Notícias do Exército Português

  • 1987 Respostas
  • 546154 Visualizações
*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 9655
  • Recebeu: 4941 vez(es)
  • Enviou: 3561 vez(es)
  • +4557/-1090
Re: Notícias do Exército Português
« Responder #1980 em: Novembro 07, 2022, 01:15:35 pm »
Quando um Povo/Governo não Respeita as Suas FFAA, Não Respeita a Sua História nem se Respeita a Si Próprio  !!
 

*

Pescador

  • Investigador
  • *****
  • 1852
  • Recebeu: 1356 vez(es)
  • Enviou: 891 vez(es)
  • +1656/-1666
Re: Notícias do Exército Português
« Responder #1981 em: Novembro 07, 2022, 04:25:20 pm »
https://assets.exercito.pt/SiteAssets/JE/Jornais/2022/Out/JE723.aspx

https://www.exercito.pt/pt/informacao-publica/comunicacao?menu=je


Jornal do Exército - Novembro 22

A Projeção de Forças no Exército

Mas projectar... o quê, mesmo?

Só mesmo para rir !!!!  blx2x1 :conf: :conf:

Isto, o jantar debate sobre a Bimby e o MLU de 120 milhões das VdG, mostra como o atraso mental que tem sido observado nos políticos, também existe nas chefias das FA
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF

*

ricardonunes

  • Investigador
  • *****
  • 4241
  • Recebeu: 308 vez(es)
  • Enviou: 45 vez(es)
  • +184/-3178
Re: Notícias do Exército Português
« Responder #1982 em: Novembro 10, 2022, 07:11:43 am »
Drones de combate desenvolvidos em Portugal vão carregar entre duas a oito granadas

Em 2024, as Forças Armadas querem adquirir drones maiores e capazes de permitir missões de grande intensidade.

Citar
O que está a ser feito na Ucrânia - drones que, furtivamente, lançam granadas sobre os russos - já estava a ser desenvolvido em Portugal antes da guerra. Os drones portugueses vão carregar entre duas e oito granadas, explosivas ou de fumo, cada uma com 200 gramas. “Temos em testes esses primeiros drones de combate portugueses”, adianta ao CM o Chefe do Estado-Maior-General das Forças Armadas (CEMGFA), almirante António Silva Ribeiro.

https://www.cmjornal.pt/portugal/detalhe/drones-de-combate-desenvolvidos-em-portugal-vao-carregar-entre-duas-a-oito-granadas?ref=HP_OutrasNoticias3
Potius mori quam foedari
 

*

goldfinger

  • Investigador
  • *****
  • 2419
  • Recebeu: 1526 vez(es)
  • Enviou: 417 vez(es)
  • +1073/-439
Re: Notícias do Exército Português
« Responder #1983 em: Novembro 23, 2022, 06:54:46 pm »
La española TSD suministrará camiones militares al Ejército portugués por 35 millones

La compañía entregará un centenar de vehículos en los próximos cuatro años

https://www.infodefensa.com/texto-diario/mostrar/4081676/espanola-tsd-suministrara-camiones-militares-ejercito-portugues-35-millones
A España servir hasta morir
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF

*

Pescador

  • Investigador
  • *****
  • 1852
  • Recebeu: 1356 vez(es)
  • Enviou: 891 vez(es)
  • +1656/-1666
Re: Notícias do Exército Português
« Responder #1984 em: Novembro 23, 2022, 08:16:20 pm »
Drones de combate desenvolvidos em Portugal vão carregar entre duas a oito granadas

Em 2024, as Forças Armadas querem adquirir drones maiores e capazes de permitir missões de grande intensidade.

Citar
O que está a ser feito na Ucrânia - drones que, furtivamente, lançam granadas sobre os russos - já estava a ser desenvolvido em Portugal antes da guerra. Os drones portugueses vão carregar entre duas e oito granadas, explosivas ou de fumo, cada uma com 200 gramas. “Temos em testes esses primeiros drones de combate portugueses”, adianta ao CM o Chefe do Estado-Maior-General das Forças Armadas (CEMGFA), almirante António Silva Ribeiro.

https://www.cmjornal.pt/portugal/detalhe/drones-de-combate-desenvolvidos-em-portugal-vao-carregar-entre-duas-a-oito-granadas?ref=HP_OutrasNoticias3

Isso fazem os terroristas. Um dia destes largam uns por cima dos famosos NPO complexados desarmados e cegos a gosto de patetões
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Subsea7

*

goldfinger

  • Investigador
  • *****
  • 2419
  • Recebeu: 1526 vez(es)
  • Enviou: 417 vez(es)
  • +1073/-439
Re: Notícias do Exército Português
« Responder #1985 em: Novembro 25, 2022, 01:12:43 pm »
Las olas arrastran a ocho jóvenes militares en Portugal: hay una mujer desaparecida

Citar
Dos de las jóvenes se acercaron para remojarse los pies y fueron arrastradas por el fuerte oleaje. Al presenciarlo, sus compañeros acudieron en su ayuda y también fueron engullidos por el agua.

