Apetece-me gritar bem alto, FO...

  • 2879 Respostas
  • 334440 Visualizações
*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 7646
  • Recebeu: 1068 vez(es)
  • Enviou: 312 vez(es)
  • +1774/-47
Re: Apetece-me gritar bem alto, FO...
« Responder #90 em: Novembro 27, 2009, 12:58:26 am »
Família ilustríssima...

Citar
•Despacho n.º 25916/2009. D.R. n.º 230, Série II de 2009-11-26

Presidência do Conselho de Ministros - Gabinete do Primeiro-Ministro

Nomeia o licenciado Artur Rodrigues Pereira dos Penedos para exercer as funções de assessor no Gabinete do Primeiro-Ministro

 :arrow: http://www.dre.pt/util/getpdf.asp?s=udr ... 2009070380

Ora este "Artur Rodrigues Pereira dos Penedos", parece que é irmão de um tal

"José Rodrigues Pereira dos Penedos"


e tio de um tal "Jorge Paulo Martins Pereira dos Penedos"


Como dizia o hino da Moçidade:
"Lá vamos, cantando e rindo
Levados, levados, sim"
 

*

Jorge Pereira

  • Administrador
  • *****
  • 2225
  • Recebeu: 72 vez(es)
  • Enviou: 120 vez(es)
  • +39/-0
    • http://forumdefesa.com
Re: Apetece-me gritar bem alto, FO...
« Responder #91 em: Novembro 27, 2009, 01:03:36 am »
INACREDITAVEL!!!
Um dos primeiros erros do mundo moderno é presumir, profunda e tacitamente, que as coisas passadas se tornaram impossíveis.

Gilbert Chesterton, in 'O Que Há de Errado com o Mundo'






Cumprimentos
 

*

Upham

  • Perito
  • **
  • 503
  • +0/-0
Re: Apetece-me gritar bem alto, FO...
« Responder #92 em: Novembro 27, 2009, 10:53:45 am »
FO..............................................................!!!!!!

Cumprimentos
"Nos confins da Ibéria, vive um povo que não se governa, nem se deixa governar."

Frase atribuida a Caio Julio César.
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 14828
  • Recebeu: 3788 vez(es)
  • Enviou: 4172 vez(es)
  • +3077/-6709
Re: Apetece-me gritar bem alto, FO...
« Responder #93 em: Novembro 28, 2009, 11:54:49 am »
e novidades...?
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

Camuflage

  • Investigador
  • *****
  • 1474
  • Recebeu: 184 vez(es)
  • Enviou: 86 vez(es)
  • +49/-187
Re: Apetece-me gritar bem alto, FO...
« Responder #94 em: Novembro 28, 2009, 11:39:06 pm »
Não sei o que há aqui para surpreender alguém, estamos no país conhecido pelo seu chico-espertismo, os políticos são filhos do povo e fazem aquilo que lhes ensinaram a fazer.

O dia-a-dia do povo português:

- Ganho 2000€, mas fo.. vou é declarar o mínimo nos impostos hehehe

- É pá, a carta de condução é preciso estudar e ter estas lições todas, vou mas é meter 500€ ao bolso do engenheiro

- Oh pai, precisava mesmo dum empreginho em que não seja preciso saber nada, mas dê muito dinheiro, não arranjas uns conhecimentos lá na empresa?

- Estes chupistas do Estado querem-me comer o $ todo e depois deixo de ter $ para comprar o meu ferrari, deixa-me é alterar aqui uns recibos e umas facturas, se mais tarde for preciso pago um jantar a alguém das finanças.

- Oh senhor doutor tenho andado com uma dor de barriga,
diz o médico: desculpe mas há casos prioritários e graves, ainda agora chegou um acidentado
- não é que me caiu esta nota de 100€ para o seu bolso?
médico: mas eu penso que posso ver rapidamente o seu problema

-Pai tu que até tens influencia junto dos reitores, eu queria ir para medicina e tal, ser médico tem emprego garantido, não achas que poderias mexer uns cordelinhos por mim? (sim já entrou malta com 10 a medicina, mas já toda a gente esqueceu)

- Ai vou ter que ir para a tropa (na altura do recrutamento obrigatório), queria era ir jogar PS2 e andar na boa vida, com esta cena já me estragaram os planos. Não te preocupes filho, já paguei 500€ a um militar e ele já disse que só la tens que aparecer na inspecção e vais ver como passas logo à reserva.

