mariana Alvarenga
Fotos: Igor Soares
Centro de Comunicação Social da Defesa (CCOMSOD)
Ministério da Defesa

 :arrow:  https://www.gov.br/defesa/pt-br/centrais-de-conteudo/noticias/forcas-armadas-realizam-demonstracao-operativa-da-operacao-formosa-2021

(https://i.ibb.co/vHhpxry/3c0df0c6-e909-4760-b01d-8da2a1b65ee2.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Agosto 19, 2021, 02:01:38 pm
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Agosto 19, 2021, 02:10:11 pm
H-XBR - Operação Ricardo Kirk - Fase II A Preparação Final

(https://d1a5vuhmdbnak9.cloudfront.net/defesanet/site/upload/media/1629257023_52251.jpg)

Citar
DefesaNet acompanhou a preparação final para a a missão com voo noturno equipados com Óculos de Visão Noturna

DefesaNet acompanhou primeira fase da Operação Ricardo Kirk (ver matéria link), com a uniformização de procedimentos e doutrinas adotados pelas três forças em operações noturnas com o emprego de Óculos de Visão Noturna.

Os militares da aviação da Marinha, do Exército e da Aeronáutica estão reunidos nesta semana novamente, em Taubaté/SP, no Comando de Aviação do Exército (CAVEx), onde na quarta-feira (18AGO), completam a segunda fase da Operação Ricardo Kirk. Acompanhamos o teste final para o voo noturno realizado na terça-feira (17AGO2021).

Sob coordenação do Ministério da Defesa, o exercício conjunto, inédito no País, tem por finalidade a interoperabilidade entre as Forças e a padronização de procedimentos na condução de helicópteros em voos noturnos, utilizando Óculos de Visão Noturna (OVN), em inglês Night Vision Goggle (NVG).

O treinamento proporciona o aumento da capacidade das três Forças em operar meios aéreos de forma conjunta, numa mesma missão de incursão de tropa. A atividade vai auxiliar, também, no planejamento das futuras operações e possíveis ações de emprego em combate.

A primeira fase da operação, ocorrida entre 25 a 30 de julho deste ano, foi destinada ao nivelamento doutrinário de técnicas, táticas e procedimentos na condução de uma fração de helicópteros em voo. Nesta etapa, o treinamento consistirá em incursão aeromóvel noturna, no contexto de uma situação tática, preestabelecida, em ambiente simulado de conflito, com o uso de OVN.

O exercício noturno consta de uma missão de combate, em uma missão aeromóvel, com o   infiltração de uma tropa militares (12° BIL), para que cumpram uma missão tática no terreno e depois de atingida a meta, a sua exfiltração. “É uma missão bem complexa, por natureza, e ainda mais sendo efetuada em ambiente noturno. Exige muita perícia e coordenação entre as tripulações, e umaa tropa bem treinada”, afirmou o General-de-Brigada José Nigri, Comandante da Aviação do Exército (CAVEx).

Serão empregados no exercício 25 militares, sendo sete da Marinha, 13 do Exército e cinco da Aeronáutica, além de helicópteros modelo H-225M das três Forças.

Participarão do evento helicópteros H225M das seguintes unidades de aviação:

- 1º Batalhão de Aviação do Exército;
- Esquadrão HU-2 da Marinha, e o,
- 3º Esquadrão do 8º Grupo de Aviação da Força Aérea.

Comporão o exercício militares da 12ª Brigada de Infantaria Leve (Aeromóvel), Caçapava/SP.


O exercício noturno consta de uma missão de combate, em uma missão aeromóvel, com o   infiltração de uma tropa militares (12° BIL), para que cumpram uma missão tática no terreno e depois de atingida a meta, a sua exfiltração. “É uma missão bem complexa, por natureza, e ainda mais sendo efetuada em ambiente noturno. Exige muita perícia e coordenação entre as tripulações, e umaa tropa bem treinada”, afirmou o General-de-Brigada José Nigri, Comandante da Aviação do Exército (CAVEx).

Serão empregados no exercício 25 militares, sendo sete da Marinha, 13 do Exército e cinco da Aeronáutica, além de helicópteros modelo H-225M das três Forças.

Participarão do evento helicópteros H225M das seguintes unidades de aviação:

- 1º Batalhão de Aviação do Exército;
- Esquadrão HU-2 da Marinha, e o,
- 3º Esquadrão do 8º Grupo de Aviação da Força Aérea.

Comporão o exercício militares da 12ª Brigada de Infantaria Leve (Aeromóvel), Caçapava/SP.

 :arrow: https://www.defesanet.com.br/ec725/noticia/41783/H-XBR---Operacao-Ricardo-Kirk---Fase-II-A-Preparacao-Final/

(https://d1a5vuhmdbnak9.cloudfront.net/defesanet/site/upload/media/1629256863_65006.jpg)

(https://d1a5vuhmdbnak9.cloudfront.net/defesanet/site/upload/media/1629256893_59223.jpg)

(https://d1a5vuhmdbnak9.cloudfront.net/defesanet/site/upload/media/1629256931_80109.jpg)

(https://d1a5vuhmdbnak9.cloudfront.net/defesanet/site/upload/media/1629257055_22194.jpg)

(https://d1a5vuhmdbnak9.cloudfront.net/defesanet/site/upload/media/1629260198_75694.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Agosto 19, 2021, 02:13:35 pm
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Agosto 20, 2021, 02:02:51 pm
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Agosto 20, 2021, 02:03:45 pm
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Agosto 20, 2021, 09:02:00 pm
2ª Divisão de Exército conduz treinamento de fogos

(https://i.ibb.co/FngQ9m7/Santa-Brbara-fotos-2.jpg)

Citar
Três Corações (MG) – A 2ª Divisão de Exército conduziu o Exercício Santa Bárbara 2021 no campo de instrução da Escola de Sargentos das Armas, no Sul de Minas Gerais. O treinamento permitiu que todos os integrantes da função de combate fogos no âmbito da 2ª DE realizassem um aperfeiçoamento em seus níveis de adestramento, permitindo que a Divisão mantenha sua capacidade expedicionária e esteja pronta a cumprir suas missões em caso de defesa externa.

Mais de 20 unidades militares estiveram envolvidas no treinamento, que teve início com uma fase de planejamentos, realizada a distância, nas semanas anteriores. Ali os militares apresentaram soluções para problemas simulados que poderiam ocorrer em uma manobra ofensiva, no amplo espectro dos conflitos atuais.

