Primeiro avião português (2025)

  • 9 Respostas
  • 722 Visualizações

*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 4555
  • Recebeu: 4172 vez(es)
  • Enviou: 2676 vez(es)
  • +6129/-2495
Re: Primeiro avião português (2025)
« Responder #1 em: Outubro 13, 2022, 10:06:50 am »
https://24.sapo.pt/atualidade/artigos/aviao-portugues-nasce-em-2025-vai-custar-100-milhoes-de-euros-e-criar-300-postos-de-trabalho

Parece um C-212-400 revisto e modernizado

Lus 222




C-212-400



Apesar de ser um projecto interessante e nacional, este assunto tem a ver com a Força Aérea Portuguesa porque..? Não é ironia, é mesmo não estar a entender.

É que a FAP não é referida em nenhuma notícia que li a este respeito, nem sequer como possível alvo futuro, ao contrário da FAB. E boa sorte a tentar vender a aeronave aos brasileiros. ::)
Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

"(...) Que, havendo por verdade o que dizia,
DE NADA A FORTE GENTE SE TEMIA
"

Luís Vaz de Camões (Os Lusíadas, Canto I - Estrofe 97)
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF, Lightning, PTWolf

*

Visitante123

  • Perito
  • **
  • 446
  • Recebeu: 138 vez(es)
  • Enviou: 93 vez(es)
  • +9/-53
Re: Primeiro avião português (2025)
« Responder #2 em: Outubro 13, 2022, 10:46:42 am »
Porque é um resultado proveniente do negócio do KC-390 com a FAP e respetivas contrapartidas (CEiiA) e porque terá uma versão militar. Acho que justifica.
 

*

Red Baron

  • Investigador
  • *****
  • 2381
  • Recebeu: 435 vez(es)
  • Enviou: 307 vez(es)
  • +126/-307
Re: Primeiro avião português (2025)
« Responder #3 em: Outubro 13, 2022, 11:16:49 am »
Cof*cof  é mentira cof * cof

É um DESAER ATL-100 que vai ser construido sob licença porque a DESAER não tinha dinheiro nem para fabricar nem o prototipo. A DESAER vai também produzir o modelo no Brasil.

 ::)
 

*

Visitante123

  • Perito
  • **
  • 446
  • Recebeu: 138 vez(es)
  • Enviou: 93 vez(es)
  • +9/-53
Re: Primeiro avião português (2025)
« Responder #4 em: Outubro 13, 2022, 01:06:20 pm »
A CEiiA tinha desde 2020 uma joint venture com a Dasear. E num outro artigo do dia anterior isso era referido (ATL 100). É uma novidade construir de fio a pavio em PT porque implica a criação de mais valências para o futuro
 

*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 4555
  • Recebeu: 4172 vez(es)
  • Enviou: 2676 vez(es)
  • +6129/-2495
Re: Primeiro avião português (2025)
« Responder #5 em: Outubro 13, 2022, 01:48:22 pm »
É uma novidade construir de fio a pavio em PT porque implica a criação de mais valências para o futuro.

Não será literalmente construída em Portugal de fio a pavio, há coisas que não serão.

Citar
(...) Miguel Braga deixou claro que o “LUS 222” será uma aeronave que terá todos os componentes nacionais, ou quase: “Na verdade, a única parte que não é portuguesa, são os trens de aterragem e os motores, não há ninguém que o faça em Portugal. Tudo o resto é português.” (...)

https://www.antenalivre.pt/noticias/chama-se-lus222-e-o-primeiro-aviao-portugues-e-vai-ser-produzido-em-ponte-de-sor-c-audio-e-fotos


Cof*cof  é mentira cof * cof

É um DESAER ATL-100 que vai ser construido sob licença porque a DESAER não tinha dinheiro nem para fabricar nem o prototipo. A DESAER vai também produzir o modelo no Brasil.

 ::)

Bem me parecia que era o ATL-100. Mas este mock up/design actual é algo diferente do anterior, ou pelo menos daquele que vigorava até ao ano passado.

Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

"(...) Que, havendo por verdade o que dizia,
DE NADA A FORTE GENTE SE TEMIA
"

Luís Vaz de Camões (Os Lusíadas, Canto I - Estrofe 97)
 

*

luis simoes

  • Analista
  • ***
  • 613
  • Recebeu: 26 vez(es)
  • Enviou: 75 vez(es)
  • +25/-659
Re: Primeiro avião português (2025)
« Responder #6 em: Outubro 13, 2022, 02:55:22 pm »
Um passo de gigante para um pais que pode e deve tambem de apostar neste tipo de negocio...acredito que tudo a correr bem poderemos ter aqui o inicio de algo muito atrativo para o mercado africano e brasileiro entre outros paises,onde nao abundam rodovias e tendo acessos limitados,onde este tipo de aviao pode ser muito util,quer no transporte de mercadorias,medicamentos,correio,ou evacuacoes de pessoas...em caso de catástrofe...para mim uma boa noticia.
 

*

luis simoes

  • Analista
  • ***
  • 613
  • Recebeu: 26 vez(es)
  • Enviou: 75 vez(es)
  • +25/-659
Re: Primeiro avião português (2025)
« Responder #7 em: Outubro 13, 2022, 02:57:38 pm »
Um passo de gigante para um pais que pode e deve tambem de apostar neste tipo de negocio...acredito que tudo a correr bem poderemos ter aqui o inicio de algo muito atrativo para o mercado africano e brasileiro entre outros paises,onde nao abundam rodovias e tendo acessos limitados,onde este tipo de aviao pode ser muito util,quer no transporte de mercadorias,medicamentos,correio,ou evacuacoes de pessoas...em caso de catástrofe...para mim uma boa noticia.
 

*

ACADO

  • Investigador
  • *****
  • 2537
  • Recebeu: 179 vez(es)
  • Enviou: 44 vez(es)
  • +28/-38
  • The Way of the Warrior(s) - www.warriors.pt
    • http://www.warriors.pt
Re: Primeiro avião português (2025)
« Responder #8 em: Outubro 13, 2022, 05:02:47 pm »
Boa, agora já não precisamos dos aviões de ataque ligeiro para nada.
Passamos a ter um avião que pode fazer ataque ao solo, vigilância e ainda largar paraquedistas ou carga.
The way of the Warrior(s) - www.warriors.pt:
" Only fools and dead Men don´t change their minds. Fools won´t and dead Men can´t !! "
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 6471
  • Recebeu: 2724 vez(es)
  • Enviou: 573 vez(es)
  • +950/-529
Re: Primeiro avião português (2025)
« Responder #9 em: Outubro 13, 2022, 05:20:26 pm »
O avião ainda nem voa, e já querem uma versão "gunship"?  :mrgreen:

Não sei até que ponto este tipo de aeronave terá muito ou pouco mercado, até porque países africanos também não têm dinheiro na sua maioria. Mas parece-me é que o sucesso desta aeronave poderá depender das versões que tenha, e da capacidade de receber outros equipamentos especializados.

Na FAP, poderá ter lugar, mas já se sabe que estaríamos a acrescentar mais um modelo de aeronave numa FAP sem dinheiro para manter os meios que já tem. Mas fazendo o exercício académico, poderá ser visto como complemento do C-295, como aeronave de treino plurimotor, ou até, quem sabe, com uma futura versão SIGINT, à semelhança dos RC-12 do US Army.