- O senhor condutor vinha ao telemóvel, são 150€ de multa.
Oh senhor agente, veja lá a sua boa vontade, é a primeira vez que me apanha, e ups caiu-se qualquer coisa no seu bolso (nota 50€).
- Ah tem razão, realmente estou a sentir aqui um alto, é melhor ir andando porque agora estou aqui com comichão no peito.

-Oh João precisava dum tipo que soubesse fazer umas colheitas e aprendesse rápido a fazer umas analises, não sabes de ninguém desenrascado? É que não estava para pagar um técnico de analises...
Claro que conheço, o André está sem fazer nada, já foi empregado de armazém, por 450€ ele ajeita-se numa boa.


E poderia continuar toda a noite ...

Fraude, corrupção, trafico de influências, usurpação de funções são o quotidiano do Zé. Se lhe tirarem estas coisas como raio é que ele vai conseguir sobreviver?

Aproveito e até colo uma citação do Homer Simpson ideal para o povo português: I can't take his money. I can't print my own money. I have to work for money. Why don't I just lay down and die?
« Última modificação: Novembro 29, 2009, 01:24:57 pm por Camuflage »
 

*

TOMSK

  • Investigador
  • *****
  • 1445
  • Recebeu: 2 vez(es)
  • Enviou: 1 vez(es)
  • +1/-0
Re: Apetece-me gritar bem alto, FO...
« Responder #95 em: Novembro 29, 2009, 12:25:42 am »
"De tanto ver triunfar as nulidades; de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto." - Rui Barbosa

Pois que o "mal" está no sangue, no Brasil o problema é o mesmo...




 

*

Camuflage

  • Investigador
  • *****
  • 1474
  • Recebeu: 184 vez(es)
  • Enviou: 86 vez(es)
  • +49/-187
Re: Apetece-me gritar bem alto, FO...
« Responder #96 em: Novembro 29, 2009, 11:47:56 am »
O Brasil herdou os costumes portugueses, é natural que seja similar. Quer até me parecer que no tempo das colonizações, aqueles que viviam bem em Portugal ficavam cá, mas o lixo que por cá vivia e era ganancioso, fez-se às colónias pois era um novo mercado para explorar. Não é por acaso que a maioria dos países que foram colónias hoje possuem graves problemas do chamado crime de colarinho branco, só herdaram o lixo que havia para herdar dos colonizadores.
 

*

Jorge Pereira

  • Administrador
  • *****
  • 2225
  • Recebeu: 72 vez(es)
  • Enviou: 120 vez(es)
  • +39/-0
    • http://forumdefesa.com
Re: Apetece-me gritar bem alto, FO...
« Responder #97 em: Novembro 29, 2009, 10:51:09 pm »
E as antigas colónias francesas? E as espanholas? E…as inglesas? Ou acha que não é igual?
Um dos primeiros erros do mundo moderno é presumir, profunda e tacitamente, que as coisas passadas se tornaram impossíveis.

Gilbert Chesterton, in 'O Que Há de Errado com o Mundo'






Cumprimentos
 

*

Jorge Pereira

  • Administrador
  • *****
  • 2225
  • Recebeu: 72 vez(es)
  • Enviou: 120 vez(es)
  • +39/-0
    • http://forumdefesa.com
Re: Apetece-me gritar bem alto, FO...
« Responder #98 em: Novembro 29, 2009, 11:05:47 pm »
Um dos primeiros erros do mundo moderno é presumir, profunda e tacitamente, que as coisas passadas se tornaram impossíveis.