Depois, no terreno, os militares colocaram em prática os conhecimentos adquiridos no primeiro semestre e realizaram um  adestramento da Escola de Fogo das guarnições de Artilharia, dos pelotões de morteiro e de canhão 90 milímetros da viatura Cascavel. Todos esses meios são de Unidades da 2ª DE, localizadas no interior do Estado de São Paulo.

Depois dos primeiros disparos, o treinamento subiu de nível. As missões de apoio de fogo passam a ser dentro de um contexto de manobra ofensiva, com tiros noturnos e diurnos. É o dia D de Operações.

O adestramento contou com coordenação da Artilharia Divisionária da 5ª DE, de Curitiba (PR), que também foi responsável pelos trabalhos de levantamento topográfico e de sondagem meteorológica para a execução dos tiros reais.

O exercício ainda permitiu o adestramento do Sistema Astros II, um dos vetores de modernização da Força Terrestre. As viaturas lançadoras de foguetes pertencem ao 6° Grupo de Mísseis e Foguetes, de Formosa (GO). O 2° Grupo de Artilharia Antiaérea realizou a defesa antiaérea dessa posição.

Ao final, o 2° Batalhão de Engenharia de Combate realizou a destruição dos engenhos falhados, garantindo a segurança do campo de instrução.

 :arrow:  http://www.2de.eb.mil.br/index.php/component/content/article?id=1824

(https://i.ibb.co/0y1vYKk/st-b-artilharia-1.jpg)

(https://i.ibb.co/s5YX4Z6/Santa-Brbara-fotos-13.jpg)

(https://i.ibb.co/b1TjNmt/st-b-artilharia-9.jpg)

(https://i.ibb.co/F60Xf9N/Santa-Brbara-fotos-11.jpg)

(https://i.ibb.co/wNS8Jgc/Whats-App-Image-2021-08-20-at-13-07-28.jpg)

(https://i.ibb.co/PwqXjBd/st-b-artilharia-8.jpg)

(https://i.ibb.co/bbJSWyy/Santa-Brbara-fotos-10.jpg)

(https://i.ibb.co/NWNVmff/Santa-Brbara-fotos-7.jpg)

(https://i.ibb.co/TwT79TQ/Santa-Brbara-fotos-1.jpg)

(https://i.ibb.co/FwXcKLy/st-b-artilharia-11.jpg)

(https://i.ibb.co/TTy3N1j/st-b-artilharia-4.jpg)

(https://i.ibb.co/wdqnb1d/Santa-Brbara-fotos-4.jpg)

(https://i.ibb.co/JcSCPLL/st-b-artilharia-1.png)

(https://i.ibb.co/cQWCsZ1/artilharia-2.jpg)

(https://i.ibb.co/zSSFMQS/st-b-artilharia-6.jpg)

(https://i.ibb.co/6Zt6s0q/IMG-1601-FILEminimizer.jpg)

(https://i.ibb.co/3ztpgYN/IMG-1591-FILEminimizer.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Agosto 20, 2021, 09:19:20 pm
17º Brigada de Infantaria de Selva realiza apronto operacional para mais uma edição da Operação Amazônia

(https://i.ibb.co/2nJgCKz/Whats-App-Image-2021-08-18-at-085339.jpg)

Citar
Porto Velho (RO) – No dia 16 de agosto de 2021, a 17ª Brigada de Infantaria de Selva (17ª Bda Inf Sl) realizou uma formatura de Apronto Operacional com as tropas que estarão sob sua subordinação por ocasião da 2ª fase da Operação Amazônia.

A formatura ocorreu nas instalações do 5º Batalhão de Engenharia de Construção (5º BEC) e teve o objetivo de apresentar para o Comandante Militar da Amazônia, Gen Ex Estevam Cals Theophilo Gaspar de Oliveira, o preparo do pessoal, materiais, armamentos, equipamentos e meios de transporte que serão empregados pela Brigada Príncipe da Beira no maior exercício de defesa da Pátria já realizado na região amazônica brasileira.

Tudo pela Amazônia! SELVA!

Fonte: Comunicação Social / 17ª Bda Inf Sl

(https://i.ibb.co/GvmDt9W/Whats-App-Image-2021-08-18-at-085338-1.jpg)

(https://i.ibb.co/SyG83qY/Whats-App-Image-2021-08-18-at-085337-2.jpg)

(https://i.ibb.co/rkMZJHL/Whats-App-Image-2021-08-18-at-085337.jpg)

(https://i.ibb.co/8PhvHGB/Whats-App-Image-2021-08-18-at-085337-1.jpg)

(https://i.ibb.co/rkMZJHL/Whats-App-Image-2021-08-18-at-085337.jpg)

(https://i.ibb.co/bKYX3t7/Whats-App-Image-2021-08-18-at-085338.jpg)

(https://i.ibb.co/wzLC6cD/Whats-App-Image-2021-08-18-at-085339-2.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Agosto 21, 2021, 01:50:34 am
Citar
O Exercício Santa Bárbara 2021 teve como um dos seus diferenciais o adestramento do Sistema Astros II, um dos vetores de modernização da #Força #Terrestre. As viaturas lançadoras de foguetes pertencem ao 6° Grupo de Mísseis e Foguetes,  de Formosa (GO).

(https://i.ibb.co/mNtZGLS/239828382-4257023944391691-5485906133300942582-n.jpg)

(https://i.ibb.co/0hXVjfT/239446125-252450826700498-3064973456997492056-n.jpg)

(https://i.ibb.co/F74xwJk/240144387-750190612362788-4028552410036984995-n.jpg)

(https://i.ibb.co/bJhcCvs/239308934-531702194821222-805215407763838105-n.jpg)

(https://i.ibb.co/6ZdHL02/239965979-269090205056057-8982289165670583076-n.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Agosto 21, 2021, 02:47:44 am
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Setembro 21, 2021, 02:39:21 pm
Citar
A 1ª Brigada de Artilharia Antiaérea realizou a Operação Sagitta Primus entre os dias 13 e 17 de setembro, em Formosa (GO). Os militares atiraram com os mísseis Telecomandado RBS-70 e Portátil Igla-S, além do canhão 35mm da VBC DA Ae GEPARD:

(https://pbs.twimg.com/media/E_fFxzfXsAQPedB?format=jpg&name=900x900)

