I.R.A - Irish Republican Army

  • 7 Respostas
  • 2323 Visualizações
*

Cabecinhas

  • Investigador
  • *****
  • 1505
  • Recebeu: 5 vez(es)
  • Enviou: 11 vez(es)
  • +4/-0
I.R.A - Irish Republican Army
« em: Março 31, 2009, 02:30:47 am »
Duvido que não haja um tópico sobre este grupo terrorista, mas como não encontrei, cá vai disto  :shock:

Citar
IRA reivindica ataque a base militar britânica

O Exército Republicano Irlandês (IRA) reivindicou o ataque desta noite a uma base do exército britânico na Irlanda do Norte, que causou a morte a duas pessoas e feriu quatro, avança a «SKY News».

Segundo a Sky News, o ataque foi reivindicado através de um telefonema de uma brigada do sul de Antrim do IRA-Verdadeiro para o jornal Sunday Tribune, de Dublin. Um código, confirma a autenticidade do grupo.
O ataque foi efectuado por homens fortemente armados que atacaram o quartel-general do regimento de elite da base de Masserene, no condado de Antrim, nordeste de Belfast.

As autoridades já tinham afirmado que acreditavam que o ataque foi planeado por membros dissidentes do IRA (Exército Republicano Irlandês), o que seria o primeiro grande incidente desde Agosto de 1998.

Entretanto o Sinn Fein, braço político do IRA, condenou o atentado e afirmou que os responsáveis do ataque «não têm nem apoio nem estratégia para conseguir a unificação da Irlanda». O presidente do partido, Gerry Adams, qualificou o «tiroteio» como uma agressão contra o «processo de paz».

Citar
IRA-Continuidade reivindica «morte» de polícia

Um grupo republicano dissidente do IRA, o IRA-Continuidade, reivindicou esta terça-feira o assassínio de um polícia segunda-feira em Belfast, disse a agência noticiosa britânica Press Association (PA), escreve a Lusa.

A agência citou uma mensagem codificada na qual o grupo declara que «enquanto os britânicos estiverem na Irlanda, os ataques continuarão».

Irlanda do Norte: polícia morto a tiro

O polícia foi morto a tiro quando patrulhava o bairro republicano de Craigavon, perto de Belfast. Trata-se do primeiro assassínio de um polícia em dez anos.

O conflito, que fez mais de 3.500 mortos em 30 anos na Irlanda do Norte, tinha praticamente cessado após a assinatura de acordos de paz de Sexta-feira Santa, a 10 de Abril de 1998.

O atentado contra o polícia foi cometido apenas dois dias depois de um ataque contra o quartel do exército britânico, em Massereene, noroeste de Belfast, que causou a morte de dois soldados.

Grupo dissidente do IRA

O IRA-Continuidade é um dos grupos dissidentes do Exército Republicano Irlandês (IRA) que em 2005 ordenou o fim da luta armada, no âmbito do processo de paz. O principal grupo dissidente do IRA, o IRA-Verdadeiro, reivindicou o atentado de sábado à noite.


Citar
IRA lança caos nas ruas de Belfast

Carros roubados e incendiados bloquearam e lançaram o caos nas ruas de Belfast. Segundo a agência «Associated Press», na origem dos desacatos terão estado elementos do Exército Republicano Irlandês (IRA).

A polícia não teve mãos a medir com o grande número de ocorrências. Homens encapuzados e armados roubaram veículos em diversas locais de Belfast. Alguns deles foram depois queimados nas ruas e estradas com o objectivo de bloquear o tráfego, enquanto outros foram abandonados perto de estações policiais.

A acção dos supostos dissidentes do IRA mobilizou toda a polícia local. Todos os automóveis abandonados foram tratados como possíveis carros-bomba. No entanto, nenhum explosivo foi encontrado.

A acção no mês em que o IRA voltou a actividade com um ataque que causou a morte a dois soldados e um polícia, as primeiras mortes nas forças de segurança britânicas desde 1998.
Um galego é um português que se rendeu ou será que um português é um galego que não se rendeu?
---
 

*

Ataru

  • Perito
  • **
  • 407
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #1 em: Março 31, 2009, 01:14:47 pm »
Apesar de não apoiar os meios, o fim sem duvida e a melhor solução ao problema da Irlanda, uma Irlanda Unida!
Greater Portugal = Portugal + Olivença + Galiza and the Eonavian Region + border villages that speak galaico-portuguese dialects + Cape Verde + St. Tomé and Principe.
 

*

macer

  • 28
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #2 em: Março 31, 2009, 01:58:31 pm »
Citação de: "Ataru"
Apesar de não apoiar os meios, o fim sem duvida e a melhor solução ao problema da Irlanda, uma Irlanda Unida!


 :conf:  :|
 

*

Ataru

  • Perito
  • **
  • 407
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #3 em: Março 31, 2009, 02:55:57 pm »
Republica da Irlanda + Irlanda do Norte quero eu dizer...
Greater Portugal = Portugal + Olivença + Galiza and the Eonavian Region + border villages that speak galaico-portuguese dialects + Cape Verde + St. Tomé and Principe.
 

*

legionario

  • Investigador
  • *****
  • 1278
  • Recebeu: 284 vez(es)
  • Enviou: 289 vez(es)
  • +178/-3214
(sem assunto)
« Responder #4 em: Março 31, 2009, 06:50:57 pm »
O problema é qua as carraças dos ingleses ocuparam uma parte da Irlanda (através de genocidio pela fome e pelas armas, expropriaçoes e expulsoes dos nativos...) e  constituem hoje uma parte razoavel da populaçao da Irlanda ocupada .

Por uma vez estou ao lado dos republicanos :)
Quanto à violência dos irlandeses, é como qualquer movimento de libertaçao...temos todos pena, mas havera outra soluçao ?
 

*

Ataru

  • Perito
  • **
  • 407
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #5 em: Março 31, 2009, 06:52:56 pm »
Exacto legionario, mas o facto de estar ocupado não significa que não seja território irlandes por direito. Pode ser que se o referendo escoces para a independencia for positivo, seja o fim do Império Britânico, a ver vamos...
Greater Portugal = Portugal + Olivença + Galiza and the Eonavian Region + border villages that speak galaico-portuguese dialects + Cape Verde + St. Tomé and Principe.
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 17701
  • Recebeu: 2091 vez(es)
  • Enviou: 1733 vez(es)
  • +537/-2024
(sem assunto)
« Responder #6 em: Abril 01, 2009, 11:47:58 am »
Citação de: "legionario"
O problema é qua as carraças dos ingleses ocuparam uma parte da Irlanda (através de genocidio pela fome e pelas armas, expropriaçoes e expulsoes dos nativos...) e  constituem hoje uma parte razoavel da populaçao da Irlanda ocupada .

Por uma vez estou ao lado dos republicanos :)
Quanto à violência dos irlandeses, é como qualquer movimento de libertaçao...temos todos pena, mas havera outra soluçao ?


Posso estar errado, mas acho que a maior parte eram Escoceses.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Ataru

  • Perito
  • **
  • 407
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #7 em: Abril 01, 2009, 11:49:15 am »
Liberdade Para a Escócia e o País de Gales, Viva uma Irlanda Unida!
Greater Portugal = Portugal + Olivença + Galiza and the Eonavian Region + border villages that speak galaico-portuguese dialects + Cape Verde + St. Tomé and Principe.