Gilbert Chesterton, in 'O Que Há de Errado com o Mundo'






Cumprimentos
 

*

Camuflage

  • Investigador
  • *****
  • 1474
  • Recebeu: 184 vez(es)
  • Enviou: 86 vez(es)
  • +49/-187
Re: Apetece-me gritar bem alto, FO...
« Responder #99 em: Novembro 29, 2009, 11:55:42 pm »
Não parece ser igual tendo em conta a tabela que mostrou o Chile, Uruguai, Saint Vincent and the Grenadines, Austrália, Barbados, Qatar ou ainda Dominica, todos eles à frente de Portugal e não vê uma unica ex-colónia portuguesa, bem cotada.
Por outro lado isto é um índice de percepção arranjam uma amostra e fazem perguntas às pessoas sobre a corrupção, ora num país como Portugal que já tem tradição na corrupção, as pessoas só vão apontar o dedo aos mesmos do costume (politicos, policias e talvez juizes), ninguém vai dizer "ai o meu familiar é um corrupto que comprou a carta" ou "o meu tio comete fraudes que é uma maravilha la na empresa" e muito menos "bem se eu for a ter em conta todos os crimes praticados pelo meu circulo de conhecidos, hoje teria que ir visita-los a todos na cadeia". Portanto esse índice acaba por cair em erro, pois a fraude, corrupção, tráfico de influências e a usurpação de funções são todos os dias praticadas no quotidiano do Zé, assim como lavar os dentes (diria que lavam menos os dentes do que praticam crimes).
 

*

lazaro

  • 473
  • +0/-0
Re: Apetece-me gritar bem alto, FO...
« Responder #100 em: Novembro 30, 2009, 12:18:15 pm »
Citação de: "legionario"
Citação de: "Cabecinhas"
Só de me dá vontade de chorar  :cry:  :twisted:

Às vezes a vontade é mesmo de cagar no "Estado de Direito" (ou lá o que isso é nos tempos que correm) e criar um ou mais GAl e começar a fazer aquilo que o Estado é actualmente incapaz de fazer.

Já me arrependi do que acabei de escrever mas não consigo fazer "delete", o teclado avariou ... :twisted:
 

*

Luso

  • Investigador
  • *****
  • 8058
  • Recebeu: 1183 vez(es)
  • Enviou: 471 vez(es)
  • +536/-4924
Re: Apetece-me gritar bem alto, FO...
« Responder #101 em: Dezembro 01, 2009, 03:00:04 pm »
Citação de: "Jorge Pereira"
E as antigas colónias francesas? E as espanholas? E…as inglesas? Ou acha que não é igual?

E quem é que esteve por trás dessas "independências", quem foi?

Sai mais barato a certas oligarquias (que dominam na sombra) a exploração de países independentes mas corruptos do que estados soberanos que sabem fazer valer os seus direitos e interesses e defender os seus cidadãos.
Agora quando esses cidadãos são encarados por essa elite (que pode ser nativa e que invariávelmente se disfarça de defensora da "liberdade") como uma praga e gado a ser explorado até morrer, temos o que temos.

Mais uma vez "quem tiver ouvidos, que oiça!"
Ai de ti Lusitânia, que dominarás em todas as nações...
 

*

Jorge Pereira

  • Administrador
  • *****
  • 2225
  • Recebeu: 72 vez(es)
  • Enviou: 120 vez(es)
  • +39/-0
    • http://forumdefesa.com
Re: Apetece-me gritar bem alto, FO...
« Responder #102 em: Dezembro 02, 2009, 10:52:24 am »
Citação de: "Camuflage"
Não parece ser igual tendo em conta a tabela que mostrou o Chile, Uruguai, Saint Vincent and the Grenadines, Austrália, Barbados, Qatar ou ainda Dominica, todos eles à frente de Portugal e não vê uma unica ex-colónia portuguesa, bem cotada.
Por outro lado isto é um índice de percepção arranjam uma amostra e fazem perguntas às pessoas sobre a corrupção, ora num país como Portugal que já tem tradição na corrupção, as pessoas só vão apontar o dedo aos mesmos do costume (politicos, policias e talvez juizes), ninguém vai dizer "ai o meu familiar é um corrupto que comprou a carta" ou "o meu tio comete fraudes que é uma maravilha la na empresa" e muito menos "bem se eu for a ter em conta todos os crimes praticados pelo meu circulo de conhecidos, hoje teria que ir visita-los a todos na cadeia". Portanto esse índice acaba por cair em erro, pois a fraude, corrupção, tráfico de influências e a usurpação de funções são todos os dias praticadas no quotidiano do Zé, assim como lavar os dentes (diria que lavam menos os dentes do que praticam crimes).