(https://pbs.twimg.com/media/E_fFxzjXoAAI7rE?format=jpg&name=900x900)

(https://pbs.twimg.com/media/E_fFxzcWYAEoSgV?format=jpg&name=medium)

(https://pbs.twimg.com/media/E_fFx1NWEAEWX7m?format=jpg&name=medium)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Novembro 10, 2021, 04:51:06 pm
Forças Armadas executam a terceira fase da maior operação militar do Brasil em 2021

(https://i.ibb.co/ZN6sCWT/Meridiano-Ibag.jpg)

Citar
As Forças Armadas iniciaram, nesta terça-feira (09), em Rosário do Sul-RS e Bagé,RS, a terceira fase da Operação Meridiano, a maior operação militar do Brasil em 2021. O exercício conjunto, sob a coordenação do Ministério da Defesa (MD), envolverá a participação de aproximadamente 5.000 militares, 1.000 viaturas, aviões e helicópteros da Marinha do Brasil (MB), do Exército Brasileiro (EB) e da Força Aérea Brasileira (FAB).

As Forças Armadas realizarão um no Campo de Instrução Barão de São Borja (Saicã), em Rosário do Sul-RS. Na ocasião, estão previstos ataque ar-solo, envolvendo aeronave da FAB; apoio de fogo, com aeronaves do EB; tiros de artilharia com morteiro 120mm, participação do veículo blindado Guarani e do Astros 2020; além da demonstração de descontaminação Nuclear, Biológica, Química e Radiológica.

No dia 11/11, 30 militares do Corpo de Fuzileiros Navais, da Marinha do Brasil, executarão uma ação direta sobre estrutura simulada, no Campo de Instrução de Santa Maria. A coordenação do exercício será realizada pelo Comando Militar do Sul (CMS), quartel-general do Exército Brasileiro localizado em Porto Alegre-RS.

Até o dia 14 de novembro, a operação testará a eficiência dos estados-maiores dos comandos executantes em um quadro de operações continuadas de alta intensidade. Será verificada a capacidade dos comandos executantes de manterem um nível adequado de consciência situacional. Os exercícios abordarão as áreas funcionais de pessoal, manobra, inteligência, logística, mobilidade e contra-mobilidade, comunicação social, assuntos civis e fogos.

Duas Divisões de Exército serão oponentes, com o desdobramento dos meios de comando e controle em uma manobra de movimento (200 km de frente por 150 km de profundidade). A atividade proporcionará a inserção de ações críticas conjuntas e singulares, como assalto aeroterrestre e aeromóvel, operações especiais e de informação, tudo em um mesmo contexto tático.

Essas divisões realizaram, previamente, atividades de simulação de combate em condições similares às exigidas para o EB, o que demonstra uma progressão no adestramento. A operação desenvolve a sinergia entre as Forças Armadas nos diversos níveis de Comando e é voltada ao processo de tomada de decisões com o adestramento dos Estados-Maiores, desde o nível Unidade até o Grande Comando, todos desdobrados no terreno. Este é um desafio para as Forças Armadas mais desenvolvidas do mundo.

Com o objetivo de avaliar e manter a interoperabilidade e a capacidade de pronto-emprego das Forças Armadas, a Operação Meridiano foi dividida em três fases. A primeira, chamada de Meridiano-Poti, ocorreu no Pará, ficou sob a responsabilidade da Aeronáutica com o uso de aeronaves, enquanto a segunda fase, conhecida como Dragão, pela Marinha, nos litorais do Rio de Janeiro e do Espírito Santo. Já a terceira etapa, sob responsabilidade do Exército, denominada Ibagé, no Rio Grande do Sul.

FONTE: Ministério da Defesa

FOTOS: Cel André Oliveira

(https://i.ibb.co/x2tQ6mS/Astros-2020.jpg)

(https://i.ibb.co/8zkzLm3/leopard1.png)

(https://i.ibb.co/rFgsSfb/Meridiano-Ibag-1.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Novembro 10, 2021, 04:59:14 pm
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Novembro 10, 2021, 05:03:41 pm
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Novembro 16, 2021, 02:32:15 pm
Inteligência estratégica e poder de fogo são testados no maior exercício militar do Brasil em 2021

(https://i.ibb.co/K7HGjdN/article.jpg)

Citar
Porto Alegre (RS) – Foi encerrado no último dia 14 o exercício Meridiano-Ibagé, terceira fase do Exercício Conjunto Meridiano, coordenado pelo Ministério da Defesa. Com participação de 5 mil militares, mil viaturas, aviões e helicópteros, o Meridiano-Ibagé foi o maior exercício militar do Brasil em 2021. A primeira fase, denominada Meridiano-Poti, foi conduzida pela Aeronáutica. A segunda fase, Meridiano-Dragão, está sob a coordenação da Marinha do Brasil.

Iniciado no dia 5 de novembro na área do Comando Militar do Sul, o exercício Meridiano-Ibagé ocorre em uma área de mais de 30 mil km2, abrangendo os municípios de Santa Maria, Rosário do Sul, São Gabriel, Cacequi, Caçapava do Sul, Bagé e Santana do Livramento.

O objetivo da Operação Meridiano-Ibagé foi desenvolver a sinergia entre as Forças Armadas nos diversos níveis de comando. A atividade é voltada ao processo de tomada de decisões com o adestramento dos Estados-Maiores, desde o nível Unidade até o Grande Comando, todos desdobrados no terreno.

O Ministro da Defesa, Walter Souza Braga Netto, acompanhou a operação. Ao lado do Comandante do Exército, General de Exército Paulo Sérgio, e do Comandante Militar do Sul, General de Exército Stumpf, o ministro visitou ainda os postos de comando da 6ª Divisão de Exército e da 3ª Divisão de Exército, com a finalidade de acompanhar a manobra e verificar toda a estrutura de comando e controle do Grande Comando Operacional. O Ministro Braga Netto enfatizou a magnitude dos treinamentos conjuntos. “Essa atividade é uma excelente oportunidade das Forças Armadas brasileiras trabalharem de forma integrada”, disse.

O comandante do Exército também ressaltou a importância da ação. “Estou aqui, praticamente com mais da metade do Alto Comando do Exército, prestigiando essa operação que encerra o ano do adestramento do Ministério da Defesa”, finalizou.