Siete han sido rescatados con síntomas de hipotermia y ahogamiento, aún buscan a una persona desaparecida.

El grupo de ocho jóvenes, soldados del Ejército en formación en la Escuela de Servicios, en Póvoa de Varzim (Portugal) se dirigieron esta mañana a la playa. Según el medio luso 'Multinews', dos chicas decidieron mojarse los pies y fueron arrastradas por las olas. Sus amigos trataron de ayudarlas y fueron engullidos por el agua. La alerta se dio a las 4:48.

"Los jóvenes estaban cerca de la línea de flotación y fueron sorprendidos por el oleaje. Una mujer de unos 20 años está desaparecida y las otras personas fueron rescatadas con vida y llevadas al Hospital de Póvoa", dijo Ferreira Teles, capitán del Puerto y comandante local de la Policía Marítima de Póvoa de Varzim y Vila do Conde, a la agencia de noticias Lusa. Los jóvenes rescatados estaban estables y conscientes y presentaban síntomas de hipotermia y ahogamiento, según explica 'Correio da Manhã'.

"En este momento se está buscando por tierra a la joven porque la barra del puerto está cerrada por la agitación del mar", explicó Ferreira Teles. A las 7:10 horas se encontraban en el lugar personal del Cuerpo de Bomberos, de la Policía Marítima y elementos del puesto de socorrismo de la capitanía.

https://www.upday.com/es/las-olas-arrastran-a-ocho-jovenes-militares-en-portugal-hay-una-mujer?utm_source=upday&utm_medium=referral
A España servir hasta morir
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: CruzSilva

*

Pescador

  • Investigador
  • *****
  • 1852
  • Recebeu: 1356 vez(es)
  • Enviou: 891 vez(es)
  • +1656/-1666
Re: Notícias do Exército Português
« Responder #1986 em: Novembro 26, 2022, 06:37:14 pm »
Com este novo "folego" de tusa do Putin, pensei que por cá já tivessem escolhidos pelo menos os novos e modernos meios AA e AC. Mas a bonecada está é a curtir a bola, nomeadamente o pateta e o burlão.
Toca a distrair  e depois logo se faz mais uns discursos de intenção como o fez num dia de tusa de mijo no parlamento o figurinhas

Os brilhantes deixam andar que não se estão para incomodar e agitar os tachos
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: typhonman, NVF, Subsea7

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 17600
  • Recebeu: 2062 vez(es)
  • Enviou: 1706 vez(es)
  • +580/-2089
Re: Notícias do Exército Português
« Responder #1987 em: Dezembro 07, 2022, 05:12:29 pm »
Elisabete Silva é a primeira mulher no comando de grupo da Brigada Mecanizada

A tenente-coronel Elisabete Silva tornou-se hoje na primeira mulher a comandar o grupo de carros de combate da Brigada Mecanizada e também a assumir o comando do quartel de Cavalaria, por inerência.



A cerimónia de tomada de posse, que decorreu no Campo Militar de Santa Margarida, em Constância (Santarém), contou com a presença do Presidente da República.

Elisabete Silva foi ajudante de campo da Casa Militar de Marcelo Rebelo de Sousa.

A cerimónia militar contou com breves intervenções da nova comandante do grupo de carros de combate da Brigada Mecanizada, a primeira mulher a assumir o comando desta unidade operacional do Exército, e do chefe de Estado-Maior do Exército (CEME), general Nunes da Fonseca, na presença de militares, autarcas e familiares de Elisabete Silva.

Saiba sempre do que se fala.

Elisabete Silva, de 42 anos, nasceu em Lousada, é casada e mãe de dois filhos, e foi a primeira oficial a integrar os quadros da Arma de Cavalaria do Exército Português, contando hoje com mais de duas décadas de serviço.

A sua carreira começou com a entrada na Academia Militar em 1997, onde concluiu a Licenciatura em Ciências Militares em 2003, regressando mais tarde à instituição como docente dos cursos de Cavalaria, entre 2015 e 2017. Em 2018 terminou o Curso de Estado-Maior Conjunto no Instituto Universitário Militar.

Entre as diversas funções de comando da componente operacional desempenhadas encontra-se a do Esquadrão de Reconhecimento, equipado com os Carros de Combate Leopard 2 A6, na Brigada Mecanizada. A nível internacional, foi Comandante de Pelotão de Atiradores do 2º Batalhão de Infantaria Mecanizada destacado para a Bósnia-Herzegovina.

https://24.sapo.pt/atualidade/artigos/elisabete-silva-e-a-primeira-mulher-no-comando-de-grupo-da-brigada-mecanizada
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.