Quantas ex-colónias espanholas, por exemplo, existem no continente americano? E portuguesas?
Já reparou na potência em que o Brasil se está a transformar?
Quer fazer comparações com a sua envolvente? Veja por exemplo, no caótico e degradado, em que se está a tornar (ainda mais) o México. E mais exemplos destes não faltam.

Onde eu quero chegar é que é um absurdo e completamente irracional pensar que a corrupção nas sociedades é algo genético em relação a certos povos e culturas. É simplesmente uma questão de educação e organização social.
Um dos primeiros erros do mundo moderno é presumir, profunda e tacitamente, que as coisas passadas se tornaram impossíveis.

Gilbert Chesterton, in 'O Que Há de Errado com o Mundo'






Cumprimentos
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 14828
  • Recebeu: 3788 vez(es)
  • Enviou: 4172 vez(es)
  • +3077/-6709
Re: Apetece-me gritar bem alto, FO...
« Responder #103 em: Dezembro 04, 2009, 02:21:43 pm »
Citar
 AR
José Sócrates exalta-se e pede "juizinho" a Paulo Portas

Económico com Lusa  
04/12/09 14:09


O primeiro-ministro censurou hoje o que considerou ser um "comportamento impróprio" do líder do CDS-PP, pedindo "juizinho" a Paulo Portas, o que motivou a indignação dos democratas-cristãos.

"Não tenha esse comportamento nervoso, é um comportamento impróprio. Eu digo-o aos meus filhos e digo-lhe a si, porte-se com juizinho. Não me interrompa, (...) o seu dever é ouvir", disse José Sócrates a Paulo Portas, motivando uma acesa troca de palavras.

O primeiro-ministro já tinha manifestado irritação com os apartes do líder do CDS-PP durante a sua intervenção em resposta à bancada do PS, criticando o "histerismo" da bancada dos populares.

Da sua bancada, Portas insistia para que José Sócrates respondesse quanto custou a nacionalização do BPN, uma pergunta sua que tinha ficado sem resposta. "O presidente da CGD afirmou ontem que a Caixa já meteu três mil e quinhentos milhões de euros no BPN e que vai meter ainda mais. (...) Mantém a versão que a nacionalização não custou nada ao contribuinte?" tinha questionado Portas no início do debate.

Depois de pedir a Portas para "portar-se com juizinho", José Sócrates continuou, afirmando que "é pura demagogia" dizer que o Estado "meteu dinheiro num banco". "Uma coisa é prover liquidez a um banco. Outra coisa é pôr o dinheiro no capital do banco. São coisas distintas", afirmou o primeiro-ministro, que se queixou ao presidente da Assembleia da República de não ter condições para usar da palavra, devido "às interrupções" de Paulo Portas.

Manifestando indignação com as palavras de José Sócrates, o líder da bancada do CDS-PP, Pedro Mota Soares, afirmou que o primeiro-ministro "insulta os deputados". "Queria perguntar ao senhor presidente se acha admissível que um primeiro-ministro venha aqui dizer 'porte-se com juizinho'. Não admitimos essa linguagem ao primeiro-ministro", declarou.

Da bancada do Governo, o ministro dos Assuntos Parlamentares, Jorge Lacão, saiu em defesa de José Sócrates, afirmando que "o primeiro-ministro estava a dar explicações à câmara e foi sistematicamente obstruído, não por um aparte, mas por uma atitude permanente de impedir o primeiro-ministro falar".


http://economico.sapo.pt/noticias/jose- ... 76023.html
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

Camuflage

  • Investigador
  • *****
  • 1474
  • Recebeu: 184 vez(es)
  • Enviou: 86 vez(es)
  • +49/-187
Re: Apetece-me gritar bem alto, FO...
« Responder #104 em: Dezembro 06, 2009, 12:46:43 pm »
Isso nem noticias sao, mas enfim, quem estivesse a ver em directo percebia que o Sócrates teve razão, mesmo que não gostem dele. Se há coisa mais irritante, é estar alguém a fazer um discurso, seguindo um encadeamento lógico, reflectindo no que vai dizer e está um abutre ao fundo da sala a tagarelar. Se nunca discursaram em público nem vale a pena criticarem, pela experiência que tenho, faria exactamente o mesmo que o Sócrates.