A Operação Meridiano-Ibagé contou ainda com a presença em campo do Chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas, General de Exército Laerte Souza Santos, e do Chefe de Operações Conjuntas do Ministério da Defesa, Almirante de Esquadra Petrônio Augusto Siqueira de Aguiar, além de oficiais-generais do Alto Comando.

Meridiano-Ibagé

A Operação Meridiano-Ibagé consistiu em um confronto entre duas Divisões de Exército, desdobrando meios de comando e controle em uma manobra de movimento. O treinamento também proporcionou a inserção de ações críticas conjuntas e singulares, como ataque ar-solo de aeronaves da Força Aérea Brasileira, assalto aeroterrestre e aeromóvel pela Aviação do Exército e operações especiais e de informação, tudo em um mesmo contexto tático.

No Campo de Instrução Barão de São Borja (Saicã), próximo ao município de Cacequi, houve ataque aéreo com caças da FAB, transposição de curso d'água e defesa antiaérea protegendo as estruturas montadas pela tropa, como pontes, equipamentos e área de apoio logístico. Na transposição de curso d’água, a bordo de embarcações, militares da Engenharia de Combate montaram uma ponte sobre o rio Santa Maria. Com 124 metros de comprimento, a ponte Ribbon foi usada pela primeira vez nesse tipo de adestramento. Para o Comandante Militar do Sul, General de Exército Valério Stumpf Trindade, o ataque coordenado com a transposição de curso d’água demonstra a capacidade profissional da tropa.

“Vimos a montagem rápida de pontes, o emprego de portadas e o deslocamento da nossa tropa cruzando curso d'água, um obstáculo de grande porte. Isso demonstra a capacidade operacional do CMS e nos dá muito orgulho profissional”, avalia. Cada passo dado no terreno foi acompanhado pelos batalhões de comunicações do Exército. As informações foram enviadas em tempo real para o Centro de Coordenação de Operações (CCOp) no Quartel-General do Comando Militar do Sul. “Temos condições de coordenar e controlar do CCOp tudo o que acontece nessa área, em função dos diversos meios de comando e controle que estão desdobrados no terreno”, explica o Coronel Vladimir Gustavo Maia, Chefe do CCOp/CMS.

Força-Tarefa Blindada

Na região de Rosário do Sul, a Força-Tarefa Blindada foi empregada após um ataque aéreo por caças, seguido de apoio de fogo da Aviação do Exército e da Artilharia de Campanha (com o Obuseiro M-109). A Defesa Antiaérea empregou o blindado Gepard, protegendo a tropa do ataque inimigo. Os blindados Leopard, da Cavalaria, e as viaturas Guarani destruíram os meios do Exército oponente e os Astros 2020 neutralizaram o contra-ataque por meio do lançamento de foguetes.

Em outra parte do terreno, os militares do Batalhão de Ações de Comandos investiram em ações críticas, infiltraram-se no campo oponente e, na simulação, destruíram uma antena de radar, neutralizando meios inimigos e permitindo o avanço da tropa blindada.

Infiltração Aeroterrestre e Aeromóvel

O aprestamento da Força-Tarefa Velame, composta por militares do 27º Batalhão de Infantaria Pára-quedista, do Exército, e do Destacamento de Comandos Anfíbios da Marinha do Brasil, ocorreu no hangar do 5º Esquadrão do 8º Grupo de Aviação da ALA-4, em Santa Maria.   A bordo de aeronaves da FAB, os paraquedistas da Marinha saltaram na região central do estado, enquanto os do Exército realizaram o assalto aeroterrestre no Aeroporto de Bagé, mais ao sul. Após a infiltração, a tropa progrediu no terreno para a conquista simulada da cidade.

Em outro ponto do campo de instrução, a 12ª Brigada de Infantaria Leve (Aeromóvel) fez infiltração com helicópteros da Aviação do Exército para ocupar um dos objetivos estratégicos da Divisão de Exército em território inimigo. Os militares da Força-Tarefa, ocuparam uma cabeça de ponte, posição provisória em território oponente, possibilitando o avanço da tropa blindada.

CA-Sul

No Centro de Adestramento Sul (CA-Sul), em Santa Maria, caças simularam um ataque aéreo. Coube ao 3º Grupo de Artilharia Antiaérea realizar a defesa de uma posição na região, mobilizando uma Turma de Radar e o Centro de Operações Antiaéreas. Após o ataque da força inimiga, e com a suspeita de lançamento de agentes químicos, o 1º Batalhão de Defesa Química, Biológica, Radiológica e Nuclear realizou a descontaminação das instalações e dos veículos que se encontravam na região do ataque.

Fonte: Comando Militar do Sul

(https://i.ibb.co/MGTW1xB/article-1.jpg)

(https://i.ibb.co/dD0pSWq/article-2.jpg)

(https://i.ibb.co/DC2j90s/article-3.jpg)

(https://i.ibb.co/KDs5P5X/article-4.jpg)

(https://i.ibb.co/56kbsdP/article-5.jpg)

(https://i.ibb.co/vqJYcJL/article-6.jpg)

(https://i.ibb.co/PwbVCVG/article-7.jpg)

(https://i.ibb.co/84mBGRt/article-8.jpg)

(https://i.ibb.co/KwLnBQh/article-9.jpg)

(https://i.ibb.co/Vth5pZ6/article-10.jpg)

(https://i.ibb.co/2SwCkBK/article-11.jpg)

(https://i.ibb.co/mTzwHhm/article-12.jpg)

(https://i.ibb.co/3TWGr84/article-13.jpg)

(https://i.ibb.co/Cmskjxg/article-14.jpg)

(https://i.ibb.co/dWgVxCC/article-15.jpg)

(https://i.ibb.co/hFJVQNt/article-16.jpg)

(https://i.ibb.co/xgYhhjj/article-17.jpg)

(https://i.ibb.co/k3YhHrG/article-18.jpg)

(https://i.ibb.co/M8pFKbj/article-19.jpg)

(https://i.ibb.co/jkDd66t/article-20.jpg)

(https://i.ibb.co/jLSxZzW/article-21.jpg)

(https://i.ibb.co/4Fk7qkb/article-22.jpg)

(https://i.ibb.co/PQGhg9k/article-23.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Novembro 16, 2021, 02:36:31 pm
Exercício encerra ano de instrução de tropa do 50º Batalhão de Infantaria de Selva

(https://d1a5vuhmdbnak9.cloudfront.net/defesanet/site/upload/news_image/2021/11/53227_resize_800_600_false_true_null.jpg)

Citar
Nos dias 9 e 10 de novembro, a 1ª Companhia de Fuzileiros de Selva do 50º Batalhão de Infantaria de Selva (50º BIS) realizou seu exercício de adestramento. A atividade encerrou o período de adestramento básico no nível subunidade.

Na ocasião, foram executadas ações de planejamento, marcha para o combate motorizada e ataque coordenado em um quadro de defesa externa. Integraram a manobra as armas coletivas orgânicas da companhia e o Pelotão de Morteiros Médios do batalhão.

FONTE: https://www.defesanet.com.br/terrestre/noticia/42669/Exercicio-encerra-ano-de-instrucao-de-tropa-do-50--Batalhao-de-Infantaria-de-Selva-/

(https://d1a5vuhmdbnak9.cloudfront.net/defesanet/site/upload/media/1636896147_89623.jpg)

(https://d1a5vuhmdbnak9.cloudfront.net/defesanet/site/upload/media/1636896166_48443.jpg)

(https://d1a5vuhmdbnak9.cloudfront.net/defesanet/site/upload/media/1636896204_72075.jpg)

(https://d1a5vuhmdbnak9.cloudfront.net/defesanet/site/upload/media/1636896220_42788.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Dezembro 07, 2021, 04:59:44 pm
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Dezembro 09, 2021, 12:03:38 pm
CORE 21 – O exercício tem inicio

(https://tecnodefesa.com.br/wp-content/uploads/2021/12/CORE21_inicio-0.jpg)

Citar
A cerimônia de abertura do exercício combinado CORE (“Combined Operation and Rotation Exercises”) ocorreu nesta segunda-feira, dia 6, em Lorena, no interior de São Paulo. A atividade reúne tropas brasileiras e norte-americanas em território brasileiro até 16 de dezembro.

A solenidade, que marcou o início do trabalho de cooperação militar entre Brasil e EUA, foi realizada no pátio do 5º Batalhão de Infantaria Leve (5º BIL). A formatura contou com a presença do comandante Militar do Sudeste (CMSE), general de exército Tomás Miguel Miné Ribeiro Paiva, do comandante-geral do Exército Sul dos Estados Unidos, Major General William L. Thigpen, e quase 1.000 militares dos dois países.

A partir desta segunda, os dois exércitos participarão de operações aeromóveis, durante dez dias, na região do Vale do Paraíba. O programa de cooperação em adestramento militar é considerado um vetor para o desenvolvimento da doutrina militar brasileira, além de uma interação com um ator de destaque para a Estratégia Nacional de Defesa e para a política externa brasileira.

“Que Brasil e Estados Unidos tenham essa missão como um exemplo de futuras missões, já que essa operação CORE ocorrerá até o ano de 2028, com fases de rotação aqui e nos Estados Unidos”, afirmou o general Tomás.

(https://tecnodefesa.com.br/wp-content/uploads/2021/12/CORE21_inicio-1.jpg)

(https://tecnodefesa.com.br/wp-content/uploads/2021/12/CORE21_inicio-2.jpg)

(https://tecnodefesa.com.br/wp-content/uploads/2021/12/CORE21_inicio-3.jpg)

(https://tecnodefesa.com.br/wp-content/uploads/2021/12/CORE21_inicio-0.jpg)

CORE 21

O CORE 21 é o primeiro exercício combinado executado por tropa dos Estados Unidos na América Latina. O exercício será conduzido por uma força-tarefa do 5º BIL, tendo incorporada uma Companhia de Fuzileiros da 101ª Divisão de Assalto Aéreo (101st Airborne Division) do Exército dos Estados Unidos (US Army). O CORE 21 é resultado de um programa de cooperação em adestramento militar que estipulou um exercício combinado anual até o ano de 2028.

 :arrow:  https://tecnodefesa.com.br/core-21-o-exercicio-tem-inicio/
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Dezembro 09, 2021, 12:07:04 pm
CORE 21 – Realizado o assalto aeromóvel

(https://tecnodefesa.com.br/wp-content/uploads/2021/12/CORE21_assalto_aeromovel-4.jpg)

Citar
Um assalto aeromóvel foi realizado no segundo dia da Operação CORE (“Combineted Operation and Rotation Exercises”), exercício que reúne tropas brasileiras e norte-americanas na região do Vale do Paraíba, em São Paulo, até 16 de dezembro.

Nesta terça-feira, dia 07 de dezembro, 22 aeronaves do Comando de Aviação do Exército (CAvEx) foram empregadas na atividade. Na manobra integrada, a força-tarefa aeromóvel decolou com tropas dos dois Exércitos a bordo. Os militares norte-americanos (US Army) são da 101ª Divisão de Assalto Aéreo.

Sob o comando da força de superfície, os militares simularam a conquista e manutenção de um local estratégico, dentro de território inimigo, além da destruição de forças oponentes.

“O final de todo esse exercício é um ganho grande e mostrou que o Exército Brasileiro não tem nada a dever. Nosso método de emprego militar é muito próximo do Exército dos EUA”, disse o comandante da 12ª Brigada de Infantaria Leve (Aeromóvel), general de brigada Rodrigo Ferraz Silva.

As aeronaves empregadas no adestramento são de quatro modelos usados pelo Exército Brasileiro: HM-4 Jaguar, HM-3 Cougar, HM-1 Pantera e HA-1 Fennec.

(https://tecnodefesa.com.br/wp-content/uploads/2021/12/CORE21_assalto_aeromovel-0.jpg)

(https://tecnodefesa.com.br/wp-content/uploads/2021/12/CORE21_assalto_aeromovel-2.jpg)

(https://tecnodefesa.com.br/wp-content/uploads/2021/12/CORE21_assalto_aeromovel-1.jpg)

(https://tecnodefesa.com.br/wp-content/uploads/2021/12/CORE21_assalto_aeromovel-3.jpg)

Após o voo, que partiu do Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (CPTEC/INPE), em Cachoeira Paulista, os helicópteros desembarcaram as tropas dentro do Campo de Instrução da Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN), em Resende (RJ).

Visita

Como parte das atividades do dia, as autoridades militares dos EUA e do Brasil visitaram as instalações do CPTEC, onde assistiram a uma palestra sobre as atividades do Centro.

(https://tecnodefesa.com.br/wp-content/uploads/2021/12/CORE21_CPTEC-2.jpg)

 :arrow:  https://tecnodefesa.com.br/core-21-tropas-do-brasil-e-estados-unidos-realizam-assalto-aeromovel/
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Dezembro 09, 2021, 12:11:16 pm
CORE 21 – Demonstração de tiro defensivo

(https://tecnodefesa.com.br/wp-content/uploads/2021/12/CORE21_demonstracao_de_tiro_defensivo-0.jpg)

Citar
O Exército Brasileiro (EB) realizou uma demonstração de tiro defensivo “Live-Fire” no dia 8 de dezembro, no campo de instrução da Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN). A manobra ocorreu no contexto do Exercício Combinado CORE (“Combined Operation and Rotation Exercises”), que reúne tropas do Brasil e dos Estados Unidos um adestramento até 16 de dezembro, nas cidades de Lorena (SP), Cachoeira Paulista (SP) e Resende (RJ).

No terceiro dia da CORE, cerca de 130 militares foram empregados nessa atividade. Na oportunidade, as tropas foram colocadas em posição no terreno, em área acidentada, para simular uma situação de confronto com uma tropa oponente.

(https://tecnodefesa.com.br/wp-content/uploads/2021/12/CORE21_demonstracao_de_tiro_defensivo-3.jpg)

(https://tecnodefesa.com.br/wp-content/uploads/2021/12/CORE21_demonstracao_de_tiro_defensivo-2.jpg)

(https://tecnodefesa.com.br/wp-content/uploads/2021/12/CORE21_demonstracao_de_tiro_defensivo-1.jpg)

“Nós atiramos com metralhadora .50, orgânica da seção de helicópteros de reconhecimento e ataque da Aviação do Exército; atiramos com artilharia 105mm, que é orgânica da Brigada da Infantaria Leve Aeromóvel; atiramos com canhão 90mm do Cascavel, viatura orgânica dos Regimentos de Cavalaria Mecanizada; atiramos com a metralhadora .50 da viatura Guarani; com morteiro 81 milímetros. Também atiramos com morteiro 60, metralhadora 762 milímetros e com os fuzis 566 milímetros”, disse o major Rodrigo Magalhães, oficial de Operações da 12ª Brigada de Infantaria Leve – Aeromóvel (12ª Bda Inf L – Amv).

Para o general Tomás Miguel Miné Ribeiro Paiva, comandante Militar do Sudeste (CMSE), o exercício permite visualizar a dificuldade que uma tropa oponente tem para atacar uma tropa bem postada no terreno.

(https://tecnodefesa.com.br/wp-content/uploads/2021/12/CORE21_demonstracao_de_tiro_defensivo-4.jpg)

(https://tecnodefesa.com.br/wp-content/uploads/2021/12/CORE21_demonstracao_de_tiro_defensivo-5.jpg)

(https://tecnodefesa.com.br/wp-content/uploads/2021/12/CORE21_demonstracao_de_tiro_defensivo-6.jpg)

Segundo o general Tomás, o exercício demonstrou que o EB tem capacidade de emprego de volume de fogo em condição adversa. “Com o tiro real, a gente está treinando melhor as nossas tropas. Além de progredir, orientar e voar com os nossos helicópteros, preparamos os planos de carregamento, de combate e tático antes do tiro. Essa tropa está certificada para atuar em qualquer ponto do território nacional”, garantiu o general.

O tenente-coronel Michael Harrison, comandante do Batalhão da 101ª Divisão de Assalto Aéreo (101st Airborne Division), do Exército dos Estados Unidos (US Army), disse que a CORE e a manobra desta quarta-feira (8) demonstram a importância da interoperabilidade entre os EUA e o Brasil. “Estamos bastante impressionados com a capacidade do Exército Brasileiro. Foi uma experiência incrível para os meus soldados e para mim. Todos os militares norte-americanos retornarão aos EUA melhores por terem vindo ao Brasil”, concluiu.

(https://tecnodefesa.com.br/wp-content/uploads/2021/12/CORE21_demonstracao_de_tiro_defensivo-7.jpg)

(https://tecnodefesa.com.br/wp-content/uploads/2021/12/CORE21_demonstracao_de_tiro_defensivo-8.jpg)

(https://tecnodefesa.com.br/wp-content/uploads/2021/12/CORE21_demonstracao_de_tiro_defensivo-9.jpg)

 :arrow:  https://tecnodefesa.com.br/core-21-demonstracao-de-tiro-defensivo/
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Dezembro 09, 2021, 12:29:05 pm
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Dezembro 09, 2021, 12:32:03 pm
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Dezembro 10, 2021, 01:49:09 pm
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Dezembro 10, 2021, 08:14:33 pm
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Dezembro 13, 2021, 12:42:37 pm
CORE 21 – Combate em ambiente urbano

(https://tecnodefesa.com.br/wp-content/uploads/2021/12/CORE-21_Combate_ambiente_urbano-0.png)

Citar
Uma tropa formada por cerca de 150 militares, de três Companhias do Exército Brasileiro e uma do Exército dos Estados Unidos (US Army), realizou uma simulação de combate em ambiente urbano no campo de instrução da Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN), em Resende (RJ), no dia 12 de dezembro.

O treinamento na pista de combate a localidade (PCL), no âmbito da CORE 21 (“Combined Operations and Rotation Exercises”), reúne militares do Brasil e dos EUA em atividades integradas durante dez dias em cidades do interior de São Paulo e do Rio de Janeiro. O trabalho conjunto está previsto para terminar no dia 16 de dezembro.

Com o emprego das viaturas blindadas de transporte de pessoal – médio sobre rodas (VBTP-MSR) 6X6 Guarani e armamento individual, a tropa em exercício investiu em uma localidade com edificações com o objetivo de neutralizar a força oponente. A atividade permitiu treinar os militares para operações em áreas de opressão onde, por exemplo, haja impedimento para a chegada de ajuda humanitária à população.

(https://tecnodefesa.com.br/wp-content/uploads/2021/12/CORE-21_Combate_ambiente_urbano-1.png)

(https://tecnodefesa.com.br/wp-content/uploads/2021/12/CORE-21_Combate_ambiente_urbano-2.png)

(https://tecnodefesa.com.br/wp-content/uploads/2021/12/CORE-21_Combate_ambiente_urbano-0.png)

O comandante da 12º Brigada de Infantaria Leve – Aeromóvel (12ª Bda Inf L – Amv), general de brigada Rodrigo Ferraz Silva, considera que operações reais em áreas urbanas estão entre as mais difíceis e sensíveis do combate moderno. “A tropa que ataca tem dificuldade de fazer esse tipo de atuação em ambiente urbano, porque existem os civis, pessoas inocentes, e é muito difícil para quem ataca saber o efeito colateral de uma atividade como essa. O risco é muito grande”, disse.

O treinamento ocorreu com o acompanhamento da Direção do Exercício (Direx), que conta com um gabinete instalado para monitorar em tempo real a execução no campo do que foi planejado.

“Por meio de telas podemos observar se os objetivos que foram definidos estão sendo supridos. Outros sistemas nos permitem mensurar o desempenho da tropa. Dessa forma temos a condição de avaliar o adestramento e deixar nosso Exército com todas as capacidades para cumprir as demandas”, disse o major Rodrigo Magalhães, Chefe de Operações da 12ª Bda Inf L – Amv.

Para avançar no terreno, a tropa utilizou armamento individual, um robô equipado com sistema de raio-x e outros dispositivos que permitem ao operador verificar se um artefato é real. “Assim é possível neutralizar a ameaça usando o próprio robô ou adotar procedimentos, sempre em segurança para desativá-lo”, explicou.

(https://tecnodefesa.com.br/wp-content/uploads/2021/12/CORE21-1.jpg)

(https://tecnodefesa.com.br/wp-content/uploads/2021/12/CORE21-2.jpg)

(https://tecnodefesa.com.br/wp-content/uploads/2021/12/CORE21-3.jpg)

Para o 3º sargento Bruno Bradley Evaristo, a integração entre as tropas brasileira e estadunidense na PCL permitiu troca de experiências e conhecimento. “A principal lição que extraímos da convivência com os americanos é a dedicação deles ao treinamento”, concluiu.

“Treinar e trabalhar com os militares brasileiros têm sido uma honra, são muito profissionais. A única diferença entre nós e eles é a língua e o uniforme”, afirmou o sargento Hayes da 101ª Divisão de Assalto Aéreo (101st Airborne Division) da US Army.

Fonte: Comunicação Social do Comando Militar do Sudeste
Fotos: soldado Norberto e U.S. Army South

 :arrow:  https://tecnodefesa.com.br/core-21-combate-em-ambiente-urbano/
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Dezembro 13, 2021, 12:44:17 pm
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Dezembro 13, 2021, 12:50:52 pm
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Dezembro 13, 2021, 12:52:39 pm
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Dezembro 15, 2021, 08:06:49 pm
CORE 21 – Exercício de tiro real de fração

(https://tecnodefesa.com.br/wp-content/uploads/2021/12/CORE21_tiro_real_de_fracao-0.jpg)

Citar
A Força-Tarefa Itororó, da 12ª Brigada de Infantaria Leve – Aeromóvel (12ª Bda Inf L – Amv), realizou no dia 13 de dezembro o exercício de tiro real de fração, ação tática que permitiu o emprego do armamento orgânico da unidade.

O exercício ocorreu no âmbito da operação CORE 21 (“Combined Operations and Rotation Exercises”), que reúne militares Exército Brasileiro (EB) e do Exército dos Estados Unidos (US Army) em cidades no interior de São Paulo e do Rio de Janeiro desde o dia 6 de dezembro.

O tiro de fração, em situação real de conflito, serve para a manutenção do terreno e permite a progressão da tropa. No exercício foi simulada a defesa de um território e ocorreu no campo de instrução da Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN), e militares do US Army participaram como observadores. A ação empregou fuzis, metralhadoras, granadas, morteiros e canhões.

(https://tecnodefesa.com.br/wp-content/uploads/2021/12/CORE21_tiro_real_de_fracao-1.jpg)

(https://tecnodefesa.com.br/wp-content/uploads/2021/12/CORE21_tiro_real_de_fracao-2.jpg)

(https://tecnodefesa.com.br/wp-content/uploads/2021/12/CORE21_tiro_real_de_fracao-3.jpg)

(https://tecnodefesa.com.br/wp-content/uploads/2021/12/CORE21_tiro_real_de_fracao-4.jpg)

O major de Infantaria Rafael Marcos da Costa Ribeiro, adjunto do oficial de operações do Comando da 12ª Bda Inf L – Amv, explicou como a manobra ocorreu na prática. “A tropa realizou um assalto aeromóvel para conquistar uma cabeça de ponte [área estratégica]. Essa cabeça de ponte foi conquistada e, pela nossa doutrina, nós passamos à manutenção dela para manter esse terreno por um determinado período. A intenção do escalão superior, neste caso, foi garantir o acesso à estrada. Então precisávamos barrar o ‘inimigo’ até no horário que foi determinado para cumprir a missão”, afirmou.

(https://tecnodefesa.com.br/wp-content/uploads/2021/12/CORE21_tiro_real_de_fracao-5.jpg)

(https://tecnodefesa.com.br/wp-content/uploads/2021/12/CORE21_tiro_real_de_fracao-6.jpg)

(https://tecnodefesa.com.br/wp-content/uploads/2021/12/CORE21_tiro_real_de_fracao-7.jpg)

(https://tecnodefesa.com.br/wp-content/uploads/2021/12/CORE21_tiro_real_de_fracao-8.jpg)

Fonte: Comunicação Social do Comando Militar do Sudeste
Fotos: soldado Zago
 :arrow:  https://tecnodefesa.com.br/core-21-exercicio-de-tiro-real-de-fracao/
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Dezembro 15, 2021, 08:11:37 pm
Inauguração do Polígono de Tiro no CIMH

(https://i.ibb.co/Pw4Fcg6/266158579-479565920179906-2112153984372400254-n.jpg)

Citar
Três Barras (SC) - O Campo de Instrução Marechal Hermes (CIMH), em Três Barras (SC), inaugurou nesta terça-feira o Polígono de Tiro, caracterizado por alta tecnologia no sistema de alvos.

Quatro Carros de Combate Leopard e quatro Viaturas Blindadas Guarani participaram da atividade.

Os disparos inaugurais foram executados com os Carros de Combate Leopard pelas seguintes autoridades: Gen Ex Stumpf, Comandante Militar do Sul; Gen Ex Freitas, ex-Comandante da 5ª Divisão de Exército (5ª DE), Gen Div Castro, Comandante da 5ª DE, e Gen Bda Sérgio Martins, Comandante da 5ª Brigada de Cavalaria Blindada.

 :arrow:  5º DE

(https://i.ibb.co/4YjHTTf/004.jpg)

(https://i.ibb.co/jWJ3NrT/003.jpg)

(https://i.ibb.co/D5Tn6vn/002.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Dezembro 15, 2021, 08:14:52 pm
CORE 21 – Militares do US Army atiram com o fuzil IA2

(https://tecnodefesa.com.br/wp-content/uploads/2021/12/CORE21_Tiro_de_Integracao-0.jpeg)

Citar
Cerca de 300 militares do Exército Brasileiro (EB) e do Exército dos Estaos Unidos (US Army) realizaram Tiro de Integração no estande da Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN), em Resende (RJ), no dia 14 de dezembro. A reunião das tropas marcou o fim das atividades operacionais combinadas no âmbito do exercício combinado CORE (“Combined Operations and Rotation Exercises”).

No Tiro de Integração, os militares do US Army  atiraram com armamento utilizado pelo EB,  o fuzil de assalto IA2, projetado e fabricado pela IMBEL, e os militares brasileiros tiveram a experiência de atirar com o fuzil M4, ambos são calibre 5,56×45 mm.

(https://tecnodefesa.com.br/wp-content/uploads/2021/12/CORE21_Tiro_de_Integracao-3.jpeg)

(https://tecnodefesa.com.br/wp-content/uploads/2021/12/CORE21_Tiro_de_Integracao-2.jpeg)

(https://tecnodefesa.com.br/wp-content/uploads/2021/12/CORE21_Tiro_de_Integracao-1.jpeg)

Antes da atividade, que ocorreu à tarde, os militares dos dois países tiveram instrução prévia de manejo. As séries de tiros no estande permitiram que até 40 militares disparassem simultaneamente nos alvos.

O Comandante da 12ª Brigada de Infantaria Leve – Aeromóvel  (12ª Bda Inf L – Amv), general de brigada Rodrigo Ferraz Silva, avaliou que o Tiro de Integração coroou o final do exercício CORE. “O armamento, tanto o brasileiro quanto o americano, é muito semelhante. Destaco a confiabilidade e a portabilidade de ambos, que têm o mesmo calibre, e mais ou menos a mesma cadência de tiro. As tropas celebraram o exercício, que foi de grande potencial de ensinamento com os irmãos do Exército americano”, disse.

Brandon Mickey, soldado do US Army, elogiou o fuzil usado pelos militares brasileiros. “É um armamento diferente do que a gente está acostumado, mas é um fuzil muito bem construído”, afirmou.

(https://tecnodefesa.com.br/wp-content/uploads/2021/12/CORE21_Tiro_de_Integracao-4.jpeg)

Fonte: Comunicação Social do Comando Militar do Sudeste
Fotos: cabo De Lima
 :arrow:  https://tecnodefesa.com.br/core-21-militares-do-us-army-atiram-com-o-fuzil-ia2/
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Dezembro 17, 2021, 07:19:18 pm
CORE 21 – Chega ao fim o exercício conjunto

(https://tecnodefesa.com.br/wp-content/uploads/2021/12/CORE21_Encerramento-0.jpg)

Citar
A solenidade de encerramento do exercício CORE (“Combined Operations and Rotation Exercises”), que reuniu tropas do Exército Brasileiro (EB) e Exército dos Estados Unidos (US Army) por dez dias, em território brasileiro, ocorreu no dia 16 de dezembro no pátio Marechal Mascarenhas de Moraes da Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN), em Resende (RJ).

A formatura com militares dos dois países encerrou o adestramento combinado que ocorreu em cidades do interior de São Paulo e Rio de Janeiro, com manobras conjuntas, a partir de 6 de dezembro, que simularam ambientes de combate em áreas rurais e urbana, e utilizaram blindados e helicópteros. O exercício ainda treinou as tropas com realização de tiro real.

(https://tecnodefesa.com.br/wp-content/uploads/2021/12/CORE21_Encerramento-3.jpg)

Na cerimônia de encerramento, os militares do EB entregaram uma lembrança aos seus colegas dos Estados Unidos para simbolizar o estreitamento dos laços entre as tropas. Antes, o hino do Brasil e dos EUA foi tocado pela banda do 5º Batalhão de Infantaria Leve (BIL).

A cerimônia foi presidida pelo general de divisão, Edson Diehl Ripoli, comandante da 2ª Divisão de Exército (2ª DE), acompanhado  do general de brigada Paulo Roberto Rodrigues Pimentel, comandante da AMAN, e do general de brigada Rodrigo Ferraz, da 12ª Brigada de Infantaria Leve –Aeromóvel (12ª Bda Inv L – Amv), e dos coroneis Scott Himes e Lee Overby, do US Army.

(https://tecnodefesa.com.br/wp-content/uploads/2021/12/CORE21_Encerramento-4.jpg)

“Nossa tropa trabalhou muito bem, se integrou perfeitamente com os americanos. Temos algumas diferenças, que são pequenas, mas que não impossibilitaram o trabalho conjunto. Essa integração mostrou que nós podemos trabalhar juntos em qualquer parte do mundo, defendendo nossos valores ocidentais e a democracia”, disse o General Diehl diante da tropa.

O coronel Himes, subcomandante de Operações do Exército Sul dos EUA, agradeceu a hospitalidade e agradeceu à tropa brasileira por ter compartilhado conhecimento com os militares estadunidenses.

“Obrigado por compartilhar o que sabem e pelo profissionalismo. Após essas duas semanas em que tivemos a oportunidade de promover um trabalho integrado entre as duas Forças, eu agradeço em nome do Comando Sul. Aprendemos lições importantes aqui e vamos levar de volta para casa”, afirmou o coronel Himes, que encerrou o discurso falando em português o lema do Exército Brasileiro: “Braço Forte, Mão Amiga”.

Fonte: Comunicação Social do Comando Militar do Sudeste
Fotos: soldados Santos Carneiro e Zago
 :arrow:  https://tecnodefesa.com.br/core-21-chega-ao-fim-o-exercicio-conjunto/
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lusitano89 em Dezembro 17, 2021, 07:25:36 pm
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Vitor Santos em Dezembro 17, 2021, 08:02:24 pm